São Pedro. Santo Antonio. Tríduo em Louvor a. Trezena de. Convite. Mural. Espiritualidade Franciscana. Trezena de Santo Antonio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "São Pedro. Santo Antonio. Tríduo em Louvor a. Trezena de. Convite. Mural. Espiritualidade Franciscana. Trezena de Santo Antonio"

Transcrição

1 Julho / Ano X Boletim Informativo da Paróquia São Francisco de Assis - Sorocaba/SP Nº 130 Julho / 2013 Trezena de Santo Antonio Tríduo em Louvor a São Pedro Espiritualidade Franciscana Tau - Símbolo Franciscano Convite 7º Jantar Dançante Mural Trezena de Santo Antonio Pag. 4 Pag. 4 Pag. 8

2 2 Julho / 2013 Editorial Irmãos e irmãs, Paz e Bem! Mês de Julho, sétimo mês do calendário, é o marco divisor entre o primeiro e o segundo semestre. Mês das Missões, Semana Missionária que vai acontecer dias antes do início oficial da JMJ. Os jovens da Paróquia estarão na Jornada Mundial, a XXVIII Jornada Mundial da Juventude que acontecerá de 23 a 28 de julho de 2013 na cidade do Rio de Janeiro. O encontro de jovens católicos será o maior evento da história da cidade. Julho é um mês tranquilo, tempo de férias, de evasão, de descanso para muitos. É um tempo privilegiado para inverter o tempo de pressa que massacra, de corrida desenfreada,que leva a lugar nenhum, para um tempo de reencontro conosco, com a nossa família, com os nossos amigos, com Deus e com as nossas prioridades. A oração e a escuta da Palavra podem nos ajudar a acalmar a nossa vida e a redescobrir o sentido da nossa existência. As férias são para descansar o corpo e a mente, mas será um tempo de também fortalecer o espírito e de continuar nos caminhos da Fé, vivenciando os Sacramentos. Convidamos você, sua família e seus amigos a se unirem a nós, para juntos celebrarmos e participarmos das festividades da Padroeira Nossa Senhora do Carmo! Sejam todos bem vindos para o tríduo e para a festa! Julho: Mês de Reflexão e Oração Caríssimos irmãos em Cristo, festejados os santos do mês de junho, nos aproximamos do mês de julho: um mês dedicado à oração, à conversão verdadeira e à reflexão da Santa Palavra de Deus. Orando com os nossos santos descobrimos, através de suas vidas, que entregar-se ao Reino do Pai significa muito mais que estar dentro da Igreja, é preciso que saibamos buscar o Reino no meio dos homens, é necessário que nos transformemos em pescadores de almas, sedentos para vivenciar a verdadeira vida cristã. Quando refletimos a vida de nossos santos, fica bem claro que a nossa missão, neste mundo, também é ser santo de Deus. Transformar nosso comodismo em ação requer, de cada um, o exercício da reflexão e da oração. João Batista foi para o deserto contemplar as obras do criador e, dessa experiência, veio com o batismo das águas, o batismo que purifica e perdoa os pecados, o batismo que torna todos iguais perante Deus e perante os homens. Mas muito mais que batizar-se é preciso contemplar a face de Jesus, no irmão marginalizado. É por esse motivo que João se veste com pele de animais, para que tenhamos em nossa caminhada a certeza de sermos humildes, e buscarmos as coisas do alto, com a simplicidade. João nos deu o exemplo e, na oração, a maior provação da vida de todo cristão: é preciso sim denunciar as mazelas da corrupção, A força da palavra Se... Se andares na senda do Senhor, tudo será posto na tua mesa. Tenha paciência e não se desespere pois, nada te faltará e você se fartará com as delícias que te serão servidas na casa do Senhor. Lembre-se que a luz vem do alto e não do mundo subterrâneo. O sol aquece primeiro a tua cabeça,depois o resto do corpo. Assim é o Senhor; antes Ele te toca de leve, depois te abraça para nunca mais te deixar. Com Ele não existirá solidão, nem pobreza, nem sofrimento, apenas fartura, alegria, paz e amor! é preciso sim tornar-se mártir pela vontade de servir ao Pai. E Pedro, que comeu com Jesus à mesma mesa, vem nos ensinar que somente através da oração e da dedicação plena é que se alcança a plenitude do Reino dos Céus. Pedro soube servir no pouco, soube compreender que sua missão não estava somente em seguir Jesus, mas em dar continuidade ao projeto de salvação, que é levar a palavra de Deus a todos os homens. Pedro, em sua simplicidade, tornou sua missão a obra da construção do Reino dos Céus já aqui na terra. Pedro acolheu os apóstolos como um pai acolhe seus filhos e tornou-se não senhor deles, mas servidor deles e por eles. É por Pedro que o mistério da cruz foi revelado a todos os homens. É através de seus ensinamentos que os apóstolos aprenderam a servir e a tornarem-se pescadores de homens. Pedro nos deu a humildade como dom de entrega ao Pai, como verdade para que aprendamos que Jesus precisa de braço forte e de coração puro, capaz de amar e de perdoar: essa é a grande TRÍDUO EM LOUVOR A NOSSA SENHORA DO CARMO A Comunidade Nossa Senhora do Carmo convida todos para o Tríduo em louvor à sua padroeira, Senhora e Rainha do Monte Carmelo, com celebrações e festa externa. Contamos com sua solidariedade para a realização do gesto concreto: alimentos não perecíveis, que serão doados para as famílias assistidas de nossa paróquia. lição de Pedro. Por fim, tivemos Antonio, um servo humilde que, a partir de suas obras, tornou-se doutor da Santa Igreja e lutou para transformá- -la, para fazê-la mais humana, em todas as suas dimensões. Antonio, em sua simplicidade, buscava amar seu criador e, como servo, estar sempre onde o senhor o enviava. Ficaríamos aqui horas discorrendo sobre as ações de todos os santos de Deus mas, o mais importante é tornar- -se serviço em nosso mundo atual, é fazer com que as pessoas descubram a docilidade e o amor de Jesus através de nossos atos, é fazer com que o Amor verdadeiro volte novamente a ser amado, assim como o fez Francisco de Assis. É tornar a Igreja novamente viva, para que as pessoas consigam novamente dizer vejam como eles se amam. É tornar, o amor dos irmãos, tão irradiante como o amor de Maria, que sofreu todas as privações do mundo e somente amou. Amou nos momentos de alegria, quando seu filho, o filho de Deus, tomou sobre si as dores do mundo. Amou quando seu filho, nas bodas de Caná, transformou a água em vinho. Amou quando seu filho ressuscitou Lázaro. Amou quando esse mesmo Jesus foi condenado injustamente e sofreu a pena que os algozes lhe impuseram, condenando-o a morte de cruz. Amou quando, descido da cruz, o corpo inerte de seu filho era zombado pelos fariseus e, principalmente, amou quando, no terceiro dia, Ele retornou glorioso da morte para mostrar ao homem que é necessário passar pelo calvário e transpor a morte para tornar-se Santo como ele e o Pai são Santos. Caríssimos, essa é a grande mensagem para o mês de julho: transformar nossa comunidade em Igreja viva e atuante, onde as pessoas realmente sintam-se bem e consigam conviver harmoniosamente, e onde a missão do cristão seja sempre agregar novos membros, acolhendo-os e tornando sua convivência um verdadeiro convite ao banquete do Pai. Onde todos são um em Cristo, abraçados com o ardor missionário de viver a perfeita alegria da comunidade cristã. Carlos Roberto Jacomini Poesia do Mês PEDRA FUNDAMENTAL Jesus fita Seu Olhar Em um simples pescador. Vem e Segue-Me, e Seu Chamar. E Pedro fica a Seu dispor. Caminha junto a Jesus, E aprende Seu jeito de amar. Vive sob a Vossa Luz. Confiante, passa a ensinar. Nosso Santo Protetor, Ajude-nos a perseverar na esperança, Viver a lealdade e o amor, E fazer parte da Nova Aliança. Participou da Vitória final, E Jesus o preparou para isto. Ele é pedra fundamental, Da igreja do Senhor Jesus Cristo. MARIA DE LOURDES SOUZA (MALU) Nelson Nemer Maria Marlene Pontes de Tate EXPEDIENTE - Ano X nº: Julho/ Publicação Mensal Responsável: Pe. Frei Cid Tadeu Passos OFM - Coordenadores Pascom: Sérgio e Solange Morbiolo Redatores e Noticiarista: Equipe - Diagramação e arte: Wilson Roberto Grillo Jr. Impressão: Diário de Sorocaba Tiragem: 1500 exemplares - Para anunciar ligue: (15) site: saofranciscovilaassis.com.br

3 Julho / Qualidade de Vida INFECÇÕES DE VIAS RESPIRATÓRIAS As infecções respiratórias acometem as vias respiratórias da pessoa, e se manifestam até sete dias. Podem ser do trato respiratório superior (amigdalite, otite, rinofaringite, sinusite) ou inferior (pneumonia, bronquiolite). As infecções respiratórias são causadas principalmente por vírus ou bactérias. Os vírus são responsáveis pelo resfriado comum (gripe) e alguns tipos de pneumonia. As bactérias, geralmente são mais graves e podem infectar o trato superior (sinusite) como o inferior (pneumonia). A gripe é a doença aguda mais comum que acomete as vias respiratórias. Ela ocorre quando organismo é infectado pelo vírus influenza A gripe é mais frequente no inverno ou em períodos mais frios. No Brasil, a temporada de gripe ocorre geralmente entre abril e outubro. Alguns tipos do vírus influenza podem provocar a doença, como o H1N1 (epidemia de gripe suína em 2009) ou o da gripe aviária (H5N1), por exemplo. A gripe não complicada costuma melhorar em até 5 dias contados a partir do início dos sintomas, mas, em alguns casos, o quadro pode estender-se por mais de uma semana. A recuperação é rápida. No entanto, algumas pessoas demoram semanas para se recuperar da fraqueza que sentem. Em pessoas vulneráveis, a gripe pode ser mais perigosa e é chamada de gripe complicada. Isso acontece quando ocorre: a) pneumonia causada diretamente pelo vírus influenza (pneumonia viral); b) pneumonia bacteriana (quando bactérias se aproveitam da fragilidade do organismo e infectam os pulmões); c) acometimento dos músculos (miosite) ou do sistema nervoso (encefalite). Estão sob maior risco de apresentarem essas complicações as crianças com menos de 2 anos, os adultos com mais de 65 anos, pessoas que vivem em asilos ou instituições de saúde, doentes crônicos (diabéticos e pneumopatas, por exemplo) e os obesos. A prevenção da gripe consiste em medidas relativamente simples: vacinação e cuidados básicos de higiene. Adultos com mais de 50 anos,crianças menores de 2 anos, imunossuprimidos (transplantados, pacientes com HIV), doentes crônicos e profissionais de saúde estão entre aqueles que devem tomar a vacina todo anos. As medidas de higiene úteis para a prevenção da gripe são simples: cobrir a boca quando tossir ou espirrar (para evitar a disseminação maior de partículas que carregam os vírus) e manter as mãos limpas (lavá-las com água e sabão) para evitar eventual transmissão por contato. Conselho Gestor Local GRUPO DE JOVENS Durante a missa de domingo, dia 23 de junho, a Comunidade N. Sra do Carmo recebeu, com grande satisfação, o grupo de Jovens JO- SEC (Jovens Seguidores de Cristo), da cidade de Itu. A grata presença foi em retribuição à visita que o grupo de jovens GDADC (Guardiões do Amor de Cristo) havia feito anteriormente. O grupo JOSEC, segundo um dos seus líderes, é composto por 150 jovens da Comunidade São Fco de Assis, pertencente à Paróquia Sagrada Família. Esses jovens foram recepcionados pelo Frei Cid e toda a Assembléia, que muito se alegraram ao ver o exemplo de integração e irmandade existente entre eles, sempre chamando para que mais jovens os sigam e conheçam a grandiosidade que é servir a Jesus. LANÇAMENTO DO CD PERFEITA ALEGRIA As poucas expressões referentes à música, que apresente a Espiritualidade Franciscana na evangelização, a experiência religiosa e o envolvimento com a música sacra e litúrgica do Frei Florival, foram alguns dos motivos que alavancaram a idéia para a criação deste CD, que vivencia a vida de Francisco e Clara para que todos tenham ciência dos valores, posturas e escolhas, que eles fizeram em suas vidas, servindo-nos de exemplo. Cantar a vida de Francisco é pacificar o coração e a mente de quem tem sede de Deus e quer mudar sua relação com Ele, com as pessoas e com a natureza. A justiça, a docilidade e o aprendizado das ações e mística desses santos levam a respirar o Espírito Santo, que revela e realiza a vontade de Deus em cada um de nós. Graças a este trabalho, que une música e evangelização, o Frei Florival foi convidado para cantar uma das músicas do CD, intitulada O enfermo é meu irmão para o papa Francisco, que visitará o Brasil no mês de julho, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude. O encontro com a autoridade máxima da Igreja Católica será em 24 de julho, quando o papa fará visita ao Hospital São Francisco de Assis, na Tijuca, Rio de Janeiro. O Frei Florival dará um presente à nossa paróquia, onde sua história religiosa começou: o lançamento deste CD, com um show, conforme mostrado no convite. BATISMO PAROQUIAL Estão abertas as inscrições para o Batismo do mês de Agosto, e devem ser feitas com os coordenadores das comunidades após as missas: Comunidade São Francisco de Assis, com Barrilli; Comunidade N.Sra.do Carmo, com Francisca e Flávio; Comunidade São Pedro, com Olga e Chicão Comunidade N.Sra.Aparecida, com Selma e Sérgio; Comunidade São Mateus, com Ilde. A preparação será dia 04 de agosto (domingo) das 7h30 às 12h00 e o Batismo será dia 11 de agosto (domingo) às 07h30 na Comunidade São Francisco de Assis. Pastoral do Batismo

4 4 Julho / 2013 Espiritualidade Franciscana TAU SÍMBOLO FRANCISCANO Em duas linhas, uma horizontal e uma vertical, temos o Céu e a Terra, temos um sinal que representa uma escolha de vida, um dos mais famosos símbolos franciscanos: o Tau. Este símbolo antigo, que foi riscado nas cavernas do humano primitivo, que foi encontrado no objetos do Faraó Achenaton, do Egito e usado na arte da Civilização Maia, não foi criado por Francisco, mas ele o herdou como um símbolo seu, de busca do Divino e da Salvação Universal. Ele o atualizou e o imortalizou. O Tau, na antiguidade, também tinha o significado de perfeição, de última finalidade, de propósito santo, de vitória e de ponto de equilíbrio entre forças contrárias. A linha vertical, tem o significado de superior, de espiritual, de absoluto e de celeste. A horizontal tem o significado de material e de carne. O Tau é uma vitória mística: nascer para uma vida superior, perfeita e acabada. É um poder sobre as forças hostis, um talismã de fé, um amuleto de esperança, usado por gente devota e sensível. O Tau, que é pendurado no pescoço, tem um cordão com três nós. O cordão, significa o elo que une a forma de nossa vida, o fio condutor do Evangelho. Os três nós significam a síntese da Boa Nova, ou seja, os três conselhos evangélicos: obediência, pobreza e pureza de coração. O Tau, a mais antiga grafia em forma de cruz, última letra do alfabeto hebraico e décima nona letra do alfabeto grego, foi citado na Bíblia em Exequiel 9,1-7: Passa pela cidade, por Jerusalém e marca com um Tau, a fronte dos homens que gemem e choram por todas as práticas abomináveis que se cometem. Este ato de marcar e assinalar é muito familiar na Bíblia. O Tau é selo de Deus e significa estar sob o domínio do Senhor. É a garantia de ser reconhecido por Ele e ter sua proteção. O Tau é um sacramental que nos recorda um caminho de salvação, que vai sendo feito ao se seguir, progressivamente, o Evangelho. Usar o Tau é colocar a vida no dinamismo da conversão: a cada dia devo me abandonar, mais e mais, na Graça do Senhor, ser um reconciliado com toda criatura e saudar a todos com a Paz e o Bem. Usar o Tau é transformar a vida pela simplicidade, pela luz e pelo amor. É exigência de missão e serviço aos outros, porque o próprio Senhor se fez servo até a morte, e morte de cruz. Francisco de Assis viveu numa época em que o Tau era carregado de grande riqueza simbólica e tradicional. Ele o assumiu como sinal de sua conversão e da dura batalha que travou, para vencer a si próprio: não foi fácil renunciar aos seus sonhos de cavalaria, para chegar ao despojamento do Crucificado, que o fascinou. Na luta interior, teve sua vitória interior. Vestiu o hábito da penitência, atraiu vidas e nos diz que o Senhor nos possui e nos salva sob o signo do Tau. Conta-se que Francisco fazia o sinal da cruz, sobre a fronte enferma dos doentes e, após ter sido marcado com os estigmas do Senhor, passou a imprimir a marca do Senhor que salva, em tudo o que fazia. Francisco se identificou com o Tau, por lembrar o formato da cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo. Frei Cid Tadeu Passos, ofm PROMOÇÃO HUMANA E A CAMPANHA DO AGASALHO A regional de Sorocaba do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) realizou, no dia 14 de junho, o encerramento de sua Campanha do Agasalho O evento contou com as presenças da presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), Maria Inês Moron Pannunzio, responsável pela campanha na cidade, do diretor titular do Ciesp Sorocaba, Antônio Roberto Beldi e da coordenadora do Núcleo Jovem Empreendedor (NJE) do Ciesp, responsável pela campanha na entidade. Foram arrecadados cobertores, que beneficiaram 58 entidades assistenciais indicadas pelo FSS, cujos representantes estiveram presentes. A Paróquia São Francisco de Assis, representada pela Pastoral da Promoção Humana, foi uma das entidades beneficiadas, recebendo um total de 150 cobertores, que além de suprir as necessidades das famílias assistidas por essa pastoral, puderam ainda ser distribuídos para moradores de rua. Amenizar as privações do próximo tem sido o lema dessa pastoral, principalmente quando saem às ruas nas noites frias, levando agasalhos, pão e leite àqueles que dormem ao relento. Deus abençoe a todos! RETIRO PARA OS COROINHAS No dia 22 de junho, aconteceu em nossa paróquia, um retiro para coroinhas, com o tema: Vós porém sois uma raça escolhida, uma nação santa. 1 Pedro 2,9 Estiveram reunidos coroinhas e ex-coroinhas de nossa Paróquia e da Paróquia Bom Jesus dos Aflitos, com sua Comunidade Nossa Senhora Aparecida do Jd. Prestes de Barros. Foi um dia muito agradável, com muitas bençãos e o Ministério de Música Mariá animando e emocionando a todos. No período da manhã tivemos a presença do nosso irmão Anderson com a palestra sobre o Amor de Deus e nossa irmã Solange com a palestra sobre Jesus Eucarístico. Logo após o almoço tivemos a presença da nossa irmã Candelária com a Palestra sobre Maria e nosso último convidado do dia foi nosso irmão Anselmo Neto, que conversou com nossos jovens CONVITE e nossas crianças sobre Família - Pais e Filhos. Agradecemos a : Casa de Carnes Sola, Docelinho, Padaria Nova União, Leites Vanessa, Comp Auto Peças e Escola Infantil Girassol, pelo apoio. Agradecemos a colaboração, carinho e dedicação de toda equipe de trabalho, que Deus abençoe a todos que contribuíram para tornar nosso retiro um momento tão especial. Pastoral dos Acólitos A Paróquia São Francisco de Assis, na pessoa do seu Pároco Frei Cid, convida todos paroquianos, amigos e familiares para o 7º Jantar Dançante, que acontecerá no dia 31 de agosto de 2013, no salão de festas da Paróquia Bom Jesus. Como acontece todo ano, já prevemos um encontro de fé e confraternização. Os convites encontram-se à venda com os coordenadores de pastorais. Adquira o seu, confira o cardápio.

5 Julho / ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA CATEQUISTAS A FÉ QUE AMA SABER, PARA SABER AMAR Em unidade com a nossa Igreja e a nossa arquidiocese, indo ao encontro do que nos pede o Documento de Aparecida, tivemos um Encontro de Formação Paroquial para catequistas, que aconteceu na Comunidade São Pedro, no dia 23 de junho, durante a tarde. Cerca de 30 catequistas participaram desse encontro, onde o tema abordado e trabalhado nesse dia foi o Querigma (primeiro anúncio), onde aprendemos que somos as testemunhas que apontam e apresentam Jesus hoje aos irmãos, assim como o fez João Batista: Eis o Cordeiro de Deus Aquele que tira o pecado do mundo SEMANA MISSIONÁRIA ARQUIDIOCESE DE SOROCABA No dia 15 de junho (sábado), foi lançada oficialmente, a pedido do nosso Arcebispo Metropolitano, Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, a Semana Missionária de Sorocaba, que acontecerá do dia 16 a 20 de julho, precedendo a Jornada Mundial da Juventude. Durante esses dias, a programação será intensa, com acolhida aos peregrinos, passeios, celebrações, etc, em diversos locais de nossa cidade, conforme folhetos que serão distribuídos nas comunidades. e que a conversão precisa acontecer em cada um de nós batizados e que fazemos parte de uma comunidade de fé. Tivemos trabalhos em grupos e apresentação dos mesmos. Foi momento também de encontro, entrosamento, convivência e partilha entre irmãos. Esse Encontro foi organizado pela Pastoral da Catequese, com assessoria do Frei Cid, Valdirene e Marlene. Que Deus abençoe os nossos catequistas por todo trabalho realizado em nossa Paróquia, em favor do Reino de Deus, dos irmãos e da Paz e o Bem! Convidamos a todos a participarem desses momentos, e principalmente, nos dias 16,17 e 19 de julho, quando a programação ficará por conta de cada paróquia, programação esta que divulgaremos oportunamente nas celebrações. A São Francisco de Assis conta com a participação em massa dos nossos paroquianos, principalmente nossos jovens, que tão bem tem nos representado. Nossa Paróquia na A Jornada Mundial da Juventude Rio2013 e a Igreja acreditam na juventude. O desejo de construir uma civilização melhor, levado às ruas pelos jovens, faz parte do espírito da Jornada. Um espírito de união por um mundo novo, uma vida nova, uma nova sociedade, amparados pelos preceitos do Evangelho de Jesus Cristo. O jovem católico também tem esses anseios e sonhos, com Cristo no coração. A Jornada é um evento que aponta para uma reflexão sobre a juventude e suas expectativas. É um espaço também voltado para apresentar ao público reflexões que visam uma sociedade justa, fraterna, contribuindo para a discussão sobre as políticas públicas para a juventude e tomadas de novos rumos, pautados em verdadeiros valores: valores cristãos, que também querem mudar o mundo com um coração de justiça e de paz, e que podem dar um olhar diferente para essas reivindicações aqui no Brasil. O Rio de Janeiro se orgulha de ser a cidade-sede da JMJ. O espírito acolhedor dos moradores, as belezas naturais e a infra estrutura oferecida foram fatores determinantes nesta escolha. Milhares de jovens, de diversos países, estão ansiosos para o encontro com o Papa, para um intercâmbio de fé e cultura e pela oportunidade de conhecer um dos destinos turísticos mais desejados do mundo. Mais do que um belo destino para turistas, o Rio de Janeiro é, historicamente, uma cidade engajada nas lutas por melhorias para seu povo. A Jornada Mundial da Juventude é feita por jovens e para os jovens. O senso de justiça social, igualdade e fraternidade que movem milhões de jovens, pelo Brasil, nessas manifestações, movem também jovens do mundo inteiro, que testemunham a possibilidade de uma convivência pacífica diante das diversidades que permeiam a sociedade. Os preparativos para a Jornada Mundial da Juventude seguem seu rumo, na esperança de um novo amanhecer. A nossa Paróquia se fará presente nas pessoas de três jovens, que serão enviados para esse evento, dedicado à juventude. Desde já, rezemos por eles e por todos os jovens que participarão da JMJ. Abaixo, a visão de cada um, a respeito desse grande acontecimento católico. Elistela Strombeck Silva Sinto-me lisonjeada de ter sido convidada e escolhida para ir para a jornada mundial. Desejo ter a oportunidade de sentir o próprio Cristo a caminhar e falar com toda uma nação jovem. Quero experimentar a emoção de sentir um novo céu e uma nova terra, acontecendo em solo brasileiro. E espero trazer todas essas realizações e conquistas, para nossa paróquia viver também. Camila Cristina Vioto Ide e fazei discípulos entre todas as nações! - Mt 28, 19. Este é o lema da Jornada JMJ Rio2013 Mundial da Juventude, que acontecerá neste mês. Qual a nação que precisamos ir e fazer discípulos? Como jovem, acredito que é em nossa casa, nossa comunidade, trabalho, faculdade... Penso que não é uma missão fácil. É claro que sempre temos que melhorar, mas me sinto uma discípula e não me vejo mais longe do Mestre, presente no Santíssimo Sacramento. Mas como mostrar às pessoas que este caminho é maravilhoso? Com a minha vida, com a alegria que sinto em estar junto Dele, com o respeito que tenho com a minha família, com a minha comunidade, meus vizinhos, meus amigos, com as pessoas que encontro no ônibus. Poder ir à Jornada foi um grande presente que Deus me concedeu. Uma amiga da comunidade diz que O Senhor atende todos os nossos anseios e tenho vivenciado isto em minha vida. É como diz nosso pároco não para aparecer, mas para se comprometer. E quero me comprometer, cada vez mais, com Deus e poder ver as pessoas com olhos Dele e ser instrumento em todos os lugares: ser sal na terra e luz no mundo. Eis me aqui, envia-me! (Is 6,8). Não consigo imaginar a sensação de estar entre muitas pessoas que buscam o Amor maior. Pessoas do mundo inteiro que riem, dançam, comungam, erram, buscam acertar... Indo ao encontro de Deus e do nosso já tão amado Papa Francisco, exemplo de juventude que se deixa guiar pelo Espírito Santo. Agradeço a Paróquia pela oportunidade e peço que rezem e esperem nossa volta, com bagagens recheadas de novas experiências para serem partilhadas. Gleidson Cristiano Zanchetta Foi uma felicidade, quando soube que fui um dos três escolhidos, para representar a Paróquia São Francisco de Assis e uma honra indescritível, porque vivo na Comunidade N.Sra do Carmo, desde pequeno. Nela fui batizado, recebi o Corpo e o Sangue de Cristo na minha Primeira Comunhão e nela fui crismado. A partir do Crisma, então, tudo mudou em minha vida, até chegar a este momento em que fui escolhido, não só para representar a minha paróquia, mas como um jovem que adora e louva Jesus Cristo e ama sua tão querida Mãe Maria, padroeira da nossa comunidade. Espero que, na Jornada Mundial da Juventude, além de conhecer o representante maior de nossa religião católica, o Papa Francisco, também encontrar jovens que saibam amar e adorar o Senhor, que consigam vê-lo em cada um de nossos irmãos e que saibam usar o Nono Mandamento: Amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei!. Minha participação, nesse evento mundial, será um sonho a ser realizado.

6 6 Julho / 2013 Evangelho 07 /07/ º DOMINGO DO TEMPO COMUM EV. LC. 10, A NECESSIDADE DE OPERÁRIOS Embora as leituras de hoje nos projetem em sentidos diversos, a temática do envio domina, na figura dos 72 discípulos do Evangelho e na figura do profeta anónimo que fala aos habitantes de Jerusalém, do Deus que os ama. Jesus confrontando-se com a grandiosidade da missão, reconhece a necessidade de contar com colaboradores, para poder levá-la adiante. Depois de ter enviado os doze apóstolos envia, também, outros setenta e dois discípulos, com a tarefa de preparar as cidades e povoados para a sua passagem, ou seja, para acolher a sua mensagem. Os discípulos são orientados a suplicar ao Pai, o Senhor da messe, para enviar muitas outras pessoas, dispostas a assumirem a missão evangelizadora. É ele quem tem a iniciativa da vocação e da missão. Devem evitar qualquer pretensão humana de querer atribuir-se tais dons. Todos dependem de quem os chamou e enviou. Que tipo de operário exigir para o serviço do Reino? É preciso que seja uma pessoa cheia de coragem, predisposta a viver na pobreza, capaz de adaptar-se a qualquer tipo de acolhida que lhe for oferecida, disposta a partilhar a vida de quem a acolhe, totalmente disponível para o serviço aos doentes e marginalizados, pronta a viver a experiência do fracasso, com otimismo, sem deixar-se abater.quem tem estas disposições internas, deve estar atento. Os discípulos de Jesus são enviados ao mundo para continuar a obra libertadora que Jesus começou e para propor a Boa Nova do Reino aos homens de toda a terra, sem exceção; devem fazê-lo com urgência, com simplicidade e com amor. 14 /07/ º DOMINGO DO TEMPO COMUM LC 10,25-37 FAZE TU O MESMO! O mestre da Lei queria conhecer os caminhos para obter a vida eterna, e Jesus ordena-lhe que imite o gesto misericordioso do samaritano. A preocupação com a vida eterna corresponde a reconhecer os caminhos que conduzem ao Pai, fonte da verdadeira vida. O mestre da Lei estava no bom caminho ao confessar que a via que conduz ao Pai é o caminho do amor. Se levarmos em conta a mentalidade legalista na época, essa consciência era fenomenal. Faltava apenas refazer a compreensão de próximo. A parábola contada por Jesus não deixa margem para dúvidas: próximo é qualquer pessoa que, encontrada pelos caminhos da vida, necessita do nosso amor misericordioso. Diante deste apelo, caem todas as barreiras sociais, culturais, religiosas, étnicas. O próximo carente é a mediação da comunhão com o Pai. Quem tem sensibilidade e é capaz de desfazer-se de seus planos para se mostrar solidário, estará no caminho da vida eterna. Quem, pelo contrário, desvia-se do próximo carente de solidariedade, desvia-se do caminho que conduz ao Pai. Assim, a vida eterna define-se pela disposição de se EVANGELHO DOMINICAL tornar servidor do próximo, em quem o Pai é servido. Quem é misericordioso, está no bom caminho. 21/07/ º Domingo do Tempo Comum - EVANGELHO Lc 10,38-42 SENTADA AOS PÉS DE JESUS E OUVIA A SUA PALAVRA. As leituras deste domingo convidam-nos a refletir o tema da hospitalidade e do acolhimento. Sugerem, sobretudo, que a existência cristã é o acolhimento de Deus e das suas propostas; e que a ação em favor dos irmãos, tem de partir de um verdadeiro encontro com Jesus e da escuta da Palavra de Jesus. É isso que permite encontrar o sentido da nossa ação e da nossa missão. Estamos no contexto de um banquete, não sabemos se há muitos ou poucos convidados; o que sabemos é que Marta, uma das irmãs, andava atarefada com muito serviço, enquanto a outra, Maria,estava sentada aos pés de Jesus e ouvia a sua Palavra. Marta, naturalmente, não se conformou com a situação e queixou-se a Jesus pela indiferença da irmã. A resposta de Jesus nos ensina que a Sua Palavra deve estar acima de qualquer outro interesse.em relação à posição de Maria: sentada aos pés de Jesus, é a posição típica de um discípulo diante do seu mestre. É uma situação surpreendente, num contexto sociológico em que as mulheres tinham um estatuto de inferioridade e eram limitados alguns dos seus direitos religiosos e sociais; por isso, nenhum rabi desse tempo se dignava aceitar uma mulher no grupo dos discípulos que se sentavam aos seus pés para escutar as suas lições. Jesus veio libertar e salvar os que eram oprimidos e escravizados e nesses grupos estavam as mulheres. Jesus não faz qualquer discriminação, o fato decisivo para ser seu discípulo é estar disposto a escutar e a praticar a sua Palavra. Vemos que a vida contemplativa é superior à vida ativa, a escuta da Palavra de Jesus é o mais importante para a vida, é o ponto de partida da caminhada da fé. Isto não significa que o fazer coisas, que o servir os irmãos não seja importante; mas significa que tudo deve partir da escuta da Palavra, pois é a escuta da Palavra que nos projeta para os outros e nos faz perceber o que Deus espera de nós. 28/07/ º DOMINGO DO TEMPO COMUM JESUS ORANDO AO PAI, ENSINA OS SEUSDIS- CÍPULOS COMO ORAR Oração é o tema fundamental que a liturgia nos convida a refletir, neste domingo. Ao colocar diante dos nossos olhos os exemplos de Abraão e de Jesus, a Palavra de Deus mostra-nos a importância da oração e ensina-nos a atitude que os cristãos devem assumir no seu diálogo com Deus. Continuamos no caminho de Jerusalém, isto significa percorrer o caminho espiritual que prepara os discípulos para se assumirem, plenamente, como testemunhas do Reino. Jesus apresenta a forma de dialogar com Deus aos discípulos. Não se trata tanto de ensinar uma fórmula fixa, que os discípulos devem repetir de memória, mas de propor um modelo. O Pai nosso mostra às comunidades cristãs qual a atitude que se deve assumir no diálogo com Deus. Os discípulos devem rezar, deve ser um diálogo de um filho com o Pai; o diálogo consistirá na realização do plano do Pai, no advento do mundo novo. Na boca de Jesus, Pai refere-se a Deus, não é usada em sentido simbólico, mas em sentido real: para Jesus, Deus não é como um pai, é o Pai. Ao referir-se a Deus desta forma, Jesus manifesta a intimidade, o amor, a comunhão de vida, que o ligam a Deus. Sentir-se filho desse Deus que é Pai implica reconhecer a fraternidade que nos liga a uma imensa família de irmãos. Dizer a Deus Pai implica sair do individualismo que aliena e a superar as divisões, a destruir as barreiras que impedem a amar Com celebrações festivas, na Comunidade de São Pedro, foi realizado o Tríduo em louvor ao seu padroeiro, este homem humilde, que se tornou pedra fundamental da Igreja Católica, sendo seu fundador. As celebrações foram presididas por nosso Pároco Frei Cid e por seus convidados Padre José Geraldo e Diácono Jair. Em cada dia, foram feitas muitas orações e pedidos para a recuperação da saúde do nosso irmão Reinaldo, Coordenador da Comunidade, que se acidentou e ainda está hospitalizado mas, com a Graça de e ser solidários com os irmãos, filhos do mesmo Pai. Cristo convida os discípulos (nós) a assumir, na sua relação e no seu diálogo com Deus, a mesma atitude. Jesus nos diz em especial sobre a insistência do amigo importuno,que o mais importante foi a ação do amigo que satisfaz o pedido; pois se os homens são capazes de escutar o apelo de um amigo importuno, Deus ainda mais, atenderá gratuitamente àqueles que se Lhe dirigirem. Ele convida a termos confiança em Deus: Ele conhece-nos bem e sabe do que necessitamos; em todas as circunstâncias Ele derramará sobre nós o Espírito, que nos permitirá enfrentar todas as situações da vida com a força de Deus. MARIA DE LOURDES SOUZA (MALU) TRÍDUO EM LOUVOR A SÃO PEDRO Deus, já se restabelecendo. No último dia do tríduo, 30 de junho, houve a procissão pelas ruas do bairro e o Frei Cid abençoou as pessoas que encontramos e as casas por onde passamos. Em cada dia do tríduo houve festa externa, com barracas que ofereciam delícias, confraternização e alegria a todos que participaram. Agradecemos todos que nos prestigiaram, pedindo que Deus os abençoe e proteja.

7 Julho / VILA ASSIS 2ª feira das 14h00 às 16h00 Clube de Mães. Segunda 2ª feira do mês às 20h00 Terço dos Homens. 4ª feira às 19h30 Grupo de Oração. Segundo e quarto domingo do mês às 19h30 Grupo de Jovens. COMUNIDADE SÃO PEDRO BARCELONA 2ª feira às 19h30 - Grupo de Oração. Última 6ª feira do mês Apostolado de Oração. 4ª feira das 14h00 às 16h00 Clube de Mães. Sábado às 17h30 Grupo de Jovens. COMUNIDADE N.S. DO CARMO PARADA DO ALTO 5ª feira às 20h00 Terço dos Homens Local: casas previamente agendadas 6ª feira às 15h00 Terço de Jesus Misericordioso. Sábado às 19h30 Grupo de Oração. Domingo às 17h00 Grupo de Jovens. COMUNIDADE N.S. APARECIDA ZACARIAS Última 4ª feira do mês às 19h30 Apostolado de Oração. 5ª feira das 14h00 às 16h00 - Clube de Mães. 5ª feira às 19h30 Grupo de Oração. COMUNIDADE SÃO MATEUS COLORAU 3ª feira às 19h30 Grupo de Oração. 3ª feira das 14h00 às 16h00 Clube de Mães. Última 5ª feira do mês às 19h30 Apostolado de Oração. Segunda 6ª feira do mês às 20h00 Pós Encontro Sábado às 19h00 Grupo de Jovens. Agenda Paroquial MISSAS 3ª feira às 19h30 5ª feira às 19h30 - Missa de Adoração ao Santíssimo Sábado às 19h30 Domingo às 18h00 COMUNIDADE SÃO PEDRO Domingo às 08h00. Primeira 6ª feira do mês às 19h30 Missa do Sagrado Coração de Jesus e da Família. COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO CARMO Domingo às 19h30. COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Domingo às 09h30. COMUNIDADE SÃO MATEUS Sábado às 17h30. Todo dia 27 do mês às 19h30 Missa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. ATENDIMENTO DO FREI Toda 5ª e 6ª feira das 14h30 às 16h30. EXPEDIENTE DA SECRETARIA De 3ª feira ao sábado, das 13h00 às 19h00. ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO Primeira 2ª feira do mês às 20h00. COMUNIDADE SÃO PEDRO Terceira 6ª feira do mês às 18h00. Quarta 6ª feira do mês às 19h30. COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO CARMO Primeira 4ª feira do mês às 20h00. COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Segunda 5ª feira do mês às 19h30. COMUNIDADE SÃO MATEUS Toda 4ª feira do mês às 20h00.

8 8 Julho / 2013 Mural TREZENA DE SANTO ANTONIO Aconteceu em nossa paróquia, do dia 01 ao dia 13 de junho, a Trezena de Santo Antonio. Foram treze dias de oração e celebrações, cada dia com um tema para refletir sobre Santo Antonio, esse homem que sempre soube viver em fraternidade, participando da grande família de Deus. Para as celebrações, a convite do nosso Pároco Frei Cid, queremos agradecer a presença dos Padres Rubens, Ocelo, Dirceu, Carlos Alexandre, José Geraldo, Dom Lucas, Diáconos Jair, José da Cruz, Francisco, Pedro Damas e nosso Arcebispo Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, que no dia 08, oitavo dia da Trezena, com o tema Santo Antonio na oração do Espírito, a missão da família, sob a proteção da Virgem Maria, trouxe a 53 paroquianos nossos o Sacramento da Confirmação ou Crisma, fortalecendo-os na perseverança e na fé. No 13º e último dia da Trezena, com o tema Santo Antonio: testemunho de fraternidade, reflexo de uma profissão de fé, aconteceu a festa de Santo Antonio, com missa festiva celebrada pelo Frei Cid e procissão pelas ruas do bairro, onde o Frei abençoou as famílias que aguardavam a passagem do andor. Nesse mesmo dia, teve a tradicional distribuição do Bolo de Santo Antonio, que continha várias medalhinhas do santo e, que, conforme a crença, quem a encontrasse se casaria rapidamente ou continuaria com um casamento feliz. Bastante animada esteve também a festa externa, realizada no pátio da igreja, com cada uma das nossas cinco comunidades participando ativamente à frente das barracas, sempre num clima de união e fraternidade. Enfim, nós queremos agradecer todos que de alguma forma colaboraram para que esta festa acontecesse, principalmente às famílias que nos prestigiaram com sua presença. Que as bênçãos do nosso Pai Francisco esteja sempre iluminando a vida desses nossos irmãos, paroquianos e benfeitores. Paz e Bem!

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos,

PASCOM. A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, PASCOM A PASCOM agradece a todos que colaboraram com esta edição do INFORMATIVO DA PENHA nos mandando fotos, t e x t o s e i d é i a s p a r a a s matérias! Nossa Senhora da Penha, que sabe o nome de cada

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia.

Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Páscoa do Senhor de 2015 Missa do Dia. Caríssimos Irmãos e Irmãs: Assim que Maria Madalena vira o túmulo vazio, correu à Jerusalém atrás de Pedro e João. Tiraram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde

Leia mais

Tema ASCENSÃO DO SENHOR

Tema ASCENSÃO DO SENHOR Encontro n. 6 ema ASCENSÃO DO SENHOR I. ACOLHIDA Ambiente: Lenço branco sobre a mesa, como sinal de despeida; uma cadeira vazia ou um banco próximo ao altar. Bíblia sobre o altar, vela acesa, com flores.

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública.

Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. Após as festas do Natal, em que celebramos o mistério da infância de Jesus, a liturgia nos introduz no mistério da sua vida pública. No BATISMO DE JESUS, no Rio Jordão, revela-se o Filho amado de Deus,

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados...

