i. Funções aritméticas: adição e subtração.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "i. Funções aritméticas: adição e subtração."

Transcrição

1 A. Controlador de demanda e fator de potência 1. Disposições gerais a. Todos os parâmetros de configuração necessários pelo Sistema de Monitoramento de Energia (SME) devem ser gravados em memória não-volátil e guardados no caso de interrupção de energia de controle. b. O controlador do SME deve ser totalmente compatível com o software do SME. 2. Valores medidos a. O controlador deve fazer no mínimo as leituras conforme abaixo em intervalos de no mínimo 1 segundo. As medições abaixo devem ser lidas e devem estar disponíveis nos controladors de medição: i. Tensão F F por fase ii. Tensão F-N por fase iii. Tensão L-L média das 3 fases iv. Tensão F-N média das 3 fases v. Corrente por fase e neutro vi. Corrente total das 3 fases vii. Potência ativa por fase e total viii. Potência reativa por fase e total ix. Energia ativa por fase e total x. Energia reativa por fase e total xi. Fator de potência por fase e total xii. Freqüência xiii. Distorção harmônica de corrente por fase xiv. Distorção harmônica de tensão por fase xv. Demanda atual de potência janela móvel e deve ter opção de alteração de intervalo de integração. xvi. Demanda do intervalo anterior de potência janela móvel e deve ter opção de alteração de intervalo de integração. b. O controlador do SME deve fazer as leituras através de protocolo Modbus TCP, Modbus RTU e protocolo ION. c. O controlador do SME deve fornecer valores máximos e mínimos para tensão e corrente. d. O controlador do SME deve fazer combinações de valores de demanda ativa, demanda reativa, fator de potência e consumo de medições dos controladors usando funções aritméticas: i. Funções aritméticas: adição e subtração. Julho 2011 Página 1 de 5

2 3. Registro / armazenamento 4. Alarmes a. O controlador do SME deve ter no mínimo 512kb de memória de dados interna e programável. b. O controlador do SME deve ter memória não volátil. c. O controlador do SME deve ter um registro de dados com informação de hora e data de acordo com as seguintes características: i. Suportar no mínimo registros de medição. ii. Cada evento e medição devem ser registrados com data e hora. iii. Os intervalos de tempo devem ter resolução de no mínimo 1 segundo e no máximo 60 minutos. d. O controlador do SME deve armazenar qualquer parâmetro dos medidores incluindo máximos e mínimos e. O controlador do SME deve ter registro de dados que devem ser guardados a cada 15 minutos por padrão. a. O controlador do SME deve gerar alarmes nas seguintes condições: i. Demanda alta ii. Fator de potência baixo ou alto iii. Falha de comunicação com equipamentos b. O controlador do SME deve anunciar os alarmes das seguintes formas: i. Alarme sonoro ii. Alarme visual através de janela tipo pop-up iii. Acionar uma saída digital iv. Gravar o alarme na memória de massa 5. Comunicação a. O controlador do SME deverá ter os seguintes modos de comunicação de forma simultânea ou independentes: i. Ethernet ii. Serial RS485 iii. Serial monodirecional (saída de usuário de medidor de concessionária) b. O controlador do SME deve suportar cada um dos protolocos de comunicação abaixo em qualquer porta a qualquer instante: i. ION ii. Protocolo ABNT iii. Modbus a. Modbus RTU b. Modbus TCP Julho 2011 Página 2 de 5

3 6. LEDs a. O controlador deve possuir LEDs de indicação: i. Ligado ii. RX e TX da comunicação RS Controle de demanda a. O controlador deve fazer o controle de demanda através das saídas digitais remotas b. O controlador deve analisar a potência atual, calcular a demanda preditiva do final do intervalo através de algoritmo específico e com essa informação manter ligada ou desligar uma ou mais cargas respeitando as seguintes regras: i. Potência das cargas ii. Prioridades das cargas que devem ser configuradas para os períodos: a. Ponta b. Fora ponta iii. Tempos a. Tempo mínimo de carga desligada: O controlador manterá a carga nesta condição respeitando um tempo mínimo definido pelo usuário, em segundos, independente das condições do sistema (demanda/fator de potência). b. Tempo mínimo de carga ligada: O controlador manterá a carga nesta condição respeitando um tempo mínimo definido pelo usuário, em segundos, independente das condições do sistema (demanda/fator de potência). c. Tempo máximo de carga desligada: Após desligar a saída, o controlador manterá a carga nesta condição por um tempo máximo definido pelo usuário em segundos. Expirado este tempo, o controlador voltará a ligar a saída, ainda que a demanda ou o fator de potência não justifiquem tal ação. Este recurso visa à manutenção de desempenho do processo produtivo. d. Pausa após ligamento: O controlador aplica este tempo de pausa entre o acionamento de duas cargas consecutivas para evitar o acionamento simultâneo de várias saídas. e. Pausa após desligamento: O controlador aplica este tempo de pausa entre o desligamento de duas cargas consecutivas para de evitar a retirada simultânea de várias saídas. c. Se a combinação de todos os critérios acima não for suficiente para escolher a carga então o controlador deve fazer a atuação através de rodízio das cargas. d. O controlador deve fazer o controle de demanda através de saídas digitais. e. O controlador deve fazer o controle de demanda baseado em qualquer tipo de medição, real ou virtual, de forma independente de qualquer outra medição configurada no sistema, isto é, qualquer medição deve ser usada como referência para o controle. f. O controle de demanda deve ser projetado de forma a não atuar de forma excessiva as várias cargas e assim provocando dificuldades para a operação e redução da vida útil dos equipamentos. g. A demanda de controle deve ser configurável para cada medição e deve ter opção de demanda de controle ponta e outra fora ponta. Julho 2011 Página 3 de 5

4 8. Controle de fator de potência a. O controlador deve fazer o controle de fator de potência das saídas digitais remotas b. O controlador deve analisar o fator de potência atual e com essa informação ligar ou desligar estágios de banco de capacitores respeitando as seguintes regras: i. Potência do estágio a. Prioridades do estágio ii. Tempos a. Tempo mínimo de carga desligada b. Tempo mínimo de carga ligada c. Tempo máximo de carga desligada d. Pausa após ligamento e. Pausa após desligamento c. Se a combinação de todos os critérios acima não for suficiente para escolher a carga então o controlador deve fazer a atuação através de rodízio das cargas. d. O controlador deve fazer o controle de fator de potência através de saídas digitais. e. O controlador deve fazer a correção de fator de potência baseado em qualquer tipo de medição, real ou virtual, de forma independente de qualquer outra medição configurada no sistema, isto é, qualquer medição deve ser usada como referência para o controle. f. A referência do fator de potência deve ser configurável para cada medição e deve ter uma opção de referência para ponta e outra fora ponta e dentro destas deve ter opção de referência capacitiva ou indutiva. 9. Programação horária a. O controlador deve fazer o controle de cargas por programação horária através das saídas digitais remotas b. O controlador deve ter no mínimo 50 diferentes programações horárias independentes com as seguintes opções: i. Horário para ligar ii. Horário para desligar iii. 7 dias independentes para atuação iv. Desligar a saída digital no horário de ponta 10. Saídas digitais a. O controlador do SME deve permitir o uso de até 64 saídas digitais para controle de demanda, controle de fator de potência, controle de consumo e alarmes. b. As 64 saídas devem ser distribuídas em módulos de 8 módulos e estes devem ter as seguintes características: a. 8 Saídas à relé tipo contato seco b. 30 Vcc ou 240 Vca de tensão máxima de comutação na saída c. 2A de corrente máxima por saída d. Menos de 10ms de atraso na comutação e. 30mΩ de resistência inicias de contato para saídas f. 110mA de consumo a 24Vcc g. Interface de comunicação RS485 h. Protocolo de comunicação Modbus RTU i. Alimentação 24 Vcc (-20% / +40%). Julho 2011 Página 4 de 5

5 j. Imunidade a descargas eletrostática conforme IEC k. Imunidade a ruído conforme Nema Standard ICS2-230 l. 23x110x120 mm de dimensão m. Umidade a 0 a 95% (sem condensação) n. 0 a 55 de temperatura de operação o. Fixação trilho DIN p. O LED de status deve possuir as seguintes Funções: 1. LED Aceso direto Módulo no modo de Programação 2. LED piscando lento Sem comunicação 3. LED piscando rápido Módulo sendo acessado (comunicando) normalmente 11. Entradas digitais a. O controlador do SME deve ter 8 entradas digitais tipo p embarcadas. b. O controlador do SME deve permitir, além das 8 entradas digitais embarcadas, o uso de até 64 entradas digitais. c. As 64 entradas devem ser distribuídas em módulos de 8 módulos e estes devem ter as seguintes características: a. 8 entradas de 0 Vcc a 24Vcc b. 10mA de corrente máxima por entrada c. Menos de 1ms de atraso na comutação d. 85mA de consumo a 24Vcc e. Interface de comunicação RS485 f. Protocolo de comunicação Modbus RTU g. Alimentação 24 Vcc (-20% / +40%). h. Imunidade à descargas eletrostática conforme IEC i. Imunidade à ruído conforme Nema Stardard ICS2-230 j. 23x110x120 mm de dimensão k. Umidade à 0 a 95% (sem condensação) l. 0 a 55 de temperatura de operação m. Fixação trilho DIN n. O LED de status deve possuir as seguintes Funções: 1. LED Aceso direto Módulo no modo de Programação 2. LED piscando lento Sem comunicação 3. LED piscando rápido Módulo sendo acessado (comunicando) normalmente 12. Características avançadas a. O firmware do controlador deverá ser atualizável. b. A tensão de alimentação do controlador deve ser: i. 95 a 240VAC (±10%) - <100mA c. O controlador do SME deve atender os seguintes requisitos de ambiente: i. Temperatura de operação: -20ºC a 60ºC ii. Temperatura de armazenagem: -40ºC a 85ºC iii. Umidade: 0 a 95% (sem condensação) iv. Grau de proteção IP66 Julho 2011 Página 5 de 5

Manual de instalação e configuração do módulo de entradas NER-08

Manual de instalação e configuração do módulo de entradas NER-08 Manual de instalação e configuração do módulo de entradas NER-08 Sumário DESCRIÇÃO GERAL...4 VANTAGENS...4 CARACTERÍSTICAS...4 LED DE STATUS DO MODULO...4 ESQUEMA DE LIGAÇÕES...5 LIGAÇÃO DO CABO DE COMUNICAÇÃO...6

Leia mais

CCK 6700E. Gerenciador de Energia Multifuncional

CCK 6700E. Gerenciador de Energia Multifuncional CCK 6700E Gerenciador de Energia Multifuncional CCK Automação - Catálogo - CCK 6700E - 2 DESCRIÇÃO GERENCIAMENTO DE ENERGIA - MEDIÇÃO JUNTO A CONCESSIONÁRIA CONSUMIDORES LIVRES E CATIVOS -Duas portas de

Leia mais

Relé de Proteção Térmica EP4 - SLIM ANSI 23/ 26/49. Catalogo. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6

Relé de Proteção Térmica EP4 - SLIM ANSI 23/ 26/49. Catalogo. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Catalogo ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Relé de Proteção Térmica EP4 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCIPAIS CARACTERISTICAS... 3 DADOS TÉCNICOS... 4 ENSAIOS DE TIPO ATENDIDOS... 4 DIMENSÕES...

Leia mais

PÁGINA HTML DISPONÍVEL O CCK 6700E disponibiliza através de uma página HTML as principais informações da entrada de energia;

PÁGINA HTML DISPONÍVEL O CCK 6700E disponibiliza através de uma página HTML as principais informações da entrada de energia; CCK 6700E Gerenciador de Energia Multifuncional GERENCIAMENTO DE ENERGIA - MEDIÇÃO JUNTO A CONCESSIONÁRIA - CONSUMIDORES LIVRES E CATIVOS -Duas portas de comunicação com medidores de concessionária com

Leia mais

CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12

CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12 CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12 1. Funções e Características - Interface totalmente em português. - Possui um eficaz sistema de medição de fator de potência da onda fundamental, o que

Leia mais

Ver Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08221

Ver Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08221 Ver 1.1-2016 Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08221 Sumário DESCRIÇÃO GERAL... 4 VANTAGENS... 4 CARACTERÍSTICAS... 4 LEDS DE STATUS DO MÓDULO... 4 INSTALAÇÃO DO PRODUTO - TRILHO

Leia mais

Relé de Proteção Térmica EP3

Relé de Proteção Térmica EP3 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Rev_1.1_Setembro/2012 Relé de Proteção Térmica EP3 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção Térmica EP3 foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura

Leia mais

Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ANSI 23/ 26/49 CATALOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6

Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ANSI 23/ 26/49 CATALOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 CATALOGO Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Relé de Proteção Térmica EP3 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 DADOS TÉCNICOS... 4 ENSAIOS

Leia mais

MONITOR DE TEMPERATURA DIGITAL MoniTemp ANSI 49. Catálogo Técnico

MONITOR DE TEMPERATURA DIGITAL MoniTemp ANSI 49. Catálogo Técnico Catálogo Técnico Monitor de Temperatura CATÁLOGO TÉCNICO V1.0 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCIPAIS CARACTERISTICAS... 3 DADOS TÉCNICOS... 4 ENSAIOS DE TIPO REALIZADOS... 4 DIMENSÕES... 5 DIAGRAMAS DE CONEXÃO...

Leia mais

E M B R A S U L. embrasul.com.br. Controlador de Demanda GDE4000

E M B R A S U L. embrasul.com.br. Controlador de Demanda GDE4000 Controlador de Demanda Funções avançadas de controle de demanda e fator de potência; Seleção de cargas por prioridade e por potências; Flexibilidade na programação de demandas sazonais; Simulação de fatura

Leia mais

Medidor PowerLogic ION 7650 Especificações técnicas

Medidor PowerLogic ION 7650 Especificações técnicas Medidor PowerLogic ION 7650 Especificações técnicas Montagem de sobrepor em painéis DIN 186 x 186 mm Vista Frontal Vista Lateral Painel frontal Amplo display LCD ¼ VGA (320 x 240 pixeis, 87 x 112 mm) de

Leia mais

Multimedidor de Grandezas Elétricas e Harmônicas com Ethernet

Multimedidor de Grandezas Elétricas e Harmônicas com Ethernet CCK 7550S Multimedidor de Grandezas Elétricas e Harmônicas com Ethernet Medidor de energia multifunção com memórias de uso exclusivo (massa de medição e eventos para qualidade de energia), classe 0,2%

Leia mais

KPF-12. Controlador de Fator de Potência. [1] Introdução. [4] Grandezas medidas. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão

KPF-12. Controlador de Fator de Potência. [1] Introdução. [4] Grandezas medidas. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão [1] Introdução Controladores de fator de potência são instrumentos utilizados para medição e compensação de potência reativa em instalações elétricas. O fator de potência, definido pela razão entre potência

Leia mais

Descrição do Produto. As fotos ilustram alguns dos modelos disponíveis:

Descrição do Produto. As fotos ilustram alguns dos modelos disponíveis: Descrição do Produto Os inversores de freqüência da da Altus são extremamente compactos, permitindo ao usuário fácil instalação e integração com a sua aplicação. A abrange potências entre 0,33 até 7,5

Leia mais

Série Phase. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto

Série Phase. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto Descrição do Produto A Série Phase disponibiliza ao mercado soluções para diversos tipos de aplicação que necessitem monitorar medições de potência e energia elétrica. Através do multimedidor de energia

Leia mais

Transdutor Digital MKM-01

Transdutor Digital MKM-01 [1] Introdução O Transdutor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em fundo de painel, que permite a medição de até 33 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada (CA). Para

Leia mais

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões.

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente, no buffer de comunicação em todas as versões. Ficha técnica MGE G3 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de mais de 40 variáveis elétricas, memória de massa não volátil e saídas digitais. Possui três displays

Leia mais

Multimedidor Digital de Painel. Manual do Usuário

Multimedidor Digital de Painel. Manual do Usuário Multimedidor Digital de Painel Manual do Usuário 1. Introdução Este modelo de Multimedidor Digital de Painel JNG permite a medição de vários parâmetros elétricos em um único equipamento para medição, incorporando

Leia mais

Analisador de Energia RE6001 ANALISADOR DE ENERGIA. Prog

Analisador de Energia RE6001 ANALISADOR DE ENERGIA. Prog EMBRASUL Analisador de Energia RE6001 EMBRASUL ANALISADOR DE ENERGIA EMBRASUL RE6001 Prog Amplo display gráfico; Fácil instalação e operação; Configurado por módulos opcionais; Excelente faixa de medição;

Leia mais

BUSCA MENU PR P OD O U D TO T S O

BUSCA MENU PR P OD O U D TO T S O PRODUTOS ELETRÔNICOS ELETROMECÂNICOS ESPECIAIS Conheça o Spectrum K ART O medidor Spectrum K ART foi desenvolvido pela NANSEN S/A para faturamento de energia ativa, reativa com diferentes tarifas horárias

Leia mais

Soluções de Medição Integrada

Soluções de Medição Integrada Soluções de Medição Integrada Medição de Energia Elétrica Automação Predial e Industrial Serviços de Medição e Monitoramento Integração de Sistemas de Monitoramento MEDIDORES DE ENERGIA SERVIÇOS DE MEDIÇÃO

Leia mais

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040

Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 Multimedidor de Grandezas Elétricas MD4040 E M B R A S U L Grandezas Medidas: V, A, kwh, kvarh, kvarih, kvarch, FP, demanda ativa total, demanda reativa total, potência ativa, reativa e aparente; Rateio

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Catálogo Monitemp Plus - rev5. Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados. Produtos Certificados!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Catálogo Monitemp Plus - rev5. Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados. Produtos Certificados! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp Plus - rev5 Produtos Certificados! 105.3 O Monitor de Temperatura MoniTemp

Leia mais

Bancada Didática para Controlador de Demanda e Fator de Potência - XE 501 -

Bancada Didática para Controlador de Demanda e Fator de Potência - XE 501 - T e c n o l o g i a Bancada Didática para Controlador de Demanda e Fator de Potência - XE 501 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. Bancada Didática para

Leia mais

abb Características Ficha técnica IDM G5 Multimedidor Display gráfico de LCD com backlight com gráfico de barras de intensidade de corrente e tensão.

abb Características Ficha técnica IDM G5 Multimedidor Display gráfico de LCD com backlight com gráfico de barras de intensidade de corrente e tensão. Ficha técnica IDM G5 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de 58 variáveis elétricas. Possui display de LCD com backlight e gráfico de barras de intensidade de corrente

Leia mais

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica 30(200)A.

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica 30(200)A. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0006 MEDIDOR ELETRÔNICO DE ENERGIA ELÉTRICA 30(200)A 1/8 1. FINALIDADE Estabelecer os requisitos a serem

Leia mais

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3.

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0016 MEDIDOR ELETRÔNICO MULTIFUNÇÃO PARA MEDIÇÃO INDIRETA PARA CLIENTES DO GRUPO B 1/9 1. FINALIDADE Estabelecer

Leia mais

UPS. SYS 201 rt 2u INFINITE POWER. De 1000 VA a 3000 VA. Aplicações para Missões Críticas

UPS. SYS 201 rt 2u INFINITE POWER. De 1000 VA a 3000 VA. Aplicações para Missões Críticas INFINITE POWER Aplicações para Missões Críticas UPS UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO ININTERRUPTA SYS 201 rt 2u Tecnologia Online de Dupla Conversão Desenho Convertível para Bastidor/Torre Tensão e Frequência Independentes

Leia mais

Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08

Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08 Manual de instalação e configuração do módulo de saídas NSR-08 Sumário DESCRIÇÃO GERAL...4 VANTAGENS...4 CARACTERÍSTICAS...4 LED DE STATUS DO MODULO...4 ESQUEMA DE LIGAÇÕES...5 LIGAÇÃO DO CABO DE COMUNICAÇÃO...6

Leia mais

Sistema de gestão e controle de frequência e acesso a ambientes;

Sistema de gestão e controle de frequência e acesso a ambientes; Características Sistema de gestão e controle de frequência e acesso a ambientes; Equipamento com lacre físico e sistema eletrônico de proteção contra violação usando sensores que bloqueiam o mesmo em qualquer

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas PFW01. Controlador Automático do Fator de Potência

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas PFW01. Controlador Automático do Fator de Potência Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas PFW01 Controlador Automático do Fator de Potência www.we.net Controlador Automático do Fator de Potência O PFW01 é um controlador automático de

Leia mais

Manual de Instruções. Deve operar em ambientes isentos de gases corrosivos, poeiras inflamáveis ou materiais explosivos.

Manual de Instruções. Deve operar em ambientes isentos de gases corrosivos, poeiras inflamáveis ou materiais explosivos. Introdução O é apropriado para um eficiente controle da energia reativa das instalações elétricas. Ele é dotado de um microcontrolador com um poderoso algoritmo de otimização do fator de potência. Características

Leia mais

RELÉ REGULADOR DE TENSÃO - DVR. Rev 0. Catalogo Técnico DVR

RELÉ REGULADOR DE TENSÃO - DVR. Rev 0. Catalogo Técnico DVR RELÉ REGULADOR DE TENSÃO - DVR Rev 0 Catalogo Técnico DVR 1 APLICAÇÃO O Relé Regulador de Tensão - DVR foi desenvolvido para monitorar e regular a tensão automaticamente de comutadores sob carga de até

Leia mais

Benefícios de um CLP:

Benefícios de um CLP: Benefícios de um CLP: a) Permitir fácil diagnóstico de funcionamento ainda na fase de projeto do sistema e/ou de reparos em falhas que venham a ocorrer durante a sua operação. b) Ser instalado em cabines

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 1/6 1 Descrição Soft-starter de baixa tensão trifásico para controle de partida e parada suaves de motor

Leia mais

KEOR T. TRIFÁSICO UPS 10 a 120 kva

KEOR T. TRIFÁSICO UPS 10 a 120 kva KEOR T TRIFÁSICO UPS 10 a 120 kva KEOR T UPS TRIFÁSICO KEOR T foi projetado com tecnologia avançada e com componentes de última geração, para garantir um ótimo desempenho, alta eficiência, alta disponibilidade

Leia mais

Medidores de Energia Acti 9

Medidores de Energia Acti 9 Especificações técnicas PB108410 b A Série de Medidores de Energia iem3000 Acti 9 oferece uma gama econômica e competitiva de medidores de energia montados em trilhos DIN ideal para aplicações de rateio

Leia mais

* Alta precisão na medição de Fator de Potência. * Programação fácil de operar pelos teclados. * Visor em LED s de alta visualização.

* Alta precisão na medição de Fator de Potência. * Programação fácil de operar pelos teclados. * Visor em LED s de alta visualização. * Alta precisão na medição de Fator de Potência. * Programação fácil de operar pelos teclados. * Visor em LED s de alta visualização. * Dois modos de operação Manual e Automático. Controlador Automático

Leia mais

MEDIDORES. Técnica não invasiva. Monitoramento contínuo sem intervenção no processo. Fácil interpretação dos alarmes.

MEDIDORES. Técnica não invasiva. Monitoramento contínuo sem intervenção no processo. Fácil interpretação dos alarmes. Técnica não invasiva. Monitoramento contínuo sem intervenção no processo. Fácil interpretação dos alarmes. Monitoramento de motores em locais de difícil acesso e em ambientes agressivos. Detecção de falhas

Leia mais

Multimedidor Mult-K [1] Introdução Mult-K Foto ilustrativa [2] Princípio de funcionamento [5] Precisão Mult-K

Multimedidor Mult-K [1] Introdução Mult-K Foto ilustrativa [2] Princípio de funcionamento [5] Precisão Mult-K [1] Introdução O Multimedidor Mult-K é um instrumento digital microprocessado, para instalação em porta de painel, que permite a medição de até 44 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada

Leia mais

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO

Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO Comércio e Manutenção de Produtos Eletrônicos Manual CP-WS1 Mapeamento de memória e conexões do Controlador CP-WSMIO2DI2DO PROXSYS Versão 1.3 Abril -2015 Controlador Industrial CP-WS1 1- Configurações

Leia mais

ezap 900 Controlador Lógico Programável ezap900/901 Diagrama esquemático Apresentação Módulo ZMB900 - Características Gerais Dados Técnicos

ezap 900 Controlador Lógico Programável ezap900/901 Diagrama esquemático Apresentação Módulo ZMB900 - Características Gerais Dados Técnicos Caixa Aço carbono zincado Grau de proteção IP20 Dimensões 98 (L) x 98 (A) x 125 (P) mm Diagrama esquemático Apresentação A família de controladores lógicos programáveis ZAP900 foi desenvolvida para atender

Leia mais

Título: MANUAL TÉCNICO DO CARTÃO PWAC III. Página: Página 1 de 6

Título: MANUAL TÉCNICO DO CARTÃO PWAC III. Página: Página 1 de 6 Página 1 de 6 1) Introdução: O cartão PWAC III é uma interface entre catracas, torniquetes ou baias ópticas e quaisquer sistemas de validadores, ou similares, convenientemente configurados para transmitir

Leia mais

Fonte de Alimentação

Fonte de Alimentação Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, é uma fonte de alimentação compatível com barramento GBL e com múltiplas funções dentro da arquitetura da Série Ponto. Tem como principais características:

Leia mais

Terminal de Operação Cimrex 90

Terminal de Operação Cimrex 90 Descrição do Produto O Cimrex 90 agrega as mais novas tecnologias e a mais completa funcionalidade de terminais de operação. Possui visor de cristal líquido gráfico colorido com matriz ativa de 10,4. O

Leia mais

Agora você pode medir e tarifar suas contas de consumo de energia, água, gás e ar condicionado de forma correta e individualizada.

Agora você pode medir e tarifar suas contas de consumo de energia, água, gás e ar condicionado de forma correta e individualizada. R115OR01 Seu consumo medido na fração correta Agora você pode medir e tarifar suas contas de consumo de energia, água, gás e ar condicionado de forma correta e individualizada. Com a linha Omnirate, a

Leia mais

NO-BREAK APC SURT8000XLI SMART-UPS ONLINE 8,0 KVA (8000VA) 230V R/T - APC

NO-BREAK APC SURT8000XLI SMART-UPS ONLINE 8,0 KVA (8000VA) 230V R/T - APC NO-BREAK APC SURT8000XLI SMART-UPS ONLINE 8,0 KVA (8000VA) 230V R/T - APC Smart-UPS On-Line Características e Benefícios Disponibilidade Bypass interno automático Proporciona energia às cargas conectadas

Leia mais

Carmenere N I/16 SD TI

Carmenere N I/16 SD TI NOBREAK SENOIDAL Família Carmenere 10000 VA NoBreak MonoMono de Dupla Conversão microprocessado de alta velocidade. Possui estabilizador interno com estágios de regulação, que tem a função de manter a

Leia mais

PCPT 3 ( com 3 entradas para sensores RTD Pt100Ω )

PCPT 3 ( com 3 entradas para sensores RTD Pt100Ω ) MANUAL DE OPERAÇÃO PCPT 3 ( com 3 entradas para sensores RTD Pt100Ω ) VERSÃO 1.02 RELÉ DE PROTEÇÃO TÉRMICA ( 23, 26 e 49 ) CONTROLE E PROTEÇÃO DE TRANSFORMADOR 23 Dispositivo de controle de temperatura

Leia mais

Analisador de Energia RE7080

Analisador de Energia RE7080 Analisador de Energia RE7080 Uso ao tempo (IP65); Atende PRODIST módulo 8 da ANEEL; Flicker, Harmônicas e outros eventos; Acesso remoto via 3G e WiFi; Amplo display gráfico; Fácil instalação e operação;

Leia mais

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente no buffer de comunicação

Disponibiliza a forma de onda em três tensões e corrente no buffer de comunicação Ficha técnica IDM 144 Multimedidor Multimedidor para sistemas trifásicos ou monofásicos com medição de mais de 40 variáveis elétricas. Possui três displays de LCD alfanuméricos de fácil visualização, interface

Leia mais

CATRACA FLAP ES Características

CATRACA FLAP ES Características CATRACA FLAP ES Características Fabricada em aço carbono com pintura epóxi e tratamento anticorrosivo; Acabamento em aço inox escovado; Possui sinalização visual luminosa indicando permissão e bloqueio

Leia mais

Carmenere N I/16 SD

Carmenere N I/16 SD OCS 0041 ISO 9001 NOBREAK SENOIDAL Família Carmenere 10000 VA NoBreak MonoMono de Dupla Conversão microprocessado de alta velocidade. Possui estabilizador interno com estágios de regulação, que tem a função

Leia mais

SEL-849 RELÉ DE GERENCIAMENTO DE MOTOR

SEL-849 RELÉ DE GERENCIAMENTO DE MOTOR RELÉ DE GERENCIAMENTO DE MOTOR 2 RELÉ DE GERENCIAMENTO DE MOTOR PROTEÇÃO DE MOTOR BASEADA EM CORRENTE, TENSÃO E TÉRMICA; DETECÇÃO DE ARCO ELÉTRICO; E MEDIÇÃO DE POTÊNCIA MÚLTIPLAS APLICAÇÕES O Relé de

Leia mais

Multimedidor MKM-D. Ficha técnica K0006. Revisão /12/2012. [1] Introdução. [5] Precisão. [2] Princípio de funcionamento

Multimedidor MKM-D. Ficha técnica K0006. Revisão /12/2012. [1] Introdução. [5] Precisão. [2] Princípio de funcionamento [1] Introdução O Multimedidor MKM-D é um instrumento digital microprocessado, para instalação em porta de painel, que permite a medição de até 33 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada (CA).

Leia mais

Medidor de Energia e Transdutor Digital de Grandezas Elétricas Mult-K 120. [5] Precisão

Medidor de Energia e Transdutor Digital de Grandezas Elétricas Mult-K 120. [5] Precisão [1] Introdução O Medidor de Energia e Transdutor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em fundo de painel, que permite a medição de até 44 parâmetros elétricos em sistema de corrente

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

Carmenere N I/6 SD

Carmenere N I/6 SD OCS 0041 ISO 9001 NOBREAK SENOIDAL Família Carmenere 3000 VA NoBreak Mono-Mono de Dupla Conversão microprocessado de alta velocidade. Possui estabilizador interno com estágios de regulação, que tem a função

Leia mais

Conheça nossa empresa. Eduardo Grachten. Automação industrial Telemetria de água e esgoto

Conheça nossa empresa. Eduardo Grachten. Automação industrial Telemetria de água e esgoto Conheça nossa empresa Automação industrial Telemetria de água e esgoto Breve história A Alfacomp foi criada em 1992 para atuar no segmento de automação industrial. Os primeiros sistemas de automação foram

Leia mais

UMG 508-Analisador de Energia Multifuncional. com Ethernet e BACnet UMG 508

UMG 508-Analisador de Energia Multifuncional. com Ethernet e BACnet UMG 508 UMG 508 UMG 508-Analisador de Energia Multifuncional com Ethernet e BACnet O Analisador de Energia UMG 508 é um aparelho multifuncional para montagem na porta frontal do painel. O dispositivo é equipado

Leia mais

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3.

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0007 MEDIDOR ELETRÔNICO PARA SISTEMA DE MEDIÇÃO DE CONSUMIDORES LIVRES 1/12 1. FINALIDADE Estabelecer os

Leia mais

ETE 30 Transdutor Multigrandezas

ETE 30 Transdutor Multigrandezas ETE 30 Transdutor Multigrandezas Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Dimensões Protocolo de comunicação ABB Instrumentação 1 Dados Técnicos Entrada Tensão Corrente Limite do sinal Consumo Freqüência

Leia mais

NOBREAK SENOIDAL Carmenere M I/2 SD

NOBREAK SENOIDAL Carmenere M I/2 SD OCS 0041 ISO 9001 NOBREAK SENOIDAL Carmenere 1000 1 M I/2 SD NoBreak Mono-Mono de Dupla Conversão microprocessado de alta velocidade. Possui estabilizador interno com estágios de regulação, que tem a função

Leia mais

Módulo 16 SD Relé NA Contato Seco

Módulo 16 SD Relé NA Contato Seco Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 16 pontos de saída digital com contatos secos. Ideal para acionamento de cargas em corrente contínua ou alternada e para inserção no intertravamento

Leia mais

KEOR HP. TRIFÁSICO UPS 100 a 800 kva

KEOR HP. TRIFÁSICO UPS 100 a 800 kva KEOR HP TRIFÁSICO UPS 100 a 800 kva Fator de potência de saída 0,9 Alto rendimento até 95% em modo dupla conversão (certificado TüV) Maior economia com custos de infraestrutura, eletricidade e refrigeração

Leia mais

Multimedidor Mult-K Plus

Multimedidor Mult-K Plus [1] Introdução Multimedidor O Multimedidor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em porta de painel, que permite a medição de até 44 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada

Leia mais

Série Phase. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes

Série Phase. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes Descrição do Produto A Série Phase disponibiliza ao mercado soluções para diversos tipos de aplicação que necessitem monitorar medições de potência e energia elétrica. Através do multimedidor de energia

Leia mais

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida [1] Introdução O Medidor TKE-120 é um instrumento para instalação em fundo de painel, que permite a medição do consumo de energia ativa (Wh) ou reativa (VArh) em sistemas de corrente alternada (CA). Possui

Leia mais

MMW e PFW Multimedidor de Grandezas Elétricas e Controlador Automático do Fator de Potência

MMW e PFW Multimedidor de Grandezas Elétricas e Controlador Automático do Fator de Potência MMW e PFW Multimedidor de Grandezas Elétricas e Controlador Automático do Fator de Potência Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas MMW - Multimedidor de Grandezas Elétricas COFIABILIDADE

Leia mais

Módulo 16 SD 24 Vdc Transist. Opto

Módulo 16 SD 24 Vdc Transist. Opto Descrição do Produto O módulo, integrante da Série Ponto, possui 16 pontos de saída digital transistorizados isolados e com alimentação comum. A foto mostra o produto montado sobre uma base para E/S digitais

Leia mais

Pinot AIQ I/2

Pinot AIQ I/2 OCS 0041 ISO 9001 NoBreak Line Interativo Família Pinot 3000 VA NoBreak Line Interativo microprocessado de alta velocidade,integrando diversas funções periferias. Possui estabilizador interno com estágios

Leia mais

OCS 0041 ISO Pinot AQ I/1

OCS 0041 ISO Pinot AQ I/1 OCS 0041 ISO 9001 NoBreak Line Interativo Família Pinot 1400 VA NoBreak Line Interativo microprocessado de alta velocidade,integrando diversas funções periferias. Possui estabilizador interno com estágios

Leia mais

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0015 MEDIDOR ELETRÔNICO DE ENERGIA ELÉTRICA COM SAÍDA RS485 1/8 1. FINALIDADE Estabelecer os requisitos a

Leia mais

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A

Fonte Full Range Vac/Vdc 24 Vdc/ 3A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem duas saídas

Leia mais

Analisador de Energia RE6000

Analisador de Energia RE6000 EMBRASUL Analisador de Energia RE6000 EMBRASUL EMBRASUL RE6000 Excelente custo/benefício; Composição por módulos; H Harmônicas até a 50ª ordem; T Transientes; N Medição da corrente de neutro; Fácil instalação;

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO DESCRIÇÃO DO PRODUTO... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 CONFIGURAÇÃO USB... 4 CONFIGURAÇÃO... 5 PÁGINA

Leia mais

CLP - IHM. Solução Completa em Automação. Controladores Lógicos Programáveis - Interfaces Homem Máquina

CLP - IHM. Solução Completa em Automação. Controladores Lógicos Programáveis - Interfaces Homem Máquina Solução Completa em Automação CLP IHM Controladores Lógicos Programáveis Interfaces Homem Máquina Software de programação GRATUITO para toda linha + de 80 protocolos diferentes entre 30 fabricantes mundiais

Leia mais

Guia de Instalação. C3-Series Painel de Controle de Acesso. Versão 1.0

Guia de Instalação. C3-Series Painel de Controle de Acesso. Versão 1.0 Guia de Instalação C3-Series Painel de Controle de Acesso Versão 1.0 1 1 Apresentação do Produto 1 Apresentação do Produto 1.1 Descrição Os sistemas ZKAccess são construídos em tecnologia aberta e flexível

Leia mais

Módulo de Aquisição de Dados e Controle. Catálogo

Módulo de Aquisição de Dados e Controle. Catálogo DM Catálogo Módulo de Aquisição de Dados e Controle O Módulo de Aquisição de Dados e Controle - DM efetua a interface de sistemas digitais com qualquer equipamento analógico ou eletromecânico que não possui

Leia mais

ZAP 900. Controlador Lógico Programável ZAP900/901. Diagrama esquemático. Apresentação. Módulo ZMB900 - Características Gerais. Dados Técnicos.

ZAP 900. Controlador Lógico Programável ZAP900/901. Diagrama esquemático. Apresentação. Módulo ZMB900 - Características Gerais. Dados Técnicos. Diagrama esquemático Usuário Processo Display 2x16 (*1) Teclado com 15 teclas (*1) Entradas Digitais Saídas Digitais Módulo ZMB900 Apresentação A família de controladores lógicos programáveis ZAP900 foi

Leia mais

ETE 60 Transdutor Multigrandezas

ETE 60 Transdutor Multigrandezas ETE 60 Transdutor Multigrandezas Modo de uso Dados Técnicos Conexões elétricas Dimensões Protocolo de comunicação ABB Instrumentação 1 Dados Técnicos Entrada Tensão Corrente Limite do sinal Consumo Freqüência

Leia mais

Receptor RX 4000 Modelo R2

Receptor RX 4000 Modelo R2 Receptor RX 4000 Modelo R2 Manual de Referência e Instalação Introdução Parabéns, você adquiriu um Receptor Microprocessado da CS Eletrônica. Este equipamento foi desenvolvido para lhe oferecer anos de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO DE LICITAÇÃO ANEXO II DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2017/AD PLANILHA E PREÇO 1 Nobreak Tipo I: com pelo menos de 600VA

Leia mais

SINUS TRIAD UPS. 3 a 10 kva DUPLA CONVERSÃO

SINUS TRIAD UPS. 3 a 10 kva DUPLA CONVERSÃO SINUS TRIAD UPS DUPLA CONVERSÃO 3 a 10 kva LINHA SINUS TRIAD UPS MONOFÁSICO Maior nível de proteção e fornecimento ininterrupto de energia para equipamentos sensíveis e estratégicos, em conformidade com

Leia mais

w w w. k v a e n e r g i a. c o m. b r

w w w. k v a e n e r g i a. c o m. b r NOBREAK SENOIDAL Família Criptonita 1000 VA MODELO: Criptonita 1000 2M I/3 SD NoBreak MonoMono, TriMono e TriTri de Dupla Conversão microprocessado de alta velocidade, integrando diversas funções periferias,

Leia mais

Módulo de Conversão Serial-Ethernet

Módulo de Conversão Serial-Ethernet Descrição do Produto O módulo de comunicação é a interface de comunicação da Série FBs que realiza a conversão Serial- Ethernet. Realizando a conversão destes sinais de uma rede RS-485 para Ethernet este

Leia mais

Medidor Trifásico SDM630D

Medidor Trifásico SDM630D Medidor Trifásico SDM630D MANUAL DO USUÁRIO Conteúdo 1 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA... 3 1.1 PESSOAL QUALIFICADO... 3 1.2 FINALIDADE... 4 1.3 MANUSEIO... 4 2 INTRODUÇÃO... 5 2.1 ESPEFICICAÇÕES... 5 3 DIMENSÕES...

Leia mais

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação.

Indicador Digital Processos MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional. ABB Automação. Indicador Digital Processos MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada - Temperatura: 0 350ºC Sensor

Leia mais

DSIW Dispositivo Supervisor de Isolamento

DSIW Dispositivo Supervisor de Isolamento Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas DSIW Dispositivo Supervisor de Isolamento Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação Série: DSIW Idioma: Português Nº do

Leia mais

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3.

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0011 MEDIDOR ELETRÔNICO QUATRO QUADRANTES COM SAÍDA ETHERNET 1/11 1. FINALIDADE Estabelecer os requisitos

Leia mais

Terminador com Diagnóstico de Fonte

Terminador com Diagnóstico de Fonte Descrição do Produto O módulo é uma terminação ativa para redes PROFIBUS, com diagnóstico de fontes redundantes. É aplicado nas extremidades de segmentos de redes PROFIBUS-DP para assegurar o perfeito

Leia mais

II Congresso Brasileiro de Energia Solar 17 a 19 de maio de 2017 São Paulo. Inversores Fotovoltaicos Híbridos e Armazenamento de Energia.

II Congresso Brasileiro de Energia Solar 17 a 19 de maio de 2017 São Paulo. Inversores Fotovoltaicos Híbridos e Armazenamento de Energia. II Congresso Brasileiro de Energia Solar 17 a 19 de maio de 2017 São Paulo 1 Inversores Fotovoltaicos Híbridos e Armazenamento de Energia Ildo Bet A Empresa 2 Fundada em São Paulo a empresa PHB Eletrônica

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação ProLine Tecnologia de Interface Fontes de Alimentação Fonte de alimentação de 24 Vcc A Tarefa Os transmissores e condicionadores de sinais não alimentados pela malha de medição precisam de alimentação

Leia mais

Especificações Técnicas. Fonte de Alimentação CA Programável Modelo 9801

Especificações Técnicas. Fonte de Alimentação CA Programável Modelo 9801 Especificações Técnicas Fonte de Alimentação CA Programável O modelo 9801 da B&K Precision é tanto uma fonte de alimentação CA programável, como também um instrumento de medições, tudo em um gabinete compacto

Leia mais

Aparelhos de Medida Analógicos e Digitais, Amperímetros, Voltímetros, Analisadores de Rede, Transformadores de Intensidade - Tyco-Crompton

Aparelhos de Medida Analógicos e Digitais, Amperímetros, Voltímetros, Analisadores de Rede, Transformadores de Intensidade - Tyco-Crompton Precisão: Classe 1,5 Frequência: 50 ou 60Hz Carga a 50hz: 0,5VA Amplitude: 0,5-100A AC - conectado diretamente Tensão máxima do sistema: 600V AC Carga máxima: 10A AMPERÍMETRO A.C. DIN 72 Ligação via transformador

Leia mais

UPS. série prestige INFINITE POWER. De 1000 VA a 3000 VA. Aplicações Para Missões Críticas

UPS. série prestige INFINITE POWER. De 1000 VA a 3000 VA. Aplicações Para Missões Críticas INFINITE POWER Aplicações Para Missões Críticas UPS UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO ININTERRUPTA série prestige Computadores e Servidores, Pequenas a Médias Redes, Sistemas de CCTV e de Segurança, Sinalização Ferroviária.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO TÉCNICA GPS MD-1052

MANUAL DE INSTALAÇÃO TÉCNICA GPS MD-1052 Manual de Instalação Técnica _Rev-GPS_MD-1052 ECIL INFORMÁTICA IND. E COM. LTDA Av. Tamboré, 973 - CEP: 06460-000 Alphaville Centro industrial e empresarial Barueri SP Tel.:+55(11) 4133-1440 Fax:+55(11)

Leia mais

25 de julho de 2017 São Paulo Expo - SP. Inversor Híbrido Modular Operando com Diversas Fontes de Energia. Ildo Bet

25 de julho de 2017 São Paulo Expo - SP. Inversor Híbrido Modular Operando com Diversas Fontes de Energia. Ildo Bet 25 de julho de 2017 São Paulo Expo - SP 1 Inversor Híbrido Modular Operando com Diversas Fontes de Energia Ildo Bet A Empresa 2 Fundada em São Paulo a empresa PHB Eletrônica Ltda. é especializada no desenvolvimento,

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para compra. Itens Integrantes

Descrição do Produto. Dados para compra. Itens Integrantes Descrição do Produto A linha de Inversores de Freqüência NXS da Altus possui uma ampla gama de potências que vão de 1 a 215 CV e tensão de alimentação de 208 a 500 Vca (trifásico), para aplicações denominadas

Leia mais

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição

PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição PowerSpy Sistema de Monitoramento de Painéis de Distribuição Uma solução completa para a medição e monitoramento de um vasto conjunto de grandezas elétricas, com indicações de valores individuais para

Leia mais