Marinha Grande Reabertura do Teatro Stephens inspira Norberto Barroca Pág.18

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Marinha Grande Reabertura do Teatro Stephens inspira Norberto Barroca Pág.18"

Transcrição

1 PUBLICIDADE 15 de maio de 2014 // Quinta-feira // Semanário nn RE/MAX inn RE/MAX inn RE AV. MARQUÊS DE POMBAL 60 bilhetes grátis Na próxima segunda-feira, a partir das 10 horas, temos para oferecer aos primeiros leitores que venham à sede no REGIÃO DE LEIRIA, com um exemplar desta edição, 60 bilhetes para os concertos da Feira de Maio. Cada leitor terá direito a um bilhete, para um dos concertos, de acordo com a sua preferência e disponibilidade. Temos 15 bilhetes para cada concerto. NA ZONA CENTRO ÚNICA AGÊNCIA FORA DE LISBOA NO TOP 10 NACIONAL AVENIDA MARQUÊS DE POMBAL Nº24 R/c Esq LEIRIA telefone: Contestação Câmaras não querem vender negócio do lixo Câmaras do distrito de Leiria e concelho de Ourém recusam vender as participações que detêm nas empresas de recolha e valorização de resíduos urbanos. Criticam a avaliação que o Governo faz do negócio e temem a subida de tarifas depois da privatização. Só Ansião aprova o negócio Pág.6 Leiria Nova polémica com horário dos bares no centro histórico Pág.9 Ofertas de emprego nesta 175edição Marinha Grande Reabertura do Teatro Stephens inspira Norberto Barroca Pág.18 Farmácias Pág. 40 Classificados Pág. 45 Necrologia Pág. 47 Bichos Pág euro (IVA 6% incluído) // Diretor Francisco Rebelo dos Santos // Diretora-adjunta Patrícia Duarte // Ano LXXIX // N.º 4026 PORTE PAGO Pombal Chapéus de chuva dão cor às ruas da cidade Pág.20 Desporto Campeonato Ibérico de Frisbee sobrevoa Leiria Pág.22 PUBLICIDADE O seu concessionário Joaquim Dâmaso

2 Voz da Região Editorial Europa à deriva A campanha eleitoral para as eleições europeias está a revelar-se uma oportunidade perdida. Os diversos candidatos parecem mais preocupados com a troca permanente de acusações do que com o debate sério dos grandes problemas que obstaculizam o desenvolvimento harmonioso do velho continente. Passar ao lado do essencial é grave. Mas explica uma coisa: a Europa tem cada vez menos importância no mundo. É o espelho de países à deriva, que desconfiam uns dos outros, com políticas sociais que abandonam os cidadãos mais idosos e condenam os jovens. Sem resposta para os milhões de desempregados e sem soluções para o problema das reduzidas taxas de natalidade, a Europa não conseguirá nunca reencontrar-se com os seus cidadãos. Como os protagonistas das europeias andam distraídos com questões menores, adivinha-se uma ensurdecedora taxa de abstenção. A sabedoria popular explica o fenómeno com uma lição lapidar: quem diz o que não deve ouve o que não quer. Francisco Rebelo dos Santos Diretor A pergunta da semana A abertura dos museus aos fins de semana vai permitir dinamizar estes espaços culturais? Sim 99% Não 1% Nota: Os resultados apurados não têm qualquer valor científico, não correspondendo a qualquer sondagem ou estudo de opinião, ilustrando apenas a preferência de quem respondeu à nossa questão no site do REGIÃO DE LEIRIA na internet: Resultados até às 18 horas de terça-feira passada. Cartas dos Leitores Comemoração dos 90 anos do Colégio Nossa Senhora de Fátima Com certeza. O museu está aberto com exposição para os visitantes. Com os dias da semana há menos visitantes, é lógico que o museu aberto aos fins de semana terá, em principio, mais visitantes. João Moital diretor do Museu do Casal de Monte Redondo No dia 3 maio, o Colégio Nossa Senhora de Fátima comemorou o seu 90º aniversário, convidando as antigas alunas para um dia de festa e reencontro de todas as que passaram por esta instituição, desde a sua abertura 1924 até A calorosa receção teve início às 10h30 e, em poucos minutos, a portaria estava cheia. À nossa espera a diretora atual e a anterior com o mesmo sorriso de sempre, o mesmo timbre de voz e sobretudo com o eterno poder do seu Abraço! Após uma visita guiada às instalações seguimos para a capela. No agradecimento ao Senhor não foram esquecidas todas as alunas que frequentaram o colégio e as que já partiram para a casa do Pai. Viveram-se momentos de emoção, alegria e até comoção, impossíveis de descrever. Contudo, o ingrediente secreto que tornou a festa tão especial foi uma mistura, uma mão cheia de afetos com outra cheia de memórias! Ingredientes muito bem trabalhados pela organização do encontro, saboreados depois por todas nós, naquela que foi a nossa casa durante alguns anos. Foi um dia inesquecível! Nos finais dos anos 60 essa casa tinha uma diretora, a Madre Nazaré. Foram tempos de grande exigência na educação nos quais ela, embora muito jovem, teve de se adaptar carregando consigo o peso do cargo. Muitas recordações agradáveis e expressão de muito carinho por todas as irmãs que nos ajudaram num crescimento harmonioso em tamanho, sabedoria e Graça. Parabéns ao colégio, a todos que por lá passaram, e aos que ainda fazem parte desta comunidade educativa. Grupo de alunas do colégio A abertura aos domingos é uma medida muito positiva, mas a dinâmica dos espaços museológicos faz-se também com as boas condições de trabalho dos diferentes técnicos, a formação contínua dos educadores museais, o desenvolvimento de atividades para os diferentes públicos e recursos materiais de apoio. Genoveva Oliveira curadora e historiadora De visita a Madrid Nos dias 2 e 3 de maio, 45 alunos do ensino secundário, dos cursos profissionais Técnico de Multimédia e de Ciências e Tecnologias, da Escola Dr. Manuel Ribeiro Ferreira, acompanhados de cinco professores, tiveram a oportunidade de visitar a belíssima cidade de Madrid. No âmbito das disciplinas de História da Arte e de EMRC, foi feita uma visita ao Museu do Prado. Destaque-se a possibilidade, única para alguns, de observar grandes obras primas como as de Velasquez, Rembrandt, Goya, Caravaggio, entre outros. No segundo dia, decorreu a visita à Catedral de Santa Maria a Real de Almudena, a primeira catedral espanhola a ser consagrada por um Papa (João Paulo II). Os alunos puderam ainda contactar com alguns aspetos da cultura urbana da cidade, com destaque para a passagem pelo Estádio do Santiago Bernabéu. Em todos os aspetos, uma atividade para memória futura, tendo em conta a forma positiva como decorreu, o que muito se deve à excelência do comportamento dos alunos. Graça Grácio, adjunta do diretor do Agrupamento de Escolas de Alvaiázere Fale connosco Rua Comissão de Iniciativa, 2-A Torre Brasil, Escritório 312-3º Andar Leiria Telefone: Fax: Site: SMS: As cartas enviadas para publicação devem sempre incluir o nome, localidade e contacto do autor. Devem ainda ser acompanhadas da cópia de documento identificativo. O REGIÃO DE LEIRIA reserva-se o direito de selecionar e eventualmente reduzir os originais. Todos os direitos reservados. Interdita a reprodução, mesmo que parcial, de textos, fotografias ou ilustrações sob quaisquer meios, e para quaisquer fins, mesmo que comerciais. Diretor: Francisco Rebelo dos Santos (C.P. TE nº 421) Diretora-adjunta: Patrícia Duarte (C.P. nº 2913) Redação: Carlos S. Almeida (C.P. nº 2830), Cláudio Garcia (C.P. nº 5104), Manuel Leiria (C.P. nº 4159), Marina Guerra (C.P. nº 8516) e Martine Rainho (C.P. nº 2609) ) Fotografia: Joaquim Dâmaso (C.P. nº 5613). Correspondentes locais: Artur Ledesma (C.P. nº 2140), Cláudia Gameiro (C.P. n.º 9260) e Sandra Mesquita Ferreira (C.P. nº 8858) Cronistas: Ana Lúcia Bento, António Gordo, Carlos Silva, Cristina Barros, Graça Poças Santos, Helena Vasconcelos, Hugo Menino Aguiar, João B. Serra, João Paulo Marques, José Manuel Silva, José Vitorino Guerra, Leonor Lourenço, Rosa Pedrosa Departamento Comercial: Diretora Alda Moreira // Gestores de Cliente: João Agrela (Coordenação), Margarida Cordeiro e Maria do Carmo Rebelo Unidade de Projetos: Lúcia Silva (Direção), Gabriela Alves Departamento Gráfico: Cristina Silva (Coordenação) Paginação Vítor Pedrosa Projeto Gráfico: Nick Mrozowski Impressão: Grafedisport, S.A. Distribuição: Vasp Tiragem: exemplares por edição (tiragem média) Periodicidade: Semanário (sai à quinta-feira) Contactos: Rua Comissão de Iniciativa, 2-A Torre Brasil, Escritório 312-3º Andar, Apartado Leiria Telefone: Fax: Coordenadas GPS N W Propriedade: Empresa Jornalística Região de Leiria, Lda. Contribuinte Nº ; Capital Social euros; Detentores de mais de 10% do capital: Lena Comunicação SGPS, S.A., António Barroca Rodrigues e Joaquim Barroca Rodrigues. Depósito Legal Nº Título registado no ICS sob o nº Gerência: Francisco Rebelo dos Santos, Joaquim Paulo Cordeiro da Conceição e Paulo Miguel Gonçalves da Silva Reis. Diretora Geral: Ângela Gil Serviços Administrativos e Financeiros: Catarina Branquinho Serviços de Sistemas de Informação: Hugo Monteiro Membro de: Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação Associação Portuguesa de Imprensa 2 Região de Leiria 15 maio, 2014

3 Retificação regiaodeleiria.pt Espero que haja mais visitantes. Sabemos que durante o verão há sempre mais visitantes em todos os museus ou espaços similares, até durante a semana. Desejável é que o horário do Castelo se estenda aos restantes espaços e durante todo o ano. Não consigo falar de dinamização em poucos carateres... João dos Santos artista plástico e professor na ESD.CR Fita especial Absolutamente. Aos fins de semana, é quando as pessoas têm mais tempo para ver as exposições. É preciso ter cuidado com os horários porque não têm sido muito viáveis. Ao haver novos horário e nova gestão, é indispensável. Luísa Alberto galerista da Galeria Quattro Fotodenúncia Pergunta da próxima semana Um grupo de moradores do centro histórico de Leiria exige o encerramento dos bares à meia-noite. Concorda? Na última edição, ao noticiar o II Encontro de Pais da APPDA- Leiria, a realizar dia 17 de maio, às 15 horas, na sede do Instituto Politécnico de Leiria, o REGIÃO DE LEIRIA deixou cair por lapso o nome de Arlete Crisóstomo, pediatra do Desenvolvimento e uma das oradoras convidadas. Já na notícia relativa à constituição da nova comissão administrativa da Associação de Cultura e Desporto - Meia Maratona Internacional da Nazaré, referimos que a prova decorre em agosto, quando, na verdade, realiza-se no mês de novembro. Aos visados e aos leitores, apresentamos um pedido de desculpas. Pode ver na net e não está na edição em papel Jovens reclusos de Leiria preparam ópera Don Giovanni até 2016 (vídeo) V Fórum Emprego e Formação (vídeo e fotogaleria) Descubra nas ruas de Leiria A rota de um crime (fotogaleria) Garraiada Académica de Leiria animou estudantes (vídeo) Comentários na net Com o tempo quente, nem todos vão para a praia. Os que ficam e para os turistas seria bom. Maria Lucinda Martins, via Facebook. em resposta à Pergunta da Semana Recentemente deste-me uma fita de final de curso para eu escrever. Confesso que não te conhecia muito bem, o que me deixou sem coisas para eu escrever. Aproveitei e decidi conhecer-te de forma a que pudesse escrever algo com sentido, não só para ti, mas também para mim. Não demorei muito tempo para conhecer o que gostava em ti, e as sem coisas que eu tinha para escrever passaram a ser cem coisas que eu podia escrever, pois eu sabia que tu iria gostar do que irias ler. Não tive medo do que escrevi. Só tive foi receio que o meu texto não coubesse numa fita que, outrora tão grande, era agora tão pequena. A caneta era outro problema que eu tinha entre mãos. Queria que, o que eu escrevesse, persistisse naquela fita para sempre. Após a escrita estar feita, a fita foi-te entregue. O texto, esse ficou guardado para sempre numa fita que só tu irás mostrar a quem tu quiseres ou, quem sabe, guardar secretamente para ti de tão especial que é. Carlos Luso SMS Envie-nos as suas opiniões por SMS para o número de telemóvel A mensagem deve incluir o nome e a localidade, sendo publicada na edição seguinte. É que a sua opinião conta! Leiria O equipamento colocado ao longo do Polis não tem resistido ao uso nem ao vandalismo. A segunda roda que atraía, no parque da cidade, a curiosidade de muitos passantes partiu na segunda-feira. O parque ficou um pouco mais pobre, apesar dos esforços para torná-lo mais aprazível. Dado as pessoas terem mais tempo para a família e lazer, penso que sim. André Pereira, idem Esta questão nem havia de ser levantada dada a sua objetividade na resposta, uma vez que são nestes dias que as pessoas têm mais disponibilidade para passear em família, logo têm mais prédisposição para visitar estes sítios. Lisa Silva, idem Acho que sim e é uma forma de darmos a conhecer a nossa cidade. Sílvia Fernandes, idem Muito lindo... E quem tem que lá estar a trabalhar não tem família também? Manuela Carreira Carreira, idem Os cinco artigos mais lidos 01 Bilhetes à venda para Silence 4, Xutos & Pontapés e restantes concertos da Feira de Maio 02 Programa da Feira de Maio de Leiria Vítimas de acidente entre autocarro e ambulância em Ourém tiveram alta Saindo eu do parque de um conhecido supermercado na zona, na rotunda dos Bombeiros Voluntários de Leiria, vejo com espanto um casal a dar voltas e voltas na rotunda sem saber que direção tomar. E porquê? Porque não existe uma placa de sinalização que indique Leiria, Marrazes ou Gândara. Ninguém vê? Para nós é fácil porque conhecemos. Fernando Silva, Marrazes, Leiria 04 GNR apreende material furtado em Carreira 05 Circuito Mob.Tour vai servir turistas e espaços culturais em Leiria 15 maio, 2014 Região de Leiria 3

