SER UM CONDUTOR CONSCIENTE É QUESTÃO DE ATITUDE.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SER UM CONDUTOR CONSCIENTE É QUESTÃO DE ATITUDE."

Transcrição

1 MANUAL

2 SER UM CONDUTOR CONSCIENTE É QUESTÃO DE ATITUDE. É PENSAR E AGIR PELO BEM COMUM. POR ISSO, A ECOFROTAS CRIOU ESTE MANUAL. AQUI, VOCÊ VAI TER ORIENTAÇÕES PARA UMA CONDUÇÃO MAIS ECONÔMICA, SEGURA E SUSTENTÁVEL. APROVEITE A LEITURA E SIGA AS DICAS. TEMOS CERTEZA DE QUE ELAS VÃO LEVAR VOCÊ E O TRÂNSITO PARA UM CAMINHO MUITO MELHOR.

3 CONSERVAÇÃO CONSERVAÇÃO COMBUSTÍVEL MECÂNICA PNEUS SEGURANÇA CUIDADOS EXTRAS

4 Manter o veículo bem conservado é garantir a proteção da sua vida e a dos outros CONDUTORES. Por isso, preste bastante atenção nas dicas deste capítulo. Seguindo-as da maneira correta, você sempre vai contar com algo que é fundamental para o trânsito: segurança. COMBUSTÍVEL NÍVEL DO COMBUSTÍVEL Tanque cheio prolonga a vida útil da bomba de combustível. Com o tanque em nível baixo (reserva), o consumo é maior. PESO DO VEÍCULO Evite transportar carga desnecessária. A cada 50kg transportados, o consumo de combustível e o desgaste da suspensão, pneus, entre outros, aumentam em 1%. DICAS PARA IDENTIFICAR COMBUSTÍVEL ADULTERADO O consumo aumenta sem motivo. Desempenho prejudicado, principalmente em ladeiras. Dificuldade na ignição com o motor frio. O veículo não se mantém na marcha lenta e morre aleatoriamente. Som de pino do motor batendo ao acelerar o veículo (a combustão está ocorrendo em momento errado).

5 MECÂNICA PARTIDA Economize a bateria e a vida do motor. Acione a chave até que acendam as luzes do painel. Pise na embreagem, aguarde por pelo menos 10 segundos e acelere. ÓLEO Fique atento na hora da troca de óleo. O frentista pode ter colocado um óleo 10W-40 (óleo sintético), enquanto que o ideal poderia ser um óleo 20W-50 (óleo mineral), ou vice-versa, podendo ser insuficiente a sua viscosidade, comprometendo a vida útil do seu motor. Verifique as especificações corretas no manual do fabricante do seu veículo e faça as trocas nas quilometragens recomendadas. REGULAGEM DO MOTOR Um motor desregulado pode consumir até 60% a mais de combustível que o normal. Por isso, atenção: a manutenção preventiva é muito mais barata que a manutenção corretiva. VELAS DE IGNIÇÃO Verifique periodicamente também os cabos das velas. Com apenas uma das velas falhando em seu veículo, o consumo de combustível pode aumentar em até 10%. FREIOS Não acione o freio se você for cair em um buraco. A roda pode travar, gerando um impacto maior, o que sobrecarrega a suspensão, o pneu e o próprio sistema de freios.

6 PNEUS MEIO-FIO Não apoie o pneu na guia ou no meio-fio. Isso pode gerar uma deformação na estrutura e alterar a capacidade de resistência e uniformidade do pneu, além de afetar as condições de balanceamento do conjunto (roda/pneu). CALIBRAGEM DE PNEUS Pneus descalibrados desgastam mais rápido e aumentam o consumo em 5%. Além disso, aumentam a banda de rodagem, o arrasto, a aderência e o peso, exigindo mais aceleração. Mantenha sempre seus pneus calibrados de acordo com a indicação do manual do fabricante do veículo. RODÍZIO DE PNEUS Faça regularmente o rodízio de pneus. Veículos com pneus radiais a cada km e veículos com pneus diagonais a cada 5.000km rodados. TIPOS DE PNEUS Utilize o pneu indicado para cada tipo de solo. Rodar na cidade com um pneu destinado ao uso em terra (fora de estrada) provocará perdas no consumo de combustível, na estabilidade e na durabilidade das peças do veículo. PNEU CARECA Acompanhe o seu indicador de desgaste da rodagem (TWI). Esse indicador existente em todo pneu mostra o momento certo para se efetuar a troca, reduzindo o risco de rodar com o pneu careca. PNEUS X PETRÓLEO E SOLVENTES Não encoste os pneus em derivados de petróleo ou solventes. Esses produtos atacam a borracha, fazendo com que ela perca suas propriedades físico-químicas e mecânicas.

7 SEGURANÇA Num veículo, podem acontecer princípios de incêndio, pois nele existe a presença de materiais sólidos incandescentes (plástico, tecido, borracha), líquidos inflamáveis (gasolina, óleo) e equipamentos e instalações elétricas diversas. Os incêndios podem ser causados pela má conservação do veículo, pela imprudência e por defeitos em peças e componentes. EXTINTOR O extintor é um equipamento obrigatório de fácil manuseio. Seu princípio de funcionamento é parecido com o de um spray de tinta comum. Possui uma válvula que, quando acionada, permite a descarga do pó que vai extinguir o fogo. Localização: deve ficar instalado na parte dianteira do compartimento interno destinado aos passageiros, sempre à mão do condutor. O lugar mais comum é estar na parte inferior do banco do condutor. Deve ficar devidamente fixado em local próprio, evitando que fique solto no interior do veículo. Deve ser feita inspeção visual mensal para verificar os seguintes aspectos: 1. o indicador de pressão (ponteiro) não deve estar na faixa vermelha; 2. o lacre não deve estar rompido; 3. os prazos de garantia, durabilidade e data do teste hidrostático (teste de resistência do cilindro à pressão) não devem estar vencidos; 4. a aparência externa do extintor deve estar em boas condições (sem ferrugem, sem amassados ou outros danos); 5. o extintor deve ter a marca do INMETRO; 6. as instruções de uso devem estar legíveis. O extintor deve ser trocado: 1. após o uso; 2. sempre que apresentar alguma irregularidade; 3. no vencimento do teste hidrostático, que é de cinco anos para o casco. Tipo: pela legislação atual, os extintores de incêndio automotivos devem ser do tipo ABC, que combate as três classes de incêndio. O pó ABC não é nocivo à saúde, é mais eficaz e mais seguro. Conservação e manutenção: por ser um equipamento pressurizado e que possui validade, é importante conservar e manter o extintor nas condições previstas pela legislação (Resolução 157/04 e 223/07 CONTRAN).

8 CUIDADOS EXTRAS CHAVEIRO Chaves e chaveiros pesados prejudicam o miolo da ignição. Tenha um chaveiro exclusivamente para a chave de seu veículo. ESTACIONAMENTO Não pare com uma das rodas em cima da calçada ou guia. Isso provoca torção no chassi, comprometendo o fechamento das portas e afetando o alinhamento da suspensão. VIDROS ELÉTRICOS Evite o desgaste da bateria. Com o veículo ainda em funcionamento, feche um vidro de cada vez. ACESSÓRIOS Não acione a partida de ignição do seu veículo com algum acessório ligado (lanterna, som, etc.). Isso exige muito da bateria, forçando-a a um desgaste desnecessário e reduzindo sua vida útil. EM CASO DE ALAGAMENTO, PRESTE ATENÇÃO. Evite passar por locais alagados quando a água ultrapassar a metade da roda. O calço hidráulico é provocado quando o motor aspira água em vez de ar. Isso pode fundir o motor. E o custo do conserto pode chegar a 30% do valor do veículo. PARTIDA COM MOTOR FRIO Você não precisa aquecer o motor antes de sair. Não há qualquer vantagem ou necessidade para fazer isso. Veículos com injeção eletrônica podem ser aquecidos em deslocamento com rotação baixa e constante por alguns minutos.

9 EMBREAGEM Não use o pedal de embreagem como apoio para o pé. O pé constantemente apoiado sobre o pedal da embreagem acelera o desgaste do disco, mola e rolamento em até 40%. MÃO NA ALAVANCA DE CÂMBIO Não dirija com a mão apoiada sobre a alavanca de marchas. Isso força o trambulador (peça fundamental na ligação entre o câmbio e as engrenagens da transmissão) e seus terminais. CANO DE DESCARGA (ESCAPAMENTO) Fique atento aos ruídos. Escapamento barulhento é sinal de que ele está furado ou está vazando compressão por uma de suas juntas. Além de provocar barulhos excessivos, isso também altera o rendimento e o consumo. Por isso, faça a manutenção preventiva. Uma simples borracha de sustentação quebrada pode danificar o escapamento. ÚLTIMA ACELERADA Não faça isso antes de desligar o carro. Isso só serve para desperdiçar combustível e danificar o motor. VIDROS ABERTOS EM RODOVIAS Trafegar com os vidros abertos em rodovias provoca o efeito balão. Ou seja, o vento entra no interior do veículo alterando sua aerodinâmica e, consequentemente, sua performance. Se for realmente necessária a abertura dos vidros, abra todos os demais vidros na mesma proporção, mantendo assim o equilíbrio da circulação. LOMBADA OU QUEBRA-MOLAS Nunca passe transversalmente (cada roda de uma vez) em lombada ou quebra-molas. Isso danifica as buchas da suspensão, amortecedores, rolamentos e provoca maior torção na carroceria do seu veículo, o que pode empenar o monobloco. BANGUELA OU PONTO MORTO Ao invés de gerar economia, ela pode prejudicar seu carro. Em carros com injeção eletrônica, essa prática aumenta o consumo, além de sobrecarregar o sistema de freios, que não poderá contar com o freio motor para auxiliá-lo. Além disso, essa prática mantém o motor em baixa rotação e, com o vento forte no radiador, reduz a temperatura. E, quando é retomada a aceleração, aumenta o consumo. Em outras palavras, não existe vantagem nenhuma em se usar a banguela.

10 CONDUÇÃO ECONÔMICA CONDUÇÃO ECONÔMICA CONDUÇÃO ECONÔMICA COMBUSTÍVEIS MOTOR REVISÃO PERIÓDICA CONDUÇÃO ADEQUADA

11 Conduzir de modo econômico traz vantagens a todos: ao veículo, À segurança do trânsito e ao meio ambiente. Conheça as dicas a seguir e saiba como economizar. COMBUSTÍVEIS 1. Abasteça com combustíveis de boa qualidade. O barato pode sair caro. 2. Não deixe que o frentista encha o tanque além do desligamento automático da bomba: o excesso de combustível vai se perder. 3. Verifique periodicamente as condições do filtro de combustível. MOTOR 1. Evite aceleradas bruscas. 2. Não dirija em altas velocidades. Quando chegar à velocidade desejada, alivie um pouco o pé do acelerador. O excesso de velocidade, além de gerar problemas de segurança, aumenta o consumo de combustível. 3. Desligue o motor sempre que parar o veículo.

12 REVISÃO PERIÓDICA 1. Com o motor frio, verifique a água do reservatório no compartimento do motor e complete, se necessário. 2. Verifique se as velas estão limpas e com os cabos em bom estado. 3. Confira se as palhetas estão em bom estado. Se estiverem gastas, devem ser substituídas. 4. Verifique a água do limpador e complete caso seja necessário. Certifique também se o sistema não está entupido. 5. Confira se existem lâmpadas queimadas nos faróis, lanternas e sinalizadores. Cheque também o estado dos fusíveis. Faróis desregulados comprometem seriamente a segurança da direção à noite. 7. Não pegue a estrada se houver ruídos ao acionar o pedal do freio ou se o freio estiver baixo. 8. Verifique as ferramentas obrigatórias do carro: macaco, chave de roda e triângulo para sinalização. Outras ferramentas também são úteis: jogo de chaves fixas, chaves de fenda e lanterna. 9. Confira se os cintos estão funcionando corretamente. 10. Para motos, verifique se o capacete está em bom estado e certificado. Os cuidados com o veículo são fundamentais para diminuir o risco de acidentes, porém não são suficientes. A atenção na condução do veículo e a obediência às leis de trânsito contribuem para que todos trafeguem de forma segura e tranquila. 6. Calibre os pneus (frios) não se esquecendo do estepe com a pressão recomendada no manual e verifique o desgaste dos mesmos. Em caso de direção pesada ou puxando para o lado, faça o alinhamento da direção, troca de pneus ou rodízio.

13 CONDUÇÃO ADEQUADA 1. Troque as marchas no tempo certo e nas velocidades indicadas no manual do veículo. 2. Não acelere no intervalo da troca de marchas. 3. Nas descidas, use freio motor (engrene uma marcha equivalente à que seria necessária para subir). 4. Caso o veículo tenha contagiros, utilize as informações do mesmo para efetuar as trocas de marchas, normalmente na faixa de 2 a 4 mil RPM (rotações por minuto). FUJA DOS ENGARRAFAMENTOS Procure criar uma rota que atenda a todos os seus compromissos e fuja dos engarrafamentos, buscando caminhos alternativos. Na rota mais longa, mas descongestionada, o consumo de combustível é menor.

14 SUSTENTABILIDADE MOTOR FILTRO DE AR CATALISADOR POLUIÇÃO EMISSÃO DE PARTÍCULA RISCOS PARA A SAÚDE ALTERNATIVAS MENOS POLUENTES POLUIÇÃO SONORA SUSTENTABILIDADE

15 Cuidar dos níveis de emissão de gases de um veículo é uma ação de responsabilidade social. E a melhor forma de economizar, manter o carro em bom estado e poluir menos o meio ambiente é fazer revisões periodicamente. Na sua próxima revisão, fique atento a três itens muito importantes: MOTOR Um motor bem regulado consome menos combustível, lançando menos poluentes na atmosfera. FILTRO DE AR O filtro de ar em boas condições é capaz de reduzir em até 65% as emissões de poluentes. O acúmulo de sujeira impede a passagem do ar para o motor, gerando mais esforço e aumentando o consumo de combustível. Por isso, troque o filtro sempre que ele estiver danificado ou sujo. CATALISADOR Item obrigatório que ajuda a reduzir até 98% dos poluentes emitidos. O catalisador deve ser substituído com quilômetros. Porém, furos, batidas, entrada de água na tubulação e entupimento podem reduzir sua vida útil. No caso de substituição, a peça deve ser trocada por outra original, e a análise deve ser feita por profissionais especializados em oficina mecânica.

16 OUTRAS INFORMAÇÕES IMPORTANTES 1. Os proprietários de motocicletas não devem remover o miolo do cano de descarga. 2. Os pneus dos veículos devem estar devidamente calibrados para não aumentar o consumo de combustível. 3. Todos os condutores devem dirigir de forma econômica. E todos devem lembrar-se de que a poluição causada por emissões de gases gerados por veículos é um problema que envolve toda a sociedade, e sua colaboração para a diminuição depende dos proprietários e condutores de todos os veículos. POLUIÇÃO A emissão de gases e partículas no trânsito é um dos principais fatores da poluição do ar. Conheça os principais gases que ficam na atmosfera: 1. CO monóxido de carbono, que pode matar por asfixia. 2. CO 2 dióxido de carbono, mais conhecido como gás carbônico, que em excesso provoca o efeito estufa e o consequente aumento da temperatura, degelo das calotas polares, aumento do nível dos oceanos, desmatamento, extinção de animais. 3. HC hidrocarbonetos, gases que podem provocar doenças do sangue. 4. NOx óxidos de nitrogênio, gases tóxicos e corrosivos. 5. SO 2 dióxido de enxofre, que combinado com a água transforma-se em ácido sulfúrico (chuva ácida).

17 EMISSÃO DE PARTÍCULA A poluição do ar também pode ser causada por partículas muito pequenas que se desprendem dos veículos. São elas: 1. Partículas de fuligem. 2. Partículas dos asbestos utilizados nas pastilhas de freio. 3. Partículas de borracha dos pneus. 4. Partículas metálicas do desgaste das peças. Os veículos movidos a diesel são os principais poluidores. 80% da fumaça preta que sai do cano de escapamento é fuligem, AJUDE O PLANETA O ozônio filtra os raios ultravioleta, protegendo os seres vivos das radiações do sol. Quando parte dele é destruída, os raios solares entram no planeta com mais força, podendo provocar câncer de pele e perturbações na visão. O principal vilão para o efeito estufa é o CFC (Cloro-Flúor-Carbono) utilizado em condicionadores de ar, refrigeração e aerossóis. partícula formada por carvão. RISCOS PARA A SAÚDE Dependendo do grau de intensidade e de exposição, a poluição do ar pode gerar problemas de saúde relacionados às vias respiratórias. Os principais são: irritações, asmas, bronquites e, ainda, intoxicações, dermatose e até câncer.

18 ALTERNATIVAS MENOS POLUENTES Já existem combustíveis alternativos para diminuir os índices de poluição atmosférica. Conheça os principais: 1. Etanol combustível menos poluente que pode ser utilizado puro ou misturado à gasolina. 2. GNV (gás natural) combustível limpo, que queima por completo, não deixando impurezas ou resíduos após a queima. 3. Biodiesel combustível biodegradável, produzido a partir de plantas oleaginosas (soja, mamona, girassol, entre outras), que reduz a emissão de diversos gases. Também já existem outras alternativas sendo testadas, todas com índice zero de poluição. São elas: 1. Motores elétricos não emitem gases nem ruídos. 2. Hidrogênio que funciona a células de combustível. 3. Água com a utilização de ressonâncias magnéticas que transformam a água em hidrogênio e oxigênio. POLUIÇÃO SONORA Os ruídos do trânsito também podem gerar efeitos nocivos à saúde. Por isso, o CONAMA e o CONTRAN regulamentaram os limites de ruído que podem ser produzidos por um veículo, não podendo estar acima de 103 decibéis. A exposição constante e prolongada acima desse limite pode provocar: 1. Diminuição da audição e surdez. 2. Cansaço, irritabilidade e estresse. 3. Falta de capacidade de concentração e insônia.

19 LEGISLAÇÃO INFRAÇÕES SINALIZAÇÃO DE REGULAMENTAÇÃO SINALIZAÇÃO DE ADVERTÊNCIA SINALIZAÇÃO DE INDICAÇÃO LEGISLAÇÃO

20 Ter conhecimento das leis e normas de trânsito é um importante passo para tornar-se um condutor consciente. Conheça melhor o Código de Trânsito Brasileiro. INFRAÇÕES Com 20 pontos ou mais, o condutor perde a sua habilitação. Veja alguns tipos de infrações: Gravíssimas Efetuar retorno e conversões em curvas, aclives, pontes, viadutos, túneis e locais proibidos pela sinalização: multa de R$ 191,54 (Art. 206). Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50% para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias: multa de R$ 574,62 suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão da CNH (Art. 218, III). Dirigir veículo com CNH ou permissão para dirigir cassada ou com suspensão de dirigir: multa de R$ 957,70 apreensão do veículo (Art. 162, II). GraveS Não utilizar o cinto de segurança (condutor ou passageiro): multa de R$ 127,69 e retenção do veículo até a regularização (Art. 167). Ultrapassar outro veículo pelo acostamento: multa de R$ 127,69 (Art. 202). Seguir veículo em serviço de urgência, estando este com prioridade de passagem devidamente identificada por dispositivos regulamentares de alarme sonoro e iluminação vermelha intermitentes: multa de R$ 127,69 (Art. 190).

21 MédiaS Parar o veículo sobre a faixa de pedestre na mudança de sinal luminoso: multa de R$ 85,13 (Art. 183). Transitar com o veículo desligado ou desengrenado, em declive (banguela): multa de R$ 85,13 e retenção do veículo (Art. 231, IX). Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação estabelecida pela autoridade competente (ex.: rodízio): multa de R$ 85,13. Dirigir com apenas uma das mãos, com fones de ouvido ou usando telefone celular: multa de R$ 85,13 (Art. 252, V e VI). Leves Dirigir sem atenção ou sem cuidados indispensáveis à segurança: multa de R$ 53,20 (Art. 169). Transitar com o veículo na faixa ou pista da direita, regulamentada como de circulação exclusiva para determinado tipo de veículo, exceto para acesso a imóveis lindeiros ou conversões à direita: multa de R$ 53,20 (Art. 184). Estacionar o veículo afastado da guia da calçada (meio-fio) de cinquenta centímetros a um metro: multa de R$ 53,20 e remoção do veículo (Art. 181, II).

22 SINALIZAÇÃO DE REGULAMENTAÇÃO 1. Conceito: informam as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias urbanas e rurais. 2. Mensagens: suas mensagens são imperativas e seu desrespeito constitui infração. 3. Forma e cores: a forma padrão é redonda (menos R-1 e R-2), com fundo branco, orla vermelha e legendas e desenhos em preto. 4. Abrangência: a maioria dos sinais de regulamentação tem validade no ponto em que está implantado ou a partir dele. Outros têm validade na face de quadras onde não estão implantados, vinculados à sinalização horizontal ou às informações complementares. Parada Obrigatória Obrigação de parar o veículo antes de cruzar a via/pista ou entrar nela. Dê a Preferência Obrigação de dar preferência de passagem ao veículo que circula na via na qual vai entrar ou cruzar, reduzindo ou parando seu veículo se necessário. Sentido Proibido Proibição de seguir em frente ou entrar na pista ou na área restringida. Proibido Virar à Esquerda Proibição de realizar a conversão à esquerda. Proibido Virar à Direita Proibição de realizar a conversão à direita. Proibido Retornar à Esquerda Proibição de dar meia-volta ou retornar à esquerda. Proibido Retornar à Direita Proibição de dar meia-volta ou retornar à direita. Proibido Estacionar Proibido estacionamento de veículos. Ao longo da face da quadra ou do trecho sinalizado, a regulamentação tem validade antes e depois da placa. ESTACIONAMENTO Regulamentado Permitido o estacionamento de veículos. Ao longo da face da quadra, a regulamentação tem validade antes e depois da placa. Proibido Parar e Estacionar Proibido o estacionamento e a parada de veículos. Ao longo da face da quadra, a regulamentação tem validade antes e depois da placa. Proibido Ultrapassar Proibição de realizar a manobra de ultrapassagem no trecho regulamentado, que deve conter faixa amarela contínua. Proibido Mudar de Faixa ou Pista de Trânsito da Esquerda para A Direita Proibição de mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para a direita no trecho regulamentado. Proibido Mudar de Faixa ou Pista de Trânsito da Direita para A Esquerda Proibição de mudar de faixa ou pista de trânsito da direita para a esquerda no trecho regulamentado. Proibido Trânsito de Caminhões Proibição de trânsito de caminhões na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. Proibido Trânsito de Veículos Automotores Proibição de trânsito de qualquer veículo automotor na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. Proibido Trânsito de Veículos de Tração Animal Proibição de trânsito de toda classe de veículos de tração animal na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado.

23 Proibido Trânsito de Bicicletas Proibição de circulação de bicicletas na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. Proibido Trânsito de Tratores e Máquinas de Obras Proibição de circulação de tratores e máquinas de obras na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. Peso Bruto Total Máximo Permitido Regulamenta o peso bruto total máximo permitido a um veículo para transitar na área, via/pista ou faixa. Altura Máxima Permitida Regulamenta a altura máxima permitida a um veículo para transitar na área, via/pista ou faixa. Largura Máxima Permitida Regulamenta a largura máxima permitida a um veículo para transitar na área, via/pista ou faixa. Peso Máximo Permitido por Eixo Regulamenta o peso máximo permitido por eixo a um veículo para transitar na área, via/pista ou faixa. Comprimento Máximo Permitido Regulamenta o comprimento máximo permitido a um veículo para transitar na área, via/pista ou faixa. Velocidade Máxima Permitida Regulamenta o limite máximo de velocidade que um veículo pode circular na pista ou faixa, válido a partir do ponto onde o sinal é colocado (até onde houver outro que a modifique). Proibido acionar buzina ou Sinal Sonoro Proibição de acionar a buzina ou qualquer outro tipo de sinal sonoro no local regulamentado. Alfândega Assinala a presença de uma repartição alfandegária (aduana), em que a parada é obrigatória. Uso Obrigatório de Corrente Obrigação do uso de correntes atreladas às rodas motrizes do veículo a partir do ponto sinalizado de trecho sem pavimentação, com dificuldade de passagem. Conserve-se à Direita Obrigação de manter o veículo à direita da pista de rolamento, deixando livre(s) a(s) faixa(s) da esquerda. Sentido de Circulação da Via/Pista Assinala que a via/pista tem sentido único de circulação. Passagem Obrigatória Assinala que existe um obstáculo e que a passagem deve ser feita obrigatoriamente pelo lado da via que a seta indica. Vire à Esquerda Obrigação de virar à esquerda. Vire à Direita Obrigação de virar à direita. SIGA EM FRENTE OU À ESQUERDA Obrigação de seguir em frente ou virar à esquerda. SIGA EM FRENTE OU À DIREITA Obrigação de seguir em frente ou virar à direita. SIGA EM FRENTE Obrigação de seguir em frente, pois este é o único sentido obrigatório. ÔNIBUS, CAMINHÕES E VEÍCULOS DE GRANDE PORTE, MANTENHAM-SE À DIREITA Obrigação de ônibus, caminhões e outros veículos de grande porte circularem pela(s) faixa(s) da direita. DUPLO SENTIDO DE CIRCULAÇÃO Permissão do tráfego nos dois sentidos após o ponto em que a placa estiver colocada. PROIBIDO TRÂNSITO DE PEDESTRES Proibição de trânsito de pedestres na via ou área sinalizada. PEDESTRE, ANDE PELA ESQUERDA Obrigação de os pedestres circularem pelo lado esquerdo da área ou faixa. PEDESTRE, ANDE PELA DIREITA Obrigação de os pedestres circularem pelo lado direito da área ou faixa.

24 Circulação Exclusiva de Ônibus Na área sinalizada, somente podem circular ônibus, sendo proibido o trânsito de qualquer outra espécie de veículos automotores. Sentido de Circulação na Rotatória Obrigação de transitar em sentido anti-horário na rotatória. Circulação Exclusiva de Bicicletas Indica que, no trecho de via/ pista ou faixa, é permitida apenas a circulação de bicicletas. Ciclista, Transite à Esquerda Obrigação de os ciclistas transitarem pelo lado esquerdo da área, via/pista. Informações Complementares Quando há necessidade de acrescentar informações para complementar os sinais de regulamentação, é utilizada uma placa adicional de forma retangular nas mesmas cores do sinal de regulamentação, colocada abaixo da principal (ficando separada) ou junto com esta, formando com ela um só conjunto. Alguns exemplos: 2ª a 6ª 7-10h EXCETO ÔNIBUS Ciclista, Transite à Direita Obrigação de os ciclistas transitarem pelo lado direito da área, via/pista. Ciclistas à Esquerda, Pedestres à Direita Regulamenta o trânsito de ciclistas à esquerda e pedestres à direita na área, via/pista. Ciclistas à Direita, Pedestres à Esquerda Regulamenta o trânsito de ciclistas à direita e pedestres à esquerda na área, via/pista. Proibido Trânsito de Motocicletas, Motonetas e Ciclomotores Proibição de trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores na área, via/ pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. INÍCIO ESTACIONAMENTO ROTATIVO Obrigatório uso de cartão 01 hora - 1 cartão 02 horas - 2 cartões 2ª a 6ª 7-10h Sábados 7-13h ÁREA DE PEDESTRES NA FAIXA BRANCA EXCLUSIVO DEFICIENTE FÍSICO 2ª a 6ª 7-20h OBRIGATÓRIO Proibido Trânsito de Ônibus Proibição de trânsito de ônibus na área, via/pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. Circulação Exclusiva de Caminhões Assinala que, na área sinalizada, somente podem circular caminhões, sendo proibido o trânsito de qualquer outra espécie de veículos automotores. Trânsito Proibido A Carros de mão Proibição de circulação de carros movidos à mão na área, via/ pista ou faixa a partir do ponto sinalizado. CARGA E DESCARGA PERMITIDA 2ª h 18-20h TÉRMINO SÓ ÔNIBUS 2ª ª TÁXI NA LINH 2ª ª 2ª ª Sábados PROIBIDO MOTOCICLETAS CAMINHÕES MARELA E ÔNIBUS OBRIGATÓRIO Sábados Sábados DIREITA

25 SINALIZAÇÃO DE ADVERTÊNCIA 1. Conceito: esse tipo de sinalização tem a finalidade de alertar os usuários para condições potencialmente perigosas, obstáculos ou restrições existentes nas vias ou junto a elas, indicando a natureza dessas situações à frente. Exemplo: condição perigosa = curva; natureza = acentuada à esquerda. 2. Forma e cores: a forma padrão é um quadrado inclinado com fundo amarelo, sendo que as legendas, os desenhos e a orla interna são em preto. (Exceções: A-26a, A-26b, A-14, A-24). 3. Abrangência: devem ser colocados antes dos locais, de modo que os usuários tenham tempo de percebê-los, compreender a mensagem e reagir à situação. CURVA ACENTUADA À ESQUERDA Adiante existe uma curva acentuada (fechada) à esquerda. CURVA ACENTUADA À DIREITA Adiante existe uma curva acentuada (fechada) à direita. CURVA À ESQUERDA Adiante existe uma curva à esquerda. CURVA À DIREITA Adiante existe uma curva à direita. Pista sinuosa à esquerda Adiante existem três curvas sucessivas ou mais, sendo a primeira à esquerda. Pista sinuosa à direita Adiante existem três curvas sucessivas ou mais, sendo a primeira à direita. Curva acentuada em S à esquerda Adiante existem duas curvas acentuadas (fechadas) e sucessivas, formando um S, estando a primeira à esquerda. Curva acentuada em S à direita Adiante existem duas curvas acentuadas (fechadas) e sucessivas, formando um S, estando a primeira à direita. Curva em S à esquerda Adiante existem duas curvas em S, sendo a primeira à esquerda. Curva em S à direita Adiante existem duas curvas em S, sendo a primeira à direita. Cruzamento de Vias Adiante existe um cruzamento de duas vias em nível (sem semáforo e sem placa de PARE). Via Lateral à Esquerda Existe adiante uma via lateral à esquerda. Via Lateral à Direita Existe adiante uma via lateral à direita. Interseção em T Adverte o condutor que ele está próximo a uma interseção em T, não existindo semáforo no local. Bifurcação em Y Adverte o condutor que ele está próximo a uma bifurcação em Y, não existindo semáforo no local. Entroncamento oblíquo à esquerda Existe adiante um entroncamento oblíquo (inclinado) à esquerda.

26 Entroncamento oblíquo à direita Existe adiante um entroncamento oblíquo (inclinado) à direita. Junções Sucessivas Contrárias - Primeira à Esquerda Existe adiante a junção de duas vias laterais próximas, a primeira à esquerda e a segunda à direita. Junções Sucessivas Contrárias - Primeira à Direita Existe adiante a junção de duas vias laterais próximas, a primeira à direita e a segunda à esquerda. Interseção em círculo Adiante existe uma rotatória, na qual a circulação é feita em sentido anti-horário. Confluência à esquerda Adiante existe uma confluência de uma via à esquerda (a via entra na principal como um afluente de um rio). Confluência à direita Adiante existe uma confluência de uma via à direita (a via entra na principal como um afluente de um rio). Semáforo à frente Adverte o condutor da existência, adiante, de sinalização semafórica de regulamentação (sinaleira). Parada Obrigatória à Frente Adverte o condutor que existe a placa de regulamentação PARE. Bonde Adiante existe um cruzamento ou circulação de bondes. Pista IRRegular Existe adiante um trecho de pista com superfície irregular (geralmente conseguida por sonorizadores). Saliência ou Lombada Existe adiante saliência, lombada ou ondulação transversal sobre a pista de rolamento. Depressão Existe adiante uma depressão (valeta) na pista de rolamento. Declive Acentuado Adiante existe uma descida acentuada (forte), que pode comprometer a segurança. Aclive Acentuado Adiante existe uma subida acentuada (forte), que pode comprometer a segurança. Estreitamento de Pista ao Centro Adiante a pista vai se estreitar em ambos os lados. Estreitamento de Pista à Esquerda Adiante a pista vai se estreitar no lado esquerdo. Estreitamento de Pista à Direita Adiante a pista vai se estreitar no lado direito. Alargamento de Pista à Esquerda Adiante a pista vai se alargar no lado esquerdo. Alargamento de Pista à Direita Adiante a pista vai se alargar no lado direito. Ponte Estreita Existe adiante uma ponte ou viaduto com largura inferior à via. Ponte Móvel Adiante existe uma ponte móvel, onde o trânsito de veículos sobre ela pode ser interrompido para dar passagem a navios. Obras Adverte o usuário de que adiante vai haver mudanças no trânsito devido à existência de obras. Mão Dupla Adiante Adverte que o sentido único de circulação muda para duplo (mão única passa para mão dupla). Sentido Único Adverte o condutor que o sentido de circulação da via é único.

Secretaria do Planejamento e Gestão. Manual

Secretaria do Planejamento e Gestão. Manual Secretaria do Planejamento e Gestão Manual Manual de Abastecimento da Frota Introdução O presente manual tem por finalidade orientar os usuários sobre seus deveres, instruir como proceder nas diversas

Leia mais

1. O QUE É SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO?... 3 2. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO... 4

1. O QUE É SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO?... 3 2. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO... 4 SUMÁRIO 1. O QUE É SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO?... 3 2. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO... 4 2.1. Sinalização Vertical... 6 2.1.1. Sinalização de Regulamentação... 7 2.1.2. Sinalização de Advertência...

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE - SINALIZAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE - SINALIZAÇÃO A placa A-1a informa ao motorista a existência de: 1 curva à esquerda. 2 pista sinuosa à esquerda. 3 curva acentuada à esquerda. 4 curva acentuada em "S" à esquerda. A placa A-1b informa ao motorista a

Leia mais

Campanha de direção defensiva

Campanha de direção defensiva Riscos, perigos e acidentes Em tudo o que fazemos há uma dose de risco: seja no trabalho,quando consertamos alguma coisa em casa, brincando, dançando,praticando um esporte ou mesmo transitando pelas ruas

Leia mais

Vícios e Manias ao Volante

Vícios e Manias ao Volante Vícios e Manias ao Volante EMBREAGEM Muitos brasileiros deixam o pé apoiado sobre o pedal da embreagem quando dirigem. É um dos vícios mais comuns e difícil de ser superado. As alavancas desse sistema

Leia mais

Normas gerais de circulação e conduta

Normas gerais de circulação e conduta Normas gerais de circulação e conduta É muito importante a leitura do Capítulo III Normas Gerais de Circulação e Conduta, que vai dos artigos 26 ao 67, contidos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq Infrações, Penalidades e Medidas Administrativas wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui

Leia mais

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias.

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias. Normas gerais de circulação ABETRAN Detalhadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em mais de 40 artigos, as Normas Gerais de Circulação e Conduta merecem atenção especial de todos os usuários da

Leia mais

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV

Assinale a alternativa correta: a) VVFF b) FVVF c) VFFV d) FVVV e) FVFV MOTORISTA 1. Considere as seguintes qualidades de um bom condutor de veículos: I. É capaz de compreender as limitações dos outros que estão no trânsito. II. Exime-se de responsabilidades frente a situações

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança) Condução consciente A condução consciente e tranquila depende em grande parte de quem está ao volante. Cada um tem a responsabilidade de melhorar a sua segurança e a dos outros. Basta estar atento e guiar

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MEIO AMBIENTE

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MEIO AMBIENTE A falta de conservação e a desregulagem dos veículos: 1 apenas contribuem para a poluição do solo. 2 não agridem o meio ambiente. 3 acarretam, única e exclusivamente, o desgaste do veículo. 4 contribuem,

Leia mais

Dirigir ecologicamente com

Dirigir ecologicamente com Global Training. The finest automotive learning rpm x 100 Dirigir ecologicamente com PREFÁCIO Convidamos você para participar: - Treinamento de Condução Econômica, transmitindo-lhe conhecimento sobre uma

Leia mais

20 Manual de abastecimento de Frota

20 Manual de abastecimento de Frota 20 Manual de Abastecimento de Frota GOVERNADOR DO ESTADO Cid Ferreira Gomes Vice-governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Secretário do Planejamento e Gestão Antonio Eduardo Diogo de Siqueira Filho Secretário

Leia mais

Código de Trânsito Brasileiro

Código de Trânsito Brasileiro Código de Trânsito Brasileiro O Código de Trânsito Brasileiro estipula competência a setores federais, estaduais e municipais, para aplicar as penalidades de acordo com as infrações que o cidadão cometeu.

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA.

COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE AGRONOMIA LTDA. Manual de Uso de Veículo Respeito a Vida! TERMO DE RECEBIMENTO R ecebi da Cooperativa de Trabalho dos P r o f i s s i o n a i s d e A g r o n o m i a L t d a. UNICAMPO, o MANUAL DE USO DO VEÍCULO e após

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro?

2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 1 Quais são os 5 elementos da direção defensiva? 2 Quais os tipos de cinto de segurança que temos? Qual o cinto é o mais seguro? 3 O que significa DIREÇÃO DEFENSIVA? 4 Cite um exemplo de condição adversa

Leia mais

Concurso de Motorista - 2014

Concurso de Motorista - 2014 PORTUGUÊS MATEMÁTICA 01 QUESTÃO Analise as alternativas abaixo e assinale a alternativa correta na divisão silábica. A ( ) par aná; sá-ba-do. B ( ) ó cu-los; sa-la-da. C ( ) ci-garro; ca-na. D ( ) Todas

Leia mais

Regras de Trânsito do Japão

Regras de Trânsito do Japão Regras de Trânsito do Japão (Versão para pedestres e bicicletas) ~ Para não sofrer acidentes de trânsito ~ Supervisão: Polícia da Província de Gifu Edição / Publicação: Província de Gifu Regras básicas

Leia mais

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro!

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! A cada 10 mil km: Trocar o fluido do freio;* Trocar os filtros de ar, de combustível, do ar condicionado;* Trocar o óleo do motor (sintético) e filtro do óleo;* A cada 15 mil km Verificar as velas de ignição

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos

DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA. Trânsito seguro é um direito de todos DIREÇÃO DEFENSIVA OU PREVENTIVA Trânsito seguro é um direito de todos TRANSITO LEGAL DIREÇÃO DEFENSIVA Sabem o que significa? Conduzir de modo a evitar acidentes, apesar das ações erradas dos outros e

Leia mais

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro!

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Guia Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Segurança e Bem-estar! Você acaba de assistir a uma palestra sobre como conhecer e cuidar melhor do seu carro. Para que não se esqueça de alguns itens importantes,

Leia mais

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO NICOLAU BELLO 1 * ATUALMENTE EXISTEM NO TRÂNSITO NO BRASIL MAIS DE CINCO MILHÕES DE MOTOS NO TRÂNSITO. * 10 MILHÕES DE CARROS, ONIBUS, TAXIS E CAMINHÕES. * MOTOS PASSAM CÉLERES ENTRE OS CARROS, ESTES DÃO

Leia mais

Lubritec Distribuidora de Lubrificantes Ltda

Lubritec Distribuidora de Lubrificantes Ltda Ver. 4.0 Data Out/2010 Vigência: Out/2011 1 Prezado colaborador, Este manual foi elaborado visando transmitir algumas noções de segurança no trânsito. Desejamos que os nossos colaboradores e pessoas ligadas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro;

RESOLUÇÃO Nº 14/98. CONSIDERANDO o art. 105, do Código de Trânsito Brasileiro; RESOLUÇÃO Nº 14/98 Estabelece os equipamentos obrigatórios para a frota de veículos em circulação e dá outras providências. O Conselho Nacional de Trânsito CONTRAN, usando da competência que lhe confere

Leia mais

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL

E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL E-BOOK 15 DICAS PARA ECONOMIZAR COMBUSTÍVEL Veja 15 dicas para economizar combustível no carro Da maneira de dirigir à escolha da gasolina, saiba o que pode trazer economia de consumo. Não existe mágica.

Leia mais

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem!

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem! Olá, Mamãe! Esta cartilha é um presente pra você. Uma forma de ajudá-la a desempenhar uma das funções mais importantes da sua vida: justamente a tarefa de ser mãe. Cada vez mais, além de cuidar da saúde

Leia mais

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES

FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES 1 FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES Londrina (PR) 2009 Caro cidadão londrinense: 2 Londrina quer um trânsito mais seguro. E convida você para entrar nesta campanha. Esta cartilha traz informações sobre como

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS!

MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO. Página 1- Indicações de uso AVISOS! MANUAL DO USUÁRIO MINI- MOTO Página 1- Indicações de uso AVISOS! *Não é permitido para pessoas que não entenderam o manual de instruções, dirigirem a mini-moto. *Deve ser utilizado a mistura de gasolina

Leia mais

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO

PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO PROVA TEÓRICA DE TRÂNSITO Prova nº 01 1. Qual a idade que uma pessoa deve ter para se habilitar nas categorias (D) e (E)? (a) vinte e um anos (b) dezessete anos (c) dezoito anos (d) dezenove anos 2. Qual

Leia mais

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS Começar a pedalar é uma ó ma opção para quem se preocupa com o meio ambiente e com a sua própria saúde. Mas, antes das primeiras pedaladas, é preciso seguir alguns passos

Leia mais

TERMO DE GARANTIA PARA CÂMARAS DE AR E PROTETORES PARA VEÍCULOS DE PASSEIO, CAMIONETAS, VEÍCULOS DE CARGA (CAMINHÕES E ÔNIBUS) E AGRÍCOLAS

TERMO DE GARANTIA PARA CÂMARAS DE AR E PROTETORES PARA VEÍCULOS DE PASSEIO, CAMIONETAS, VEÍCULOS DE CARGA (CAMINHÕES E ÔNIBUS) E AGRÍCOLAS AS CONDIÇÕES DESTA GARANTIA PASSAM A VALER PARA PRODUTOS COMERCIALIZADOS PELA TORTUGA CÂMARAS DE AR ADQUIRIDOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2011. Além da garantia legal, a Tortuga Câmaras de Ar, garante

Leia mais

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho Segurança e Saúde Ocupacional Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho 1ª Edição 2015 Principais orientações relacionadas ao acidente de trabalho Você sabe o que é um acidente de trabalho? É o

Leia mais

Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico

Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico Resumo de Convenções de Deslocamento Motociclístico Você foi convidado a rodar com o Twister Moto Clube! Evento: Dia: Ponto de Encontro: Hora: Além de uma honra, esta será também uma grande responsabilidade

Leia mais

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante.

Fazer as costelas de vários mini saltos, pular em uma e quando cair pular em outra e assim em diante. Concentração e Atenção são as palavras chaves para uma pilotagem segura. Embora tenham a moto adequada, muitos pilotos apresentam deficiências, especialmente de postura, na hora de frenagem e na escolha

Leia mais

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS Meio Ambiente Tudo que está a nossa volta: todas as formas de vida e todos os elementos da natureza. Ecologia Ciência que estuda a relação dos seres vivos

Leia mais

COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA. ajudando o brasil a chegar ao futuro

COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA. ajudando o brasil a chegar ao futuro DÉCADA DE AÇÃO PELA SEGURANÇA NO TRÂNSITO # dicas DE SEGURANÇA ECORODOVIAS COMPROMISSO PERMANENTE DE SEGURANÇA NA ESTRADA 2011-2020 ajudando o brasil a chegar ao futuro uma #dica pode salvar muitas vidas.

Leia mais

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas.

SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES. Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SKATE ELÉTRICO MANUAL DE INSTRUÇÕES Leia atentamente este Manual, antes de usar seu SKATE ELÉTRICO. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SEVEN SKATE ELÉTRICO SAC: (11) 5660.2600 Uso doméstico

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. O condutor de um veículo, quando do embarque e o desembarque de seus passageiros, deve cuidar para que isto ocorra sempre: A) Do lado da calçada. B) Pela esquerda. C) Pelo

Leia mais

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira.

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. 1 OBJETIVO: Definir requisitos mínimos para: Operação; Inspeção; Qualificação do operador. 2 INTRODUÇÃO GENERALIDADES Existem basicamente

Leia mais

Legislação de Trânsito

Legislação de Trânsito Prova simulada do DETRAN 11 Legislação de Trânsito 1) O julgamento das penalidades de trânsito se dará através de um: a) Identificação do infrator. b) Notificação de autuação. c) Processo administrativo.

Leia mais

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura.

Meio Ambiente: Piloto Automático O Piloto Automático é uma ótima opção e pode economizar gasolina, mas você tem que usá-lo de forma segura. Visão Geral Família e Passageiros: Roupas Reflexivas Quanto mais claro e brilhante, melhor! É isso mesmo, quanto mais brilhante e clara for sua roupa, melhor são suas chances de ser visto. Segurança Pessoal:

Leia mais

Aqui você encontrará dicas para manutenção preventiva de seu carro, para que este esteja sempre em ordem.

Aqui você encontrará dicas para manutenção preventiva de seu carro, para que este esteja sempre em ordem. Aqui você encontrará dicas para manutenção preventiva de seu carro, para que este esteja sempre em ordem. É importante ressaltar a realização da manutenção preventiva, além prevenir reparos inesperados,

Leia mais

ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB

ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB 1. SINALIZAÇÃO VERTICAL É um subsistema da sinalização viária cujo meio de comunicação está na posição vertical, normalmente em placa, fixado ao lado ou

Leia mais

Dirigir na Nova Zelândia

Dirigir na Nova Zelândia Dirigir na Nova Zelândia PORTUGUÉS Para dirigir na Nova Zelândia é preciso saber que: dirigimos no lado esquerdo da estrada o uso do telefone celular ao dirigir é ilegal. Para fazer uma viagem segura e

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS

MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS MANUAL DE OPERAÇÃO COM EMPILHADEIRAS MANUTENÇÃO, PEÇAS E PNEUS PARA EMPILHADEIRAS SÃO AS NOSSAS ESPECIALIDADES, QUALIDADE É O NOSSO MAIOR OBJETIVO PEÇAS E PNEUS PARA EMPILHADEIRAS SÃO AS NOSSAS ESPECIALIDADES

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997 Institui o Código de Trânsito Brasileiro. CAPÍTULO IX DOS VEÍCULOS Seção II Da Segurança dos Veículos Art. 105. São equipamentos obrigatórios dos veículos, entre

Leia mais

Dicas de Segurança II

Dicas de Segurança II Dicas de Segurança II Ao Viajar Casa ou apartamento Não comente sua viagem com pessoas estranhas por perto. Avise a um vizinho de confiança sobre a sua viagem. Se possível, deixe um número de telefone

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha)

PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha) *C0051829A* C0051829A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 630, DE 2015 (Do Sr. Hildo Rocha) Acrescenta dispositivo ao art. 105 da Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

Guia de Boas Práticas para o Ciclista

Guia de Boas Práticas para o Ciclista Guia de Boas Práticas para o Ciclista Sumário Guia de Boas Práticas para o Ciclista Fortaleza - CE Dezembro de 2014 Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Sinduscon-CE www.sindusconce.com.br

Leia mais

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores Direção Defensiva 1 Compreender as principais causas de acidentes de trânsito. Identificar os principais envolvidos em acidentes de trânsito. Introdução Introdução. Estatísticas. Responsabilidade. sobre

Leia mais

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO...

DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... SUMÁRIO 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO... 3 1.1. Infrações Gravíssimas... 4 1.2. Infrações Graves... 6 1.3. Infrações Médias... 10 2 1. DEMAIS INFRAÇÕES PREVISTAS NO CÓDIGO

Leia mais

Manual de Instruções. Carreta Agrícola

Manual de Instruções. Carreta Agrícola Manual de Instruções Carreta Agrícola Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de qualidade, desenvolvido com a mais alta tecnologia TRAPP. Este produto lhe proporcionará rapidez e eficiência nos trabalhos,

Leia mais

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável.

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Manual do Ciclista Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Pedala BH. O programa que vai mudar a cara da cidade. Pedala BH é o programa criado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio

Leia mais

5. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE INDICAÇÃO

5. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE INDICAÇÃO 5. CLASSIFICAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DE INDICAÇÃO 5.1 Placas de identificação Posicionam o condutor ao longo do seu deslocamento, ou com relação a distâncias, ou locais de destino. 5.1.1 Placas de identificação

Leia mais

Placas de regulamentação. R-4a Proibido virar à esquerda. R-8a Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita

Placas de regulamentação. R-4a Proibido virar à esquerda. R-8a Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita Sinalização Sinalização vertical Código de Trânsito Brasileiro (CTB) Anexo II Conselho Nacional de Trânsito (Contran) De acordo com sua função, a sinalização vertical pode ser de regulamentação, de advertência

Leia mais

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões)

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões) PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO POR TEMPO INDETERMINADO, TENDO EM VISTA O PREENCHIMENTO DE UM POSTO DE TRABALHO NA CARREIRA/CATEGORIA DE ASSISTENTE

Leia mais

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO Questão 21 Algumas infrações de trânsito preveem a suspensão do direito de dirigir do condutor ou do proprietário do veículo. Assinale a alternativa que não

Leia mais

Segurança dos Pneus. Data de validade

Segurança dos Pneus. Data de validade Segurança dos Pneus Dirigimos diariamente e quase nunca prestamos atenção a uma das partes mais importantes do automóvel, O PNEU. Veja a seguir como ler e entender a fabricação e o uso correto de um pneu.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2756/2014

PROJETO DE LEI Nº 2756/2014 PROJETO DE LEI Nº 2756/2014 EMENTA: DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DE DISPOSITIVO DE ALARME PARA CAMINHÃO COM CAÇAMBA BASCULANTE NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Autor(es): Deputado

Leia mais

M a n u a l d o M e c â n i c o

M a n u a l d o M e c â n i c o M a n u a l d o M e c â n i c o folder2.indd 1 20/11/2009 14 12 35 Manual do Mecânico GNV GÁS NATURAL VEICULAR Entenda o GNV e saiba quais os cuidados necessários para a manutenção de veículos que utilizam

Leia mais

NOSSA CENTRAL DE RELACIONAMENTO À SUA DISPOSIÇÃO

NOSSA CENTRAL DE RELACIONAMENTO À SUA DISPOSIÇÃO MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Apresentação...02 1 - Nossa central de relacionamento à sua disposição...03 2 - Serviço 24 horas...05 3 - Na hora da manutenção ou reparo...06 4 - Em caso de acidente...08 5 -

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 01. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no que diz respeito às infrações, analise as assertivas a seguir. I. Confiar ou entregar a direção de veículo à pessoa

Leia mais

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio:

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta BH tem espaço para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: Índice Quando você estiver pedalando. 04 Quando você estiver dirigindo. 10 Algumas

Leia mais

NOVO SIMULADO DE SINALIZAÇÃO 2012

NOVO SIMULADO DE SINALIZAÇÃO 2012 1 O procedimento do pedestre diante da sinalização semafórica, identificada na cartela pelo código SS-07 é: a) Atenção; b) Pode seguir; c) Pare o veículo; d) Proibido a travessia; 2 São placas utilizadas

Leia mais

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula A UU L AL A Poluição do ar Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador do laboratório de poluição atmosférica experimental da Faculdade de Medicina da USP, a relação entre o nível de poluição e a

Leia mais

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA EMPILHADORES DE GARFOS

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA EMPILHADORES DE GARFOS FICHA DE SEGURANÇA EMPILHADORES DE GARFOS Fonte: Acedido em http://saudeambiental13.blogspot.pt/ julho 2014 Legenda: 1. Chassis; 2. Contrapeso; 3. Eixo motriz; 4. Eixo de direção; 5. Mastro (que serve

Leia mais

Vantagens do Veículo Híbrido:

Vantagens do Veículo Híbrido: Vantagens do Veículo Híbrido: VANTAGENS PARA O OPERADOR É um veículo que não tem câmbio, sua aceleração e frenagem é elétrica, o motor a combustão, além de pequeno, opera numa condição ideal (rotação fixa).

Leia mais

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL GARFO (Comprimento X Largura x Bitola) (mm) HDF50-7S (TIPO EIXO - TIPO GANCHO) - 1.350 X 150 X 60-1.500 X 150 X 60-1.800 X 150 X 60-2.000 X 150 X 60-2.400 X 150 X 60 HDF70-7S (TIPO EIXO) - 1,350 X 180

Leia mais

Mecânica Básica MOTOR, SISTEMA ELÉTRICO, SISTEMA DE TRANSMISSÃO, SISTEMA DE DIREÇÃO, SISTEMA DE SUSPENSÃO, SISTEMA DE FREIOS E ESTRUTURA.

Mecânica Básica MOTOR, SISTEMA ELÉTRICO, SISTEMA DE TRANSMISSÃO, SISTEMA DE DIREÇÃO, SISTEMA DE SUSPENSÃO, SISTEMA DE FREIOS E ESTRUTURA. Mecânica Básica O C.T.B visa principalmente a segurança. Os itens de manutenção que afetam diretamente a segurança são: * Direção, Freios, Suspensão, Luzes, Limpador de pára-brisa e Buzina. As noções de

Leia mais

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 30 (trinta) questões numeradas sequencialmente,

Leia mais

FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico. Cx 0,38

FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico. Cx 0,38 FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico Área frontal Cw x A MOTOR Cx 0,38 2.17 m2 0.82 m2 Dianteiro, transversal, 2.0 litros, 4 cilindros

Leia mais

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO.

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. CUIDADO NO TRANSITO MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. AS CRIANÇAS DEVEM RESPEITAR PARA OS LADOS DEVEM OLHAR. SE NÃO VIER NENHUM AUTOMÓVEL

Leia mais

Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira.

Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira. Nunca use a empilhadeira se não tiver sido devidamente instruído e autorizado para usar esse tipo particular de empilhadeira. Respeite a capacidade de carga da empilhadeira e de outras eventuais aparelhagens.

Leia mais

Proteção e combate a incêndio

Proteção e combate a incêndio Proteção e combate a incêndio Conceito de fogo Fogo é um processo químico de transformação. Podemos também defini-lo como o resultado de uma reação química que desprende luz e calor devido à combustão

Leia mais

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda.

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Ltda. R. Vereador José Eduardo da Costa, 169 Santa Rita do Sapucaí MG CEP: 37540 000 +55 35 3471 6898 www.exsto.com.br 2 1 Introdução Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de alta

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES 1. Segundo o Estatuto do Servidor Público Municipal de Bom Jardim da Serra, servidor público é a pessoa que: a. Presta serviço remunerado ao município, seja do Poder Executivo,

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE LEGISLAÇÃO Um dos equipamentos obrigatórios a ser vistoriado na inspeção de segurança veicular é o(a): 1 rádio toca-fitas. 2 farol de milha. 3 pneu para chuva. 4 buzina. Entre vários aspectos a serem observados,

Leia mais

Informações aos Utentes

Informações aos Utentes Informações aos Utentes Informações aos Utentes Nos distritos de Bragança, Guarda, Vila Real e Viseu, o Inverno é um desafio para os condutores. A segurança é uma prioridade da Estradas de Portugal, na

Leia mais

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840

Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Motocicleta Elétrica para Crianças TF-840 Manual para Instalação e Operação Design de simulação de motocicleta Funções para frente e para trás Função de reprodução de música na parte frontal O produto

Leia mais

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m

CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m A P Ê N D I C E E CARGAS EXCEDENTES/INDIVISÍVEIS A t u a l i z a d o e m 2 7 / 0 5 / 1 2 NOTA DO AUTOR: este capítulo traz dicas resumidas acerca da fiscalização de veículos e combinações que ultrapassam

Leia mais

Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos.

Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos. NO CARRO Como se prevenir Procure usar um carro que não chame a atenção. Mantenha os vidros fechados e as portas travadas por dentro. Não dê carona a desconhecidos. Evite transportar objetos de valor quando

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional - Motorista (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA A Maggion Inds. de Pneus e Máquinas Ltda. garante, por um período de 5 ( cinco

Leia mais

PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA

PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA PROJETO SEGURANÇA PÚBLICA - MUTIRÃO PELA VIDA NO TRÂNSITO EM RORAIMA Conjunto de ações que oferece aos cidadãos roraimenses informações sobre segurança pública no trânsito com vista à prevenção da violência,

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA BR

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA BR PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA BR >> O Gerenciamento de Riscos tem como objetivo realizar uma avaliação preventiva do risco associado a cada viagem, antes que a mesma tenha início, de forma a possibilitar

Leia mais

Família e Passageiros

Família e Passageiros Visão Geral Família e Passageiros: Como escolher um veículo para a família? Em primeiro lugar, você tem que decidir o que você realmente quer. Você quer um utilitário (SUV), uma minivan ou um veículo de

Leia mais

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS

MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS MOTORISTA CONHECIMENTOS GERAIS PORTUGUES 1. Leia o texto e observe com atenção os espaços em branco: relação do homem com ele mesmo, com os outros e com natureza precisa ser construída como território

Leia mais

6. Duas rodas: a regulamentação

6. Duas rodas: a regulamentação 6. Duas rodas: a regulamentação Aula: Interdisciplinar Indicação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental Foto Alex Pimentel 1 Que perigo vemos nesta cena 2! Essa é uma cena bem comum na nossa cidade e não

Leia mais

SEGURANÇA. Segurança... 1. Corpo Do Skate... 2. Como Ligar... 3. Ligar as Luzes... 3. Para Acelerar e Freiar... 4. Mudar a Velocidade...

SEGURANÇA. Segurança... 1. Corpo Do Skate... 2. Como Ligar... 3. Ligar as Luzes... 3. Para Acelerar e Freiar... 4. Mudar a Velocidade... Skate Elétrico 800W Segurança... 1 Corpo Do Skate... 2 Como Ligar... 3 Ligar as Luzes... 3 Para Acelerar e Freiar... 4 Mudar a Velocidade... 4 Instalando os Foot Straps (Tira para os pés)... 4 Recarga

Leia mais

Condução Económica e Ecológica CONDUÇÃO ECONÓMICA E ECOLÓGICA. Maj TTrans Freitas Lopes

Condução Económica e Ecológica CONDUÇÃO ECONÓMICA E ECOLÓGICA. Maj TTrans Freitas Lopes CONDUÇÃO ECONÓMICA E ECOLÓGICA Maj TTrans Freitas Lopes A preocupação com a sinistralidade rodoviária e a intenção de reduzir a sua incidência motivaram, e motivam ainda hoje, a necessidade da prática

Leia mais

10 dicas para perder o medo de dirigir

10 dicas para perder o medo de dirigir 10 dicas para perder o medo de dirigir 1. Pratique mais O medo da direção muitas vezes se dá pela inexperiência da pessoa com um automóvel, portanto é de praxe que ocorram mais tentativas de treino em

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para técnicos

CSR/Instruções de inspeção para técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Escavadeiras CSR/Instruções de inspeção para técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre às instruções

Leia mais

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO Página 1 de 6 COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO MOTOR WILLYS 6 CILINDROS BF-161 Com uma simples medição da pressão do óleo você pode avaliar o estado geral do seu motor Willys seja ele novo ou usado e evitar

Leia mais