Soluções em Investimentos RPPS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Soluções em Investimentos RPPS"

Transcrição

1 Soluções em Investimentos RPPS Março de 2012 Informação Restrita Política Corporativa de Segurança da Informação

2 Agenda Por quê Itaú Asset Management? Cenário Econômico Produtos Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 2

3 Por quê Itaú Asset Management? Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 3

4 Itaú Unibanco Asset Management Principais Informações Itaú Unibanco Asset Management Maior Administrador privado de recursos de terceiros no país. Ranking por Gestão Outros 29,8% Referenciado DI 18,9% Asset Manager AuM Market Share (R$ MM) (%) BB DTVM S.A ,16 21,8% Itaú Asset Management ,10 17,4% BRADESCO ,24 11,3% CAIXA ,60 7,2% BANCO SANTANDER ,60 6,5% BEM ,22 5,6% BNY MELLON ,94 4,9% BTG PACTUAL ,75 4,6% HSBC ,57 4,5% CITIBANK ,38 2,8% Ações 4,8% Multimercados 11,6% Renda Fixa 34,8% Ranking por Administração Institucionais 33,9% Corporate 18,8% Private 23,4% Fonte: ANBIMA jan-12 Outros 5,3% Varejo 18,7% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 4

5 Itaú Asset Management Premiações Guia Exame 2001, 2005, 2008, 2009 e Banco Itaú Melhor Gestor do Ano e melhor gestor de Renda Fixa e de Ações Banco Itaú Melhor Gestor do Ano e de Fundos de Ações em Banco Itaú Melhor Gestor do Ano e Multimercado em Itaú Unibanco Melhor Gestor do Ano, de Atacado e de fundos de RF Passivo e de Multimercado, Juros e Câmbio 2011 Itaú Unibanco Melhor Gestor de fundos Multimercados Juros e Moedas e Ações Indiciais Gazeta Mercantil 2008, 2009 Melhor gestor de fundos Curto Prazo e Renda Fixa Melhor gestor de fundos Multimercados e DI e Renda Fixa Valor S&P 2007, 2008, 2010 e Prêmio Top Gestão na Categoria Renda Variável 2008 Prêmio Top Gestão na Categoria Alocação Mista Flexível 2010 Prêmio Top Gestão em fundos de Renda Variável 2011 Prêmio Top Gestão em fundos de Renda Variável Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 5

6 Itaú Asset Management Premiações PPQG O prêmio PPQG é um reconhecimento às organizações que contam com os melhores modelos de gestão, utilizando critérios de excelência da FNQ Fundação Nacional da Qualidade. Em sua primeira participação a Itaú Asset Management recebeu medalha de ouro no PPQG 2010 e em 2011 recebeu o Troféu Governador do Estado, categoria máxima dessa premiação. Rating Agência Estado (IBMEC) Fundos Ranking Fitch Ratings M1 (Bra): Rating máximo para Assets Nacionais Melhor gestor 2006 de fundos nas categorias: Referenciados, Short term, F/X, Divida externa. Investidor Individual 2006 Gestor com maior número de fundos premiados com 5 Estrelas (63) Investidor Institucional 2008 Prêmio Maior Gestor Privado de Recursos do Mercado em 2008 Investidor Institucional 2008 Gestor com maior número de Fundos classificados como Excelentes Consultoria PPS Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 6

7 Itaú Asset Management Website Exclusivo Website com as notícias e novidades mais relevantes para auxiliá-lo na tomada de decisões de seu dia-adia: Vídeos exclusivos Comentários de especialistas e gestores Novidades de ambiente regulatório Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 7

8 Cenário Econômico Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 8

9 Cenário Econômico - BRASIL IBGE - Taxa de desemprego (com ajuste sazonal) 8,5% 8,3% 8,1% 7,9% 7,7% 7,5% 7,3% 7,1% 6,9% 6,7% 6,5% 6,3% 6,1% 5,9% 5,7% 5,5% Equilíbrio jun-08 set-08 dez-08 mar-09 jun-09 set-09 dez-09 mar-10 jun-10 set-10 dez-10 mar-11 jun-11 set-11 dez-11 mar-12 jun-12 set-12 dez-12 Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 9

10 Cenário Econômico - Contexto Global Estados Unidos economia crescendo o suficiente (para fazer a taxa de desemprego cair e evitar o cenário de recessão). Brasil Bom crescimento comparado com o restante do mundo. Baixa taxa de desemprego. Setor de Serviços aquecido. Eventos de Copa e Olimpíadas Atenção na indústria e exportações. Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 10

11 Cenário Econômico - Contexto Global China é o maior parceiro comercial do Brasil Fluxo de Exportações 20% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 11

12 Projeções Principais Variáveis Brasil - Cenário Base P 2012 P PIB - Preços de Mercado % 3,1 3,9 6,1 5,1-0,6 7,5 2,7 3,3 Inflação - IPCA % 5,7 3,1 4,5 5,9 4,3 5,9 6,5 5,5 Inflação - IGP-M % 1,2 3,8 7,8 9,8-1,7 11,3 5,1 4,5 Taxa de Juros Copom - Final % 18,3 13,3 11,3 13,75 8,75 10,75 11,00 9,50 Taxa de Câmbio - Final R$ / US$ 2,29 2,14 1,77 2,34 1,74 1,67 1,86 1,75 Saldo Comercial US$ bi 44,7 46,5 40,0 24,8 25,3 20,3 29,8 12,7 Exportações US$ bi 118,3 137,8 160,6 197,9 153,0 201,9 256,0 278,7 Importações US$ bi 73,6 91,4 120,6 173,1 127,6 181,6 226,3 266,0 Saldo em Conta Corrente US$ bi 14,0 13,6 1,7-28,8-24,3-47,3-52,6-76,7 % do PIB 1,6 1,3 0,1-1,8-1,6-2,2-2,1-3,2 Investimento Estrangeiro Direto US$ bi 15,1 18,8 34,6 45,1 25,7 48,5 66,7 55,3 Resultado Primário % do PIB 3,8 3,2 3,3 3,4 2,0 2,8 3,1 3,1 Dív. Líquida do Setor Público % do PIB 48,4 47,3 45,5 38,5 42,8 40,4 36,5 35,0 Dív. Bruta do Setor Público % do PIB ,0 57,4 62,0 55,0 54,3 53,3 Expectativa de Meta atuarial 2012: 11,5% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 12

13 Produtos Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 13

14 Grade de Fundos de Investimento Resolução CMN RETORNO Obs.: a classificação risco x retorno apresentada é apenas ilustrativa e não está em escala. Itaú Institucional Referenciado DI Unibanco Institucional Referenciado DI Títulos Públicos e Privados Renda Fixa Referenciado Itaú Soberano DI LP Títulos Públicos Renda Fixa Referenciado Até 30% Até 30% Até 5% Itau Mult Crédito Privado Active Fix FI Títs. Públicos e Privados Inst. Active FIX IB Títs. Públicos e Privados Unibanco Yield Plus Títs. Públicos e Privados Multimercados. Moderados Renda Fixa - CDI Itaú Performance Renda Fixa FI Títulos Públicos e Privados Itaú Soberano Multi Índices 1 Títulos Públicos Itaú Institucional RF Títulos Públicos e Privados 1 Regulamento em fase de adaptação à alteração do benchmark para CDI Até 30% Itaú Renda Fixa Longo Prazo Índices FI Bench.: IMA ex-c Unibanco Renda Fixa Longo Prazo FI Bench.: IRFM Unibanco Índice de Preços FI Bench.: IMA-B Renda Fixa IMA Títulos Públicos e Privados Gestão Ativa Até 100% Renda Fixa IMA Títulos Públicos Itau Institucional RF Pré LP FICFI Bench.: IRF-M Itaú Institucional RF Inflação FICFI Bench.: IMA-B Itaú Institucional RF Inflação 5 FICFI Bench.: IMA-B 5 Itaú Renda Fixa IMA-B 5+ FICFI Bench.: IMA-B 5+ Até 80% Renda Variável Até 30% Unibanco Ibovespa Index FIA Estratégia Passiva Itaú Ibovespa Ativo FI Estratégia Ativa Itaú IBrX Ativo Ações FI Estratégia Ativa Itaú RPI Ações Ibovespa FIC Mix de Estratégias e Gestores Até 15% Renda Variável Itaú Ações Dividendos Estratégia Dividendos Small Cap Valuation IB Estratégia Small Caps Kinea Dinâmico Estratégia Valor e Crescimento Itaú Governança Corporativa Ações Ações Sustentabilidade / Governança Itaú Excelência Social Ações Sustentabilidade / Governança Itaú Consumo Ações FI Setorial Consumo Itaú Financeiro Ações FI Setorial Financeiro Itaú Infra Estrutura Ações FI Setorial Infra Estrutura Itaú Commodities Ações FI Setorial Commodities RISCO Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 14

15 RENDA FIXA Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 15

16 Fundos do Itaú atrelados ao CDI CDI PASSIVO Referenciado DI Títulos Públicos ATIVO Referenciado DI RENDA FIXA RENDA FIXA Multimercado Itaú Soberano DI LP / Itaú Institucional Referenciado DI / Itaú Institucional RF / Institucional Active Fix IB / Unibanco Institucional Referenciado DI / Itaú Performance Renda Fixa FI / Unibanco Yield Plus / Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 16

17 Família dos Índices de Mercado ANBIMA (IMA) Reflete a Dívida Pública IMA - Geral CDI Selic IRFm Pré-fixado IMA-B IPCA IMA-C IGPm IRFM 1 IMA B5 IMA C5 IRFM 1+ IMA B5+ IMA C5+ Itaú tem fundo enquadrado na para RPPS Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 17

18 IMA Índice de Mercado ANBIMA Perfil da carteira tem mudado nos últimos anos, tornando-se mais longo e menos ligado à SELIC (IMA-S) 100% Evolução da Carteira do IMA 8% 7% 7% 6% 5% 6% 5% IMA-C 80% 8% 17% 21% 24% 25% 25% 25% IMA-B 30% 60% 38% 38% 33% 34% 38% 37% IRF-M 40% 54% 20% 38% 34% 37% 36% 32% 33% IMA-S Fonte ANBIMA 0% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 18

19 Vamos olhar para o Risco...? Medida de Risco em 12 meses de fundos atrelados a estes Benchmarks Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 19

20 Benchmarks de Renda Fixa 250,00% 200,00% 150,00% 100,00% 50,00% 0,00% IMA-B 5+ IMA-B IMA-B 5 IRF-M CDI Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 20

21 Fundos do Itaú atrelados aos IMAs IMA- B 5 + Itaú Renda Fixa IMAB 5+ CNPJ: / IMA- B Itaú Institucional Renda Fixa Inflação FICFI CNPJ: / Unibanco Índice de Preços CNPJ: / IMA- B 5 Itaú Institucional Renda Fixa Inflação 5 FICFI CNPJ: / IRF-M Itaú Institucional Renda Fixa PRÉ LP FICFI CNPJ: / Unibanco Renda Fixa LP FI CNPJ: / Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 21

22 Grade de Fundos de Investimentos REFERENCIADO DI ITAÚ INSTITUCIONAL REFERENCIADO DI FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - CDI ITAU INSTITUCIONAL RENDA FIXA - FUNDO DE INVESTIMENTO M ULT IM ER C A D OS M OD ER A D OS INSTITUTIONAL ACTIVE FIX IB MULTIMERCADO FI UNIBANCO YIELD PLUS FI MULTIMERCADO ITAU INSTITUCIONAL RENDA FIXA PRE LP FICFI ITAU INSTITUCIONAL RENDA FIXA INFLAÇÃO FICFI R EN D A F IXA - IM A UNIBANCO ÍNDICE DE PREÇOS FI RF ITAU INSTITUCIONAL RENDA FIXA INFLAÇÃO 5 FIC Mês / Ano Fundo % CDI Fundo % CDI Fundo % CDI Fundo % CDI Fundo do IRFM Fundo do IMA-B Fundo s/ Bench Fundo do Bench mar-11 0,95% 103,93% 0,96% 104,69% 0,98% 107,37% 1,03% 112,21% 0,78% -0,04% 1,52% -0,04% 1,49% -0,07% 1,77% -0,01% abr-11 0,85% 101,84% 0,91% 108,74% 0,87% 104,22% 0,97% 115,84% 1,04% -0,03% 0,52% -0,03% 0,55% 0,00% 0,71% -0,02% mai-11 1,01% 102,94% 0,97% 98,26% 1,02% 103,54% 1,06% 107,39% 1,24% -0,03% 1,46% -0,03% 1,49% 0,00% 0,93% 0,02% jun-11 0,98% 102,89% 0,93% 98,06% 0,96% 100,49% 0,96% 100,97% 0,76% -0,04% -0,34% -0,04% -0,26% 0,04% 0,66% 0,00% jul-11 0,98% 101,82% 0,99% 102,40% 1,03% 106,74% 1,08% 112,03% 0,68% -0,04% 0,64% -0,04% 0,65% -0,03% 1,25% -0,01% ago-11 1,07% 100,22% 1,16% 108,52% 1,20% 112,12% 1,29% 120,18% 3,19% -0,03% 5,37% -0,06% 5,38% -0,04% 3,85% -0,05% set-11 0,96% 101,57% 0,96% 101,99% 0,98% 104,37% 1,04% 110,85% 1,46% -0,04% 0,62% -0,04% 0,48% -0,18% 1,66% 0,00% out-11 0,89% 100,85% 0,89% 100,53% 0,89% 100,75% 0,88% 100,11% 0,92% -0,03% 1,52% -0,03% 1,52% -0,04% 0,67% -0,01% nov-11 0,87% 101,24% 0,89% 103,25% 0,91% 105,98% 0,93% 108,53% 1,70% -0,06% 1,99% -0,03% 1,90% -0,13% 1,42% 0,01% dez-11 0,92% 101,11% 0,92% 102,03% 0,92% 101,03% 0,90% 99,82% 0,25% -0,05% 0,27% -0,04% 0,24% -0,07% 0,10% -0,04% jan-12 0,90% 101,75% 0,90% 101,41% 0,95% 107,46% 0,99% 111,08% 1,25% -0,04% 1,60% -0,03% 1,65% 0,02% 1,83% -0,02% fev-12 0,75% 101,26% 0,74% 100,00% 0,77% 103,54% 0,79% 106,16% 1,03% -0,04% 2,14% -0,03% 2,13% -0,04% 1,44% -0,02% Ano ,90% 101,62% 9,96% 102,25% 10,26% 105,28% 10,56% 108,42% 11,29% -0,58% 16,24% -0,80% 14,42% -2,63% 12,96% -0,07% Ano ,82% 101,91% 11,87% 102,37% 12,14% 104,74% 12,53% 108,05% 13,91% -0,55% 14,59% -0,52% 14,36% -0,75% 15,51% -0,18% Ano ,66% 101,53% 1,65% 100,77% 1,73% 105,70% 1,78% 108,88% 2,29% -0,09% 3,77% -0,07% 3,82% -0,02% 3,30% -0,04% 6 meses 5,40% 101,33% 5,42% 101,61% 5,54% 103,94% 5,67% 106,25% 6,79% -0,28% 8,41% -0,22% 8,16% -0,47% 7,34% -0,09% 12 meses 11,73% 101,88% 11,82% 102,67% 12,11% 105,18% 12,60% 109,42% 15,24% -0,56% 18,61% -0,53% 18,50% -0,63% 17,52% -0,17% 24 meses 23,35% 101,85% 23,40% 102,06% 24,06% 104,94% 24,72% 107,82% 27,23% -1,27% 34,43% -1,45% 32,61% -3,27% 31,60% -0,29% 36 meses 34,66% 101,25% 35,50% 103,72% 36,34% 106,17% 37,31% 109,02% #VALOR! #VALOR! #VALOR! #VALOR! 48,43% -8,97% #VALOR! #VALOR! Limite de Investimento Enquadramento (Res ) Carasterísticas do Produto Classificação CVM Benchmark Taxa de Administração Taxa de Performance Cotização / Liquidação Data de Início PL em R$ 30% 30% Art 7, IV Superar moderadamente CDI. Fundo referenciado ao CDI, investe em títulos públicos federais e títulos privados. Referenciado CDI 0,18% aa Não há Resgate: D0/D0 Art 7, IV Superar o CDI. Investe em Títulos Públicos Federais e/ou privados, em derivativos referenciados e juros. Renda fixa CDI 0,30% aa Não há Resgate: D0/D0 5% Art 8, IV Superar o CDI. Investe em Títulos Públicos Federais e/ou privados, em derivativos referenciados, juros e câmbio. Multimercado CDI 0,30% aa Não há Resgate: D0/D0 5% 100% 100% 80% Art 8, IV Superar o CDI. Investe em Títulos Públicos Federais e/ou privados, em derivativos referenciados, juros e câmbio. CDI 0,35% aa Não há Não há Não há Resgate: D0/D1 Art 7, I, b Busca obter valorização compatível com a variação do IRF-M (Índice de Renda Fixa de Mercado) no longo prazo. Aplica 100% de seus recursos em ativos público de renda fixa direta, ou indiretamente, relacionados à taxa de juros doméstica. Multimercado Renda fixa Renda fixa Resgate: D0/D0 Resgate: D3/D3 Aplicação: D0/D1 Resgate: D3/D4 02/01/ /08/ /03/ /01/ /11/ /11/ /10/2002 IRFM 0,40% aa Art 7, I, b Busca obter valorização compatível com a variação do IMA-B no longo prazo. Aplica 100% de seus recursos em títulos públicos de renda fixa direta ou indiretamente, relacionados à taxa de juros e índices de preços. Art 7, III Renda fixa IMA-B 0,50% aa , , , , , , ,49 IMA-B 0,40% aa Busca obter valorização superior a variação do IMA- B no longo prazo. Aplica seus recursos em títulos públicos e privados de renda fixa direta ou indiretamente, relacionados à taxa de juros e índices de preços. Não há 100% Art 7, I, b Esse fundo busca acompanhar a rentabilidade do índice de Mercado ANBIMA (IMA-B 5), divulgada pela ANBIMA. Renda fixa IMA-B 5 0,40% aa Não há Resgate: D0/D1 03/09/ ,46 Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 22

23 RENDA VARIÁVEL Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 23

24 Renda Variável - Estratégia Diversificação RENDA VARIÁVEL IBX / Ibovespa Fundo Itaú RPI Fundo Itaú DIVIDENDOS Fundo Itaú INFRAESTRUTURA Foco nas 100 maiores empresas do Brasil; Acompanhar o mercado; Empresas sólidas; Grau de exposição a exportações; Empresas com alto grau de governança. Itaú RPI Ações Ibovespa FICFI Pode aplicar até 30% dos recursos do RPPS. Excelente fundo para iniciar na Renda Variável, pois tem diferencias de conceito e de rentabilidade acima da bolsa a mais de 3 anos. Visa superar o Ibovespa, através da composição ideal em fundos de diferentes gestores, tanto externos como do próprio Banco Itaú, e que podem atuar em diversas estratégias. Itaú Dividendos Ações Pode aplicar até 15% dos recursos do RPPS. Buscará empresas que distribuirão boa parte de seus lucros, conseqüência de um mercado nacional aquecido e diminuindo assim a oscilação da ação. Ótima opção para momentos de incertezas internacionais. Itaú Infra Estrutura Ações Pode aplicar até 15% dos recursos do RPPS. Buscará empresas que se beneficiarão com investimentos em infra estrutura, principalmente com eventos de copa e olimpíadas; Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 24

25 Renda Variável 50,00% 40,00% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00% -10,00% mai-08 out-08 mar-09 ago-09 jan-10 jun-10 nov-10 abr-11 set-11 fev-12-20,00% -30,00% -40,00% -50,00% -60,00% ITAU ACOES DIVIDENDOS FI ITAU RPI ACOES IBOVESPA ATIVO FI ITAU ACOES INFRA ESTRUTURA FI IBOVESPA Ibovespa ITAÚ RPI IBOVESPA FIC AÇÕES ITAÚ INFRA-ESTRUTURA FI AÇÕES ITAÚ DIVIDENDOS FI AÇÕES Maio/08 até Jan/12-3,03 31,29% 40,54% 17,37% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 25

26 Grade de Fundos de Investimentos UNIBANCO IBOVESPA ITAÚ AÇÕES DIVIDENDOS ITAÚ INSTITUCIONAL ITAÚ INSTITUCIONAL IBRX SMALL CAP VALUATION KINEA DINÂMICO MASTER ITAU RPI ACOES INDEX FI AÇÕES FI IBOVESPA ATIVO AÇÕES ATIVO AÇÕES FI IB - FIA AÇÕES IBOVESPA FICFI FI Mês / Ano Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench mar-11 1,70% -0,08% 5,00% 2,74% 1,61% -0,18% 1,81% -0,45% 5,68% -0,57% 2,16% 0,38% 2,69% 0,91% abr-11-3,66% -0,08% 0,14% 3,82% -3,51% 0,07% -3,54% 0,14% 0,74% 0,67% -2,12% 1,46% -1,30% 2,27% mai-11-2,36% -0,07% -0,57% 1,70% -2,56% -0,28% -2,71% -0,43% -0,45% -0,31% -2,60% -0,31% -0,71% 1,58% jun-11-3,41% 0,03% -1,39% 0,16% -3,76% -0,33% -1,82% -0,28% -3,81% -1,11% -2,95% 0,48% -2,24% 1,19% jul-11-5,80% -0,06% -5,81% -0,80% -5,80% -0,07% -4,92% 0,09% -5,07% 1,34% -5,64% 0,09% -4,92% 0,81% ago-11-4,02% -0,07% -0,86% 3,31% -4,18% -0,22% -4,15% 0,02% -2,28% 0,36% -2,00% 1,96% -3,95% 0,01% set-11-7,44% -0,05% -2,26% 2,29% -5,97% 1,41% -4,67% -0,12% -5,41% 1,78% -8,39% -1,01% -4,60% 2,78% out-11 11,41% -0,08% 5,94% -2,90% 9,73% -1,76% 8,63% -0,20% 8,00% 1,11% 6,18% -5,31% 8,94% -2,55% nov-11-2,59% -0,08% -0,73% 0,33% -2,39% 0,12% -1,07% -0,01% -2,17% 1,94% -1,48% 1,03% -1,05% 1,46% dez-11-0,28% -0,07% 4,66% 3,14% -0,46% -0,25% 1,05% -0,47% 0,18% -0,66% 2,95% 3,16% 0,93% 1,14% jan-12 11,02% -0,11% 4,51% -3,41% 10,57% -0,56% 8,03% 0,11% 6,96% -1,29% 8,92% -2,21% 7,79% -3,35% fev-12 4,17% -0,18% 5,96% 2,11% 3,95% -0,39% 3,79% -0,06% 7,95% -1,44% 3,99% -0,36% 4,89% 0,55% Ano ,09% -0,95% 9,04% 6,42% -0,33% -1,37% 0,48% -2,13% 25,18% 2,39% 6,79% 5,75% 10,94% 9,89% Ano ,75% -0,64% -0,46% 10,93% -19,78% -1,68% -13,89% -2,50% -13,51% 3,10% -17,44% 0,67% -9,35% 8,75% Ano ,64% -0,31% 10,74% -1,34% 14,94% -1,02% 12,12% 0,04% 15,46% -2,95% 13,27% -2,69% 13,06% -2,90% 6 meses 15,85% -0,64% 19,14% 2,18% 15,24% -1,25% 16,07% -0,88% 15,60% 2,02% 11,75% -4,74% 17,35% 0,86% 12 meses -3,21% -0,88% 14,69% 13,80% -4,36% -2,03% -0,77% -1,66% 9,33% 2,40% -2,33% 0,00% 5,43% 7,76% 24 meses -2,89% -1,85% 24,25% 19,05% -5,13% -4,09% 0,17% -5,04% 26,90% 4,93% 2,26% 3,30% 15,46% 16,51% 36 meses 67,20% -5,15% 86,88% 15,09% 60,24% -12,12% 64,09% -7,71% 179,37% -23,61% 103,31% 30,95% 121,72% 49,36% Limite de Investimento Enquadramento (Res ) Carasterísticas do Produto Classificação CVM Benchmark Taxa de Adm inistração Taxa de Performance Cotização / Liquidação Data de Início IBOVESPA PASSIVO DIVIDENDOS IBOVESPA ATIVO IBX ATIVO SMALL CAP IBOVESPA ATIVO 30% 15% 30% 30% 15% 15% 30% Art 8, I Art 8, III Art 8, I Acompanhar o comportamento do IBOVESPA. Fundo de Ações 1,00% aa 15% do que exceder 20% do que exceder Não há Não há Não há Não há Não há 100% do índice SMLL 100% Ibovespa Aplicação: D0/D1 Resgate: D1/D4 Aplica seus recursos em ações de empresas que possuem uma consistente política de distribuição de dividendos. O fundo oferece, além da valorização das ações, a renda adicional decorrente do recebimento de dividendos, que é reinvestida no próprio fundo. Fundo de Ações Resgate: D1/D4 26/11/ /01/1999 Fundo de Investimento que procura obter, a longo prazo, rentabilidade superior ao IBOVESPA. O fundo utiliza-se de uma gestão ativa, baseada em análise fundamentalista. Fundo de Ações Ibovespa Fecham. IBX100 Fecham. Ibovespa Fecham. IBX100 Fecham. SMLL Ibovespa Fecham. Ibovespa Fecham. 1,50% aa 0,90% aa 0,90% aa 2,0% aa Resgate: D1/D4 Fundo de Investimento que procura obter, a longo prazo, rentabilidade superior ao IBX100. O fundo utiliza-se de uma gestão ativa, baseada em análise fundamentalista. Fundo de Ações Resgate: D1/D4 Fundo de Investimento que procura obter, a longo prazo, rentabilidade superior ao SMLL (Índice Small Cap). O fundo utilizase de uma gestão ativa, baseada em análise fundamentalista. Fundo de Ações Fundo de Ações Fundo de Ações Aplicação: D0/D1 Resgate: D1/D4 O fundo busca aplicar em ações com potencial de valorização e perspectiva de retorno em longo prazo. Utiliza-se de uma gestão ativa, baseada em análise fundamentalista e/ou pesquisa quantitativa, podendo operar com reduzida diversificação da carteira. Resgate: D7/D10 Resgate: D2/D5 02/05/ /12/ /03/ /11/ /04/2008 PL em R$ , , , , , , ,50 Art 8, I Art 8, III Art 8, III 2,0%aa Art 8, I Superar o Ibovespa, através da composição ideal em fundos de diferentes gestores, tanto externos como do próprio Banco Itaú, e que podem atuar em diversas estratégias. 1,00 % a.a Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 26

27 Grade de Fundos de Investimentos AÇÕES SUSTENT/GOVERNANÇA ITAÚ GOVERNANÇA CORPORATIVA AÇÕES FI ITAÚ EXCELÊNCIA SOCIAL AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO ITAÚ AÇÕES CONSUMO FI SETORIAIS ITAÚ AÇÕES FINANCEIRO FI ITAÚ AÇÕES INFRA ESTRUTURA FI ITAÚ COMMODITIES AÇÕES FI Mês / Ano Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench Fundo do Bench mar-11 2,50% -0,40% 4,53% 0,73% 6,66% 4,88% 5,10% 3,31% 4,25% 1,99% -1,24% -3,50% abr-11-1,14% 0,90% -1,30% 0,49% 2,98% 6,56% -3,61% -0,03% 1,39% 5,07% -6,07% -2,39% mai-11-2,71% -0,91% -1,36% -0,19% -2,49% -0,20% -2,48% -0,20% 1,82% 4,09% -3,77% -1,49% jun-11-3,18% -0,87% -3,32% -0,78% -0,73% 2,70% 0,88% 4,31% -4,69% -3,14% -1,59% -0,04% jul-11-6,20% -0,95% -4,74% -0,72% -6,65% -0,91% -8,23% -2,49% -4,65% 0,37% -0,23% 4,79% ago-11-3,52% 0,04% -3,81% -0,18% 5,11% 9,07% -2,62% 1,34% -2,24% 1,93% -9,03% -4,87% set-11-5,86% -1,40% -4,98% -2,15% -5,94% 1,44% -2,19% 5,19% -4,43% 0,12% -4,79% -0,24% out-11 8,64% 0,30% 8,10% 0,62% 7,62% -3,87% 10,27% -1,22% 4,92% -3,92% 10,46% 1,63% nov-11-3,63% -1,53% -1,66% 0,85% 1,66% 4,17% -1,90% 0,61% -1,92% -0,86% -1,93% -0,87% dez-11 0,67% -1,08% 2,77% -0,87% 2,08% 2,29% 4,00% 4,21% 3,08% 1,55% -2,73% -4,26% jan-12 8,01% 0,66% 5,61% -0,34% 4,25% -6,88% 5,67% -5,47% 3,26% -4,66% 10,61% 2,69% fev-12 6,20% 0,11% 5,40% -0,59% 8,00% 3,66% 5,40% 1,06% 8,20% 4,35% -0,69% -4,54% Ano ,19% 4,65% 4,68% -1,16% 18,53% 17,49% 7,21% 6,17% 12,38% 9,76% -3,21% -5,82% Ano ,01% -6,56% -8,55% -5,24% 0,10% 18,21% -7,51% 10,60% -6,41% 4,98% -18,09% -6,70% Ano ,71% 0,82% 11,31% -0,98% 12,59% -3,37% 11,37% -4,58% 11,73% -0,35% 9,84% -2,24% 6 meses 13,81% -3,61% 15,57% -2,95% 18,28% 1,79% 22,56% 6,07% 13,27% -3,69% 10,20% -6,76% 12 meses -1,68% -5,44% 4,20% -3,45% 23,40% 25,73% 9,15% 11,49% 8,30% 7,41% -12,13% -13,03% 24 meses 12,23% -2,59% 10,57% -10,93% 37,85% 38,89% 14,14% 15,18% 19,18% 13,98% -10,61% -15,81% 36 meses 105,94% -5,31% 85,04% -23,04% 158,84% 86,49% 113,98% 41,63% 110,52% 38,72% 38,87% -32,92% Limite de Investimento Enquadramento (Res ) Carasterísticas do Produto Classificação CVM Benchmark Taxa de Administração Taxa de Performance Cotização / Liquidação 15% 15% 15% Art 8, III Art 8, III Art 8, III O fundo, aberto, com prazo indeterminado de duração e classificado como "ações", consiste em aplicar seus recursos preponderantemente em ações de empresas que apresentem práticas diferenciadas de governança corporativa. IGC Não há Resgate: D1/D4 O objetivo do fundo consiste em aplicar seus recursos preponderantemente na aquisição de ações de empresas que possuem práticas que evidenciem responsabilidades sociais diferenciadas ISE Não há Resgate: D1/D4 Obter retorno através da seleção de ações de setores da Bovespa que estejam ligados direta ou indiretamente ao consumo. Entende-se por consumo, a utilização, aplicação, uso ou gasto de um bem ou serviço por um indivíduo, empresa ou setor público. Não há Não há Não há Não há Resgate: D1/D3 Obter retorno, a longo prazo, através da seleção de ações de setores da Bovespa que estejam ligados direta ou indiretamente aos setores prestadores de serviços financeiros. Fundo de Ações Fundo de Ações Fundo de Ações Fundo de Ações Ibovespa Fecham. Ibovespa Fecham. IBX IBX 0,90%aa 0,60%aa 0,90%aa 0,90%aa 0,90%aa Resgate: D1/D3 Fundo de Ações Resgate: D1/D4 Fundo de Ações Resgate: D1/D4 Data de Início 31/08/ /02/ /01/ /01/ /03/ /10/2008 PL em R$ , , , , , ,16 15% 15% 15% Art 8, III Art 8, III Art 8, III Aplicar seus recursos preponderantemente em ações de empresas dos setores da Bovespa que estejam ligados direta ou indiretamente à infraestrutura. Busca rentabilidade através do investimento preponderantemente em cotas de fundos de investimento em ações de empresas diretamente envolvidas na produção, extração e/ou comercialização de commodities. 0,90%aa Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 27

28 Fundos Alternativos Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 28

29 Fundo de Investimento em Participações Meta de Retorno: IPCA + 19% ao ano. Fundo estimado entre R$ 400 e R$ 600 milhões. Compra participação em empresas para abrir capital na Bolsa entre 15% e 45% Busca empresas com perfil: A Empresa Alvo Típica R$200 mm 15% 1. Controle Familiar 2. Alto Crescimento 3. Valor Estratégico 4. EBITDA R$30-200m Forte alinhamento de interesses Estratégia de saída clara Valor Investido pelos Fundos Kinea Participação Fundos Kinea Nosso ticket médio alvo varia entre R$80 e 200 milhões. R$80 mm 45% Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 29

30 Fundo de Investimento em Participações Setores alvo Nossa estratégia busca investir em setores que deverão liderar o crescimento do país nos próximos anos. Setores em que o aumento potencial de renda do país poderá produzir um incremento na penetração dos serviços (saúde e educação, por exemplo) e do consumo (varejo, alimentos, bens de consumo e commodities) ou que serão alavancados pelos investimentos em infra estrutura necessários para sustentar o crescimento do país Estimativa de prazo para abertura de capital entre 3 e 5 anos. Grupo Itaú (Patrocinador e Investidor) Um dos maiores conglomerados financeiros do mundo e uma das marcas mais valiosas do Brasil, que busca na parceria sua principal estratégia de atuação (vide Itaú/Unibanco e Itaú/Porto Seguro). Além de ser o controlador da Kinea, o que nos permite alavancar nossa prospecção de operações, o Itaú é um patrocinador e principal investidor do fundo de privateequityda Kinea, alocando R$250m de seedmoneypara o negócio e investindo em conjunto com os potenciais investidores do fundo. Exemplo de Investimentos anteriores Investimento Valor Agregado Saída² Teses Gol Linhas Aéreas (2003) US$26mm por 12,5% Operação proprietária Time: CG / EM Profissionalização da gestão Comitês de gestão Condução do processo de IPO IPO e Follow-on entre 2004 e 2006 Taxa de Retorno = 230% a.a. Crescimento Vantagens Comp. Sit. Específicas Heringer (2004) US$22mm por 20,6% Operação proprietária Time: CG / EM Profissionalização da gestão e contratação de CFO Avaliação das vias de crescimento Condução do processo de IPO IPO em 2007 Taxa de Retorno = 60% a.a. Crescimento Vantagens Comp. Sit. Específicas Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 30

31 Disclaimer As informações aqui contidas são de fontes públicas que consideramos confiáveis, porém não representam recomendações de negócios por parte do Itaú Unibanco S.A. nem de seus colaboradores. O Itaú Unibanco não garante a veracidade ou precisão das informações contidas neste material. Nosso objetivo ao transmitir estas informações é reafirmar nosso compromisso de oferecer o máximo em qualidade na administração dos recursos de nossos clientes e total transparência em nossas ações. As projeções contidas neste material podem ser modificadas a qualquer momento em razão de alterações de qualquer dos fatores que compõem sua base de cálculo, bem como em função de mudanças no cenário econômico-financeiro. Todas as projeções foram elaboradas com base em probabilidades, levando-se em consideração as informações disponíveis até a presente data. Eventuais simulações aqui apresentadas levam em consideração características específicas, de acordo com seus objetivos de investimento, situação financeira, necessidades específicas e demais informações prestadas ao Itaú Unibanco, razão pela qual o conteúdo deste material é estritamente confidencial e não deve ser publicado ou divulgado sem prévia e expressa autorização do Itaú Unibanco. As classes de ativos eventualmente apresentadas neste estudo podem sofrer variações em seus preços e/ou valores. Os portfolios estão sujeitos a diversos fatores de risco que podem ocasionar perdas aos investidores. Fundos de Investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos. Os indicadores escolhidos são referências econômicas. Para avaliação da performance do fundo de investimento, é recomendável uma análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Recomendamos que você avalie periodicamente o seu investimento, com o intuito de verificar se há necessidade de ser efetuada alguma modificação nos valores dos investimentos vigentes. Informações adicionais sobre os produtos aqui apresentados podem ser obtidas mediante consulta. Dúvidas, reclamações e sugestões fale com o seu Gerente Institucional ou com a Área de Atendimento (11) Se necessário, utilize o SAC Itaú , todos os dias, 24h, ou o Fale Conosco (www.itau.com.br). Se desejar a reavaliação da solução apresentada após utilizar esses canais, recorra à Ouvidoria Corporativa Itaú , dias úteis, das 9 às 18h, Caixa Postal nº , CEP Deficientes auditivos ou de fala, 24 horas Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Pág. 31

Política e Alternativas de Investimentos. Alessandra Cardoso Towers Watson

Política e Alternativas de Investimentos. Alessandra Cardoso Towers Watson Política e Alternativas de Investimentos Alessandra Cardoso Towers Watson Processo de gestão de recursos Governança Definir Definição dos objetivos Alocação dos recursos Estrutura de investimento Executar

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional 3 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.947 funcionários 6,7 milhões de clientes 54 filiais 35 C.A.S.A.s Maior grupo segurador independente

Leia mais

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos 1 CENÁRIO ECONÔMICO Economia Internacional RECUPERAÇÃO Produção Industrial (total) 115.00 Revisões

Leia mais

VITER GEICO. Vice-Presidência de Gestão. Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER GEICO. Vice-Presidência de Gestão. Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos CENÁRIOS ECONÔMICOS JUROS JUROS x INFLAÇÃO x META ATUARIAL Meta Atuarial = 6,00% + IPCA (FOCUS

Leia mais

Consultoria de investimentos para RPPS

Consultoria de investimentos para RPPS Consultoria de investimentos para RPPS (Regime Próprio de Previdência Social). www.investorbrasil.com A INVESTOR é uma empresa especializada em consultoria e implementação de soluções na área de investimentos

Leia mais

Informe Mensal Mai 12

Informe Mensal Mai 12 Informe Mensal Mai 12 Especial Institucional Tendências do Mercado Palavra do Gestor A Taxa Selic e a Bolsa de Valores Juros Até a última reunião do Banco Central, as expectativas para queda da Selic se

Leia mais

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II A MUTUOPREV Entidade de Previdência Complementar - CNPJ nº 12.905.021/0001-35 e CNPB 2010.0045-74, aprovado pela portaria nº 763 de 27 de setembro

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20 BENCHMARK RF:80.00% ( 100.00%CDI ) + RV:20.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015

CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015 Avaliação da Carteira de Investimentos Janeiro/2015 1 CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015 O ano de 2015 inicia com grandes desafios no ambiente econômico internacional, principalmente em relação as incertezas

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% )

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF)

Leia mais

De acordo com o Plano Anual de

De acordo com o Plano Anual de Ago 12 Informe Mensal Especial Institucional Palavra do Gestor Tendências do Mercado O Plano Anual de Financiamento da Dívida PAF Juros Em julho os juros cederam de forma moderada, o contrato com vencimento

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA Proposta de Consultoria Financeira. MENSAL INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA A/C.: Superintendente INVESTOR - APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO A INVESTOR é uma empresa especializada em consultoria e implementação de soluções

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO-2015

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO-2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS PREVIDENCIÁRIOS JANEIRO- ÍNDICE DEMOSTRATIVO DAS APLICAÇÕES DA

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

A importância do asset allocation na otimização dos resultados

A importância do asset allocation na otimização dos resultados A importância do asset allocation na otimização dos resultados Joaquim Levy Diretor Superintendente da BRAM Cristiano Picollo Corrêa Portfolio Specialist da BRAM Agenda Introdução Estudo de Casos Caso

Leia mais

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR ANTES ESTRATÉGIA FUNDO FUNDO FIXA SIMPLES LIQUIZ S PERFIL RISCO CAIXA FI FIXA SIMPLES LP 50,00 1,50 D0 / D0 D0 / D0 Selic Até 100% Até 50% 0 CONSERVADOR CAIXA FIC FÁCIL FIXA SIMPLES 50,00 2,00 D0 / D0

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011 SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional Novembro/2011 3 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.925 funcionários 6,7 milhões de clientes 45 filiais 256 escritórios de venda Maior

Leia mais

Síntese de set/out/nov-2014

Síntese de set/out/nov-2014 Síntese de set/out/nov-2014 23 de dezembro de 2014 Análise de Cenário O que está ruim pode piorar um pouco mais... Embora a nomeação da equipe econômica e seus primeiros discursos tenham agradado aos mercados,

Leia mais

Política Anual de Investimentos (PAI)

Política Anual de Investimentos (PAI) Política Anual de Investimentos (PAI) 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 3 2.1 OBJETIVO GERAL... 3 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 3 VIGÊNCIA... 3 4 MODELO DE GESTÃO... 4 5 PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO

GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA RPPS PONTÃO MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Focus Relatório de Mercado de 6 de março de 2015. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/pec/gci/port/readout/r20150306.pdf.

Leia mais

Perfin Institucional FIC FIA

Perfin Institucional FIC FIA Perfin Institucional FIC FIA Relatório Mensal- Junho 2013 O fundo Perfin Institucional FIC FIA utiliza-se de análise fundamentalista para compor o seu portfólio, baseado no diferencial existente entre

Leia mais

Retornos % Dia % Mês % Ano PREFIXADO IDkA Pré 2A 3.117,66 0,2326 0,0484 2,2339 IPCA IDkA IPCA 2A 3.361,41 0,0303 1,1342 4,33

Retornos % Dia % Mês % Ano PREFIXADO IDkA Pré 2A 3.117,66 0,2326 0,0484 2,2339 IPCA IDkA IPCA 2A 3.361,41 0,0303 1,1342 4,33 RENDA VARÍAVEL O Ibovespa principal indicador da bolsa de valores brasileira fechou o mês de março em queda (-0,84%). A Bovespa segue bastante vulnerável em meio à desaceleração econômica e a mudança de

Leia mais

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br JANEIRO de 2013 1 ÍNDICE 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 05 PÁG 2. INFORMAÇÕES CONTRATUAIS FUNDOS DE INVESTIMENTO 06 2.1. Fundos de Investimento do Banco do Brasil 06 2.1.1. BB Previdenciário Renda Fixa IMA

Leia mais

PARECER MENSAL - 8/2015 22/09/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Vera - MT VERA - PREVI

PARECER MENSAL - 8/2015 22/09/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Vera - MT VERA - PREVI PARECER MENSAL - 8/2015 22/09/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Vera - MT VERA - PREVI Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Clarice Scheit Calgaro; Atendendo a necessidade

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 30/04/2015 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

Relatório Mensal - Novembro de 2013

Relatório Mensal - Novembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Ibovespa terminou o mês de novembro com queda de 3,27%, aos 52.842 pontos. No cenário externo, os dados

Leia mais

Por dentro da Política de Investimentos IPERGS Porto Alegre (RS) Fev/2015

Por dentro da Política de Investimentos IPERGS Porto Alegre (RS) Fev/2015 Por dentro da Política de Investimentos IPERGS Porto Alegre (RS) Fev/2015 Política de Investimento Os RPPS possuem obrigação legal de elaborar anualmente sua política de investimentos; Essa política deve

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JULHO - 2015. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JULHO - 2015. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JULHO - 2015 Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS INTRODUÇÃO O Relatório de Gestão de Investimentos do Regime Próprio de Previdência do Município

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40 BENCHMARK RF:60.00% ( 100.00%CDI ) + RV:40.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 03/11/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/11/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS. RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS. RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15 INTRODUÇÃO Informamos que o conteúdo deste relatório bem como

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%)

DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) DADOS ECONÔMICOS - 31 DE JULHO DE 2.012 META ATUARIAL= 6,86% (MÊS= 0,93%) CARTEIRA ANO= 11,88% (MÊS= 2,06%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF) 239410 37.386.754,15

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014 Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS INTRODUÇÃO O Relatório de Gestão de Investimentos do Regime Próprio de Previdência do Município

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Novembro/2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 31.10.14 APLICAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA MARÇO Expectativas de Mercado BACEN (17/04/2015) Pág. 2 abril de 2015 CARTEIRA DE INVESTIMENTO ATIVOS % FEVEREIRO MARÇO DISTRIBUIÇÃO POR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Leia mais

Cenário Econômico. Alocação de Recursos

Cenário Econômico. Alocação de Recursos BB Gestão de Recursos DTVM S.A. Cenário Econômico UGP- Unidade de Gestão Previdenciária BB Gestão de Recursos DTVM S. A. Alocação de Recursos setembro/2015 Outubro/2015 Cenário Econômico Economia Internacional

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional AGENDA 3 SUL AMÉRICA INVESTIMENTOS Processos de investimento Produtos Informativos e boletins 4 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.947

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011 O ano de 11 terminou sem grandes surpresas. Na tentativa de manter aquecido o mercado consumidor brasileiro, a taxa básica de juros, que chegou a 1,5% ao longo do ano, encerrou o período em 11%. O crescimento

Leia mais

Baixa do dólar e recuo das Treasuries corroboram para fechamento dos juros futuros; Fatores domésticos levam a depreciação do dólar frente ao real;

Baixa do dólar e recuo das Treasuries corroboram para fechamento dos juros futuros; Fatores domésticos levam a depreciação do dólar frente ao real; 20-jan-2014 Baixa do dólar e recuo das Treasuries corroboram para fechamento dos juros futuros; Fatores domésticos levam a depreciação do dólar frente ao real; Ibovespa recuou 1,04% na semana, seguindo

Leia mais

Relatório Mensal Dezembro de 2015

Relatório Mensal Dezembro de 2015 Relatório Mensal Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa teve um desfecho melancólico no ultimo mês de 2015, fechando com queda de 3,92% e acumulando uma retração de 13,31% no ano. O cenário econômico

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC MULT LP MASTER TRADING 13.902.141/0001-41 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC MULT LP MASTER TRADING 13.902.141/0001-41 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FICFI MULTIMERCADO LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%)

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.012 META ATUARIAL= 3,86 % (MÊS= 1,14%) CARTEIRA ANO= 8,20% (MÊS= 2,46%) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS 239410 39.931.053,81 0,00

Leia mais

POLITICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO 2.011 SUMÁRIO

POLITICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO 2.011 SUMÁRIO SERVIÇO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL Rua Monsenhor Soares nº. 65 Centro Itapetininga SP Fones (015)3271-0728 e 3271-7389(telefax) E-mail: seprem@uol.com.br POLITICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO 2.011 SUMÁRIO

Leia mais

Demonstrativo de Investimentos

Demonstrativo de Investimentos Demonstrativo de Investimentos 2º Trimestre de 2013 Este relatório é de uso exclusivo dos órgãos de administração (Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal) da SIAS. Diretoria Administrativa

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO - 2015. Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Antônio Carlos - SC

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO - 2015. Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Antônio Carlos - SC RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS OUTUBRO - 2015 Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Antônio Carlos - SC INTRODUÇÃO O Relatório de Gestão de Investimentos do Instituto

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL

RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL 2015 RELATÓRIO DE GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA ABRIL Expectativas de Mercado BACEN (15/05/2015) Pág. 2 maio de 2015 CARTEIRA DE INVESTIMENTO ATIVOS % MARÇO ABRIL DISTRIBUIÇÃO POR INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

Leia mais

Informe Mensal Especial Parcerias

Informe Mensal Especial Parcerias Informe Mensal Especial Parcerias Abr 13 Tendências do Mercado Juros No mês de março a inflação continuou no foco do mercado e do próprio Banco Central; o IPCA de fevereiro foi de 0,6% contra uma expectativa

Leia mais

SJPREV São José Previdência - SC

SJPREV São José Previdência - SC RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS JANEIRO - 2015 SJPREV São José Previdência - SC INTRODUÇÃO O Relatório de Gestão de Investimentos do São José Previdência foi elaborado pela SMI Consultoria de Investimentos

Leia mais

Relatório de Acompanhamento da Carteira de Investimentos. ITABIRAPREV - Instituto de Previdência de Itabira - MG

Relatório de Acompanhamento da Carteira de Investimentos. ITABIRAPREV - Instituto de Previdência de Itabira - MG Relatório de Acompanhamento da Carteira de Investimentos ITABIRAPREV - Instituto de Previdência de Itabira - MG Milhares (R$) Milhões 1. Introdução O presente relatório possui o objetivo de demonstrar

Leia mais

Fundo Especial de Previdência do Município de LEME - LEMEPREV

Fundo Especial de Previdência do Município de LEME - LEMEPREV Fundo Especial de Previdência do Município de LEME - LEMEPREV POLÍTICA ANUAL DE INVESTIMENTOS 2011 No presente documento encontram-se diretrizes para guiar o processo de investimentos do Fundo Especial

Leia mais

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Importante: Este documento não constitui uma opinião ou recomendação, legal ou de qualquer outra natureza, por parte da Vinci Partners,

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Março de 2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 28.02.14 APLICAÇÃO

Leia mais

PPS PORTFOLIO PERFORMANCE MSDPREV

PPS PORTFOLIO PERFORMANCE MSDPREV 1 MSDPREV ANÁLISE DE DESEMPENHO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTOS OUT.14 RENDA FIXA MSDPREV RF (WESTERN) CLASSIFICAÇÃO: CLUSTER RENDA FIXA ÍNDICES - MODERADO Novembro/13 a Outubro/14 Nos últimos doze meses,

Leia mais

Semana com dólar em forte queda, alta da Bolsa e menor pressão nos juros futuros; Programa de intervenção do BCB no câmbio vem surtindo efeito;

Semana com dólar em forte queda, alta da Bolsa e menor pressão nos juros futuros; Programa de intervenção do BCB no câmbio vem surtindo efeito; 06-set-2013 Semana com dólar em forte queda, alta da Bolsa e menor pressão nos juros futuros; Programa de intervenção do BCB no câmbio vem surtindo efeito; Ata do Copom referendou nosso novo cenário para

Leia mais

PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO

PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015. Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO PARECER MENSAL - 4/2015 14/05/2015 Regime Próprio de Previdência Social do município de Sorriso - MT PREVISO Prezado(a) Diretor(a) Executivo(a), Sr(a). Adélio Dalmolin; Atendendo a necessidade do Instituto

Leia mais

Período São Bernardo SB Zero SB 20 SB 40 CDI. Janeiro 0,92% 1,05% -0,29% -1,71% 0,93% Fevereiro 0,81% 0,74% 1,93% 3,23% 0,82%

Período São Bernardo SB Zero SB 20 SB 40 CDI. Janeiro 0,92% 1,05% -0,29% -1,71% 0,93% Fevereiro 0,81% 0,74% 1,93% 3,23% 0,82% Rentabilidade da Renda Fixa em 2015 Desde o mês de junho deste ano as carteiras de investimentos financeiros que compõem os perfis de investimentos da São Bernardo têm sofrido forte flutuação de rentabilidade,não

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Abril de Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) é dedicado ao investimento em Ativos de renda fixa

Leia mais

Fundos de Investimentos

Fundos de Investimentos Fundos de Investimentos 1 O que e um fundo de investimentos? Um fundo de investimentos concentra em uma unica entidade juridica, varios investidores com o mesmo objetivo e que compartilham a mesma estrategia

Leia mais

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Extra FIM Julho, 2013 Índice I. Filosofia de Investimento II. Modelo de Tomada de Decisão III. Processo de Investimento IV. Características do Fundo 2 I. Filosofia de Investimento Filosofia

Leia mais

Conjuntura semanal. Itaú Personnalité. Semana de 12 a 16 de Agosto. Fatores externos e internos elevaram o dólar para perto de R$ 2,40;

Conjuntura semanal. Itaú Personnalité. Semana de 12 a 16 de Agosto. Fatores externos e internos elevaram o dólar para perto de R$ 2,40; Semana de 12 a 16 de Agosto Fatores externos e internos elevaram o dólar para perto de R$ 2,40; Curva de juros voltou a precificar mais aumentos de 0,5 p.p. para a taxa Selic; Com a presente semana muito

Leia mais

FAZPREV [RELATÓRIO MENSAL DE GESTÃO]

FAZPREV [RELATÓRIO MENSAL DE GESTÃO] [RELATÓRIO MENSAL DE GESTÃO] Janeiro - 2014 VERSÃO 2.0 Introdução O presente relatório tem por objetivo cumprir as exigências legais, dispostos pela Resolução do CMN nº 3.922/10, e a Portaria MPS nº 519/11

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 04 de Maio de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 01/04/2015 a 30/04/2015 Panorama Mensal Abril 2015 No cenário internacional, o mês de abril foi marcado por surpresas negativas em

Leia mais

Capítulo 7 Fundos de Investimentos

Capítulo 7 Fundos de Investimentos Capítulo 7 Fundos de Investimentos 7.1 Apresentação do capítulo O objetivo deste capítulo é apresentar as principais características e classificações de um fundo de investimento. Ao final, você terá visto:

Leia mais

Apresentação. (http://www.bcprevi.sc.gov.br/investimentos/pi2014.pdf).

Apresentação. (http://www.bcprevi.sc.gov.br/investimentos/pi2014.pdf). RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO: 28/02/2014 1 2 Apresentação Dentro do princípio da transparência, apresentamos o relatório da administração com a data base de 28/02/2014, prestando contas do período que se

Leia mais

O ETF como instrumento na gestão de recursos:

O ETF como instrumento na gestão de recursos: O ETF como instrumento na gestão de recursos: Agosto de 2013 Tendências e Oportunidades no Brasil e no mundo. Informação Pública Política Corporativa de Segurança da Informação Conteúdo Utilização de ETFs

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO-2015

RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO-2015 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO RELATÓRIO MENSAL DAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DOS RECURSOS DA ASSISTÊNCIA JANEIRO- ÍNDICE DEMOSTRATIVO DAS APLICAÇÕES DA

Leia mais

Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos

Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos Fundo de Aposentadoria e Previdência Social dos Servidores Efetivos do Município de Barra do Rio Azul-RS. Gestão Econômica e Financeira. Comitê de Investimentos RELATORIO GESTÃO FINANCEIRA 01/2015 O Comitê

Leia mais

CARTA MENSAL SulAmérica Total Return FI Ações Novembro 2014

CARTA MENSAL SulAmérica Total Return FI Ações Novembro 2014 CARTA MENSAL SulAmérica Total Return FI Ações Novembro 2014 Cenário Internacional Crescimento mundial: gradual e desequilibrado A economia mundial fecha 2014 com um desempenho não muito diferente daquele

Leia mais

Política Anual de Investimentos Exercício de 2012

Política Anual de Investimentos Exercício de 2012 Política Anual de Investimentos Exercício de 2012 Política de Investimento -2012 1 SUMARIO 1. Introdução... 03 2. Divulgação da Política de Investimentos... 03 3. Objetivos... 03 4. Composição dos Investimentos

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PLANO DE BENEFÍCIO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL Vigência: 01/01/2013 a 31/12/2017 1. OBJETIVOS A Política de Investimentos tem

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Fevereiro de 2015 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) é dedicado ao investimento em Ativos de renda

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Porto Alegre Dezembro 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 DO ENQUADRAMENTO À RESOLUÇÃO CMN nº. 3.922, de 2010 e a POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2015....3 3 ANÁLISE DA META ATUARIAL...3

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2014

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2014 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 2014 As Diretrizes de Investimento Adotadas pelo Fundo de Previdência Social do Município de Goianésia 1. Introdução Atendendo à Resolução CMN nº. 3922, de 25 de novembro de 2010

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2013

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2013 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE ALMIRANTE TAMANDARÉ, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ 05093137/000151 sediado à Rua Trav. Paulo Bini,27,

Leia mais

Processo de Seleção de Gestores e Fundos

Processo de Seleção de Gestores e Fundos Processo de Seleção de Gestores e Fundos Fórum ANCEP 2013 Mercado Brasileiro de Fundos de Investimentos Classificação ANBIMA Fundos Classificação Anbima Fundos Ações Dividendos 55 Investimentos no Exterior

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Edge Investimentos Ltda. Av. Ayrton Senna 3000 Bloco 2 324 Rio de Janeiro RJ Tel: +55 (21) 2421-4262 www.edgeinvestimentos.com.br Administrador/ Distribuidor:

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2014 IPRESI SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVOS... 3 2.1 OBJETIVO GERAL... 3 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 3 VIGÊNCIA... 4 4 MODELO DE GESTÃO... 4 5

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PLANO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA Vigência: 01/01/2013 a 31/12/2017 1. OBJETIVOS A Politica de Investimentos tem como objetivo

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Março de 2014 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) é dedicado ao investimento em Ativos de renda

Leia mais

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58 CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58 O Conselho de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento, no exercício das atribuições a ele conferidas

Leia mais

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

DIRETORIA DE INVESTIMENTOS DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal de Investimentos Fundo Financeiro e Previdenciário Fevereiro Rio de Janeiro 2015 1 Diretoria de Investimentos Gustavo de Oliveira Barbosa Diretor Presidente

Leia mais

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL Por que GTI? Alinhamento Partnership Modelo de negócio participativo, meritocrático e com total alinhamento de interesse entre sócios e investidores Equipe experiente oriunda de

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Visão Geral Administradora de Recursos Independente Fundada em 2001 por Luiz Carlos Mendonça de Barros. Diretor do BACEN, presidente do BNDES, Ministro das Telecomunicações e

Leia mais

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%)

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) Módulo V Fundos de Investimentos De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) 5 - Fundos de Investimentos Definições legais Tipos de Fundo Administração Documentos dos fundos Dinâmica de Aplicação e resgate

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDENCIA DO MUNICIPIO DE ALMIRANTE TAMANDARÉ - IPMAT

INSTITUTO DE PREVIDENCIA DO MUNICIPIO DE ALMIRANTE TAMANDARÉ - IPMAT RESOLUÇÃO Nº. 01/2009 Em cumprimento a Resolução nº. 3790/2009 de 24 de Setembro de 2009, do Conselho Monetário Nacional, o CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO IPMAT, no uso de suas atribuições legais e de conformidade

Leia mais

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE 1 MSDPREV ANÁLISE DE DESEMPENHO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTOS JAN.15 RENDA FIXA MSDPREV RF (WESTERN) CLASSIFICAÇÃO: CLUSTER RENDA FIXA ÍNDICES - MODERADO Fevereiro/14 a Janeiro/15 O histórico dos últimos

Leia mais

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM BRASIL PLURAL PREV FIC FIM Agosto / 2013 Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma forma ou por

Leia mais

Relatório Mensal - Junho de 2013

Relatório Mensal - Junho de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Junho foi mais um mês bastante negativo para o Ibovespa. O índice fechou em queda pelo sexto mês consecutivo impactado pela forte saída de capital estrangeiro

Leia mais

III Encontro de Gestores RPPS do Estado do MT

III Encontro de Gestores RPPS do Estado do MT Unidade de Gestão Previdenciária - UGP III Encontro de Gestores RPPS do Estado do MT Cuiabá (MT) Estrutura Especializada REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL ABERTA FECHADA

Leia mais

Apresentação GAP Multiportfolio

Apresentação GAP Multiportfolio Apresentação GAP Multiportfolio Estrutura GAP ASSET MANAGEMENT Renda Fixa Renda Variável Pesquisa Macroeconômica Crédito Risco Portfolio Manager Leonardo Callou Oscar Camargo Renato Junqueira Portfolio

Leia mais

NUCLEOS Instituto de Seguridade Social. Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI)

NUCLEOS Instituto de Seguridade Social. Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) NUCLEOS Instituto de Seguridade Social Relatório de acompanhamento da Política de Investimento e resumo do Demonstrativo de Investimentos (DI) Maio, 2009 Índice Capítulo Página I Introdução...1 II Alocação

Leia mais

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE 1 MSDPREV ANÁLISE DE DESEMPENHO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTOS ABR.15 RENDA FIXA MSDPREV RF (WESTERN) CLASSIFICAÇÃO: CLUSTER RENDA FIXA ÍNDICES - MODERADO Maio/14 a Abril/15 A atuação do gestor no segmento

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

DEMONSTRATIVO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS DEMONSTRATIVO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS 1. ENTE Endereço: Bairro: Prefeitura Municipal de Itanhaém / SP AVENIDA WASHINGTON LUIS - 75 CENTRO (013) 3421-1600 Fax: (013) 3421-1600 CNPJ: Complemento: CEP:

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS POLÍTICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2009 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 2 2 OBJETIVOS... 2 2.1 OBJETIVO GERAL... 2 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 2 3 VIGÊNCIA... 3 3.1 MODELO DE GESTÃO... 3 3.2 PROCESSO

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 01 de Abril de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 02/03/2015 a 31/03/2015 Panorama Mensal Março 2015 Os mercados financeiros seguiram voláteis ao longo do mês de março, em especial

Leia mais

Qual será o seu próximo projeto? Que tal investir em um futuro tranquilo?

Qual será o seu próximo projeto? Que tal investir em um futuro tranquilo? PERSONNALITÉ News Número 98 Ano 8 Junho 2010 Em pauta Qual será o seu próximo projeto? Que tal investir em um futuro tranquilo? Planejar agora como será o seu futuro. Proporcionar o conforto e uma renda

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC CAMBIAL DOLAR 02.294.024/0001-26 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC CAMBIAL DOLAR 02.294.024/0001-26 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO CAMBIAL LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento

Leia mais

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012

Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012 Acompanhamento da Política de Investimentos Nucleos 4º Trimestre de 2012 1 - Introdução e Organização do Relatório O relatório de acompanhamento da política de investimentos tem por objetivo verificar

Leia mais