PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO"

Transcrição

1 PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: C. postal 137 Telefone (084) Telefax (084) e.mail: Mossoró Rio Grande do Norte IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA: PROPAGAÇÃO DE FRUTÍFERAS CÓDIGO: DEPARTAMENTO: Ciências Vegetais SIGLA DA UNIDADE: DCV DURAÇÃO EM SEMANAS CARGA HORÁRIA SEMANAL CARGA HORÁRIA TOTAL 15 TEÓRICAS 30 PRÁTICAS 30 TOTAL 3 60 NÚMERO DE CRÉDITOS 2 1 SEMESTRE 1 o PRÉ-REQUISITOS PRÉ OU CO-REQUISITOS EMENTA Propagação das plantas: finalidade e tipos básicos; estruturas físicas e instalação: casas de vegetação, túneis plásticos, canteiros, ripados, viveiros e túneis plásticos; substratos e recipientes: tipos de substratos, aspectos físicos, químicos e biológicos dos substratos, misturas, tipos de recipientes e materiais usados para recipientes; propagação sexuada; propagação assexuada ou vegetativa: clonagem, técnica de propagação por estaquia, alporquia, mergulhia, técnica de propagação por enxertia, técnica de micropropagação; outros aspectos da propagação: legislação e aspectos legais da propagação, custo de produção de mudas, conservação e transporte de mudas, plantas matrizes e jardins clonais; tratamentos fitossanitários; pesquisas na área de propagação; montagem de experimentos em campo e avaliações. CURSOS PARA OS QUAIS É MINISTRADA 1. DOUTORADO FITOTECNIA OP MESTRADO FITOTECNIA OP (OB) =OBRIGATÓRIA (OP) = OPTATIVA Prof. Vander Mendonça Nº DA ATA DA REUNIÃO DATA DA APROVAÇÃO PRESIDENTE DO COLEGIADO DO CURSO CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - ALTERAÇÃO APROVADO PELO CONSEPE CONSEPE N O ATA: DATA: PRESIDENTE CONSEPE

2 OBJETIVOS DA DISCIPLINA A disciplina Propagação de frutíferas tem por objetivo propiciar ao aluno o conhecimento dos sistemas que envolve a propagação de espécies frutíferas e o conhecimento de vários métodos pelos quais as espécies podem ser propagadas.

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UNIDADES E ASSUNTOS 1. Propagação das Plantas Conceitos e Finalidades; 1.2. Tipos Básicos. 2. Estruturas Físicas e Instalação Casas de vegetação; Estufas; Canteiros; Ripados; Viveiros e Túneis plásticos. 3. Substratos e Recipientes Tipos de substratos; 3.2. Aspectos físicos, químicos e biológicos dos substratos; 3.3. Misturas: características e princípios para produção de misturas; 3.4. Tipos de recipientes; 3.5. Materiais usados para recipientes. 4. Cuidados no Preparo de substratos (Primeira aula prática) Propagação Sexuada Embriogênese; 5.2. Aspectos gerais da produção de sementes; 5.3. Princípios e técnicas da propagação por semente. 6. Produção de mudas sexuada (Segunda aula prática) Propagação assexuada ou vegetativa (Terceira aula prática) Utilização de clonagem; 7.2. Técnica de propagação por estaquia, alporquia, mergulhia; 7.3. Técnica de propagação por enxertia; 7.4. Estruturas especializadas de propagação. 8. Produção de mudas assexuada. (Quarta aula prática) Montagem de experimentos com propagação (sexuada ou assexuada)... (Quinta aula prática) 10. Micropropagação (Cultura de tecidos) Conceitos; Técnicas de utilização; Importância na fruticultura. 11. Outros Aspectos da Propagação Legislação aspectos legais da propagação; Custo de produção de mudas; Conservação e transporte de mudas; Plantas matrizes e jardins clonais. 12. Viagem técnica (Sexta aula prática) Tratamentos fitossanitários Seminários..,,,,,,,,,,, Apresentação dos resultados dos experimentos (Sétima aula prática)... Nº DE HORAS- AULAS 3(T) 8 (P) 3(T) 2(P)

4 BIBLIOGRAFIA CAVALCANTI JÚNIOR, A. T.; CHAVES, J. C. M. Produção de mudas de cajueiro. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, p. (Embrapa Agroindústria Tropical. Documentos, 42). CORRÊA, M. P. F.; CORREIA, D.; VELOSO, M. E. da C.; RIBEIRO, E. M.; FURTADO, G. E. de S.; ARAÚJO, C. T. de. Coeficientes técnicos para produção de mudas enxertadas de cajueiro anão precoce (Anacardium occidentale L.) em tubetes. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical p. Embrapa Agroindústria Tropical. Comunicado Técnico, 58). DANTAS, A. C. V. L.; SAMPAIO, J. M. M.; LIMA, V. P. Produção de mudas frutíferas de citrus e manga. Brasília: SENAR, p. il. (Trabalhador em viveiros; 1). FACHINELO, J. C. HOFFMANN, A. NACHTIGAL, J. C. Propagação de plantas frutíferas. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, p. HARTMANN, H. T.; KESTER, D. E.; DAVIES JUNIOR, F. T.; GENEVE, R. L. Plant propagation: principles and pratices. 7. ed. New Jersey: Prentice-Hall, p. HINOJOSA, G. F. Auxinas. In: CID, L. P. B. Introdução aos hormônios vegetais. Brasília, DF: Embrapa, p MATOS JÚNIOR, D.; NEGRI, J.D.; PIO, R.M.; POMPEU JÚNIOR, J. (editores). Citros. Campinas: IAC/FUNDAG, 2005, 929 p. MELETTI, L. M. M. Abacaxizeiro (Ananas Comosus [L.] Merril) In: MELLETI, L. M. M. Propagação de plantas tropicais, Guaíba, RS: Agropecuária, p MELETTI, L. M. M. Propagação de frutíferas tropicais. Guaíba: Agropecuária, p. PASQUAL, M.; CHALFUN, N. N. J.; RAMOS, J. D.; VALE, M. R. do; SILVA, C. R. de. Fruticultura comercial: propagação de plantas frutíferas. Lavras: UFLA/FAEPE, p. REINHARDT, D.H.; SOUZA, L.F.da S.; CABRAL, J.R.S. (organizadores) Abacaxi. Produção: Aspectos técnicos. Brasília, DF: Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia, p. il. (Frutas do Brasil; 7) SILVA, P. M.; LOPES, G. G. O. Padrões técnicos para a produção de mudas frutíferas adotadas pela Embrapa Transferência de Tecnologia-Escritório de Negócios de Petrolina. Petrolina: p. SIMÃO S. Tratado de fruticultura. Piracicaba: FEALQ, p. TEIXEIRA, L. A. J. Bananeira (Musa ssp) In: MELLETI, L. M. M. Propagação de plantas tropicais, Guaíba, RS: Agropecuária, p Periódicos: Revista Laranja, Revista Caatinga, Revista Brasileira de Fruticultura, Pesquisa Agropecuária Brasileira, Revista Ciências e Agrotecnologia, Revista Ceres, Scientia Agricola, Revista Bragantia, Revista Científica Rural, Revista Ciência Rural, Revista, Journal of American Society Horticultural Science, Journal of Horticultural Science, Hortscience, Indian Journal of Agricultural Sciences, Fruits.

5 MÉTODO E AVALIAÇÃO MÉTODO A disciplina constará de aulas expositivas, aulas práticas e uma viagem técnica para observação de viveiros com produção de mudas. Os alunos, no decorrer do curso, participarão em discussão e análise de artigos publicados em revistas cientificas sobre propagação de frutíferas. Também apresentarão um seminário individual sobre tema relativo à propagação de frutíferas e elaborarão um projeto de pesquisa em grupo que deverá ser executado no decorrer do curso, através de um experimento em campo. AVALIAÇÃO 1 a ) Unidades 1 a 6 2 a ) Unidades 7 a 13 3 a ) Apresentação de Seminários e experimento A nota final do aluno será a média aritmética das três avaliações.. Coordenador do Programa

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. Plantas Medicinais. Ciências Vegetais EMENTA

IDENTIFICAÇÃO. Plantas Medicinais. Ciências Vegetais EMENTA COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796 Telefax (084)3315.1778 e.mail: ppfsec@ufersa.edu.br

Leia mais

CAMPUS DE BOTUCATU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

CAMPUS DE BOTUCATU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DISCIPLINA: Produção de Plantas Ornamentais CURSO: Mestrado ( X ) Doutorado ( X ) DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL:

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 01/08/2008 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Fruticultura II Código da Disciplina: AGR 354 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 8 período Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a partir

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE BOTUCATU FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - IRRIGAÇÃO E DRENAGEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE BOTUCATU FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - IRRIGAÇÃO E DRENAGEM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - IRRIGAÇÃO E DRENAGEM PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DISCIPLINA: Estatística Experimental CURSO: Mestrado ( X ) Doutorado ( X ) DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL:

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO EMENTA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO EMENTA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS Francisco Pinheiro de Araújo Carlos Antonio F.Santos Everaldo Rocha Porto Embrapa Semi-Árido

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (4)3315.1796 Telefax

Leia mais

PROPAGAÇÃO DE PLANTAS HORTÍCOLAS

PROPAGAÇÃO DE PLANTAS HORTÍCOLAS PROPAGAÇÃO DE PLANTAS HORTÍCOLAS João Vitor de Oliveira Camargo (PIBIC EM/CNPq), Duane Katharine Domingos (PIBIC EM/CNPq), Isabela Kariny Ferreira (PIBIC EM/CNPq), Elisete Aparecida Fernandes Osipi (Orientadora),

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO: Departamento de Ciências da Saúde, Biológicas e Agrárias PROFESSOR: Fábio Ribeiro Pires CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina FIT480 Floricultura, Plantas Ornamentais e Paisagismo

Programa Analítico de Disciplina FIT480 Floricultura, Plantas Ornamentais e Paisagismo Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Fitotecnia - Centro de Ciências Agrárias Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS

ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS B ESTRUTURA CURRICULAR E PLANO DE ESTUDOS 1. Estabelecimento de ensino: 2. Unidade orgânica (faculdade, escola, instituto, etc.): 3. Curso: 4. Grau ou diploma: Mestrado 5. Área científica predominante

Leia mais

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL Daiane Silva Lattuada 1 ; Paulo Vitor Dutra de Souza 2 ; Mateus Pereira Gonzatto 1 ; Sérgio Francisco Schwarz 2 1 Eng. Agrônomo, mestrando no

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS PLANO DE ENSINO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS PLANO DE ENSINO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA Código: UR2024 Semestre letivo e ano em que será ministrada: 2º/2012 I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383. Semestre de oferta da disciplina: I e II

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383. Semestre de oferta da disciplina: I e II PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Olericultura Orgânica Código da Disciplina: AGR383 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: I e II Faculdade responsável: Agronomia Matriz 120 Programa em vigência

Leia mais

COLETA DE GERMOPLASMA DE CAJUEIRO COMUM EM PLANTIOS SEGREGANTES INTRODUÇÃO

COLETA DE GERMOPLASMA DE CAJUEIRO COMUM EM PLANTIOS SEGREGANTES INTRODUÇÃO COLETA DE GERMOPLASMA DE CAJUEIRO COMUM EM PLANTIOS SEGREGANTES Joquebede Bezerra Cacau 1 ; João Rodrigues de Paiva 2 ; João Ribeiro Crisóstomo 2 ; José Maurício Magalhães 3 1 Estudante de Graduação de

Leia mais

EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO EMBRAPA RECURSOS GENÉTICOS E BIOTECNOLOGIA EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO EDITAL Nº 06/2016 O Chefe Geral da Unidade Recursos Genéticos e Biotecnologia,

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Produção e Tecnologia de Sementes Código da Disciplina: AGR 271 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 6 Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR : Olericultura e Plantas Medicinais Curso: Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia Série/Período: 2015.2 Carga Horária:

Leia mais

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB Rafaelle da Silva Soares 1 ; Leonardo Cury da Silva 2 ; Paulo

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO. Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico.

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO. Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico. INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico. Autor (es): Bruna de Souza Silveira e Ana Cardoso C. F. F. De Paula

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA COMPONENTES CURRÍCULARES Código Nome Nível de Ensino 1 FTC0001 AGROECOLOGIA STRICTO

Leia mais

Critérios de Seleção para Mudança de Nível do Mestrado para o Doutorado do PPGEE/UFLA

Critérios de Seleção para Mudança de Nível do Mestrado para o Doutorado do PPGEE/UFLA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXTAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTATÍSTICA E EXPERIMENTAÇÃO AGROPECUÁRIA Caixa Postal 3037-37200-000 - LAVRAS-MG TEL: (35) 3829-1963 E-mail:

Leia mais

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx

FLO032 - Gênese, Física e Classificação do Solo- 75 h ZOO042 Metodologia Científica xxx MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA Estrutura Curricular - vigência a partir de 2008 (Alteração

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina A - Tipografia III. Docente(s) Fernanda Henriques

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso null - null. Ênfase. Disciplina A - Tipografia III. Docente(s) Fernanda Henriques Curso null - null Ênfase Identificação Disciplina 0003655A - Tipografia III Docente(s) Fernanda Henriques Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento de Design Créditos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355. Semestre de oferta da disciplina: I e II

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355. Semestre de oferta da disciplina: I e II PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Olericultura Geral Código da Disciplina: AGR 355 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: I e II Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência a partir

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EDITAL N 05/2013 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA ABERTURA

Leia mais

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA AGRONÔMICA 2010 APRESENTAÇÃO Os programas das Áreas de Concentração foram

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM. DOCENTE RESPONSÁVEL : Prof. Dr. Luiz Roberto Hernandes Bicudo

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM. DOCENTE RESPONSÁVEL : Prof. Dr. Luiz Roberto Hernandes Bicudo PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Botânica Aplicada ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina VET343 Saúde Aviária

Programa Analítico de Disciplina VET343 Saúde Aviária 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Veterinária - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 1 2

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 Primeiro 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Física 090095 1.2 Unidade: Instituto

Leia mais

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio.

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio. ENRAIZAMENTO DE ESPÉCIES SILVESTRES DE MARACUJÁ UTILIZANDO CINCO DOSES DE REGULADOR DE CRESCIMENTO AIB (ácido indolbutírico). Carolina de Faria Vaz 1 ; Marcelo Fideles Braga 1 ; Nilton Tadeu Vilela Junqueira

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO Termodinâmica I Transferências de Calor e Massa I

PROGRAMA DE ENSINO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO Termodinâmica I Transferências de Calor e Massa I PROGRAMA DE ENSINO UNIDADE UNIVERSITÁRIA: UNESP CÂMPUS DE ILHA SOLTEIRA CURSO: ENGENHARIA (Resolução UNESP nº 74/04 - Currículo: 4) HABILITAÇÃO: OPÇÃO: DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Engenharia Mecânica CÓDIGO

Leia mais

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006)

FACULDADE DE AGRONOMIA. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) FACULDADE DE AGRONOMIA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE AGRONOMIA (Adequada conforme as exigências da Resolução CNE/CES n. 1, de 2 de fevereiro de 2006) PRIMEIRO PERÍODO NDC113 Biologia Celular 72 60 - AGR151

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Agronomia Professores: José Luiz Petri petri@gegnet.com.br; petri@epagri.sc.gov.br Período/ Fase: V

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 Primeiro 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Fundamentos de Física 0090165

Leia mais

Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos de plantas

Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos de plantas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso de Graduação em Engenharia Mecânica

PLANO DE ENSINO. Curso de Graduação em Engenharia Mecânica PLANO DE ENSINO 1. CURSO Curso de Graduação em Engenharia Mecânica 2. DISCIPLINA / COMPONENTE CURRICULAR NOME: Engenharia e Sustentabilidade CARGA HORÁRIA: 40h MÓDULO OU FASE: 1 ANO / SEMESTRE: 2016/1

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Sônia Maria Alves Jorge

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Sônia Maria Alves Jorge PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MODALIDADE: (X) Bacharelado/Licenciatura (X) Licenciatura DISCIPLINA: QUÍMICA II ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA

Leia mais

Observar a característica da economia de agricultura tropical; Estudar a característica da economia extrativista mineira;

Observar a característica da economia de agricultura tropical; Estudar a característica da economia extrativista mineira; 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: IV CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: Formação Econômica do Brasil. NOME DO CURSO: Economia. 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2016 1 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Processos de Fabricação Mecânica 1640059

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 4º semestre. TURMA: Superior GestTur. EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 4º semestre. TURMA: Superior GestTur. EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: Gestão de Turismo FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura (X) tecnólogo

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR EDITAL 01/2015 INCLUSÃO Nº 11/2015 Área de Conhecimento: Gestão de Operações,Tecnologia e Inovação BAREMA PARA AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS DOS CANDIDATOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 01 1. Identificação Código 1.1 Disciplina:Física 0090095 1.2 Unidade: Instituto

Leia mais

Disciplina: Anatomia e Histologia

Disciplina: Anatomia e Histologia Curso de Graduação em Enfermagem Departamento de logia Disciplina: Anatomia e Histologia Ano: 2012 Série: 1º ano Semestre: 1º Carga Horária: 45 horas teórico-práticas Departamento: logia Coordenador: Profa.

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 005/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 171/2012, que altera o currículo do Curso de Ciências Biológicas Licenciatura para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

POLUIÇÃO AMBIENTAL. Profa. Margarita María Dueñas Orozco

POLUIÇÃO AMBIENTAL. Profa. Margarita María Dueñas Orozco POLUIÇÃO AMBIENTAL Profa. Margarita María Dueñas Orozco margarita.unir@gmail.com 2016-1 AMB30132 Poluição Ambiental Disciplina optativa 4 créditos Carga horária = 80 h 60 h teóricas 20 h práticas Pré-requisito

Leia mais

Vamos utilizar o exemplo da angiosperma da família Poaceae (o capim).

Vamos utilizar o exemplo da angiosperma da família Poaceae (o capim). Reprodução REPRODUÇÃO ASSEXUADA Vamos utilizar o exemplo da angiosperma da família Poaceae (o capim). Essa planta se dissemina com muita rapidez, e isso é devido ao seu tipo de reprodução. A reprodução

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2016 1 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Mecânica I 090052 1.2 Unidade: Instituto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 Primeiro 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: FÍSICA BÁSICA 1 090113 1.2 Unidade:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO 28/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de Licenciatura em, do Centro de

Leia mais

PLANO DE ENSINO I. JUSTIFICATIVA:

PLANO DE ENSINO I. JUSTIFICATIVA: PLANO DE ENSINO CURSO: Agronomia MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Plantas Bioativas CÓDIGO: AG-98 PROFESSOR(A): Alexandra Goede de Souza CARGA HORÁRIA SEMANAL/SEMESTRAL: 2/30 SEMESTRE/ANO: 1º/2014 SEMESTRE

Leia mais

Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência a partir do 1º semestre de Aprovada pela Resolução nº 36 CONSEPE 18/12/2009.

Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência a partir do 1º semestre de Aprovada pela Resolução nº 36 CONSEPE 18/12/2009. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Estrutura Curricular de Enfermagem Vigência

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 Primeiro 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: FÍSICA BÁSICA I 0090113 1.2 Unidade:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG ESCOLA DE QUÍMICA E ALIMENTOS EQA CURSO DE ENGENHARIA BIOQUÍMICA NORMAS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG ESCOLA DE QUÍMICA E ALIMENTOS EQA CURSO DE ENGENHARIA BIOQUÍMICA NORMAS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG ESCOLA DE QUÍMICA E ALIMENTOS EQA CURSO DE ENGENHARIA BIOQUÍMICA 1 NORMAS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O Parágrafo único do Art. 7º da Resolução CNE/CES

Leia mais

Instituto de Física Departamento de Física. Dados de identificação. Súmula. 1 of 5 04/07/ :19. Disciplina: FÍSICA I-C

Instituto de Física Departamento de Física. Dados de identificação. Súmula. 1 of 5 04/07/ :19. Disciplina: FÍSICA I-C 1 of 5 04/07/2016 22:19 Instituto de Física Departamento de Física Dados de identificação Disciplina: FÍSICA I-C Período Letivo: 2016/2 Período de Início de Validade : 2016/2 Professor Responsável: LEANDRO

Leia mais

Resolução 028/99 - CONSEPE

Resolução 028/99 - CONSEPE Resolução 028/99 - CONSEPE Aprova Regulamentação para a admissão de Professores Colaboradores para atuação no Programa Magister. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE da Fundação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1 o 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Ciência dos Materiais 0950003 1.2 Unidade:

Leia mais

Administração Administração

Administração Administração ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONÔMICAS DEPARTAMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E ZOOTECNIA FRUTICULTURA. Prof. Daniel M. Tapia T. Eng.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E ZOOTECNIA FRUTICULTURA. Prof. Daniel M. Tapia T. Eng. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E ZOOTECNIA FRUTICULTURA Prof. Daniel M. Tapia T. Eng. Agrônomo MSc PROPAGAÇÃO Sexual ou gâmica Vegetativa ou assexuada REPRODUÇÃO

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo. Ênfase. Disciplina A - Psicologia da Comunicação

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo. Ênfase. Disciplina A - Psicologia da Comunicação Curso 1102D - Comunicação Social: Radialismo Ênfase Identificação Disciplina 0003115A - Psicologia da Comunicação Docente(s) Marcela Pastana Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Psicologia

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia de Produção

Currículo do Curso de Engenharia de Produção Currículo do Curso de Engenharia de Engenheiro de ATUAÇÃO O Curso de Engenharia de da UFV visa preparar profissionais que, integrando equipes interdisciplinares e articulando fatores de diferentes naturezas

Leia mais

UENF - COORDENAÇÃO ACADÊMICA - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

UENF - COORDENAÇÃO ACADÊMICA - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF - COORDENAÇÃO ACADÊMICA - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA (PÓS-GRADUAÇÃO) IDENTIFICAÇÃO Centro CCT Laboratório LECIV Pré-requisito CIV1653

Leia mais

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS ÁREA: AGROECOLOGIA CORRENTE CORRENTE NÃO CORRENTE NÃO CORRENTE

PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS ÁREA: AGROECOLOGIA CORRENTE CORRENTE NÃO CORRENTE NÃO CORRENTE TÍTULO Ação Ambiental DISPONÍVEL NO SETOR: ACERVO/ PERGAMUM Acta Agronómica Não consta no acervo Acta Amazonica Acta Biológica Paranaense Acta Botanica Brasilica Acta Scientiarum PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 02/2009 Regulamenta os Conteúdos Curriculares Flexíveis, fixados

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina BVE100 Botânica Geral

Programa Analítico de Disciplina BVE100 Botânica Geral Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Biologia Vegetal - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em

Leia mais

A AMPLIAÇÃO DOS CULTIVOS CLONAIS E DA DEMANDA POR MUDAS DE ESPÉCIES FLORESTAIS

A AMPLIAÇÃO DOS CULTIVOS CLONAIS E DA DEMANDA POR MUDAS DE ESPÉCIES FLORESTAIS A AMPLIAÇÃO DOS CULTIVOS CLONAIS E DA DEMANDA POR MUDAS DE ESPÉCIES FLORESTAIS IvarWendling Engenheiro Florestal Pesquisador da Embrapa Florestas Chefede P&D Santa Maria, 27/05/2011 SUMÁRIO -A Embrapa

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA

PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA ISSN 0000-0000 Vol. 01 Número - 001 INFORME GOIANO Junho 2016 CIRCULAR DE PESQUISA APLICADA PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA Expediente: Autores: Editor-chefe: Aurélio Rúbio Neto Supervisora editorial:

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina A - Fotojornalismo I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina A - Fotojornalismo I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003020A - Fotojornalismo I Docente(s) Tássia Caroline Zanini Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS: São Mateus CURSO: Ciências Biológicas DEPARTAMENTO: DCAB PROFESSORES: Mônica Maria Pereira Tognella (monica.tognella@gmail.com) CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO IDEAL CAB 05705 Ecologia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA EDITAL 002/2009: SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA CAV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DE VITÓRIA CAV CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 0, de 05 de abril de 0, publicado no Diário Oficial da União nº 66, de 08 de abril de 0. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Física Básica II 0090114 1.2 Unidade:

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO EMENTA

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO EMENTA PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 1 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796 Telefax

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: Microbiologia e Imunologia DOCENTE RESPONSÁVEL : Sandra

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Sistemática Vegetal II - Fanerógamas ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2016 1 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Física II 090051 1.2 Unidade: Instituto

Leia mais

c u r s o Biotecnologia Aplicada à Agropecuária 20 a 31 de julho de 2009

c u r s o Biotecnologia Aplicada à Agropecuária 20 a 31 de julho de 2009 c u r s o Biotecnologia Aplicada à Agropecuária 20 a 31 de julho de 2009 Introdução A Biotecnologia, conceitualmente, é a união de biologia com tecnologia, é um conjunto de técnicas que utilizam os seres

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Sistemas de Informação FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( X ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 1º 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Introdução à Economia Matemática 0760.002

Leia mais

Câmpus de Bauru Plano de Ensino Curso Ênfase Identificação Disciplina Docente(s) Unidade Departamento Créditos Carga Horaria Seriação ideal

Câmpus de Bauru Plano de Ensino Curso Ênfase Identificação Disciplina Docente(s) Unidade Departamento Créditos Carga Horaria Seriação ideal Curso 2301P - Bacharelado em Design Ênfase Identificação Disciplina 0003632A - Materiais e Processos de Fabricação Docente(s) Sílvio Aparecido Verdério Júnior Unidade Faculdade de Engenharia Departamento

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina COM350 Jornalismo Esportivo

Programa Analítico de Disciplina COM350 Jornalismo Esportivo Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Comunicação Social - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA OBJETIVOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO AGR 066 CARGA HORÁRIA (CRÉDITOS) TOTAL TEÓRICA PRÁTICA 60

Leia mais

MUDAS E VIVEIROS. Aula 02 Mudas e viveiros

MUDAS E VIVEIROS. Aula 02 Mudas e viveiros MUDAS E VIVEIROS 1 1. DEFINIÇÃO: MUDA - estrutura vegetal de qualquer espécie ou cultivar, proveniente de reprodução sexuada ou assexuada convenientemente produzida e que tenha finalidade específica de

Leia mais

I disciplinas que pretende cursar ou já cursadas, incluindo aulas teóricas, teórico-práticas ou práticas, estágio de docência;

I disciplinas que pretende cursar ou já cursadas, incluindo aulas teóricas, teórico-práticas ou práticas, estágio de docência; Instrução Normativa nº 02, de 31/03/2014. Dispõe sobre a apresentação do Plano de Atividades dos alunos matriculados no Programa de Pósgraduação em Ecologia e Biodiversidade, IB, UNESP, Rio Claro. Artigo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA GERAL DE DISCIPLINA CURSOS QUE ATENDE Engenharia Civil IDENTIFICAÇÃO DEPARTAMENTO

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 5 Carga horária semanal 3 Períodos

Leia mais

CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA INTRODUÇÃO

CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA INTRODUÇÃO CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA Inez Vilar de Morais Oliveira 1, Ítalo Herbert Lucena Cavalcante 2, Danilo Franco 3, Antonio Baldo Geraldo Martins 4, Paulo

Leia mais

Premiação 10ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura. 26 de agosto de 2016

Premiação 10ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura. 26 de agosto de 2016 Premiação 10ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura 26 de agosto de 2016 Premiação Categoria Pôster Pós-Graduação Categoria: Pôster Pós-Graduação 3º lugar - Bolsista: Fabiane Pereira Machado

Leia mais

POLO REGIONAL ALTA SOROCABANA

POLO REGIONAL ALTA SOROCABANA POLO REGIONAL ALTA SOROCABANA UTILIZAÇÃO DE MUDAS ISENTAS DE VÍRUS COMO MATERIAL DE PROPAGAÇÃO PARA A CULTURA DA BATATA DOCE Área da Pesquisa: Sanidade Vegetal Pesquisadores Responsáveis: Sônia Maria Nalesso

Leia mais

I. JUSTIFICATIVA: II. EMENTA:

I. JUSTIFICATIVA: II. EMENTA: PLANO DE ENSINO 2016 CURSO: Bacharelado em Agronomia DISCIPLINA: Plantas Bioativas (AG-98) TURMA: 9ª fase SEMESTRE LETIVO: 1º / 2016 MODALIDADE: Presencial CARGA HORARIA SEMESTRAL: 30 horas PRÉ-REQUISITO:

Leia mais

V ENCONTRO NACIONAL SOBRE SUBSTRATO PARA PLANTAS Irrigação e Fertirrigação em ambientes protegidos Ilhéus,Bahia,12 a 15 de setembro de 2006

V ENCONTRO NACIONAL SOBRE SUBSTRATO PARA PLANTAS Irrigação e Fertirrigação em ambientes protegidos Ilhéus,Bahia,12 a 15 de setembro de 2006 V ENCONTRO NACIONAL SOBRE SUBSTRATO PARA PLANTAS Irrigação e Fertirrigação em ambientes protegidos Ilhéus,Bahia,12 a 15 de setembro de 2006 PRODUÇÃO DE MUDAS CITRICAS EM SUBSTRATO NO ESTADO DE SP: Um exemplo

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DAS EXIGÊNCIAS LEGAIS Art. 1º - Este regulamento estabelece regras gerais sobre as atividades relativas ao trabalho

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO

PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO Rodrigo Rizzi IDENTIFICAÇÃO Disciplina Seminários I de Engenharia Rural Professor Responsável pela Disciplina Outros Professores Envolvidos Código

Leia mais

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009)

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051) 3308-6189/3308-6225 FAX: (051) 3308-7301 e-mail:

Leia mais