ESTUDO DE 3 CASOS DO MÉTODO PILATES NA HÉRNIA DISCAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DE 3 CASOS DO MÉTODO PILATES NA HÉRNIA DISCAL"

Transcrição

1 ESTUDO DE 3 CASOS DO MÉTODO PILATES NA HÉRNIA DISCAL Fabiana Cardoso de Quadros 1 ; Karine Jones dos Santos 2 ; Msc. Ralph Fernando Rosas 3 Introdução: A hérnia de disco consiste na propulsão de parte do núcleo pulposo através do anel fibroso, envolvendo tipicamente um disco que demonstre sinais de degeneração prévia. O Método Pilates no tratamento da hérnia discal busca o equilíbrio funcional da musculatura envolvida na coluna trabalhando força, alongamento, flexibilidade e equilíbrio, alongando os tônicos e contraindo os dinâmicos para garantir a melhora das compensações preocupando-se em manter as curvaturas fisiológicas do corpo. A dor lombar tem uma grande incidência dos 40 anos de idade em diante. Objetivo: Analisar a eficácia do Método Pilates na flexibilidade em pacientes com hérnia de disco lombar. Materiais e métodos: A população foi composta de todas as pacientes mulheres com idade entre 40 e 50 anos diagnosticadas com hérnia discal lombar que constavam na lista de espera da Clínica de Fisioterapia da Unisul de Tubarão. Foram avaliados 10 pacientes, contudo, 7 foram excluídas do estudo pois faltaram mais de 1 consulta. A amostra então foi composta por 3 indivíduos. Foi medida a flexibilidade através do Banco de Wells (BDW). Foram feitas dez consultas de tratamento, com uma avaliação e uma reavaliação em separados. Foi realizado o teste de Wilcoxon (α=0,05) para a análise dos valores iniciais e finais do BDW. Resultados: todas as pacientes obtiveram melhora bruta na flexibilidade apesar de 1 delas obter ganho mínimo. Ao teste mencionado, não houve diferença estatística no BDW (p=0,11), portanto, o método Pilates não melhorou a flexibilidade da amostra estudada. Palavras-chave: Hérnia de disco. Terapia por exercício. Fisioterapia. 1 Acadêmica do Curso de Fisioterapia da Unisul. Bolsista do artigo 170-pesquisa. E- mail: 2 Acadêmica do Curso de Fisioterapia da Unisul. Auxiliar de Iniciação Científica para coleta de dados do estudo 170-pesquisa. 3 Professor do Curso de Fisioterapia da Unisul.

2 Introdução A hérnia discal lombar é o diagnóstico mais comum dentre as alterações degenerativas da coluna lombar e a principal causa de cirurgia de coluna na população adulta (VIALLE et al., 2010). A hérnia discal ocorre principalmente entre a quarta e quinta década de vida (idade média de 37 anos), apesar de ser descrita em todas as faixas etárias (MAYER; MELLEROWICZ; DIHLMANN, 1996; OBUKHOV, 1996). Estima-se que 2 a 3% da população possam ser afetados, com prevalência de 4,8% em homens e 2,5% em mulheres, acima de 35 anos. Por ser tão comum, chega a ser considerada um problema de saúde mundial, em decorrência de incapacidade que gera (SEGURA; ENRIQUE; ROBERTO, 2012). As patologias que afetam a coluna são cada vez mais comuns no dia a dia. Elas estão ligadas ao estilo de vida e em particular com o uso comum de automóveis, ônibus, guindastes e esforços que envolvem levantamento de cargas (IZAMBERT et al., 2003). Os princípios do método Pilates (PMP) têm sido extensivamente usados como tratamento da dor lombar. Os exercícios podem ser realizados com um aparato específico ou sem (Mat Pilates). Oito princípios básicos são considerados essenciais: respiração diafragmática, controle, concentração, centralização, precisão, fluidez, força e relaxação (MAURÍCIO et al., 2013). Os estudos têm comparado os efeitos do Pilates com grupos controles de indivíduos saudáveis. Os resultados têm um aumento significante na flexibilidade, composição corporal e resistência abdominal e dos músculos extensores do tronco (GISELA et al., 2011). Dessa forma, pelo que foi dito acima, surge um problema: PMP melhoram significativamente a flexibilidade em pacientes com hérnia lombar? Houve a necessidade em realizar este estudo devido a muitos relatos de pessoas que possuem diagnóstico clínico de hérnia de disco lombar (HDL). São realizados diversos tipos de tratamentos fisioterapêuticos com intuito de aliviar a dor e consequentemente estagnar a hérnia de disco. Viu-se que esse método tem bastante influência na coluna vertebral com isso ajudando no alívio de dores.

3 Sabendo que a Academia Americana de Ortopedia define a postura como o estado de equilíbrio entre músculos e ossos com capacidade para proteger as demais estruturas do corpo humano de traumatismos, seja na posição em pé, sentada ou deitada, esse estudo visa mostrar o método Pilates e os benefícios que ele pode proporcionar às pessoas que possuem o diagnóstico clínico de HDL como um método de tratamento fisioterapêutico. A cada dia que passa o método Pilates está cada vez mais sendo usado e este estudo pode ser mais uma fonte de informação para acadêmicos, profissionais e cidadãos. Assim sendo, o objetivo geral deste trabalho foi analisar a efetividade de PMP na flexibilidade de pacientes com HDL.

4 Metodologia Este estudo foi do tipo estudo de casos. Foi realizado na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade do Sul de Santa Catarina (CEFU). A pesquisa foi enviada para apreciação do Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da Plataforma Brasil (RES. 466/2012) e aprovada. Todos os participantes foram informados sobre os procedimentos da pesquisa e assinarão um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A população foi composta de todas as mulheres com diagnóstico de hérnia de disco lombar presentes na lista de espera da Clínica Escola de Fisioterapia da Unisul (CEFU) entre 40 e 50 anos. A amostra foi composta por 3 pacientes com o diagnóstico citado que preencheram os seguintes critérios: Inclusão: diagnóstico médico de hérnia de disco há pelo menos seis meses na região lombar; idade de 40 a 50 anos. Exclusão: faltar mais de 1 consulta, cirurgias prévias de coluna e dos membros inferiores nos últimos 4 anos, índice de massa corporal que não seja grau III (obeso), não praticar atividade física; apresentar condições que limitem ou incapacitem a realização das atividades propostas, hérnia de disco em outras regiões da coluna, e ser portador de doenças neurológicas e/ou neoplásicas. Foram avaliadas 10 mulheres, mas 7 delas foram cortadas do estudo pois tiveram mais de uma falta. Foi feito um consulta inicial de avaliação, 10 consultas de um programa de treinamento e 1 consulta final de reavaliação. Foram utilizados os seguintes instrumentos para a coleta de dados: uma ficha de avaliação (com os dados administrativos do indivíduo) e o banco de Wells (BDW) (descrito abaixo). Será feito também realizado a avaliação de flexibilidade utilizando o BDW, para realizar o teste de flexibilidade, disponível na CEFU. Caracterizado por uma caixa de madeira especialmente construída apresentando dimensões de 30,5 x 30,5 centímetros, tendo a parte superior plana com 56,5 centímetros de comprimento, na qual é fixada de medida sendo que o valor 23 coincide com a linha onde o avaliado deverá acomodar seus pés. O avaliado deverá flexionar o tronco sobre o quadril, empurrando o taco de

5 madeira sobre a caixa que possui uma fita métrica milimetrada. Serão realizadas três vezes este procedimento, e considerar-se-á a maior distância atingida. A coleta será realizada nos períodos de setembro de 2013 a junho de 2014,. O programa de PMP será realizado da seguinte forma: com uma frequência semanal de duas vezes por semana com duração de 45 minutos, realizado sempre no horário de 18:00h (para minimizar possíveis alterações circadianas). Realizar-se-á alongamentos de ísquiostibiais, roll-up, roll-over, bridge, one straight leg stretch ou tesoura, jacknife, spine stretch, swan, spine twist, side kick, rocking, push-up, cat, rest position e double straight leg stretch conforme descrito Ungaro (2009). Para analisar os testes de flexibilidade antes e depois da aplicação dos PMP foi usado o teste de Wilcoxon (α = 0,05). Os dados foram compilados no Microsoft Excel e o software usado para o teste estatístico foi o PAST. O resultado final será divulgado aos indivíduos que participaram e apresentados na Jornada de Iniciação Científica da Unisul.

6 Resultados Foram realizadas 10 consultas de PMP nas 3 pacientes mencionadas, 3 vezes por semana, das 18 às 19h, na sala de mecanoterapia da CEFU. As pacientes tinham média de idade 46,5 anos (±2,5 anos), sendo o valor mínimo 43,63 anos e o valor máximo 48,24 anos. Na Tabela 1, encontra-se os valores das 3 pacientes e sua estatística descritiva. Tabela 1 Idade. Valor Paciente 1 47,63 Paciente 2 43,63 Paciente 3 48,24 Média 46,50 Moda ND Mediana 47,63 Desvio-padrão 2,50 Mínimo 43,63 Máximo 48,24 Fonte: dados coletados pelo pesquisador (2014). das pacientes. Na Tabela 2 abaixo, encontra-se a estatística descritiva sobre os valores do BDW

7 Tabela 2 BDW. AVALIAÇÃO REAVALIAÇÃO Paciente 1 13,5 37,5 Paciente ,5 Paciente 3 37,5 39,5 Média 25 38,16 Moda ND 37,5 Mediana 24 37,5 Desvio-padrão 12,03 1,15 Mínimo 13,5 37,5 Máximo 37,5 39,5 Fonte: dados coletados pelo pesquisador (2014). O teste de Wilcoxon não encontrou diferença estatística entre a avaliação e a reavaliação, tendo como resultado um p igual a 0,11. Contudo, vê-se pelos dados brutos que todas as pacientes melhoraram sua flexibilidade ao BDW e que a variação, medida pelo desvio-padrão, na reavaliação foi pequena, mostrando que as pacientes tinham flexibilidades próximas ao fim das 10 consultas de tratamento. O gráfico abaixo simplifica a visualização dos dados apresentados na tabela acima.

8 Gráfico 1 - BDW BDW, à avaliação e reavaliação, em cm Paciente 1 Paciente 2 Paciente 3 0 Avaliação Reavaliação Fonte: dados coletados pelo pesquisador (2014).

9 Discussão Os resultados obtidos no presente estudo demonstraram que o PMP aplicados ao tratamento da HDL em pacientes mulheres acima de 40 anos não melhorou estatisticamente a flexibilidade das 3 pacientes do estudo. De acordo com Molinari (2000), a flexibilidade é um importante aliado na correção postural, pois hábitos posturais estão intimamente ligados á limitação da amplitude das articulações da extensibilidade dos músculos e da plasticidade dos ligamentos e tendões. Os autores abaixo relacionados conferem que o método Pilates é um programa completo de condicionamento físico e mental, uma técnica dinâmica que visa trabalhar força, alongamento, flexibilidade e equilíbrio, preocupando-se em manter as curvaturas fisiológicas do corpo (MUIRHEAD, 2004; MIRANDA; MORAIS, 2009; SACCO et al., 2005; BERTOLLA et al., 2007). O sistema básico do Pilates inclui um programa de exercícios que fortalecem a musculatura abdominal e paravertebral, bem como os de flexibilidade da coluna, além de exercícios para o corpo todo. Já no sistema intermediário-adiantado são introduzidos, gradualmente, exercícios de extensão do tronco, além de outros exercícios para o corpo todo, procurando melhorar a relação de equilíbrio agonista-antagonista (KOLYNIAK et al., 2004). Não obstante ao resultado encontrado neste estudo, Phrompaet et al. (2011) encontraram melhor flexibilidade em um grupo após ser tratado com os PMP do que um grupo controle que não realizou nenhum tipo de tratamento. No tocante à flexibilidade, que é o que este estudo avaliou, não foi possível obter melhora da flexibilidade nas 3 pacientes do estudo, mas não houve comparação com um grupo controle e foi usado outro teste para medir a flexibilidade que não o BDW.

10 Conclusão A partir dos dados obtidos neste estudo, pode-se comprovar que, neste e estudo os PMP aplicados ao tratamento da HDL em pacientes mulheres acima de 40 anos não foram efetivos. Diante disso, enfatiza-se a importância da realização de mais estudos na área, com um número maior de indivíduos participantes, e inclusive talvez por mais tempo, pois foi uma limitação desse estudo o pequeno número da amostra já que houve um grande número de exclusões.

11 Referências Bertolla, F.; baroni, B.M.; JUNIOR, E.C.P.L.; OLTRAMARI, J.D.Efeito de um programa de treinamento utilizando o método Pilates naflexibilidade de atletas juvenis de futsal. Rev BrasEsporte vol.13 no.4 Niterói July/Aug Gisela CM, Leonardo OPC, Thalissa G, Cristina MNC. The efficacy of the addition of the Pilates method over a minimal intervention in the treatment of chronic nonspecific low back pain: a study protocol of a randomized controlled trial. J Chiropr Med December; 10(4): doi: /j.jcm Izambert O, Mitton D, Thourot M, Lavaste F. Dynamic stiffness and damping of human intervertebral disc using axial oscillatory displacement under a free mass system. Eur Spine J December; 12(6): Kolyniak, I. E. G. G.; cavalcanti, S. M. B.; aoki, M. S. Avaliação Isocinética da Musculatura Envolvida na Flexão e Extensão do Tronco: Efeito do Método Pilates. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. v.10. n.6. Niterói Nov/Dez Maurício ALJ, Leonardo OPC, Fernanda FF, Ana Carolina TM, Naiane TBO, Cristina MNC. Effectiveness of mat Pilates or equipment-based Pilates in patients with chronic non-specific low back pain: a protocol of a randomised controlled trial. BMC Musculoskelet Disord. 2013; 14: 16. Mayer HM, Mellerowicz H, Dihlmann SW. Endoscopic discectomy in pediatric and juvenile lumbar disc herniations. J Pediatr Orthop B. 1996;5(1): Miranda, L.B.; MORAIS, P.D.C. Efeito do método pilates sobre a composição corporal e flexibilidade. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. São Paulo, v.3, n.13, p Jan/Fev Molinari, B., Avaliação Médica e Física para atletas e praticantes de atividade física. Editora Rocha, 1ª edição, São Paulo, Muirhead, M. Total Pilates. Madrid: Pearson Educación Obukhov SK, Hankenson L, Manka M, Mawk JR. Multilevel lumbar disc herniation in 12-year old twins. Childs Nerv Syst. 1996;12(3): Phrompaet S. et al. Effects of pilates training on lumbo-pelvic stability and flexibility. Asian J Sports Med Mar;2(1):16-22.

12 Sacco, I.C.N et al. Método pilates em revista: aspectos biomecânicos de movimentos específicos para reestruturação postural Estudos de caso. R. bras. Ci e Mov. 13(4): Segura AR, Enrique ML, Roberto CS. Factores de riesgo para la recurrencia de hernia de disco lumbar. Coluna/Columna. 2012; 11(2): Vialle Luis Roberto, Vialle Emiliano Neves, Henao Juan Esteban Suárez, Giraldo Gustavo. Hérnia discal lombar. Rev. bras. ortop. [serial on the Internet] [cited 2013 June 18] ; 45(1): Available from: Ungaro A. Pilates ao seu alcance. São Paulo: Marco Zero, p. FOMENTO O trabalho teve a concessão de Bolsa concedida pela Secretaria do Estado da Educação de Santa Catarina - SED, pela Bolsa de Pesquisa do Artigo 170 da Constituição Estadual de Santa Catarina.

MODIFICAÇÕES NA FLEXIBILIDADE E NA FORÇA MUSCULAR EM PACIENTES COM DOR LOMBAR TRATADOS COM ISOSTRETCHING E RPG

MODIFICAÇÕES NA FLEXIBILIDADE E NA FORÇA MUSCULAR EM PACIENTES COM DOR LOMBAR TRATADOS COM ISOSTRETCHING E RPG 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 MODIFICAÇÕES NA FLEXIBILIDADE E NA FORÇA MUSCULAR EM PACIENTES COM DOR LOMBAR TRATADOS COM ISOSTRETCHING E RPG Fábio Alexandre Moreschi Guastala 1, Mayara

Leia mais

Cuidando da Coluna e da Postura. Texto elaborado por Luciene Maria Bueno. Coluna e Postura

Cuidando da Coluna e da Postura. Texto elaborado por Luciene Maria Bueno. Coluna e Postura Cuidando da Coluna e da Postura Texto elaborado por Luciene Maria Bueno Coluna e Postura A coluna vertebral possui algumas curvaturas que são normais, o aumento, acentuação ou diminuição destas curvaturas

Leia mais

ARTIGO ORIGINAL LOMBALGIA: A RELAÇÃO COM A FLEXIBILIDADE DA REGIÃO POSTERIOR DA COXA E DO GLÚTEO E A FORÇA ABDOMINAL E LOMBAR

ARTIGO ORIGINAL LOMBALGIA: A RELAÇÃO COM A FLEXIBILIDADE DA REGIÃO POSTERIOR DA COXA E DO GLÚTEO E A FORÇA ABDOMINAL E LOMBAR LOMBALGIA: A RELAÇÃO COM A FLEXIBILIDADE DA REGIÃO POSTERIOR DA COXA E DO GLÚTEO E A FORÇA ABDOMINAL E LOMBAR Mariana Cristina de Jesus 1, José Francisco Daniel 2 RESUMO A lombalgia se caracteriza pela

Leia mais

ANÁLISE DOS EFEITOS DA CINESIOTERAPIA NA HERNIA DE DISCO LOMBAR. Machado, J. R. Naira; Andolfato, R. K

ANÁLISE DOS EFEITOS DA CINESIOTERAPIA NA HERNIA DE DISCO LOMBAR. Machado, J. R. Naira; Andolfato, R. K ANÁLISE DOS EFEITOS DA CINESIOTERAPIA NA HERNIA DE DISCO LOMBAR Machado, J. R. Naira; Andolfato, R. K Resumo: A palavra hérnia significa projeção ou saída através de uma fissura ou orifício, de uma estrutura

Leia mais

12º CONGRESSO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE

12º CONGRESSO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE 12º CONGRESSO DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE A Importância dos Grupos de Reabilitação em Dor Crônica Realizados pela Equipe NASF AUTOR THANYTA STELLA DE CAMPOS HISTÓRICO COMO SURGIU A IDÉIA DO TRABALHO?

Leia mais

TÍTULO: EFICÁCIA DO KINESIO-TAPING NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA EM GESTANTES: ESTUDO DE CASOS

TÍTULO: EFICÁCIA DO KINESIO-TAPING NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA EM GESTANTES: ESTUDO DE CASOS TÍTULO: EFICÁCIA DO KINESIO-TAPING NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA EM GESTANTES: ESTUDO DE CASOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA

Leia mais

EFICÁCIA DO MÉTODO PILATES NA PREVENÇÃO DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR: REVISÃO DE LITERATURA

EFICÁCIA DO MÉTODO PILATES NA PREVENÇÃO DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR: REVISÃO DE LITERATURA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E FORMAÇÃO INTEGRADA ESPECIALIZAÇÃO EM PILATES SALIHA BRASIL DOS SANTOS EFICÁCIA DO MÉTODO PILATES NA PREVENÇÃO DA HÉRNIA DE DISCO

Leia mais

Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício ISSN 1981-9900 versão eletrônica

Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício ISSN 1981-9900 versão eletrônica O MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA HÉRNIA DE DISCO 506 Charles Ricardo Lopes 1, Fernando Gonsaga 2, Karen Okamoto 2, Gustavo Ribeiro da Mota 3, Helena Brandão Viana 4, Lucas Samuel Tessutti 5 RESUMO A hérnia

Leia mais

A causa exata é determinada em apenas 12-15% dos pacientes extensamente investigados

A causa exata é determinada em apenas 12-15% dos pacientes extensamente investigados LOMBALGIA Prof. Jefferson Soares Leal Turma: Fisioterapia e Terapia Ocupacional Faculdade de Medicina da UFMG Aula e bibliografia recomendada estarão disponíveis para os alunos para donwload no site www.portalvertebra.com.br

Leia mais

PROTOCOLO FISIOTERAPÊUTICO DE PÓS-OPERATÓRIO INICIAL DE CIRURGIA LOMBAR

PROTOCOLO FISIOTERAPÊUTICO DE PÓS-OPERATÓRIO INICIAL DE CIRURGIA LOMBAR PROTOCOLO FISIOTERAPÊUTICO DE PÓS-OPERATÓRIO INICIAL DE CIRURGIA LOMBAR 1- Considerações gerais As cirurgias de coluna têm indicação médica conforme exames de imagem e apresentação clínica. As cirurgias

Leia mais

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE UM ESTUDO QUANTO À APLICABILLIDADE DO PROGRAMA PARA COLETORES DE LIXO DO MUNICÍPIO DE NITERÓI ALESSANDRA ABREU LOUBACK, RAFAEL GRIFFO

Leia mais

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz Lombociatalgia www.fisiokinesiterapia.biz Conceitos Lombalgia; Lombociatalgia; Ciatalgia/Ci /Ciática; Característica região lombar Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana Vértebra lombar Fonte:

Leia mais

O EFEITO DO METODO PILATES NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA UMA REVISÃO DE LITERATURA

O EFEITO DO METODO PILATES NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA UMA REVISÃO DE LITERATURA 75 O EFEITO DO METODO PILATES NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA UMA REVISÃO DE LITERATURA Marcela Borges Maia Faria Fisioterapeuta, pós-graduanda em Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional

Leia mais

DOR DURANTE A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA. Fernando Rodrigues Onofre¹; Msc. Ralph Fernando Rosas² (Orientador) RESUMO

DOR DURANTE A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA. Fernando Rodrigues Onofre¹; Msc. Ralph Fernando Rosas² (Orientador) RESUMO DOR DURANTE A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA Fernando Rodrigues Onofre¹; Msc. Ralph Fernando Rosas² (Orientador) RESUMO Introdução: Assim que uma pessoa inicia a pratica de atividades físicas, se torna sujeita

Leia mais

Título: Modelo Bioergonomia na Unidade de Correção Postural (Total Care - AMIL)

Título: Modelo Bioergonomia na Unidade de Correção Postural (Total Care - AMIL) Projeto: Unidade de Correção Postural AMIL Título: Modelo Bioergonomia na Unidade de Correção Postural (Total Care - AMIL) Autores: LACOMBE,Patricia, FURLAN, Valter, SONSIN, Katia. Instituição: Instituto

Leia mais

Mesa de TRAÇÃO CERVICAL E LOMBAR 1200

Mesa de TRAÇÃO CERVICAL E LOMBAR 1200 Mesa de TRAÇÃO CERVICAL E LOMBAR 1200 Manual do Usuário Índice: 03...Informações Gerais 03...Símbolos 04...Instalação e Conexão à Rede Elétrica 05...Controles 06-07...Operação da Mesa 07...Precauções 07-08...Indicações

Leia mais

TÉCNICAS EM AVALIAÇÃO E REEDUCAÇÃO POSTURAL

TÉCNICAS EM AVALIAÇÃO E REEDUCAÇÃO POSTURAL 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (X ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA TÉCNICAS

Leia mais

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Dr. Leandro Gomes Pistori Fisioterapeuta CREFITO-3 / 47741-F Fone: (16) 3371-4121 Dr. Paulo Fernando C. Rossi Fisioterapeuta CREFITO-3 / 65294 F Fone: (16) 3307-6555

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING

CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING CURSO DE FORMAÇÃO ISO-STRETCHING O Curso de Formação em Iso Stretching é ministrado pelo fundador da técnica, o osteopata e fisioterapeuta francês Bernard Redondo. O método Iso Stretching foi desenvolvido

Leia mais

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoe s.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 A coluna vertebral, assim como qualquer articulação, apresenta movimentos que possuem tanto grande como pequena amplitude articular. Estes recebem o nome de Macromovimentos e Micromovimentos,

Leia mais

Construção da tabela referencial para o banco de flexibilidade KR. Introdução

Construção da tabela referencial para o banco de flexibilidade KR. Introdução Construção da tabela referencial para o banco de flexibilidade KR Silvano Kruchelski Especialista em Didática do ensino Superior PUCPR Secretaria Municipal do Esporte e Lazer/ Programa Curitibativa Curitiba

Leia mais

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 A hérnia de disco se apresenta como sendo uma extrusão, isto é, um deslocamento da massa discal para fora do contorno vertebral, geralmente em direção a medula. Isso ocorre pela ruptura do anel

Leia mais

Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 285-292, 2013. Recebido em: 13.01.2013. Aprovado em: 26.06.2013.

Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 285-292, 2013. Recebido em: 13.01.2013. Aprovado em: 26.06.2013. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 285-292, 2013. Recebido em: 13.01.2013. Aprovado em: 26.06.2013. ISSN 2177-3335 RESUMO A INFLUÊNCIA DO MÉTODO PILATES NA DOR

Leia mais

RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA

RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 RELAÇÃO DA POSTURA ADOTADA PARA DORMIR E A QUEIXA DE LOMBALGIA Fernanda Cristina Pereira 1

Leia mais

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES E SUA APLICAÇÃO NA

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES E SUA APLICAÇÃO NA Artigo de Revisão 1 BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES E SUA APLICAÇÃO NA REABILITAÇÃO Joseli Franceschet Comunello 1 A constatação de que o número de praticantes de Pilates tem aumentado muito nas últimas décadas

Leia mais

FUTURO DO GOLFE = NÃO SE BASEIA SOMENTE NA CÓPIA DO SWING PERFEITO - MECÂNICA APROPRIADA - EFICIÊNCIA DE MOVIMENTO

FUTURO DO GOLFE = NÃO SE BASEIA SOMENTE NA CÓPIA DO SWING PERFEITO - MECÂNICA APROPRIADA - EFICIÊNCIA DE MOVIMENTO FUTURO DO GOLFE = NÃO SE BASEIA SOMENTE NA CÓPIA DO SWING PERFEITO - MECÂNICA APROPRIADA - EFICIÊNCIA DE MOVIMENTO CARACTERÍSTICAS INDIVIDUAIS - Flexibilidade - Estabilidade - Equilíbrio - Propiocepção

Leia mais

PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA

PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PREVALÊNCIA DE LOMBALGIA EM ALUNOS DE FISIOTERAPIA E SUA RELAÇÃO COM A POSTURA SENTADA Juliana Camilla

Leia mais

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO COM MÉTODO MCKENZIE NA DOR LOMBAR. Marcele Mika Sato**, Ralph Fernando Rosas*

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO COM MÉTODO MCKENZIE NA DOR LOMBAR. Marcele Mika Sato**, Ralph Fernando Rosas* TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO COM MÉTODO MCKENZIE NA DOR LOMBAR Marcele Mika Sato**, Ralph Fernando Rosas* *Aluno (a) do Curso de Graduação em Fisioterapia da Universidade do Sul de Santa Catarina **Professor

Leia mais

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL DE PACIENTES PÓS AVE SUBMETIDOS A UM PROTOCOLO DE PILATES SOLO/BOLA

TÍTULO: AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL DE PACIENTES PÓS AVE SUBMETIDOS A UM PROTOCOLO DE PILATES SOLO/BOLA TÍTULO: AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL DE PACIENTES PÓS AVE SUBMETIDOS A UM PROTOCOLO DE PILATES SOLO/BOLA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: CENTRO

Leia mais

EFEITOS DO MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA CRÔNICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

EFEITOS DO MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA CRÔNICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA EFEITOS DO MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA CRÔNICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA ELISANGELA VILAR DE ASSIS BÁRBARA PORFÍRIO NUNES MICHEL JORGE DIAS JULIANE CARLA DE MEDEIROS DE SOUSA ALAN DAYVIDSON

Leia mais

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade 13 Epidemiologia e Flexibilidade: Aptidão Física Relacionada à Promoção da Saúde Gláucia Regina Falsarella Graduada em Educação Física na Unicamp Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Leia mais

LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO

LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO Alessandra Vascelai #, Ft, Titulacão: Especialista em Fisioterapia em Traumatologia do Adulto Reeducação Postural Global (RPG) Acupuntura. Resumo: Lombalgia

Leia mais

INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO

INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO POSTURA INVOLUÇÃO X CONCLUSÃO *Antigamente : quadrúpede. *Atualmente: bípede *Principal marco da evolução das posturas em 350.000 anos. *Vantagens: cobrir grandes distâncias com o olhar, alargando seu

Leia mais

Efeito agudo do treino de Pilates sobre as dores de costas em Idosos

Efeito agudo do treino de Pilates sobre as dores de costas em Idosos Efeito agudo do treino de Pilates sobre as dores de costas em Idosos Clarissa Biehl Printes (Ph.D.) cbprintes.isce@gmail.com Porto Alegre, 2015 Introdução A literatura descreve que 70 a 85% da população

Leia mais

PLANO DE TRABALHO PILATES

PLANO DE TRABALHO PILATES PLANO DE TRABALHO PILATES Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER

Leia mais

Análise da qualidade de vida de indivíduos com hérnia de disco lombar que estão sob tratamento fisioterapêutico conservador

Análise da qualidade de vida de indivíduos com hérnia de disco lombar que estão sob tratamento fisioterapêutico conservador Análise da qualidade de vida de indivíduos com hérnia de disco lombar que estão sob tratamento fisioterapêutico conservador Analysis of the quality of life of individuals with lumbar record hernia that

Leia mais

HIDROCINESIOTERAPIA COMPARADA AOS EXERCÍCIOS NO SOLO EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA

HIDROCINESIOTERAPIA COMPARADA AOS EXERCÍCIOS NO SOLO EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 HIDROCINESIOTERAPIA COMPARADA AOS EXERCÍCIOS NO SOLO EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA Priscila

Leia mais

O exercício no tratamento dos distúrbios lombares com ênfase na estabilidade vertebral

O exercício no tratamento dos distúrbios lombares com ênfase na estabilidade vertebral 1 O exercício no tratamento dos distúrbios lombares com ênfase na estabilidade vertebral Danielle Barbosa da Silva 1 danielle@gmail.com Dayana Priscila Maia Mejia 2 Pós-Graduação em Fisioterapia em Ortopedia

Leia mais

Formação no método Pilates com opcional em treinamento na plataforma vibratória originalpower Plate. Power Plate

Formação no método Pilates com opcional em treinamento na plataforma vibratória originalpower Plate. Power Plate plataforma vibratória originalpower Plate Power Plate Data: * Primeira Etapa: Formacao no Método Pilates Plataforma Vibratoria Power Plate Desenvolvido para profissionais e estudantes* de fisioterapia

Leia mais

Prevalência dos dez Distúrbios Ortopédicos mais Freqüentes na Clínica Escola de. Fisioterapia da UNISUL 1. Resumo

Prevalência dos dez Distúrbios Ortopédicos mais Freqüentes na Clínica Escola de. Fisioterapia da UNISUL 1. Resumo Prevalência dos dez Distúrbios Ortopédicos mais Freqüentes na Clínica Escola de Fisioterapia da UNISUL 1 Willian Margotti 2 Ralph Fernando Rosas 3 Resumo A ortopedia vem se destacando nos últimos anos.

Leia mais

EFEITO DO AQUECIMENTO MUSCULAR GERADO PELA BICICLETA ERGOMÉTRICA SOBRE A EXTENSIBILIDADE IMEDIATA DOS MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS

EFEITO DO AQUECIMENTO MUSCULAR GERADO PELA BICICLETA ERGOMÉTRICA SOBRE A EXTENSIBILIDADE IMEDIATA DOS MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 EFEITO DO AQUECIMENTO MUSCULAR GERADO PELA BICICLETA ERGOMÉTRICA SOBRE A EXTENSIBILIDADE IMEDIATA DOS MÚSCULOS ISQUIOTIBIAIS

Leia mais

Pare de maltratar seus joelhos. Fundamentais para qualquer atividade física, eles precisam estar fortes e saudáveis para agüentar você todos os dias

Pare de maltratar seus joelhos. Fundamentais para qualquer atividade física, eles precisam estar fortes e saudáveis para agüentar você todos os dias Pare de maltratar seus joelhos. Fundamentais para qualquer atividade física, eles precisam estar fortes e saudáveis para agüentar você todos os dias Rodrigo Gerhardt Desde que você resolveu deixar de engatinhar

Leia mais

ANULOPLASTIA INTRADISCAL ELECTROTHERMAL THERAPY IDET

ANULOPLASTIA INTRADISCAL ELECTROTHERMAL THERAPY IDET ANULOPLASTIA ANULOPLASTIA DEPARTAMENTO DE NEUROCIRURGIA ANULOPLASTIA MARCELO FERRAZ DE CAMPOS JOSÉ CARLOS RODRIGUES JR. LUIZ CARLOS BRAGA JOÃO EDUARDO CHARLES SÉRGIO LISTIK DEPARTAMENTO DE NEUROCIRURGIA

Leia mais

E BEM-ESTAR TAMBÉM. exercícios para fazer com SEM ESTRESSE MELHOR IDADE DE VERDADE GESTANTE FELIZ

E BEM-ESTAR TAMBÉM. exercícios para fazer com SEM ESTRESSE MELHOR IDADE DE VERDADE GESTANTE FELIZ O GRANDE guia de PILATES E BEM-ESTAR 40 exercícios para fazer com bola, no solo e nos aparelhos MELHOR IDADE DE VERDADE Conheça o segredo para ganhar mais vitalidade e ainda evitar quedas GESTANTE FELIZ

Leia mais

EFEITO DA PRESCRIÇÃO DE PILATES NA REABILITAÇÃO DA TENDINITE PATELAR: ESTUDO DE CASO

EFEITO DA PRESCRIÇÃO DE PILATES NA REABILITAÇÃO DA TENDINITE PATELAR: ESTUDO DE CASO Estudo de Caso Cinergis ISSN 2177-4005 EFEITO DA PRESCRIÇÃO DE PILATES NA REABILITAÇÃO DA TENDINITE PATELAR: ESTUDO DE CASO Leisa De Lara 1, Marcela de Moraes 1, Eduardo Irineu Bortoli Funez 1, Thiago

Leia mais

& EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DO MÉTODO PILATES EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA

& EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DO MÉTODO PILATES EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA & EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DO MÉTODO PILATES EM PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA Andréia Schossler; Taíse Andrades Valente 1 Darlene Costa de Bittencourt Márcio Junior Strassburger Resumo A dor lombar é

Leia mais

Síndrome radicular lombossacral Resumo de diretriz NHG M55 (primeira revisão, abril 2005)

Síndrome radicular lombossacral Resumo de diretriz NHG M55 (primeira revisão, abril 2005) Síndrome radicular lombossacral Resumo de diretriz NHG M55 (primeira revisão, abril 2005) Mens JMA, Chavannes AW, Koes BW, Lubbers WJ, Ostelo RWJG, Spinnewijn WEM, Kolnaar BGM traduzido do original em

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Existem 2 tipos de artic. encontradas

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DOS MÉTODOS ISOSTRETCHING E PILATES NA MOBILIDADE DE COLUNA LOMBAR DE IDOSOS

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DOS MÉTODOS ISOSTRETCHING E PILATES NA MOBILIDADE DE COLUNA LOMBAR DE IDOSOS 1 ANÁLISE DA APLICAÇÃO DOS MÉTODOS ISOSTRETCHING E PILATES NA MOBILIDADE DE COLUNA LOMBAR DE IDOSOS ANALYSIS OF THE APPLICATION OF ISOSTRETCHING AND PILATES METHODS ON THE LUMBAR SPINE MOBILITY FOR OLD

Leia mais

IDET Intradiscal Electrothermal Therapy

IDET Intradiscal Electrothermal Therapy IDET Intradiscal Electrothermal Therapy (Terapia Eletrotermal Intradiscal) A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1). Figura 1: Uma

Leia mais

RESULTADOS DISCUSSÃO

RESULTADOS DISCUSSÃO 3 O MÉTODO PILATES NO TRATAMENTO DA LOMBALGIA CRÔNICA NÃO- ESPECÍFICA Juliana Brandão Medeiros de Amorim 1 ; Walkiria Shimoya - Bittencourt 2 ; Marcos Adriano Salício 3, Viviane Aparecida Martins Mana

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DO NÍVEL DA APTIDÃO FÍSICA DOS ALUNOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA SEGUNDO TEMPO DO NÚCLEO IFSULDEMINAS CÂMPUS MUZAMBINHO.

CLASSIFICAÇÃO DO NÍVEL DA APTIDÃO FÍSICA DOS ALUNOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA SEGUNDO TEMPO DO NÚCLEO IFSULDEMINAS CÂMPUS MUZAMBINHO. MATEUS RIBEIRO SANTANELLI RENAN JÚLIO SILVA CLASSIFICAÇÃO DO NÍVEL DA APTIDÃO FÍSICA DOS ALUNOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA SEGUNDO TEMPO DO NÚCLEO IFSULDEMINAS CÂMPUS MUZAMBINHO. Trabalho de Conclusão de

Leia mais

CURSO DIAGNÓSTICO MECÂNICO e TRATAMENTO TÉCNICA de McKENZIE. Parte A Coluna Lombar

CURSO DIAGNÓSTICO MECÂNICO e TRATAMENTO TÉCNICA de McKENZIE. Parte A Coluna Lombar CURSO DIAGNÓSTICO MECÂNICO e TRATAMENTO TÉCNICA de McKENZIE Parte A Coluna Lombar Conteúdos Programáticos A Lombalgia Incidência, custos, tempo e tipos de tratamentos Abordagem à Técnica de McKenzie. Anatomia

Leia mais

ESCOLIOSE. Prof. Ms. Marcelo Lima

ESCOLIOSE. Prof. Ms. Marcelo Lima ESCOLIOSE Prof. Ms. Marcelo Lima DEFINIÇÃO A escoliose é um desvio da coluna vertebral para a esquerda ou direita, resultando em um formato de "S" ou "C". É um desvio da coluna no plano frontal acompanhado

Leia mais

Método Mckenzie Aplicado a Dor Lombar em Indivíduos com Idade entre 20 50 Anos

Método Mckenzie Aplicado a Dor Lombar em Indivíduos com Idade entre 20 50 Anos Método Mckenzie Aplicado a Dor Lombar em Indivíduos com Idade entre 20 50 Anos Palavras-chaves: Dor Lombar, Método McKenzie e Fisioterapia. SANTOS, Nurian Jaslanne 1 SOUSA, Kemil Rocha 2 DINIZ, Danielle

Leia mais

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano.

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano. Biomecânica Parte do conhecimento da Ergonomia aplicada ao trabalho origina-se no estudo da máquina humana. Os ossos, os músculos, ligamentos e tendões são os elementos dessa máquina que possibilitam realizar

Leia mais

MAT PILATES 1 ÍNDICE: PRE MAT- MAT PILATES 2 MAT PILATES 2

MAT PILATES 1 ÍNDICE: PRE MAT- MAT PILATES 2 MAT PILATES 2 MAT PILATES 1 ÍNDICE: PRE MAT- MAT PILATES 2 MAT PILATES 2 I-RESPIRAÇAO II-CONTROLE DE CENTRO E DISSOCIAÇÃO DE QUADRIL III-ORGANIZAÇAO CRANIO-VERTEBRALARTICULAÇAO DE COLUNA IV-DESCARGA DE PESO DE MMII

Leia mais

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA

EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA EFETIVIDADE DA ESCOLA DE COLUNA EM IDOSOS COM LOMBALGIA Maria Lucia Ziroldo 1 ; Mateus Dias Antunes 2 ; Daniela Saldanha Wittig 3 ; Sonia Maria Marques Gomes Bertolini 4 RESUMO: A dor lombar é uma das

Leia mais

NT 08/2015 CIRURGIA ENDOSCÓPICA DE COLUNA

NT 08/2015 CIRURGIA ENDOSCÓPICA DE COLUNA 18/03/2015 NT 08/2015 CIRURGIA ENDOSCÓPICA DE COLUNA SOLICITANTE : Des. Alexandre Santiago, 11ª Câmara Cível NÚMERO DO PROCESSO: 1.0411.15.000343-1/001 BELO HORIZONTE Ré: COPASS SAÚDE - Associação de Assistência

Leia mais

ABRCOLUNA Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna

ABRCOLUNA Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna ABRCOLUNA Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna Guia de Exercícios preventivos para a Coluna Vertebral Dr. Coluna 01 Helder Montenegro Fisioterapeuta Guia de Exercícios Dr Coluna 2012.indd 1

Leia mais

DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL

DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL A coluna cervical é o elo flexível entre a plataforma sensorial do crânio

Leia mais

UKLÉBERTTON DA SILVA BARROS ANÁLISE E COMPARAÇÃO DO NÍVEL DE FLEXIBILIDADE DE PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DA ACADEMIA NOVAFORMA - DF

UKLÉBERTTON DA SILVA BARROS ANÁLISE E COMPARAÇÃO DO NÍVEL DE FLEXIBILIDADE DE PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DA ACADEMIA NOVAFORMA - DF UKLÉBERTTON DA SILVA BARROS ANÁLISE E COMPARAÇÃO DO NÍVEL DE FLEXIBILIDADE DE PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO DA ACADEMIA NOVAFORMA - DF Artigo apresentado ao Curso de graduação em Educação Física da Universidade

Leia mais

Atividade Física e Saúde na Escola

Atividade Física e Saúde na Escola Atividade Física e Saúde na Escola *Eduardo Cardoso Ferreira ** Luciano Leal Loureiro Resumo: Atividade física pode ser trabalhada em todas as idades em benefício da saúde. O objetivo do artigo é conscientizar

Leia mais

LOMBALGIA. Prof. Jefferson Soares Leal Turma: Fisioterapia e Terapia Ocupacional Faculdade de Medicina da UFMG

LOMBALGIA. Prof. Jefferson Soares Leal Turma: Fisioterapia e Terapia Ocupacional Faculdade de Medicina da UFMG LOMBALGIA Prof. Jefferson Soares Leal Turma: Fisioterapia e Terapia Ocupacional Faculdade de Medicina da UFMG Aula e bibliografia atualizadas estarão disponíveis para os alunos no site: www.portalvertebra.com.br

Leia mais

OS BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA LOMBALGIA

OS BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA LOMBALGIA OS BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA LOMBALGIA WELLINTON GONÇALVES DO SANTOS ¹ RICARDO BASÍLIO DE OLIVEIRA CALAND² LUCIANA ALVES BRANDÃO³ SONNALE DA SILVA ARAÚJO4 RESUMO A dor lombar é um mal recorrente

Leia mais

A postura saudável para o digitador

A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador 2 Muitas vezes nos perguntamos: Qual é a postura mais adequada para se trabalhar durante horas em frente a um computador? Após anos

Leia mais

FISIOTERAPIA. TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO SALA 17 OU 18 SE FOR INTERDISCIPLINAR SALA 70 E 71 SE FOR CONGRRESSO

FISIOTERAPIA. TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO SALA 17 OU 18 SE FOR INTERDISCIPLINAR SALA 70 E 71 SE FOR CONGRRESSO TipoTrabalho TRABALHO LinhaPesquisa LOCAL DATA HORARIO A INCLUSÃO DO MÉTODO DE VACINAÇÃO CONTRA O VÍRUS HPV: UMA INTERVENÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS E METABÓLICAS EM INDIVÍDUO COM DISTROFIA

Leia mais

Arquivos Catarinenses de Medicina. Descritores: Reabilitação. Terapia por exercício. Pilates. Abstract

Arquivos Catarinenses de Medicina. Descritores: Reabilitação. Terapia por exercício. Pilates. Abstract Arquivos Catarinenses de Medicina ISSN (impresso) 0004-2773 ISSN (online) 1806-4280 ARTIGO DE REVISÃO O método pilates no Brasil: uma revisão de literatura The pilates method in Brazil: a review of literature

Leia mais

Centro de Reeducação Respiratória e Postural S/C Ltda Josleide Baldim Hlatchuk Fisioterapeuta CREFITTO 12.408F

Centro de Reeducação Respiratória e Postural S/C Ltda Josleide Baldim Hlatchuk Fisioterapeuta CREFITTO 12.408F RPG 1. DEFINIÇÃO A Reeducação Postural Global é um método fisioterápico de correção e tratamento da dor, que trabalha sobre as cadeias de tensão muscular utilizando posturas de alongamento excêntrico ativo

Leia mais

Patologias da coluna vertebral

Patologias da coluna vertebral Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis Introdução Escoliose idiopática Dorso curvo Cervicobraquialgia Lombalgia e lombociatalgia

Leia mais

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO

BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NA REABILITAÇÃO O método pilates é um trabalho que se baseia em exercícios de força e mobilidade utilizando para tal técnicas e exercícios específicos. Este método permite

Leia mais

Palavras chaves: Core; Treinamento Funcional; Musculação; Homens.

Palavras chaves: Core; Treinamento Funcional; Musculação; Homens. 1 Estudo comparativo do nível de força isométrica e estabilidade da musculatura do core entre indivíduos praticantes de treinamento funcional e de musculação. Resumo: O presente estudo teve como objetivo

Leia mais

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM LOMBALGIA EPIDEMIOLOGIA 65-80% da população, em alguma fase da vida, terá dor nas costas. 30-50% das queixas reumáticas

Leia mais

CONCEITO: PRC. (Moraes RS, et al. Diretriz de Reabilitação Cardíaca. Arq Bras Cardiol 2005; 84: 431-40.)

CONCEITO: PRC. (Moraes RS, et al. Diretriz de Reabilitação Cardíaca. Arq Bras Cardiol 2005; 84: 431-40.) CONCEITO: PRC OMS: é o somatório das atividades necessárias para garantir aos pacientes portadores de cardiopatia as melhores condições física, mental e social, de forma que eles consigam, pelo seu próprio

Leia mais

Material Ortopédico. O Centro. Especialidades. Formação. Consultas. Fisioterapia. Fisioterapia Pediátrica. Apresentação

Material Ortopédico. O Centro. Especialidades. Formação. Consultas. Fisioterapia. Fisioterapia Pediátrica. Apresentação O Centro Especialidades Formação Material Ortopédico Consultas Fisioterapia Apresentação A Equipa O Espaço Fisioterapia Pediátrica Osteopatia Terapia da Fala Terapia Ocupacional Objectivos Acordo Instema

Leia mais

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES TRATADOS NA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA UEG

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES TRATADOS NA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA UEG Anais do IX Seminário de Iniciação Científica, VI Jornada de Pesquisa e Pós-Graduação e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 19 a 21 de outubro de 2011 PERFIL EPIDEMIOLÓGICO

Leia mais

CURSO DE PILATES APLICADO ÀS LESÕES OSTEOMUSCULARES

CURSO DE PILATES APLICADO ÀS LESÕES OSTEOMUSCULARES CURSO DE PILATES APLICADO ÀS LESÕES OSTEOMUSCULARES INTRODUÇÃO Um número cada vez maior de pessoas apresenta, em seu cotidiano, atividades repetitivas e restritivas, que conduzem a uma perda do sinergismo

Leia mais

Os Benefícios do Pilates na Reabilitação de Hérnia de Disco Lombar: Revisão Bibliográfica

Os Benefícios do Pilates na Reabilitação de Hérnia de Disco Lombar: Revisão Bibliográfica 1 Os Benefícios do Pilates na Reabilitação de Hérnia de Disco Lombar: Revisão Bibliográfica Danúbia Rodrigues Basílio 1 danubiafisio27@hotmail.com Matheus Campos Garcia Parra 2 Pós-graduação em traumato-ortopedia

Leia mais

ORIENTAÇÃO GERAL LOMBALGIA DR.ROBERTO ANTONIO ANICHE CRM 54.132 TEOT 04.626 MÉDICO ORTOPEDISTA NOVEMBRO/2008

ORIENTAÇÃO GERAL LOMBALGIA DR.ROBERTO ANTONIO ANICHE CRM 54.132 TEOT 04.626 MÉDICO ORTOPEDISTA NOVEMBRO/2008 ORIENTAÇÃO GERAL LOMBALGIA DR.ROBERTO ANTONIO ANICHE CRM 54.132 TEOT 04.626 MÉDICO ORTOPEDISTA NOVEMBRO/2008 LOMBALGIA O QUE É? Vulgarmente conhecida como dor nas costas, é a dor que acomete a coluna vertebral

Leia mais

Por que devemos avaliar a força muscular?

Por que devemos avaliar a força muscular? Prof. Me. Alexandre Correia Rocha www.professoralexandrerocha.com.br alexandre.personal@hotmail.com Docência Docência Personal Trainer Por que devemos avaliar a força muscular? Desequilíbrio Muscular;

Leia mais

DISCREPÂNCIA DE MEMBROS INFERIORES E LESÕES MUSCULOESQUELÉTICAS EM CRIANÇAS PRATICANTES DE ATIVIDADES ESPORTIVAS

DISCREPÂNCIA DE MEMBROS INFERIORES E LESÕES MUSCULOESQUELÉTICAS EM CRIANÇAS PRATICANTES DE ATIVIDADES ESPORTIVAS DISCREPÂNCIA DE MEMBROS INFERIORES E LESÕES MUSCULOESQUELÉTICAS EM CRIANÇAS PRATICANTES DE ATIVIDADES ESPORTIVAS Karine Franciele Toldo 1 ; Priscila Daniele de Oliveira 1 ; Sonia Maria Marques Gomes Bertolini

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Cervical Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada A coluna cervical consiste em diversas

Leia mais

Foram estabelecidos critérios de inclusão, exclusão e eliminação. Critérios de inclusão: todos os dançarinos com síndrome da dor femoropatelar.

Foram estabelecidos critérios de inclusão, exclusão e eliminação. Critérios de inclusão: todos os dançarinos com síndrome da dor femoropatelar. Figura 11a - Posição inicial: 1ª posição paralela. Figura 11b - demi-plié: 1ª posição paralela. Figura 12a - Posição inicial: 2ª posição paralela. Figura 12b- Demi-plié: 2ª posição paralela. 35 Figura

Leia mais

ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas

ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas O que é escoliose? É um desvio látero-lateral que acomete acoluna vertebral. Esta, quando olhada de frente, possui aparência reta em pessoas saudáveis. Ao

Leia mais

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos.

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos. Autores: Ft Mariana Machado Signoreti Profa. Msc. Evelyn Cristina Parolina A capoeira é uma manifestação

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS COLABORADORES ATRAVÉS DA BIOMECÂNICA OCUPACIONAL

AVALIAÇÃO DOS COLABORADORES ATRAVÉS DA BIOMECÂNICA OCUPACIONAL AVALIAÇÃO DOS COLABORADORES ATRAVÉS DA BIOMECÂNICA OCUPACIONAL Daniela da Maia José Marques de Carvalho Júnior Antonio Vinicius Soares 2010 INTRODUÇÃO É um laboratório especializado em análise biomecânica

Leia mais

É responsável pelo movimento do corpo

É responsável pelo movimento do corpo É responsável pelo movimento do corpo O sistema locomotor é formado pelos ossos, músculos e articulações. O sistema esquelético sustenta, protege os órgãos internos, armazena minerais e íons e produz células

Leia mais

CARTILHA DE AUTOCUIDADO DE COLUNA

CARTILHA DE AUTOCUIDADO DE COLUNA CARTILHA DE AUTOCUIDADO DE COLUNA APRENDA A CUIDAR DA SUA COLUNA Elaboração: Júlia Catarina Sebba Rios Pesquisa: Efeitos de um programa educacional de autocuidado de coluna em idosos ati vos e sedentários

Leia mais

Cuidados Posturais. Prof Paulo Fernando Mesquita Junior

Cuidados Posturais. Prof Paulo Fernando Mesquita Junior Cuidados Posturais Prof Paulo Fernando Mesquita Junior Vídeo: Cuidados_posturais_Dr.MiguelMastropaulo A postura correta Considera-se uma boa postura aquela condição em que o alinhamento corporal proporciona

Leia mais

PILATES E BIOMECÂNICA. Thaís Lima

PILATES E BIOMECÂNICA. Thaís Lima PILATES E BIOMECÂNICA Thaís Lima RÍTMO LOMBOPÉLVICO Estabilidade lombopélvica pode ser definida como a habilidade de atingir e manter o alinhamento ótimo dos segmentos da coluna (lombar e torácica), da

Leia mais

Programa de Ginástica Laboral

Programa de Ginástica Laboral Programa de Ginástica Laboral 1. IDENTIFICAÇÃO Nome: Programa de Ginástica Laboral (PGL) Promoção e Organização: Centro de Educação Física, Esportes e Recreação Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto.

Leia mais

COLUNA LOMBAR TODOS OS PERIÓDICOS ESTÃO NO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE.

COLUNA LOMBAR TODOS OS PERIÓDICOS ESTÃO NO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE. OBJETIVOS: O aluno deverá ser capaz de identificar as principais doenças da coluna lombar assim como avaliação e prescrição de conduta fisioterápica pertinente. LER: O que é Hérnia de disco? A coluna vertebral

Leia mais

Incidência de Disfunção Sacroilíaca

Incidência de Disfunção Sacroilíaca Incidência de Disfunção Sacroilíaca ::: Fonte Do Saber - Mania de Conhecimento ::: adsense1 Introdução A pelve e em especial as articulações sacroilíacas sempre foram consideradas como tendo valor clínico

Leia mais

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM A FIBROMIALGIA consiste numa síndrome - conjunto de sinais e sintomas - com manifestações de

Leia mais

CINESIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

CINESIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior CINESIOLOGIA DA COLUNA VERTEBRAL Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior COLUNA VERTEBRAL 7 vértebras cervicais 12 vértebras torácicas 5 vértebras lombares 5 vértebras sacrais 4 vértebras coccígeas anterior

Leia mais

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1).

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1). HÉRNIA DE DISCO A hérnia de disco é uma das doenças que mais afligem o homem moderno. Falta de exercício, excesso de peso, má postura, todas podem causar ou agravar uma hérnia de disco. Mas afinal, o que

Leia mais

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 01. Definição: Espondilólise=> lesão de origem indeterminada, que se acredita ser causada por fratura por estresse na pars interarticularis (pedículo), que é particularmente vulnerável a forças

Leia mais

Programa de Condicionamento Cardiovascular

Programa de Condicionamento Cardiovascular Programa de Condicionamento Cardiovascular Versão eletrônica atualizada em Fevereiro 2010 Responsáveis pela Elaboração Dra. Luciana Diniz Nagem Janot de Matos Dr. Romeu Sérgio Meneghelo Fta. Andrea Kaarina

Leia mais