XVIII Domingo TC -ANO A. EVANGELHO Mt 14,13-21. Jesus Novo Moisés. «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados... EVANGELHO Mt 14,13-21 Jesus Novo Moisés «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....» Ambiente: «Tomou os cinco pães e os dois peixes e Todos comeram e ficaram saciados....»

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Músicos, Ministros de Cura e Libertação

Músicos, Ministros de Cura e Libertação Músicos, Ministros de Cura e Libertação João Paulo Rodrigues Ferreira Introdução Caros irmãos e irmãs; escrevo para vocês não somente para passar instruções, mas também partilhar um pouco da minha experiência

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

APOSTOLADO DA ORAÇÃO

APOSTOLADO DA ORAÇÃO APOSTOLADO DA ORAÇÃO INFORMATIVO APOSTOLADO DA ORAÇÃO ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS - SC Outubro: Mês Missionário A missão é feita: com os pés dos que partem... com os joelhos dos que rezam... e as mãos

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão A vida litúrgica começa muito cedo. Os Sacramentos são conhecidos como encontros pessoais com Cristo. Também são vistos como sinais da salvação.

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013

DIA DE ORAÇÃO PELA JMJ RIO2013 ROTEIRO PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO2013 Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude - CNBB CANTO DE ENTRADA (Canto a escolha) (Este momento de oração pode ser associado

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

Setembro Mês da Bíblia

Setembro Mês da Bíblia Setembro Mês da Bíblia Discípulos missionários a partir do Evangelho de João Permanecei no Meu amor, para produzir muitos frutos (Cf. Jo 15, 9-16) Retiro Espiritual Arquidiocesano AO Pe. Vânio da Silva.

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. A Responsabilidade dos Filhos de Deus Texto Base: 1º João 2.6 = Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou. Introdução: O nosso dever é andar como Ele (Jesus) andou.. Todos que O aceitam

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

20ª Hora Santa Missionária

20ª Hora Santa Missionária 20ª Hora Santa Missionária Tema: Missão é Servir Lema: Quem quiser ser o primeiro seja servo de todos Preparação do ambiente: cartaz do Mês missionário, Bíblia e fitas nas cores dos continentes, cruz e

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante.

O texto nomeia os 11, mais algumas mulheres, das quais só menciona Maria, com os irmãos de Jesus. Aqui aparece um fato curioso e edificante. Aula 25 Creio na Igreja Católica.1 Frei Hipólito Martendal, OFM. 1. Leitura de At 2, 1-15. Ler e explicar... Dia de Pentecostes (=Quinquagésima) é o 50º dia depois da Páscoa. Os judeus celebravam a Aliança

Leia mais

Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe

Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe Paróquia Jesus, Maria e José Grupo de Oração Fonte de Misericórdia RCC/ Beberibe Jovens sois forte a palavra de Deus permanece em vós. 1 Jo 2,14 O EVENTO: EMANUEL EMANUEL é o cumprimento da palavra que

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

Por Rogério Soares Coordenador Estadual da RCC São Paulo Grupo de Oração Kénosis

Por Rogério Soares Coordenador Estadual da RCC São Paulo Grupo de Oração Kénosis Grupos de Oração sem a experiência do Batismo no Espírito Santo, exercício dos carismas e o cultivo da vivência fraterna, revelam uma face desfigurada da RCC. Reflitamos a esse respeito tendo por base

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014

PARÓQUIA SÃO MATEUS CALENDÁRIO 2014 Dia Dia da JANEIRO COM MARIA CONSTRUIR A PAZ 31 MISSA NA SÃO MATEUS 20H 01 Quarta SOLENIDADE DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA/ MISSA NA CAPELA SANTO ANTONIO 10H 2 MISSA NA SÃO MATEUS 19H30 3 HORARIO NORMAL

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007

Bem - Aventuranças. Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Bem - Aventuranças Conselho Inter-paroquial de Catequese Lamas, 22 de Novembro de 2007 Eu estou à tua porta a bater, Eu estou à tua porta a bater, Se me abrires a porta entrarei para enviar. Eu preciso

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A

III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A III Domingo da Quaresma de 2015. Ano A Caríssimos Irmãos e Irmãs: Neste ano, em nosso M osteiro, estamos celebrando o Tempo da Quaresma do Ano A, porque na Noite Santa da Páscoa, vamos ministrar os Sacramentos

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO

QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO QUARESMA TEMPO DE REFLEXÃO E AÇÃO Disponível em: www.seminariomaiordebrasilia.com.br Acesso em 13/03/2014 A palavra Quaresma surge no século IV e tem um significado profundo e simbólico para os cristãos

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária ocê é convidado a iniciar uma experiência de oração. Às vezes pensamos que o dia-a-dia com seus ruídos, suas preocupações e sua correria não é lugar apropriado para levantar nosso

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações?

O Canto Litúrgico. Como escolher os cantos para nossas celebrações? O Canto Litúrgico Como escolher os cantos para nossas celebrações? O que é Liturgia? Liturgia é antes de tudo "serviço do povo", essa experiência é fruto de uma vivencia fraterna, ou seja, é o culto, é

Leia mais

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PRIOR VELHO 12-05-2007 Cântico de Entrada: 1. A treze de Maio, na Cova da Iria, apareceu brilhando a Virgem Maria. Ave,

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19

Apostila Fundamentos. Batismo nas Águas. batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 Apostila Fundamentos Batismo nas Águas batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo... Mt 28:19 B a t i s m o n a s Á g u a s P á g i n a 2 Batismo nas Águas Este é outro passo que está

Leia mais

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares

Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst. O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Bispo Sr. Dr. Gebhard Fürst O ESPÍRITO É VIVIFICADOR Desenvolver a Igreja em muitos lugares Carta Pastoral dirigida às igrejas da diocese de Rotemburgo-Estugarda na Quaresma Pascal de 2015 Bispo Sr. Dr.

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais