PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2015 Custeio + Investimentos Regionalizados (*)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2015 Custeio + Investimentos Regionalizados (*)"

Transcrição

1 No Estado do Rio de Janeiro (RJ) PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA Ciência, Tecnologia e Inovação Política Nuclear CQ Ampliação do Parque Industrial de Resende no Estado do Rio de Janeiro CS Implantação da Fábrica de Tubos de Ligas Especiais Extrudados em Resende no Estado do Rio de Janeiro 2106 Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Fazenda Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Fazenda Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Construção de Edifício para o Meio Circulante no Rio de Janeiro - RJ IE Obra de Recuperação do Edifício-Sede do Ministério da Fazenda do Rio de Janeiro - RJ Educação Educação Básica RJ Apoio à Capacitação e Formação Inicial e Continuada para a Educação Básica RI Funcionamento das Instituições Federais de Educação Básica Educação Profissional e Tecnológica Assistência ao Estudante da Educação Profissional e Tecnológica RG Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica Fomento ao Desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica RL Funcionamento de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica Educação Superior - Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa e Extensão Assistência ao Estudante de Ensino Superior Q Construção de Edifício na Universidade Federal do Rio de Janeiro GK Fomento às Ações de Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa e Extensão RK Funcionamento de Instituições Federais de Ensino Superior Funcionamento e Gestão de Instituições Hospitalares Federais (*) Despesas Discricionárias do Poder Executivo. Pág. 1 de 5

2 157E Implantação do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro Reestruturação e Expansão de Instituições Federais de Ensino Superior Operações Especiais: Gestão da Participação em Organismos e Entidades Nacionais e Internacionais 00IE Contribuição à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior - ANDIFES 00ID Contribuição ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica - CONIF 00OL Contribuições e Anuidades a Organismos e Entidades Nacionais e Internacionais sem Exigência de Programação Específica Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Educação Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Capacitação de Servidores Públicos Federais em Processo de Qualificação e Requalificação Des. Ind. Com. Exterior Desenvolvimento Produtivo W Construção do Parque Tecnológico do Inmetro XI Construção e Instalação de Infraestrutura Laboratorial no Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Inmetro F44 Implantação do Centro Brasileiro de Material Biológico Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade DI Reforma do Edifício "A Noite" NE Reforma, Adequação e Modernização de Prédio para Sede do Inmetro RJ Justiça Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Justiça Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Minas e Energia Petróleo e Gás BM Implantação do Centro de Rochas e Fluidos (*) Despesas Discricionárias do Poder Executivo. Pág. 2 de 5

3 2119 Programa de Gestão e Manutenção do Ministério de Minas e Energia Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e Saúde Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) Aperfeiçoamento, Avaliação e Desenvolvimento de Ações e Serviços Especializados em Cardiologia-INC 8758 Aperfeiçoamento, Avaliação e Desenvolvimento de Ações e Serviços Especializados em Oncologia - INCA 8759 Aperfeiçoamento, Avaliação e Desenvolvimento de Ações e Serviços Especializados em Traumatologia e Ortopedia - INTO 4705 Apoio Financeiro para Aquisição e Distribuição de Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica Atenção à Saúde da População para Procedimentos em Média e Alta Complexidade Atenção à Saúde nos Serviços Ambulatoriais e Hospitalares do Ministério da Saúde V Construção do Centro de Documentação e História da Saúde PJ Estruturação de Laboratórios de Pesquisas Biomédicas H Implantação do Complexo Integrado do Instituto Nacional de Câncer - INCa AL Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios para a Vigilância em Saúde 20AB Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios para Execução de Ações de Vigilância Sanitária 20AC Incentivo Financeiro às ações de vigilância, prevenção e controle das DST/AIDS e Hepatites Virais Piso de Atenção Básica Fixo AD Piso de Atenção Básica Variável - Saúde da Família AE Promoção da Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos na Atenção Básica em Saúde Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Samu Desenvolvimento Produtivo DT Construção da Nova Unidade Administrativa da Fiocruz DW Construção do Centro de Processamento Final de Imunobiológicos Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Saúde Administração da Unidade Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Transportes Transporte Ferroviário BR Adequação de Linha Férrea em Itaguaí - EF-040/RJ H1 Adequação de Ramal Ferroviário em Barra Mansa - EF-222/RJ (*) Despesas Discricionárias do Poder Executivo. Pág. 3 de 5

4 2075 Transporte Rodoviário E49 Adequação de Acesso Rodoviário ao Porto de Itaguaí - na BR-101/RJ XP Adequação de Trecho Rodoviário - Acesso Mangaratiba - Divisa RJ/SP - na BR- 101/RJ 3E50 Adequação de Trecho Rodoviário - Entroncamento BR-101 (Manilha) - Entroncamento BR-116 (Santa Guilhermina) - na BR-493/RJ Adequação de Trecho Rodoviário - Santa Cruz - Mangaratiba - na BR-101/RJ K17 Construção de Contorno Rodoviário - Entroncamento BR Entroncamento BR Entroncamento BR Porto de Sepetiba - na BR-493/RJ KB Construção de Contorno Rodoviário em Itaperuna - na BR-356/RJ Construção de Contorno Rodoviário em Volta Redonda - na BR-393/RJ VL Manutenção de Trechos Rodoviários na Região Sudeste Cultura Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Cultura Administração da Unidade V Aquisição de edifício sede da Agência Nacional do Cinema - ANCINE Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Meio Ambiente Ciência, Tecnologia e Inovação W Preservação e Difusão do Acervo Museológico do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Educação Superior - Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa e Extensão Funcionamento de Cursos de Pós-Graduação em Botânica e Meio Ambiente Licenciamento e Qualidade Ambiental Educação para Conservação da Biodiversidade Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Meio Ambiente Administração da Unidade Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Defesa Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Defesa Auxílio-Alimentação aos Servidores Civis, Empregados e Auxílio-Transporte aos Servidores Civis, Empregados e (*) Despesas Discricionárias do Poder Executivo. Pág. 4 de 5

5 00M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Des. Social e Combate à Fome Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) A60 Serviços de Proteção Social Básica A69 Serviços de Proteção Social Especial de Alta Complexidade A65 Serviços de Proteção Social Especial de Média Complexidade Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Concessão de Bolsa para famílias com crianças e adolescentes identificadas em Situação de Trabalho Secretaria de Portos Operações Especiais: Outros Encargos Especiais E98 Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Implantação de Área de Apoio Logístico Portuário no Porto de Itaguaí - RJ 0E97 Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Implantação de Área de Apoio Logístico Portuário no Porto do Rio de Janeiro - RJ 00MA Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Implantação do Programa de Conformidade do Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Efluentes Líquidos nos Portos Marítimos 00JA Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Implantação do Sistema de Apoio de Gestão de Tráfego de Navios 00JC Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Implantação do Sistema de Carga Inteligente e Cadeia Logística Inteligente 09JD Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Melhoria da Infraestrutura e da Operação Portuária 00HZ Participação da União no Capital - Companhia Docas do Rio de Janeiro - Reforço Estrutural do Cais da Gamboa no Porto do Rio de Janeiro (RJ) Transporte Marítimo G Adequação dos Molhes de Abrigo da Barra do Canal das Flechas - RJ DG Dragagem e Adequação da Navegabilidade no Canal das Flechas (RJ) L Dragagem e Adequação da Navegabilidade no Porto de Itaguaí (RJ) UD Dragagem e Adequação da Navegabilidade no Porto de Niterói (RJ) A Dragagem e Adequação da Navegabilidade no Porto do Rio de Janeiro (RJ) Encargos Fin. da União Operações Especiais: Gestão da Participação em Organismos e Entidades Nacionais e Internacionais 0979 Contribuição ao Centro Regional para Fomento do Livro na América Latina e Caribe - CERLALC (MINC) Transferências Superv. MF Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Fazenda M1 Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Total No Estado do Rio de Janeiro (RJ) (*) Despesas Discricionárias do Poder Executivo. Pág. 5 de 5

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 Secretaria de Orçamento Federal - SOF Assessoria de Consolidação - ASCON PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 No Estado do Rio de (RJ) Ministério da Ciência e Tecnologia 0 23.384 23.384 Implantação de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE ORÇAMENTO ORÇAMENTO O orçamento é uma ferramenta de planejamento (aprovado por lei) contendo a previsão de receitas e estimativa de despesas

Leia mais

Programática Programa/Ação/Localização/Produto/Natureza Funcional Esf Nat IU Fte Valor

Programática Programa/Ação/Localização/Produto/Natureza Funcional Esf Nat IU Fte Valor 0910 Operações Especiais: Gestão da Participação em Organismos e Entidades Nacionais e Internacionais 35.836 0910.00OL Contribuições e Anuidades a Organismos e Entidades Nacionais e Internacionais sem

Leia mais

ANEXO I. CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade

ANEXO I. CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade ANEXO I MATRIZ DE RISCOS R$,00 PROGRAMA/AÇÃO/ ATIVIDADE/OPERAÇÕES ESPECIAIS CLASSIFICAÇÃO Hierarquização das atividades. Materialidade Relevância Criticidade VALOR (RS) ESTIMADO % Resultado da Matriz =M*R*C

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 1 01000000 0000 Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031000 0000 Ação Legislativa 2.486.797,24 8.696.157,45 11.182.954,69 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 2.486.797,24

Leia mais

RELAÇÃO DOS PROGRAMAS/ÓRGÃOS/UNID. ORÇAMENTÁRIAS

RELAÇÃO DOS PROGRAMAS/ÓRGÃOS/UNID. ORÇAMENTÁRIAS PREFEITURA DA CIDADE DE NOVA IGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESPESA PPA 2014-2017 EXERCÍCIO 2014 RELAÇÃO DOS PROGRAMAS/ÓRGÃOS/UNID. ORÇAMENTÁRIAS 5001 - ADMINISTRAÇÃO GERAL 02 - S. M. DE

Leia mais

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE

RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO E GESTÃO PPA - Exercício - RECURSOS PREVISTOS PARA OS PROGRAMAS, INICIATIVAS E AÇÕES POR CATEGORIA DA DESPESA SEGUNDO ORGÃO E UNIDADE Órgão

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO PROJETO DE LEI DE REVISÃO DO PLANO PLURIANUAL PARA 2004-2007 (Projeto de Lei nº 41/2005-CN) PARECER DA COMISSÃO SUBSTITUTIVO

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 D U TO

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 D U TO ÓRGÃO: 33000 - Ministério da Previdência Social UNIDADE: 33101 - Ministério da Previdência Social 0750 Apoio Administrativo 10.000.000 09 122 0750 2000 Administração da Unidade 10.000.000 09 122 0750 2000