4 Visto Leiria Centenas de bailarinos de todo o país pisaram - ou sobrevoaram, como na fotografia - o palco do Teatro José Lúcio da Silva. O Leiria Dance Competition voltou a oferecer a Leiria uma intensa maratona de dança, com muitos talentos maiores de 5 anos a mostrarem o que valem hoje e o potencial futuro, em coreografias de vários estilos. No final, sobraram as emoções: desilusão para uns, euforia de muitos, temperando uma gala final que contou com várias atuações, com destaque para as performances de Rolando Sarabia e Venus Villa e do Quorum Ballet Foto: Sérgio Claro/ IMAGEREPORTER 4 Região de Leiria 15 maio, 2014

5 Notícias desta semana 14 Leiria. Comissão de Proteção de Dados chumba projeto de videovigilância em Leiria 18 Marinha Grande. Abertura da Casa da Cultura adiada para o outono 19 Porto de Mós. Tecnologia exporta Batalha de São Jorge para Leiria 21 Nazaré. Grupo internacional quer investir 750 milhões no concelho e criar mil postos de trabalho 23 Desporto. Atlético Ouriense precisa de uma vitória para se sagrar bicampeão nacional de futebol feminino 35 Mercado. Gosimat investe dois milhões de euros numa nova fábrica em Leiria 38 Saúde. Sumos Detox podem ser benéficos desde que integrados numa alimentação equilibrada Região 52 Cultura. CDM Dancers vão representar região centro em campeonato nacional de dança no MEO Arena V FÓRUM EMPREGO E FORMAÇÃO ORGANIZAÇÃO O semanário REGIÃO DE LEIRIA agradece a todos os expositores, participantes e oradores no V Fórum Emprego e Formação. Um agradecimento especial para o Colégio João de Barros, Federação das Associações Juvenis do Distrito de Leiria, Orfeão de Leiria, PSP, Rádio 94FM, Câmara Municipal de Leiria, Tum Acanénica Tuna mista da ESECS, Trovantina Tuna masculina do IPLeiria e aos alunos dos cursos profissionais de Técnico de Turismo e Operador de Fotografia do Agrupamento de Escolas da Batalha que tornaram possível a realização do V Fórum de Emprego e Formação. Obrigado! PUBLICIDADE 15 maio, 2014 Região de Leiria 5

6 Panorama Autarcas recusam sair do negócio do lixo em defesa do interesse das populações Consenso A esmagadora maioria dos municípios da região rejeitou vender a sua participação nas empresas de tratamento de resíduos. Querem continuar dentro do sistema para lutar pelos interesses dos munícipes Sandra Mesquita Ferreira Quem vai pagar a venda das participações do Estado são os cidadãos. O alerta é do presidente da Câmara de Pombal, Diogo Mateus, um dos 16 autarcas da região que rejeitou alienar o capital municipal dos serviços de tratamento e valorização de resíduos, no âmbito da privatização da Empresa Geral do Fomento (EGF). O processo, contestam os autarcas, é pouco claro e vai resultar no aumento das tarifas para o consumidor. Ainda há uma série de incógnitas, mas vai-se implementar um modelo que tem na génese o gás e a eletricidade. E o que é facto é que estes dois serviços têm subido permanentemente os preços dos tarifários, denuncia António Lucas, que apresentou à Assembleia Municipal da Batalha uma moção (já aprovada) contra a alienação do capital na Valorlis. A privatização da EGF - empresa que gere os sistemas multimunicipais para o tratamento e valorização de resíduos foi aprovada pelo Governo a 30 de janeiro. E prevê que o futuro comprador possa adquirir também as participações dos municípios nos vários subsistemas existentes no país. Na região, as autarquias estão distribuídas por três estruturas: Valorlis, Valorsul e ERSUC. Porém, apenas o município de Ansião que integra a ERSUC aprovou a alienação do capital (ver texto ao lado). As restantes câmaras mantiveram as suas posições, para continuar a ter voz ativa no conselho geral das estruturas regionais - caso vendessem, seriam relegadas para um conselho consultivo. Não fazia sentido alienar porque não havia garantia de salvaguarda dos tarifários, diz o presidente da Câmara de Leiria, Raul Castro. Atravessamos períodos difíceis e o poderíamos obter receita com a venda das ações. Mas alhearmo-nos do problema não traz vantagens, nota por sua vez, Jorge Abreu, presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos. Faltou diálogo e frontalidade neste processo, aponta. As incertezas quanto ao futuro são o principal motivo de desconfiança da parte dos municípios. Os dados sobre o tarifário a aplicar, por exemplo, são muito vagos e mesmo os especialistas da área têm opiniões divergentes, crítica António Lucas. Já Diogo Mateus lembra que os resultados que as empresas privadas procuram não são aqueles que as autarquias têm atualmente e que, de acordo com o caderno de encargos, a empresa que comprar a EGF terá de fazer uma série de investimentos que, naturalmente, quererá recuperar o que poderá potenciar o aumento das tarifas. Autarquias têm posição minoritária Porém, o facto de as autarquias manterem o seu capital na Valorlis, Valorsul e ERSUC não traz alterações imediatas ao processo. Uma vez que a EGF é acionista maioritária dos subsistemas multimunicipais, será dela ou dos privados que vierem a adquiri-la a palavra final quanto ao rumo do sistema. A manutenção da maioria Parece-me evidente que, nos moldes atuais, quem quiser retirar valor de capital dificilmente tem outra opção que não o aumento dos preços. Quem vai pagar a privatização são os cidadãos Diogo Mateus presidente da Câmara de Pombal 6 Região de Leiria 15 maio, 2014

7 Região // Panorama Acho que o Governo se devia preocupar com outras coisas. Não vale a pena mexer naquilo que está a funcionar bem. Isto é uma humilhação à autonomia dos municípios, vamos utilizar todos os meios para contestar António José Correia Presidente da Câmara de Peniche Números a reter 10 fixado 51 A Empresa Geral do Fomento detém 51% das ações da Valorlis, Valorsul e ERSUC. O que significa que, mesmo optando por não vender o seu capital, os municípios não têm maioria na sociedade e as suas opiniões serão sempre secundarizadas 3A recolha e tratamento de lixo na região é realizada por três empresas: Valorlis (nos concelhos de Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto Mós), ERSUC (no norte do distrito) e Valorsul (nos concelhos do sul) da EGF foi acautelada pelo Estado, que negou aos municípios a possibilidade de comprarem ações da empresa. Essa é, aliás, outra das críticas dos autarcas. Porque é que o Estado não optou por fazer negócio com os municípios, que já estão no sector e sabem dele, e preferiu entregá-lo terceiros, desconhecidos?, questiona Diogo Mateus. O presidente da Câmara de Peniche, António José Correia, responde: o Governo quer pôr na mão dos privados aquilo que dá dinheiro. O autarca assumese ideologicamente contra o processo de privatização e promete utilizar todos os meios para o contestar. Penso que isto vai para os tribunais e pode chegar até ao tribunal europeu, afirma, garantindo que os municípios do Oeste estão unidos e solidários. Os municípios que decidissem alienar as ações da Valorlis recebiam 10,458 por cada ação. O valor é superior ao valor nominal das ações, em cinco euros Ansião vai receber 113,882 euros pelas ações que detém na ERSUC, e que agora decidiu alienar. É o único município da região a optar pela venda Pombal arrecadou, este ano. cerca de euros, relativos a dividendos da sua presença na Valorlis. Mas Diogo Mateus frisa que a autarquia de Pombal não tem interesse na remuneração, mas sim em garantir aos cidadãos um serviço de qualidade A Câmara de Ansião foi a única na região a optar pela venda do capital que detém na ERSUC - Resíduos Sólidos do Centro S.A. Parece-nos uma boa oportunidade, avalia o presidente da autarquia, Rui Rocha, que conseguiu um encaixe financeiro de 113,882 euros. As ações da Ersuc têm um valor monetário de cinco euros, mas através deste processo o município de Ansião pôde vendê-las por 10,557 euros. É uma valoração significativa, importante e interessante, até porque a autarquia está em processo de ajustamento financeiro e esta é uma possibilidade de receita extraordinária, nota Rui Rocha. Independentemente do valor real das ações que alguns autarcas dizem ser bastante superior ao que foi 19,4 Leiria detém 19,4% das ações da Valorlis. É, a seguir à Empresa Geral do Fomento, a entidade com mais peso dentro da sociedade e poderia receber 796 mil euros caso optasse por alienar a sua parte 200 Apesar de o Governo não ter revelado o valor do negócio de privatização da EGF, a verba arrecadada servirá para diminuir a dívida de 200 milhões de euros da Águas de Portugal Ansião aproveitou oportunidade de receita proposto no âmbito do processo Rui Rocha entende que esta é a fase em que os municípios podem fazer um negócio mais lucrativo. No futuro, quem for detentor de 51% do capital nunca vai querer comprar a preço mais alto, defende. Quanto aos receios dos autarcas quanto ao aumento de tarifas e à forma como o processo está a ser conduzido, Rui Rocha entende que pouco há a fazer. Não havendo a possibilidade de colocar em causa a maioria detida pela EGF, a nossa presença é residual, nota, dando como exemplo a experiência nas Águas do Mondego onde, apesar da contestação dos municípios, as tarifas foram aumentadas. Não estou a ver de que forma é que os municípios poderão condicionar o processo, afirma. Pontos da discórdia Tarifas É o principal motivo de contestação dos autarcas. A privatização da Empresa Geral de Fomento (EGF) poderá resultar no aumento das tarifas cobradas ao consumidor. Agora sabemos como é que as tarifas são calculadas, mas com o novo modelo isso não é tão percetível, aponta António Lucas. Enquanto atualmente as tarifas são definidas por cada subsistema de acordo com o número de municípios abrangidos e toneladas de resíduos recolhidos após a privatização deverá ser instituída uma tarifa única que permita ao comprador da EGF recolher retorno do investimento Municípios à margem O processo deixa pouca margem de manobra às autarquias, que estão impedidas de comprar ações à EGF (que assim tem salvaguardada a maioria e capacidade de decisão nos diversos subsistemas). Caso vendam as suas ações, os municípios passam a estar representados apenas no conselho consultivo da empresa, perdendo força no processo de negociação de novas tarifas, por exemplo Preço de venda Alguns autarcas contestam o preço proposto para a alienação de ações, considerando-o demasiado baixo. No caso da Valorlis, a ser vendida a totalidade do capital, o Estado e autarquias receberiam cerca de 4 milhões de euros. Um valor que seria ultrapassado em poucos anos com os lucros da empresa, nota António Lucas. E acrescenta: só nos últimos cinco anos foram investidos 20 milhões de euros na Valorlis. Ambiente A Quercus receia o impacto ambiental da privatização, alertando para o risco de o privado que vier a adquirir a EGF não respeitar os objetivos de reciclagem e normas ambientais em vigor Funcionários O Sindicato de Trabalhadores da Administração Pública teme que haja despedimentos após a privatização e já apresentou uma petição contra o processo 15 maio, 2014 Região de Leiria 7

8 Região // Panorama Ruas do centro histórico de Pombal estão cobertas por centenas de guarda-chuvas coloridos Foto: Joana Areia 02 Utentes de lares 03 e instituições de solidariedade social do concelho criaram perucas, inspiradas na época do Marquês de Pombal Foto: Município de Pombal Chapéus há muitos e Pombal foi o primeiro a fabricá-los No mês em que se assinala a morte do Marquês de Pombal, o município cobriu as ruas de chapéus coloridos. Objetivo: recordar que foi ali que nasceu a primeira fábrica de chapelaria fina portuguesa Sandra Mesquita Ferreira Em finais do século XVIII, eram frequentes as descargas de pele de coelho e de lebre em Pombal. O motivo? Era esta a matéria-prima principal da Real Fábrica de Chapéus da Gramela a primeira indústria de chapelaria fina a abrir portas em Portugal. Até ao final do verão, a Câmara de Pombal recorda a importância da fábrica para o concelho, com uma exposição de guardachuvas que transformou a zona histórica da cidade num imenso céu colorido. Os chapéus que cobrem as ruas foram trabalhados pelos utentes dos lares do município. A cada instituição foram entregues 150 guarda-chuvas e um desafio: que os utentes puxassem pela imaginação e transformassem os chapéus, evocando as sombrinhas usadas pela corte durante a monarquia. Mas não eram essas sombrinhas que Pombal produzia no século XVIII. A fábrica da Gramela que iniciou atividade a 24 de março de 1759, por iniciativa do Marquês de Pombal produzia chapéus masculinos, usados pela população de estatuto social elevado. A Real Fábrica de Chapéus teve uma inegável importância para a nação e para Pombal, tendo atraído a esta região pessoas oriundas de diversas partes do país e do estrangeiro, assegura a diretora do Museu Marquês de Pombal, Cidália Botas. É que, a partir de 1759, acorreram a Pombal mestres (vindos do estrangeiro) e aprendizes, oriundos um pouco de todo o reino. A unidade esteve na vanguarda do ensino profissional. A fábrica mantinha 25 aprendizes, que cumpriam um período de aprendizagem obrigatória na arte de chapelaria, de cerca de cinco anos explica Cidália Botas, acrescentando que, depois de realizarem um exame para obtenção da carta de mestre chapeleiro, os aprendizes podiam estabelecer-se por conta própria A abertura da fábrica fazia parte da estratégica do Marquês de Pombal para combater a crise económica que assolava o país naquela época. A partir do exemplo de Pombal e da formação que ali era ministrada, Sebastião José de Carvalho e Melo esperava ver nascer outras indústrias de manufatura, em diferentes pontos do país. O projeto funcionou. Tanto que em 1767, e perante a escassez de matéria-prima, o rei emitiu um alvará em que proibia a saída de Portugal de peles de coelho e de lebre. Três anos depois, foi ainda interdita a entrada de chapéus estrangeiros no reino, ao mesmo tempo que se abriam facilidades à exportação. Porém, o período de prosperidade não terá durado muito. De acordo com Cidália Botas, não se sabe ao certo até quando a fábrica funcionou, mas em 1814 [36 anos após a queda do governo pombalino] ela já não constava o Inquérito de Fábricas do Reino. Hoje, resta-nos um céu de guardachuvas coloridos. Exposição até junho É uma exposição De se lhe tirar o chapéu. A partir do próximo sábado, o Centro Cultural de Pombal (no Celeiro do Marquês), acolhe uma mostra que reúne cerca de 120 ilustrações de chapéus, elaboradas por 43 ilustradores. A exposição é mais uma das atividades promovidas pelo município no âmbito da iniciativa Maio, mês do Marquês, que pretende assinalar a efeméride da morte de Sebastião José Carvalho e Melo. Além de chapéus (no centro cultural, em ilustração, e em tamanho real, nas ruas que dão acesso ao Celeiro do Marquês) há ainda para ver uma exposição de perucas outro dos símbolos de riqueza no período pombalino. Os modelos construídos por utentes dos lares do concelho estão espalhados pelas lojas de comércio tradicional da cidade, até 30 de junho. 8 Região de Leiria 15 maio, 2014

9 Região // Panorama PUBLICIDADE Câmara de Leiria promete reforçar as inspeções com a PSP Foto de arquivo Moradores querem bares encerrados à meia-noite A Nutriente - Nutrição e Bem-estar é um espaço que visa a promoção da sua saúde e do seu bem estar, através de uma alimentação saudável. Adquira hábitos alimentares que lhe permitam alcançar os seus objetivos e mantê-los a longo prazo. Os nossos serviços... Cerca de uma centena e meia de moradores e comerciantes do centro histórico exigem que a Câmara de Leiria limite o funcionamento dos bares até à meia noite, todos os dias da semana. Terçafeira, um grupo de moradores entregou na reunião do executivo um abaixo-assinado, com 144 assinaturas, para reclamar a alteração ao regulamento que permite que os bares funcionem até às duas da manhã. Apontando o dedo aos vários executivos que vêm licenciando inúmeros bares no centro da cidade sem terem em conta os moradores, os signatários insistem que a sua proliferação torna impossível a tranquilidade, a segurança e o repouso dos cidadãos residentes. Queixam-se do som em altos berros e reclamam medidas urgentes para que seja garantido o descanso a que têm direito. Alegando falta de controlo quer do número, quer da qualidade dos bares, os peticionários têm denunciado, com frequência à PSP, situações de vandalismo, tentativas de assaltos, barulho excessivo, comportamentos impróprios em público e, em algumas situações, comportamentos obscenos e atentatórios da moral pública. Não são bares, são postos de abastecimento de todo o tipo de álcool para a rua, frisam, referindo que a maioria dos bares não disponibiliza as suas instalações sanitárias para os seus clientes, que fazem das ruas paralelas e perpendiculares, autênticas latrinas do século XXl. Moradores e comerciantes recordam por outro lado que o regulamento de funcionamento dos estabelecimentos de venda ao público estipula que os horários dos bares não podem afetar a segurança, a tranquilidade e o repouso dos cidadãos residentes, além de admitir a restrição dos limites de horários quando estejam em causa razões de segurança ou de proteção da qualidade de vida dos cidadãos. Além da alteração de horários, os moradores pedem a imediata remoção de esplanadas, balcões temporários, colunas de som, e outros equipamentos que não se encontrem devidamente licenciadas. Não vamos embora Não queremos guerra, mas não vamos embora. Não vamos cruzar os braços se as coisas não acalmarem, garantiu ainda Fernanda Sobreira, em representação dos signatários, ela que vive no centro histórico de Leiria há 66 anos e garante não defender o encerramento dos bares. Mas tenho o direito a estar na minha varanda e a entrar e sair de casa sem ser insultada, concluiu. Afirmando-se preocupado com a situação, Raul Castro, presidente da Câmara, deu Existe uma guerrilha permanente entre o funcionamento dos bares e os moradores (...). Já estamos numa fase de represálias para com moradores e proprietários do comércio tradicional (...). Este conflito tem de acabar Abaixo-assinado conta de várias ações inspetivas efetuadas nas últimas semanas pela autarquia no sentido de assegurar o cumprimento das regras. As ações, em que participaram também vereadores e a PSP, já produziram efeitos, revelou, tendo um dos bares já fechado portas. Raul Castro lembrou contudo que a Câmara não é a única entidade com competência nesta matéria, e que a responsabilidade de manter a ordem pública é da PSP. Prometendo transmitir aquelas preocupações à PSP, insiste que o problema maior decorre do comportamento das pessoas na rua, onde só a polícia pode atuar. MR Consulta de Nutrição Nutricoaching Emagrecimento Crianças Desportistas Diabetes e Saúde Cardiovascular Alimentação Saudável Acompanhamento da Grávida Consulta de Nutrição Preparação para o Parto Reabilitação Pós-Parto Alimentação no 1º Ano de Vida Tratamentos Massagem de Relaxamento Drenagem Linfática Manual Reabilitação Pós-Mastectomia Exercício PNF-Chi Workshops 21 maio - Alimentação na gravidez 26 maio - Nutricoaching (apresentação da nova abordagem de nutrição) Contactos: Av. Marquês de Pombal, Nº 460, Escritório Leiria 15 maio, 2014 Região de Leiria 9

10 40 anos de vida em democracia Painéis de São Vicente, reinterpretados pelo caricaturista António, estão patentes na Casa Museu João Soares, em Cortes, Leiria Foto: Joaquim Dâmaso Rostos do país saído de Abril de 1974 Exposição Em Cortes (Leiria) e em Lisboa, a Fundação Mário Soares mostra painéis do século XV, reinterpretados por caricaturista. De Cunhal a Freitas, estão todos no retrato que até tem figuras do distrito Se é possível condensar numa só imagem os protagonistas da revolução de abril e do regime democrático que imediatamente lhe sucedeu, então esta imagem é a melhor prova disso. Antes de mais, aconselha-se um olhar atento, em jeito de desafio Onde está o Wally?, mas com um grau de dificuldade maior, pois cada rosto conta uma ou mais histórias da democracia lusa. Se porventura tiver oportunidade, não deixe de passar pela Casa Museu João Soares, em Cortes, Leiria. Aí encontra exposta esta mesma imagem numa dimensão mais bastante mais generosa. E o exercício é simples: olhar cada um dos retratados, levando em conta que cada um teve papel de relevo no processo de democratização da sociedade portuguesa no último quartel do século XX. Antes de entrarmos em detalhe sobre a origem da imagem, deixa-se o desafio: há mais do que uma figura natural do distrito de Leiria aí retratada. Consegue descobri-las? Já lá vamos. Para já, o essencial: que imagem é esta? Pois bem, trata-se de uma reinterpretação dos seis painéis de São Vicente do pintor Nuno Gonçalves, feita pelo caricaturista António. Se há meio milénio, os painéis funcionam como uma galeria coletiva de retratos dos grandes vultos da corte de D. Afonso V, envolvido no processo das Descobertas marítimas e na expansão no Magrebe, agora assentam nas figuras de abril. A pintura original integrava sessenta figuras em tamanho quase natural, Há personalidades do distrito que ficaram ligadas à história da jovem democracia lusa. E é possível identificálas nos painéis reinterpretados. Aceita o desafio de as encontrar? sendo visualizada em seis tábuas. A reinterpretação, pela mão do caricaturista, surge agora com uma divisão central: Pus civis de um lado, militares do outro, e o Eanes é bivalente, está do lado civil e militar como aconteceu na prática, explicou a caricaturista em declarações ao semanário Expresso, aquando da inauguração da exposição Rostos de Abril, na Fundação Mário Soares, em Lisboa, da qual a versão 2.0 dos painéis é parte integrante. Painéis reinventados O formato dos painéis foi, por sua vez, idealizado por Alfredo Caldeira, diretor dos arquivos da Fundação. Mário Soares, Álvaro Cunhal e Freitas do Amaral, são apenas algumas das figuras centrais facilmente identificáveis, junto a Ramalho Eanes. Mas há mais, bastante mais: Jorge Sampaio, Medina Carreira, Otelo Saraiva de Carvalho ou Sá Carneiro, também estão entre os retratados nestes painéis em forma de caricatura, originalmente publica- 10 Região de Leiria 15 maio, 2014

11 Região // 40 anos de vida em democracia PARCEIROS INSTITUCIONAIS APOIO Arquivo Distrital de Leiria Arquivos expõem a aversão ao livre pensamento em Leiria dos no Diário de Notícias em junho de Importa ainda sublinhar que a mostra em Lisboa e nas Cortes - conta igualmente com dezenas de fotografias do fotojornalista Carlos Gil, já falecido. Regressando aos painéis, na exposição original encontrará legendas que permitem facilitar o processo de identificação. Quanto ao leitor, resta-lhe aguçar o apetite com a imagem em papel e fazer uma visita à exposição para poder identificar cada uma das sessenta personagens. Quanto às personalida- des do distrito que figuram nesta imensa caricatura? Pois bem, um pouco acima de Ramalho Eanes, no painel dos militares, pode encontrar Vítor Crespo, militar, membro do MFA, ex-ministro da Cooperação no VI Governo Provisório, natural de Porto de Mós. E Vasco da Gama Fernandes, advogado, primeiro presidente da Assembleia da República, e que passou boa parte da sua vida em Leiria, também pode ser encontrado, bem perto de Ramalho Eanes. Haverá mais? Cumpre-lhe descobrir.csa 60 De políticos a militares, com Ramalho Eanes como figura central, esta caricatura de António Antunes, reúne seis dezenas de rostos de protagonistas da democracia portuguesa saída da Revolução dos Cravos Jorge Amado, escritor brasileiro, tinha apenas 24 anos quando escreveu Mar Morto. Nessa altura, o Estado Novo, em Portugal, navegava na primeira década de opressão. Mas muitos anos mais tarde, distribuir aquela obra literária, em Leiria, motivava a ação das autoridades. Talvez porque a obra que contava as histórias do cais da Bahia, também trazia dentro de si uma mensagem contra o marasmo, a opressão. Talvez por isso. Esta é outra face da Revolução de Abril, que está patente nos arquivos da Fundação Mário Soares. O certo é que na década de sessenta do século passado, em vários pontos de venda em Leiria, o livro foi apreendido. Esse, e muitos outros. A 13 de agosto de 1965, o guarda número 137 da PSP, apreendeu, em conformidade com uma circular confidencial da PIDE, um exemplar daquela obra na Papelaria Martins, em Leiria, propriedade de Carlos Alberto Martins. Isso mesmo pode ser conferido nos arquivos online da Fundação Mário Soares (casacomum. net). O espólio da fundação inclui muitos outros autos de apreensão, semelhantes, também em Leiria. Foi o caso de uma outra ação do género, visando aquela mesma obra na tabacaria e livraria junto da sucursal da empresa de camionagem Claras em Leiria. Para além do proibido livro de Jorge Amado, a PIDE deitou mão a outras obras de cariz mais apimentado: Sexo Perguntas e Respostas, de Fred Brown e Rudolf T. Kempton, é apenas um exemplo. Foi em outubro de 1967, no estabelecimento de António de Sousa Carvalho. No mês seguinte, a PIDE haveria de voltar à mesma livraria. Para além de títulos de conotação sexual, visou novamente Jorge Amado, agora as obras Os Pastores da Noite e O País do Carnaval - Cacau Suor. A pesquisa nos arquivos da FMS, revela que mesmo quando o regime opressivo se aproximava do fim, a malha permanecia apertada. Em abril de 1972, a PIDE regressou à Papelaria Martins. Levou o livro Situações III, de Jean-Paul Sartre. Um filósofo sem complacência pelos opressores, não lhes merecia complacência. Em nome da situação. PUBLICIDADE Parceiros institucionais: EXPOSIÇÃO 40 ANOS VIDA EM DEMOCRACIA NA REGIÃO DE LEIRIA Edifício do Turismo, Leiria 25 de abril a 17 de maio ORGANIZAÇÃO: Horário: 9h - 13 h / 14h - 18h Encerra ao domingo Apoio: Arquivo Distrital de Leiria 15 maio, 2014 Região de Leiria 11

12 Opinião Conta-me coisas Pouco esclarecidas Olhares Dia da Família Crónica irregular Porque vou votar Partilhando Tenho saudades Carlos Silva Diretor do ISLA David Barreirinhas Pároco de Formigais, Ribeira do Fárrio e Rio de Couros Amélia Torres Membro do grupo de apoio da Comissão Europeia a Portugal Cristina Barros Professora do IPLeiria e presidente da Incubadora D. Dinis Há certas coisas que ficam sempre pouco esclarecidas, não sei se de propósito. A liderança russa apresenta-se ora conciliadora e apaziguadora, ora defensora de uma certa autodeterminação e disposta a defender alterações relativamente profundas na relação internacional de poderes. Na recente tensão a leste, se olharmos para a geografia encontramos algumas respostas. Do lado do interesse puro do Estado russo encontramos outras. No âmbito da projecção mediática da liderança ainda mais. Na necessidade de criar espaço delimitando capacidades estratégicas ainda outras. A história recente explica tantas outras vertentes também. E as influências e geografias mudam já que o tempo em que as realidades acontecem também é calculado. E lado da Ucrânia esgrimem-se vontades tão idênticas centradas em tabuleiros de xadrez igualmente complexos. De todos os lados surgem peões que localmente ascendem ou querem ascender à realeza. E peões que mudam de cor no tabuleiro. Contam-se os cavalos, chamam-se os bispos que teimam em estar atrás dos peões. Posiciona-se o tabuleiro. E reposiciona-se. O tabuleiro é tão diferente de jogada para jogada. E procura perceber-se quem comanda o jogo. E o tabuleiro esconde quem comanda. Ah! E faltam as torres. As torres são parte de fortes e redutos europeus que afinal não são mais do que castelos de cartas neste jogo da influência internacional. Escrito de acordo com a antiga ortografia Celebramos a 15 de Maio, o Dia Internacional da Família. Muitas vezes, a família é encarada como um refúgio que protege de um ambiente hostil da sociedade que nos rodeia, um oásis de harmonia no meio do deserto, um espaço de humanização no meio de um mundo desumanizado. Mas também podemos encarar a família de outra perspetiva: como a fonte e o fermento de onde parte a renovação da sociedade. Os valores que se vivem na família a pessoa amada e acolhida como ser único e irrepetível, o amor gratuito, a solidariedade espontânea, a autoridade como serviço, o valor do doente e do idoso, a aliança da tradição e da inovação, a unidade e complementaridade das dimensões masculina e feminina, a fidelidade e o compromisso devem estender-se, por seu intermédio, a toda a sociedade: às empresas, aos serviços públicos, às escolas e hospitais, às comunidades eclesiais, às associações. A família é o modelo, o dever ser de qualquer convivência humana. Num contexto de crise económica e social, que para muitos se traduz em desalento e falta de perspetivas de futuro, é esta a mensagem que importa transmitir, como antídoto a esse desalento e como ajuda à superação dessa crise: que a família seja reconhecida e apoiada na missão social que só ela pode desempenhar. Fica o desafio. Escrito de acordo com a antiga ortografia das razões porque detesto Salazar Uma é porque não podia votar, disseme recentemente a minha mãe. Vem-me isto à memória numa altura em que ainda se comemoram os 40 anos do 25 de Abril e se aproximam as eleições para o Parlamento Europeu. Não esqueço também que 10 anos antes do Euro, quando procurei comprar casa em Lisboa, a inflação e as taxas de juro andavam nos 20%. Este último aspeto, para dizer que a adesão à União Europeia e a adoção do euro trouxeram-nos muitos benefícios que as dificuldades presentes não podem obscurecer. Era fácil de ver quando as centenas de milhões de euros dos fundos estruturais serviam para criar uma das melhores redes de estradas na Europa, escolas e outras infraestruturas. E quando o crédito abundante e barato permitiu a compra de casa, pela primeira vez, a muitas famílias. A crise da qual estamos a sair gradualmente veio recordar que o Euro requer finanças públicas sãs e a competitividade da nossa economia. A moeda única tem isto de bom que obriga políticos e empresas a tomarem as decisões certas. Para beneficiar de preços estáveis e taxas de juro propícias à criação de emprego. E é por isso que vou votar nas europeias. Porque é um direito precioso e é meu dever contribuir para uma boa governação. Há bem pouco tempo, a minha filha do meio de apenas seis anos disse-me: mamã tenho muitas saudades tuas e de toda a gente. O toda a gente para ela é uma definição maravilhosa de família e amigos que frequentam a nossa casa e nos quais ela confia. São os avós, os bisavôs, os tios, os primos e uns grandes amigos que são como família. Este é o grupo da saudade da nossa princesa mais nova, que tanto tem de rebelde e marota como de doce e brincalhona, e que a todos faz rir com a sua contagiante gargalhada. Eu, e certamente todos nós, sofremos do mesmo mal desta menina de apenas seis anos, de saudades. Apesar de ser um sentimento nostálgico, para mim, é um sentimento muito bom, que existe quando gosto verdadeiramente de alguém e esse alguém me faz muita falta. Dizem que é muito português. Eu diria que é mundial. Todos o sentimos, cada um à sua maneira. Nos últimos tempos têm sido frequentes as viagens de trabalho e gerir a saudade, mesmo que seja por alguns dias, é sempre uma tortura, principalmente por causa dos meus três filhos, tendo o mais novo apenas um aninho. Começo, umas semanas antes de partir, com um processo de mentalização das garotas, contando tudo o que vou fazer e de que falaremos todos os dias pela internet. Só que nada substitui o calor de um abraço, a doçura de um beijo e o prazer de estarmos simplesmente lado a lado a rir, a deitar conversa fora, às vezes sem nexo, e a brincar. Já sei que, ao fim de uns dias, as saudades são tão corrosivas que começam as birras por falta de mãe e eu a sonhar com os meus filhos. Tento não pensar na saudade, só que ela está sempre ali. A qualquer altura aparece e dou por mim a imaginar que estou com o meu príncipe ao colo, a encher de beijos as garotas e a partilhar as fotos que tenho de toda a gente, com as pessoas que me acompanham. Não tenho vergonha de sofrer de saudades, porque é bom, é muito bom. É sinal que existe um nós à minha volta, um mundo onde verdadeiramente quero estar, absolutamente precioso e maravilhoso. Foi delicioso quando recentemente, no regresso de uma viagem, li no telemóvel uma mensagem de uma grande amiga que dizia: Tenho mesmo saudades tuas. Amanhã dou-te um mega abraço. Eu também tinha muitas saudades. Também eu, tal como a menina de seis anos, tenho saudades de toda a gente. Não tenho vergonha de sofrer de saudades, porque é bom, é muito bom. É sinal que existe um nós à minha volta, um mundo onde verdadeiramente quero estar, absolutamente precioso e maravilhoso 12 Região de Leiria 15 maio, 2014

13 Aqui perto Leiria Direção da Oikos enfrenta crise de sucessão Achados dão um importante contributo para a história da cidade Foto: Joaquim Dâmaso Necrópole e ossadas humanas descobertas junto à igreja de Santo Estevão Ossadas humanas foram identificadas no âmbito dos trabalhos arqueológicos em curso num terreno próximo do atual quartel da GNR, em Leiria. Foi ainda confirmada a existência de uma necrópole medieval/moderna, possivelmente associada à igreja de Santo Estevão ou eventualmente à existência no local do Convento de Santo Estevão, onde a GNR está instalada. Os achados foram detetados no quadro das obras de recuperação de um edifício sito na confluência da rua Nuno Álvares Pereira com a avenida Ernesto Korrodi. Considerando elevado o grau de probabilidade para a identificação destes vestígios naquele local, o resultado da intervenção não é surpreendente e confirma os dados contidos na Carta Arqueológica do concelho, refere ao REGIÃO DE LEIRIA o vereador Ricardo Santos. O arqueólogo responsável pela intervenção não quis prestar qualquer informação, alegando que a intervenção está debaixo de proteção científica e que os trabalhos ainda estão a decorrer. Reportando-se a dados históricos, confirmados ao longo dos anos arqueologicamente, 11 Já em 1999, foram identificadas ossadas humanas no interior dos claustros do convento de Santo Estevão aquando da remodelação das instalações da Escola Superior de Educação de Leiria. Em 2011, no âmbito da requalificação do Centro Alto Histórico de Leiria, foi detetado um espaço sepulcral em frente à igreja de Santo Estêvão, tendo sido identificados 11 indivíduos de inumação primária e seis ossários a autarquia situa a construção da igreja de Santo Estevão no século XII, sendo que, em 1211, funcionava como embrião de um importante núcleo medieval, tendo sido criado aí o Hospital dos Ferreiros e uma albergaria. Inserida no bairro medieval de Santo Estevão, a área agora sujeita a escavação arqueológica, encontra-se na zona que corresponderia, grosso modo, ao adro deste templo religioso, locais que apresentam, habitualmente, vestígios decorrentes do seu uso sepulcral. Além da descoberta da presença de olarias de época moderna, anteriormente desconhecidas, na rua D. Nuno Álvares Pereira, as escavações realizadas no âmbito da requalificação do Centro Alto Histórico de Leiria, em 2011, permitiram localizar na avenida Ernesto Korrodi uma necrópole definida por duas zonas de enterramentos diferenciadas: uma área de inumações em covacho e uma outra composta por três sepulturas em lajes de calcário, reporta a autarquia. Foram ainda identificados seis ossários e 11 indivíduos de inumação primária. Sete encontravam-se em covacho e dois em duas das três sepulturas em lajes de calcário. Foi possível apurar que oito eram adultos, de ambos os sexos, com idades entre os 30 e os 40 anos, e outro teria entre 6 e 7 anos. Quanto ao espólio, foi considerado pouco significativo, tendo sido encontradas dez contas em madeira sobre a zona da bacia de um indivíduo, e uma meia moeda sobre uma costela esquerda de um outro. MR Nem à terceira foi de vez. A assembleia geral da associação ambiental Oikos, realizada na última sexta-feira para eleger os órgãos sociais para o próximo biénio, decorreu sem candidaturas. Mário Oliveira, presidente da mesa, irá convocar nova reunião para dia 11 de junho, na expetativa de que surjam entretanto candidatos. Ao REGIÃO DE LEIRIA, adiantou que irá procurar sensibilizar os cerca de 850 associados para a necessidade de garantir a sucessão dos órgãos sociais, tendo em conta o trabalho desenvolvido pela Oikos ao longo dos 24 anos de atividade e do lugar que conquistou na região. Nuno Carvalho, presidente cessante, liderou a associação durante oito mandatos e dizse indisponível para continuar na presidência, convicto da necessidade de uma renovação e de ideias novas. Considerando que o cargo A empresa Roca vai ser distinguida com a Medalha da Cidade de Leiria - insígnia de 1ª classe (ouro), no Dia do Município, pelo seu exemplo de empreendedorismo, produção sustentável e responsabilidade social. Gabriel de Jesus Oliveira, fundador da Valco, na Caranguejeira (a título póstumo), João Morais, diretor do serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Leiria, Maria Luísa dos Santos, ex-presidente da Junta de Freguesia da Chaínça, e a irmã Maria Manuel, diretora do Colégio Nossa Senhora de Fátima, irão receber a Medalha da Cidade - insígnia de 2ª classe (prata). Adélio Amaro, jornalista de presidente da direção é o mais difícil de preencher, acredita contudo que seja encontrada uma solução a curto prazo. Estou convicto que a Oikos tem muita capacidade técnica e científica para fazer uma lista com qualidade, adiantou, acrescentando que a falta de disponibilidade bem como a responsabilidade e exigência do cargo estarão a afastar potenciais candidatos. Entretanto, amanhã, sexta-feira, e sábado, decorrem as XIX Jornadas da Oikos, este ano dedicadas às Boas práticas agrícolas e Saúde: desafios para o século XXI. As conferências reali zam-se na Nerlei, a partir das 9h30, enquanto os workshops, agendados para sábado, têm lugar no Centro de Interpretação Ambiental e no Moinho do Papel. Mais informações em Medalha da Cidade distingue ação cívica e presidente da Associação de Investigação e Cultura dos Açores/Leiria, Joaquim Santos, jornalista, escritor e investigador de Colmeias, José Lourenço Faria, escritor de Regueira de Pontes, e Manuel Sousa, vice-presidente da delegação distrital de Leiria da Associação Portuguesa de Deficientes, residente em Maceira, será atribuída a Medalha da Cidade - insígnia de 3ª classe (bronze). A cerimónia decorre dia 22 de maio, pelas 10h30, no Teatro José Lúcio da Silva, e conta com a participação de Fernando Santo, ex-secretário de Estado da Administração Patrimonial e Equipamentos da Justiça, para proferir a alocação de encerramento. 15 maio, 2014 Região de Leiria 13

14 PUBLICIDADE Região // Aqui perto Leiria Um palco para todas as Artes Parecer da comissão não é vinculativo, refere o MAI Proteção de dados chumba videovigilância na cidade 03, 04, 17 e 18 MAI 16h00 07, 08, 21 e 22 JUN 16h00 05, 06, 19 e 20 JUL 16h00 02 e 03 AGO 16h00 A ROTA DE UM CRIME A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) chumbou o projeto de videovigilância para o centro histórico de Leiria por não estar em plena conformidade com os requisitos legais. O parecer, datado de 6 de maio, identifica, entre outras falhas, o facto de o processo, apresentado pela PSP, não garantir que a localização das câmaras impeça a visualização do interior de casas. Em causa está ainda a capacidade de o sistema poder gravar imagens e som, e permitir a sua reprodução, contrariando o disposto na Lei 1/2005. O parecer da CNPD, que se encontra em análise, não é vinculativo, apurou o RE- Refood Leiria vai sair para as ruas GIÃO DE LEIRIA junto do gabinete do ministro da Administração Interna (MAI), a quem compete autorizar a instalação de câmaras fixas. O MAI garante, por outro lado, que, juntamente com a PSP e a Câmara de Leiria, serão tomadas todas as medidas necessárias para a salvaguarda dos direitos e interesses constitucionalmente protegidos e para o cumprimento de todas as exigências fixadas na Lei, mas não aponta datas para a conclusão do processo e eventual instalação do sistema. Considerando duas das situações apontadas como caricatas, Raul Castro diz não aceitar que seja colocada em causa a posição da PSP, que é Combate ao tráfico detém 11 indivíduos uma entidade idónea, nem a colocação das câmaras, uma vez que também essa situação está salvaguardada. Garantiu ainda a intenção de suprir as questões suscitadas e voltar a submeter o pedido à CNPD. O que queremos é que seja despachado esse processo de modo a instalar as câmaras, e para que a PSP tenha ali mais um meio auxiliar para garantir a segurança a que todos nós temos direito, adiantou. Sem conhecimento oficial do parecer da CNPD, o comandante distrital da PSP recusou pronunciar-se sobre o assunto, referindo que a sua apreciação compete ao MAI. MR Liberdade de expressão em debate TEATRO // M.3 BILHETEIRA ONLINE DIARIAMENTE DAS 18H00 ÀS 22H00 EVENTOS FORA DO HORÁRIO NORMAL, DUAS HORAS ANTES DO ESPETÁCULO ORGANIZAÇÃO LEIRENA TEATRO APOIO PARCEIRO TEATRO DE RUA MECENAS AMIGO A reunião sementeira da Refood, na última segundafeira, deu sinais positivos para o projeto arrancar e chegar às ruas de Leiria. Perto de 180 pessoas mostraram-se interessadas em ouvir Hunter Halder, fundador do projeto, e em participar como voluntárias. Foi um número ótimo de participantes e agora vamos partir para o terreno, explicou César Lopes, um dos membros do Refood Leiria. Quem quiser colaborar, pode fazê-lo através do com, do telefone e do facebook Refood-Leiria. A PSP de Leiria anunciou, na última segunda-feira, a detenção de 11 indivíduos e a identificação de outros 51, suspeitos de tráfico e consumo de estupefacientes na cidade de Leiria. A Operação KRUID decorre desde janeiro e pretende abranger locais considerados vulneráveis do ponto de vista do tráfico e consumo por parte dos jovens (imediações de escolas secundárias e superiores, e estabelecimentos de diversão noturna). Foram ainda apreendidas 287 doses de haxixe, 28 de liamba, 12 de heroína, 18 de cocaína e 10 de ecstasy. Adelino Malho, António Lucas, Alda Mourão e Patrícia Ervilha debatem amanhã, dia 16, no Fórum Fnac, o tema Liberdade de expressão: e depois de Abril?, às 18h30, a convite do movimento cívico Jornalizmo. 10 minutos para apresentar ideias Quatro intervenções de 10 minutos a cargo Pedro Biscaia, Patrícia Ervilha, Acácio de Sousa e Alexandra Azambuja que são os oradores da sessão de dia 16, às 21h30, na sede do PS. Entrada livre. 14 Região de Leiria 15 maio, 2014

15 Região // Aqui perto Obras na praia do Pedrógão poderão ser suspensas em agosto Vegetação morta acumulada preocupa prevenção fogos As opiniões dividem-se na praia do Pedrógão quanto ao início das obras de proteção dunar. Embora preocupados com os prejuízos que poderão surgir do condicionamento do areal e afastamento dos veraneantes, alguns moradores e comerciantes consideram que os trabalhos devem começar já para garantir o sucesso da intervenção e da época balnear do próximo ano. Outros há contudo que preferiam adiar o início da empreitada para setembro. Disso mesmo deram conta na reunião que juntou, na quinta-feira da passada semana, cerca de 60 pessoas na antiga escola do 1º ciclo para ouvir os esclarecimentos de Raul Castro, presidente da 4 Os trabalhos de proteção dunar da praia do Pedrógão deverão durar cerca de quatro meses. A obra, que poderá sofrer um compasso de espera em agosto, tem de ficar concluída até final do ano sob pena de perder o financiamento do POVT Câmara de Leiria. Alertando para o facto de as primeiras marés vivas terem ocorrido, o ano passado, a 19 de setembro, o autarca reforçou a urgência de iniciar os trabalhos sob pena de não ficarem concluídos antes do final do ano. Com um prazo de execução de quatro meses, a empreitada, da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente, foi adjudicada por cerca de 600 mil euros a um consórcio da margem Sul, devendo arrancar no início de junho. Iremos tentar fazer o melhor possível para minimizar qualquer situação, afirmou Raul Castro, admitindo a possibilidade de um compasso de espera em agosto, para permitir o usufruto da praia. Os trabalhos irão começar na praia dos Campistas com a colocação de sacos de areia para proteger o emissário da ETAR, prosseguindo entre o Centro Azul e a rotunda Norte. MR A grande acumulação de vegetação nas florestas de Leiria aumenta os riscos de um verão complicado para o dispositivo de prevenção de incêndios em O aviso foi lançado pelo o Comandante Operacional Distrital de Operações de Socorro (CODIS), Sérgio Gomes, assumindo a situação como preocupante : O inverno foi rigoroso e grande e não permitiu fazer queimadas nos terrenos. Já no ano passado foi assim. Não é bom: os combustíveis finos crescem, depois morrem com o calor, depois chove e voltam a crescer e voltam a crescer... Sem queimadas, o combustível continua lá. Na apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) no distrito, Sérgio Gomes destacou ainda o trabalho de sensibilização e fiscalização da limpeza das matas feito pelos Grupos de Intervenção e de Proteção e Socorro da GNR. Tem surtido algum efeito e é muito positivo para nós. Apesar do cenário delicado, o CODIS garante que está tudo a postos para a época de incêndios. Entre as novidades, destaque para a criação de comandos de serviço a norte e sul, o reforço mínimo do dispositivo e a redistribuição de meios, permitindo a todos os capacidade de ataque inicial. Em Leiria, o DECIF conta com 80 equipas, 502 elementos e 106 viaturas no dispositivo terrestre. PUBLICIDADE 15 maio, 2014 Região de Leiria 15

16 Região // Aqui perto Ourém Ourém recusa esvaziamento do tribunal Bombeiro hospitalizado após colisão regressa a casa Mochila Amiga regressa para ajudar estudantes A delegação de Ourém da Ordem dos Advogados e câmara municipal levaram a cabo, dia 8, uma sessão para discutir a reforma do mapa judiciário em Portugal. As opiniões dos intervenientes manifesta ramse contra a nova organização, que vai esvaziar o Tribunal de Ourém da maioria das suas competências. Em cima da mesa ficou a elaboração de uma petição, com vista a mobilizar a população a manifestar-se contra esta decisão. Ourém vai perder as secções de direito de família e menores, para Tomar; direito executivo, para o Entroncamento; e os processos de grande instância civil e criminal e os processos de insolvência para Santarém. Cláudia Gameiro O bombeiro que se encontrava hospitalizado na sequência da colisão entre um autocarro e uma ambulância na estrada da Valada, em Seiça, já recebeu alta. O acidente ocorreu quintafeira, dia 8, e fez 14 vítimas, a maioria crianças entre os 12 e os 18 anos. A GNR está a investigar o acidente. As 12 crianças e um adulto foram atendidos nos hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes, na própria noite do acidente, sendo que ninguém registava ferimentos com gravidade. Apenas o bombeiro que conduzia a ambulância permaneceu no hospital de Abrantes até domingo, dia 11, tendo sido acompanhado pelo serviço de Ortopedia, o bombeiro foi submetido a uma cirurgia à rótula no dia seguinte ao acidente. A GNR de Santarém informou o REGIÃO DE LEIRIA, que a investigação realizada não havia sido ainda conclusiva, não tendo sido possível obter mais dados sobre o acidente. A empresa Rodoviária do Tejo, proprietária do autocarro, abriu um processo de averiguações, enquanto os Bombeiros Voluntários de Ourém ficaram sem o veículo, num prejuízo de cerca de 45 mil euros, refere o portal Notícias ao Minuto jovens e dois adultos foram hospitalizados na sequência de uma colisão entre uma ambulância e um autocarro na estrada da Valada, no fim da tarde de dia 8 de maio. Apenas o bombeiro ficou internado, tendo recebido já alta hospitalar A campanha solidária de recolha de mochilas e material escolar/didático, novo ou usado, encontra-se novamente a decorrer em Ourém. O objetivo da Mochila Amiga é apoiar as famílias em dificuldades no concelho. A iniciativa do município e do Centro Comunitário de Voluntariado, com o apoio dos vários agrupamentos escolares, colégios e escolas profissionais do concelho e os materiais serão entregues a crianças, do pré-escolar ao 2º ciclo. Os interessados podem entregar os donativos nas escolas aderentes, em maio e junho, ou no Centro Comunitário de Voluntariado, até final de julho. PUBLICIDADE HAPPINESS CLUB HAPPINESS DAY 2014 A FELICIDADE ESTÁ DE VOLTA 22 MAIO LEIRIA Organização Apoio fofo 16 Região de Leiria 15 maio, 2014

17 Região // Aqui perto PUBLICIDADE Batalha Mel e azeite casam com tasquinhas e artesanato da FIABA O mel, o azeite, o vinho e a doçaria juntam-se ao artesanato e à gastronomia na edição deste ano da FIABA Feira de Artesanato e Gastronomia da Batalha, que arranca dia 29. O certame, na vigésima quarta edição, conta agora com a inclusão da Mostra do Mundo Rural, que aposta em promover os produtos locais, pela mão de uma dezena de produtores do concelho que vão estar na recentemente requalificada, rua Nossa Senhora do Caminho. São seis dezenas de artesãos de vários pontos do país que vão marcar presença na edição deste ano, sendo que a gastronomia estará a cargo das associações do concelho, distribuídas por 16 tasquinhas. O antigo campo de futebol passa agora a campo de diversões, contando com carrosséis e outros divertimentos, especialmente direcionados para os mais 4 São quatro dias de certame, com um cartaz musical recheado. Destaque para os Apartirtudo (dia 29), David Antunes & The Midnight Band feat. Vanessa Silva (dia 30), Les Crazy Coconuts (dia 31) e Flor-de-lis (dia 1 de junho) pequenos. A FIABA conta ainda com um programa de animação musical. A feira decorre até dia 1 de junho no Largo Cónego Simões Inácio, sendo que a abertura está marcada para 18h30 de dia 29, numa cerimónia que contará com a presença de António Leitão Amaro, secretário de Estado da Administração Local. Acidente vitíma acordeonista O batalhense José de Jesus Frutuoso, de 72 anos, acordeonista conhecido por José Pisco, com vários trabalhos editados em CD, foi uma das duas vítimas mortais de um acidente que ocorreu na tarde de domingo, dia 11, na EN 18, no distrito de Portalegre. Entre as vítimas mortais conta-se uma mulher de 61 anos que viajava com José Frutuoso na altura do acidente. Em resultado do acidente, uma colisão entre dois automóveis, três outras pessoas ficaram feridas. 200 autocaravanas na zona desportiva Termina hoje, quinta-feira, na zona desportiva da vila da Batalha, uma concentração internacional de autocaravanas, organizada pela Federação Portuguesa de Autocaravanismo. São mais de 200 autocaravanas participantes, provenientes de Bélgica, França, Alemanha, Espanha, entre outros. PORTA ABERTA 17 de maio Sabia que a quiroprática trata de problemas de saúde relacionados com os sistemas nervoso, muscular ou ósseo? Sabia que a quiroprática se tornou a 3ª profissão de saúde no Mundo Ocidental a seguir às medicinas convencional e dentária? Sabia que a quiroprática pode prevenir a artrose e a osteoporose nos adultos e idosos? Sabia que a quiroprática, no caso das crianças e adolescentes, pode prevenir situações como dores de cabeça, escoliose, otites, asma e dores de crescimento? Venha conhecer a Dra. Céline Martin e o Dr. Neil Violante e aproveite para esclarecer as suas dúvidas e ver se a Quiroprática o/a pode ajudar! AVALIAÇÃO POSTURAL GRATUITA adultos e crianças 10h00-12h00 Aproveite a oportunidade e reserve já a sua consulta! Por marcação, limitado a 20 consultas oferta especial para os inscritos! especializados na correção postural da coluna para um bom funcionamento nervoso, muscular e ósseo Visto Batalha É uma viatura que reforça os meios da GNR da Batalha e foi oferecida pela Câmara da Batalha na quinta-feira, dia 8. Trata-se de um ligeiro de passageiros, direcionado para o reforço da patrulha no concelho. Na altura, o presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, explicou que esta é uma aposta no reforço da segurança das populações. bem-estar equilíbrio energia saúde alívio 15 maio, 2014 Região de Leiria 17

18 Região // Aqui perto Marinha Grande Regresso emocionado ao Teatro Stephens adiado para o outono 63 Emocionado, o encenador Norberto Barroca deixa a confissão: para mim era muito importante estar ligado à reabertura deste teatro, foi neste teatro que pisei o palco pela primeira vez e gostava de estar ligado ao momento da reabertura. Felizmente isso está a acontecer. Natural da Marinha Grande, vai ter de esperar até finais de setembro ou outubro para concretizar esse sonho. A reabertura da Casa da Cultura Teatro Stephens, que chegou a ser equacionada para dia 29 deste mês, teve de ser adiada. Sexta-feira, dia 9, Álvaro Pereira, presidente da Câmara da Marinha Grande, anunciou em conferência de imprensa, que a reabertura do espaço cultural emblemático da cidade, teve de ser adiada. A empresa responsável pelas obras de reabilitação, orçadas em cerca de 1,4 milhões de euros, entrou em processo de revitalização, resultado de dificuldades financeiras. Em suma, o município duvida que seja possível receber a obra e contar com todos os licenciamentos e certificações do espaço, em tempo útil. Atualmente, em termos técnicos, a obra está concluída e Norberto Barroca adianta que seria mesmo possível realizar já um espetáculo no local. Mas o executivo apenas pretende reabrir o teatro inaugurado em 1941, depois de acertadas todas as burocracias. Está na mão de Norberto Barroca, levar à cena o espetáculo que marcará a reabertura da Casa da Cultura. Conta com atores amadores de vários grupos de teatro e músicos do concelho, envolvendo cerca de 80 pessoas. Os ensaios têm decorrido nos últimos meses e vão-se prolongar até à abertura do espaço. O período de férias de verão dificultaria a estreia do espetáculo durante o verão. Assim, finais de setembro ou Norberto Barroca Encenador, ator e arquiteto de formação, regressa no outono ao palco que, segundo o próprio, pisou pela primeira vez. Prepara um espetáculo que contará a história do teatro na sua terra natal, a Marinha Grande. A sua extensa carreira inclui, na Marinha Grande, entre outros trabalhos, a reconstituição da revolta do 18 de Janeiro de Em 2010 foi homenageado pela Câmara local pelo contributo para a dignificação do teatro a nível local e nacional outubro é a data apontada. O espetáculo, que deverá estar em cena pelo menos durante quatro dias, contará a história do teatro na Marinha Grande. Uma história que tem um marco principal no século XVIII com o Teatro da Real Fábrica de Vidros - hoje Teatro Stephens - que Guilherme Stephens edificou, que contou com operários vidreiros envolvidos na arte da representação. Para além deste espetáculo inaugural, Álvaro Pereira lembra que a Casa da Cultura deverá criar uma nova centralidade no que se refere a eventos na cidade. Conferências, palestras e workshops, são alguns dos eventos que atualmente decorrem na zona industrial, e que poderão ser canalizados para o Teatro Stephens, contribuindo para dinamizar o centro tradicional da cidade, complementa Vítor Pereira, vereador da Cultura. CSA PUBLICIDADE Temporal tombou 63 mil árvores O temporal de janeiro do ano passado terá atingido cerca de 63 mil árvores na Marinha Grande. Segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, foram já removidas árvores tombadas da Mata Nacional de Leiria (ICNF). A agência Lusa revela ainda que, de acordo do ICNF, falta remover menos de 400 árvores, trabalho que deverá ser concluído ainda este mês. Recorde-se que o presidente da Câmara da Marinha Grande já adiantou contar com a reabertura das estradas na Mata Nacional ainda este mês. Bispo Ximenes Belo visita escolas Aqui começa a paz. Este é o tema da conversa entre Ximenes Belo, bispo emérito de Díli, e os docentes e alunos da Escola Secundária Pinhal do Rei, da Marinha Grande, na manhã desta quinta-feira, dia 15, pelas 10h30. À tarde, Ximenes Belo estará em Vieira de Leiria. Pelas das 14 horas estará na EB2 Padre Franklin, deslocando-se depois para a Escola Secundária José Loureiro Botas. Aí participará numa sessão de perguntas e respostas com os alunos, entre outras iniciativas. Discos roubados encontrados em loja Um dicionário, 45 discos de vinil e uma mala foram apreendidos pela PSP, na manhã de sábado, dia 10, num estabelecimento comercial da Marinha Grande. De acordo com o comunicado da PSP, a apreensão ocorreu em virtude de se suspeitar terem sido furtados do interior de uma residência. 18 Região de Leiria 15 maio, 2014

19 Região // Aqui perto Porto de Mós Mini golfe ensinado no Parque Verde A iniciativa é da Federação Portuguesa de Mini Golfe que, em conjunto com o município, leva a cabo em Porto de Mós, no Parque Verde da Vila, uma ação de formação sobre a modalidade. Arranca dia 24 e conta com mais duas sessões. As inscrições pode ser efetuadas no síte do município. Caminhada junta pais na Ecopista Chama-se Caminhada das Famílias Saudáveis e como o próprio nome indica, trata-se de uma caminhada, marcada para as 9h30 deste sábado, dia 17, na Ecopista de Porto de Mós. É dinamizada pelos educadores dos jardins de infância de Arrimal, Serro Ventoso, Mendiga e São Bento e é aberta a pais e encarregados de educação. Tecnologia android exporta batalha de São Jorge para Leiria É a imagem de marca da aldeia de São Jorge, Porto de Mós. Mas com recurso à tecnologia, a Batalha de Aljubarrota vai ser exportada para a capital de distrito. Haverá ligação entre a entre aquela batalha, disputada em 1385, no planalto de São Jorge, entre lusos e castelhanos, e a cidade de Leiria? Bastará um smartphone e muita vontade de calcorrear a cidade do Lis, para o descobrir. Esqueçam-se as armas medievais. Esta batalha pelo conhecimento histórico vai travar-se em vários recantos de Leiria, na tarde de 15 de junho. Trata-se de um smartpeddy, uma derivação dos peddy-papers, agora assente na plataforma android, 300 A organização espera a participação de cerca de 300 pessoas na iniciativa que irá permitir perceber as ligações da Batalha de Aljubarrota à cidade do Lis. As inscrições, gratuitas, são possíveis através do batalhareal.leiriamail.com aquela que está instalada na maioria dos telefones inteligentes. Pela mão da Younity, uma empresa de motivação e team bulding, em parceria com o CIBA- Centro de Interpretação de Aljubarrota, sedeado em São Jorge e a Câmara de Leiria, cerca de 300 pessoas vão percorrer a cidade à procura das ligações entre Leiria e a Batalha de Aljubarrota, também conhecida como Batalha Real. Uma vez inscritos, os participantes descarregam uma aplicação para o telemóvel que lhes permitirá responder às questões e desafios e acompanhar a classificação em tempo real, explica Leonel Fernandes, diretor comercial da Younity. Será uma descoberta perceber a ligação entre Leiria e a Batalha Real, usando uma tecnologia única no país, acrescenta. Refere-se à versão 2.0 do sistema RTS Real Time Strategy, a lançar no dia do evento. CSA Tribunal condena farmacêutica Uma farmacêutica de Porto de Mós, com farmácia na zona rural do concelho, foi condenada pelo Tribunal de Santarém, a dois anos de prisão com pena suspensa por igual período, e ao pagamento de 15 mil euros à proprietária de uma farmácia de Santarém. O caso envolve um técnico de informática, de Almeirim, acusado do furto de medicamentos em três farmácias de Santarém e Benavente. Vendia-os posteriormente à farmacêutica de Porto de Mós, por 60 por cento do valor real. De acordo com o jornal O Mirante, o técnico foi condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa, e ao pagamento de 15 mil euros. PUBLICIDADE 15 maio, 2014 Região de Leiria 19

20 Região // Aqui perto Pombal Alunos do IDJV tentaram ordenar as 286 peças que compõem o painel de azulejos Louriçal reconstrói puzzle destruído pelos franceses Sandra Mesquita Ferreira É um puzzle igual a tantos outros, mas com uma particularidade: não há soluções nem ajudas possíveis. Os alunos do Instituto D. João V replicaram os azulejos da igreja do convento do Louriçal cuja iconografia se desconhece, porque as peças foram aplicadas aleatoriamente após as invasões francesas e transformaram-no num puzzle. Peça a peça, estão a tentar descobrir a imagem original da composição. O desafio foi lançado na semana passada. Cerca de 200 alunos da freguesia do Louriçal (do 3º ao 6º ano de escolaridade) puseram mãos à obra e tentaram organizar as 286 peças que compõem a parede de azulejos. Parte do objetivo foi conseguido, mas ainda há muito trabalho a fazer. O puzzle foi, por isso, entregue à Junta de Freguesia, que vai colocar as peças acessíveis à população para que todos possam ajudar a desvendar o mistério. Na verdade, não há certezas de que, organizados, os azulejos componham o quadro perfeito. Mas à direção do Instituto D. João V interessa mais o processo do que o resultado final. O grande objetivo, sensibilizar a comunidade para o património, já foi conseguido, frisam. Não se pense, contudo, que o trabalho é em vão: caso seja possível reconstituir o painel na íntegra, o Instituto D. João V promete reunir esforços para que a composição original seja restaurada e colocado na posição inicial. Água mais barata para instituições não lucrativas As instituições sem fins lucrativos do concelho de Pombal vão ver a fatura da água reduzida em 17,65%. A alteração, promovida pelo executivo, já foi aprovada em reunião de câmara. De acordo com a autarquia, a redução reflete-se na tarifa variável, que tem por base o tarifário aplicado aos utilizadores com tipologia doméstica (mas apenas com um único escalão) e terá impacto também nos serviços de drenagem e tratamento de águas residuais, cada um com uma redução de 31,91 por cento. Com esta alteração, o município quer ajudar a colmatar as dificuldades sentidas por muitas instituições, garantindo o mesmo nível de prestação de serviços com menos recursos. Mas, garante uma nota do município, a proposta não colocará em causa a sustentabilidade económica do sistema. PUBLICIDADE Carriço inaugura pista de aeromodelismo Feira dos cereais e das galinhas anima praça Os beneficiários da ADSE já podem usufruir de consultas, exames, fisioterapia e outros atos médicos no Centro Hospitalar Nª Sra. da Conceição da Misericórdia da Batalha, no âmbito da tabela de preços convencionados da ADSE. Protocolos com SNS, ADSE e outros subsistemas de saúde. Contactos: Fisioterapia: Radiologia: Geral: Rua Principal, nº 26 l Brancas l Batalha O próximo domingo vai ser dia de festa para o Clube de Aeromodelismo Asas Indomáveis, do Carriço. Após 11 anos de atividade, a estrutura vai inaugurar uma nova pista e planeia já a organização de um encontro nacional da modalidade, em setembro. A abertura da nova pista representa o completar de um ciclo, assume Carlos Oliveira, fundador e atual presidente do clube. Os 20 sócios ativos do Asas Indomáveis num universo de 40 associados praticavam numa pista provisória, numa zona de terra batida. Agora, podem usufruir de um espaço multifuncional, construído pela Câmara de Pombal. A pista está localizada numa zona onde já existiam balneários, uma cozinha e um salão de festas. Vai ser utilizada também pelo clube de motards, explica o responsável. Com a pista nova já em funcionamento, os Asas Indomáveis planeiam agora abrir uma escola de aeromodelismo. O objetivo passa por cativar para a modalidade praticantes de todas as idades, até porque divulgar e ensinar a praticar este desporto é a prioridade do clube. Não estamos a enveredar pela vertente de competição, preferimos apostar componente de lazer, justifica Carlos Oliveira, que aprendeu a controlar aviões em Leiria e levou a modalidade para o concelho de Pombal. Chama-se Há Feira na Praça e pretende reconstituir os mercados de rua que Pombal acolhia noutros tempos. O evento - que promete levar os compradores a viajar no tempo acontece no próximo domingo, entre as 16 e as 18 horas, na praça Marquês de Pombal. Vestidos à época, vários grupos de associações culturais vão recriar as feiras das galinhas e dos cereais, que outrora atraiam os habitantes das freguesias à sede de concelho. A estes, juntam-se comerciantes de fruta, legumes, enchidos e bolos, entre outros. Carroças, fardos de palha e música popular ajudam a recriar o ambiente. 20 Região de Leiria 15 maio, 2014

ser difundida para a população: ainda há esperança. Somos capazes de alterar o destino das gerações futuras, dar-lhes um futuro melhor.

ser difundida para a população: ainda há esperança. Somos capazes de alterar o destino das gerações futuras, dar-lhes um futuro melhor. Um futuro melhor Várias vezes me questiono se algum dia serei capaz de me sentir completamente realizada, principalmente quando me encontro entregue somente aos meus pensamentos mais profundos. E posso

Leia mais

SOJORMEDIA, SGPS, SA

SOJORMEDIA, SGPS, SA SOJORMEDIA, SGPS, SA SOJORMEDIA, SGPS, SA A Sojormedia SGPS, SA é um grupo de empresas que opera na zona centro do país. Entre elas estão as empresas responsáveis pela edição de semanários regionais nos

Leia mais

IISEMANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA

IISEMANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA INSTITUTO DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO IISEMANA DARE- ABILITAÇÃO ASSIMFOI URBANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA C o n f e r ê n c i a s E x p o s i

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Inauguração do Arquivo do Museu Militar dos Açores

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Inauguração do Arquivo do Museu Militar dos Açores INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Inauguração do Arquivo do Museu Militar dos Açores Ponta Delgada, Forte de São Brás, 20 de junho de 2015 Só serão válidas

Leia mais

Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte

Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte P I N T U R A 12 12 2013 22 02 2014 Vila Franca de Xira Em representação do GART Grupo de Artistas e Amigos da Arte I N F O R M A Ç Õ E S [Patente] Galeria de Exposições da Biblioteca Municipal de Vila

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE MONTIJO (CMEM) PERÍODO 2013-2017 Aprovado em reunião do CMEM realizada em 9 de abril de 2014 Artigo 1º Noção e Objetivos O Conselho Municipal de Educação,

Leia mais

TESTEMUNHOS SUMÁRIO. de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo. Boletim Informativo n.º 24. Setembro 2011

TESTEMUNHOS SUMÁRIO. de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo. Boletim Informativo n.º 24. Setembro 2011 Boletim Informativo n.º 24 Setembro 2011 SUMÁRIO TESTEMUNHOS de Voluntários destacam importância da ajuda ao Próximo Pequenas histórias de pessoas comuns que fazem coisas extraordinárias em prol dos outros,

Leia mais

8-15 set. Programação. A Ordem dos Médicos na defesa da Saúde e dos doentes WWW.OMCENTRO.COM

8-15 set. Programação. A Ordem dos Médicos na defesa da Saúde e dos doentes WWW.OMCENTRO.COM 8-15 set. A Ordem dos Médicos na defesa da Saúde e dos doentes Programação Organização SRCOM / Avenida D. Afonso Henriques, Nº 39, Coimbra / T. 239 792 920 WWW.OMCENTRO.COM 5 SET. 6 A. FEIRA COIMBRA 18h30

Leia mais

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA

VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA CAPA VINTE E OITO ANOS DE HISTÓRIA Uma região Uma cidade Muitas vontades Alfredo da Silva 1987-1990 Luis Filipe 1991-1996 Luis Veiga 1997-2002 João Fernandes Antunes 2003-2008 Jorge Martins 2009-2011 Vitor

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Representação Externa No período em análise no âmbito das suas funções, a Presidente da Junta

Leia mais

agenda de junho férias de verão no museu

agenda de junho férias de verão no museu agenda de junho férias de verão no museu :: um chapéu por um sorriso Moda solidária no Museu da Chapelaria O Museu da Chapelaria comemora o seu terceiro aniversário no mês de Junho e a data vai ser assinalada

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8 ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ENXAMES ACTA N.º 8 Aos vinte dias do mês de Abril do ano de dois mil e sete, reuniu a Assembleia de freguesia de Enxames não se registando nenhuma falta. Ao iniciar a sessão

Leia mais

Conferência Privacidade, Inovação e Internet

Conferência Privacidade, Inovação e Internet Privacidade, Inovação e Internet Privacidade e Proteção de Dados 22 de maio de 2013 Com o patrocínio da Google APDSI promove conferência sobre Lisboa, 22 de maio de 2013 - A APDSI realizou, a 22 de maio

Leia mais

AGENDA MENSAGEM. Outubro

AGENDA MENSAGEM. Outubro Infomail AGENDA do Outubro MENSAGEM C omeçamos este mês de outubro com uma celebração que alcança para nós especial carinho e importância, por tudo o que envolve e significa a celebração do Dia Internacional

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico

PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA. I Contributo histórico PROJECTO DE LEI N.º 524/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE ANCEDE, NO CONCELHO DE BAIÃO, À CATEGORIA DE VILA I Contributo histórico Ancede, população que sé estende ao longo do rio Douro, tem raízes históricas

Leia mais

ANTES DA ORDEM DO DIA

ANTES DA ORDEM DO DIA Agenda da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Lamego "Segunda-Feira, 16 de fevereiro de 2015" ANTES DA ORDEM DO DIA 01- Listagem mensal das despesas autorizadas em janeiro de 2015 02- Cirurgia de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR +

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + Ponta Delgada, 28 de Abril de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional

Leia mais

RESUMO DA CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA DE 01 DE OUTUBRO DE 2012 A 03 DE DEZEMBRO 2012

RESUMO DA CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA DE 01 DE OUTUBRO DE 2012 A 03 DE DEZEMBRO 2012 RESUMO DA CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA DE 01 DE OUTUBRO DE 2012 A 03 DE DEZEMBRO 2012 ENTIDADE Monte Real Região de Região de Chainça Barosa DESPACHO DO SR. ASSUNTO PRESIDENTE Envia parecer da Assembleia de

Leia mais

SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES

SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES DOSSIER SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES 23 DOSSIER SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES PROMOÇÃO DO DEBATE SOBRE ASSUNTO ESTÁ ENTRE AS MEDIDAS ESTRATÉGICAS DA NERLEI Em Portugal, estima-se que entre 70 a 80

Leia mais

CONVÍVIO. M a r ç o 2 0 1 4. N ú m e r o 5 7. Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS NESTA EDIÇÃO:

CONVÍVIO. M a r ç o 2 0 1 4. N ú m e r o 5 7. Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS NESTA EDIÇÃO: CONVÍVIO N ú m e r o 5 7 M a r ç o 2 0 1 4 Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS Praceta da Saudade, 22 Manique de Baixo 2645-614 Alcabideche Telefones: 21 444 12 34 21 445 80 94 E-mail:

Leia mais

todos fôssemos jardineiros"

todos fôssemos jardineiros ALEGAÇÕES FINAIS JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA, EM LISBOA "O País era mais feliz se todos fôssemos jardineiros" INÊS BANHA jardineiro há nove anos no Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa, que este fim de semana

Leia mais

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.

Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M. Câmara Municipal Presidência Cerimónia Oficial da XIII - Edição do Festival Músicas do Mundo 22 de Julho 2011. Caros Sineenses Visitantes e participantes do F.M.M de Sines Bem vindos à nossa grande festa

Leia mais

Programa I10 de Outubro 2014

Programa I10 de Outubro 2014 Programa I10 de Outubro 2014 13h00-14h00 Receção dos participantes e entrega da documentação 14h15 Sessão de abertura Manuel Pizarro: Vereador do Pelouro de Habitação e Apoio Social da Câmara Municipal

Leia mais

A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa enorme com este novo executivo, é hora de fazer o balanço.

A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa enorme com este novo executivo, é hora de fazer o balanço. Sr. Presidente da Assembleia Municipal, Srª Presidente da Câmara Exºs membros do executivo, Membros desta Assembleia Público presente, A meio do mandato autárquico 2013-2017, e criada que foi uma expetativa

Leia mais

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal

Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO. newsletter E I P D A AGENDA. copywright Escola Intercultural, empresa municipal Nº 22 - Agosto 2013 - GRATUITO newsletter copywright Escola Intercultural, empresa municipal E I P D A ENSINO INTERVENÇÃO PARCERIAS DESENVOLVIMENTO AGENDA 01 EDITORIAL Somos o que fazemos É tempo de férias

Leia mais

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira

Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Discurso da Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, Profª Doutora Elvira Fortunato Lamego, 10 de Junho de 2015 Senhor Presidente

Leia mais

EU CONTO! Autorrepresentação e Cidadania - capacitar pessoas com deficiência intelectual

EU CONTO! Autorrepresentação e Cidadania - capacitar pessoas com deficiência intelectual EU CONTO! Autorrepresentação e Cidadania - capacitar pessoas com deficiência intelectual Eu conto! Palavras explicadas Vai encontrar no texto deste guia algumas palavas a negrito. Estas palavras podem

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta da Vice-Presidente, Senhora Dr.ª Felícia Maria Cavaleiro

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Considerando que: 1. A experiência do Conselho Local de Educação em Palmela procurou fomentar a valorização da educação como motor de desenvolvimento do local,

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Como Vamos Melhorar a Educação nos Próximos Anos?

Como Vamos Melhorar a Educação nos Próximos Anos? Como Vamos Melhorar a Educação nos Próximos Anos? Apresentação do Debate Nacional Sobre a Educação Assembleia da República, 22 de Maio de 2006 Júlio Pedrosa de Jesus, Presidente do Conselho Nacional de

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Declaração de Princípios.

Declaração de Princípios. POR UMA NOVA ANTRAM MAIS FORTE E INTERVENTIVA Regular o Mercado Fortalecer as Empresas Modernizando e Qualificando o Sector Reforçar o apoio aos associados. Programa eleitoral da Lista A Candidata aos

Leia mais

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT)

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) AJUDA DE MÃE APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) Objectivos: Informar, apoiar, encaminhar e acolher a mulher grávida. Ajudar cada

Leia mais

MUNICIPIO DE ALMADA. Assembleia Municipal MOÇÃO/DELIBERAÇÃO. (Cooperativas em Almada: A Alternativa para o Consumo e Economia Locais)

MUNICIPIO DE ALMADA. Assembleia Municipal MOÇÃO/DELIBERAÇÃO. (Cooperativas em Almada: A Alternativa para o Consumo e Economia Locais) MOÇÃO/DELIBERAÇÃO (Cooperativas em Almada: A Alternativa para o Consumo e Economia Locais) Uma cooperativa é uma associação autónoma de pessoas que se unem, voluntariamente, para satisfazer aspirações

Leia mais

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis ta da Autora Olá, Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis passados em verdadeiros vales e dias de deserto. Todos os nossos planos se desvanecem

Leia mais

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS 9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS conceito O futebol, fonte de paixão e emoção, continua a potenciar extremismos

Leia mais

Voluntariado. Sete dicas para ser um voluntário. Por Redação EcoD

Voluntariado. Sete dicas para ser um voluntário. Por Redação EcoD Voluntariado Sete dicas para ser um voluntário Por Redação EcoD O Dia Internacional dos Voluntários, celebrado no dia 5 de dezembro, pode inspirar muitas pessoas a dedicarem seu tempo e talento em prol

Leia mais

MUNICÍPIO DE VAGOS Câmara Municipal Rua da Saudade 3840-420 VAGOS

MUNICÍPIO DE VAGOS Câmara Municipal Rua da Saudade 3840-420 VAGOS --------------------------ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO-------------------------- -----------------------------------------------------ATA Numero Quatro-------------------------------------------

Leia mais

Seminário de Gestão do Desporto

Seminário de Gestão do Desporto COM POR GROSSO DE GÉNEROS ALIMENTÍCIOS E OUTROS 9 de / Novembro de 2012 Cine-Teatro Louletano GPS: 37138913, -802246 Seminário de Gestão do Desporto formacaodjd@cm-loulept louleeventos f homologado Parceiros

Leia mais

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff 31/10/2010 23h56 - Atualizado em 01/11/2010 11h24 Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff Em Brasília, ela fez primeiro discurso após anúncio do resultado da eleição. Ela afirmou

Leia mais

ACTA Nº23. Reunião ordinária do Executivo de 23 de Novembro de 2009. Hora de abertura: 09.30 horas

ACTA Nº23. Reunião ordinária do Executivo de 23 de Novembro de 2009. Hora de abertura: 09.30 horas ACTA Nº23 Reunião ordinária do Executivo de 23 de Novembro de 2009. Hora de abertura: 09.30 horas -------- A reunião iniciou-se com a presença do Senhor Presidente da Câmara, ARMINDO TELMO ANTUNES FERREIRA

Leia mais

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004

MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Acta n.º3/2004 MUNICÍPIO DO CARTAXO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Acta n.º3/2004 Aos dez dias do mês de Maio do ano de 2004, no Auditório Municipal da Quinta das Pratas, reuniu o Conselho Municipal de Educação do Concelho

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação

Projeto Pedagógico e de Animação Projeto Pedagógico e de Animação 1 - Memória Descritiva 2 Identificação e Caracterização da Instituição Promotora 3 - Objetivos Gerais 4 - Objetivos Específicos 5 - Princípios educacionais 6 Metodologias

Leia mais

NEWSLETTER COMISSÃO DE COMBATE À PROCURADORIA ILÍCITA REUNIÕES DA INTERDELEGAÇÕES. Delegação de Vila Franca de Xira da Ordem dos Advogados

NEWSLETTER COMISSÃO DE COMBATE À PROCURADORIA ILÍCITA REUNIÕES DA INTERDELEGAÇÕES. Delegação de Vila Franca de Xira da Ordem dos Advogados Delegação de Vila Franca de Xira da Ordem dos Advogados 01-01-2014 Edição 3, Janeiro 2013/Janeiro 2014 NEWSLETTER COMISSÃO DE COMBATE À PROCURADORIA ILÍCITA A Comissão de Combate à Procuradoria Ilícita

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

ACTA Nº 24 Acta da Sessão extraordinária do dia 18 de Março de 2005 -------- Aos dezoito dias do mês de Março de dois mil e cinco, pelas vinte horas

ACTA Nº 24 Acta da Sessão extraordinária do dia 18 de Março de 2005 -------- Aos dezoito dias do mês de Março de dois mil e cinco, pelas vinte horas ACTA Nº 24 Acta da Sessão extraordinária do dia 18 de Março de 2005 -------- Aos dezoito dias do mês de Março de dois mil e cinco, pelas vinte horas e cinquenta e cinco minutos, no Edifício dos Paços do

Leia mais

Relatório de atividades 2012

Relatório de atividades 2012 Associação Nacional de Proprietários Propriedade e Liberdade. Relatório de atividades 2012 Direção da ANP 9-Mai-2013 Para cumprimento da alínea h) do art.º 25.º dos Estatutos, apresentamos o Relatório

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015

Semana Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social 10 a 19 de outubro de 2015 0 a 9 de outubro de 05 Pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social * I Descrição do Projeto O Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social (AECPES), celebrado em 00, teve como objetivo reafirmar

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA * Ata da Reunião de 11.03.2014. Ata N.º1 /2014

CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA * Ata da Reunião de 11.03.2014. Ata N.º1 /2014 Ata N.º1 /2014 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA, REALIZADA NO DIA 11 DE MARÇO DE 2014: Aos onze dias do mês de março do ano dois mil e catorze, na Cidade de Peniche e no Auditório do Edifício

Leia mais

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOMES Raquel Alexandra de Jesus Gil Martins Brízida Castro DATA DE NASCIMENTO 13 de Setembro de 1968 NACIONALIDADE Portuguesa Estado Civil Casada raquelalexandraster@gmail.com;

Leia mais

ALGARVE COMUNICADO N.º 6 11/05/2014

ALGARVE COMUNICADO N.º 6 11/05/2014 ALGARVE COMUNICADO N.º 6 11/05/2014 Foco do dia Mendes Bota, candidato da Coligação Aliança Portugal, foi recebido ontem com bastante simpatia pela população da sua terra natal, Loulé. Numa ação de campanha

Leia mais

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Dados de Identificação: Nome Completo: Data de nascimento: / / Local: Sexo: F M Estado Civil: Numero de BI ou Cartão de Cidadão Segurança Social: Numero

Leia mais

COMISSÕES DE TRABALHADORES DAS EMPRESAS PÚBLICAS DE TRANSPORTES DE LISBOA E PORTO

COMISSÕES DE TRABALHADORES DAS EMPRESAS PÚBLICAS DE TRANSPORTES DE LISBOA E PORTO COMISSÕES DE TRABALHADORES DAS EMPRESAS PÚBLICAS DE TRANSPORTES DE LISBOA E PORTO 12-09-2014 Reunião das Comissões de Trabalhadores As Comissões de Trabalhadores das Empresas Públicas de Transportes de

Leia mais

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor

D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra. Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor D. Virgílio Antunes no Centro Social do Senhor da Serra Bispo de Coimbra na bênção oficial da Residência Cristo Redentor O bispo da diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes, procedeu à bênção oficial da

Leia mais

COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA

COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA COMÉRCIO, TURISMO E ARRENDAMENTO OS DÍNAMOS DA REABILITAÇÃO URBANA 23 de Outubro 14h30 Comércio, Turismo e Arrendamento. Os Dínamos da Reabilitação Urbana VIVERA REABI LITAÇÃO DE 23 A 25 OUTUBRO 2014 BRAGA

Leia mais

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3

EDITORIAL OUTUBRO 2015. Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2. ULS Nordeste é das melhores do país 3 Serviço de Medicina Intensiva tem novas instalações 2 ULS Nordeste é das melhores do país 3 1,2 milhões de euros para investimentos 3 Sessões musicais na Unidade de Cuidados Paliativos 4 UCC de Mirandela

Leia mais

HISTÓRIA EM QUADRINHOS FUNDAMENTOS LEGAIS DÚVIDAS FREQUENTES

HISTÓRIA EM QUADRINHOS FUNDAMENTOS LEGAIS DÚVIDAS FREQUENTES C a r t i l h a E d u c a t i v a HISTÓRIA EM QUADRINHOS FUNDAMENTOS LEGAIS DÚVIDAS FREQUENTES Apresentação Com base no perfil constitucional de 1988, o Ministério Público age também como defensor dos

Leia mais

Ata n.º 13/2015 de 01/07/2015

Ata n.º 13/2015 de 01/07/2015 --------------------------------------- ATA N.º 13/2015 --------------------------------------- -------- Ao dia 1 do mês de julho de 2015, pelas 10h, no Salão Nobre dos Paços do Município de Celorico da

Leia mais

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA 1 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 26/2006 - DEZEMBRO --- DATA DA REUNIÃO: Sete de Dezembro de dois mil e seis. ------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala

Leia mais

ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS)

ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS) ATA Nº 01/12 Reunião Plenária do Conselho Local de Ação Social (CLAS) Data: 26-01-2012 Local: Auditório do Edifício Cultural da Câmara Municipal de Peniche Hora de início: 21h15mn Hora do fecho: 23h30mn

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

A Participação Cívica dos Jovens

A Participação Cívica dos Jovens A Participação Cívica dos Jovens 2 Parlamento dos Jovens 2009 Nos dias 25 e 26 de Maio de 2009, realizou-se em Lisboa, no Palácio de São Bento, a Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens 2009 do Ensino

Leia mais

Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011

Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011 1 FPB Instituição de Utilidade Pública Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011 Pelas 15 horas e 30 minutos do dia 27 de Novembro de 2011, numa sala

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

Uma cidade que passou de nível médio nacional, a médio europeu, fruto da coragem e determinação de quem tomou as decisões da época.

Uma cidade que passou de nível médio nacional, a médio europeu, fruto da coragem e determinação de quem tomou as decisões da época. Senhor presidente da assembleia e restantes membros da mesa, Senhoras vereadoras, senhores vereadores, Senhoras e senhores deputados, Público aqui presente, Corria o segundo ano, da segunda década do século

Leia mais

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa»

Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» MEIO: WWW.RECORD.PT CORES P&B DATA: 9 DE DEZEMBRO DE 2013 Figo: «Objetivo é ajudar quem precisa» Luís Figo recebeu quase mil crianças na festa de Natal da sua Fundação, no Circo Aquático Show, em Lisboa.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 PRESIDÊNCIA: DR. FRANCISCO RODRIGUES DE ARAÚJO VEREADORES PRESENTES: DR. JOÃO MANUEL DO AMARAL ESTEVES

Leia mais

XII Feira Gastronómica do Porco

XII Feira Gastronómica do Porco XII Feira Gastronómica do Porco Boticas -, e Janeiro Dossier de Imprensa DOSSIER DE IMPRENSA XII Feira Gastronómica do Porco O PORCO VOLTA A SER REI EM Nos próximos dias, e de Janeiro, Boticas promete

Leia mais

ACTA N.º 57/2003 Reunião ordinária do dia 2003.12.15

ACTA N.º 57/2003 Reunião ordinária do dia 2003.12.15 ----------Aos quinze dias do mês de Dezembro do ano dois mil e três, nesta vila de Bombarral e salão nobre do edifício dos Paços do Município, realizou-se uma reunião ordinária da Câmara Municipal de Bombarral,

Leia mais

Delegação de Torres Vedras Relação de Advogados Nome Morada Contactos 9767L Campo da Várzea, 15-1º H

Delegação de Torres Vedras Relação de Advogados Nome Morada Contactos 9767L Campo da Várzea, 15-1º H 9767L Campo da Várzea, 15-1º H 261324120 Álvaro Marcelino 919691820 alvaro.marcelino-9767l@adv.oa.pt 44391L R Teatro Eduardo Costa, 26 - Rc Esq 919863581 Ana Catarina Neves 2590-046 SOBRAL DE MONTE anacatarinaneves-44391l@adv.oa.pt

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE CÂMARA MUNICIPAL MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE CÂMARA MUNICIPAL ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CASTRO VERDE, REALIZADA NO DIA 23 DE OUTUBRO DE 2013. Nº. 24/2013 Estiveram presentes para o efeito os eleitos:

Leia mais

dezembro/2015 ALBUFEIRA/ AGENDA albufeira.pt 1ª QUINZENA DESTAQUE Guia Natal Rua General Humberto Delgado, Guia

dezembro/2015 ALBUFEIRA/ AGENDA albufeira.pt 1ª QUINZENA DESTAQUE Guia Natal Rua General Humberto Delgado, Guia dezembro/2015 albufeira.pt ALBUFEIRA/ AGENDA 1ª QUINZENA DESTAQUE Guia Natal Rua General Humberto Delgado, Guia Programa: Presépio de Rua 28 de novembro a 6 de janeiro Percurso entre a Ermida de Nossa

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Lei n.º 986/XII/4.ª

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projeto de Lei n.º 986/XII/4.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projeto de Lei n.º 986/XII/4.ª Criação da Freguesia do Pragal, no Concelho de Almada, Distrito de Setúbal A freguesia do Pragal tem 2,27 km² de área e 7.156

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

Pedagogia in Foco. Faculdade Polis das Artes. Faculdade Polis das Artes na construção do Plano Municipal de Educação

Pedagogia in Foco. Faculdade Polis das Artes. Faculdade Polis das Artes na construção do Plano Municipal de Educação Pedagogia in Foco Faculdade Polis das Artes Volume 1, edição 1 2º Semestre de 2015 Destaques Faculdade Polis das Artes na construção do Plano Municipal de Educação O Plano Municipal de Educação PME, é

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

No dia de Natal as nossas crianças da Escola Dominical deram-nos uma demonstração de seus talentos oferecendonos uma excelente festa.

No dia de Natal as nossas crianças da Escola Dominical deram-nos uma demonstração de seus talentos oferecendonos uma excelente festa. www.igevalgeriz.web.pt Boletim Informativo dos Eventos e Actividades da Igreja Evangélica em Algeriz. Ano XI N 22 - Fevereiro 2009 No dia de Natal as nossas crianças da Escola Dominical deram-nos uma demonstração

Leia mais

Transcrições do <>

Transcrições do <<LIVRO OURO>> Transcrições do Neste dia 2 de Outubro de 1994, na presença de todo o povo de Melres e das cercanias, aqui estivemos, com muita honra e gosto, a testemunhar a inauguração deste magnifico

Leia mais

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 Tv's_25_Janeiro_2016 Revista de Imprensa 1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 2. Conversa com Marisa Matias, RTP 2 - Página 2, 25-01-2016

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas Visita de estudo Geografia Conhecer o funcionamento de uma unidade industrial; Reconhecer a importância da atividade industrial na economia. Geografia e Alunos do 9º Ano Unidade Industrial 2ºPeríodo Visita

Leia mais

APDSI assinala o Dia Mundial das Telecomunicações e da SI dedicado à Banda Larga

APDSI assinala o Dia Mundial das Telecomunicações e da SI dedicado à Banda Larga APDSI assinala o Dia Mundial das Telecomunicações e da SI dedicado à Banda Larga Lisboa, - A APDSI associou-se mais uma vez às comemorações do Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação

Leia mais

VIII Legislatura Número: 01 II Sessão Legislativa (2005/2006) Terça-feira, 11 de Outubro de 2005 REUNIÃO PLENÁRIA DE 11 DE OUTUBRO

VIII Legislatura Número: 01 II Sessão Legislativa (2005/2006) Terça-feira, 11 de Outubro de 2005 REUNIÃO PLENÁRIA DE 11 DE OUTUBRO Região Autónoma da Madeira Diário Assembleia Legislativa VIII Legislatura Número: 01 II Sessão Legislativa (2005/2006) Terça-feira, 11 de Outubro de 2005 REUNIÃO PLENÁRIA DE 11 DE OUTUBRO Presidente: Exmo.

Leia mais

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições.

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições. 1. No dia 4 de Dezembro, a União Distrital de Santarém em parceria com Segurança Social, levou a efeito o ultimo dos 5 encontros realizados em várias zonas do distrito, sobre o tema "Encontros de Partilha",

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 O Decreto-Lei n.º 7/2003, de 15 de Janeiro, tem por objecto os Conselhos Municipais de Educação, regulando as suas competências e composição,

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO RELATÓRIO TÉCNICO BANCO DO LIVRO SA - CURVELO / MG ABRIL / MAIO / JUNHO 2005 INTRODUÇÃO O Banco do Livro tem sua marca registrada pela dialogia. Nossos usuários gostam que seus nomes sejam lembrados nas

Leia mais

IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento

IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento IX Colóquio Direitos Humanos na Ordem do Dia promovido pelo Grupo Parlamentar Português para a População e Desenvolvimento Lançamento do Relatório 2014 do UNFPA Painel: Jovens em Portugal Da Oportunidade

Leia mais

ATA N.º 20/2015. Ata da Reunião Ordinária de 5/10/2015 Página 1 de 7

ATA N.º 20/2015. Ata da Reunião Ordinária de 5/10/2015 Página 1 de 7 ATA N.º 20/2015 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE CINCO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E QUINZE. ------------------------------------------------------- ----- Aos cinco dias do mês de outubro

Leia mais

Ficha de candidatura para os representantes docentes do Conselho Municipal de Educação - download aqui ( 98.62KB)

Ficha de candidatura para os representantes docentes do Conselho Municipal de Educação - download aqui ( 98.62KB) Ficha de candidatura para os representantes docentes do Conselho Municipal de Educação - download aqui ( 98.62KB) Candidaturas ao Conselho Municipal de Educação - download aqui ( 864KB) Resultados das

Leia mais

MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA. Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores.

MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA. Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores. MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores. 2 Ao lado das concepções do trabalho pedagógico para a infância,

Leia mais

Universidades/Academias Seniores Retrato no Concelho de Oeiras

Universidades/Academias Seniores Retrato no Concelho de Oeiras Universidades/Academias Seniores Retrato no Concelho de Oeiras Envelhecer é organizar a Juventude ao longo dos anos Paul Élvard As Universidades/academias seniores são uma resposta socioeducativa que visa

Leia mais

Permitam-me algum informalismo e que leve à risca o Protocolo.

Permitam-me algum informalismo e que leve à risca o Protocolo. 1 - Gostaria de pedir um minuto de silêncio em memória de todos os Bombeiros já falecidos e particularmente de Franquelim Gonçalves, que faleceu no desempenho das suas funções; 25 de maio Inauguração do

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Página 1 de 60 Plano de Acção

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais