E TRANSFORMAÇÃO MINERAL SECTOR GUIDE MINING AND MINERAL PROCESSING

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E TRANSFORMAÇÃO MINERAL SECTOR GUIDE MINING AND MINERAL PROCESSING"

Transcrição

1 G U I A S E T O R I A L M I N E R A C A O E TRANSFORMAÇÃO MINERAL SECTOR GUIDE MINING AND MINERAL PROCESSING PANORAMA DO SETOR NO BRASIL A atividade mineral receberá o maior investimento do setor privado no Brasil no período de 2012 a Do total desses investimentos, o maior aporte será para o minério de ferro, seguido pelo níquel e pela cadeia de alumínio (alumina, bauxita e alumínio). O subsolo brasileiro possui importantes depósitos minerais e destaca se na produção de bauxita, cobre, cromo, estanho, ferro, grafita, manganês, níquel, ouro, potássio, rocha fosfática, zinco, entre outros. OVERVIEW OF THE SECTOR IN BRAZIL The mining activity will receive the largest private sector investment in Brazil in the period from 2012 to Of the total of these investments, the biggest contribution will be of iron ore, followed by nickel and the aluminum chain (alumina, bauxite and aluminum). The Brazilian subsoil has important mineral deposits and stands out in the production of bauxite, copper, chrome, tin, iron, graphite, manganese, nickel, gold, potash, phosphate rock, zinc, among others. GRANDES NÚMEROS DO SETOR NO BRASIL 2010 LARGE NUMBERS OF THE SECTOR IN BRAZIL AÇO STEEL 2,3% da produção mundial e 53,1% da produção da América Latina 2.3% of world production and 53.1% of production in Latin America FERRO GUSA PIG IRON 3,1% da produção mundial 3.1% of world production Parque siderúrgico com capacidade de produção de 47,8 Mt (milhões de toneladas) de aço bruto/ano Brazillian steel production capacity of 47.8 Mt (million tonnes) of crude steel / year BAUXITA BAUXITE 9,5% das reservas mundiais e 14% da produção mundial 9.5% of world reserves and 14% of world production BENTONITA BENTONITE 3,17% da produção mundial 3.17% of world production FERRO IRON reservas de 20,4 bilhões de toneladas e 15,5% da produção mundial reserves of 20.4 billion tons and 15.5% of world production MAGNESITA MAGNESITE 4 maior reserva mundial e 8,1% da produção mundial 4 th largest world reserves and 8.1% of world production MANGANÊS MANGANESE 17,81% da produção mundial 17.81% of world production NIÓBIO NIOBIUM 97,08% da produção mundial 97.08% of world production NÍQUEL NICKEL 6,8% da produção mundial 6.8% of world production ROCHAS ORNAMENTAIS DIMENSION STONES 5 maior produtor e exportador mundial 5 th largest producer and exporter Fonte: Sumário Mineral 2011, DNPM Source: Mineral Summary 2011, DNPM 1

2 Em 2010, o setor mineral nacional obteve um faturamento de US$ 157 bilhões e gerou divisas que alcançaram US$ 51 bilhões, o que corresponde a 25% do total das exportações brasileiras. O setor de mineração brasileiro terá investimentos de cerca de R$ 350 bilhões nos próximos 20 anos, meta estipulada pelo governo federal no Plano Nacional de Mineração (PNM) BAHIA A política mineral adotada pelo Governo da Bahia volta se para a expansão das atividades da mineração, mediante ações que objetivam a descoberta de novas jazidas e depósitos, o diagnóstico da potencialidade mineral do Estado, estudos de economia mineral e desempenho do setor, desenvolvimento tecnológico e a implantação de infra estrutura viária e energética, que viabilizem empreendimentos privados no setor. A política industrial do estado também tem como diretriz a agregação de valor na cadeia produtiva mineral pelo estímulo à transformação mineral em produtos de maior valor agregado. A Bahia conta, para isso, com uma política de incentivos à industrialização, acesso a centros de excelência para formação de mão de obra especializada e todo o apoio necessário para a implantação desses empreendimentos. A Bahia é o quinto maior produtor brasileiro de bens minerais, extraindo aproximadamente 40 substâncias minerais, figurando como um dos principais alvos de interesse para a prospecção mineral no país, especialmente para minerais metálicos como ferro, níquel, ouro, alumínio, cobre, entre outros. As perspectivas futuras da Bahia são as melhores possíveis, já que se encontram em fase de implantação novos empreendimentos e desenvolvimento de projetos para a produção de minério de ferro, pelotas, ferro gusa, ferro vanádio, tálio, bauxita, gipsita e a expansão da produção de ouro e magnesita, com investimentos da ordem de aproximadamente US$10 bilhões até 2015, além de outros projetos em fase inicial de desenvolvimento, que vão desde as matérias primas para fertilizantes até as terras raras. Os números do Setor: 5º produtor brasileiro de bens minerais; 1º produtor brasileiro de urânio, cromo, salgema, magnesita e talco; Destaque nacional na produção de níquel, cobre, ouro, além de possuir a maior diversidade cromática de rochas ornamentais do país; É o estado brasileiro mais bem estudado geologicamente, possuindo 86% de seu território com mapeamento através de levantamentos aerogeofísicos (538 mil km2) e a previsão é de 100% até 2014; Em sua pauta de exportações figuram o ouro, concentrado de níquel, minério de manganês e seus concentrados, sulfato de bário, cromita, ferro ligas (Fe Mn, Fe Cr, Fe Si Cr), cátodos de cobre refinado, magnesita, ligas de alumínio, pedras preciosas e semipreciosas, mármores e granitos; In 2010, the national mineral sector generated sales of US$ 157 billion and generated revenues that reached US$ 51 billion, which represents 25% of total Brazilian exports. The Brazilian mining industry will have investments around US$ 175 billion over the next 20 years, which is a target set by the federal government in the National Mining Plan (PNM) BAHIA The mineral policy adopted by the Government of Bahia turns to the expansion of mining activities, through actions aimed at discovery of new deposits and fields, the diagnosis of mineral potential of the state, studying the economy and the sector performance, technological development and implementation of road infrastructure and energy projects that make private ventures in the sector feasible. The industrial policy of the state also has the guideline to aggregate value in the mineral supply chain by encouraging mineral processing of products with higher aggregated value. Bahia counts on a policy of incentives to industrialization, access to centers of excellence for training skilled manpower and all necessary support for the implementation of these ventures. Bahia is the fifth largest producer of mineral commodities, extracting approximately 40 minerals and ranked as one of the main targets of interest for mineral exploration in the country, especially for metallic minerals such as iron, nickel, gold, aluminum, copper, among others. The future prospects of Bahia are the best possible, since new ventures and projects for the production of iron ore, pellets, pig iron, vanadium iron, thallium, bauxite, gypsum and expansion of gold production and magnesite are being implemented, with investments of approximately US$ 10 billion by 2015, in addition to other projects in early stages of development, ranging from the raw materials for fertilizers to the rare earths. The Sector numbers: 5 th Brazilian producer of mineral commodities; 1 st Brazilian producer of uranium, chromium, rock salt, magnesite and talc; Very important national producer of nickel, copper, gold, besides having the greatest color diversity of dimension stones of the country; It is the Brazilian state which was best studied geologically, having 86% of its territory with mapping via aerial surveys (538,000 km 2 ) and the forecast is to have 100% by 2014; In its exports we include gold, nickel concentrate, manganese ore and its concentrates, barium sulfate, chromite, iron alloys (Fe-Mn, Fe-Cr, Fe-Cr- Si), cathodes of refined copper, magnesite, aluminum alloys, precious and semiprecious stones, marble and granite; 2

3 PRINCIPAIS PAÍSES DE DESTINO DAS EXPORTAÇÕES DA BAHIA PRINCIPAL DESTINATIONS OF BAHIA EXPORTS Coréia do Sul Couth Korea Estados Unidos United States Alemanha Germany Reino Unido United Kingdom Canadá Canada Suíça Switzerland Finlândia Finland Outros Others 18,22% 18,33% 5,75% 5,73% 14,88% 14,53% 13,80% 8,76% Fonte: MDIC/SECEX ALICE Elaboração: SICM/ DIMIN Source: MDIC/SECEX- ALICE Elaborated by: SICM/ DIMIN DIREITOS MINERÁRIOS No Brasil o bem mineral é de propriedade da União e seu controle é feito pelo governo federal, por meio do Departamento Nacional de Produção Mineral DNPM. Passo a passo para obtenção de um Direito Minerário 1 A mineradora (ou empreendedor): registra o Pedido de Autorização de Pesquisa no DNPM onde deve constar o Plano de Pesquisa para o bem mineral e área registrada; 2 Após a publicação do Alvará de Pesquisa no Diário Oficial da União, o empreendedor tem até 60 dias para obter a autorização ambiental para pesquisa no órgão ambiental e informar ao DNPM o início da pesquisa geológica; 3 A mineradora realiza a pesquisa geológica. Durante a pesquisa o empreendedor pode solicitar ao DNPM uma Guia de Utilização, a qual lhe permite lavrar uma determinada quantidade de material, com a finalidade de efetuar testes industriais ou de mercado (para isto há a necessidade de uma licença ambiental); 4 Uma vez finalizada a pesquisa o Relatório Final de Pesquisa é enviado ao DNPM que procede a análise e emite a aprovação; 5 A mineradora tem 01 (um) ano, a partir da publicação da aprovação do Relatório, para efetuar o Requerimento de Lavra; 6 O DNPM concede a Portaria de Lavra através de publicação no Diário Oficial da União; 7 O minerador terá o prazo de 06 meses para começar a lavrar o bem mineral. Para maiores informações visite o site do DNPM: MINING RIGHTS In Brazil the mineral commodity is a federal property and its control is done by the federal government, through the National Department of Mineral Production - DNPM. Walkthrough for obtaining a Mining Right 1 - The miner (or entrepreneur): registers the Research Authorisation Application at the DNPM which must contain the Prospection Plan for the mineral substance and the area registration; 2 - After the official publication of the Prospection Permit, the entrepreneur has up to 60 days to obtain the environmental permit for research from the environmental agency and inform the DNPM about the beginning of the geological research; 3 - The mining company conducts geological research. During prospection the entrepreneur can request a Use Guide to DNPM, which allows him to mine a certain amount of material, in order to perform industrial or market tests (an environmental permit is necessary in order to do this); 4 - Once the search is finished the Final Prospection Report is sent to DNPM which analyses and issues the approval; 5 - A mining company has one year turn from the publication of the approval of the Report, to make the Application for Mining; 6 - The DNPM grants a Mining Permits by publication in the Official Gazette; 7 - The miner will has a term of 06 months to start mining the mineral well. For more information visit the DNPM: 3

4 ASPECTOS DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL A licença ambiental é solicitada junto ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos INEMA e inclui as seguintes etapas: 1) Licença Prévia; 2) Licença de Implantação; 3) Licença de Operação. A licença ambiental é necessária desde a pesquisa mineral até a fase de lavra, inclusive durante a lavra experimental. A licença normalmente tem validade de 03 anos, podendo ser renovada. Para maiores informações, visite o site do INEMA: ASPECTS OF THE ENVIRONMENTAL LICENSE The environmental license is sought from the Institute of the Environment and Water Resources - INEMA and includes the following steps: 1) Preliminary License; 2) Implementation License; 3) Operating License. The environmental permit is required from the mineral research phase to the mining, including the trial mining. The license is usually valid for 03 years and can be renewed. For more information, visit the INEMA: OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral CBPM é a empresa governamental de pesquisa e desenvolvimento mineral, executora da política mineral formulada pela Secretaria da Indústria Comércio e Mineração SICM, que dedica especial atenção à divulgação das oportunidades de aproveitamento econômico dos prospectos, depósitos e jazidas minerais por ela descobertas e estudadas, visando transferi las à iniciativa privada por meio de concorrências públicas. Essas oportunidades minerais abrangem depósitos e jazidas de diferentes substâncias minerais, cujo aproveitamento configura, preliminarmente, viabilidade técnica e econômica, o que as tornam oportunidades de investimento atrativas, pois poupam aos investidores privados os riscos, os custos e o longo tempo necessário à descoberta, estudo e legalização de uma jazida mineral adequada aos seus objetivos empresariais. INVESTIMENT OPORTUNITIES The Bahia Company of Mineral Research CBPM is the mineral research and development company from the governmental, executing the policy formulated by the Secretariat of Industry, Commerce and Mining SICM, which pays particular attention to the dissemination of opportunities for the economic use of mineral prospects, deposits and fields discovered and studied, aiming the transfer to the private sector through public biddings. These opportunities include deposits and mineral fields of various mineral substances, which use sets, firstly, technical and economical feasibility, that makes them attractive investment opportunities, as they save to private investors the risks, costs and the long time needed for discovery, study and legalization of a mineral deposit suitable to their business objectives. 4

5 OPORTUNIDADES MINERAIS DA CBPM PARA DESENVOLVIMENTO DE PESQUISA COMPLEMENTAR MINERALS OPPORTUNITIES OF CBPM FOR DEVELOPMENT OF COMPLEMENTARY RESEARCH LEGENDA LEGEND 1 FERRO DE CAMPO LARGO CAMPO LARGO IRON 2 OURO E METAIS-BASE DO RIO SALITRE GOLD AND BASE METALS FROM SALITRE RIVER 3 OURO E METAIS-BASE DO JUREMA LESTE GOLD AND BASE METALS FROM JUREMA LESTE 4 OURO DO ITAPICURU NORTE GOLD FROM ITAPICURU NORTE 5 OURO E METAIS-BASE DO COMPLEXO BARREIRO GOLD AND BASE METAL FROM THE BARREIRO COMPLEX 6 CALCÁRIO DE CORIBE CORIBE LIMESTONE 7 AREIA SILICOSA DE SANTA MARIA ETERNA SANTA MARIA ETERNA SILICA SAND 8 ARGILAS CERÂMICAS DO RECÔNCAVO CERAMIC CLAY FROM RECÔNCAVO 9 ARGILAS CERÂMICAS DO SUL DA BAHIA CERAMIC CLAYS FROM SOUTHERN BAHIA 10 CIANITA DE VITÓRIA DA CONQUISTA KYANITE FROM VITÓRIA DA CONQUISTA 11 ESMERALDA DE CARNAÍBA CARNAÍBA EMERALD 12 NEFELINA SIENITO DE ITARANTIM ITARANTIM NEPHELINE SYENITE 13 SERRA DO ESTREITO-CARACOL ESTREITO-CARACOL RIDGE 14 FERRO E MANGANÊS DE BURITIRAMA SERRA DO ESTREITO 29 TALCO DE UMBURANAS IRON AND MANGANESE FROM BURITIRAMA ESTREITO RIDGE UMBURANAS TALC 15 CROMO E NÍQUEL DO JACURICI SUL CHROME AND NICKEL IN SOUTH JACURICI 16 CALCÁRIO SÃO DESIDÉRIO SÃO DESIDERIUS LIMESTONE 17 CALCÁRIO CALCÍTICO DA REGIÃO DE JACOBINA JACOBIN REGION LIMESTONE 18 ROCHAS ORNAMENTAIS DIMENSION STONES 19 ZINCO DE IRECÊ IRECÊ ZINC 20 ZINCO DE MUNDO NOVO NOVO MUNDO ZINC 21 NÍQUEL DE PEDRAS ALTAS PONTO NOVO PEDRAS ALTAS NICKEL - NEW ITEM 22 BARITA DE CONTENDAS DO SINCORÁ CONTENDAS DO SINCORÁ BARITE 23 CORÍNDON DE MUNDO NOVO NOVO MUNDO CORUNDUM 24 ILMENITA DE PRATIGI PRATIGI ILMENITE 25 OURO E METAIS-BASE DE BOA VISTA DO TUPIM GOLD AND BASE METALS FROM BOA VISTA DO TUPIM 26 OURO E METAIS-BASE DE MARCIONÍLIO SOUZA GOLD AND BASE METALS FROM MARCIONILIO SOUZA 27 FERRO DE MACHADO PORTELA MACHADO PORTELA IRON 28 NÍQUEL, OURO E M.B. DE MARACÁS LAJEDO DO TABOCAL NICKEL, GOLD AND M.B. FROM MARACÁS LAJEDO DO TABOCAL 30 OURO E METAIS-BASE DE RIACHO DE SANTANA GOLD AND BASE METALS FROM RIACHO SANTANA Cidade City Rodovias Highways Ferrovias Railways Aeroporto Airport Porto Port Source: Base SEI,

6 O Estado dispõe de: Mão de obra qualificada Oferta diversificada de bens minerais Ocorrências dos minérios em áreas extensas Levantamentos aerogeofísicos realizados em 86% de seu território (538 mil km²) Tecnologia em processos e equipamentos Flexibilidade para atender as demandas The State has: Skilled manpower Diversified mineral substaces offer Ocurrence of ores on large areas Geophysical surveys carried out in 86% of its territory (538,000 km²) Technology in processes and equipment Flexibility to meet the demands TREINAMENTO E CAPACITAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA Áreas do conhecimento: Engenharia de Minas, Geologia (Marinha, Costeira, Sedimentar, Ambiental), Geoquímica, Petrologia, Hidrogeologia, entre outros. Graduação, Mestrado, Doutorado. INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA IFBA Áreas do Conhecimento: Mineração (operação de equipamentos de extração mineral, sondagem, perfuração, amostragem e transporte; caracterização de minérios; projetos de desmonte, transporte e carregamento; estabilidade de rochas em minas subterrâneas e a céu aberto; elaboração de mapeamento geológico; operação de equipamentos de fragmentação, de separação mineral, separação sólido líquido, hidrometalúrgicos e de secagem), Geologia Ensino Técnico, Especialização TRAINING AND QUALIFICATION BAHIA FEDERAL UNIVERSITY UFBA Areas of expertise: Mining Engineering, Geology (Marine, Coast, Sedimentary, Environmental), Geochemistry, Petrology, Hydrogeology, among others. Undergraduate, Masters, PhD. FEDERAL INSTITUTE OF SCIENCE AND TECHNOLOGY OF BAHIA IFBA Areas of expertise: Mining (operation of mining equipment, drilling, sampling and transportation; characterization of minerals; transportation, disassembling and loading projects; stability of rocks in underground and surface mines, preparation of geological mapping; operation of fragmentation equipment of mineral separation, solid-liquid separation, drying and hydrometallurgical), Geology Technical Education, Specialization 6

7 PASSO A PASSO DO INVES TIMEN T O NA BAHIA STEPBY ST EPGUIDETO INVESTMENTINBAHIA 1 1 FIRST CONTACT Secretariat for Industry, Commerce and Mining of the State of Bahia Obtaining of the procedure and also the data as necessary for the investor INTENÇÃO DE INVESTIMENTO Secretaria de Industria, Comércio e Mineração da Bahia Assinatura do protocolo de intenções com o Estado da Bahia. ESCOLHA DA ÁREA DE INSTALAÇÃO Superitendência de Desenvolvimento Comercial e Industrial da Bahia (SUDIC) Preenchimento do cadastro de solicitação de área; Aquisição de área (terrenos ou galpões). Fornececimento de Escritura definitiva da área INTENTION TO INVEST Secretariat for Industry, Commerce and Mining of the State of Bahia Signing of the protocol of intentions with the State of Bahia. CHOICE OF THE LOCATION FOR INSTALLATION Superintendence of Commercial and Industrial Development of the State of Bahia (SUDIC) Fill in a registration form for requesting the area; Acquisition of the Area (sites or warehouses); Supply of the definite property deeds of the area. ESTABLISHMENT OF THE COMPANY The whole procedure can be carried out at one single location CONSTITUIÇÃO DE EMPRESA Todo o procedimento poderá ser feito em um só lugar REGISTRO DE CAPITAL NO BRASIL A empresa receptora do investimento estrangeiro devera efetuar o registro declaratório eletrônico de investimento (RDE) no Banco Central do Brasil. LICENCIAMENTO AMBIENTAL Análise prévia do pedido de licenciamento ambiental pela Comissão Técnica de Garantia Ambiental - CTGA - da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração / O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) - é o órgão responsável pela emissão do licenciamento ambiental no Estado da Bahia, que inclui as seguintes etapas: Licenciamento de Localização Licenciamento de Implantação Licenciamento de Operação FINANCIAMENTO O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) é o banco de desenvolvimento voltado para fomentar negócios na região nordestina. E apresenta taxas bastante competitivas em relação ao mercado. O Desenbahia é a agência de fomento econômico do Estado da Bahia e atua como repassador financeiro do BNDES no Estado REGISTRATION OF CAPITAL IN BRAZIL The company that is to receive the foreign investment shall make the declaratory registration of the investment (Registro Declaratório Eletrônico RDE) at the Brazilian Central Bank. ENVIRONMENTAL LICENSING Prior analysis of the request for environmental licensing by the Technical Commission for Environmental Guarantee (Comissão Técnica de Garantia Ambiental CTGA) of the Secretariat for Industry, Commerce and Mining of the State of Bahia / The Institute for the Environment and Water Resources (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - Inema) is the institution responsible for the issuing of Environmental Licences in the State of Bahia, which includes the following stages: Location Licensing Implementation Licensing Licensing of Operation FINANCING The Bank of the Brazilian Northeast (Banco do Nordeste do Brasil - BNB) is the development bank which is aimed at nurturing business developments in the Brazilian Northeast. Desenbahia is the economic fomenting agency of the state of Bahia and which is the agent of financial transfer of the BNDES within the State. ÚSTRIA, COMÉRCIO E MINERAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA 4ª AVENIDA Nº 415. CEP ALVADOR AHIA BRASIL / TEL AX web: 7

8 PARA INVESTIR NA BAHIA REAS ONSTO 10RAZÕES INVESTINBA HIA CRESCIMENTO ECONÔMICO SUSTENTADO SUSTA INEDECONOMICGROW O TH ESTRATEGICAMENTE LOCALIZADA ENTRE O NORDESTE E O SUDESTE DO BRASIL STRA TEGICLO CA TIONBETW EENTHENORTHEAS TANDTHESOUTHEAS E TOFBRA ZIL ECONOMIA GLOBAL E REGIONAL INTEGRADAS INTEGRA TEDGLO L BA LANDREGIONALECONOMY OPORTUNIDADES EM UMA ECONOMIA DIVERSIFICADA OPPORTUNI TIESWITHINADIVERSIFI EDECONOMY RECURSOS HUMANOS QUALIFICADOS, HABILIDOSOS E TALENTOSOS QUALIFIED,SKILLEDANDTAL ENTEDHUMANRESOURCES RECURSOS NATURAIS ABUNDANTES ABUNDA NTNATU RA LRESOURCES QUALIDADE DE VIDA: BOM PRA VIVER, BOM PRA INVESTIR QUALITY OFLIFE:GOODTO LIVE,ANDGREA EAT TO INVEST UMA CULTURA RIQUÍSSIMA E VIBRANTE ARICHANDVIBRAN R TCULT URE INFRAESTRUTURA DE QUALIDADE, CONECTIVIDADE GLOBAL INFRAS TRUCT UREOFQUALITY, GLO BALCONNECT C IVITY ESTABILIDADE POLÍTICA E ECONÔMICA POLITICA LANDECONOMICSTAB ILITY

PUBLIC TENDER BY COMMODITIES

PUBLIC TENDER BY COMMODITIES PUBLIC BY COMMODITIES 2003 001/2003 Granite Granito Preto Botuporã 870.522/88, 871.524/02 Andrade Mineradora 005/2003 Nickel Níquel de Itagibá 17 areas Mirabela Mineração do Brasil Níquel de Itagibá 871.368/89

Leia mais

Empresas mineradoras no Brasil

Empresas mineradoras no Brasil Em 211, a Produção Mineral Brasileira (PMB) deverá atingir um novo recorde ao totalizar US$ 5 bilhões (valor estimado), o que configurará um aumento de 28% se comparado ao valor registrado em 21: US$ 39

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO. Assunto: Produção Mineral Brasileira X Mundial 1930-2012. (Brasília-DF, 04 de Abril de 2013)

INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO. Assunto: Produção Mineral Brasileira X Mundial 1930-2012. (Brasília-DF, 04 de Abril de 2013) INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO Assunto: Produção Mineral Brasileira X Mundial 1930-2012 (Brasília-DF, 04 de Abril de 2013) DISTRIBUIÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS EM % NO VALOR DA PRODUÇÃO GLOBAL Fonte: ICMM e

Leia mais

TEMA: DESAFIOS LOGÍSTICOS

TEMA: DESAFIOS LOGÍSTICOS Câmara dos Deputados Comissão Especial PL 0037/11 Audiência Pública em 18 de Setembro de 2013 TEMA: DESAFIOS LOGÍSTICOS (Brasília-DF) INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO SUMÁRIO 1) A MINERAÇÃO HOJE 2) MINERAÇÃO

Leia mais

Perspectivas da Mineração no Mundo e no Brasil

Perspectivas da Mineração no Mundo e no Brasil Perspectivas da Mineração no Mundo e no Brasil 2ª edição ISEE Brazil Porto Alegre, 24 de outubro de 2014 UFRGS Universidade Federal do Rio Grande do Sul PERSPECTIVAS DA MINERAÇÃO NO MUNDO E NO BRASIL SUMÁRIO

Leia mais

O Ambiente da Mineração no Brasil. Mining Day PwC

O Ambiente da Mineração no Brasil. Mining Day PwC O Ambiente da Mineração no Brasil Mining Day PwC 24 de setembro de 2012 Um pouco sobre o IBRAM IBRAM-Instituto Brasileiro de Mineração Organização privada, sem fins lucrativos, que representa a Indústria

Leia mais

Investimentos do Setor Mineral e seus Aspectos Positivos para a Economia Brasileira

Investimentos do Setor Mineral e seus Aspectos Positivos para a Economia Brasileira Investimentos do Setor Mineral e seus Aspectos Positivos para a Economia Brasileira Equipo Mining 2012 14 a 17 de agosto de 2012 MEGA SPACE - Grande Belo Horizonte BELO HORIZONTE, 15 de agosto de 2012

Leia mais

MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL

MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL MINERAÇÃO NA BAHIA: RANKING NACIONAL E POTENCIAL DA PESQUISA MINERAL Sessão Técnica: Mina a Céu Aberto Aspectos Econômicos e Sociais AUTORES: Cláudia Maia, Eriberto Leite, Osmar Silva e Rodrigo Lanfranchi

Leia mais

Os Recursos Minerais na nossa vida

Os Recursos Minerais na nossa vida Os Recursos Minerais na nossa vida Min. Volfrâmio Expl. Argilas Gesso Cobre nativo Calcário Granito Ouro Expl. Areias Min. Chumbo Min. Urânio Realizado por INETI, Área de Geologia Económica (Daniel Oliveira,

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL

ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL UniCEUB Centro Universitário de Brasília Instituto CEUB de Pesquisa e Desenvolvimento Programa de Mestrado em Direito ISAMARA SEABRA O FINANCIAMENTO DAS PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS NO BRASIL BRASÍLIA -

Leia mais

CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO. Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história

CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO. Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história CONGRESSO TOCANTINENSE DE ENGENHARIA E MINERAÇÃO Gestão para a Sustentabilidade na Mineração 20 anos de história Palmas, 13 de maio de 2014 IBRAM-Instituto Brasileiro de Mineração Organização privada,

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Graduação. - Universidade Federal de Pernambuco, bacharel em Geologia, 1966.

CURRICULUM VITAE. Graduação. - Universidade Federal de Pernambuco, bacharel em Geologia, 1966. CURRICULUM VITAE I - IDENTIFICAÇÃO Nome: Frederico Lopes Meira Barboza Data de Nascimento: 17 de Junho de 1944. Estado Civil: Casado. Naturalidade: Maceió - Al Endereço: SHIS, QI-29, Cj. 01, Casa 27, 71675-210

Leia mais

O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM. SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012

O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM. SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012 O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO MINERAL CBPM SIMEXMIN Ouro Preto - Maio 2012 REFERENCIAIS HISTÓRICOS A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) é uma sociedade de economia mista, criada pela Lei Estadual nº

Leia mais

Problemas, perspectivas e desafios

Problemas, perspectivas e desafios Mineração no Brasil Problemas, perspectivas e desafios Bruno Milanez Universidade Federal de Juiz de Fora Rede Brasileira de Justiça Ambiental Extractivismo: nuevos contextos de dominacióny resistencias

Leia mais

SIMEXMIN 2012 - Visão Empresarial Sobre as Diretrizes do Governo para o Setor Mineral e Contribuição à Sua Adequação

SIMEXMIN 2012 - Visão Empresarial Sobre as Diretrizes do Governo para o Setor Mineral e Contribuição à Sua Adequação SIMEXMIN 2012 - Visão Empresarial Sobre as Diretrizes do Governo para o Setor Mineral e Contribuição à Sua Adequação SIMEXMIN 2012 OURO PRETO, 21 de maio de 2012 IBRAM-Instituto Brasileiro de Mineração

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA

AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA Impactos ambientais, financeiros e sociais do novo Código de Mineração 07 de julho de 2015 O Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) Organização privada,

Leia mais

O NOVO MARCO REGULATÓRIO DA MINERAÇÃO NO BRASIL

O NOVO MARCO REGULATÓRIO DA MINERAÇÃO NO BRASIL O NOVO MARCO REGULATÓRIO DA MINERAÇÃO NO BRASIL Comissão Especial de Mineração da Câmara dos Deputados Brasília, 27 de agosto de 2013 I PANORAMA ATUAL DA MINERAÇÃO A) BRASIL NO MUNDO Area > 3 milhões km²

Leia mais

A CPRM e o Novo Marco da Mineração

A CPRM e o Novo Marco da Mineração cprm.jpg Serviço Geológico do Brasil CPRM A CPRM e o Novo Marco da Mineração Roberto Ventura DGM/CPRM SISTEMA BRASILEIRO DE GEOLOGIA E MINERAÇÃ ÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - MME SECRETARIA DE ENERGIA

Leia mais

The Best Business Opportunity with High Return on Investment

The Best Business Opportunity with High Return on Investment Port Itaqui Area The Best Business Opportunity with High Return on Investment Willer Pos whpos@whpos.com.br Port Itaqui Fonte: Google Earth Port Itaqui- Present Layout Iron ore stock pile area VALE MPX

Leia mais

Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento

Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento Relacionamento Investidores Anjos e Fundos de Investimento Cate Ambrose Presidente e Diretora Executiva Latin American Private Equity & Venture Capital Association Congresso da Anjos do Brasil 2013 LAVCA

Leia mais

DE LINGAS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS PARA ELEVAÇÃO DE CARGA

DE LINGAS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS PARA ELEVAÇÃO DE CARGA Inovando com qualidade e segurança FABRICAÇÃO E RECERTIFICAÇÃO DE LINGAS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS PARA ELEVAÇÃO DE CARGA SLINGS MANUFACTURING AND RECERTIFICATION MATERIALS AND EQUIPMENT FOR LIFTING AND

Leia mais

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL?

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? Doing Business in Brazil: Pathways to Success, Innovation and Access under the Legal Framework Keynote Speaker: Mr. José Ricardo de Bastos Martins Partner of Peixoto

Leia mais

REDE PETRO BRASIL. A Rede das Redes Petro. Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE

REDE PETRO BRASIL. A Rede das Redes Petro. Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE REDE PETRO BRASIL A Rede das Redes Petro Eng. Ana Maria Mendonça Rede PETROGÁS Sergipe Presidente da PENSE as redes Amazonas Ceará Rio Grande do Norte Pernambuco Alagoas Sergipe Bahia Minas Gerais Bacia

Leia mais

Brazilian Gold Mining Industry : A Technical, Economic and Financial Profile

Brazilian Gold Mining Industry : A Technical, Economic and Financial Profile PERÚ: Third International Gold Symposium Sociedad Nacional de Mineria y Petroleo May, 5-8 1988 - Lima Brazilian Gold Mining Industry : A Technical, Economic and Financial Profile Presentation by Eduardo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL UTILIZAÇÃO DA ENGENHARIA TERRITORIAL PARA A INDUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DAS ÁREAS CIRCUNDANTES AOS

Leia mais

Dimensão do Setor* O tabaco brasileiro. Sector's Dimension* 186.000. 376.000 Brazilian tobacco 739.000. R$ 4,4 bilhões* 30.000

Dimensão do Setor* O tabaco brasileiro. Sector's Dimension* 186.000. 376.000 Brazilian tobacco 739.000. R$ 4,4 bilhões* 30.000 O tabaco brasileiro A importância sócio-econômica do tabaco para a região Sul do Brasil é indiscutível. Os números do setor demonstram claramente porque o Brasil se destaca no cenário mundial, ocupando

Leia mais

O papel do MBA na carreira do executivo

O papel do MBA na carreira do executivo O papel do MBA na carreira do executivo Renata Fabrini 09.03.2010 CONFERÊNCIA ANAMBA E ENCONTRO REGIONAL LATINO AMERICANO DO EMBA COUNCIL 2010 sobre a Fesa maior empresa consultoria especializada com atuação

Leia mais

ENERGIA EÓLICA RENOVA ENERGIA/DIVULGACAO

ENERGIA EÓLICA RENOVA ENERGIA/DIVULGACAO G U I A S E T O R I A L ENERGIA EÓLICA S E C T O R G U I D E W I N D E N E R G Y RENOVA ENERGIA/DIVULGACAO A Bahia apresenta um significativo potencial de energia eólica, estimado em 14,5 GW para uma altura

Leia mais

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE IV EXPOEPI International Perspectives on Air Quality: Risk Management Principles for Oficina de Trabalho: Os Desafios e Perspectivas da Vigilância Ambiental

Leia mais

Infraestrutura. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados.

Infraestrutura. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Infraestrutura Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Nossos serviços Eleito o melhor escritório da América Latina pelo Chambers & Partners Awards 2015

Leia mais

Indicadores de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) em Software e Serviços de TI: o Caso da Lei do Bem (nº 11.196/05)

Indicadores de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) em Software e Serviços de TI: o Caso da Lei do Bem (nº 11.196/05) Universidade de Brasília Indicadores de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) em Software e Serviços de TI: o Caso da Lei do Bem (nº 11.196/05) Rafael Henrique Rodrigues Moreira BRASÍLIA 2014 Universidade

Leia mais

Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais

Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais Mapa de Riscos Jurídicos Ambientais Atividades Minerárias Seminário Internacional de Direito Ambiental Empresarial Rio de Janeiro 31/05/2012 1 Grupo Votorantim 94 ANOS de historia Multinacional brasileira

Leia mais

Technical Reporting Requirements

Technical Reporting Requirements Technical Reporting Requirements Exploration Phase Osvair Trevisan Superintendent of Exploration Agência Nacional do Petróleo Concession Agreement Concession Agreement Signing Exploration Phase Begins

Leia mais

As perspectivas da. Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013

As perspectivas da. Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013 As perspectivas da mineração no Brasil Murilo Ferreira Diretor-presidente Belo Horizonte, 24 de setembro de 2013 Agenda Carajás, Brazil 1 A mineração no Brasil 2 A d d l b l minérios e metais A demanda

Leia mais

ROTEIRO. APRESENTAÇÃO DO DADOS COLETADOS o Cadastro Mineiro, DNPM MA, CPRM; Títulos outorgados, requerimentos e CFEM (ano base 2013).

ROTEIRO. APRESENTAÇÃO DO DADOS COLETADOS o Cadastro Mineiro, DNPM MA, CPRM; Títulos outorgados, requerimentos e CFEM (ano base 2013). ROTEIRO INTRODUÇÃO APRESENTAÇÃO DO DADOS COLETADOS o Cadastro Mineiro, DNPM MA, CPRM; Títulos outorgados, requerimentos e CFEM (ano base 2013). Estudo de caso: Município de Godofredo Viana X Mineração

Leia mais

FDLI s Brazil Conference

FDLI s Brazil Conference Programa Alimentos Seguros: uma experiência brasileira Food Safety Program: a Brazilian experience FDLI s Brazil Conference Zeide Lúcia Gusmão, MSc. National Coordinator PAS SENAI Nacional Department São

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

Terras Raras. 3ª Audiência Pública conjunta entre CCT e a CCTSTTR

Terras Raras. 3ª Audiência Pública conjunta entre CCT e a CCTSTTR Terras Raras 3ª Audiência Pública conjunta entre CCT e a CCTSTTR Debate: Ações para os Minerais Estratégicos para o País, com a Criação de um Novo Marco Regulatório que Possibilite o Desenvolvimento de

Leia mais

V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL

V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL V ENCONTRO DE GERENTES E EXECUTIVOS DE EXPLORAÇÃO MINERAL REFLEXOS DO NOVO MARCO DA MINERAÇÃO NAS MINERADORAS COM LUCRATIVIDADE MARGINAL SÉRGIO FRÁGUAS MINERAÇÃO CARAÍBA Rio de Janeiro, 04 de julho de

Leia mais

SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL

SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL SERVIÇOS DADOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL 2014 e 1º Semestre de 2015 SERVICES DATA OF INTERNATIONAL TRADE 2014 and 1º Semester of 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria

Leia mais

// gaiato private label

// gaiato private label // gaiato private label // a empresa // the company A Calçado Gaiato é uma empresa prestadora de serviços no setor de calçado, criada em 2000 por Luís Pinto Oliveira e Mário Pinto Oliveira, sócios-fundadores

Leia mais

Parceria Portuguesa para os Recursos Minerais

Parceria Portuguesa para os Recursos Minerais Parceria Portuguesa para os Recursos Minerais Contexto Europeu Distribuição (real e projectada) da produção mineira global em várias regiões, % Fonte: Raw Materials Group Dependência da UE da importação

Leia mais

Teores de nitrito, nitrato, cloreto, fluoreto e fósforo de água potável

Teores de nitrito, nitrato, cloreto, fluoreto e fósforo de água potável Teores de nitrito, nitrato, cloreto, fluoreto e fósforo de água potável Renan Lopes Gomes, Ana Carolina Ferreira, Priscilla C. Zucco dos Santos 3, Otávio Augusto Martins,3, Renato C. F. Neves 2* Departamento

Leia mais

A MINERAÇÃO HOJE E A VISÃO DE FUTURO

A MINERAÇÃO HOJE E A VISÃO DE FUTURO A MINERAÇÃO HOJE E A VISÃO DE FUTURO Cláudia Salles - Instituto Brasileiro de Mineração 4/JULHO/2013 A MINERAÇÃO HOJE BRASIL NO MUNDO Area > 3 milhões km² Bangladesh Pop > 140 milhões BRASIL Nigéria Rússia

Leia mais

E&P Infrastructure Espírito Santo State

E&P Infrastructure Espírito Santo State E&P Infrastructure Espírito Santo State JULIO BUENO Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado do Espírito Santo Rio de Janeiro-RJ, março 2004 Espírito Santo Geographical Location

Leia mais

Área III - Economia Industrial, da Tecnologia e dos Serviços no Paraná

Área III - Economia Industrial, da Tecnologia e dos Serviços no Paraná Principais dificuldades enfrentadas pelas empresas de base tecnológica: o caso das empresas da Incubadora Tecnológica de Maringá Juliana franco 1 Marcelo Farid Pereira 2 Heloise das Neves Balan 3 Nathalie

Leia mais

QUEM SOMOS WHO WE ARE

QUEM SOMOS WHO WE ARE QUEM SOMOS A 5PM Consulting é uma empresa de consultoria que atua nos segmentos industrial, construção civil e obras de infraestrutura, fornecendo planejamento, gerenciamento e Follow Up dos empreendimentos.

Leia mais

MERCADO PRODUTOR DE AREIA INDUSTRIAL NOS ESTADOS DE SÃO PAULO, SANTA CATARINA, PARANÁ E RIO GRANDE DO SUL

MERCADO PRODUTOR DE AREIA INDUSTRIAL NOS ESTADOS DE SÃO PAULO, SANTA CATARINA, PARANÁ E RIO GRANDE DO SUL MERCADO PRODUTOR DE AREIA INDUSTRIAL NOS ESTADOS DE SÃO PAULO, SANTA CATARINA, PARANÁ E RIO GRANDE DO SUL Gilda Carneiro FERREIRA & Elias Carneiro DAITX Departamento de Geologia Aplicada, Instituto de

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE FERNANDA DUARTE DOS SANTOS

FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE FERNANDA DUARTE DOS SANTOS FACULDADE DE TECNOLOGIA DA ZONA LESTE FERNANDA DUARTE DOS SANTOS Estudo do Mercado de Algodão no Brasil, seu Transporte Rodoviário e Escoamento pelo Porto de Santos. Analise das Alternativas para Redução

Leia mais

Novos serviços de subcontratação New subcontracting services

Novos serviços de subcontratação New subcontracting services Novos serviços de subcontratação New subcontracting services Fundição de ferro Fundição de alumínio Maquinagem Ironfoundry Aluminium foundry MachiningShop 9 de Setembro 2011 Índice Index 1. Alargamento

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

HISTORY. For five years, the facility had been exclusively producing a full range of a lubricant product line from the renowned Italian brand AGIP.

HISTORY. For five years, the facility had been exclusively producing a full range of a lubricant product line from the renowned Italian brand AGIP. HISTORY In 1995 Agecom Group targets its investments to the city of Iperó SP, looking for the expansion of its business looking for a new Manufacturing for Blending and Filling Processes of Lubricant Oil

Leia mais

Ruy Lacourt Rodrigues et al.

Ruy Lacourt Rodrigues et al. Ruy Lacourt Rodrigues et al. Mineração Definição e plano de produção de um depósito típico de níquel laterítico aproveitado através de rota de lixiviação ácida sob pressão (Definition and production plan

Leia mais

Interconexão de Redes Acadêmicas entre Europa e América Latina Resumo de Situação

Interconexão de Redes Acadêmicas entre Europa e América Latina Resumo de Situação Interconexão de Redes Acadêmicas entre Europa e América Latina Resumo de Situação Nelson Simões Maio de 2004 Resumo de situação da participação da RNP no início do Projeto ALICE America Latina Interconectada

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização

Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização Tecnologia e inovação na UE Estrategias de internacionalização Belém, 25 de Setembro 2014 Estrutura da apresentação 1. Porque a cooperação com a União Europeia em inovação é importante para o Brasil? 2.

Leia mais

Por que a mineração é importante na sua vida e no seu dia-a-dia

Por que a mineração é importante na sua vida e no seu dia-a-dia Por que a mineração é importante na sua vida e no seu dia-a-dia A importância da mineração nos dias de hoje A qualidade de vida é tema cada vez mais discutido atualmente. Quem viaja quer contar com rodovias

Leia mais

The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil

The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil Flávio Coutinho Cavalcante Engineering Project Manager COMPESA flaviocoutinho@compesa.com.br Brazil Location BRAZIL

Leia mais

Artigo Impactos do Centro Empresarial de Petróleo, Gás, Energia e Mineração.

Artigo Impactos do Centro Empresarial de Petróleo, Gás, Energia e Mineração. Artigo Impactos do Centro Empresarial de Petróleo, Gás, Energia e Mineração. Autor: José Roberto de Lima Andrade Co-Autor: Marcelo Dósea Leite, Marcos Wandir Nery Lobão, Claudio José Antunes Pinto. O novo

Leia mais

Integração do processo de compra estratégica com as ferramentas de compra eletrônica

Integração do processo de compra estratégica com as ferramentas de compra eletrônica Lincoln Wolf de Almeida Neves Integração do processo de compra estratégica com as ferramentas de compra eletrônica Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Roberta Franco Terziani. Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi. Dissertação de Mestrado

Roberta Franco Terziani. Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi. Dissertação de Mestrado Roberta Franco Terziani Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração

Leia mais

AUMENTO DE PRODUTIVIDADE DA FROTA DE CAMINHÕES RODOVIÁRIOS COM A PADRONIZAÇÃO DE CARGAS MINERAÇÃO PARAGOMINAS S.A.

AUMENTO DE PRODUTIVIDADE DA FROTA DE CAMINHÕES RODOVIÁRIOS COM A PADRONIZAÇÃO DE CARGAS MINERAÇÃO PARAGOMINAS S.A. AUMENTO DE PRODUTIVIDADE DA FROTA DE CAMINHÕES RODOVIÁRIOS COM A PADRONIZAÇÃO DE CARGAS MINERAÇÃO PARAGOMINAS S.A. Fábio Trindade Pereira, Engenheiro de Minas, Mineração Paragominas S/A. fabio.trindade@vale.com

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE

PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE PESQUISA MINERAL E O MEIO AMBIENTE A mineração não brota simplesmente do subsolo acima do qual o Estado impõe a sua jurisdição. É preciso que a geologia desse subsolo tenha características peculiares (que

Leia mais

Avaliação de Projeto de Mineração Aplicando a Teoria de Opções Reais

Avaliação de Projeto de Mineração Aplicando a Teoria de Opções Reais Alexandre Panza Vidal Avaliação de Projeto de Mineração Aplicando a Teoria de Opções Reais Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre pelo

Leia mais

DIRETORIA DE MINERAÇÃO

DIRETORIA DE MINERAÇÃO Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços DRM-RJ Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro DIRETORIA DE MINERAÇÃO Principais

Leia mais

ANÁLISE DA PARTICIPAÇÃO DOS COMBUSTÍVEIS MINERAIS E SEUS DERIVADOS NAS PAUTAS DE EXPORTAÇÃO BAIANA ENTRE 2000 E 2013

ANÁLISE DA PARTICIPAÇÃO DOS COMBUSTÍVEIS MINERAIS E SEUS DERIVADOS NAS PAUTAS DE EXPORTAÇÃO BAIANA ENTRE 2000 E 2013 ANÁLISE DA PARTICIPAÇÃO DOS COMBUSTÍVEIS MINERAIS E SEUS DERIVADOS NAS PAUTAS DE EXPORTAÇÃO BAIANA ENTRE 2000 E 2013 Jessé Fabiano de Carvalho Santos * Pedro Henrique de Souza Costa** Resumo: O Brasil

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

CAPÍTULO 5 ROCHAS E MINERAIS INDUSTRIAIS

CAPÍTULO 5 ROCHAS E MINERAIS INDUSTRIAIS Rochas e Minerais Industriais 175 1. INTRODUÇÃO CAPÍTULO 5 ROCHAS E MINERAIS INDUSTRIAIS Renato Ciminelli * A descrição clássica do termo Minerais Industriais incorpora nesta categoria todas as rochas

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Logistics Investment Program. Ports

Logistics Investment Program. Ports Logistics Investment Program Ports Purposes Promote the competitiveness and development of Brazilian economy End of entry walls Expansion of private investment Modernization of infrastructure and port

Leia mais

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial

ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 Gerência Setorial 3 Minério de Ferro 1. Reservas e Mercado Mundial O minério de ferro é abundante no mundo, porém as jazidas concentram-se em poucos países, sendo que apenas

Leia mais

Boletim Informativo Exploração

Boletim Informativo Exploração Boletim Informativo 01 O grupo é formado pela Rio Tinto plc, cujas ações são negociadas na Bolsa de Valores de Londres, e pela Rio Tinto Limited, com ações negociadas na Bolsa de Valores da Austrália.

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

We connect your goods to the World

We connect your goods to the World We connect your goods to the World Os Nossos Serviços Our Services A STM - Sociedade de Terminais de Moçambique, Lda, é um aduaneiro multimodal, com valência rodo-ferroviária, que abre as portas de Moçambique

Leia mais

Terceirização da Operação Logística Estudo de caso sobre a terceirização da Logística de Distribuição de uma Indústria Farmacêutica

Terceirização da Operação Logística Estudo de caso sobre a terceirização da Logística de Distribuição de uma Indústria Farmacêutica Mariana Botelho Morais Terceirização da Operação Logística Estudo de caso sobre a terceirização da Logística de Distribuição de uma Indústria Farmacêutica Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

Oobjetivo deste artigo é apresentar, pela primeira vez, indicadores de inovação

Oobjetivo deste artigo é apresentar, pela primeira vez, indicadores de inovação Indicadores empresariais de inovação tecnológica de Minas Gerais: uma introdução Marta Araújo Tavares Ferreira* Viviana Milene Silva** O objetivo desse artigo é apresentar, pela primeira vez, os indicadores

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Logistics Investment Program. Ports

Logistics Investment Program. Ports Logistics Investment Program Ports Purposes Promote the competitiveness and development of Brazilian economy End of entry walls Expansion of private investment Modernization of infrastructure and port

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Recursos Minerais e Energéticos

COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca. Recursos Minerais e Energéticos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ Geografia 9º Ano Prof.º Daniel Fonseca Recursos Minerais e Energéticos O que são recursos minerais? Recursos minerais são substâncias naturais inorgânicas que foram descobertas

Leia mais

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco

Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Developing customer relationship through marketing campaigns Desenvolvendo o relacionamento com o cliente através de campanhas de marketing Marco Antonio Donatelli Desenvolvendo relacionamento com clientes

Leia mais

Desafios Logísticos para o Mercado Eólico Brasileiro. Logística ou Cadeia de suprimento

Desafios Logísticos para o Mercado Eólico Brasileiro. Logística ou Cadeia de suprimento Desafios Logísticos para o Mercado Eólico Brasileiro Logística ou Cadeia de suprimento Brian Gaylord Senior Analyst Latin America MAKE Consulting Calle Quintana 27, Madrid, Espanha bg@consultmake.com INTRODUÇÃO

Leia mais

Comércio Eletrônico e a proteção de dados pessoais do consumidor E-commerce and the protection of consumer's personal data

Comércio Eletrônico e a proteção de dados pessoais do consumidor E-commerce and the protection of consumer's personal data Comércio Eletrônico e a proteção de dados pessoais do consumidor E-commerce and the protection of consumer's personal data Seminário de Proteção à Privacidade e aos Dados Pessoais International Seminar

Leia mais

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar

Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Helena McDonnell e Magda Gabriel Especialistas em Consultoria à EF e Protocolo Familiar Cambridge Institute Página 1 Especialistas em Consultoria

Leia mais

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Financial Markets and Treasury Services Sector 8 de abril de 2010 Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Section I. Tendências Mercados Emergentes 2 2009 foi o ano

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

GIS in Disaster Risk Management in Mozambique

GIS in Disaster Risk Management in Mozambique GIS in Disaster Risk Management in Mozambique 1 Contents 1. Disasters in Mozambique 2. Role of GIS 3. Some Examples 4. CIG Profile 2 1. Disasters in Mozambique Frequent disasters are: Droughts Floods (+

Leia mais

O SETOR MINERAL BRASILEIRO

O SETOR MINERAL BRASILEIRO Ministério de Minas Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral - SGM O SETOR MINERAL BRASILEIRO CARLOS NOGUEIRA DA COSTA JUNIOR Secretário ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS Simpósio Recursos

Leia mais

Av. New Jersey, 279 - Arujá - SP - CEP 07400-000 Tel: +55 11 3681-0962 / Fax: +55 11 3683 4471 comercial@brasillaurent.com.br

Av. New Jersey, 279 - Arujá - SP - CEP 07400-000 Tel: +55 11 3681-0962 / Fax: +55 11 3683 4471 comercial@brasillaurent.com.br Av. New Jersey, 279 - Arujá - SP - CEP 07400-000 Tel: +55 11 3681-0962 / Fax: +55 11 3683 4471 comercial@brasillaurent.com.br A EMPRESA The Company A BRASIL LAU RENT, com um moderno parque de máquinas

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

Terceirização de Serviços de Tecnologia da Informação: Experiência Consultiva de Profissionais de TI

Terceirização de Serviços de Tecnologia da Informação: Experiência Consultiva de Profissionais de TI Silvia Griselda Andueza Terceirização de Serviços de Tecnologia da Informação: Experiência Consultiva de Profissionais de TI Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Local & Regional Development. Expanding the positive impacts of mining projects

Local & Regional Development. Expanding the positive impacts of mining projects Local & Regional Development Expanding the positive impacts of mining projects Defining local and regional development Factors: Economic Social Specific to communities Need for ongoing consultations Link

Leia mais