INFORME ACP INFORMATIVO DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE PROFESSORES - ABRIL DE EDIÇÃO 01

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORME ACP INFORMATIVO DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE PROFESSORES - ABRIL DE 2012 - EDIÇÃO 01"

Transcrição

1 INFORME ACP INFORMATIVO DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE PROFESSORES - ABRIL DE EDIÇÃO 01 Impresso Especial DR/SC ACP CORREIOS Encontro de Trabalho teve muito debate em clima de confraternização SC Saúde Servidores estaduais ainda enfrentam muitos problemas para receber atendimento médicohospitalar pelo SC Saúde. De um lado faltam profissionais e serviços credenciados, de outro sobram reclamações. Por isso a ACP convidou um representante da Secretaria de Administração (SEA) para participar do Encontro de Trabalho. Eduardo Brasil, assessor da Diretoria de Saúde do Servidor, fez uma explanação detalhada e depois respondeu as perguntas. A ACP tem participado também de reuniões na SEA, como parte do Fórum de Servidores Unificado em Defesa do SC Saúde Pág. 8, 9 e 10 O Encontro de Trabalho, realizado nos dias 14 e 15 de março, em Florianópolis, reuniu 80 pessoas. Diretoria, Conselho Fiscal e representantes de todos os núcleos regionais da ACP debateram temas importantes, como o Piso Nacional do Magistério, e a necessidade de valorização da Educação no Brasil. Durante o evento aconteceu a Assembleia Geral Ordinária, que aprovou o Balancete 2011, a apresentação do Guia Prático ao Professor e uma vivência coordenada pela psicóloga Lorena Machado e Silva Central Saiba como foi a temporada de verão e conheça alguns dos investimentos feitos nas sedes recreativas da ACP Pág 3 É verdade que no Japão os professores são os únicos que não baixam a cabeça para reverenciar o imperador? Resposta na Pág 4 Diretoria faz reuniões nos núcleos regionais de Blumenau, Jaraguá do Sul, Criciúma e Araranguá. Visitas recomeçam em maio Pág 5 O que Canadá, Chile, China e Finlândia fazem para ter o melhor nível educacional do mundo? Pág 10

2 2 - MARÇO DE 2012 INFORME ACP Correio! No dia 1º de março tomaram posse o novo secretário estadual da Educação, Eduardo Deschamps, e sua secretáriaadjunta, Elza Marina da Silva Moretto. A ACP encaminhou telegrama cumprimentando pela posse, colocando a entidade à disposição e buscando mais do que a promessa de dedicação ao trabalho, mas o comprometimento com a Educação de Santa Catarina e com cada professor e professora que tem a grave responsabilidade de formar as futuras gerações, com a qualidade que nosso Estado merece. Leia as respostas: Eduardo Deschamps: Agradeço seus cumprimentos por minha posse nesta Secretaria de Estado e garanto-lhe que empenharei todo o meu tempo e energia para encontrar soluções para os impasses e garantir o engrandecimento da Educação Catarinense. Elza Moretto: Desejo corresponder às expectativas depositadas em minha pessoa, cumprindo minhas funções com lealdade e, acima de tudo, com respeito ao educador e ao estudante catarinense. Em todos os assuntos relativos à Educação, coloco-me a sua inteira disposição. EXPEDIENTE VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE PROFESSORES Educação é Investimento Jornalista responsável: Andréa Neves (SC JP) Diagramação: Daniel Machado Fotos: Acervo ACP e site (free) Presidente: Maria de Andrade Silva EDITORIAL Esta é a primeira edição do ano do Informe ACP. Um ano especial, pois a Associação Catarinense de Professores, fundada em 1952 por um grupo de professoras da rede pública estadual, completará, no dia 15 de outubro, 60 anos. Bodas de Diamante! Cada vez mais forte, cada vez mais respeitada, cada vez realizando mais, nossa entidade é exemplo de longevidade, de atuação dinâmica e de consideração ao legado deixado pelas fundadoras. Temos muito a comemorar! Entretanto, nem tudo é festa. Mais uma vez os professores públicos estaduais se veem às voltas com o Executivo para que também em Santa Catarina seja honrado o Piso Nacional do Magistério. Mais que isso, que seja concedido o devido reajuste às demais faixas salariais, sob pena de se ter um ainda maior desestímulo ao exercício da profissão por conta do achatamento da tabela de remuneração. Este foi um dos temas do nosso Encontro de Trabalho, realizado nos dias 14 e 15 de março com a participação de aproximadamente 80 pessoas. Uma excelente oportunidade para o debate desta questão, e também de outro problema que vem tirando o sono de muitos servidores: o plano SC Saúde. São inúmeras as reclamações, mas entendemos que não é hora de sair do plano. TTemos que nos organizar para exigir qualidade de atendimento no SC Saúde. A ACP, por meio da Diretoria e da Assessoria Jurídica, está empenhada em auxiliar na solução das muitos impasses que ainda persistem, e confiante no diálogo. Nesta edição também trazemos, entre outras, uma matéria sobre a aprovação das contas da ACP em 2011, lembretes sobre o Imposto de Renda e o recadastramendo dos aposentados nas Gereds, um resumo de como foi a temporada de verão, várias notícias da Assessoria Jurídica e o resultado das reuniões realizadas nos núcleos regionais de Blumenau, Jaraguá do Sul, Criciúma e Araranguá. Encontros muito produtivos e que nos deixaram felizes pela carinhosa acolhida que tivemos. Este ACP Informe traz também um texto, compilação de diferentes matérias pesquisadas na Internet, sobre a falta de interesse dos mais jovens na carreira de professor. Um alerta que vínhamos fazendo há algum tempo e que precisa de uma reação rápida do poder público. Afinal, a Educação deve ser o alicerce da sociedade, um alicerce forte sobre o qual se possam construir os pilares da saúde, da habitação, da economia, do saneamento, da sustentabilidade e da cidadania. Maria de Andrade Silva Presidente da ACP Vice-presidentes: Rainilde Müller de Moraes Marli Isabel de Souza Tiragem: exemplares Impressão: Diário Catarinense fone: (48) ou fax: (48)

3 INFORME ACP MARÇO DE Temporada de verão foi concorrida Mais uma temporada de verão de muito sucesso nos meios de hospedagem da ACP. Para a pousada de Canasvieiras foram registradas 716 inscrições, distribuídas por 19 regiões do estado. Para garantir a equidade, o sorteio foi realizado distribuindo uma vaga de apartamento por região. Lages foi a região com o maior número de inscrições para Canasvieiras, num total de 65, enquanto a de Maravilha, com apenas 16 inscrições, foi a de menor número. A primeira semana do ano (de 4 a 11 de janeiro) foi a que teve a maior procura: 112 inscrições para as 20 vagas em Canasvieiras. Em contrapartida, a primeira semana da temporada na pousada, a partir de 13 de dezembro de 2011, recebeu apenas 11 inscrições para o mesmo número de vagas. Investimentos Já na pousada da Praia de Fora, as oito vagas disponíveis receberam 139 inscrições e a semana mais procurada foi iniciada em 28 de dezembro, com 43 inscritos. O camping da Praia de Fora teve procura bem menor: apenas 15 inscrições para os 20 boxes oferecidos quinzenalmente. Luiz Claudio Stahelin, da Administração da ACP, lembrou que as inscrições e o sorteio é que garantem a vaga dos associados nos meios de hospedagem da associação. Ele lamentou o surpreendente número de desistências. Por isso é importante um melhor planejamento de férias no ato de inscrição, a fim de não comprometer a vaga de quem realmente quer passar uma semana na praia. ornamentais e se exercitar nos aparelhos instalados ao ar livre. Afinal, combater o sedentarismo nunca é demais! Na pousada de Canasvieiras, que está passando por uma grande obra de ampliação, os visitantes puderam conhecer e usufruir das novas instalações da cozinha no térreo, agora mais funcional. Agradou em cheio! A ACP não para de investir e de buscar cada vez mais qualidade nos serviços e acomodações que oferece aos associados. Na temporada de verão, os hóspedes da Pousadda da Praia de Fora já puderam desfrutar das melhorias no acesso ao camping e no estacionamento, curtir o lago com peixes CENTRAL DE RESERVAS Lembramos que para se hospedar no Edifício Christiane ou nas sedes recreativas de Canasvieiras e Praia de Fora, favor entrar em contato com a Central de Reservas pelo telefone (48) Atendimento 24 horas, de segunda a segunda.

4 4 - MARÇO DE 2012 Reverência ao professor CUIDADO COM O LEÃO! INFORME ACP Há alguns meses começou a circular nas redes sociais a informação de que, no Japão, o único profissional que não precisa se curvar diante do imperador é o professor. Alguns sites partiram para desmentir a informação, afirmando ser um boato. Como o Informe ACP prima pela informação correta, ainda mais tendo como tema um comportamento cultural que tanto valoriza os profissionais da Educação, foi atrás da verdade. E encontramos uma matéria publicada em 2006, pelo Jornal da Tarde, de São Paulo, cuja fonte é Masami Tajime, presidente da associação de professores da província japonesa de Hyogo. No texto ela afirma: Além da remuneração justa e investimentos na profissionalização, o professor é o único profissional japonês a quem o imperador faz reverência em público. No blog Ler para Crescer, do jornal Folha da Região, do interior de São Paulo, a comerciária Erika Tamura, que mora em Joso, no Japão, e colabora com artigos para o blog, confirma: Segundo a tradição japonesa, todos devem reverenciar o imperador, abaixando a cabeça para ele. Todos, menos os professores! Porque sem professor não haveria imperador! Realmente essa tradição existe. Professor no Japão é uma profissão muito respeitada, e para os japoneses o professor é chamado de sensei, ou mestre, em português, pois é considerado o sábio, o centrado e orientador das crianças. O Japão tem a exata noção de que o futuro do país depende das crianças, por isso a educação é muito valorizada, rigorosa, disciplinada. E para que tudo isso dê certo na prática, são necessários professores competentes, que passaram por rigorosas seleções, que possuem um alto grau de conhecimento e em compensação são bem remunerados. Além de a prática ser verdadeira, demonstra a importância que aquele país dá aos professores e à Educação. Uma questão cultural, consolidada após a II Guerra Mundial, quando o Japão chegou a investir 80% de suas receitas na Educação. O Brasil não tem imperadores. É um país democrático, mas que precisa buscar, de forma urgente, a excelência na área. Podemos chegar lá. Mas é preciso começar logo a caminhada. Vale a pena ler os dois textos citados. Você os encontra nos links: php?it=8195 e Já está correndo o prazo para acertar as contas com o leão. O período para entrega da declaração do Imposto de Renda começou no dia 1º de março e termina em 30 de abril. Se seu rendimento tributável em 2011 foi superior a R$ ,15 ou se recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil, você deve entregar a declaração. Saúde Pública na emergência Ainda que seja promovida por uma denominação religiosa específica, a Campanha da Fraternidade sempre coloca em debate temas de fundamental importância e de interesse para a sociedade brasileira em geral. Em 2012, o tema escolhido foi Fraternidade e saúde pública, com o lema Que a saúde se difunda sobre a terra! Atual e contundente, a campanha tenta fazer o contraponto do que vemos todos os dias: a saúde pública brasileira está doente. Acesso fácil, rápido e garantido à saúde ainda é privilégio para os que podem pagar por isso. E pagar caro! Uma realidade que precisa mudar, mas é importante lembrar que cada um deve fazer a sua parte e, neste caso, a palavra de ordem é prevenção. Bons hábitos alimentares, atividades físicas adequadas, controle do estresse e algumas horas de lazer são fundamentais para manter uma boa saúde. PROFESSOR APOSENTADO Para garantir o recebimento do benefício, não se esqueça de fazer o recadastramento junto à Gerência de Educação (Gered) de sua região no mês de seu aniversário.

5 INFORME ACP MARÇO DE Diretoria faz reuniões nos núcleos regionais. Roteiro será retomado em maio Como ocorre anualmente, a Diretoria da ACP realiza encontros em todos os núcleos regionais. Em 2012 já foram feitas reuniões em Blumenau (1º/03), Jaraguá do Sul (12/03), Criciúma (20/03) e Araranguá (21/03). A presidente Maria de Andrade Silva ficou particularmente impressionada com a acolhida demonstrada em todos os núcleos visitados. Isso mostra que construimos um canal eficiente para o diálogo e o bom relacionamento, tornando a ACP mais presente e atuante nas regiões, observou. Ela anunciou que o objetivo é percorrer os 25 núcleos regionais até o final do primeiro semestre. Queremos ampliar a interação com os associados, especialmente em 2012, quando a entidade chega aos 60 anos. Os temas tratados são de interesse direto dos professores e professoras catarinenses, passando principalmente pelo piso salarial, plano de carreira e SC Saúde. Além da presidente, acompanharam as reuniões, alternando-se, as vice-presidentes Rainildes Muller de Moraes e Marli Isabel de Souza, a presidente do Conselho Fiscal, Marisa Batista Thomaz, e Dolores Magnus da Silva, membro do conselho, e o funcionário da Associação, Vanir Antônio Farias. Criciúma Blumenau Jaraguá do Sul Araranguá RECEITA DE PÁSCOA (autor desconhecido) Ingredientes: alegria, fé, paciência, paz, perdão, perseverança, vontade de ser feliz. Modo de fazer: Misture no recipiente bem lavado da sua alma, chocolate, mais perdão e alegria. Deixe calmamente em banho-maria até que todas as mágoas e rancores sejam depurados. Espere esfriar um pouco, salpicando perseverança e paciência. Despeje nos dois lados do coração. Prepare o seu bombom predileto com recheios de paz e vontade de ser feliz. Desenforme as duas partes moldadas no coração, coloque dentro os bombons, embrulhe com um papel transparente de amizade verdejante e luzente de esperança. Amarre com fitas prateadas de carinho e distribua com muito amor. É tempo de redenção. Com os votos de Feliz Páscoa para você, sua família e seus amigos! Diretoria da ACP No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! (João 1:29).

6 6 - MARÇO DE 2012 INFORME ACP Encontro de Trabalho teve o brilho do diamante No ano em que completa Boda de Diamante (60 anos), a Associação Catarinense de Professores (ACP) realizou um de seus mais participativos Encontros de Trabalho, reunindo em Florianópolis Diretoria, coordenador, coordenadoras e vice-coordenadoras dos núcleos regionais, Conselho Fiscal da entidade. Na abertura do encontro, a presidente da ACP, Maria de Andrade Silva, acompanhada pelas vice-presidentes Marli Isabel de Souza e Rainildes Muller de Moraes, falou sobre a necessidade urgente de se valorizar a Educação no Brasil. Não podemos mais falar em valorizar o professor, em valorizar o aluno ou em valorizar a escola enquanto instituição. Temos que almejar a valorização da Educação em todo o seu alcance, disse. Ela foi categórica ao afirmar que os políticos podem não nos valorizar, mas a sociedade nos valoriza e muito. É um capital simbólico muito maior do que qualquer capital financeiro que possamos acumular. Temos que firmar aqui, em nosso estado e em nosso país, a lógica A novela do piso continua óbvia de que sem professor não há outros professores, tampouco médicos, engenheiros, administradores. É um conceito que precisamos consolidar entre nós mesmos e nas nossas relações pessoais e profissionais diárias. Se não nos valorizarmos, não nos valorizarão. Para a presidente Maria, não se pode ter educação de primeira linha e de segunda linha em nosso país, como uma peça com falha que sai da indústria e é vendida a um custo menor. A Educação tem que ser universal também na qualidade. Se nós trabalharmos pela melhoria da Educação, haverá uma reação em cadeia, com melhorias substanciais e perenes no ensino propriamente dito, na aprendizagem, nas escolas e na formação dos professores, que deve, sim, ser continuada. Ganham com isso Santa Catarina e toda a sociedade. Emocionada, agradeceu a presença de todos cerca de 80 pessoas vindas de todas as regiões, o apoio da Diretoria e comparou a longevidade da ACP com outras organizações. Inúmeras entidades associativas da nossa categoria desapareceram pela falta de motivação. Ao contrário da nossa ACP, que segue em frente, forte, porque nossos associados são diferenciados, são exigentes. E isso é muito bom. Na sequência, ela falou sobre os 60 anos da associação e lembrou que o compromisso da Diretoria e dos núcleos regionais é primar pelo professor e pela professora catarinense. Especialmente e ainda mais fortemente neste ano, quando a associação completa 60 anos. Os que nos precederam nos legaram um grande patrimônio, não só o tangível, o material, mas o patrimônio cultural, que nos faz ser o capital intelectual do estado. E conclamou: Temos que zelar pela garantia de nossos direitos, bem como ampliação dos direitos dos professores catarinenses. A implantação do Piso Nacional do Magistério, com a revisão das remunerações das demais faixas, foi tema recorrente durante o Encontro de Trabalho. A presidente da ACP, Maria de Andrade Silva, observou que no início do atual governo teve-se a impressão de que o diálogo com a categoria, interrompido pela administração anterior, seria retomado. Fomos convidados para participar da elaboração do Plano Estadual de Educação e contribuímos indicando dois nomes, mas nos esqueceram, deixando claro que não nos querem por lá, desabafou. Outra esperança surgiu no evento de posse do novo secretário da Educação, Eduardo Deschamps. Ao cumprimentá-lo, ele disse

7 INFORME ACP MARÇO DE A alma é curada ao estar com crianças A frase de Fedor Dostoievski ficou por um bom tempo projetada no ambiente onde aconteceu o Encontro de Trabalho da ACP. Era parte de um dos momentos mais animados do evento, mas que também gerou muitos questionamentos pessoais, parte da palestra da psicóloga Lorena Machado e Silva. Ela logo partiu para a provocação do grupo ao perguntar: Em que trecho do caminho nós fomos perdendo poder, colocando na mão do outro a capacidade de realizar nossos desejos. E como vamos começar o resgate?. Noutro momento da palestra, ensinou: Assim como temos DNA físico, temos um DNA mental, emocional e espiritual únicos. Como vou deixar que o outro comande meu barco? É preciso assumir o próprio poder. Não deixe ninguém ocupar o seu espaço. E essa postura não leva ao enfrentamento, porque se você ocupa o seu lugar, ninguém mais vai ocupar. Ao som de uma música vibrante, a psicóloga dirigiu um exercício de autorreconhecimento e conhecimento do outro. Além do ganho pessoal para cada participante, acabou sendo um momento divertido. Uma verdadeira confraternização. Autoconhecimento nos leva à realização do pleno potencial, explicou. A experiência sai do pessoal para envolver o grupo. Ao falar da importância da respiração, Lorena destacou que o pulsar do grupo precisa ser harmônico. Quem vai ajustar isso? Cada um se ajusta. Porque cada um tem poder para isso. Após exercícios lúdicos que evidenciaram experiências e acúmulos pessoais, a forma de cada um lidar com situações idênticas e os inúmeros questionamentos que cada nova experiência promove, a profissional resumiu: O resultado é que não tem melhor, nem pior. Apenas diferente. Como não poderia deixar de ser, o final da vivência foi marcada por muitos abraços. Guia Prático ao Professor Representando o Departamento de Aposentados, a professora Lenita Silva, que, juntamente com a professora Nanci Rodrigues, organizou o Guia Prático ao Professor, teve espaço no Encontro de Trabalho para apresentar a publicação. Ela esclareceu que a iniciativa surgiu como forma de mostrar às pessoas o poder que têm nas mãos, sem muitas vezes sequer se darem conta. Como muitas vezes não temos pleno conhecimento de tudo o que pode nos trazer benefícios, perdemos a oportunidade de exercer nosso poder, argumentou. Elaborado com o apoio da Diretoria da ACP, o Guia Prático ao Professor traz explicações em linguagem simples e de fácil entendimento sobre assuntos cotidianos, como abono permanência, Fundeb, plano de carreira, recadastramento de inativos, diferenças entre cargo público e cargo em comissão, entre muitos outros temas. Cada núcleo regional recebeu um exemplar da publicação. que nos convidaria para uma conversa, o que até agora não ocorreu. Enquanto isso, os quase 14 mil associados da ACP continuam exigindo que a Lei do Piso seja cumprida conforme determina a lei, ou seja, com base no reajuste do Fundeb. De acordo com determinação do Ministério da Educação (MEC), o Piso Nacional do Magistério para professores de escolas públicas do país é de R$ 1.451,00. Aplaudimos essa notícia, mas este é o valor corresponde à formação de Nível Médio. Os valores estabelecidos para a formação de nível superior são determinados pelos respectivos planos de carreira, por sua vez definidos por leis estaduais. Mas em Santa Catarina não temos plano de carreira para os professores estaduais, apontou a presidente. Ela revelou que o Executivo só vai reajustar o salário para quem hoje não recebe o valor estabelecido pelo MEC, algo inconcebível, uma vez que vai levar ao achatamento da tabela, conforme alertado na greve da Educação de 2011, que durou mais de dois meses. Como tornar a profissão de professor atraente se o governo tira todo o estímulo e não valoriza a formação? Da forma como foi proposto pelo Executivo, o professor com graduação tem salário igual ou inferior ao professor de Nível Médio, comparou.

8 8 - MARÇO DE 2012 SC Saúde um caso muito sério INFORME ACP ACP está atuante na busca por melhor qualidade de atendimento aos servidores estaduais Todos os servidores públicos estaduais estão acompanhando, já há algum tempo, o imbróglio em torno do plano SC Saúde. Desde o ano passado, quando acabou o contrato com a Unimed, o clima é de incertezas e insegurança. Representantes da Diretoria da ACP tem buscado dar aos associados acesso direto às fontes de informação, bem como tem participado de várias reuniões sobre o assunto, dirimindo dúvidas, apontando problemas, apresentando sugestões para melhorar o serviço, sempre merecendo destaque por parte dos demais interlocutores. Para a professora Maria de Andrade Silva, presidente da ACP, toda mudança é difícil, mas não é o momento de migrarmos para outro plano. Devemos permanecer no SC Saúde e lutar para que tenhamos um plano realmente de qualidade para todos os servidores. Entre as ações da ACP em relação ao assunto estão a participação nos debates em defesa da qualidade do SC Saúde que ocorrem no âmbito do Fórum dos Servidores Estaduais Unificado e em reuniões na Secretaria de Estado da Administração (SEA), como a do dia 26 de março. Não é só. Para o Encontro de Trabalho, realizado nos dias 14 e 15 de março com a participação de todos os núcleos regionais, a ACP convidou um representante da SEA, que prestou uma série de esclarecimentos. Além disso, ao final do encontro foi lançada a Carta de Florianópolis (abaixo), enviada ao governador Raimundo Colombo e aos 40 deputados estaduais. Carta de Florianópolis Trechos da CARTA DE FLORIANÓPOLIS, com questionamentos e reivindicações sobre o Plano SC Saúde. O documento, assinado pela Diretoria, Conselho Fiscal, coordenador, coordenadoras e vice-coordenadoras dos núcleos regionais da ACP, foi encaminhado ao governador Raimundo Colombo, ao Secretário de Administração, Milton Martini, à Diretoria de Saúde, aos deputados estaduais e demais autoridades do Estado. A Associação Catarinense de Professores é uma entidade de classe sem fins lucrativos, que neste ano completará 60 anos e tem aproximadamente 14 mil professores associados. Nos dias 14 e 15 do mês de março de 2012, em Florianópolis, durante o Encontro Estadual de Trabalho, foi aprovada a CARTA DE FLORIANÓPOLIS, redigida por representantes de todas as regiões do Estado de Santa Catarina, documento este com observações, dúvidas, angústias e reivindicações a respeito do Plano SC Saúde. Ao final da carta, um apelo: Exortamos nossos associados que se engajem na luta para tornar este plano mais forte e eficaz. Batalhamos pela boa saúde de nosso povo e de suas famílias. Principais questionamentos: - Quem gerencia o Fundo do Plano Santa Catarina Saúde? É autogestão? É consórcio? - Nos municípios onde não há médicos credenciados, quem irá ressarcir os gastos do segurado com transporte e alimentação até outros municípios? - Como serão ressarcidos os gastos com consultas e procedimentos feitos pelos servidores em consequência da falta de médicos e outros serviços credenciados? - Qual o entrave existente entre o SC Saúde e os profissionais que resistem em se credenciar? - Qual o percentual gasto na administração do plano? Existe alguma lei que regulamente este percentual? - Quais são nossas garantias com relação ao direito à saúde? Pois temos a sensação de ter comprado um produto que não está sendo entregue! - Hospitais já sobrecarregados não têm a possibilidade de atender as demandas. Como isto será resolvido? Reivindicações: - Dar atenção ao município de Maravilha, que não possui nenhum médico credenciado, situação que se repete em Jaraguá do Sul, Curitibanos, Caçador, entre outros; - Criar um CAS no município de Laguna, abrangendo Imbituba, Imaruí, Garopaba e outras localidades próximas; e - Agilizar o credenciamento de médicos oncologistas em todas as regiões. AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O SC SAÚDE A Diretoria da ACP convida todos os associados e associadas para a audiência pública que vai acontecer no dia 12 de abril, às 14 horas, no Auditório Antonieta de Barros, da Assembleia Legislativa, em Florianópolis. Sua participação é de suma importância!

9 INFORME ACP MARÇO DE O SC Saúde é voltado para o servidor público estadual e seus dependentes. Foi criado em 2005 por uma lei complementar e é gerido pela Secretaria de Administração por meio da Diretoria de Saúde do Servidor. Como o Estado não tinha conhecimento técnico para operar o plano, foi aberta uma licitação e o plano passou a ser operado pela Unimed. - Ao final do contrato, a Unimed declarou não ter mais interesse em renovação por considerar desvantajoso. É que, diferentemente dos planos vendidos pela Unimed (cobrem pessoas), o SC Saúde cobre grupos familiares, somando 180 mil vidas. Além disso, o conselho interno da SEA optou pela gestão própria. - O SC Saúde tem as gerência Contas Médico- Hospitalares, Plano de Saúde, Serviços de Saúde do Servidor e Atuária e Estatística. Estas equipes fazem a gestão dos recursos, processo auditado pelo Tribunal de Contas do Estado e acompanhado pelo Ministério Público do Estado. - Existe, sim, uma empresa que faz a parte de gestão, mas não dos recursos financeiros. Trata-se de um consórcio formado por uma empresa de Joinville e outra de Florianópolis, responsável somente por contratar a rede prestadora. Essa empresa No Encontro de Trabalho Durante o Encontro de Trabalho da Diretoria da ACP e coordenadores dos núcleos regionais houve a participação de um representante da Secretaria da Administração - Eduardo Brasil, assessor da Diretoria de Saúde do Servidor. Ele esclareceu uma série de itens sobre o SC Saúde e distribuiu o Manual do Segurado, cuja íntegra você encontra no endereço: br/web/segurado/manual-do-segurado. Reproduzimos aqui alguns pontos da exposição feita por Eduardo Brasil (foto) em nome da Secretaria da Administração: também faz o atendimento presencial, bem como o atendimento telefônico e a auditoria médica. - Sobre a remuneração aos médicos: podem incidir bandas de 20% para menos ou para mais sobre a tabela da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), que define quanto deve ser pago por cada procedimento médico. Os planos de saúde remuneram com base nessas tabelas. - O SC Saúde adotou a CBHPM de 2012, que paga mais pelos procedimentos e mantém a possibilidade de redutor de 20%. O valor de consulta não é definido pela CBHPM, mas por negociação direta. O valor a ser remunerado é de R$ 53,68, descontando o imposto. - O fundo de recursos do SC Saúde é da Secretaria da Administração e gerido pela Secretaria da Administração. A Secretaria da Fazenda recebe o dinheiro e é autorizada pela Administração a fazer os pagamentos. A Fazenda não gerencia e não mexe no dinheiro, que também não fica em conta única. Há um fundo de Plano de Saúde. Para sair desse fundo, o recurso tem que ter a rubrica de Plano de Saúde e tem que estar autorizado pela Secretaria de Administração. A Fazenda faz a contrapartida financeira e faz os procedimentos de controle fiscal. Reunião na SEA As reclamações que chegam à ACP sobre o SC Saúde, chegam também às demais entidades representativas dos servidores públicos estaduais. E num volume expressivo! São questões que vão desde a falta de médicos credenciados até a dificuldade para obtenção da carteirinha. Por isso, o Fórum dos Servidores Unificado (ACP, Aprasc, Sindalesc, Sindsaúde, Sinjusc, Sinte e Sintespe) chamou uma reunião com o secretário de Administração, Milton Martini, realizada no dia 20 de março e na qual foram expostas as principais reivindicações. Entre os problemas abordados constaram ressarcimento aos servidores que estão pagando por consultas, divulgação do balanço financeiro do plano e credenciamento mais facilitado de clínicas, médicos, laboratórios e hospitais. Na ocasião foi marcado um novo encontro para o dia 26 de março, durante o qual novamente foram expostas as inúmeras dificuldades que os segurados estão enfrentando para conseguir atendimento via SC Saúde. O secretário Martini descreveu as ações da pasta para melhorar o atendimento e afirmou que, atualmente, o plano possui médicos, 520 clínicas médicas e de fisioterapia, 358 laboratórios, 125 hospitais e 89 clínicas de imagem cadastrados. Martini também assumiu o compromisso de participar da audiência pública que será realizada na Assembleia Legislativa no dia 12 de abril, às 14 horas, especificamente para tratar do plano.

10 10 - MARÇO DE 2012 INFORME ACP No site sc.gov.br você pode obter mais informações sobre o SC Saúde. Ali constam também os s da Ouvidoria br) e para informações cadastrais bem como o telefone para atendimento 24 horas da Central de Relacionamento ( ). O Plano SC Saúde mantém dez centros de atenção ao segurado (ao lado), um suporte para quando for necessário o atendimento presencial. CAS nas regiões Florianópolis R. Trajano, 81 - Centro (48) Lages R. Rui Barbosa, 90 - Centro (49) Chapecó Av. Nereu Ramos, 471 E - Centro (49) Blumenau R. São José, Centro (47) Rio do Sul R. Rudolf Fritsche, 42/sl. 3 e 4 - Centro (47) Joinville R. Abdon Batista, Centro (47) Criciúma Av. Getúlio Vargas, Centro (48) Tubarão R. Osvaldo Cruz, Centro (48) Itajaí R. Joinville, Centro (47) Joaçaba R. Felipe Schimidt, 63/Térreo - Centro (49) Jovens não querem ser professores Já em 2009 a Fundação Carlos Chagas, de São Paulo, alertava para a queda no interesse de estudantes em seguir a carreira docente: apenas 2% dos estudantes que concluem a Educação Básica demonstram o desejo de ser docentes. O estudo Atratividade da Carreira Docente no Brasil apontou os sete itens que mais afastam os jovens da profissão (pela ordem de importância): falta de identificação pessoal, baixa remuneração, falta de identificação profissional, desvalorização social da profissão, exigência de envolvimento pessoal na profissão, desinteresse e desrespeito dos alunos e condições de trabalho inadequadas. Na Educação a Distância o quadro é outro Matéria publicada recentemente pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação mostra que os cursos de licenciatura são os mais procurados na Educação a Distância (EaD), absorvendo 15% dos universitários matriculados nesta modalidade de ensino. De acordo com o levantamento feito pela reportagem, os cursos de licenciatura são os mais procurados na EaD devido à lei que exige o diploma para quem leciona no Ensino Médio e Fundamental. Outro fator é a busca por uma segunda fonte de renda por parte de profissionais que atuam em outras áreas. O que pode ser feito? Dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que o Brasil foi uma dos três países que mais evoluíram no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), na última década. Ainda assim, ficou na 53ª posição. O diferencial observado nos países com os melhores resultados pode dar dicas dos caminhos que a Educação brasileira deve seguir para ampliar o interesse dos mais jovens na área da Pedagogia: Canadá o professor tem dedicação exclusiva, com garantia de que 25% de seu tempo serão dedicados à preparação das aulas. China por lá existe a figura do professor-chefe, responsável por acompanhar os alunos sistematicamente e visitar a totalidade dos pais. Chile o governo começou a dar bolsas de estudos aos alunos de destaque a fim de que optassem por Pedagogia. Alguns recebem até ajuda em dólar. Finlândia o professor precisa ter, no mínimo, mestrado, inclusive para a Educação Infantil.

11 INFORME ACP MARÇO DE BALANCETE ANUAL Conforme informado no Edital de Convocação publicado nos dias 3, 4 e 5 de março, foi realizada Assembleia Geral Ordinária (15/03) para deliberar sobre o Balancete Anual Após detalhamento dos itens, o mesmo foi aprovado, decisão que confirma a boa administração financeira da entidade, que mantém sua capacidade de investimento associada à excelente saúde financeira. Confira você também! Apresentação do Conselho Fiscal: Rose Mary P. Gonçalves, Gilda Domingues, Maria Auxiliadora A. Beck, Ruth Mª Rodrigues, Maria Filomena G. Ramos e Dolores M. da Silva Contadora Emilia Emiko Uda e presidente do Conselho Fiscal, professora Marisa Batista Thomaz, detalham o Balancete Momento da votação: Balancete é aprovado pela Assembleia Geral Ordinária CRONOGRAMA DE PAGAMENTO MAGISTÉRIO ATIVO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ INATIVO JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

12 JURÍDICO 12- MARÇO DE 2012 INFORME ACP Pedido administrativo da ACP junto à Secretaria da Educação surte efeitos na concessão do benefício Boas notícias sobre aposentadoria especial A Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina emitiu parecer jurídico, no dia 24 de janeiro, através da Determinação de Providência (DPro nº001/2012), modificando o entendimento da Administração Pública para a concessão da aposentadoria especial para os servidores públicos detentores de cargo efetivo de professor que exerceram determinadas funções fora da sala de aula, desde que cumpridas em estabelecimentos educacionais. Tais mudanças foram objeto de um pedido administrativo promovido pela Diretoria da ACP e a Assessoria Jurídica no dia 14 de março de 2011, no qual se requereu o reconhecimento do tempo de serviço especial para os titulares do cargo de professor que se afastaram da atividade efetiva da docência, para exercerem funções de direção de unidade escolar, coordenação e assessoramento pedagógico, bem como, para aqueles em processo de readaptação funcional. O novo entendimento administrativo determina a aplicação do disposto no artigo 40, parágrafo 5º da Constituição Federal (redutor de cinco anos na aposentadoria), nos casos em que o professor permaneceu em readaptação ou em atribuição de exercício independentemente das funções exercidas desde que desenvolvidas em estabelecimento escolar. Fique de olho na caixa do Correio! Férias e licença prêmio após aposentadoria A Assessoria Jurídica relembra que se o servidor se aposentar sem usufruir todas as suas licenças-prêmio tem direito a ser indenizado judicialmente pelo Estado de Santa Catarina. Também tem direito à proporcionalidade das férias não gozadas, verba pecuniária que não é reconhecida administrativamente, mas que, judicialmente, é matéria já pacificada. Entretanto, o prazo para essas ações é de até cinco anos após a data de aposentadoria. Mandado de Segurança do Piso Salarial A Assessoria Jurídica e a ACP têm encaminhado procurações aos associados que estão relacionados em ações coletivas. Alertamos que todos os dados pessoais da procuração precisam ser devidamente preenchidos e a mesma deve ser enviada o mais brevemente possível, para que se possa dar prosseguimento adequado aos processos. Conforme solicitação da Associação Catarinense de Professores e de seus associados, em outubro do ano passado foi impetrado Mandado de Segurança Coletivo que tem como objetivo a descompactação da tabela salarial instituída pela Lei Complementar nº 539/2011, garantindo, assim, a efetiva progressão financeira e evolução profissional dos integrantes do Magistério de forma isonômica desde o nível inicial da carreira. Estamos aguardando julgamento. Ação Prêmio Educar Informamos a vitória definitiva da ação proposta pela Associação Catarinense de Professores na defesa de todos os seus associados inativos que não receberam o Prêmio Educar entre os meses de março a julho de Será iniciada agora a fase de elaboração de cálculos e a cobrança individual para cada associado. Para aqueles que serão beneficiados com a ação, estamos enviando procuração para ser preenchida e devolvida com cópia do contracheque e cópia da carteira de identidade.

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES 11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS Centro Universitário UNIVATES Apresentação do Projeto - Apresentação da instituição educacional Com sede no município de Lajeado, a Univates também

Leia mais

Será considerado também: A informação contida no texto de apresentação do trabalho. O relato autobiográfico do autor como informação complementar.

Será considerado também: A informação contida no texto de apresentação do trabalho. O relato autobiográfico do autor como informação complementar. Por favor, leia estas bases antes de iniciar o processo de inscrição. Se necessitar de informação ou esclarecimento adicional nos escreva por meio do endereço: premioroche@fnpi.org 1. Prêmio O é uma iniciativa

Leia mais

Como ter sucesso na educação a distância

Como ter sucesso na educação a distância Metodologia Diferenciada Ambiente de Aprendizagem Moderno Inovação Continuada e Empreendedorismo Como ter sucesso na educação a distância 1 Regulamento 2 1 Como ter sucesso na educação a distância Para

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO SOCIAL - TURMA 2010

EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO SOCIAL - TURMA 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Coordenação de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus da UFC no Cariri Curso de Administração EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE

Leia mais

Prepare-se para o XXIII Seminário Estadual dos Orientadores Educacionais de SC, de 19 a 21 de agosto

Prepare-se para o XXIII Seminário Estadual dos Orientadores Educacionais de SC, de 19 a 21 de agosto EDITORIAL Prepare-se para o XXIII Seminário Estadual dos Orientadores Educacionais de SC, de 19 a 21 de agosto Nosso maior objetivo sempre foi lutar pela defesa dos interesses e direitos, como também promover,

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS ABERTURA Pessoa da cooperativa que não fará parte da mesa verifica o número de associados presentes certificando o quorum

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

3. DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ATENÇÃO À SAÚDE DA PESSOA IDOSA. O MINISTÉRIO DA SAÚDE, representado

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA

REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA REGULAMENTO DA INSCRIÇÃO PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DA 14ª OFICINA DE PRODUÇÃO DE VÍDEO GERAÇÃO FUTURA O Canal Futura acredita que a juventude brasileira tem um importante papel a desempenhar

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS. Título do projeto: Apresentem aqui o nome do seu projeto. Sejam criativos!

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS. Título do projeto: Apresentem aqui o nome do seu projeto. Sejam criativos! ANEO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Título do projeto: Apresentem aqui o nome do seu projeto. Sejam criativos! Nome dos participantes: Listem o nome completo de todos os participantes do grupo

Leia mais

REGULAMENTO LABORATÓRIO 2015

REGULAMENTO LABORATÓRIO 2015 REGULAMENTO LABORATÓRIO 2015 1. OBJETIVO Este instrumento tem por objetivo regular a participação do CANDIDATO no processo de inscrição para o Laboratório, programa realizado pelo Na Prática, iniciativa

Leia mais

Saiba tudo sobre o seu Plano de Saúde. Veja aqui as principais dúvidas e respostas sobre o CorreiosSaúde:

Saiba tudo sobre o seu Plano de Saúde. Veja aqui as principais dúvidas e respostas sobre o CorreiosSaúde: Saiba tudo sobre o seu Plano de Saúde Veja aqui as principais dúvidas e respostas sobre o CorreiosSaúde: Pergunta: O Plano de Saúde dos Correios mudou? A PostalSaúde é um novo Plano? Resposta: Não. O Plano

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014. EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013.

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014. EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013. SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC INSCRIÇÕES PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 2014 EDITAL Nº 01/2013 de 16/09/2013. O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/SC torna público, para conhecimento

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL Por Profa.Dra. Cyllene de M.OC de Souza Dra em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFRRJ), Mestre em Vigilância Sanitária (INCQS-FIOCRUZ) Supervisora

Leia mais

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTOS DOS CONSELHOS ESCOLARES PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PRÓ-CONSELHO CURSO DE EXTENSÃO A DISTANCIA FORMAÇÃO

Leia mais

PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC ParticiPação e controle social 2014 1

PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC ParticiPação e controle social 2014 1 PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC Participação e controle social 2014 1 Apresentação Apresentamos a seguir nosso plano de metas para 2014, resultado de debates, reflexões de toda a equipe da Ouvidoria,

Leia mais

QUADRO V DÚVIDAS. Rodada do ICMS 2012

QUADRO V DÚVIDAS. Rodada do ICMS 2012 QUADRO V DÚVIDAS 1. Pergunta - Estou escrevendo para esclarecer algumas dúvidas a respeito das comprovações que deverão ser encaminhadas relativas ao Projeto Educar para o próximo exercício do ICMS Patrimônio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO. INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010 2º semestre EDITAL N 64 / 2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO. INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010 2º semestre EDITAL N 64 / 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO INGRESSO DE DISCENTES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2010

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL N o 06 / 2012-PROPESP A UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM), por intermédio da Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação,

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011

LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 LEI COMPLEMENTAR N º 38/2011 ALTERA O ESTATUTO E PLANO DE CARREIRA E DE REMUNERAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO PÚBLICO DO MUNICIPIO DE FORTUNA DE MINAS, INSTITUÍDO PELA LEI COMPLEMENTAR N.º 27/2004. A Câmara Municipal

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social

Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA MODALIDADE A DISTÂNCIA - EDITAL Nº 01/2014 A Coordenação do Curso de Especialização

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014

EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 EDITAL N 034/2014/GAB, de 18 de agosto de 2014 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL (PIQP) DOS SERVIDORES DO IF CATARINENSE - CAMPUS RIO DO SUL

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM 2015/2 ORIENTAÇÕES AOS EMPRESÁRIOS

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM 2015/2 ORIENTAÇÕES AOS EMPRESÁRIOS PROGRAMA DE APRENDIZAGEM 2015/2 ORIENTAÇÕES AOS EMPRESÁRIOS Wagner Alves Maciel wagner.maciel@sc.senac.br (48) 3229-3222 VERSÃO 01 29/04/2015 07 páginas Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Faculdade

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

CAPÍTULO I DAS FINALIDADES PORTARIA INSTITUCIONAL Nº 08 A Direção Geral da Faculdades SPEI, no uso das suas atribuições, ouvido o Conselho Superior e aprovado pela Mantenedora, conforme Regimento Interno, RESOLVE: Estabelecer o

Leia mais

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar

Leia mais

CENTRO ESPÍRITA BENEFICENTE UNIÃO DO VEGETAL ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL COM CRIANÇAS E JOVENS Depto de Instrução e Doutrinação Espiritual da UDV

CENTRO ESPÍRITA BENEFICENTE UNIÃO DO VEGETAL ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL COM CRIANÇAS E JOVENS Depto de Instrução e Doutrinação Espiritual da UDV Kit Boas Vindas - 2013 Seja Bem Vindo! Sua boa vontade te trouxe até aqui, Esta é uma frente de trabalho que se integra com os demais departamentos, um espaço amplo e aberto para bem receber e bem atender

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS AOS COLABORADORES PO. 12 00 1 / 7 1. OBJETIVOS O Crea-GO, visando atrair e melhorar o índice de retenção de colaboradores, institui a concessão de benefícios, mediante a adoção

Leia mais

SCOUTWEB 2010. Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1]

SCOUTWEB 2010. Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1] SCOUTWEB 2010 Informativo da Rede Nacional de Jovens da UEB n 1_2010 [1] Olá Rede, Sempre Alerta! Agora vocês tem um periódico nacional dos Jovens Líderes, um documento para para alegrar seus dias e deixa-los

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte

Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte Manual de Bolsas e Financiamentos Unimonte 1. FINANCIAMENTOS 1.1. PRAVALER O Crédito Universitário PRAVALER é um programa privado de financiamento de graduação presencial implantado em parceria com instituições

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver.

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver. CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO PROJETO DE INCENTIVO AO PEQUENO NEGÓCIO 7ª EDIÇÃO, 2015 Realização: SEBRAE/SC e RICTV Record REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O concurso MEU SONHO MEU NEGÓCIO é um projeto realizado

Leia mais

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 Entendendo as mordidas do leão como funciona o cálculo do imposto de renda Profa. Raquel Lehrer Todos

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES Edital Praça das Nº 1-2015 Seleção de Bolsistas e Voluntários -2016 Aos estudantes dos Cursos de Graduação da UFCG: A Unidade Suplementar Praça das, desta Universidade, nos termos das disposições normativas

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica Francisco Aparecido Cordão Conselheiro da Câmara de Educação Básica do CNE facordao@uol.com.br 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Leia mais

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos?

1.2. Quais são as condições do financiamento para novos contratos? Tire suas dúvidas 1. CONHECENDO O FIES 1.1. O que é o Fies? O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), criado pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, é o programa do Ministério da Educação que financia

Leia mais

REQUISITOS PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS

REQUISITOS PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS ADESÃO À OFERTA DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDIO, ENSINO DE MATEMÁTICA NO ENSINO MÉDIO, ENSINO DE SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO E ENSINO DE CIÊNCIAS NOS ANOS FINAIS DO ENSINO

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

Sind-UTE/MG - 2013 ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO. www.sindutemg.org.br

Sind-UTE/MG - 2013 ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO. www.sindutemg.org.br ANASTASIA, CADÊ OS R$ 8 BILHÕES DA EDUCAÇÃO www.sindutemg.org.br 1 Desde o ano de 1988, a Constituição Federal manda que os governadores invistam 25% de impostos arrecadados em educação. Por que esta regra

Leia mais

difusão de idéias QUALIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Um processo aberto, um conceito em construção

difusão de idéias QUALIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Um processo aberto, um conceito em construção Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias janeiro/2007 página 1 QUALIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Um processo aberto, um conceito em construção Maria Lucia Machado e Maria Malta Campos: Na maioria dos países

Leia mais

EDITAL Nº 004, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2015

EDITAL Nº 004, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2015 EDITAL Nº 004, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2015 CURSOS DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) O Departamento de Recursos Humanos do MPT, por intermédio da Coordenação de Desenvolvimento

Leia mais

Regulamento Selo 2015

Regulamento Selo 2015 Regulamento Selo 2015 INTRODUÇÃO O Selo Escola Protetora do Meio Ambiente é uma atividade do Programa Carahá de Cara Nova. O Programa originou-se da campanha Carahá de Cara Nova do Correio Lageano, que

Leia mais

NÚCLEO CATARINENSE DE DECORAÇÃO REGULAMENTO NCD PRÊMIOS 2013/2014

NÚCLEO CATARINENSE DE DECORAÇÃO REGULAMENTO NCD PRÊMIOS 2013/2014 NÚCLEO CATARINENSE DE DECORAÇÃO REGULAMENTO NCD PRÊMIOS 2013/2014 O Núcleo Catarinense de Decoração (NCD) convida arquitetos, designers de interiores, decoradores, paisagistas e engenheiros (denominados

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância EDITAL N 006/14 - UEPG/NUTEAD/UAB PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS UAB/CAPES TUTOR PRESENCIAL BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A Universidade Estadual de Ponta Grossa, através do Núcleo de Tecnologia

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância EDITAL N 094/13 - UEPG/NUTEAD/UAB PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS UAB/FNDE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL TUTOR PRESENCIAL A Universidade Estadual de Ponta Grossa, através do Núcleo de Tecnologia

Leia mais

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO EDITAL N 007, DE 31 DE MARÇO 2015 SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL N.º 04 /2014

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL N.º 04 /2014 EDITAL N.º 04 /2014 PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE TUTORES DO PROGRAMA NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM TECNOLOGIA EDUCACIONAL MEC/PROINFO INTEGRADO/SEED/UNDIME/VÁRZEA GRANDE-MT A Secretaria Municipal

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O www.premioeticanosnegocios.org.br Iniciativa e Realização 2ª Edição - 2011 Inscrições Prorrogadas até 30/09/11 R E G U L A M E N T O INICIATIVA E REALIZAÇÃO A instituição realizadora

Leia mais

AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR

AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR COMUNICADO SINDECTEB 036/2013 AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR SINDECTEB orienta os trabalhadores a recuperarem as perdas do FGTS Ação na Justiça solicitando o recálculo retroativo

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE MONITORIA - UNIFEMM

EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE MONITORIA - UNIFEMM EDITAL Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE MONITORIA - UNIFEMM Artigo Primeiro - O Centro Universitário de Sete Lagoas - UNIFEMM, informa que no período de 26 a 29/10/2015, de 09 às 18.00 horas,

Leia mais

Edital de Seleção de Bolsistas para o Projeto Vale do Jequitinhonha 2012. Edital de 07 outubro de 2011.

Edital de Seleção de Bolsistas para o Projeto Vale do Jequitinhonha 2012. Edital de 07 outubro de 2011. Edital de Seleção de Bolsistas para o Projeto Vale do Jequitinhonha 2012. Edital de 07 outubro de 2011. ADVJ Associação de Desenvolvimento do Vale do Jequitinhonha - abre edital para seleção de bolsistas

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

Prêmio Atitude Ambiental 2012

Prêmio Atitude Ambiental 2012 Prêmio Atitude Ambiental 2012 TEMAS: 1. Carta da Terra (Para Educação Infantil e Ensino Fundamental I) 2. O Lixo de Bertioga e eu (para Ensino Fundamental II) 3. RIO +20 Conferência das Nações Unidas sobre

Leia mais

Conheça agora o grupo de profissionais engajados e as propostas para a Renovação da Gestão do Conrerp 4ª Região

Conheça agora o grupo de profissionais engajados e as propostas para a Renovação da Gestão do Conrerp 4ª Região Conheça agora o grupo de profissionais engajados e as propostas para a Renovação da Gestão do Conrerp 4ª Região Em nossa trajetória profissional, cada um dos membros da Chapa 2, viveu as aventuras e desafio

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015)

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Relatório referente ao encontro realizado no Departamento de educação física (03/06/2015) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PAULO CÉSAR DUTRA JUNIOR PIBID SUBPROJETO EDUCAÇÃO FÍSICA 0 física (03/06/2015) O primeiro assunto pautado na reunião foi sobre o V SEMINÁRIO INSTITUCIONAL PIBID/UFPR 2015,

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

Considerações Finais 08. Av. Central Bloco 990/1120 Lote 1020 Loja 02 Núcleo Bandeirante Brasília DF - Tel: 3386-2422

Considerações Finais 08. Av. Central Bloco 990/1120 Lote 1020 Loja 02 Núcleo Bandeirante Brasília DF - Tel: 3386-2422 SUMÁRIO Apresentação 03 Introdução 03 Equipe e Coordenação de Curso 03 Estrutura Física e Material de Uso na central de Tutoria 04 Calendário da tutoria 04 Produção e Veiculação do Material Didático 05

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES Lançamento e Abertura das Inscrições Encerramento das Inscrições Anúncio Oficial dos Finalistas Cerimônia de Premiação dos Vencedores

Leia mais

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social O XVIII Concurso do ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com a MAC AIDS Fund, visa fortalecer, por meio de apoio técnico e

Leia mais

Programa É DA NOSSA CONTA Estado e Cidadania

Programa É DA NOSSA CONTA Estado e Cidadania PROJETO Programa É DA NOSSA CONTA Estado e Cidadania Tudo o que acontece no mundo, seja no meu país, na minha cidade ou no meu bairro, a- contece comigo. Então eu preciso participar das decisões que interferem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 051/2012-PROPESP

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 051/2012-PROPESP EDITAL Nº 051/2012-PROPESP A UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM), por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, torna pública a abertura de inscrições e estabelece as normas para o processo

Leia mais

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento.

1. Instituído pela Genzyme do Brasil, o Edital do PAPAP é regido pelo presente regulamento. A Genzyme do Brasil ( Genzyme ) torna pública a abertura do Edital 001/2015 para o Programa de Apoio aos Projetos de Associações de Pacientes ( PAPAP ) e define o processo seletivo para o ano de 2016,

Leia mais

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 05/2011 DEAD / IFMA Seleção Simplificada de

Leia mais

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO 1. Objetivos da Diplomação e Premiação A diplomação SINEPE-ES em Ação é uma iniciativa do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Espírito Santo SINEPE/ES,

Leia mais

EDITAL PRÊMIO GUNGA IDENTIDADE E CULTURA

EDITAL PRÊMIO GUNGA IDENTIDADE E CULTURA EDITAL PRÊMIO GUNGA IDENTIDADE E CULTURA 1. APRESENTAÇÃO Com base nos valores da economia solidária e da cultura livre, o Estúdio Gunga empresa de comunicação focada na criação de sites, editoração gráfica,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG ESCOLA DE DESIGN ED COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO NUCLEO INTEGRADOR DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - NIPP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 Aprovado pelo

Leia mais

A PRESENTAÇÃO SUMÁRIO

A PRESENTAÇÃO SUMÁRIO SUMÁRIO Apresentação Como ter sucesso na educação à distância A postura do aluno online Critérios de Avaliação da aprendizagem do aluno Como acessar a plataforma Perguntas freqüentes A PRESENTAÇÃO O Manual

Leia mais

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola.

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Chico Poli Algumas vezes, fora da escola há até mais formação do que na própria escola. (M. G. Arroyo) É preciso toda uma

Leia mais

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Apresentação 1.Identificação do órgão:tribunal do Trabalho da Paraíba/ Assessoria de Comunicação Social 2.E-mail para contato:rdaguiar@trt13.jus.br, rosa.jp@terra.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL Nº 06, DE 18 DE AGOSTO DE 2014. PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Programa de Educação Financeira e Previdenciária - Criação Aprovado pela PREVIC em

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014

SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 Instituto Marca de Desenvolvimento Socioambiental - IMADESA SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS SOCIAIS EDITAL 2014 >> Leia com atenção o Edital antes de preencher o formulário para apresentação de projetos. I.

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais