PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS. 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS. 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente."

Transcrição

1 PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente. Local Saída da Escola Previsão de retorno Cordisburgo 7 horas 17 horas e 30 minutos Ouro Preto 7 horas 17 horas e 30 minutos Caraça 6 horas 18 horas e 30 minutos 2. Uso de uniforme obrigatório com a opção de usar calça jeans no lugar da calça do uniforme (aconselhável por ser mais resistente). Levar também um agasalho melhor, pois pode fazer frio. 3. Levar um lanche, pois o retorno será mais tarde e você pode ter fome. É aconselhável frutas, suco e comidas leves para evitar indisposição. O almoço já está incluído na taxa. 4. Os professores orientarão os alunos a fazerem observações em grupos. Os grupos serão divididos durante o trajeto da viagem pelos professores acompanhantes. Os grupos estão indicados a seguir : 6 Ano do Ensino Fundamental II e 3º Ano do Ensino Médio G1: A riqueza do Cerrado e do Sertão perceber a mudança de paisagem e caracterizar o bioma cerrado. G2: A presença de Guimarães Rosa por meio de entrevistas com moradores da região perceber o imaginário sobre a vida e obra do autor. G3: Maquiné, a evolução da vida analisar o processo de evolução e desenvolvimento das espécies e do planeta. G4: Construção da Paisagem analisar o processo de ocupação do espaço e perceber as mudanças ocorridas na mudança espaço urbano para espaço rural. G5: Meio ambiente, preservação e degradação analisar eventos que promovam a degradação ambiental bem como a preservação do espaço de Cordisburgo e de Maquiné. G6: Matemática fotografada registrar por meio da fotografia pontos geométricos das edificações da cidade de Cordisburgo para o estudo da matemática. 8º Ano do Ensino Fundamental II e 2º Ano do Ensino Médio G1: Ouro Preto e Estrada Real analisar o projeto Estrada Real e perceber oe efeitos deste projeto no desenvolvimento da cidade de Ouro Preto. G2: Fachadas coloniais por meio do registro fotográfico analisar as fachadas das edificações da cidade de Ouro Preto. G3: O Barroco mineiro registrar por meio de desenhos ou fotografia a arte barroca da cidade de Ouro Preto. G4: A Inconfidência Mineira analisar o imaginário sobre o movimento inconfidente e ainda as produções literárias de personagens da cidade. G5: Poetas Árcades perceber a presença do Arcadismo na História da cidade de Ouro Preto. G6: A geografia de Ouro Preto registrar e analisar os domínios morfoclimáticos e o relevo da cidade de Ouro Preto.

2 7º e 8º Ano do Ensino Fundamental II e 1º Ano do Ensino Médio G1: Religiosidade e História analisar a história e a formação religiosa do colégio Caraça. G2: O Barroco de Barão de Cocais registrar por meio de desenhos e fotografia a presença do Barroco nas edificações da cidade de Barão de Cocais. G3: O turismo do Caraça interpretar eventos e curiosidades que fortalecem o turismo do santuário (a presença do Lobo Guará, o incêndio, a presença de celebridades). G4: A geografia do Caraça analisar a topografia e demais aspectos geográficos da região do Caraça. G5: Patrimônio Cultural analisar o processo de valorização do Caraça como patrimônio cultural percebendo permanências e mudanças históricas. G6: Mineração e paisagem analisar as interferências ambientais e sociais promovidas pela mineração na região. DESENVOLVIMENTO Todos os grupos deverão realizar registros fotográficos, desenhos, croquis e filmagens dos locais visitados; Todos os alunos deverão entregar um relatório com no mínimo 01 lauda contendo o estudo do tema do grupo realizado no local (data definida pelos professores após a visita técnica); Todos os grupos deverão registrar placas, informações em língua estrangeira para posterior trabalho em sala.

3 PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente. Local Saída da Escola Previsão de retorno Cordisburgo 7 horas 17 horas e 30 minutos Ouro Preto 7 horas 17 horas e 30 minutos Caraça 6 horas 18 horas e 30 minutos 2. Uso de uniforme obrigatório com a opção de usar calça jeans no lugar da calça do uniforme (aconselhável por ser mais resistente). Levar também um agasalho melhor, pois pode fazer frio. 3. Levar um lanche, pois o retorno será mais tarde e você pode ter fome. É aconselhável frutas, suco e comidas leves para evitar indisposição. O almoço já está incluído na taxa. 4. Os professores orientarão os alunos a fazerem observações em grupos. Os grupos serão divididos durante o trajeto da viagem pelos professores acompanhantes. Os grupos estão indicados a seguir : 6 Ano do Ensino Fundamental II e 3º Ano do Ensino Médio G1: A riqueza do Cerrado e do Sertão perceber a mudança de paisagem e caracterizar o bioma cerrado. G2: A presença de Guimarães Rosa por meio de entrevistas com moradores da região perceber o imaginário sobre a vida e obra do autor. G3: Maquiné, a evolução da vida analisar o processo de evolução e desenvolvimento das espécies e do planeta. G4: Construção da Paisagem analisar o processo de ocupação do espaço e perceber as mudanças ocorridas na mudança espaço urbano para espaço rural. G5: Meio ambiente, preservação e degradação analisar eventos que promovam a degradação ambiental bem como a preservação do espaço de Cordisburgo e de Maquiné. G6: Matemática fotografada registrar por meio da fotografia pontos geométricos das edificações da cidade de Cordisburgo para o estudo da matemática. 8º Ano do Ensino Fundamental II e 2º Ano do Ensino Médio G1: Ouro Preto e Estrada Real analisar o projeto Estrada Real e perceber oe efeitos deste projeto no desenvolvimento da cidade de Ouro Preto. G2: Fachadas coloniais por meio do registro fotográfico analisar as fachadas das edificações da cidade de Ouro Preto. G3: O Barroco mineiro registrar por meio de desenhos ou fotografia a arte barroca da cidade de Ouro Preto. G4: A Inconfidência Mineira analisar o imaginário sobre o movimento inconfidente e ainda as produções literárias de personagens da cidade. G5: Poetas Árcades perceber a presença do Arcadismo na História da cidade de Ouro Preto. G6: A geografia de Ouro Preto registrar e analisar os domínios morfoclimáticos e o relevo da cidade de Ouro Preto.

4 7º e 8º Ano do Ensino Fundamental II e 1º Ano do Ensino Médio G1: Religiosidade e História analisar a história e a formação religiosa do colégio Caraça. G2: O Barroco de Barão de Cocais registrar por meio de desenhos e fotografia a presença do Barroco nas edificações da cidade de Barão de Cocais. G3: O turismo do Caraça interpretar eventos e curiosidades que fortalecem o turismo do santuário (a presença do Lobo Guará, o incêndio, a presença de celebridades). G4: A geografia do Caraça analisar a topografia e demais aspectos geográficos da região do Caraça. G5: Patrimônio Cultural analisar o processo de valorização do Caraça como patrimônio cultural percebendo permanências e mudanças históricas. G6: Mineração e paisagem analisar as interferências ambientais e sociais promovidas pela mineração na região. DESENVOLVIMENTO Todos os grupos deverão realizar registros fotográficos, desenhos, croquis e filmagens dos locais visitados; Todos os alunos deverão entregar um relatório com no mínimo 01 lauda contendo o estudo do tema do grupo realizado no local (data definida pelos professores após a visita técnica); Todos os grupos deverão registrar placas, informações em língua estrangeira para posterior trabalho em sala.

5 PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente. Local Saída da Escola Previsão de retorno Cordisburgo 7 horas 17 horas e 30 minutos Ouro Preto 7 horas 17 horas e 30 minutos Caraça 6 horas 18 horas e 30 minutos 2. Uso de uniforme obrigatório com a opção de usar calça jeans no lugar da calça do uniforme (aconselhável por ser mais resistente). Levar também um agasalho melhor, pois pode fazer frio. 3. Levar um lanche, pois o retorno será mais tarde e você pode ter fome. É aconselhável frutas, suco e comidas leves para evitar indisposição. O almoço já está incluído na taxa. 4. Os professores orientarão os alunos a fazerem observações em grupos. Os grupos serão divididos durante o trajeto da viagem pelos professores acompanhantes. Os grupos estão indicados a seguir : 6 Ano do Ensino Fundamental II e 3º Ano do Ensino Médio G1: A riqueza do Cerrado e do Sertão perceber a mudança de paisagem e caracterizar o bioma cerrado. G2: A presença de Guimarães Rosa por meio de entrevistas com moradores da região perceber o imaginário sobre a vida e obra do autor. G3: Maquiné, a evolução da vida analisar o processo de evolução e desenvolvimento das espécies e do planeta. G4: Construção da Paisagem analisar o processo de ocupação do espaço e perceber as mudanças ocorridas na mudança espaço urbano para espaço rural. G5: Meio ambiente, preservação e degradação analisar eventos que promovam a degradação ambiental bem como a preservação do espaço de Cordisburgo e de Maquiné. G6: Matemática fotografada registrar por meio da fotografia pontos geométricos das edificações da cidade de Cordisburgo para o estudo da matemática. 8º Ano do Ensino Fundamental II e 2º Ano do Ensino Médio G1: Ouro Preto e Estrada Real analisar o projeto Estrada Real e perceber oe efeitos deste projeto no desenvolvimento da cidade de Ouro Preto. G2: Fachadas coloniais por meio do registro fotográfico analisar as fachadas das edificações da cidade de Ouro Preto. G3: O Barroco mineiro registrar por meio de desenhos ou fotografia a arte barroca da cidade de Ouro Preto. G4: A Inconfidência Mineira analisar o imaginário sobre o movimento inconfidente e ainda as produções literárias de personagens da cidade. G5: Poetas Árcades perceber a presença do Arcadismo na História da cidade de Ouro Preto. G6: A geografia de Ouro Preto registrar e analisar os domínios morfoclimáticos e o relevo da cidade de Ouro Preto.

6 7º e 8º Ano do Ensino Fundamental II e 1º Ano do Ensino Médio G1: Religiosidade e História analisar a história e a formação religiosa do colégio Caraça. G2: O Barroco de Barão de Cocais registrar por meio de desenhos e fotografia a presença do Barroco nas edificações da cidade de Barão de Cocais. G3: O turismo do Caraça interpretar eventos e curiosidades que fortalecem o turismo do santuário (a presença do Lobo Guará, o incêndio, a presença de celebridades). G4: A geografia do Caraça analisar a topografia e demais aspectos geográficos da região do Caraça. G5: Patrimônio Cultural analisar o processo de valorização do Caraça como patrimônio cultural percebendo permanências e mudanças históricas. G6: Mineração e paisagem analisar as interferências ambientais e sociais promovidas pela mineração na região. DESENVOLVIMENTO Todos os grupos deverão realizar registros fotográficos, desenhos, croquis e filmagens dos locais visitados; Todos os alunos deverão entregar um relatório com no mínimo 01 lauda contendo o estudo do tema do grupo realizado no local (data definida pelos professores após a visita técnica); Todos os grupos deverão registrar placas, informações em língua estrangeira para posterior trabalho em sala.

7 PROJETO PÉ NA ESTRADA AMPLIANDO HORIZONTES ORIENTAÇÕES GERAIS 1. O horário de saída será cumprido rigorosamente. Local Saída da Escola Previsão de retorno Cordisburgo 7 horas 17 horas e 30 minutos Ouro Preto 7 horas 17 horas e 30 minutos Caraça 6 horas 18 horas e 30 minutos 2. Uso de uniforme obrigatório com a opção de usar calça jeans no lugar da calça do uniforme (aconselhável por ser mais resistente). Levar também um agasalho melhor, pois pode fazer frio. 3. Levar um lanche, pois o retorno será mais tarde e você pode ter fome. É aconselhável frutas, suco e comidas leves para evitar indisposição. O almoço já está incluído na taxa. 4. Os professores orientarão os alunos a fazerem observações em grupos. Os grupos serão divididos durante o trajeto da viagem pelos professores acompanhantes. Os grupos estão indicados a seguir : 6 Ano do Ensino Fundamental II e 3º Ano do Ensino Médio G1: A riqueza do Cerrado e do Sertão perceber a mudança de paisagem e caracterizar o bioma cerrado. G2: A presença de Guimarães Rosa por meio de entrevistas com moradores da região perceber o imaginário sobre a vida e obra do autor. G3: Maquiné, a evolução da vida analisar o processo de evolução e desenvolvimento das espécies e do planeta. G4: Construção da Paisagem analisar o processo de ocupação do espaço e perceber as mudanças ocorridas na mudança espaço urbano para espaço rural. G5: Meio ambiente, preservação e degradação analisar eventos que promovam a degradação ambiental bem como a preservação do espaço de Cordisburgo e de Maquiné. G6: Matemática fotografada registrar por meio da fotografia pontos geométricos das edificações da cidade de Cordisburgo para o estudo da matemática. 8º Ano do Ensino Fundamental II e 2º Ano do Ensino Médio G1: Ouro Preto e Estrada Real analisar o projeto Estrada Real e perceber oe efeitos deste projeto no desenvolvimento da cidade de Ouro Preto. G2: Fachadas coloniais por meio do registro fotográfico analisar as fachadas das edificações da cidade de Ouro Preto. G3: O Barroco mineiro registrar por meio de desenhos ou fotografia a arte barroca da cidade de Ouro Preto. G4: A Inconfidência Mineira analisar o imaginário sobre o movimento inconfidente e ainda as produções literárias de personagens da cidade. G5: Poetas Árcades perceber a presença do Arcadismo na História da cidade de Ouro Preto. G6: A geografia de Ouro Preto registrar e analisar os domínios morfoclimáticos e o relevo da cidade de Ouro Preto.

8 7º e 8º Ano do Ensino Fundamental II e 1º Ano do Ensino Médio G1: Religiosidade e História analisar a história e a formação religiosa do colégio Caraça. G2: O Barroco de Barão de Cocais registrar por meio de desenhos e fotografia a presença do Barroco nas edificações da cidade de Barão de Cocais. G3: O turismo do Caraça interpretar eventos e curiosidades que fortalecem o turismo do santuário (a presença do Lobo Guará, o incêndio, a presença de celebridades). G4: A geografia do Caraça analisar a topografia e demais aspectos geográficos da região do Caraça. G5: Patrimônio Cultural analisar o processo de valorização do Caraça como patrimônio cultural percebendo permanências e mudanças históricas. G6: Mineração e paisagem analisar as interferências ambientais e sociais promovidas pela mineração na região. DESENVOLVIMENTO Todos os grupos deverão realizar registros fotográficos, desenhos, croquis e filmagens dos locais visitados; Todos os alunos deverão entregar um relatório com no mínimo 01 lauda contendo o estudo do tema do grupo realizado no local (data definida pelos professores após a visita técnica); Todos os grupos deverão registrar placas, informações em língua estrangeira para posterior trabalho em sala.

RUA PREFEITO HILÁRIO DA COSTA E SILVA, Nº 147 - CENTRO - MARICÁ - RJ INSC. NO C.N.P.J. 00.198.742/0001-73 TEL: 2637-2956

RUA PREFEITO HILÁRIO DA COSTA E SILVA, Nº 147 - CENTRO - MARICÁ - RJ INSC. NO C.N.P.J. 00.198.742/0001-73 TEL: 2637-2956 HORÁRIO DAS AULAS 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL AULA DE MÚSICA / LÍNGUA PORTUGUESA / AULA DE INGLÊS / LÍNGUA PORTUGUESA / CIÊNCIAS / ARTES / LÍNGUA PORTUGUESA EDUCAÇÃO FÍSICA / HISTÓRIA E GEOGRAFIA / LÍNGUA

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

CONTEÚDO - TEMAS ABORDADOS NO MANUAL

CONTEÚDO - TEMAS ABORDADOS NO MANUAL O manual inclui um detalhado plano de ação, estruturado para garantir a melhor eficácia das atividades pedagógicas de extensão (ver página 5) realizadas no Núcleo Histórico de Sabará e no Parque Ecopedagógico

Leia mais

PRESERVAÇÃO DO PATRIMONIO NATURAL NO SUL MERIDIONAL DA SERRA DO ESPINHAÇO

PRESERVAÇÃO DO PATRIMONIO NATURAL NO SUL MERIDIONAL DA SERRA DO ESPINHAÇO PRESERVAÇÃO DO PATRIMONIO NATURAL NO SUL MERIDIONAL DA SERRA DO ESPINHAÇO Ronald Carvalho Guerra Diretor de Meio Ambiente Prefeitura Municipal de Ouro Preto Gerente da APA da Cachoeira das Andorinhas -

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GABARITO DEFINITIVO.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GABARITO DEFINITIVO. CARGO 01: PROFESSOR ESPECIALIDADE: EDUCAÇÃO INFANTIL Gabarito A C C B A B C A B D B C D D C Gabarito B C B B C D C B B C B D C D D CARGO 02: PROFESSOR ESPECIALIDADE: 1º AO 5º ANO Gabarito A C C D B A B

Leia mais

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ 1º PERÍODO Introdução à Arquitetura e Urbanismo 04 60 História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo I - Panorama Mundial 04 60

Leia mais

Se as crianças entre 7 e 10 anos tivessem que reduzir uma caloria, quantas seriam?

Se as crianças entre 7 e 10 anos tivessem que reduzir uma caloria, quantas seriam? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 06 / 2 / 20 III ETAPA - AVALIAÇÃO ESPECIAL DE MATEMÁTICA 3.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Trens turísticos e o patrimônio cultural. Roberta Abalen Dias

Trens turísticos e o patrimônio cultural. Roberta Abalen Dias Trens turísticos e o patrimônio cultural Roberta Abalen Dias Atualmente o Turismo é considerado uma atividade de grande importância econômica, responsável por geração de emprego e renda. Tal atividade

Leia mais

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS

TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS TRABALHO DE CAMPO / VIAGEM DE ESTUDO DO MEIO CIDADES HISTÓRICAS MINEIRAS 2013 Tiradentes, São João Del Rei, Ouro Preto, Mariana, Congonhas, Cordisburgo e Belo Horizonte 30 / 04 a 05 / 05 / 2013 Colégio

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ARQUITETURA E URBANISMO. CRÉDITOS Obrigatórios: 246 Optativos: 2.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ARQUITETURA E URBANISMO. CRÉDITOS Obrigatórios: 246 Optativos: 2. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:19:48 Curso : ARQUITETURA

Leia mais

Estudo do Meio nas cidades históricas de Minas Gerais

Estudo do Meio nas cidades históricas de Minas Gerais Estudo do Meio nas cidades históricas de Minas Gerais O Estudo do Meio nas cidades históricas de Minas Gerais oferece condições privilegiadas de aprofundamento do estudo do período colonial brasileiro,

Leia mais

Cursos Científico- humanísticos do Ensino Secundário. Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação Ana Isabel Athayde, 2014

Cursos Científico- humanísticos do Ensino Secundário. Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação Ana Isabel Athayde, 2014 Cursos Científico- humanísticos do Ensino Secundário Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação Ana Isabel Athayde, 2014 Alunos colocados na 1ª opção de candidatura ao ensino superior

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

ESTUDO DO MEIO ÀS CIDADES HISTÓRICAS DE MINAS GERAIS

ESTUDO DO MEIO ÀS CIDADES HISTÓRICAS DE MINAS GERAIS ESTUDO DO MEIO ÀS CIDADES HISTÓRICAS DE MINAS GERAIS O Estudo do Meio nas cidades históricas de Minas Gerais oferece condições privilegiadas de aprofundamento do estudo do Período Colonial Brasileiro,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL

MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL MANUAL DO ALUNO E DA FAMÍLIA EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até os seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual

Leia mais

Todo o material deverá vir encapado com plástico vermelho de bolinhas brancas e com nome.

Todo o material deverá vir encapado com plástico vermelho de bolinhas brancas e com nome. 1º ANO Coleção Akpalô ( Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia) -1º ano Ed. do Brasil 2 cadernos pautados ( de capa dura grande) 1 caderno de capa dura para agenda 1 caderno quadriculado

Leia mais

Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I. Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I

Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I. Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I SEGMENTO I Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I ORGANIZAÇÃO DOS SEGMENTOS O Colégio São Geraldo é organizado

Leia mais

ROBÔS QUE BRINCAM. Eles já existem fora dos desenhos animados

ROBÔS QUE BRINCAM. Eles já existem fora dos desenhos animados COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do Livro Lições de Língua Portuguesa, História 4º A 4º B 4º C Vivência Religiosa - 4º ano quarta-feira segunda-feira quinta-feira Leia o texto abaixo para fazer as lições

Leia mais

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO

1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO 1 2 Sumário 1) SISTEMA DE AVALIAÇÃO...4 1.1) PAA Projeto de Auxílio Aprendizagem...4 2) PROVAS E TRABALHOS...5 2.1) Provas Atrasadas...5 Como proceder:...5 2.2) Provas de Recuperação...5 2.3) Trabalhos...5

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia

Leia mais

1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO LISTA DE MATERIAL 2010 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Língua Portuguesa Literatura 1. Química ou fichário (preferencialmente científica) Língua Espanhola Educação Artística - 1 pasta A3 - Camiseta velha grande

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA 3 E.B. DR. JORGE CORREIA - TAVIRA

ESCOLA SECUNDÁRIA 3 E.B. DR. JORGE CORREIA - TAVIRA ESCOLA SECUNDÁRIA 3 E.B. DR. JORGE CORREIA - TAVIRA Cursos Científico-Humanísticos OFERTA EDUCATIVA 2012/2013 CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS Vocacionados para o prosseguimento de estudos a nível superior.

Leia mais

Cursos Cientifico- Humanisticos do Ensino Secundario. Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação

Cursos Cientifico- Humanisticos do Ensino Secundario. Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação Cursos Cientifico- Humanisticos do Ensino Secundario Colégio da Rainha Santa Isabel Serviço de Psicologia e Orientação Ana Isabel Athayde 2012-2013 Natureza dos Cursos Cientifico-humanísticos Cursos vocacionados

Leia mais

ESTRADA REAL. Melhor época

ESTRADA REAL. Melhor época ESTRADA REAL Bem-vindo(a) ao Brasil do século XVIII. Era ao longo destes caminhos que as coisas aconteciam durante os 100 anos em que este foi o eixo produtivo mais rico do jovem país que se moldava e

Leia mais

HORÁRIO DE TIRA DÚVIDAS PARA EXAMES FINAIS 09, 10 E 11 DE DEZEMBRO DE 2015 SEXTO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

HORÁRIO DE TIRA DÚVIDAS PARA EXAMES FINAIS 09, 10 E 11 DE DEZEMBRO DE 2015 SEXTO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL HORÁRIO DE TIRA DÚVIDAS PARA EXAMES FINAIS SEXTO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 7h30min às 8h20min LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA 8h20min às 9h05min LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA INGLÊS GEOGRAFIA 10h15min às 11h05min

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA ALIMENTAR DOS MORADORES DO DOMICÍLIO

CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA ALIMENTAR DOS MORADORES DO DOMICÍLIO Os quesitos e não devem ser perguntados ao informante. São de controle da entrevista Nos últimos meses, com que freqüência os alimentos acabaram antes que os moradores deste domicílio tivessem dinheiro

Leia mais

1º, 2º e 3º SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

1º, 2º e 3º SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1º, 2º e 3º SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele. Pv. 22:6. Arte Retratos da ARTE. História da Arte. São Paulo: Leya, 2012.

Leia mais

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto 15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto O Sensoriamento Remoto é uma técnica que utiliza sensores, na captação e registro da energia refletida e emitida

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

Roteiro semanal. 3º ano Matutino. Deus é bom e sua bondade dura para sempre. (Salmos 106:1)

Roteiro semanal. 3º ano Matutino. Deus é bom e sua bondade dura para sempre. (Salmos 106:1) Roteiro semanal 3º ano Matutino De 23 a 27 de fevereiro Colégio Guilherme Ramos. Goiânia, 23 de fevereiro de 2015. Professora: Nome: Turma: 3 ano Ensino Fundamental Segunda-feira 23/02/2015 Português no

Leia mais

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº

ENSINO MÉDIO. Data :23/05/2012 Etapa: 1ª Professor: MARCIA C. Nome do (a) aluno (a): Ano:1 º Turma: FG Nº Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

ANEXO III DATAS E LOCAIS PARA MATRÍCULA ILAESP

ANEXO III DATAS E LOCAIS PARA MATRÍCULA ILAESP ANEXO III DATAS E LOCAIS PARA MATRÍCULA ILAESP Administração Publica Ciências Politicas e Sociologia Sociedade, Estado e Política na América Latina Ciências Econômicas Economia, Integração e Desenvolvimento

Leia mais

Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO

Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO 11 B 12 B 15 D 16 A 17 D 18 E 19 B 20 E 21 E 23 D 25 B 26 C 27 A 28 C 29 A 30 E 31 B 32 C 33 D 34 E 36 C 37 D 38 D 39 B Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BACHARELADO

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa

PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa PROVA DE GEOGRAFIA - 1998 - Segunda Etapa QUESTÃO 01 Observe o desenho. 1- DESCREVA as características do uso do solo nas porções ocidental e oriental da área representada. Porção ocidental: Porção oriental:

Leia mais

AS ÁGUAS PANTANEIRAS: A VIDA NUM DOS MAIS IMPORTANTES BIOMAS BRASILEIROS (MATO GROSSO)

AS ÁGUAS PANTANEIRAS: A VIDA NUM DOS MAIS IMPORTANTES BIOMAS BRASILEIROS (MATO GROSSO) AS ÁGUAS PANTANEIRAS: A VIDA NUM DOS MAIS IMPORTANTES BIOMAS BRASILEIROS (MATO GROSSO) Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com

Leia mais

COLÉGIO DANTE ALIGHIERI

COLÉGIO DANTE ALIGHIERI COLÉGIO DANTE ALIGHIERI Al. Jaú, 1061-01420-001 - São Paulo - SP Tel.: (011) 3179-4400 - Fax: (011) 3289-9365 www.colegiodante.com.br - dante@colegiodante.com.br CIRCULAR Nº 51 /10 São Paulo, 3 de maio

Leia mais

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 3 a etapa: Química, Matemática e Física Química 16 a 30 Matemática 31 a 45 Física 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 31 23 03 30 15 31 11 22 27 29 06 15 21 31 10 23 05 27 31 06 13 06 21 31 15 03 26

Leia mais

Promover e Valorizar a Paisagem Natural e a Cultura Local por meio de Cartões Postais 1

Promover e Valorizar a Paisagem Natural e a Cultura Local por meio de Cartões Postais 1 Promover e Valorizar a Paisagem Natural e a Cultura Local por meio de Cartões Postais 1 COIMBRA, Bruno Abdala Vieira Di 2 ; ALMEIDA, Maria Geralda 3 Palavras-chave: Kalunga, Paisagem Cultural, Paisagem

Leia mais

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL Índice 1. Turismo no espaço rural: tipologias.2 2. Exploração e funcionamento.... 5 3. Legislação aplicável.17 Bibliografia. 18 1 1.Turismo no espaço rural: tipologias

Leia mais

VISITA PRINCIPAL VISITA COMPLEMENTAR

VISITA PRINCIPAL VISITA COMPLEMENTAR Um resgate cultural retrata através da cultura indígena, contextos históricos, sociais e ambientais do Brasil. Um passeio, cheio de vivências, momentos de integração e aprendizado sobre os primeiros habitantes

Leia mais

INFORMES IMPORTANTES - 2016

INFORMES IMPORTANTES - 2016 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS DIVISÃO DE ENSINO/COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA INFORMES

Leia mais

PROJETO DE HISTÓRIA: CAMINHOS DA HISTÓRIA

PROJETO DE HISTÓRIA: CAMINHOS DA HISTÓRIA PROJETO DE HISTÓRIA: CAMINHOS DA HISTÓRIA VIAGEM PARA A SERRA CAPIVARA PI ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II 7º AO 9º ANO. COLÉGIO DÍNAMO 2011 PROFESSORES: * MARCOS MURILO DE OLIVEIRA SILVA * SEMIRAMES ARAÚJO

Leia mais

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015

Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit. Edital de Abertura. Processo Seletivo de alunos 2015 Cursinho Pré-Vestibular Vitoriano - Ibilce/Unesp E.E.P.S.G. Deputado Bady Bassit Edital de Abertura Processo Seletivo de alunos 2015 A coordenação 2014/2015 do Cursinho Vitoriano, projeto de extensão da

Leia mais

1- CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS 2- CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS 3- LÍNGUAS E HUMANIDADES 4- ARTES VISUAIS

1- CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS 2- CIÊNCIAS SOCIOECONÓMICAS 3- LÍNGUAS E HUMANIDADES 4- ARTES VISUAIS OFERTA DO COLÉGIO (2010/2011) CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS Vocacionados para o prosseguimento de estudos a nível superior. Têm a duração de 3 anos de escolaridade. Conferem um diploma de conclusão do

Leia mais

Infantil 4-2ª Etapa 24/05 A 17/09/10

Infantil 4-2ª Etapa 24/05 A 17/09/10 Infantil 4-2ª Etapa 24/05 A 17/09/10 O cronograma é utilizado pelo professor para organizar os conteúdos, a fim de atingir os objetivos propostos na etapa. Mas estará sujeito a alterações, se necessário.

Leia mais

Alternativas de formação escolar e profissional após o 9º ano de escolaridade. Informação atualizada para 2013/2014

Alternativas de formação escolar e profissional após o 9º ano de escolaridade. Informação atualizada para 2013/2014 Alternativas de formação escolar e profissional após o 9º ano de escolaridade Informação atualizada para 2013/2014 ENSINO BÁSICO ENSINO SECUNDÁRIO Mundo do Trabalho CET Cursos de Especialização Tecnológica

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS 3º Trimestre / 2015 TURMA F6

CALENDÁRIO DE PROVAS 3º Trimestre / 2015 TURMA F6 TURMA F6 25/09 - Matemática 01/10 - Língua Portuguesa 07/10 - Ciências 14/10 - Língua inglesa 20/10 - Filosofia 26/10 - História 27/10 - Educação Religiosa 30/10 Matemática 03/11 Geografia 12/11 - Língua

Leia mais

Palavras chaves: espaço público, cidadania, educação, arte.

Palavras chaves: espaço público, cidadania, educação, arte. 1 ESPORTE, ARTE E EDUCAÇÃO INTERVENÇÕES EM UM ESPAÇO PÚBLICO Profª Ketlin Elisa Thomé Wenceslau Fiocco Resumo: Todos os anos o Colégio Arautos organiza um projeto interdisciplinar que tem como proposta

Leia mais

Centro POP Infraestrutura

Centro POP Infraestrutura CENTRO POP Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua Centro POP Infraestrutura Onde deve ser localizado o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua

Leia mais

PROFESSORAS DO INFANTIL II:

PROFESSORAS DO INFANTIL II: REUNIÃO DE PAIS 09 de Fevereiro de 2012 PROFESSORAS DO INFANTIL II: INFANTIL II A - Cristiane de Moraes Fabbri Grassi INFANTIL II B - Liliana Brenelli Vidotti INFANTIL II C - Thelma Pereira Ribeiro Ferrari

Leia mais

Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida

Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida Análise de Viabilidade de Empreendimentos Habitacionais Programa Minha Casa Minha Vida APRESENTAÇÃO 9h00 até 9h30: Abertura 9h30 até 11h15: Critérios gerais de análise técnica 11h15 até 11h30: Coffee-break

Leia mais

ENSINO SECUNDÁRIO. Cursos Profissionais. Cursos Vocacionais

ENSINO SECUNDÁRIO. Cursos Profissionais. Cursos Vocacionais ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Científico Humanísticos Cursos do Ensino Artístico Especializado Cursos Profissionais Cursos com Planos Próprios Cursos Vocacionais Cursos de Aprendizagem (IEFP) Ensino Superior

Leia mais

Slowcarb - Cardápio para 1 Semana

Slowcarb - Cardápio para 1 Semana Conteúdo do Material Introdução Slowcarb - Princípios da Dieta Slowcarb - Instruções Ciclo semanal Acompanhe as suas medidas Receitas Slowcarb - Cardápio Completo Dias 1 a 6 Dia 7 Material produzido por

Leia mais

Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES. Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio

Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES. Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio Educando corações novos, para um mundo novo MANUAL DE NORMAS DISCIPLINARES Educação Infantil, Ensino Fundamental (I e II) e Ensino Médio Horários de Entrada e Saída: Educação Infantil e Ensino Fundamental

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA DE GESTÃO EFICAZ - Projeto Via Turismo 1.1 Histórico da Prática Eficaz Descrever como surgiu o programa/prática e indicar a data de início das ações. O Projeto Via Turismo

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALENQUER CONCURSO PÚBLICO PROVA OBJETIVA: 09 de dezembro de 2012 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO CARGOS: Agente de Manipulação de Alimentos Escolar, Agente de Segurança do Patrimônio

Leia mais

11º8 - Geografia A Professor Luís Gomes

11º8 - Geografia A Professor Luís Gomes 11º8 - Geografia A Professor Luís Gomes Projecto desenvolvido por: Beatriz Delgado, nº4 Leonor Evangelista, nº17 Rita Soromenho Sequeira, nº25 Sofia Velosa da Silva, nº28 Tatiana Malheiros, nº29 4 de Maio

Leia mais

Fique de olho nessas informações:

Fique de olho nessas informações: Fique de olho nessas informações: É sempre bom e importante acreditar em si mesmo e em sua capacidade, contar com alguém que possa nos ajudar nos momentos de aprendizagem. Desta forma, faça junto com um

Leia mais

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC

Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC Opções de Passeios XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas e o XIX Workshop ANPROTEC POLÍTICAS PARA OS PASSEIOS; - Mínimo de 8 pessoas para realização do passeio - Menores

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO IRMÃS DOMINICANAS ORGANIZAÇÃO DO 4º BIMESTRE 2013 AULAS E RECUPERAÇÃO INTENSIVA

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO IRMÃS DOMINICANAS ORGANIZAÇÃO DO 4º BIMESTRE 2013 AULAS E RECUPERAÇÃO INTENSIVA SEGUNDA FEIRA: 02.12 6º A - SALA DE RECUPERAÇÃO 6º ANO EFII 6º B - SALA DE AULA 6º C - SALA DE AULA 1ª Aula Aula Geografia Ensino Religioso História 2ª Aula Aula Geografia História Ensino Religioso 3ª

Leia mais

EDITAL 136, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014 ANEXO I UNIDADE GESTORA, CURSO, DISCIPLINAS E ENDEREÇO DE INSCRIÇÃO

EDITAL 136, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014 ANEXO I UNIDADE GESTORA, CURSO, DISCIPLINAS E ENDEREÇO DE INSCRIÇÃO UNIDADE GESTORA: Conselheiro Lafaiete UNIDADE REMOTA: Ponte Nova MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

Leia mais

Calendário de provas 2015 Fundamental I

Calendário de provas 2015 Fundamental I 2º ano A e 2º ano B 27/03 Sexta-feira Ciências 31/03 Terça-feira Matemática 01/04 Geografia Calendário de provas 2015 Fundamental I 28/05 Quinta-feira Língua Portuguesa 17/06 Ciências pagamento da taxa

Leia mais

Colégio Nossa Senhora do Rosário. CONTEÚDOS DA 3ª ETAPA 6ª Série LÍNGUA PORTUGUESA

Colégio Nossa Senhora do Rosário. CONTEÚDOS DA 3ª ETAPA 6ª Série LÍNGUA PORTUGUESA Colégio Nossa Senhora do Rosário. CONTEÚDOS DA 3ª ETAPA 6ª Série LÍNGUA PORTUGUESA Leitura e Produção de texto: Textos publicitários Narrativas de Aventura Entrevistas Notícias Jornal televisivo Análise

Leia mais

CALENDÁRIO DE EXAMES DA ÉPOCA NORMAL. Ano Letivo 2014/2015-2º SEMESTRE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO

CALENDÁRIO DE EXAMES DA ÉPOCA NORMAL. Ano Letivo 2014/2015-2º SEMESTRE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO 1º ANO Cultura Literária 19.06 10h00 2.21 Métodos e Técnicas de Investigação 15.06 14h30 2.26 Língua Estrangeira II Inglês 18.06 10h00 94 Língua Estrangeira II Francês 18.06 10h00

Leia mais

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05

O que é um Objeto Educacional? página 01. Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional? página 01 Objeto Educacional passo a passo página 05 O que é um Objeto Educacional A definição de Objeto Educacional, adotada pela equipe do projeto Arte com Ciência, é um

Leia mais

COLÉGIO DANTE ALIGHIERI

COLÉGIO DANTE ALIGHIERI COLÉGIO DANTE ALIGHIERI Al. Jaú, 1061-01420-001 - São Paulo - SP Tel.: (011) 3179-4400 - Fax: (011) 3289-9365 www.colegiodante.com.br - dante@colegiodante.com.br CIRCULAR Nº 41/10 São Paulo, 5 de abril

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010 (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado

As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado A aula de campo não pode ser, segundo ALENTEJANO & ROCHA-LEÃO, 2006, p. 53, entendida

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS. Pesquisa de Demanda - 2011

SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS. Pesquisa de Demanda - 2011 SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DE MINAS GERAIS Pesquisa de Demanda - 2011 Ficha técnica Realização: Governo do Estado de Minas Gerais Governador Antônio Augusto Junho Anastasia Secretaria de Estado de

Leia mais

ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015

ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015 1/8 Centro Neocatecumenal - Franca ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015 Caros Irmãos,. Estamos muito contentes com a oportunidade de acolhê-los pela primeira vez para um encontro de jovens em nossa Diocese.

Leia mais

ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO

ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO ANEXO DA DECISÃO Nº PL-0573/2010 TABELA DE CONVERGÊNCIA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS NÍVEL GRADUAÇÃO CONFEA, ANEXA À Engenheiro Construtor Engenheiro Civil 111-02-00 Engenheiro Civil Opção Estradas e Edificações

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Bacharelado em Teologia. Edital Nº-3 DOU 08/11/13, Curso Autorizado pela Portaria Nº 1.019, de 30 de Março de 2005

MANUAL DO CANDIDATO. Bacharelado em Teologia. Edital Nº-3 DOU 08/11/13, Curso Autorizado pela Portaria Nº 1.019, de 30 de Março de 2005 MANUAL DO CANDIDATO Edital Nº-3 DOU 08/11/13, Bacharelado em Teologia Curso Autorizado pela Portaria Nº 1.019, de 30 de Março de 2005 Sistema de Acesso à FACULDADE TEOLÓGICA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA e CIÊNCIAS / 4º ano. Semana de 11 a 15 de agosto de 2014

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA e CIÊNCIAS / 4º ano. Semana de 11 a 15 de agosto de 2014 COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE MATEMÁTICA e CIÊNCIAS / 4º ano Semana de 11 a 15 de agosto de 2014 Segunda-feira Curitiba, 11 de agosto de 2014. Um ônibus faz três vezes ao dia o percurso de ida

Leia mais

PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO JOSÉ SANTANA DE VASCONCELLOS SOBRE BARÃO DE COCAIS

PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO JOSÉ SANTANA DE VASCONCELLOS SOBRE BARÃO DE COCAIS PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO JOSÉ SANTANA DE VASCONCELLOS SOBRE BARÃO DE COCAIS Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados ao longo de nossa vida parlamentar há mais de quarenta anos vimos trabalhando

Leia mais

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências Humanas baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS HUMANAS Elementary School 2 K5 Conteúdos Gerais Conteúdos Específicos Habilidades

Leia mais

PROJETO: ECOLOGIA É VIDA

PROJETO: ECOLOGIA É VIDA PROJETO: ECOLOGIA É VIDA NOME DO ALUNO: ANO: TURMA: DATA: / / PROFESSOR: DISCIPLINA: Maceió - AL PROJETO: ECOLOGIA É VIDA I. APRESENTAÇÃO: - Projeto: Ecologia é Vida - Área do conhecimento: Ciência Naturais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 6, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Arquitetura

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, BACHARELADO CURRÍCULO 1610 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

Produção Associada ao Turismo

Produção Associada ao Turismo Produção Associada ao Turismo 3ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais Brasília, 29/11/2007 1 Conceito Produção Associada ao Turismo é toda produção artesanal, agropecuária ria ou industrial

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 2.º ANO/EF - 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Sem essa documentação o aluno não poderá viajar.

Sem essa documentação o aluno não poderá viajar. São Paulo, 5 de junho de 2013. Setor: E. Médio 1ª série Ref.: Estudo do Meio Paraty Itaim Senhores Pais, De 11 a 14 de junho realizaremos o Estudo do Meio da 1ª série em Paraty. A fim de auxiliarmos na

Leia mais

PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010

PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010 PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010 Dispõe sobre a autorização para recebimento e homologação de laudos técnico-ambientais e plantas georreferenciadas, elaborados

Leia mais

Agrupamento de Escolas Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho. SERVIÇO DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Psicóloga Áurea Santos

Agrupamento de Escolas Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho. SERVIÇO DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Psicóloga Áurea Santos Agrupamento de Escolas Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho SERVIÇO DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Psicóloga Áurea Santos Ensino Secundário Ensino Superior Ensino Básico Sistema Educativo e Formativo

Leia mais

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte CALENDÁRIOS Vestibular Tradicional INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA Diariamente Taxa de inscrição: R$ 30,00 Prova de Redação Consulte http://www.estacio.br/ Processo Seletivo Enem INSCRIÇÕES MATRÍCULA

Leia mais

INFORMATIVO 3ª ETAPA/2014. 6º Ano Ensino Fundamental

INFORMATIVO 3ª ETAPA/2014. 6º Ano Ensino Fundamental 6º Ano Ensino Fundamental Matemática 14/08 Gramática e Interpretação 29/09 3603-Informativo 3 a et (6º)-14/CP-K Geografia e Ciências 08/08 História e Inglês 30/09 História e Inglês 12/08 Matemática 1º/10

Leia mais

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais Arte -Resumo Arte feminino plural Função pragmática ou utilitária Função naturalista As linguagens artísticas

Leia mais

Geografia 2º Ano. Ementa:

Geografia 2º Ano. Ementa: Geografia 2º Ano Ementa: Estudo sobre a dinâmica natural do planeta Terra e a realidade brasileira no contexto mundial; entendimento e compreensão de representações e comunicações gráficas; contextualização

Leia mais

Edifício FINATEC Campus da UnB C. P. 4365 - CEP: 70910-900 Brasília, DF Brasil www.rededesementesdocerrado.org.br

Edifício FINATEC Campus da UnB C. P. 4365 - CEP: 70910-900 Brasília, DF Brasil www.rededesementesdocerrado.org.br Oficina Ambiental no CEF Prof. Carlos Mota Data: 05/05/2011 de 08:30 às 16:30 horas Público alvo: 47 crianças na faixa etária de 5 a 10 anos Local: Jerusalém Eco Resort, Núcleo Rural Lago Oeste Público:

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS E SUBPROJETOS DE PESQUISA O projeto deve, OBRIGATORIAMENTE, ser elaborado pelo Coordenador do Projeto (titulação mínima Mestre PBIC/UniEVANGÉLICA; titulação mínima Doutor

Leia mais

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE COORDENAÇÃO COLÉGIO OFICINA 1 PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE DISCIPLINA CONTEÚDO COMPETÊNCIAS E HABILIDADES LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO OFICINA DE LEITURA ARTES EDUCAÇÃO

Leia mais

1º SEMESTRE. 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 4. Geometria Descritiva 05 75h -

1º SEMESTRE. 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 4. Geometria Descritiva 05 75h - V- MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO 1º SEMESTRE 1. Análise e Percepção da Forma da Arquitetura 05 75h - 2. Desenho I 05 75h - 3. Estética e História das Artes 05 75h

Leia mais

COMUNICADO SIAD 04/2007 ASSUNTO: Módulo Frota de Veículos Adaptações para o Gerenciamento dos Veículos Locados.

COMUNICADO SIAD 04/2007 ASSUNTO: Módulo Frota de Veículos Adaptações para o Gerenciamento dos Veículos Locados. SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Rua Bernardo Guimarães, 2731. Tel.: (31) 3290-4600 CEP: 30.180-140 Belo Horizonte Minas Gerais Brasil CGC: 18.715.607 / 0001-13 Inscrição Estadual: Isento

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS O que você deve saber sobre DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS Segundo o geógrafo Aziz Ab Sáber, um domínio morfoclimático é todo conjunto no qual haja interação entre formas de relevo, tipos de solo,

Leia mais

PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES. MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento

PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES. MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES conhecimento e ano MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento Fase I Fase II 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º

Leia mais