O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Objetivo da Vida Cristã. Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho"

Transcrição

1 O Objetivo da Vida Cristã Aula 02 Texto básico: Mateus Hino sugerido: 386 (HNC) - Testemunho

2 Objetivo: Demonstrar que a prática religiosa não é o objetivo da vida cristã, mas o meio pelo qual alcançamos esse objetivo, que é viver em obediência a Deus, fazendo a sua vontade.

3 Um fanático é uma pessoa que, tendo perdido a visão do seu objetivo, redobra os seus esforços para alcançá-lo. O fanático corre freneticamente em círculos, indo para lugar nenhum.

4 Para que um cristão progrida na santificação e no aprendizado de como agradar a Deus, ele deve ter uma ideia clara de qual é o seu objetivo.

5 Qual é o objetivo? Jesus o afirmou da seguinte maneira: Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas (Mt 6.33).

6 Jesus disse que devemos buscar: Buscar algo requer esforço; Envolve uma busca diligente; Requer trabalho persistente; A busca não é realizada ao se tirar uma soneca.

7 Observamos que Jesus disse que devemos buscar essas coisas em primeiro lugar. Uma tradução mais precisa do conceito seria: Busque primeiro, acima de todas as coisas, o reino de Deus e a sua justiça.

8 O que significa buscar o reino de Deus? Há muita confusão sobre busca espiritual no mundo cristão. Ouvimos frequentes este comentário sair da boca dos cristãos: Meus amigos não é um cristão, mas está buscando.

9 O que o não-cristão está buscando? Sabemos de uma coisa que ele não está buscando : Não está buscando a Deus (Rm 3.11). O incrédulo nunca, nunca, nunca busca a Deus. O incrédulo é um fugitivo de Deus.

10 Eles estão buscando a felicidade, paz mental, alívio de culpa, uma vida significativa, e muitas outras coisas que sabemos que só Deus pode lhes dar, mas não estão buscando a Deus.

11 Estão buscando os benefícios de Deus. Este é precisamente o pecado do homem natural: quer os benefícios de Deus, mas não o próprio Deus. Buscar a Deus é uma iniciativa cristã. A busca a Deus começa na conversão, mas dura toda a vida.

12 Buscar o reino de Deus é cumprir o último mandamento de Jesus, bem como a súplica crucial da Oração do Pai Nosso: Venha o teu reino. Faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu. (Mt 6.10)

13 A última pergunta que os discípulos fizeram a Jesus foi, Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel? (At 1.6). A pergunta foi sobre o reino. Jesus respondeu primeiro com uma branda repreensão e depois com uma ordem: vós sereis minhas testemunhas (At 1.8).

14 Somos chamados para buscar o reino dando testemunho do reino. Devemos buscar mostrar ao mundo como é o reino de Deus. Pois a vinda do reino na terra como no céu significa que os filhos fiéis do Rei fazem sua vontade aqui e agora.

15 Há uma razão por que Jesus liga a vinda do reino com fazer a vontade de Deus. Venha o teu reino, faça-se a tua vontade estão juntos. São dois lados da mesma moeda. O reino vem sobre a terra nos lugares onde a vontade de Deus está sendo feita sobre a terra.

16 A conclusão que chegamos é esta: O objetivo supremo da vida cristã é a obediência ao Rei. E ele se agrada quando obedecemos.

17 BUSCANDO A JUSTIÇA A busca do reino está ligada com a busca pela justiça de Deus. É o tipo de justiça manifestada pelo próprio Jesus. Não podemos imitar a sua divindade, mas podemos imitar a sua devoção sincera à obediência, o seu compromisso em agradar a Deus.

18 A disciplina espiritual é essencial para se obter a justiça. O estudo bíblico, a oração, a frequência à igreja e o evangelismo são necessários para o crescimento cristão, mas não podem ser o objetivo final.

19 Não posso obter a justiça sem a espiritualidade. Porém, é possível ser espiritual, pelo menos superficialmente, sem obter a justiça.

20 É possível uma pessoa ter uma prática religiosa rigorosa e, ao mesmo tempo, ter uma vida cristã fria e sem vida, não buscando a justiça do reino.

21 É possível que até mesmo um ímpio adote várias práticas religiosas, como, abster-se de vícios, entregar o dízimos e cantar músicas cristãs. Vida cristã é muito mais do que isso.

22 O que é justiça? A resposta mais simples a essa pergunta é: Justiça é fazer o que é certo à vista de Deus. Ser justo é fazer tudo o que Deus nos chama para fazer.

23 RESUMO DE MIQUEIAS Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus (Mq 6.8).

24 RESUMO DE JESUS Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles (Lc 6.31). Regra de Ouro

25 Justiça significa vida correta. Significa tratar as pessoas de maneira correta. Significa viver com integridade pessoal. Uma pessoa justa é aquela em quem podemos confiar. Sua integridade é consistente. Ela não está à venda.

26 Uma pessoa justa é moral sem ser moralista. É piedosa sem ser legalista. Tem um senso de consideração para com os sentimentos das outras pessoas. Ela quer tratar as pessoas de maneira correta, porque tem o grande desejo de agradar um Deus de amor.

27 RESUMO DE TIAGO A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo (Tg 1.27).

28 No mundo antigo, o órfão e a viúva eram quase desamparados na sociedade. Sofriam pressões financeiras, eram legalmente impotentes e, acima de tudo, sofriam a pressão emocional da dor da solidão. Agradamos a ele quando ajudamos os esquecidos e os oprimidos.

29 Na Palavra de Deus, encontramos regras adequadas para agradar a Deus com a vida justa. E se vivemos de acordo com essas regras, não somos fanáticos sem objetivos, mas verdadeiros filhos do Rei.

"Estou convencido de que cerca de metade do que separa os empreendedores de sucesso daqueles malsucedidos é a pura perseverança.

Estou convencido de que cerca de metade do que separa os empreendedores de sucesso daqueles malsucedidos é a pura perseverança. "Estou convencido de que cerca de metade do que separa os empreendedores de sucesso daqueles malsucedidos é a pura perseverança. - Steve Jobs - "Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam,

Leia mais

o passado já não é mais e o futuro não é ainda.

o passado já não é mais e o futuro não é ainda. o passado já não é mais e o futuro não é ainda. Santo Agos*nho Uma pesquisa realizada no Brasil pela Associação Internacional de Stress, com cerca de 700 pessoas com idade entre 25 e 55 anos indicou que

Leia mais

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "ELE te declarou, ó homem, o que é bom;

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. ELE te declarou, ó homem, o que é bom; O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "ELE te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR requer de ti, 1 / 6 senão que pratiques a justiça, e ames a

Leia mais

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos NOVENA À NOSSA SENHORA DE CARAVAGGIO 1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos Vós que consolastes a pobre Joaneta em meio à sua aflição familiar, concedei a graça que tanto necessito, intercedendo junto a Jesus

Leia mais

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e

Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os jornais e Balanço Geral Miquéias 6.6-8 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis 28/12/2008 Nesta época do ano é muito comum as pessoas fazerem uma retrospectiva de suas próprias vidas. A Televisão, as revistas, os

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

Imitação de Cristo: sensibilidade à dor humana!

Imitação de Cristo: sensibilidade à dor humana! Imitação de Cristo: sensibilidade à dor humana! DESTAQUE DO DIA: Queridos filhos, os sinais extraordinários que Meu Filho vos oferece, certamente são obras do Seu poder divino, mas principalmente frutos

Leia mais

Implicações para a PAZ Três Dimensões

Implicações para a PAZ Três Dimensões Implicações para a Três Dimensões Três Dimensões Três Dimensões Três Dimensões Exemplo Bíblico Salmo 146:7-10a Ele defende a causa dos oprimidos e dá alimento aos famintos. O Senhor liberta os presos,

Leia mais

LIÇÃO III TRI O papel da Igreja na. u nidade

LIÇÃO III TRI O papel da Igreja na. u nidade III TRI 201604 LIÇÃO com O papel da Igreja na u nidade SAB 16.07 INTRODUÇÃO Justiça e Misericórdia no AT - parte 2 VERSO PARA MEMORIZAR Toda criatura vivente que vive em enxames viverá por onde quer que

Leia mais

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 - Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Ap. Motivos de Oração: Agradeça pela salvação, família,

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Vamos meditar a Mensagem nº 43, de 04/06/1988, que Nossa Senhora transmitiu em Anguera/BA, a Pedro Regis. Para ver a mensagem, clique aqui. Nossa Boa Mãe vem

Leia mais

EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA

EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS EM QUE SE FUNDAMENTA O ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA ATENDIMENTO ESPIRITUAL NO CENTRO ESPÍRITA Segundo o Livro Orientação ao Centro Espírita

Leia mais

ASCENSÃO DO SENHOR. LEITURA I Actos 1, Leitura dos Actos dos Apóstolos. No meu primeiro livro, ó Teófilo,

ASCENSÃO DO SENHOR. LEITURA I Actos 1, Leitura dos Actos dos Apóstolos. No meu primeiro livro, ó Teófilo, ASCENSÃO DO SENHOR LEITURA I Actos 1, 1-11 Leitura dos Actos dos Apóstolos No meu primeiro livro, ó Teófilo, narrei todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar, até ao dia em que foi elevado

Leia mais

Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum Deus renova todas as coisas

Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum Deus renova todas as coisas Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum-17.11.13 Deus renova todas as coisas Eu tive um sonho. Sonhei que os rios já não estavam poluídos, e as suas águas eram puras e cristalinas. Sonhei que. em vez de

Leia mais

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA

LIÇÃO 13 A EVANGELIZAÇÃO INTEGRAL NESTA ÚLTIMA HORA INTRODUÇÃO - Concluindo o estudo deste trimestre sobre evangelização, estudaremos a necessária integralidade desta atividade mais importante, da razão de ser da igreja. - A evangelização tem de ser integral.

Leia mais

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes!

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes! Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum-2.2.2014 Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão,

Leia mais

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial UNIÃO ESTE BRASILEIRA Associação Ministerial Comentários sobre a Música Comentários sobre a Música Pr. Graciliano Martins Percepção Humana da Música A música é percebida pelo tálamo, estação de transmissão

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 6 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João 3.16-17 INTRODUÇÃO Do texto lido, faço à igreja duas perguntas: Por quejesus morreu na cruz? Para que Jesus morreu na cruz? O por que e o para

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história.

5 º ANO Unidade Letiva 1 - Viver juntos METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA Escola Básica Fernando Caldeira Departamento de Ciências Humanas e Sociais Educação Moral e Religiosa Católica - 5º ano Ano letivo 2016/2017 5 º ANO Unidade Letiva 1 -

Leia mais

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo EVANGELISMO Uma ideia nada popular razão externa: religião como fenômeno particular razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo O QUE EVANGELISMO NÃO É? Não é um convite para ir uma reunião

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 19ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Deus eterno

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 6: SOTERIOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de Deus

Leia mais

O CHAMAMENTO PARA A ESPERANÇA

O CHAMAMENTO PARA A ESPERANÇA O CHAMAMENTO PARA A ESPERANÇA Oração do Mês Dezembro de 2015 1.- Introdução O advento é um tempo de resposta ao "chamamento para a esperança": e a esperança que nós temos é a nossa esperança no nascimento

Leia mais

OS VERDADEIROS ADORADORES

OS VERDADEIROS ADORADORES - Aula 3 OS VERDADEIROS ADORADORES Objetivo: ao final da aula, o aluno deverá buscar se identificar como um adorador dentro dos padrões bíblicos, empenhando-se por cultuar a Deus do modo que O agrada e

Leia mais

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL Pr. Adriano Diniz 18 jan 2015 TEXTO ÁUREO O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar

Leia mais

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático O Reino de Deus Estudo Bíblico e Sistemático Antigo Testamento Sl 103.19 Deus é visto como o rei da criação, tendo domínio sobre todos os aspectos da criação (inanimados, animados e humanos). Ao criar

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Segunda-feira da 8ª Semana do Tempo Comum Ó Deus,

Leia mais

Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016

Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016 Conheça sua Bíblia - Uma visão panorâmica das Escrituras Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016 Colocamos em sua folha um gráfico que ajuda a compreender a evolução

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

Sede felizes! Felizes sereis. Felizes sereis. Felizes sereis. Felizes sereis.

Sede felizes! Felizes sereis. Felizes sereis. Felizes sereis. Felizes sereis. Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão, aguardando a aurora. Conservai essa vossa

Leia mais

Nº 28 A Ascensão do Senhor

Nº 28 A Ascensão do Senhor Nº 28 A Ascensão do Senhor - 1.6.2014 Ide por todo o mundo! Estarei sempre convosco! I de Ide Ide e anunciai a Boa Nova. Quando partilhais o que tendes com os outros, quando dais atenção a quem está sozinho

Leia mais

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO AGOSTO 2016 www.abracandoapalavra.org A Salvação em JESUS CRISTO Um Novo Nascimento De acordo com a Bíblia, O Santo, Eterno, Soberano e Todo

Leia mais

O REINO. Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2

O REINO. Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2 REINO DE DEUS O REINO Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2 O que é reino? Governo ou domínio Um reino é a influencia

Leia mais

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE, PERDÃO.

CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE, PERDÃO. CONVENÇÃO BATISTA FLUMINENSE Revista Palavra e Vida Sugestões Didáticas - 4º Trimestre/2011 ENSINAR É... O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender LIÇÃO 9 BONDADE DIVINA: APELO, OPORTUNIDADE,

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus RELEMBRAR A MISSÃO NOS EVANGELHOS 1. Jesus Cristo homem é o exemplo padrão para o exercício da Missão de Deus (intimidade

Leia mais

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4.

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4. Prefácio A vida de São Francisco de Assis foi e continua sendo fonte de inspiração para tantos homens e mulheres de boa vontade que, percebendo a beleza que emana do amor, desejam experimentar também a

Leia mais

SOBRE ESPIRITUALIDADE Mateus Israel Mazzacorati ibaviva jan 2015

SOBRE ESPIRITUALIDADE Mateus Israel Mazzacorati ibaviva jan 2015 SOBRE ESPIRITUALIDADE Mateus 6.33-34 Israel Mazzacorati ibaviva jan 2015 Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração 05 de Janeiro Deus eterno e todo-poderoso,pela

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização.

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. - O trabalho de ganhar almas é de iniciativa divina e somente quem tem comunhão com o Senhor

Leia mais

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes

28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes 28/12/2008 Tiago 4:13-17 Vlademir Hernandes Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros... ...Vós não sabeis o que

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SÁBADO, DIA 25 DE JUNHO 1) Oração Cheguem à vossa presença,

Leia mais

Dízimo e Ofertas de Jejum

Dízimo e Ofertas de Jejum Dízimo e Ofertas de Jejum Placeholder Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, (...) e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar

Leia mais

Você precisa dizer AMÉM

Você precisa dizer AMÉM Você precisa dizer AMÉM Quando ouvimos a pregação com o coração aberto, a fé de Deus é liberada ao nosso coração e então podemos desfrutar de todas as bênçãos do céu Gostaria de compartilhar o poder de

Leia mais

RELACIONAMENTO DISCIPULADOR

RELACIONAMENTO DISCIPULADOR RELACIONAMENTO DISCIPULADOR O QUE É DISCIPULO? Dicionário Aprendiz, aluno receptivo a ensinamentos, seguidor devotado e/ou disposto a dar prosseguimento ao trabalho (de seu mestre) DISCIPULOS DE QUEM?

Leia mais

Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital:

Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital: Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital: www.acervodigitalcristao.com.br Literaturas em formato Impresso: www.verdadesvivas.com.br Evangelho em 03 Minutos: www.3minutos.net

Leia mais

O fariseu e o publicano Lc18,9-14

O fariseu e o publicano Lc18,9-14 O fariseu e o publicano Lc18,9-14 Jesus caminhava e multidões o acompanhavam. Pessoas com personalidades, objetivos e ideais diferentes. Conhecendo o coração de cada um, Jesus lhes propunha parábolas sobre

Leia mais

A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar

A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar A oração eficaz Dc. Marcelo Lobo Ass. Deus Ministério Avançar Não adianta sermos místicos, acreditando que basta falar com Deus e tudo está resolvido. Oração é uma palavra ativa, em movimento, para falar

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

É TEMPO DE RESTAURAR. Efésios Pra. Deisy Costa

É TEMPO DE RESTAURAR. Efésios Pra. Deisy Costa É TEMPO DE RESTAURAR Efésios 5.1-16 Pra. Deisy Costa v.1 Portanto, sede imitadores de Deus, como filhos amados... Qual era a missão de Jesus na terra? I Timóteo 2:4 que, deseja que todos os homens sejam

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 24 de Agosto - São Bartolomeu - Apóstolo 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

PALAVRA & VIDA 3º TRIMESTRE/2014 LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO

PALAVRA & VIDA 3º TRIMESTRE/2014 LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO LIÇÃO 06 O IMPULSO MOTIVADOR DO DÍZIMO Texto Bíblico: Mateus 23.23 Objetivos da lição: Compreender que o impulso motivador do dízimo deve ser o juízo, a misericórdia e a fé; Reconhecer o que é o dízimo

Leia mais

TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO.

TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO. TEMA: O NOVO NASCIMENTO E A CONVERSÃO. Texto: E dar-lhes-ei coração para que me conheçam, porque eu sou o SENHOR; e ser-me-ão por povo, e eu lhes serei por Deus, porque se converterão a mim de todo o seu

Leia mais

LITURGIA. Igreja Presbiteriana do Brasil. 24 de Abril de 2016

LITURGIA. Igreja Presbiteriana do Brasil. 24 de Abril de 2016 LITURGIA Igreja Presbiteriana do Brasil 24 de Abril de 2016 1 Oração de Louvor e Adoração 2 Abertura - Hino Louvor 3 Leitura Salmo 138.1-8 4 Hino Perdão 5 Leitura - Salmo 51.1-7 6 Oração de Confissão de

Leia mais

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO I - A ORIGEM DO PECADO 1. Em relação a Deus. Em Seu plano permitiu que suas criaturas (anjos e homens) tivessem a liberdade (livre arbítrio) de viver em amor e obediência

Leia mais

Em busca de uma Espiritualidade Cristã Integral

Em busca de uma Espiritualidade Cristã Integral PAINEL FORMAÇÃO ESPIRITUAL PARA A VIDA TODA Em busca de uma Espiritualidade Cristã Integral jorge@ftsa.edu.br jorge.h.barro www.missaourbana.com.br Jorge Henrique Barro Introdução O tema da espiritualidade

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Acolhimento aos alunos. . Observação de mapas. Observação de imagens

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS. Acolhimento aos alunos. . Observação de mapas. Observação de imagens ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLA BÁSICA DOS 2.º E 3.º CICLOS D. MIGUEL DE ALMEIDA DISCIPLINA: Educação Moral e Religiosa Católica ANO: 5.º ANO LETIVO 2013/2014 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Leia mais

Sempre alerta! Sempre Alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações.

Sempre alerta! Sempre Alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações. Sempre Alerta! Mateus 24.36-44 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis Sempre alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações.

Leia mais

GUIÂO FESTA DAS BEM-AVENTURANÇAS 2014/2015. (Admonitor 1-Lê as admonições normais; Admonitor 2- Lê as admonições das bem-aventuranças)

GUIÂO FESTA DAS BEM-AVENTURANÇAS 2014/2015. (Admonitor 1-Lê as admonições normais; Admonitor 2- Lê as admonições das bem-aventuranças) (Admonitor 1-Lê as admonições normais; Admonitor 2- Lê as admonições das bem-aventuranças) Admonitor 1- Jovem da Maria da Luz Admonitor 2- Jovem da Jovem Bússola- Jovem da Mónica/Fátima ADMONIÇÃO INICIAL

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes BÍBLIA Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 2 ROTEIRO BÍBLIA: ENTENDENDO A PALAVRA DE DEUS O que devo conhecer sobre a bíblia? Diversidade dos Autores Condições de alguns autores quando foram inspirados

Leia mais

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo.

Conteúdos. Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Tarefas do Pastor, Ancião ou director de estudo bíblico em grupo. Conteúdos Porque fazemos pequenos grupos de estudo bíblico? Quem necessita de estudo bíblico em grupo? Quem deve liderar o grupo? Tipos de pessoas que podem participar nos grupos. Como iniciar um novo

Leia mais

Curso de Teologia de Leigos

Curso de Teologia de Leigos Curso de Teologia de Leigos O MISTÉRIO DA CRIAÇÃO; DEUS MANTÉM E SUSTENTA A CRIAÇÃO; DEUS REALIZA O SEU PROJETO: A DIVINA PROVIDÊNCIA; A DIVINA PROVIDÊNCIA E AS CAUSAS SEGUNDAS; A DIVINA PROVIDÊNCIA E

Leia mais

Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz

Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz ... estava João (Batista) outra vez na companhia de dois dos seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: Eis o Cordeiro de Deus! Os dois

Leia mais

Conversão Pastoral DAp

Conversão Pastoral DAp Conversão Pastoral DAp 365-372 Introdução Jesus o Bom Pastor (cf. Jo 10,11) Igreja Continuadora da missão de Cristo A experiência é a matéria prima por meio da qual Jesus vai ensinando seus discípulos

Leia mais

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Ano 5º Ano letivo 2013 / 2014 Disciplina EMRC Turmas A, B, C, D, E, F, G, H, I, J Professores:

Leia mais

Cultivando O Fruto do. Gálatas 5.22

Cultivando O Fruto do. Gálatas 5.22 Cultivando O Fruto do Espírito Santo Gálatas 5.22 Fé / Fidelidade Parte VIII Recapitulando Mansidão Domínio próprio Amor Alegria / Gozo Paz Fidelidade Longanimidade Bondade Benignidade 1 Introdução Fidelidade

Leia mais

por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011

por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011 Dia 5 dos 100 Dias: Chaves para o Sucesso: Leia Mt 6:24-25, 32-34; Filip 4:12-13, Filip 1: 20-21, Filip 3 por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011 Alcançar o sucesso e prosperidade que Deus tem para

Leia mais

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22)

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22) Lição 7 para 18 de fevereiro de 2017 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. (João 15:1-2)

Leia mais

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07 Is 42,1-4.6-7 Sl 28 At 10,34-38 Lc 3,15s.21-22 A Festa de hoje encerra o sagrado tempo do Natal: o Pai apresenta, manifesta a Israel o Salvador que ele nos deu, o Menino que nasceu para nós: Tu és o meu

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas º Ciclo ENSINO BÁSICO Planificação Anual de EMRC 5 º Ano º Periodo Unidade Letiva - Viver juntos Competências chave Metas Curriculares B. Construir

Leia mais

Pr. Jaziel Rodrigues,

Pr. Jaziel Rodrigues, www.ierueti.ch Pr. Jaziel Rodrigues, 13.03.2016 Introdução 1: A palavra «Apocalipse» quer dizer Revelação. Por isso este livro é conhecido também como: «A Revelação de Deus ao apóstolo João» (1.1) Foi

Leia mais

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES

A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES A MISSÃO NO SÉCULO XXI A GRANDE COMISSÃO: ANÁLISE DAS CINCO DIMENSÕES Dr. ERICO T. XAVIER Os cinco textos da Grande Comissão. Mateus 28:18-20 Marcos 16:14-20 Lucas 24:44-53 João 20:19-23 Atos 1:8 Repetiu

Leia mais

QUARTA OS JUDEUS REJEITAM A JUSTIÇA DE DEUS - RM AGO-16 PALAVRA DA CÉLULA RMR. 2-Qual a diferença dos dois caminhos de justiça?

QUARTA OS JUDEUS REJEITAM A JUSTIÇA DE DEUS - RM AGO-16 PALAVRA DA CÉLULA RMR. 2-Qual a diferença dos dois caminhos de justiça? QUARTA O Capitulo 10 é uma continuação do capitulo 9, no original não existe essa divisão de capitulo é um livro só aos romanos. Este capítulo nos mostra o trágico erro de Israel e proclama o grande perigo

Leia mais

Introdução Traduções e Referências Bíblicas Lição Conceitos Básicos. Lição Criação. Lição 3...

Introdução Traduções e Referências Bíblicas Lição Conceitos Básicos. Lição Criação. Lição 3... SUMÁRIO Introdução... 7 Traduções e Referências Bíblicas... 8 Lição 1... 10 Conceitos Básicos Lição 2... 12 Criação Lição 3... 14 Queda Lição 4... 16 A Promessa do Senhor Lição 5... 18 A Chegada do Salvador

Leia mais

Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.

Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. O Sermão do Monte Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. O que Jesus quis dizer com estas palavras? 1. Coração Sl 24. 3 Quem poderá subir o monte do Senhor? Quem poderá entrar

Leia mais

Sejam bem-vindos a nossa série de mensagens baseada no Evangelho de Jesus, narrado pelo evangelista João.

Sejam bem-vindos a nossa série de mensagens baseada no Evangelho de Jesus, narrado pelo evangelista João. Série: Encontros com Jesus O ENCONTRO DE JESUS COM OS DISCÍPULOS (06/07) Sejam bem-vindos a nossa série de mensagens baseada no Evangelho de Jesus, narrado pelo evangelista João. Aqui no Evangelho original

Leia mais

O calvário da humanidade!

O calvário da humanidade! O calvário da humanidade! Queridos filhos, confiai no Senhor. Ele enxugará vossas lágrimas e vereis a transformação da terra. [ ] O calvário da humanidade começará em uma sexta-feira, mas a vitória de

Leia mais

Cada um destes discursos começa com uma introdução que explica as circunstâncias do seu conteúdo e o auditório a que é dirigido.

Cada um destes discursos começa com uma introdução que explica as circunstâncias do seu conteúdo e o auditório a que é dirigido. O Sermão da Montanha de que fazem parte também as "Bem-aventuranças" é o primeiro de um conjunto de cinco ensinamentos ou discursos de Jesus, apresentados todos seguidos por S. Mateus (5,1-7/29). Cada

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais

DEUS É BOM E IMUTÁVEL

DEUS É BOM E IMUTÁVEL Eu,, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, envio saudações a todo o povo de Deus espalhado pelo mundo inteiro. DEUS É BOM E IMUTÁVEL INTRODUÇÃO Não podemos perder de vista nunca que apesar de todas as

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Princípios de Testemunho Pessoal

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Princípios de Testemunho Pessoal North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos Princípios de Testemunho Pessoal Princípios de Testemunho Pessoal CRESCIMENTO DA IGREJA NO NOVO TESTAMENTO - Atos 1:15 -

Leia mais

Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita.

Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita. Objetivo Analisar a missão de João Batista, à luz da Doutrina Espírita. E, naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.

Leia mais

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII

Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Maria, mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja Fundamentos bíblicos na Lumen Gentium VIII Quando, porém, chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a Lei,

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 9 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

Informações da disciplina de EMRC 5.º ano. Aulas Previstas (45 minutos )

Informações da disciplina de EMRC 5.º ano. Aulas Previstas (45 minutos ) Departamento de Ciências Socias e Humanas 2016/ 2017 Educação Moral e Religiosa Católica 5.º ano RESUMO DA PLANIFICAÇÃO Informações da disciplina de EMRC 5.º ano Resumo da Planificação: Conteúdos 1.º Período

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

Músicas para missa TSL

Músicas para missa TSL Músicas para missa TSL Músicas antes da entrada Anjos Se acontecer um barulho perto de você é um anjo chegando para receber suas orações e levá-las à Deus. Então abra o coração e comece a louvar, sinta

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

O Espírito Santo. Ontem e Hoje

O Espírito Santo. Ontem e Hoje O Espírito Santo Ontem e Hoje E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem

Leia mais