Relatório de ações de novembro de de agosto de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de ações. - 25 de novembro de 2007 - - 14 de agosto de 2009 -"

Transcrição

1 Relatório de ações - 25 de novembro de de agosto de

2 Diretoria ABAV Nacional Biênio Presidente ABAV Nacional Carlos Alberto Amorim Ferreira Vice-Presidente Juarez Cintra Pereira Filho Vice-Presidente Pedro Manoel da Costa Diretor Secretário Paulo Rogério Tadros Diretor Financeiro e de Patrimônio Salvador Saladino Diretor de Assuntos Internacionais Leonel Rossi Junior Diretor do ICCABAV Antonio Azevedo Diretor de Turismo Receptivo Aristoclides Vieira Stadler Diretora de Relações com o Mercado Carmen Correa Marun Diretor de Projetos Especiais José Carlos Carvalho Vieira Diretor de Eventos Edson Rodrigues Ruy Diretor de Tecnologia da Informação Carlos Abrahão Moura Diretor Adjunto de Relações Parlamentares João Quirino Jr. Diretor Adjunto para América Latina y Caribe Ricardo R. Roman Diretor Adjunto para Agências de Consolidação Marcelo Sanovicz Conselho Fiscal Fiscais Valmir Rosa Torres Nilo Machado Pereira Helvécio Cunha Garófalo Suplentes Heliete Leite Figueiredo Lago Amauri Pinto Caldeira Roberto Carlos Campéas 2

3 3

4 4

5 5

6 6

7 7

8 Palavra do Presidente Foi no dia 25 de novembro de 2007 que conquistamos, graças ao apoio e à aposta daqueles que acreditaram na chapa Força Brasil, a chance de gerir uma entidade como a ABAV Nacional, o que, particularmente, sempre foi um desejo. Alguns já conhecem a minha paixão pelo Sistema ABAV, que começou em 1991, quando passei a ser conselheiro da ABAV/RJ. Desde então, tenho buscado fazer o melhor para atingir a grande meta desta entidade: representar os interesses dos agentes de viagens. Durante esses quase dois anos de gestão, buscamos negociar com as companhias aéreas, principalmente no sentido de igualar a tarifa do site à tarifa dos agentes, já acrescida do D.U; trabalhamos intensamente junto aos parlamentares para conquistar pleitos de interesse do setor, como a aprovação do Projeto de Lei 5.120, que trata da regulamentação da atividade, a questão da flexibilização de vistos para estrangeiros, a criação do Projeto de Lei Complementar 486 para que o ISS seja cobrado com base no valor bruto da comissão recebida pela agência, dentre outros. Na crise gerada pelo avanço da gripe suína em plena temporada de inverno, negociamos com as cias. aéreas a anistia de multas para cancelamentos e adiamentos de viagens, assim como com as operadoras; enviamos cartas às entidades Argentinas solicitando que negociassem junto à rede hoteleira a devolução do valor pago pelas diárias e procuramos orientar os associados no sentido de negociar com os passageiros o adiamento da viagem ou a troca do destino, buscando assim, minimizar ao máximo o prejuízo causado no setor de agenciamento. Conseguimos ainda apoios e parcerias importantes, como a firmada com o Ministério do Turismo, que emplacou conosco uma campanha de incentivo aos agentes de viagens - Brasil Vendo Melhor; implementamos a segunda etapa do PROAGÊNCIA, realizado em parceria com o SEBRAE; conquistamos a parceria do Governo e da Prefeitura do Rio de Janeiro de apoio à Feira das Américas e estamos muito mais próximos dos parlamentares que, sabemos, são imprescindíveis para a aprovação de leis necessárias para o nosso setor e profissão. Revendo a plataforma de gestão da chapa Força Brasil, acreditamos que conseguimos muitas vitórias, mas sabemos que ainda há muito para ser feito. Lembro que, durante o discurso proferido no dia da eleição, uma das primeiras frases ditas foi que as disputas, no cenário da globalização, não admitem a dispersão de esforços. Por isso, buscamos fomentar a aproximação entre todos nós, fosse através de reuniões a maioria realizada a convite de um de vocês, fosse através de s solicitando o 8

9 Palavra do Presidente engajamento de todos nas ações junto ao Congresso Nacional, fosse através da presença em eventos, mesmo que raras. E como este é o último encontro entre o Conselho de Presidentes das ABAVs Estaduais e a Diretoria e Conselho Fiscal da ABAV Nacional antes das eleições, achamos que seria válida a criação de um relatório para dividir com todos vocês o que foi realizado desde novembro de 2007, quando a chapa Força Brasil foi eleita, até o final da segunda quinzena deste mês. Boa leitura! Cordialmente, Carlos Alberto Amorim Ferreira Kaká Presidente ABAV Nacional 9

10 Ações no Congresso Nacional 1. Lei Geral do Turismo Durante a tramitação da LGT no Congresso Nacional, a ABAV Nacional trabalhou junto aos parlamentares a fim de impedir qualquer veto aos artigos que favoreciam os Agentes de viagens. Infelizmente, a Lei Geral do Turismo foi sancionada pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 17 de setembro de 2008, com cinco vetos. Três deles diziam respeito aos Agentes de viagens: o parágrafo 6º do Artigo 27, que tratava da responsabilidade da Agência de Viagens para com o consumidor; o Artigo 46, que tratava das questões tributárias e impactava na cobrança de impostos às Agências e o Artigo 47, emenda que caracterizava o turismo receptivo como atividade exportadora. O documento retornou à Câmara dos Deputados em razão dos vetos. Na época, tanto o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, quanto o diretor de Relações Parlamentares da entidade, João Quirino, conversaram pessoalmente com alguns parlamentares sobre o veto ao Artº 27, que tratava da responsabilidade solidária e consta no PL 5.120, explicando o quanto os agentes de viagens foram prejudicados e salientando que causou estranheza ver que um artigo proposto pelo próprio executivo, e que não sofreu qualquer alteração por parte do legislativo, tenha sofrido veto. Diante da percepção de que a luta poderia ser inglória, a entidade intensificou o trabalho no Congresso Nacional para agilizar a aprovação do PL 5.120, que trata, dentre outros assuntos, do fim da responsabilidade solidária. 1.1 Ações Empreendidas > ABAV vai à Câmara pedir mudanças na LGT 03/06/2008 O diretor de Relações Parlamentares da ABAV Nacional, João Quirino Junior e o presidente da ABAV/DF, João Eduardo Zisman, entregaram, no dia 3 de junho de 2008, ao então presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, Albano Franco, um documento pedindo a alteração de vários artigos da nova Lei Geral do Turismo, que estava em vias de ser votada no Plenário daquela casa. O documento levado aos parlamentares, assinado pelo presidente da ABAV Nacional, propunha que as agências de turismo fossem classificadas em duas categorias: agencias de viagens e agências de viagens e turismo, esta última podendo utilizar a denominação de operadora de turismo. Outro ajuste solicitado foi com relação ao Artigo 26, que, pelo exposto, permitia qualquer empresa comercial a se cadastrar como agencia de viagens no Ministério do Turismo, dispensando qualificação e capacitação profissional. 10

11 Ações no Congresso Nacional Na ocasião, Quirino e Zisman se encontraram também com o deputado Carlos Eduardo Cadoca, relator da matéria, para pedir que a LGT só fosse à votação com os ajustes apontados pela entidade. Após o encontro com parlamentares, os dirigentes procuraram outros deputados em busca de apoio às mudanças no texto da LGT, como o deputado Bruno Rodrigues e Otavio Leite, que prometeu, na época, alertar à Mesa para a necessidade de mudanças no texto antes da votação. > ABAV Nacional envia carta ao Presidente da República solicitando que a LGT seja aprovada sem vetos - 02/09/2008 No documento, o presidente da ABAV Nacional solicitava a aprovação da LGT na íntegra, sem vetos ao texto aprovado pela Câmara Federal, o que incluía a manutenção do Artigo 27, parágrafo 6º, que define as responsabilidades das Agências de Turismo perante seus fornecedores e consumidores de forma clara e equilibrada. Diante dos protestos dos órgãos ligados à defesa do consumidor a respeito do referido artigo, Ferreira explicou que as Agências de Turismo não prestam serviços de transportes, hospedagem, locação de veículos, alimentação, lazer e cultura. Elas intermedeiam a venda de tais serviços, que são regulados por legislações próprias e específicas, fiscalizadas pelo Ministério do Turismo. A carta salientava ainda que o referido artigo não sofreu qualquer alteração na Câmara ou no Senado foi aprovado tal e qual como foi elaborado pelo executivo, que com muita competência soube distinguir as nuances e especificidades do mercado de turismo. > Entidades contestam posição da Pro Teste, que pede veto ao artigo 27, parágrafo 6, da LGT 03/09/2008 Unidas e preocupadas com os protestos dos órgãos de defesa do consumidor, que pediram veto ao Artigo 27, parágrafo 6º, da LGT, que trata do fim da responsabilidade solidária dos agentes de viagens, todas as entidades representativas do setor de agenciamento e operações turísticas no Brasil encaminharam ao Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; ao ministro do Turismo, Luiz Eduardo Barretto Filho e à ministrachefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, manifesto em defesa da indispensável aprovação do novo marco regulatório (LGT), reiterando, porém, que consideram totalmente improcedente a afirmação da ProTeste, de que a LGT, na forma como estava redigida, retirava os direitos consagrados pelo Código de Defesa do Consumidor. No documento, as entidades rebateram que a LGT, no artigo 27, parágrafo 6, especificava a responsabilidade objetiva das agências de viagens no que diz respeito ao serviço de intermediação, estabelecendo severas sanções em caso de desvios. Do mesmo modo, endossaram os termos que determinavam que as agências de viagens deveriam ser responsabilizadas diretamente por serviços contratados de empresas sediadas no exterior, quando essas não possuírem representação legal no Brasil. 11

12 Ações no Congresso Nacional O manifesto foi assinado pela ABAV, Aviesp, Braztoa, Fenactur, Favecc e Sindetur-SP. > ABAV Nacional envia carta ao ex-ministro do Turismo Walfrido dos Mares Guia - 15/09/2008 No documento, o presidente da ABAV Nacional pedia o inestimável apoio do ex-ministro, que mantém uma relação próxima ao Presidente da República, no sentido de que o Lula sancionasse a Lei sem vetos ao texto aprovado pelo Congresso Nacional, o que inclui a manutenção do parágrafo 6º, do Artigo 27, que define as responsabilidades das Agências de Turismo perante seus fornecedores e consumidores, de forma clara e equilibrada. > Após vetos do Presidente da República à LGT, ABAV Nacional envia texto aos associados explicando os impactos dos vetos para os agentes - 22/09/2008 No documento, a ABAV Nacional relacionou os três artigos que foram vetados e diziam respeito aos agentes de viagens, os motivos alegados para os vetos e o que mudou para os profissionais do setor. 2. Projeto de Lei 5.120/2001 dispõe sobre a regulamentação das atividades das Agências de Turismo. A criação do Projeto de Lei foi o resultado do esforço do então presidente da ABAV Nacional, Goiaci Guimarães ( ), que lutou, desde quando eleito, pela regulamentação da atividade. Em 15 de agosto de 2001, a primeira vitória foi conquistada: o deputado federal Alex Canziani apresentou o projeto na Câmara dos Deputados. O projeto tramitou pelo Congresso até 2003, quando ficou engavetado. No início de 2008, a nova diretoria da ABAV Nacional se empenhou em reativar o processo de aprovação do PL através de intervenções diretas no Congresso Nacional, que contaram também com a atuação do João Quirino, diretor de Relações Parlamentares da entidade. No dia 18 de julho de 2008, após aprovação pelo Senado, com emendas, o texto retornou à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e tramitou, para análise, em diversas comissões. Vale ressaltar um apoio importante, anunciado pelo secretário Nacional de Políticas de Turismo do MTur, Airton Pereira, durante o Fórum Panrotas, realizado nos dias 17 e 18 de março, onde se comprometeu a trabalhar para que o PL não receba nenhum veto do Presidente da República. O projeto foi aprovado no dia 28 de abril de 2009, por unanimidade, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, notícia amplamente comemorada pela ABAV Nacional. No dia 7 de julho de 2009, o deputado federal Vital do Rêgo Filho solicitou, no Plenário, a inclusão do projeto na pauta de votações. 12

13 Ações no Congresso Nacional No dia 5 de agosto, o deputado Afonso Hamm, presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, entregou pessoalmente ao presidente da Câmara, deputado Michel Temer, um pedido de inclusão na pauta, em regime de urgência, da votação do Projeto de Lei 5.120/ Ações Empreendidas > ABAV Nacional envia carta aos senadores solicitando engajamento para a aprovação do PL e solicita apoio dos presidentes das ABAVs Estaduais e DF 06/06/2008 No dia 6 de junho de 2008, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, enviou carta aos senadores solicitando empenho para a aprovação do PL, que estava parado na Câmara alta do Poder Legislativo desde 30 de abril de Na ação, a ABAV Nacional envolveu também os presidentes das ABAVs Estaduais e DF, solicitando que os mesmos entrassem em contato com os senadores de suas bases. No dia 18 de julho de 2008, o mesmo foi aprovado pelo Senado com emendas e encaminhado novamente à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. > ABAV Nacional envia carta à Pro Teste em resposta à matéria veiculada no jornal O Globo, em 21 de julho de /07/2008 Pouco depois de o PL ser aprovado pelo Senado Federal, a coordenadora Institucional da PRO TESTE, Maria Inês Dolci, emplacou matéria do jornal O Globo, na coluna Defesa do Consumidor, no dia 21 de julho, solicitando alteração de alguns pontos do PL, principalmente no que dizia respeito ao fim da responsabilidade solidária e pedindo a mobilização dos consumidores para que enviassem mensagens à Câmara para a rejeição do PL. No dia 22 de julho, a ABAV Nacional enviou carta à Maria Inês Dolci, explicitando as injustiças as quais os agentes de viagens são submetidos por não terem a atividade regulamentada e esclarecendo que as Agências de Turismo não prestam serviços de transportes, hospedagem, locação de veículos, alimentação, lazer e cultura. Elas intermedeiam a venda de tais serviços, que são regulados por legislações próprias e específicas, fiscalizadas pelo Ministério do Turismo. Logo, são as empresas que prestam o serviço que devem responder por erros na sua execução. > ABAV Nacional pede espaço para resposta ao jornal O Globo 23/07/2008 A ABAV Nacional entrou em contato com a jornalista Nadja Gomes Sampaio, editora da coluna Defesa do Consumidor do jornal O Globo, solicitando espaço para resposta a fim de esclarecer à população o real funcionamento da cadeia produtiva do Turismo, elucidando que o Projeto de Lei não transfere o risco do negócio ao consumidor, nem o retira das Agências de Turismo e que proteção do consumidor continua intacta. A única diferença é 13

14 Ações no Congresso Nacional que a responsabilidade será da empresa que fornece o produto e não mais das Agências de Viagens, que prestam um serviço de intermediação. O espaço foi concedido. > ABAV Nacional faz esclarecimento à imprensa brasileira 25/07/2008 A fim de esclarecer toda a imprensa brasileira, a ABAV Nacional enviou aos mais importantes veículos de comunicação matéria elucidativa sobre a importância da aprovação do PL para a regulamentação do setor, explicando que, ao definir com clareza quais são as responsabilidades atribuídas aos diferentes fornecedores turísticos, como meios de transporte, de hospedagem e prestadores de serviços de receptivo, entre outros, o PL assegura respaldo legal às Agências de Viagens para que continuem a serem solidárias aos seus clientes na defesa dos legítimos direitos do consumidor. > ABAV Nacional envia carta ao deputado Alex Canziani 13/08/2008 No dia 13 de agosto do ano passado, quando o PL retornou à Câmara dos Deputados, a ABAV Nacional enviou carta ao deputado Alex Canziani, autor do PL, agradecendo a permanente atenção e dedicação às causas do turismo e solicitando apoio para que a tramitação do mesmo seja concluída o quanto antes. > ABAV Nacional cria dossiê sobre Projeto de Lei e entrega a parlamentares 15/08/2008 Em agosto de 2008, a ABAV Nacional criou um dossiê para ser entregue aos parlamentares com todo o histórico do PL ao longo dos 10 anos em que tramita no Congresso Nacional. O documento continha parecer jurídico de três advogados; argumentos de defesa da ABAV Nacional; cartas enviadas a deputados e senadores; carta em resposta à Pro Teste que se movimentou para que o PL não fosse aprovado na Câmara dos Deputados alegando que o fim da responsabilidade solidária poderia prejudicar o consumidor; ações junto à imprensa a fim de esclarecer o funcionamento da cadeia produtiva do Turismo e elucidando que o Projeto de Lei não transfere o risco do negócio ao consumidor, nem o retira das Agências de Turismo e que proteção do consumidor continua intacta. A única diferença é que a responsabilidade será da empresa que fornece o produto e não mais das Agências de Viagens, que prestam um serviço de intermediação. > ABAV Nacional vai ao Congresso pedir engajamento na aprovação do PL /08/2008 No dia 20 de agosto, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, e o diretor de Relações Parlamentares, João Quirino, estiveram no 14

15 Ações no Congresso Nacional Congresso Nacional em uma peregrinação nos gabinetes do parlamentares. O objetivo da visita foi, além de uma maior aproximação com os deputados, conseguir o apoio dos mesmos para a aprovação do Projeto de Lei 5.120/2001, que regulamenta a atividade do agente de viagens. A intenção do presidente da ABAV Nacional é conseguir a aprovação do PL antes da realização do Evento ABAV Os diretores da ABAV passaram pelos gabinetes dos deputados Otavio Leite, Vital do Rêgo Filho, Alex Canziani, do então presidente da Comissão de Turismo e Desporto, Albano Franco e do senador Sérgio Guerra. > ABAV Nacional promove encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer - 25/03/2009 No dia 25 de março, a ABAV Nacional reuniu, no Brasília Alvorada Hotel, na capital federal, o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer e cerca de 20 parlamentares. O objetivo do encontro foi apresentar ao presidente da Câmara as demandas do turismo em relação ao legislativo. Na ocasião, Temer disse que há grande interesse dos parlamentares no tema do turismo. Quero declarar que o turismo tem total apoio da Câmara, afirmou Temer. Durante o café da manhã, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, ressaltou a importância da regulamentação da atividade dos agentes viagens através da aprovação do PL Ferreira também falou sobre os vetos da Lei Geral do Turismo, a instalação da atividade de receptivo como empresa de exportação e a flexibilização dos vistos. Estiveram presentes o presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, Afonso Hamm, e os deputados Marcelo Texeira, Otávio Leite, Lídice da Mata, Rodrigo Rollenberg, Átila Lira, Arnon Bezerra, Alex Canziani, dentre outros. > ABAV Nacional envia carta ao secretário de Políticas do Turismo, Airton Pereira 30/04/2009 Diante do compromisso assumido pelo secretário de Políticas de Turismo, Airton Pereira, durante o Fórum Panrotas, em março deste ano, a ABAV Nacional enviou carta ao secretário, solicitando o empenho do mesmo para intermediar, junto aos demais órgãos do executivo, as tratativas para que PL seja sancionado pela Presidência da República sem vetos. > ABAV Nacional se reúne com ministros em BSB para solicitar que Projeto de Lei seja aprovado sem vetos - 20/05/2009 No dia 19 de maio, o presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira e o diretor de Relações Parlamentares da entidade, João Quirino, se reuniram em Brasília com o José Antonio Dias Toffoli, Advogado-Geral da União, e com o Marcio Favilla, secretário do ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro. 15

16 Ações no Congresso Nacional O encontro foi para pedir o apoio dos parlamentares para que o Projeto de Lei seja aprovado sem vetos. Segundo o presidente da ABAV Nacional, o ministro Toffoli concordou que o peito é justo. 3. Projeto de Lei 4.078/2008 dispõe sobre o exercício da profissão de Agente de Turismo O Projeto de Lei, de autoria do deputado Vital do Rêgo Filho, foi apresentado no dia 7 de outubro de 2008 após conversas da ABAV Nacional junto ao deputado, explicitando a necessidade urgente da regulamentação da profissão de Agente de Turismo. O PL foi aprovado, por unanimidade, no último dia 12 de agosto, pela Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Câmara dos Deputados. Pela proposta, para exercer a profissão será preciso portar diploma de curso de nível superior de bacharelado em turismo, ou certificado em curso de nível médio ou técnico. Fica protegido o direito ao exercício da profissão do agente que, antes da aprovação desta regulamentação, já contar pelo menos dois anos na atividade. O projeto segue agora para as Comissões de Turismo e Desporto; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 4. Projeto de Lei Complementar (PLP) 486/ altera a Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003 Para redefinir os impostos cobrados das agências de viagens, a ABAV Nacional contou com o apoio do deputado Rodrigo Rollemberg, que deu entrada, no dia 21 de maio deste ano, na Câmara dos Deputados, no Projeto de Lei Complementar (PLP) 486/2009, que altera a Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de 2003, para dispor sobre a base de cálculo do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza dos serviços prestados pelas agências de viagens. Em resumo, o objetivo do PLP é que o ISS seja cobrado com base no valor bruto da comissão recebida pela agência, e não mais sobre o valor total da venda. O Projeto encontra-se na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), em regime de prioridade e conta como relator o deputado João Paulo Cunha (PT-SP). No dia 9 de julho deste ano, o diretor de Relações Parlamentares da ABAV Nacional, João Quirino, esteve reunido com o chefe de gabinete do deputado João Paulo Cunha, Francisco Aquino, para conversar sobre o PLP. O deputado solicitou que a ABAV Nacional apresentasse um estudo que pudesse sensibilizar a Comissão, para aprovação do PLP. O documento está sendo preparado pelo assessor jurídico da ABAV Nacional, Paulo Wiedmann. 16

17 Ações no Congresso Nacional Já no dia 14 do mesmo mês, Quirino esteve reunido com o coordenador de Assuntos Parlamentares do Ministério do Turismo, Paulo Pires, a quem solicitou um parecer técnico que possa servir como subsídio para o relatório do deputado. Após apreciação e análise do PLP na CFT, o PL segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). 5. Projeto de Lei 1.977/2007 dispõe sobre a regulamentação da abertura de agências de viagens O Projeto de Lei que dispõe sobre a concessão para a abertura de Agências de Viagens, de autoria do deputado Antônio Carlos Magalhães Neto, foi apresentado no dia 6 de setembro de 2007 e tramitou normalmente pela casa até o dia 24 de junho de 2009, quando o deputado Roberto Magalhães, relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados, declarou prejudicidade do PL, já que o mesmo estava contemplado na Lei Geral do Turismo. 6. Apoio à criação da Frente Parlamentar em Defesa do Transporte Aéreo Regional O diretor de Relações Parlamentares da ABAV Nacional, João Quirino, esteve representando a entidade na instalação da Frente Parlamentar em Defesa do Transporte Aéreo Regional, presidida pelo deputado Vital do Rego Filho (PMDB-PB), ocorrida no dia 15 de julho deste ano, na Câmara dos Deputados. Quirino, que integrou a mesa, destacou a importância da criação da comissão e entregou, em mãos, ao deputado Vital do Rego Filho, a carta de apoio do presidente da ABAV Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, parabenizando a criação da Frente Parlamentar. Com a adesão de 206 deputados, o objetivo da Frente Parlamentar é acompanhar todos os projetos que envolvam a aviação regional e estão em tramitação no Congresso, rever o novo Código Brasileiro da Aviação Civil e a criar a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) uma tarifa adicional de 1% que incidirá sobre o valor das passagens aéreas domésticas. 7. Luta pela flexibilização de vistos Diante do fato do ministro das Relações Exteriores ter se mostrado totalmente contrário à flexibilização do visto, durante Audiência Pública realizada no dia 26 de novembro de 2008, na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, a ABAV Nacional e o deputado Otávio Leite estão tentando buscar uma solução para o assunto. Em julho deste ano, o deputado Otávio Leite preparou documento propondo a desburocratização na emissão de vistos para estrangeiros que querem 17

18 Ações no Congresso Nacional visitar o Brasil. A proposta foi encaminhada para a ABAV Nacional para avaliação e deve ser apresentada na Câmara dos Deputados em breve. A idéia é que o turista estrangeiro possa solicitar o visto através da internet e que, até sete dias antes do embarque, o turista receba uma notificação com aprovação ou não do pedido. Em sendo aprovado, ele deverá pagar a taxa do visto, que poderá ser feita através da internet ou quando o turista chegar ao Brasil. > ABAV Nacional envia carta ao ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim - 04/07/2008 Em julho de 2008, a ABAV Nacional enviou carta ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, salientando que os agentes de viagens, principalmente os que tratam do Turismo Receptivo, estavam preocupados com a notícia de que o Brasil pretendia adotar o princípio da reciprocidade com a Grã-Bretanha, caso a mesma passasse a exigir visto dos brasileiros. O presidente da entidade destacava ainda que a Lei da Reciprocidade engessa e prejudica o turismo no Brasil, sendo um obstáculo para o crescimento desse setor da economia. 8. Movimentação contra a aprovação da Contribuição Social para a Saúde (CSS) Desde quando começou a movimentação no Senado, em maio de 2008, para a re-criação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), extinta em dezembro de 2007, agora disfarçada sobre a alcunha de Contribuição Social da Saúde (CSS), a ABAV Nacional se empenhou para evitar que o novo imposto fosse aprovado pelo Congresso Nacional. A entidade envolveu todos os presidentes das ABAVs Estaduais e DF na mobilização de senadores e deputados, para que votassem contra a aprovação do novo imposto, explicitando que a alíquota de 0,1% sobre a movimentação financeira, que pode até parecer simbólica, traria grandes prejuízos aos Agentes de viagens que são intermediadores de serviços. Apesar de todo o esforço, a Câmara dos Deputados aprovou, em 11 de junho de 2008, com dois votos a mais que o necessário, a criação do novo imposto, que voltou para o Senado. Após muita movimentação do Sistema ABAV, principalmente junto aos senadores da oposição, que eram contra a criação do novo imposto e queriam acelerar a votação, certos de que o governo não teria maioria para aprovar o projeto de criação da nova CSS, o líder do governo no Senado, Romero Jucá, decidiu adiar a votação para depois das eleições municipais. Segundo notícia publicada no jornal Valor Econômico, em 21 de julho desde ano, a votação da Contribuição Social para a Saúde (CSS) deve ser retomada pelos líderes governistas no segundo semestre desse ano. 18

19 Ações no Congresso Nacional Atenta ao fato de que conseguir o apoio dos senadores para que votem contra a CSS pode ser difícil, a ABAV Nacional, através do assessor jurídico da entidade, Paulo Wiedmann, está elaborando uma sugestão de emenda ao Artigo 13 do texto aprovado na Câmara dos Deputados, definindo que a CSS não incida sobre empresas reconhecidas por lei como intermediadoras de serviço ou então, que, as empresas reconhecidas por lei como intermediadoras de serviço pagarão a alíquota de 0,1% sobre o comissionamento recebido e não sobre o valor bruto movimentado. 8.1 Ações Empreendidas > ABAV Nacional envia carta aos parlamentares para que a CSS não seja aprovada 02/06/2008 Assim que saiu a confirmação de que a CSS seria votada pela Câmara dos Deputados, a ABAV Nacional enviou carta para todos os parlamentares, pedindo a intervenção dos mesmos para que a Contribuição Social para a Saúde (CSS) não fosse aprovada. No documento, o presidente da entidade, Carlos Alberto Amorim Ferreira, exemplificou os prejuízos que poderiam ser causados aos agentes de viagens com a aprovação do novo imposto, cuja alíquota será de 0,1% sobre a movimentação financeira. > ABAV Nacional pede apoio dos presidentes das ABAVs Estaduais e DF para mobilizar parlamentares 02/06/2008 Atenta à necessidade de uma grande mobilização do setor de turismo contra a aprovação da CSS, a ABAV Nacional solicitou o engajamento dos presidentes das ABAVs Estaduais e DF, solicitando que os mesmos pressionassem deputados e senadores de suas bases para que votassem contra o novo imposto. > ABAV Nacional envia carta para deputados, repugnando aprovação da CSS -12/06/2008 No dia seguinte à aprovação da CSS pela Câmara dos Deputados, a ABAV Nacional enviou carta aos deputados que votaram a favor dizendo não conseguir entender como os mesmos puderam ser coniventes com a criação de um imposto que, todos sabem, não vai atingir o seu objetivo principal, que é melhorar a precária saúde pública deste País. Para os deputados que votaram contra, o presidente da entidade salientou na carta que é de políticos éticos e que não vendem seus votos em troca de aumento na liberação de emendas parlamentares que o Brasil precisa e parabenizou a atuação dos mesmos. 19

20 Ações no Congresso Nacional > ABAV Nacional envia carta para senadores solicitando que votem contra a CSS - 16/06/2008 Com o objetivo de ganhar o apoio dos senadores para a não aprovação da CSS na casa, a ABAV Nacional enviou carta aos parlamentares explicitando que, para os agentes de viagens, a aprovação deste imposto trará enormes prejuízos, pois são intermediários de serviços e terão que pagar o imposto sobre toda a movimentação financeira. Na semana seguinte, após publicação no jornal O Globo de uma enquete, realizada junto aos senadores, para saber se eram a favor ou contra a aprovação do projeto, o presidente da ABAV Nacional enviou cartas personalizadas a cada um deles expondo os motivos pelos quais o trade de Turismo, em particular, é contra a criação da CSS. > Diante da expectativa de retomada da votação da CSS no Senado, ABAV Nacional recomeça movimentação e envia carta para senadores - 08/01/2009 Com o fim do recesso parlamentar, em janeiro de 2009, estava prevista a retomada do movimento para aprovação da CSS no Senado. Diante disso, a ABAV Nacional voltou a fazer articulações junto aos parlamentares, envolvendo também os presidentes das ABAVs Estaduais e DF, pedindo a intervenção e o engajamento de todos para que a CSS não fosse aprovada na casa alta do Poder Legislativo. No documento enviado aos senadores, A ABAV Nacional afirmou que repugnava a aprovação do imposto na Câmara dos Deputados e esperava que o mesmo não acontecesse no Senado. 9. Presença em Audiência Públicas de interesse do setor > Líderes do Turismo têm audiência com Nelson Jobim - 28/11/2007 Lideranças empresariais do setor, como Carlos Alberto Amorim Ferreira (ABAV Nacional), Edmar Bull (ABAV-SP), Goiaci Alves Guimarães (Rextur), Michel Tuma Ness (Fenactur),, Mauro Schwartzmann (Favecc) e Carlos Alberto de Sá (Voetur), estiveram reunidas, no dia 28 de novembro de 2007, em Brasília, com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. Com objetivo de assegurar o desenvolvimento sustentável da atividade turística no Brasil, foram debatidas algumas medidas práticas e emergenciais. Antes da audiência, as lideranças foram ao encontro agendado com o presidente da Infraero, que não pode recebê-los para tratar de um assunto que tramita há quase uma década no órgão: a remuneração das agências de viagens na cobrança das tarifas de embarque. 20

Relatório de ações. - 25 de novembro de 2007 - - 14 de agosto de 2009 -

Relatório de ações. - 25 de novembro de 2007 - - 14 de agosto de 2009 - Relatório de ações - 25 de novembro de 2007 - - 14 de agosto de 2009-1 Diretoria ABAV Nacional Biênio 2007-2009 Presidente ABAV Nacional Carlos Alberto Amorim Ferreira Vice-Presidente Juarez Cintra Pereira

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ABAV 2011/2013. Relatório de atividades

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ABAV 2011/2013. Relatório de atividades RELATÓRIO DE ATIVIDADES ABAV 2011/2013 000 Abril 2013 Relatório de atividades Atividades junto ao Governo Federal MTUR Aprovação da PL 5.120/2001; Fundo Garantidor de Serviços; Recadastramento das Agências

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto

Fam Tours Press Trips. Cliente Oculto Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit 2013 Notícias Fam Tours Press Trips Redes Sociais Publicidade Difenciada Projetos Especiais Perfil Cliente Oculto

Leia mais

BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE

BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE 1 BALANÇO PARTICIPAÇÃO ABIMED FEIRA HOSPITALAR 2008 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Plenária Abimed 3. Atividades no Estande Abimed - Perfil dos Visitantes 4. Outros Eventos Paralelos Jantar de 15 anos da Hospitalar

Leia mais

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL

ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL ESCLARECIMENTO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA JORNADA DE 30 HORAS PARA ASSISTENTES SOCIAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL Desde a publicação da lei nº 12.317, de 27 de agosto de 2010, que estabeleceu a jornada de trabalho

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais) Fone:

Leia mais

Francisco M.J.Leme da Silva

Francisco M.J.Leme da Silva Oportunidades e Desafios do Setor de Viagens Corporativas Breve perfil do palestrante Francisco M.J.Leme da Silva é diretor da Jet Stream Turismo - Agência de Viagens Corporativas, onde atua há quase 20

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM MARKETING EMPRESARIAL E PESSOAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM MARKETING EMPRESARIAL E PESSOAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM MARKETING EMPRESARIAL E PESSOAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais)

Leia mais

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf)

Carta da Indústria 2014 (PDF 389) (http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2013/06/06/481/cartadaindstria_2.pdf) www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/cni/iniciativas/eventos/enai/2013/06/1,2374/memoria-enai.html Memória Enai O Encontro Nacional da Indústria ENAI é realizado anualmente pela CNI desde

Leia mais

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias

Ações com profissionais de turismo (Blogueiros e Agentes de Viagem) Fam Tours Press Trips Notícias Embarque na Viagem Seu portal de Turismo, Lazer, Entretenimento e Gastronomia. Media Kit Redes Sociais Palestras Viagens de inspeção Publicidade Difenciada Ações com profissionais de turismo (Blogueiros

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CLASSE CONTÁBIL 1. Apresentação O Programa de Voluntariado da Classe Contábil, componente do plano de metas estratégicas do Conselho

Leia mais

RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS PELA FSB COMUNICAÇÃO

RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS REALIZADOS PELA FSB COMUNICAÇÃO COMUNICADO DE QUESTIONAMENTOS nº 002/2010-CEL Prezados(as) Senhores(as), O presente tem por objetivo divulgar respostas às solicitações de esclarecimentos/questionamentos, referentes à Concorrência nº

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM VENDAS E COACHING EM PLANO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 07/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM VENDAS E COACHING EM PLANO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 07/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM VENDAS E COACHING EM PLANO DE VIDA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 07/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais)

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL Mapa de oportunidades para Agências de Viagens O que é ABAV? Entidade empresarial, sem fins lucrativos, que representa as Agências de Viagens espalhadas

Leia mais

PROJETO IBERO-AMERICANO PARA A EDUCAÇÃO EM VALORES E CIDADANIA POR MEIO DO ESPORTE:

PROJETO IBERO-AMERICANO PARA A EDUCAÇÃO EM VALORES E CIDADANIA POR MEIO DO ESPORTE: PROJETO IBERO-AMERICANO PARA A EDUCAÇÃO EM VALORES E CIDADANIA POR MEIO DO ESPORTE: Copa do mundo, o mundo em sua escola BRASIL 1 TITULO DO PROJETO: Copa do mundo, o mundo em sua escola PAÍSES PARTICIPANTES:

Leia mais

ONG BRASI O DIÁLOGO ABRE CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO. Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil

ONG BRASI O DIÁLOGO ABRE CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO. Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil ONG BRASI 2012 O DIÁLOGO ABRE CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil Dezembro de 2013 3 EXPEDIENTE Presidenta

Leia mais

ConstruBusiness - Rumo a 2022

ConstruBusiness - Rumo a 2022 ConstruBusiness - Rumo a 2022 EXPRESS ANO 1/12 Nº44 DEZ/12 CONSTRUBUSINESS 2012 10º CONGRESSO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO Em sua 10ª edição, o Construbusiness elaborou o programa Compete Brasil, com soluções

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

PRÊMIO AMBIENTAL É INCENTIVO ÀS BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS E AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-GERENCIAL

PRÊMIO AMBIENTAL É INCENTIVO ÀS BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS E AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-GERENCIAL PRÊMIO AMBIENTAL É INCENTIVO ÀS BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS E AO DESENVOLVIMENTO TÉCNICO-GERENCIAL Já estão abertas as inscrições para o 2º Benchmarking Ambiental Brasileiro no site: www.maisprojetos.com.br/bench.

Leia mais

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Data da Pesquisa: Junho 2009 Realização: Pesquisa realizada através do Site www.indicadoresdemanutencao.com.br Divulgação e Colaboração: Divulgação e colaboração

Leia mais

200 4 Anuário Estatístico

200 4 Anuário Estatístico 2004 Anuário Estatístico REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA Presidente MINISTÉRIO DO TURISMO WALFRIDO SILVINO DOS MARES GUIA Ministro INSTITUTO BRASILEIRO DE TURISMO EMBRATUR EDUARDO

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM GESTÃO FINANCEIRA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM GESTÃO FINANCEIRA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM GESTÃO FINANCEIRA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais) Fone: 55

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de Investimento e Financiamento

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de Investimento e Financiamento PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT de

Leia mais

PROAGÊNCIA II. CURSOS EaD EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

PROAGÊNCIA II. CURSOS EaD EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA PROAGÊNCIA II CURSOS EaD EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA 1. NOME DO CURSO: GESTÃO DE EMPRESAS DE AGENCIAMENTO E OPERAÇÕES TURÍSTICAS 2. OBJETIVO: o curso visa envolver os profissionais nos seguintes assuntos: - as

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS EM 28 DE JUNHO DE 2006 PARA INSTRUIR O PROJETO DE LEI DO SENADO Nº25, DE 2002, QUE DISPÕE SOBRE O

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL

CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL CONNECT AMERICAS: REDE SOCIAL EMPRESARIAL DAS AMÉRICAS Washington D. C - março 2014 NOME CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA TEMA PALAVRAS-CHAVE REDE SOCIAL EMPRESARIAL : CONNECT AMERICAS PRÁTICA INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

Política de Patrocínio

Política de Patrocínio SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...02 1. OBJETIVO INSTITUCIONAL...03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS...04 3. LINHAS DE ATUAÇÃO...05 3.1 Projetos prioritários...05 3.2 Projetos que não podem ser patrocinados...05 4. ABRANGÊNCIA...06

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação 16 de Maio de 2013 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br JORNAL

Leia mais

RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS.

RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS. RESUMO DA REUNIÃO SOBRE O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR SOBRE OS 10% DAS RECEITAS CORRENTES BRUTAS PARA O SUS. Com a participação de conselheiros do Conselho Nacional de Saúde (CNS) juntamente com

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

Pareceres PARECER CNE/CEB Nº 40/2004

Pareceres PARECER CNE/CEB Nº 40/2004 PARECER CNE/CEB Nº 40/2004 Trata das normas para execução de avaliação, reconhecimento e certificação de estudos previstos no Artigo 41 da Lei nº 9.394/96 (LDB) I RELATÓRIO Em 29 de setembro de 2004, a

Leia mais

AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC

AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2011 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Leia mais

PROJETO RODADA DE NEGÓCIOS

PROJETO RODADA DE NEGÓCIOS PROJETO RODADA DE NEGÓCIOS 10 SETEMBRO DE 2013 SUMÁRIO 1. CONCEITO DE RODADA DE NEGÓCIOS 2. OBJETIVO 3. ATORES 4. MODELO E MECÂNICA 5. SEGMENTOS TURÍSTICOS SUGERIDOS 6. ESTRUTURA E RESPONSABILIDADES 7.

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PESQUISA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 04/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PESQUISA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 04/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PESQUISA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA Nº 04/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais)

Leia mais

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea.

ÍNDICE. Sumário. Apoios. Media Partners. Dados Gerais. Conferência. Expositores. Visitantes. Campanha de Marketing. Mídia Espontânea. ÍNDICE Sumário Apoios Media Partners Dados Gerais Conferência Expositores Visitantes Campanha de Marketing Mídia Espontânea Imagens 2 Sumário O Evento A 7ª Edição da BRASIL OFFSHORE - Feira e Conferência

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA 07/13 RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO - RAG ORIENTAÇÕES GERAIS Introdução O Planejamento é um instrumento de gestão, que busca gerar e articular mudanças e aprimorar o desempenho dos sistemas de

Leia mais

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE JANEIRO Participação da ANFAMOTO no Fórum Metropolitano para Regulamentação do Motofrete. A ANFAMOTO

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS 1 CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE PROGRAMAS DE VIAGENS IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES O(a)Sr(a)., RG n.º, CPF, telefone(s),e-mail, endereço, Bairro,Cidade, Cep, de ora em diante denominado(a) simplesmente

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

Secretaria de Saúde e Segurança no Trabalho

Secretaria de Saúde e Segurança no Trabalho PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR DA FORÇA SINDICAL Projeto FORTALECIMENTO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR DA FORÇA SINDICAL PROTOCOLO DE

Leia mais

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013.

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. Dispõe sobre a criação, composição, competência e funcionamento do Conselho Municipal de Esporte e Lazer CMEL. O Povo do Município de Turvolândia Estado de Minas Gerais,

Leia mais

EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES

EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES EVENTO COM OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DIRECIONADAS PARA EMPREENDEDORES A Feira do Empreendedor é promovida pelo Sebrae desde 1992 em todos os estados do país. É considerado o maior evento presencial de

Leia mais

Confira no Post Show Report os dados e resultados de 2010 e agende sua participação para 2012. Liliane Bortoluci Show Manager

Confira no Post Show Report os dados e resultados de 2010 e agende sua participação para 2012. Liliane Bortoluci Show Manager Na edição que marcou os 50 anos da Feira Internacional da Mecânica, a maior mostra da industrial da América Latina, a Reed Exhibitions Alcantara Machado trouxe para o Centro de Exposições do Anhembi no

Leia mais

I. Visto Temporário II (Visto de negócios)

I. Visto Temporário II (Visto de negócios) CARTILHA PARA CONTRATAÇÃO REGULAR DE ESTRANGEIROS NO BRASIL Em se tratando de mão de obra estrangeira, são inúmeras as dúvidas que pairam nos empregadores e tomadores de serviços sobre as responsabilidades

Leia mais

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES Organizador Patrocínio Apoio PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 O Turismo é uma das maiores fontes de

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18)

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18) https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/178 3-educacao-amplia-interlocucao-com-representantes- do-movimento-sindical Notícia veicula no site Portal da Educação em 17/02/11 Secretária Ana Lúcia

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL

MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL MERCOSUL/RMT/ATA Nº1/06 III REUNIÃO DE MINISTROS DE ESTADO DO TURISMO DO MERCOSUL Realizou-se, na cidade de Angra dos Reis, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, em 24 de outubro de 2006, a III Reunião de

Leia mais

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL CARTILHA DO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL MARCOS ARAÚJO Presidente do SINDSIME ÍNDICE 1 3 5 7 9 INTRODUÇÃO LEI 2 VANTAGENS COMO ME ESCREVO OBTENÇÃO DE ALVARÁ 4 OBTENÇÃO DE ALVARÁ DOCUMENTAÇÃO FISCAL 6 AMBULANTES

Leia mais

Congresso Brasileiro. Regulação da Mineração

Congresso Brasileiro. Regulação da Mineração Congresso Brasileiro sobre a Regulação da Mineração O caminho para a maturação regulatória Avaliação das propostas governamentais e consequências para a cadeia produtiva Aplicabilidade Jurídica da Legislação

Leia mais

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2011 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES Celebrou-se na cidade de Porto Alegre, RS, Brasil, entre os dias 03 e 04 do mês

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DO SETOR METAL MECÂNICO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 002/2009 SERVIÇOS DE CONSULTORIA DE COORDENAÇÃO DO PROJETO Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Relações Institucionais)

Leia mais

A Semana no Congresso Nacional

A Semana no Congresso Nacional A Semana no Congresso Nacional Brasília, 10/08/2015 CÂMARA Câmara instalará seis comissões mistas para analisar MPs Relator da CPI do BNDES apresentará plano de trabalho Comissão de Finanças e Tributação

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA

PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO SETORIAL DO POLO DE TI&C DE SÃO CAETANO DO SUL E REGIÃO TERMO DE REFERÊNCIA Prestação de Serviços em Assessoria, Consultoria e Treinamento na área de Recursos Humanos. 1. OBJETIVO Os objetivos

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais

AÇÕES INSTITUCIONAIS

AÇÕES INSTITUCIONAIS A ACOBAR é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, representante da náutica de lazer em todo o país. Foi fundada em 19 de dezembro de 1975. Em seu quadro associativo possui empresas das mais variadas

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

Dispomos de filiais em Natal/RN, bairro de Ponta Negra.

Dispomos de filiais em Natal/RN, bairro de Ponta Negra. Quem Somos? Atua há 22 anos firmada no mercado como agência especializada na negociação, planejamento, divulgação e execução das atividades turísticas. Empresa esta, devidamente cadastrada pelos órgãos

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

Agência de Propaganda

Agência de Propaganda Agência de Propaganda Um assinante do Consultor Municipal fez a seguinte consulta: As empresas de propaganda e marketing são consideradas agências? E qual seria a base de cálculo do ISS? Por ser um assunto

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas. Projeto de Compras Governamentais

Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas. Projeto de Compras Governamentais Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas Projeto de Compras Governamentais 2º Seminário Internacional sobre Compras e Contratações Sustentáveis Agosto/2014 Maria Aparecida Rosa Vital Brasil

Leia mais

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias

Senado Federal Secretaria-Geral da Mesa Atividade Legislativa - Tramitação de Matérias Identificação da Matéria PROJETO DE LEI DO SENADO N º 225, DE 2011 - Complementar Autor: SENADOR - José Pimentel Ementa: Altera dispositivos da Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000, que estabelece

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

Apresentação Textual Seminário de Comunicação Comissão

Apresentação Textual Seminário de Comunicação Comissão Apresentação Textual Seminário de Comunicação Comissão Quem somos Quem Somos O que entregamos Integração com o Cliente Análise Criatividade Geração de Conteúdo RESULTADO Diálogo Relevância Endosso Engajamento

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) procura

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 11/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DE EMPRESAS DE MICRO, PEQUENO

Leia mais

COM. 02 - PUBLICAÇÕES

COM. 02 - PUBLICAÇÕES 1 de 9 PUBLICAÇÕES MACROPROCESSO MARKETING E PROCESSO PUBLICAÇÕES - PUBLICAÇÕES 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede de Disseminação, Informação e Capacitação PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria da Micro e Pequena Empresa Fórum Permanente de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte MEMÓRIA: Reunião Preparatória do Comitê Temático de Inovação e Crédito GT Rede

Leia mais

Indicador(es) Órgão(s) 54 - Ministério do Turismo

Indicador(es) Órgão(s) 54 - Ministério do Turismo Programa 1163 Brasil: Destino Turístico Internacional Objetivo Aumentar o fluxo de turistas estrangeiros no País Justificativa Devemos criar uma estratégia bem estruturada de inserção internacional do

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Thais Peixoto de Medeiros(1); Estephany Calado(2); Gisele Gregório Araújo(2); Márcio André Veras Machado (3); Francisco Roberto Guimarães Júnior(4) Centro

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

Como ter sucesso na educação a distância

Como ter sucesso na educação a distância Metodologia Diferenciada Ambiente de Aprendizagem Moderno Inovação Continuada e Empreendedorismo Como ter sucesso na educação a distância 1 Regulamento 2 1 Como ter sucesso na educação a distância Para

Leia mais

Brasília, 9 de maio de 2012

Brasília, 9 de maio de 2012 Brasília, 9 de maio de 2012 Discurso do presidente Alexandre Tombini em evento no Sebrae para lançamento do Plano de Ação para Fortalecimento do Ambiente Institucional para a Adequada Inclusão Financeira

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012 Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios Curitiba, 20 de novembro de 2012 PBM: Dimensões Dimensão Estruturante: diretrizes setoriais

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015

Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015 VEÍCULO: SITE DA FIERN DATA: 17.08.15 EDITORIA: ECONOMIA Congresso de Empreendedorismo do Seridó abre inscrições Positiva Em www.fiern.org.br, 17 de Agosto de 2015 Estão abertas as inscrições para o 3

Leia mais

CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR Carta Projeto MDA N 002/2012 IPD Curitiba, 13 de janeiro de 2012. IPD - INSTITUTO DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR Chamada de Seleção de Empreendimentos

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218)

CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) Chapa: TRABALHANDO SEMPRE CONSELHEIROS EFETIVOS (2016-218) ANA CLÁUDIA ARRUDA LAPROVÍTERA SEBRAE É doutora em Desenvolvimento Urbano MDU/UFPE e mestre em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais-

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural

Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural Carta de São Paulo 1º FEIRATUR Feira Nacional de Turismo Rural No período compreendido entre os dias 16 e 19 do mês de setembro de 2004, realizou-se a Primeira Feira Nacional do Turismo Rural - 1º FEIRATUR,

Leia mais