Utilização das transformadas wavelets na detecção de características em um sinal de ECG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Utilização das transformadas wavelets na detecção de características em um sinal de ECG"

Transcrição

1 Utilização das transformadas wavelets na detecção de características em um sinal de ECG Orientador: Prof. Dr. Aldo Artur Belardi Departamento: Engenharia Elétrica Candidato: Gabriel Diego Porfirio N FEI: Início: Abril/20 Provável conclusão: Abril/20

2 1. INTRODUÇÃO O exame de eletrocardiograma (ECG) monitora as atividades elétricas associadas ao coração humano, sendo uma poderosa ferramenta no diagnóstico de doenças e disfunções no comportamento de nosso sistema cardíaco. Os aparelhos de ECG registram as variações do potencial elétrico do coração através de eletrodos conectados entre dois pontos distintos do corpo humano. Estas atividades elétricas ocorrem a cada instante do ciclo cardíaco (contração e relaxamento do músculo), sendo assim, possível determinar a freqüência cardíaca. Atualmente, o processamento de sinais de ECG é baseado em um complexo algoritmo, que está submetido a certas imprecisões devido a ruídos no sinal e variações morfológicas, acarretando dificuldades na detecção visual dos profissionais habilitados. Este estudo visa auxiliar a Bioengenharia na detecção de características presentes no sinal de eletrocardiograma, bem como fazer um estudo probabilístico de possíveis problemas relacionados ao coração humano. As transformadas wavelets discretas são muito utilizadas para análise de sinais digitais e compressão de dados, e representam a decomposição de uma função no domínio do tempo em um conjunto de coeficientes que descrevem as suas componentes de freqüência em determinados instantes de tempo. Com o auxílio das transformadas wavelets, iremos realçar diferentes sinais de ECG, filtrando suas imperfeições e caracterizando certos detalhes que serão utilizados para uma melhor prescrição de disfunções cardíacas.

3 2. PROPOSTA A transformada discreta de wavelet consiste em identificar os parâmetros c k e d j,k, da equação: onde (t) e (t) são as funções conhecidas respectivamente como wavelet pai e wavelet mãe. Das funções (t) e (t) podemos calcular as seqüências: Estas duas seqüências são a base da transformada discreta de wavelet. A seguir, um exemplo de um sinal de ECG processado utilizando-se o método da transformada de wavelets: Fig. 1 Sinal de ECG comum Fig. 2 Transformada de wavelets com coeficiente de escala 5

4 3. TEXTOS PARA ESTUDO HANSELMAN, Duane C; LITTLEFIELD, Bruce. MATLAB 6: Curso Completo. São Paulo: Prentice-Hall, c Este livro mostra como usar todos os recursos do Matlab 6 e apresenta todas as características do programa e demonstra, por meio de exemplos como escrever um programa eficiente no Matlab. WEEKS, Michael. Digital Signal Processing Using MATLAB and Wavelets. Inifinity Science Press, 2007 Mostra as aplicações de processamento de sinais digitais com o auxílio da Série das Wavelets. MARTINEZ, J. P.; OLMOS, S.; LAGUNA, P. Evaluation of a wavelet based ECG waveform detector on the QT database, in Proc. IEEE Comput. Cardiol., v. 27, p , 2000 Demonstra como obter os coeficientes para realização da transformada das wavelets em sinais de ECG, além disso, discute os resultados obtidos, mostrando a eficácia do método. MADEIRO, J. P. V.; CORTEZ, P. C.; SOBRINHO, C. R. M. R.; MARINHO, M. J. Algoritmo para Análise de Variabilidade da Freqüência Cardíaca no Domínio Temporal: Métodos Estatísticos e Geométricos. X Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, Florianópolis 2006 Mostra o algoritmo para cálculo dos coeficientes das transformadas das wavelets no domínio do tempo e comprova com o auxílio de profissionais a contribuição desta técnica para a Medicina. 4. PROJETO DE PESQUISA 4.1. Objetivos Analisar diversos sinais de ECG, com o auxílio do Excel e Matlab, para detectar, através da variação dos coeficientes das wavelets, quais características estão presentes em corações sadios e quais apresentam algum tipo de disfunção, visando auxiliar profissionais médicos e a sociedade. Para tal, iremos utilizar sinais de ECG da base de dados de arritmias do MIT-BIH, e se necessário, de exames com a ajuda de profissionais da área de Medicina.

5 4.2. Materiais e Métodos Recursos humanos e materiais Recursos Materiais Disponíveis na Instituição: Software Matlab Toolbox Wavelets; Microsoft Excel. Recursos Disponíveis na Internet: Os sinais utilizados são provenientes da base de dados de arritmias do MIT-BIH (Massachusetts Institute of Technology - Beth Israel Hospital) Métodos Conversão dos coeficientes para o Excel; Estudo sobre as Transformadas de Wavelets; Desenvolvimento da lógica de programação; Implementação do algoritmo no Matlab; Cálculo dos coeficientes; Recuperação dos coeficientes em função dos resultados com as Wavelets. 5. CRONOGRAMA Atividade 04/ 05/ 06/ 07/ 08/ 09/ / / 12/ 01/ 02/ 03/ 04/ Conversão dos coeficientes para o Excel Estudo sobre as transformadas de wavelets Desenvolvimento da lógica de programação Implementação do Software Relatório parcial Recuperação de coeficientes/wavelets Teste e avaliação dos resultados Elaboração de artigo Geração de relatório final

6 6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS [1] HANSELMAN, Duane C; LITTLEFIELD, Bruce. MATLAB 6: Curso Completo. São Paulo: Prentice-Hall, c2003. [2] WEEKS, Michael. Digital Signal Processing Using MATLAB and Wavelets. Infinity Science Press, [3] MARTINEZ, J. P.; OLMOS, S.; LAGUNA, P. Evaluation of a wavelet based ECG waveform detector on the QT database, in Proc. IEEE Comput. Cardiol., v. 27, p , [4] LI, C.; ZHENG, C.; TAI, C. Detection of ECG characteristics points using wavelet transforms. IEEE Trans. Biomed. Eng., v. 42, n. 1, p , Jan [5] CASTRO, B.; KOGAN, D.; GEVA, A. B. ECG Feature Extraction Using Optimal Mother Wavelet, IEEE, [6] MADEIRO, J. P. V.; CORTEZ, P. C.; OLIVEIRA, F. I.; Siqueira, R. S.. A new approach to QRS segmentation based on wavelet bases and adaptive threshold technique, Medical Engineering and Physics 29: [7] MADEIRO, J. P. V.; CORTEZ, P. C.; SOBRINHO, C. R. M. R.; MARINHO, M. J. Algoritmo para Análise de Variabilidade da Freqüência Cardíaca no Domínio Temporal: Métodos Estatísticos e Geométricos. X Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, Florianópolis [8] BAHOURA, M.; HASSANI, M.; HUBIN, M.; DSP Implementation of wavelet transform for real time ECG waveforms detection and heart rate analysis, Computer Methods and Programs in Biomedicine. v. 52, p , Aug [9] HAMILTON, P. S.; TOMPKINS, W. J.; Quantitative Investigation of QRS Detection Rules Using the MIT/BIH Arrythmia Database, IEEE Trans. Biomed. Eng., v. BME-33, n.12, p , Dez.1986.

AVALIAÇÃO QUALITATIVA DE DETECÇÃO DE BORDAS EM IMAGENS DE RADIOGRAFIA PERIAPICAIS

AVALIAÇÃO QUALITATIVA DE DETECÇÃO DE BORDAS EM IMAGENS DE RADIOGRAFIA PERIAPICAIS AVALIAÇÃO QUALITATIVA DE DETECÇÃO DE BORDAS EM IMAGENS DE RADIOGRAFIA PERIAPICAIS Hedlund Erik Martins Távora 1, John Hebert Da Silva Felix 2, Darleison Rodrigues Barros Filho 3, Fausta Joaquim Faustino

Leia mais

COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS PARA DETERMINAR FADIGA MUSCULAR ATRAVÉS DO SINAL EMG

COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS PARA DETERMINAR FADIGA MUSCULAR ATRAVÉS DO SINAL EMG COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS PARA DETERMINAR FADIGA MUSCULAR ATRAVÉS DO SINAL EMG Ramon de Freitas Elias CAMPOS 1,2 ; Marcus Fraga VIEIRA 1,2 1 Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e da Computação

Leia mais

Reconhecimento de Sinais EMG (Plano Horizontal Sem Carga)

Reconhecimento de Sinais EMG (Plano Horizontal Sem Carga) Reconhecimento de Sinais EMG (Plano Horizontal Sem Carga) Orientador: Maria Claudia Ferrari de Castro Departamento: Engenharia Elétrica Candidato: Thiago Henrique do Nascimento N FEI: 111107778-0 Início:

Leia mais

Capítulo III Processamento de Imagem

Capítulo III Processamento de Imagem Capítulo III Processamento de Imagem Proc. Sinal e Imagem Mestrado em Informática Médica Miguel Tavares Coimbra Resumo 1. Manipulação ponto a ponto 2. Filtros espaciais 3. Extracção de estruturas geométricas

Leia mais

Classificação de Problemas de Qualidade de Energia Utilizando a Transformada Wavelet Discreta

Classificação de Problemas de Qualidade de Energia Utilizando a Transformada Wavelet Discreta Classificação de Problemas de Qualidade de Energia Utilizando a Transformada Wavelet Discreta L. F. R. B. Toledo, UTFPR, A.E. Lazzaretti, UTFPR, L. V. A. Campanelli, UTFPR, J. E. Rocha, UTFPR Resumo Este

Leia mais

APLICAÇÃO DE TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS EM IMAGENS GERADAS POR ULTRA-SOM

APLICAÇÃO DE TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS EM IMAGENS GERADAS POR ULTRA-SOM VIII ERMAC 8 o Encontro Regional de Matemática Aplicada e Computacional 0- de Novembro de 008 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Natal/RN APLICAÇÃO DE TÉCNICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS

Leia mais

Processamento digital de sinais e imagens

Processamento digital de sinais e imagens Processamento digital de sinais e imagens Prof. João Luiz Azevedo de Carvalho, Ph.D. Formação Acadêmica 1997 2003 Universidade de Brasília 2002 Engenheiro de Redes de Comunicação 2003 Mestre em Engenharia

Leia mais

Influência do Tamanho do Bloco na DCT

Influência do Tamanho do Bloco na DCT LICENCIATURA EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES TELEVISÃO DIGITAL 2005/06 Influência do Tamanho do Bloco na DCT Autores: Carlos Graf Nuno Lima Grupo 4 Novembro de 2005 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

ELABORAÇÃO DE REFERENCIAL TEÓRICO PARA VERIFICAÇÃO DE ADULTERAÇÕES DO TIPO CÓPIA E COLA EM FOTOGRAFIAS DIGITAIS.

ELABORAÇÃO DE REFERENCIAL TEÓRICO PARA VERIFICAÇÃO DE ADULTERAÇÕES DO TIPO CÓPIA E COLA EM FOTOGRAFIAS DIGITAIS. ELABORAÇÃO DE REFERENCIAL TEÓRICO PARA VERIFICAÇÃO DE ADULTERAÇÕES DO TIPO CÓPIA E COLA EM FOTOGRAFIAS DIGITAIS. Ana Elisa Schmidt; Tiago TORRESANI Orientadora IFC-Camboriú; Aluno do Curso de Tecnologia

Leia mais

Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA. Utilizando JAVA. TCC - Monografia

Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA. Utilizando JAVA. TCC - Monografia Compressão de Imagens Usando Wavelets: Uma Solução WEB para a Codificação EZW Utilizando JAVA TCC - Monografia Wanderson Câmara dos Santos Orientador : Prof. Dr. Luiz Felipe de Queiroz Silveira 1 Departamento

Leia mais

3. REPRESENTAÇÃO DE SISTEMAS

3. REPRESENTAÇÃO DE SISTEMAS 3. REPRESENTAÇÃO DE SISTEMAS A abordagem à teoria dos sistemas, seguida até agora, partiu de alguns exemplos de sistemas físicos, determinou descrições das suas dinâmicas em termos de equações diferenciais

Leia mais

Processamento e Análise de Imagens Médicas

Processamento e Análise de Imagens Médicas Processamento e Análise de Imagens Médicas Prof. Luiz Otávio Murta Junior 1 : Programa Fundamentos de imagem O modelo de imagem Brilho, contraste, luminância A imagem digital Quantização, amostragem e

Leia mais

Sistemas de Telecomunicações Definidos por Software & Processamento de Sinal em Tempo Real

Sistemas de Telecomunicações Definidos por Software & Processamento de Sinal em Tempo Real Sistemas de Telecomunicações Definidos por Software & Processamento de Sinal em Tempo Real 1 Filtros Adaptativos Filtros adaptativos são solução atractiva em ambientes com estatística desconhecida e variável

Leia mais

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.)

As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. Disciplinas obrigatórias C. H. (h.a.) As Tabelas 4 a 9 apresentam todas as disciplinas que atenderão ao Curso de EE. Tabela 4. obrigatórias Semestre Cálculo I 6 Elementos de Gestão Ambiental 2 Física I 6 1 Geometria Analítica 4 Introdução

Leia mais

ELETROCARDIOGRAMA ANUÁRIO DA PRODUÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DISCENTE. Gisele Soares Gonçalves Robson Mamédio Araujo Luciano Henrique Duque

ELETROCARDIOGRAMA ANUÁRIO DA PRODUÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DISCENTE. Gisele Soares Gonçalves Robson Mamédio Araujo Luciano Henrique Duque ELETROCARDIOGRAMA ANUÁRIO DA PRODUÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DISCENTE Vol. 13, N. 17, Ano 2010 Gisele Soares Gonçalves Robson Mamédio Araujo Luciano Henrique Duque RESUMO Curso: Tecnologia em Sistemas

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa de Matemática dos Cursos Profissionais

PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa de Matemática dos Cursos Profissionais TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS Ano Letivo 2015/2016 Ciclo de Formação: 2015-2018 Nº DO PROJETO: Clique aqui para introduzir o número do projeto. MATEMÁTICA 10ºANO PLANIFICAÇÃO

Leia mais

Anotador automático de placas de publicidade em vídeos esportivos

Anotador automático de placas de publicidade em vídeos esportivos MAC0499 - Trabalho de Formatura Supervisionado Professor: Carlos Eduardo Ferreira Universidade de São Paulo Instituto de Matemática e Estatística Aluno: Ricardo Augusto Fernandes Orientador: Prof. Dr.

Leia mais

Jorge Caiado CEMAPRE/ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Web:

Jorge Caiado CEMAPRE/ISEG, Universidade Técnica de Lisboa   Web: CEMAPRE/ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Email: jcaiado@iseg.utl.pt Web: http://pascal.iseg.utl.pt/~jcaiado/ 1 Uma série temporal (time series) consiste num conjunto de observações de uma variável,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DE PADRÕES EM IMAGENS UTILIZANDO DESCRITORES DE TEXTURA Pattern Classification in Images Using Descriptors of Texture

CLASSIFICAÇÃO DE PADRÕES EM IMAGENS UTILIZANDO DESCRITORES DE TEXTURA Pattern Classification in Images Using Descriptors of Texture CLASSIFICAÇÃO DE PADRÕES EM IMAGENS UTILIZANDO DESCRITORES DE TEXTURA Pattern Classification in Images Using Descriptors of Texture 1 e Sandro Roberto Fernandes 2 Resumo: Nesta pesquisa foi desenvolvido

Leia mais

TÉCNICA DE AMORTECIMENTO EXPONENCIAL SIMPLES COM TAXA DE RESPOSTA ADAPTATIVA: UMA REFLEXÃO A RESPEITO DO COMPORTAMENTO DO COEFICIENTE ALFA.

TÉCNICA DE AMORTECIMENTO EXPONENCIAL SIMPLES COM TAXA DE RESPOSTA ADAPTATIVA: UMA REFLEXÃO A RESPEITO DO COMPORTAMENTO DO COEFICIENTE ALFA. TÉCNICA DE AMORTECIMENTO EXPONENCIAL SIMPLES COM TAXA DE RESPOSTA ADAPTATIVA: UMA REFLEXÃO A RESPEITO DO COMPORTAMENTO DO COEFICIENTE ALFA. Robert Wayne Samohyl Professor do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Aplicações Informáticas B 12ºAno

Planificação Anual GR Disciplina Aplicações Informáticas B 12ºAno Planificação Anual GR 550 - Disciplina Aplicações Informáticas B 12ºAno 1º Identificar as componentes essenciais de uma estrutura de programação Compreender o funcionamento das estruturas de controlo Criar

Leia mais

LIVRO DO MÊS MARÇO 2013

LIVRO DO MÊS MARÇO 2013 Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 E-mail: biblioteca@iscte.pt http://www.iscte-iul.pt/biblioteca.aspx http://blog.dsbd.iscte.pt

Leia mais

O software conta ainda, com procedimento para geração de relatórios em EXCEL. Para gerar tais relatórios foi utilizado o tollkit Report Generation do

O software conta ainda, com procedimento para geração de relatórios em EXCEL. Para gerar tais relatórios foi utilizado o tollkit Report Generation do Desenvolvimento de um software para realização de testes de performance hidrodinâmica de próteses de válvulas cardíacas utilizando um Sistema Duplicador de Pulsos "O software conta ainda, com procedimento

Leia mais

17º Congresso de Iniciação Científica APLICAÇÃO DA ENGENHARIA BASEADA EM CONHECIMENTO NA ANÁLISE CINEMÁTICA DE ROBÔS INDUSTRIAIS

17º Congresso de Iniciação Científica APLICAÇÃO DA ENGENHARIA BASEADA EM CONHECIMENTO NA ANÁLISE CINEMÁTICA DE ROBÔS INDUSTRIAIS 17º Congresso de Iniciação Científica APLICAÇÃO DA ENGENHARIA BASEADA EM CONHECIMENTO NA ANÁLISE CINEMÁTICA DE ROBÔS INDUSTRIAIS Autor(es) CARLOS ALBERTO DE SOUZA BARROSO Orientador(es) KLAUS SCHÜTZER

Leia mais

Pesquisa Operacional aplicada ao Planejamento e Controle da Produção e de Materiais Programação Linear

Pesquisa Operacional aplicada ao Planejamento e Controle da Produção e de Materiais Programação Linear Pesquisa Operacional aplicada ao Planejamento e Controle da Produção e de Materiais Programação Linear Introdução à Pesquisa Operacional Origens militares Segunda guerra mundial Aplicada na alocação de

Leia mais

Segmentação de Impressões Digitais Baseada em Abertura Top-Hat

Segmentação de Impressões Digitais Baseada em Abertura Top-Hat Segmentação de Impressões Digitais Baseada em Abertura Top-Hat Gustavo de Sá 1, Pascual Figueroa 1, and Roberto Lotufo 2 1 Griaule Tecnologia, r. Bernardo Sayão 100, sala 209, 13083-866, Campinas, SP,

Leia mais

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há

Tabela de Pré-Requisitos. Interdisciplinar 36 Não há Nome da UC Categoria CH Total Pré-Requisitos Álgebra Linear Eletiva 72 Geometria Analítica Álgebra Linear Computacional Eletiva 72 Cálculo Numérico Álgebra Linear II Eletiva 72 Álgebra Linear Algoritmos

Leia mais

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Médio

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Médio Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Médio C1 Utilizar o conhecimento sobre números e suas representações em situações relacionadas a operações matemáticas, grandezas e unidades de medidas.

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. Introdução à Lógica de Programação 1.1. Lógica? Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo.

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA.

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

4 Funções de Transferência de Sistemas em Tempo Discreto

4 Funções de Transferência de Sistemas em Tempo Discreto Rio de Janeiro, 8 de setembro de 2016. 1 a Lista de Exercícios de Controle por Computador Tópicos: Sinais e sistemas em tempo discreto, equações a diferenças, transformada z e funções de transferência.

Leia mais

Introdução ao Reconhecimento de Padrões e aplicações em problemas de Bioinformática

Introdução ao Reconhecimento de Padrões e aplicações em problemas de Bioinformática ao Reconhecimento de Padrões e aplicações em problemas de Bioinformática fabricio@utfpr.edu.br UTFPR-CP Grupo de Pesquisa em Bioinformática e Reconhecimento de Padrões bioinfo-cp@utfpr.edu.br Curso de

Leia mais

Processos Hidrológicos CST 318 / SER 456. Tema 9 -Métodos estatísticos aplicados à hidrologia ANO 2016

Processos Hidrológicos CST 318 / SER 456. Tema 9 -Métodos estatísticos aplicados à hidrologia ANO 2016 Processos Hidrológicos CST 318 / SER 456 Tema 9 -Métodos estatísticos aplicados à hidrologia ANO 2016 Camilo Daleles Rennó Laura De Simone Borma http://www.dpi.inpe.br/~camilo/prochidr/ Caracterização

Leia mais

RECONHECIMENTO FACIAL UTILIZANDO EIGENFACES

RECONHECIMENTO FACIAL UTILIZANDO EIGENFACES Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia Programa de Engenharia de Sistemas e Computação Rio de Janeiro, RJ Brasil RECONHECIMENTO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 2ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

Introdução aos Proc. Estocásticos - ENG 430

Introdução aos Proc. Estocásticos - ENG 430 Introdução aos Proc. Estocásticos - ENG 430 Fabrício Simões IFBA 16 de novembro de 2015 Fabrício Simões (IFBA) Introdução aos Proc. Estocásticos - ENG 430 16 de novembro de 2015 1 / 34 1 Motivação 2 Conceitos

Leia mais

Engenharia de Software I: Introdução. Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes

Engenharia de Software I: Introdução. Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes Engenharia de Software I: Introdução Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes Programa 1. O processo de engenharia de software 2. Engenharia de requisitos 3. Modelagem de sistemas 4. Conceitos

Leia mais

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental

Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental Matemática EF Matriz de Referência da área de Matemática Ensino Fundamental C1 Utilizar o conhecimento numérico para operar e construir argumentos ao interpretar situações que envolvam informações quantitativas.

Leia mais

ANÁLISE DE SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA VIA ESTIMAÇÃO DE ESTADOS

ANÁLISE DE SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA VIA ESTIMAÇÃO DE ESTADOS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA ÊNFASE ELETROTÉCNICA ADRIANA BEZERRA DOS SANTOS JESSÉ KARP LUCAS

Leia mais

Análise do perfil dos Operadores de Transporte Multimodal de Cargas no Brasil e suas dificuldades de operação. Projeto de Pesquisa - Mestrado

Análise do perfil dos Operadores de Transporte Multimodal de Cargas no Brasil e suas dificuldades de operação. Projeto de Pesquisa - Mestrado Análise do perfil dos Operadores de Transporte Multimodal de Cargas no Brasil e suas dificuldades de operação Projeto de Pesquisa - Mestrado Letícia do Valle Pires Martinovic Orientador: Sergio Ronaldo

Leia mais

Operações Pontuais. 1 operando. 2 operandos. Processamento e Análise de Imagem - A. J. Padilha - v ac

Operações Pontuais. 1 operando. 2 operandos. Processamento e Análise de Imagem - A. J. Padilha - v ac Operações Pontuais 1 operando T OP 2 operandos Pré-Processamento - 1 Operações Pontuais Nas operações pontuais, cada ponto da imagem-resultado - g(i,j) - é obtido por uma transformação T do ponto de coordenadas

Leia mais

FERRAMENTA PARA A AVALIAÇÃO DA MOTILIDADE E DETECÇÃO DA TRAJETÓRIA DE ESPERMATOZÓIDES BOVINOS

FERRAMENTA PARA A AVALIAÇÃO DA MOTILIDADE E DETECÇÃO DA TRAJETÓRIA DE ESPERMATOZÓIDES BOVINOS RESUMO FERRAMENTA PARA A AVALIAÇÃO DA MOTILIDADE E DETECÇÃO DA TRAJETÓRIA DE ESPERMATOZÓIDES BOVINOS Felipe A. Cardoso Pazinatto Departamento de Computação Universidade Federal de São Carlos Rodovia Washington

Leia mais

Introdução a Análise de Imagens Digitais

Introdução a Análise de Imagens Digitais Introdução a Análise de Imagens Digitais Uma imagem digital é uma representação de uma cena por meio de um conjunto de elementos discretos e de tamanhos finitos, chamados de pixels, colocados em um arranjo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 7.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL Múltiplos e divisores. Critérios de divisibilidade. - Escrever múltiplos

Leia mais

Detecção dos Principais Pontos no Sinal de ECG para Identificação do IAM por meio do Processamento Digital do Eletrocardiograma

Detecção dos Principais Pontos no Sinal de ECG para Identificação do IAM por meio do Processamento Digital do Eletrocardiograma REVISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, VOL. 6, NO. 1, ABRIL DE 2016 15 Detecção dos Principais Pontos no Sinal de ECG para Identificação do IAM por meio do Processamento Digital do Eletrocardiograma

Leia mais

Ferramenta de apoio a Experimentos em Engenharia de Software

Ferramenta de apoio a Experimentos em Engenharia de Software Ferramenta de apoio a Experimentos em Engenharia de Software Acadêmico: Jeison Dandolini Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Conceitos básicos Contexto atual Requisitos

Leia mais

Optimização e Decisão. Resumo de aula. 3 Novembro Capítulo 10. Programação Dinâmica. Autores: Miguel Couto, nº José Dias, nº 63736

Optimização e Decisão. Resumo de aula. 3 Novembro Capítulo 10. Programação Dinâmica. Autores: Miguel Couto, nº José Dias, nº 63736 Optimização e Decisão Resumo de aula 3 Novembro 2008 Capítulo 10 Programação Dinâmica Autores: Miguel Couto, nº 53226 José Dias, nº 63736 Sumário 1. Introdução 2. Exemplo 1 3. Programação Dinâmica Determinística

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PROGRAMAÇÃO LINEAR NO PROGRAMA OPTIMI

DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PROGRAMAÇÃO LINEAR NO PROGRAMA OPTIMI DESENVOLVIMENTO DE UM MÓDULO DE PROGRAMAÇÃO LINEAR NO PROGRAMA OPTIMI BIONDI C. O.¹, VIANNA S. S. V. 2, RODRIGUES M. T. M.³ 1 Universidade Estadual de Campinas, Departamento de Engenharia de Sistemas Químicos

Leia mais

RELATÓRIO DE INTRODUÇÃO AO PROJETO

RELATÓRIO DE INTRODUÇÃO AO PROJETO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO RELATÓRIO DE INTRODUÇÃO AO PROJETO ALUNO: LEONARDO DE S. BRASIL MATRICULA: 04132513 ORIENTADOR: RICARDO PEREIRA E SILVA PROFESSOR:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

Negócios II - Estatística -- Séries Estatísticas Slide 1 de 34

Negócios II - Estatística -- Séries Estatísticas Slide 1 de 34 Séries Estatísticas Introdução à Tabelas Estatísticas Definição de Séries Estatísticas Distribuição de Frequências Dados brutos dados em rol Limite de classes Amplitude total Número de classes amplitude

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina EXPRESSÃO GRÁFICA - Ativa desde: 01/01/2011. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18

Pré-requisito Coreq Disciplina EXPRESSÃO GRÁFICA - Ativa desde: 01/01/2011. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36 TEÓRICA 18 1 de 5 01 - - 131101 - EXPRESSÃO GRÁFICA - Ativa TEÓRICA 18 131102 - FILOSOFIA - Ativa desde: Natureza - OBRIGATÓRIA 131103 - FÍSICA: CINEMÁTICA E DINÂMICA - Ativa 131104 - INFORMÁTICA E ALGORITIMOS -

Leia mais

4ªJornadaCientíficaeTecnológicadaFATECdeBotucatu 7 a9deoutubrode2015,botucatu SãoPaulo,Brasil

4ªJornadaCientíficaeTecnológicadaFATECdeBotucatu 7 a9deoutubrode2015,botucatu SãoPaulo,Brasil SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL APLICADAAUM SISTEMA MODULAR DE PRODUÇÃO DIDÁTICO Fernando Doriguel 1, Celso Fernandes Joaquim Junior 2, Gilson Eduardo Tarrento 3, Luiz Enéias Zanetti Cardoso 4, Caio Antônio Villas

Leia mais

Avaliação de Desempenho de Arquitetura para Conversores Analógicos para Informação Configurável RESUMO

Avaliação de Desempenho de Arquitetura para Conversores Analógicos para Informação Configurável RESUMO XII CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PIBIC/CNPq-UFCG 2015 Avaliação de Desempenho de Arquitetura para Conversores Analógicos para Informação Configurável Arthur

Leia mais

ANEXO I : CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O INGRESSO NO MESTRADO E DOUTORADO DIRETRIZES BÁSICAS USADAS NO PROCESSO SELETIVO DO MESTRADO

ANEXO I : CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O INGRESSO NO MESTRADO E DOUTORADO DIRETRIZES BÁSICAS USADAS NO PROCESSO SELETIVO DO MESTRADO ANEXO I : CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O INGRESSO NO MESTRADO E DOUTORADO O programa de Pós-Graduação em Engenharia Química (PPGEQ) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) aplicará os critérios

Leia mais

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos 1. Introdução à Lógica de Programação Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite definir

Leia mais

Alexandre Stürmer Wolf ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS ELETROCARDIOGRÁFICOS POR REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. Dissertação de Mestrado

Alexandre Stürmer Wolf ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS ELETROCARDIOGRÁFICOS POR REDES NEURAIS ARTIFICIAIS. Dissertação de Mestrado 1 Alexandre Stürmer Wolf ANÁLISE AUTOMÁTICA DE SINAIS ELETROCARDIOGRÁFICOS POR REDES NEURAIS ARTIFICIAIS Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

Computação Musical - Introdução slides do curso Computação Musical

Computação Musical - Introdução slides do curso Computação Musical - Introdução slides do curso Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de São João Del Rei 2014/2 O que é computação musical? Denitivamente é computação. Relacionada e aplicada à música.

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica : Técnico em Mecatrônica Descrição do Perfil Profissional: Auxiliam os engenheiros em projetos, programas de controle, instalação e manutenção de sistemas de Analisam especificações para aquisição de componentes

Leia mais

://.pt/ Método orientado para a obtenção de resultados pessoais e académicos. Sólidas competências interpessoais e de comunicação

://.pt/ Método orientado para a obtenção de resultados pessoais e académicos. Sólidas competências interpessoais e de comunicação MARIA DO ROSÁRIO RODRIGUES CO I M B R A p r o f e s s o r a @.pt ://.pt/ SÍ N T E S E Professora do Ensino Superior com 23 anos de Experiência em Investigação e Ensino Método orientado para a obtenção

Leia mais

Capítulo 04 : Sistemas Numéricos

Capítulo 04 : Sistemas Numéricos Departamento de Engenharia Elétrica FEIS - UNESP Capítulo 04 : Sistemas Numéricos 1.1 - Representação de Quantidades Numéricas Analógica Digital 1.2 - Sistemas Numéricos 1. 3 1.2 - Sistemas Numéricos 1.2

Leia mais

College / university teaching professional

College / university teaching professional Curriculum vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Rua Lameira do Palheiro, Nº191, 2490-049 Ourém (Portugal) 913988802 910311277 nreis@engineer.com pt.linkedin.com/pub/nelson-reis/76/613/136/ Sexo Masculino Data de nascimento

Leia mais

Algoritmo Adaptativo com Reduzida Complexidade Computacional para Extração dos Principais Componentes de Análise

Algoritmo Adaptativo com Reduzida Complexidade Computacional para Extração dos Principais Componentes de Análise Proceedings of IV Brazilian Conference on Neural Networks - IV Congresso Brasileiro de Redes Neurais pp. 888-999, July -22, 1999 - IA, São José dos Campos - SP - Brazil Algoritmo Adaptativo com Reduzida

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho EE Esterina Placo (Extensão) Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

Introdução à Revisão Sistemática

Introdução à Revisão Sistemática Introdução à Revisão Sistemática Rafael Leonardo Vivian rlvivian.uem [at] gmail [dot] com Universidade Estadual de Maringá Departamento de Informática Laboratório de Desenvolvimento Distribuído de Software

Leia mais

Tópicos Avançados em Algoritmos

Tópicos Avançados em Algoritmos Tópicos Avançados em Algoritmos Armando Matos 2008 Departamento de Ciência de Computadores Faculdade de Ciências da Universidade do Porto 2 Tópicos Avançados de Algoritmos Armando B. Matos DCC-FC-UP 2009

Leia mais

CAPÍTULO 5 RESULTADOS. São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para

CAPÍTULO 5 RESULTADOS. São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para CAPÍTULO 5 RESULTADOS São apresentados neste Capítulo os resultados obtidos através do programa Classific, para as imagens coletadas no verão II, período iniciado em 18/01 e finalizado em 01/03 de 1999,

Leia mais

MB-300 SEMINÁRIO DE TESE

MB-300 SEMINÁRIO DE TESE MB-300 SEMINÁRIO DE TESE FORMULAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo Roteiro: Motivação para formular projetos de pesquisa Roteiro de um projeto de pesquisa

Leia mais

Algoritmo de um controlador PID para microprocessadores utilizando método Ziegler-Nichols

Algoritmo de um controlador PID para microprocessadores utilizando método Ziegler-Nichols Algoritmo de um controlador PID para microprocessadores utilizando método Ziegler-Nichols Jonas Rodrigues Vieira dos Santos 1, Rômulo Lopes Frutuoso 2, Luiz Daniel Santos Bezerra 3 1 Bacharelando em Ciência

Leia mais

Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras

Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras Protótipo de um Simulador de um Aspirador de Pó, Utilizando Algoritmo de Busca e Agentes Inteligentes, em Ambientes com Barreiras Jussara Vieira Ramos ROTEIRO Objetivo Introdução: I.A. X Robótica Agentes

Leia mais

Interpolação de Curvas de Nível por Difusão de Calor

Interpolação de Curvas de Nível por Difusão de Calor Interpolação de Curvas de Nível por Difusão de Calor Roberto de Beauclair Seixas Luiz Henrique de Figueiredo Cláudio Antonio da Silva {tron,lhf,cads}@visgraf.impa.br Motivação Identificação de um método

Leia mais

VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. Desfibrilador externo automático (DEA)

VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. Desfibrilador externo automático (DEA) VIII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Desfibrilador externo automático (DEA) Resumo: Gabriel Rodrigues de Mendonça e-mail: gabriel_enfermagem@hotmail.com Adélia Maria

Leia mais

TCC EM SISTEMAS DA INFORMAÇÃO. Aula 9- Modelando um Sistema com a UML parte 2

TCC EM SISTEMAS DA INFORMAÇÃO. Aula 9- Modelando um Sistema com a UML parte 2 Aula 9- Modelando um Sistema com a UML parte 2 Objetivo desta sexta aula Identificar como deve ser o desenvolvimento da escrita do projeto. Apresentar exemplos de trabalhos modelados com a UML para que

Leia mais

O crescimento urbano e suas implicações na água subterrânea: o exemplo de Mirassol/SP

O crescimento urbano e suas implicações na água subterrânea: o exemplo de Mirassol/SP O crescimento urbano e suas implicações na água subterrânea: o exemplo de Mirassol/SP Marcelo Marconato Prates Josiane Lourencetti Orientador: Prof. Dr. Jefferson Nascimento de Oliveira Bonito, M.S Outubro,

Leia mais

Análise de Padrões de Voz através da Transformada em Ondeletas

Análise de Padrões de Voz através da Transformada em Ondeletas Análise de Padrões de Voz através da Transformada em Ondeletas Giacomo de Lacerda A. Alves 1, Celso C. Caltabiano 1, Maurício J. A. Bolzan 1 1 UNIVAP /IPD Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento, Av. Shishima

Leia mais

Sumário. 1 Sinais e sistemas no tempo discreto 1. 2 As transformadas z e de Fourier 79

Sumário. 1 Sinais e sistemas no tempo discreto 1. 2 As transformadas z e de Fourier 79 Sumário 1 Sinais e sistemas no tempo discreto 1 1.1 Introdução 1 1.2 Sinais no tempo discreto 2 1.3 Sistemas no tempo discreto 7 1.3.1 Linearidade 8 1.3.2 Invariância no tempo 8 1.3.3 Causalidade 9 1.3.4

Leia mais

UMA APLICAÇÃO INGÊNUA DO MÉTODO DE MONTE CARLO: VISUALIZAÇÃO DE ORBITAIS ATÔMICOS MÁRIO GOTO 1 VERÍSSIMO MANOEL DE AQUINO 1

UMA APLICAÇÃO INGÊNUA DO MÉTODO DE MONTE CARLO: VISUALIZAÇÃO DE ORBITAIS ATÔMICOS MÁRIO GOTO 1 VERÍSSIMO MANOEL DE AQUINO 1 UMA APLICAÇÃO INGÊNUA DO MÉTODO DE MONTE CARLO: VISUALIZAÇÃO DE ORBITAIS ATÔMICOS MÁRIO GOTO 1 VERÍSSIMO MANOEL DE AQUINO 1 GOTO, M.; AQUINO, V.M. de. Uma aplicação ingênua do método de Monte Cario: visualização

Leia mais

TÍTULO: ENVERNIZADORA DE PORTA CANETAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA

TÍTULO: ENVERNIZADORA DE PORTA CANETAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ENVERNIZADORA DE PORTA CANETAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA:

Leia mais

ANÁLISE DE FALHAS EM MOTORES DE INDUÇÃO UTILIZANDO ANÁLISE ESPECTRAL

ANÁLISE DE FALHAS EM MOTORES DE INDUÇÃO UTILIZANDO ANÁLISE ESPECTRAL ANÁLISE DE FALHAS EM MOTORES DE INDUÇÃO UTILIZANDO ANÁLISE ESPECTRAL Bruno César Maioli Aniceto [Bolsista PIBITI/ CNPq], Alessandro Goedtel [Orientador], Wylliam Salviano Gongora [Colaborador] Coordenação

Leia mais

Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016

Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016 Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 2º / 2016 Disciplina: Computação Gráfica e Processamento de Imagens Código: 016031 Série: 8 0 Semestre Carga Horária Semanal: 04 aulas Carga Horária

Leia mais

UMA PROPOSTA DE METODOLOGIA PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA

UMA PROPOSTA DE METODOLOGIA PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA UMA PROPOSTA DE METODOLOGIA PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA Pedro Ferreira Filho dpff@power.ufscar.br Teresa Cristina M. Dias dtmd@power.ufscar.br UFSCar, Departamento de Estatística

Leia mais

Descritores de Imagem

Descritores de Imagem Descritores de Imagem André Tavares da Silva 31 de março de 2014 1 Descritores de imagem (continuação) 1.1 Frameworks de detecção de objetos SIFT (scale-invariant features transform) (Lowe, 1999) SIFT

Leia mais

PROPOSTA DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO E DIAGNÓSTICO DE ELETROCARDIOGRAMA PORTÁTIL

PROPOSTA DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO E DIAGNÓSTICO DE ELETROCARDIOGRAMA PORTÁTIL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA EVALDO RENÓ FARIA CINTRA PROPOSTA DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO E DIAGNÓSTICO DE ELETROCARDIOGRAMA PORTÁTIL Tese submetida

Leia mais

Cardiologia do Esporte Aula 2. Profa. Dra. Bruna Oneda

Cardiologia do Esporte Aula 2. Profa. Dra. Bruna Oneda Cardiologia do Esporte Aula 2 Profa. Dra. Bruna Oneda Eletrocardiograma O registro gráfico da atividade elétrica do coração é denominado eletrocardiograma. Onda P: despolarização dos átrios (contração

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ÁREA: ENGENHARIAS Orientações

Leia mais

Sinais e Sistemas Unidade 5 Representação em domínio da frequência para sinais contínuos: Transformada de Laplace

Sinais e Sistemas Unidade 5 Representação em domínio da frequência para sinais contínuos: Transformada de Laplace Sinais e Sistemas Unidade 5 Representação em domínio da frequência para sinais contínuos: Transformada de Laplace Prof. Cassiano Rech, Dr. Eng. rech.cassiano@gmail.com Prof. Rafael Concatto Beltrame, Me.

Leia mais

WEBQUEST ESTATÍSTICA NA ESCOLA

WEBQUEST ESTATÍSTICA NA ESCOLA WEBQUEST ESTATÍSTICA NA ESCOLA Material Digital para o ensino de Física e Matemática Novos Talentos Dados de Identificação: Edson Luís de Lima Marques e-mail: edson@educ.ar Atividade: WebQuest 90 80 70

Leia mais

Abordagem para Extração Automática de Características para Reconhecimento de Aves Tinamidae Baseada em Análise Espectral

Abordagem para Extração Automática de Características para Reconhecimento de Aves Tinamidae Baseada em Análise Espectral Abordagem para Extração Automática de Características para Reconhecimento de Aves Tinamidae Baseada em Análise Espectral Paulo Francisco da CONCEIÇÃO Escola de Engenharia Elétrica e de Computação pfrancisco43@gmail.com

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Habilitação Profissional:Técnico de Nível Médio de Técnico em Logística

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Habilitação Profissional:Técnico de Nível Médio de Técnico em Logística Plano de Trabalho Docente 03 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 09.0 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:Técnico de Nível Médio de Técnico em Logística

Leia mais

SIM 16/17 T6 Processamento de Sinal e Imagem Médica. Hélder Filipe Pinto de Oliveira

SIM 16/17 T6 Processamento de Sinal e Imagem Médica. Hélder Filipe Pinto de Oliveira SIM 16/17 T6 Processamento de Sinal e Imagem Médica Hélder Filipe Pinto de Oliveira Resumo Sinal e Imagem Médica Sinal Digital Processamento de Sinal Processamento de Imagem Sinal e Imagem na Medicina

Leia mais

UNIDADE 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MULTIMÉDIA. Objectivos

UNIDADE 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MULTIMÉDIA. Objectivos UNIDADE 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MULTIMÉDIA Objectivos 1 2 Objectivos Caracterizar os diferentes tipos de media existentes Definir o conceito de multimédia Diferenciar o conceito de multimédia Diferenciar

Leia mais

Volta Redonda, UFF - Universidade Federal Fluminense. Notas de aula: Introdução à Informática. Prof. Juan C. Brêttas. Considerações iniciais

Volta Redonda, UFF - Universidade Federal Fluminense. Notas de aula: Introdução à Informática. Prof. Juan C. Brêttas. Considerações iniciais UFF - Universidade Federal Fluminense Volta Redonda, 2016 Informações importantes em www.professores.uff.br/juanbrettas Conteúdo do programa; Cronograma do curso; Data das verificações; Data da vista das

Leia mais

Aplicação da técnica de mineração de dados por meio do algoritmo J48 para definição de limiares de imagens de sensoriamento remoto

Aplicação da técnica de mineração de dados por meio do algoritmo J48 para definição de limiares de imagens de sensoriamento remoto Aplicação da técnica de mineração de dados por meio do algoritmo J48 para definição de limiares de imagens de sensoriamento remoto Rodrigo Rodrigues Antunes e Israel Rodrigues Gonçalves Resumo: O objetivo

Leia mais

UM EQUIPAMENTO PARA ANÁLISE E DIAGNÓSTICO DA QUALIDADE DE ENERGIA EM INSTRUMENTOS ELÉTRICOS

UM EQUIPAMENTO PARA ANÁLISE E DIAGNÓSTICO DA QUALIDADE DE ENERGIA EM INSTRUMENTOS ELÉTRICOS UM EQUIPAMENTO PARA ANÁLISE E DIAGNÓSTICO DA QUALIDADE DE ENERGIA EM INSTRUMENTOS ELÉTRICOS Paulo Sérgio Pereira 1 Maruedson Pires Martins 1 Wesley de Almeida Souto 1 Marcos Antônio Choqueta 2 1 Universidade

Leia mais

Modelo Massa-Mola aplicado na deformação da malha de um fígado.

Modelo Massa-Mola aplicado na deformação da malha de um fígado. Modelo Massa-Mola aplicado na deformação da malha de um fígado. Victor Adriel de Jesus Oliveira Instituto de Informática Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

Revisão Bibliográfica Sistemática sobre P+L e Ferramentas e Técnicas da Qualidade

Revisão Bibliográfica Sistemática sobre P+L e Ferramentas e Técnicas da Qualidade Revisão Bibliográfica Sistemática sobre P+L e Ferramentas e Técnicas da Qualidade POLTRONIERI, C.F., OLIVEIRA, J.A., KOMESU, A.S., CARRILLO-REYES, J., OMETTO, A.R. Introdução A Produção Mais Limpa (P+L)

Leia mais

INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM INTRODUÇÃO

INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM INTRODUÇÃO INTERPOLAÇÃO LINEAR E BILINEAR: APLICAÇÃO EM TRANSFORMAÇÕES GEOMÉTRICAS DE IMAGEM Autores: Giulia Denise Kujat VIEIRA; Milene Karine GUBETTI. Identificação autores: Estudantes do Curso Técnico em Informática

Leia mais