Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César)"

Transcrição

1

2 Ziraldo O SEGREDO DE (com desenhos especiais de Célio César)

3 Era uma vez uma letra que era muito interessante e que se chamava Úrsula. Parece nome de estrela (ou será constelação?) parece nome de santa ou de atriz... mas não é, não. E o nome de uma letra da raça chamada U.

4 Essa nossa letra Úrsula tinha uma enorme qualidade: era muito inteligente. E todos se perguntavam "Por que será, minha gente, que essa letrinha danada é assim tão sabidinha?" E fácil de descobrir. Dêem uma olhada na Úrsula e reparem só que os UU se abrem para o infinito ou será pro Universal? são abertos para o alto como se olhassem pra cima. Úrsula tem um belo astral!

5

6 Mas antes não era assim. Nossa Úrsula vivia com seu bumbum para cima, com ginástica e ansiedade procurando aqui na Terra a tal da felicidade.

7 Ela era como um ímã que queria sugar tudo que houvesse aqui na Terra.

8 E vivia fuxicando num inquieto lufa-lufa, focinhando aqui e ali como um porco que procura no fundo da terra, a trufa, Como um Geiger, contador, em busca do radioativo urânio de fazer BUM! E, procura que procura, a Úrsula não achava nada pois quem procura não

9 acha se não sabe o que procura.

10 Mas um dia, ela conheceu no livro por onde andava um amigo diferente que vinha lá do Oriente e muito se parecia com essa figura esguia que está aí no desenho. Ele viu Úrsula brigando para ganhar mais e mais numa batalha sem fim e contou-lhe, com ternura, uma história que era assim: "Era uma vez uma mão que o tempo todo vivia com a palma para baixo apertada sobre o chão como alguém que escondesse sob a mão assim pousada

11 um dinheiro ou a semente de uma árvore da fortuna; ou como quem prende um pássaro que não quer deixar voar. Ela queria guardar tudo, tudo pra ela mesma! E outra mão existia com a palma para cima como o gesto de quem dá e quem liberta. E que rima com doação ou oferta. E por estar deste jeito o seu dono era chamado de o Grande Mão Aberta. Um homem que dava tudo, generoso, companheiro... E por estar deste jeito com a mão voltada pra cima tudo do céu lhe caía o mel puro das abelhas os raios de ouro do sol a boa chuva de outono

12 tão boa pra plantação. Pois, quem tem a mão aberta para o mundo, mais lhe caem coisas na mão do que saem. Recebe mais, muito mais aquele que dá não tira com a naturalidade de quem sorri ou respira".

13

14 Úrsula o ouviu com cuidado com respeito e atenção. E quando num gesto seu preparou-se pra falar, parou- Porque viu que o amigo queria continuar. E ele continuou: "Quem lhe conta essa história ou: quem escreve esses versos não quer dizer-lhe: "E assim, amigo, vá por aqui!" Por favor, não é conselho; é só um cantar de amigo uma letra sem canção uma história que me agrada, me agrada muito contar. E só isto, nada mais. Até breve, boa sorte muita luz e muita paz!"

15 E Úrsula ficou pensando na historinha que ouviu olhou-se assim no espelho reparou-se e descobriu que a curva de suas formas era maior do que a curva da palma que tem a mão.

16 Ela era um vaso, uma urna, um cântaro, um continente; era um copo emborcado e vazio sobre a mesa. Por que ser tão infeliz se podia ser contente?

17 Aí, deu uma cambalhota abrindo-se para o espaço. E mudou a sua vida: "Vejam só como é que eu faço, viro tudo, viro a mesa, abandono tudo aquilo que me pareceu riqueza; vou deixar minha alma aberta vou deixar a luz entrar"

18 E como sua curva fosse a mesma de um sorriso ela saiu pelo mundo pela prosa e poesia, pelos versos, pelos livros transformada em alegria. E hoje Úrsula dorme com sua janela aberta para o alto, para o Céu. E cada manhã desperta depois de mergulhar pelas noites de todos os sonhos com o colo cheio de estrelas.

19 Este livro foi digitalizado e distribuído GRATUITAMENTE pela equipe Digital Source com a intenção de facilitar o acesso ao conhecimento a quem não pode pagar e também proporcionar aos Deficientes Visuais a oportunidade de conhecerem novas obras.se quiser outros títulos nos procure será um prazer recebê-lo em nosso grupo.

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005 Título: Poemas da verdade e da mentira Autor: Luísa Ducla Soares Ilustação: Ana Cristina Inácio Edição original: Livros Horizonte, 2005 Edição: Serviço das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Finisterra-

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA LEITURA FÁCIL De Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 Adaptação e revisão de texto Ana Cristina Luz Desenvolvido no âmbito do projeto

Leia mais

Daniel Duarte. 1 a edição

Daniel Duarte. 1 a edição Daniel Duarte 1 a edição Rio de Janeiro 2016 Agradecimentos Agradeço ao Thiago, que me encontrou pela internet adentro e acreditou neste projeto, e que em tão pouco tempo se tornou uma pessoa muito especial

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Música: O Caminho Compositor: Daniel Feitosa Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Não vá se enganar se quiser se salvar o homem penitente este sim passará Pelos

Leia mais

texto Fabiana Zayat ilustrações Gil Soares de Mello

texto Fabiana Zayat ilustrações Gil Soares de Mello texto Fabiana Zayat ilustrações Gil Soares de Mello texto Fabiana Zayat ilustrações Gil Soares de Mello www.fazendohistoria.org.br texto Fabiana Zayat ilustrações Gil Soares de Mello projeto gráfico Fonte

Leia mais

TABUADA DAS OBJEÇÕES

TABUADA DAS OBJEÇÕES TABUADA DAS OBJEÇÕES Você já sentiu acuada, sem palavras ao ouvir alguma objeção de sua potencial iniciada!? As pessoas que você vai abordar são tão especiais quanto você e se elas disserem não, lembre-se

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO *CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO LL PRODUÇÕES O fantástico mundo de L.L A visita a um misterioso mundo 2 Luan Patrick Nascimento da Costa, paraense, nascido em 21/01/2012 em Belém Pará. 3 A visita a um misterioso

Leia mais

Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA

Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA A poesia encanta E envolve quem a escreve e quem a lê. O Efeito da Poesia quem diria É devastador, cheio de amor. Capaz de provocar reações inexplicáveis

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Vocês cristãos dizem que precisamos ser salvos, que precisamos de um redentor. Mas salvos de quê ou de quem? Eu sou uma pessoa boa e tenho uma boa

Vocês cristãos dizem que precisamos ser salvos, que precisamos de um redentor. Mas salvos de quê ou de quem? Eu sou uma pessoa boa e tenho uma boa Vocês cristãos dizem que precisamos ser salvos, que precisamos de um redentor. Mas salvos de quê ou de quem? Eu sou uma pessoa boa e tenho uma boa vida, não preciso de redenção. Algumas considerações e

Leia mais

TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS

TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS TAREFA FINAL 03/10/2016 CULMINÂNCIA DA GINCANA CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS DESCRIÇÃO: A Equipe deverá apresentar a música escolhida em sorteio no momento indicado na Celebração. A equipe se apresentará

Leia mais

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Acredite: você é aquilo que acredita ser. Você tem aquilo que acredita poder ter. Você recebe da vida aquilo

Leia mais

Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum

Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum-3.11.13 Como Zaqueu, quero acolher-te e mudar, Senhor Escuta-me, Senhor. Como Zaqueu, quero procurar-te, nem que seja preciso deixar coisas que me enchem a casa e a

Leia mais

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela do reino. Era também meiga, inteligente e talentosa. Todos a admiravam. Todos queriam estar perto dela. Todos queriam fazê-la feliz, pois o seu sorriso iluminava

Leia mais

BRASIL Avaliando a alfabetização

BRASIL Avaliando a alfabetização PROVINHA BRASIL Avaliando a alfabetização CADERNO DO ALUNO TESTE 1 PRIMEIRO SEMESTRE - 2010 NOME: CADERNO DO ALUNO teste capa verde.indd 1 13/1/2010 08:37:28 CADERNO DO ALUNO teste capa verde.indd 2 13/1/2010

Leia mais

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura)

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura) Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso Ano Lectivo 2009/2010 O segredo do rio Trabalho realizado no âmbito do PNL (Plano Nacional de Leitura) Era uma vez um rapaz que morava numa casa no campo.

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE

INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE INSTITUTO DOS PUPILOS DO EXÉRCITO - CONCURSO DE ADMISSÃO - ANO LETIVO DE 2016/2017 2ª FASE Candidato Nº Nº CONVENCIONAL Nome 5º ANO PROVA DE PORTUGUÊS (Duração da prova: 50 minutos) Classificação: ( )

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos VIVA O OUTONO INTÉRPRETES um Avô e dois netos ANA Que estás a fazer, Avô? Não ouves, Avô? AVÔ Quê?.. Estás aí?.. Estou a tocar, não vês?... Não ouves? ANA Bem vejo, bem oiço, mas não é tocar por tocar,

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

Dicas incríveis para vender mais... muito mais

Dicas incríveis para vender mais... muito mais 5... Dicas incríveis para vender mais... muito mais O que você vai encontrar neste ebook o que você vai encontrar neste ebook aprenda como gerar 3 mil reais em vendas no Facebook sem gastar com anúncios

Leia mais

DATA: 02 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 05 / 206 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos.

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos. APRESENTAÇÃO Apresento a todos, o início de um trabalho feito Com muito carinho. São poemas e alguns contos. Para Vocês: VIRTUALMENTE EU USO A MINHA LUZ INTERIOR PARA FALAR AOS CÉUS E A CADA ESTRELA QUE

Leia mais

A rapariga e o homem da lua

A rapariga e o homem da lua A rapariga e o homem da lua (conto tradicional do povo tchuktchi) Viveu outrora, entre o povo Tchuktchi, um homem que só tinha uma filha. A filha era a melhor das ajudas que o pai podia ter. Passava o

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Era uma vez uma família que vivia numa aldeia distante.

Era uma vez uma família que vivia numa aldeia distante. Era uma vez uma família que vivia numa aldeia distante. Os pais que viviam naquela aldeia decidiram que, ao chegar o Natal, as crianças deveriam escrever uma carta de natal. Esta carta tinha 2 objectivos:

Leia mais

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers

Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de divers Cristóbal nasceu num aquário. O mundo dele resumia-se a um pouco de água entre as quatro paredes de vidro. Isso, alguma areia, algas, pedras de diversos tamanhos e a miniatura em madeira de uma caravela

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO 1- MARANATA VEM SENHOR JESUS Mãos na boca (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo) Vem buscar Tua igreja. Mão na boca falando (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo)

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava

O menino e o pássaro. Rosângela Trajano. Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava O menino e o pássaro Era uma vez um menino que criava um pássaro. Todos os dias ele colocava comida, água e limpava a gaiola do pássaro. O menino esperava o pássaro cantar enquanto contava histórias para

Leia mais

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Digamos onde acordou tudo alegre e assim permaneceu. Acho completamente impossível tentar descrever nas palavras o sentimento que sinto aqui dentro

Leia mais

José Francisco da Rocha

José Francisco da Rocha Saudação a Poesia Biografia José Francisco da Rocha, nasceu no dia 04 de janeiro de 1932 em Cedro de São João SE. Filho de José Francisco da Rocha e Antônia Maria de Santana. Casado com Carmelita Souza

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Inês Carolina Rilho SINTONIA

Inês Carolina Rilho SINTONIA Inês Carolina Rilho Nasceu no Recife-PE. Formou-se em Letras e Direito. Escreve desde os 15 anos. Possui poemas, conto e um romance em fase de conclusão. Tem participado de várias antologias. SINTONIA

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI PROCURA-SE UMA VIÚVA Por CARLA GIFFONI BN 010.350 carlagiffoni@yahoo.com.br http://recantodasletras.com.br /autores/carlagiffoni 1- CORREDOR DA CAPELA MORTUÁRIA - INT - DIA Matilde e Donana, duas senhoras

Leia mais

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes O ATAQUE NA PISCINA Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes de Natália, Bárbara não queria que

Leia mais

5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO. Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva.

5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO. Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva. 5 DICAS PARA APRENDER A DESENHAR DO ZERO Descubra como aprender a desenhar de forma simples e objetiva. INTRODUÇÃO OLÁ, OLÁ, OLÁ... Eu sou o Ivan Querino, ilustrador, professor e empreendedor, escrevi

Leia mais

o ato de educar é uma semeadura e a memória grava o que dá prazer Rubem Alves A ARTE DE ENSINAR Marcílio Menezes

o ato de educar é uma semeadura e a memória grava o que dá prazer Rubem Alves A ARTE DE ENSINAR Marcílio Menezes o ato de educar é uma semeadura e a memória grava o que dá prazer Rubem Alves A ARTE DE ENSINAR A arte de ensinar é uma faísca Incendeia em chama Chama de fogueira que clareia a noite sem luar É um olho

Leia mais

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais?

Já parou para pensar para onde ele vai? Em que você gasta mais? Bem-vindo(a) ao módulo 1: Cuidando do caixa. Aqui estudaremos sobre como se faz o preenchimento da Planilha de Controle de Caixa e sobre a importância do uso do Controle de Caixa para a adequada gestão

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: Apoio: Patrocínio: Realização: O Espírito da Luz Copyright 2000, virtualbooks.com.br Todos os direitos reservados a Editora Virtual Books Online M&M Editores Ltda.É proibida a reprodução do conteúdo deste

Leia mais

1. OUÇAM A PRIMAVERA!

1. OUÇAM A PRIMAVERA! 1. OUÇAM A PRIMAVERA! Na Mata dos Medos há uma pequena clareira dominada por um pinheiro-manso 1 muito alto. É o largo do Pinheiro Grande. Um pássaro que por lá passarou pôs-se a cantar e acordou o Ouriço,

Leia mais

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares TIPOS DE DISCURSO DISCURSO DIRETO = REPRODUÇÃO O próprio personagem fala. Paulo disse a ele: _ Venha cá. DISCURSO INDIRETO = TRADUÇÃO O autor

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS Ninguém acorda todos os dias sentindo-se entusiasmado. Entusiasmo é algo que todos nós temos que trabalhar para conquistar.

Leia mais

Rio de Janeiro, Subúrbio.

Rio de Janeiro, Subúrbio. Rio de Janeiro, Subúrbio. No subúrbio, a correria era total, caixotes eram revirados, alimentos jogados por todos os lados. Um fugitivo corria da polícia com pressa, assustada estava Helena, que tinha

Leia mais

Avaliação Final - 3º Ano. Língua Portuguesa O SONHO

Avaliação Final - 3º Ano. Língua Portuguesa O SONHO Agrupamento de Escolas de Revelhe EB1 de Boavista Vila Cova Informação Avaliação Final - 3º Ano Língua Portuguesa Nome Data I- Leitura do texto O SONHO Eu não estava a perceber nada, mas agradava-me ouvir

Leia mais

Os Perigos da Floresta

Os Perigos da Floresta Rubens de Almeida Oliveira Os Perigos da Floresta Editora BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens RUBENS DE ALMEIDA OLIVEIRA Os Perigos da Floresta RECIFE -PE JAN/2007 Coordenação

Leia mais

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais.

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais. PLANEJAMENTO (IDENTIDADE) Professor(a) :Carina Robetti Canei IDENTIDADE Competências Objetivos -Oralidade; -Leitura; -Análise linguística. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome

Leia mais

COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL!

COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL! COMEÇA JÁ A LER LANÇAMENTO MUNDIAL! 01.11.16 A mãe está sempre a dizer que eu tenho muita sorte por ter a avó Nana a olhar mim, lá do céu. Acho que ela diz isso para me fazer sentir bem, mas eu tenho um

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS COLETÂNEA DE POESIAS: SER CRIANÇA, SONHAR, SER PROFESSOR, LEMBRANÇAS Maria Cecília Ribeiro Santana (FAFE) * É poder brincar livremente Escolher as brincadeiras E estar sempre contente. É ser feliz Da pontinha

Leia mais

As cançõezinhas da Tila. Matilde Rosa Araújo. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

As cançõezinhas da Tila. Matilde Rosa Araújo. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho As cançõezinhas da Tila Matilde Rosa Araújo Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho 31 Fichas de leitura Ficha 1 1. Lê os seguintes poemas: Dança da rosa e Dança do raminho de laranjeira.

Leia mais

1) TIC TAC 2) OS MAGOS

1) TIC TAC 2) OS MAGOS 1) TIC TAC FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI É NATAL, É NATAL, O

Leia mais

Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter

Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter VIDA CIGANA / GO BACK / NA RUA, NA CHUVA, NA FAZENDA Fl.01 Am7 Bm7 Am7 G Oh! Meu amor não fique triste Saudade existe pra quem sabe ter Am7 Bm7 C F D Minha vida cigana me afastou de você Por algum tempo

Leia mais

ERA UMA VEZ JOÃO. Um Roteiro de. Felipe Diógenes

ERA UMA VEZ JOÃO. Um Roteiro de. Felipe Diógenes ERA UMA VEZ JOÃO Um Roteiro de Felipe Diógenes copyright 2013 Adamastor Editor lipediogenesbh@hotmail.com Todos os direitos reservados 55 (31) 88766985 Personagens: Pipoqueiro João Werner Walquíria Martinha

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Litoral e Capital- Pedro Faria

Litoral e Capital- Pedro Faria Litoral e Capital- Pedro Faria giselle sato Litoral e Capital Todos os homens são filhos da puta. Somos filhos da puta mesmo. Alguns de nós mais do que o aceitável, outros menos do que deveríamos. Mas

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA

A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA A ENCARNAÇÃO DA GRAÇA Um mundo sem graça, marcado por: Guerras, Violências, Pressão econômica Competição. Igrejas sem graça, marcadas por: Padrões de conduta que te aprovam, Não saberem lidar com a culpa,

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume II 03 a 04 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume II 03 a 04 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume II 03 a 04 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME II (03 A 04 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL

Leia mais

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart ESSÊNCIAS DE POESIAS Cristina Goulart 1ª EDIÇÃO LONDRINA- PARANÁ 2013 1 TUDO SE MOVE EM TORNO DAS PALAVRAS. SUA VIDA, SEU MOMENTO E SUA CRIATIVIDADE. TUDO SE TRANSFORMA ATRAVÉS DE DEUS, SEU BEM MAIOR.

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias -

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias - Coletânea de poemas para reflexão - Download experimental de ideias - por Juliana S. Valis "As boas ideias não têm idade, apenas têm futuro." Robert Mallet "A experiência nunca falha, apenas as nossas

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida Amor, a sinfonia da vida O Módulo Criança e Adolescente - MCA, sistema desenvolvido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro com o objetivo de permitir um trabalho integrado entre os agentes do Sistema

Leia mais

Projeto de Leitura. A girafa que comia estrelas. Escrito por: José Eduardo Agualusa. Ilustrado por: Henrique Cayatte.

Projeto de Leitura. A girafa que comia estrelas. Escrito por: José Eduardo Agualusa. Ilustrado por: Henrique Cayatte. Projeto de Leitura A girafa que comia estrelas Escrito por: José Eduardo Agualusa Ilustrado por: Henrique Cayatte. Publicações Dom Quixote, Lisboa, Portugal. - 2005 ISBN 972-20-2942-8. Era uma vez Olímpia,

Leia mais

Treinamento Online Hoje ás 21h00 - Agendamento

Treinamento Online Hoje ás 21h00 - Agendamento Treinamento Online Hoje ás 21h00 - Agendamento Que tal fazer 10 ligações e 5 delas serem agendadas? Espero você pra aprender muito hoje na nossa sala ONLINE! #partilhandoamor Presença agenda do mês Reuniões

Leia mais

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Assim começa um conto de verdade. E o que segue embaixo é um conto que o mundo raramente viu igual. O conto começa na Dinamarca. Era uma

Leia mais

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos Comigo mais poesia Comigo mais poesia Nelson Martins Reflexões e Sentimentos Apresentação A poesia de Nelson Martins conduz o leitor à territorialidade da existência humana, como memória grifada de cada

Leia mais

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003 De Antoine De Saint Exupéry

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003  De Antoine De Saint Exupéry O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão RECONTO Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 www.plip.ipleiria.pt Este

Leia mais

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos ÍNDICE Sumário INTRODUÇÃO... 3 ISSO ACONTECE COM VOCÊ TAMBÉM?... 4 MAS PERAÍ, QUEM GANHA NA LOTERIA?... 5 QUE NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA... 6 O QUE FAZEM PARA GANHAR NA MEGA SENA?... 7 8 DICAS PRÁTICAS

Leia mais

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso Índice 01 Índice; 02 Autópsia do Medo; 03 Agradecimentos; 04 Senhor... 05 Sigmund Freud; 06 Para Tânia; 07 DEUS sobre todas as coisas; 08 Era ele e o diabo; 16 Madrugada de terror; 21 Na Praça da Sé; 25

Leia mais

Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma Fico feliz quando faço a paz!

Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma Fico feliz quando faço a paz! Nº 15 C 4º Domingo da Quaresma-6.3.2016 Fico feliz quando faço a paz! Senhor: Tinha o coração triste. Tinha-me zangado com o meu amigo. Tinha mesmo dado bofetadas e dito palavras más. Não me sentia bem

Leia mais

Um proprietário de um campo de videiras saiu pela manhã para contratar trabalhadores. Encontrou alguns e ajustou um denaro por dia e eles foram para

Um proprietário de um campo de videiras saiu pela manhã para contratar trabalhadores. Encontrou alguns e ajustou um denaro por dia e eles foram para Um proprietário de um campo de videiras saiu pela manhã para contratar trabalhadores. Encontrou alguns e ajustou um denaro por dia e eles foram para a vinha. Lá pela terceira hora, saiu novamente para

Leia mais

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS Ninguém acorda todos os dias sentindo-se entusiasmado. Entusiasmo é algo que todos nós temos que trabalhar para conquistar.

Leia mais

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas doloridas, mas permanece atento a tudo o que acontece: ele é

Leia mais

Cânticos de Acolhimento

Cânticos de Acolhimento 13 JUNTO AO MAR Junto ao mar, eu ouvi hoje, Senhor, Tua voz que me chamou e me pediu que me entregasse a meu irmão. Essa voz me transformou, a minha vida ela mudou e só penso agora, Senhor, em repetir-te:

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

MEU JARDIM DE TROVAS

MEU JARDIM DE TROVAS ANGÉLICA DA SILVA ARANTES MEU JARDIM DE TROVAS PRIMEIRA EDIÇÃO / 2011-1 - SINOPSE: Com intensidade tem se falado sobre o tema trova, acontece que nem todas as pessoas sabem o que é tecnicamente uma trova.

Leia mais

Parábolas do Reino: 1- O tesouro escondido 2- A pérola de valor 3- A figueira

Parábolas do Reino: 1- O tesouro escondido 2- A pérola de valor 3- A figueira Parábolas do Reino: 1- O tesouro escondido 2- A pérola de valor 3- A figueira Um homem encontrou este tesouro. Volta a escondê-lo. Fica tão feliz, vai, vende tudo e compra o campo. (Mt 13,44) O camponês

Leia mais