Divulgação de Resultado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Divulgação de Resultado"

Transcrição

1 TEPR3: R$10,19/1.000 ações TEPR4: R$13,59/1.000 ações BTM: US$16,90/ADR VALOR DE MERCADO: R$6.433 MILHÕES Preço de fechamento (26 de fevereiro de 2002) Divulgação de Resultado 4 o Trimestre de 2001 Não Auditado Brasília, 27 de fevereiro de CONTATOS Eliana Rodrigues (Gerente) (61) Valder Nogueira (61) Renata Fontes (61) Shay Chor (61) WEBSITE Português English

2 DESTAQUES DO RESULTADO...3 DEMONSTRATIVO DE RESULTADO...4 Tabela 1: Demonstrativo de Resultado (R$ Milhões)... 4 DESEMPENHO OPERACIONAL...5 PLANTA...5 Tabela 2: Dados de Planta... 5 Gráfico 1: Evolução da Planta... 6 TRÁFEGO...6 Tabela 3: Dados de Tráfego... 6 Gráfico 2: Pulsos Registrados e Faturados (Milhões)... 7 Gráfico 3: Participação de Mercado LDN... 8 Gráfico 4: Composição dos Minutos Fixo-Móvel (Milhões)... 8 DESEMPENHO FINANCEIRO...9 RECEITA...9 Tabela 4: Receita Operacional Bruta (R$ Milhões)... 9 Gráfico 5: Composição da Receita Bruta... 9 CUSTOS E DESPESAS...13 Tabela 5: Custos e Despesas Operacionais (R$ Milhões) Gráfico 6: Composição dos Custos e Despesas Operacionais (Exclui Depreciação) Gráfico 7: LES/Empregado Gráfico 8: Perdas com Contas a Receber Tabela 6: Contas a Receber Tabela 7: Cancelamento de Linhas EBITDA...19 Tabela 8: Margem EBITDA - Ganhos e Perdas (R$ Milhões e %) RESULTADO FINANCEIRO...20 OUTROS ITENS...20 ENDIVIDAMENTO...21 Tabela 9: Endividamento (R$ Milhares) INVESTIMENTOS...22 Tabela 10: Composição dos Investimentos (R$ Milhões) BALANÇO PATRIMONIAL...23 Tabela 11: Balanço Patrimonial (R$ Milhões) ACONTECIMENTOS RECENTES...24 METAS DO CONTRATO DE CONCESSÃO...25 Tabela 12: Metas de Universalização Gráfico 9: Metas de Qualidade MERCADO ACIONÁRIO...26 Gráfico 10: Desempenho Acionário em 2001 Bovespa e NYSE Gráfico 11: Desempenho Acionário no 4T01 Bovespa e NYSE COMPOSIÇÃO ACIONÁRIA...28 Tabela 13: Composição Acionária Página 2 de 28

3 Brasil Telecom S.A. Brasil Telecom S.A. anuncia resultado consolidado do 4T01 Brasília, 27 de fevereiro de A Brasil Telecom S.A. (BOVESPA: TEPR3/ TEPR4; NYSE: BTM) anuncia seu resultado do quarto trimestre de 2001 (4T01). DESTAQUES DO RESULTADO Planta Ao final do 4T01, a planta instalada da Brasil Telecom atingiu mil linhas, 1,5% acima da planta observada ao final do 3T01. A planta instalada da Brasil Telecom superou em 26,9% as metas estabelecidas nos contratos de concessão para A planta em serviço alcançou mil linhas ao final do 4T01, 3,2% acima da planta do 3T01, resultando no crescimento de 72,2% no número de linhas adicionadas no trimestre (270 mil linhas vs. 157 mil linhas no 3T01). A taxa de utilização da planta foi de 86,3% ao final do 4T01, 1,4 p.p. acima da registrada no 3T01. Esse é o segundo trimestre consecutivo no qual a taxa de utilização cresce 1,4 p.p.. A receita líquida no 4T01 alcançou R$1.634,4 milhões, 3,6% acima da receita apresentada no 3T01. A receita líquida/lmes/mês no 4T01 foi de R$64,1, 1,0% acima dos R$63,4 observados no 3T01. Perdas com contas a receber A Brasil Telecom apresentou perdas com contas a receber de R$64,3 milhões no 4T01 (2,9% da receita bruta), contra R$69,8 milhões (3,2% da receita bruta) no 3T01. PDI A Brasil Telecom reportou despesas com o Programa de Desligamento Incentivado (PDI) de R$42,2 milhões no 4T01, que incluem a continuidade do programa na CRT durante o trimestre e provisões para EBITDA No 4T01, o EBITDA foi de R$770,9 milhões, 3,6% acima dos R$743,7 milhões do 3T01. A margem EBITDA foi de 47,2%, a mesma registrada no 3T01. A margem EBITDA ajustada foi de 49,9% no 4T01, frente a 48,0% no 3T01. A margem EBITDA, excluindo-se da receita líquida o custo de interconexão, foi de 59,7% no 4T01, frente a 58,7% no 3T01. Lucro operacional antes do resultado financeiro no 4T01 atingiu R$294,9 milhões, contra R$271,9 milhões no 3T01. Lucro líquido de R$193,1 milhões no 4T01, contra R$79,9 milhões no 3T01. Ajustando-se o lucro líquido pelo ágio reconstituído decorrente da aquisição da CRT (R$31,0 milhões), o lucro no 4T01 foi de R$224,1 milhões. Produtividade A Brasil Telecom S.A. encerrou o 4T01 com empregados, resultando em um indicador de LES/empregado, contra 885 (+23,9%) no 3T01. A queda do número de empregados frente o 3T01 reflete a terceirização das centrais de atendimento e o processo de redução do quadro na filial CRT. Investimento A Brasil Telecom investiu R$825,9 milhões no 4T01, contra R$717,2 milhões no 3T01. Página 3 de 28

4 DEMONSTRATIVO DE RESULTADO Tabela 1: Demonstrativo de Resultado (R$ Milhões) R$ Milhões 3T01 4T01 Var. Trimestre 12M01 RECEITA BRUTA 2.180, ,6 2,8% 8.458,5 Serviço Local 1.018,5 986,7-3,1% 3.729,1 Telefones Públicos 12,2 77,5 532,7% 274,2 Serviço de Longa Distância 296,8 288,8-2,7% 1.084,0 Chamadas Fixo-Móvel 454,6 487,2 7,2% 1.805,3 Interconexão 208,1 202,0-2,9% 789,6 Cessão de Meios 46,3 53,6 15,7% 204,8 Comunicação de Dados 85,7 78,0-8,9% 321,7 Serviços Suplementares/Valor Adicionado 47,0 64,4 37,1% 215,0 Outras 10,9 3,4-68,5% 34,7 Deduções (602,8) (607,2) 0,7% (2.300,1) RECEITA LÍQUIDA 1.577, ,4 3,6% 6.158,4 Custos e Despesas Operacionais (833,6) (863,5) 3,6% (3.503,7) Pessoal (107,4) (98,8) -7,9% (427,5) Materiais (25,7) (23,6) -8,1% (103,6) Serviço de Terceiros (186,7) (230,8) 23,6% (928,2) Interconexão (310,3) (342,4) 10,3% (1.260,0) Propaganda e Marketing (32,5) (36,6) 12,6% (120,1) Provisões e Perdas (79,2) (77,1) -2,7% (333,2) PDI (37,9) (42,2) 11,6% (98,2) Outros (53,9) (12,0) -77,7% (232,9) EBITDA 743,7 770,9 3,6% 2.654,7 Depreciação e Amortização (471,8) (475,9) 0,9% (1.869,3) LUCRO OPERACIONAL ANTES DO RESULTADO FINANCEIRO 271,9 294,9 8,5% 785,4 Resultado Financeiro (87,5) (283,7) 224,1% (468,1) Receita Financeira 49,9 5,2-89,7% 178,1 Despesa Financeira (137,4) (57,1) -58,4% (414,5) Juros Sobre Capital Próprio - (231,7) N/A (231,7) LUCRO OPERACIONAL DEPOIS DO RESULTADO FINANCEIRO 184,4 11,3-93,9% 317,4 Receitas/Despesas Não-Operacionais (29,2) (37,8) 29,4% (122,6) Amortização do Ágio - Aquisição CRT (31,0) (31,0) 0,0% (124,0) Outros 1,8 (6,8) N/A 1,4 LUCRO ANTES DE IR E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL Imposto de Renda e Contribuição Social 155,2 (55,3) (26,5) (9,4) N/A -83,0% 194,8 (94,4) LUCRO ANTES DE PARTICIPAÇÕES 99,9 (35,9) N/A 100,4 Participação no Resultado (20,0) (2,7) -86,5% (50,8) LUCRO ANTES DA REVERSÃO DE JUROS SOBRE CAPITAL PRÓPRIO 79,9 (38,6) N/A 49,5 Reversão de Juros sobre Capital Próprio - 231,7 N/A 231,7 LUCRO LÍQUIDO 79,9 193,1 141,6% 281,2 Ágio Reconstituído - Aquisição CRT 31,0 31,0 0,0% 124,0 LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO PELO ÁGIO 110,9 224,1 102,0% 405,3 Página 4 de 28

5 DESEMPENHO OPERACIONAL PLANTA Tabela 2: Dados de Planta 4T00 3T01 4T01 Var. Trimestre Var. 12 Meses Linhas Instaladas (Mil) ,5% 11,8% Linhas Instaladas Adicionadas (Mil) ,5% -87,2% Linhas em Serviço - LES (Mil) ,2% 16,0% Residencial ,9% 19,7% Não-Residencial ,7% 5,7% Outras (Inclui PBX) ,0% 10,1% LES Adicionadas (Mil) ,2% -28,0% Linhas Médias em Serviço - LMES (Mil) ,6% 17,1% LES/100 Hab. 19,2 20,9 21,5 2,7% 12,0% Taxa de Utilização 83,2% 84,8% 86,3% 1,4 p.p. 3,1 p.p. Telefones Públicos - TUP (Mil) 219,5 272,7 285,7 4,8% 30,2% TUP/1.000 Hab. 5,7 6,8 7,1 4,3% 25,6% TUP/100 Linhas Instaladas 2,45 2,76 2,85 3,2% 16,4% Taxa de Digitalização (%) 93,1% 96,5% 97,3% 0,8 p.p. 4,1 p.p. Linhas instaladas e em serviço cresceram 1,5% e 3,2%, respectivamente, no 4T01 Lista de espera Taxa de utilização Ao final do 4T01, a planta instalada da Brasil Telecom era de mil linhas, 1,5% acima da planta observada no 3T01. Foram adicionadas 151 mil linhas à planta, contra 26 mil linhas no trimestre anterior. A planta em serviço era composta por mil linhas ao final do 4T01, 3,2% superior à planta observada no 3T01. As adições líquidas (total de habilitações menos cancelamentos) no 4T01 atingiram 270 mil linhas, 72,2% acima das observadas no trimestre anterior. As habilitações foram de 643 mil linhas no 4T01, contra 549 mil no 3T01. A lista de espera, ao final do 4T01, era de 67,3 mil interessados. Se as ordens de serviço em tramitação 122,3 mil fossem adicionadas à lista, a Brasil Telecom teria 190,0 mil clientes à espera de uma linha telefônica ao final de 2001, contra 1.110,4 mil ao final de setembro de A queda na lista de espera é explicada pelas habilitações de linhas realizadas no trimestre e pela não confirmação da solicitação por parte dos interessados que constavam na lista. A taxa de utilização atingiu 86,3% ao final do 4T01, 1,4 p.p. superior à taxa do 3T01. Esse é o segundo trimestre consecutivo no qual a taxa de utilização cresce 1,4 p.p. As linhas residenciais representavam 72,7% da planta em serviço ao final do 4T01, enquanto as linhas não-residenciais e outras representavam 17,8% e 9,5%, respectivamente. No 3T01, as linhas residenciais representaram 72,2% da planta em serviço, enquanto as linhas não-residenciais e outras representaram 18,3% e 9,5%, respectivamente. Página 5 de 28

6 Gráfico 1: Evolução da Planta % ,2% 83,3% 83,5% 84,8% ,3% % % % % T00 1T01 2T01 3T01 4T01 Linhas em Serviço (Mil) Linhas Instaladas (Mil) Taxa de Utilização 0% 286 mil TUPs em serviço ao final do 4T01 Taxa de digitalização no 4T01: 97,3% A Brasil Telecom adicionou 13,1 mil terminais à planta destinada ao uso público (TUPs) no 4T01, representando um crescimento de 4,8% sobre os terminais adicionados no 3T01 (12,5 mil). A empresa possuía 285,7 mil TUPs ao final do 4T01. A taxa de digitalização da rede local da Brasil Telecom ao final do 4T01 era 97,3%, um aumento de 0,8 p.p. em relação à taxa observada no 3T01. TRÁFEGO Pulsos registrados totalizaram milhões no 4T01 Tabela 3: Dados de Tráfego 4T00 3T01 4T01 Var. Trimestre Var. 12 Meses Pulsos Locais (Milhões) Registrados ,1% -0,5% Faturados ,7% 5,6% Faturados/Registrados 65,0% 68,6% 69,0% 0,4 p.p. 4,0 p.p. LD Nacional (Milhões Minutos) ,8% 5,1% Fixo-Móvel (Milhões Minutos) 952,6 985, ,8 8,9% 12,7% Pulsos Faturados/LMES/Mês 151,8 139,5 136,9-1,9% -9,8% Minutos LD Nacional/LMES/Mês 62,2 57,6 55,8-3,3% -10,3% Minutos Fixo-Móvel/LMES/Mês 43,7 39,6 42,1 6,2% -3,8% Minutos Local + LD/LMES/Mês 388,9 342,0 333,2-2,6% -14,3% O número de pulsos registrados no 4T01 foi de milhões, estável em relação aos pulsos registrados no 3T01. A Brasil Telecom faturou milhões de pulsos no 4T01, 0,7% acima dos pulsos faturados no 3T01. Os pulsos faturados representaram 69,0% do total de pulsos registrados no 4T01, contra 68,6% observados no 3T01. No 4T01, foram faturados 4,6 pulsos/lmes/dia contra 4,7 no 3T01. Página 6 de 28

7 Gráfico 2: Pulsos Registrados e Faturados (Milhões) ,0% ,0% 65,3% 70,6% 68,6% 69,0% 70,0% ,0% 50,0% ,0% 30,0% ,0% ,0% - 4T00 1T01 2T01 3T01 4T01 Faturados Registrados Faturados/Registrados 0,0% Tráfego de longa distância No 4T01, o tráfego LDN/LMES/mês foi de 55,8 minutos Participação no mercado LDN A Brasil Telecom apresentou um total de milhões de minutos longa distância nacional (LDN) via DDD 14 no 4T01, 0,8% abaixo do observado no 3T01. O tráfego LDN/LMES/mês no 4T01 totalizou 55,8 minutos, representando uma redução de 3,3% em comparação ao observado no 3T01. No 4T01, a Brasil Telecom apresentou médias de participação de mercado de 83,4% no segmento intra-setorial e 68,5% no segmento intra-regional. Quando comparadas às médias do 3T01, verificaram-se ganhos de 1,4 p.p. e 2,2 p.p.. A maior participação de mercado nos segmentos intra-setorial e intraregional é reflexo da combinação de alguns fatores: = Campanha de Rotas: a Brasil Telecom veiculou propaganda em televisão nas cinco principais cidades da sua área de concessão Brasília, Goiânia, Curitiba, Campo Grande e Florianópolis mostrando as principais localidades que podem ser chamadas a partir de cada uma dessas cidades. = Migração do DDD 51 para o DDD 14 na CRT: Além de maior exposição na mídia do DDD 14 em função da migração, a Brasil Telecom passou a oferecer tarifas menores com o novo código. Página 7 de 28

8 Gráfico 3: Participação de Mercado LDN 90% 80% 80,7% 82,7% 82,0% 83,4% 70% 60% 67,0% 66,0% 66,3% 68,5% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 1T01 2T01 3T01 4T01 Intra-regional (média) Intra-setorial (média) Tráfego fixo-móvel totalizou milhões de minutos no 4T01 No 4T01, a Brasil Telecom registrou 1.073,8 milhões de minutos fixo-móvel, contra 985,7 milhões de minutos no 3T01 (+8,9%). Esse crescimento é explicado pela expansão da planta média em serviço da Brasil Telecom e da planta móvel na Região II. O tráfego fixo-móvel/lmes/mês foi de 42,1 minutos no 4T01, 6,2% acima do observado no 3T01. Minutos VC-1 predominam na composição do tráfego fixo-móvel No 4T01, 92,2% do tráfego total fixo-móvel corresponderam a minutos VC-1, enquanto 6,9% e 0,9% corresponderam a minutos VC-2 e VC-3, respectivamente. No trimestre anterior, os minutos VC- 1, VC-2 e VC-3 representavam 91,6%, 7,4% e 1,0% do tráfego fixomóvel total, respectivamente. Gráfico 4: Composição dos Minutos Fixo-Móvel (Milhões) , , ,1 42, , ,0 39,6 40, , T00 1T01 2T01 3T01 4T01 VC-1 VC-2 VC-3 Minutos Fixo-Móvel/LMES/Mês (eixo direito) 35,0 Página 8 de 28

9 DESEMPENHO FINANCEIRO RECEITA Tabela 4: Receita Operacional Bruta (R$ Milhões) R$ Milhões 3T01 4T01 Var. Trimestre 12M01 RECEITA BRUTA 2.180, ,6 2,8% 8.458,5 Serviço Local 1.018,5 986,7-3,1% 3.729,1 Habilitação 17,9 14,7-17,8% 70,4 Assinatura Básica 628,0 599,8-4,5% 2.218,8 Serviço Medido 339,7 341,3 0,5% 1.317,6 Aluguel 2,2 1,8-18,1% 8,5 Outros 30,7 29,0-5,4% 113,9 Telefones Públicos 12,2 77,5 532,7% 274,2 Serviço de Longa Distância 296,8 288,8-2,7% 1.084,0 Intra-Setorial 220,7 213,3-3,4% 805,1 Intra-Regional 75,9 75,3-0,8% 278,2 Fronteiriço 0,2 0,2 15,6% 0,7 Chamadas Fixo-Móvel 454,6 487,2 7,2% 1.805,3 VC-1 387,0 416,0 7,5% 1.548,4 VC-2 59,3 62,2 4,9% 224,0 VC-3 8,3 9,1 10,0% 32,9 Interconexão 208,1 202,0-2,9% 789,6 Fixo - Fixo 164,5 156,4-4,9% 613,2 Móvel - Fixo 43,6 45,6 4,5% 176,4 Cessão de Meios 46,3 53,6 15,7% 204,8 Comunicação de Dados 85,7 78,0-8,9% 321,7 Serviços Suplementares/Valor Adicionado 47,0 64,4 37,1% 215,0 Outras 10,9 3,4-68,5% 34,7 Deduções (602,8) (607,2) 0,7% (2.300,1) RECEITA LÍQUIDA 1.577, ,4 3,6% 6.158,4 Receita bruta de R$2.242 milhões no 4T01 A receita bruta no 4T01 foi de R$2.241,6 milhões, 2,8% acima daquela registrada no 3T01. Em 2001, a receita bruta totalizou R$8.458,5 milhões, superando em 39,9% a receita observada em Gráfico 5: Composição da Receita Bruta 3T01 R$2.180 milhões 4T01 R$2.242 milhões Comunicação de Dados 3,9% Cessão de Meios 2,1% Interconexão 9,5% Chamadas Fixo- Móvel 20,9% Serviços Suplementares e de Valor Adicionado 2,2% Serviço de Longa Distância 13,6% Outros 0,5% Telefonia Pública 0,6% Serviço Local 46,7% Comunicação de Dados 3,5% Cessão de Meios 2,4% Interconexão 9,0% Chamadas Fixo- Móvel 21,7% Serviços Suplementares e de Valor Adicionado 2,9% Outros 0,2% Serviço de Longa Distância 12,9% Telefonia Pública 3,5% Serviço Local 44,0% Página 9 de 28

10 Receita bruta do serviço local no 4T01 foi de R$987 milhões A receita bruta do serviço local no 4T01 foi de R$986,7 milhões, contra R$1.018,5 milhões (-3,1%) no 3T01. Do total dessa receita, 60,8% é proveniente de assinatura básica, 34,6% de serviço medido, 1,5% de habilitação, 0,2% de aluguel e 2,9% de outros. A habilitação de linhas no trimestre resultou em uma receita bruta de R$14,7 milhões no 4T01, 17,8% abaixo da receita verificada no 3T01. A redução é decorrente da comercialização durante o 4T01 de aproximadamente 252 mil planos alternativos que isentaram o cliente do pagamento da taxa de habilitação. A receita bruta da assinatura básica totalizou R$599,8 milhões no 4T01, 4,5% abaixo daquela observada no 3T01. Essa queda é explicada pelos aproximadamente 164 mil planos alternativos, com isenção ou descontos na assinatura, vendidos durante o trimestre com o objetivo de reter clientes e reduzir a inadimplência. A receita bruta do serviço medido foi de R$341,3 milhões no 4T01, similar àquela observada no trimestre anterior, acompanhando a estabilidade do tráfego em relação ao 3T01. A receita bruta de outros serviços locais caiu 5,4% no 4T01 para R$29,0 milhões, sendo composta por mudança de endereço (30%), discagem local a cobrar (56%) e telefonia rural (13%). A queda é explicada pela menor receita com mudança de endereço. A receita bruta do serviço local/lmes/mês no 4T01 foi de R$38,7, contra R$41,0 no 3T01 (-5,6%). Receita bruta de telefonia pública atingiu R$78 milhões no 4T01 Receita bruta de longa distância no 4T01 foi de R$289 milhões A receita bruta de telefonia pública no 4T01 foi de R$77,5 milhões, contra R$12,2 milhões no trimestre anterior, no qual a Brasil Telecom promoveu uma reclassificação contábil. Excluindo esse efeito, a receita de TUP no 3T01 foi de R$59,2 milhões. A receita bruta de chamadas LDN no 4T01 foi de R$288,8 milhões, contra R$296,8 milhões ( 2,7%) no 3T01, resultado da queda do tráfego LDN/LMES/Mês. Daquele total, R$213,3 milhões foram provenientes do segmento intra-setorial e R$75,3 milhões do segmento intra-regional. A receita bruta de LDN/LMES/mês no 4T01 foi de R$11,3 (R$8,3 intra-setorial e R$3,0 intra-regional). No 3T01, a receita LDN/LMES/mês foi de R$11,9 (R$8,9 intra-setorial e R$3,0 intraregional). Chamadas fixomóvel contribuem com receita bruta de R$487 milhões no 4T01 A receita bruta das chamadas fixo-móvel totalizou R$487,2 milhões no 4T01, 7,2% acima da receita observada no 3T01. O crescimento da receita com chamadas fixo-móvel é explicado pelo aumento de 8,9% do tráfego fixo-móvel registrado no 4T01 frente o trimestre anterior. A receita bruta das chamadas fixo-móvel foi composta por 85,4% de ligações VC-1, 12,8% de VC-2 e 1,8% de VC-3. Página 10 de 28

11 A receita bruta fixo-móvel/lmes/mês atingiu R$19,1 no 4T01, 4,5% superior à observada no 3T01. A margem do serviço fixo-móvel (receita líquida fixo-móvel custo de interconexão fixo-móvel) no 4T01 foi de 10,1%, contra 8,4% no 3T01 e no 4T00. Receita bruta de interconexão atingiu R$202 milhões no 4T01 A receita bruta de interconexão no 4T01 foi de R$202,0 milhões, contra R$208,1 milhões ( 2,9%) observados no 3T01, refletindo o crescimento da participação da Brasil Telecom no mercado de longa distância. Desse total, R$156,4 milhões são decorrentes de interconexão fixo-fixo, que contribuíram com R$164,5 milhões no 3T01 (-4,9%), e R$45,6 milhões de interconexão móvel-fixo, um crescimento de 4,5% em comparação ao 3T01. Receita bruta de cessão de meios foi de R$54 milhões no 4T01 A receita bruta de cessão de meios no 4T01 alcançou R$53,6 milhões, contra R$46,3 milhões (+15,7%) no 3T01, refletindo o aumento de 5,1% do número médio de circuitos alugados combinado com o crescimento de 3,7% da receita média por circuito. Receita bruta de comunicação de dados no 4T01 atingiu R$78 milhões Portal BrTurbo.com conquista 25 mil clientes no país Aquisição de participação na Vant Telecomunicações S.A. A receita bruta de comunicação de dados totalizou R$78,0 milhões no 4T01, contra R$85,7 milhões no 3T01 (-8,9%). Foram comercializados acessos ADSL no 4T01, contra no 3T01, representando um crescimento de 82,7% no período. Ao final do ano, a Brasil Telecom tinha acessos ADSL comercializados, dos quais haviam sido instalados até o final de dezembro. Em cumprimento à aprovação do Conselho de Administração foi fundada a BrT Serviços de Internet S.A., que lançou o portal BrTurbo.com no 4T01. Voltado exclusivamente para a banda larga, o portal conquistou 35% das novas assinaturas de banda larga dentro da área de cobertura da Brasil Telecom, atingindo, ao final de 2001, aproximadamente 25 mil clientes. Em janeiro de 2002, o BrTurbo passou a oferecer, em parceria com a Microsoft, uma nova modalidade de serviços no portal, dirigida ao mercado corporativo: o aplicativo Office XP Online, desenhado para atender as necessidades desde um pequeno escritório até empresas de grande porte. A Brasil Telecom adquiriu 19,9% da Vant Telecomunicações S.A. com o objetivo de consolidar sua participação no mercado de dados no país, oferecendo serviços e produtos aos seus clientes fora da Região II, por meio de acordo operacional com a mesma. Detentora de uma licença não expirável de SLE e um backbone IP estado da arte, a Vant é especializada em transmissão de dados e soluções nas áreas corporativa (inclusive outsourcing), de varejo e de Internet. Além de mais de portas em serviço na área de concessão da Brasil Telecom, a Vant possui 17 pontos de presença nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza e outras cidades menores. Página 11 de 28

12 Serviços suplementares e de valor adicionado A Vant presta aos seus clientes residenciais e SOHO/SME os seguintes serviços: = portas IP localizadas nos sites dos clientes para comunicação privada de dados; = serviços de valor agregado, vídeo e processamento eletrônico de pagamentos; = terceirizações de redes LAN/WAN, gerenciamento de redes, data center, ASP (Application Service Provider); e = acesso dedicado à Internet. Dentre os principais benefícios desta aquisição destacam-se: = maior valor agregado para a Brasil Telecom pelo aumento de sua capacidade tecnológica, inclusive expertise em IP; = fortalecimento e aumento da participação de mercado na Região II via presença já estabelecida; = ampliação da gama de produtos e serviços, com o maior provimento de pacotes e serviços de valor agregado; = aprendizado operacional como CLEC (Competitive Local Exchange Carrier); = presença nas Regiões I e III, por meio de acordo operacional com a Vant; e = opção de compra da totalidade do capital social quando não houver impedimento regulatório. Para maiores informações sobre a Vant, acesse A receita bruta de serviços suplementares e de valor adicionado foi de R$64,4 milhões no 4T01, contra R$47,0 milhões no 3T01 (+37,1%). O crescimento é explicado basicamente pelo maior número de serviços inteligentes, excluindo secretária eletrônica que não gera receita, ativados ao final de dezembro (2.914 mil) comparado ao 3T01 (2.577 mil). Receita líquida totaliza R$1.634 milhões no 4T01 Receita líquida/lmes/mês de R$64,1 no 4T01 A receita líquida totalizou R$1.634,4 milhões no 4T01, 3,6% acima da observada no 3T01. As deduções da receita bruta alcançaram 27,1% no 4T01, 0,6 p.p. abaixo do observado no 3T01. A receita líquida/lmes/mês no 4T01 foi de R$64,1, 1,0% acima da observada no 3T01. Página 12 de 28

13 CUSTOS E DESPESAS Tabela 5: Custos e Despesas Operacionais (R$ Milhões) R$ Milhões 3T01 4T01 Var. Trimestre 12M01 RECEITA LÍQUIDA 1.577, ,4 3,6% 6.158,4 Custos (961,8) (1.018,2) 5,9% (3.989,2) Pessoal (41,7) (39,9) -4,3% (171,0) Materiais (23,5) (20,2) -14,2% (91,7) Serviço de Terceiros (385,8) (441,6) 14,5% (1.704,1) Interconexão (310,3) (342,4) 10,3% (1.260,0) Outros (75,4) (99,2) 31,6% (444,1) Depreciação e Amortização (460,8) (462,2) 0,3% (1.820,7) Outros (50,0) (54,4) 8,6% (201,6) LUCRO BRUTO 615,5 616,2 0,1% 2.169,2 Despesas Comerciais (102,6) (103,5) 0,8% (398,9) Pessoal (30,4) (25,8) -15,2% (117,5) Materiais (0,7) (0,4) -43,1% (3,4) Serviço de Terceiros (69,8) (74,2) 6,3% (269,3) Propaganda e Marketing (32,5) (36,6) 12,6% (120,1) Outros (37,3) (37,6) 0,9% (149,2) Depreciação e Amortização (1,0) (1,0) -3,9% (4,5) Outros (0,6) (2,1) 220,9% (4,1) Despesas Gerais e Administrativas (112,2) (119,3) 6,4% (428,5) Pessoal (28,9) (29,7) 2,8% (114,9) Materiais (0,9) (1,9) 105,2% (6,4) Serviço de Terceiros (77,3) (83,1) 7,4% (287,3) Depreciação e Amortização (2,7) (2,4) -9,8% (11,6) Outros (2,3) (2,2) -5,6% (8,4) Tecnologia da Informação (31,8) (40,3) 26,7% (156,8) Pessoal (6,3) (3,4) -45,7% (24,1) Materiais (0,5) (1,1) 112,2% (2,1) Serviço de Terceiros 3,3 (10,8) N/A (47,6) Depreciação e Amortização (7,3) (10,3) 40,6% (32,4) Outros (21,0) (14,6) -30,5% (50,6) Provisões e Perdas (79,2) (77,1) -2,7% (333,2) Perdas e PDD (69,8) (64,3) -7,9% (323,7) Contingências (9,4) (12,8) 36,0% (9,5) Despesa com PDI (37,9) (42,2) 11,6% (98,2) Outras Receitas/Despesas Operacionais 20,0 61,2 205,7% 31,7 LUCRO OPERACIONAL ANTES DO RESULTADO FINANCEIRO 271,9 294,9 8,5% 785,4 (+) Depreciação e Amortização (471,8) (475,9) 0,9% (1.869,3) (=) EBITDA 743,7 770,9 3,6% 2.654,7 Margem EBITDA 47,2% 47,2% 0,0 P.P. 43,1% 3T01 4T01 Var. Trimestre 12M01 Custos e Despesas Operacionais (833,6) (863,5) 3,6% (3.503,7) Pessoal (107,4) (98,8) -7,9% (427,5) Materiais (25,7) (23,6) -8,1% (103,6) Serviço de Terceiros (186,7) (230,8) 23,6% (928,2) Interconexão (310,3) (342,4) 10,3% (1.260,0) Propaganda e Marketing (32,5) (36,6) 12,6% (120,1) Provisões e Perdas (79,2) (77,1) -2,7% (333,2) PDI (37,9) (42,2) 11,6% (98,2) Outros (53,9) (12,0) -77,7% (232,9) EBITDA 743,7 770,9 3,6% 2.654,7 Página 13 de 28

14 Custos e despesas operacionais totalizaram R$1.340 milhões no 4T01 Os custos e despesas operacionais (incluindo depreciação) no 4T01 foram de R$1.339,5 milhões, contra R$1.305,4 milhões (+2,6%) no 3T01. O custo caixa (custos e despesas operacionais, excluindo-se depreciação) no 4T01 foi de R$863,5 milhões, contra R$833,6 milhões (+3,6%) no 3T01. O custo caixa/lmes/mês atingiu R$33,9 no 4T01, 1,0% acima ao indicador observado no 3T01 (R$33,5). Gráfico 6: Composição dos Custos e Despesas Operacionais (Exclui Depreciação) 3T01 R$833,6 milhões 4T01 R$863,5 milhões PDI 4.5% Propaganda e Marketing 3.9% Provisões 9.5% Outras 6.5% Pessoal 12.9% Materiais 3.1% Propaganda e Marketing 4.2% PDI 4.9% Provisões 8.9% Outras 1.4% Pessoal 11.4% Materiais 2.7% Serviço de Terceiros 22.4% Interconexão 37.2% Serviço de Terceiros 26.7% Interconexão 39.6% Pessoal Redução líquida de empregados próprios no 4T01 Os custos e despesas com pessoal atingiram R$98,8 milhões no 4T01, contra R$107,4 milhões (-7,9%) no 3T01. Essa queda é explicada pela redução de 200 empregados na filial CRT. A Brasil Telecom Participações S.A. encerrou o 4T01 com empregados próprios, contra ao final do 3T01, representando uma redução líquida de empregados. A redução de pessoal próprio engloba basicamente: a) continuidade da reestruturação da filial CRT e b) o processo de terceirização das centrais de atendimentos. Os efeitos desta terceirização repercutirão nos resultados de 2002, uma vez que a mesma ocorreu apenas no mês de dezembro. Do total de empregados ao final do 4T01, 38% eram lotados na área de rede, 26% na comercial, 19% na geral & administrativa, 4% na de tecnologia de informação e 13% na expansão. No 3T01, esta composição era de: 31% rede, 38% comercial, 15% geral & administrativa, 5% tecnologia de informação e 11% expansão. LES/empregado atingiram ao final do 4T01 A Brasil Telecom S.A. encerrou o 4T01 com um indicador de LES/empregado, contra 885 (+23,9%) no 3T01. Página 14 de 28

15 Gráfico 7: LES/Empregado T00 1T01 2T01 3T01 4T01 Empregados LES/Empregado - Custos e despesas com materiais Custos e despesas com serviços de terceiros ajustado 3,7% menores frente o 3T01 Os custos e despesas com materiais atingiram R$23,6 milhões no 4T01, contra R$25,7 milhões no 3T01 (-8,1%). Os custos e despesas com serviços de terceiros (excluindo interconexão e propaganda & marketing) atingiram R$230,8 milhões no 4T01, contra R$186,7 milhões (+23,6%) no 3T01. É importante observar que os custos e despesas com serviços de terceiros no 3T01 incorporam mudanças de classificação contábil, que geraram um impacto positivo de R$53,0 milhões. Excluindo este impacto, os custos e despesas com serviços de terceiros caíram 3,7% no 4T01 frente o 3T01. Esta queda reflete basicamente a renegociação dos contratos de manutenção de planta externa feita no final do 3T01, gerando uma redução de aproximadamente R$11,2 milhões no 4T01. Custos de interconexão de R$342 milhões no 4T01 Os custos de interconexão no 4T01 atingiram R$342,4 milhões, contra R$310,3 milhões no 3T01 (+10,3%). No 4T01, 93% dos custos foram com chamadas fixo-móvel e 7% com chamadas fixo-fixo, comparado com 97% e 3%, respectivamente, no 3T01. Os custos de interconexão fixo-móvel subiram 6,1% frente o 3T01, em função do crescimento de 8,9% no tráfego fixo-móvel. Vale lembrar que a tarifa de interconexão fixo-móvel (TU-M) não foi reajustada no 4T01 como em anos anteriores. Ao final de janeiro de 2002, a Anatel anunciou um reajuste médio de 10,6% da TU-M na área de concessão da Brasil Telecom. Contingências A Brasil Telecom apresentou provisão para contingências de R$12,8 milhões no 4T01, contra R$9,4 milhões no 3T01, refletindo principalmente um aumento de R$3,0 milhões nas provisões para contingências trabalhistas. Página 15 de 28

16 Perdas com contas a receber caem para 2,9% da receita bruta A Brasil Telecom apresentou perdas com contas a receber de R$64,3 milhões no 4T01 (2,9% da receita bruta), contra R$69,8 milhões (3,2% da receita bruta) no 3T01, refletindo a política mais rígida de cobrança, recuperação de valores perdidos e a oferta de planos alternativos direcionados a clientes inadimplentes. A recuperação de valores perdidos atingiu R$15,3 milhões, resultado da Campanha de Natal, que consistiu na oferta de descontos de 30% a 70% para a quitação de débito pelos clientes, para faixas de atraso entre 1 e 5 anos. De setembro a dezembro de 2001 foram contratados 294,9 mil planos alternativos/promocionais, dentre os quais destacam-se: = 1ª linha grátis isenção da taxa de habilitação; = Linha Adicional PAB isenção da taxa de habilitação e de assinatura por seis meses, bloqueando o tráfego sainte por 6 meses; = Parcelamento 10x isenção da taxa de assinatura pelo período do parcelamento, inexistência de franquia de pulsos, bloqueio de chamadas LDN e fixo-móvel e retirada dos serviços inteligentes. Lançamento do telefone fixo prépago Além disso, a Brasil Telecom lançou, ao final de janeiro de 2002, o telefone fixo pré-pago. Nessa modalidade o cliente controla seus gastos mensais, está isento da assinatura mensal e não tem conta no final do mês. O telefone fixo pré-pago está disponível em localidades e quantidades pré-determinadas para terminais residenciais e não residenciais, permitindo ao cliente realizar chamadas locais e interurbanas através da utilização de créditos adquiridos antecipadamente. Estes créditos podem ser adquiridos nos Correios (ECT) em forma de cartão físico e nas casas lotéricas (CEF), no formato de crédito eletrônico. Os cartões têm créditos de R$15, R$30 e R$60 e prazos de validade de 30, 70 e 140 dias, respectivamente. A comercialização do telefone pré-pago foi iniciada na filial Brasília e, a partir de março, estará disponível em todas as filiais. Gráfico 8: Perdas com Contas a Receber 160,0 7,0% 140,0 6,1% 6,0% 120,0 5,0% 100,0 80,0 60,0 3,2% 8,0 59,3 7,0 3,2% 2,9% 13,9 4,0% 3,0% 40,0 20,0 54,2 68,1 62,8 50,3 2,0% 1,0% 0,0 1T01 2T01 3T01 4T01 0,0% Perdas efetivas (R$ Milhões) Variação PDD (R$ Milhões) Variação PDD+Perdas (% ROB) Página 16 de 28

17 Perdas efetivas As perdas efetivas no 4T01 totalizaram R$50,3 milhões, contra R$62,8 milhões no 3T01 (-19,9%). As perdas efetivas atingiram 2,2% da receita bruta do 4T01, contra 2,9% no 3T01. A queda frente o 3T01 reflete essencialmente a recuperação de R$15,3 milhões de contas baixadas. Ao final do 4T01, o valor bruto total de contas a receber era de R$1.374,5 milhões, ou R$1.234,8 milhões líquidos de provisão para devedores duvidosos. Tabela 6: Contas a Receber Contas a Receber Bruto Mar/01 Jun/01 Set/01 Dez/01 Total (R$ Milhões) 1.203, , , ,5 A receber 59,9% 61,9% 58,0% 56,5% Vencidas (até 30 dias) 19,6% 17,0% 20,3% 20,9% Vencidas (entre dias) 6,6% 7,0% 6,8% 7,8% Vencidas (entre dias) 4,2% 3,8% 4,6% 4,7% Vencidas (mais de 90 dias) 9,7% 10,3% 10,2% 10,0% No 4T01, a Empresa cancelou, por inadimplência, 235,5 linhas, 2,6% abaixo dos cancelamentos efetuados no 3T01. mil A Brasil Telecom enviou 2,35 milhões de avisos de bloqueio total no 4T01, dos quais 25,6% se transformaram em bloqueios. No 3T01, esse percentual havia sido de 38,1%. Tabela 7: Cancelamento de Linhas 1T01 2T01 3T01 Out/01 Nov/01 Dez/01 4T01 4T01/3T01 (A) Aviso de bloqueio parcial ,2% (B) Bloqueio parcial ,9% B/A 36,3% 40,5% 38,7% 42,4% 40,7% 28,1% 36,6% -2,2 p.p. (C) Aviso de bloqueio total ,1% (D) Bloqueio total ,7% D/C 37,9% 34,9% 38,1% 31,2% 26,8% 20,3% 25,6% -12,5 p.p. (E) Cancelamento por inadimplência ,6% E/D 31,2% 44,7% 46,6% 38,6% 29,0% 52,2% 39,2% -7,3 p.p. (F) Linhas Médias em Serviço ,6% E/F 1,99% 3,06% 2,92% 0,94% 0,74% 1,09% 2,77% -0,1 p.p. Negativação ,5% Despesas com PDI de R$42 milhões no 4T01 As despesas com o Programa de Desligamento Incentivado (PDI) no 4T01 totalizaram R$42,2 milhões, contra R$37,9 milhões no 3T01. As despesas do 4T01 referem-se ao desligamento de empregados da filial CRT e às provisões para demissões em Página 17 de 28

18 Outros custos e despesas operacionais de R$12 milhões no 4T01 Outros Custos e Despesas Operacionais no 4T01 foram de R$12,0 milhões, contra R$53,9 milhões no 3T01. A queda frente o 3T01 pode ser explicada basicamente pelos seguintes fatores: = reversão de R$9,9 milhões de provisão para a complementação do fundo de pensão da filial Telepar, incorporado ao TCSPREV; = queda de R$7,1 milhões nas despesas com aluguel de EILDs digitais; = queda de R$5,1 milhões nas despesas com aluguel de prédios, terrenos, postes, infra-estrutura e com serviços de limpeza e manutenção predial. = recuperação de tributos no valor de R$4,7 milhões; = receita de R$3,6 milhões referente ao recebimento de multas. Custo caixa ajustado/lmes/mê s foi de R$32,1 no 4T01 No 4T01, o custo caixa foi impactado por: a) custo relativo ao PDI (R$42,2 milhões), b) provisão para contingências (R$12,8 milhões) e c) reversão de R$9,9 milhões da provisão para o plano complementar de aposentadoria da Telepar. No 3T01, o custo caixa foi impactado por: a) custo relativo ao PDI (R$37,9 milhões), b) reclassificação de despesas com CPMF (R$15,3 milhões), c) ativação de parte das despesas com manutenção da planta (R$10,5 milhões), d) provisão para contingências (R$9,4 milhões) e e) ativação de gastos com CPqD (R$7,5 milhões). Com isso, o custo caixa ajustado do 4T01 foi de R$818,4 milhões, estável em relação aos R$819,6 milhões registrados no 3T01. O custo caixa ajustado/lmes/mês no 4T01 atingiu R$32,1, contra R$33,0 no 3T01 (-2,7%). Página 18 de 28

19 EBITDA Tabela 8: Margem EBITDA - Ganhos e Perdas (R$ Milhões e %) R$ Milhões 3T01 Vertical 4T01 Vertical Impacto EBITDA RECEITA LÍQUIDA 1.577,3 100,0% 1.634,4 100,0% Custos (501,0) -31,8% (556,0) -34,0% Perda -2,3 p.p. Pessoal (41,7) -2,6% (39,9) -2,4% Ganho 0,2 p.p. Materiais (23,5) -1,5% (20,2) -1,2% Ganho 0,3 p.p. Serviço de Terceiros (385,8) -24,5% (441,6) -27,0% Perda -2,6 p.p. Interconexão (310,3) -19,7% (342,4) -20,9% Perda -1,3 p.p. Outros (75,4) -4,8% (99,2) -6,1% Perda -1,3 p.p. Outros (50,0) -3,2% (54,4) -3,3% Perda -0,2 p.p. Despesas Comerciais (101,6) -6,4% (102,5) -6,3% Ganho 0,2 p.p. Pessoal (30,4) -1,9% (25,8) -1,6% Ganho 0,4 p.p. Materiais (0,7) 0,0% (0,4) 0,0% Ganho 0,0 p.p. Serviço de Terceiros (69,8) -4,4% (74,2) -4,5% Perda -0,1 p.p. Propaganda e Marketing (32,5) -2,1% (36,6) -2,2% Perda -0,2 p.p. Outros (37,3) -2,4% (37,6) -2,3% Ganho 0,1 p.p. Outros (0,6) 0,0% (2,1) -0,1% Perda -0,1 p.p. Despesas Gerais e Administrativas (109,5) -6,9% (116,9) -7,2% Perda -0,2 p.p. Pessoal (28,9) -1,8% (29,7) -1,8% Ganho 0,0 p.p. Materiais (0,9) -0,1% (1,9) -0,1% Perda -0,1 p.p. Serviço de Terceiros (77,3) -4,9% (83,1) -5,1% Perda -0,2 p.p. Outros (2,3) -0,1% (2,2) -0,1% Ganho 0,0 p.p. Tecnologia da Informação (24,5) -1,6% (30,0) -1,8% Perda -0,3 p.p. Pessoal (6,3) -0,4% (3,4) -0,2% Ganho 0,2 p.p. Materiais (0,5) 0,0% (1,1) -0,1% Perda 0,0 p.p. Serviço de Terceiros 3,3 0,2% (10,8) -0,7% Perda -0,9 p.p. Outros (21,0) -1,3% (14,6) -0,9% Ganho 0,4 p.p. Provisões e Perdas (79,2) -5,0% (77,1) -4,7% Ganho 0,3 p.p. Perdas e PDD (69,8) -4,4% (64,3) -3,9% Ganho 0,5 p.p. Contingências (9,4) -0,6% (12,8) -0,8% Perda -0,2 p.p. Despesa com PDI (37,9) -2,4% (42,2) -2,6% Perda -0,2 p.p. Outras Receitas/Despesas Operacionais 20,0 1,3% 61,2 3,7% Ganho 2,5 p.p. EBITDA 743,7 47,2% 770,9 47,2% Ganho 0,0 p.p. R$ Milhões 3T01 Vertical 4T01 Vertical Impacto EBITDA Custos e Despesas Operacionais 1 (833,6) -52,8% (863,5) -52,8% Ganho 0,0 p.p. Pessoal (107,4) -6,8% (98,8) -6,0% Ganho 0,8 p.p. Materiais (25,7) -1,6% (23,6) -1,4% Ganho 0,2 p.p. Serviço de Terceiros (186,7) -11,8% (230,8) -14,1% Perda -2,3 p.p. Interconexão (310,3) -19,7% (342,4) -20,9% Perda -1,3 p.p. Propaganda e Marketing (32,5) -2,1% (36,6) -2,2% Perda -0,2 p.p. Perdas e PDD (69,8) -4,4% (64,3) -3,9% Ganho 0,5 p.p. Outros + Despesas com PDI (101,2) -6,4% (67,1) -4,1% Ganho 2,3 p.p. EBITDA 743,7 47,2% 770,9 47,2% Ganho 0,0 p.p. 1 Excluindo depreciação e amortização. EBITDA totalizou R$771 milhões no 4T01 Margem EBITDA de 47,2% no 4T01 Margem EBITDA ajustada de 49,9% no 4T01 A Brasil Telecom apresentou um EBITDA de R$770,9 milhões no 4T01, contra R$743,7 milhões no 3T01 (+3,6%). A Brasil Telecom reportou uma margem EBITDA no 4T01 de 47,2%, a mesma registrada no 3T01. Ajustando-se o EBITDA para os mesmos itens que impactaram o custo caixa, a Brasil Telecom reportou uma margem EBITDA ajustada no 4T01 de 49,9%, 1,9 p.p. acima dos 48,0% observados no 3T01. Página 19 de 28

20 Margem EBITDA sem custo de interconexão foi de 59,7% no 4T01 A margem EBITDA, excluindo-se da receita líquida o custo de interconexão, foi de 59,7% no 4T01, frente os 58,7% no 3T01. RESULTADO FINANCEIRO Despesa financeira líquida de R$284 milhões no 4T01 inclui R$232 milhões de JSCP O resultado financeiro da Brasil Telecom no 4T01 foi negativo em R$283,7 milhões. A despesa financeira no trimestre totalizou R$288,8 milhões, sendo R$231,7 milhões referentes a juros sobre capital próprio. Excluindo o JSCP, o resultado financeiro foi negativo em R$52,0 milhões. A receita financeira no trimestre foi de R$5,2 milhões e teve impacto negativo da variação cambial, uma vez que a empresa possuía hedge para a sua dívida em moeda estrangeira e o Real se valorizou frente o dólar no 4T01. OUTROS ITENS Amortização de ágio reconstituído No 4T01, a Brasil Telecom amortizou R$31,0 milhões de ágio reconstituído referente à aquisição de CRT (sem impacto no fluxo de caixa), contabilizado como despesa não-operacional. Página 20 de 28

Divulgação de Resultado Consolidado

Divulgação de Resultado Consolidado TCSP3: R$19,00/1.000 ações TCSP4: R$18,99/1.000 ações BRP: US$39,58/ADR VALOR DE MERCADO: R$6,616 MILHÕES Preço de fechamento (26 de fevereiro de 2002) Divulgação de Resultado Consolidado 4 o Trimestre

Leia mais

Divulgação de Resultado Consolidado

Divulgação de Resultado Consolidado TCSP3: R$18,00/1.000 ações TCSP4: R$19,10/1.000 ações BRP: US$39,45/ADR (1 ADR=5.000 ações) VALOR DE MERCADO: R$6.511 MILHÕES Preço de fechamento (15 de novembro de 2001) Divulgação de Resultado Consolidado

Leia mais

Brasil Telecom Participações S.A.

Brasil Telecom Participações S.A. BRTP3: R$21,00 / 1.000 ações BRTP4: R$17,80 / 1.000 ações BRP: US$31,35 / ADR Valor de Mercado: R$6.838 milhões Fechamento de 01 de novembro de 2004 Brasil Telecom Participações S.A. Divulgação de Resultado

Leia mais

Brasil Telecom S.A. Divulgação de Resultado Consolidado. 3 O Trimestre de 2003 Não Auditado. Brasília, 04 de novembro de 2003.

Brasil Telecom S.A. Divulgação de Resultado Consolidado. 3 O Trimestre de 2003 Não Auditado. Brasília, 04 de novembro de 2003. BRTO3: R$13,40 / 1.000 ações BRTO4: R$13,78 / 1.000 ações BTM: US$14,46 / ADR Valor de Mercado: R$7.418 milhões Fechamento de 03 de novembro de 2003 Brasil Telecom S.A. Divulgação de Resultado Consolidado

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais

Divulgação de Resultado Consolidado

Divulgação de Resultado Consolidado Divulgação de Resultado Consolidado 4º Trimestre 2006 Não Auditado Brasília, 30 de janeiro de 2007 BRTO3: R$ 25,70 / 1.000 ações BRTO4: R$ 9,90 / 1.000 ações BTM: US$ 13,84 / ADR Valor de Mercado: R$ 9.497,0

Leia mais

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Outubro de 2005. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 Resultados Janeiro Março / 2011 ÍNDICE MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 DIVIDENDOS E

Leia mais

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002 Brasil Telecom Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg Dezembro de 2002 1 OSetor de Telecomunicações no Brasil 2 Empresas de Telefonia Fixa Região IV (Somente Longa Distância) Preço Mínimo: US$1.548

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Data-Base - 30/06/1999 01768-0 TELE CENTRO SUL PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70

Data-Base - 30/06/1999 01768-0 TELE CENTRO SUL PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 3/6/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 14

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 14 Resultados Janeiro Dezembro / 2010 ÍNDICE MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 14 DIVIDENDOS

Leia mais

Resultados do 1 Trimestre de 2007. GVT (Holding) S.A.

Resultados do 1 Trimestre de 2007. GVT (Holding) S.A. Resultados do 1 Trimestre de 2007 GVT (Holding) S.A. RECEITA LÍQUIDA DA GVT CRESCE 25,2% E EBITDA AJUSTADO ATINGE CRESCIMENTO DE 38,6% NO 1T07 Durante o 1T07 a GVT completou seu IPO que atingiu um acréscimo

Leia mais

COMENTÁRIO DOS DIRETORES. Brasil Telecom S.A. Data base: 31 de Dezembro de 2010

COMENTÁRIO DOS DIRETORES. Brasil Telecom S.A. Data base: 31 de Dezembro de 2010 COMENTÁRIO DOS DIRETORES Brasil Telecom Data base: 31 de Dezembro de 2010 1 10.1. Comentários dos diretores sobre: 10. COMENTÁRIOS DOS DIRETORES a) condições financeiras e patrimoniais gerais A Diretoria

Leia mais

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999 INFORMATIVO Silvia M.R. Pereira Relações com Investidores tel: BR 55 21 519-9662 fax: 55 21 519-6388 Wallace Borges Grecco Relações com a Imprensa tel: BR 21 519-7282 fax: 021-519-8010 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set DISCUSSÃO E ANÁLISE PELA ADMINISTRAÇÃO DO RESULTADO NÃO CONSOLIDADO DAS OPERACÕES: PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2001 COMPARATIVO AO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2000 (em milhões de reais, exceto

Leia mais

DESTAQUES. TCP R$ milhões 3T03 TCO. 3T02 próforma

DESTAQUES. TCP R$ milhões 3T03 TCO. 3T02 próforma VIVO, O MAIOR GRUPO EMPRESARIAL DE TELEFONIA MÓVEL DA AMÉRICA DO SUL DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2003 DA TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES:

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 54 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2011 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RESUMIDAS Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 GERDAU S.A. e empresas controladas BALANÇOS PATRIMONIAIS CONSOLIDADOS

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 14 de maio de 2012 - A Unidas S.A. anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário.

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Divulgação de Resultados do Terceiro Trimestre de 2008

Divulgação de Resultados do Terceiro Trimestre de 2008 NETC4: R$ 13,79/ação (Bovespa) NETC: US$ 6,57/ADR (Nasdaq) XNET: EUR 4,73/ação (Latibex) Total de Ações: 338.739.120 Valor de Mercado: R$ 4,7 bilhões Preço de fechamento: 20/10/2008 Divulgação de Resultados

Leia mais

TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A.

TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A. TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A. TNLP3: R$ 32,40/1.000 ações TNLP4: R$ 42,56 /1.000 ações TNE: US$ 21,69/ADR (1 ADR= 1.000 ações) Preço de fechamento (10 de novembro de 2000) INFORMAÇÕES E RESULTADOS

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A.

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A. Resultados Janeiro Março / 2014 Resultados 4T13 0+ TELEFÔNICA BRASIL ATINGE MARGEM DE 29,8% COM FORTE CONTROLE EM CUSTOS MESMO EM FACE À MAIOR ATIVIDADE COMERCIAL NO PERÍODO DESTAQUES Aceleração no crescimento

Leia mais

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2012

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2012 Dados de Negociação AMAR3 em 31/mar/12: Preço por ação: R$ 24,85 Número de ações: 185.301.230 Valor de mercado: R$4.605 milhões Teleconferência de Resultados do 1T12: Data: 4 de maio de 2012 Horário: 14:00

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D (Em milhões de reais, exceto se indicado de outra forma) --------- Lucro do Período A Cemig Distribuição apresentou, no exercício de 2008, um lucro líquido de R$709

Leia mais

DESTAQUES. R$ milhões 3 T 05 2 T 05 Δ% 3 T 04 Δ%

DESTAQUES. R$ milhões 3 T 05 2 T 05 Δ% 3 T 04 Δ% VIVO, O MAIOR GRUPO EMPRESARIAL DE TELEFONIA MÓVEL DO HEMISFÉRIO SUL, DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2005 DA TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. São Paulo - Brasil, 27 de outubro

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1T12

EARNINGS RELEASE 1T12 São Paulo, 16 de maio de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do 1º trimestre

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

DESTAQUES DO PERÍODO (2T11)

DESTAQUES DO PERÍODO (2T11) QUALICORP REGISTRA CRESCIMENTO DO TRIMESTRE NO NÚMERO DE BENEFICIÁRIOS DE 18,5%, RECEITA LÍQUIDA DE 43,9%, EBITDA AJUSTADO DE 36,6% EM RELAÇÃO AO 2T10 1 São Paulo, 12 de agosto de 2011. A QUALICORP S.A.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS SA 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS SA 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/1999 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008

Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008 GVT (Holding) S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008 Curitiba, 14 de julho de 2008 Curitiba, 14 de julho de 2008: A GVT (Holding) S.A. (Bovespa: GVTT3, Reuters: GVTT3.SA e Bloomberg GVTT3:BZ),

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01768-0 BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01768-0 BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/2 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/09/2004 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11.

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. O Lucro Líquido do 1T09 (sem ajustes) apresentou queda de 1,4%

Leia mais

Destaques Financeiros e Operacionais Consolidados

Destaques Financeiros e Operacionais Consolidados nte São Paulo, 7 de maio de 2010 A General Shopping Brasil S/A [BM&FBovespa: GSHP3], empresa com expressiva participação no mercado de shoppings centers do Brasil, anuncia hoje seus resultados do primeiro

Leia mais

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A.

4 trimestre de 2010. Sumário Executivo. Itaú Unibanco Holding S.A. 4 trimestre de 2010 Sumário Executivo Apresentamos, abaixo, informações e indicadores financeiros do (Itaú Unibanco) do quarto trimestre de 2010 e do exercício findo em 31 de dezembro de 2010. (exceto

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12 São Paulo, 15 de agosto de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do segundo

Leia mais

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11 Relação com Investidores Luis Eduardo Fischman Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 2T11 Terça-Feira, 16 de agosto de 2011 Português

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita Líquida¹ no 1T16 atinge R$69,6 milhões, alta de 24,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T15

Apresentação de Resultados 1T15 Apresentação de Resultados 1T15 1 Destaques do Período Início da operação comercial de quatro parques do LEN A-3 2011 Início da operação comercial: 04 de março de 2015 Os outros 5 parques serão conectados

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado RESULTADOS DO 1T11 CAPTAÇÃO RECORDE com mais de 73 mil novos alunos (24% acima do 1T10) Aumento de 21% no EBITDA, que totalizou R$48 milhões, e ganho de 1,9 p.p. na Margem, que atingiu 17,4% no 1T11 Rio

Leia mais

Aquisição de 20% da Netpoints Abertura de 3 novas lojas no 1T14 e reforma de 4 lojas

Aquisição de 20% da Netpoints Abertura de 3 novas lojas no 1T14 e reforma de 4 lojas Dados de Negociação AMAR3 em 31/mar/14: Preço por ação: R$ 15,40 Número de ações: 185.532.726 Valor de mercado: R$ 2.857 milhões São Paulo, 08 de maio de 2014 A Marisa Lojas S.A. ( Marisa ou Companhia

Leia mais

(c) promover, realizar ou orientar a captação, em fontes internas e externas, de recursos a serem aplicados pela Companhia ou pela sua controlada;

(c) promover, realizar ou orientar a captação, em fontes internas e externas, de recursos a serem aplicados pela Companhia ou pela sua controlada; RELATORIO DA ADMINISTRAÇÃO SENHORES ACIONISTAS, Atendendo às disposições legais e estatutárias, a Administração da TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. sociedade anônima de capital aberto, submete à apreciação

Leia mais

Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008. 03 de abril de 2009 03 de abril de 2009

Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008. 03 de abril de 2009 03 de abril de 2009 Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008 www.unianhanguera.edu.br 4T08 Ricardo Scavazza Vice Presidente Operacional e Relações com Investidores

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T08 18 de Novembro de 2008

Teleconferência de Resultados 3T08 18 de Novembro de 2008 Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2008 Palestrantes Abel Rochinha Presidente da Coelce Luiz Carlos Bettencourt Diretor Financeiro e de RI da Endesa Brasil 1 1 Destaques 2 Mercado AGENDA s

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG Companhia Aberta - CNPJ 17.155.730/0001-64

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG Companhia Aberta - CNPJ 17.155.730/0001-64 COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG Companhia Aberta - CNPJ 17.155.730/0001-64 ANÁLISE DO RESULTADO CONSOLIDADO NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2005 EM COMPARAÇÃO AO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO

Leia mais

1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa

1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa 1 Exercícios de Fixação (Questões de concurso) 1.1 Demonstração dos Fluxos de Caixa 1.1.1 Concurso para AFRF 2000 prova de contabilidade avançada - Questão 15 ENUNCIADO 15- Aplicações em Investimentos

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013 . São Paulo, 06 de agosto de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 GVT (Holding) S.A. Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 Curitiba, 22 de Abril de 2009 Curitiba, 22 de abril de 2009: A GVT (Holding) S.A. (Bovespa: GVTT3, Reuters: GVTT3.SA e Bloomberg GVTT3:BZ),

Leia mais

Mensagem aos Acionistas

Mensagem aos Acionistas Mensagem aos Acionistas O foco na modernização e integração operacional foi a maior prioridade da gestão da Telecomunicações de Alagoas S/A (Telemar Alagoas) no ano 2000. As ambiciosas metas estabelecidas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

3T09 DESTAQUES FINANCEIROS ESTÁCIO: EBITDA DE R$92,6M NO 9M09 COM MARGEM DE 12,1%. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE R$65,6M NO 9M09

3T09 DESTAQUES FINANCEIROS ESTÁCIO: EBITDA DE R$92,6M NO 9M09 COM MARGEM DE 12,1%. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO DE R$65,6M NO 9M09 3T09 Cotação - ESTC3 R$24,95/ação 11/11/2009 Quantidade de Ações 78.585.066 Valor de Mercado R$ 1.961 milhões Free Float 27% Teleconferências: 12/11/2009 Português 9h00 AM (Brasília) 6h00 AM (US EST) Tel.:

Leia mais

Relatório de Resultados 2T 2015

Relatório de Resultados 2T 2015 MMX - Resultados Referentes ao 2º trimestre de 2015 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2015 A MMX Mineração e Metálicos S.A. ( Companhia ou MMX ) (Bovespa: MMXM3) anuncia seus resultados referentes ao 2º

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008 Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007 Curitiba, 14 de janeiro de 2008 No 4T07, a receita da GVT aumentou 29%, a receita relativa ao core business cresceu 37%, o EBITDA aumentou 41% alcançando

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01768-0 BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01768-0 BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/21 Divulgação Externa Legislação Societária

Leia mais

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 São Paulo, 07 de Novembro de 2005 - O Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam exclusivamente no varejo eletrônico

Leia mais

Resultados 4T05 e 2005

Resultados 4T05 e 2005 Resultados 4T05 e 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 192% EM 2005, A COMPANHIA APRESENTOU FLUXO DE CAIXA POSITIVO NO 4T05 E REVISOU O GUIDANCE PARA 2006 São Paulo, 13 de Fevereiro de 2006 - O Submarino S.A.

Leia mais

Valid apresenta EBITDA recorde de R$ 78,3 milhões no 3T14

Valid apresenta EBITDA recorde de R$ 78,3 milhões no 3T14 Valid apresenta EBITDA recorde de R$ 78,3 milhões no 3T14 Cotação de Fechamento VLID3 R$ 38,80 Valor de Mercado R$ 2,16 bilhões Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2014 A Valid (BM&FBovespa: VLID3 - ON)

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A.

A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A. A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A. As informações financeiras e operacionais abaixo, exceto onde indicado em contrário, referem-se a prática contábil

Leia mais

Agenda. Visão Geral de 2008. Resultados Financeiros e Operacionais

Agenda. Visão Geral de 2008. Resultados Financeiros e Operacionais Disclaimer Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de desempenho apresentados não contemplam as modificações contábeis introduzidas pela lei n.º 11.638/07, analisando,

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

Earnings Release 1s14

Earnings Release 1s14 Earnings Release 1s14 1 Belo Horizonte, 26 de agosto de 2014 O Banco Bonsucesso S.A. ( Banco Bonsucesso, Bonsucesso ou Banco ), Banco múltiplo, de capital privado, com atuação em todo o território brasileiro

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

2T09 ESTÁCIO EXPANDE MARGEM EBITDA EM 2,1 P.P. E LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO SOMA R$10,9 NO 2T09. NO 1S09, EBITDA ALCANÇA R$61,0M E LUCRO R$43,5M.

2T09 ESTÁCIO EXPANDE MARGEM EBITDA EM 2,1 P.P. E LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO SOMA R$10,9 NO 2T09. NO 1S09, EBITDA ALCANÇA R$61,0M E LUCRO R$43,5M. 2T09 Cotação - ESTC3 R$23,20/ação 12/8/2009 Quantidade de Ações 78.585.066 Valor de Mercado R$ 1,823 bilhões Free Float 26% Teleconferências: 13/08/2009 Português 9h00 AM (Brasília) 8h00 AM (US EST) Tel.:

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1. Introdução Em 31 de dezembro de 2014 a SANEAGO operava os sistemas de abastecimento de água e coleta e/ou tratamento de esgoto de 225 dos 246 municípios do Estado de Goiás,

Leia mais

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES. Demonstrações financeiras Individuais e Consolidadas 30 de junho de 2013 e 2012

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES. Demonstrações financeiras Individuais e Consolidadas 30 de junho de 2013 e 2012 Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES Demonstrações financeiras Individuais e Consolidadas 30 de junho de 2013 e 2012 KPMG Auditores Independentes Agosto de 2013 Relatório dos auditores

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013 . São Paulo, 31 de outubro de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01131-2 BRASIL TELECOM S.A. 76.535.764/0001-43 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01131-2 BRASIL TELECOM S.A. 76.535.764/0001-43 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2002 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 2005

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 2005 LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 25 Rio de Janeiro, 15 de agosto de 25 Lojas Americanas S.A. (BOVESPA: LAME3-ON;LAME4-PN), apresenta os resultados consolidados do 2 º trimestre

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9%

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Resultados 3T15 EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Belo Horizonte, 10 de novembro de 2015 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) (BM&FBOVESPA: LCAM3) divulga seus resultados

Leia mais

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3 VISÃO GERAL - 2T5 Histórico 99 Início das operações como banco múltiplo 2002 Agência em Nassau 2005 Corretora em Nova York 2009 Início da parceria estratégica com o Banco do Brasil 205 BV Promotora (Consignado

Leia mais

Demonstrações Financeiras Terceiro Trimestre de 2002

Demonstrações Financeiras Terceiro Trimestre de 2002 Demonstrações Financeiras Terceiro Trimestre de 2002 Diretoria de Finanças e Participações Diretoria de Relações com Investidores Agenda 2 Introdução Desempenho operacional Demonstrações Financeiras Perspectivas

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais