Localização: Bairro Rio Tavares - Florianópolis/SC Colonizada por imigrantes açorianos e posteriormente por migrantes gaúchos, paranaenses e

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Localização: Bairro Rio Tavares - Florianópolis/SC Colonizada por imigrantes açorianos e posteriormente por migrantes gaúchos, paranaenses e"

Transcrição

1 Brasília Julho/2013

2

3 Localização: Bairro Rio Tavares - Florianópolis/SC Colonizada por imigrantes açorianos e posteriormente por migrantes gaúchos, paranaenses e paulistas. Integra o Programa de Articulação Docente Assistencial. População (IBGE-2012): 7393 Duas equipes de saúde da família.

4 Equipe Médica: 2 médicos de família e comunidade, 1 médico com carga horária de 20 horas e 2 residentes em Medicina de Família. Equipe de Enfermagem: 2 enfermeiros e 4 técnicos de enfermagem Agentes Comunitários de Saúde: 8 ACS Administrativos: 4 administrativos

5

6

7

8

9

10

11 Monitoramento de Receita Controlada

12 Reorientação do modelo assistencial do manicômio aos serviços substitutivos. Mudança na maneira de cuidar do isolamento ao acolhimento Mudança na maneira de olhar o território do território geográfico ao território vivo

13 Mudança na clinica do modelo biomédico à clínica ampliada Mudança na gestão da gestão autoritária à gestão participativa Mudança cultural mudança das representações sociais sobre a loucura e sobre o cuidado

14 Estudos de demanda brasileiros mostram que ansiedade e depressão estão entre os 10 principais tipos de consulta em ambulatórios de APS. Desta forma, a ESF é um local privilegiado para o cuidado em saúde mental pela sua capilaridade, proximidade com a população e pela grande demanda de atendimentos de pacientes em sofrimento mental.

15 31 a 50% da população brasileira apresenta, durante a vida, pelo menos um episódio de algum transtorno mental Cerca de 20 a 40% da população necessita, por conta desses transtornos, de algum tipo de ajuda profissional Almeida Filho, et al., 1997 (Estudo em três capitais brasileiras: SP, Brasília, POA)

16 73 DOENÇAS RESPIRATÓRIAS 72 ACUIDADE VISUAL 60 SOFRIMENTO MENTAL 35 OSTEOMUSCULARES 19 HAS 8 DIABETES TIPO II OUTROS GRUPOS DE CID-10

17 - QP: DOR DE GARGANTA - Na verdade, queria uma injeção para a minha filha deixar de ser pirigueti relato da mãe... - Conta que a filha sai de casa com roupas curtas na mochila escondidas e usa mini-saias e blusinhas muito curtas, mesmo no inverno o pai dela é que devia estar aqui já tentamos de tudo... - Menarca aos 9 anos; 2 filha de prole de 4 a mais velha 12 tem anos. - Consultas recorrentes por gripes, dor de garganta. - No último ano: trauma cotovelo, corte no pé.

18 QP- Dor nas pernas - Trazido pela mulher e uma filha: conta que ao ir ao centro passou mal, desde então, dor pernas, vertigens e tonturas - Preocupado com o processo de envelhecer: moro eu mais minha velha chora. Eu acho que tô velho - chora incoerssívelmente. Meu pai morreu com 84 anos, meu avô também... - Aos poucos estou me dando conta que estou velho, tenho que contratar alguém para cortar a grama...

19 em 2009, eu ia todos os dias até a academia, agora não consigo mais...eu tava bem, aumentei os músculos, fiz amizades...em casa não tenho muitos amigos... - Conta que as relações sexuais estão escassas e isso o incomoda muito nos últimos 2 anos. - Consultas recorrentes por hipertensão; hiperprostatismo; prurido; dor de garganta.

20 QP- Dor retro-esternal - Ontem foi atendida na UPA-SUL, com dor precordial, de início há um mês com piora no dia de ontem...encaminhada a UBS para seguimento. - tenho medo que seja do coração... - não consegui comprar meu enxoval ainda...chora; não tenho conseguido pensar na festa, na casa, arrumar as coisas...

21 - Irá casar em 30 dias. Evangélica, nunca teve relações sexuais, não sei se vai dar certo... - Há 60 dias, noivo vem passando por dificuldades financeiras... o que eu ganho não dá nem para mim direito e tenho ajudado ele... Sente-se impotente para ajudar mais, pois além do trabalho sai de casa às 6:00 hs realiza 3 turno na igreja coordenando grupos de trabalho sociais... não consegui comprar meu enxoval ainda...chora; não tenho conseguido pensar na festa, na casa, arrumar as

22 - Consultas recorrentes por dor no peito; amigdalites de repetição; uso de anticoncepsionais; enxaquecas; acuidade visual; conjuntivite. - No fim da consulta... você me ensina como eu devo tomar o anticoncepcional, tenho a receita,mas ainda não tive coragem de tomar...

23 QP- Doença rara. - Foi atendido ontem na UPA-SUL, por estar há 6 dias com quadro de diarréia. Há 2 dias dor e fraqueza em MMIIs; parestesias em MMSSs. - Realizado Dipirona IM e 6 frascos de SF 0,9% 250 ml. - Na evolução: paciente simulando doença - Encaminhado a UBS para seguimento.

24 - estou muito assustado sabe...ontem fui no hospital e me disseram que eu tenho uma doença muito rara...que eu tinha que vir correndo aqui de manhã...mas eu não consigo dormir direito há uma semana e só fui pegar no sono de manhã cedo...cheguei aqui e não queriam me passar com o senhor... está muito contido emocionalmente. - Conta que a mãe é bi-polar, vive com ela depois da separação dos pais aos 5 anos, desde então presencia crises e uso de drogas da mãe com vários parceiros...

25 - Sente-se estranho aos outros rapazes da mesma idade, tem vergonha de sair, não gosta de festas, bebidas... já pensei em usar maconha para me soltar senhor, mas eu não vou igual aos meus pais... - Conta que quando quer ver o pai, procura ele no centro, dependente de crack eu vou até o centro, procuro na rodoviária, nos viadutos, perto da ponte...vejo ele de longe...já vi ele de tudo que é jeito...esses dias passei por ele e ele não sabia quem eu era mais...chora.

26 - Consultas recorrentes por gripe, diarréias e dores abdominais, dores de cabeça. - Irá servir na Marinha no mês que vem por um ano - talvez lá eu encontre o pai que nunca tive...dizem que a vida lá dentro é muito dura...

27 QP- UBS acionada pelo Conselho Tutelar pelo adolescente não comparecer à escola. - VISITA DOMICILIAR: Pai vem receber equipe na rua, fala que G. está dormindo, que é meio agressivo, vive nos fundos da casa. Avó tem medo dele (já quebrou todos os seus dentes com uma pedrada). É restrito ao domicílio, sem amigos, permanece conectado na internet até por 25h ininterruptas. Geralmente acorda ás 24h e dorme às 17h.

28 - Pais separados desde os seus 3 anos. Moravam em outra cidade e o pai mudou-se para Florianópolis aos seus 5 anos. Pai conta que ligava todos os dias as 13:00hs para o filhos até os seus 5 anos, quando G. resolveu que queria morar com o pai, gostava da praia e das férias. - A mãe mudou-se no mesmo ano para Florianópolis. - Atualmente a guarda é da mãe em disputa judicial no momento. Há 60 dias na casa do pai.

29 - Internação psiquiátrica prévia há 6 meses. Há época da internação estava agressivo, pegando em facas, ideação homicida e suicida, segundo os relatos dos familiares. - Alta com uso de medicação, estava melhor, segundo os pais, mas interrompeu a medicação pelos efeitos colaterais, sic - Nega-se a tomar medicações, alterar a rotina, consultar com profissionais de saúde, por vezes agride a mãe fisicamente...

30 Na abordagem mostra-se indisposto a conversar, sem demonstrar afeto, olhando para o teto... já terminou?! Você acha que eu sou o quê! Um débil mental?! - acha que o governo implantou um chip no seu corpo e que irão pegá-lo, porque inventou uma fonte de energia que pode acabar com o lucro das petrolíferas... - acredita que tem 100 espíritos nas suas costas, falam juntos...chega a esquentar as costas...começou quando comia mortadela...

31 - só come comida fechada de restaurante, acredita que podem colocar alguma coisa...tem medo de se contaminar, lava as mãos com frequência...urina pelo chão da casa...joga comidas e restos no chão...rasga roupas...sem tomar banho há 20 dias... - explica que vivemos na terceira dimensão e dessa não podemos passar, mas existem 10 dimensões...

32 - Temos realizado discussões do caso, acionamos o CAPSi, que já realizou visita domiciliar compartilhada e está acompanhando os pais - G. permanece até o momento sem frequentar os serviços, sendo que as abordagens tem sido realizadas através de visitas domicilares - Consultas recorrentes por zumbidos de ouvido, gripes, corte recente na mão.

33 QP Comi lingüiça e não tô bem. - Usuária que frequentemente vem a UBS buscar ajuda para filhos e neta que é usuária de crack, frequentemente renova receitas para familiares.. - No fim da prescrição, pergunto como estão as coisas em casa? - - Como poderia estar, a polícia teve lá em casa e quebrou tudo...

34 - Tem acontecido cada coisa na minha vida, que a mente está no espaço...tenho vontade de sumir, ir para algum lugar onde ninguém me conheça. - Eles acham que é dinheiro fácil que resolve...que ser laranja é melhor que trabalhar...no fim das contas sou em quem sofre... - Tenho que carregar minha cruz, não posso dar para os outros...então vou até que eu aguento...até que Deus queira...

35 - Viúva há um ano, vive em área de vulnerabilidade social, tem 2 filhos presos, outros no tráfico e netas e netos usuários. - Não bastasse tudo esses dias...o senhor quer saber mesmo...acordei com um amrginal na minha cama que tapou a minha boca... - Consultas recorrentes por ICC; depressão; vertigens; dores joelhos;acuidade visual;vômitos; úlcera gástrica, astrites;obesidade; HAS; nefropatia crônica;

36 Litíase biliar; anemia; dores ouvidos;aftas;pobreza extrema; dormência mãos; lesão ombro esquerdo; osteoporose; luto; analfabetismo; cisto hepático; bursite crônica; tendinites joelhos; hipotireoidismo; prurido idiopático; diarréias; crises hipertensivas; enxaquecas.

37 doenca saude

38

39

40 O que se opõe ao descuido e ao descaso é o cuidado. Cuidar é mais do que um ato; é uma atitude. Portanto, abrange mais que um momento de atenção, de zelo e de desvelo. Representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro. (Leonardo Boff)

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

CASOS CLÍNICOS PARA ESTUDO DIRIGIDO

CASOS CLÍNICOS PARA ESTUDO DIRIGIDO CASOS CLÍNICOS PARA ESTUDO DIRIGIDO Caros alunos, Estou encaminhando estes casos clínicos para estudo dirigido durante as supervisões. Em cada caso abaixo procure definir: 1. Hipóteses diagnósticas 2.

Leia mais

Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo

Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo Promoção da qualidade de vida através de psicoterapia breve de grupo PSICOTERAPIA Categoria: GRUPO Categoria: Custos administrativos e operacionais Área: Medicina Preventiva - Programa Viver Bem Responsáveis:

Leia mais

A importância do tratamento contra a aids

A importância do tratamento contra a aids dicas POSITHIVAS A importância do tratamento contra a aids Por que tomar os medicamentos (o coquetel) contra o HIV? A aids é uma doença que ainda não tem cura, mas tem tratamento. Tomando os remédios corretamente,

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS

CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS UM COMPROMISSO COM A VIDA CARTILHA DO PACIENTE PORTADOR DA DOENÇA DE CHAGAS AMBULATÓRIO DE DOENÇA DE CHAGAS UNIDADE DE INSUFICIÊNCIA CARDÍACA UNIDADE DE

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

Violência Doméstica contra Crianças sob a

Violência Doméstica contra Crianças sob a Apresentação Maria Alice Barbosa de Fortunato Autores: Kássia Cristina C. Pereira* Maria Alice B. Fortunato* Marilurdes A. de M. Álvares* Orientadora: Lygia Maria Pereira da Silva** * Fiocruz CPQAM/ NESC

Leia mais

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava:

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava: Não há como entender a ansiedade sem mostrar o que se passa na cabeça de uma pessoa ansiosa. Este texto será uma viagem dentro da cabeça de um ansioso. E só para constar: ansiedade não é esperar por um

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. 2. Preparação para sua discussão com seu médico

1. INTRODUÇÃO. 2. Preparação para sua discussão com seu médico 1. INTRODUÇÃO Artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória crônica que pode afetar diferentes áreas da vida.1 Como parte do controle de longo prazo da AR, seu médico* irá ajudá-lo a controlar melhor

Leia mais

saiba como conseguir o seu

saiba como conseguir o seu saiba como conseguir o seu doutor, Como vou fazer para comprar os remédios que preciso tomar? Projeto gráfico e ilustrações: Sivanir Batista - Settor Estúdio Gráfico http://settor.hd1.com.br - settor@mandic.com.br

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa?

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? A Quebra do Círculo Cristovam Buarque - Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? - Foi mais, e vou contar tudo. Mas não me arrependo.

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

CARTA ABERTA AOS AMIGOS E COLEGAS DO NASF NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA BELENZINHO, DAS UBSS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PARI, BRÁS E BELENZINHO

CARTA ABERTA AOS AMIGOS E COLEGAS DO NASF NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA BELENZINHO, DAS UBSS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PARI, BRÁS E BELENZINHO CARTA ABERTA AOS AMIGOS E COLEGAS DO NASF NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA BELENZINHO, DAS UBSS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PARI, BRÁS E BELENZINHO E DA SAÚDE MENTAL DA REGIÃO DA SUPERVISÃO MOOCA ARICANDUVA

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

Vivendo sem Calmantes. Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão

Vivendo sem Calmantes. Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão Vivendo sem Calmantes Ajudando você a se libertar dos calmantes, da ansiedade e da depressão Editora Livre Expressão Realizando Sonhos. Enriquecendo Vidas. São Paulo Rio de Janeiro 2014 Sumário Agradecimentos...

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO BÁSICA O VÍNCULO E O DIÁLOGO NECESSÁRIOS ÍNDICE

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO BÁSICA O VÍNCULO E O DIÁLOGO NECESSÁRIOS ÍNDICE MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS / DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO GERAL DE SAÚDE MENTAL COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA ATENÇÃO BÁSICA

Leia mais

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra?

Grasiela - Bom à gente pode começar a nossa conversa, você contando para a gente como funciona o sistema de saúde na Inglaterra? Rádio Web Saúde dos estudantes de Saúde Coletiva da UnB em parceria com Rádio Web Saúde da UFRGS em entrevista com: Sarah Donetto pesquisadora Inglesa falando sobre o NHS - National Health Service, Sistema

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

3. Meu parceiro poderia ficar chateado se soubesse sobre algumas coisas que tenho feito com outras pessoas.

3. Meu parceiro poderia ficar chateado se soubesse sobre algumas coisas que tenho feito com outras pessoas. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA NÚCLEO DE ANÁLISE DO COMPORTAMENTO Caro(a) participante: Esta é uma pesquisa do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná e

Leia mais

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP Depressão e Qualidade de Vida Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP 1 Percepções de 68 pacientes entrevistadas. 1. Sentimentos em relação à doença Sinto solidão, abandono,

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo I- Identificação do Paciente Nome: Nº do prontuário:

Leia mais

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS

Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa Tecnológica, Inovação na Gestão Pública - INTS Metodologia Pesquisa de opinião com a finalidade de avaliar demandas, anseios e a qualidade dos serviços prestados

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 10 por

Leia mais

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar CD UM NOVO DIA Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar Quantos momentos da vida. Me fazem ver. O que aqui dentro existe. Ouvi dizer. Luto pra conseguir, corro só pra fugir, faço o que posso, mas já não sou vencedor,

Leia mais

RETIFICAÇÕES DIVERSAS

RETIFICAÇÕES DIVERSAS Circular 340/2014 São Paulo, 10 de Junho de 2014. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) RETIFICAÇÕES DIVERSAS Diário Oficial da União Nº 109, Seção 1, terça-feira, 10 de junho de 2014 Prezados Senhores, Segue para

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR Bandeira et al., (2006). Escala de Sobrecarga Familiar 1 ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR Escala adaptada e validada pelo Laboratório de Pesquisa em Saúde Mental (LAPSAM) www.lapsam.ufsj.edu.br

Leia mais

Entrevista 1.02 - Brenda

Entrevista 1.02 - Brenda Entrevista 1.02 - Brenda (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br

Lucas Liberato Coaching Coach de Inteligência Emocional lucasliberato.com.br Script de Terapia de Liberação Emocional (EFT) para desfazer crenças relativas aos clientes que você merece ter. Eu não consigo atrair clientes dispostos a pagar preços altos A Acupuntura Emocional é uma

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

Condições de saúde dos consumidores

Condições de saúde dos consumidores Condições de saúde dos consumidores Pesquisa global GfK Outubro 2015 1 Pesquisa global GfK: A condição de saúde dos consumidores 1 Metodologia 2 Resultado global 3 Resultado do Brasil 2 Metodologia 3 Abrangência,

Leia mais

29/04/2015. Sensibilizar para a importância de uma reflexão profunda e contínua sobre a própria existência.

29/04/2015. Sensibilizar para a importância de uma reflexão profunda e contínua sobre a própria existência. 29/04/2015 Sensibilizar para a importância de uma reflexão profunda e contínua sobre a própria existência. Favorecer a conscientização sobre a importância da elaboração de um projeto de vida pelo indivíduo,

Leia mais

ESCOLA DE ENFERMAGEM COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ATIVIDADE ESTÁGIO CURRICULAR II TACIANA MADRUGA SCHNORNBERGER

ESCOLA DE ENFERMAGEM COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ATIVIDADE ESTÁGIO CURRICULAR II TACIANA MADRUGA SCHNORNBERGER ESCOLA DE ENFERMAGEM COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ATIVIDADE ESTÁGIO CURRICULAR II TACIANA MADRUGA SCHNORNBERGER RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR II: Serviços da Rede Básica Porto Alegre

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO Design & Saúde Financeira para maiores de 50 anos Vera Damazio Laboratório Design Memória Emoção :) labmemo (: O que Design tem a ver com Saúde Financeira para maiores de 50 anos? E o que faz um Laboratório

Leia mais

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches

Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches The Commonwealth of Massachusetts Executive Office of Health and Human Services Department of Public Health Informações aos Pais sobre a Gripe nas Creches 18 de setembro, 2009 A gripe H1N1 (suína) voltará

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16 Super é o meu primeiro livro escrito inteiramente em São Paulo, minha nova cidade. A ela e às fantásticas pessoas que nela vivem, o meu enorme obrigado. E esse livro, como toda ficção, tem muito de realidade.

Leia mais

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa?

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa? Primeiro eu gostaria de saber.. eh se você tem namorado? Namorado, tenho não. Já tive muito mais agora faz treis meses que eu moro com um rapaz é um argentino qui qui primeiro quando eu conheci estava

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL E O PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO DOS USUÁRIOS DO SERVIÇO DE RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA DE BAURU

O SERVIÇO SOCIAL E O PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO DOS USUÁRIOS DO SERVIÇO DE RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA DE BAURU O SERVIÇO SOCIAL E O PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO DOS USUÁRIOS DO SERVIÇO DE RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA DE BAURU Josiane F. Lozigia Carrapato 1 Fabíola Caroline Silva Juliana Fernandes Lozigia Michele Baroni 1.

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Sonolência Excessiva Diurna (SED)

Sonolência Excessiva Diurna (SED) Sonolência Excessiva Diurna (SED) A sonolência é queixa comum, principalmente, entre adolescentes, quase sempre por não desfrutarem de sono satisfatório. Eles dormem poucas horas à noite e, no dia seguinte,

Leia mais

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2

Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1. Marina Silva 2 Desenvolvimento sustentável: o que é e como alcançar? 1 Boa tarde a todos e a todas! Marina Silva 2 Quero dizer que é motivo de muita satisfação participar de eventos como esse porque estamos aqui para

Leia mais

CURSO: Cuidador de Idoso

CURSO: Cuidador de Idoso CURSO: Cuidador de Idoso Bárbara Pereira Quaresma Enfermeira Docente 2 1 3 Bem vindos 4ª aula 4 Mãos As mãos do cuidador são suas maiores, melhores e mais usadas ferramentas. Por isso devem estar SEMPRE

Leia mais

Aspectos Psicológicos do Câncer na MULHER. O que é preciso saber para acolher? Maria Estelita Gil Psicóloga Clínica 2012

Aspectos Psicológicos do Câncer na MULHER. O que é preciso saber para acolher? Maria Estelita Gil Psicóloga Clínica 2012 Aspectos Psicológicos do Câncer na MULHER. O que é preciso saber para acolher? Maria Estelita Gil Psicóloga Clínica 2012 1 Repercussões emocionais frente ao Diagnóstico de Câncer A comunicação de um diagnóstico

Leia mais

Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica. Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta

Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica. Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta Hipnose Tratando a Ansiedade e a Fobia Específica Alexandra Melo Fernandes Psicóloga - Hipnoterapeuta Estudo de Caso Paciente M, mulher de 49 anos, casada, do lar, mãe de dois filhos (um adulto e outro

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Oficinas de tratamento Redes sociais Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Irma Rossa Médica Residência em Medicina Interna- HNSC Médica Clínica- CAPS ad HNSC Mestre em Clínica Médica- UFRGS

Leia mais

USUÁRIO QUE APANHOU NA PRISÃO, SOFREU

USUÁRIO QUE APANHOU NA PRISÃO, SOFREU NOME LUIS FILIPE PERTENCENTE A ALGUMA ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL? ESTADO MUNICÍPIO RIO DE JANEIRO (RJ) NOVA FRIBURGO DESCRIÇÃO DO CASO QUALIFICAÇÃO SEXO MASCULINO IDADE 22 25 COR GRAU DE INSTRUÇÃO

Leia mais

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente Carrefour Guarujá Bárbara Pereira Quaresma Enfermeira Docente Enfª Bárbara Pereira Quaresma 2 O que é DST? Toda doença transmitida através de relação sexual. Você sabe como se pega uma DST? SEXO VAGINAL

Leia mais

(In)Segurança Virtual. Introdução Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró

(In)Segurança Virtual. Introdução Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró (In)Segurança Virtual Introdução Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró Eliakim Aquino - eliakim_pcdoctor@hotmail.com interseguraca.blogspot.com Mossoró-RN Setembro-2009 Que idéia seria essa? Fator Humano:

Leia mais

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS

ÍNDICE. Foto: João Borges. 2 Hospital Universitário Cajuru - 100% SUS ÍNDICE Apresentação...03 Hospital Universitário Cajuru...04 Estrutura...04 Especialidades Atendidas...05 Diferenças entre atendimento de urgência, emergência e eletivo...06 Protocolo de Atendimento...07

Leia mais

Nome da Unidade de Atenção Básica: Tipo da Unidade: Número do CNES: Data da Visita: Emissor do Questionário: Número do Protocolo:

Nome da Unidade de Atenção Básica: Tipo da Unidade: Número do CNES: Data da Visita: Emissor do Questionário: Número do Protocolo: ASPECTO DO FORMULÁRIO: ACESSIBILIDADE NA UNIDADE DE SAÚDE 1) SOBRE ACESSIBILIDADE NAS DEPENDÊNCIAS DA UNIDADE: a) A unidade tem acessibilidade em todos os ambientes? (i) Onde não há? b) Todas as entradas

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

O APOIO MATRICIAL E A REDE SAÚDE MENTAL-ATENÇÃO BÁSICA O O

O APOIO MATRICIAL E A REDE SAÚDE MENTAL-ATENÇÃO BÁSICA O O O APOIO MATRICIAL E A REDE SAÚDE MENTAL-ATENÇÃO BÁSICA O O PORTO VELHO-RO 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde O APOIO MATRICIAL E A REDE SAÚDE MENTAL-ATENÇÃO

Leia mais

COMPILADO DO CASO DANILO: A PARCERIA DO SUJEITO COM SUA DROGA Conversação GRS-Itabirito em 19/02/08

COMPILADO DO CASO DANILO: A PARCERIA DO SUJEITO COM SUA DROGA Conversação GRS-Itabirito em 19/02/08 COMPILADO DO CASO DANILO: A PARCERIA DO SUJEITO COM SUA DROGA Conversação GRS-Itabirito em 19/02/08 O caso foi escolhido para a conversação devido não somente aos impasses que se apresentavam em seu tratamento,

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO

A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO A PASSAGEM DAS ÁGUAS A HISTÓRIA DA FAMÍLIA DE ZÉ DE PEDRO E MARIA DO CARMO Adriana Galvão Freire, Bióloga, Mestre em Administração Rural, Assessora Técnica da Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura

Leia mais

Pedro e Lucas estão sendo tratados com. Profilaxia

Pedro e Lucas estão sendo tratados com. Profilaxia Pedro e Lucas estão sendo tratados com Profilaxia Este livreto foi planejado para crianças com hemofilia que estejam prestes a iniciar profilaxia, ou que estejam considerando iniciá-la no futuro. Esperamos

Leia mais

Quando o medo transborda

Quando o medo transborda Quando o medo transborda (Síndrome do Pânico) Texto traduzido e adaptado por Lucas Machado Mantovani, mediante prévia autorização do National Institute of Mental Health, responsável pelo conteúdo original

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA:

SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: CRENÇAS DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE ACERCA DO CUIDADO DA PESSOA EM SOFRIMENTO MENTAL. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Faculdade de Filosofia Ciências

Leia mais

Só você pode responder a esta pergunta.

Só você pode responder a esta pergunta. Sou um adicto? Tradução de literatura aprovada pela Irmandade de NA. Copyright 1991 by Narcotics Anonymous World Services, Inc. Todos os direitos reservados. Só você pode responder a esta pergunta. Isto

Leia mais

O seu bem-estar emocional

O seu bem-estar emocional Your Emotional Wellbeing in pregnancy and beyond- Portuguese O seu bem-estar emocional na gravidez e períodos seguintes Breve guia 1 O seu bem-estar emocional na gravidez e períodos seguintes 2 Gravidez

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais

By Dr. Silvia Hartmann

By Dr. Silvia Hartmann The Emo trance Primer Portuguese By Dr. Silvia Hartmann Dra. Silvia Hartmann escreve: À medida em que nós estamos realizando novas e excitantes pesquisas; estudando aplicações especializadas e partindo

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider

ALICE DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por. Simone Teider DIZ ADEUS 4º TRATAMENTO* Escrito e dirigido por Simone Teider SEQUENCIA 1 Uma mulher, (46), está sentada num sofá vendo TV e lixando as unhas. Ela veste um vestido florido e um brinco grande. (16), de

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

Envelhecendo. Getting old

Envelhecendo. Getting old Getting old Zenaide dos Santos a 80 Depoimento Testimonial Eu comecei a perceber o meu processo de envelhecimento observando a minha mãe. Cuidando dela no dia a dia, fui vendo como ela ia regredindo e,

Leia mais

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Eu, (nome do paciente(a) abaixo identificado(a) e firmado(a)), declaro ter sido

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

PÉROLAS SÃO UM INCÔMODO

PÉROLAS SÃO UM INCÔMODO PÉROLAS SÃO UM INCÔMODO 1 É bem verdade que eu não estava fazendo nada naquela manhã, exceto ficar olhando para uma folha de papel em branco na minha máquina de escrever e pensando em redigir uma carta.

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

RELACIONAMENTO TERAPÊUTICO ENTRE ENFERMEIRO E PACIENTE TRANSPLANTADO CARDÍACO: FORÇA VITAL PARA A HUMANIZAÇÃO

RELACIONAMENTO TERAPÊUTICO ENTRE ENFERMEIRO E PACIENTE TRANSPLANTADO CARDÍACO: FORÇA VITAL PARA A HUMANIZAÇÃO RELACIONAMENTO TERAPÊUTICO ENTRE ENFERMEIRO E PACIENTE TRANSPLANTADO CARDÍACO: FORÇA VITAL PARA A HUMANIZAÇÃO O transplante cardíaco é uma forma de tratamento para os pacientes com insuficiência cardíaca

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo.

SABE, ESSA É A MINHA FAMÍLIA. É isso mesmo! A gente nem pensa nisso, não é? Mas vamos ver como acontece. Venha comigo. Apoio: A Constituição Federal do Brasil diz que: É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à

Leia mais

Análise de Conteúdo Entrevista nº 5 1. Sub-dimensões D. Lina 2

Análise de Conteúdo Entrevista nº 5 1. Sub-dimensões D. Lina 2 Análise de Conteúdo Entrevista nº 5 1 Dimensões Sub-dimensões D. Lina 2 A) Perfil Individual Características sócio-biográficas 64 anos casada Escolaridade 2ª classe Católica praticante Residente em Campo

Leia mais

Des estresse! 01. Afinal de contas, o que é estresse?

Des estresse! 01. Afinal de contas, o que é estresse? Akira Nakao Des estresse! Você é competitivo, estressado, equilibrado, acomodado, tranquilo ou couraceiro? Lembra do material da nossa primeira semana? 01. Afinal de contas, o que é estresse? É um mecanismo:

Leia mais

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental DEPRESSÃO O que você precisa saber Fênix Associação Pró-Saúde Mental Eu admito que preciso de ajuda, pois sozinho não consigo... (Grupo Fênix: Os 6 Passos para a Recuperação) a 1 Edição São Paulo 2010

Leia mais

Respire aliviado! Tuberculose tem cura

Respire aliviado! Tuberculose tem cura Respire aliviado! Tuberculose tem cura O que é tuberculose? A tuberculose é uma doença infecciosa causada por um micróbio visível apenas ao microscópio, chamado Bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis).

Leia mais