Edição de ho)e, Opáginas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição de ho)e, Opáginas"

Transcrição

1 Atibaia Edição de ho)e, Opáginas P r o p r ie d a d e de M - G O N Ç A L V E S D iretor; Joaquim de fízevedo OFICINAS PRÓPRIAS REDAÇÃO E ADM. R U A PA R A N A, 433 SEMANARIO INDEPENDENTE FUNDADO NO ANO DE 1927 EoIabOFadOPES dltmos (FILIAI)O A A8SOOIAÇÂ.O PA U LISTA t)r IMPHRN8 4 ) REGISTADO NO D. I. P., SOB N* ASO XVII OTJ3RX3NTJEÍOS, Estado de São Paulo Sabado, 4 de Dezembro de 1943 Num, Legião Brasileira ds flssistsncia promoveu sábado ultimo, uma magnifica festa recreativa beneficente. 8 distinta jovem Blzirinba Matadiaaa foi coroada Bainha da vitária pelo sr. Prefeito Municipal - 0 baile - Outras notas Conforme foi am plam ente divulgado, realizou-se sábado ultimo nos fidalgos salões de festas do Grem io R ecreativo de Ourinhos um m agnífico festival beneficente, prom ovido pela diretoria da Legião Brasileira de A ssistência tendo a frente as in can sáveis damas, sras. Táta de L eão e Hem ilieta Soei, que constou de um pom poso baile e várias brincadeiras que foram um a g r a d a v e 1 entretenim ento. D esde há muitos dias que a denodada presidente da L.B A. vinha lutando com os cuidadosos preparativos dessa festa que só inteligências idênticas á sua e de uma Da. H em ilie ta Soei poderiam realizar. Tudo decorreu num am biente de franca alegria e cam aradagem, dando uma nóia in e s quecível na esplendida noitada de sábado. O salão de fe s tas do Gremio cap rich osam ente enfeitado pelas m ãos m estras dos jovens Bento Cunha, Amil Abujamra e João Garbim, apresentoh se distintam ente para receb er o a- vultado núm ero de p essoas da nossa m elhor sociedade que atendeu o apelo dos di retores da L. B. À, tomando parte nessa festividade cuja renda reverteu era pról da com pra de roupinhas para ás crianças pobres da cidade. Quem com pareceu ao Gremio sábado e tomou parte na magna festa da vitória, além de concorrer para uma óbra de grandes finalidades, teve horas ch eias de m usica e e n cantam ento que quebraram por algum tem po á m on otonia que ás v e z e s nos cansa e aborrece. Durante o transcorrer do baile da vitória, pelo diretor de Im prensa e Propaganda da L. B. A. foi feito um serviço de transm issão interna, que contou com a cooperação das seguintes firmas da c id a d e : D rogasil Ltda., a maior organização de drogas da A m erica do Sul, Banco do Distrito Federal SiA., Fabrica de Cigarros Sudan S [ A, R elojoaria Fiorilo, Cia Exportadora São Paulo Paraná, Foto Vitória, Casas Pernam buncanas e P e dro Matar & Cia. C oncorreu sobrem aneira para m aior bri lho d esse acontecim ento s o cial, a orquestra de Cam bará sob a direção do in com parável J. V Milani, que, com os seu s ritmos em baladores arrebatou os pares que bailaram no salão. A parte mais interessante da festa da v itó ria foi o bem organizado concurso para a escolh a da «Rainha da Vitória», que, foi superiorm ente vencido com m erecim entos pela distinta e sim pática jovem Alzirinha M atachana, finíssim o o r n a m ento da nossa sociedade. Várias senhoriuhas foram votadas, m as não con segu i ram v en cer a jovem Áizirinha, que, indiscutivelm ente fez jús a corôa que o exm o. sr. prefeito m unicipal lhe c o locou na cabeça, dizendo : T e nho a honra de poder neste m om ento em nom e d a q u e les que votaram em ti, co lo car em tua delicada cab eça esta corôa que te dá o m e recido titiulo de «Rainha da Vitória» em Ourinhos. Em se guida o sr. prefeito ofereceu uma taça de Cham panhe a jovem rainha. A s cin co da m adrugada de dom ingo, fina lizou-se essa festa qne fic a rá para sem pre inolvidavel nos co ra çõ es dáqueles que puderam assisti-la. Ú 'à aj " " CAPSULAS M E N A G O L PARA FALTA DE MENSTRUAÇÃO impressos 1Vá á íip. Comerei C O i i r a P 8UHÍ3HBNSE OE f l l M ü Q! i 3.a Chamada de Capital De acordo com o artigo ô.o dos \Estatutos aprovados, ficam os Snrs. Acionistas convidados a integralizar, na séde provisória da Companhia, sita a Avenida Dr. Altino Arantes, 74, 20% (Vinte por cento) do Capital subscrito, dentro \ do prazo de 30 (trinta) dias a contar da presente data. Ourinhos 4 de Dezenbro de f R A U L S IL V A Diretor Gerei)te. BANCO AMERICA DO SUL L1EA Mqjtríz:- SÃO PAULO Praça da Sé, 3( 3 D escôn tes Caução - Cobranças Ordens de P agam en to T axas M ódicas S erviço rápido e eficien te AGENCIAS EM: Araoatuba - Assai - Bastos - Bauru - Biriguí - Lins - Londrina - Mariíia - Ourinhos Promíssão - Paraguassú - Pereira - Barreto - Pompeia - Presidente Prudente - Raneh tria - Ribeirão Preto Rio Preto - Sta. Cruz do Rio Pardo e Santos. DIRETORIA Diretor-Prosidente Díretor-Superintendente D r. Antonio Alves B raga D r. José Vicente A. Rubião Gerente-Geral: D r. Decio Pacheco Silveira Q U E V E M A S E R U M B A R R E k O NO SE R T Ã O Um a das grandes e in teressantes novidades do sertão, é o barreiro. Ao hom em desafeito ás particularidades da sertanía, nada ha mais estranho, que, certos nom es, term os e qualificativos adotados pelos sertanistas, para a denom inação d ti acidentes geográficos, pro prios da zona, com o ainda para determ inar anim ais de pelç, aves, p eixes, cobras, plantas, flores, frutos, aguas e outras referencias. O hom em do mato, usa um v o c a bulário todo esp ecial, bem brasileiro e, porisso, bastante significativo e exp ressivo. Um caçador, falando b arreiro, d eixa muita gen te bôa sem entender nada. Falando «banzeiro», pouca gente co m preende. Dizendo «aranzé», tambem terá pronunciado uma palavra esquisita. Entretanto, são term os usados cora frequência e que, interpretam bem, a logica do n osso a d m irável caboclo. Cum pre-m e n este artigo, fo calizar a questão do barreiro. Barreiro, para o hom em da cidade, é o lugar de onde se tira o barro. Para o hom em do sertão, barreiro é um lu gar, de terra provavelm ente salitrada, onde os anim ais e s cavam e refocilam. Atribui-se, a existen cia do sal com um, de m agnésia, po tassa, cal e outros m inerais, á flor do solo, por efeito da evap oração das aguas. Logo, á beira dos rios, por ser e sse fenom eno com um, devido ao transbordam ento das aguas que, ccm a en cliente, alagam as m argens, existem os barreiros em quan tidade E o barreiro portanto, uma esca v a çã o feita pela p ersistente frequencia de anim ais que, aí vêm, satisfazer seus paladares, no «lambimemto» ou d ebieação de uma terrinha salgada. O sal, é para o organism o dos anim ais, um m ed icam en to de poder nutritivo im portantíssim o, tão n ecessário aos Por S E R T A N 1S T A selvagen s, quanto aos dom ésticos. D escoberto, pelo animal, o teurreno que contenha o sal. aí com eça a vir ele, em procura d esse precioso elem en to. Em pouco tempo, n esse lu gar, está formado um grande barreiro. Ha barreiros de todos os tamanhos. Todos os anim ais da redondeza, fazem d esse lugar, um pom o de visita diaria, onde vêm saborear um salzinho. C om eçado o barreiro, fica sen do logo, um verdadeiro botequim para os anim ais. Em curto prazo se transfom a numa es ca vação deseoraum que, e n trando pelo barranco, abre fossas, d escobre raizes e der ruba grandes arvores. Os anim ais, pela freqüente batida por um m esm o «carreiro», aprontam um verd a deiro cam inho que os trazem do m ais longínquo espigão. n a barreiro com quatro a cin co m etros de paredes, cuja arêa atinge a centenas de m e tros cúbicos. Por aí bem se pode c a l cular o m ovim ento de caça n esses lugares. Quando avistei pela prim eira vez um d esses grandes barreiros, tive a im pressão que, uma turma de hom ens por alí passou e armada de enxadão, picareta e pá, se dispos a fazer aquela estravagante esca v a çã o. X X X No proxim o num ero-oculto na copa de uma arvore, o que eu vi num barreiro. 10. OFICIO OURINHOS EDITAL DE PRIMEIRA PRAÇA Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, Estado de São Paulo. o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que no dia vinte e sete (27) de janeiro de 1944, ás 13 horas, no edifício do Forum local, o oficial de justiça servindo de porteiro dos auditórios trará a público pregão de venda e arrematação a quem mais dér e maior lance oferecer acima da respectiva a- valiação que é de dez mil cruzeiros (CR* $10.000,00), os bens abaixo descriminados e penhorados a Manoel Elias nos autos de Executivo Fiscal que lhe move a Fazenda do Estado de São Paulo, a saber : Uma casa construida de tijolos e coberta com telhas comuns, em regular estado de conservação, contendo sete comodos, assoalhada em parte e tambem com uma parte de tabuas, tambem coberta de telhas, ladrilhada, sendo um comodo na frente com cinco portas, proprio para negocio, situada na rua do Comercio, no distrito do Ribeirão dos Pintos, município de Salto Grande, desta comarca, com seu respec!:vo terreno medindo vinte e dois metros de frente por trinta e sete metros da frente aos fundos, e dividindo por um Udo com a continuação de uma rua sem denominação, por outro lado ccm Felipe Campos Fuentes, e pelos fundes com Augusto de Freitas e com João Silvério de Moraes e fazendo frentç para a rua acima referida. Dos autos consta estar dito imóvel transcrito sob números 146 e 147 do livro de Registros Diversos e averbados na forma da lei, sendo que o terreno é foreiro e pertence a Fabrica da Igreja de Santo Antonio do Ribeirão dos Pintos. E, para que chegue ao conhecimento do todos os interessados, mandou expedir c presente edita! que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nésta cidade e comarca de Ourinhos, aos 24 de novembro de Eu, Geraldo Ribeiro Abu jamra Oficial Maior, datilografei e subscrevi. O Juiz de Direi* t o : (a) Brenno C. Teixeira. Nada mais. Confere. Data supra. Dou fé. O Oficial Maior do l.o Ofício, Geraldo Ribeiro Abujamra TONICO IRACEMA faz os CABELOS BRANCOS voltarem à suo còi natural Elimina as CASPAS e detem a QUEDA DOS CABELOS Enconuo-se) nas faim acias e Peitumaiia» o TONICO IRACEMA 3. ^ PubliL>dear

2 V O Z P O V O xc er Costa. Assumindo a Intem ntoria Federal em São Paulo, numa época de situações graves decorrentes da guerra deflagrada no mundo, teve o meu governo de enfrentar, desde logo, sérios e urgentes problemas que exigiam solução imediata para atender aos reclamos inadiáveis da população estadual# Finanças Era preciso, antes de mais nada cuidar da situação pecuniária do Estado, a-fim de que, fomentadas as fontes da receita e comprimidos os limites da despesa se processasse um reajustamento financeiro capaz de equilibrar a balança econômica estadual sem prejuizo da satisfação pontual de nossos compromissos internos e externos, ou das necessidades excepcionais que tivéssemos, porventura, de enfrentar. A politica financeira do govêrno teria que ser rigorosa. Assim exigiam os fatos referidos; assim o exigia a série crescente dos deficits orçamentários verificada nos anos anteriores. Nos cinco últimos exercidos os deficits" foram os seguintes: Em 1938 Cr.$ ,02 Em 1939 Cr $ ,18 Em 1940 Cr.$ ,20 Em 1941 Cr.$ ,50 Em 1942 Cr.$ ,20 Verifica-se, portanto, que a política adotada produziu, desde logo, os seus melhores resultados. Aliás, os dados abaixo, especificando o movimento financeiro em cada um dos exercícios, demonstram a segurança com que se processava o reajustamento no sentido do equiiibrio orçamentário : EM 1941 Despesa Autorizada Cr.$ ,90 Receita Prevista Cr-ft ,40 Defícit Previsto Cr.$ ,50 Não tendo sido utilizados integralmente os créditos orçamentário e adicionais, a situação final do exercício f o i: Despesa Realizada Cr.$ ,60 Receita arrecadada Cr.$ Déficit Cr $ EM 1942 Despeza Autorizada Receita Prevista Cr $ ,60 Cr.$ ,50 Déficit Previsto Cr.$ ,10 Na execução, o resultado foi ; Despesa Realizada Cr.$ ,50 Receita Arrecadada Cr.$ Déficit Cr.$ ,20 Por êstes algarismos se deduz que melhorou consideravelmente a situação financeira do Estado em 1941 e Cumpre salientar que os resultados dê»tes dois ciclos são os mais satisfatórios verificados nêstes últimos anos e autorizam a previsão do equilíbrio perfeito nas finanças do Estado. Como conquência imediata desses resultados, temos que a divida pública estadual permanece estacionária, sem maior gravame para o orçamento. Quanto aos serviços de arrecadação de tributos, podemos ainda, assinalar que sua organização vem sendo objeto de constantes estudos, tendentes a melhorá-los sempre e cada vez mais, a-fim-de se assegurar a realização das receitas previstas, conforme, aliás já se verificou nos exercícios dè 1941 e Com a abolição do período adicional ao ano financeiro, o que se verificou a partir de 1941, e com a supressão da verba orçamentária de exercícios findos, a apuração dos resultados dos exercícios financeiros se faz mais prontamente, com inegável vantagem para a melhor e mais segura orientação da administração pública. Finalmente, deve-se acentuar que, com a integral observância das salutares normas estabelecidas pelo Decreto-lei Federal n.o 2.416, de 17 de julh-> de 1940, a administração financeira do Estado se desenvolveu dentro de um regime de regularidade qu - assinala uma nova era, de certeza e de ordem, para as finanças estaduais. _ Produção 1 Outro seíor de capital importância que reclamava, no momento, tôda a atenção e todo o esforço do Oovêrno era o da produção. Produção para atender ás necessidades ordinárias produção para acudir ás necessidades de emergência. A Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio desenvolveu grande atividade no estudo, orientação, defesa e fomento da nossa produção, atendendo, assim, á situação criada pela guerra, que reclama a mobilização de todos os nossos recursos agrícolas e industriais. A produção do Estado alcançou totais extraordinários, cobrindo não só as necessidades internas, mas as necessidades do país e as de exportação. A distribuição de sementes selecionadas, que montou a de cruzeiros, em 1941, teve o seu quantum aumentado, em 1942, chegando á cerca de de cruzeiros. A área cultivada do Estado atingiu, em 1942, a alqueires, dos quais representam a superfície reflorestada, e a dos cafesais, com um total de cafeeiros. No setor da sericicuüura, foram distribuídos gramas de ovos e estacas e mudas de amoreiras, atingindo assim, á cerca de 60 milhões o número de amereiras plantadas no Estado. Quanto á silvicultura jfforam, em 1944, distribuídas mudas e quilos de sementes de diversas essências e, em 1942, sua distribuição foi de mudas e quilos de sementes. Por intermédio dos seus 186 centros de distribuição, o Departamento da Produção Vegetal distribuiu em 1942 : sacos de sementes de algodão, de arroz, de milho, 1482 de mamona, 911 de amendoim, 713 de timgue, 78 de gergelim, de rizomas de rarni e quilos de mudas de cana de açúcar, arrecadando-se, pouco mais de 28 milhões de cruzeiros na venda dessas mudas e sementes. Quanto a produção animal, várias medidas de fomento foram tomadas, visando a melhoria da exploração zootécnica, c o m o : assistência técnica aos criadores; venda de reprodutores; instalação de postos de monta permanentes e provisórios; abatimento de 50 o o nos fretes para transportes de reprodutores; realização de exposições de animais e de cursos rápidos e práticos de capatazes; venda ou fornecimento gratuito de ovos, coelhos e peixes para criação. Cuidou-se do fomento da produção anima! e da melhoria do fator genésico não só com a distribuição de bons reprodutores, mas com a asssistência permanente ao criador. Sendo de grande importância a realização de Exposições de Gado e Produ tos Derivados, preestabeleceu-se um grande plano, segundo o qual o Estado foi dividido em 11 distritos zootécnicos, cujas sedes são as cidades de Colina, Pindamonhangaba, Araçatuba, São João da Boa Vista, Rio Preto, Campinas, Itapetininga, Botucaiú, Baurú, Ribeirão Preto e Presidente Prudente. No concernente á p-odução industrial os resultados foram, igualmente, satisfatórios, tendo a iniciativa particular desdobrado a sua capacidade para atender a todos os reclamos da situação presente. O valor da produção que foi, em 1941, de 8 bilhões de cruzeiros, passou em 1942., para 9 bilhões, tendo o númeio de fábricas aumentado de para Ao lado dos trabalhos relativos ao fomento da produção, juntaram-se os esforços para intensificação do refloresiamento do Estado. Atendidos os fatos urgentes que a situação impunha, fez-se mister cuidar da reorganização técnico-administrativa da Secretaria da Agricultura, afim de que os seus orgãos, repartições ou serviços, reajustados ás novas necessidades de produção e ás normas modernas de racionalização pudessem ter maior eficiência produtiva. Educação D entre as atividades do D epartam ento de Educação, durante o período de junho de 1941 a Julho de 1942, d evem ser enum eradas, pela sua im portância a influência na m archa e evolução do ensino público paulista as s e g u in te s: 1) Os novos rum os dados á carreira do professor, de conform idade com o D ecreto-lei n.o , de 23 de dezem bro de 1941, a sab er: a) reclassificação racional das unidades, em estágios e categorias; b) rem odelação dos concursos de ingresso, rem oção e prom oção de professores primários; c) m odificação do concurso de rem o ção de diretores de grupos escolares; d) instituição de concurso de provas para ingresso na classe de diretores de grupos de 4.a categoria, eta pa inicial; e) sistem atização do aparêlho técnico e adm inistrativo do Departam ento de Educação; f) criação da carreira esp ecial do e n sino secundário e normal. 2) Sistem atização das substituições no en sino primário. 3) O rganização do ante projeto, já con vertido em lei, regulando o provim ento dos cargos de professores de ginásios e escolas normais. 4) R em odelação do processo de habilitação para o e x ercício do m agistério primário particular. 5) O rganização do quadro de dentistas da Inspetoria Geral do Serviço Dentário Escolar. 6) Contribuição do Estado de S Paulo á Primeira C onferência N acional de E ducação e Cultura, realizada no Rio de Janeiro, em Novem bro de ) Idem á Oitava C onferência Nacional de E ducação realizada em Goiânia, de 18 a 28 de junho do corrente ano. 8) Constituição de um a d elegação de professores paulistas, para reorganização do ensino no Território do Acre, de acôrdo com solicitação do govêrn o daquela unidade nacional. 9) Criação de novas unidades escolares para atender n ecessid ad es do ensino em vários c e n tros do território do Estado. MATRICULA GERAL EM 1941: Ensino Primário Ensino Normal Ensino Ginasial Ensino Profissional Ensino U niversitário Saúde Pública O D epartam ento de Saúde realizou d esen volvim ento norm al das suas múltiplas atividades. D e julho de 1941 até fins de 42, foram feitas as s e guintes im unizações: Anti tífica Anti-diftérica Contra a febre m aculosa 562 Quanto aos serv iço s de saúde pública do interior, releva notar que em 1940 existiam apenas 75 unidades sanitárias em funcionam ento no in terior do Estado. De acôrdo porém, com o D e creto-lei n.o , do , o núm ero de tais unidades foi aum entado para 83, assim distribuídos: 17 Centros de Saúde de l.a Classe; 32 Centros d e.s a ú d e de 2.a Classe; 34 Postos de A ssistência M édico Sanitária. T ais unidades realizaram, além de suas atividades assisten ciais normais, ativo serviço de im unização contra as principais m oléstias in íec-

3 f a V O Z TD O ZPO x z o 3 ciosas, n u m total tie indivíduos. O Serviço de Malária d esen volveu grandes esforços na luta contra esta m oléstia parasitária. Uma nova orientação técnica, em vias de realização, dará ao serviço um m elhor desen volvi mento de suas atividades. O Serviço de Policiam ento da A lim entação Pública exerceu norm alm ente suas atividades na Capital e no interior. O Serviço de F iscalização do E xercício Profissional realizou cerca de 40 mil in sp eçõ es e visitas 3 vem ex ercen d o ativam ente sev era fiscalização sôbre o uso de entorpecentes, em todo o Estado. Im pressionado com o problem a do tracôm a iniciou o G ovêrno en érgico ataque a esse mal. De dois únicos postos, que então tinham os, passam os a ter 30 postos, todos com m éd icos e enferm eiras, localizados nas zonas m ais afetadas. R eorganizado o serviço, aum entou de m uito a sua eficiência. Justiça Na Secretaria da Justiça o G ovêrno do E s tado realizou iniciativas con cern en tes a m odifica çõ es e reajustam ento do aparelham ento judiciário do Estado. Entre outros em preendim entos da ria avultam os relativos ao: 1) Serviços Judiciários do Estado; S ecreta 2) Juizo Privativo de A cidentes do Trabalho 3) Provim entos de Ofícios da justiça; 4) Código Judiciário do Estado; 5) R egulam ento dos D epósitos Judiciais; 6) R egim entos de Castas Judiciais; 7) Ministério Público; 8) Reform a da Lei de Terras; 9j Procuradoria Judiciai do Estado; 10) A ssistência Social; 11) Im prensa Oficial do EsLado. Viação e O bras Públicas A Secretaria da V iação e Obras Públicas tem desenvolvido grande atividade para atender aos reclam os dos grandes problem as da adm i nistração entre os quais se assinalam o problema do transporte e o das construções para o serviço público. Dentre as obras públicas que tiveram prosseguim ento, salientam -se, por seu vulto, as do Instituto B iológico, Hospital de Clínicas, de A s sistência a Psicopatas, Hospital de Clínica de Paralizia Infantil, de am pliação de L eprosários, do Instituto Adolfo Lutz, do H otel e S erviços de Urbanism o e Saneam ento de Cam pos do Jordão, da R ecebedoria de R endas de Santos, da D e le gacia Auxiliar da m esm a cidade, do Instit. Profissional M asculino da Capital, da Faculdade de Direito, das Escolas Práticas de Agricultura, além de tantas outras pertinentes a ginásios, esco la s normais e profissionais, obras essas orçadas em mais de 29 m ilhões de cruzeiros. De igual im portância são as obras efetuadas para o reforço de abastecim ento de água da Capital, achando-se em andam ento as que dizem respeito aos serviços de adução, representadas pela Barragem de Poço Preto, na adutora su p e rior do Rio Claro, que se destina á form ação de grande lago artificial para regularizar a vazão de 3,5 m 3 /se g., e cujo valor está estim ado em 20 m ilhões de qruzeiros, e bem assim as obras da Estação de tratamento da Casa Grande que vão bastante adiantadas. Os trabalhos de eletrificação da Estrada de Ferro Sorocabana tiveram seu andam ento normal, e, não obstante as dificuldades oriundas do atual estado de guerra, já foi recebida um a boa parte do material elétrico que está sendo aplicado nessas obras. Prosseguiu, sem interrupção, o avançam ento da linha da Estrada de Ferro Araraquara, em demanda de Porto P residente Vargas. Constituiu, sem dúvida, acontecim ento de alta significação, o D ecreto-lei n.o , de 5 de m arço de 1942 que autorizava o em préstim o de Cr.$* ,00, destinado á m aior parte das d espesas decorrentes da e x ecu çã o do Plano Rodoviário do Estado de São Paulo. A s d ep esas totais ascendem a Cr.$ ,00 e a diferença entre esta cifra e o valor do em préstim o será c o berta com dotações incluídas nos orçam entos a- nuais do Estado. A ex ecu çã o do plano foi prevista para o p e ríodo de cinco anos contados a partir de 1942 e en volverá as rea liza çõ es se g u in te s: 1) Conclusão das V ias A nchieta e Anhanguera e prolongam ento desta última até Campinas (extensão to ta l: 145 Kms.). 2) M elhoram entos do traçado e pavim entação de asfalto dos três grandes troncos ro d oviários: (extensão to ta l: 915 Kms.). a) São Paulo divisas do Estado do Rio; b) São Paulo divisas do Paraná; c) Campinas Ribeirão Preto. 3) Construção de grandes radiais e transversais rodoviários do Estado. (Extensão total: Kms.). 4) Construção de rodovias que se destinam a estab elecer continuidade na rêde de estradas do Estado e facilitar o a cesso ás zonas limítrofes de Minas Gerais e P a raná. (Extensão to ta l: 627 Kms.). 5) M elhoram entos em cêrca de Kms. da rêde rodoviária existente. Segurança As rea liza çõ es na Pasta da Segurança Pública nos dois prim eiros anos de sua adm inistração, são assinaladas por m edidas oportunas que v ie ram solucionar velhos reclam os da Polícia Civil e da Polícia Militar do Estado. No setor da P olícia Civil, por exem plo, m e recem m enção: 1) a construcão do edifício próprio da D eleg a cia R egional de Santos; 2) o restabelecim en to da Secretaria de Segurança Pública, por decreto de 10 de setem bro de 1941, e co n seq ü en te extinção da Chefatura de Policia; 3) a criação da E scola Oficial de Transito; 4) a criação da S eccã o Legal da m esm a Secretaria, a cargo de bacharéis em Direito, já funcionários da Polícia; 5) a criação da B ibliotéca da Diretoria Geralí 6) a criação do Instituto Corregional da Ilha Anchieta;' 7) a instalação do «Educandário Anchieta»; 8) a construção de prédios próprios para a instalação dos serv iço s policiais, etc. No cam po da Polícia Militar, várias p rovid ên cias foram tom adas pelo G ovêrno do Estado, c o mo sejam: a reincorporação do Corpo de Bom beiros á Fôrça Policial; a regulam entação das prom oções na Guarda Civil, a instituição de gratuidade do tratamento e alim entação das praças da Fôrça Policial, quando hospitalizadas em e s tabelecim entos oficiais, estendendo-se estas disposições á Guarda Civii, á Policia Especial e ao C orpo de Bom beiros. A regulam entação dos uniform es da P olícia Marítima de Santos; a nova organização do Corpo de Bom beiros e diversas autoriz a çõ es para a construção, rep arações e adaptaçõ e s de prédios destinados a quartéis, hospitais e estab elecim en tos ed u cacion ais da Fórça P olicial foram outros tantos em preendim entos que o G ovêrno realizou com grande em penho. P refeitu ra da C apital Sob rigoroso controle de despesas, teve prosseguimento o programa de realizações municipais da Prefeitura da Capital, cujo plano de urb-mismo coniinun tendo executado á risca, apesar das dificuldades criadas pela guerra. As grandes avenidas projetadas estão em vias de conclusão, sobressaindo a Avenida Anhangabaú Inferior, entre o parque do mesmo nome e a Avenida Tiradentes, com 60 metros de largura na parte c ntral e 45 no trecho restante. As praças monumentais, que resultarão do alargam ento da Praça João Mendes, da praça do Carmo e da do Estádio, têm suas obras em andamento, sendo que, só nas demolições para execução da primeira já se inverteram cê;ca de 3 milhões de cruzeiros. Prolongamento de artérias, ligações de periferia com o centro e novos viadutos foram atacados, estando a Municipalidade interessada em levir esses trabalhos a íêrmo dentro de curto prazo, não obstante o obstáculos decorrentes do momento internacional, que se refletem nos transportes, na aquisição de materiais e n i própria mão de obra. A 25 de janeiro de 1642, inaugurou-se a nova Ponte Grande, sôbre o Tietê, obra em que se dispenderarn Cr $ OCO,00 Inaugurou-se, tambem a Bibliotéca Municipal, magesjoso ed fício de 24 andares, de linhas modernas, cujo custo, com as instalações internas, se elevou a quasi ,00 cruzeiros A retificação do Tietê está sendo executada normalmente, visando a reduzir o curso do rio de 47 para 27 quilômetros no perímetro urbano, abrindo-se avenidas marginais e construindo-se pontes mais amplas e modernas, o que corresponde a uma despesa superior a 100 milhões de cruzeiros. Já foi inaugurado o segundo trecho de canalização (Ponte Grande Casa Verde) e trabalha-se agora no terceiro (Casa Verde Limão). Contratou-se a construção dos Monumentos a Caxias e dos Bandeirantes, o primeiro financiado por subscrição popular, iniciada pelo General Mauricio Cardoso, ex comandante da 2.a Região Militar, devendo erigir-se no largo do Paisandú. Melhorou se a iluminação pública da cidade, que foi ampliada de metros e 177 lâmpadas. Seu custo, em 1942, foi de Cr.$ ,50. O serv-ço telefônico foi objeto de uma revisão tarifária, criando se parcialmente, o serviço medido e estabelecendo-se novos dispositivos tendentes a melhorar as condições das linhas. Dedicou a Prefeitura, igualmente, especial atenção aos serviços de transportes urbanos, tendo sido a Light and Power, por medida emanada do Govêrno da União, forçada a continuar, com o serviço de bondes, muito embora as dificuldades atuais não permitirem o aumento do número de carros, considerado insuficientes para a- tender á população. As finanças municipais continuam em elevado nível com equilíbrio de seus recursos, operações e despesas. A receita geral em 1942 foi de Cr.$ ,70 contra Cr.$ ,524,50 em 1941, verificando-se pois um acréscimo de Cr $ ,20 em favor de A despesa geral atingiu a Cr.$ em 1942 contra Cr.$ ,70 em 1941 O número de desapropriações em 1942 foi de 164, das quais 87 foram resolvidas por via amigavel. As avaliações elevaram-se a 394 no valor total de 154 milhões de cruzeiros. M unicipalidades O Departamento das Municipalidades desenvolveu grande atividade no sentido das suas finaldades e atribuições. Entre seus empreendimentos destacam-se: 1) O revigoramento do crédito de Cr... $ ,00 (Decreto n ), para custear os serviços de água e exgotos nos municípios. As providências tomadas para a abertura do nevo crédito na importância de Cr. $ ,90 (Decreto n.o ), também destinado aos mesmos serviços. Foram contemplados 30 municípios. 2) Medidas tomadas e efetivadas pelo Decreio n , no sentido de possibilitar os municípios que obtiveram empréstimos ao Estado, a manterem em dia os seus compromissos. Pelo referido Decreto n.o 'foram adotadas, entre outras, as seguintes disposições: a) cancelamento dos juros em atraso, até 31 de dezembro de 1941, no total de Cr. $ ,70; b) dilação do prazo de amortização das dívidas de 30 para 40 anos, devendo ser iniciado, em 1943, o pagamento da novas anuidades, e c) redução da taxa de juros de 8% para 5% ac ano. 3) Elaboração do ante-projeto do Estatuto dos Funcionários Públicos Civis dos Municípios. Estatuto esse já transformado em lei, e o ante-projeto do Código Tributário Municipal, adaptado ás normas fazendárias aprovadas pela Conferência Nacional de Legislação Tributária, reunida na Capital Federal, em São esias, Senhor Presidente, as realizações mais importantes que o meu govêrno efetuou numa épova, como disse, cheia de ansiedade e de mil dificuldades. Graças a Deus, não obstante os incidentes da situação criada pela guerra, reinou paz e tranqüilidade na família bandeirante. Todos trabalharam confiantes na administração estadual e principalmente na atuação patriótica de Vossa Excelência, que sem pre foi o grande impulsionador do nosso progresso e o decidido mantenedor das prerrogativas da nossa civilização. A Vossa Excelência S. Paulo muito deve. Aos reclamos da lavoura, da indústria, do comércio paulista, Vossa Excelência sempre os acolheu com atenção especial, dando, em cada caso concreto,. as providências capazes de atingir e realizar os interês- 'ses do Estado.

4 I A. V O Z P O V O UM PRODUTO PATENTEADO SOB O N.o 3088 PflT. R. N J. GA&BIM OURINHOS BI DAS iiloustfiiüs II. 3. Oü P ahfl Rua São Paulo, n.o 151 Fone, MO Caixa Postal, 60 E F. S. O U P X TNJ T T O 3 Evite de espalhar a cêra com as mãos. A Enceradeira Lustro Facil, espalha a cêra e lustra ao mes- : mo tempo = -. ECONOMíCA PRATICA BARATA Adquira uma Enceradeira Lustro Facii. E a unica no genero. E propagada por todos que a experimentam. 2.0 Oficio E d i t a l SEGUNDA PRAÇA K LEILÃO Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, Estado o presente edital com o prazo de cinco dias virem, ou dêie conhecimento tiverem que, no dia 27 (vinte e sete) de janeiro de 1944, ás 13 horas, na porta principal do edifício do Fórum desta cidade de Ourinhos, o oficial de justiça que estiver de semana, trará 2 publico pregão de segunda praça e leilão, a quem mais dér e maior lance oferecer, acima da respetiva a vaiisção, com o desconto legal de 20 % os bens moveis abaixo descritos, penhorados a MA- SAYA MURAKAMI, nos autos de executivo fiscal que contra o mesmo move a Fazenda do Estado, para cobrança da quantia de CR.$ 1 128,10 de imposto de industria e profissões que deixou de pagar no exercício de 1942, cujos bens são: Uma caixa registradora, ern bom estado de conservação e funcio namento, antiga, avaliada por CR.$ 400,00 que com o des conto de 20 % fica reduzido a CR $ 320,00; Um pequeno bal cão com pedra mármore, em bom estado, avaliado em C R S 300,00 que com o d ^ con to de 20 % fica reduzido a CR $ 240,00; Uma escada pequena, de madeira, para balcão, avaliada em CR.$ 50,00 menos 20 % fica reduzido a CR. 40,00; Um comodo com 5 gavetas em bom estado, avaliado em CR f menos 20 % fica reduzido a CR $ 280,00; Uma cima de casal, usada, em bom estado, avaliada em CR.$ 120,00 menos 20 % fica reduzido a CR.$ 96 00; Um guarda roupa grande, sem espelho, em regular estado, avaliado em CR.f> menos 20 % fica reduzido a CR.$ 200,00; Duas mezas grandes de 1,5(5 mts. cada uma, avaliadas em conjunto por C R S 300,00 me nos 20% fica reduzido a CR $ 240,00; Dois gu rde comidas em regular esíado, avaliados ern conjunto por UR.$> menos 20% fica reduzido a ÇR.$400,0u; e oito cadeiras de madeiras, a- vahadas em CR.$ 80,00 menos 20% fica reduzido a CR.$ 64,00. Total do vaior dos bens com o desconto de 20% 1 880,00 cruzeiros (mil oitocentos e oitenta cruzeiros). Os bens acima estão depositados vm mãos do proprio executado, nesta cidade. E decorrido o praso legai, não havendo licitames serão os bens acima vendidos em franco leilão, despresada a avaliação, naquele mesmo dia E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou expedir o presente edital que será afixado e publicado na fôrma. da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 24 de Novem bro de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Direito, (a) Brenno Caramurú Teixeira. C onfere, dou fé. Data supra. O escrevente autorisado. João Alm eida Prado o OFICIO Edita! SEGUNDA PRAÇA E LEILÃO O Doutor Brenno Cirainurú Teixeira Juiz d e Direito desta. comarca de Ourinhos, Estado de São Pau]o, etc. o presente edital com o prazo de déz dias virem, ou dèleeonhecimento ti- As Industrias N S. da Penha, com pram qualquer quantidade, oagando os m elhores preços. Rua São Paulo, n.o 151 OURINHOS verem que, no dia 27 (vinte e sete) de janeiro de 1944, ás i3 horas, na porta principal do edifício do Fórum desta cidade de Ourinhos, o oficiai de justiça que estiver de semana, trará a publico pregão de segunda praça e leilão, a quem mais dér e maior lance oferecer, acima da respectiva avaliação, com o desconto legai de : 0 os bens penhorados a PEDRO TEIXEIRA, nos autos de executivo fiscal que contra o mesmo mova a Fazenda do Estado, para a cobrança da quantia de CR. *3 132,00 (très mil quatrocentos e trinta e dois cruzeiros), provenien te de imposto Je industria e profissões que deixou de p tgar nv exercício de 1943, cujos bens são es seguintes: Quarenta (10) alqueires de terras, dividindo com Renato Chícaltoni, Ana Vida Leal, Alves de Azevedo & Cia. e nos fundos com o Rio Pèranapanema e com quem de direito, situadas no lugar denominado Agua do Códro, distrito de Pau D Aihõ, município de Salto Grande, desta comarca e avaliadas pelo preço e quantia de vi ac * mil cruzeiros (CR. i$ ,00 que com o desconto legal fde 20. o fica reduzido a CR. * ,00 Bemfeitorias existentes no i movei: a) Um ohiqueiráo para porcos, cercado do pau a pique, de uma quarta de terras, em bom espado, avaliado em CR ,00, que com o desconto de 20/á fica reduzido a CR ,00, metros mais ou m m io s de arame farpado empregado em cercas do imóvel a- valiádos em CR.$ 1.000,00, que com 0 desconto de 20 >ó fica reduzido a CR. 300,00, duas casas de madeira coberta com telhas, om bom estado, c./in 4 como do s cada uma, avaliadas em CR ,00, que com o desconto de 20 o fica reduzido a CR.i» з.200,00; Uma casa mais ou menos grande, de madeira, c-uberto de te- 1 aas, em bom estado, avaliada cm C11.S 4.000,00, que com o desconto de 20% fica reduzido k Cil.$ 3.200,00. Total da avaliação Cti.S ,00. Total da avaliação com <> desconto de 20% CR ,00 O imóvel acima tem por origem a transcrição и do Registro Geral desta comarca e sobro o mesmo pesa urna outra peuhora feita a requerimento da Fazenda do Estado, e.. um executivo fiscal que esta move contra Pedro Teixeira, para a cobrança da importância de CR.S 2 i,h). Que decorrido o prazo legíl, não havendo licitante, serão os bens acima descritos vendidos a franco leilão, desprosada a avaliação, naquele dia. E, para que chegue ao conhecimento de todos, muu lou expedir o presente edital que será afixado e publicado ua fórma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 24 de.novembro de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Direito, (a) Brenno C. Teixeira. Confere, dou fé. Da ta supra. O escrevente autorisado, João Almeida Prado o OFICIO Edita! DE PRIMEIRA PRAÇA O Dou to i Brenno Caramurú Teixeira, Juiz de Direito des ta comarca de Ourinhos, Estado o presente edital com o prazo de 30 dias virem, ou dele conhecimento tiverem, que no dia 28 (vinte e oito) de janeiro de 1944, ás 13 horas, na porta principal do edificio do Forum desta cidade, o oficial de justiça que estiver de semana, trará a publico pregão de primeira praça, a quem mais dér e maior lance oferecer acima da respectiva avaliação, os bens abaixo mencionados, penhorados a PEDRO MIRANDA, nos autoâ de executivo fiscal que contra o mesmo está movendo a Fazenda do Estado para a cobrança da importância de CR.$ 13,80 de imposto territorial, que deixou de pagar na Coletoria Estadual de Salto Grande, no exercício de 1942, cujos bens são os seguites: um alqueire e meio de terras em comum com outros, em capinzeiros e cultivados, cujo todo divide com Ricardo Redeski, de outro lado com João Antonio de tal; no espigão confronta cora quem de direito, por outro lado divide com o Ribeirão Azul e nos fundos com o Rio Novo, avaliadas ditas terras, pelo preço e quantia de Seiscentos cruzeiros (CR. 600,00). Dit is terras foram adqniradas pelo executado p./r herança havida p..r falecimento de seu pae Joaquim Delphíuo Rodrigues, conforme certidão extraída dos respectivos autos de inventario q u e co t o u por este juizo e cartorio do 2.o oficio. E para que chegue ao conhecimento de todo*, mandou expedir o presente edital que será afixado e publicado na forma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 24 dias do mes de novembro do de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Direito, (a) Brenno C. Teixeira. Confere, dou,'é. Data supra. O escrevente autori ado, João Almeida Prado Ora, ora, seu Joã^ então o senhor ainda não sabia que agora a gripe, a temivel gripe é «café pequeno» e que si atacada a tempo, com a arma apropriada, a gripe é facilmente vencida? E isto, graças a Quinicose! a nova e poderosa in- I & jeção que venceu a gripe. A base de quinino, e canfora em originai combinação, si tomada oportunamente, Quinicose aborta a temida gripe e poupa dias de cama, dias perdidos para o trabalho e para o divertimento. Caro leitor, que não lhe aconteça como ao «seu» João... lembre-se sempre de Quinicose, para não lembrar-se da gripe... Daí a conveniência de recorrer a Quinicose ao primeiro calafrio ou qualquer outro sinal de gripe ou resfriado. Alvará Public Cru t o d o s o s estados de.. Fraqueza e D esn u W a o VINHO RECONSTITUINTE GRANADO - r.... : iílfíal de Froslemo Eu, Benedito Alves Ferreira, Oficial interino do Registro Civil deste distrito de Ourinhos, municipio e comarca de igual nome, Estado Faço saber que recebi do Oficial interino do R.egistro Civil de Palmital, deste Estado, por copia o edital de proclamas do casamento de Adamo Pedro Minuzzi e de dona Olivia Maria Batista; sendo ele de 33 anos de idade, viuvo, natural de São Manoel, deste Estado, motorista, residente e domiciliado neste distrito, filho legitimo de Nenuzzi Francisco e de dona Ana Cemolini; e ela de 33 anos de idade, natural de Platina, deste Estado, solteira, de serviços domésticos, residente e [domiciliada em Palmital, deste Estado, filha legitima de Manoel Migtiel Batista e de dona Maria Rita Paulina. Apresentaram ao referido oficial, os documentos exigidos pelo artigo ISO, números, 1, 2, 4 e 5 do Codigo Civil Si alguem souber de algum im pedimento, oponha-o na forma de lei. Lavro o presente para ser afixado em cartorio e publicado pela imprensa local. Ourinhos, 28 de novembro de ESSA ASMA GUú CHEGA OUASI A SU F O C Á -L O E QUE LHE DEiXA O Pr.lTO A DOER, PODE SER COMSATIDA U SA N D O X A R O P E - ANTI : i --X-ÍC&?;-... PAULO ii o noms O" Oficial Int. Benedito Alves Ferrei» a C MÍRG0 MENDES". Amanhã dia 5 o a Feira Dia 9 I «3 Produção da Warner COM M A G E S T O S O D D C M D A E. O. ROBINSON, MARLENE DIETR1CH E GEURGE RAFT.

5 A. V O Z " D O P O V V 2.0 OFICIO Edita Citação de Lazara Antonia de /esús Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, Estado de S. Paulo FAZ SABER aos que o presente edital com o prazo de 30 dias virem, ou dele conhecimento tiverem que, por este juiz o e cartorio do 2.o oficio, está se processando aos termos de um executivo fiscal promovido pela Fazenda do Estado contra Lazara Antonia de Jesus, para a cobrança da quantia de CR. $48,20 (quarenta e oito cruzeiros e vinte centavos), de imposto territorial que deixou de pagar no exercício de 1943, na Coletoria Estadual de Salto Grande : Não tendo o oficial de Justiça encarregado da diligencia encontrado a executada, certificando encontrar-se a mesma em lugar incerto e não sabido, procedeu assim ao seqüestro em seus bens, que são os seguintes: seis (6) alqueires de terras de cultura, situados no lugar denominado Ribeirão dos Pintos município de Salto Grande, desta comarca, dividindo com Leodario Ferraz, com herdeiros de Angelo Avanzzi, nos fundos com herdeiros de Maria Machado e com Amador Negro, terras essas cercadas de a- rame farpado por dois lados. Depositário: Aresio Almeida Bueno. Pelo presente edital cita e chama a referida executada Lazara Antonia de Jesus, ou quem de direito, para no prazo de trinta dias, a contar da primeira publicação deste na imprensa local, efetuar o pagamento do pedido e custas, ou oferecer os embargos que tiver dentro do prazo de dez (10) dias, após o decurso do prazo deste edital, sob pena de ser o seqüestro convertido em penhora e proseguirsc nos demais termos do prosesso, tudo na fórnn do decreto federal 960 de , valendo a citação para todos os termos do processo. E para que chegue ao conhecimento do todos, mandou expedir o presente edital que será afixado e publicado Jna fórma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 17 dias do mês de novembro de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Direito, (a) Brenno C. Teixeira. Confere, dou fé. O escrevente autorisado, foão Almeida Prado Declaração P ela presente declaram os que a firma «Irmãos Rodrigu es & Souza», estabelecida nésta cidade, com posta dos sócios Israel Rodrigues, S e bastião R odrigues e Antonio José de Souza, proprietária da «Ceram ica Santo Antonio», foi nésta data dissolvida, tendo déla se retirado os sócios Israel Rodrigues e Sebastião Rodrigues, ficando o ativo e passivo da firma sob *a única responsabilidade do sócio A n tonio José de Souza. Os credores da dita firma deverão pois liquidar seus créditos com aquele sócio. Ourinhos, 25 de outubro de Israel Rodrigues Sebastião Rodrigues De a c o r d o : A ntonio José de Souza Autorizam os a publicação da presente declaração no jornal «A V oz do Povo». Ourinhos, 25 de outubro de Isroel Rodrigues Sebastião Rodrigues (Firmas recon h ecid as pelo l.o tabelião da com arca). Impressos?Váá Tip. Comercial CASA DE SAUDE SOB R PIRECÃO DO Dr. fíu â U S T O EENNFt ex-cirurgião da E. F. Sorocabana, em São Paulo. Completa e moderna instalação radiologica «WESTHINGHOUSE» Alta Cirurgia Partas Moléstias das Senhoras R - C A R D O S O R I B E I R O O XJ H IX S Í H O S 2.0 OFICIO E d i t a Citação de Joaquim Pinto da Silva e João Venuncio O Doutor Brenno Caramu* rú Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, Estado FAZ SABER aos que o presente edital com o prazo de 30 dias virem, ou dele conliecimen tc tiverem que, por este juizo e cartorio do 2.o oficio, está se processando aos termos de um executivo fiscal promovido pela Fazenda do Estado centra JOA QUIM PINTO DA SILVA e JO ÃO VENANCIO, para a cobrança da quantia de Cr.$ 13,80, de imposto territorial do exercido de 1941, que deixou de pagar na Coletoria Estadual de Salto Grande. Não tendo o oficial de justiça encarregado da diligencia encontrado os executados, certificando que os mesmos enogutram-se em lugar incerto e uod sabido, procedeu ao seqüestro em seus bens, que são os seguintes: cinco alqueires de terras de cultura, em capoeiras, cultivados e pastos, dentro de uma gléba de 40 alqueires de terras, situados na Fazenda Pau D Alho, município de Salto Grande, desta comarca, dividindo por dois lados com sucessor de José Muniz da Costa; por mais duis lados com Amerio José de Souza, ou sucessores destes e por outro lado com Alves de Azevedo & Cia. e pelos fundos com o Rio Paranapanema. Depositário: Fidelcino Ribeiro H o mem. Pelo presente edital cita e chama os referidos executados ou "quem de direito, para no prazo de trinta dias, a contar da primeira publicação deste na imprensa locai, efetuar o pagamento do pedido e custas, ou oferecerem os embargos que tiverem dentro dc 10 dias, após o decurso do prazo deste edital, sob pena de ser o seqüestro convertido em penhora e de proseguir-se nos demais termos do processo, tudo na N A I R Parteira diplom ada pela forma do dec. fed. 960 de , valendo a citação para todos os termos do processo. E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou expedir este que será afixado e publicado na forma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 22 dias do mes de novembro de Eu: João Almeida Prado, escrevente au torisado, datilografei O Juiz de Direito: (a) Brenno Caramurú Te ixeira. Confere, dou fé. O escrevente autorisado. João Alm eida Prado o OFICIO E d i t a DE PRIMEIRA PRftÇPi Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, do Estado o presente edital com o prazo de 30 dias virem, ou dele conhecimento tiverem, que no dia 28 (vinte e oito) de janeiro de ás 13 horas, na porta principal do edifício do Forum desta cidade, o oficial de justiça que estiver de semana, trará a publico pregão de primeira praça, a quem mais dér e maior lance oferecer, acima da res peciiva avaliação, os bens abaixo mencionados, penhorados a JOSE MACHADO DE OLIVEI RA, nos autos de executivo fiscal que contra o mesmo move a Fazenda do Estado, para a cobrança da importância de Cr. $11,OU e Cr. $29,10 respectivamente, que deixou de pagar no exercício de 1942 na Coletoria Estadual de Salto Grande, por impostos territorial, cujos bens são os seguintes: Um alqueire e tres quartas de terrras de curtura, sem benfeitorias, situados no bairro Ribeirão dos Pintos, m u nicípio de Salto Gratide, desta comarca, dividindo com s Fazenda Capim, por um lado; por M O N T E I R O C U R I Clinica Obstétrica a n exa á Faculdade de M edicina de São Paulo ATENDE CHAMADOS A QUALQUER HORA Rua Piauí n.o 171 : Ourinhos RSPRESSNTANTI Fábrica de Raquetes para Tenis, procura representante idoneo, ligado aos meios esportivos. Escrever para PERNAMBUCO & HARDY LTDA. Rua da Quitanda, sala RIO DE JANEIRO Em rolos com 500 metros, á venda nesta tipografia. encontra-se FONE. 132 outro lado com Antonio Luiz; por outro lado com João Machado de Oliveira e pelos fundos com o Ribeirão dos Pintos, avaliadas pelo preço e quantia de Cr. $ (quinhentos e vinte e cinco cruzeiros,)- Dos autos as fls. 33 encontra-se uma certidão fornecida pelo Registro Geral desta comarca, pela qual se verifica que as terras acima referidas foram adquiridas pelo executado conforme transcrição n daquele Registro e não pesa onus de especie alguma sobre os aludidos bens a não ser a presente execução. E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou expedir o presente edital que será afixado e publicado na forma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 24 dias do mes de novembro de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Direito: (;») Breno C. Teixeira. Confere, dou fé. Data supra O escrevente autorisado. João Almeida Prado \\ REGULADOR PERFEITO DAS SENHORAS Kg Milhares de medicos o receitam, milhares de senhoras È u sam EUKLINAL, pí? indicado notia- W, lam ento d as congestões e in fla m a ç õ e s 4,4 utero -ovaria- nas-euklinal. jp nunca falha. Pejg çc a sua farmacia, drraaria ou C. Postal São Paulo. 2.0 OFICIO Edita DE PRIMEIRA ERAÇfl Teixeira, Juiz de Direito desta comarca de Ourinhos, Estado de São Paulo, etc. o pres nto editd com o prazo de 30 dias virem, ou déle conhecimento tiverem, que no dia 28 (vinte e oito) de janeiro de 1944, ás i3 horas, na porta principal do edifício do F ó rum desta cidade, o oficial de Justiça que estiver de semana, trará a publico pregão de primeira praça, a quem mais dér e maior lance oferecer, acima da respectiva avaliação, os bens abaixo mencionados, penhorados a Ruth Maria de Jesus, nos autos de execi^ivo fiscal que contra a mesma está movendo a Fazenda do Estudo, para a cobrança da quantia do CR$. i8,80 (treze cruzeiros e oitenta centavos), de imposto territorial do exercício de 1941, cujos bens são os seguintes: "um alqueire e meio de terras, cm comum com outros, em cultivados e capinzeiros, dividindo com Ricardo Redeske, de outro lado com João Antonio de tal, por outro lado com o Ribeirão Azul e nos fundos com o Rio Novo. Depositário: Fidelcino Ribeiro Homem, avaliadas ditas terras pelo preço e quantia de seiscentos cruzeiros (CR$. 600,00). Ditas terras foram adquiridas pela executada por herança de seu pae Joaquim Delphino Rodrigues, conforme certidão estmída dos respectivos autos de inventario que correu por este juízo e cartorio do 2.o oficio. E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou expedir o presente edital que será afixado o publicado na forma da lei. Passado nesta cidade de Ourinhos, aos 24 dias do mês de novembro de Eu, João Almeida Prado, escrevente autorisado, datilografei. O Juiz de Dire to : (a) Brenno C. Teixeira. Confere, dou fé. Data supra. O escrevente autorizado. João Alm eida Prado 4-1 M S Juizo dc Direito da Comarca de Ourinhos EDITAL Correição periódica ordinária nos distritos de Salto Grande, Pau d'alho, Ribeirão dos P intos, Chavantes, Irapé e Ipaussú. Teixeira, Corregedor Permanente désta comarca de Ourinhos, Estado FAZ SABER aos que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que vai proceder á correição periódica ordinária nos varios distritos désta comarca, tendo designado para as au* diencias, nos respectivos cartórios de paz, o dia 6 de dezembro proximo, ás 9 horas, em Salto Grande, ás 13 hóras em Pau d AIho, ás 15 hóras em Ribeirão dos Pintos, o dia 7 do mesmo mês, ás 9 hóras em Chavantes, ás 13 hóras em Irapé e ás 15 hóras em Ipaussú. Assim, ficam convocados as autoridades, suplentes e funcionários policiais, os juizes de paz, serventuários de justiça e escreventes habilitados. Faz saber mais que nessas audiências, receberá quaisquer reclamações ou queixas sobre os serviços judiciários. E, para constar mandou expedir o presente edital, que será publicado e afixado no local do costume. Eu, João Negrão Junior escrivão int.o do Júri e da corregedoria permanente deste Juizo, o- datilografei. O Corregedor Permanente r Dr. Brenno C. Teixeira paradeiro O sr AStrogildo Tavares, 3.o sargento da Força Policial do Estado de São Paulo, residente em Santos, á rua C onselheiro Nebias 845, pede a pessoa que souber do paradeiro de seu sogro sr José Bernardo de Faria, que se diz residir neste m unicípio,a finesa de e s crever ao endereço acim a ou com unicar ao sargento Cas siano \. de Brito, com andante do destacam ento local.

6 ASSINATURAS: Ano: Cr. $20,00 Semestre $12,00 B B 3 V T A. l S r A. E, I O X J ^ Ü E ^ E I N - J D E I N r r E - - FUNDADO NO ANO DE ANO XVII OURINHOS, (Est. S. Paulo) 4 de Dezembro de 1943 Num. 622 COFflUHia QE CIMENTO P0HTLDN9 PÜHiliSO" / IV Feira Nacional de Industrias A Com panhia tem o prazer de avisar aos senhores acio nistas que tem o seu «Stand» instalado no Pavilhão de construções, aguardando a sua honrosa visita z Bero Clube de Ourinhos T A C onvocada e presidida p e lo Dr. H erm elino de Leão, Presidente do A eroclube de Ourinhos, realizou-se no dia 30 de N ovem bro pp. no sa lão de festas do Clube A tlético O urinhense, uma reunião da Diretoria do A eroclube em que foram tom adas diversas deliberações, destacando se as seguintes : a) Conclusão im ediata do hangar, cuja construção se achava interrompida; b) E leição na conform idade dos Estatutos, de dois Diretores para preenchim ento das vagas verificadas com as retiradas do Sr. Francisco Pinheiro Silva, 2.o T ezoureiro e do Dr. Ernani F onseca, Diretor Social recaindo a escolh a nos nom es dos Srs. Pedro Lourenço e Moacir de Melo Sá respectivam ente; c) Providencias junto ao A eroclube do Brasil e autoridades com petentes, no sen tido de que seja entregue ao A eroclube de Ourinhos o avião «Francisco Schimidt» doado pela «campanha de aviação civil»; d) Suspender a cobrança das m ensalidades dos sócios, até que co m ece a funcionar a escola de pilotagem, e e) Oficiar ao Sr. Prefeito Municipal, no sentido de que seja concedida subven ção ao A eroclube de Ourinhos, a exem p lo dos dem ais Aeroclubes subvencionados pelas resp ectivas Prefeituras. E de todo louvável a atitude da Diretoria do A eroclube de Ourinhos, de tentar evitar o desaparecim ennto d essa entidade, cujas sim ilares em cidades m enores e de m enores possibilidades se en contram em franco e entusiasta funcionam ento Ao A eroclube de Ourinhos os votos de progresso duradouro de «A Voz do Povo». E' só prevenir para não se aborrecer Prevenir - eis uma palavra da qual tanto se fala, mas que poucas v e zes vai para a prática. Uma cousa * na qual prevenir tem muita importância, por exemplo, é prevenir-se contra tosses, bronquites, afecções bronco-pulmonares. Aqui estão duas cousas, pois, que devem ser postas em prática no sentido de prevenção - l.o ter bem em mente que se aproximam os tempos propícios para as tosses, bronquites, catarros, resfriados. 2.o possuir sempre em casa um vidro de Bronco Norge, xarope de formula perfeita, que não só acalma as afecções respiratórias, como se afasta eficasmente. Alv. Public B m p bateram azas Banca do Estoda k Sio Paula Sociedade anônima O Q N O U R S Q Fazemos público que, a parlir de 29 de Novembro aíé 23 de Dezembro do corrente ano, estarão abertas da Secção Pessoal dêste Banco, á Rua 15 de Novembro, n.o 251, 4.o andar, e em suas agências, as inscrições de candidatos ao concurso de admissão a cargos iniciais de Carteira em qualquer de suas Agências presentes ou futuras. Somente serão admitidos ao concurso (candidatos do sexo masculino, maiores de 18 e menores de 25 anos de idade. O concurso constará de prova escrita das seguintes matérias, das quais as três primeiras serão consideradas eliminatórias: aritmética, português (redação de carta sôbre tema dado), contabilidade bancária, francês, inglês, datilografia e caligrafia. Os pedidos de inscrição deverão ser dirigidos á Diretoria, em ofício de próprio punho, acompanhado de duas fotografias (3x4 cms.) e dos seguintes documentos : prova de ser brasileiro nato e de idade entre 18 anos completos e 25 incompletos, mediante apresentação de certidão do registro de nascimento ou pública forma devidamente conferida e consertada por outro tabelião; idem, de quitação ou isenção do serviço militar; atestado médico provando bôa saude e ausência de defeito que inhabilite para o serviço, com a firma devidamente reconhecida; atestado de antecedentes, fornecido pela Policia; três atestados ou cartas de referências idôneãs, com as firmas devidamente reconhecidas, e, facultativamente, diploma de curso comercial, secundário ou de faculdade de ensino superior Ficam dispensados da apresentação dos documentos acima referidos e habilitados ao concurso, independente do limite de idade, os funcionários que já exercem outras funções no próprio Banco e tenham a sua estabilidade assegurada O interessado deverá mencionar no ofício o. enderêço para correspondência. Outros esclarecimentos poderão ser obtidos junto á Secção Pessoal, dentro das horas de expediente Se aprovado e chamado a prestar serviços, ficará o candidato obrigado a apresentar «folha-corrida» policial e judicial. A inscrição somente será feita com o comparecimento pessoal do candidato. A Diretoria reserva-se o direito de recusar» a; seu juizo. inscrição a qualquer candidato, sem declinar o motivo da recusa. Como já é do conhecimento de todos o sr. Mario Branco, o popular animador dos esportes em Ourinhos, batalhador incancl de todas ás causas uteis para a coletividade, por circunstancias alheias á sua vontade, acaba de nos deixar, sendo transferido com promoção para Oiimpia. A ida do estimado Mario Branco, causou grande sentimento nesta cidade, pois que, a sua figura de moço idealista e bondoso, conquistou uma legião infinda de amigos e admiradores. Hoje temos a registar a partida de mais um moço. cujas qualidades tornaram no conhecido e bemquisto nos corações do nosso povo. Trata-se do jovem Plinio A. Barros, antigo funcionário da prestigiosa organização Drogasil que, graças ao seu desejo de cada vez mais progredir, acaba de adquirir uma farmacia em Pau D Alho, tendo como sócio Lauro da Costa Galvão. Essas duas aves queridas que bateram azas, ficarão indeleveis nos corações dáqueles que tiveram a felicidade de cm viver com elas. Conquista de energias A vida é cheia de obstáculos... Quantos casos diariamente se registram, em que a saude abalada por qualquer moléstia ou trabalho intenso, cria estado de animia e depauperamento, difíceis de serem vencidos. A restauração de energias é lenta. Mas, agora, com Arsiferol, poderoso tonico e reconstituinfe á base de ferro, arsênico e mangnês, antecipa a volta de energias aos organismos abatidos. Experimente Arsiferol se deseja São Paulo, 25 de Novembro de 1943 (a) Mario Tavares - Presidente reconquistar em pouco tempo e plenamente suas energias perdidas. Alv. Public Prestigiai e auxiliai a K 0TÜ R H 9 DE OURINHOS Excursionou domingo ultimo á cidade de Asssis, o quadro principal do Clube Atlético Ourinhense, que naquela cidade enfrentando o onze representativo da A. A. Ferroviária foi derrotado pe-. Ia contagem de 6 a 0. Binara R. do Nascimento Completará mais uma primavera no proximo dia 6, o jovem ALVARO RODRIGUES DO NASCIMENTO, auxiliar de tipógrafo naa Oficinas de propriedade do Snr. J. Cruz Tomé. O aniversariante pelos seus dotes morais, goza de grande estima nesta cidade. A A Voz do Povo felicita o Alvico, desejando lhe felicidades. Festa de Formatura Da gen til professoranda, Zilda A lthniza Soei, dileta filha do sr. H erm ínio Soei, receb em o s um con vite para as solenidades da festa de formatura dos professorandos de 1 943, da «Escola Normal das Perdizes», a n ex a ao «Colégio Batista Brasileiro», solenida des essa s que serão realizadas no dia 14 dêste, no próprio salão nobre do colégio. A gentil professoranda Z ilda, os n ossos agradecim entos e votos de felicidades. Jiino 3'ucunduva Cirurgião-dentista Diplom ado pela E scola de Farmácia e O dontologia de S. Paulo Av. Altino Arantes, 256 O U R I N H O S Fios Leitores Por absoluta falta de e sp a ço deixám os de publicar h o je, o desenrolar das festiv id a des da formatura dos alunos do Grupo,Escolar Jacinto F. de Sá, o que farem os no proxim o num ero. Snr. Luiz Crus Lara Fixou residencia nesta cidade, na Rua Paraná n. 533, o snr. Luiz Cruz Lara, corre to funcionário do D P. V e g e tal da Secretaria da A gricultura. S. S., na tarde de an teontem, visitou-nos. Gratos. I k c i o n a m e n t o??? hão haoerá falta de Mercadorias para as festas de Hatal As fam ilias, residentes nas m ais distantes cidades, podem adiquirir m ercadorias por preços iquais aos da capital de S. Paulo, sem acréscim os, pagando som ente o custo do frete. Previna-se com tem po, organizando uma lista de artigos ; e confie o pedido a um idoneo estabelecim ento. Ceoperando, para que todos festejem farta e econ om ica m ente os dias de NATAL-ANO BOM E REIS a Feira das N a çõ es existen te a 10 anos, os m aiores estab elecim en tos do São Paulo, novem bro de A DIRETORIA Brasil, em produtos alim entício, com suas 15 filiais atenderá aos pedidos superiores a Cr. $ 200,oo, ou im portância superior desejada pelo com prador, m ediante rem essa de Cheque, V ale Postal, a ordem de Mario Bartholo & Cia Praça M arechal Deodoro, 340 ARMAZÉM GERAL - g. Paulo. a s m ercadorias que não agradarem os com pradores serão trocadas. Ajude-nos fazendo constar do pedido as m ercadorias que deseje. Consulte seu visinho, am i go ou estabelecim ento bancario. sobre a idoneidade com ercial da A FEIRA DAS NAÇÕES. Edital de Proclamo Eu, Benedito A lves Ferreira, Oficial interino do Registro Civil deste distrito de Ourinhos, munici' pio e comarca de igual nome, Estado FAÇO SABER gue recebi do Oficial do Registro Civil de Cerqueira Cezar, deste Estado, por copia, o edital de proclamas para o casamento de Francisco Mascaro, e dona Madalena Subirá; sendo o contraente solteiro, comerciario, com trinta e dois anos de idade, natural de São José do Rio Pardo, deste Estado, nascido em 9 de agosto de 1911, residente nesta cidade, filho legitimo de Estevão Mascaro e de dona Maria Trevisan Mascaro; e a contraente solteira, de prendas domesticas, com vinte anos de idade, natural de Avaré, deste Estado, nascida em 12 de janeiro de 1923, residente na cidade de Cerqueira Cezar, deste Estado á rua J. Coimbra 158, filha legitima de José Subirá e de dona Hortriga di Rocco. Para a respectiva habilitação, exibiram os documentos exigidos pelo artigo 180, números, 1, 2, 3 e 4 do Codigo Civil. Si alguem souber de algum im pedimento, oponha-o na forma de lei. Lavro o presente para ser afixado em cartorio e publicado pela imprensa local. Ourinhos, l.o de dezembro de O Oficial Int. Benedito Alves Ferreira ENFERMfi Encontra-se enferma, guardando o leito na Santa Casa local, onde foi submetida a uma intervenção cirúrgica a sra. d. Olga Zanoto, esposa do sr. Luiz Zanoto, fucionario da São Paulo Paraná. A dona Olga, os nossos vo tos de breve restabelecim ento. F SOCIEDADE ANÔNIMA Rua São Paulo e = 3 OURINHOS JCTfiOã para DEPOSITOS CONTAS DE MOVIMENTO: Sem L im it e... 4% P o p u la r e s... 6% Limitada....5%

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Muniz Ferreira. Terça Feira 20 de Janeiro de 2015 Ano II N 1164. Publicações deste Diário

EXECUTIVO. Prefeitura Municipal de Muniz Ferreira. Terça Feira 20 de Janeiro de 2015 Ano II N 1164. Publicações deste Diário Prefeitura Municipal de Muniz Ferreira Terça Feira Ano II N 1164 Publicações deste Diário LICITAÇÕES E CONTRATOS EXTRATO DE CONTRATOS Nº 030, 031, 032, 033, 034/2015 PARECER JURÍDICO (TOMADA DE PREÇO Nº

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA

EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO. DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA EDITAL DE OBTENÇÃO DE NOVO TÍTULO DIREITO, ENFERMAGEM e FISIOTERAPIA 1º semestre de 2016 A Diretoria da Faculdade da Saúde e Ecologia Humana, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto na legislação

Leia mais

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br EDITAL 021/2015 DE 15 DE OUTUBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde FAPEC torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para

Leia mais

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015

Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 Faculdade Energia de Administração e Negócios FEAN Credenciada pela Portaria MEC Nº 1757/2000 DOU 31/10/2000 EDITAL Nº 001/2015 O Diretor da Faculdade Energia de Administração e Negócios (FEAN), instituição

Leia mais

Ofício GP nº 362/2015 Brotas, 03 de março de 2015.

Ofício GP nº 362/2015 Brotas, 03 de março de 2015. Ofício GP nº 362/2015 Brotas, 03 de março de 2015. Assunto: Doação de imóvel ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo CREA/SP Senhor Presidente: Temos a honra de trazer, por

Leia mais

Câmara Municipal de Uberaba Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623

Câmara Municipal de Uberaba Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623 Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623 Estima a receita e fixa a despesa do Município de Uberaba para o exercício de 2005, e contém outras disposições. O Povo do Município de Uberaba, Estado de Minas

Leia mais

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA.

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Aos quatro (04) dias do Mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Treze (2013), às 17:35 horas, com a presença de nove (09) vereadores,

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO:

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: Denominação Artigo 1º - Corrêa Ribeiro S/A Comércio e Indústria é uma sociedade

Leia mais

Lei nº 10 Orça a receite e fixa a despesa para o exercício de 1964. Designação da Receita Receita Patrimonial

Lei nº 10 Orça a receite e fixa a despesa para o exercício de 1964. Designação da Receita Receita Patrimonial 1 de 7 Lei nº 10 Orça a receite e fixa a despesa para o exercício de 1964. O povo do Município de Ijaci, por seus representantes, decretou, e eu, em seu nome sanciono a seguinte lei: Art. 1º - A Recita

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 577, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000. (D.O.M. 14.12.2000 N... Ano I)

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 577, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000. (D.O.M. 14.12.2000 N... Ano I) LEI Nº 577, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2000. (D.O.M. 14.12.2000 N.... Ano I) ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE MANAUS PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2001. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANAUS, no uso

Leia mais

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 TABELA A ATOS DOS TABELIÃES 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 02 ATAS NOTARIAIS (pela lavratura e registro, conforme a complexidade do fato observado a ser transformado em ato jurídico

Leia mais

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A. (subsidiária integral do Banco do Brasil S.A.) ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 I. DATA, HORA E LOCAL: Em 31 de dezembro de 2012

Leia mais

MÔNICA DE CÁSSIA SILVA

MÔNICA DE CÁSSIA SILVA EDITAL DE CITAÇÃO (Prazo 05 Dias) - COMARCA DE POUSO ALEGRE -2ª VARA CÍVEL EXECUÇÃO/CUMPRIMENTO DE SENTENÇA - PROCESSO Nº 0525.11.004217-9. Exequente: MÔNICA DE CÁSSIA SILVA (brasileira, nascida em 20/12/1.983,

Leia mais

PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos)

PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos) PRINCIPAIS PRAZOS NA LEI Nº 6.015, DE 21-12-1973 (Lei dos Registros Públicos) Anotações Art. 106. Sempre que o oficial fizer algum registro ou averbação, deverá, no prazo de cinco dias, anotá-lo nos atos

Leia mais

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006 DECRETO Nº 23581 De 09 de janeiro de 2006 Cria a Comissão de Locação de Imóveis e estabelece procedimentos para celebração, prorrogação e rescisão de contratos de locação. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS,

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS

CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ PREVI-BANERJ EM LIQUIDAÇÃO EXTRAJUDICIAL EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA VENDA DE BENS IMÓVEIS O Liquidante da CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA TERMO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL QUE ENTRE SI FAZEM A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - FUNIARP E. Na forma abaixo: FUNDAÇÃO

Leia mais

LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010

LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010 LEI Nº 382/2010 DE 05 DE JULHO DE 2010 Disposição sobre a consignação em folha de pagamento O MUNICÍPIO DE BOA ESPERANÇA faz saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

LEI Nº176, DE 9 de DEZEMBRO DE 1949. Capítulo _ I Da organização, Fins e Jurisdição

LEI Nº176, DE 9 de DEZEMBRO DE 1949. Capítulo _ I Da organização, Fins e Jurisdição LEI Nº176, DE 9 de DEZEMBRO DE 1949. REGULA O BANCO MUNICIPAL DA PRODUÇÃO DE ANÁPOLIS. A CÂMARA MUNICIPAL decreta e eu PREFEITO MUNICIPAL sanciono a seguinte lei: Capítulo _ I Da organização, Fins e Jurisdição

Leia mais

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis?

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis? Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Juizados Especias Perguntas mais freqüentes e suas respostas 1 - O que são os Juizados Especiais Cíveis? Os Juizados Especiais Cíveis são órgãos da Justiça (Poder

Leia mais

EDITAL DE HASTAS PÚBLICAS PARA CONHECIMENTO DE INTERESSADOS E INTIMAÇÃO DO REQUERIDO

EDITAL DE HASTAS PÚBLICAS PARA CONHECIMENTO DE INTERESSADOS E INTIMAÇÃO DO REQUERIDO EDITAL DE HASTAS PÚBLICAS PARA CONHECIMENTO DE INTERESSADOS E INTIMAÇÃO DO REQUERIDO EDITAL DE 1ª E 2ª Hastas dos bens abaixo descritos e para INTIMAÇÃO do requerido Marcos Rogério da Costa, expedido nos

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO. fls. 61

EDITAL DE LEILÃO. fls. 61 fls. 61 EDITAL DE LEILÃO Importante: Os horários previstos neste Edital tomam por base o horário oficial de Brasília/DF 7ª Vara Cível da Comarca de Dourados-MS. EDITAL de 1ª e 2ª PRAÇA de BEM IMÓVEL e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENTANIA Estado do Paraná

PREFEITURA MUNICIPAL DE VENTANIA Estado do Paraná LEI Nº 591, DE 02 DE OUTUBRO DE 2012 AUTORIZA A DESAFETAÇÃO E A ALIENAÇÃO DE IMÓVEIS PARA FINS DE IMPLANTAÇÃO DE PARQUE INDUSTRIAL A EMPRESAS DEVIDAMENTE CONSTITUÍDAS NO MUNICÍPIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX

EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX EDITAL PROCESSO SELETIVO/XXXX O Diretor da Faculdade de Ciências Odontológicas do Norte de Minas - FACIONORTE, tendo em vista a legislação vigente, faz saber aos interessados que estarão abertas as inscrições

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CASTRO, ESTADO DO PARANÁ decretou e eu PREFEITO MUNICIPAL sanciono a presente LEI: SEÇÃO I.

A CÂMARA MUNICIPAL DE CASTRO, ESTADO DO PARANÁ decretou e eu PREFEITO MUNICIPAL sanciono a presente LEI: SEÇÃO I. LEI Nº 2927/2014 Estabelece o Regime de Diárias e Adiantamentos do Poder Legislativo, normas para o pagamento de despesas e revoga a Lei nº. 2.887/2014. A CÂMARA MUNICIPAL DE CASTRO, ESTADO DO PARANÁ decretou

Leia mais

Organização Hilário Corrêa Assessoria Empresarial e Contabilidade

Organização Hilário Corrêa Assessoria Empresarial e Contabilidade Desde o dia 02/03/2015 iniciamos o período de entrega da declaração de imposto de renda pessoa física de 2015 com base nos fatos ocorridos no ano de 2014, a declaração poderá ser transmitida até o dia

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO DE TÉCNICO (A) / TECNÓLOGO (A) EM RADIOLOGIA 3 fotos coloridas 3x4 para documento; Cópia da cédula de Identidade (RG); Cópia da cédula do CPF; Cópia do Título de Eleitor;

Leia mais

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014

EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 EDITAL N.º 001/2014 PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE DE 2014 A Diretora Maria Aparecida Pinto, Diretora da Faculdade de São Lourenço, no uso de suas atribuições, torna público que, no período de 02 de setembro

Leia mais

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS:

FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 I DOS CURSOS OFERECIDOS, DURAÇÃO, ATOS LEGAIS E DAS VAGAS: FACULDADE DO SUL DA BAHIA ATO PROCESSO SELETIVO 2009/2 EDITAL Nº 2 A FACULDADE DO SUL DA BAHIA, credenciada pela Portaria Ministerial nº 944, de 17/05/2001 publicada no DOU em 21/05/2001 e o INSTITUTO

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 01/2012.

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 01/2012. EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 01/2012. ALIENAÇÃO DE BENS IMÓVEIS, PERTENCENTES AO PATRIMÔNIO DO MUNICÍPIO DE PRAIA GRANDE, PROMOVIDO PELA PREFEITURA DA ESTÂNCIA BALNEÁRIA DE PRAIA GRANDE/SP. CRITÉRIO DE

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA VIA CORREIO 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional),

Leia mais

Conselho Regional de Odontologia do Paraná

Conselho Regional de Odontologia do Paraná EDITAL PARA CREDENCIAMENTO DE EMPRESA PARA GERENCIAMENTO DE PAGAMENTO ELETRONICO CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 002/2014 1. DA CONVOCAÇÃO O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO PARANÁ, no uso de suas atribuições

Leia mais

1. DAS VAGAS, REMUNERAÇÃO, ATRIBUIÇÃO E MANDATO

1. DAS VAGAS, REMUNERAÇÃO, ATRIBUIÇÃO E MANDATO EDITAL N.º 02/2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente COMDICA, na forma da Resolução Nº 20/2015, por sua Comissão de Eleição, torna público que se encontra aberto o processo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL 1. DO OBJETO DO CONCURSO EDITAL 1.1. O presente Concurso tem por objeto a seleção, dentre as propostas inéditas que forem apresentadas, da solução arquitetônica mais adequada para a PRAÇA DO NATAL, com

Leia mais

LEI Nº 1.265 DE 25 DE JUNHO DE 2014

LEI Nº 1.265 DE 25 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre a campanha de fiscalização e melhoria da arrecadação de tributos, mediante o sorteio de prêmios e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE JACOBINA-BA, no uso de suas atribuições

Leia mais

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular.

Curso Atos Legais Turno. Vagas para o 1º período somente serão disponibilizadas em caso de vagas remanescentes do Vestibular. Edital de Convocação para Ingresso nos cursos da Graduação em 2015/1 através de Transferência Interna de Curso e Transferência Externa entre Faculdades A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I

CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I 1 CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I Denominação, Sede, Natureza Jurídica, Duração e Fins Artigo 1º A CÂMARA PORTUGUESA DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná LEI Nº 872/2009 Disciplina a dação de bens imóveis como forma de extinção da obrigação tributária no município de Juranda,, prevista no inciso XI do artigo 156 do Código Tributário Nacional, acrescido

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO UNIFICADO DE ESCOLHA DOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR DE PINDAMONHANGABA PARA O MANDATO 2016/2020. Edital nº.

EDITAL DO PROCESSO UNIFICADO DE ESCOLHA DOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR DE PINDAMONHANGABA PARA O MANDATO 2016/2020. Edital nº. EDITAL DO PROCESSO UNIFICADO DE ESCOLHA DOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR DE PINDAMONHANGABA PARA O MANDATO 2016/2020 Edital nº. 01/2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Pindamonhangaba,

Leia mais

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO Art. 1º - Sob a denominação de MINASMÁQUINAS S/A,

Leia mais

PROJETO DE LEI N 504/2013

PROJETO DE LEI N 504/2013 PROJETO DE LEI N 504/2013 AUTORIZA A CONCESSÃO DE AUXÍLIO TRANSPORTE AOS ESTUDANTES DE CURSO SUPERIOR E CURSO TÉCNICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Povo do Município de Nepomuceno, Minas Gerais, por seus

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO EDITAL Nº JFRJ-EDT-2013/00195 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE ESTAGIÁRIOS

PODER JUDICIÁRIO EDITAL Nº JFRJ-EDT-2013/00195 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL Nº JFRJ-EDT-2013/00195 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE ESTAGIÁRIOS A EXCELENTÍSSIMA JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA NO EXERCÍCIO DA TITULARIDADE DA 6ª VARA FEDERAL DE SÃO JOÃO DE MERITI, DA

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 153, DE 1º DE DEZEMBRO DE 1967 Cria a Sociedade Beneficente da Assembléia Legislativa do Estado do Acre. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA Credenciada pelo Decreto Federal nº 78709, de 10/11/1976, DOU DE 11/11/1976 EDITAL 2011 PROCESSO SELETIVO ISECC 2011 2º SEMESTRE 2 O Presidente da Fundação Educacional

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FACULDADE 7 DE SETEMBRO PROCESSO SELETIVO 2015.1 EDITAL Nº 16/2014 A Faculdade 7 de Setembro (FA7), com base no seu Regimento Interno e nas disposições da legislação em vigor, torna pública, para conhecimento

Leia mais

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras.

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Ao longo do mês Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Merece destaque também a ação da Polícia Federal e Força Nacional nos Estados e Municípios onde ocorreram mortes

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

REGULAMENTO AÇÃO ENTRE AMIGOS

REGULAMENTO AÇÃO ENTRE AMIGOS REGULAMENTO AÇÃO ENTRE AMIGOS 1. Características Gerais: 1.1 - A ação entre Amigos é uma realização do COLÉGIO SINODAL TIRADENTES, por meio da ASSOCIAÇÃO DE PAIS E PROFESSORES- APP. 1.2 - O período de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário EDITAL CONCURSO: PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA 2016 O Secretário da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, torna público que, por um período de 45 (quarenta e cinco) dias, compreendido e entre 29 de março de

Leia mais

D.E. Publicado em 19/03/2012. Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 02A VF DE MARINGÁ

D.E. Publicado em 19/03/2012. Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 02A VF DE MARINGÁ D.E. EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 2007.70.03.005004-0/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF ADVOGADO : PATRICIA FRANCIOLI SUZI SERINO DA SILVA EXECUTADO : CONSTRUTIL CONSTRUCOES E EMPREENDIMENTOS

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IVAIPORÃ Estado do Paraná PLE 136/2012

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IVAIPORÃ Estado do Paraná PLE 136/2012 1 LEI N 2.242, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2012 Abre um Crédito Adicional Suplementar e dá outras providências Art. 1 Fica o Poder Executivo autorizado a abrir no corrente exercício financeiro, um Crédito Adicional

Leia mais

CEMIG TRADING S.A. ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Denominação, Sede, Objeto e Duração

CEMIG TRADING S.A. ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Denominação, Sede, Objeto e Duração CEMIG TRADING S.A. O presente Estatuto é uma consolidação do aprovado pela Escritura Pública de Constituição, em 29-07-2002 - arquivada na JUCEMG em 12-08-2002, sob o nº 3130001701-0, e pelas Assembléias

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE BELÉM MANTIDA PELO GRUPO SER EDUCACIONAL CREDENCIAMENTO: PORTARIA Nº 571, DE 13 DE MAIO DE, DOU 16 DE MAIO DE SEÇÃO I EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 O Diretor da Faculdade

Leia mais

PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014.

PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014. 1 PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014. Institui o programa de recuperação de créditos municipais, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Piratuba, Estado de Santa Catarina, no

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

CARTA CONTRATO Nº 004/2015 PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO TEREZINHA DO MENINO JESUS ARAUJO TAVARES

CARTA CONTRATO Nº 004/2015 PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO TEREZINHA DO MENINO JESUS ARAUJO TAVARES CARTA CONTRATO Nº 004/2015, FIRMADO ENTRE A PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO E A SRA. TEREZINHA DO MENINO JESUS ARAUJO TAVARES, OBJETIVANDO A LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FUNCIONAR COMO ESCRITÓRIO DA REPRESENTAÇÃO

Leia mais

LEI N 13, DE 31 DE OUTUBRO DE 1985

LEI N 13, DE 31 DE OUTUBRO DE 1985 LEI N 13, DE 31 DE OUTUBRO DE 1985 Sumula: Estabelece a Estrutura Administrativa da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais e dá outras providências. A CAMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSE DOS PINHAIS, ESTADO

Leia mais

Desejo a todos que realizem uma excelente preparação para esse e outros concursos.

Desejo a todos que realizem uma excelente preparação para esse e outros concursos. ..FUNDOS ESPECIAIS Amigos e amigas estudantes do Ponto dos Concursos! Com a aproximação do concurso do TCU, estamos programando três cursos on line específicos para esse certame: Contabilidade Pública,

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 470/93 - Plenário - Ata 53/93 Processo nº TC 014.861/93-3 Entidade: Ministério da Justiça Relator: Ministra Élvia L. Castello Branco Redator da Decisão

Leia mais

LEI Nº 3.262/07 DE 13/12/07

LEI Nº 3.262/07 DE 13/12/07 LEI Nº 3.262/07 DE 13/12/07 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE CAMPOS NOVOS PARA O EXERCÍCIO DE 2008 Cirilo Rupp, Prefeito em exercício do Município de Campos Novos, Estado de Santa Catarina,

Leia mais

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015.

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. A Presidente do no uso de suas atribuições legais e regulamentadas pela Lei Nº 2.750 de 31 de Dezembro publica as normas para o processo eleitoral das entidades

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EDITAL N. 009/2014 O Município de Itabira torna público que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado Edital n. 009/2014,

Leia mais

EDITAL DE PRAÇA, LEILÃO E INTIMAÇÃO

EDITAL DE PRAÇA, LEILÃO E INTIMAÇÃO EDITAL DE PRAÇA, LEILÃO E INTIMAÇÃO Processo : 0010221-28.2013.5.14.0404 - RTOrd Reclamante: JULIANA SANTOS DE ARAÚJO Reclamada : WILSON LIMA DA SILVA - ME O Excelentíssimo Senhor EDSON CARVALHO BARROS

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 SENADO FEDERAL Gabinete do Senador JOSÉ SERRA PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 508, DE 2015 Altera a Lei nº 11.314, de 3 de julho de 2006, que dispõe sobre o prazo referente ao apoio à transferência definitiva

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA 1º SEMESTRE DE 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA 1º SEMESTRE DE 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA 1º SEMESTRE DE 2015 A ESC - ESCOLA SUPERIOR DE CRUZEIRO TORNA PÚBLICO POR MEIO DO PRESENTE EDITAL QUE REALIZARÁ O VESTIBULAR PARA AS VAGAS DOS CURSOS POR ELA OFERECIDOS, NOS

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ LEI Nº 5456, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012. Estima a receita e fixa a despesa do Município de Sumaré para o exercício financeiro de 2013, e dá outras providências.- O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SUMARÉ seguinte

Leia mais

o Povo do.município de Fruta de Leite, por seus representantes

o Povo do.município de Fruta de Leite, por seus representantes Projeto de Lei N.o Çl1- /2015 "Estima a Receita e Fixa a Despesa do Município de Fruta de Leite para o Exercício Financeiro de 2016 e dá outras Providências". o Povo do.município de Fruta de Leite, por

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1-

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO -2014.1- A Universidade Castelo Branco torna público o presente Edital com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Processo Seletivo para ingresso no 1º semestre de 2014 nos Cursos de Graduação, na modalidade

Leia mais

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir:

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO Rua Pandiá Calógeras, 898 Bairro Bauxita Ouro

Leia mais

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO

INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO 1 INSTITUTO FÓRUM NACIONAL DOS SECRETÁRIOS E DIRIGENTES ESTADUAIS DE TURISMO - INFORUM ESTATUTO SOCIAL SUMÁRIO CAPITULO I - DA DENOMINAÇÃO, DOS FINS, DA SEDE E DO PRAZO Art. 2º Para a consecução dos seus

Leia mais

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS

PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL. EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PRÊMIO PORTO MARAVILHA CULTURAL EDITAL de PRÊMIO Nº 01/2013 EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS 1. INTRODUÇÃO 1.1. A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO ( CDURP

Leia mais

LEI Nº 5.196. Disciplina a cobrança do IPTU, estimula a criação de loteamentos, e dá outras providências.

LEI Nº 5.196. Disciplina a cobrança do IPTU, estimula a criação de loteamentos, e dá outras providências. LEI Nº 5.196 Disciplina a cobrança do IPTU, estimula a criação de loteamentos, e dá outras providências. O POVO DE PELOTAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, POR SEU PREFEITO, FAZ SABER QUE SUA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

PROCESSO N. 654/04 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07

PROCESSO N. 654/04 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07 CÂMARA DE LEGISLAÇÃO E NORMAS INTERESSADA: SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Relatório de Sindicância no Colégio

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UNIPAMPA. EDITAL N.º 067, de 04 de julho de 2007

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UNIPAMPA. EDITAL N.º 067, de 04 de julho de 2007 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UNIPAMPA EDITAL N.º 067, de 04 de julho de 2007 ABERTURA DE VAGAS PARA INGRESSO OU REINGRESSO EM CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIPAMPA, PARA O 2º

Leia mais

Regulamento Campanha Promocional Informando Sorteio carro

Regulamento Campanha Promocional Informando Sorteio carro Regulamento Campanha Promocional Informando Sorteio carro 1.Início e Término: 1.1) A presente promoção terá início dia 28/03/2014 e término dia 30/03/2014. 2. Disposições iniciais: 2.1) Esta promoção é

Leia mais

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem:

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem: Regimento Interno Objeto Composição e Competência Presidência Reuniões Ordem dos Trabalhos Disposições Gerais Capítulo I Objeto Art. 1.º - Em cumprimento ao Estatuto Social da Associação dos Funcionários

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA 1 REGULAMENTA O FUNDO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE ALTO BELA VISTA GERAINVEST, REVOGA DECRETO 1883 E DA OUTRAS PROVIDENCIAS O Prefeito Municipal de Alto Bela Vista, Estado de Santa Catarina, no uso

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOCIEDADE LIMITADA

DÚVIDAS FREQUENTES SOCIEDADE LIMITADA DÚVIDAS FREQUENTES SOCIEDADE LIMITADA Quais os documentos necessários para a participação de sociedade estrangeira em sociedades brasileiras e quais os documentos necessários para participação de pessoa

Leia mais

TABELA V DOS OFICIOS DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS

TABELA V DOS OFICIOS DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS TABELA V DOS OFICIOS DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo Arpen-SP. Lei 11.331, de 26

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA NUTRICIONAL - TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA NUTRICIONAL - TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ CENTRO BIOMÉDICO INSTITUTO DE NUTRIÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA NUTRICIONAL EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA NUTRICIONAL - TURMA 2015

Leia mais

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2

GRADUAÇÃO. Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 GRADUAÇÃO Edital DG nº004- Vestibular PROCESSO SELETIVO - 2012.2 ODiretor da FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI, credenciada pelo parecer CNE/CES41/2009, publicado no D.O.U. nº.38 de 26/03/2009, e pela

Leia mais

Nº 332- ANO VIII Quinta-feira, 16 de Julho de 2015

Nº 332- ANO VIII Quinta-feira, 16 de Julho de 2015 Nº 332- ANO VIII Quinta-feira, 16 de Julho de 2015 Planejamento estratégico integrado desenvolvido nos EUA será apresentado aos gestores brasileiros em Congresso no Rio de Janeiro A Confederação Nacional

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 19.473 DE 10 DE DEZEMBRO DE 1930.

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 19.473 DE 10 DE DEZEMBRO DE 1930. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 19.473 DE 10 DE DEZEMBRO DE 1930. Revogado pelo Decreto de 25.4.1991 Regula os conhecimentos de transporte de mercadorias

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos Projeto Paternidade Responsável. Procedimentos genitoras Primeira Etapa Convocação das 1) Seleção de escolas Verificar no material fornecido o nome do Dirigente Regional, com o qual será feito contato

Leia mais

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 1 TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 Termo Doacao 0003 IDM Pelo presente termo de doação de imóvel com encargos, de um lado o Município de Xanxerê, com sede na cidade de Xanxerê, Estado

Leia mais

EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016.

EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016. EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016. OBJETO: RECEBIMENTO DE PROPOSTAS PARA REALIZAÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA A PROGRAMAÇÃO

Leia mais

Inventário e Partilha

Inventário e Partilha 108 Inventário e Partilha Flávia de Azevedo Faria Rezende Chagas 1 O palestrante, Dr. Sérgio Ricardo de Arruda Fernandes, iniciou sua explanação abordando a abertura da via extrajudicial, prevista na Resolução

Leia mais

3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP

3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP 3ª Vara Cível da Comarca de Bauru SP EDITAL DE LEILÃO e de Intimação dos executados ANTONIO MONDELLI E OUTROS O MM. Juiz de Direito da 3ª Vara Cível da Comarca de Bauru - SP, na forma da lei, FAZ SABER,

Leia mais

Perguntas Frequentes Registro Empresarial. 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa?

Perguntas Frequentes Registro Empresarial. 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa? Perguntas Frequentes Registro Empresarial 1. Qual a documentação necessária para se fazer o registro de uma empresa? Empresário: a) Capa de Processo (gerada pelo sistema Integrar disponível no link http://portalservicos.jucepi.pi.gov.br/portal/login.jsp);

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96)

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96) PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 229 DE 28 DE MAIO DE 2012 (Publicada no DOU, Seção 1, nº. 103,terça-feira, 29 de maio de 2012, página 96) Dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante

Leia mais

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO

PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA RELATÓRIO PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 072 de 08 de maio de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder Executivo a doar

Leia mais

EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A.

EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. EMPRESA DE SERVIÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. O presente Estatuto é uma consolidação do aprovado pela Escritura Pública de Constituição, em 25-07-2002 - arquivada na JUCEMG em 01-08-2002,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2013 A Diretora Geral da Escola Superior de Propaganda e Marketing Unidade Rio de Janeiro, de acordo com o regimento interno, torna pública as normas do Processo

Leia mais

PROJETO DE LEI N. 033/2009.

PROJETO DE LEI N. 033/2009. PROJETO DE LEI N. 033/2009. Autoriza o Poder Executivo a doar com encargo terreno público ao Estado de São Paulo. Artigo 1º - Fica autorizado o Poder Executivo, a doar ao Estado de São Paulo o imóvel de

Leia mais

LEI Nº 2.168, DE 11 DE JANEIRO DE 1954

LEI Nº 2.168, DE 11 DE JANEIRO DE 1954 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação LEI Nº 2.168, DE 11 DE JANEIRO DE 1954 Estabelece normas para instituição do seguro agrário. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o CONGRESSO

Leia mais