CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA JUNHO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA JUNHO"

Transcrição

1 CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA JUNHO

2 SUMÁRIO 01 APRESENTAÇÃO APLICAÇÃO E VIOLAÇÃO A ESTE CÓDIGO POLÍTICA DE QUALIDADE VALORES E AMBIENTE DE TRABALHO 06 CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA 05 PATRIMÔNIO E RECURSOS DA EMPRESA RELAÇÕES COM CLIENTES RELAÇÕES COM FORNECEDORES RELAÇÕES COM ÓRGÃOS PÚBLICOS RELACIONAMENTO COM SINDICATO E ENTIDADE DE CLASSE RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE ADMINISTRAÇÃO DO CÓDIGO VIGÊNCIA E AGRADECIMENTOS 15

3 APRESENTAÇÃO 01 O DRY PORT foi fundado em 1971, na Cidade de Guarulhos, passando a receber cargas sob controle aduaneiro em 1991, prestando há mais de 20 anos os serviços de armazenagem, movimentação, e outros acessórios à sua operação, com completa infraestrutura, com mais de 100 colaboradores, possuindo m² de área alfandegada, e m² de pátio automotivo, e está em constante processo expansão e melhorias. Neste cenário, esse Código de Conduta é mais uma das ferramentas encontradas para o melhor desempenho da Empresa junto aos seus colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros, reforçando, assim, o nosso comprometimento pelo aperfeiçoamento regular dos nossos processos. 03

4 02 APLICAÇÃO E VIOLAÇÃO A ESTE CÓDIGO Este Código se aplica a todos os colaboradores (independentemente do cargo ocupado ou da função desempenhada), reunindo, de forma sucinta, os principais conceitos a serem seguidos por eles, na condução dos negócios e relacionamentos internos e externos da Empresa. O não cumprimento deste código poderá expor a Empresa e seus colaboradores a graves consequências, por isso, se espera que o colaborador busque sanar eventuais dúvidas sobre este Código junto ao seu superior imediato. O colaborador estará sujeito às sanções disciplinares e até demissão, considerando: Advertência verbal: Chamada de atenção para que não se realize o mesmo erro; Advertência por escrito: Aviso por escrito sobre a falta cometida; Suspensão: Definição do afastamento, ficando ausente e perdendo o dia; e Justa causa: Demissão de acordo com o artigo 482 da Consolidação das Leis do Trabalho. 04

5 POLÍTICA DE QUALIDADE 03 A Empresa possui como política de qualidade, reconhecida pela ISO 9001: atender as necessidades dos clientes em operações de movimentação e armazenagem de materiais de forma lucrativa, com colaboradores e fornecedores qualificados, aperfeiçoando continuamente a qualidade dos processos. Neste sentido, a Empresa busca a excelência operacional em suas operações, investindo no aprimoramento de seus colaboradores, melhorias em sua infraestrutura, fornecedores qualificados, e cumprindo rigorosamente as exigências legais. 05

6 04 VALORES E AMBIENTE DE TRABALHO Os valores desta Empresa são: profissionalismo, ética, respeito e confiança. A partir disso, espera-se que haja educação, respeito e bom senso nas tratativas entre os colaboradores e terceiros, evitando-se assim, constrangimentos, fofocas, brincadeiras de mau gosto, controvérsias desnecessárias, e principalmente discriminação, seja política, econômica, racial, de sexo, idade, orientação sexual, origem e de portadores de necessidades especiais. Não toleramos atos como o assédio sexual ou moral, não admitimos o trabalho infantil, exceto na condição de aprendiz, o escravo ou análogo, bem como é terminantemente proibido o consumo de bebidas alcoólicas ou drogas ilícitas durante a jornada de trabalho, ou comparecer sob efeito destas, e o porte de armas de nenhuma espécie nas dependências da Empresa, salvo para pessoas autorizadas pela lei. 06

7 VALORES E AMBIENTE DE TRABALHO 04 Esperamos que os colaboradores preservem as instalações da Empresa em perfeito estado de conservação e higiene, respeitando as normas de segurança do trabalho, bem como mantenham sigilo das informações obtidas decorrente de suas atividades, buscando-se assim, um ambiente de trabalho saudável e produtivo. 07

8 05 PATRIMÔNIO E RECURSOS DA EMPRESA É proibido o uso dos recursos, materiais, equipamentos, oportunidades de negócio, e sistemas informatizados desta Empresa para fins particulares, bem como utilizarse da posição ocupada para obtenção de benefícios próprios ou de terceiros. Os softwares protegidos por direitos autorais, ou aqueles contratados e/ou desenvolvidos pela Empresa, não devem ser copiados, bem como é terminantemente proibida a instalação de programas nos computadores da Empresa que não tenham sido autorizada pelas áreas competentes. Os documentos originais da Empresa não poderão ser disponibilizados para terceiros, ainda que sejam colaboradores da Empresa, sem a presença do responsável pela guarda dos mesmos, que, por sua vez, poderá fornecer cópia dos documentos, ou se ainda preferir via digitalizada ao solicitante. Esta Empresa conta com empresa terceirizada de Segurança Patrimonial, e colaborador especializado em Segurança do Trabalho, que juntos contribuem para salvaguardar o patrimônio material e pessoal desta Empresa. 08

9 RELAÇÕES COM CLIENTES 06 Atender às necessidades dos nossos clientes é o nosso maior objetivo, para isso, buscamos atendê-los com educação e eficiência, proporcionando informações claras, precisas e objetivas, ainda que negativas, no prazo por eles esperado, de acordo com a legislação e respeitando os contratos em vigor, se existirem. Além disso, contratamos e mantemos colaboradores capacitados para o desenvolvimento de suas tarefas, selecionamos os fornecedores especializados, e mantemos relação honesta com os órgãos públicos envolvidos em nossas atividades. Esta Empresa disponibiliza para os usuários e clientes canais permanentes de comunicação para atendimento de suas demandas, pelo telefone (11) , e pelo uma vez que somos receptivos às opiniões e sugestões de nossos clientes para melhoria constante dos serviços prestados. 09

10 07 RELAÇÕES COM FORNECEDORES Esta Empresa busca e contrata fornecedores baseada em critérios técnicos, profissionais, éticos, de acordo com suas necessidades, e cumprimento da legislação aplicável ao objeto de sua contratação, por meio de concorrência ou cotação de preços, ganhando a melhor relação custo-benefício. Não contratamos fornecedores de reputação duvidosa comprovada. São condutas inaceitáveis por esta Empresa: pagar, prometer, oferecer ou receber propinas, pagamentos de facilitação ou qualquer vantagem ilegal, indevida ou imoral, a funcionários públicos, representantes de clientes ou fornecedores, ou a terceiras pessoas a estes relacionadas, bem como oferecer ou receber brindes, presentes, almoços, ou favores, visando obter ou garantir negócios para a pessoa ou a esta Empresa. 10

11 RELAÇÕES COM ÓRGÃOS PÚBLICOS 08 Esta Empresa age de forma honesta, cooperativa e transparente com os órgãos públicos envolvidos no desenvolvimento de suas atividades. Cumprimos as leis vigentes e regulamentos que regem, principalmente, os recintos alfandegados, defendendo os nossos direitos, e respeitando as obrigações estipuladas pelos órgãos públicos. Esta Empresa não apoia candidatos a cargos públicos e/ou partidos políticos, durante ou fora dos períodos eleitorais. 11

12 09 RELACIONAMENTO COM SINDICATO E ENTIDADE DE CLASSE Esta Empresa preza pelo bom relacionamento junto aos Sindicatos e Entidades de Classe, compreendendo principalmente diálogos permanentes, aprovações de acordos coletivos, e resolução dos conflitos pela via negocial extrajudicial. 12

13 RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE 10 A Empresa busca à preservação do meio ambiente para as presentes e futuras gerações, bem como sabe de sua responsabilidade social como empresa, buscando, portanto, o seu crescimento responsável e o bem estar de seu público interno e externo. Alguns exemplos de medidas realizadas por esta Empresa: Jornal mural mensal, onde são postadas matérias relacionadas a estes temas, buscando agregar conhecimento aos colaboradores; Reciclagem de seus materiais, reduzindo o volume de lixo destinado ao aterro sanitário; e Doações esporádicas às instituições sem fins lucrativos. 13

14 11 ADMINISTRAÇÃO DO CÓDIGO O presente Código não esgota todos os problemas que podem surgir em seu dia a dia, bem como todas as condutas desejáveis, por isso, caso haja qualquer dúvida procure o seu superior imediato, e enquanto isso, busque agir com bom senso e respeito em suas tratativas. Caso já tenha procurado o seu superior imediato, e não houve retorno efetivo sobre o seu questionamento, bem como caso saiba de qualquer comportamento/ação que contrarie este Código, procure o nosso Comitê de Ética, por meio do Departamento de Recursos Humanos. Esta Empresa preza pelo sigilo da comunicação, confidencialidade do procedimento de apuração, não existindo qualquer forma de represália a quem informar suspeita de violação a este Código, exceto se assim o fizer falsamente Aprovação: O presente Código e suas alterações devem ser aprovados pela Diretoria da Empresa. As revisões deverão ser realizadas a cada três anos por meio do Comitê de Ética Gestão do Código: A Gestão deverá ser realizada pelo Comitê de Ética, que é composto pela Diretoria da Empresa, os Gestores das áreas, pelo Recursos Humanos e pela Qualidade, ficando responsável pela divulgação, ajustes, atualização, apuração de denúncias, isto é, todos os temas relacionados sobre este Código que porventura possam surgir durante sua vigência. 14

15 VIGÊNCIA E AGRADECIMENTOS 12 Este Código entra em vigor a partir desta data e revoga todas e quaisquer disposições em contrário. Guarulhos, 22 de junho de ª EDIÇÃO OBRIGADO! DRY PORT SÃO PAULO S.A. 15

16 CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA JUNHO DRY PORT SÃO PAULO S.A. ARMAZÉM ALFANDEGADO E GERAL

CÓDIGO DE CONDUTA. Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você

CÓDIGO DE CONDUTA. Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você CÓDIGO DE CONDUTA Somos movidos por inovação, sustentabilidade e por você SUMÁRIO Mensagem do Presidente Sumário Missão, Visão e Valores 1. Sobre o Código 2. Relações com Clientes 3. Responsabilidades

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Sumário Introdução Regras de Conduta da MIP Gestão do Código de Ética e Conduta da MIP Glossário Termo de Compromisso 03 05 10 12 15 2 Introdução A missão da MIP Engenharia S.A.

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO

MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 1 MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 2 SUMÁRIO 1.Introdução... 3 2.Da abrangência... 3 3. Das condutas a serem observadas... 3 3.1 Vantagem indevida:... 3 3.2 Participação em

Leia mais

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS 13/5/2016 Informação Pública ÍNDICE 1 OBJETIVO... 3 2 ABRANGÊNCIA... 3 3 REFERÊNCIA... 3 4 PRINCÍPIOS... 4 5 DIRETRIZES... 5 6 RESPONSABILIDADES... 6 7 INFORMAÇÕES DE CONTROLE... 8 13/5/2016 Informação

Leia mais

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS

MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS MASCARENHAS BARBOSA ROSCOE S/A CONSTRUÇÕES POLÍTICA DE CONTRATAÇÃO DE TERCEIROS Objetivo Estabelecer regras gerais para os processos de contratação de terceiros e obrigações básicas que devem ser adotadas

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Dezembro 2015 2015 Delta Economics & Finance Índice 1 Introdução 1 2 Visão, Missão e Valores 1 3 Conduta Esperada dos Funcionários 2 4 Conflito de Interesse 2 5 Informações Sigilosas

Leia mais

Código de Conduta e Ética

Código de Conduta e Ética Código de Conduta e Ética R.P. Filho Serviços Hidráulicos LTDA Código de Conduta e Ética 1 INTRODUÇÃO É notório que o sucesso de uma organização depende, entre outros fatores, da imagem positiva que ela

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL PRSA 2ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 3.1 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 2 3.1.1 DIRETOR RESPONSÁVEL - RESOLUÇÃO 4.327/14... 2 3.1.2 COORDENADOR ESPONSÁVEL PRSA

Leia mais

Política Interna dos Canais de Comunicação

Política Interna dos Canais de Comunicação Interna dos Canais de Comunicação 1/6 Data Descrição Sumária 14/03/2016 Interna dos Canais de Comunicação, versão inicial. Interna dos Canais de Comunicação 2/6 ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Conceito...

Leia mais

Ética. Compras e Strategic Sourcing

Ética. Compras e Strategic Sourcing Ética Compras e Strategic Sourcing Ética é saber a diferença entre o que você tem direito de fazer e o que é de fato direito - Potter Stewart Relacionamentos com fornecedores devem: Objetivo A área de

Leia mais

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES

POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS, DIRETORES E ADMINISTRADORES ÍNDICE I - POLÍTICAS QUANTO À COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS POR PARTE DE FUNCIONÁRIOS,

Leia mais

Código de Conduta do Grupo Cindapa

Código de Conduta do Grupo Cindapa Código de Conduta do Grupo Cindapa A MARCA DA SEGURANÇA 1 NOSSAS DIRETRIZES Nossa Missão Fornecer soluções em segurança patrimonial privada, mitigando os riscos e evitando perdas, por meio de uma Gestão

Leia mais

Cabe a todos os integrantes e colaboradores diretos ou indiretos fazer valer, respeitar e cumprir todos os itens abordados neste código de ética.

Cabe a todos os integrantes e colaboradores diretos ou indiretos fazer valer, respeitar e cumprir todos os itens abordados neste código de ética. CÓDIGO CORPORATIVO DE CONDUTA ÉTICA Introdução A Alta Engenharia de Consultoria Ltda tem como seu objetivo principal, a transparência e a ética de conduta em seus negócios orientados por um conjunto de

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDORES SIGILO DAS INFORMAÇÕES respeitar a propriedade intelectual, segredos comerciais e outras informações confi denciais, exclusivas ou reservadas, e não devem fazer uso ou

Leia mais

Celpa. serviços. Código de ética do prestador de serviços da Celpa

Celpa. serviços. Código de ética do prestador de serviços da Celpa Código de ética do prestador de da Índice Apresentação... 04 Missão, visão e valores... 04 Bom senso... 06 Abrangência... 06 Definição de Prestador de Serviços... 06 1. Conflito de interesses 1.1. Recursos

Leia mais

Código de conduta ética

Código de conduta ética Código de conduta ética Mensagem da presidência O Código de Conduta Ética reflete os padrões de comportamento adotados por nossa empresa baseados na nossa Missão, Visão e Valores. Todos os nossos negócios

Leia mais

Código de Ética Elaborado em Janeiro de 2016 Atualizado em Junho de 2016 1. INTRODUÇÃO Este Código de Ética estabelece as regras e princípios que nortearão os padrões éticos e de conduta profissional,

Leia mais

1 Código de Conduta do Fornecedor

1 Código de Conduta do Fornecedor 1 Código de Conduta do Fornecedor 2 Código de Conduta do Fornecedor Índice 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS...03 2. DIRETRIZES...03 2.1. QUANTO À INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS...03 2.2. QUANTO À CORRUPÇÃO... 04 2.3.

Leia mais

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS. Política de Compra e Venda de Valores Mobiliários

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS. Política de Compra e Venda de Valores Mobiliários Política de Compra e Venda de Valores Mobiliários Versão 2016.1 Editada em Junho de 2016 1. OBJETIVO Esta Política de Compra e Venda de Valores Mobiliários define os padrões de condutas internas exigidas

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Nesse ano, estamos disponibilizando o nosso Código Ética nas versões impressa e eletrônica.

CÓDIGO DE ÉTICA. Nesse ano, estamos disponibilizando o nosso Código Ética nas versões impressa e eletrônica. CÓDIGO DE ÉTICA Nestes três anos de muitas realizações, as relações da Agência de Desenvolvimento Paulista com seus parceiros, clientes, fornecedores, acionistas, entre outros, foram pautadas por valores

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO > VERSÃO 2 / 8 1. INTRODUÇÃO A Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate à Corrupção ( Política ) visa promover a adequação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII

CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII CÓDIGO DE CONDUTA - EMBRAPII Este Código de Conduta define os princípios que regem o comportamento dos profissionais que atuam na EMBRAPII. Ele é o instrumento de promoção de uma cultura de boa conduta

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO POLÍTICA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO Sumário INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS... 3 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO... 3 SISTEMAS E BACKUPS... 5 SEGREGAÇÃO DE ATIVIDADES... 5 VIGÊNCIA E ATUALIZAÇÃO... 6 POLÍTICA DE SEGURANÇA

Leia mais

Norma Permanente Assunto: Política de Proteção da Livre Concorrência Código da Norma: NAD-40 Data da publicação: 01/09/2015

Norma Permanente Assunto: Política de Proteção da Livre Concorrência Código da Norma: NAD-40 Data da publicação: 01/09/2015 Página 1 de 5 Resumo: Estabelece as diretrizes e regras gerais para garantir a proteção da livre concorrência nas atividades da Duratex S.A. e suas subsidiárias (Organização). Índice 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA

Leia mais

Código de Ética. Lançado em 05 de abril de Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016

Código de Ética. Lançado em 05 de abril de Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016 Código de Ética Lançado em 05 de abril de 2005 Revisado em 18 de setembro de 2015 e 26 de abril de 2016 Este Código traz parâmetros, valores e orientações que norteiam os negócios da Tecnosonda S/A e deve

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS FINALIDADE Por ser o conceito de ética subjetivo, estando sujeito às variações de valores culturais de cada pessoa, o MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E NORMAS INTERNAS

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor da Odebrecht Óleo e Gás 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS A atuação no mercado nacional e internacional e em diferentes unidades de negócios, regiões

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta.

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA. O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta. CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA O presente Código tem por finalidade orientar a empresa como um todo sobre questões éticas e de conduta. 1. Introdução O presente Código de Ética e Conduta tem por objetivo oferecer

Leia mais

SUL BRASIL SECURITIZADORA S/A

SUL BRASIL SECURITIZADORA S/A SUL BRASIL SECURITIZADORA S/A 1 2 Código de conduta e ética. O sucesso não depende apenas de serviços de boa qualidade, mas sim da credibilidade e ética que assumimos perante a sociedade de uma forma em

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL 0 8 0 0 7 2 9 1 1 1 2 w w w. b b p r e v i d e n c i a. c o m. b r Código de Ética da BB Previdência Fundo de Pensão Banco do Brasil Introdução

Leia mais

Código de conduta de fornecedores

Código de conduta de fornecedores Código de conduta de fornecedores Código de Conduta de Fornecedores 1 Caro fornecedor: A Cargill atua no mercado de maneira ética e responsável. Ser confiável implica ter integridade em todas as relações

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES A Malwee está comprometida com a atuação ética. Por essa razão, necessita garantir que, todos com quem realiza negócios, incluindo fornecedores, indústrias, prestadores

Leia mais

ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO CAPÍTULO II OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA

ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO CAPÍTULO II OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA ABF ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRANCHISING CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS CAPÍTULO I DA NATUREZA DO DOCUMENTO Art. 1º. O presente Código de Conduta é orientado por princípios éticos e desdobrado em

Leia mais

Sociedade Alphaville Residencial 11 Sede Administrativa - Av. Alpha Norte, 700 PABX:

Sociedade Alphaville Residencial 11 Sede Administrativa - Av. Alpha Norte, 700 PABX: 1. INTRODUÇÃO Código de Ética Este Código de Ética reúne diretrizes que devem ser observadas em nossa ação profissional para atingirmos padrões Éticos no exercício de nossas atividades. Para a Sociedade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA EQS ENGENHARIA LTDA Revisão: 00 Data: 03/2016 Palavras chave: Ética, Conduta. 1. INTRODUÇÃO O presente Código de Ética e Conduta tem como objetivo apontar diretrizes e normas

Leia mais

Manual de Governança Corporativa

Manual de Governança Corporativa Documento: Área Emitente: Manual de Governança Corporativa Assessoria de Planejamento, Orçamento, Controle e Regulatório HISTÓRICO DAS REVISÕES Rev. nº. Data Descrição 01 19/12/2012 Segregação do Manual

Leia mais

Os processos de segurança da informação devem assegurar a integridade, a disponibilidade e a confidencialidade dos ativos de informação da Apex.

Os processos de segurança da informação devem assegurar a integridade, a disponibilidade e a confidencialidade dos ativos de informação da Apex. 1 POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Disposições Gerais Os sistemas de informação, a infraestrutura tecnológica, os arquivos de dados e as informações internas ou externas, são considerados importantes

Leia mais

Atualizar e difundir as diretrizes do Código de Ética.

Atualizar e difundir as diretrizes do Código de Ética. Comitê de Ética Composição O Comitê de Ética será um grupo formado por três pessoas da empresa: o CEO e mais duas pessoas vinculadas à empresa, preferencialmente com conhecimentos de Compliance, recursos

Leia mais

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Apresentação 1.1. A ABM Gestora de Recursos Ltda. ( ABM Capital ) é uma sociedade limitada dedicada à prestação de serviços de administração de carteiras de valores mobiliários, notadamente

Leia mais

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Os fornecedores e subcontratantes da SKF desempenham um papel importante em nossa

Leia mais

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build Código de Conduta e Ética Empresarial Grupo Visium Build 1 Índice 2 Âmbito 3 Missão e Visão 4 Valores 4 Compromisso com as partes interessadas 5 Cumprimento deste Código 9 2 ÂMBITO Este Código de Conduta

Leia mais

Política de Investimento Pessoal

Política de Investimento Pessoal Política de Investimento Pessoal Introdução Com fundamento no art. 16, IX, da Instrução CVM n.º 558/15, o objetivo da política de investimento pessoal é estabelecer procedimentos e regras para os investimentos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Previ Novartis Sociedade de Previdência Complementar ( Previ Novartis ) adotou este Código de Ética com a finalidade

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MERCUR

GUIA DE RELACIONAMENTO MERCUR A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se preocupa em conduzir as suas relações de acordo com padrões éticos e comerciais, através do cumprimento da legislação e das referências deste Guia. Seu

Leia mais

Código de Conduta Ética Profissional

Código de Conduta Ética Profissional Código de Conduta Ética Profissional 1. CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DA BRASIL BROKERS A Brasil Brokers é uma empresa de intermediação e consultoria imobiliária que atua em todo território nacional e para nos

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Declaração Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável das áreas onde atuamos e das

Leia mais

Política de Segurança de Informações

Política de Segurança de Informações Política de Segurança de Informações Junho/2016 Edge Brasil Gestão de Ativos Ltda. 1. Apresentação A Política de Segurança da Informação da Edge Brasil Gestão de Ativos Ltda. ( Edge Investimentos ), aplica-se

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL

CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL CÓDIGO DE ÉTICA E DE CONDUTA EMPRESARIAL ÍNDICE 1. Considerações 04 2. Direcionadores da Ação Empresarial 05 3. Políticas de Gestão 07 4. Cumprimento da Legislação 08 5. Uso de Recursos de Propriedade

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor

Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Índice 1. Apresentação... 03 2. Abrangência... 04 3. Diretrizes de Conduta... 05 3.1. Quanto à Integridade nos Negócios... 05 3.2. Quanto à corrupção... 06 3.3. Quanto

Leia mais

MANUAL DA EMPRESA JÚNIOR DA UNIVERSIDADE SAGRADO CORAÇÃO LÍDERES JR.

MANUAL DA EMPRESA JÚNIOR DA UNIVERSIDADE SAGRADO CORAÇÃO LÍDERES JR. CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS MANUAL DA EMPRESA JÚNIOR DA UNIVERSIDADE SAGRADO CORAÇÃO LÍDERES JR. BAURU APRESENTAÇÃO Neste manual encontram-se as informações gerais da Empresa Júnior,

Leia mais

Código de Conduta e Ética Selbetti Sumário

Código de Conduta e Ética Selbetti Sumário Sumário Introdução...02 Palavra do Presidente...04 Relacionamento com os clientes...06 Relacionamento com os fornecedores...06 Relacionamento com os profissionais...07 Assédio moral ou sexual...08 Cumprimento

Leia mais

Programa de Integridade Conversa Ética da Raia Drogasil

Programa de Integridade Conversa Ética da Raia Drogasil Programa de Integridade Conversa Ética da Raia Drogasil Não existe lapso de integridade sem importância Tom Peters Programa de Integridade O que é: é um Programa de Compliance para prevenção, detecção,

Leia mais

POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS

POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS 1/5 POLÍTICA DE TRATAMENTO DE CLIENTES E TERCEIROS ÍNDICE 1. OBJETIVO... 1 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 1 3. DEFINIÇÕES... 1 4. PRINCÍPIOS DE ATUAÇÃO... 2 4.1. PRINCÍPIO DA NÃO DISCRIMINAÇÃO... 2 4.2. CONFLITO

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta 1 Índice 1. Introdução 1.1 Objetivo 1.2 Abrangência 2. Relações Internas 2.1 Compromissos éticos e de conduta da Viver para com os seus Colaboradores 2.2 Compromissos éticos e

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA

CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA ( RECKITTPREV ) adotou este Código de Ética com a finalidade

Leia mais

Ouvidoria. GDO039.PT Rev. 06

Ouvidoria.  GDO039.PT Rev. 06 Ouvidoria Sumário 1 OBJETIVO... 3 2 ESCOPO... 3 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS... 3 4 TERMOS E DEFINIÇÕES... 3 4.1 Manifestação... 3 4.2 Ouvidoria... 3 4.3 Ouvidor... 3 5 CONDIÇÕES GERAIS... 3 7 O QUE A OUVIDORIA

Leia mais

Código de conduta empresarial para clientes

Código de conduta empresarial para clientes Código de conduta empresarial para clientes Índice Introdução 3 1. Informação confidencial 4 2. Proteção da propriedade da SMARTIDIOM 5 e 6 3. Relação com as partes envolvidas 6 4. Obrigações e conformidade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA 1. MENSAGEM DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

CÓDIGO DE ÉTICA 1. MENSAGEM DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA 1. MENSAGEM DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO O ISQ sendo hoje uma grande organização, com larga implantação nacional e uma presença estabelecida internacionalmente, é fundamental que caracterizemos

Leia mais

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Samba Investimentos Página1 Este manual de operações estabelece princípios e regras de conduta aplicáveis a todos colaboradores da Samba Investimentos

Leia mais

POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO

POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO A Petrol Industrial S/A está entre aquelas empresas que estão preocupadas com as questões trabalhistas, procurando adotar os Princípios de Direito

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Dos Fundamentos. Do Objetivo. Da Abrangência. DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015

CÓDIGO DE ÉTICA. Dos Fundamentos. Do Objetivo. Da Abrangência. DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015 DELIBERAÇÃO 01/15 Em, 26 de maio de 2015 Dos Fundamentos Do Objetivo Da Abrangência Dos Valores Da Observância de Normativos Da Responsabilidade Da Confidencialidade Dos Relacionamentos Do Conflito de

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES Plano de Cargos, Carreiras e Salários Abril de 2013 CONTROLE DE REVISÕES Versão Data Responsável Descrição 0 15/04/2013 Tríade RH Desenvolvimento e Implantação do Plano 1 26/06/2013 Tríade RH Revisão do

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL E CONDUTA EMPRESARIAL R WEM EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. Página 2 de 9 Ciente de sua responsabilidade como fabricante de produtos médicos, a WEM divulga seu manual de conduta ética e conduta empresarial.

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF A energia elétrica não é uma mercadoria como outra qualquer. É por isso que sua geração, transmissão, distribuição e comercialização são assuntos do interesse de todos. Desde

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA SANTOS BRASIL

CÓDIGO DE CONDUTA SANTOS BRASIL SANTOS BRASIL O Código de Conduta da Santos Brasil* (Companhia) é composto pelo conjunto de práticas e políticas internas estabelecidas para nortear a conduta de seus funcionários diante das diversas situações.

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética TERCON INVESTIMENTOS LTDA. Rua Américo Brasiliense, 1765 cj. 32 Chácara Santo Antonio - São Paulo - SP CEP 04715-005 Fone (11) 5181 5841 Código de Conduta Ética O conjunto de princípios

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA PORTARIA Nº 23, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. Fixa e regulamenta as normas de conduta dos empregados e as regras para o funcionamento do COFECON. O PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Regulamento OUVIDORIA

Regulamento OUVIDORIA Regulamento OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º - A Ouvidoria da Faculdade Paulo Picanço é um elo entre a comunidade acadêmica ou externa e as instâncias administrativas da IES, visando agilizar

Leia mais

Política de Compra e Venda TVM

Política de Compra e Venda TVM POLÍTICA ECO GESTÃO DE ATIVOS PAG.: 1 de 6 Política de Compra e Venda TVM POLÍTICA ECO GESTÃO DE ATIVOS PAG.: 2 de 6 ÍNDICE 1) Introdução...3 2) Objetivo...3 3) Negociações...3 4) Prazos de Restrições

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO

COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COMUNICATTION ON PROGRESS - COP São Paulo 2016 1.Apresentação Situada em posição estratégica na Vila Guilherme - Zona Norte de São Paulo a A.S. Transportes Ltda. é uma empresa

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 ÍNDICE Página A Missão da Fundação AEP 3 Visão 3 Valores 3 Objetivos 3 Objeto, Âmbito e Aplicação 4 Transparência na Atuação e Publicitação das Contas 4 Impedimentos ou Incompatibilidades

Leia mais

PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO UniFOA Av. Paulo Erlei Alves Abrantes, 1325, Três Poços Volta Redonda RJ CEP: Fone: (24)

PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO UniFOA Av. Paulo Erlei Alves Abrantes, 1325, Três Poços Volta Redonda RJ CEP: Fone: (24) MANUAL DO EXPOSITOR Prezado Expositor, Aqui você encontrará as informações necessárias para a sua participação e para melhor aproveitamento na Feira de Estágios. Para tanto, contamos com sua colaboração

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA Princípios éticos

CÓDIGO DE ÉTICA Princípios éticos CÓDIGO DE ÉTICA Princípios éticos Nossos princípios éticos são pautados em nossa essência, Missão, Visão e Valores e orientam nosso relacionamento com os colaboradores, fornecedores, clientes, parceiros,

Leia mais

Código de Ética da ABTT

Código de Ética da ABTT Código de Ética da ABTT Prezados (as) Associados (as), A ABTT, ao longo de sua existência, tem conduzido suas atividades na crença de que para seu associado desenvolver-se e ter sucesso, é imprescindível

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO TEATRO ENGENHEIRO SALVADOR ARENA

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO TEATRO ENGENHEIRO SALVADOR ARENA REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO TEATRO ENGENHEIRO SALVADOR ARENA CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Artigo 1º. O Teatro Engenheiro Salvador Arena faz parte das dependências do Centro Educacional Fundação Salvador

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA PARA FORNECEDORES

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA PARA FORNECEDORES CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA PARA FORNECEDORES 1. APRESENTAÇÃO: O Consórcio UHE Baguari (doravante simplesmente CBG) tem buscado, de maneira constante, padrões mais avançados de eficiência, considerando os

Leia mais

Laboratório de Informática e Processamento Digital de Imagens Curso Superior de Tecnologia em Radiologia

Laboratório de Informática e Processamento Digital de Imagens Curso Superior de Tecnologia em Radiologia Laboratório de Informática e Processamento Digital de Imagens Curso Superior de Tecnologia em Radiologia Janeiro de 2016 EXPEDIENTE Presidente Antônio de Almeida Lago Filho Diretor de Ensino Médico Iure

Leia mais

Política de Privacidade

Política de Privacidade Política de Privacidade INFOCAP TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA A presente Política regula as condições gerais de coleta, uso, armazenamento, tratamento e proteção de dados nos sites, plataformas e aplicações

Leia mais

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016 1. OBJETIVOS Estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as ações de práticas socioambientais da Getnet nos negócios e na relação com todas as partes interessadas, incluindo as diretrizes para

Leia mais

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção

#pública BB SEGURIDADE Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro, ao Financiamento do Terrorismo e à Corrupção 1 Área responsável pelo assunto 1.1 Diretoria de Governança, Risco e Compliance. 2 Abrangência 2.1 Esta Política aplica-se à BB Seguridade Participações S.A. ( BB Seguridade ou Companhia ) e suas subsidiárias

Leia mais

Nº: AC.1.POL.JUR PÁGINA: 1 / 10

Nº: AC.1.POL.JUR PÁGINA: 1 / 10 REGULAMENTO Nº: AC.1.POL.JUR.02 1 / 10 DATA APROVAÇÃO: 15/10/2014 TÍTULO: PROGRAMA DE COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO SUMÁRIO Este documento define regras e controles do Programa de Compliance Anticorrupção da

Leia mais

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA

FACULDADE DE INHUMAS REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA FACULDADE DE INHUMAS CAPÍTULO I DA OUVIDORIA A ouvidoria é um serviço especial de comunicação interna e externa com identificação ou anonimamente, que tem o fim de ouvir e receber

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010

CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010 CÓDIGO DE ÉTICA UNICRED ALAGOAS MAIO DE 2010 O QUE É CÓDIGO DE ÉTICA? É o documento que contém juízos de apreciação ou princípios de convivência válidos para um grupo de pessoas ou uma sociedade, procedimentos

Leia mais

CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES

CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DO SOFTWARE DAS PARTES CONTRATANTE: Empresa Faculdade Senac, inscrita no CNPJ número 1234-45678898877-00, localizada na Rua 1002, Setor Leste Universitário GO, CEP 74645-010,

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Mensagem da Diretoria Prezado(a), A conduta ética, compartilhada e reafirmada neste documento é o fundamento de sustentação, desenvolvimento e fortalecimento da Qualicorp. As

Leia mais

REGULAMENTO DA OUVIDORIA

REGULAMENTO DA OUVIDORIA REGULAMENTO DA OUVIDORIA CAPÍTULO I DA OUVIDORIA Art. 1º A Ouvidoria da Faculdade CNEC Farroupilha constitui-se em um canal de comunicação para receber as reclamações/sugestões, dúvidas, denúncias, ou

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO N. 147, DE 15 DE ABRIL DE 2011. Institui o Código de Conduta do Conselho e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL, usando de suas atribuições

Leia mais

O Código de Conduta da Rio Shop apresenta os princípios direcionadores da conduta dos colaboradores no que concerne a aspectos éticos e morais.

O Código de Conduta da Rio Shop apresenta os princípios direcionadores da conduta dos colaboradores no que concerne a aspectos éticos e morais. 1 INTRODUÇÃO O Código de Conduta da Rio Shop apresenta os princípios direcionadores da conduta dos colaboradores no que concerne a aspectos éticos e morais. O código vem formalizar a expectativa quanto

Leia mais

Política de segurança da informação Normas

Política de segurança da informação Normas Política de Segurança das Informações Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas Anhanguera Taboão da Serra Normas 2 BS 7799 (elaborada pela British Standards Institution). ABNT NBR ISO/IEC

Leia mais

BANCO DE POUPANÇA E CRÉDITO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DO BPC

BANCO DE POUPANÇA E CRÉDITO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DO BPC BANCO DE POUPANÇA E CRÉDITO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DO BPC 1. INTRODUÇÃO A Política de Segurança da Informação, pode ser usada para definir as interfaces entre os utilizadores, fornecedores

Leia mais

NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317

NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL. APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 080, de 26/05/2014 VIGÊNCIA: 26/05/2014 NORMA DE CONDUTA EM PERÍODO ELEITORAL - NOR 317 1/7 SUMÁRIO

Leia mais

Encontro com Fornecedores Gestão da Ética nos Correios

Encontro com Fornecedores Gestão da Ética nos Correios Comissão de Ética Encontro com Fornecedores Gestão da Brasília, 29/06/2016 Conceitos Conceitos Fundamentos para o Código de Ética dos Correios Ética é a atribuição de valor ou importância a pessoas, condições

Leia mais

NORMAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE AUTOMAÇÃO E MODELAGEM DE SISTEMAS /01

NORMAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE AUTOMAÇÃO E MODELAGEM DE SISTEMAS /01 NORMAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO DIDÁTICO DE AUTOMAÇÃO E MODELAGEM DE SISTEMAS 2016.1/01 QUANTO A MISSÃO DO LADAMS Art.01º A missão do LADAMS é oferecer aos alunos infraestrutura de suporte à execução

Leia mais

Carta de Direitos e Deveres do Cliente

Carta de Direitos e Deveres do Cliente Carta de Direitos e Deveres do Cliente CONTROLO DAS REVISÕES DO DOCUMENTO Versão Data Descrição Página(s) Próxima revisão 01 15.12.2009 Elaboração da 1ª versão do documento ----- Dezembro 2011 02 12.04.2010

Leia mais

Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA

Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA Código de Conduta Zell Ambiental A Zell Ambiental tem como filosofia a excelência contínua de seus produtos e processos. Com base nessa filosofia, criamos o Código de Conduta,

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL CÓDIGO DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL O Santander busca fazer negócios que beneficiem não somente o Banco e o cliente, mas a sociedade e o

Leia mais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais

POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais POL-006 Política de Investimentos Pessoais (versão 01/2016) Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações Gerais... 1 4. Vínculos... 1

Leia mais

Política de Sustentabilidade. Junho /2010. PI Rev. A

Política de Sustentabilidade. Junho /2010. PI Rev. A Junho /2010 PI.034.00000001 Rev. A SUMÁRIO 1. SUSTENTABILIDADE : ESSÊNCIA DA CAB AMBIENTAL 2. MISSÃO 3.VISÃO 4. OBEJTIVO 5. SUSTENTABILIDADE NA PRÁTICA 6. COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO CHAVES PARA O SUCESSO

Leia mais