REVESTIMENTO FLEXÍVEL COM GEOMANTA REFORÇADA PARA SOLO GRAMPEADO EM TALUDES DE ANGRA DOS REIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REVESTIMENTO FLEXÍVEL COM GEOMANTA REFORÇADA PARA SOLO GRAMPEADO EM TALUDES DE ANGRA DOS REIS"

Transcrição

1 REVESTIMENTO FLEXÍVEL COM GEOMANTA REFORÇADA PARA SOLO GRAMPEADO EM TALUDES DE ANGRA DOS REIS Monique Lacerda de V. Sobral Engenheira Civil Maccaferri do Brasil Luiz Francisco Muniz da Silva Engenheiro-Sócio da Muniz & Spada Paulo Cesar Belesso Ferretti Engenheiro Civil Maccaferri do Brasil Leilo Luti de Lima Eng. Civil Gerente Unidade Rio de Janeiro Maccaferri do Brasil Petrucio dos Santos Junior MSc. Eng. Civil Coordenador Técnico Maccaferri do Brasil Tipo de Obra: Revestimento de solo grampeado com geomanta reforçada Local da Obra: Angra dos Reis / RJ / Brasil Data de execução da Obra: Início: Fevereiro/2011 Término: Março / 2011 Geossintético utilizado: Geocomposto formado por uma geomanta flexível tridimensional que apresenta mais de 90% de vazios, fabricada a partir de filamentos grossos de polipropileno fundidos nos pontos de contato, e um reforço metálico em malha hexagonal de dupla torção. Introdução: As fortes chuvas dos de 2009 transformaram num cenário trágico um dos principais pontos turísticos do Estado do Rio, Angra dos Reis. Houve deslizamentos de vários taludes e encostas, além de corridas de massa em vários locais do município (Figura 1). Após a catastrófica tragédia várias soluções geotécnicas de estabilização foram propostas como alternativas as áreas comprometidas. Dentre elas a solução do solo grampeado era uma alternativa bastante interessante para estabilizações de maciços de cortes que se encontravam instáveis. Como os grampos são responsáveis pela estabilização da encosta, é necessária uma proteção na face do talude regularizado para proteção da área dos grampos e minimizar a infiltração de água na superfície do talude. Tais proteções podem ser rígidas, como um concreto projetado ou flexíveis, uma geomanta para controle de erosão.

2 Tendo em vista a localização da obra, região serrana do rio, onde o crescimento da vegetação é algo espantoso, devido à umidade e condições do solo, a solução em geomanta com a adição de semeadura, tornou-se a mais atrativa do ponto de vista técnico e econômico. Descrição da solução em geossintético: Figura 1. Fotos do desastre. Para proteção da superfície exposta entre os grampos foi proposto um coveamento com o plantio de coquetel de sementes e um revestimento flexível utilizando uma geomanta, criando assim um ambiente propício ao crescimento da vegetação e fortalecimento das raízes, que associado a malha metálica hexagonal de dupla torção aumenta a resistência do solo contra pequenos deslocamentos e solicitações de tração (Figuras 2 e 3). Figura 2: Geomanta reforçada com malha de aço de dupla torção. Figura 3: Efeito de enraizamento da vegetação na geomanta. A utilização deste tipo de revestimento flexível deve ser indicado em taludes naturais ou em frente de escavações modestas onde não se espera grandes deslocamentos do solo. Nos taludes inclinados até aproximadamente 60, o revestimento superficial pode ser

3 realizado com estruturas flexíveis. Esta técnica diminui consideravelmente o custo global da obra e melhora a estética, pois dependo do local a vegetação já apresenta um desenvolvimento perceptível, logo após o seu plantio, criando uma face completamente verde ao final da obra. A solução foi concebida e projetada com um grande apelo sustentável, tanto pela economia de recursos naturais, quanto para mitigar o impacto ambiental e visual que o concreto projetado promoveria a encosta natural. Além disso, a geomanta foi utilizada para propiciar o crescimento da vegetação e evitar possíveis focos erosivos localizados. O revestimento estrutural flexível de solo grampeado é utilizado preferencialmente, onde não são esperados grandes deslocamentos de solo. Quando a inclinação é moderadamente íngreme, o suficiente para exercer a função de proteção (Figura 4). Figura 4. Seção tipo da solução proposta. A seguir será apresentada uma seqüência de fotos que ilustra algumas etapas da obra, com seus respectivos comentários. Figura 5. Talude já regularizado.

4 Figura 6. Talude com a geomanta reforçada. (02/03/2011) Figura 7. Talude com a geomanta reforçada. (02/03/2011)

5 Figura 8. Talude com a geomanta reforçada. (02/03/2011) Figura 9. Talude com a geomanta reforçada. (31/05/2011) Vantagens técnicas obtidas Como se tratava de um local, cujo desenvolvimento vegetativo é bastante acelerado, não justificaria a utilização de um revestimento em concreto como ocorre na maioria das obras em solo grampeado, algo que agrediria esteticamente o ambiente local. A geomanta reforçada além de permitir um certo grau de rigidez ao paramento frontal devido a baixa deformação do elemento de reforço, agrega todas as vantagens de um TRM (Turf Reinforced Mat), propiciando um talude mais elegante do ponto de vista geotécnico-ambiental (Figura 9).

6 Vantagens econômicas obtidas Além do apelo ambiental e visual proporcionado pela utilização do geossintético a solução proposta permitiu uma redução de cerca de 70% na redução de custos em relação à solução trivial de revestimento em concreto projetado normalmente utilizada nestes tipos de obras. Conclusão: A utilização do Geossintético tipo geomanta propiciou o crescimento da vegetação criando um revestimento verde em todo talude grampeado permitindo uma maior integração da obra ao meio ambiente. Os moradores dos blocos habitacionais também aprovaram a solução, pois relataram que após o desenvolvimento por completo da vegetação não havia sequer a percepção de que havia uma obra de estabilização de encosta no local. Isto mostra a perfeita utilização do geossintético no conceito sustentável, uma obra funcional, econômica e social. Quantidade de Geossintéticos utilizados: Geomanta: 5.600,00 m² Proprietária da obra: Odebrecht Projetista: Muniz & Spada Construtora: Tecnosonda Fornecedor Maccaferri do Brasil

GEOCOMPOSTO PARA REFORÇO UTILIZADO EM ATERRO DE CONQUISTA

GEOCOMPOSTO PARA REFORÇO UTILIZADO EM ATERRO DE CONQUISTA GEOCOMPOSTO PARA REFORÇO UTILIZADO EM ATERRO DE CONQUISTA Paulo Cesar Belesso Ferretti Engenheiro Civil Maccaferri do Brasil paulo.ferretti@maccaferri.com.br Leilo Luti de Lima Eng. Civil Gerente Unidade

Leia mais

CONTENÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE ATERRO RODOVIÁRIO COM ESTRTURA EM SOLO REFORÇADO E GEOSSINTÉTICOS

CONTENÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE ATERRO RODOVIÁRIO COM ESTRTURA EM SOLO REFORÇADO E GEOSSINTÉTICOS CONTENÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE ATERRO RODOVIÁRIO COM ESTRTURA EM SOLO REFORÇADO E GEOSSINTÉTICOS Monique Lacerda de V. Sobral Engenheira Civil Maccaferri do Brasil monique@maccaferri.com.br Paulo Cesar Belesso

Leia mais

COMUNIDADE SÃO JOSÉ. Abril/ /08/2016 NITERÓI - RJ

COMUNIDADE SÃO JOSÉ. Abril/ /08/2016 NITERÓI - RJ COMUNIDADE SÃO JOSÉ NITERÓI - RJ Abril/2010 Chuvas intensas no Rio de Janeiro 280 milímetros em 24 horas Dobro da média histórica para o mês de abril inteiro Mais de 250 pessoas morreram Centenas de desabrigados

Leia mais

Um breve histórico sobre contenções de solos reforçados nos últimos dez anos na cidade de Salvador

Um breve histórico sobre contenções de solos reforçados nos últimos dez anos na cidade de Salvador Um breve histórico sobre contenções de solos reforçados nos últimos dez anos na cidade de Salvador Menezes, R. S. STS ENGENHARIA LTDA, Salvador, Bahia, Brasil, rs.menezes@ig.com.br Resumo: O presente trabalho

Leia mais

A BIOENGENHARIA DE SOLOS NA PROTEÇÃO E RECUPERAÇÃO AMBIENTAL

A BIOENGENHARIA DE SOLOS NA PROTEÇÃO E RECUPERAÇÃO AMBIENTAL A BIOENGENHARIA DE SOLOS NA PROTEÇÃO E RECUPERAÇÃO AMBIENTAL Aloisio Rodrigues Pereira, PhD. Eng. Ambiental; Eng. Civil e Eng. Florestal INTRODUÇÃO Bioengenharia Conceito Bioengenharia no Brasil x Mundo

Leia mais

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62)

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62) Matriz. Av. José Benassi, 2601 - Distrito Industrial FazGran CP 520 - CEP 13201-970 - Jundiaí - SP - Tel.: (11) 4525-5000 E-mail: maccaferri@maccaferri.com.br www.maccaferri.com/br Unidade Sudeste. Rio

Leia mais

Nome dos autores: Petrucio José dos Santos Junior. Bráulio Víctor Rodrigues; Lucas Múcio Souza Lima Murta; Flávio Moreira Lopes;

Nome dos autores: Petrucio José dos Santos Junior. Bráulio Víctor Rodrigues; Lucas Múcio Souza Lima Murta; Flávio Moreira Lopes; Expansão do BH Outlet Muro de contenção em Solo Reforçado e revestimento de taludes com Geossintéticos (BH Outlet Expansion Reinforced Soil retaining wall and slope revetement with Geosynthetics) Nome

Leia mais

CAPÍTULO 10 GRAMA ARMADA PROTEÇÃO, CONTROLE E PREVENÇÃO DE EROSÃO INTEGRADO AO MEIO AMBIENTE

CAPÍTULO 10 GRAMA ARMADA PROTEÇÃO, CONTROLE E PREVENÇÃO DE EROSÃO INTEGRADO AO MEIO AMBIENTE 131 CAPÍTULO 10 GRAMA ARMADA PROTEÇÃO, CONTROLE E PREVENÇÃO DE EROSÃO INTEGRADO AO MEIO AMBIENTE 1. O que é a Grama-Armada A grama-armada é um sistema de proteção de taludes recomendada para solos arenosos,

Leia mais

Reforço e estabilização de solos. Necessidades e Soluções

Reforço e estabilização de solos. Necessidades e Soluções Reforço e estabilização de solos Necessidades e Soluções Reforço e estabilização de Solos O conceito de melhorar as características mecânicas dos solos através da inserção de elementos resistêntes à tração

Leia mais

Muro de solo grampeado com face em blocos prémoldados

Muro de solo grampeado com face em blocos prémoldados Muro de solo grampeado com face em blocos prémoldados Saramago, R. P. Terrae Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, robson@terrae.com.br Mendonça, M. B. Terrae Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil,

Leia mais

GEOGRELHAS TECIDAS PARA TALUDE REFORÇADO COM ELEMENTOS TERRAMESH VERDE

GEOGRELHAS TECIDAS PARA TALUDE REFORÇADO COM ELEMENTOS TERRAMESH VERDE GEOGRELHAS TECIDAS PARA TALUDE REFORÇADO COM ELEMENTOS TERRAMESH VERDE Eder José Paulo Tavares Engenheiro Civil Maccaferri do Brasil eder.tavares@maccaferri.com.br Petrucio José dos Santos Junior MSc.

Leia mais

Análise da especificação de geossintéticos disponíveis no mercado nacional para controle de erosão em taludes

Análise da especificação de geossintéticos disponíveis no mercado nacional para controle de erosão em taludes Análise da especificação de geossintéticos disponíveis no mercado nacional para controle de erosão em taludes Vanessa Milles do Nascimento Bezerra¹, Carina Maia Lins Costa ² 1 Graduanda do Curso de Tecnologia

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS. Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes e controle de risco

SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS. Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes e controle de risco Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes

Leia mais

EUVG PARQ 5 TECNOLOGIAS E MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO III

EUVG PARQ 5 TECNOLOGIAS E MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO III EUVG PARQ 5 TECNOLOGIAS E MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO III EUVG PARQ 5 TMTC III 24.10 ESTABILIZAÇÃO DE TALUDES TÉCNICA DE ENGENHARIA NATURAL AMRP-AP NATURAIS E ARTIFICIAIS: TALUDE NATURAL é aquele

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO EM GABIÃO COLCHÃO CALHA DO TIETÊ SP

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO EM GABIÃO COLCHÃO CALHA DO TIETÊ SP UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO EM GABIÃO COLCHÃO CALHA DO TIETÊ SP Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Ramalho Comercial Ltda. PERÍODO 2003/2004 Revisado ABRIL 2011 -

Leia mais

Muro de solo grampeado com face em blocos pré-moldados

Muro de solo grampeado com face em blocos pré-moldados Muro de solo grampeado com face em blocos pré-moldados Saramago, R. P. Terrae Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, robson@terrae.com.br Mendonça, M. B. Terrae Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil,

Leia mais

Soluções Geotécnicas. Engª.. Daniele Martin Ojea Depto. Técnico Maccaferri do Brasil

Soluções Geotécnicas. Engª.. Daniele Martin Ojea Depto. Técnico Maccaferri do Brasil Soluções Geotécnicas Engª.. Daniele Martin Ojea Depto. Técnico Maccaferri do Brasil Mais de centro e trinta anos de história transformados em tradição... Proteção de margem no Rio Reno 1894 1971 Maccaferri

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO DE SOLO REFORÇADO NO PARQUE INDUSTRIAL ANHANGUERA OSASCO SP

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO DE SOLO REFORÇADO NO PARQUE INDUSTRIAL ANHANGUERA OSASCO SP UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM EM MURO DE SOLO REFORÇADO NO PARQUE INDUSTRIAL ANHANGUERA OSASCO SP Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Ramalho Comercial Ltda. PERÍODO 2005 Revisado

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO NO SISTEMA DE DRENAGEM DA RODOVIA BR101 TRECHO SANTA CRUZ - PORTO DE ITAGUAÍ RIO DE JANEIRO RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO NO SISTEMA DE DRENAGEM DA RODOVIA BR101 TRECHO SANTA CRUZ - PORTO DE ITAGUAÍ RIO DE JANEIRO RJ UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO NO SISTEMA DE DRENAGEM DA RODOVIA BR101 TRECHO SANTA CRUZ - PORTO DE ITAGUAÍ RIO DE JANEIRO RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Geomaks

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOWEB PARA REVESTIMENTO DE CANAL DO SESC BARRA DA TIJUCA RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOWEB PARA REVESTIMENTO DE CANAL DO SESC BARRA DA TIJUCA RJ UTILIZAÇÃO DE GEOWEB PARA REVESTIMENTO DE CANAL DO SESC BARRA DA TIJUCA RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Geomaks Comércio de Geossintéticos Ltda. PERÍODO 2003/2004 Revisado

Leia mais

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62)

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62) Maccaferri do Brasil - 2017 Matriz. Av. José Benassi, 2601 - Distrito Industrial FazGran CP 520 - CEP 13201-970 - Jundiaí - SP - Brasil Tel.: (11) 4525-5000 E-mail: maccaferri@maccaferri.com.br www.maccaferri.com/br

Leia mais

Tópicos Especiais de Mecânica dos Solos

Tópicos Especiais de Mecânica dos Solos Tópicos Especiais de Mecânica dos Solos Estruturas de Contenção de Solo Reforçado PROFESSOR: BRUNO TEIXEIRA DANTAS Objetivo Geral Desenvolver habilidades, competências e atitudes necessárias à compreensão

Leia mais

BARREIRA DE SEDIMENTO NA DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ENG. CONSTÂNCIO CINTRA

BARREIRA DE SEDIMENTO NA DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ENG. CONSTÂNCIO CINTRA CASO DE OBRA #200 BARREIRA DE SEDIMENTO NA DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ENG. CONSTÂNCIO CINTRA (ITATIBA SP) Autor: Departamento Técnico Bidim Agosto de 2013 1. DADOS GERAIS Tipo de obra Barreira de sedimentos

Leia mais

MUROS DE ARRIMO. Tipos Drenagem Estabilidade Dimensionamento

MUROS DE ARRIMO. Tipos Drenagem Estabilidade Dimensionamento MUROS DE ARRIMO Tipos Drenagem Estabilidade Dimensionamento DEFINIÇÃO Muros são estruturas corridas de contenção de parede vertical ou quase vertical, apoiadas em uma fundação rasa ou profunda. Podem ser

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III Aula 15 Cortinas e escoramentos: Cortina Atirantada Eng. Civil Augusto

Leia mais

CASO DE OBRA: CANAL DO RIO TOCUMEN-PANAMÁ

CASO DE OBRA: CANAL DO RIO TOCUMEN-PANAMÁ CASO DE OBRA: CANAL DO RIO TOCUMEN-PANAMÁ Esta solução técnica foi concebida em Parceria com a Norsan Engenharia. Apresentação do Problema Na área de ampliação do aeroporto da Cidade do Panamá existia

Leia mais

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...);

- Pisos e revestimentos Industriais (pinturas especiais, autonivelantes, uretânicas, vernizes...); A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras, tendo como focos principais as áreas de impermeabilização

Leia mais

Revestimentos de taludes

Revestimentos de taludes Revestimentos de taludes Necessidades e Soluções Maccaferri do - 2017 Matriz. Av. José Benassi, 2601 - Distrito Industrial FazGran CP 520 - CEP 13201-970 - Jundiaí - SP - Tel.: (11) 4525-5000 E-mail: maccaferri@maccaferri.com.br

Leia mais

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62)

Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) Fax: (62) Officine Maccaferri Perfil do Grupo Maccaferri do Brasil Ltda. - 2017 Fundada em 1879, a Officine Maccaferri logo se tornou uma referência técnica no desenvolvimento e dimensionamento de soluções para

Leia mais

CampSolo Fundações e Geotecnica

CampSolo Fundações e Geotecnica Sediada em Campinas - SP, a CampSolo Fundações e Geotecnica atua no mercado com as atividades: Solo Grampeado Concreto Projetado Tirantes DHP (drenos) Estaca Raiz Gabiões Projeção de argamassa em fachadas.

Leia mais

1. Dados e-bidim #047

1. Dados e-bidim #047 1. Dados e-bidim #047 e-bidim # 047 Data 24/03/2005 Tema Assunto Local Geossintético Caso de Obra Proteção de geomembrana com Manta Geotêxtil Bidim (base) e Geoweb (taludes) no Lago Paisagístico da nova

Leia mais

Aplicação de Geossintéticos em Ferrovia. Prof. Dr. Gilberto Fernandes

Aplicação de Geossintéticos em Ferrovia. Prof. Dr. Gilberto Fernandes Aplicação de Geossintéticos em Ferrovia Prof. Dr. Gilberto Fernandes INTRODUÇÃO O termo geossintético é usado para descrever uma família de produtos sintéticos utilizados para resolver problemas em geotecnia.

Leia mais

CONTROLE DE RECALQUE DE EDIFÍCIOS ATRAVÉS DE ESTACAS INJETADAS AUTOPERFURANTES

CONTROLE DE RECALQUE DE EDIFÍCIOS ATRAVÉS DE ESTACAS INJETADAS AUTOPERFURANTES CONTROLE DE RECALQUE DE EDIFÍCIOS ATRAVÉS DE ESTACAS INJETADAS AUTOPERFURANTES Rodrigo Rogério. MSc Coordenador de Geotecnia e Fundações GEOSOLUÇÕES a STRATA COMPANY, São Paulo, Brasil, rogerio@geosolucoes.com

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS. Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes e controle de risco

SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS. Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes e controle de risco Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Programa de Pós-Graduação Engenharia Civil SUSTENTABILIDADE EM ÁREAS URBANAS Ações estruturais e não-estruturais para prevenção de acidentes

Leia mais

Nome da obra: Construção da Rodovia Iquitos - Nauta. Trecho IV Nauta - Ponte Itaya Km Km e Km Km

Nome da obra: Construção da Rodovia Iquitos - Nauta. Trecho IV Nauta - Ponte Itaya Km Km e Km Km Uso de geogrelhas para a redução da espessura de pavimento e melhoramento de subleito em solos de baixa capacidade de suporte na rodovia Iquitos - Nauta Autores: Eng. Carlos Antônio Centurión, Gerente

Leia mais

Emprego de geossintéticos para recomposição de talude com recuperação da geometria original e uso de solo local

Emprego de geossintéticos para recomposição de talude com recuperação da geometria original e uso de solo local Emprego de geossintéticos para recomposição de talude com recuperação da geometria original e uso de solo local Fagner Alexandre Nunes de França Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, Brasil, franca@dec.feis.unesp.br

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I. Prof. MsC. Roberto Monteiro

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I. Prof. MsC. Roberto Monteiro FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÕES I Prof. MsC. Roberto Monteiro CONCEPÇÃO DE OBRAS DE FUNDAÇÕES Pof. Msc. ROBERTO MONTEIRO INTRODUÇÃO Comentário Inial O estudo de concepção

Leia mais

BARRAGENS DE TERRA E DE ENROCAMENTO AULA 3. Prof. Romero César Gomes - Departamento de Engenharia Civil / UFOP

BARRAGENS DE TERRA E DE ENROCAMENTO AULA 3. Prof. Romero César Gomes - Departamento de Engenharia Civil / UFOP BARRAGENS DE TERRA E DE ENROCAMENTO AULA 3 Prof. Romero César Gomes - Departamento de Engenharia Civil / UFOP Análises da Estabilidade de Taludes de Barragens Escolha das Seções Críticas seção de altura

Leia mais

SOLUÇÕES INTEGRAIS DE ENGENHARIA

SOLUÇÕES INTEGRAIS DE ENGENHARIA SOLUÇÕES INTEGRAIS DE ENGENHARIA www.grupotdm.com Apresentação Grupo TDM Soluções QUEM SOMOS? Fundada em 1992, a TDM é uma empresa líder na América Latina em soluções de engenharia, fornecimento e instalação

Leia mais

Sistemas de Fundação. Sobre o Projeto de Fundações. Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt FUNDAÇÕES AULA 02.

Sistemas de Fundação. Sobre o Projeto de Fundações. Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt FUNDAÇÕES AULA 02. Sistemas de Fundação Sobre o Projeto de Fundações FUNDAÇÕES AULA 02 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com ENGENHARIA DE FUNDAÇÕES Sistemas de fundação Geotecnia e Estrutura

Leia mais

A MAIS ALTA QUALIDADE EM BIOMANTA DE FIBRAS DE COCO

A MAIS ALTA QUALIDADE EM BIOMANTA DE FIBRAS DE COCO A MAIS ALTA QUALIDADE EM BIOMANTA DE FIBRAS DE COCO Quem somos A FIBRAZtech é a marca da Frysk Industrial Ltda criada para atender e servir o mercado de fibra de coco; atuando como parceira de empresas

Leia mais

Selagem asfáltica de fissuras de pavimentos Edição Maio/2006 Revista Téchne

Selagem asfáltica de fissuras de pavimentos Edição Maio/2006 Revista Téchne Selagem asfáltica de fissuras de pavimentos Edição 110 - Maio/2006 Revista Téchne Todas as estradas, rodovias e ruas necessitam de manutenção para manter suas condições operacionais, pois sofrem constante

Leia mais

Recuperação de Aterro Rodoviário Através de Solo Reforçado e Blocos Intertravados

Recuperação de Aterro Rodoviário Através de Solo Reforçado e Blocos Intertravados Recuperação de Aterro Rodoviário Através de Solo Reforçado e Blocos Intertravados Marcos Barreto de Mendonça D.Sc. Terrae Engenharia Ltda. Paulo José Brugger D.Sc. Terrae Engenharia Ltda. Universidade

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013

ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013 ENGENHARIA CIVIL CAMPUS DA FAROLÂNDIA 2013 ALVENARIA ESTRUTURAL Definição: processo construtivo que se caracteriza pelo uso de paredes de alvenaria como principal estrutura suporte do edifício, dimensionada

Leia mais

CONTENÇÕES EM ZONAS URBANAS:

CONTENÇÕES EM ZONAS URBANAS: ESCOLA POLITÉCNICA DA USP PEF-2405 FUNDAÇÕES Escavações Escoradas CONTENÇÕES EM ZONAS URBANAS: - CONDICIONANTES / CRITÉRIOS DE ESCOLHA -DISCUSSÃO DE CÁLCULOS PARA PROJETO - TIPOS Jaime Domingos Marzionna

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE PARÂMETROS DE SOLOS NÃO SATURADOS EM ENCOSTAS

UTILIZAÇÃO DE PARÂMETROS DE SOLOS NÃO SATURADOS EM ENCOSTAS UTILIZAÇÃO DE PARÂMETROS DE SOLOS NÃO SATURADOS EM ENCOSTAS Luis Edmundo Prado de Campos (1) Sumário A Cidade de Salvador, como diversas outras cidades localizadas em regiões de topografia acidentada,

Leia mais

MAPAS GEOLÓGICOS E GEOTÉCNICOS

MAPAS GEOLÓGICOS E GEOTÉCNICOS MAPAS GEOLÓGICOS E GEOTÉCNICOS Definição Mapas geológicos Mapa geológico é aquele que mostra a distribuição dos tipos de rochas e das estruturas geológicas como fraturas, falhas, dobras, posição das camadas,

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM PARA EXECUÇÃO DE DIQUES CONTÍNUOS NAS INSTALAÇÕES DO SESC PANTANAL MT

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM PARA EXECUÇÃO DE DIQUES CONTÍNUOS NAS INSTALAÇÕES DO SESC PANTANAL MT UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM PARA EXECUÇÃO DE DIQUES CONTÍNUOS NAS INSTALAÇÕES DO SESC PANTANAL MT Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor: Paulo Roberto Ferst EPP PERÍODO 2001 Revisado

Leia mais

Notas de aulas de Mecânica dos Solos II (parte 1)

Notas de aulas de Mecânica dos Solos II (parte 1) 1 Notas de aulas de Mecânica dos Solos II (parte 1) Hélio Marcos Fernandes Viana Tema: Princípio das tensões efetivas; E tensões geostáticas Conteúdo da parte 1 1 Princípio das tensões efetivas 2 Evidências

Leia mais

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra Geologia e conservação de solos Luiz José Cruz Bezerra SOLO É a parte natural e integrada à paisagem que dá suporte às plantas que nele se desenvolvem. Parte mais superficial e fina da crosta terrestre.

Leia mais

MURO DE CONTENÇÃO REFORÇADO COM GEOGRELHAS E FACE VERDE

MURO DE CONTENÇÃO REFORÇADO COM GEOGRELHAS E FACE VERDE ARTIGO MURO DE CONTENÇÃO REFORÇADO COM GEOGRELHAS E FACE VERDE Paulo J. Brugger Brugger Engenharia Ltda., São José dos Campos, SP, Brasil brugger@murosterrae.com.br Cristina F. Schmidt Huesker Ltda., São

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III Aula 14 Cortinas e escoramentos: Cortina Atirantada Eng. Civil Augusto

Leia mais

Estudo de Correlação Chuva x Escorregamento no Estado do Rio de Janeiro. Desastres em 2014 no Sudeste 4 de setembro de 2014

Estudo de Correlação Chuva x Escorregamento no Estado do Rio de Janeiro. Desastres em 2014 no Sudeste 4 de setembro de 2014 Estudo de Correlação Chuva x Escorregamento no Estado do Rio de Janeiro Desastres em 2014 no Sudeste 4 de setembro de 2014 MOTIVAÇÃO O evento pluviométrico extremo de Janeiro de 2011 na região serrana

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III Aula 12 Estruturas de contenção Augusto Romanini Sinop - MT 2015/2

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOWEB NA PROTEÇÃO DE TALUDE NO RIBEIRÃO DOS PADILHAS CURITIBA PR

UTILIZAÇÃO DE GEOWEB NA PROTEÇÃO DE TALUDE NO RIBEIRÃO DOS PADILHAS CURITIBA PR UTILIZAÇÃO DE GEOWEB NA PROTEÇÃO DE TALUDE NO RIBEIRÃO DOS PADILHAS CURITIBA PR Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Colaboração: Eng. André Fanaya SETEMBRO 1997 Revisado JANEIRO 2011 - Departamento

Leia mais

REVEGETAÇÃO DE TALUDES

REVEGETAÇÃO DE TALUDES REVEGETAÇÃO DE TALUDES Departamento de Engenharia Florestal/DEFl/DEF Lab. de Conservação de Ecossistemas e Recuperação de Áreas Prof. Israel Marinho Pereira imarinhopereira@gmail.com DEFINIÇÃO DA ESCALA

Leia mais

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG)

Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) Projeto premiado com o 16 Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira 13 de maio de 2014 - Hotel Ouro Minas - Belo Horizonte (MG) o Tel. (11) 3895-8590 premiodeexcelencia@revistaminerios.com.br

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III Aula 02 Cortinas e escoramentos Augusto Romanini Sinop - MT 2015/2

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS TRADICIONAIS E INOVADORAS DE ESTABILIZAÇÃO E REFORÇO DE MACIÇO DE SOLO

ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS TRADICIONAIS E INOVADORAS DE ESTABILIZAÇÃO E REFORÇO DE MACIÇO DE SOLO ARTIGO ASSOCIAÇÃO DE TÉCNICAS TRADICIONAIS E INOVADORAS DE ESTABILIZAÇÃO E REFORÇO DE MACIÇO DE SOLO Eng. Marcus Vinicius Weber de Campos M.Sc. Geosoluções Engenharia Geotécnica e Ambiental marcus.campos@geosolucoes.com

Leia mais

Muro de Grande Altura Reforçado com Geogrelhas e Face Verde Envelopada.

Muro de Grande Altura Reforçado com Geogrelhas e Face Verde Envelopada. Muro de Grande Altura Reforçado com Geogrelhas e Face Verde Envelopada. Paulo J. Brugger Brugger Engenharia Ltda., São José dos Campos, SP, Brasil, brugger@murosterrae.com.br Cristina F. Schmidt Huesker

Leia mais

Aula2 Tecnologia dos Processos Construtivos Residenciais

Aula2 Tecnologia dos Processos Construtivos Residenciais Aula2 Tecnologia dos Processos Construtivos Residenciais LOCAÇÃO DE OBRAS DE EDIFÍCIO NO INTRODUÇÃO Considerando-se que o movimento de terra necessário para implantação do edifício tenha sido realizado

Leia mais

Estruturas de Contenção Apresentação da disciplina Definições Tipos de Estruturas de Contenções

Estruturas de Contenção Apresentação da disciplina Definições Tipos de Estruturas de Contenções Estruturas de Contenção Apresentação da disciplina Definições Tipos de Estruturas de Contenções Considerações Gerais Ementa Conteúdo Programático Avaliação Bibliografia APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Considerações

Leia mais

Reforço com Geossintéticos e Solo Grampeado: uma solução geotécnica eficiente

Reforço com Geossintéticos e Solo Grampeado: uma solução geotécnica eficiente Vinícius Rocha Gomes Pereira Geosoluções Strata, São Paulo, vinicius.rocha@geosolucoes.com, (11) 96056-8360. José Orlando Avesani Neto GeoSoluções Strata, São Paulo, avesani.neto@geosolucoes.com, (11)

Leia mais

SISTEMAS DE CONTENÇÃO

SISTEMAS DE CONTENÇÃO SISTEMAS DE CONTENÇÃO APRESENTAÇÃO TÉCNICA (21) 99330-4278 www.geotechnical.com.br contato@geotechnical.com.br GEOTECHNICAL Estacas Helicoidais são utilizadas há mais de 200 anos. Inicialmente como alternativa

Leia mais

RECUPERAÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE TALUDE NA UHE DE FUNIL

RECUPERAÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE TALUDE NA UHE DE FUNIL RECUPERAÇÃO E ESTABILIZAÇÃO DE TALUDE NA UHE DE FUNIL Rogério Sales Góz Adalberto de Azeredo Rodrigues Carlos de Alencar Dias Sobrinho Celso José Pires Filho Emílio Rodriguez Bugarin FURNAS Centrais Elétricas

Leia mais

Especificações Técnicas Geogrelha. Principais Aplicações

Especificações Técnicas Geogrelha. Principais Aplicações Geogrelha Inovageo Geogrelha Geogrelha tecida, produzida a partir de filamentos de poliéster de super alta tenacidade que, com baixos valores de alongamento, mobilizam elevada resistência á tração. As

Leia mais

A DIMENSÃO TRIDIMENSIONAL DO ESPAÇO URBANO - PROPOSTA PARA UM PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS TÚNEIS VIÁRIOS DOS MUNICÍPIOS A PARTIR DE UMA POLÍTICA DE

A DIMENSÃO TRIDIMENSIONAL DO ESPAÇO URBANO - PROPOSTA PARA UM PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS TÚNEIS VIÁRIOS DOS MUNICÍPIOS A PARTIR DE UMA POLÍTICA DE A DIMENSÃO TRIDIMENSIONAL DO ESPAÇO URBANO - PROPOSTA PARA UM PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DOS TÚNEIS VIÁRIOS DOS MUNICÍPIOS A PARTIR DE UMA POLÍTICA DE OCUPAÇÃO PLANEJADA E OTIMIZADA DO SUBSOLO Sistema de

Leia mais

Túneis e Galerias. Necessidades e Soluções. Maccaferri do Brasil

Túneis e Galerias. Necessidades e Soluções. Maccaferri do Brasil Túneis e Galerias Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) 3661-0030 Fax: (62) 3661-0030 E-mail: goiania@maccaferri.com.br Matriz. Av. José Benassi, 2601 - Distrito Industrial FazGran CP 520 - CEP 13201-970 -

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM

MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM MEMORIAL DESCRITIVO E QUANTITATIVO DE MATERIAIS PROJETO DE TERRAPLENAGEM RESPONSÁVEL: CREA: EDIANIR BONATH 5063825690-SP CONTRATANTE: OBRA: LOCAL: UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL BAHIA - UFSB UFSB CAMPUS JORGE

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO NO NOVO DIQUE DO PORTO DE LA PLATA ARGENTINA

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO NO NOVO DIQUE DO PORTO DE LA PLATA ARGENTINA UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO ELEMENTO DE REFORÇO NO NOVO DIQUE DO PORTO DE LA PLATA ARGENTINA Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim PERÍODO 2006 Revisado ABRIL 2011 - Departamento Técnico.

Leia mais

Contenção e Estabilização de Encostas e Taludes naturais e escavados. Qualidade e Segurança, a solução perfeita

Contenção e Estabilização de Encostas e Taludes naturais e escavados. Qualidade e Segurança, a solução perfeita Contenção e Estabilização de Encostas e Taludes naturais e escavados Qualidade e Segurança, a solução perfeita EMPRESA A PSO, tem um know-how de mais de 30 anos com os sócios fundadores da empresa, experiências

Leia mais

UFABC- Universidade Federal do ABC- PROEXT 2011/2012. Gestão de Riscos Geológicos em Ambiente Urbano: Escorregamentos e Processos Correlatos

UFABC- Universidade Federal do ABC- PROEXT 2011/2012. Gestão de Riscos Geológicos em Ambiente Urbano: Escorregamentos e Processos Correlatos UFABC- Universidade Federal do ABC- PROEXT 2011/2012 Gestão de Riscos Geológicos em Ambiente Urbano: Escorregamentos e Processos Correlatos 2º OFICINA: SOLUÇÕES DE ESTABILIZAÇÃO CLÁUDIA PAIVA FATORES CONDICIONANTES

Leia mais

MOVIMENTOS DE MASSA ASSOCIADOS AOS MACIÇOS ROCHOSOS GRANITO-GNÁISSICOS DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS, RJ

MOVIMENTOS DE MASSA ASSOCIADOS AOS MACIÇOS ROCHOSOS GRANITO-GNÁISSICOS DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS, RJ MOVIMENTOS DE MASSA ASSOCIADOS AOS MACIÇOS ROCHOSOS GRANITO-GNÁISSICOS DO MUNICÍPIO DE PETRÓPOLIS, RJ Ana Caroline Dutra Geóloga anacarolinedutra@yahoo.com Apresentação O município de Petrópolis é conhecido

Leia mais

Desempenho de Pavimentos Rodoviários. Prof. M.Sc. em Eng. Civil Matheus Lemos Nogueira

Desempenho de Pavimentos Rodoviários. Prof. M.Sc. em Eng. Civil Matheus Lemos Nogueira Desempenho de Pavimentos Rodoviários Prof. M.Sc. em Eng. Civil Matheus Lemos Nogueira Desempenho É a variação da serventia ao longo do tempo (ou do tráfego) de uso do pavimento. VSA Valor de Serventia

Leia mais

RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO NA INTERFACE SOLO-CALDA DE CIMENTO: COMPARAÇÃO ENTRE OS RESULTADOS DE CAMPO E DE LABORATÓRIO

RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO NA INTERFACE SOLO-CALDA DE CIMENTO: COMPARAÇÃO ENTRE OS RESULTADOS DE CAMPO E DE LABORATÓRIO RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO NA INTERFACE SOLO-CALDA DE CIMENTO... 61 RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO NA INTERFACE SOLO-CALDA DE CIMENTO: COMPARAÇÃO ENTRE OS RESULTADOS DE CAMPO E DE LABORATÓRIO Juliana Maria

Leia mais

FUNDAMENTOS DE GEOLOGIA. Movimentos de Massa. Definição Fatores Influentes Tipos de Movimento de Massa Medidas Mitigadoras

FUNDAMENTOS DE GEOLOGIA. Movimentos de Massa. Definição Fatores Influentes Tipos de Movimento de Massa Medidas Mitigadoras FUNDAMENTOS DE GEOLOGIA Movimentos de Massa Definição Fatores Influentes Tipos de Movimento de Massa Medidas Mitigadoras MOVIMENTOS DE MASSA São todos os processos pelos quais massas de rocha e solo movem-se

Leia mais

Ga b i õ e s e o u tra s so l u çõ e s e m ma l h a hex agonal d e d u p l a to rçã o

Ga b i õ e s e o u tra s so l u çõ e s e m ma l h a hex agonal d e d u p l a to rçã o Unidade Centro-Norte. Tel.: (62) 3661-0030 Fax: (62) 3661-0030 E-mail: goiania@maccaferri.com.br Matriz. Av. José Benassi, 2601 - Distrito Industrial FazGran CP 520 - CEP 13201-970 - Jundiaí - SP - Brasil

Leia mais

GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas

GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas ENG. PRISCILA FREITAS Engenheira Civil, UEFS (2006) Especialista em Engenharia da Qualidade, UFBA (2007) Mestranda em Gestão e Tecnologia Industrial GETEC, SENAI

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL GEOTECNIA III Aula 13 Escoramentos Provisório Augusto Romanini Sinop - MT 2017/1

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE CÁLCULO PROJETO BÁSICO DE ESTRUTURA METÁLICA DA PASSARELA METÁLICA DO IFPE ABREU E LIMA

MEMORIAL DESCRITIVO E DE CÁLCULO PROJETO BÁSICO DE ESTRUTURA METÁLICA DA PASSARELA METÁLICA DO IFPE ABREU E LIMA MEMORIAL DESCRITIVO E DE CÁLCULO PROJETO BÁSICO DE ESTRUTURA METÁLICA DA PASSARELA METÁLICA DO IFPE ABREU E LIMA Autor: Eng. Civil Cleber Tonello Pedro Junior (Crea-MT MT024672) CUIABÁ MATO GROSSO MAIO

Leia mais

Desastre na Região Serrana -Petrópolis - RJ

Desastre na Região Serrana -Petrópolis - RJ Desastre na Região Serrana -Petrópolis - RJ Prof. Dr. Antonio José Teixeira Guerra Doutoranda Maria do Carmo Oliveira Jorge www.lagesolos.ufrj.br antoniotguerra@gmail.com INTRODUÇÃO Urbanização/ Falta

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO, CAMADA DE SEPARAÇÃO, REFORÇO E CURA DE CONCRETO NO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO RIO DE JANEIRO - RJ

UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO, CAMADA DE SEPARAÇÃO, REFORÇO E CURA DE CONCRETO NO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO RIO DE JANEIRO - RJ UTILIZAÇÃO DE GEOTÊXTIL BIDIM COMO FILTRO, CAMADA DE SEPARAÇÃO, REFORÇO E CURA DE CONCRETO NO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO RIO DE JANEIRO - RJ Autor: Departamento Técnico - Atividade Bidim Distribuidor:

Leia mais

Monitoramento de túneis. Guilherme Jacques de Moraes 04 Julho 2017

Monitoramento de túneis. Guilherme Jacques de Moraes 04 Julho 2017 Monitoramento de túneis Guilherme Jacques de Moraes 04 Julho 2017 1 Introdução Atividades do monitoramento Instrumentação e monitoramento: geotécnico estrutural sismográfico Topografia avançada com scanner

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ESTADO ESTRUTURAL DE VIAS SOBRE LASTRO

AVALIAÇÃO DO ESTADO ESTRUTURAL DE VIAS SOBRE LASTRO 11 a. SEMANA DE TECNOLOGIA METROVIÁRIA FÓRUM TÉCNICO AVALIAÇÃO DO ESTADO ESTRUTURAL DE VIAS SOBRE LASTRO AUTORES: (1) CÁSSIO EDUARDO LIMA DE PAIVA - UNICAMP (2) JOÃO DINI PIVOTO MRS LOGÍSTICA (3) FERNANDO

Leia mais

Rebaixamento da Linha Férrea de Maringá Utilizando Muros

Rebaixamento da Linha Férrea de Maringá Utilizando Muros ARTIGO Rebaixamento da Linha Férrea de Maringá Utilizando Muros em Solo Reforçado Paulo J. Brugger Brugger Engenharia Ltda., São José dos Campos, SP paulo@brugger.eng.br Rosângela de Oliveira Munhoz Gomes

Leia mais

Serviço Geológico do Brasil CPRM

Serviço Geológico do Brasil CPRM Serviço Geológico do Brasil CPRM AÇÃO EMERGENCIAL PARA A SETORIZAÇÃO DE ÁREAS COM INDÍCIOS OU POTENCIAIS PARA ALTO OU MUITO ALTO RISCO A DESLIZAMENTOS E INUNDAÇÕES EM TIMBÓ E JARAGUÁ DO SUL (SC) Deyna

Leia mais

ESTAÇÃO CAMPO BELO DA LINHA 5 DO METRO DE SÃO PAULO: ESTUDO DO COMPORTAMENTO. (Fonte: Metrô São Paulo)

ESTAÇÃO CAMPO BELO DA LINHA 5 DO METRO DE SÃO PAULO: ESTUDO DO COMPORTAMENTO. (Fonte: Metrô São Paulo) ESTAÇÃO CAMPO BELO DA LINHA 5 DO METRO DE SÃO : (Fonte: Metrô São Paulo) OBJETIVO Identificar as possíveis causas dos deslocamentos observados e não previstos, durante a escavação da Estação METODOLOGIA

Leia mais

Elementos Componentes da Mesoestrutura

Elementos Componentes da Mesoestrutura UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: ESTRUTURAS DE PONTES Elementos Componentes da Mesoestrutura

Leia mais

Solo grampeado - aspectos executivos do chumbador

Solo grampeado - aspectos executivos do chumbador Solo grampeado - aspectos executivos do chumbador Souza, G.J.T. Pitta, C.A. Zirlis, A.C. Diretores da Solotrat Engenharia Geotécnica Ltda Resumo: Ao se pesquisar qual a causa para a ruptura de um talude,

Leia mais

ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR

ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR ANÁLISE DE RISCO AMBIENTAL NA SERRA DO MAR O caso do Parque Estadual do Cunhambebe(PEC) e seu entorno - RJ Kátia Regina Góes Souza DSc / MSc em Geografia Especialista em Análise Ambiental. OBJETIVO PRINCIPAL

Leia mais

EROSÃO EM ÁREAS URBANAS

EROSÃO EM ÁREAS URBANAS EROSÃO EM ÁREAS URBANAS GRUPO: Azussa Hirakata 3129173 Bruno Y. Katayama 3506844 Eduardo Takata 3104404 Kleber Ximenes 3633245 Meyre S. Taniguchi 3439620 Rodrigo T. O. Lemmi 3105600 Ronaldo Miyata 3439655

Leia mais

Obras de Drenagem Subsuperficial da Rodovia PA Subsuperficial Drainage Work of PA-287 Highway

Obras de Drenagem Subsuperficial da Rodovia PA Subsuperficial Drainage Work of PA-287 Highway Obras de Drenagem Subsuperficial da Rodovia PA - 287 Subsuperficial Drainage Work of PA-287 Highway Nome dos autores: Petrucio dos Santos Junior Esdras Vilela de Oliveira Paulo Cesar Belesso Ferretti Instituição:

Leia mais

Defesas de margens e obras transversais. Necessidades e Soluções

Defesas de margens e obras transversais. Necessidades e Soluções Defesas de margens e obras transversais Necessidades e Soluções 00 "Este catálogo faz parte de uma série de publicações, cuja finalidade é apresentar as soluções MACCAFERRI. Uma outra série oferece aos

Leia mais

Modelagem numérica de um aterro reforçado com geotêxtil nãotecido

Modelagem numérica de um aterro reforçado com geotêxtil nãotecido Modelagem numérica de um aterro reforçado com geotêxtil nãotecido Plácido, R. R. IPT, São Paulo, SP, Brasil, rplacido@ipt.br Kamiji, T. S. M. M. IPT, São Paulo, SP, Brasil, tsumie@ipt.br Resumo: Este trabalho

Leia mais

6. Análise de Estabilidade

6. Análise de Estabilidade . Análise de Estabilidade As análises de estabilidade de aterros sobre solos moles podem ser realizadas em termos de tensões totais (φ = ) ou em termos de tensões efetivas (c, φ e u ). A condição não drenada

Leia mais

2 - Considerações a respeito do projeto

2 - Considerações a respeito do projeto 2 - Considerações a respeito do projeto A resistência mecânica de peças de aço fundido depende inicialmente de: - composição química; - resistência real do metal fundido, em função da espessura das peças;

Leia mais

GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS_ESTRUTUR A

GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS_ESTRUTUR A GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS_ESTRUTUR A Eng.Leonardo Braga Passos, Msc Sócio/Diretor PI-Engenharia e Consultoria Diretor Regional BH-ABECE (2015/2016) INTRODUÇÃO / OBJETIVO O Manual para Contratação

Leia mais

Gestão dos solos em viticultura de encosta

Gestão dos solos em viticultura de encosta Workshop Gestão dos solos em viticultura de encosta Pinhão, 28 de outubro de 2013 Sérgio Vieira Inicio de atividade no ano de 2005 Localizada na Zona Industrial de Vila Real Atua na comercialização de

Leia mais

Sistemas Estruturais: Pontes em Pórtico e em Arco

Sistemas Estruturais: Pontes em Pórtico e em Arco UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: ESTRUTURAS DE PONTES Sistemas Estruturais: Pontes em

Leia mais

Meios de Ligação. Ligações nas Estruturas Metálicas Aço. O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido. Objetivo.

Meios de Ligação. Ligações nas Estruturas Metálicas Aço. O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido. Objetivo. O uso do Aço na Arquitetura 1 Aluízio Fontana Margarido Meios de Ligação 4 Objetivo Conhecer os sistemas de ligação utilizados nas estruturas de aço Ligações nas Estruturas Metálicas Aço As ligações nas

Leia mais