Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul"

Transcrição

1 DECRETO Nº , DE 13 DE JULHO DE Aprova o Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças atividadesfim, para efeitos legais. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAXIAS DO SUL, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 94 da Lei Orgânica do Município, Considerando que é dever do Poder Público promover a gestão dos documentos do arquivo, bem como assegurar o acesso às informações nele contidas, de acordo com o 2º do art. 216 da Constituição Federal, e o art. 1º da Lei Federal nº 8.159, de 08 de janeiro de 1991; Considerando que ao Município cabe a definição dos critérios de organização e vinculação dos arquivos municipais, de acordo com os art. 17 e 21 da Lei Federal nº 8.159, de 08 de janeiro de 1991; Considerando os resultados alcançados nos trabalhos relacionados à proposta de Tabela de Temporalidade de s das atividadesfim, e Plano de Classificação da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças, apresentada pelas Comissões Central e Setorial de s de ; Considerando gestão de documentos o conjunto de procedimentos e operações técnicas referentes à produção, classificação, avaliação, tramitação, uso, arquivamento e reprodução, visando sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente; Considerando os critérios e conceitos adotados no Município para a gestão de documentos de arquivo aplicados para as atividadesfim. DECRETA: Art. 1º Fica aprovado o Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças, sfim, constantes nos Anexos I e II, deste Decreto. Parágrafo único. As disposições deste Decreto aplicamse a todos os documentos arquivísticos produzidos pela Secretaria Municipal de Gestão e Finanças, no exercício de suas atividadesfim, independente do suporte, ou seja, papel, meio eletrônico ou outro. Art. 2º A Comissão Setorial de Avaliação de s de, nomeada através de Portaria, aplicará a Tabela de Temporalidade de

2 s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças. Art. 3º Caberá a Comissão Setorial de Avaliação de s de comunicar ao órgão responsável pela gestão de documentos do Poder Executivo Municipal, a existência de outros documentos de arquivo produzidos em decorrência de atividadefim, não indicados no Plano de Classificação e na Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças, para sua atualização. Art. 4º Integram este Decreto: a) Anexo I Plano de Classificação de s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças, e b) Anexo II Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças. Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Caxias do Sul, 13 de julho de 2016; 141º da Colonização e 126º da Emancipação Política. Alceu Barbosa Velho, PREFEITO MUNICIPAL. Virgínia Reschke da Silva Biglia, SECRETÁRIA DE GOVERNO MUNICIPAL.

3 ANEXO I Plano de Classificação de s Secretaria Municipal de Gestão e Finanças Grupo Funcional 3 Finanças Subgrupo Funcional 3.3 Orçamento e Finanças Função Organização, Gestão e Planejamento Ato Administrativo Processos Administrativos de Uso Geral Planejamento Plano Plurianual da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças Plano Anual da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças Relatório de s Função Orçamento Execução da Lei Orçamentária Relatório Gerencial Programação Orçamentária Alteração Orçamentária

4 Pedido de Compra Função Finanças Subfunção Execução Orçamentária e Financeira Efetivação da Receita Efetivação de Receitas com Darms, ISS e IRRF Efetivação da despesa Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Serviços de MO Contratada Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Serviços em Geral, Telefonia, Energia Elétrica e Aquisições para Consumo Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Diárias Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de: 1 Obra 2 Jetons 3 Folha de pagto. e seus encargos 3.1 Guia da Contribuição Sindical GRCS 3.2 Guia do FGTS GRF 3.3 Guia do INSS GPS 3.4 DARF PASEP 4 Planilha de Cálculo de Precatórios 5 Relatório de INSS PF e PJ 6 Serviços e Aquisições Relevantes Anulação e Devolução de Despesa Nota de Anulação Nota de Devolução de Pagamento

5 Contratos Contrato Original Memorando ou Declaração Explicativa Memorando ou Declaração Explicativa Sub função Gerência de Contratos e Convênios Gerência de Contratos e Convênios Convênios do Município Gerenciamento de Processos Prótransporte, Abastecimentos de Água, etc Atualização de Valores e Cálculos Judiciais Planilha de Cálculo para Reajuste de Valores Cálculos Judiciais Função Contabilidade Controle Contábil

6 Conciliações Contábeis e Bancárias s Contábeis Gerados Internamente Prestação de contas Balanço Balancete Dívida Decêndios MDE e ASPS (mensal) SIOPS (bimestral) SIOPE (anual) MGS (quadrimestral) Subfunção Declaração de Encargos, Débito e Crédito de Tributos Federais Declaração de Encargos, Débito e Crédito de Tributos Federais Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social GFIP Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais DCTF Declaração de Imposto de Renda na Fonte DIRF Declaração de Compensação DECOMP

7 ANEXO II Tabela de Temporalidade de s Função Organização, Gestão e Planejamento (objetivo da produção do documento) Código/ Ato Administrativo Planejamento Processos Administrativos de Uso Geral Plano Plurianual da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças Plano Anual da Secretaria Municipal de Gestão e Finanças Prazos de Arquivamento Setorial Enquanto Vigente Geral Destinação do Digitalização Guarda Permanente 5 anos Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal 5 anos Guarda Permanente 2 anos Relatório de s 5 anos Guarda Permanente

8 Função Orçamento Execução da Lei Orçamentária (objetivo da produção do documento) Código/ Prazos de Arquivamento Setorial Geral Destinação do Digitalização Guarda Permanente Relatório Gerencial 5 anos Guarda Permanente na secretaria Programação Orçamentária 5 anos Guarda Permanente na secretaria Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal Contados do 1º dia do exercício seguinte. Art. 174, do CTN. Contados do 1º dia do exercício seguinte. Art. 174, do CTN Alteração Orçamentária 5 anos Contados do 1º dia do exercício seguinte. Art. 174, do CTN Pedido de Compra 5 anos

9 Função Finanças Subfunção Execução Orçamentária e Financeira (objetivo da produção do documento) Código/ Efetivação da Receita Efetivação da Despesa Efetivação de Receitas com DARM, ISS e IRRF Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Serviços de MO Contratada Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Serviços em Geral, Telefonia, Energia Elétrica e Aquisições para Consumo Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de Diárias Efetivação da Liquidação da Despesa Empenhada (pagamento) de: 1 Obra 2 Jetons 3 Folha de Pagamento e seus Encargos 3.1 Guia da Contribuição Sindical GRCS 3.2 Guia do FGTS GRF 3.3 Guia do INSS GPS 3.4 DARF PASEP Prazos de Arquivamento Setorial 6 anos Geral 6 anos 4 anos 6 anos 6 anos 4 anos 6 anos Destinação do Digitalização Guarda Permanente Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal Notas fiscais de aquisições imobilizadas (despesas relevantes) serão microfilmadas e descartadas

10 Anulação e Devolução de Despesa Contratos Memorando ou Declaração Explicativa 4 Planilha de Cálculo de Precatórios 5 Relatório de INSS PF e PJ 6 Serviços e Aquisições Relevantes Nota de Anulação 6 anos Nota de Devolução de Pagamento Contrato Original Memorando ou Declaração Explicativa 6 anos 6 anos 10 anos ao vencimento final. Uma via original deverá estar no processo. Subfunção Gerência de Contratos e de Convênios (objetivo da produção do documento) Código/ Gerência de Contratos e Convênios Atualização de Prazos de Arquivamento Setorial Geral Destinação do Digitalização Guarda Permanente Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal Convênios do Município 20 anos Portaria 507/2011 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Gerenciamento de Processos PróTransporte, Abastecimentos de Água, etc Planilha de Cálculo para Reajuste de Valores 10 anos s são recebidos do Banco Financiador anos Uma via permanece no processo.

11 Valores e Cálculos Judiciais Convênios do Município 20 anos Função Contabilidade (objetivo da produção do documento) Código/ Controle Contábil Prestação de Contas Conciliações Contábeis e Bancárias s Contábeis Gerados Internamente Prazos de Arquivamento Setorial 10 anos 10 anos Balanço 10 anos Balancete 10 anos Dívida 10 anos Decêndios MDE e ASPS (mensal) 6 anos SIOPS (bimestral) 10 anos SIOPE (anual) 10 anos MGS (quadrimestral) 10 anos Geral Destinação do Digitalização Guarda Permanente Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal Após amortização total

12 Função Contabilidade Subfunção: Declaração de Encargos, Débito e Crédito de Tributos Federais (objetivo da produção do documento) Código/ Declaração de Encargos, Débito e Crédito de Tributos Federais Guia de Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social GFIP Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais DCTF Declaração de Imposto de Renda na Fonte DIRF Declaração de Compensação DECOMP Prazos de Arquivamento Setorial 30 anos 10 anos 10 anos 10 anos Geral Destinação do Digitalização Guarda Permanente Digitalizar Digitalizar Digitalizar Digitalizar Informações Complementares, Observações e/ou Fundamentação Legal digital salvo na rede. Prazo guarda: 30 anos a contar do 1º dia do exercício seguinte ou da data de anulação da constituição do crédito anteriormente efetuado. Art. 23, parágrafo 50, Lei 8036, de 11/05/90

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 18.290, DE 13 DE JULHO DE 2016. Aprova o Plano de Classificação e a Tabela de Temporalidade de s da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social atividadesfim, para efeitos legais.

Leia mais

Mês: Janeiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/2017 ÁREA

Mês: Janeiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/2017 ÁREA Mês: Janeiro/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - JANEIRO/1 ÁREA Ver Regulamentação Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação Ver Regulamentação Recolher

Leia mais

Mês: Fevereiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/2017 ÁREA

Mês: Fevereiro/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/2017 ÁREA Mês: Fevereiro/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - FEVEREIRO/1 ÁREA Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação conforme 2 do artigo 3º da IN TCE-MG nº

Leia mais

Mês: Março/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/2017 ÁREA

Mês: Março/2017 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/2017 ÁREA Mês: Março/1 DATA LIMITE OBRIGAÇÕES - MARÇO/1 ÁREA Ver Regulamentação Receber Balancetes da Câmara Municipal e demais Entidades da Administração Indireta para Consolidação Ver Regulamentação Recolher a

Leia mais

PREFEITURA. Enviar cópia da Ata de audiência pública exigida pelo art. 9º da LRF (cumprimento de metas fiscais) 3º quadrimestre/2016.

PREFEITURA. Enviar cópia da Ata de audiência pública exigida pelo art. 9º da LRF (cumprimento de metas fiscais) 3º quadrimestre/2016. ABRIL/2017 - Informativo - Edição 04 PREFEITURA PRAZO OBRIGAÇÃO FORMA PRESTAÇÃO DE CONTAS LEGISLAÇÃO Até 04/04 Enviar dados de publicação da LRF - 1º bimestre de 2017 (Relatório Resumido da Execução Orçamentária,

Leia mais

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016.

DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. DECRETO Nº 8.598, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2016. Dispõe sobre o empenho de despesas, a inscrição de restos a pagar e o encerramento das atividades com repercussão orçamentária, financeira e patrimonial do

Leia mais

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE

10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de DOE 10. Instrução Normativa AGE Nº 001, de 25 de Abr. de 2008. DOE 28.04.2008 Instrução Normativa AGE nº 001, de 25 de abril de 2008. Institui normas e rotinas para padronização e uniformização dos procedimentos

Leia mais

INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA

INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA ABRIL/2017 - Informativo - Edição 04 INSTITUTOS DE PREVIDÊNCIA PRAZO OBRIGAÇÃO FORMA PRESTAÇÃO DE CONTAS LEGISLAÇÃO Até o 5º dia útil Efetuar o pagamento dos salários, relativos ao mês vencido, aos servidores

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº /07

RESOLUÇÃO CFC Nº /07 RESOLUÇÃO CFC Nº. 1.115/07 Aprova a NBC T 19.13 Escrituração Contábil Simplificada para Microempresa e Empresa de Pequeno Porte. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais

Leia mais

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela

Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas. Profa.: Patrícia Siqueira Varela Contabilidade Aplicada ao Setor Público Receitas e Despesas Públicas Profa.: Patrícia Siqueira Varela Receita Pública Conceito: todo e qualquer recolhimento feito aos cofres públicos. Receita Orçamentária:

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE PIANCÓ Secretaria-Chefe de Gabinete

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE PIANCÓ Secretaria-Chefe de Gabinete Página 1 Poder Executivo Gabinete do Prefeito Decretos DECRETO Nº 01, DE 8 DE JANEIRO DE 2014. Dispõe sobre as Metas Bimestrais de Arrecadação (MBA) e o Cronograma Mensal de Desembolso (CDM) do Poder Executivo

Leia mais

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO RIO Nº DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO RIO Nº 43378 DE 30 DE JUNHO DE 2017 (PUBLICADO NO DO DE 03/07/2017) Dispõe sobre a estrutura organizacional da Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S.A. - RIOSAÚDE. O PREFEITO DA CIDADE DO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMBÉ DO MATO DENTRO MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMBÉ DO MATO DENTRO MINAS GERAIS LEI Nº 520/2011 Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Itambé do Mato Dentro para o Exercício de 2012. Eu, WAVEL DIAS LAGE, Prefeito do Município de Itambé do Mato Dentro, Estado de Minas Gerais,

Leia mais

CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO

CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO CHECK LIST DA TRANSIÇÃO DE GORVERNO Missão: Evitar a descontinuidade Administrativa. Objetivo: Garantir o funcionamento contínuo das ações e serviços prestados à coletividade. Permitir a instituição de

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ

CAPACITAÇÃO EM CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO CEARÁ Pacote I Área Nº Disciplinas Horas / Aula 03 Procedimentos Contábeis Orçamentários I PCO I Procedimentos Contábeis Orçamentários II PCO II 05 Procedimentos Contábeis Patrimoniais I PCP I Fundamentos 06

Leia mais

Sumário. Manual_Completo_Contab_Pub_00.indd 23 21/08/ :54:07

Sumário. Manual_Completo_Contab_Pub_00.indd 23 21/08/ :54:07 Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Conceito...2 1.3. Princípios de Contabilidade...3 1.4. Natureza do Registro dos Atos e Fatos na Contabilidade Pública...7 1.5. Objetivo...9

Leia mais

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas A presente tabela contém os principais documentos fiscais, contábeis e trabalhistas das empresas com o tempo que deve ser mantido em arquivo

Leia mais

TABELA DE TEMPORALIDADE ATIVIDADE-MEIO

TABELA DE TEMPORALIDADE ATIVIDADE-MEIO ANEXO I FUNÇÃO: 01 - ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SUBFUNÇÃO: 01. 01 - ORDEM JURÍDICA 01.01.01. Elaboração de atos normativos 01.01.02. Formalização de acordos bilaterais 01.01.03. Elaboração de pareceres

Leia mais

Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017

Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017 Portaria UCI nº 01, de 04 de Janeiro de 2017 ESTABELECE O PROGRAMA ANUAL DE AUDITORIA INTERNA PAAI/2017 DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CASCALHEIRA-MT, DEFININDO OS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E CRONOLÓGICOS

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: Introdução: Serviço Público. Administração Pública. Contabilidade Pública. Regimes Contábeis.

Resumo Aula-tema 01: Introdução: Serviço Público. Administração Pública. Contabilidade Pública. Regimes Contábeis. Resumo Aula-tema 01: Introdução: Serviço Público. Administração Pública. Contabilidade Pública. Regimes Contábeis. Ainda hoje no Brasil, são raras as pesquisas e publicações na área da Contabilidade Pública

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PAUINI GABIENTE DA PREFEITA Ato do Poder Executivo

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PAUINI GABIENTE DA PREFEITA Ato do Poder Executivo LEI MUNICIPAL Nº245, de 30 de dezembro de 2014. Estima a Receita e fixa a Despesa do Orçamento Anual do Município de PAUINI, para o exercício financeiro de 2015. A Prefeita Municipal de Pauini, Estado

Leia mais

PROCEDIMENTOS FISCAIS E CONTÁBEIS PARA INSTITUIÇÕES ESPÍRITAS

PROCEDIMENTOS FISCAIS E CONTÁBEIS PARA INSTITUIÇÕES ESPÍRITAS PROCEDIMENTOS FISCAIS E CONTÁBEIS PARA INSTITUIÇÕES ESPÍRITAS As instituições espíritas para se tornarem personalidades jurídicas, tem que ter os seguintes documentos e registros: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 09 A 15 DE JUNHO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 09 A 15 DE JUNHO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 09 A 15 DE JUNHO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 9 Histórico: Substituição tributária Imposto devido por substituição tributária relativamente à seguinte mercadoria: - energia elétrica

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Contabilidade Pública Capítulo 2 Receita Pública... 41

Sumário. Capítulo 1 Contabilidade Pública Capítulo 2 Receita Pública... 41 Sumário Capítulo 1 Contabilidade Pública... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Conceito...2 1.3. Princípios de Contabilidade x Estrutura Conceitual...3 1.4. Natureza do Registro dos Atos e Fatos na Contabilidade

Leia mais

Terça-feira, 17 de Dezembro de 2013 Edição n 507

Terça-feira, 17 de Dezembro de 2013 Edição n 507 LEI Nº 65 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 INSTITUI O PLANO PLURIANUAL PARTICIPATIVO - MUNICÍPIO DE SÃO MIGUEL DAS MATAS BA, PARA O PERÍODO DE 2014 A 2017 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 16 A 22 DE JUNHO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 16 ICMS - GIA Histórico: GIA Eletrônica A GIA Eletrônica relativa ao mês anterior deverá ser apresentada por meio da Internet (www.pfe.fazenda.sp.gov.br),

Leia mais

DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013

DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013 DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013 Institui a nota fiscal de serviços eletrônica, o sistema eletrônico de escrituração fiscal, e dá outras providências. O SENHOR PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 DETERMINA,

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 DETERMINA, PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA CONTROLADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CGM Nº 03/2016 Estabelece Normas para Prestação de Contas, Controle Interno e Encerramento

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

PROPOSIÇÃO DE LEI Nº 760/CMSR/2015

PROPOSIÇÃO DE LEI Nº 760/CMSR/2015 DISPÕE SOBRE A CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DO SERVIÇO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O povo de Santana do Riacho, através de seus legítimos representantes, aprova e eu, André Ferreira Torres,

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO da Vaga Nº da 2003 Curso(s): Administração Auxiliar na preparação de documentos administrativos; Auxiliar na elaboração de relatórios em geral, relativos a informações não protegidas por sigilo fiscal;

Leia mais

/2013. LEI Nº /2013

/2013. LEI Nº /2013 LEI Nº. 1457 457/2013 /2013. INSTITUI GRATIFICAÇÃO DE SERVIÇO A SEREM PAGAS A SERVIDORES TITULARES DO PODER EXECUTIVO DESIGNADOS PARA EXECUTAR SERVIÇOS AO PODER LEGISLATIVO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. MARCOS

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para o registro contábil de receita em favor do Estado do Rio de Janeiro (Tesouro Estadual / RIOPREVIDÊNCIA).

Estabelecer critérios e procedimentos para o registro contábil de receita em favor do Estado do Rio de Janeiro (Tesouro Estadual / RIOPREVIDÊNCIA). Proposto por: Equipe da Divisão de Apropriação e Análise Contábil (DIANA) Analisado por: Diretor do Departamento Contábil (DECON) Aprovado por: Diretor da Diretoria-Geral de Planejamento, Coordenação e

Leia mais

Validação das avaliações setoriais do Plano Plurianual - PPA por unidade orçamentária - por dia (4)

Validação das avaliações setoriais do Plano Plurianual - PPA por unidade orçamentária - por dia (4) PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO Decreto nº.13.528, de 2 de maio de 2014 QUADRO DE DETALHAMENTO DE TAREFAS QDT (ANEXO I) CÓDIGO ATIVIDADE NÍVEL 1 2 3 4 5 6 7 8 Análise e validação das propostas setoriais

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO,

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, 09.12.2008 Estima a Receita e fixa a Despesa do município de NOVA IGUAÇU DE GOIÁS, para o exercício Financeiro de 2009 e dá outras providências. A CÂMARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO SEGURO AVENIDA DOS NAVEGANTES, Nº 260-2º PISO CENTRO C.N.P.J. : 13.635.016/0001-12 DECRETO Nº 2866, DE 04 DE MAIO DE 2009. Aprova a Programação da Execução Financeira dos

Leia mais

Marketing Comercial. campanhas promocionais. marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu

Marketing Comercial. campanhas promocionais.  marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu Soluções Marketing Comercial Registro e classificação dos contatos com clientes e prospects. Possibilidade de geração de compromissos encadeados, além de acompanhamento das ações promovidas pelas equipes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAÚ DO TOCANTINS RUA02 ESQUINA COM AV. B Nº388 CENTRO CEP: FONE/FAX: /1108/1112 CNPJ:

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAÚ DO TOCANTINS RUA02 ESQUINA COM AV. B Nº388 CENTRO CEP: FONE/FAX: /1108/1112 CNPJ: LEI Nº. 393/2014, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO PARA O EXERCÍCIO DE 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE JAÚ, Estado do Tocantins, no uso de suas atribuições legais e

Leia mais

esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Porto Alegre, 11 de abril de 2017 Sumário: Tributos e FGTS: esocial e EFD-Reinf como fonte de infs;

Leia mais

I - DOS RECURSOS ORIUNDOS DOS ACORDOS DE EMPRÉSTIMOS OU CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO REEMBOLSÁVEIS

I - DOS RECURSOS ORIUNDOS DOS ACORDOS DE EMPRÉSTIMOS OU CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS NÃO REEMBOLSÁVEIS INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 06, DE 27 DE OUTUBRO DE 2004. Dispõe sobre os procedimentos de movimentação de recursos externos e de contrapartida nacional, em moeda ou bens e/ou serviços, decorrentes dos acordos

Leia mais

Assunto: Contabilização do pagamento da Contribuição ao Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público PIS/PASEP

Assunto: Contabilização do pagamento da Contribuição ao Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público PIS/PASEP Nota Técnica n 003/2012/GECON Vitória, 08 de Março de 2012. Assunto: Contabilização do pagamento da Contribuição ao Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público PIS/PASEP

Leia mais

Gestão Financeira (Tesouraria)

Gestão Financeira (Tesouraria) Soluções Gestão Financeira (Tesouraria) Contas a Receber - Cobrança Registro de contrato de prestação de serviços com condições de cobrança; Controle de reajuste contratuais com periodicidade, índices

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES E PRAZOS PARA A PREFEITURA É DE SUMA IMPORTÂNCIA ESTARMOS ATENTOS AOS PRAZOS LIMITE, PARA QUE TENHAMOS MAIOR TRANQÜILIDADE PERANTE NOSSOS CLIENTES E OS GESTORES PERANTE A SOCIEDADE,

Leia mais

NORMA GERAL PARA GESTÃO DO ENCERRAMENTO CONTÁBIL DA CDP

NORMA GERAL PARA GESTÃO DO ENCERRAMENTO CONTÁBIL DA CDP NORMA GERAL PARA GESTÃO DO ENCERRAMENTO CONTÁBIL DA CDP Norma Geral TÍTULO Capítulo Seção Nome Revisão 3 Área Administrativa e Financeira 7 Contabilidade 02 Fechamento e Relatórios Contábeis 01 Gestão

Leia mais

LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015.

LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015. LEI N o 1043/2014 SÚMULA: Estima a Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro de 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE CRUZEIRO DO IGUAÇU - ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização

Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização Desde 1998 no mercado e com atuação na prestação de serviços a pequenas e médias empresas, a Tecnicont oferece uma solução completa de terceirização nas áreas contábil, fiscal e de recursos humanos, com

Leia mais

Governo Municipal de Oriximiná ORÇAMENTO PROGRAMA PARA Consolidado

Governo Municipal de Oriximiná ORÇAMENTO PROGRAMA PARA Consolidado 01 Câmara Municipal de Oriximiná Legislação.: Legislativo Municipal Atribuições: Legislar com a sanção do Prefeito municipal, sobre as matérias de competência do Município e tributos Municipais, bem como

Leia mais

Marketing Comercial. campanhas promocionais. marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu

Marketing Comercial. campanhas promocionais.  marketing. mala direta. classificação de contatos. Menu Soluções Marketing Comercial Registro e classificação dos contatos com clientes e prospects. Possibilidade de geração de compromissos encadeados, além de acompanhamento das ações promovidas pelas equipes

Leia mais

EDITAL 01/2016 CMDCA/FUNCRIANÇA Cartilha de orientações para a aplicação dos recursos e prestação de contas

EDITAL 01/2016 CMDCA/FUNCRIANÇA Cartilha de orientações para a aplicação dos recursos e prestação de contas EDITAL 01/2016 CMDCA/FUNCRIANÇA Cartilha de orientações para a aplicação dos recursos e prestação de contas Esta cartilha traz orientações para a aplicação dos recursos relativos Edital 01/2016 do CMDCA/FUNCRIANÇA,

Leia mais

Capítulo 9. Conta Única do Tesouro Nacional

Capítulo 9. Conta Única do Tesouro Nacional Capítulo 9. Conta Única do Tesouro Nacional 9.5. Questões de concursos públicos Orçamento e Contabilidade Pública, 6ª Edição 1. (Cespe TRE-RJ Analista Judiciário Contabilidade 2012) Questão bastante simples!

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPUÃ ESTADO DO PARANÁ Notas Explicativas Das Demonstrações Contábeis Exercício financeiro de 2016 As Demonstrações Contábeis do Município de Arapuã foram elaboradas de acordo

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 503/2015, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015. Estima a receita e fixa a despesa do município de São Francisco do Piauí para o exercício financeiro de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO PIAUÍ,

Leia mais

Balancete Analítico (Valores em Reais)

Balancete Analítico (Valores em Reais) 00002 10000 1000000000 ATIVO 0,00 210.011,35 168.958,79 41.052,56 11000 1100000000 ATIVO CIRCULANTE 0,00 165.870,94 135.276,30 30.594,64 11100 1101000000 DISPONIBILIDADES IMEDIATAS 0,00 139.122,57 111.818,36

Leia mais

Onde são informadas atualmente?

Onde são informadas atualmente? EFD-Reinf O que é EFD-Reinf? Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (CPRB). A EFD-Reinf abarca todas as retenções do contribuinte sem relação

Leia mais

OM Contabilidade Ltda Portfólio Corporativo, Brasil, 2016

OM Contabilidade Ltda Portfólio Corporativo, Brasil, 2016 OM Contabilidade Ltda Portfólio Corporativo, Brasil, 2016 Perfil e Histórico Empresa estabelecida no Rio de janeiro com mais de 25 anos de experiência no cenário financeiro brasileiro e na contabilidade

Leia mais

Tabela de Temporalidade. Como Elaborar uma Tabela de Temporalidade de Documentos

Tabela de Temporalidade. Como Elaborar uma Tabela de Temporalidade de Documentos Tabela de Temporalidade Memovip Gestão Inteligente da Informação Índice Introdução Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 03 04 07 14 2 Memovip Gestão Inteligente da Informação Introdução A Organização de Documentos

Leia mais

SINDICAL A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan

SINDICAL A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan Missão Asplan Compromisso com o negócio dos nossos clientes provendo soluções inteligentes na gestão de informações. Asplan Sistemas Durante toda a sua história a Asplan sempre teve uma preocupação: desenvolver

Leia mais

esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil esocial e EFD-Reinf Integrações com RFB e Caixa Samuel Kruger Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Santos, 08 de dezembro de 2016 Sumário: Eventos periódicos; Tributos e FGTS; Eventos totalizadores;

Leia mais

ASSOCIAÇÕES A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan

ASSOCIAÇÕES A G E S TÃ O C O M P L E TA PA R A O S E U S I N D I C AT O. Missão Asplan Missão Asplan Compromisso com o negócio dos nossos clientes provendo soluções inteligentes na gestão de informações. Asplan Sistemas Durante toda a sua história a Asplan sempre teve uma preocupação: desenvolver

Leia mais

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão 1. Direito Constitucional 1.1. A Constituição Federal de 1988 1.1.1. Dos Princípios Fundamentais 1.1.2. Dos Direitos e Garantias Fundamentais

Leia mais

GAZETA DO OESTE ATOS OFICIAIS Repasse Recebido da Câmara Municipal ,60 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS

GAZETA DO OESTE ATOS OFICIAIS Repasse Recebido da Câmara Municipal ,60 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS Ano X Nº 2786 Rua Folk Rocha, Nº103 - Sala 01 - Sandra Regina (Centro) - Barreiras/Ba Tel.: 77 3612.7476 18 de maio de 2016 Em cumprimento ao princípio constitucional e a Lei Nº 101/2000, estão publicados

Leia mais

EXPORTAÇÃO. Rural. Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR. Previdência.

EXPORTAÇÃO. Rural. Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR. Previdência. CONTRIBUIÇÃO PREVIDÊNCIA SOCIAL/SENAR? EXPORTAÇÃO Como declarar no SEFIP/GFIP a Receita da Comercialização Rural Previdência Rural Atualização Junho de 2015 Exportação é à saída de produtos, bens, serviços

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 13 A 19 DE OUTUBRO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 13 A 19 DE OUTUBRO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 13 A 19 DE OUTUBRO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 13 ICMS - REDF dígito do CNPJ corresponda a 3, devem efetuar o registro eletrônico dos documentos ICMS - Scanc Histórico: Refinaria

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE ARATIBA CNPJ / Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CEP ARATIBA RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE ARATIBA CNPJ / Rua Luis Loeser, 287 Centro Fone: (54) CEP ARATIBA RS LEI MUNICIPAL N 3.783 DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016. O Prefeito Municipal em Exercício de Aratiba, Estado do Rio Grande do Sul, no

Leia mais

Fundo: Câmara Municipal de Évora Secção: Tesouraria. 1. Descrição ao nível da Série IDENTIFICAÇÃO

Fundo: Câmara Municipal de Évora Secção: Tesouraria. 1. Descrição ao nível da Série IDENTIFICAÇÃO Fundo: Câmara Municipal de Évora Secção: Tesouraria 1. Descrição ao nível da Série 1.1 - IDENTIFICAÇÃO - Código de Referência PT/AMEVR/CME/E/B - Tesouraria - Data 1934-2015 - Nível da Descrição Série (SR)

Leia mais

Documentos Contábeis, Fiscais e Financeiros:

Documentos Contábeis, Fiscais e Financeiros: 1 Carta de Responsabilidade da Administração Belo Horizonte, 22 de setembro de 2015. Ao Cliente da WORK MASTER SOLUÇÕES CONTABÉIS LTDA EPP CRC nº 06942 Endereço: Rua Nepomuceno, 202. Prado Belo Horizonte

Leia mais

Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins

Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins Curso Retenção de Tributos e Previdenciária Atualização 2014 ISSQN IRRF P. Físicas e Jurídicas CSLL PIS Cofins Administração Pública e Empresas em Geral Tomadores e Prestadores de Serviços DA PRÁTICA À

Leia mais

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde São Paulo, 13 de abril de 2016 No momento em que se aproxima o fim da

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 13/2016 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 13/2016 CONSUNI CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 13/2016 CONSUNI Estabelece a Política de Gestão de Documentos Arquivísticos da Universidade Federal da Fronteira Sul. O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA AZUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA AZUL CEP: 14230-000 - Serra Azul - SP LEI MUNICIPAL N 1317 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015 Estima a receita e fixa a despesa do Município de Serra Azul para o exercício de 2015 MARIA SALETE ZANIRATO GIOLO, Prefeita

Leia mais

O Prefeito Municipal de Charrua, Estado do Rio Grande do Sul, FAÇO SABER que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei:

O Prefeito Municipal de Charrua, Estado do Rio Grande do Sul, FAÇO SABER que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: LEI MUNICIPAL Nº 378, EM 11 DE OUTUBRO DE 2002. DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2003 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Charrua, Estado do Rio Grande do Sul, FAÇO SABER que

Leia mais

Orientações por natureza das despesas: 2.1. Pagamento de pessoal e encargos:

Orientações por natureza das despesas: 2.1. Pagamento de pessoal e encargos: Cartilha de orientações para a aplicação e prestação de contas dos recursos relativos aos convênios da SMGL com entidades não governamentais, oriundos do FUNCRIANÇA. Esta cartilha traz orientações para

Leia mais

5 anos. - Conta de Água, Luz e Telefone. Recibos de pagamento de aluguel. Extratos bancários (inclusive de aplicações financeiras)

5 anos. - Conta de Água, Luz e Telefone. Recibos de pagamento de aluguel. Extratos bancários (inclusive de aplicações financeiras) Livros e Documentos Fiscais - Conta de Água, Luz e Telefone Recibos de pagamento de aluguel Extratos bancários (inclusive de aplicações financeiras) Notas Fiscais de Serviços Tomados, inclusive recibos

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017 Até: Quinta-feira, dia 9 Histórico: Substituição tributária Imposto retido antecipadamente por substituição tributária nas operações com energia elétrica

Leia mais

É o processo de planejamento, implementação e controle dos recursos de uma entidade.

É o processo de planejamento, implementação e controle dos recursos de uma entidade. O QUE É? É o processo de planejamento, implementação e controle dos recursos de uma entidade. OBJETIVO Fornecer informações adequadas para subsidiar as decisões que envolvam desembolso e/ou a captação

Leia mais

Título: Configuração para realizar integração Folha x Contabilidade

Título: Configuração para realizar integração Folha x Contabilidade Título: Configuração para realizar integração Folha x Contabilidade 1- PARÂMETROS: acesse o menu CONTROLE e clique em PARÂMETROS; 1.1- Na guia CONTABILIDADE, subguia GERAL: 1.1.1- Selecione a opção [x]

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012.

LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012. LEI COMPLEMENTAR Nº 696, DE 4 DE JUNHO DE 2012. Cria o Fundo Municipal dos Direitos A- nimais (FMDA) e institui seu Conselho Gestor. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE BRAÇO DO NORTE SC EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2017

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE BRAÇO DO NORTE SC EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2017 EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 001/2017 O torna público a Retificação n 001/2017 ao Edital de Concurso Público n 001/2017 que passa a ser assim definido: 1. DOS CARGOS, NÍVEL HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: Na página

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI N.º 968/2015, de 21 de dezembro de 2015. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016. JAIME SOARES FERREIRA, Prefeito do Município de Selvíria, Estado

Leia mais

Sumário. Prefácio à Décima Quinta Edição, xv. Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi. Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii

Sumário. Prefácio à Décima Quinta Edição, xv. Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi. Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii Sumário Prefácio à Décima Quinta Edição, xv Prefácio à Décima Quarta Edição, xvi Prefácio à Décima Terceira Edição, xvii Prefácio à Décima Segunda Edição, xviii Prefácio à Décima Primeira Edição, xix Prefácio

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO SEBASTIÃO DO UATUMÃ LEI N O 182, de 20 de novembro de 2014 Estima a Receita e fixa a Despesa do Orçamento Anual do Município de Sao Sebastiao Do Uatuma, para o exercício financeiro de 2015. O(A) Prefeito(a) Municipal de Sao

Leia mais

PORTARIA N 003/2014, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014.

PORTARIA N 003/2014, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014. PORTARIA N 003/2014, DE 31 DE OUTUBRO DE 2014. Dispõe sobre a concessão de Suprimento de Fundos pela Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC-PB. O SUPERINTENDENTE da Fundação de

Leia mais

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014

LEI MUNICIPAL N de 15 de julho de 2014 LEI MUNICIPAL N 4.962 de 15 de julho de 2014 Autoriza o município a efetuar repasse de recursos oriundos do passe livre estudantil às associações que tiverem alunos beneficiários e diretamente aos alunos

Leia mais

Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Escrita Fiscal 4

Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Escrita Fiscal 4 Cadastro de Sócios... 77 Digitações de Sócios... 78 Digitações de Empresas... 79 Dados dos Impostos... 80 Impressão de Guias de Recolhimento... 81 ICMS- GARE... 81 ICMS - ST... 82 DARF... 83 DARF em Quotas...

Leia mais

ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012.

ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012. LEI N.º 830/2011, de 21 de dezembro de 2011 ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2012. PROFESSOR JOSÉ DODO DA ROCHA, Prefeito do Município de Selvíria,

Leia mais

A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais

A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais com Alexandre Matias Silva A retenção previdenciária em face das recentes mudanças legais na contratação de serviço: MEI, empresas, desoneração e contribuintes individuais Das 09h às 11h - Sede do Sindcont-SP

Leia mais

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Dia: 16 SP - Guia de Informação e Apuração - GIA - Regime mensal - I.E. finais 0 e 1 Os contribuintes com a inscrição estadual final 0 ou 1, deverão apresentar

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE ESTATÍSTICA, no uso de suas atribuições legais, expede a seguinte orientação aos CONRE:

O CONSELHO FEDERAL DE ESTATÍSTICA, no uso de suas atribuições legais, expede a seguinte orientação aos CONRE: INSTRUÇÃO CONFE Nº 23, de 26 de janeiro de 1977 ORIENTA OS CONSELHOS REGIONAIS DE ESTATÍSTICA QUANTO NOS PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS PREVISTOS NA RESOLUÇÃO CONFE Nº 70, DE 06 DE JANEIRO DE 1977. O CONSELHO

Leia mais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais Objetivos do Workshop 1 Conhecer e Atualizar os Conhecimentos acerca da Legislação Tributária e Fiscal Vigente 2 Adotar Procedimentos

Leia mais

Única (PU), Mensal (PM) Periódico(PP) Valores das contribuições. Provisões para desembolsos futuros

Única (PU), Mensal (PM) Periódico(PP) Valores das contribuições. Provisões para desembolsos futuros FEA- USP-EAC Curso de Graduação em Ciências Contábeis Disciplina: EAC0551 - Contabilidade e Análise de Balanços de Instituições Previdenciárias TEMA 02.01. Contabilidade Capitalização Valores das contribuições

Leia mais

Cargo: Técnico Judiciário Área Administrativa

Cargo: Técnico Judiciário Área Administrativa Comparativo das aulas dos cursos regulares e dos cursos para tribunais (Superiores, TRFs, TREs, TRTs e TJs) com os itens o edital do TST Cargo: Técnico Judiciário Área Administrativa Noções de Orçamento

Leia mais

CNPJ/CPF: / End: RUA FLORIANO PEIXOTO CENTRO - CEP: Município: PIRACICABA/SP

CNPJ/CPF: / End: RUA FLORIANO PEIXOTO CENTRO - CEP: Município: PIRACICABA/SP CENTRO REGIONAL DE REGISTROS E ATENÇÃO AOS MAUS TRATOS NA INFÂNCIA DE PIRACICABA CNPJ/CPF: 55.338.842/0001-40 End: RUA FLORIANO PEIXOTO 1063 -- CENTRO - CEP: 13400-520 - Município: PIRACICABA/SP Período:

Leia mais

MUNICÍPIO DE BORBOREMA.

MUNICÍPIO DE BORBOREMA. Segunda-feira, 17 de julho de 2017 Ano II Edição nº 290 Página 1 de 5 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE BORBOREMA 2 Atos Oficiais 2 Decretos 2 Portarias 3 Licitações e Contratos 4 Aviso de Licitação 4 EXPEDIENTE

Leia mais

Comparativo das aulas dos demais cursos com os itens o edital do TCE-PE

Comparativo das aulas dos demais cursos com os itens o edital do TCE-PE Comparativo das aulas dos demais cursos com os itens o edital do TCE-PE NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA E ORÇAMENTO PÚBLICO: 1 Orçamento público. 1.1 Conceito 1.2 Técnicas orçamentárias.

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016 Previdência Dia: 07 Trabalhista/Previdenciária Mês: 11/2016 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE DISCIPLINAS DA SÉRIE ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.2 Ciências Contábeis - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA II DIREITO TRIBUTARIO LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA ORÇAMENTO PUBLICO TEORIA

Leia mais

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO Ofício Nº. 195/2017 - FPMA Araucária, 22 de setembro de 2017. Dispensa de licitação, em caráter emergencial, para contratação de assessoria contábil pelo período de 180 (cento e oitenta) dias. Ilustríssimo

Leia mais

CastroDigital.com.br ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA

CastroDigital.com.br ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 10.555 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016 O GOVERNADOR DO, Estima a receita e fixa a despesa do Estado do Maranhão para o exercício financeiro de 2017. Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembleia

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Riacho de Santana - Bahia Poder Executivo Ano Nº XI Nº 1308 16 de Fevereiro de 2017 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LEIS LEI Nº 292, DE

Leia mais