BIG BANDS - A MARAVILHOSA ERA DO SWING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BIG BANDS - A MARAVILHOSA ERA DO SWING"

Transcrição

1

2 MÚSICOS, FATOS & CURIOSIDADES Nº 59 AGOSTO 2010 BIG BANDS - A MARAVILHOSA ERA DO SWING 1ª PARTE Foi nos U.S.A. (e em muitos outros paises, ainda que com menor intensidade que na origem americana) uma era esplendorosa, de glamour, de classe e de qualidade musical!!! A imensa maioria dos biógrafos delimitam a era das Big Bands (ou era do swing ) no período de 1935 a 1945, já que nesse intervalo podemos contabilizar mais de 05 centenas de bandas atuando (isso mesmo, mais de 500!!!), ai incluídas desde as mais célebres, as lideradas por maestros, por trumpetistas, por saxofonistas, por pianistas, por cantores, as denominadas Mickey-Mouse (lideradas por negociantes, ou por músicos, mas com arranjos quadrados, sem inovações), por arranjadores, as bandas de território, enfim uma verdadeira constelação de bandas, que alegravam, eram ouvidas e faziam dançar todas as classes sociais americanas. Muitas delas com larga permanência no mercado, outras muitas com passagem meteórica por esse cenário, outras que mesmo após a era do swing permaneceram por décadas posteriores, com ou sem o líder que as constituiu. Ainda que o período de cerca de 11 anos indicado acima constitua a época áurea dessas formações, é evidente que as Big Bands não surgiram de uma hora para outra; é claro que tiveram sucessivas raízes anteriores. Apenas como exemplos e entre tantos outros, já em setembro de 1923 tínhamos a Washington Black Sox Orchestra (organizada pelo banjoista Elmer Snowden) aportando em New York, para temporada semestral no Clube Hollywood, que a partir de 1925 passou a denominar-se Kentucky Club, com o grupo já então liderado por Duke Ellington que havia substituído Elmer Snowden. Outro exemplo que remonta às raízes, é o fato da existência dos salões de baile (os denomiados ballrooms ) desde a década de 1920, evidentemente com as danças animadas por formações orquestrais, constituidas por maior quantidade de músicos que a característica do JAZZ tradicional, como as de Paul Whiteman e de Jimmie Lunceford, alegrando multidões de dançarinos. Assim, as Big Bands foram, de início, formações para fazer dançar nesses ballrooms. Utilizando as palavras felizes de Augusto Pellegrini ( Jazz Das Raízes Ao Pós-Bop, editora CODEX, 1ª edição, 2004, Brasil),...Durante os anos 1920, os Estados Unidos passaram por grandes transformações sociais e tecnológicas. Os chamados roaring twenties (ferozes anos 20) fizeram crescer a especulação nas bolsas de valores, massificaram a música por meio dos discos de vitrola ( Juke Boxes ), colocaram som no cinema, até então mudo, testemunharam o crescimento da indústria de uma forma geral e originaram uma nova classe emergente, a classe dos novos ricos, REVISTA MENSAL DO JAZZ POR PEDRO CARDOSO EDIÇÃO Nº 59 AGOSTO/2010 PÁGINA 1 DE 4

3 grandes consumidores de espetáculos e shows musicais... Em Nova York, a nova mania da dança influenciava decisivamente os grupos orquestrais... A novidade estrutural do swing consistiu na mudança do 2/2, utilizado no jazz tradicional de Nova Orleans ou de Chicago, para um 2/4 ou 4/4. Consistiu também no diferente fraseado dos instrumentos e no desenvolvimento dos riffs,.... Somese a esse cenário o crack de 1929, a grande depressão pela quebra da bolsa de valores americana, que levou o grande público à busca desenfreada de diversão, no cinema e, em grande parte, nos ballrooms. Isso significa que as raízes das Big Bands foram plantadas e crescentes bem antes dessa fase áurea, assim como a atração por essas formações permaneceram até muito depois, sendo certo que ainda hoje podemos apreciar muitas delas em atuação. Como observação é importante assinalar que a palavra swing é utilizada tanto para definir a era swing (se assim podemos qualificar essa etapa do JAZZ, que convencionalmente situamos nessas décadas 1930/1940, precedendo ao bebop ), quanto é adotada para referir-se ao balanço rítmico, a pulsação característica do JAZZ - dizemos que determinada execução tem swing - que define a escola swing das Big Bands, em que o talento dos improvisadores e, ainda que com simplicidade de estrutura, os arranjos com variações dos timbres e texturas entre as diversas sessões de instrumentos, cria a tensão, o interesse e a vontade de dançar do ouvinte. Nada se compara à profusão de salões (espaços nos hotéis, locais para assistir às Big Bands ou essencialmente como ballrooms ) já existentes ou inaugurados a partir da década de 1930: Savoy, Cotton Club, Terrace Room (New York Hotel), Moonlight Terrace (Baltmore Hotel), Manhattan Room (Pensylvania Hotel), Grill Room (Lexington Hotel), Roosevelt Grill, Blue Room (Lincoln Hotel), Green Room (Edson Hotel), Palm Room (Comodore Hotel), Roseland, Paradise Restaurant, Paramount, Strand, Lowe s State, Glen Island Casino, Meadowbrook, todos esses em New York ou em suas cercanias, alem de dezenas de outros espalhados por todos os U.S.A. como, por exemplos e entre tantos e tantos outros, Raymor em Boston, Blue Room (Hotel Roosevelt) em New Orleans, Trianon e Aragon em Chicago, Palomar Ballroom em Hollywwod, Mark Hopkins Hotel em San Francisco, Steel Píer em Atlantic City etc. A partir de 1942 e em decorrência do esforço militar dezenas de músicos e líderes de Big Bands ingressaram nas Forças Armadas americanas, ficando claro que nos anos da IIª Guerra Mundial as Big Bands foram a grande animadora das tropas americanas que lutavam contra o nazismo, seja apresentando-se nos campos de treinamento, seja indo diretamente ao front de batalha para levarlhes, mais que música, as lembranças da pátria remota e do lar. Outra forma de fazer com que os combatentes desfrutassem do som das Big Bands (e de seus demais artistas favoritos), foi a edição dos famosos V-Discs, discos da vitória (leia os detalhes na Revista Mensal do Jazz, edição nº 30 de março/2008). A formação básica de uma Big Band era a de 03 sessões básicas de instrumentos: a primeira sessão sendo a de metais (trumpetes e trombones, com 03 ou 04 músicos em cada instrumento, quantidade que podia ser ampliada), a segunda sessão constituida de palhetas (saxofones alto, tenor e barítono, podendo incluir clarinete, com um total variando de 03 a 05 ou 06 músicos) e uma terceira sessão sendo a rítmica, ou cozinha, com piano, guitarra, contrabaixo e bateria. Assim, uma Big Band alinhava cerca de 15 a 20 músicos, com eventual inclusão de uma sessão de cordas, além de, quase sempre, contar com 01 ou 02 cantores (as), mais grupo vocal com título próprio. Muitas das Big Bands foram essencialmente dançantes, com pouco JAZZ em suas execuções (ainda que tal característica não lhes tenha tirado o brilho e a qualidade), enquanto outras, além de dançantes, tiveram alto grau de JAZZ, especialmente pelos espaços reservados para os solos de seus integrantes. A figura exponencial, em torno da qual tudo girava, era a do líder, entre os quais muitos se tornaram ícones da música americana, por suas personalidades que impregnaram todo o trabalho das respectivas bandas: o líder definia a banda. Todas as Big Bands possuíam seus arranjos escritos, que eram o guia para os músicos em suas respectivas estantes, daí a importância dos arranjadores dessa era swing, muitos dos quais foram tão ou mais famosos que as próprias bandas. Assim, o REVISTA MENSAL DO JAZZ POR PEDRO CARDOSO EDIÇÃO Nº 59 AGOSTO/2010 PÁGINA 2 DE 4

4 líder principalmente, mas também o arranjador, sempre foram as figuras principais de cada Big Band. A febre das Big Bands foi de tal forma importante, que em 1946 foi publicado nos U.S.A. o livro BIG BOOK OF SWING (autor Bill Treadwell), em que o Autor classifica e apresenta as Big Bands e seus líderes ( kings, corny, society, cowboy, circus, crazy, hawaiian etc), desfila uma belo painel dos cantores e cantoras ( crooners e lady crooners ), reserva um capítulo para um dicionário do swing e, é sério, descreve em dois capítulos como escrever a música com swing e como montar uma Big Band!!! Mesmo com tantas centenas de Big Bands atuando, a nosso juízo e preferência pessoal são 06 as que mais destaque tiveram para o JAZZ, enquanto outras 06 cunharam um som tão marcante, que são destaque obrigatório em qualquer lista de preferências. Assim, as bandas de Benny Goodman (clarinetista denominado o Rei do Swing ), de Count Basie (que aportou o Jazz de Kansas City para o cenário e destacando, além de excepcionais solistas, sua famosa all american rhythm section = Count Basie, Freddie Green, Walter Page e Jo Jones, respectivamente piano, guitarra, baixo e bateria), de Duke Ellington (pianista com arranjos escritos especialmente para seus músicos, daí dizer-se que o instrumento tocado por Ellington não era o piano, mas sua orquestra), de Tommy Dorsey ( The Sentimental Gentleman, trombonista com som de veludo, uma formação top de músicos e de vocalistas, com arranjos de alta qualidade), de Woody Herman (clarinetista que ao longo dos anos montou diversas formações de músicos, denominados de herds = rebanhos) e de Stan Kenton (pianista com arranjos mais requintados e tinturas de clássicos), definem o melhor do JAZZ nas Big Bands. Count Basie, Benny Goodman, Duke Ellington, Stan Kenton, Tommy Dorsey e Woody Herman Por outro lado e em função de suas sonoridades inconfundíveis, foram destaque no cenário das Big Bands as de Glenn Miller (trombonista e um dos maiores êxitos comerciais de toda a história, com uma qualidade de som superlativa - quem não teve o delicioso prazer de dançar ao som da inconfundível gravação do hiper-clássico Moonlight Serenade???), de Artie Shaw ( Begin The Beguine, Stardust, Temptation, lembram???!!!...), de Harry James ( The King Of The Juke Boxes ), de Les Brown (que teve como vocalista Doris Day e como prefixos os clássicos Leap Frog e mais tarde Dance Of The Blue Devils, assim como Sentimental Journey para tema de encerramento de suas apresentações), de Les Elgart (somente iniciada em 1945 e que atingiu seu melhor som com os arranjos de Charles Albertine) e de Jimmie Lunceford (a Big Band que prolongou sua apresentação programada para 1/4 de hora, na noite de 19/novembro/1940 = foi uma maratona iniciada às 20 horas desse dia 19 e encerrada às 04 horas de madrugada seguinte, no Manhattan Center de New York, diante de público estimado em mais de pagantes, com 15 minutos para cada uma das 28 Big Bands participantes, entre as quais as de Les Brown, Glenn Miller, Glen Gray, Benny Goodman, Sammy Kaye, Count Basie e outras = após a apresentação da banda de Lunceford, os aplausos e a insistência da platéia impediram a apresentação das demais bandas, até que fosse permitida a execução de mais músicas pela banda de Lunceford). É importante frisar que cada uma das Big Bands buscava, por meio dos arranjos próprios e de seus músicos, um som próprio, inconfundível, claramente identificável pelo grande público, seja nos bailes, já seja nas gravações que nos deixaram como legado eterno. O som de uma Big Band era, sempre foi, sua marca registrada, sua identidade, daí a importância dos arranjadores. REVISTA MENSAL DO JAZZ POR PEDRO CARDOSO EDIÇÃO Nº 59 AGOSTO/2010 PÁGINA 3 DE 4

5 Prosseguiremos no mês de outubro próximo, nominando os Prefixos de algumas dessas máquinas de fazer swing. Segue na Revista Mensal do Jazz nº 60, setembro/2010, BIG BANDS - A MARAVILHOSA ERA DO SWING 2ª Parte REVISTA MENSAL DO JAZZ POR PEDRO CARDOSO EDIÇÃO Nº 59 AGOSTO/2010 PÁGINA 4 DE 4

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC.

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC. 1 O ensino de música extracurricular na Escola Técnica Federal em Florianópolis/SC: relato de experiência sobre uma oficina de improvisação musical realizada Maycon José de Souza 1 Universidade do Estado

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO 2015. Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa

PLANO DE PATROCÍNIO 2015. Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa PLANO DE PATROCÍNIO 2015 Depto. de Marketing e Pesquisa Depto. de Marketing Pesquisa O SEGMENTO LIGHT A Rede Transamérica Light atinge o público pertencente às classes AB, acima de 25 anos, formador de

Leia mais

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?

Escalas I. Escalas - I. Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues. Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch? Escalas - I Escala Pentatônica Menor e Escala Penta-blues Assista a aula completa em: http://www.youtube.com/watch?v=ek0phekndbu Sumário Introdução Escalas Musicais...0 Escala Pentatônica Menor Histórico

Leia mais

Você quer se formar em Música?

Você quer se formar em Música? Você quer se formar em Música? Faça um dos cursos de Graduação em Música oferecidos pela Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (EMAC/UFG)! 1) Quais são os Cursos Superiores

Leia mais

DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE

DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE Imagine uma escada normal ao lado de uma escada rolante. Qual delas você usaria? Se você pensou na rolante, imagino que você faça parte de 90% da população.

Leia mais

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Fundação das Artes Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Inscrições Abertas Turmas 2013 Primeiro Semestre Cursos Livres e Técnicos A Fundação das Artes é uma Escola de Artes

Leia mais

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h.

Programação Geral. Música Regional Brasileira. A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programação Geral Música Regional Brasileira A música do Brasil - Seg/Dom 6h. Programa destinado a divulgar a música típica das regiões do Brasil. Toca os grandes mestres da música nordestina e mostra

Leia mais

Dia 4. Criado para ser eterno

Dia 4. Criado para ser eterno Dia 4 Criado para ser eterno Deus tem [...] plantado a eternidade no coração humano. Eclesiastes 3.11; NLT Deus certamente não teria criado um ser como o homem para existir somente por um dia! Não, não...

Leia mais

Brasilis Ensemble Um espeta culo de entretenimento e emoça o!

Brasilis Ensemble Um espeta culo de entretenimento e emoça o! Brasilis Ensemble Um espeta culo de entretenimento e emoça o! Apresentando uma formação instrumental incomum cello, clarinete e piano/violão Brasilis Ensemble se propõe a trazer novas leituras para um

Leia mais

João Donato multiplicado por dois Ele lança dois CDs, O Piano e Uma Tarde com Bud Shank, e se apresenta de hoje a domingo no Auditório Ibirapuera

João Donato multiplicado por dois Ele lança dois CDs, O Piano e Uma Tarde com Bud Shank, e se apresenta de hoje a domingo no Auditório Ibirapuera João Donato multiplicado por dois Ele lança dois CDs, O Piano e Uma Tarde com Bud Shank, e se apresenta de hoje a domingo no Auditório Ibirapuera Ouça trecho da faixa Manhã de Carnaval Beatriz Coelho Silva

Leia mais

Jazz Breve História, Tendências e ESTILOS. Por AC saxofonista webpage: acjazz.com.br. Introdução

Jazz Breve História, Tendências e ESTILOS. Por AC saxofonista webpage: acjazz.com.br. Introdução Jazz Breve História, Tendências e ESTILOS. Por AC saxofonista webpage: acjazz.com.br Introdução O jazz surgiu da fusão de elementos da música européia com elementos da música africana trazida pelos escravos

Leia mais

Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais

Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais importantes que marcaram a trajetória da MPB nos últimos

Leia mais

1.A Execução Pública da Música/Sociedade Moçambicana de Autores

1.A Execução Pública da Música/Sociedade Moçambicana de Autores 1.A Execução Pública da Música/Sociedade Moçambicana de Autores A Associação Moçambicana de Autores(SOMAS), tal como é frequentemente designada, é a única instituição em Moçambique que representa os autores

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

Primeiro Disco Com 12 faixas,

Primeiro Disco Com 12 faixas, Bande Dessinée Misto de retrô e contemporâneo, a Bande Dessinée trouxe nos ares para a cena musical Pernambucana. Marcada por influências da música francesa e inspirada no universo da música pop dos anos

Leia mais

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO

TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO TEMAS PARA BANCAS DE PSS ÁREA DE MÚSICA TODOS OS PROFESSORES DEVERÃO APRESENTAR O PLANO DE AULA PROCESSO SELETIVO Componente Curricular OBOÉ FAGOTE FLAUTA TRANSVERSAL Temas respiração, aplicados ao ensino

Leia mais

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin

Fotos: Luís Antônio Rodrigues. No Perfil Ché & Colin Fotos: Luís Antônio Rodrigues No Perfil & Perfil Em meio às gravações no estúdio Brothers da Lua do músico, juntamente com o gravamos uma entrevista, onde eles nos contam como começou essa amizade e parceria,

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

instrumentos passaram a ser tocados muitas vezes de maneira diferente da regular

instrumentos passaram a ser tocados muitas vezes de maneira diferente da regular INTRODUÇÃO A música do século XX foi marcada por grandes inovações em estruturações e outros procedimentos. As estruturações passaram a ter formas cada vez mais livres como na poesia sem metro ou rima;

Leia mais

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação.

por ano para trocar o sangue. Page leu todos os livros do Aleister Crowley. Em 1977, eles já tinham se tornado a banda definitiva de iniciação. O Led Zeppelin sempre foi complicado. Esse era o problema inicial deles. Os shows deles sempre tinham violência masculina. Isso foi um desvio nos anos 1970, que foi uma época muito estranha. Era uma anarquia

Leia mais

virgínia rosa geraldo flach

virgínia rosa geraldo flach virgínia rosa geraldo flach virgínia rosa geraldo flach O gaúcho Geraldo e a paulista Virgínia se apresentaram juntos pela primeira vez na série Piano e Voz, da UFRGS. Quando tocou em São Paulo, no Supremo

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR

HISTÓRIA INSTRUMENTOS DOS POR HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS POR 1 HISTÓRIA DOS INSTRUMENTOS FLAUTA A flauta faz parte da família dos instrumentos de madeira, mesmo, ao longo dos anos, tendo sido feita de madeira ou metal. Sabemos que já

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

Concertos: Olga Neves Carneiro ONC Produções. Telm. 91.950.6422 Telf. 22.618.8503. oncproducoes@netcabo.pt www.oncproducoes.com

Concertos: Olga Neves Carneiro ONC Produções. Telm. 91.950.6422 Telf. 22.618.8503. oncproducoes@netcabo.pt www.oncproducoes.com Um dos mais originais saxofonistas alto (e um dos poucos que nunca soou como um primo de Charlie Parker), Lee Konitz sempre teve uma enorme curiosidade musical que o levou a aproveitar todas as oportunidades

Leia mais

PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB

PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB PRAIA DO JACARÉ JOÃO PESSOA PB A tradição de assistir ao pôr do sol ouvindo o Bolero de Ravel na Paraíba começou com uma grande coincidência. Um grupo de amigos se reuniu para assistir ao fenômeno na Praia

Leia mais

ABRIL HÁ JAZZ AO FUNDO DO TÚNEL UMA OBRA DE. / PTBluestation

ABRIL HÁ JAZZ AO FUNDO DO TÚNEL UMA OBRA DE. / PTBluestation ABRIL UMA OBRA DE HÁ JAZZ AO FUNDO DO TÚNEL Em abril, a Baixa-Chiado PT Bluestation convida o Hot Clube Portugal a programar um mês com muita música. O jazz vai percorrer os corredores da estação e contagiar

Leia mais

A fotografia de Jørgen Angel

A fotografia de Jørgen Angel A fotografia de Jørgen Angel Jørgen Angel (nascido em 1951, em Copenhagen na Dinamarca) trabalhou como fotógrafo profissional no cenário musical desde sua adolescência, no final dos anos 60, até o início

Leia mais

DISCÓRDIA Biografias

DISCÓRDIA Biografias A L I C E DISCÓRDIA Biografias Afonso Alves // Voz - Já há algum tempo que queria escrever na língua em que sonho [visto que anteriormente escrevia maioritariamente em inglês]. O Diogo foi o primeiro reflexo

Leia mais

Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 08: Música

Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 08: Música Deutsche Welle Learning By Ear Aprender de Ouvido Empregos 08: Música Texto: Sam Olukoya Redacção: Ulrich Neumann, Maja Dreyer Tradução: Madalena Sampaio 1 Voz para Intro e Outro (Voz 1) 1 Narrador (Voz

Leia mais

BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS

BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS MEALHADA MORTÁGUA PENACOVA COMEMORAÇÕES DOS 205 ANOS DA BATALHA DO BUSSACO BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS JARDINS DO PALACE DIA 12 DE SETEMBRO O concerto da Banda Militar do Porto vai atuar ar livre,

Leia mais

O Jazz e o Mundo Corporativo

O Jazz e o Mundo Corporativo 1 O Jazz e o Mundo Corporativo André Acioli e Luiz Henrique* A música nos dá exemplos de excelência em gestão que vão muito além da tradicional e já batida arte de o maestro reger sua orquestra. Poderíamos

Leia mais

REVISTA MENSAL DO JAZZ

REVISTA MENSAL DO JAZZ REVISTA MENSAL DO JAZZ Músicos, Nascimentos, Músicas, Fatos, Curiosidades DO OUTRO LADO DO JAZZ é uma seqüência de textos resultantes de trabalho de pesquisa de MÁRIO JORGE JACQUES (autor do livro GLOSSÁRIO

Leia mais

1. NÍVEL CONVENCIONAL DE MÁQUINA

1. NÍVEL CONVENCIONAL DE MÁQUINA 1. NÍVEL CONVENCIONAL DE MÁQUINA Relembrando a nossa matéria de Arquitetura de Computadores, a arquitetura de Computadores se divide em vários níveis como já estudamos anteriormente. Ou seja: o Nível 0

Leia mais

orizon P R O D U T O R A AgulhaNO samba black in soul viva o projeto samba rock

orizon P R O D U T O R A AgulhaNO samba black in soul viva o projeto samba rock orizon P R O D U T O R A AgulhaNO viva o projeto samba rock a banda Unidos pelo swing da música brazuca e pelo tempero araraquarense mais do que especial, três amigos se reúnem para apresentar o melhor

Leia mais

O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA

O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA O ESTUDO DO HANON NA MÚSICA POPULAR: UM NOVO OLHAR PARA A SUA TÉCNICA PIANÍSTICA Por Turi Collura Elaborado no Século XIX, o antigo livro de técnica pianística chamado Hanon - O Pianista Virtuoso resiste

Leia mais

1.Quem é e o que faz o ícone. musical de nossa era: o DJ?

1.Quem é e o que faz o ícone. musical de nossa era: o DJ? 1.Quem é e o que faz o ícone musical de nossa era: o DJ? Quem é e o que faz o ícone musical de nossa era: o DJ? Nos dias de hoje, quando você pensa em um artista descolado e muito poderoso, esse cara pode

Leia mais

(PI): 01 - O 01 (A1):

(PI): 01 - O 01 (A1): Tema do Projeto: Composição Musical em Banda Pop/Rock em contexto extracurricular Que aprendizagens e motivações são desenvolvidas no projeto de composição de canções a partir de sequências harmónicas

Leia mais

(( SINOPSE )) BOM DIA CIDADE De segunda à sexta, das 06h00 às 08h00 Apresentação de André Araújo

(( SINOPSE )) BOM DIA CIDADE De segunda à sexta, das 06h00 às 08h00 Apresentação de André Araújo (( SINOPSE )) Dirigida ao público jovem, a Rádio Cidade reúne em sua programação muita música, descontração e promoções que aproximam o ouvinte dos comunicadores. A programação musical é variada. Da Dance

Leia mais

A origem dos filósofos e suas filosofias

A origem dos filósofos e suas filosofias A Grécia e o nascimento da filosofia A origem dos filósofos e suas filosofias Você certamente já ouviu falar de algo chamado Filosofia. Talvez conheça alguém com fama de filósofo, ou quem sabe a expressão

Leia mais

CLIPPING DE IMPRENSA BANDA MAHALAB

CLIPPING DE IMPRENSA BANDA MAHALAB CLIPPING DE IMPRENSA BANDA MAHALAB Guia da Folha julho de 2010 Guia Sampa Online julho de 2010 Guia de Verão do SPTV, Rede Globo fevereiro de 2009 Rock solidário é opção para quem não quer sambar Para

Leia mais

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Um tempo atrás, escrevi um ensaio curto sobre como Warren Buffett havia enriquecido tanto, mas não mencionei o quão rico ele havia se tornado. Com

Leia mais

O clarinete e o jazz clarinete Johann Christian Denner Iwan Muller Hyacinthe Klosé Albert System 13 chaves 18 chaves Woody Allen

O clarinete e o jazz clarinete Johann Christian Denner Iwan Muller Hyacinthe Klosé Albert System 13 chaves 18 chaves Woody Allen O clarinete e o jazz O clarinete foi inventado em 1700, por Johann Christian Denner, artesão de Nuremberga, com apenas 2 chaves. Durante o século XVIII foi sujeito a várias modificações e já no século

Leia mais

15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA

15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA FESTAS DE S. JOSÉ - COMEMORAÇÕES DO FERIADO MUNICIPAL 2012 DE 15 A 19 DE MARÇO PROGRAMA 15 DE MARÇO _ 5ª FEIRA 10H00 ÀS 16H00 - CELEBRAÇÃO DOS 865 ANOS DA RECONQUISTA CRISTÃ DE SANTARÉM POR D. AFONSO HENRIQUES

Leia mais

David Kerr & Canastra Trio

David Kerr & Canastra Trio David Kerr & Canastra Trio David Kerr & Canastra Trio revivem as maiores canções do Great American Songbook, reinterpretando seus Standards e os grandes sucessos de Frank Sinatra, Tony Bennett, Chet Baker

Leia mais

lares e electrónica, colidem para darem origem a um som extremamente original, carregado de carisma, emoção e portugalidade.

lares e electrónica, colidem para darem origem a um som extremamente original, carregado de carisma, emoção e portugalidade. Desde a sua estreia em disco, em 2011, os Amor Electro não têm parado de crescer, sendo, hoje, um dos principais projectos da moderna música portuguesa. lares e electrónica, colidem para darem origem a

Leia mais

Pioneiros & Empreendedores

Pioneiros & Empreendedores MOSTRA Pioneiros & Empreendedores 14.02.2012 O Espaço Cultural Unifor recebe, a partir de amanhã, exposição que destaca brasileiros pioneiros em suas áreas O industrial Edson Queiroz é um dos cearenses

Leia mais

Conteúdos: Gêneros musicais: Rock. Revisão. Avaliação

Conteúdos: Gêneros musicais: Rock. Revisão. Avaliação Conteúdos: Gêneros musicais: Rock Revisão Avaliação Habilidades: Valorizar as diversas culturas musicais, especialmente as brasileiras Habilidades: Reconhecer e utilizar com propriedade diversas técnicas

Leia mais

ANTONIO LOUREIRO. www.boranda.com.br/antonioloureiro

ANTONIO LOUREIRO. www.boranda.com.br/antonioloureiro ANTONIO LOUREIRO www.boranda.com.br/antonioloureiro O compositor e multi-instrumentista Antonio Loureiro chega ao segundo álbum solo apostando na liberdade do improviso e defendendo uma criação musical

Leia mais

Toninho Horta. Por Juarez Moreira

Toninho Horta. Por Juarez Moreira Toninho Horta Por Juarez Moreira Ensaio elaborado especialmente para o projeto Músicos do Brasil: Uma Enciclopédia, patrocinado pela Petrobras através da Lei Rouanet Eu já tinha naquela época interesse

Leia mais

PHELIPE AGNELLI. Baterista Percussionista Compositor. Músico Brasileiro!

PHELIPE AGNELLI. Baterista Percussionista Compositor. Músico Brasileiro! PHELIPE AGNELLI Baterista Percussionista Compositor Músico Brasileiro 1 ENTREVISTA "Inspirando e sendo inspirado" Phelipe Agnelli é músico e compositor, nascido a 50 minutos de São Paulo, na cidade de

Leia mais

Historia de vida de um empreendedor de sucesso, Antonio Schuh!

Historia de vida de um empreendedor de sucesso, Antonio Schuh! Historia de vida de um empreendedor de sucesso, Antonio Schuh! Os relatos que farão parte das narrativas contidas na historia de vida de Antônio Schuh são de sua esposa Eny Anita Schuh e do filho Reno

Leia mais

TEMA: SAMBA DE GAFIEIRA

TEMA: SAMBA DE GAFIEIRA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DESANTA CATARINA IFSC-CAMPUS JOINVILLE CURSO DE ASSISTENTE EM PRODUÇÃO CULTURAL-PRONATEC TURMA 1 2013 PLANO COREOGRÁFICO TEMA: SAMBA DE GAFIEIRA CARLOS

Leia mais

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO Rebeca Vieira de Queiroz Almeida Faculdade Saberes Introdução O presente texto é um relato da experiência do desenvolvimento do projeto

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

A gente faz a festa!!! Portfólio 2016

A gente faz a festa!!! Portfólio 2016 A gente faz a festa!!! Portfólio 2016 Discotecagem DJ Home Ideal para festas em locais pequenos, eventos residenciais e salões de festa de condomínio com aproximadamente 50 convidados. Equipamentos: 2

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br O admirável e inevitável mundo novo da advocacia empresarial Marco Antonio P. Gonçalves Há 200 anos nascia Charles Darwin, famoso por seu pioneiro trabalho e pela célebre frase "não

Leia mais

LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES

LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES Brendali Monti Dias Prof. Orientador Ednea dos Santos Cardoso Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Ciências Contábeis (CTB0099) Prática do Módulo I 22/06/12

Leia mais

Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais

Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais Nova Lei da TV Paga estimula concorrência e liberdade de escolha Preços de pacotes devem cair e assinantes terão acesso a programação mais diversificada A Lei 12.485/2011 destrava a concorrência no setor,

Leia mais

Produção de vídeo-aula em DVD

Produção de vídeo-aula em DVD 1 Produção de vídeo-aula em DVD Marcus José Vieira educadormusical@yahoo.com.br Centro Social Marista, Londrina/PR Resumo. Este relato descreve uma experiência realizada em um Centro Social Marista em

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL FORMAL X EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAL

EDUCAÇÃO MUSICAL FORMAL X EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAL EDUCAÇÃO MUSICAL FORMAL X EDUCAÇÃO MUSICAL INFORMAL Segundo Green (2000), existe uma enorme discrepância entre os tipos de aprendizagem proporcionados no âmbito da Educação Musical Formal e no contexto

Leia mais

A Música na Antiguidade

A Música na Antiguidade A Música na Antiguidade Josemar Bessa A palavra música deriva de arte das musas em uma referência à mitologia grega, marca fundamental da cultura da antigüidade ocidental. No entanto muitos estudiosos

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo

Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo CARREIRA EM ARQUITETURA E URBANISMO Os arquitetos recebem uma formação geral que lhes permite trabalhar em diversos campos: em projetos de construções, de

Leia mais

O Sindicato de trabalhadores rurais de Ubatã e sua contribuição para a defesa dos interesses da classe trabalhadora rural

O Sindicato de trabalhadores rurais de Ubatã e sua contribuição para a defesa dos interesses da classe trabalhadora rural O Sindicato de trabalhadores rurais de Ubatã e sua contribuição para a defesa dos interesses da classe trabalhadora rural Marcos Santos Figueiredo* Introdução A presença dos sindicatos de trabalhadores

Leia mais

BEM VINDAS NOVAS CONSULTORAS. Parabéns por estarem aqui!

BEM VINDAS NOVAS CONSULTORAS. Parabéns por estarem aqui! BEM VINDAS NOVAS CONSULTORAS Parabéns por estarem aqui! COMPROMISSOS O princípio de tudo: A Missão da Mary Kay: Enriquecer a Vida das Mulheres. Esta MISSÃO se faz possível ao: Oferecer produtos de alta

Leia mais

BONDESOM. Projetos Release Imprensa

BONDESOM. Projetos Release Imprensa BONDESOM Projetos Release Imprensa BONDESOM Projetos Release Imprensa ÍNDICE O Bondesom...1 O disco...2 As críticas ao disco...3 O Baile do Bonde...4 O Cinebonde...5 Imprensa...6 Contato...16 O BONDESOM!"#$%&%'()(%*(*$%(%+,-./(%.'-0*1+2'0(3%4/(*%(3.%'(%

Leia mais

Entre em sintonia com o sucesso Lições de uma orquestra e um maestro para empresas, gestores, líderes e colaboradores

Entre em sintonia com o sucesso Lições de uma orquestra e um maestro para empresas, gestores, líderes e colaboradores Entre em sintonia com o sucesso Lições de uma orquestra e um maestro para empresas, gestores, líderes e colaboradores Quando vamos a um show, temos a expectativa de ouvir aquela música que tanto adoramos

Leia mais

TÍTULO: VÁRIAS VARIÁVEIS: O BRASIL DOS ANOS 80 PELAS MÚSICAS DO ENGENHEIROS DO HAWAII

TÍTULO: VÁRIAS VARIÁVEIS: O BRASIL DOS ANOS 80 PELAS MÚSICAS DO ENGENHEIROS DO HAWAII Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: VÁRIAS VARIÁVEIS: O BRASIL DOS ANOS 80 PELAS MÚSICAS DO ENGENHEIROS DO HAWAII CATEGORIA: EM

Leia mais

O circo vai à escola

O circo vai à escola O circo vai à escola Não é nenhuma novidade trabalhar com atividades circenses em escolas, principalmente no Ensino Fundamental I - eu mesma já realizei esse trabalho há 10 anos - e o ano passado resolvi

Leia mais

A Notação Musical no Ocidente: uma História

A Notação Musical no Ocidente: uma História A Notação Musical no Ocidente: uma História O sistema de notação musical moderno teve suas origens nos NEUMAS (do latim: sinal), pequenos símbolos que representavam as notas musicais em peças vocais do

Leia mais

Ídolos de diferentes gerações, a cantora Ivete Sangalo e o cantor Roberto Carlos encantam seus fãs pelo timbre único que possuem

Ídolos de diferentes gerações, a cantora Ivete Sangalo e o cantor Roberto Carlos encantam seus fãs pelo timbre único que possuem Vozes Humanas Cada pessoa possui uma voz única e especial. É como se fosse uma impressão digital. É claro que existem vozes parecidas. Algumas pessoas cantam num registro sonoro mais agudo, outras num

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Qual a história do empreendedorismo? O CAMINHO PARA O SUCESSO! Profº.. Luiz Henrique Casaretti. Profº. Luiz Henrique Casaretti

EMPREENDEDORISMO. Qual a história do empreendedorismo? O CAMINHO PARA O SUCESSO! Profº.. Luiz Henrique Casaretti. Profº. Luiz Henrique Casaretti EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O SUCESSO! Qual a história do empreendedorismo? Há aproximadamente 80 anos atrás, o mundo dependia, para gerar empregos, exclusivamente das grandes empresas e dos governos.

Leia mais

Currículo Referência em Música Ensino Médio

Currículo Referência em Música Ensino Médio Currículo Referência em Música Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

3 Classificação. 3.1. Resumo do algoritmo proposto

3 Classificação. 3.1. Resumo do algoritmo proposto 3 Classificação Este capítulo apresenta primeiramente o algoritmo proposto para a classificação de áudio codificado em MPEG-1 Layer 2 em detalhes. Em seguida, são analisadas as inovações apresentadas.

Leia mais

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) 1 INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) Curso: Música, Bacharelado - Habilitação em Composição Campus: Cuiabá Docente da habilitação: Prof. Dr. Roberto Pinto Victorio Ato interno de criação

Leia mais

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes.

SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes. Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. SEMANA DO SERVIDOR PÚBLICO sugestão de palestrantes Otimize seu orçamento e mantenha um bom nível de palestrantes. resultados positivos para os servidores? qualidade de vida fernando rocha wesley schunk

Leia mais

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955)

Sumário. Organização de Computadores Módulo 3. Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Primeira Geração Válvulas (1945 1955) Sumário M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com www.professorluizalberto.com.br Organização de Computadores Módulo 3 1. História da Arquitetura de Computadores - Continuação 1.1. 1.2. Segunda Geração Transistores

Leia mais

Mudança de direção RODRIGO MENEZES - CATEGORIA MARKETERS

Mudança de direção RODRIGO MENEZES - CATEGORIA MARKETERS RODRIGO MENEZES - CATEGORIA MARKETERS Mudança de direção Até maio de 2013 todo o mercado de TV por assinatura adotava uma postura comercial tradicional no mercado digital, composta por um empacotamento

Leia mais

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 7º Passo

INSTRUTOR Zeh Blackie. CURSO DE GUITARRA Nível Básico. 7º Passo INSTRUTOR Zeh Blackie CURSO DE GUITARRA Nível Básico 7º Passo Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos

Leia mais

( ) Brasília ( ) Recife ( ) Belo Horizonte ( ) Rio de Janeiro ( ) Porto Alegre

( ) Brasília ( ) Recife ( ) Belo Horizonte ( ) Rio de Janeiro ( ) Porto Alegre DOCUMENTOS E CONTATOS: Nome Completo: Nome Artístico: Idade: Data de Nascimento: CPF: RG: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Telefone Residencial: Telefone Comercial: Telefone Celular 1 Telefone Celular

Leia mais

ESCOLA LEITORA: UM CAMINHO A SER CONSTRUÍDO

ESCOLA LEITORA: UM CAMINHO A SER CONSTRUÍDO ESCOLA LEITORA: UM CAMINHO A SER CONSTRUÍDO 1.JUSTIFICATIVA O Projeto Escola Leitora: um caminho a ser construído, elaborado e desenvolvido coletivamente desde 2013 em todas as modalidades de ensino que

Leia mais

InfoReggae - Edição 17 Grupos: Makala Música & Dança 01 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 17 Grupos: Makala Música & Dança 01 de novembro de 2013. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) 1 INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) Curso: Música, bacharelado Habilitação em Canto Campus: Cuiabá Docente da habilitação: Profa. Me. Helen Luce Pereira Ato interno de criação e aprovação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens Ana Estevens, nº 120138001 Trabalho realizado na Unidade Curricular de Processos de Experimentação

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

2 CONHECIMENTOS BÁSICOS

2 CONHECIMENTOS BÁSICOS 2 CONHECIMENTOS BÁSICOS NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 10, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA. LÍNGUA PORTUGUESA LEIA O TEXTO I PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05. AXÉ MUSIC S / A Recentemente,

Leia mais

PROSUMERODY. É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? PRODUCER CONSUMER PARODY

PROSUMERODY. É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? PRODUCER CONSUMER PARODY PROSUMERODY PRODUCER CONSUMER PARODY É possível sobreviver em um mercado com consumidores cada vez mais insatisfeitos, criativos e poderosos? 01 O que é? PROSUMER? O termo PROSUMER foi originado da junção

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

Ociosidade Física no Prédio Legislativo X A falta de espaços para Cultura e Lazer que Compromete o futuro dos nossos jovens.

Ociosidade Física no Prédio Legislativo X A falta de espaços para Cultura e Lazer que Compromete o futuro dos nossos jovens. Ociosidade Física no Prédio Legislativo X A falta de espaços para Cultura e Lazer que Compromete o futuro dos nossos jovens....pois desse lado do muro o jogo é tão duro, meu Pai, que só ter piedade de

Leia mais

Lundu do tropeiro. Música na escola: exercício 4

Lundu do tropeiro. Música na escola: exercício 4 Lundu do tropeiro Música na escola: exercício 4 Lundu Partituras Melodia, harmonia e letra do tropeiro Autor: Autor desconhecido, canção folclórica Região: Goiás Fonte: 500 Canções Brasileiras, de Ermelinda

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

TOTAL/MIL 167.255 134.744 131.937 101.117 A 27.615 20.609 15.206 8.954 MIX 27.890 26.533 27.308 18.532 B 21.169 19.339 20.596 10.

TOTAL/MIL 167.255 134.744 131.937 101.117 A 27.615 20.609 15.206 8.954 MIX 27.890 26.533 27.308 18.532 B 21.169 19.339 20.596 10. AGO/2014 DIAS 18 19 20 21 TOTAL/MIL 167.255 134.744 131.937 101.117 A 27.615 20.609 15.206 8.954 MIX 27.890 26.533 27.308 18.532 B 21.169 19.339 20.596 10.113 IBOPE/2014 Perfil ouvinte MIX FM e 29 CLASSÍCOS,

Leia mais

História da Música Ocidental

História da Música Ocidental História da Música Ocidental A Música na Idade Média e no Renascimento Música medieval é o nome dado à música típica do período da Idade Média. Essas práticas musicais aconteceram há quase 1500 anos atrás.

Leia mais

1. O Teatro da Vila... 3. 2. Projeto Quanto Vale Para Você?...4. 3. Coletivo Elefantes...5. 4. Coletivo Comboio de Cordas...7

1. O Teatro da Vila... 3. 2. Projeto Quanto Vale Para Você?...4. 3. Coletivo Elefantes...5. 4. Coletivo Comboio de Cordas...7 1. O Teatro da Vila... 3 2. Projeto Quanto Vale Para Você?...4 3. Coletivo Elefantes...5 4. Coletivo Comboio de Cordas...7 5. Coletivo Kolombolo...8 6. Coletivo Navegantes...9 7. TEDxVilaMadá...10 8. Associação

Leia mais

Igreja!de! Nossa!Senhora!do!Carmo! Da!Antiga!Sé!

Igreja!de! Nossa!Senhora!do!Carmo! Da!Antiga!Sé! AtransferênciadaCorteeainstalaçãodaFamíliaRealno Rio de Janeiro, em 1808, marcam uma nova etapa na história do País. A capital do ViceMReino passa a ser a sededogovernoedaadministraçãodoimpériolusoe experimentará

Leia mais

M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M

M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M M U N D O L I V R E 9 3. 9 F M Mais que uma programação feita para ouvintes exigentes, a Mundo Livre FM ultrapassa a frequência do rádio e se estabelece como uma identidade conceitual. No ar há 7 anos,

Leia mais

Selecionando e Desenvolvendo Líderes

Selecionando e Desenvolvendo Líderes DISCIPULADO PARTE III Pr. Mano Selecionando e Desenvolvendo Líderes A seleção de líderes é essencial. Uma boa seleção de pessoas para a organização da célula matriz facilitará em 60% o processo de implantação

Leia mais

Os Poemas são as Crianças

Os Poemas são as Crianças Os Poemas são as Crianças MT Gregório Pereira de Queiroz 1 São as ilhas afortunadas, São terras sem ter lugar... Fernando Pessoa Resumo Este trabalho traça um paralelo entre o trabalho musical e musicoterapêutico

Leia mais

O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE

O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE O SAXOFONE 1. CLASSIFICAÇÃO DO SAXOFONE A primeira necessidade que se nos depara é de saber com clareza a que família de instrumentos pertence o Saxofone. Dado que o corpo do instrumento é de metal, muitas

Leia mais