Data Mining e Análise de Proteínas de Venenos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Data Mining e Análise de Proteínas de Venenos"

Transcrição

1 Data Mining e Análise de Proteínas de Venenos Wanessa Cabral 1,Thais Johnson Pereira 1, Geisa Adriana Rodrigues 1, Silvana Giuliatti 1, Milton Faria Junior 1, Clóvis Quintale Junior 1 1 Universidade de Ribeirão Preto BIOINFORMÁTICA, Brasil Resumo - O veneno é a maior arma de defesa dos animais, com a função de paralisar ou de matar instantaneamente a presa para sua alimentação. Nas ultimas décadas, pesquisadores começaram a estudar mais detalhadamente a química dos venenos, sua composição, reações no corpo humano e semelhanças das estruturas protéicas de veneno com estruturas protéicas humanas. Estes estudos têm demonstrado que várias proteínas podem ser usadas na produção de fármacos. Algumas experiências têm comprovado que venenos de alguns animais peçonhentos podem salvar vidas, contradizendo o conceito de veneno conhecido até então. Atualmente, estes venenos são utilizados no combate contra o câncer, problemas cardíacos, circulatório, entre outros. Portanto, o estudo do genoma de venenos através da bioinformática é de grande importância na biotecnologia. O objetivo deste projeto é a criação de banco de dados de proteína de venenos de vários organismos e o desenvolvimento de um sistema de análise que permita identificar domínios nas seqüências FASTAs. Atualmente, aproximadamente um total de 3704 seqüências, composto por venenos de escorpião, rã, cobras, encontra-se em nosso banco. O grupo de domínios já foi finalizado, e a analise de filogenia já apresenta resultados. Palavras Chaves: genoma, banco de dados, venenos Abstract The venom is the most important defence weapon, paralysing or even instantly killing for food. In the lasts decades, researches have been studying the chemistry, composition, it s effects and the similarity between venom and human s protein structures. These searches are showing that many proteins can be used on pharmacological industry. Some experiments proved that many venomous animals venom, such as snake, frog, and others could save lives, contradicting venom s concept known up to now. Nowadays, these venomous have been used on combat of cancer, heart and circulation diseases, and others medical problems. Therefore, through the discoveries of venom s protein, the Genome will facilitate the combat of many diseases. Thus, the study of genome using Bioinformatic is a very important instrument for biotechnology. The main goal of this work is to develop a Data Base witch containing organism s venom s protein, and develop a system witch analyse FASTAs sequences domain. At the moment, approximately 3704 sequences, containing scorpion, frog, snake s venom, are in our DataBase. The domains group is already finished and the phylogenic analyses have shown final results. Key words: genome, database, venon Introdução Os venenos de animais são fonte de grande importância de proteínas utilizadas para fins medicinais. Um dos principais fatores para a utilização de venenos na medicina foi a semelhança estrutural de enzimas destes animais com as de mamíferos. O veneno de cobra é rico em phospholipase, phosphodiesterase, phosphomonoesterase, L-amino ácido oxidase, acetylcholinesterase, entre outras proteínas. Essa combinação de proteínas no veneno pode ser mortal, mas algumas dessas proteínas isoladas e purificadas, como a desintegrins e a metalloproteinase, têm importantes aplicações no tratamento contra o câncer, cardiovascular e desordens cerebrais. A variedade de funções das proteínas encontradas no veneno de cobra é o maior motivo pelo qual estes estudos estão sendo realizados, embora estes foram bastante restritos no que tange a variedade de espécies, pois muitas delas são de difícil captura, ou ainda porque estão em extinção. O melhor seria a criação em cativeiros para maior disponibilização de fontes de venenos para pesquisa [1],[2],[3],[4],[5],[6].

2 O veneno de escorpião contém aproximadamente de 50 à 100 toxinas polipeptídicas. Este veneno é composto por diversas neurotoxinas, histimines, seratonins, enzimas, inibidores de enzimas, entre outros compostos não identificados, onde cada espécie possui sua combinação original. Por causa da importância médica de algumas espécies, a proteína neurotoxina recebeu maior ênfase nas pesquisas [7],[8],[9],[10],[11],[12],[13],[14], [15],[16],[17]. O veneno da aranha é uma fonte surpreendente de substâncias biologicamente ativas que possuem funções fisiológicas em insetos e mamíferos. O veneno é composto por neurotoxinas, pequenos peptídeos como GsMtx-4, entre outros compostos. A proteína mais utilizada para isolação e purificação para efeitos de pesquisas é a neurotoxina. Comum a vários venenos de vários animais [18],[19],[20],[21],[22],[23], [24]. O veneno de lagarto possui um número de peptídeos altamente bioativos incluindo o exedin dos peptídeos 3 e 4. Este peptídeo isolado tem importante aplicação no tratamento de diabetes, substituindo a insulina. Apesar de os venenos de lagarto não possuírem grande diversidade de aplicação, este é de grande importância nos tratamentos médicos [25],[26]. O veneno do sapo é rico em peptídeos, onde um destes são muito similares às moléculas do corpo humano responsáveis pela estimulação ou inibição do crescimento de tumores cancerígenos. Mas a aplicação de maior enfoque dos pesquisadores é de anti-bactericida, onde o diferencial é que dificilmente as bactérias se tornarão imunes à isso. Isto fez com que o veneno de sapo se tornasse um assunto de grande interesse para todos [27],[28], [29],[30],[31],[32]. O veneno da abelha é uma composição complexa de enzimas das proteínas e dos aminoácidos. Contém proteínas do tipo apamine, melittin, phospholipase, hyaluronidase, entre outros. Há décadas são realizados terapias com o veneno da abelha, onde tem funções do tipo antiinflamatório, anti-bactericida. É utilizado no tratamento de doenças como artrite, reumatismo, esclerose múltipla e infecções crônicas do nervo [33],[34], [35],[36],[37],[38],[39]. O veneno de peixe, embora não muito conhecido, tem despertado grande interesse em pesquisadores. Foi observada influência cardiovascular das proteínas encontradas no veneno de alguns peixes, embora não haja resultados sobre o assunto, já há interesse em pesquisas [40]. Devido ao grande potencial encontrado no uso de venenos na área médica e farmacologia, esse trabalho tem como objetivo desenvolver um banco de dados com proteínas de venenos de várias espécies e desenvolver métodos para análise dessas seqüências protéicas. Metodologia Todas as seqüências foram obtidas através de bancos de dados disponíveis na internet, como NCBI, HARVARD, entre outros. Compondo, também, o banco de dados, encontram-se 556 seqüências de Bothrops Jararacussu, obtidas em nosso laboratório de Biotecnologia. No momento, 3704 seqüências de proteínas estão disponíveis em nosso banco de dados. O banco de dados foi desenvolvido utilizando-se o sistema operacional LINUX, servidor de bancos MySQL. Atualmente, dispomos de um servidor Altos 22000, com 5GB de RAM e 4 CPUs 700MHz Xeon, garantindo, assim, uma boa performance na comparação de seqüências. A tabela 1 apresenta o número de seqüências obtidas para cada espécie, disponíveis no banco de dados. Tabela 1 - A tabela apresenta o número de seqüências para cada espécie encontrada. N.º. SEQUÊNCIA DE ESPÉCIES PROTEÍNAS DE VENENOS Escorpião 333 Vespa 140 Formiga 69 Abelha 60 Zangão 1 Lagarto 1904 Cobra 878 Aranha 225 Peixe 21 Moluscos 178 Sapo 10 Arraia 51 Bothrops Jararacussu 556 Mosquito 1 Após a obtenção desse conjunto de seqüências e de sua classificação por tipo de proteína, deu-se início ao procedimento de classificação de domínios. Cada grupo de proteínas foi analisado através do programa computacional Clustalx. Nesse processo, cada grupo de proteína é alinhado em sua melhor posição (fig1a). As bases de proteína que não fizeram parte do alinhamento foram excluídas, apresentando como resultado apenas a parte homóloga entre as seqüências (fig1b), a qual será denominada de domínio. Assim, após ter sido analisado todos os grupos de proteínas, o banco de

3 dados foi alimentado com todos os domínios. Até o momento, encontram-se no banco 610 domínios cadastrados. (A) desenvolvido utilizando a linguagem Perl e C, e sistema operacional LINUX. Utilizando-se das seqüências encontradas com e-value igual a zero, a filogenia foi realizada através do uso do programa computacional PHILIP. A filogenia entre espécies foram realizadas para o mesmo tipo de proteína. As figuras 2 e 3 apresentam os resultados obtidos quando a filogenia foi realizada para as espécies vespa e zangão. (B) Figura 2 A figura apresenta as seqüências sendo analisadas pelo programa PHILIP para realização da filogenia. Figura 1 - A figura apresenta um grupo de proteínas sendo analisado através do Clustal. As partes que não são utilizadas na análise são descartadas Paralelamente à classificação dos domínios, deu-se início ao processo de filogenia. Para tal procedimento, foi utilizado o programa computacional BLAST, o qual faz uma comparação entre cada seqüência contida do banco com as demais, ou seja, todas com todas. O programa BLAST faz uma comparação entre as seqüências, classificando-a através do e-value. Quanto mais próximo de zero, maior a porcentagem de homologia. Por exemplo, um valor de e-value igual a zero obtido quando uma seqüência é comparada, significa que 100% de homologia foi obtido. Depois de realizada essa etapa, utilizou-se um sistema computacional desenvolvido em nosso departamento, o qual separa as seqüências em faixas de valores de e-value. Esse programa foi

4 Figura 3 A figura apresenta as distâncias encontradas para essa espécies. Através do estudo da filogenia foi possível determinar as mudanças genéticas que as proteínas sofreram de espécie para espécie, apresentando também a distância entre as proteínas das espécies. Conclusões O banco de dados desenvolvido nesse projeto será de grande utilidade na realização de estudos, como por exemplo, no estudo de fármacos. O sistema desenvolvido tem clusterizado as seqüências com precisão, justificando uma vez mais a importâncias da bioinformática na análise de dados genômicos. Apenas um resultado de filogenia foi apresentado nesse trabalho, mas essa análise tem sido realizada para as todas seqüências do banco. Em breve, estará sendo disponibilizado um site para usuários de grupos de interesse. Agradecimentos: Os autores gostariam de agradecer ao CNPq, FAPESP e UNAERP pela realização desse projeto. Referências [1] Howard Hughes Medical Institute [www.hhmi.org/news/heintz2.html] [2] Phillips,K.D. Study of Rattle Snake Venom may lead to anti-cancer drug [agnews.tamu.edu/dailynews/stories/bich/venom.ht m] [3]Kordia Laboratory Supplies snake Venom Enzymes[www.kordia.nl/pentapharm/snavenenz/sna venenz.html] [4]AZERBAIJAN international, Droplets of life or Death [www.azer.com/aiweb/categories/magazine/ 32_folder/32_articles/32_vipers.html] [5] BBC News [news.bbc.co.uk/hi/english/health/ newsid_272000/ stm] [6] Elsier Science [www.elsevier.com/locate/toxicon] [7] Frequently Asked Questions [wrbu.si.edu/www/stockwell/faq/faq.html] [8]Think Quest libraries [library.thinkquest.org/c007974/3_2sco.htm] Maio [9]UCI-Medical Center/Medical Group [www.ucihealth.com/news/releases/ scorpion_venom_drug.htm [10]Desert USA-Scorpions [www.desertusa.com/oct96/du_scorpion.html] [11]Shomon,M.J. Effective New Autoimmune Disease Drugs to use Scorpion Venom [thyroid.about.com/library/weekly/aa071800a.htm] [12]UCI News Room [www.today.uci.edu/releases/00releases/099ap00. html] [13]Characterization of Bioachive Scorpion Venom Protein Toxins [www.ecu.edu/si/protein_abstract.html] [14]Dr. Harold Sontheimer s research using scorpion venom in cancer treatment research for brain tumors was fratured nationally in this report from the CBS this morning [www.circ.uab.edu/cpages/cbssont.htm] [15]UC Irvine scorpion venom research may lead to new drugs that treat immune disords, aid transplants [www.sciencedaily.com/releases/2000/07/ htm] [16]Ask a scientist spider and scorpion venom [newton.dep.anl.gov/askasci/bio99/bio99879.htm] [17]Elsevier Science-Toxicon Na interdisciplinary journal on the toxins derived from animal, plants and microorganism [www.elsevier.com/locate/toxicon] [18]UK Science Exchange [www.sciencecity.org.uk/cgi-bin/ showstory.cgi?version=n&number=n56.htm] Maio [19]Engineering and Phusical Sciences research Council [www.epsrc.ac.uk/documents/info_pub/ research_highlights/spidven.htm] [20]Cornell University [www.news.cornell.edu/chronicle/ 99/ /spider_venom.html] [21]Biology [biology.about.com/library/bldyknow htm] [22]Heart Center on line for Patients [www.heartcenteronline.com/myheartdr/home/ research-detail.cfm?reutersid=883] [23]Glausiusz, J. Elixir of Spider Spit [www.discover.com/sept_00/breakelixir.html] Maio [24]Albergavenny, R.D. Spider Venom may prevent atrial fibrillation [www.drshiva.com/spider.htm] Maio [25]Glucagon-Exendir [www.glucagon.com/exendin.htm] [26]Venom:striking beauties [www.magicpropagandamill.com/news/ features/venom/venom.html]

5 [27]Frog venom could prove vital in war against desease-unisci [unisci.com/stories/20013/ htm] [28]ACA s Frogs Org [ article.asp?categoryid=1&inforesourceid=801] [29]Philipkoski, K Proteins stored in a comparq space [www.wired.com/news/infostructure/0,1377,47020,00.html] [30]News Reporter, Giant Leap for bioresearch at UU [www.highereducationireland.com/newsdesk/frogs2. html] [31]UU spearheart giant leap forward in medicine_ University of ULSTER [www.ulst.ac.uk/news/releases/2001/375.html] Maio [32] Globl trends, Volume XIX nº 9 [www.stii.dost.gov.ph/sntpost/ NovPostWeb/Sept2k1/pg13.htm] [33] Glenn Rothfeld M.D., Bee venom therapy [www2.shore.net/~spectrum/apitherapy.html] Maio [34] The bee venom therapy home page [www.direct.ca/beevenom/] [35] Apitronic services [www.beevenom.com/] Maio [36] Bee venom therapy journal [www.gilbertsville.com/bee] [37]Dancing bee acres [www.dancingbeeacres.com/beevenom. html] Maio [38]Woolston, C_Bee venom therapy (bee stings) [www.ahealthyme.com/topic/beevenom] [39]Internet health library [www.internethealthlibrary.com/therapies/ beevenom-therapy.htm] [40]www.aqualink.com/marine/z-poison.html Contato - Profª. Dr.ª. Silvana Giuliatti, profª./pesquisadora da Universidade de Ribeirão Preto Bioinformática Av. Costábile Romano, 2201, Ribeirão Preto, São Paulo, CEP , tel:(16) ,

Bioinformática Aula 01

Bioinformática Aula 01 Bioinformática Aula 01 Prof. Ricardo Martins Ramos * * Doutorando em Genética e Toxicologia Aplicada CEFET-PI/ULBRA-RS Linha de Pesquisa Bioinformática Estrutural E-mail: ricardo@cefetpi.br Visão Holística

Leia mais

Desenvolvimento de uma Ferramenta. Cromatogramas

Desenvolvimento de uma Ferramenta. Cromatogramas Desenvolvimento de uma Ferramenta Web para análise automática tica de Cromatogramas Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP Lariza Laura

Leia mais

MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA).

MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA). MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE DE REPROCESSO NO SETOR DE PRODUÇÃO DE CALDOS ALIMENTÍCIOS NA EMPRESA DO RAMO ALIMENTÍCIO (ERA). Poços de Caldas / MG 2014 MARCELO DE LIMA BRAZ REDUÇÃO DA QUANTIDADE

Leia mais

CURSO SOBRE ACESSO ÀS BIBLIOTECAS ON-LINE DA MEDLINE/PubMed

CURSO SOBRE ACESSO ÀS BIBLIOTECAS ON-LINE DA MEDLINE/PubMed TUTORIAL PARA ACESSO BIBLIOTECA ON-LINE da MEDLINE/PUBMED CURSO SOBRE ACESSO ÀS BIBLIOTECAS ON-LINE DA MEDLINE/PubMed Este tutorial faz parte do curso de extensão da UNIFESP sobre acesso on-line às publicações

Leia mais

Conexões entre matemática e biologia

Conexões entre matemática e biologia EB-207 Matemática Biológica 1 Conexões entre matemática e biologia Prof. Rodrigo Sávio Pessoa Sumário 2 1. Introdução 2. A nanotecnologia aplicada as ciências biológicas 3. Algumas questões biológicas

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA.

FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO SERVIÇO NA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA RENATO AUGUSTO PEDREIRA LEONNI EM SANTO AMARO DA PURIFICAÇÃO-BA. UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM SAÚDE- GESTÃO HOSPITALAR KARLA MICHELLINE OLIVEIRA BOAVENTURA FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DO

Leia mais

O surgimento da Bioinformática Banco de Dados Biológicos

O surgimento da Bioinformática Banco de Dados Biológicos Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal Programa de Pós-Graduação da Bionorte FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 MARCELA BENEVENTE [1], LUCIANA MOURA CAMPOS PARDINI [2], ADRIANA CAMARGO FERRASI [1,3], MARIA INES DE MOURA CAMPOS PARDINI [3], ALINE FARIA GALVANI [3], JOSE JOAQUIM TITTON RANZANI [2] 1. Instituto de

Leia mais

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO

PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO PERCEPÇÃO DO CONHECIMENTO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA E ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES VOLTADAS À SAÚDE DO COLETIVO Elidiane dos Santos CIRILO¹, Emilly Maria de Lima OLIVEIRA¹, Fábio José Targino

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA.

TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA. UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ESPECIALIZAÇÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E CITOGÉNETICA HUMANA MÔNICA DE SOUSA PITA TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIÉTICAS NO TRATAMENTO DA LEUCEMIA.

Leia mais

Bioinformática. Licenciaturas em Biologia, Bioquímica, Biotecnologia, Ciências Biomédicas, Engenharia Biológica. João Varela jvarela@ualg.

Bioinformática. Licenciaturas em Biologia, Bioquímica, Biotecnologia, Ciências Biomédicas, Engenharia Biológica. João Varela jvarela@ualg. Bioinformática Licenciaturas em Biologia, Bioquímica, Biotecnologia, Ciências Biomédicas, Engenharia Biológica João Varela jvarela@ualg.pt Docentes Paulo Martel (alinhamentos, pesquisas de sequências em

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS ! Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Departamento de Patologia Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami Prof. Dr. Lucas Brandão BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA AO ESTUDO DE DOENÇAS

Leia mais

Síntese Artificial de Peptídeos

Síntese Artificial de Peptídeos Síntese Artificial de Peptídeos Rebeca Bayeh Seminário apresentado para a disciplina Princípios Físicos Aplicados à Fisiologia (PGF530) Prof. Dr. Adriano Mesquita Alencar Segundo semestre de 2013 Motivação

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 RELAÇÃO DO FENÓTIPO DE GATOS COM O COMPORTAMENTO CATS PHENOTYPE RELATIONSHIP WITH THE BEHAVIOR JHÉSSICA LUARA ALVES DE LIMA 1, MARCELO FARIAS CAVALCANTE 1, NILZA DUTRA ALVES 2, FRANCISCO MARLON CARNEIRO

Leia mais

Sistema Web para Projeto de PCR

Sistema Web para Projeto de PCR Sistema Web para Projeto de PCR Abstract. This paper describes a web system that help the work of molecular biologists, automatizating the steps necessary for preparing a PCR experiment. This system will

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA BIOINFORMÁTICA ESTRUTURAL: PREDIÇÃO DE ESTRUTURA 3D DE PROTEÍNAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA BIOINFORMÁTICA ESTRUTURAL: PREDIÇÃO DE ESTRUTURA 3D DE PROTEÍNAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA BIOINFORMÁTICA ESTRUTURAL: PREDIÇÃO DE ESTRUTURA 3D DE PROTEÍNAS 2 BIOINFORMÁTICA ESTRUTURAL Área da bioinformática que se aplica ao estudo da estrutura das moléculas Desafio

Leia mais

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais.

Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Estudos Iniciais do Sistema didático para análise de sinais no domínio da frequência DSA-PC: tipos de janelas temporais. Patricia Alves Machado Telecomunicações, Instituto Federal de Santa Catarina machadopatriciaa@gmail.com

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA. Ana Elisa Peres Magalhães

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA. Ana Elisa Peres Magalhães SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE INTEGRADA: TRATAMENTO DE ANOMALIAS EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA Ana Elisa Peres Magalhães MONOGRAFIA SUBMETIDA À COORDENAÇÃO DE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

Cap. 4: Componentes orgânicos celulares As moléculas multifuncionais. Equipe de Biologia

Cap. 4: Componentes orgânicos celulares As moléculas multifuncionais. Equipe de Biologia ap. 4: omponentes orgânicos celulares As moléculas multifuncionais Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias orgânicas arboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz MEDICINA VETERINÁRIA Disciplina: Genética Animal Prof a.: D rd. Mariana de F. Gardingo Diniz TRANSCRIÇÃO DNA A transcrição é o processo de formação de uma molécula de RNA a partir de uma molécula molde

Leia mais

O USO DA ONICOABRASÃO COMO MÉTODO DE AUXÍLIO NA OBTENÇÃO DE AMOSTRAS PARA O DIAGNÓSTICO DA ONICOMICOSE

O USO DA ONICOABRASÃO COMO MÉTODO DE AUXÍLIO NA OBTENÇÃO DE AMOSTRAS PARA O DIAGNÓSTICO DA ONICOMICOSE HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL DE SÃO PAULO O USO DA ONICOABRASÃO COMO MÉTODO DE AUXÍLIO NA OBTENÇÃO DE AMOSTRAS PARA O DIAGNÓSTICO DA ONICOMICOSE ANA FLÁVIA NOGUEIRA SALIBA São Paulo 2012 ANA

Leia mais

objetivos Complexidade dos genomas II AULA Pré-requisitos

objetivos Complexidade dos genomas II AULA Pré-requisitos Complexidade dos genomas II AULA 31 objetivos Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: Explicar os fatores envolvidos com a complexidade dos genomas de eucariotos. Descrever as principais características

Leia mais

Objectivos gerais do ciclo de estudos:

Objectivos gerais do ciclo de estudos: Informações Gerais e Oferta Formativa de Cursos Avançados 1º Edição (2015-2019) Programa de Doutoramento em Ciências Biológicas Aplicadas à Saúde PhD program in Biological Sciences Applied to Health Objectivos

Leia mais

REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO

REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO Programa de Pós-graduação em Administração da FEA-USP Apresenta resumos e Download de artigo http://www.ead.fea.usp.br/cad-pesq/index.htm Acesso gratuito CONSUMIDOR S. A. (IDEC)

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA

CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA CURSO DE TECNOLOGIA EM BIOTECNOLOGIA Departamento de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular Centro de Ciências Biológicas Universidade Estadual de Maringá Coordenador: Prof. Dr. João Alencar Pamphile

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Bioinformática. Trabalho prático enunciado complementar. Notas complementares ao 1º enunciado

Bioinformática. Trabalho prático enunciado complementar. Notas complementares ao 1º enunciado Bioinformática Trabalho prático enunciado complementar Neste texto, enunciam- se algumas considerações adicionais ao 1º enunciado e uma lista de possíveis tarefas que complementam o enunciado original

Leia mais

Considerações. Uso do termo ingrediente. Foco em alimentos. Enzimas (coadjuvantes) Ingredientes e ferramentas (bio/nanotecnologia, encapsulação)

Considerações. Uso do termo ingrediente. Foco em alimentos. Enzimas (coadjuvantes) Ingredientes e ferramentas (bio/nanotecnologia, encapsulação) Campinas, 11 de agosto de 2010 Ingredientes Considerações Uso do termo ingrediente Foco em alimentos Enzimas (coadjuvantes) Ingredientes e ferramentas (bio/nanotecnologia, encapsulação) Complexidade Tema

Leia mais

Dia da Propriedade Industrial. Patentes de Genes. Vanessa Fatal Examinadora de Patentes. Universidade de Évora 21.09.2010

Dia da Propriedade Industrial. Patentes de Genes. Vanessa Fatal Examinadora de Patentes. Universidade de Évora 21.09.2010 Dia da Propriedade Industrial Patentes de Genes Vanessa Fatal Examinadora de Patentes Universidade de Évora 21.09.2010 Europa 1973 EPC define que processos essencialmente biológicos não são patenteáveis

Leia mais

Tecnologia do DNA Recombinante-TDR

Tecnologia do DNA Recombinante-TDR Tecnologia do DNA Recombinante-TDR (clonagem de DNA) CONSTRUINDO A MOLÉCULA DE DNA RECOMBINANTE, BIOTECNOLOGIA:Engenharia genética. A utilização de microorganismos, plantas e animais para a produção de

Leia mais

As bactérias operárias

As bactérias operárias A U A UL LA As bactérias operárias Na Aula 47 você viu a importância da insulina no nosso corpo e, na Aula 48, aprendeu como as células de nosso organismo produzem insulina e outras proteínas. As pessoas

Leia mais

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa Pesquisa A pesquisa no INCA compreende atividades de produção do conhecimento científico, melhoria dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos do câncer e formação de recursos humanos em pesquisa oncológica.

Leia mais

Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line

Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line Estatística Básica via MySQL para Pesquisas On-Line Gabriel Ramos Guerreiro - DEs, UFSCar 1 2 Anderson Luiz Ara-Souza - DEs, UFSCar 1 3 Francisco Louzada-Neto - DEs, UFSCar 1 4 1. INTRODUÇÃO Segundo Cavalcanti

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

Desenvolvimento de uma Ferramenta Web para análise automática de Cromatogramas

Desenvolvimento de uma Ferramenta Web para análise automática de Cromatogramas Desenvolvimento de uma Ferramenta Web para análise automática de Cromatogramas Lariza Laura de Oliveira, Gisele Helena Barboni Miranda, Kelly Christiane Ynoue, Vitor Soares Pereira, Fernando Sequeira Sousa,

Leia mais

DST Testes Moleculares GENÉTICA MOLECULAR GENÉTICA MOLECULAR

DST Testes Moleculares GENÉTICA MOLECULAR GENÉTICA MOLECULAR GENÉTICA MOLECULAR GENÉTICA MOLECULAR DST Testes Moleculares A Genética de Microorganismos do Hermes Pardini é reconhecida por oferecer uma gama de exames moleculares que auxiliam nas decisões clínicas

Leia mais

Introdução ao SRS Sequence Retrieval System. Marcelo Falsarella Carazzolle

Introdução ao SRS Sequence Retrieval System. Marcelo Falsarella Carazzolle Introdução ao SRS Sequence Retrieval System Marcelo Falsarella Carazzolle Resumo Motivação Introdução Bancos de Dados Ferramentas de bioinformática SRS Exemplos Motivação Existem muitos bancos de dados

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014. Eixo Temático: Gestão de bibliotecas universitárias (GBU)

XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014. Eixo Temático: Gestão de bibliotecas universitárias (GBU) 1 XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias SNBU 2014 Eixo Temático: Gestão de bibliotecas universitárias (GBU) MODELO DE INDICADORES PARA A BIBLIOTECA FCA/UNICAMP Modalidade da apresentação:

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS Kamila Karoliny Ramos de Lima 1, Josimar dos Santos Medeiros 2. Resumo Entre as principais doenças de evolução

Leia mais

A Iniciativa de P&D da Empresa X

A Iniciativa de P&D da Empresa X Projetos 1. Eliezer Barreiro Fármacos antinflamatórios 2. Valdir Cechinel Filho Hiperplasia Benigna da Próstata- fitoterápico 3. Valdir Cechinel Filho Analgésico - fitoterápico 4. Sérgio T. Ferreira Doença

Leia mais

TERAPIA GÊNICA. Brasília DF, Julho de 2010.

TERAPIA GÊNICA. Brasília DF, Julho de 2010. Apresentação desenvolvida pelas graduandas em Ciências Farmacêuticas: Ana Carolina Macedo Lima, Ariane Mugnano Castelo Branco, Caroline Cardoso Mendes Souza, Clarisse Danielli Silva Albergaria, Jéssica

Leia mais

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL RELAÇÃO DA ETNIA COM A HIPERTENSÃO ARTERIAL EM PACIENTES RESGISTRADOS NO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

Leia mais

Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares

Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares Portfólio de produtos Microsoft para servidores Estudo de caso de solução do cliente Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares Visão geral País ou

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTINOCICEPTIVA DO VENENO DA SERPENTE Caudisona durissa collilineata E IDENTIFICAÇÃO DA FRAÇÃO ATIVA

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTINOCICEPTIVA DO VENENO DA SERPENTE Caudisona durissa collilineata E IDENTIFICAÇÃO DA FRAÇÃO ATIVA AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTINOCICEPTIVA DO VENENO DA SERPENTE Caudisona durissa collilineata E IDENTIFICAÇÃO DA FRAÇÃO ATIVA Sayonara Ay More de OLIVEIRA 1,2, Elson Alves COSTA 1, Marta Regina MAGALHÃES

Leia mais

2012 CALL FOR FCT PhD PROGRAMMES

2012 CALL FOR FCT PhD PROGRAMMES 0 CALL FOR FCT PhD PROGRAMMES Summary of Applications and Approved Programmes In the 0 call: 38 applications were submitted: 35 proposals 90 proposals proposals 9 proposals 58 programmes recommended for

Leia mais

Departamento de Informática em Saúde Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo

Departamento de Informática em Saúde Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo 1 Departamento de Informática em Saúde Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo TABELA DE COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ALIMENTOS Manual do Usuário 2014 São Paulo 2 Sumário Página inicial...

Leia mais

Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas.

Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas. INGLÊS Instrução: Leia o texto e responda as questões de números 31 a 40, identificando a alternativa correta, com base nas informações fornecidas. The New York Times on the web The Rush to Enhancement:

Leia mais

SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS

SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS PIOS Cristiane Kioko Shimabukuro Dias Pós-doutorado - FAPESP E-mail: crisdias@ibb.unesp.br Laboratório de Biologia e Genética de Peixes - Departamento

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown, é uma estrutura

Leia mais

Silvano Nogueira Buback. Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários

Silvano Nogueira Buback. Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários Silvano Nogueira Buback Utilizando aprendizado de máquina para construção de uma ferramenta de apoio a moderação de comentários Dissertação de mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

A Internet facilitando tratamentos médicos

A Internet facilitando tratamentos médicos VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 A Internet facilitando tratamentos

Leia mais

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes.

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. Biologia > Citologia > Sintese Protéica > Alunos Prof. Zell (biologia) (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. > ESTUDO

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE SOFTWARE

CONSTRUÇÃO DE SOFTWARE CONSTRUÇÃO DE SOFTWARE Náthilla Tavares Fagundes, Pablo Galvão, Wytor Venancio Rodrigues Faculdade de Tecnologia SENAC Goiânia/GO (SENAC/GO) Av. Independência número 1002 - CEP 74645-010 Setor Leste Vila

Leia mais

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade Como toda nova ciência ou tecnologia, ela gera dúvidas e receios de mudanças. Isto acontece desde os tempos em que Galileo afirmou que era a Terra que girava em torno do Sol ou quando Oswaldo Cruz iniciou

Leia mais

Biotecnologia e medicina. Denise Machado

Biotecnologia e medicina. Denise Machado Biotecnologia e medicina Denise Machado Biotecnologia 325 milhões de pessoas no mundo fazem uso de 130 drogas ou vacinas produzidas pelas técnicas da biotecnologia. 70% de tais drogas ou vacinas foram

Leia mais

IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar RESUMO

IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar RESUMO 1 IMAGENS COMPLEXAS DA BIOLOGIA: uma reflexão multidisciplinar Hugo Fortes 1 Sandra Souza 2 RESUMO Este trabalho apresenta uma reflexão sobre imagens complexas da biologia disponíveis no site www.visualcomplexity.com.

Leia mais

Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com

Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com Como pesquisar artigos em bases de dados? Profª Msc Mayara Ladeira E-mail: mayaralcoelho@hotmail.com Portal Capes Para que pesquisar artigos científicos? Informação confiável! - Fundamentos relacionados

Leia mais

Projeto Genoma e Proteoma

Projeto Genoma e Proteoma Projeto Genoma e Proteoma Grupo 3: *Artur S. Nascimento *Bárbara S. Costa *Beatrice Barbosa *Tamyres S. E. Guimarães *Yara Cavalcante O que é genoma? O genoma é o conjunto de todo o material genético que

Leia mais

Abstract ACCOMPANIMENT SYSTEMATIZATION OF PATIENTS WITH INHERITED METABOLIC DISEASE BY AN NGO INSTITUTO CANGURU IN BRAZIL,.

Abstract ACCOMPANIMENT SYSTEMATIZATION OF PATIENTS WITH INHERITED METABOLIC DISEASE BY AN NGO INSTITUTO CANGURU IN BRAZIL,. SISTEMATIZAÇÃO DO ACOMPANHMENTO DE PACIENTES COM DOENÇAS METBOLICAS HEREDITARIAS POR UMA ONG INSTITUTO CANGURU NO BRASIL,. Micheletti,C. 1,2,Vertemari, T 1,2, Oliveira, R.B. 1,2, Araújo, S. 1,, Souza,

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA

COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA Andréia Cristina Hypólito José 11075810 Fernando Caldas Oliveira 11085410 Giovana Zaninelli 11017210 Renato Fernandes Sartori 11061110 Rodrigo de Mello

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO

REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO MERCOSUL/GMC/RES. Nº 3/97 REGULAMENTO TÉCNICO PARA REGISTRO DE ANTIMICROBIANOS DE USO VETERINÁRIO TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Resoluções Nº 11/93 e 91/93 do Grupo

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

CASO DE USO PARA ANÁLISE DE DOMINIO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA PRODUÇÃO DE LEITE

CASO DE USO PARA ANÁLISE DE DOMINIO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA PRODUÇÃO DE LEITE CASO DE USO PARA ANÁLISE DE DOMINIO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA PRODUÇÃO DE LEITE Andrea C. A. Borim 1 Antônio M. Saraiva 2 José M. Fernandes 3 Carlos A. R. Pinto 4 RESUMO A busca pelo aumento da

Leia mais

Principais Coordenações da indexação LILACS

Principais Coordenações da indexação LILACS Principais Coordenações da indexação LILACS Objetivo: Aplicar as principais regras de coordenação de descritores Conteúdo desta aula Definição e tipos de coordenação Doenças e Organismos Neoplasias e Tipos

Leia mais

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet. Live Show Gerenciamento de Ambientes Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.com/rodias) Live Show! Vocês são do Time! Período do Evento Final de Semana Durante

Leia mais

A genética do vírus da gripe

A genética do vírus da gripe A genética do vírus da gripe Para uma melhor compreensão das futuras pandemias é necessário entender sobre as pandemias passadas e os fatores que contribuem para a virulência, bem como estabelecer um compromisso

Leia mais

BIOLOGIA Prof. André Fozzy

BIOLOGIA Prof. André Fozzy BIOLOI Prof. ndré Fozzy RN E SÍNTESE PROTEIC Biologia Prof. ndré Fozzy Regiões Codificadoras e Não-Codificadoras do DN O DN é formado por 2 regiões: Intergênicas ênicas Intergênicas ênicas Região ênica

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB PARA VISUALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS DADOS CLIMATOLÓGICOS DO CPTEC/INPE

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB PARA VISUALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS DADOS CLIMATOLÓGICOS DO CPTEC/INPE DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB PARA VISUALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS DADOS CLIMATOLÓGICOS DO CPTEC/INPE Luciana Maria de Castro Mira¹, Bianca Antunes de S. R. Alves 2, Ana Paula Tavares 3, Luíz Henrique

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe!

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Aula: 31 Temática: Vitaminas parte I Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Introdução O termo vitamina refere-se a um fator dietético essencial requerido por um organismo em

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA 2 ÍNDICE 1. Acessando o Sistema...03 2. Cadastrando da Unidade Gestora...05 2.1. Adicionando Curso ao Projeto...07 2.2. Montando a Infra-Estrutura do

Leia mais

II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação

II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação Page 1 of 8 Início Conheça a revista II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação Publicado por Marcos Vinhal em 9 de outubro, 2009 II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação destaca

Leia mais

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz

Curriculum Vitae. João António de Sampaio Rodrigues Queiroz Curriculum Vitae João António de Sampaio Rodrigues Queiroz 1. Dados Biográficos Data de nascimento: 29 de setembro de 1964; Cartão de Cidadão nº 6500257; Nacionalidade: Portuguesa; Filiação: Francisco

Leia mais

A Química nas universidades portuguesas

A Química nas universidades portuguesas A Química nas universidades portuguesas José Ferreira Gomes i e Elizabeth S. Vieira Universidade do Porto A avaliação comparativa da produção científica das instituições portuguesas em determinada disciplina

Leia mais

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLÉICOS: Moléculas orgânicas complexas, formadas polimerização de nucleotídeos (DNA e RNA) pela Contêm a informação que determina a seqüência de aminoácidos

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 ESTRUTURAÇÃO DE UM BANCO DE DENTES CANINOS NO DEPARTAMENTO DE ANATOMIA DA UFPR PRODUCTION OF A CANINE TEETH BANK AT THE ANATOMY DEPARTMENT OF UFPR DORIE FERNANDA DE MORAES ZATTONI¹, MARIA FERNANDA TORRES¹,

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA. Pizz@ Online

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA. Pizz@ Online Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO ETEC JORGE STREET TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA Pizz@ Online Ariane Danelon Martinez Fernanda

Leia mais

Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html

Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html MICRO microscópio de Robert Hooke (1635-1703) microscópios primitivos de uma lente feitos por van Leeuwenhoek (1632-1723) Fatia fina de cortiça,

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. GABARITO BIOLOGIA

Leia mais

Lung Cancer. Risk Factors

Lung Cancer. Risk Factors Lung Cancer The lungs are the organs that help us breathe. They help to give oxygen to all the cells in the body. Cancer cells are abnormal cells. Cancer cells grow and divide more quickly than healthy

Leia mais

PRINCÍPIOS INTERNACIONAIS PARA A PESQUISA BIOMÉDICA ENVOLVENDO ANIMAIS

PRINCÍPIOS INTERNACIONAIS PARA A PESQUISA BIOMÉDICA ENVOLVENDO ANIMAIS PRINCÍPIOS INTERNACIONAIS PARA A PESQUISA BIOMÉDICA ENVOLVENDO ANIMAIS ADAPTADO do International Guiding Principles for Biomedical Research Involving Animals (CIOMS) - Genebra, 1985. 1 - PRINCÍPIOS BÁSICOS

Leia mais

O efeito da confiança na intenção de uso do mobile banking

O efeito da confiança na intenção de uso do mobile banking Fernanda Leão Ramos O efeito da confiança na intenção de uso do mobile banking Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração de Empresas da PUC- Rio como

Leia mais

Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser?

Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser? Agroecologia e Comunicação: Como podemos comunicar a mudança que queremos ser? Agroecology and Communication: How can we communicate the change we want to be? ASSUNÇÃO, Wanessa Marinho 1 ; MIRANDA, Sueny

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DADOS COLETADOS POR PCD S: MÓDULOS DE VENTO, TEMPERATURA E UMIDADE RELATIVA DO AR E RADIAÇÃO SOLAR

DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DADOS COLETADOS POR PCD S: MÓDULOS DE VENTO, TEMPERATURA E UMIDADE RELATIVA DO AR E RADIAÇÃO SOLAR DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DADOS COLETADOS POR PCD S: MÓDULOS DE VENTO, TEMPERATURA E UMIDADE RELATIVA DO AR E RADIAÇÃO SOLAR Mario Rodrigues Pinto de Sousa Filho FUNCEME Fortaleza mario.rodrigues@funceme.br

Leia mais

EPLNA_2012. Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis

EPLNA_2012. Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis Ciclo de Garantia da Qualidade Analítica: tendências e etapas fundamentais para a fornecer resultados confiáveis Prof. Dr. Igor Renato Bertoni Olivares Top 02 in analytical chemistry Impact Factor - 6,6

Leia mais

https://www.metodista.br/revistas/revistasipa/index.php/edh/issue/current

https://www.metodista.br/revistas/revistasipa/index.php/edh/issue/current Curso de Farmácia Matemática: Educação matemática pesquisa http://revistas.pucsp.br/index.php/emp/issue/archive Revista do professor de matemática Zetetiké http://www.fae.unicamp.br/zetetike/archive.php

Leia mais

BIOTECNOLOGIA. 2. Conceito de clonagem molecular

BIOTECNOLOGIA. 2. Conceito de clonagem molecular BIOTECNOLOGIA 1. Introdução Até a década de 70, o DNA era o componente celular mais difícil de ser analisado. Sua seqüência de nucleotídeos de enorme tamanho e monotonia química era geralmente analisada

Leia mais

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture CIENCIA VIVA A Portuguese initiative for scientific and technological culture OUR MISSION CIENCIA VIVA IN SCHOOLS Science Education, practical work in partnership with research institutions NATIONAL SCIENTIFIC

Leia mais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais

TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR O TEMPO DA MINERAÇÃO DE DADOS: Uma análise de Tipos de Coberturas Florestais UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA CRISTIAN COSMOSKI RANGEL DE ABREU TÉCNICAS DE COMPUTAÇÃO PARALELA PARA MELHORAR

Leia mais

Prémio Melhor Comunicação

Prémio Melhor Comunicação One to one amino acid base pair contacts of AraR, a regulator of sugar utilization in Bacillus subtilis Isabel Correia 1, Irina Franco 1, Isabel Sá-Nogueira 1,2 1 Instituto Tecnologia Química e Biológica,

Leia mais

Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências

Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências Gorduras, Alimentos de Soja e Saúde do Coração Análise das Evidências Documento de posição do Comité Consultivo Científico da ENSA Introdução Há muito que os cientistas reconhecem o papel importante que

Leia mais

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS

MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS 127 MODELAGEM VISUAL DE UM SOFTWARE PARA O GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES EM GESTÃO DE PROJETOS VISUAL MODELING OF SOFTWARE FOR COMMUNICATION MANAGEMENT IN PROJECT MANAGEMENT Ricardo Rall 1 Arilson José

Leia mais