Resolvem os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, responder afirmativamente à consulta, nos termos do voto do relator.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resolvem os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, responder afirmativamente à consulta, nos termos do voto do relator."

Transcrição

1 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N CONSULTA N CLASSE 5 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Carlos Ayres Britto. Consulente: Ciro Francisco Pedrosa, deputado federal. CONSULTA. VICE-PREFEITO ELEITO PARA O PERÍODO DE 2000 A 2004 E REELEITO PARA O PERÍODO DE 2004 A DIPLOMADO APENAS NA 1 a ELEIÇÃO, MAS NÃO EMPOSSADO EM NENHUM DOS PLEITOS. AUSÊNCIA DE IMPEDIMENTO À NOVA CANDIDATURA. 1. Pode candidatar-se a vice-prefeito o candidato que, eleito para o mesmo cargo nas duas eleições anteriores, não foi empossado em nenhuma delas. 2. Consulta respondida afirmativamente. Resolvem os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, responder afirmativamente à consulta, nos termos do voto do relator.

2 Cta n 1.476/DF. 2 RELATÓRIO O SENHOR MINISTRO CARLOS AYRES BRITTO: Senhor Presidente, trata-se de consulta, formulada pelo Deputado Federal Ciro Francisco Pedroso e vazada nos seguintes termos: fí Em 1996-Vereador. Em candidata-se ao cargo de deputado estadual e alcança a suplência. Em candidata-se como vice-prefeito. É eleito, diplomado, mas não toma posse. Em opta por assumir como titular a vaga ao cargo de deputado estadual. Em elege-se deputado estadual. É diplomado e empossado. Em candidata-se ao cargo de vice-prefeito novamente no mesmo município. É eleito, mas não diplomado e não empossado. Opta por permanecer no cargo de deputado estadual. Em candidata-se ao cargo de deputado estadual. É eleito, diplomado e empossado. Em poderá ser novamente candidato, pela 3 a vez, ao cargo de Vice-Prefeito?" 2. Após distribuição pelo sistema automático, determinei o encaminhamento do processo à Assessoria Especial da Presidência - Asesp (fl. 5), que emitiu o parecer de fls Parecer pelo conhecimento desta consulta, e, quanto ao mérito, respondeu afirmativamente. Leia-se: 4. A Constituição Federal em seu artigo 14, 5 o, trata de hipótese de reeleição nos seguintes termos: "Art. 14. (...) 5 o O Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e quem os houver sucedido ou substituído no curso dos mandatos poderão ser reeleitos para um único período subseqüente." 5. Depreende-se da leitura do dispositivo constitucional mencionado que os Chefes do Poder Executivo e seus respectivos Vices, só poderão ser eleitos para o mesmo cargo por duas vezes consecutivas. 6. A jurisprudência desta Corte Eleitoral é neste sentidos

3 Cta n 1.476/DF. 3 "(...) 3. O art. 14, 5 o, da Constituição, na redação da Emenda Constitucional n 16/97, é norma que prevê hipótese de elegibilidade do Presidente da República, dos Governadores de Estado e do Distrito Federal e dos Prefeitos, bem como dos que os hajam sucedido ou substituído no curso dos mandatos, para um único período subseqüente; a natureza de regra de elegibilidade não se modifica pelo fato de dispor que a reeleição é para um único período subseqüente (...) 9. C 5 o do artigo 14 da Constituição em vigor, por via de compreensão, assegura, também, ao vice-presidente da república, aos vice-governadores e aos vice-prefeitos a elegibilidade aos mesmos cargos, para um único período subseqüente(...) (Consulta Resolução Ministro Relator José Néri da Silveira - DJ 21/10/97, página 53428)" 7. No caso em tela não houve exercício do cargo. O candidato foi eleito e diplomado em 2000 e em 2004 não foi sequer diplomado. 8. O simples fato de ter sido eleito e diplomado no cargo de Vice-Prefeito por duas vezes consecutivas não lhe retira o direito de concorrer ao mesmo cargo, haja vista que se faz necessária a titularidade do cargo para que ocorra a hipótese de inelegibilidade prevista no artigo 14, 5, da Constituição Federal. 9. Conforme se vê do trecho do voto do Ministro Relator Nelson Jobim proferido nos autos do Agravo Regimental na Reclamação n 124, a titularidade do cargo se dá com a posse e não com a diplomação: "(...) A titularidade no cargo eletivo não se dá com a diplomação. Dá-se com a posse. (...) Com a diplomação "(...) se atesta (...) a existência de uma eleição válida e seus resultados, já divulgados, habilitando-se os eleitos, com o diploma, a exercerem seus respectivos mandatos" (Joel L. Cândido, in Direito Eleitoral Brasileiro, p. 226, 9 a ed, Ed. EDIPRO, 2001). Tem a diplomação natureza declaratória e não constitutiva. (...) (Agravo Regimental na Reclamação n 124- Ministro Relator Nelson Jobim - DJ 21/06/2002, página 243)" É o relatório.

4 Cta n 1.476/DF. 4 VOTO O SENHOR MINISTRO CARLOS AYRES BRITTO (relator): Senhor Presidente, inicialmente, é de se considerar legitimado o membro do Congresso Nacional para formular consulta sobre matéria eleitoral, por se tratar de autoridade com jurisdição federal (inciso XII do artigo 23 do Código Eleitoral 1 ). Mais: tratando-se de consulta em tese, deve ser ela conhecida, nos termos do dispositivo em comento. 5. Quanto ao mérito, entendo que os cargos de provimento eletivo se caracterizam por uma forma de investidura que se inicia com a eleição popular, passa pela diplomação no respectivo cargo e se ultima com o ato de posse nesse mesmo cargo. Se não há posse, a investidura deixa de se perfazer. E não se perfazendo, já não há como incidir a regra constitucional de limitabilidade de reeleição para um único período subseqüente. Limitabilidade que tem sua razão de ser na própria natureza das chefias executivas, mais afeitas a desbordamentos que o gênio de Montesquieu buscou evidenciar com a frase de que é da natureza das coisas que todo aquele que detém o poder tende a abusar dele. Por isso que o postulado republicano da necessidade de renovação dos quadros estatais dirigentes faz-se bem mais imperativo quanto àqueles que se investem em tais chefias (o próprio nome "chefia" a dizer praticamente tudo). decidiu este Tribunal Superior: 6. Em caso análogo, mas antes da emenda da reeleição, já CONSULTA. ELEGIBILIDADE PARA O CARGO DE PREFEITO, PARA O PERÍODO SUBSEQÜENTE, DE CÔNJUGE OU PARENTES CONSANGUÍNEOS OU AFINS, ATE SEGUNDO GRAU OU POR ADOCAO, DE PREFEITO ELEITO, MAS NÃO EMPOSSADO EM VIRTUDE DE RENÚNCIA. RESPONDIDA AFIRMATIVAMENTE. (CTA , rei. Ministro Sepúlveda Pertence, julgado em , publicado em ) 1 Art Compete, ainda, privativamente, ao Tribunal Superior, [...] XII - responder, sobre matéria eleitqrairàs consultas que lhe forem feitas em tese por autoridade com jurisdição, federal ou órgão nacional de partido político;

5 Cta n 1.476/DF Isso posto, respondo à consulta nos seguintes termos: pode candidatar-se a vice-prefeito o candidato que, mesmo eleito para o cargo nas duas eleições anteriores, não foi empossado em nenhuma oportunidade. É como voto.

6 Cta n 1.476/DF. 6 EXTRATO DA ATA Cta n 1.476/DF. Relator: Ministro Carlos Ayres Britto. Consulente: Ciro Francisco Pedrosa, deputado federal. Decisão: O Tribunal, por unanimidade, respondeu afirmativamente à consulta, na forma do voto do relator. Presidência do Exmo. Sr. Ministro Marco Aurélio. Presentes os Srs. Ministros Carlos Ayres Britto, Ricardo Lewandowski, Ari Pargendler, Felix Fischer, Caputo Bastos, Marcelo Ribeiro e o Dr. Francisco Xavier, Vice-Procurador-Geral Eleitoral. SESSÃO DE CERTIDÃO DE PUBLICAÇÃO Certifico a publicação «lesta resolução uo Dia ido A/CRISTINA

RESOLUÇÃO N CONSULTA. DEPUTADO FEDERAL. Consulta de que se conhece e, no mérito, a que se responde positivamente.

RESOLUÇÃO N CONSULTA. DEPUTADO FEDERAL. Consulta de que se conhece e, no mérito, a que se responde positivamente. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 22.844 CONSULTA N 1.592 - CLASSE 10 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Ari Pargendler. Consulente: Joaquim Beltrão Siqueira, deputado federal. CONSULTA.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 22.809 CONSULTA N 1.577 - CLASSE 5 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Caputo Bastos. Consulente: Edinho Bez, deputado federal. Consulta. Cargo eletivo

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.048

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.048 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.048 CONSULTA N 1.538 - CLASSE 5 a - BRASíLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Ricardo Lewandowski. Consulente: Carlos Alberto de Sousa Rosado, Deputado Federal.

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 94, DE 2015

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 94, DE 2015 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 94, DE 2015 Altera o art. 14 da Constituição Federal, para acrescentar hipótese de inelegibilidade. As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS)

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS) COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS) SUBSTITUTIVO À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 14,

Leia mais

O P I N I Ã O L E G A L. I. A consulta.

O P I N I Ã O L E G A L. I. A consulta. CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO Professor Emérito da PUC/MG e da UnB Universidade de Brasília Advogado PRESIDENTE DA CÂMARA DISTRITAL QUE EXERCE, TEMPORARIAMENTE, EM SUBSTITUIÇÃO, O CARGO DE GOVERNADOR,

Leia mais

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS. A CF/88 prevê inelegibilidades absolutas e relativas

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS. A CF/88 prevê inelegibilidades absolutas e relativas CURSO DE DIREITO Prof. A CF/88 prevê inelegibilidades absolutas e relativas Inelegibilidades Absolutas a) Inalistabilidade A plena disposição dos direitos políticos ativos (votar) é condição para o exercício

Leia mais

1. DIREITOS POLÍTICOS (art. 1o, II; artigos 14 a 17, da CF) ESPÉCIES: DIREITOS POLÍTICOS POSITIVOS DIREITOS POLÍTICOS NEGATIVOS

1. DIREITOS POLÍTICOS (art. 1o, II; artigos 14 a 17, da CF) ESPÉCIES: DIREITOS POLÍTICOS POSITIVOS DIREITOS POLÍTICOS NEGATIVOS 1. DIREITOS POLÍTICOS (art. 1o, II; artigos 14 a 17, da CF) ESPÉCIES: DIREITOS POLÍTICOS POSITIVOS DIREITOS POLÍTICOS NEGATIVOS DIREITOS POLÍTICOS e REGIME DEMOCRÁTICO O REGIME DEMOCRÁTICO como princípio:

Leia mais

RESOLUÇÃO PROCESSO ADMINISTRATIVO N s CLASSE 19 a - SANTA CATARINA (Florianópolis - 9- Zona - Concórdia).

RESOLUÇÃO PROCESSO ADMINISTRATIVO N s CLASSE 19 a - SANTA CATARINA (Florianópolis - 9- Zona - Concórdia). TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO 22.098 PROCESSO ADMINISTRATIVO N s 19.492 - CLASSE 19 a - SANTA CATARINA (Florianópolis - 9- Zona - Concórdia). Relator: Ministro Humberto Gomes de Barros. Interessada:

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: CTA 121-78.2016.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: SANTA MARGARIDA DO SUL INTERESSADO: LUIZ FELIPE BRENNER MACHADO -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

1º SIMULADO DE DIREITO ELEITORAL P/ TRE/RS E TRE/AC FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC)

1º SIMULADO DE DIREITO ELEITORAL P/ TRE/RS E TRE/AC FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) Prezados(as) Alunos(as)! Visando ajudar a todos os concurseiros nesta corrida em prol da aprovação nestes 2 concursos de Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) vigentes, TRE/RS e TRE/AC, disponibilizo abaixo

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS:

PONTO DOS CONCURSOS CURSO DE DIREITO ELEITORAL TRE/AP 4º Simulado de Direito Eleitoral p/ TRE-AMAPÁ! PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS: AVISOS: Estamos ministrando os seguintes CURSOS: DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA JUDICIÁRIA (TEORIA E EXERCÍCIOS) DIREITO ELEITORAL P/ O TSE - ANALISTA E TÉCNICO ÁREA ADMINISTRATIVA

Leia mais

RESOLUÇÃO N Relator: Ministro Barros Monteiro. Interessada: Corregedoria Regional Eleitoral cio Distrito Federal.

RESOLUÇÃO N Relator: Ministro Barros Monteiro. Interessada: Corregedoria Regional Eleitoral cio Distrito Federal. PUBL1CAÜÜ NQ ÜlARíG OA JUSTIÇA TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 21.385 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 6 19.020 - CLASSE 19 a - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Barros Monteiro. Interessada:

Leia mais

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 32 a

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 32 a TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 32.377 - CLASSE 32 a - DOIS VIZINHOS - PARANÁ. Relator: Ministro Marcelo Ribeiro. Agravante: Coligação Dois Vizinhos

Leia mais

Direitos Eleitoral - Parte 1

Direitos Eleitoral - Parte 1 Direitos Eleitoral - Parte 1 Com base no Código Eleitoral- Lei 4737/65, Lei n. 9.096/95, Lei 13165/2015, entre outras fontes do direito eleitoral e em questões de provas anteriores do Qconcursos.com. 1.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 22.729

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 22.729 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 22.729 CONSULTA N 1.465 - CLASSE 5 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Cezar Peiuso. Consulente: Ademir Camilo, Deputado Federal. Consulta. Elegibilidade.

Leia mais

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Reforma as instituições político-eleitorais, alterando os arts. 14, 17, 57 e 61 da Constituição Federal, e cria regras temporárias para vigorar no período de transição para o novo modelo, acrescentando

Leia mais

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1 DIREITOS POLÍTICOS Prof. Fábio Ramos prof.fabioramos@hotmail.com Conjunto de normas que disciplinam as formas de exercício da soberania popular. Princípio da Soberania Popular: Art. 1º, par. único: Todo

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO N 193 (15.09.98)

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO N 193 (15.09.98) PUBLICADO EM SESSÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO N 193 (15.09.98) RECURSO ORDINÁRIO N 193 - CLASSE 27 a - TOCANTINS (Palmas). Relator: Ministro Edson Vidigal. Recorrente: Coligação "Tocantins para

Leia mais

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO MANDADO DE SEGURANÇA N CLASSE 22 a - CRISSIUMAL - RIO GRANDE DO SUL.

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO MANDADO DE SEGURANÇA N CLASSE 22 a - CRISSIUMAL - RIO GRANDE DO SUL. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO MANDADO DE SEGURANÇA N 4.216 CLASSE 22 a - CRISSIUMAL - RIO GRANDE DO SUL. Relator: Ministro Félix Fischer. Agravante: Elson Osmar Sturmer. Advogado:

Leia mais

RESOLUÇÃO N (2.4.02) Relator: Ministro Fernando Neves. Consulente: Wigberto Ferreira Tartuce, deputado federal.

RESOLUÇÃO N (2.4.02) Relator: Ministro Fernando Neves. Consulente: Wigberto Ferreira Tartuce, deputado federal. _ *' r TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 21.054 (2.4.02) CONSULTA N 772 - CLASSE 5 a - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Fernando Neves. Consulente: Wigberto Ferreira Tartuce, deputado

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Dos Direitos Políticos e Dos Partídos Políti Professora Alessandra Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional DOS DIREITOS POLÍTICOS Art. 14. A soberania popular

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros) Suprime o 5º do art. 14 e dá nova redação ao 1º do art. 27, ao caput do art. 28, ao inciso I do art. 29, ao parágrafo único

Leia mais

ACÓRDÃO. RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 32.539 - CLASSE 32 a - PALMEIRA DOS ÍNDIOS -ALAGOAS.

ACÓRDÃO. RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 32.539 - CLASSE 32 a - PALMEIRA DOS ÍNDIOS -ALAGOAS. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 32.539 - CLASSE 32 a - PALMEIRA DOS ÍNDIOS -ALAGOAS. Relator originário: Ministro Marcelo Ribeiro. Redator para o acórdão: Ministro Carlos

Leia mais

TEMAS STF DIREITO ELEITORAL

TEMAS STF DIREITO ELEITORAL 61 RE-568596 Elegibilidade de ex-cônjuge de ocupante de cargo político quando a dissolução da sociedade conjugal se dá durante o exercício do mandato. TEMAS STF DIREITO ELEITORAL EMENTA: CONSTITUCIONAL.

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL ELEITORAL

PROCURADORIA-GERAL ELEITORAL PROCURADORIA-GERAL ELEITORAL Parecer nº 9687/2010 - SC Nº 67471/PGE Recurso Ordinário nº 645-80.2010.6.14.0000 Classe: 37 Procedência : Belém-PA Recorrente : Ministério Público Eleitoral Recorrido : Jader

Leia mais

CURSO ESCOLA DE DEFENSORIA PÚBLICA Nº

CURSO ESCOLA DE DEFENSORIA PÚBLICA Nº CURSO ESCOLA DE DEFENSORIA PÚBLICA 2016.1 Nº DATA DISCIPLINA Direito Constitucional PROFESSOR Paulo Nasser MONITOR Bruna Oliveira AULA Aula 10 TEMA: DIREITOS POLÍTICOS E NACIONALIDADE DIREITOS POLÍTICOS:

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 01/08/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 RELATOR EMBTE.(S) EMBDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :PEDRO FRANCO DE CAMARGO FILHO :MAURÍCIO TAVARES :UNIMED SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Leia mais

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02

PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02 7 _ PROVA DE NOÇÕES DE DIREITO CÓD. 02 QUESTÃO 21 Tendo em vista a competência dos órgãos da Justiça Eleitoral, correlacione as colunas e assinale a seqüência CORRETA. Órgãos 1. Tribunal Superior Eleitoral.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N- 22.088 CONSULTA N 1.164 - CLASSE 5 â - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro César Asfor Rocha. Consulente: Efraim de Araújo Morais, senador da República.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 01/06/2007 15/05/2007 PRIMEIRA TURMA RELATOR : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI AGRAVANTE(S) : JOSÉ BERNARDO RAMIRES CARAVELAS E ADVOGADO(A/S) : EDUARDO JERONIMO PERES E AGRAVADO(A/S) : CARMELINA

Leia mais

RESOLUÇÃO N PROCESSO ADMINISTRATIVO N CLASSE 26 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO N PROCESSO ADMINISTRATIVO N CLASSE 26 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.308 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 2057-36.2010.6.00.0000 - CLASSE 26 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Ricardo Lewandowski Interessado: Tribunal Superior

Leia mais

SUBSTITUTIVO ADOTADO

SUBSTITUTIVO ADOTADO Comissão Especial destinada a proferir parecer à Proposta de Emenda à Constituição nº 282-A, de 2016, do Senado Federal, que "altera a Constituição Federal para vedar as coligações nas eleições proporcionais,

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 32 CLÁUDIO - MINAS GERAIS

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 32 CLÁUDIO - MINAS GERAIS 1 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 692-44.2010.6.00.0000 - CLASSE 32 CLÁUDIO - MINAS GERAIS Relator: Ministro Marcelo Ribeiro Agravantes: Adalberto

Leia mais

PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA:

PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA: PROCESSO - TC-2150/2005 INTERESSADO - CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA VENÉCIA ASSUNTO - CONSULTA: I CONCESSÃO DE AUMENTO REMUNERATÓRIO REAL A SERVIDORES DO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL - LEI DE SUA PRÓPRIA INICIATIVA

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ELEITORAL

ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ELEITORAL ÓRGÃOS (art.118, CF e art. 12, CE) 1. Tribunal Superior Eleitoral: órgão máximo da Justiça Eleitoral, com sede na capital federal e jurisdição em todo o território nacional. 2. Tribunais Regionais Eleitorais:

Leia mais

N o /2016-AsJConst/SAJ/PGR

N o /2016-AsJConst/SAJ/PGR N o 160.564/2016-AsJConst/SAJ/PGR Relator: Ministro Roberto Barroso Requerente: Procuradoria-Geral da República Interessados: Presidente da República Congresso Nacional CONSTITUCIONAL E ELEITORAL. AÇÃO

Leia mais

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI

16/04/2015 PLENÁRIO : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR EMBTE.(S) ADV.(A/S) : MIN. TEORI ZAVASCKI :MULTIPLIC LTDA. : LUIZ ALFREDO TAUNAY E OUTRO(A/S) EMENTA: CONSTITUCIONAL E PROCESSUAL CIVIL.

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003 COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 77, DE 2014 Suprime o 5º do art. 14 e dá nova redação ao 1º do

Leia mais

ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL

ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO 23.405 TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO Nº 6013 Classe : 38 REGISTRO DE CANDIDATURA Num. Processo

Leia mais

Luís Roberto Barroso

Luís Roberto Barroso Brasília, 17 de dezembro de 2008. Excelentíssimo Senhor Senador GARIBALDI ALVES FILHO M.D. Presidente do Senado Federal Senhor Presidente: Examinei, com a imparcialidade que se impunha e com a objetividade

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 25/08/2006 ADVOGADO(A/S) : GEORGIA SIMAO ABUHID E EMENTA: IOF. Imunidade tributária. Instituição de educação sem fins lucrativos. A imunidade tributária prevista no art. 150, VI, c,

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, de 2006.

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, de 2006. PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, de 2006. Altera os artigos 46, 56 e 79 da Constituição Federal. As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do art. 60 da Constituição Federal,

Leia mais

SÚMULAS DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SÚMULA Nº 01

SÚMULAS DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SÚMULA Nº 01 SÚMULAS DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL SÚMULA Nº 01 Proposta a ação para desconstituir a decisão que rejeitou as contas, anteriormente à impugnação, fica suspensa a inelegibilidade (Lei Complementar nº

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17)

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) Atualizado em 02/12/2015 DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTIGOS 14 a 17) GENERALIDADES Os direitos políticos estão

Leia mais

Direito Constitucional -Poder Legislativo- Profº. Cleiton Coutinho

Direito Constitucional -Poder Legislativo- Profº. Cleiton Coutinho Direito Constitucional -Poder Legislativo- Profº. Cleiton Coutinho 01. Quanto ao Congresso Nacional, considere: I. O número total de Deputados, bem como a representação por Estado e pelo Distrito Federal,

Leia mais

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi I Direitos políticos, 1 1 Compreensão dos direitos políticos, 1 1.1 Política, 1 1.2 Direito político, direito constitucional e ciência política, 3

Leia mais

RESOLUÇÃO N Vistos, etc,

RESOLUÇÃO N Vistos, etc, RESOLUÇÃO N. 7829 CONSULTA (CTA) N. 58-45.2011.6.24.0000 - CLASSE 10 - INELEGIBILIDADE Relator: Juiz Rafael de Assis Horn Consulente: Sandra Regina Eccel, Secretária de Estado de Desenvolvimento Regional

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS PR/TO nº /2008 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO TOCANTINS Autos nº: Recurso Eleitoral nº 962 Recorrente: Deijanira de Almeida Pereira Recorrido: Juízo da 21ª Zona Eleitoral Relator: Juiz Marcelo

Leia mais

NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NATOS

NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NACIONALIDADE NATOS CONCEITO Nacionalidade é o vínculo jurídico-político que liga um indivíduo a um certo e determinado Estado POVO ESPÉCIES Nacionalidade primária/originária: Nacionalidade secundária/adquirida: A) Ius soli:

Leia mais

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Modelo foi aprovado após votação do texto-base da reforma. Distritão divide estados e municípios em distritos e põe

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 02/06/2006 EMENTA: AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO. TRIBUTÁRIO. IPVA. VEÍCULO IMPORTADO. ALÍQUOTA DIFERENCIADA. 1. Não se admite a alíquota diferenciada de IPVA para veículos

Leia mais

DAS ELEIÇÕES. SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE)

DAS ELEIÇÕES. SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE) SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE) - Conjunto de normas que rege e organiza as eleições. - Processo eleitoral: do alistamento até a diplomação. Eleições: I. Princípio Majoritário Para os

Leia mais

Rodada #1 Regimento Interno do TRE/BA

Rodada #1 Regimento Interno do TRE/BA Rodada #1 Regimento Interno do TRE/BA Professor Ricardo Gomes Assuntos da Rodada REGIMENTO INTERNO DO TRE/BA (Resolução Administrativa nº 1/2017) a. Teoria em Tópicos Membros do TRE/BA. 1. O Tribunal Regional

Leia mais

ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL

ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO PUBLICADO EM SESSÃO NOS TERMOS DO ART. 57 3º DA RESOLUÇÃO 23.405 TSE PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL ACÓRDÃO Nº 6026 Classe : 38 REGISTRO DE CANDIDATURA Num. Processo

Leia mais

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS CONCEITO: O direito democrático de participação do povo no governo, por seus representantes, acabou exigindo a formação de um conjunto de normas legais permanentes, que recebe a denominação de direitos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL COLÉGIO ELEITORAL ESPECIAL COMISSÃO ELEITORAL OFÍCIO- Nº 005/2012 COMISSÃO ELEITORAL/UFAC Ao Senhor Eduardo Henrique de Almeida Aguiar Procurador da República Av. Epaminondas Jacome, nº 3017, Centro NC

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. (TRF da 2ª Região/Técnico Judiciário/2007) Mirian exerce o cargo efetivo de professora de ensino médio da rede pública estadual de ensino, atividade esta que sempre desempenhou

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MINISTRO PRESIDENTE :ILOÍNA CAETANO BEN : NEUSA DE FÁTIMA R. BECHORNER E OUTRO(A/S) :MUNICÍPIO DE PORTO XAVIER : GLADIMIR

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011 Altera a Lei n 4.737, de 15 de julho de 1965, (Código Eleitoral), e a Lei n 9.504, de 30 de setembro de 1997, para instituir o sistema eleitoral

Leia mais

Prof. Renato Ribeiro de Almeida

Prof. Renato Ribeiro de Almeida AULA 1: LEI DA FICHA LIMPA, INELEGIBILIDADES E AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO AO REGISTRO DE CANDIDATURA Prof. Renato Ribeiro de Almeida Professor de Direito Constitucional e Direito Eleitoral da Universidade Anhembi

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23 SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 1. Compreensão dos direitos políticos... 1 1.1. Política... 1 1.2. Direito Político... 2 1.3. Direitos políticos... 2 2. Direitos humanos e direitos políticos...

Leia mais

ACÓRDÃO CONSULTA N CLASSE 10 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL

ACÓRDÃO CONSULTA N CLASSE 10 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL 44 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO CONSULTA N 433-44.2013.6.00.0000 - CLASSE 10 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Relatora: Ministra Luciana Lóssio Consulente: Pedro dos Santos Lima Guerra CONSULTA. LEI

Leia mais

ACÓRDÃO. RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 22 a - URUAÇU GOIÁS.

ACÓRDÃO. RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N CLASSE 22 a - URUAÇU GOIÁS. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 26.380 - CLASSE 22 a - URUAÇU GOIÁS. Relator: Ministro Marcelo Ribeiro. Recorrente: Ministério Público Eleitoral. Recorrida: Marisa dos

Leia mais

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N CLASSE 2 a

ACÓRDÃO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N CLASSE 2 a TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 6.646 - CLASSE 2 a - IPORÁ - GOIÁS. Relator: Ministro Joaquim Barbosa. Agravantes: Coligação Pra Frente Iporá (PSDB/PT/PL/PC

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte emenda ao texto constitucional:

Leia mais

Direitos Políticos. Prof. ª Bruna Vieira

Direitos Políticos. Prof. ª Bruna Vieira Direitos Políticos Prof. ª Bruna Vieira 1. Conceito: grupo ou conjunto de normas que disciplinam a atuação da soberania popular. 2. Previsão constitucional: artigos 14, 15 e 16. 3. Fundamento: artigo 1º

Leia mais

ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO

ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO ELEIÇÕES 2016 TABELA DE DESINCOMPATIBILIZAÇÃO UM GUIA DE ORIENTAÇÃO O período eleitoral, durante todo o exercício de 2016, deve receber por parte dos administradores públicos, assessores e servidores municipais,

Leia mais

Petição TRE/SP n.º Classe 24ª Procedência: Campinas/SP Requerente: PARTIDO DOS TRABALHADORES PT

Petição TRE/SP n.º Classe 24ª Procedência: Campinas/SP Requerente: PARTIDO DOS TRABALHADORES PT Petição TRE/SP n.º 79-30.2012.6.26.00000 Classe 24ª Procedência: Campinas/SP Requerente: PARTIDO DOS TRABALHADORES PT REQUERIMENTO DE ELEIÇÕES SUPLEMENTARES DIRETAS. PREFEITO E VICE-PREFEITO CASSADOS POR

Leia mais

Direitos políticos. Conceitos fundamentais. Direitos políticos positivos. Direitos políticos positivos e direitos políticos negativos.

Direitos políticos. Conceitos fundamentais. Direitos políticos positivos. Direitos políticos positivos e direitos políticos negativos. Direitos políticos Conceitos fundamentais Cidadania É qualificação daquele que participa da vida do Estado, participando do governo e sendo ouvido por este. Assim, é cidadão aquele que possui a capacidade

Leia mais

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 Elaborado em 09 de julho de 2013 REFORMA POLÍTICA DEPUTADOS DESCARTAM REFORMA POLÍTICA VÁLIDA PARA 2014 O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 21.705

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 21.705 TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 21.705 CONSULTA N 1.012- CLASSE 5 a - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relatora: Ministra Eilen Gracie. Consulente: Diretório Nacional do Partido da Social Democracia

Leia mais

Acordam os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, em responder negativamente a consulta, nos termos do voto do relator.

Acordam os ministros do Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, em responder negativamente a consulta, nos termos do voto do relator. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO CONSULTA N 36-77.2016.6.00.0000 - CLASSE 10 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Gilmar Mendes Consulente: Partido Novo (Novo) - Nacional Advogado: Manôlo

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 2 21.842 PROCESSO ADMINISTRATIVO N 2 JANEIRO (Rio de Janeiro). 18.883 - CLASSE 19* - RIO DE Relator: Ministro Francisco Peçanha Martins. Dispõe sobre o afastamento

Leia mais

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS CURSO DE DIREITO Prof. A CF/88 prevê dois sistemas para a escolha dos representantes que, em nome do titular da soberania, o povo, exercerão o poder: Sistema Majoritário a) Presidência da República b)

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.359 INSTRUÇÃO Nº 936-36.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre os formulários a serem

Leia mais

RESOLUÇÃO TSE /2008* 1

RESOLUÇÃO TSE /2008* 1 RESOLUÇÃO TSE 22.901/2008* 1 * 1 Resolução alterada pelas Resoluções TSE 23.386/2012, 23.477/2016 e 23.497/2016. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 18.456 CLASSE 19ª BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 (Autoria: Poder Executivo) Dispõe sobre a participação popular no processo de escolha dos administradores regionais e a constituição dos Conselhos de Representantes Comunitários

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI N o 2.079, DE 2003 Determina a perda de mandato para Prefeito e Vice-Prefeito que transferir domicílio eleitoral. Autor: Deputado Lupércio

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 03/08/2007 22/05/2007 PRIMEIRA TURMA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) : MIN. MARCO AURÉLIO : PIRELLI ENERGIA CABOS E SISTEMAS DO BRASIL S/A : MAURÍCIO MORISHITA E OUTRO(A/S) : MÁRIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MANDADO DE SEGURANÇA 33.121 SÃO PAULO RELATORA IMPTE.(S) ADV.(A/S) IMPDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :DONISETE GIMENES ANGELO :ELIANE MARTINS DE OLIVEIRA :PRESIDENTE DA 2ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS CONSULTA N 52-78.2016.6.27.0000 PODER JUDICIÁRIO PROCEDÊNClA: PALMAS-TO. PROTOCOLO: ASSUNTO: CONSULENTE: CONSULTADO: RELATORA: 7.326/2016. CONSULTA. ELEIÇÕES. CARGO. VEREADOR. DESINCOMPATIBILIZAÇÃO. FELIPE

Leia mais

23/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

23/09/2016 SEGUNDA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 7 23/09/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 972.904 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN.

Leia mais

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações:

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações: Senado Federal Comissão da Reforma Política TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR a) Redução de dois suplentes de Senador para um; b) Em caso de afastamento o suplente assume; em

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 07/03/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. AYRES BRITTO :MASTER DISTRIBUIDORA DE REVISTAS LTDA : MAURICIO PEREIRA DA SILVA E OUTRO(A/S) :MUNICÍPIO

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL

A ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL Inicialmente quero parabenizar a todos os concurseiros, em especial aqueles que buscam uma vaga nos Tribunais Eleitorais, pela dedicação aos estudos, persistam, pois essa caminhada, embora árdua, é bastante

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVADO ADVOGADO INTERES. : JOSÉ MEIRELLES FILHO E OUTRO(S) - SP086246 : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO EMENTA PROCESSO PENAL. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. EXECUÇÃO PROVISÓRIA

Leia mais

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II,

4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE 14, 3º, II, 4 PODER LEGISLATIVO 4.1 PERDA DOS MANDATOS DOS PARLAMENTARES CONDENADOS CRIMINALMENTE Se uma pessoa perde ou tem suspensos seus direitos políticos, a consequência disso é que ela perderá o mandato eletivo

Leia mais

VOTO. A tese do impetrante é extremamente plausível, por dois motivos fundamentais.

VOTO. A tese do impetrante é extremamente plausível, por dois motivos fundamentais. MS 29.988 * A questão constitucional suscitada no presente mandado de segurança está em saber se a vaga decorrente de renúncia a mandato parlamentar deve ser preenchida com base na lista de suplentes pertencentes

Leia mais

06/08/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI

06/08/2013 SEGUNDA TURMA : MIN. TEORI ZAVASCKI Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 06/08/2013 SEGUNDA TURMA SEGUNDO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 329.527 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN.

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RELATOR : MIN. EROS GRAU PACIENTE(S) : ALFREDO ANTONIO CANEVER IMPETRANTE(S) : WALTER BORGES CARNEIRO COATOR(A/S)(ES) : TURMA RECURSAL ÚNICA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DE CURITIBA EMENTA: HABEAS CORPUS.

Leia mais

11/04/2013 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI SUL GRANDE DO SUL EMENTA

11/04/2013 PLENÁRIO : MIN. DIAS TOFFOLI SUL GRANDE DO SUL EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 11/04/2013 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 2.960 RIO GRANDE DO SUL RELATOR REQTE.(S) INTDO.(A/S) INTDO.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli)

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Estabelece as hipóteses de impedimento para nomeação, designação ou contratação, em comissão, de funções, cargos e empregos na Câmara dos Deputados.

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL O presidente da República apresenta ao Congresso Nacional proposição legislativa que trata de criação, transformação em estado ou reintegração ao estado de origem

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO A C Ó R D Ã O (Conselho Superior da Justiça do Trabalho) CSMCP/mcmg/rt PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS - REGULAMENTAÇÃO DO ADICIONAL DE ATIVIDADE PENOSA AOS SERVIDORES DA - QUESTÃO QUE CARECE DE NORMATIZAÇÃO PELO

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SERGIPE RESOLUÇÃO N.58/2011

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SERGIPE RESOLUÇÃO N.58/2011 Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SERGIPE RESOLUÇÃO N.58/2011 REGISTRO DE ÓRGÃO DE PARTIDO POLíTICO EM FORMAÇÃO N 85-98.2011.6.25.0000 - Requerente: Partido Ecológico Nacional - PEN(Diretório

Leia mais

Prefeitura Municipal de Godoy Moreira Estado do Paraná

Prefeitura Municipal de Godoy Moreira Estado do Paraná Lei Nº 354/07 Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação-Conselho

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 16/3/2007 18/10/2006 TRIBUNAL PLENO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.016-7 CEARÁ RELATOR REQUERENTE(S) REQUERIDO(A/S) REQUERIDO(A/S) : MIN. GILMAR MENDES : PROCURADOR-GERAL DA

Leia mais

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais