GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO DAVID MORETZSOHN CAMPISTA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO DAVID MORETZSOHN CAMPISTA"

Transcrição

1 GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO DAVID MORETZSOHN CAMPISTA Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria de Acesso à Informação e Pesquisa Janeiro/2005

2 SUMÁRIO FUNDO DAVID MORETZSOHN CAMPISTA... 3 SÉRIE 1: PROMOTOR PÚBLICO, FUNDADOR DO CLUBE REPUBLICANO, PRESIDENTE DO CONSELHO DE INTENDÊNCIA... 5 SÉRIE 2: DEPUTADO E SECRETÁRIO DA AGRICULTURA... 6 SÉRIE 3: SERVIÇO DE IMIGRAÇÃO... 7 SÉRIE 4: DEPUTADO FEDERAL, MINISTRO DA FAZENDA, SECRETÁRIO DAS FINANÇAS SÉRIE 5: PÓS MORTE RECORTES DE JORNAIS

3 DESCRIÇÃO DO FUNDO FUNDO DAVID MORETZSOHN CAMPISTA Título David Moretzsohn Campista Código Doação DMC Família através de Olga C. Moretzsohn Datas-Limite Dimensão Dados biográficos Conteúdo: Instrumentos de Pesquisa Arranjo 0,20m de documentos textuais (02 caixas) Fotografias: 1 unidade David Moretzsohn Campista nasceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 22 de janeiro de 1863, filho de Antônio Leopoldo da Silva e Emília Moretzsohn Campista foi casado com Jovina Campista e faleceu em Copenhague, Dinamarca, a 12 de outubro de Foi político, professor, promotor, advogado, jurista e diplomata. Formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de São Paulo em Fixou residência em Rio Preto, Província de Minas Gerais, onde advogou, foi Agente Executivo Municipal e exerceu a Promotoria Pública. No ano de 1889, organizou o Clube Republicano de Rio Preto. Em 1891, foi nomeado intendente de Rio Preto, onde instalou a primeira tipografia e lançou o primeiro jornal o Rio Preto. Foi Deputado Estadual durante o período de 1891 a Assumiu a Secretaria da Agricultura, Comércio e Obras Públicas no governo Afonso Pena durante o período de julho de 1892 a setembro de Como secretário incentivou o ensino profissional, criou os institutos zootécnicos de Uberaba e Campanha, e institutos agronômicos de Itabira e de Leopoldina. Organizou também a Comissão Construtora da Nova Capital e introduziu no Estado 50 mil imigrantes. Entre 1894 e 1898, dirigiu o serviço de imigração na Europa como comissário do governo mineiro em Gênova, Itália. Posteriormente, foi Secretário das Finanças do Presidente Silviano Brandão ( ). Durante o período de 1903 a 1906, exerceu o cargo de Deputado Federal, quando foi o relator do projeto de reforma do Banco da República, depois Banco do Brasil. Renunciou ao mandato para dirigir o Ministério da Fazenda em Em 1910, foi nomeado enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário da Noruega e Dinamarca. Transferido para a legação de Paris, não chegou a assumir o cargo, pois faleceu em Copenhague. Além da atividade política, David Moretzsohn dedicou-se com afinco à pintura e à música. O acervo é composto por correspondências e recortes de jornais. A documentação trata de assuntos diversos, tais como: política, Clube Republicano, questões internacionais, publicação de livro, construção de Belo Horizonte, nomeação como ministro da Fazenda e posse como secretário de Estado. Inventário do Fundo David Moretzsohn Campista; Sistema informatizado de pesquisa do acervo fotográfico. Os documentos estão organizados de acordo com o quadro de arranjo abaixo: Série 1: Promotor público, fundador do Clube Republicano, Presidente do Conselho de Intendência Série 2: Deputado e Secretário da Agricultura 3

4 Condições de Acesso Outros fundos a serem consultados Notas Série 3: Serviço de Imigração Série 4: Deputado federal, Ministro da Fazenda, Secretário de Finanças Série 5: Recortes de Jornais A pesquisa é feita através da documentação textual original. A fotografia encontra-se digitalizada e é consultada por meio de sistema informatizado de pesquisa. Arquivo Privado de Chrispim Jacques Bias Fortes CBF A documentação foi doada ao Arquivo Público Mineiro pela família de David Moretzsohn Campista através de Olga C. Moretzsohn. 4

5 SÉRIE 1: PROMOTOR PÚBLICO, FUNDADOR DO CLUBE REPUBLICANO, PRESIDENTE DO CONSELHO DE INTENDÊNCIA Correspondências sobre política, organização do Clube Republicano, agradecimentos, transferência da Promotoria de Rio Preto, composição de chapa para o Congresso Mineiro, Governo Provisório e outros. DMC 1-Cx.01 5

6 SÉRIE 2: DEPUTADO E SECRETÁRIO DA AGRICULTURA Correspondências sobre a política nacional, pedidos diversos, mudança da Capital mineira e possível nomeação para o cargo de secretário. DMC 2-Cx.01 6

7 SÉRIE 3: SERVIÇO DE IMIGRAÇÃO Correspondências sobre assuntos internacionais, publicação de livro, incentivo a imigração, nomeação no cargo de secretário, imigração Brasil e Itália, construção de Belo Horizonte, reserva de lotes, morte do Marechal Bittencur e outros. DMC 3-Cx.01 7

8 SÉRIE 4: DEPUTADO FEDERAL, MINISTRO DA FAZENDA, SECRETÁRIO DAS FINANÇAS Correspondências sobre a caixa de conversão, taxa de exportação da borracha, alta do câmbio, viagens a serviço, medidas implantadas pela lei de 1892, pedidos diversos, questões políticas, nomeação como ministro da Fazenda, posse como secretário de Estado e outros. DMC 4-Cx.02 8

9 SÉRIE 5: PÓS MORTE RECORTES DE JORNAIS Matérias publicadas em jornais da capital e interior de Minas Gerais após o falecimento de David Campista. Charge publicada na revista Fon Fon. DMC 5-Cx.02 9

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO CHRISPIM JACQUES BIAS FORTES

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO CHRISPIM JACQUES BIAS FORTES GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO CHRISPIM JACQUES BIAS FORTES Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DA COLEÇÃO BARÃO HOMEM DE MELLO

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DA COLEÇÃO BARÃO HOMEM DE MELLO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DA COLEÇÃO BARÃO HOMEM DE MELLO Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO ARTHUR BERNARDES FILHO

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO ARTHUR BERNARDES FILHO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO ARTHUR BERNARDES FILHO Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Fevereiro/2015

Leia mais

Centenário de Professores.

Centenário de Professores. Centenário de Professores. Comemora-se, neste ano, o centenário de nascimento de mestres desta Faculdade, todos personalidades de tal magnitude, que inscreveram em ouro seus nomes nas tradições acadêmicas.

Leia mais

INVENTÁRIO DO FUNDO CÂMARA MUNICIPAL DE OURO PRETO PROVÍNCIA

INVENTÁRIO DO FUNDO CÂMARA MUNICIPAL DE OURO PRETO PROVÍNCIA GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO CÂMARA MUNICIPAL DE OURO PRETO PROVÍNCIA Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO AURÉLIO PIRES

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO AURÉLIO PIRES GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO AURÉLIO PIRES Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria de Acesso à

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO PRESIDÊNCIA DA PROVÍNCIA

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO PRESIDÊNCIA DA PROVÍNCIA GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO PRESIDÊNCIA DA PROVÍNCIA Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria

Leia mais

Casimiro de Abreu (PC)

Casimiro de Abreu (PC) Coordenação Geral de Processamento e Preservação do Acervo Coordenação de Documentos Escritos Equipe de Documentos Privados Coleção Casimiro de Abreu (PC) INVENTÁRIO Coordenação Geral de Processamento

Leia mais

ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO 1895-2009

ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO 1895-2009 ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO 1895-2009 Pedro de Brito de Soares Diretor de Conservação de Documentos Ana Souza Diretora de Arquivos Permanentes Márcia Alkmim Técnica em Documentação de Arquivo 1 ÁREAS DE GUARDA

Leia mais

FICHA DE DESCRIÇÃO DE COLEÇÕES

FICHA DE DESCRIÇÃO DE COLEÇÕES UFGD FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO REGIONAL FICHA DE DESCRIÇÃO DE COLEÇÕES COLEÇÃO: DOCUMENTOS MATO-GROSSENSES SÉCULOS XVIII E XIX 1. ÁREA DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. Código de referência:

Leia mais

Arquivo da Cidade fica subordinado ao Gabinete do Prefeito. Livro Rio 450 anos de cinema ganha versão digital

Arquivo da Cidade fica subordinado ao Gabinete do Prefeito. Livro Rio 450 anos de cinema ganha versão digital Ano V N CXII - 1 a 15 de Fevereiro de 2017 Arquivo da Cidade fica subordinado ao Gabinete do Prefeito Órgão passa a responder à Subsecretaria de Serviços Compartilhados Livro Rio 450 anos de cinema ganha

Leia mais

- Promotor Público em Recife. em atividade restrita, nomeado pe 746, de 24/09/1922;

- Promotor Público em Recife. em atividade restrita, nomeado pe 746, de 24/09/1922; CURRICULUM VITAE Nasceu na cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, em 30 de 1899, filho de Si!vano de Souza Marinho e Felismina Neves. Casado com de Aguiar Marinho. FORMAÇÃO ESCOLAR - Bacharel em Ciências

Leia mais

BARROS, Morais *const. 1891; dep. fed. SP ; sen. SP

BARROS, Morais *const. 1891; dep. fed. SP ; sen. SP BARROS, Morais *const. 1891; dep. fed. SP 1891-1895; sen. SP 1895-1902. Manuel de Morais Barros nasceu em Itu (SP) no dia 1º de maio de 1836, filho de José Marcelino de Barros e de Catarina Maria de Morais

Leia mais

INSTRUMENTOS DE PESQUISA NO ARQUIVO PÚBLICO

INSTRUMENTOS DE PESQUISA NO ARQUIVO PÚBLICO INSTRUMENTOS DE PESQUISA NO ARQUIVO PÚBLICO por Valeria Couv.h nanem" No ano de 1973, a Associação dos Arquivistas Brasileiros formou um grupo de trabalho, sob a direção do Professor José Pedro Es pose),

Leia mais

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA?

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA? 1 - Eleições do cacete 1.1 - D. Pedro II - 1 Ministério composto por membros do Partido Liberal. 1.2 - Eleições para Câmara dos Deputados => fraudes - substituições: juizes, presidentes das províncias,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA ARQUIVO PÚBLICO MINEIRO INVENTÁRIO DO FUNDO FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA Revisão e Atualização Diretoria de Arquivos Permanentes Diretoria

Leia mais

Edital Prêmio Armando Arruda Pereira. Organização Multidistrital de Informações de Rotaract Club s Rotaract Brasil

Edital Prêmio Armando Arruda Pereira. Organização Multidistrital de Informações de Rotaract Club s Rotaract Brasil Edital 2016-17 Prêmio Armando Arruda Pereira Organização Multidistrital de Informações de Rotaract Club s Rotaract Brasil Prêmio Armando Arruda Pereira a rotarianos pelos excelentes serviços prestados.

Leia mais

Arquivo Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo

Arquivo Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo Municipal - Mun. Fig. Cast. Rodrigo De: Enviado: Para: Assunto: Arquivo Municipal Figueira de Castelo Rodrigo [arquivomunicipalfcr=cmfcr.pt@mail25.atl71.mcdlv.net] em nome de Arquivo Municipal Figueira

Leia mais

Nasceu em 9 de dezembro de 1932, na cidade de Itatinga-SP,

Nasceu em 9 de dezembro de 1932, na cidade de Itatinga-SP, Traços Biográficos Nasceu em 9 de dezembro de 1932, na cidade de Itatinga-SP, filho de José Benedito Pereira e Júlia Pinto Pereira. É casado com Rizoleta Mary Pereira. União que resultou no nascimento

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 434, DE (Do Sr. Vieira da Cunha e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 434, DE (Do Sr. Vieira da Cunha e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 434, DE 2009. (Do Sr. Vieira da Cunha e outros) Dá nova redação ao art. 101, da Constituição Federal, para alterar a forma e requisitos pessoais de investidura no

Leia mais

Informação Curricular MESA DA ASSEMBLEIA GERAL

Informação Curricular MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Informação Curricular MESA DA ASSEMBLEIA GERAL CURRICULUM VITAE JOSÉ PEDRO AGUIAR-BRANCO Nasceu em 18 de Julho de 1957 Em 25 de Novembro de 1980, licenciou-se em direito pela Faculdade de Direito da Universidade

Leia mais

DESTAQUES LEGISLATIVOS MAIO 2014

DESTAQUES LEGISLATIVOS MAIO 2014 ANGOLA DESTAQUES LEGISLATIVOS COMÉRCIO DESPACHO N.º 1107/14 MINISTÉRIO DO COMÉRCIO DIÁRIO DA REPÚBLICA Iª SÉRIE N.º 91, DE 15 DE MAIO DE 2014 Sumário: Determina que o Entreposto Aduaneiro de Angola deverá

Leia mais

Conhecer a JUNTA DE ENERGIA NUCLEAR através do seu arquivo

Conhecer a JUNTA DE ENERGIA NUCLEAR através do seu arquivo 1 Conhecer a JUNTA DE ENERGIA NUCLEAR através do seu arquivo Encontro Arquivos Científicos Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa 3 de Julho de 2014 Catarina Cândido Instituto

Leia mais

Roteiro de Fontes da História Portuguesa Contemporânea

Roteiro de Fontes da História Portuguesa Contemporânea Roteiro de Fontes da História Portuguesa Contemporânea Arquivos do Estado Arquivo da C. M. Lisboa Joel Serrão MariaJosé da Silva Leal Miriam Halpern Pereira ' i.kjl,i, J ~'.,.... '.,'.,.- I ;;,VlY;f.'l':"".'

Leia mais

Subprocuradoria-Geral de Justiça de Relações Externas

Subprocuradoria-Geral de Justiça de Relações Externas Subprocuradoria-Geral de Justiça de Relações Externas Relatório de Atividades Biênio / Sumário SECRETARIA... 2 ASSESSORIA DE IMPRENSA... 14 SECRETARIA Recebimento, análise e encaminhamento de documentos

Leia mais

PEC amplia composição e reduz atribuições do Supremo Tribunal Federal

PEC amplia composição e reduz atribuições do Supremo Tribunal Federal ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 08 a 10 de JANEIRO de 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS PEC amplia composição e reduz atribuições do Supremo Tribunal Federal Pela proposta, a indicação dos ministros da Corte

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

Comissão Europeia. Conselho da União Europeia. Parlamento Europeu. Tribunal de Justiça. Tribunal de Contas. Comité Económico e Social

Comissão Europeia. Conselho da União Europeia. Parlamento Europeu. Tribunal de Justiça. Tribunal de Contas. Comité Económico e Social As instituições comunitárias Comissão Europeia Conselho da União Europeia Parlamento Europeu Tribunal de Justiça Tribunal de Contas Comité Económico e Social Comité das Regiões Banco Europeu de Investimentos

Leia mais

Assembleia Geral Extraordinária da Transmissora Aliança de Energia Elétrica convocada para o dia. 21 de novembro de Proposta da Administração

Assembleia Geral Extraordinária da Transmissora Aliança de Energia Elétrica convocada para o dia. 21 de novembro de Proposta da Administração Assembleia Geral Extraordinária da Transmissora Aliança de Energia Elétrica convocada para o dia Proposta da Administração (i) Eleição de um membro titular e dois membros suplentes para o Conselho de Administração

Leia mais

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO EM ARTE ACERVO E DOCUMENTAÇÃO DE ARTE EM SÃO PAULO MASP BIBLIOTECA E CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO IVANI DI GRAZIA COSTA

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO EM ARTE ACERVO E DOCUMENTAÇÃO DE ARTE EM SÃO PAULO MASP BIBLIOTECA E CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO IVANI DI GRAZIA COSTA INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO EM ARTE ACERVO E DOCUMENTAÇÃO DE ARTE EM SÃO PAULO MASP BIBLIOTECA E CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO IVANI DI GRAZIA COSTA Biblioteca e Centro de Documentação do MASP A Biblioteca e Centro

Leia mais

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Proposta relativa ao Ponto 8. da Ordem de Trabalhos Considerando que se encontra vago o cargo de Presidente

Leia mais

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94

ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 ANEXO I Circular SUSEP nº 07/94 1. Sociedades Seguradoras Nacionais, Sociedades de Capitalização e Sociedades de Previdência Privada Aberta com fins lucrativos. 1.1- ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - AGE

Leia mais

CÓDIGO ELEITORAL DA IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL CAPÍTULO I. Da Candidatura

CÓDIGO ELEITORAL DA IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL CAPÍTULO I. Da Candidatura CÓDIGO ELEITORAL DA IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL CAPÍTULO I Da Candidatura Art. 1º - Para cumprir as funções previstas pela Constituição da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (Art.

Leia mais

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 Elaborado em 09 de julho de 2013 REFORMA POLÍTICA DEPUTADOS DESCARTAM REFORMA POLÍTICA VÁLIDA PARA 2014 O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE SLIM CAPÍTULO I DA NATUREZA, DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS 1. O Clube SLIM é pessoa jurídica de direito privado constituída sob a forma de associação sem fins lucrativos ou econômicos,

Leia mais

E.E.B. PROFESSORA SOLANGE LOPES BORBA São João do Sul (SC) 1

E.E.B. PROFESSORA SOLANGE LOPES BORBA São João do Sul (SC) 1 E.E.B. PROFESSORA SOLANGE LOPES BORBA São João do Sul (SC) 1 Por meio da Lei 555, do dia 15 de outubro de 1951, o governador do Estado de Santa Catarina, Irineu Bornhausen, autoriza a aquisição de uma

Leia mais

ITAMAR FRANCO um sonhador

ITAMAR FRANCO um sonhador ITAMAR FRANCO um sonhador ITAMAR AUGUSTO CAUTIEIRO FRANCO nasceu em alto-mar, a bordo do navio Itaimbé, que em Tupi-guarani significa pedra pontuda*, no dia 28 de Junho de 1929. Filho do engenheiro Augusto

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Centro Universitário Central Paulista Cursos de Engenharia REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Considerando que as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação

Leia mais

Inventário Departamento de Cirurgia

Inventário Departamento de Cirurgia CENTRO DE MEMÓRIA E ARQUIVO FCM Inventário Departamento de Cirurgia ÁREA DE IDENTIFICAÇÃO Código de Referência DC Título Departamento de Cirurgia Nível de Descrição Fundo Data de Produção 1971-2009 Dimensão

Leia mais

DECLARAÇÃO CONFIDENCIAL DE INFORMAÇÕES

DECLARAÇÃO CONFIDENCIAL DE INFORMAÇÕES PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ÉTICA PÚBLICA DECLARAÇÃO CONFIDENCIAL DE INFORMAÇÕES APRESENTADA PELAS AUTORIDADES ABRANGIDAS PELO CÓDIGO DE CONDUTA DA ALTA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL (Arts. 2 e 4g) (Anular

Leia mais

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte:

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: 1 - Presidente da República 2 - Vice-Presidente da República (*1) Governador

Leia mais

TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO

TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE DIREITO TÍTULO DO TRABALHO PROPOSTO Projeto para orientação de iniciação científica junto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da

Leia mais

Imigração, migrantes e asilo no Espaço de Liberdade, Segurança e Justiça

Imigração, migrantes e asilo no Espaço de Liberdade, Segurança e Justiça Imigração, migrantes e asilo no Espaço de Liberdade, Segurança e Justiça Coordenadores: Prof. Doutor Fausto de Quadros e Mestre Alice Feiteira Duração: 26 de Janeiro de 2012 a 15 de Março de 2012, às quintas

Leia mais

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural Decreto executivo n.º 1/06 de 9 de Janeiro Havendo necessidade de regulamentar o funcionamento, estruturação e organização do Secretariado Executivo do

Leia mais

UFSC. Resposta: 11. Comentário

UFSC. Resposta: 11. Comentário Resposta: 11 01. Correta. 02. Correta. 04. Incorreta. A divisão em períodos da história feita por historiadores europeus não necessariamente deve ser empregada, e não é por diferentes povos do mundo. Foi

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA INVENTÁRIO SUMÁRIO FUNDO FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS SANTA MARIA DATAS LIMITE: 1943/1970

Leia mais

S E C Ç Ã O D E I N S C R I Ç Õ E S

S E C Ç Ã O D E I N S C R I Ç Õ E S Elementos sobre Advogados Estagiários Elementos sobre Advogados Estagiários Pedidos de Prorrogação do Tempo de Estágio 5 Pedidos de Mudança de Comarca e de Patrono 8 Pedidos de Alteração do Domicilio Profissional

Leia mais

DESTAQUES LEGISLATIVOS SETEMBRO 2015

DESTAQUES LEGISLATIVOS SETEMBRO 2015 ANGOLA DESTAQUES LEGISLATIVOS COOPERAÇÃO INTERNACIONAL DECRETO PRESIDENCIAL N.º 177/15 PRESIDENTE DA REPÚBLICA Sumário: Aprova o Acordo Geral entre o Governo da República de Angola e os Estados Unidos

Leia mais

1. Equipamento Cultural. 1.1 Sala de Cinema

1. Equipamento Cultural. 1.1 Sala de Cinema 1. Equipamento Cultural 1.1 Sala de Cinema 1.1.1 Cine itinerante 1.1.2 Cineclube 1.1.3 Cinema de rua 1.1.4 Drive-in 1.1.5 Espaço Cultural de Projeção de Filmes e Vídeos 1.1.6 Sala de cinema comunitário

Leia mais

PORTARIA. INQUÉRITO CIVIL nº /2017-8

PORTARIA. INQUÉRITO CIVIL nº /2017-8 PORTARIA INQUÉRITO CIVIL nº 14.0695.0000025/2017-8 MUNICÍPIO DE SÃO PAULO FERNANDO HADDAD (EX- PREFEITO MANDATO 2013/2016) ROGÉRIO CERON DE OLIVEIRA (EX-SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS) DESVINCULAÇÃO

Leia mais

PARTIDO SOLIDARIEDADE CÓDIGO DE ÉTICA. Capítulo I DO OBJETO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

PARTIDO SOLIDARIEDADE CÓDIGO DE ÉTICA. Capítulo I DO OBJETO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES PARTIDO SOLIDARIEDADE CÓDIGO DE ÉTICA Capítulo I DO OBJETO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Código de Ética é norma de aplicação para todos os filiadosdo Partido SOLIDARIEDADE, bem como,

Leia mais

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real.

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. O que foram os movimentos de pré-independência? Séculos XVIII e XIX grandes mudanças afetaram o Brasil... MUNDO... Hegemonia das ideias

Leia mais

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09 A República do Café - I Prof. Thiago História C Aula 09 Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil

Leia mais

Fomenta Cultura Mostra de Artes Visuais

Fomenta Cultura Mostra de Artes Visuais Fomenta Cultura - 2017 Mostra de Artes Visuais Mostras inéditas de arte contemporânea e popular, compostas por exposições individuais e coletivas de artistas residentes em Minas Gerais, em início de trajetória

Leia mais

CAPÍTULO 05 PERGUNTA EM PROFUNDIDADE MULTIDADOS ELEIÇÕES GOVERNADOR COM APRESENTAÇÃO DE CARGOS, HISTÓRICO E APOIOS.

CAPÍTULO 05 PERGUNTA EM PROFUNDIDADE MULTIDADOS ELEIÇÕES GOVERNADOR COM APRESENTAÇÃO DE CARGOS, HISTÓRICO E APOIOS. CAPÍTULO 05 PERGUNTA EM PROFUNDIDADE MULTIDADOS ELEIÇÕES GOVERNADOR COM APRESENTAÇÃO DE CARGOS, HISTÓRICO E APOIOS. ATENÇÃO: É apresentado ao eleitor o grupo político do Governador Anastasia e do senador

Leia mais

OS FANTONI. Itália, Belo Horizonte e o Palestra

OS FANTONI. Itália, Belo Horizonte e o Palestra OS FANTONI Itália, Belo Horizonte e o Palestra A HISTÓRIA A formação da Comunidade Italiana de Belo Horizonte se confunde com o surgimento da própria cidade. Por volta de 1895, chegam os primeiros imigrantes

Leia mais

Regulamento da Comissão de Avaliação Interna da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Regulamento da Comissão de Avaliação Interna da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Regulamento da Comissão de Avaliação Interna da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Preâmbulo Nos termos do Art. 12, n.º 1 dos Estatutos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, homologados

Leia mais

Passo 1: abra o Protegé e crie um projeto com as seguintes características: Nome do projeto: ex_classe_01 Tipo: Protegé Files

Passo 1: abra o Protegé e crie um projeto com as seguintes características: Nome do projeto: ex_classe_01 Tipo: Protegé Files 1 Exercícios Práticos Assunto: Criação de classes da ontologia com o Protegé. Exercício 1 Nome do projeto: ex_classe_01 Passo 2: antes de continuar, salve o projeto em seu espaço. crie as seguintes classes,

Leia mais

consumidor a vulnerabilidade do e a proteção dos seus direitos Revista Institucional do Ministério Público do Estado de Minas Gerais

consumidor a vulnerabilidade do e a proteção dos seus direitos Revista Institucional do Ministério Público do Estado de Minas Gerais Revista Institucional do Ministério Público do Estado de Minas Gerais Ano VI - Edição 19 - Dezembro de 2010 a vulnerabilidade do consumidor e a proteção dos seus direitos 1 Revista Institucional do Ministério

Leia mais

Altera o Decreto nº , de 10 de dezembro de 1981, para dispor sobre a situação jurídica do estrangeiro na República Federativa do Brasil.

Altera o Decreto nº , de 10 de dezembro de 1981, para dispor sobre a situação jurídica do estrangeiro na República Federativa do Brasil. DECRETO Nº 8.757, DE 10 DE MAIO DE 2016 Altera o Decreto nº 86.715, de 10 de dezembro de 1981, para dispor sobre a situação jurídica do estrangeiro na República Federativa do Brasil. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA,

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/15

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/15 PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/15 INDICE RELATÓRIO DE ATIVIDADES ATENDIMENTO P.A. ADULTO & PEDIATRIA INTERNAÇÕES PRESTAÇÃO DE CONTAS FINANCEIRO RECEBIMENTOS DESPESAS ESTUDOS PRÉ ABERTURA DA SANTA CASA AÇÕES

Leia mais

para a assessoria daquele ministério, e foi também encarregado de organizar a seção mineira da Exposição de Londres. Filiado ao Partido Republicano

para a assessoria daquele ministério, e foi também encarregado de organizar a seção mineira da Exposição de Londres. Filiado ao Partido Republicano CARVALHO, DANIEL DE *dep. fed. MG 1927-1930; const. 1934; dep. fed. MG 1935-1937; const. 1946; dep. fed. MG 1946; Min. Agric. 1946-1950; dep. fed. MG 1950-1955 e 1956. Daniel Serapião de Carvalho nasceu

Leia mais

PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO MST NÚMERO DE CAIXA

PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO MST NÚMERO DE CAIXA GRUPO PLANO DE CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO MST NÚMERO DE CAIXA GRUPO: DIREÇÃO (Reuniões Nacionais; Orientação e Organização interna do movimento; Análise e Ação Política) SUBGRUPO: Congressos e Encontros Nacionais

Leia mais

Doutoranda em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná. Endereço eletrônico:

Doutoranda em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná. Endereço eletrônico: ALVES, Alessandro Cavassin. A província do Paraná e a sua Assembleia Legislativa (1853-1889): a força política das famílias tradicionais. Curitiba: Máquina de Escrever, 2015. 496p. 1 Enviado em 27/01/2016

Leia mais

1 Quando da nomeação do Sr. Jorge Zelada na Petrobrás, qual era a função exercida por Vossa Excelência?

1 Quando da nomeação do Sr. Jorge Zelada na Petrobrás, qual era a função exercida por Vossa Excelência? 1 Quando da nomeação do Sr. Jorge Zelada na Petrobrás, qual era a função exercida por Vossa Excelência? 2 No início de 2007, no segundo governo do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, houve um movimento na bancada

Leia mais

i) informar periodicamente a Assembléia Geral da Organização dos Estados Americanos sobre as principais atividades da Comissão;

i) informar periodicamente a Assembléia Geral da Organização dos Estados Americanos sobre as principais atividades da Comissão; ESTATUTO DA COMISSÃO INTERAMERICANA DE MULHERES (CIM) CAPÍTULO I. NATUREZA Artigo 1. A Comissão Interamericana de Mulheres é um organismo especializado interamericano, de caráter permanente, criado de

Leia mais

CIRCULAR Nº Às instituições credenciadas a operar no mercado de câmbio de taxas flutuantes.

CIRCULAR Nº Às instituições credenciadas a operar no mercado de câmbio de taxas flutuantes. CIRCULAR Nº 1563 Às instituições credenciadas a operar no mercado de câmbio de taxas flutuantes. Altera o regulamento do mercado de câmbio de taxas flutuantes - atualização nº 6. A Diretoria do Banco Central

Leia mais

O movimento integralista em petrópolis ( ) Alexandre Luís de Oliveira* Leandro Pereira Gonçalves**

O movimento integralista em petrópolis ( ) Alexandre Luís de Oliveira* Leandro Pereira Gonçalves** O movimento integralista em petrópolis (1933-1938) Alexandre Luís de Oliveira* Leandro Pereira Gonçalves** RESUMO status Palavras-chave: ABSTRACT 295 Keywords: 1 INTRODUÇÃO 296 Tribuna de Petrópolis, Jornal

Leia mais

CAMPOS, Carlos de *dep. fed. SP 1918-1923; pres. SP 1924-1927.

CAMPOS, Carlos de *dep. fed. SP 1918-1923; pres. SP 1924-1927. CAMPOS, Carlos de *dep. fed. SP 1918-1923; pres. SP 1924-1927. Carlos de Campos nasceu em Campinas (SP) no dia 6 de agosto de 1866, filho de Bernardino José de Campos Júnior e de Francisca de Barros Duarte

Leia mais

DOSSIÊ: Argentina Notação: AF/AR

DOSSIÊ: Argentina Notação: AF/AR 12 DOSSIÊ: Argentina Notação: AF/AR 94 - Listagem dos documentos referentes à participação de Filippo Fóggia em Cólon, Argentina. Londrina-PR, [déc. de 1990], 4 p., (dat). cód. AF/AR-01 P-2 95 - Correspondência

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 25/XII/1.ª CONSAGRA O EFEITO SUSPENSIVO DOS RECURSOS PREVISTOS NA LEI DE IMIGRAÇÃO

PROJECTO DE LEI N.º 25/XII/1.ª CONSAGRA O EFEITO SUSPENSIVO DOS RECURSOS PREVISTOS NA LEI DE IMIGRAÇÃO Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 25/XII/1.ª CONSAGRA O EFEITO SUSPENSIVO DOS RECURSOS PREVISTOS NA LEI DE IMIGRAÇÃO Exposição de Motivos A possibilidade de apresentar um recurso, que tenha efeito

Leia mais

Guia de Arquivos Pessoais

Guia de Arquivos Pessoais Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional - EEFFTO Centro de Memória da Educação Física, do Esporte e do Lazer - CEMEF Guia de Arquivos Pessoais

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS SUMÁRIO. Língua Portuguesa

CÂMARA DOS DEPUTADOS SUMÁRIO. Língua Portuguesa Língua Portuguesa Compreensão, interpretação de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas e discursivas...3 Tipologia textual... 6 Significação literal e contextual dos vocábulos...

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Casa Epitácio Pessoa Gabinete do Deputado Estadual Hervázio Bezerra

ESTADO DA PARAÍBA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Casa Epitácio Pessoa Gabinete do Deputado Estadual Hervázio Bezerra Casa Epitácio Pessoa Gabinete do Deputado Estadual Hervázio Bezerra PROJETO DE LEI ^^33 /2011. AUTOR: DEPUTADO ESTADUAL HERVÁZIO BEZERRA / PSDB EMENTA: DÁ O NOME DO MAESTRO JOAQUIM PEREIRA, A UM COLÉGIO

Leia mais

Acompanhe o trabalho do nosso Deputado.

Acompanhe o trabalho do nosso Deputado. Acompanhe o trabalho do nosso Deputado. erosbiondini Edição Digital 2017 Nº 1 Contra a Reforma da Previdência Eros e Ministro da Justiça visitam APAC de Paracatu Cidades mineiras recebem ônibus escolares

Leia mais

LINS, Manuel de Albuquerque * pres. SP

LINS, Manuel de Albuquerque * pres. SP LINS, Manuel de Albuquerque * pres. SP 1908-1912. Manuel Joaquim de Albuquerque Lins nasceu em São Miguel dos Campos (AL) no dia HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/6_de_agosto" \o "6 de agosto" 20

Leia mais

PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PLANEJAMENTO E PROGRAMAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA AULA 04: OS PLANOS NACIONAIS DE DESENVOLVIMENTO TÓPICO 01: HISTÓRICO BRASILEIRO As primeiras Constituições Federais tanto a de 1824, quanto a de 1891

Leia mais

IHGRGS. Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Origens Oficina de Genealogia. APERS, 19 de julho de 2014

IHGRGS. Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Origens Oficina de Genealogia. APERS, 19 de julho de 2014 Origens Oficina de Genealogia APERS, 19 de julho de 2014 Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul IHGRGS Vanessa Gomes de Campos Arquivista Rua Riachuelo, 1317 http://www.ihgrgs.org.br Atendimento

Leia mais

Formação Profissional

Formação Profissional PEDRO BOTELHO GOMES - Advogado Sócio - - Membro do Conselho de Administração da JPAB - - Coordenador nas áreas do Contencioso e do Trabalho - Nasceu em 22 de Junho de 1963 Em 29 de Julho de 1987, licenciou-se

Leia mais

REFORMA DO SERVIÇO DIPLOMÁTICO (1895)

REFORMA DO SERVIÇO DIPLOMÁTICO (1895) REFORMA DO SERVIÇO DIPLOMÁTICO (1895) A passagem do Império para a República no Brasil provocou alterações no corpo diplomático, com a substituição de parte dos seus integrantes de modo a torná-lo republicano,

Leia mais

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL GUSTAVO GUSMÃO O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL INTRODUÇÃO: O Brasil é uma República Federativa, isto é, uma Federação composta de Estados- membros

Leia mais

ARQUIVO MÁRIO SOARES

ARQUIVO MÁRIO SOARES ARQUIVO MÁRIO SOARES PASTA N.º 0125,005 Imagem n.º: 2 N.º ou Ref.ª: Data: 22/7/1981 Subscritores da moção Novo Rumo para o PS no Distrito de Leiria MS SG PS Em anexo doc im. 3 Descrição: Envio de doc.

Leia mais

Marco Abreu dos Santos

Marco Abreu dos Santos Unidade 01 Capítulo 2 Economia na República Velha Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com O café na República Velha Economia Principal produto da economia brasileira.

Leia mais

ACORDO O BRASIL E A ALEMANHA. A visitas de Vasos de Guerra. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Coleção de Atos Internacionais N.

ACORDO O BRASIL E A ALEMANHA. A visitas de Vasos de Guerra. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Coleção de Atos Internacionais N. MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Coleção de Atos Internacionais N. 81 ACORDO RELATIVO A visitas de Vasos de Guerra ENTRE O BRASIL E A ALEMANHA Concluído no Rio de Janeiro por troca de notas, datadas

Leia mais

Fontes das Normas de Previdência

Fontes das Normas de Previdência Fontes das Normas de Previdência Constituição Federal / Emendas Leis Complementares Leis Ordinárias e Medida Provisória Decretos legislativos Atos infraconstitucionais Proposta de Emenda a Constituição

Leia mais

REGISTRO DE INSTITUIÇÕES MUSEOLÓGICAS

REGISTRO DE INSTITUIÇÕES MUSEOLÓGICAS 1 REGISTRO DE INSTITUIÇÕES MUSEOLÓGICAS Nº do Processo: Data de Recebimento: Nº do Registro: 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 NOME COMPLETO DO MUSEU: 1.2 CNPJ PRÓPRIO: 1.3 ENDEREÇO: 1.4 CIDADE: 1.5 UF: 1.6 CEP: 1.7

Leia mais

O Funcionamento do Triângulo Institucional

O Funcionamento do Triângulo Institucional Construção da União Europeia O Funcionamento do Triângulo Institucional 25 de Junho de 2009 Centro de Informação Europeia 1 1 Como funciona a União Europeia? O sistema político da União Europeia tem vindo

Leia mais

Partituras Musicais (S6)

Partituras Musicais (S6) Coordenação Geral de Processamento e Preservação do Acervo Coordenação de Documentos Escritos Equipe de Documentos Privados Coleção Partituras Musicais (S6) INVENTÁRIO Coordenação Geral de Processamento

Leia mais

IN MEMORIAM - Vice-almirante Henrique Afonso da Silva Horta

IN MEMORIAM - Vice-almirante Henrique Afonso da Silva Horta IN MEMORIAM - Vice-almirante Henrique Afonso da Silva Horta Capitão-de-mar-e-guerra Armando José Dias Correia Vice-almirante Henrique Afonso da Silva Horta * O Vice-almirante Henrique Afonso da Silva Horta

Leia mais

Acompanhe o trabalho do nosso Deputado.

Acompanhe o trabalho do nosso Deputado. Acompanhe o trabalho do nosso Deputado. erosbiondini Edição Digital 2017 Nº 2 Eros é eleito relator de comissão contra as drogas 10ª Marcha pela Vida e contra o Aborto em Brasília Projeto insentiva ressocialização

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO

EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO EDITAL DE CONCURSO FOTOGRAFICO DA ABCRED TEMA: EMPREENDEDORISMO COM MICROCRÉDITO A organização deste CONCURSO FOTOGRÁFICO é da ABCRED Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças,

Leia mais

O P I N I Ã O L E G A L. I. A consulta.

O P I N I Ã O L E G A L. I. A consulta. CARLOS MÁRIO DA SILVA VELLOSO Professor Emérito da PUC/MG e da UnB Universidade de Brasília Advogado PRESIDENTE DA CÂMARA DISTRITAL QUE EXERCE, TEMPORARIAMENTE, EM SUBSTITUIÇÃO, O CARGO DE GOVERNADOR,

Leia mais

QUESTÕES SOBRE NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA

QUESTÕES SOBRE NOÇÕES DE ARQUIVOLOGIA 1- (UFRGS:2008) Os arquivos setoriais: A) São mantidos longe dos produtores; B) Possuem documentos que após 5 anos podem ser eliminados ou recolhidos. C) Possuem documentos correntes. D) São passivos de

Leia mais

A escolha está em suas mãos

A escolha está em suas mãos Informativo da Fundação Itaubanco EDIÇÃO ESPECIAL março 2005 A escolha está em suas mãos Os participantes ativos, autopatrocinados, vesting e assistidos estão prestes a votar nas eleições para escolha

Leia mais

DESTAQUES LEGISLATIVOS AGOSTO 2015

DESTAQUES LEGISLATIVOS AGOSTO 2015 ANGOLA DESTAQUES LEGISLATIVOS COOPERAÇÃO INTERNACIONAL CARTA DE ADESÃO N.º 1/15 PRESIDENTE DA REPÚBLICA Sumário: Aprova, para Adesão da República de Angola, a Convenção sobre a Proibição do Desenvolvimento,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DO TOCANTINS CORE-TO ORGANOGRAMA

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DO TOCANTINS CORE-TO ORGANOGRAMA ORGANOGRAMA Nota Explicativa do Organograma Plenária do Conselho Reunião dos conselheiros em exercício, para discursão das matérias constantes na ordem do dia e para assuntos gerais, reúne-se ordinariamente,

Leia mais

O STF e o Direito à Vida: Onde começa e onde termina?

O STF e o Direito à Vida: Onde começa e onde termina? O STF e o Direito à Vida: Onde começa e onde termina? Sociedade Brasileira de Direito Público - SBDP Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP Interrupção de Gravidez de Feto Anencéfalo ADPF

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA INVENTÁRIO SUMÁRIO FUNDO CONSELHO DE REITORES DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS - CRUB DATAS-LIMITE: 1966/1994

Leia mais

OS DOIS IDEALISTAS DA HISTÓRIA DA IMPRENSA MINEIRA

OS DOIS IDEALISTAS DA HISTÓRIA DA IMPRENSA MINEIRA OS DOIS IDEALISTAS DA HISTÓRIA DA IMPRENSA MINEIRA Jairo Faria MENDES 1 1. Introdução Dois idealistas foram responsáveis pela conservação de grande parte da memória dos jornais mineiros: José Pedro Xavier

Leia mais

Direito Constitucional Português

Direito Constitucional Português Direito Constitucional Português Legislação Fundamental I CONSTITUIÇÃO E LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR 1. Constituição da República Portuguesa (depois da VII revisão constitucional Lei Constitucional nº 1/2005,

Leia mais