Resumo. respostas. A Caracterização da amostra em estudo. A.4. - Local de residência. 1 de 8

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resumo. respostas. A Caracterização da amostra em estudo. A.4. - Local de residência. 1 de 8"

Transcrição

1 1 de 8 respostas Resumo A Caracterização da amostra em estudo A.1. - Qual é a sua função na escola? Docente 65 20% Não docente 6 2% Aluno % A.2. - Caso seja aluno, indique o ano de escolaridade ou curso 7º 32 12% 8º % 9º 43 16% 10º 5 2% 11º 3 1% 12º 18 7% Curso C.E.F 17 6% Curso Profissional 22 8% Curso Noturno 2 1% A.3. - Sexo Feminino % Masculino % A.4. - Local de residência A Concelho Palmela Palmela Montijo palmela palmela Palmela Palmela Setubal Palmela Palmela palmela Palmela Palmela pal Palmela Palmela Palmela Porto Rico Palmela Palmela Palmela Palmela Palmela Palmela palmela Palmela Palmela Palmela Moita Palmela Palmela

2 2 de 8 novo Palmela Palmela Sesimbra Palmela Palmela Palmela Palmela Palmela palmela Palmela Setubal Palmela Palmela Palmela palmela Setubal palmela Palmela Palmela Palmela palmela palmela Barreiro Palmela Palmela Palmela pa Novo Setúbal Palmela Palmela palmela palmela Palmela Palmela palmela palmela palmela palmela Palmela palme Palmela Palmela Palmela palmela palmela Lisboa palmela Palmela jhgf Palmela Palmela Palmela palmela Palmela novo Palmela Palmela Palmela Palmela palmela Palmela palmela Palmela palmela palmela Setubal Palmela Palme Rico Palmela palmela palmela Palmela Palmela Palmela Setúbal Palmela Palmela Palmela Palmela setubal Palmel A Freguesia Pinhal Novo Pinhal Novo Montijo pinhal novo pinhal novo Pinhal novo Pinhal Novo Palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Lagoinha palmela pinhal novo Reboleira Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Brazil Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Setúbal Penteado Pinhal Novo Pinhal Novo Sado Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo P.N CiTy Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Setubal Pinhal Novo Pinhal Novo y5btjmr Palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo setubal Pinhal Novo Pinhal Novo Palmela Pinhal Novo setubal Setúbal Pinhal-Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo Santo André Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Santo André Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo S. Lourenço Pinhal Novo Setubal pinhal novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo pinhalnovo Pinhal Novo São Francisco Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Nova Pinhal Novo Pinhal Novo Burrolandia Setubal Pinhal Novo Pinhal Novo Palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Quinta do conde Pinhal Novo Pinhal Novo Setubal Pinhal Novo Pinhal Novo p.n Pinhal Novo São Sebastião angola Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo pinhal novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo montijo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Palmela pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo poceirao setubal Sto. António da Charneca Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo QUINTA DO ANJO venda do alcaide Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo São Sebastião Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal NOVO pinhal novo pinhal novo pinhal novo pinhal novo palmela pinhal novo Pinhal Novo S. Sebastião Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo S.juliao Pinhal Novo Montijo Pinhal Novo Pinhal Novo Moita Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Palmela Quinta do Anjo Anunciada Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo pinhal novo Poceirão Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Aires pinhal novo Pinhal Novo setubal Palmela Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal novo Palmela Aires pinhal novo Setubal Santa Catarina pinhal novo Pinhal novo worieghposjd Pinhal Novo Palmela Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal NOVO Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Benfica Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo setubal Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo pinhalnovo pinhal novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Quinta do Anjo Alhos Vedros Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Braziliania Pinhal Novo pinhal novo setubal palmela Pinhal Novo Pinhal Novo Setúbal Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo palmela Pinhal Novo montijo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Setúbal Pinhal novo Quinta do Anjo Pinhal Novo Alto do Seixalinho Pinhal Novo Pinhal novo Quinta do Anjo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Setubal Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Pinhal Novo Alcochete Pinhal Novo pinhal novo Pinhal Novo Alcochete Pinhal Novo Pinhal Novo pinhal novo pinhal novo A Código-Postal sei lá

3 de sei não sei pinhal novo *** A Local de residência Pinhal Novo % Outro 80 24% B Caracterização dos padrões de mobilidade nas deslocações de e para a escola B.6. - Habitualmente, qual o modo de transporte que utiliza nas deslocações para a escola? Pedonal % Bicicleta 12 4% Mota 9 3% Autocarro urbano 11 3% Transporte escolar 15 5% Comboio 10 3% Carro, como condutor 50 15% Carro, como passageiro 61 18% Carpooling (partilha de carro) 3 1% B.7. - Habitualmente, qual o modo de transporte que utiliza nas deslocações para casa? Pedonal % Bicicleta 10 3% Mota 6 2% Autocarro urbano 4 1% Transporte escolar 16 5% Comboio 8 2% Carro, como condutor 51 15% Carro, como passageiro 52 16% Carpooling (partilha de carro) 3 1% B.8. - Habitualmente, conjuga dois ou mais modos de transporte?

4 4 de 8 Sim 79 24% Não % B.9. - Se respondeu SIM na questão B.8. indique qual ou quais os modos conjugados. pedonal carro e autocarro carro Pedonal e de carro como passageiro pedonal Autocarro mota e bicicleta Pedonal carro.mota a pé e de carro Carro\Pedonal autocarro urbano, carro e pedonal Carro e pedonal bicicleta Carro, como passageiro Pedonal e carro, como passageiro nhytkut carro mota/bicicleta carro carro/aurocarro a pé e de carro. autocarro pe e carro Carro Pedonla e autocarro automavel comboio juntamente com autocarro pedonal e carro triciclo a pé e carro a pé e de carro carro Pedonal-Bicicleta carro Carro Pedonal e carro, como condutor Pedonal e Carro bicicleta e carro Mata-Velhos --- carro,pedonal Pedonal, Carro carro a pé a pé, carro carro e a pé carro e bicicleta Combóio e Pedonal avião pé carro e patas amdar Carro + Comboio pedonal e carro carro Carro, autocarro-circuito Urbano Minha vida pendonal a pé Pedonal Carro CARRO, MOTA, AVIAO autocarro urbano ambos autocarros a Pé e Carro Carro e pedonal Carro e Autocarro Urbano Pedonal Carro, Comboio Carro, como passageiro skate Pendonal Carro Bicicleta e Carro Carro, auto-carro urbano carro/pedonal carro e a pé a pe B Que distância percorre habitualmente na sua deslocação para a escola? Menos de 1 km % 1 3 km % 4 10 km 51 15% km 28 8% km 9 3% Mais de 30 km 16 5% B Quanto tempo demora, em média, a sua deslocação para a escola? Menos de 15 minutos % minutos 91 27% minutos 17 5% minutos 4 1% Mais de 60 minutos 10 3% B Que distância percorre habitualmente na sua deslocação de regresso a casa? Menos de 1 km % 1 3 km % 4 10 km 53 16% km 26 8% km 8 2% Mais de 30 km 12 4%

5 5 de 8 B Quanto tempo demora, em média, a sua deslocação de regresso a casa? Menos de 15 minutos % minutos % minutos 23 7% minutos 7 2% Mais de 60 minutos 9 3% B Quantas viagens faz por dia? a viagens 2-3 viagens a 4viagens viagens contando bem foram ou viagens ou 4 2 viagens viagens viagens 4 nenhuma viagens quatro 4 viagens ida e volta como 2 viagens viagens 2 4 viagens 2 4 depende do horario 2 ou 3 2 viagens duas ida e volta como 4 viagens 2 2, viagens duas muitas ou / Duas / uma 2 ou Depende a 4 2 viagens duas viagens viagens 2 viagens ou 3 2 a depende voltas 2 2 viagens 2 2 viagens por dia viagens Viagens a viagens viagens viagens 2 B Quantos dias por semana efetua essas viagens? todos os dias 5 de 2 a dias 5 dias por semana 5 4 vezes por semana segunda terça quarta e sexta todos os dias da semana 5 todos dia 5 5 dias por semana 5 5 dias por semana y4y7u todos os dias dias por semana 3 toda a semana não muitas vexes Todos todos dias / segunda a sexta dias todos todos os dias dias por semana 4 2 dias todos os dias 5 dias todos os dias da semana Todos todos os dias Todos 5 todos os dias dias cinco 5 dias por semana muitas 5 dias por semana 5 todos Cinc os dias cinco dias semanais cinco de segunda a sexta quando venho para a escola dias 5 dias por semana dias por semana Todos vezes dias tos os dias dias Dias semanais dias por semana 5 muitos dias por semana dias dias 5 B Habitualmente, quando se desloca para a escola, qual é o ponto de origem?

6 6 de 8 Residência % Biblioteca 2 1% Centro de explicações 3 1% Escola de Música 1 0% Piscina 4 1% Ginásio 6 2% Outro 35 11% B Habitualmente, quando sai da escola, qual é o ponto de destino? Residência % Biblioteca 2 1% Centro de explicações 2 1% Escola de Música 2 1% Piscina 2 1% Ginásio 3 1% Campo de jogos 5 2% Centro comercial 4 1% Outro 43 13% B Considerando o modo como se desloca, qual é a maior dificuldade com que se depara? Falta de segurança rodoviária 64 22% Falta de segurança pessoal 29 10% Duração da viagem 69 24% Incompatibilidade de horários dos transportes públicos 16 6% Desconforto dos transportes públicos 1 0% Custo da viagem 24 8% Falta de estacionamento 10 3% Outro 75 26% B Se é utilizador do transporte colectivo, indique qual a razão: Maior rapidez 26 25% Mais barato 10 9% Maior conforto 4 4% Pontualidade 11 10% Questões ambientais 9 8% Ausência de alternativas 23 22% Outro 23 22% B Se é utilizador do transporte colectivo, considera que os horários dos transportes públicos está adaptado ao horário escolar?

7 de 8 Sim 47 46% Não 56 54% B Se é utilizador do transporte individual (carro), indique qual a razão: Maior rapidez 81 42% Mais barato 5 3% Maior conforto 26 13% Pontualidade 24 12% Necessidades familiares 19 10% Deslocações profissionais 8 4% Ausência de alternativas 18 9% Outro 13 7% B Se é utilizador do transporte individual (carro), qual o número de acompanhantes habitual? Nenhum 61 29% Um acompanhante 68 33% Dois acompanhantes 40 19% Três acompanhantes 17 8% Quatro acompanhantes 7 3% Mais de quatro 15 7% B Se é utilizador do transporte individual (carro), o que faria optar para utilizar os transportes colectivos (TC)? Melhoria da cobertura da área de residência pelo serviço de TC 38 19% Melhoria da cobertura da área envolvente à escola 11 6% Maior frequência de circulação dos TC 20 10% Melhoria do conforto e segurança das viaturas de TC 2 1% Melhoria do conforto e segurança das paragens de TC 3 2% Redução do tempo de deslocação 14 7% Maior pontualidade 11 6% Melhoria das ligações entre meios de transporte complementares 3 2% Nada me faria mudar 68 35% Outra 25 13% B Se é utilizador do transporte individual (carro), o que faria optar para utilizar os modos suaves?

8 8 de 8 Melhoria da segurança rodoviária 41 22% Ter companhia para efectuar o percurso 28 15% Criação de ciclovia 20 11% Redução do estacionamento disponível junto à escola 5 3% Estacionamento pago junto à escola 5 3% Nada me faria mudar 70 38% Outro 15 8% Número de respostas diárias

MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001

MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001 Informação à Comunicação Social 25 de Fevereiro de 2003 MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001 Deslocações entre o local de residência e o local de trabalho / estudo PORTUGAL MINISTÉRIO

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Workshop Regional U.M. BRAGA 10 ABRIL 2012 SUMÁRIO Compromissos Estudos e avaliação Intervenções Financiamento e Cooperação Institucional Desafios para Municípios COMPROMISSOS A

Leia mais

GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES

GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES Medidas Propostas Impacto no Município Plano de mobilidade sustentável para os funcionários da autarquia Formação em eco-condução para os gestores de frotas, motoristas

Leia mais

Metro Sul do Tejo. Artigo de Opinião

Metro Sul do Tejo. Artigo de Opinião Metro Sul do Tejo Artigo de Opinião Neste artigo chama-se a atenção para as ineficiências do atual sistema de transportes públicos na zona de Almada, devida à descoordenação entre as carreiras do Metro

Leia mais

Movimentos Pendulares e Organização do Território Metropolitano: Área Metropolitana de Lisboa e Área Metropolitana do Porto, 1991-2001

Movimentos Pendulares e Organização do Território Metropolitano: Área Metropolitana de Lisboa e Área Metropolitana do Porto, 1991-2001 26 de Setembro de 2003 Movimentos Pendulares e Organização do Território Metropolitano: Área Metropolitana de Lisboa e Área Metropolitana do Porto, 1991-2001 PORTUGAL A análise dos movimentos pendulares

Leia mais

What We re Doing For Cycling no município do Seixal

What We re Doing For Cycling no município do Seixal What We re Doing For Cycling no município do Seixal SEIXAL Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados e estudantes 47 800 ficam no concelho (50%) Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados

Leia mais

Transportes Sul do Tejo MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

Transportes Sul do Tejo MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Transportes Sul do Tejo MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Graça Calapez Barreiro, 22 de Outubro de 2010 HISTÓRIA A T.S.T. constitui-se a partir de um dos centros da Rodoviária Nacional. Foi privatizada em Janeiro

Leia mais

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra WORKSHOP Combustíveis e veículos alternativos Práticas correntes e futuras linhas de orientação política para o transporte de passageiros (Projecto Alter-Motive) Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Leia mais

Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010

Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010 PROCURA TURÍSTICA DOS RESIDENTES Janeiro a Dezembro de 2010 30 de Maio de 2011 Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010 Em 2010 foram realizadas cerca de 15,4 milhões

Leia mais

Probabilidade de morte (%) <5% Velocidade do veículo na colisão (km/h)

Probabilidade de morte (%) <5% Velocidade do veículo na colisão (km/h) 30 29 28 27 26 25 24 23 22 21 20 19 18 17 16 15 14 13 12 11 10 98 76 54 32 1 30 Probabilidade de morte (%) 1 0.8 0.6 0.4 0.2

Leia mais

MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO

MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO Meios de Transporte e Durações dos Percursos Casa - Trabalho MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO Deslocações pendulares de activos empregados residentes na Região Norte EDUARDO PEREIRA

Leia mais

PIDDAC Distrito de Setúbal PROPOSTAS

PIDDAC Distrito de Setúbal PROPOSTAS PIDDAC Distrito de Setúbal PROPOSTAS Acessibilidades e transportes Estudos para a extensão do Metro Sul do Tejo: 2ª Fase Corroios/Fogueteiro; 3ª Fase Fogueteiro/Seixal/Barreiro; Prolongamento até à Moita;

Leia mais

mobilis > Página 1 a 3 > Página 4 a 5 Estimado Cliente,

mobilis > Página 1 a 3 > Página 4 a 5 Estimado Cliente, Estimado Cliente, Nas próximas páginas pode consultar os horários do Mobilis e das Urbanas de Leiria, os dois serviços de transporte que compõe a rede de transportes da Cidade de Leiria. mobilis CIRCULAR

Leia mais

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00%

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00% Problemáticas Especificas e Respostas Sociais Famílias e comunidade Rendimento Social de Inserção População Beneficiária de RSI (%) Barreiro Montijo Almada Setúbal Peninsula de Setúbal Portugal Continental

Leia mais

REPOUSO OU MOVIMENTO?

REPOUSO OU MOVIMENTO? REPOUSO OU MOVIMENTO? Para a pessoa na rua o automóvel está em repouso ou em movimento? Para a pessoa na rua o comboio está em repouso ou em movimento? Para a pessoa na rua o avião está em repouso ou em

Leia mais

Plano Estratégico dos Transportes (2011-2015)

Plano Estratégico dos Transportes (2011-2015) JAN.2012 Plano Estratégico dos Transportes (2011-2015) Transportes Públicos de Passageiros Fernando Nunes da Silva Vereador da Mobilidade - Câmara Municipal de Lisboa Plano Estratégico de Transportes (2011

Leia mais

PORTAGENS AS NOVAS FRONTEIRAS DE LISBOA. Revista ACP TEMA DE CAPA ID: 27641689 01-11-2009

PORTAGENS AS NOVAS FRONTEIRAS DE LISBOA. Revista ACP TEMA DE CAPA ID: 27641689 01-11-2009 Pág: 12 Área: 19,57 x 24,59 cm² Corte: 1 de 7 CONSTITUEM-SE HOJE COMO QUE NOVAS FRONTEIRAS. EM RELAÇÃO A LISBOA, ESTÃO PERFEITAMENTE DEMARCADAS. FALAMOS DAS PORTAGENS QUE RODEIAM A CAPITAL, CONDICIONANDO

Leia mais

PARTICIPAÇÃO. Internet 665 Infomail 82 Nulos 10 Fórum 9 TOTAL 766

PARTICIPAÇÃO. Internet 665 Infomail 82 Nulos 10 Fórum 9 TOTAL 766 PARTICIPAÇÃO Internet 665 Infomail 82 Nulos 10 Fórum 9 TOTAL 766 Infomail 11% Nulos 1% Fórum 1% Internet 87% PROPOSTAS APRESENTADAS FREGUESIAS N.º PROPOSTAS Pontinha 431 Odivelas 371 Ramada 229 Famões

Leia mais

REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA.

REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA. REPOUSO, MOVIMENTO, TRAJETÓRIA, ESPAÇO, DESLOCAMENTO, RAPIDEZ MÉDIA. 1 MOVIMENTO OU REPOUSO? Quais são os corpos que estão em repouso? Quais são os corpos que estão em movimento? Para definir repouso ou

Leia mais

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª SEMANA DO MÊS SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 SUCO IOGURTE FRUTA PÃO C/ RECHEIO

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL 1ª SEMANA DO MÊS SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 SUCO IOGURTE FRUTA PÃO C/ RECHEIO AGOSTO SEGUNDA TERÇA QUARTA 31/07 QUINTA 01 SEXTA 02 PÃO C/ SEGUNDA 05 TERÇA 06 QUARTA 07 QUINTA 08 SEXTA 09 (SEM ) / ) / PÃO C/ SEGUNDA 12 TERÇA 13 QUARTA 14 QUINTA 15 SEXTA 16 PÃO COM SEGUNDA 19 TERÇA

Leia mais

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h

CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE - MADRUGADA / HORÁRIO - 06h Série Turma QUARTA QUINTA SEXTA SEGUNDA TERÇA QUARTA 28/5/2014 29/5/2014 30/5/2014 2/6/2014 3/6/2014 4/6/2014 1ª A 2ª A 3ª A Sala B 102 B 102

Leia mais

Mapa Geral dos Locais de Recolha

Mapa Geral dos Locais de Recolha Mapa Geral dos Pinhal Novo Poceirão Qta. do Anjo PALMELA Marateca SESIMBRA Castelo Quinta do Conde SETÚBAL N. Srª. da Anunciada S. Julião Stª. Maria da Graça Gambia - Pontes Santiago 6 Mercado Municipal

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES»

RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES» RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES» INDICADOR TOTAL QUE ASSINALA O ITEM (N) % NO TOTAL DE INQUIRIDOS Os espaços públicos estão limpos? 28 46% Os espaços públicos são agradáveis? 31

Leia mais

Energy for Smart Cities. Estoril, 29 de Novembro de 2012

Energy for Smart Cities. Estoril, 29 de Novembro de 2012 Smart Investments for Smart Cities Energy for Smart Cities Estoril, 29 de Novembro de 2012 Agenda Quem somos Mobilidade Ambiente O que querem os Consumidores de Mobilidade Reflexão conjunta sobre onde

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

CAPACIDADE INSTALADA NA REGIÃO DE LISBOA E VALE DO TEJO

CAPACIDADE INSTALADA NA REGIÃO DE LISBOA E VALE DO TEJO CAPACIDADE INSTALADA NA REGIÃO DE LISBOA E VALE DO TEJO NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 CRICAD ARSLVT CRICAD ARSLVT HOSPITAIS DA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA ARSLVT LISBOA NORTE (215 157) Freguesias do Concelho de Lisboa:

Leia mais

FESTAS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA ATALAIA 2011

FESTAS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA ATALAIA 2011 FESTAS EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA ATALAIA 2011 Programa SEXTA-FEIRA, 26 DE AGOSTO 19.00 horas Abertura da FESTA GRANDE com uma salva de 21 morteiros, na presença das entidades oficiais convidadas, com

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A FORMAÇÃO COM CÃO-GUIA

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA A FORMAÇÃO COM CÃO-GUIA ASSOCIAÇÃO BEIRA AGUIEIRA DE APOIO AO DEFICIENTE VISUAL ESCOLA DE CÃES GUIA PARA CEGOS MORTÁGUA Rua da Albufeira, nº. 15 - Chão de Vento - 3450-333 Sobral MRT. Telefone: 231 920978 Fax: 231 920979 Nº.

Leia mais

A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera frente ao O O por segmentos da população O O ao longo do dia O O por motivos de viagem O O por regiões d

A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera frente ao O O por segmentos da população O O ao longo do dia O O por motivos de viagem O O por regiões d 15ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA TRANSPORTE COLETIVO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO A RECUPERAÇÃO DO MODO COLETIVO FRENTE AO MODO INDIVIDUAL A A Pesquisa Origem e Destino O O se recupera

Leia mais

Metro. é o que mais agrada. Transportes públicos

Metro. é o que mais agrada. Transportes públicos é o que mais agrada O metro é um dos meios de transporte mais usados e que mais satisfaz os inquiridos. Já o autocarro desilude a elevada percentagem que o usa METRO DO PORTO A empresa que lidera na satisfação

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001 Informação à Comunicação Social 15 de Março de 22 UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 21 No terceiro trimestre de 21, cerca de um quarto das famílias portuguesas - 24%

Leia mais

CONCLUSÕES E CONTRIBUTOS DOS PARTICIPANTES NO WORKSHOP SOBRE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 28-01-2009

CONCLUSÕES E CONTRIBUTOS DOS PARTICIPANTES NO WORKSHOP SOBRE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 28-01-2009 CONCLUSÕES E CONTRIBUTOS DOS PARTICIPANTES NO WORKSHOP SOBRE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 28-01-2009 Aos alunos participantes foram colocadas de forma informal, um conjunto de questões: 1- Qual o meio de transporte

Leia mais

Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas ESTUDO QUANTITATIVO. Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas. APEME MAIO de 2008.

Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas ESTUDO QUANTITATIVO. Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas. APEME MAIO de 2008. ESTUDO QUANTITATIVO Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas Análise da Mobilidade das Famílias Portuguesas APEME MAIO de 2008 OBJECTIVOS OBJECTIVOS Com o presente estudo pretendeu-se identificar

Leia mais

Homenagem aotrabalhador Madeirense

Homenagem aotrabalhador Madeirense 2012 Homenagem aotrabalhador Madeirense Local: Avenida Sá Carneiro Horas: 09h00 Descrição: Hino da Região, junto do Monumento ao Trabalhador Madeirense, pelo Coro Juvenil da SRE - Governo Regional (GCEA).

Leia mais

A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável

A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável 15 de Fevereiro de 2011 José M. Viegas Susana Castelo Mudança de paradigma Necessidade de : 1. Revisão do modelo de Predict & Provide, já que este

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314)

RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314) RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314) INDICADORES N % do total Os espaços públicos estão limpos? 240 77,92% Os espaços públicos são agradáveis? 256 83,12% Os espaços

Leia mais

Em 50 anos a percentagem de crianças na população residente caiu para cerca de metade

Em 50 anos a percentagem de crianças na população residente caiu para cerca de metade 30 de maio de 2014 Dia Mundial da Criança 1 1 de junho Em 50 anos a percentagem de crianças na população residente caiu para cerca de metade Em 50 anos a percentagem de crianças na população residente

Leia mais

Lá vai o às do. skate.

Lá vai o às do. skate. 1) Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada abaixo e analise as afirmativas que se seguem, considerando os princípios da Mecânica Clássica. Lá vai o às do skate. Cascão, você não sabe que é

Leia mais

Resumo Ver as respostas completas

Resumo Ver as respostas completas 1 de 6 11-04-2012 16:44 respostas Resumo Ver as respostas completas Ano de escolaridade 5º Ano 3 2% 6º Ano 0 0% 7º Ano 1 1% 8º Ano 32 20% 9º Ano 37 23% 10º Ano 10 6% 11º Ano 30 19% 12º Ano 14 9% CEF 3º

Leia mais

Resultados definitivos. Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012

Resultados definitivos. Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012 Resultados definitivos Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012 Temas em Análise População Família Parque Habitacional 1 População 2 População Residente À data do momento censitário

Leia mais

Notas sobre a população Lisboa: Área Metropolitana e cidade

Notas sobre a população Lisboa: Área Metropolitana e cidade Maria João Valente Rosa* Análise Social, vol. XXXIV (153), 2000, 1045-1055 Notas sobre a Lisboa: Área Metropolitana e cidade Em Portugal, os desequilíbrios de povoamento da são por de mais evidentes. Neste

Leia mais

Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves

Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves www.cm-porto.pt 0 O que é o Civitas? CiViTAS: City + ViTA + Sustentability É um programa comunitário no

Leia mais

Painel 2 Planeamento e Criação de Cidades Saudáveis. IV Simpósio de Saúde Ambiental e a Construção de Cidades Saudáveis 19 de Novembro

Painel 2 Planeamento e Criação de Cidades Saudáveis. IV Simpósio de Saúde Ambiental e a Construção de Cidades Saudáveis 19 de Novembro IV Simpósio de Saúde Ambiental e a Construção de Cidades Saudáveis 19 de Novembro Acesso e acessibilidade aos cuidados de saúde secundários no Alto Alentejo Caso de estudo do concelho do Gavião ao hospital

Leia mais

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO:

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO: Curitiba, 2015 Daniela Facchini, Diretora de Mobilidade Urbana Cristina Albuquerque, Coordenadora de Mobilidade Urbana Mariana Barcelos, Analista de Mobilidade Urbana Desenvolvido pelo WRI Brasil Cidades

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Jogos Digitais AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Jogos Digitais AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Jogos Digitais AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 Sexo MASCULINO; 91,8% FEMININO; 8,2% MASCULINO FEMININO DE 36 A 50 ANOS; DE 25 A

Leia mais

html. Acesso em: 1 jun [Adaptado] Marque V para as afirmações verdadeiras e F para as afirmações falsas.

html. Acesso em: 1 jun [Adaptado] Marque V para as afirmações verdadeiras e F para as afirmações falsas. EXERCÍCIOS DE CARTOGRAFIA (GABARITO NO FINAL) 1. A escala é um dos atributos fundamentais de um mapa, pois estabelece a correspondência entre as distâncias representadas e as distâncias reais da superfície

Leia mais

Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha

Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha Alexandra Santos Bruno Esteves Diogo Cardoso João Megre Jorge Ribeiro Sérgio Vinha 1 No âmbito da UC Projeto FEUP vamos abordar os seguintes tópicos: Custos energéticos na viagem Porto Vila Real; Meios

Leia mais

Boas Práticas 2005. Almada -

Boas Práticas 2005. Almada - Boas Práticas 2005 Almada - Viagens a troco de lixo - Os munícipes tiveram a oportunidade de trocar materiais recicláveis como latas, garrafas, papéis ou pilhas usadas, por títulos de transporte. Esta

Leia mais

Tarefa Inquiry: O que é Velocidade?

Tarefa Inquiry: O que é Velocidade? Tarefa Inquiry: O que é Velocidade? Duração: 90 minutos "velocidade", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/velocidade [consultado em 09-12-2013].

Leia mais

INQUÉRITO AOS CANDIDATOS. Relatório dos inquéritos realizados a todos os candidatos

INQUÉRITO AOS CANDIDATOS. Relatório dos inquéritos realizados a todos os candidatos INQUÉRITO AOS CANDIDATOS Relatório dos inquéritos realizados a todos os candidatos Ano Letivo 2013/2014 Sumário 1. O Inquérito... 3 2. Caraterização dos Candidatos... 4 3. Informação Relativa à Candidatura

Leia mais

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô 12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô OBJETIVOS DO ESTUDO VERIFICAR IMPACTO DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS DO METRÔ: MUDANÇAS NOS PADRÕES DE VIAGEM

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

ÍNDICE ÍNDICE DE FIGURAS

ÍNDICE ÍNDICE DE FIGURAS SEIXAL À LUPA DIAGNÓSTICO SOCIAL DO SEIXAL CAPÍTULO 1 ENQUADRAMENTO E MOBILIDADE TERRITORIAL D IVISÃO DE A S 1 R ÇÃO O ª OCIAL EVISÃO UTUBRO 2014 ÍNDICE Índice de Figuras... 1 Ficha Técnica da 1ª Revisão

Leia mais

Training Center. Localização

Training Center. Localização Localização Este centro localiza- se no sul de Portugal (no Alentejo) e dista 190km de Lisboa e 165km de Faro. A vila onde está situado chama-se Santa Vitória e fica a apenas 30km de uma capital de districto,

Leia mais

Mobilidade Sustentável em Meio Urbano Quais as medidas para uma mobilidade sustentável?

Mobilidade Sustentável em Meio Urbano Quais as medidas para uma mobilidade sustentável? Mobilidade Sustentável em Meio Urbano Quais as medidas para uma mobilidade sustentável? MIEC Porto Novembro 2013 Grupo: 11MC01_1 Supervisor: Sara Ferreira Monitores: André Lopes Christopher Ribeiro Delcio

Leia mais

A Cidade de Lisboa e os Grandes Desafios da Mobilidade Urbana Pedro Machado, CML/DMMT

A Cidade de Lisboa e os Grandes Desafios da Mobilidade Urbana Pedro Machado, CML/DMMT A Cidade de Lisboa e os Grandes Desafios da Mobilidade Urbana Pedro Machado, CML/DMMT Enquadramento Europeu Estratégia Europa 2020 (20x20x20) Livro Branco dos Transportes Livro Verde da Mobilidade Urbana

Leia mais

o REQUERIMENTO ~ PERGUNTA r,,ti, '200 PCP~ ~., :... - ': -: >'- :.' _'-'.'_.. ",'~.. ,.

o REQUERIMENTO ~ PERGUNTA r,,ti, '200 PCP~ ~., :... - ': -: >'- :.' _'-'.'_.. ,'~.. <C,-'. '..'_. -;-.'-',:..,,--,,'-,,'.-'->,. PCP~ ~., :..... - ': -: >'- :.' _'-'.'_.. ",'~.. ,.',". o REQUERIMENTO ~ PERGUNTA Número l XI ( _~) Assunto:Situaçãodoserviçodetransportepúblicorodoviárioprestado

Leia mais

Horário dos Jogos e Avaliação do Brasileirão

Horário dos Jogos e Avaliação do Brasileirão Horário dos Jogos e Avaliação do Brasileirão Especificações Técnicas - Pesquisa Quantitativa - Datas de campo De 17 a 22 de junho de 2015 Seleção da amostra Aleatória Margem de erro 3 pontos percentuais

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA. Escolas inscritas - DRELVT 1001415 Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de D. Inês de Castro de Alcobaça Alcobaça Leiria 1001811 Escola Básica do 2º e 3º Ciclos com Secundária de D. Pedro I Escolas D. Pedro I Alcobaça

Leia mais

CONDIÇÕES DE RESERVA DO LOCAL. Para efetuar a reserva do local, deve preencher o formulário online no nosso site:

CONDIÇÕES DE RESERVA DO LOCAL. Para efetuar a reserva do local, deve preencher o formulário online no nosso site: CONDIÇÕES DE RESERVA DO LOCAL Para efetuar a reserva do local, deve preencher o formulário online no nosso site: http://www.escuteirosdedarque.pt MENU, PEDIDO DE RESERVA. Para mais informação o correio

Leia mais

JOGOS ESCOLARES MUNICIPAL CATEGORIA A E B

JOGOS ESCOLARES MUNICIPAL CATEGORIA A E B JOGOS ESCOLARES MUNICIPAL CATEGORIA A E B FORMAÇÃO GRUPO DE HANDEBOL MASCULINO CATEGORIA A FORMAÇÃO DE GRUPO HANDEBOL FEMININO CATEGORIA - A FORMAÇÃO D CHAVE - A CHAVE - B CHAVE ÚNICA I S M C I C UNIÃO

Leia mais

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: De Segunda a Sexta-feira das 8:00 às 12:30 h e das 14:00 às 20:00 h Sábado das 9:00 às 13:00 h

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: De Segunda a Sexta-feira das 8:00 às 12:30 h e das 14:00 às 20:00 h Sábado das 9:00 às 13:00 h Direcção, Telefone e Informação: 707 236 333 Águas de Moura Brejo de Canes Aldeia dos Pinheiros Brejos Algeruz Cachofarra Alpertucho Figueirinha Alto da Guerra Galápos Amieira Gambia Arrábida Lau Marateca

Leia mais

Mobilidade Reduzida: o caso do Seixal Portugal

Mobilidade Reduzida: o caso do Seixal Portugal Cidade Saudável e as Pessoas com Mobilidade Reduzida: o caso do Seixal Portugal Vitor Ribeiro Filho Vitor.f@terra.com.br Prof. Universidade Federal de Uberlândia Instituto de Geografia Pós-Doutor Universidade

Leia mais

HORÁRIO RECREAÇÃO/ESPORTES - EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL I

HORÁRIO RECREAÇÃO/ESPORTES - EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL I HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA 08h as 08h50 8h50 as 9h40 9h10 as 10h 9h40 as 10h30 10h as 10h50 10h30 as 11h20 10h50 as 11h40 1º ano 3º ano 1º ano 3º ano Infantil I Infantil I Maternal II e III Infantil

Leia mais

CONSEQUÊNCIAS ECONÓMICAS DA EXPLORAÇÃO DA REDE DE ALTA VELOCIDADE. 1. Efeitos no PIB da substituição de tráfego

CONSEQUÊNCIAS ECONÓMICAS DA EXPLORAÇÃO DA REDE DE ALTA VELOCIDADE. 1. Efeitos no PIB da substituição de tráfego UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro de Estudos Aplicados CONSEQUÊNCIAS ECONÓMICAS DA EXPLORAÇÃO DA REDE DE ALTA VELOCIDADE 1. Efeitos no PIB da substituição de tráfego Versão Final João Confraria Sónia

Leia mais

SESSÃO A Papel e alternativas do transporte para a inclusão social em meio rural

SESSÃO A Papel e alternativas do transporte para a inclusão social em meio rural Lisboa, 9.Julho.2008 5º Encontro Transportes em Revista SESSÃO A Papel e alternativas do transporte para a inclusão social em meio rural Integração de redes de transporte O caso da Remodelação do Sistema

Leia mais

O Futuro da Mobilidade. Mobilidade e os ITS: estimular a relação simbiótica

O Futuro da Mobilidade. Mobilidade e os ITS: estimular a relação simbiótica O Futuro da Mobilidade Mobilidade e os ITS: estimular a relação simbiótica 1 Mobilidade Sustentável Enquadramento Transportes Urbanos responsáveis por 40% das emissões de CO2 dos transportes rodoviários

Leia mais

EMISSÃO DE LICENÇAS ESPECIAIS DE RUÍDO A 06/05/2016

EMISSÃO DE LICENÇAS ESPECIAIS DE RUÍDO A 06/05/2016 Grupo Desportivo Estoril Praia Jogos de Futebol Centro de Treino e Formação Desportiva, Rua Dom Bosco, Estoril 12-01/31-12-2016 Dias úteis - 17:00/23:00 Sábados, Domingos e Feriados 09:00/20:00 Milha Urbana

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 20/11/2013

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 20/11/2013 QUESTÃO 0 (0,4 ) RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 6 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DATA: 0//03 PROFESSORA: TINA Qual o cubo de, sabendo que 7 : 0 7 4 3 :? o 7 7 7 : 0 7 4 3 :? = ( : 0 + 7 + 7) 3 : = =

Leia mais

Administrativa(o) RH Ermidas do Sado

Administrativa(o) RH Ermidas do Sado Administrativa(o) RH Ermidas do Sado Responsabilidades/Tarefas: Pesquisa de candidatos em diversas fontes de recrutamento/identificação de fontes; Triagem curricular/cumprindo critérios hard; Agendamendo

Leia mais

1. Exposição SEM - Edições 2007/2013 3. 2. III Caminhada Solidária Caminhar Por Uma Causa 4. 3. Dia Europeu Sem Carros - DESC 6

1. Exposição SEM - Edições 2007/2013 3. 2. III Caminhada Solidária Caminhar Por Uma Causa 4. 3. Dia Europeu Sem Carros - DESC 6 RELATÓRIO FINAL Índice Pág. 1. Exposição SEM - Edições 2007/2013 3 2. III Caminhada Solidária Caminhar Por Uma Causa 4 3. Dia Europeu Sem Carros - DESC 6 4. Campanha Eco Condução Informação e Sensibilização

Leia mais

Acessibilidade e Mobilidade ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE

Acessibilidade e Mobilidade ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE O Transporte começa quando você sai de Casa A Acessibilidade começa em Casa E o Transporte e a Acessibilidade se encontram ao sair de Casa BARREIRAS URBANAS Calçadas Ruas Passarelas

Leia mais

Ao adquirir um Produto Coimbratur está a ajudar o Serviço de Oncologia do H. Pediátrico de Coimbra

Ao adquirir um Produto Coimbratur está a ajudar o Serviço de Oncologia do H. Pediátrico de Coimbra TURISMO MÉDICO Conceito: Num mundo globalizado e altamente competitivo, o tempo passa a correr. As 24 horas do dia nunca são suficientes e o tempo que se deixa para o descanso e lazer é escasso. Há também

Leia mais

Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE

Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE Instruções: Assinale com um X a resposta que considera mais correta em relação a cada uma das perguntas. Em alguns casos a questão é de resposta múltipla.

Leia mais

REGULAMENTO. deslocações em serviço e ajudas de custo. agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO ÍNDICE

REGULAMENTO. deslocações em serviço e ajudas de custo. agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO ÍNDICE agrupamento de escolas da abelheira VIANA DO CASTELO REGULAMENTO deslocações em serviço e ajudas de custo ÍNDICE I Disposições Gerais 2 II Deslocações em serviço: modalidades 2 III Despesas de Transporte

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO SECUNDÁRIA COM 3º CICLO - 403260. Escola Secundária com 3ºCiclo Daniel Sampaio.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO SECUNDÁRIA COM 3º CICLO - 403260. Escola Secundária com 3ºCiclo Daniel Sampaio. Tal como habitualmente, irei fazer uma análise ao ranking das escolas, quer no ensino básico, quer no ensino secundário, ranking esse estabelecido de acordo com os resultados de exame nacionais dos alunos

Leia mais

Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012

Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012 Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 919 casos, gerando um

Leia mais

Lista de Candidaturas 2006/07 Cursos EFA

Lista de Candidaturas 2006/07 Cursos EFA Lista de Candidaturas 2006/07 Cursos EFA LEZÍRIA do TEJO ES/EB3 de Coruche B3 Escolar CORUCHE LEZÍRIA do TEJO ES/EB3 de Coruche B3 Escolar CORUCHE LEZÍRIA do TEJO ES Dr. Augusto César da Silva Ferreira

Leia mais

Programação do Serviço Atende para o mês de dezembro/2013

Programação do Serviço Atende para o mês de dezembro/2013 Programação do Serviço Atende para o mês de dezembro/2013 Credencial Dia da Viagem Hora ida Van ida Hora volta Van volta 2 Quarta 6:15 24120 13:00 11921 2 Total 17 Quarta 12:40 82016 16:10 82016 17 Total

Leia mais

ANEXO 1 QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 QUESTIONÁRIO ANEXOS ANEXO 1 QUESTIONÁRIO QUESTIONÁRIO GRUPO I - Dados pessoais 1 - Idade: anos 2 - Género: Masculino Feminino 3 - Ano de conclusão da formação em Serviço Social: 4 - Habilitações Literárias: 4.1 - Serviço

Leia mais

TEMOS MAIS DE 260 IMÓVEIS NO SUL DO PAÍS MARQUE JÁ A SUA VISITA HÁ OPORTUNIDADES QUE SÓ APARECEM UMA VEZ

TEMOS MAIS DE 260 IMÓVEIS NO SUL DO PAÍS MARQUE JÁ A SUA VISITA HÁ OPORTUNIDADES QUE SÓ APARECEM UMA VEZ TEMOS MAIS DE 260 IMÓVEIS NO SUL DO PAÍS MARQUE JÁ A SUA VISITA HÁ OPORTUNIDADES QUE SÓ APARECEM UMA VEZ Descubra as oportunidades Millennium bcp NO M IMÓVEIS ENCONTRA BOAS OPORTUNIDADES EM TODO O PAÍS.

Leia mais

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11.

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11. Nº: Com este questionário pretendemos ficar a conhecer-te um bocadinho melhor: os teus gostos, as tuas preferências, e recolher a tua opinião sobre alguns aspetos do teu CED. Podes responder de forma sincera

Leia mais

EDITAL N.º 41/CML/2014. (Tomada de Posição Sobre o ANTEPROJETO DE REGIME JURÍDICO DO SISTEMA DE SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS)

EDITAL N.º 41/CML/2014. (Tomada de Posição Sobre o ANTEPROJETO DE REGIME JURÍDICO DO SISTEMA DE SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS) EDITAL N.º 41/CML/2014 (Tomada de Posição Sobre o ANTEPROJETO DE REGIME JURÍDICO DO SISTEMA DE SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS) HÉLDER SOUSA SILVA, Vice-Presidente do Conselho Metropolitano

Leia mais

Curso de Especialização em Gestão Desportiva

Curso de Especialização em Gestão Desportiva Curso de Especialização em Gestão Desportiva Equipamentos e instalações desportivas Módulo 2 Calendário Dia 29 Mai Dia 4 Jun Dia 5 Jun 14-16h 16-18h 18-20h Normativas referentes às características das

Leia mais

Gestão Pública da Água e Saneamento

Gestão Pública da Água e Saneamento junho de 2015 Gestão Pública da Água e Saneamento Garante Qualidade e Tarifas Mais Baixas Gestão Pública da Água e Saneamento E o projecto de Diretiva? O que lhe aconteceu? Iniciativa e luta de cidadãos

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro. PIMT Região de Aveiro 1 16

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro. PIMT Região de Aveiro 1 16 Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes (PIMT) da Região de Aveiro 1 16 Breve enquadramento A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) decidiu desenvolver o Plano Intermunicipal de

Leia mais

Sustentabilidade nas Deslocações Casa-Escola

Sustentabilidade nas Deslocações Casa-Escola Divisão de Mobilidade e Transportes Públicos Sustentabilidade nas Deslocações Casa-Escola SEMINÁRIO. 11 e 12 Julho 2011. CASTELO BRANCO Margarida Inês de Oliveira margarida_deoliveira@cm-loures.pt TRANSPORTE

Leia mais

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Mobilidade

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Mobilidade VALNOR comemorou a Semana Europeia da Mobilidade A Mobilidade Sustentável surge como uma reflexão mundial, que se tem vindo a desenvolver nos últimos tempos, sobre a forma como nos devemos movimentar evitando

Leia mais

Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa

Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa 19 2 15 51 2 50 50 9 2 12 Valores citados em% 0 5 Sempre Délhi 9 1 5 50 5 Ocasionalmente Nunca

Leia mais

Como chegar à Xistórias

Como chegar à Xistórias Como chegar à Xistórias A fim de preservar as características naturais e culturais dos lugares das aldeias, e de envolver os participantes numa experiência única, desencorajamos a uitlização de automóveis

Leia mais

Moinho de Maré da Mourisca ao Parque Urbano de Albarquel. 25 setembro'16. Participe com a família ou amigos!

Moinho de Maré da Mourisca ao Parque Urbano de Albarquel. 25 setembro'16. Participe com a família ou amigos! DESCIDA DO RIO SADO Moinho de Maré da Mourisca ao Parque Urbano de Albarquel 25 setembro'16 Partida às 10h30 Moinho de Maré da Mourisca Participe com a família ou amigos! Inscrições gratuitas até 21 de

Leia mais

ROTINA DE AULA 2º ANO A SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA. Acolhida Desafios e enigmas. Ciências Projeto Eu tenho Atitude Sustentável.

ROTINA DE AULA 2º ANO A SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA. Acolhida Desafios e enigmas. Ciências Projeto Eu tenho Atitude Sustentável. ROTINA DE AULA 2º ANO A (07:50h às 08:40h) Geografia (07:50h às 08:40h) L. e interpretação) Geografia (Produção textual) (Experimento) (Gramática) (Ortografia) (11:20h às 12:00h) - Sonia - Luciana ROTINA

Leia mais

FICHAS DE AÇÃO ÍNDICE

FICHAS DE AÇÃO ÍNDICE FICHAS DE AÇÃO ÍNDICE SÍNTESE DAS FICHAS... 170 Governo dos Açores... 171 Ficha de Ação 1 Governo dos Açores... 171 Ficha de Ação 2 Governo dos Açores... 173 Ficha de Ação 3 Governo dos Açores... 175 Ficha

Leia mais

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA

DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA DADOS DE MERCADO 2010/2011 ALEMANHA HÓSPEDES HOTELARIA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA (NUTSII) (Fonte: INE, PORTUGAL) Hóspedes hotelaria - AM Lisboa 209.237 191.461 201.928 196.392 194.949 192.739 198.410

Leia mais

QUESTIONÁRIO 1º CICLO

QUESTIONÁRIO 1º CICLO QUESTIONÁRIO 1º CICLO Numeração do Questionário Caro(a) aluno(a) Venho convidar-te a participar num estudo sobre Gestão de tempo e Desempenho escolar no Ensino Básico. Peço-te por este motivo, que respondas

Leia mais

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO Pais/Encarregados de Educação CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia Agrupamento de Escolas de Arganil 2º/3º CEB e Secundário

Leia mais

Gestão e manutenção da ciclovia modelos para discussão

Gestão e manutenção da ciclovia modelos para discussão Gestão e manutenção da ciclovia modelos para discussão (baseado em: Introdução de um sistema de transporte alternativo para a cidade. Caso de Estudo de Lisboa ; IST, 2001-2002) As propostas de gestão e

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética - Geral

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética - Geral Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética e de QAI Transposição da Directiva Comunitária Regulamentação dos edifícios

Leia mais

Regulamento de Deslocações da Universidade da Madeira

Regulamento de Deslocações da Universidade da Madeira Regulamento de Deslocações da Universidade da Madeira A Lei nº 59/2008, de 11 de Setembro, que regula o Regime de Contrato de Trabalho em Funções Públicas, com efeitos a partir de 1 de Janeiro de 2009,

Leia mais

OPINIÃO NÚMERO DE PESSOAS PORCENTAGEM ótimo 42 bom 37 regular 10 ruim 6 não assistiram 5

OPINIÃO NÚMERO DE PESSOAS PORCENTAGEM ótimo 42 bom 37 regular 10 ruim 6 não assistiram 5 EXERCÍCIO COMPLEMENTARES - MATEMÁTICA - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - ª ETAPA ============================================================================================== 0- Assunto: Porcentagem Numa

Leia mais