Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C"

Transcrição

1 JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº /PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : OSVALDO LEINECKER RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL VOTO Pretendendo a parte autora a concessão de aposentadoria, mediante o reconhecimento de períodos especiais, a sentença deu parcial procedência ao pedido, para julgar: a) extinto sem análise de mérito o pedido de cômputo de tempo de serviço/contribuição posterior a DER/25/08/2005 (art. 267, VI, do CPC); b) procedente em parte o pedido, apenas para declarar o direito do autor de ver computados como de atividade especial os períodos de 19/08/1982 a 05/04/1994, 31/10/1994 a 04/03/1997 e 18/11/2003 a 16/03/2004, com direito à conversão de especial para comum apenas dos dois primeiros períodos (fator de conversão 1,4). Para o terceiro período, o reconhecimento da atividade especial limita-se à exclusiva finalidade de obtenção de aposentadoria especial pura, sendo inviável sua conversão de especial para comum para fins de obtenção de aposentadoria por tempo de serviço/contribuição (art. 269, I, do CPC); c) improcedentes os demais pedidos (art. 269, I, do CPC). Inconformado, recorreu o autor, pedindo a reforma da sentença, para que seja reconhecida a especialidade dos períodos de a ; a DER e a , bem como seja reconhecido o direito à conversão do tempo comum para especial, prestado até Inicialmente, quanto à possibilidade de conversão de tempo especial após , anoto que esta Turma vinha admitindo, em face da nova redação dada ao artigo 70 do Decreto nº 3.048/99 e, principalmente em face da edição da Instrução Normativa INSS/DC nº 118/2005 (DOU de ) e da Instrução Normativa INSS/PR nº 11/06 (DOU de ). E, recentemente, em , a Turma Regional de Uniformização da 4ª Região, no Incidente de Uniformização nº /SC, pacificou esse entendimento: DIREITO PREVIDENCIÁRIO. PEDIDO DE UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA. APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVIÇO/ CONTRIBUIÇÃO. TEMPO DE SERVIÇO ESPECIAL. UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. NEUTRALIZAÇÃO. AUSÊNCIA DE SIMILITUDE FÁTICA. NÃO CONHECIMENTO. CONVERSÃO DE TEMPO DE SERVIÇO ESPECIAL EM COMUM APÓS 28/05/1998. POSSIBILIDADE. 1. Não havendo similitude fática entre a situação dos autos e os paradigmas invocados, não deve ser conhecido o pedido de uniformização no que respeita à [MLR /MLR] 1/5

2 descaracterização ou não da especialidade de tempo de serviço em razão do uso de equipamento de proteção individual - EPI. 2. Considerando que a Constituição Federal assegura, desde sua redação original, e mesmo após alterações posteriores pelas Emendas Constitucionais nºs 20 e 47, a adoção de critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria a segurado sujeito a condições especiais de trabalho, e, ainda, que continua em vigor o 5º, do artigo 57, da Lei nº 8.213/91, é possível a conversão de tempo de serviço especial para comum, mesmo após 28/05/ Precedente da Turma Nacional de Uniformização (PEDILEF , Relatora Juíza Federal Joana Carolina Lins Pereira, Data da decisão: 27/03/2009, DJ 22/05/2009; PEDILEF , Relator Juiz Federal Manoel Rolim Campbell Penna, Data da decisão: 18/12/2008, DJ 09/02/2009) e do Superior Tribunal de Justiça (REsp /RN, Rel. Ministra LAURITA VAZ, QUINTA TURMA, julgado em 28/02/2008, DJe 07/04/2008; REsp /SP, Rel. Ministro NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO, QUINTA TURMA, julgado em 29/08/2007, DJ 22/10/2007 p. 367). Sobre os períodos especiais, o entendimento consolidado na jurisprudência é de que, até 28/04/1995, é admissível o reconhecimento da especialidade por categoria profissional ou por sujeição a agentes nocivos, aceitandose qualquer meio de prova (exceto para ruído); a partir de 29/04/1995 não mais é possível o enquadramento por categoria profissional, devendo existir comprovação da sujeição a agentes nocivos por qualquer meio de prova até 05/03/1997 e, a partir de então e até 28/05/1998, por meio de formulário embasado em laudo técnico, ou por meio de perícia técnica (5ª Turma do TRF/4 - AC , Relator Celso Kipper, D.E. 14/12/2007). No tocante ao agente nocivo ruído, ressalto que há a necessidade de laudo pericial ou Perfil Profissiográfico Previdenciário para atestar a exposição acima do limite de tolerância, para o qual adoto o entendimento consolidado por meio da Súmula nº 32 da TNU: "O tempo laborado com exposição a ruído é considerado especial, para fins de conversão em comum, nos seguintes níveis: superior a 80 decibéis, na vigência do Decreto nº 53831/64 (1.1.6); superior a 90 decibéis, a partir de 5 de março de 1997, na vigência do Decreto nº 2172/97; superior a 85 decibéis, a partir da edição do Decreto nº 4882, de 18 de novembro de 2003." Em relação aos períodos de a e a , mantenho a sentença do juízo a quo. No tocante ao período de a DER, a decisão recorrida utilizou as medições realizadas no setor de prensagem, porque não há avaliações para o setor de estamparia. Consta do laudo técnico apresentado (LAU9, fl. 17, do evento 1) que havia exposição a ruído em nível variável, conforme demonstra o quadro a seguir: [MLR /MLR] 2/5

3 A NR-15, aprovada pela Portaria nº 3.214, de 08/06/78, do Ministério do Trabalho, aplicável em matéria previdenciária por autorização expressa do 1º, do art. 68, do Decreto 3.048/99, estabelece um quadro com os limites de tempo de exposição a diversos níveis de pressão sonora. Traz, ainda, orientação acerca da fórmula que se deve utilizar para o caso de exposição, durante a jornada de trabalho, a vários níveis de ruído (se durante a jornada de trabalho ocorrerem dois ou mais períodos de exposição a ruído de diferentes níveis, devem ser considerados os seus efeitos combinados, de forma que, se a soma das seguintes frações: C1/T1+C2/T2+C3/T3+...+Cn/Tn, exceder à unidade, a exposição estará acima do limite de tolerância), de modo que a média ponderada do tempo de exposição e dos valores de ruídos permita concluir ou não pelo contato nocivo com este agente. O grau de dano que o ruído provoca não depende somente de seu nível, mas também do tempo de duração. A integração do tempo de exposição à variação de ruído é obtida por meio de um único nível equivalente (Leq), que é o importante para verificar se foi ou não superado o limite de tolerância. O que se depreende do laudo é que, embora haja variação do nível de ruído, a exposição do autor, durante 6 horas diárias, a pressão sonora de 89dB, acarreta a insalubridade da atividade. Isso porque a dose de ruído supera a unidade diária permitida (a máxima exposição diária permissível para ruído de 89dB, de acordo com NR15, é de 4 horas e 30 minutos). Desse modo, determino ao INSS que reconheça e averbe, além do tempo já reconhecido na sentença, a especialidade do período de a , mediante a conversão em tempo comum pelo fator 1, [MLR /MLR] 3/5

4 Nos demais aspectos, mantenho a sentença por seus próprios fundamentos, nos termos do art. 46 da Lei nº 9.099/1995, aplicável subsidiariamente aos Juizados Especiais Federais. A verificação do direito do segurado ao recebimento de aposentadoria por tempo de serviço ou de contribuição deve partir das seguintes balizas: a) A aposentadoria por tempo de serviço (integral ou proporcional) somente é devida se o segurado não necessitar de período de atividade posterior a 16/12/98, sendo aplicável o art. 52 da Lei 8.213/91. b) Em havendo contagem de tempo posterior a 16/12/98, somente será possível a concessão de aposentadoria por tempo de contribuição. Nesse aspecto, ressalvo entendimento pessoal no sentido de que é possível a concessão da aposentadoria por tempo de serviço com a contagem do tempo até a entrada em vigor da Lei nº 9.876/99. c) Cumprido o requisito específico de 35 anos de contribuição, se homem, e 30 anos, se mulher, o segurado faz jus à aposentadoria por tempo de serviço (se não contar tempo posterior a 16/12/98) ou à aposentadoria por tempo de contribuição (caso necessite de tempo posterior a 16/12/98). Se poderia se aposentar por tempo de serviço em 16/12/98, deve-se conceder a aposentadoria mais vantajosa, nos termos do art. 122 da Lei 8.213/91. d) Cumprido o tempo de contribuição de 35 anos, se homem, e 30 anos, se mulher, não se exige do segurado a idade mínima ou período adicional de contribuição (EC 20/98, art. 9º, caput, e CF/88, art. 201, 7º, I). e) O segurado filiado ao RGPS antes da publicação da Emenda 20/98 faz jus à aposentadoria por tempo de contribuição proporcional. Seus requisitos cumulativos: I) idade mínima de 53 (homem) e 48 (mulher); II) Soma de 30 anos (homem) e 25 (mulher) com o período adicional de contribuição de 40% do tempo que faltava, na data de publicação da Emenda, para alcançar o tempo mínimo acima referido (EC 20/98, art. 9º, 1º, I). f) A aposentadoria especial será devida se, após a soma dos períodos reconhecidos como especiais, o segurado contar com 25 anos de tempo de trabalho. Em todos os casos, deve ser observado o cumprimento da carência, nos termos do art. 142 e art. 55, 2º, ambos da Lei nº 8.213/ [MLR /MLR] 4/5

5 Nos termos do art. 49, II, c/c art. 54 da Lei 8.213/91, a aposentadoria é devida desde a data do requerimento administrativo (DER). A consequência da concessão de aposentadoria impõe à Administração Previdenciária que pague ao segurado as parcelas devidas desde a data de início do benefício, corrigidas monetariamente pelo IGP-DI (de 05/1996 a 03/2006 art. 10 da lei n.º 9.711/1998) e pelo INPC (de 04/2006 a 06/2009 art. 31 da Lei n.º /2003), as quais devem ser acrescidas de juros de mora de 1% (um por cento) ao mês, contados da citação, até 30/06/2009. Após 07/2009, para fins de atualização monetária e juros de mora, haverá incidência, uma única vez, até o efetivo pagamento, dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança (art. 1º-F da Lei n.º 9.494/1997, com redação dada pela Lei n.º /2009), observada a prescrição quinquenal e valor de alçada dos Juizados Especiais Federais de 60 (sessenta) salários mínimos na data do ajuizamento da ação (incluindo as doze parcelas vincendas). Uma vez reconhecido o direito do segurado ao acréscimo na contagem de tempo de contribuição, impõe-se ao INSS: a) a averbação de tal período de tempo de contribuição; b) desde que alcançado o requisito específico (v. balizas supra), a concessão de aposentadoria com estrita observância à norma contida no art. 122 da Lei 8.213/91, no prazo de 30 dias a contar da intimação do trânsito em julgado. Sem honorários. Ante o exposto, voto por DAR PARCIAL PROVIMENTO AO RECURSO DO AUTOR. Márcia Vogel Vidal de Oliveira Juíza Federal Relatora [MLR /MLR] 5/5

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº2008.70.59.002797-0/PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : LUIZ OSNI ALVES RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL VOTO Pretendendo

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870500208531/PR RELATOR : Juiz Federal Leonardo Castanho Mendes RECORRENTE : Roberto Osvaldo Heil RECORRIDO : INSS VOTO DIVERGENTE Trata-se de recurso do autor

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870500047791/PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : MARIA JOSE FERREIRA FANTATO RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL VOTO

Leia mais

Processo n

Processo n 1 Processo n. 0810566-54.2010.4.02.5101 SENTENÇA (Tipo A) Vistos etc. NELSON MONTEIRO LOUZADA propõe a presente AÇÃO ORDINÁRIA contra o INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS, requerendo seja declarada

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO (NåèÂ0R1R0) RELATOR(A) : JUIZ FEDERAL JOÃO CÉSAR OTONI DE MATOS RELATOR CONVOCADO : JUIZ FEDERAL JOÃO CÉSAR OTONI DE MATOS APELANTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : PROCURADORIA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça PETIÇÃO Nº 10.679 - RN (2014/0233212-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO REQUERENTE : EUCLIDES SENEN SEBASTIÃO ADVOGADO : DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO REQUERIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 3ª Turma Recursal Juízo A V O T O. Relator: Juiz Federal André Luís Medeiros Jung

JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 3ª Turma Recursal Juízo A V O T O. Relator: Juiz Federal André Luís Medeiros Jung Processo nº 2010.70.51.008269-1 V O T O Relator: Juiz Federal André Luís Medeiros Jung Trata-se de recurso interposto contra sentença que condenou o INSS a averbar as contribuições individuais vertidas

Leia mais

TERCEIRA TURMA RECURSAL Juizados Especiais Federais Seção Judiciária do Paraná

TERCEIRA TURMA RECURSAL Juizados Especiais Federais Seção Judiciária do Paraná Autos nº.: 201070500215761 Recorrente (a): Aparecido Evaristo Pereira Relator: Juiz Federal Eduardo Appio V O T O Trata-se de recurso interposto pela parte autora em face de sentença que julgou improcedentes

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO (APELREEX) Nº 17028/SE (0000855-62.2010.4.05.8500) APELANTE : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE APELADO : ALOIZIO DOS

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 558.157 - RS (2014/0192720-6) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL FEDERAL

Leia mais

Centro Nacional de Inteligência da Justiça Federal

Centro Nacional de Inteligência da Justiça Federal Nota Técnica n. 004/2017 Brasília, 27 de fevereiro de 2018. Assunto: Reafirmação da DER mediante o cômputo de tempo de contribuição posterior ao ajuizamento da ação - proposta de afetação para os fins

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870510075321/PR RELATOR : Juiz José Antonio Savaris RECORRENTES : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL E NELSON BICHERI RECORRIDOS : OS MESMOS VOTO Trata-se de

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.231679/2014-32 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL XAXIM : Recorrente:

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200770660008990/PR RELATOR : Juiz Federal José Antonio Savaris RECORRENTE : AGENOR DOS ANJOS OLIVEIRA RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS 200770660008990

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.183389/2013-94 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CURITIBA-XV DE

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Número do Processo: 44232.001070/2013-50 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL RIBEIRÃO PIRES

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Rio de Janeiro 2 a Vara Federal de Niterói

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Rio de Janeiro 2 a Vara Federal de Niterói 77 PROCESSO: 0107650-80.2013.4.02.5102 AUTOR: MARCELO SILVA DE ANDRADE REU: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS SENTENÇA tipo A I O requerimento administrativo é de 17/12/2012 e foi processado como

Leia mais

Vara Federal de São José dos Campos 3ª Subseção Judiciária do Estado de São Paulo. Vistos em sentença.

Vara Federal de São José dos Campos 3ª Subseção Judiciária do Estado de São Paulo. Vistos em sentença. Vistos em sentença. Trata-se de procedimento comum, em que se pretende a averbação do tempo de serviço prestado sob condições especiais, com posterior concessão de aposentadoria especial. Alega o autor,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.410.057 - RN (2013/0342505-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL FEDERAL - PGF - PR000000F

Leia mais

TEMPO RURAL E SEUS REFLEXOS NA APOSENTADORIA

TEMPO RURAL E SEUS REFLEXOS NA APOSENTADORIA TEMPO RURAL E SEUS REFLEXOS NA APOSENTADORIA UTILIZAÇÃO DO TEMPO Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida a carência exigida nesta Lei, completar 65 (sessenta e cinco) anos

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.421650/2015-21 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

UNIFORMIZAÇÃO DAS DECISÕES DAS TURMAS RECURSAIS DOS (JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS)

UNIFORMIZAÇÃO DAS DECISÕES DAS TURMAS RECURSAIS DOS (JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS) UNIFORMIZAÇÃO DAS DECISÕES DAS TURMAS RECURSAIS DOS (JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS) SÚMULA 1 A conversão dos benefícios previdenciários em URV, em março/94, obedece às disposições do art. 20, incisos I e

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 611.686 - SE (2003/0207926-1) RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA RECORRENTE : JOSÉ MARCELO LUVIZOTTO ADVOGADO : MARIA DO CARMO CORREIA DO SANTOS RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

Enunciados da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNUJEFs)

Enunciados da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNUJEFs) Enunciados da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNUJEFs) SÚMULA 41 A circunstância de um dos integrantes do núcleo familiar desempenhar atividade urbana não implica, por

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 29 de setembro de Des. Fed. MESSOD AZULAY NETO. Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 29 de setembro de Des. Fed. MESSOD AZULAY NETO. Relator Nº CNJ : 000393-79.206.4.02.9999 (206.99.99.00393-5) EMENTA PREVIDENCIÁRIO. APOSENTADORIA POR IDADE. ADICIONAL DE 25%. ARTIGO 45 DA LEI 8.23/99. NÃO CABIMENTO. ADICIONAL EXCLUSIVO À APOSENTADORIA POR INVALIDEZ.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO AO VALOR DA RENDA MENSAL INICIAL DO BENEFÍCIO.

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO AO VALOR DA RENDA MENSAL INICIAL DO BENEFÍCIO. A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO AO VALOR DA RENDA MENSAL INICIAL DO BENEFÍCIO. ENUNCIADO 5 DO CRPS A Previdência Social deve conceder o melhor benefício a que o segurado fizer jus, cabendo

Leia mais

APOSENTADORIAS ESPECIAIS NO RGPS.

APOSENTADORIAS ESPECIAIS NO RGPS. APOSENTADORIAS ESPECIAIS NO RGPS BRUNO BAPTISTA bruno@baptistaevasconcelos.com.br 1) ESPÉCIES DE APOSENTADORIA ESPECIAIS: Art. 201, 1º da CR/88 (com redação da EC 47/2005): É vedada a adoção de requisitos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli R E L A T Ó R I O A EXMA. DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI (Relatora): Trata-se de apelação de sentença que julgou improcedente o pedido de concessão de pensão por morte. Aduz a demandante que

Leia mais

REVISÃO PARA CONVERSÃO DE APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO EM APOSENTADORIA ESPECIAL (Data da Publicação: 31/10/2013)

REVISÃO PARA CONVERSÃO DE APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO EM APOSENTADORIA ESPECIAL (Data da Publicação: 31/10/2013) REVISÃO PARA CONVERSÃO DE APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO EM APOSENTADORIA ESPECIAL (Data da Publicação: 31/10/2013) 2ª VARA DE TAUBATÉ - P. F. S. N. (SP235021 - JULIANA FRANÇOSO MACIEL E SP287142

Leia mais

E M E N T A A C Ó R D Ã O

E M E N T A A C Ó R D Ã O Remessa Ex Offício - Turma Espec. I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0013645-69.2013.4.02.5101 (2013.51.01.013645-2) RELATOR : Desembargadora Federal SIMONE SCHREIBER PARTE AUTORA

Leia mais

ACÓRDÃO. Maria Cristina Saraiva Ferreira e Silva Juiz Federal Relator

ACÓRDÃO. Maria Cristina Saraiva Ferreira e Silva Juiz Federal Relator RECURSO CÍVEL Nº 5047604-74.2011.404.7100/RS RELATOR : MARIA CRISTINA SARAIVA FERREIRA E SILVA RECORRENTE : TERESINHA MARIA VALANDRO ONLWILER ADVOGADO RECORRIDO : ELAINE TERESINHA VIEIRA : INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira APTE : MARIA DE JESUS SILVA ADV/PROC : MOISÉS CASTELO DE MENDONÇA APDO : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE ORIGEM: 4ª VARA FEDERAL DO CEARÁ JUIZ

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO 874.549 RIO GRANDE DO SUL RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS :PROCURADOR-GERAL FEDERAL :JORGE

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.050047/2014-70 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Aposentadoria especial nos RPPS

Aposentadoria especial nos RPPS Aposentadoria especial nos RPPS Quem deve emitir o PPP e os Laudos Periciais? Conversão de períodos especiais em comum para servidores públicos; Regime Jurídico único????? Mandado de Injunção e Aposentadoria

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.270620/2014-60 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.104.004 - RS (2008/0245748-0) RELATOR : MINISTRO JORGE MUSSI RECORRENTE : HARI MEIER ADVOGADO : ANA CLÁUDIA BUSANELLO RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR

Leia mais

Processo de Execução no Direito Previdenciário

Processo de Execução no Direito Previdenciário Processo de Execução no Direito Previdenciário Introdução ao Processo de Execução. A Execução contra a Fazenda Pública Previdenciária - Noções Gerais: objeto, partes, requisitos, prazos, procedimento Execução

Leia mais

JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS

JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS AÇÃO CONCESSIVA ou REVISIONAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE **** VARA DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL Processo nº Autor: Fulano de Tal Réu: INSS S E N T E N Ç A Dispensado o relatório

Leia mais

APOSENTADORIA: MANUAL BÁSICO AOS CIDADÃOS

APOSENTADORIA: MANUAL BÁSICO AOS CIDADÃOS APOSENTADORIA: MANUAL BÁSICO AOS CIDADÃOS 1 NOTA DA AUTORA A presente cartilha se destina a população em geral, com a finalidade de informar/orientar de forma sucinta através de uma linguagem de fácil

Leia mais

CARTILHA APOSENTADORIA ESPECIAL PARA MÉDICOS VETERINÁRIOS E ZOOTECNISTAS

CARTILHA APOSENTADORIA ESPECIAL PARA MÉDICOS VETERINÁRIOS E ZOOTECNISTAS CARTILHA APOSENTADORIA ESPECIAL PARA MÉDICOS VETERINÁRIOS E ZOOTECNISTAS CONCEITO A aposentadoria especial é um benefício concedido ao cidadão que trabalha sujeito a condições especiais que prejudiquem

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200970510093467/PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : Aparecido Caetano Campanini Instituto Nacional do Seguro Social RECORRIDO : Os mesmos

Leia mais

CONTAGEM RECÍPROCA DE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO. Agosto/2017. Daniel Machado da Rocha

CONTAGEM RECÍPROCA DE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO. Agosto/2017. Daniel Machado da Rocha CONTAGEM RECÍPROCA DE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO Agosto/2017 Professor: Daniel Machado da Rocha REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO BRASIL Para efeito de aposentadoria, é assegurada a contagem recíproca do tempo de contribuição

Leia mais

RELATÓRIO A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL LEIDE POLO:

RELATÓRIO A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL LEIDE POLO: APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO Nº 2005.61.23.001640-5/SP RELATORA : Desembargadora Federal LEIDE POLO APELANTE : SEBASTIAO ANTONIO DE LIMA (= ou > de 65 anos) ADVOGADO : EVELISE SIMONE DE MELO e outro APELANTE

Leia mais

DO ANEXO AO DECRETO /64. 3.

DO ANEXO AO DECRETO /64. 3. 1 216 Processo n. 0801618-89.2011.4.02.5101 SENTENÇA (Tipo A) Vistos etc. NOELCIR VASCONCELOS PINHEIRO propõe a presente AÇÃO ORDINÁRIA contra o INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS, requerendo seja

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL

APOSENTADORIA ESPECIAL APOSENTADORIA ESPECIAL Professor: Rodrigo Sodero Facebook: Professor Rodrigo Sodero (fanpage) e Rodrigo Sodero III Instagram: @profrodrigosodero Conversão do Tempo de Serviço A Aposentadoria Especial,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Processo nº 000000-00.2016.403.6103. Autor(a): MONIQUE SANTANA DA RESTAURAÇÃO Réu: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO

Leia mais

RELATÓRIO VOTO. É o relatório.

RELATÓRIO VOTO. É o relatório. INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO JEF Nº 5004229-95.2013.4.04.7118/RS RELATORA : Flavia da Silva Xavier RECORRENTE : ADVOGADO : IVAN JOSÉ DAMETTO INTERESSADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS MPF :

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.371063/2015-84 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

II - compulsória, aos setenta anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição;

II - compulsória, aos setenta anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição; PORTARIA MPAS N 4.882, DE 16 DE DEZEMBRO DE 1998 DOU DE 17/12/98 O MINISTRO DE ESTADO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL, no uso da atribuição que lhe conferem o art. 87, parágrafo único, inciso II, da

Leia mais

Tema da aula: Desaposentação: Teoria e Prática

Tema da aula: Desaposentação: Teoria e Prática Tema da aula: Desaposentação: Teoria e Prática Pós-graduação em Direito Previdenciário Professor Rodrigo Sodero Apresentação do tema ESTOPIM DA DESAPOSENTAÇÃO: Extinção do Pecúlio com a Lei 8.870/94. Contribuição

Leia mais

VERBO JURÍDICO Curso de Sentença Previdenciária Prof a Marina Vasques Duarte de Barros Falcão AÇÃO ORDINÁRIA

VERBO JURÍDICO Curso de Sentença Previdenciária Prof a Marina Vasques Duarte de Barros Falcão AÇÃO ORDINÁRIA AÇÃO ORDINÁRIA 1 AÇÃO CONCESSIVA OU REVISIONAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE **** VARA FEDERAL Processo nº Autor: Fulano de Tal Réu: INSS I RELATÓRIO (preferencialmente no tempo passado cuidar para utilizar sempre

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO Processo N.º 5014261-28.2013.4.04.7000 Recorrente: INSS Recorrido: MONIQUE MARQUES MACHADO E OUTRO Origem: SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ Relator: Juiz Federal Wilson José Witzel PREVIDENCIÁRIO REVISÃO DE

Leia mais

REVOGADA PELA PORTARIA Nº 7.796, DE (D.O.U ) PORTARIA Nº 4.882, DE 16 DE DEZEMBRO DE 1998 (D.O.U

REVOGADA PELA PORTARIA Nº 7.796, DE (D.O.U ) PORTARIA Nº 4.882, DE 16 DE DEZEMBRO DE 1998 (D.O.U REVOGADA PELA PORTARIA Nº 7.796, DE 28.08.2000 (D.O.U. 29.08.2000) PORTARIA Nº 4.882, DE 16 DE DEZEMBRO DE 1998 (D.O.U. - 17.12.98) O MINISTRO DE ESTADO DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL, no uso da atribuição

Leia mais

EMENTA PREVIDENCIÁRIO. AUXÍLIO-RECLUSÃO. EMENDA CONSTITUCIONAL Nº. 20/98. ARTIGO 201, IV, CF/88. DEPENDENTE DE BAIXA RENDA.

EMENTA PREVIDENCIÁRIO. AUXÍLIO-RECLUSÃO. EMENDA CONSTITUCIONAL Nº. 20/98. ARTIGO 201, IV, CF/88. DEPENDENTE DE BAIXA RENDA. INCIDENTE DE UNIFORMIZAÇÃO JEF (RS E SC) Nº 2003.72.05.058771-3/SC RELATOR : Juiz JOÃO BATISTA LAZZARI RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RECORRIDO : Clovis Juarez Kemmerich : MAYARA

Leia mais

EXEMPLOS PRÁTICOS DE CÁLCULOS PREVIDENCIÁRIOS COM ATIVIDADES CONCOMITANTES

EXEMPLOS PRÁTICOS DE CÁLCULOS PREVIDENCIÁRIOS COM ATIVIDADES CONCOMITANTES EXEMPLOS PRÁTICOS DE CÁLCULOS PREVIDENCIÁRIOS COM ATIVIDADES CONCOMITANTES Sofia Veronica Pereira Desideri Francisco Carlos Desideri Memphis Software www.memphissoftware.com.br 1- Uso da atividade mais

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.500695/2015-61 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.013097/2014-76 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SÃO JOSÉ DOS

Leia mais

RELATÓRIO. TRF/fls. E:\acordaos\ _ doc

RELATÓRIO. TRF/fls. E:\acordaos\ _ doc *AC 305947-AL (20028000001001-9) APTE: INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ADV: MARIA DE FATIMA FALCÃO ALBUQUERQUE E OUTROS APDO: OTACILIA RAMOS DUARTE ADV: RAIMUNDA MOREIRA AZEVEDO E OUTROS REMTE:

Leia mais

Atualizações no preenchimento do PPP, conforme IN 77 de , Memo-Circular n 02 de e IN 85 de Ciesp Jundiaí 12/05/16

Atualizações no preenchimento do PPP, conforme IN 77 de , Memo-Circular n 02 de e IN 85 de Ciesp Jundiaí 12/05/16 Atualizações no preenchimento do PPP, conforme IN 77 de 21.01.15, Memo-Circular n 02 de 23.07.15 e IN 85 de 18.01.16 Ciesp Jundiaí 12/05/16 1 Preenchimento de PPP conforme IN 85 de 18.01.16 e atualizações

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 715.250 PERNAMBUCO RELATORA RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :AMARINO BERNARDINO CAVALCANTI : PAULO EMANUEL PERAZZO DIAS E OUTRO(A/S)

Leia mais

Estado do Tocantins Tribunal de Justiça 1ª Vara da Fazenda e Reg. Públicos de Palmas

Estado do Tocantins Tribunal de Justiça 1ª Vara da Fazenda e Reg. Públicos de Palmas Estado do Tocantins Tribunal de Justiça 1ª Vara da Fazenda e Reg. Públicos de Palmas Processo nº 0031916-64.2015.827.2729 Chave nº 611205645615 Classe: Procedimento Comum Assunto: Adicional de Serviço

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE APARECIDA DE GOIÂNIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE APARECIDA DE GOIÂNIA PROCESSO Nº : 5854-46.2015.4.01.3504 CLASSE 51209 : CÍVEL/PREVID / OUTROS/JEF AUTOR(A) : ANA MARIA ALVES CINTRA ABDÃO RÉU : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL SENTENÇA (Tipo A) Dispensando o relatório,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 956.110 - SP (2007/0123248-2) VOTO-VISTA EXMA. SRA. MINISTRA LAURITA VAZ: Trata-se de recurso especial interposto pelo INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS com fulcro na alínea

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça PEDIDO DE UNIFORMIZAÇÃO DE INTERPRETAÇÃO DE LEI Nº 236 - RS (2016/0296822-0) RELATORA REQUERENTE REQUERIDO REPR. POR ADVOGADO : MINISTRA ASSUSETE MAGALHÃES : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : EUGENIO

Leia mais

ENCONTRO REGIONAL DE HOMOLOGADORES DO PLANO DA CNTI PREVIDÊNCIA SOCIAL

ENCONTRO REGIONAL DE HOMOLOGADORES DO PLANO DA CNTI PREVIDÊNCIA SOCIAL Rua Vigário José Inácio, 540, 6, 8º, 9 e 10 andares Centro Porto Alegre / RS CEP: 90020-110 ENCONTRO REGIONAL DE HOMOLOGADORES DO PLANO DA CNTI PREVIDÊNCIA SOCIAL DÉCIO SCARAVAGLIONI, OAB/RS n 22.910.

Leia mais

HELENA ELIAS PINTO JUÍZA FEDERAL CONVOCADA. (em substituição à relatora)

HELENA ELIAS PINTO JUÍZA FEDERAL CONVOCADA. (em substituição à relatora) Agravo de Instrumento - Turma Espec. I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0003874-39.2016.4.02.0000 (2016.00.00.003874-9) RELATOR : Desembargadora Federal SIMONE SCHREIBER AGRAVANTE

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200870530002293/PR RELATORA : Juíza Márcia Vogel Vidal de Oliveira RECORRENTE : NILVA SGARBOZA SANCHES RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL 200870530002293

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL Sentença 2014 tipo B Processo nº 45312-96.2012.4.01.3400 Ação Ordinária Autora: Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal - ADPF Ré: União 096.01.004-B SENTENÇA 1. RELATÓRIO Trata-se de ação

Leia mais

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior Apelação Cível n. 2010.078282-8, de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA C/C COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. CONTRATO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO.

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.168691/2013-12 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA REOAC Nº 394383 - SE (2005.85.01.002180-4) PARTE AUTORA: ATONIEL BATISTA DOS SANTOS ADVOGADO(S): TEREZINHA PACHEO FREDERICO e outros PARTE RÉ: INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPRESENTANTE: PROCURADORIA

Leia mais

l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi

l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO T *J5w - DE JUST ÇA DE SÃO PAULO ACORDAO/DECISAO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N l llllll mil mil um mu mu um IIÍU MI mi Vistos, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli R E L A T Ó R I O A EXMA. DESEMBARGADORA FEDERAL MARGARIDA CANTARELLI (RELATORA): O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais da Saúde e da Previdência SINDSPREV/PE ajuizou ação ordinária contra a

Leia mais

Dispensado o relatório, nos termos do art. 38 da Lei 9.099/95 c/c art. 1º da Lei /01, passo ao julgamento do feito.

Dispensado o relatório, nos termos do art. 38 da Lei 9.099/95 c/c art. 1º da Lei /01, passo ao julgamento do feito. PROCESSO N. 2010.72.51.003111-0. AUTOR: AMARILDO GONÇALVES DE ARAÚJO. SENTENÇA Trata-se de ação proposta com o objetivo de condenar o INSS a conceder o benefício de aposentadoria especial à parte autora

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ITUIUTABA S E N T E N Ç A

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ITUIUTABA S E N T E N Ç A S E N T E N Ç A TIPO A Trata-se de ação proposta por CLEIDIMAR GONÇALVES DA SILVA SOUZA em face do INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS, pleiteando a parte autora o reconhecimento de tempo especial

Leia mais

APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 9258-SE ( ). RELATÓRIO

APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 9258-SE ( ). RELATÓRIO APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 9258-SE (2006.85.00.000355-0). APELANTE REPTE APELADO ADV/PROC ORIGEM RELATOR PODER JUDICIáRIO : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA

Leia mais

ACÓRDÃO. PAULISTA, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

ACÓRDÃO. PAULISTA, é apelado FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO. fls. 1 Registro: 2013.0000068754 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0039687-39.2011.8.26.0053, da Comarca de São Paulo, em que é apelante SINPOESTE PAULISTA, é apelado FAZENDA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.112273/2014-51 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GUARAMIRIM Benefício:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.574.317 - RS (2015/0314847-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : DORGIVAL MENEZES DA SILVA : SUEINE

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº200770610011324/PR RELATORA : Juiz José Antonio Savaris RECORRENTES : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL e MANOEL ALVES DA SILVA RECORRIDOS : Os mesmos 200770610011324

Leia mais

DESEMBARGADOR ARTHUR JOSÉ NEIVA DE ALMEIDA RELATOR

DESEMBARGADOR ARTHUR JOSÉ NEIVA DE ALMEIDA RELATOR PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESPÍRITO SANTO GAB. DESEMB - ARTHUR JOSÉ NEIVA DE ALMEIDA 10 de Abril de 2017 Embargos de Declaração Ap Nº 0004063-50.2008.8.08.0047

Leia mais

Vistos. Trata-se de ação ajuizada por JOSÉ DOS SANTOS, devidamente

Vistos. Trata-se de ação ajuizada por JOSÉ DOS SANTOS, devidamente fls. 188 SENTENÇA Processo Digital nº: 1012915-80.2015.8.26.0344 Classe - Assunto Procedimento Comum - Aposentadoria Requerente: José dos Santos Requerido: SPPREV - São Paulo Previdência S/A Juiz(a) de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Espírito Santo JUÍZO DA QUARTA VARA FEDERAL CÍVEL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Espírito Santo JUÍZO DA QUARTA VARA FEDERAL CÍVEL 567 AÇÃO ORDINÁRIA PROCESSO N. o 0009517-59.2006.4.02.5001 EMBARGANTE: UNIÃO FEDERAL EMBARGADO: GIOVANNA RIBEIRO FRAGA E OUTROS JUIZ FEDERAL: DR. FRANCISCO DE ASSIS BASILIO DE MORAES EMBARGOS DE DECLARAÇÃO

Leia mais

SENTENÇA (Tipo A Resolução nº 535/2006 do CJF) Razão assiste à parte autora.

SENTENÇA (Tipo A Resolução nº 535/2006 do CJF) Razão assiste à parte autora. PROCESSO N : 0033444-24.2012.4.01.3400 AUTOR(A) : ARMANDO DE AZEVEDO CALDEIRA PIRES RÉ : INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL-INSS SENTENÇA (Tipo A Resolução nº 535/2006 do CJF) Dispensado o relatório,

Leia mais

CENTAURO VIDA E PREVIDENCIA S/A VILMAR JOSE ALVES DA SILVA A C Ó R D Ã O. Vistos, relatados e discutidos os autos.

CENTAURO VIDA E PREVIDENCIA S/A VILMAR JOSE ALVES DA SILVA A C Ó R D Ã O. Vistos, relatados e discutidos os autos. APELAÇÃO CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL. SEGUROS. DPVAT. AÇÃO DE COBRANÇA. INVALIDEZ PERMANENTE. PRESCRIÇÃO NÃO VERIFICADA. SENTENÇA REFORMADA. A indenização do seguro obrigatório DPVAT deve ser paga de forma proporcional

Leia mais

A aposentadoria especial por sua vez poderá ser concedida aos 15, 20 ou 25 anos dependendo da penosidade da atividade de cada trabalhador

A aposentadoria especial por sua vez poderá ser concedida aos 15, 20 ou 25 anos dependendo da penosidade da atividade de cada trabalhador INTRODUÇÃO: Este laudo foi feito recentemente para um segurado cliente da Previcalc, trata-se de uma ação de revisão com objetivo de aplicar proporcionalmente o fato previdenciário, conforme explicativos

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade).

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade). (Nome do autor), brasileiro, casado, engenheiro de minas, carteira de identidade

Leia mais

APELREEX SE ( ). RELATÓRIO

APELREEX SE ( ). RELATÓRIO APELREEX 11995-SE (2009.85.00.006792-8). APELANTE : UNIÃO. APELADO : MARISA DA PURIFICACAO SANTOS ALCANTARA E OUTRO. ADV/PROC : LANA IARA GOIS DE SOUZA RAMOS E OUTROS. REMTE : JUÍZO DA 1ª VARA FEDERAL

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO A JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº2007.70.53.000659-2/PR RELATOR : Juíza Federal Luciane Merlin Clève Kravetz RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS RECORRIDO : CLAUDINE ANDRIOLI

Leia mais

Competência nos JEFs Lei Fed nº /2009

Competência nos JEFs Lei Fed nº /2009 Competência nos JEFs Lei Fed nº 12.153/2009 Eduardo Uhlein Agosto 2013 Lei Federal nº 12153/2009 Dispõe sobre os Juizados Especiais da Fazenda Pública dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios

Leia mais

Aposentadoria híbrida: Lei /2008

Aposentadoria híbrida: Lei /2008 Aposentadoria híbrida: Lei 11.718/2008 Lei 11.718/2008 alterou art. 48 da Lei 8.213/91 Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida a carência exigida nesta Lei, completar 65

Leia mais

SENTENÇA. Acompanharam a inicial os documentos de fls. 11/24. Pela decisão de fls. 42 foi indeferida a tutela antecipada.

SENTENÇA. Acompanharam a inicial os documentos de fls. 11/24. Pela decisão de fls. 42 foi indeferida a tutela antecipada. fls. 1 SENTENÇA Processo Físico nº: 0020577-09.2011.8.26.0068 Classe Assunto: Procedimento Ordinário - Aposentadoria Requerente: Julio César Rosa Requerido: Fazenda Publica do Estado São Paulo Juiz(a)

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.247.606 - SP (2011/0081765-9) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : UNIÃO : JOSÉ FERREIRA DE SOUZA : CARLOS ALBERTO SILVA E OUTRO(S) RELATÓRIO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 835.082 RIO GRANDE DO SUL RELATORA RECTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS :PROCURADOR-GERAL FEDERAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL N /MG

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL N /MG (5YXP1R1V1) PODER JUDICIÁRIO RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL JOÃO LUIZ DE SOUSA APELANTE : UNIAO FEDERAL PROCURADOR : MA00003699 - NIOMAR DE SOUSA NOGUEIRA APELADO : xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS

PODER JUDICIÁRIO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS PODER JUDICIÁRIO CONSELHO DA JUSTIÇA FEDERAL TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS PROCESSO Nº 2007.71.50.004198-1. ORIGEM: RS - TURMA RECURSAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO GRANDE

Leia mais

Michel Oliveira Gouveia

Michel Oliveira Gouveia Michel Oliveira Gouveia Prof. Michel Gouveia Professor Michel Gouveia / Previtube michelogouveia e teses revisionais Lei 8.213/91: Art. 11. São segurados obrigatórios da Previdência Social as seguintes

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg na PETIÇÃO Nº 7.109 - RJ (2009/0041522-4) RELATOR : MINISTRO FELIX FISCHER AGRAVANTE : FRANCISCO ALENCAR PEREIRA MARTINS ADVOGADO : EVANDRO JOSÉ LAGO AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO PROCESSO Nº: 0800286-13.2014.4.05.8201 - APELAÇÃO APELANTE: VICENTE SEBASTIAO DE LIMA ADVOGADO: MARCOS ANTONIO INACIO DA SILVA APELADO: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais