Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.1/5

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.1/5"

Transcrição

1 Conceitos O mundo do aprendizado é tão amplo e a alma humana, tão limitada! Quebramos a cabeça para puxar apenas uma pontinha da cortina que cobre o infinito. Maria Mitchell Resistor: Dispositivo elétrico cuja função é a dissipação da energia elétrica em calor, desta forma controlando a intensidade da corrente elétrica. Nos esquemas de circuito os resistores são representados pelos símbolos abaixo: ou 1. Código de cores de um resistor: A imagem abaixo mostra um resistor e o código de cores que identifica sua resistência. A figura a seguir mostra um exemplo da leitura de resistências a partir do código de cores. Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.1/5

2 A figura a seguir mostra a tabela de código de cores de resistência. 2. Associação de resistores: Uma associação de resistores é um conjunto de resistores operando simultaneamente em um mesmo circuito elétrico. Para qualquer associação é verdadeira a propriedade de que a potência da associação é a soma das potências dos componentes, ou seja, P associação = P componente. Fundamentalmente são dois tipos de associação, a série e a paralela. Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.2/5

3 3. Associação em série: Dois ou mais resistores estão associados em série se são percorridos pela mesma corrente elétrica. Propriedades: i = constante U série = U componente 4. Associação em paralelo: Dois ou mais resistores estão associados em paralelo se são submetidos à mesma tensão. Propriedades: U = constante i série = i componente 5. Resistor equivalente: é o resistor que sozinho dissipa tanta potência quanto uma associação de resistores. 6. Resistor equivalente de uma associação em série: Sabemos que para qualquer associação a potência equivalente é igual a soma das potências componentes. Então: P série = P componente (U.i) série = (U.i) componente Como i é constante i.u série = i. U componente U série = U componente (R.i) série = (R.i) componente Como i é constante i.r série = i. R componente R série = R componente Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.3/5

4 7. Resistor equivalente de uma associação em paralelo: Sabemos que para qualquer associação a potência equivalente é igual a soma das potências componentes. Então: P paralelo = P componente (U.i) paralelo = (U.i) componente Como U é constante U.i paralelo = U. i componente i paralelo = i componente (U/R) paralelo = (U/R) componente Como U é constante U.(1/R) paralelo = U. (1/R) componente (1/R) paralelo = (1/R) componente 8. Resistor equivalente de uma associação em paralelo (Casos particulares) a) Se a associação paralela for composta por apenas dois resistores pode-se escrever: 1/R paralelo = 1/R 1 + 1/R 2 = (R 1 + R 2 )/(R 1.R 2 ) R paralelo = (R 1.R 2 )/ (R 1 + R 2 ) mnemonicamente R paralelo = produto/soma b) Se a associação paralelo for composta por n resistores idênticos pode-se escrever: 1/R paralelo = 1/R +1/R +1/R +1/R +1/R +1/R /R = n/r R paralelo = R/n Obs.: O resistor equivalente a uma associação paralela é sempre MENOR que o menor dos componentes. Exercícios: 1. Associam-se dois resistores em série, sendo R 1 = 10 e R 2 = 15. A d.d.p. entre os extremos da associação é de 100 V. Determine: a) a resistência equivalente à associação; b) a intensidade da corrente que atravessa cada resistor; c) a ddp em cada resistor. a) R série = = 25 b) i = U/R = 100/25 = 4A c) U 1 = R 1.i = 10.4 = 40V U 2 = R 2.i = 15.4 = 60V 2. Associam-se dois resistores em série, sendo R 1 = 25 e R 2 = 35. A d.d.p. entre os extremos da associação é de 180 V. Determine: a) a resistência equivalente à associação; b) a intensidade da corrente que atravessa cada resistor; c) a ddp em cada resistor. 3. Dois resistores de resistências 4,0 e 6,0 são associados em série. A ddp medida entre os terminais do resistor de 4,0 é de 24 V. Determine: a) a intensidade da corrente que atravessa os resistores; b) a ddp entre os terminais do resistor de 6,0 ; c) a ddp entre os terminais da associação; d) a resistência equivalente à 4. Dois resistores, um de 6,0 e outro de 3,0, são associados em paralelo. O conjunto é submetido à tensão de 12 V. Determine: a) a resistência equivalente; b) a intensidade de corrente em cada resistor; c) a intensidade de corrente que atravessa a associação; d) a potência dissipada pela a) R paralelo = (6.3)/(6+3) = 18/9 = 2 b) i 1 = U/R 1 = 12/6 = 2A i 2 = U/R 2 = 12/3 = 4A c) i = U/R = 12/2 = 6A d) P = U.i = 12.6 = 72W 5. Dois resistores, um de 9,0 e outro de 4,0, são associados em paralelo. O conjunto é submetido à tensão de 72 V. Determine: a) a resistência equivalente; b) a intensidade de corrente em cada resistor; c) a intensidade de corrente que atravessa a associação; d) a potência dissipada pela Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.4/5

5 6. Três resistores estão associados em paralelo. Dois deles valem 10 e 15, respectivamente. O resistor de 15 é atravessado por uma corrente de 10 A, enquanto que o terceiro resistor, inicialmente desconhecido, é percorrido por uma corrente de 25 A. Determine: a) a resistência do terceiro resistor; b) a intensidade de corrente que atravessa o resistor de 10 ; c) a resistência equivalente à associação; d) a potência dissipada pela 7. Dois resistores de 8,0 e 2,0 estão associados em paralelo. A corrente que atravessa a associação é de 2,0 A. Determine a corrente em cada resistor. R paralelo = (8.2)/(8+2) = 16/10 = 1,6 U = R.i = 1,6.2 = 3,2V i 1 = U/R 1 = 3,2/8 = 0,4 A e i 2 = 2-0,4 = 1,6 A. 8. Dois resistores de 10 e 4,0 estão associados em paralelo. A corrente que atravessa a associação é de 3,0 A. Determine a corrente em cada resistor. 9. Determinar o resistor equivalente a uma associação paralela na qual os componentes são 2,0, 3,0 e 5,0. 1/R paralelo = (1/R) componente 1/R paralelo = 1/R 1 +1/R 2 +1/R 3 1/R paralelo = 1/2 +1/3 +1/5 1/R paralelo = 0,50 +0,33 +0,20 = 1,03 R paralelo = 1/1,03 = 0,97 Obs.: Neste caso não podemos utilizar a regra mnemônica de produto sobre soma, pois são três os resistores envolvidos e não apenas dois. Claro que é possível, ainda que logo, fazer o problema de modo associativo, pois: R paralelo = (2.3)/(2+3) = 6/5 = 1,20 R paralelo = (1,20.5)/(1,20+5) = 6/(6,20) = 0,97 E veja que o problema é comutativo, pode ser realizado em outra ordem, pois: R paralelo = (3.5)/(3+5) = 15/8 = 1,88 R paralelo = (1,88.2)/(1,88+2) = 3,76/3,88 = 0, Três resistores estão associados. Dois deles possuem valores conhecidos, a saber, 5,0 e 4,0. O resistor de 5,0 é colocado em série com o terceiro resistor e este fio é associado em paralelo com o resistor de 4,0. Sabe-se que a associação final possui resistência equivalente a 3,0. Determine o valor do terceiro resistor. 11. Os lados de um triângulo, de vértices A, B e C, são formados por resistores, todos iguais a 10 cada. Dado que os terminais da associação são os vértices A e C, determine o resistor equivalente à 12. Considere um quadrado de vértices A, B, C e D, no sentido horário. Cada lado é formado por um resistor de 60 cada. Se os terminais do circuito são os vértices A e D, determine a resistência equivalente à 13. Refaça o item anterior, considerando que os terminais são os pontos A e C. 14. Considere um pentágono de vértices A, B, C, D e E, no sentido horário. Cada lado é formado por um resistor de 72 cada. Se os terminais do circuito são os vértices A e E, determine a resistência equivalente à 15. Refaça o item anterior, considerando que os terminais são os pontos A e D. Física Ciências da Computação 2.o sem/ Aula 3 - pág.5/5

Aula 8.2 Conteúdo: Associação de resistores em paralelo, potência elétrica de uma associação em paralelo de resistores. INTERATIVIDADE FINAL

Aula 8.2 Conteúdo: Associação de resistores em paralelo, potência elétrica de uma associação em paralelo de resistores. INTERATIVIDADE FINAL Aula 8.2 Conteúdo: Associação de resistores em paralelo, potência elétrica de uma associação em paralelo de resistores. Habilidades: Diferenciar as formas de associação de resistores, bem como determinar

Leia mais

Capítulo 7: Associação de Resistores

Capítulo 7: Associação de Resistores Capítulo 7: Associação de Resistores Os resistores podem ser associados basicamente de dois modos distintos: em série e em paralelo. Ambos os modos de associação podem estar presentes: temos um associação

Leia mais

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor

3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Nome Nº Ano/Série Ensino Turma 3 Médio Disciplinas Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Valor Física Carlos A8/TI 2º/201]6 02/08/2016 5,0 Introdução: Querido(a) aluno(a), Este material foi

Leia mais

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V)

U = U 1 + U 2 + U 3. I = i 1 = i 2 = i 3. R eq = R 1 + R 2 + R 3. R eq = resistência equivalente (Ω) U = ddp da associação (V) Acesse. www.professorarnon.com Eletricidade Básica. Associação de Resistências em Série Vários resistores estão associados em série quando são ligados um em seguida do outro, de modo a serem percorridos

Leia mais

Técnico em Edificações Instalações Hidráulicas e Elétricas

Técnico em Edificações Instalações Hidráulicas e Elétricas Técnico em Edificações Instalações Hidráulicas e Elétricas Antônio Vieira Representação Gráfica Representação Gráfica Representação Gráfica Representação Gráfica Representação Gráfica Representação Gráfica

Leia mais

Sendo assim a diferença de potencial entre os pontos inicial e final do circuito é igual à:

Sendo assim a diferença de potencial entre os pontos inicial e final do circuito é igual à: SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 3º TURMA(S):

Leia mais

CIRCUITOS ELETRICOS I: RESISTORES, GERADOR E 1ª LEI DE OHM CIÊNCIAS DA NATUREZA: FÍSICA PROFESSOR: DONIZETE MELO Página 1

CIRCUITOS ELETRICOS I: RESISTORES, GERADOR E 1ª LEI DE OHM CIÊNCIAS DA NATUREZA: FÍSICA PROFESSOR: DONIZETE MELO Página 1 Diretoria Regional de Ensino de Araguaína Colégio Estadual Campos Brasil Tocantins - Brasil Um circuito elétrico pode ser definido como uma interligação de componentes básicos formando pelo menos um caminho

Leia mais

Médio. Física. Exercícios de Revisão I

Médio. Física. Exercícios de Revisão I Nome: n o : Médio E nsino: S érie: T urma: Data: 3 a Prof(a): Ivo Física Exercícios de Revisão I Exercícios referentes aos capítulos 5 e 6 (livro 3). As resoluções dos exercícios (1 a 7) devem ser fundamentadas

Leia mais

NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º BIMESTRE

NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º BIMESTRE 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2016 91 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º

Leia mais

GERADORES E RECEPTORES:

GERADORES E RECEPTORES: COLÉGIO ESTADUAL JOSUÉ BRANDÃO 3º Ano de Formação Geral Física IV Unidade_2009. Professor Alfredo Coelho Resumo Teórico/Exercícios GERADORES E RECEPTORES: Anteriormente estudamos os circuitos sem considerar

Leia mais

em série e aplica à associação uma ddp de 220V. O que é 0,5A. Calcule a resistência elétrica R L da lâmpa- acontece com as lâmpadas? da.

em série e aplica à associação uma ddp de 220V. O que é 0,5A. Calcule a resistência elétrica R L da lâmpa- acontece com as lâmpadas? da. FÍSIC - ELETICIDDE - SSOCIÇÃO DE ESISTOES S ESPOSTS ESTÃO NO FINL DOS EXECÍCIOS.. Um resistor de e um resistor de são associados 9. Um resistor de resistência elétrica tem dissipação em série e à associação

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 3 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: Valor: Temas: - Força elétrica - Resistores - Associação de resistores - Geradores elétricos

Leia mais

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC )

Respostas Finais Lista 6. Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Respostas Finais Lista 6 Corrente Elétrica e Circuitos de Corrente Contínua ( DC ) Q 26.3) Essa diferença esta mais associada à energia entregue à corrente de um circuito por algum tipo de bateria e à

Leia mais

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp:

Exercícios 6 1. real 2. Resp: 3. o sentido convencional Resp: 4. Resp: 5. (a) (b) (c) Resp: (b) (c) Resp: Exercícios 6 1. A corrente elétrica real através de um fio metálico é constituída pelo movimento de: a) Cargas positivas do maior para o menor potencial. b) Cargas positivas. c) Elétrons livres no sentido

Leia mais

Circuitos com Amperímetro e Voltímetro

Circuitos com Amperímetro e Voltímetro Circuitos com Amperímetro e Voltímetro 1. (Pucrs 2014) Considere o texto e a figura para analisar as afirmativas apresentadas na sequência. No circuito elétrico mostrado na figura a seguir, um resistor

Leia mais

Potência e Energia Elétrica

Potência e Energia Elétrica Potência e Energia Elétrica Para qualquer máquina, em particular, para os aparelhos elétricos, definimos potência como a taxa de transformação ou conversão de energia na forma de calor outra forma de energia,

Leia mais

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA

EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA EXERCÍCIOS - ELETRODINÂMICA Prof. Patricia Caldana 1. Uma corrente elétrica de intensidade igual a 5 A percorre um fio condutor. Determine o valor da carga que passa através de uma secção transversal em

Leia mais

Circuitos Elétricos Simples

Circuitos Elétricos Simples Circuitos Elétricos Simples Circuitos elétricos que contém apenas resistores e fontes. A corrente elétrica se move sempre no mesmo sentido, ou seja, são circuitos de corrente contínua. Circuitos com mais

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE ELETRODINÂMICA

LISTA DE EXERCÍCIOS DE ELETRODINÂMICA csjose@csjose.com.br Aluno(a) Nº Série: 3º Ensino Médio Turma 1ª Unidade Disciplina: FÍSICA Data / /. Professor(a) : Antônio Barreto O S e n h o r t e a b e n ç o e e t e g u a r d e v o l t e p a r a

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA

CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA CENTRO EDUCACIONAL SESC CIDADANIA Professor: Vilson Mendes Lista de exercícios de Física I Lista 6 Associação de resistores ENSINO MÉDIO NOTA: Aluno (: Data SÉRIE/TURMA 3ª 1. Em cada um dos esquemas abaixo,

Leia mais

Questão 4. Questão 5. Questão 6

Questão 4. Questão 5. Questão 6 Questão 1 Por uma bateria de f.e.m. (E) e resistência interna desprezível, quando ligada a um pedaço de fio de comprimento Ø e resistência R, passa a corrente i (figura 1). Quando o pedaço de fio é cortado

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2

Questão 1. Questão 3. Questão 2 Questão 1 A autoindutância (ou simplesmente indutância) de uma bobina é igual a 0,02 H. A corrente que flui no indutor é dada por:, onde T = 0,04 s e t é dado em segundos. Obtenha a expressão da f.e.m.

Leia mais

TAREFA DE FÍSICA Prof. Álvaro 3ª Série

TAREFA DE FÍSICA Prof. Álvaro 3ª Série TAREFA DE FÍSICA Prof. Álvaro 3ª Série Site 02 01 - (Mackenzie SP) No circuito desenhado abaixo, a intensidade de corrente elétrica contínua que passa pelo resistor de 50 é de 80 ma. A força eletromotriz

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Técnico Integrado em Informática. Resposta: Resposta: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE 4ª Lista de Exercícios Eletricidade Instrumental Técnico Integrado em Informática Aluno (a): Ano/Série: Matrícula: Professor:

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS 01 3º ANO PROF. FELIPE KELLER ELETROSTÁTICA 1 (UNIFESP) Um condutor é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade i = 800 ma. Conhecida a carga 19 elétrica elementar, e = 1,6

Leia mais

ATENÇÃO! FORMULÁRIO. a) a corrente elétrica que atravessa esse chuveiro; b) quanto, em reais, é consumido por esse chuveiro durante um mês de 30 dias.

ATENÇÃO! FORMULÁRIO. a) a corrente elétrica que atravessa esse chuveiro; b) quanto, em reais, é consumido por esse chuveiro durante um mês de 30 dias. FÍSICA AVALIAÇÃO RAFAEL III UNIDADE Aluno(a): COMENTADA Série: 2 a Ensino Médio Turma: A / B / C / D / E Data: 10/09/2016 1. A prova é composta de 05 questões abertas e 02 questões objetivas. 2. Não será

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO Maceió - Alagoas FÍSICA TIO BUBA LISTA DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1º SEMESTRE 3º ANO Professor(a): JOÃO CARLO ( BUBA) 01) O campo elétrico gerado em P, por uma carga puntiforme positiva de valor +Q a uma

Leia mais

Resistores e Associação de Resistores

Resistores e Associação de Resistores Resistores e Associação de Resistores Gabarito Parte I: O esquema a seguir ilustra a situação: Como mostrado, a resistência equivalente é Ω. Aplicando a lei de Ohm-Pouillet: = R eq i 60 = i i = 15 A. a)

Leia mais

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA

Eletrodinâmica REVISÃO ENEM CORRENTE ELÉTRICA REVISÃO ENEM Eletrodinâmica CORRENTE ELÉTRICA Corrente elétrica em um condutor é o movimento ordenado de suas cargas livres devido a ação de um campo elétrico estabelecido no seu interior pela aplicação

Leia mais

Física II - AV 1 (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /2014 valor: 10 pontos Aluno (a) Turma

Física II - AV 1 (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /2014 valor: 10 pontos Aluno (a) Turma Física II - AV (parte 2.2) 3º período de Eng. Civil Prof. Dr. Luciano Soares Pedroso Data: / /204 valor: 0 pontos Aluno (a)turma _. Considere que um determinado estudante, utilizando resistores disponíveis

Leia mais

Turma: _3º ANO FG e TI

Turma: _3º ANO FG e TI COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2012 Disciplina: FÍSICA Ano: 2012 Professor (a): Marcos Vinicius Turma: _3º ANO FG e TI Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

Q t. A corrente elétrica corresponde ao fluxo de elétrons. Os elétrons vão para o polo positivo de um gerador (pilha ou bateria)

Q t. A corrente elétrica corresponde ao fluxo de elétrons. Os elétrons vão para o polo positivo de um gerador (pilha ou bateria) Eletrodinâmica A eletrodinâmica está presente em praticamente todos os lugares da vida moderna. As instalações elétricas e suas lâmpadas, aquecedores fazem parte do cotidiano do homem moderno. Para exames

Leia mais

Física Eletrodinâmica Fácil [20 Questões]

Física Eletrodinâmica Fácil [20 Questões] Física Eletrodinâmica Fácil [0 Questões] 01 - (ITA SP) Sendo dado que 1J = 0,39 cal, o valor que melhor expressa, em calorias, o calor produzido em 5 minutos de funcionamento de um ferro elétrico, ligado

Leia mais

Circuitos elétricos. Prof. Fábio de Oliveira Borges

Circuitos elétricos. Prof. Fábio de Oliveira Borges Circuitos elétricos Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

SIMULADO DE CORRENTE ELÉTRICA

SIMULADO DE CORRENTE ELÉTRICA SIMULADO DE CORRENTE ELÉTRICA 1 T.1 (MACK) Dois fios, A e B, constituídos por massas iguais do mesmo cobre, são submetidos à mesma diferença de potencial e mantidos à mesma temperatura. O fio A tem o dobro

Leia mais

Programa de engenharia biomédica

Programa de engenharia biomédica Programa de engenharia biomédica princípios de instrumentação biomédica COB 781 Conteúdo 2 - Elementos básicos de circuito e suas associações...1 2.1 - Resistores lineares e invariantes...1 2.1.1 - Curto

Leia mais

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura:

1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: 1. Arthur monta um circuito com duas lâmpadas idênticas e conectadas à mesma bateria, como mostrado nesta figura: Considere nula a resistência elétrica dos fios que fazem a ligação entre a bateria e as

Leia mais

Exercícios de Física Eletrodinâmica

Exercícios de Física Eletrodinâmica Exercícios de Física Eletrodinâmica Lista elaborada pelo Professor Fernando Valentim nandovalentim@yahoo.com.br 01. No circuito da figura, o gerador é ideal. A intensidade da corrente elétrica que passa

Leia mais

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO t RESOLÇÃO COMECE DO BÁSICO SOLÇÃO CB. 01 Para ser resistor ôhmico o gráfico deve ser linear. Neste caso, a linearidade se observa no trecho BC. SOLÇÃO CB. 0 ' r '. i ( Equação 10 7 r'.4 4r 48 do receptor)

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Resistência Equivalente

Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Resistência Equivalente Sala de Estudos FÍSICA - Lucas 2 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos esistência Equivalente 1. (Uern 2013) Na figura, estão representadas duas associações de resistores.

Leia mais

Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm

Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm Corrente elétrica Num condutor metálico em equilíbrio eletrostático, o movimento dos elétrons livres é desordenado. Em destaque, a representação de

Leia mais

Experimento Prático N o 4

Experimento Prático N o 4 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Departamento de Engenharia Área de Eletricidade Experimento Prático N o Eletricidade para Engenharia Lei de Ohm e Potência Elétrica L A B O R A T Ó R I O D E E L E T R I

Leia mais

FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II PROF JOÃO RODRIGO ESCALARI ESQ. - EXERCÍCIOS DE FÍSICA II GERADORES E LEI DE POULIETT

FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II PROF JOÃO RODRIGO ESCALARI ESQ. - EXERCÍCIOS DE FÍSICA II GERADORES E LEI DE POULIETT FÍSIC GERL E EXPERIMENTL II PROF JOÃO RODRIGO ESCLRI - 2012 ESQ. - EXERCÍCIOS DE FÍSIC II GERDORES E LEI DE POULIETT 1. 4. figura representa um trecho de um circuito percorrido por uma corrente com intensidade

Leia mais

Prof. Sergio Abrahão 38

Prof. Sergio Abrahão 38 Principais ligações num circuito Os diferentes modos que podemos utilizar para interligar os elementos elétricos, formando um circuito elétrico, são chamados de associações. Podemos ter associação em série,

Leia mais

Prof. Ulisses. Recuperação 2º ano. Conteúdo: Leis de Ohms, resistores e associação de resistores.

Prof. Ulisses. Recuperação 2º ano. Conteúdo: Leis de Ohms, resistores e associação de resistores. Prof. Ulisses Recuperação 2º ano Conteúdo: Leis de Ohms, resistores e associação de resistores. 01- A diferença de potencial entre os extremos de uma associação em série de dois resistores de resistências

Leia mais

Linearidade e o Princípio da Superposição; Equivalente Thevenin e a Máxima Transferência de Potência

Linearidade e o Princípio da Superposição; Equivalente Thevenin e a Máxima Transferência de Potência NotasdeAula LabCircuitos1 2011/8/11 13:46 page 17 #25 LINEARIDADE E O PRINCÍPIO DA SUPERPOSIÇÃO; EQUIVALENTE THEVENIN E A MÁXIMA TRANSFERÊNCIA DE POTÊNCIA 17 Linearidade e o Princípio da Superposição;

Leia mais

INSTITUTO SÃO JOSÉ - RSE LISTA PREPARATÓRIA PARA PROVA DO TERCEIRO TRIMESTRE

INSTITUTO SÃO JOSÉ - RSE LISTA PREPARATÓRIA PARA PROVA DO TERCEIRO TRIMESTRE 1. (Unesp) Mediante estímulo, 2 10 íons de K atravessam a membrana de uma célula nervosa em 1,0 milisegundo. Calcule a intensidade dessa corrente elétrica, sabendo-se que a carga elementar é 1,6 10 ª C.

Leia mais

ELETRODINÂMICA A) 4, B) 6, C) 2, D) 1,0.10-3

ELETRODINÂMICA A) 4, B) 6, C) 2, D) 1,0.10-3 QUESTÃO 01 No circuito mostrado no diagrama, todos os resistores são ôhmicos, o gerador e o amperímetro são ideais e os fios de ligação têm resistência elétrica desprezível. A intensidade da corrente elétrica

Leia mais

Exercícios de Física Associação de Resistores

Exercícios de Física Associação de Resistores Questão 01 - Dada a associação de resistores abaixo, a resistência equivalente entre os terminais A e B vale: b) 4 A e 250 Ω c) 1 A e 150 Ω d) 5 A e 100 Ω Questão 03 - Calcule a resistência equivalente

Leia mais

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é:

O símbolo usado em diagramas de circuito para fontes de tensão é: Circuitos Elétricos Para fazer passar cargas elétricas por um resistor, precisamos estabelecer uma diferença de potencial entre as extremidades do dispositivo. Para produzir uma corrente estável é preciso

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Corrente Elétrica Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-0116/ Corrente elétrica

Leia mais

Lista de exercícios de física - 3º ano Leis de Ohm e associação de resistores

Lista de exercícios de física - 3º ano Leis de Ohm e associação de resistores Lista de exercícios de física - 3º ano Leis de Ohm e associação de resistores 1. (Uerj 017) Pela seção de um condutor metálico submetido a uma tensão elétrica, atravessam 18 4,0 10 elétrons em 0 segundos.

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos)

1 a Questão: (2,0 pontos) a Questão: (, pontos) Um bloco de massa m, kg repousa sobre um plano inclinado de um ângulo θ 37 o em relação à horizontal. O bloco é subitamente impulsionado, paralelamente ao plano, por uma marretada,

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Livro

Recursos para Estudo / Atividades. Conteúdo. 2ª Etapa Livro Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º BIMESTRE

NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º BIMESTRE 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2017 92 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N CADERNO DE RECUPERAÇÃO DE FÍSICA I 3º ANO EM TURMA 232 PROFº FABIANO 1º

Leia mais

Física Eletrodinâmica Difícil [10 Questões]

Física Eletrodinâmica Difícil [10 Questões] Física Eletrodinâmica Difícil [10 Questões] 01 - (ITA SP) Numa prática de laboratório, um estudante conectou uma bateria a uma resistência, obtendo uma corrente i 1. Ligando em série mais uma bateria,

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 22 ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES REVISÃO

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 22 ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES REVISÃO FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 22 ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES REVISÃO Fixação 1) Têm-se três resistores de resistências elétricas R 1 = 6,0Ω, R 2 = 10 Ω e R 3 = 20 Ω. Esses resistores são associados em série, e

Leia mais

Eletrodinânica - Exercícios

Eletrodinânica - Exercícios Eletrodinânica - Exercícios Professor Walescko 13 de outubro de 2005 Sumário 1 Exercícios 1 2 Vestibulares UFRGS 7 3. O gráfico representa a corrente elétrica i em função da diferença de potencial V aplicada

Leia mais

c) da aplicação correta destas equações nos diversos níveis de problemas de Física abrangendo aquilo que estudamos.

c) da aplicação correta destas equações nos diversos níveis de problemas de Física abrangendo aquilo que estudamos. ELETRÓSTATICA E ELETRODINÂMICA I) RESUMO DAS PPRICIPAIS EQUAÇÕES Como Ciências naturais que se apoia nas ciências exatas para estudar as leis que regem os fenômenos da natureza em nível macroscópico e

Leia mais

CONDUTORES E ISOLANTES

CONDUTORES E ISOLANTES ELETRICIDADE CONDUTORES E ISOLANTES O FÍSICO INGLÊS STEPHEN GRAY PERCEBEU QUE ALGUNS FIOS CONDUZIAM BEM A ELETRICIDADE E CHAMOU-OS DE CONDUTORES E, AOS QUE NÃO CONDUZIAM OU CONDUZIAM MAL A ELETRICIDADE,

Leia mais

Energia envolvida na passagem de corrente elétrica

Energia envolvida na passagem de corrente elétrica Eletricidade Supercondutividade Baixando-se a temperatura dos metais a sua resistividade vai diminuindo Em alguns a resistividade vai diminuindo com a temperatura, mas não se anula Noutros a resistividade

Leia mais

Etapa 1: Questões relativas aos resultados Lei de Ohm. 1.1 A partir dos dados tabelados, calcule o valor médio da resistência do resistor.

Etapa 1: Questões relativas aos resultados Lei de Ohm. 1.1 A partir dos dados tabelados, calcule o valor médio da resistência do resistor. Respostas Questões relativas ao resultado Etapa 1: Questões relativas aos resultados Lei de Ohm 1.1 A partir dos dados tabelados, calcule o valor médio da resistência do resistor. Resposta: O valor encontrado

Leia mais

Lista de exercícios 6 Circuitos

Lista de exercícios 6 Circuitos Lista de exercícios 6 Circuitos 1. Um fio com uma resistência de 5,0 Ω é ligado a uma bateria cuja força eletromotriz é 2,0 V e cuja resistência interna é 1,0 Ω. Em 2 minutos, qual é: a) a energia química

Leia mais

2 - Qual a potência em Watts de um motor de uma 3,50 hp?

2 - Qual a potência em Watts de um motor de uma 3,50 hp? INSTITUTO EDUCACIONAL SÃO JOÃO DA ESCÓCIA NOME: N o DATA: / /2016 CURSO: Eletrônica DISCIPLINA: Eletricidade Básica PROFESSOR: João Carlos Data da entrega: 03 de Maio de 2016 1 - Suponha que um determinado

Leia mais

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades

Eletricidade Aula 2. Circuitos elétricos e suas propriedades Eletricidade Aula 2 Circuitos elétricos e suas propriedades O Resistor Podemos construir um componente que possua um valor desejado de resistência o resistor. Os resistores podem ser construídos para ter

Leia mais

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas

2 Eletrodinâmica. Corrente Elétrica. Lei de Ohm. Resistores Associação de Resistores Geradores Receptores. 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2. Eletrodinâmica Conteúdo da Seção 2 1 Conceitos Básicos de Metrologia 4 Instrumento de Medidas Elétricas 2 Eletrodinâmica Corrente Elétrica Resistência Elétrica Lei de Ohm Potência Elétrica Resistores

Leia mais

3º ANO Data: / / Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA

3º ANO Data: / / Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA 3º ANO Data: / / 2016. Professor: Clóvis Bianchini Júnior Trimestre: 2º Aluno (a): Assinatura do responsável: Valor: 35,0 AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO EM FÍSICA Antes de iniciar a avaliação, leia atentamente

Leia mais

wlad 2. O gráfico abaixo apresenta a medida da variação de potencial em função da corrente que passa em um circuito elétrico.

wlad 2. O gráfico abaixo apresenta a medida da variação de potencial em função da corrente que passa em um circuito elétrico. 1. Suponha um fio cilíndrico de comprimento L, resistividade ρ 1 e raio da seção transversal circular R. Um engenheiro eletricista, na tentativa de criar um fio cilíndrico menor em dimensões físicas, mas

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Geradores, Receptores e Potência Elétrica 1. (Espcex (Aman) 2013) A pilha de uma lanterna possui

Leia mais

Aula 2 Circuito série de corrente contínua.

Aula 2 Circuito série de corrente contínua. Aula 2 Circuito série de corrente contínua marcela@edu.estacio.br Circuito em série Polaridade das quedas de tensão Potência total em circuito em série Queda de tensão por partes proporcionais Fontes de

Leia mais

EELi04 Eletricidade Aplicada I Aula 4

EELi04 Eletricidade Aplicada I Aula 4 UNIFEI - campus ITABIRA EELi04 Eletricidade Aplicada I Aula 4 Professor: Valmor Ricardi Junior Transparências: Prof. Clodualdo Sousa Prof. Tiago Ferreira Prof. Valmor Junior Sumário Circuito CC série (revisão):

Leia mais

Circuitos Elétricos I EEL420

Circuitos Elétricos I EEL420 Universidade Federal do Rio de Janeiro Circuitos Elétricos I EEL420 Conteúdo 2 - Elementos básicos de circuito e suas associações...1 2.1 - Resistores lineares e invariantes...1 2.1.1 - Curto circuito...2

Leia mais

Associações de componentes elétricos em série e em paralelo

Associações de componentes elétricos em série e em paralelo Componentes de um circuito elétrico Gerador Transforma qualquer tipo de energia em energia elétrica, fornecendo-a ao circuito elétrico. As pilhas são geradores de tensão contínua. Símbolo de gerador. Um

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Departamento Informática Disciplina Sistemas de Instrumentação Engenharia de Sistemas e 1 Ano Curso Ano 2º Semestre Informática º Lectivo Aulas TeóricoPráticas Ficha de Trabalho N.º1 2005/2006 Título Conceitos

Leia mais

Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica.

Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica. Cap06: Resistores Os resistores são elementos de circuito cuja principal propriedade é a resistência elétrica. 6.1 considerações iniciais 6.2 Resistencia elétrica. Lei de Ohm. 6.3 Lei de Joule. 6.4 Resistividade

Leia mais

Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm

Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm Corrente elétrica, potência, resistores e leis de Ohm Corrente elétrica Num condutor metálico em equilíbrio eletrostático, o movimento dos elétrons livres é desordenado. Em destaque, a representação de

Leia mais

2º Experimento 1ª Parte: Lei de Ohm

2º Experimento 1ª Parte: Lei de Ohm 2º Experimento 1ª Parte: Lei de Ohm 1. Objetivos: Verificar a lei de Ohm. Determinar a resistência elétrica através dos valores de tensão e corrente. 2. Teoria: No século passado, George Ohm enunciou:

Leia mais

Teorema da superposição

Teorema da superposição Teorema da superposição Esse teorema é mais uma ferramenta para encontrar solução de problemas que envolvam mais de uma fonte que não estejam em paralelo ou em série. A maior vantagem desse método é a

Leia mais

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 6 SUMÁRIO

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 6 SUMÁRIO SUMÁRIO 1. A DDP ENTRE DOIS PONTOS DE UM CONDUTOR 3. ENERGIA E POTÊNCIA SORVIDAS NUM TRECHO DE CIRCUITO PELA PASSAGEM DE CORRENTE _ 4 3. O EFEITO JOULE (EMISSÃO DE CALOR POR CONDUTOR) 5 4. RESISTOR 6 5.

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Corrente Elétrica Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA

LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA LISTA DE EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE FÍSICA ALUNO(a): Nº: SÉRIE: 2ª TURMA: UNIDADE: VV JC JP PC DATA: / /2017 Obs.: Esta lista deve ser entregue resolvida no dia da prova de recuperação. Valor:

Leia mais

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA

ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA X ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA É a ciência que estuda a forma de controlar a energia elétrica por meios elétricos nos quais os elétrons têm papel fundamental. Divide-se em analógica e em digital

Leia mais

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR.

RESISTOR É O ELEMENTO DE CIRCUITO CUJA ÚNICA FUNÇÃO É CONVERTER A ENERGIA ELÉTRICA EM CALOR. Resistores A existência de uma estrutura cristalina nos condutores que a corrente elétrica percorre faz com que pelo menos uma parte da energia elétrica se transforme em energia na forma de calor, as partículas

Leia mais

Física C Extensivo V. 5

Física C Extensivo V. 5 GABAITO Física C Extensivo V. 5 Exercícios 0) a) = 4 + = 6 Ω 06) = Ω b) V = 48 = 6 i = A c) = = 4. = V V = V =. = 6 V d) P = P = 4. = 6 w P = P =. = 08 w e) P total = P + P = 44 w f) gerador ideal P fornecida

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 20 POTÊNCIA E ENERGIA ELÉTRICA REVISÃO Como pode cair no enem Não havendo aumento no preço do kwh nem nos impostos embutidos, você deverá pagar sua próxima conta de luz em torno

Leia mais

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA

Aluno: Disciplina: FÍSICA. Data: ELETROSTÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS ELETRICIDADE ENSINO MÉDIO Aluno: Série: 3 a Professor: EDUARDO Disciplina: FÍSICA Data: ELETROSTÁTICA 1) (Unicamp-SP) Duas cargas elétricas Q 1 e Q 2 atraem-se quando colocadas próximas

Leia mais

O USO DO SIMULADOR PhET PARA O ENSINO DE ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES. Leonardo Dantas Vieira

O USO DO SIMULADOR PhET PARA O ENSINO DE ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES. Leonardo Dantas Vieira Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão Instituto de Física e Química Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física O USO DO SIMULADOR PhET PARA

Leia mais

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA

Notas de Aula ELETRICIDADE BÁSICA Notas de ula ELETICIDDE ÁSIC Salvador, gosto de 2005. . Conceitos ásicos Fundamentais Estrutura tômica figura.0 é a representação esquemática de um átomo de ohr. Elétron () Núcleo( ou 0) Este átomo é composto

Leia mais

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO LABORATÓRIO MÓDULO I ELETRICIDADE BÁSICA TURNO NOITE CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL CARGA HORÁRIA EIXO TECNOLÓGICO CONTROLE

Leia mais

Eletricidade Aula 4. Leis de Kirchhoff

Eletricidade Aula 4. Leis de Kirchhoff Eletricidade Aula 4 Leis de Kirchhoff Fonte de Alimentação Vídeo 6 É um dispositivo capaz de fornecer energia elétrica para um circuito. A fonte de alimentação também pode ser chamada de gerador, e outras

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Princípios de Instrumentação Biomédica COB781. Módulo 2

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Princípios de Instrumentação Biomédica COB781. Módulo 2 Universidade Federal do Rio de Janeiro Princípios de Instrumentação Biomédica COB781 Módulo 2 Thévenin Norton Helmholtz Mayer Ohm Galvani Conteúdo 2 - Elementos básicos de circuito e suas associações...1

Leia mais

Geradores e Receptores

Geradores e Receptores QUESTÃO 1 No circuito elétrico, o amperímetro A, o voltímetro V e o gerador são ideais. A leitura do amperímetro é 2,0 A e a do voltímetro é: a) 6,0 V b) 10 V c) 10,5 V d) 20 V e) 42 V QUESTÃO 2 A figura

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO CIRCUITOS 1

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO CIRCUITOS 1 1. (Unesp 94) Por uma bateria de f.e.m. (E) e resistência interna desprezível, quando ligada a um pedaço de fio de comprimento Ø e resistência R, passa a corrente i (figura 1). Quando o pedaço de fio é

Leia mais

Capítulo 27: Circuitos

Capítulo 27: Circuitos Capítulo 7: Circuitos Índice Força letromotriz Trabalho, nergia e Força letromotriz Calculo da Corrente de um Circuito de uma Malha Diferença de Potencial entre dois Pontos Circuitos com mais de uma Malha

Leia mais

Corrente, Resistência e Lei de Ohm

Corrente, Resistência e Lei de Ohm Corrente, Resistência e Lei de Ohm Evandro Bastos dos Santos 21 de Maio de 2017 1 Corrente Elétrica Quando uma diferença de potencial é aplicada a um circuito elétrico ocorre, então, realização de trabalho

Leia mais

EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO

EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO 1. (G1) O que é um farad (F)? EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO RSE 2. (Unesp) São dados um capacitor de capacitância (ou capacidade) C, uma bateria de f.e.m. e dois resistores cujas resistências são, respectivamente,

Leia mais

RESISTORES ELÉTRICOS I) RESUMO DE RESISTOR

RESISTORES ELÉTRICOS I) RESUMO DE RESISTOR RESISTORES ELÉTRICOS I) RESUMO DE RESISTOR Diferentemente dos receptores, os resistores elétricos são dispositivos que convertem energia elétrica exclusivamente em energia térmica. Algumas vezes nos circuitos

Leia mais

Eletrotécnica. Circuitos Elétricos

Eletrotécnica. Circuitos Elétricos Eletrotécnica Circuitos Elétricos Introdução Caracterizamos um circuito elétrico como sendo um conjunto de componentes elétricos / eletrônicos ligados entre si formando pelo menos um caminho para a passagem

Leia mais

Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões]

Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões] Física Eletrodinâmica Médio [20 Questões] 01 - (FCM MG) A figura abaixo mostra uma resistência de imersão (ebulidor) mergulhada num recipiente com água, interligada num amperímetro ideal; os terminais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE. ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. ATPS. Circuitos resistivos. Lei de Ohm.

CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE. ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. ATPS. Circuitos resistivos. Lei de Ohm. CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE CAMPO GRANDE. ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Nome: Luciano dos Santos Benevides RA: 3773769606 ATPS. Circuitos resistivos. Lei de Ohm. CAMPO GRANDE-MS 2013 Nome:

Leia mais