Leia mais

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015

DEMONSTRATIVO CONSOLIDADO DA DESPESA POR PROJETO, ATIVIDADE E OPERAÇÕES ESPECIAIS CONSOLIDAÇÃO GERAL Exercício: 2015 1 01000000 0000 Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031000 0000 Ação Legislativa 181.062.666,04 181.062.666,04 01031001 0000 Atuação Legislativa da Câmara Municipal 181.062.666,04 181.062.666,04

Leia mais

ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL

ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL ORÇAMENTO DA UNIÃO EXERCÍCIO INANCEIRO DE 6 ORÇAMENTO ICAL E DA EGURIDADE OCIAL VOLUME V DETALHAMENTO DO CRÉDITO ORÇAMENTÁRIO PODER EXECUTIVO MINITÉRIO DA EDUCAÇÃO 6437 - Instituto ederal de Órgão: 6 Ministério

Leia mais

ORGAO COMPANHIA ESTADUAL DE HABITACAO DO RJ UO Companhia Estadual de Habitacao do RJ CODIGO ESPECIFICACAO PROJETOS ATIVIDADES TOTAL

ORGAO COMPANHIA ESTADUAL DE HABITACAO DO RJ UO Companhia Estadual de Habitacao do RJ CODIGO ESPECIFICACAO PROJETOS ATIVIDADES TOTAL PROGRAMA DE TRABALHO ANEXO 06 DA LEI 4.320/64 10/03/2015 FOLHA: 1 ORGAO 19.710 COMPANHIA ESTADUAL DE HABITACAO DO RJ UO 19.710 Companhia Estadual de Habitacao do RJ 16 Habitacao 116.240.657,40 53.471.201,57

Leia mais

DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA - INTO S S TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE

DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA - INTO S S TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36901 - FUNDO NACIONAL DE SAUDE ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 E G R M I F FUNC PROGRAMATICA

Leia mais

META: SERVIDOR CAPACITADO CÂMPUS PATROCÍNIIO CÂMPUS UBERLÂNDIA CÂMPUS ITUIUTABA CÂMPUS UBERLÂNDIA CENTRO

META: SERVIDOR CAPACITADO CÂMPUS PATROCÍNIIO CÂMPUS UBERLÂNDIA CÂMPUS ITUIUTABA CÂMPUS UBERLÂNDIA CENTRO PROGRAMA: 2109 - GESTÃO E MANUTENÇÃO DO MEC AÇÃO: 4572 - CAPACITAÇÃO DE SERV. PÚB. FED. EM PROC. DE QUALIFICAÇÃO E REQUALIFICAÇÃO. DESCRIÇÃO PROMOVER A QUALIFICAÇÃO E A REQUALIFICAÇÃO DE PESSOAL COM VISTAS

Leia mais

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado Folha N. 1 01 LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031 AÇÃO LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 4.543.000,00 4.728.000,00 01.031.0001.0125 INATIVOS

Leia mais

. ANEXO II a) QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CARGOS EM COMISSÃO E DAS FUNÇÕES GRATIFICA- DAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

. ANEXO II a) QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CARGOS EM COMISSÃO E DAS FUNÇÕES GRATIFICA- DAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE . ANEXO II a) QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CARGOS EM COMISSÃO E DAS FUNÇÕES GRATIFICA- DAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE UNIDADE CARGO/ DENOMINAÇÃO NE/ FUNÇÃO CARGO/FUNÇÃO DAS N o FG 5 Assessor Especial 102.5 1 Assessor

Leia mais

Plano de Governo Municipal para o mandato /2016

Plano de Governo Municipal para o mandato /2016 Plano de Governo Municipal para o mandato - 2013/2016 Dolcinópolis SP. 1- ASSISTÊNCIA SOCIAL Auxilio com medicamentos e complementos a cesta básica ao idoso e enfermo; Criação de programas para o atendimento

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vinhedo

Prefeitura Municipal de Vinhedo 02 SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO 002 ADMINISTRAÇÃO GERAL DA SECRETARIA 04 ADMINISTRAÇÃO 140.00 3.940.50 4.080.50 04 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 140.00 3.840.50 3.980.50 04 122 1112 ADMINISTRAÇÃO GERAL DA

Leia mais

EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO GERAL - Unifesp

EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO GERAL - Unifesp EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO GERAL - Unifesp Páginas: Categoria Econômica Despesa: 4: DE CAPITAL - Ações Reuni (8282) e Manutenção (20RK) DOTACAO 150222 15010 15011 UNIFESP- HOSP.UNIVERSITARIO UNIFESP-CAMPUS

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA Fundação Nacional de Artes - FUNARTE 2 0166 - Música e Artes Cênicas RECURSOS RECEBIDOS Limite para Executado Saldo Execução 1.562 Concessão de Prêmios nas Áreas de Música e Artes Cênicas 100 332.500 0

Leia mais

PARANA PREFEITURA MUNICIPAL DE CERRO AZUL Programa de Trabalho por Órgão e Unidade Orçamentária - Anexo 06 - Administração Direta

PARANA PREFEITURA MUNICIPAL DE CERRO AZUL Programa de Trabalho por Órgão e Unidade Orçamentária - Anexo 06 - Administração Direta Página 1 Órgão: 02 - SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO Unidade Orçamentária: 01 - Chefia de Gabinete Operações Especiais 04 Administração 598.124,43 598.124,43 04.122 Administração Geral 598.124,43 598.124,43

Leia mais

DESPESA DO PROGRAMA DE TRABALHO

DESPESA DO PROGRAMA DE TRABALHO Órgão: 19000 - Secretaria de Estado da Administração Unidade: 19204 - Companhia de Processamento de Dados da Paraíba Esf Ft [F] Ciência e Tecnologia 22752000 6273700 14274500 2203800 [S] Administração

Leia mais

PORTARIA Nº 698/GM DE 30 DE MARÇO DE O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e

PORTARIA Nº 698/GM DE 30 DE MARÇO DE O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, e PORTARIA Nº 698/GM DE 30 DE MARÇO DE 2006. Define que o custeio das ações de saúde é de responsabilidade das três esferas de gestão do SUS, observado o disposto na Constituição Federal e na Lei Orgânica

Leia mais

Departamento Nacional do SENAI

Departamento Nacional do SENAI do SENAI Rede SENAI de Serviços Técnicos e Tecnológicos Sérgio Motta 16 de Agosto de 2011 O que é o SENAI - Criado em 1942 por iniciativa do empresariado do setor industrial; - Maior complexo de educação

Leia mais

MANUAL DE ORÇAMENTO PÚBLICO _ MOP

MANUAL DE ORÇAMENTO PÚBLICO _ MOP Superintendência de Orçamento Público MANUAL DE ORÇAMENTO PÚBLICO _ MOP ANEXO IX _ MATRIZ PROGRAMÁTICA DO PPA 2008-2011 Versão 2011 1 ANEXO IX MATRIZ PROGRAMÁTICA DO PPA 2008-2011 DIRETRIZ ESTRATÉGICA

Leia mais

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde

O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde O papel do controle interno na fiscalização do gasto público em Saúde Bases Legais do Controle Interno Controle interno na Administração Pública Brasileira previsto nos artigos 75/80 da Lei 4.320/64. O

Leia mais

ORÇAMENTO UFMA ,00 Quadro 1. R$ ,00 Portaria Nº 28/MPDG, estabelece limite

ORÇAMENTO UFMA ,00 Quadro 1. R$ ,00 Portaria Nº 28/MPDG, estabelece limite ORÇAMENTO UFMA 2017 O orçamento da Universidade Federal do Maranhão é definido anualmente pelo Ministério da Educação e pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão - MPDG. Seu referendo é

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLÂNDIA ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ROLÂNDIA ESTADO DO PARANÁ FUNÇÃO: JUDICIÁRIA Defesa do interesse público APOIO ADMINISTRATIVO Manutenção da Procuradoria Jurídica no processo judiciário ENCARGOS ESPECIAIS Encargos com precatórios e requisitórios FUNÇÃO: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

RREO-Anexo 01 Tabela Balanço Orçamentário Padrao

RREO-Anexo 01 Tabela Balanço Orçamentário Padrao RREO-Anexo 01 Tabela 1.0 - Balanço Orçamentário Padrao Estágios da Receita Orçamentária Receitas Orçamentárias RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) % (b/a) Até o

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMONTE GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAMONTE GABINETE DO PREFEITO LEI Nº 2.093/2013 Altera a Estrutura Organizacional Administrativa da Prefeitura Municipal de Itamonte/MG e dá outras providências. A Câmara Municipal de Itamonte, Estado de Minas Gerais, no uso de suas

Leia mais

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00

Indicadores Físico / Financeiro Produto Unidade de Medida Meta Física Meta Financeira P GERAL UNIDADE 1, ,00 Programa: 0001 - PROCESSO LEGISLATIVO 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 01 - CAMARA MUNICIPAL DE NOBRES 001

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL EDIÇÃO EXTRA ISSN 1677-7042 Ano CXLVII N o - 248-A Brasília - DF, terça-feira, 28 de dezembro de 2010. Sumário PÁGINA Atos do Poder Executivo... 1 Presidência da República... 68. Atos do Poder Executivo

Leia mais

Anexo 06 Programa de Trabalho por Unidade Orçamentária

Anexo 06 Programa de Trabalho por Unidade Orçamentária 01101 - ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAZONAS 01 01 031 01 031 3282 01 126 01 126 3282 01 128 01 128 3282 01 272 01 272 0002 01 331 01 331 3282 01 722 01 722 3282 Legislativa 35.736.904,09 196.973.734,86

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santana do Livramento-RS LDO-2015-Alteração Legal 1 Metas das Ações Prog. Gov.

Prefeitura Municipal de Santana do Livramento-RS LDO-2015-Alteração Legal 1 Metas das Ações Prog. Gov. Página: 1 de 7 Filtros: Campos: Conteúdos Classificação Institucional 601 Classificação Institucional 701 Classificação Institucional 801 Classificação Institucional 804 Classificação Institucional 901

Leia mais

Gargalos dos portos do Rio de Janeiro. Sistema FIRJAN

Gargalos dos portos do Rio de Janeiro. Sistema FIRJAN Gargalos dos portos do Rio de Janeiro Sistema FIRJAN 14 de fevereiro de 2014 Principais portos do Rio de Janeiro (incluindo novas unidades em estágio avançado) Açu (São João da Barra) Angra dos Reis Itaguaí

Leia mais

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas Coordenação Geral de Regulação e Avaliação REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS Setembro/2010

Leia mais

ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 UNIDADE : 36201 - FUNDACAO OSWALDO CRUZ ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) 1201 CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO EM SAUDE 17602000 P R O J E TO S 489000 10 571 1201 11PJ ESTRUTURACAO

Leia mais

Orçamento Quadro de Detalhamento de Despesas

Orçamento Quadro de Detalhamento de Despesas UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO - PROPLAN DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO ORÇAMENTO 2012 - QUADRO DE DETALHAMENTO DA DESPESA RECURSOS DO TESOURO Material

Leia mais

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS

DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS DEPARTAMENT0 DE ECONOMIA DA SAÚDE, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DESID/SE/MS COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA EM SAÚDE - CQIS/DESID MARCELO SETTE GUTIERREZ Coordenador Economia

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2016

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2016 Programa 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal 00M1 - Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Tipo: Operações Especiais Número de Ações 11 Despesas orçamentárias com

Leia mais

PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) ARIOSTO ANTUNES CULAU

PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) ARIOSTO ANTUNES CULAU PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) O SECRETÁRIO DE ORÇAMENTO FEDERAL, tendo em vista a autorização constante do art. 62, inciso III, da Lei

Leia mais

2.000.000 DE MATERIAIS DA CAMARA DOS DEPUTADOS, NO SETOR DE INDUSTRIA E ABASTECIMENTO - SIA F 3 2 80 0 100 1.500 TOTAL - FISCAL 2.001.

2.000.000 DE MATERIAIS DA CAMARA DOS DEPUTADOS, NO SETOR DE INDUSTRIA E ABASTECIMENTO - SIA F 3 2 80 0 100 1.500 TOTAL - FISCAL 2.001. ORGAO : 01000 - CAMARA DOS DEPUTADOS UNIDADE : 01101 - CAMARA DOS DEPUTADOS ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0553 ATUACAO LEGISLATIVA DA CAMARA DOS DEPUTADOS 2.000.000

Leia mais

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº /

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº / PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Balanço Orçamentário LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I Receitas Previsão p/ o Exercício Receitas Realizadas até RECEITAS CORRENTES 36.336,00 31.631,99

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012

LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 LEI COMPLEMENTAR Nº 141/2012 Regulamenta o 3 o do art. 198 da Constituição Federal para dispor sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente pela União, estados, Distrito Federal e municípios em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000

PREFEITURA MUNICIPAL DE PASTOS BONS AVENIDA DOMINGOS SERTAO 1000 PROJETO DE LEI DO PLANO PLURIANUAL Projeto de Lei: Dispoe sobre o Plano Plurianual para o periodo 2015/2018 A CAMARA MUNICIPAL decreta: Art. 1o. Esta lei institui o Plano Plurianual para o quadrienio 2015/2018

Leia mais

Participação nos campos de Engenharia Civil Eletromecânica, Saneamento e Urbanização. Portfólio da Empresa

Participação nos campos de Engenharia Civil Eletromecânica, Saneamento e Urbanização. Portfólio da Empresa Participação nos campos de Engenharia Civil Eletromecânica, Saneamento e Urbanização Portfólio da Empresa Índice Informações Gerais Áreas de Atuação Estrutura Organizacional Clientes Obras Executadas Informações

Leia mais

Antigamente... problema crônico de financiamento Elaboração da Emenda Constitucional nº 29 (EC 29) - alterou a Constituição Federal em 13 de setembro

Antigamente... problema crônico de financiamento Elaboração da Emenda Constitucional nº 29 (EC 29) - alterou a Constituição Federal em 13 de setembro FINANCIAMENTO Modelo descentralizado de gestão do SUS: a União é a responsável por distribuir a maior parte dos recursos financeiros para Estados, Municípios e Distrito Federal; Transferência fundo a fundo:

Leia mais

PDPs e a introdução de novas vacinas

PDPs e a introdução de novas vacinas PDPs e a introdução de novas vacinas Artur Roberto Couto, Diretor de Bio-Manguinhos/Fiocruz Fiocruz: 113 anos produzindo saúde para o país 1900 Nasce o Instituto Soroterápico Federal para a produção de

Leia mais

1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP

1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP 1º Simpósio de Inovação Tecnológica - UNESP Fernando de Nielander Ribeiro Diretor Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP São Paulo, 25 de setembro de 2007. Estrutura do MCT Conselho Nacional de C&T

Leia mais

DOM Nº 4196, DE 25/08/2017

DOM Nº 4196, DE 25/08/2017 DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE DECRETO Nº 3.806, DE 25 DE AGOSTO DE 2017. DESCONTINGENCIA dotações orçamentárias programadas com recursos do Tesouro Municipal e dá outras providências. O PREFEITO DE, no

Leia mais

AÇÕES DO PPA Em R$ 1,00. Ação (Cod) CONSTRUÇÃO DE FÓRUM TRABALHISTA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ 1A55

AÇÕES DO PPA Em R$ 1,00. Ação (Cod) CONSTRUÇÃO DE FÓRUM TRABALHISTA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ 1A55 Valor 2008 Valor 2009 Valor 2010 Valor 2011 NORDESTE 52000 DA DEFESA 0631 da Infra-Estrutura Aeroportuária 7K01 103E APOIO À IMPLANTAÇÃO DA LINHA 3 DO SISTEMA DE TRENS URBANOS DO RIO DE JANEIRO - TRECHO

Leia mais

SERVIÇOS SOLUÇÕES EM MEDIÇÃO, VAZÃO E NÍVEL

SERVIÇOS SOLUÇÕES EM MEDIÇÃO, VAZÃO E NÍVEL SERVIÇOS SOLUÇÕES EM MEDIÇÃO, VAZÃO E NÍVEL Serviços Assistência técnica autorizada e garantia dos produtos de nossa linha. Comissionamento, instalação e partida de instrumentos e/ou sistemas de medição

Leia mais

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico El papel de los ONCYTs en el diseño de instrumentos que orienten la investigación científica, el desarrollo tecnologico y la innovación productiva para enfrentar los problemas acuciantes de la región Wrana

Leia mais

Tabela I ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA

Tabela I ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA Tabela I ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA Possíveis Saídas Profissionais: As engenheiras e os engenheiros electrotécnicos podem exercer a sua actividade profissional em: a) projecto de instalações eléctricas,

Leia mais

CASE DE TELEMEDICINA NO SETOR PÚBLICO: A REDE DE NÚCLEOS DE TELESAÚDE DE PERNAMBUCO

CASE DE TELEMEDICINA NO SETOR PÚBLICO: A REDE DE NÚCLEOS DE TELESAÚDE DE PERNAMBUCO CASE DE TELEMEDICINA NO SETOR PÚBLICO: A REDE DE NÚCLEOS DE TELESAÚDE DE PERNAMBUCO Coordenadora do Grupo TIS e do Núcleo de Telesaúde da UFPE www.nutes.ufpe.br contato@nutes.ufpe.br +55 [81] 2126.3903

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 29.031.312,06 19.432.382,85 18.277.805,85-30.185.889,06 11 - ATIVO CIRCULANTE 17.463.277,42 17.841.176,56

Leia mais

FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde FINANCIAMENTO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Blenda Pereira Assessora Tecnica Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde CONSTITUIÇÃO FEDERAL CAPÍTULO DA SEGURIDADE SOCIAL Art. 194. A seguridade social

Leia mais

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013.

Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar Considerações. Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Municipais de Saúde e a Lei Complementar 141 - Considerações Curitiba, 03 de abril de 2013. Fundos Especiais Base legal: Arts. 71 a 74 Lei 4.320/64 Art. 71: Constitui fundo especial o produto de

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA CONTROLE METROLÓGICO NA MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA Engº RENATO FERREIRA LAZARI Inmetro Roteiro Visão institucional; Metrologia Legal; Controle Metrológico; Mercado / Cenário; Conclusões.

Leia mais

MUNICÍPIO DE MARINGÁ PLANO PLURIANUAL ANEXO VII CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO

MUNICÍPIO DE MARINGÁ PLANO PLURIANUAL ANEXO VII CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO FUNÇÃO: 01 - Legislativa 031 - Ação Legislativa Processo Legislativo - Manutenção e desenvolvimento das atividades da Câmara Municipal de Maringá - Ampliação e/ou reforma do prédio da Câmara Municipal

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 223.231.871,00 175.752.903,15 79,0% 48,0% DIRETAS 124.922.481,00 97.722.227,55 78,0% 26,9%

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa.

TEMA ESTRATÉGICO 3: Garantir apoio técnico necessário ao funcionamento pleno das atividades, tanto de graduação quanto de pesquisa. CTC - CENTRO DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS MISSÃO DA UNIDADE: O Centro de Tecnologia e Ciências tem seu objetivo maior consubstanciado nos objetivos gerais de Ensino, Pesquisa e Extensão. No que tange ao objetivo

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 297.710.288,00 232.588.782,17 78,0% 53,8% DIRETAS 167.768.456,00 130.056.354,04 78,0% 30,3%

Leia mais

UNIRIO / PROPLAN DIRETORIA DE AVALIAÇÃO E INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS - DAINF ORGANOGRAMA DAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS. Atualizado em

UNIRIO / PROPLAN DIRETORIA DE AVALIAÇÃO E INFORMAÇÕES INSTITUCIONAIS - DAINF ORGANOGRAMA DAS UNIDADES ORGANIZACIONAIS. Atualizado em Atualizado em 15.03.2016 Boletim Interno nº 05/2016 1 1. GERAL REITORIA Vice-Reitoria Pró-Reitoria de Graduação Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Pró-Reitoria

Leia mais

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016 PÁGINA 6 Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segundafeira, 28 de março de 2016 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA PORTARIA Nº 50, DE 23 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO, no uso

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS Prefeitura Municipal de Porto Alegre ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS DAS EMPRESAS 2016 Art. 165, 5º, inc.ii da CF e Art. 118, inc. I da LOM Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento Prefeitura

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 33.116.209,56 12.143.097,36 11.212.070,16-34.047.236,76 11 - ATIVO CIRCULANTE 21.518.018,92 11.760.886,15

Leia mais

Clique para editar o estilo do subtítulo mestre ABRIL /04/11

Clique para editar o estilo do subtítulo mestre ABRIL /04/11 Clique para editar o estilo do subtítulo mestre ABRIL 2011 EMAP EMPRESA MARANHENSE DE ADMINISTRAÇÃO PORTUÁRIA Empresa pública, criada pela Lei 7.225, de 31 de agosto 1998, com personalidade jurídica de

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 13.924.391,04 12.410.778,06 11.048.573,43-15.286.595,67 11 - ATIVO CIRCULANTE 10.134.525,70 11.829.474,94

Leia mais

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE CARTILHA DE ORÇAMENTO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2017 1 Cartilha sobre Orçamento 1 - Entendendo o orçamento público A lei do orçamento conterá a discriminação da receita e despesa de forma a evidenciar a

Leia mais

Betha Sistemas ESTADO DE SANTA CATARINA Exercício de 2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE CACADOR

Betha Sistemas ESTADO DE SANTA CATARINA Exercício de 2012 PREFEITURA MUNICIPAL DE CACADOR Página 1 01 Legislativa 3.384.984,24 3.548.093,50 01.031 Ação Legislativa 3.384.984,24 3.548.093,50 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 3.384.984,24 3.548.093,50 01.031.0001.1.191 MODERNIZAÇÃO DA ESTRUTURA

Leia mais

Financiamento da Saúde. Fortaleza, 15 de maio de 2015.

Financiamento da Saúde. Fortaleza, 15 de maio de 2015. Financiamento da Saúde Fortaleza, 15 de maio de 2015. BASE LEGAL Constituição Federal Lei 8080 / 8142 Lei Complementar n. 141 (Regulamentação EC 29) EC 86 Linha do tempo do financiamento do SUS EC Nº 29

Leia mais

UFRRJ Pró-reitoria de Assuntos Financeiros ORÇAMENTO /03/2015

UFRRJ Pró-reitoria de Assuntos Financeiros ORÇAMENTO /03/2015 UFRRJ Pró-reitoria de Assuntos Financeiros ORÇAMENTO 2015 01/03/2015 Grupos de Natureza de Despesa Orçamento da UFRRJ - 2009 a 2015 Ano R$ Percentuais do Orçamento Inicial Orçamento Inicial Pessoal e Encargos

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA - 2014 Índice Santa Catarina 1 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 2 Infraestrutura de Transportes Modal

Leia mais

ABDE-BNDES-BID. Seminário e oficina Técnica ABDE-BNDES-BID: Políticas Ambientais como fonte de negócio para IFDs.

ABDE-BNDES-BID. Seminário e oficina Técnica ABDE-BNDES-BID: Políticas Ambientais como fonte de negócio para IFDs. ABDE-BNDES-BID Seminário e oficina Técnica ABDE-BNDES-BID: Políticas Ambientais como fonte de negócio para IFDs. Sessão V: Ampliando a atuação de IFDs no financiamento climático. Painel: O potencial na

Leia mais

TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE 13.779.252 TOTAL - GERAL 13.779.252

TOTAL - FISCAL 0 TOTAL - SEGURIDADE 13.779.252 TOTAL - GERAL 13.779.252 UNIDADE : 33101 - MINISTERIO DA PREVIDENCIA SOCIAL 0087 GESTAO DA POLITICA DE PREVIDENCIA SOCIAL 903.304 09 122 0087 2272 GESTAO E ADMINISTRACAO DO PROGRAMA 903.304 09 122 0087 2272 0001 GESTAO E ADMINISTRACAO

Leia mais

Programação Orçamentária. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Programação Orçamentária. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Programação Orçamentária Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 2015 Reequilíbrio Fiscal e Programação Orçamentária de 2015 O governo está elevando gradualmente seu resultado primário para garantir

Leia mais

O SUS EM SÃO PAULO E OS MUNICÍPIOS

O SUS EM SÃO PAULO E OS MUNICÍPIOS O SUS EM SÃO PAULO E OS MUNICÍPIOS Audiência Pública ALESP 20/10/2015 1) FINANCIAMENTO 2) AS ATRIBUIÇÕES DOS MUNICIPIOS 3) RELAÇÕES INTERFEDERATIVAS Audiência Pública ALESP 20/10/2015 Regra de Aplicação

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Secretário Gabinete COPAM e CERH Assessoria Jurídica Auditoria Setorial Assessoria de Comunicação Social Assessoria de

Leia mais

VERTENTES VERTENTES. Desenvolvimento territorial. Desenvolvimento Econômico. Desenvolvimento Social

VERTENTES VERTENTES. Desenvolvimento territorial. Desenvolvimento Econômico. Desenvolvimento Social VERTENTES Desenvolvimento territorial VERTENTES Desenvolvimento Econômico Desenvolvimento Social VERTENTES Habitação Gestão DESENVOL- VIMENTO TERRITORI AL Transporte Saneamento VERTENTES Educação Trabalho,

Leia mais

Plano Plurianual - Sec. Mun. de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal )

Plano Plurianual - Sec. Mun. de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal ) PROGRAMA: ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO: Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público. 44.467.000,00 Manutenção das Atividades Administrativas

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2017 RECEITAS

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2017 RECEITAS 38.000 - MINISTÉRIO DO TRABALHO - ENTIDADES 38.806 - SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL RECEITAS RUBRICA/ESPECIFICAÇÃO 1000.00.00 RECEITAS CORRENTES 4.008.50 1200.00.00 RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 3.150.00

Leia mais

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA

Dotações DESPESA EMPENHADA DESPESA LIQUIDADA 01.00.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 687.427,03 107.759,34 107.759,34 579.667,69 104.377,34 104.377,34 01.01.00.000.0000.0000.0.0.00.00.00.00.00 CAMARA MUNICIPAL DE

Leia mais

F S

F S UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 1377 EDUCACAO PARA A DIVERSIDADE E CIDADANIA 1.108.000 OPERACOES ESPECIAIS 12 362 1377 09CU APOIO A VALORIZACAO DA DIVERSIDADE NO ACESSO E NA PERMANENCIA NA UNIVERSIDADE

Leia mais

Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa

Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa Workshop: Melhores Práticas em Pesquisa Clinica Grupo Hospitalar Conceição: gestão da pesquisa Grupo Hospitalar Conceição Escola GHC/Gerência de Ensino e Pesquisa Coordenação da Pesquisa GRUPO HOSPITALAR

Leia mais

MUNICÍPIO DE GUAÍRA - SP

MUNICÍPIO DE GUAÍRA - SP Programa Descrição 1 Processo Legislativo Página 1 de 61 PROGRAMAS, METAS E AÇÕES (LDO INICIAL 217) Lei: PROJETO, Data: 26//216 217 Metas Indicadores Unidade de Medida Indice Recente Indice Futuro Sessoes

Leia mais

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Nossa história Cenário Cenário Nossa história Setores Previsão segundo o Plano de Trabalho Quando

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS 4º - Exercício: 2015 EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DA RECEITA Código da Receita Discriminação das Contas da Receita 1100.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 60.213,03 261.361,22 1110.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 48.119,00

Leia mais

A Gestão Ambiental no Setor Ferroviário Brasileiro: Sustentabilidade, Licenciamento Ambiental Federal

A Gestão Ambiental no Setor Ferroviário Brasileiro: Sustentabilidade, Licenciamento Ambiental Federal Ministério do Meio Ambiente Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis Diretoria de Licenciamento Ambiental - DILIC A Gestão Ambiental no Setor Ferroviário Brasileiro: Sustentabilidade,

Leia mais

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS

Pacto de Gestão do SUS. Pacto pela Vida. Pacto em Defesa do SUS Pacto de Gestão do SUS Pacto pela Vida Pacto em Defesa do SUS PACTO PELA SAÚDE Conjunto de reformas institucionais do SUS. Pacto entre União, Estados e Municípios. Objetivo - promover inovações nos processos

Leia mais

PLANO DE AVISOS 2016 (*)

PLANO DE AVISOS 2016 (*) PO PO PO PO Calendário de de Dados do Identificação do Referência do Empreendedorismo Qualificado 3 3.1, 8.5 janeiro 16 abril 16 SI - 02/SI/2016 Inovação Empresarial Inovação Produtiva Científico e Tecnológico

Leia mais

Programação Orçamentária 2012

Programação Orçamentária 2012 Programação Orçamentária 2012 Ministério da Fazenda Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Fevereiro de 2012 1 2 3 Bens 4 Serviços 5 6 Desenvolvimento Sustentável Ampliação dos investimentos Fortalecimento

Leia mais

Demonstrativo por Natureza da Despesa Detalhada. Data: 03/01/2014. Despesas Liquidadas

Demonstrativo por Natureza da Despesa Detalhada. Data: 03/01/2014. Despesas Liquidadas 31900101 31900101 PROVENTOS - PESSOAL CIVIL 33.313.932,25 31900106 31900106 13 SALARIO - PESSOAL CIVIL 8.910.293,47 31900109 31900109 ADICIONAL POR TEMPO DE SERVICO PESSOAL CIVIL 4.863.910,09 31900116

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE BANANAL Exercício de 2015 DE IMPOSTOS E TRANSFERÊNCIAS DE IMPOSTOS IMPOSTOS MUNICIPAIS 1.1.1.2..01.00 - Imposto Predial 144.249,75 534.645,90 1.1.1.2...00 - Imposto Territorial 26.271,84 101.2,77 1.1.1.2.04.31.00 - Imposto de Renda

Leia mais

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015

Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 Superintendência do Espaço Físico Diretrizes Orçamentárias para 2015 1. Recursos SEF 1.1. Custeio - Dotação Básica - Manutenção e Reposição de Equipamentos de Informática - Treinamento de Recursos Humanos

Leia mais

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014

BNDES e o Apoio ao Setor de P&G. André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES e o Apoio ao Setor de P&G André Pompeo do Amaral Mendes Gerente AIB/DEGAP Novembro / 2014 BNDES BNDES Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade integral da União Instrumento chave

Leia mais

OFERTA DE SERVIÇOS DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA PARA A CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL

OFERTA DE SERVIÇOS DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA PARA A CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL Lançamento do PROMINP na Bahia Auditório FIEB OFERTA DE SERVIÇOS DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA PARA A CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL SENAI - IEL OFERTA DE SERVIÇOS DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA PARA A CADEIA

Leia mais

Encontro Regional da Economia da Saúde do Nordeste João Pessoa, março de 2014

Encontro Regional da Economia da Saúde do Nordeste João Pessoa, março de 2014 Coordenação-Geral de Economia da Saúde Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento - DESID Secretaria Executiva/Ministério da Saúde Encontro Regional da Economia da Saúde do Nordeste

Leia mais