Natal, janeiro de Olá Sus!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Natal, janeiro de Olá Sus!"

Transcrição

1 Natal, janeiro de 2016 Olá Sus! Tenho muitas coisas pra te contar sobre você. Sim, isso mesmo, sobre você. Acredita que passei onze dias com mais cinqüenta e nove pessoas discutindo, vivendo, convivendo, descobrindo e redescobrindo o conceito de coletividade, amor e saúde. O nome era Ver-Sus Potiguaras que nada mais é que Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde (VER-SUS). É um projeto do Ministério da Saúde que tem como objetivo a formação de profissionais capacitados, éticos e responsáveis que busquem trabalhar de forma mais humana baseado nas suas diretrizes e poque não dizer além destas diretrizes (buscando aperfeiçoá-las). Tenho que confessar que acreditava te conhecer... Surpreendi-me. Surpreendime com a realidade, com a vida e percebi que além do que eu sempre vi existe mais. E eu não estava só não, como eu existiam muitos desavisados, crentes nos muitos artigos que vemos na faculdade, estávamos tão tolos... Era tudo diferente, ali se enxergava realidade! O mais curioso e inusitado é que caminhávamos para longe dos descrentes de que esta mesma realidade era imutável, caminhávamos de mãos dadas rumo ao que chamam de utopia. Uma pergunta pode estar pairando agora: Utopia? Coisas imaginárias? Não. Possibilidade, palpável. O que nos moveria se não existissem sonhos? Lembra do que diziam para aqueles que te sonharam? E, olha só, estamos aqui, quase trinta anos depois te vivenciando, fazendo o coração palpitar, sessenta corações cheios de paixão e fogo por ti. Percebe o quanto isso é grande? O primeiro momento destes onze dias, que podem ser certamente considerados uma vida, já indicava o que seria estar ali. Todos de mãos dados, no calor da fogueira, no calor do lugar (símbolo de luta e resistência) assentamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) nossos peitos encheram-se de vontade e mística. Os dias que se seguiram não foram pouca coisa não. Acordávamos ao som de batuques e canções às seis da manhã, e todas as tarefas que se seguiam (desde coordenação, relatoria, lavar a louça, limpar o pátio, por exemplo, eram feitas coletivamente). Tínhamos formações, ouvimos muita gente com muito conhecimento amor e luta que nos inspirava a entender esse sistema, a entender as contradições que vivemos assim como entender as opressões.

2 Vivenciamos também diversos setores de atenção e atendimentos: Atenção básica, atendimento de média e alta complexidade. Conhecemos centros de ressocialização e desintoxicação de dependentes químicos, apoio a pessoas com a pessoas com transtornos, vimos de perto a força destas palavras de ordem: Saúde não se vende, loucura não se prende e necessidade de uma reforma psiquiátrica. Conhecemos populações em situação de vulnerabilidade, que não tem o efetivo acesso aos seus direitos, e foram através dessas pessoas, destas vidas fragilizadas que mais nos acrescentaram, população em situação de rua, terreiro, comunidade quilombola, acampamento rural, populações que enfrentam todos os dias a crueldade das adversidades e contradições e que, no entanto, perseveram, vivem e que nos transbordaram e nos fizeram perceber que é saúde não deve ser algo idealizado e sim vivido, batalhado e praticado por nós mesmos, sim! Aqueles que chegaram crentes nos artigos que liam sentados sobre você, jurando que te conheciam porém ainda tão inertes, inocentes. Porém, acredite, renovamo-nos, renascemos. Saímos de lá apaixonados, entusiasmados, cheios de sonhos, esperanças. Aquele lugar, a atmosfera daquele lugar, a chuva, a areia, as experiências, o companheirismo, você. Sim SUS, você! Suas lutas, contradições, conquistas também são nossas. Saúde é um direito que está diretamente ligado a luta, a percepção de uma sociedade mais justa e venho te dizer que hoje, mais do que antes, com a bagagem cheia de realidade, amor, luta e mística estamos ao seu lado, com vigor, amor e sonhos. Obs: Estou enviando algumas fotos para que se perceba a imensidão que foi vivenciá-lo. Atenciosamente, Antonia Rafaelly Fernandes Silva. Estudante de Odontologia, UFRN. Participante do Ver-Sus Potiguaras 2016.

3 Retratos de amor, renovação, luta, amizade e aprendizado.

4

5

6 Gratidão!

Eu quero ver, se você não se mexe... Eu quero ver quem se mexe por você!

Eu quero ver, se você não se mexe... Eu quero ver quem se mexe por você! Eu quero ver, se você não se mexe... Eu quero ver quem se mexe por você! O VER SUS RMR Nossa rebeldia é VER um SUS popular foi singular! Foram 13 dias de muito aprendizado, sorrisos, papos, trocas, abraços,

Leia mais

VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS

VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL VER-SUS/BRASIL MARCIO LUIZ DA SILVA SANTOS RELATÓRIO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE/BRASIL: JOÃO

Leia mais

Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08

Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08 Roteiro de vivência entre os dias 08/08 a 14/08 Dia 08/08/16 O primeiro dia de vivência foi um momento um tanto quanto explicativo nos dando uma noção do que compunha a rede de saúde em Caxias do Sul.

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - FACEMA. ACADÊMICO: FRANCISCO EDUARDO RAMOS DA SILVA. FACILITADOR RELATÓRIO DE VIVÊNCIA CAXIAS MA 2016 1 RELATÓRIO DE VIVÊNCIA O VER-SUS é um projeto que

Leia mais

LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas

LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas LA VALLA - Dimensão mística de nossas vidas Programa Anual de Retiros Rede Marista 2017 Coordenação de Vida Consagrada e Laicato Tema: Bicentenário do Instituto Marista Lema: La Valla - Dimensão mística

Leia mais

pra nós, arquiteto de sucesso é aquele feliz com a própria profissão, que recebe um valor justo pelo seu trabalho, é valorizado e respeitado pela

pra nós, arquiteto de sucesso é aquele feliz com a própria profissão, que recebe um valor justo pelo seu trabalho, é valorizado e respeitado pela pra nós, arquiteto de sucesso é aquele feliz com a própria profissão, que recebe um valor justo pelo seu trabalho, é valorizado e respeitado pela sociedade e tem tempo pra si mesmo e pra sua família +

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO E VIVÊNCIAS (VER-SUS)

RELATÓRIO DE ESTÁGIO E VIVÊNCIAS (VER-SUS) RELATÓRIO DE ESTÁGIO E VIVÊNCIAS (VER-SUS) Os estágios de vivências desenvolvidos pelo VER-SUS permite que estudantes de diversas áreas da saúde (multiprofissional) permaneçam juntos integralmente entre

Leia mais

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Secretária Municipal de Educação Creche Municipal Josefa Catarina de Almeida Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE

Leia mais

nome de origem árabe, significa amigo gentil. Meu primogênito. A realização do meu maior sonho, a maternidade. Um filho lindo, carinhoso, muito

nome de origem árabe, significa amigo gentil. Meu primogênito. A realização do meu maior sonho, a maternidade. Um filho lindo, carinhoso, muito mãe de cinco Olá, me chamo Layane, mas gosto de ser chamada de Lay. Sempre pensei que a vida nos dá filhos na quantidade de amor que a gente tem para dar. Hoje, não penso mais assim. Eu tenho certeza.

Leia mais

VER-SUS Litoral Piauiense 2016 A INTENSIDADE DE VIVER SÓ ENQUANTO EU RESPIRAR VOU ME LEMBRAR DE VOCÊ (S)

VER-SUS Litoral Piauiense 2016 A INTENSIDADE DE VIVER SÓ ENQUANTO EU RESPIRAR VOU ME LEMBRAR DE VOCÊ (S) VER-SUS Litoral Piauiense 2016 A INTENSIDADE DE VIVER SÓ ENQUANTO EU RESPIRAR VOU ME LEMBRAR DE VOCÊ (S) Lanniely Sousa Lima 1º Dia - 23/01/2016 As primeiras impressões ao adentra no campo de vivencia

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO

PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL VER-SUS SÃO PAULO 2016: VIVER A REALIDADE DA SAÚDE E MORADIA EM SÃO PAULO. 1- APRESENTAÇÃO Os estágios

Leia mais

A Mística do Educador:

A Mística do Educador: A Mística do Educador: A educação popular é um ato de amor. É um gesto humano e político de entrega a fim de que as pessoas se realizem como gente, como classe e como povo. A missão educativa junto a sujeitos

Leia mais

EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO

EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO EDITAL VER-SUS CARIRI 2ª EDIÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROJETO DE VIVÊNCIAS E ESTÁGIOS NA REALIDADE DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL (VER-SUS CARIRI/BRASIL) As Secretarias de saúde de Barbalha, Juazeiro

Leia mais

O que são slow joias?

O que são slow joias? O que são slow joias? Quando pensamos em nossas forças, no que temos a dar ao mundo geralmente contabilizamos o que temos de bom, o que fazemos de melhor, o que temos em destaque. Nossas diferenças são

Leia mais

PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR"

PRESENTE DE DEUS UM VERDADEIRO AMOR PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR" RAILDA DOS SANTOS CHAGAS CARVALHO Imagens Imagem capa Livro retirada site: ultradownloads.com.br Digitação Railda dos Santos Chagas Carvalho Respeite o Direito Autoral

Leia mais

Implementando a Musicoterapia no Sistema Único de Assistência Social (SUAS)

Implementando a Musicoterapia no Sistema Único de Assistência Social (SUAS) Implementando a Musicoterapia no Sistema Único de Assistência Social (SUAS) XII Fórum Paulista de Musicoterapia: Interações nas Diferenças Sonoras São Paulo, Dezembro de 2012. Jakeline Silvestre Fascina

Leia mais

Educação, articulação e complexidade por Edgar Morin. Elza Antonia Spagnol Vanin*

Educação, articulação e complexidade por Edgar Morin. Elza Antonia Spagnol Vanin* Educação, articulação e complexidade por Edgar Morin Elza Antonia Spagnol Vanin* Cadernos do CEOM - Ano 17, n. 20 - Imagens e Linguagens O francês Edgar Morin é um dos maiores pensadores multidisciplinares

Leia mais

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade amor proprio '' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade ele fica sozinho no meio da rua com fome e com sede,um

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança. Como o testemunho de vida da

Leia mais

PORTARIA Nº 240, DE 10 DE MAIO DE 2013

PORTARIA Nº 240, DE 10 DE MAIO DE 2013 Página 1 de 6 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 240, DE 10 DE MAIO DE 2013 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

PROJETO TERAPÊUTICO SINGULAR

PROJETO TERAPÊUTICO SINGULAR PROJETO TERAPÊUTICO SINGULAR P L A N E J A M E N T O D O C U I D A D O E M S A Ú D E M E N T A L A N A L O U R D E S D E C A S T R O S C H I A V I N A T O P S I C Ó L O G A E S P E C I A L I S T A E M

Leia mais

Jogos Cooperativos nas Organizações

Jogos Cooperativos nas Organizações e Entrevista Maluca Encontre uma pessoa Cumprimente Pergunte o que ela seria mais... Pergunte por que? Procure dar respostas bem malucas! Você seria mais... Por que? Uma trave de gol? Uma praia? Uma pedra?

Leia mais

VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO

VER-SUS. Facilitador: Adilon Oliveira Sousa. Curso: Psicologia (Universidade Federal do Piauí) DIARIO DE CAMPO VER-SUS Vivencias e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, um projeto estratégico do ministério da Saúde em parceria com a Rede Unida que tem como foco a formação de militantes para o SUS. Facilitador:

Leia mais

Memorias Convención Internacional de Salud Pública. Cuba Salud La Habana 3-7 de diciembre de 2012 ISBN

Memorias Convención Internacional de Salud Pública. Cuba Salud La Habana 3-7 de diciembre de 2012 ISBN ESTÁGIO DE VIVÊNCIA NO SUS XIQUE XIQUE/BAHIA: UMA EXPERIÊNCIA DA REORIENTAÇÃO NA FORMAÇÃO EM SAÚDE. Resumo Lumena Aleluia- Univerisdade Salvador(UNIFACS) Email: luma.aleluia@gmail.com (71) 92631073 Bahia/Brasil

Leia mais

GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS IMPERATRIZ-MA

GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS IMPERATRIZ-MA GIANA GISLANNE DA SILVA DE SOUSA RELATÓRIO: VER- SUS 2016.2 IMPERATRIZ-MA 2016 A 3º edição do VER-SUS Imperatriz foi realizada no período de 12 a 18 de agosto de 2016. Uma experiência única, proporcionou

Leia mais

Os Relógios. O relógio de Sol

Os Relógios. O relógio de Sol Os Relógios Ó Tio João onde é que foi o primo Manuel? perguntava a ovelha Tété ao Tio João Nabiça foi à vila comprar um relógio de pulso porque o dele se partiu respondeu-lhe ele. Ora ainda bem que falámos

Leia mais

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim

Gabriel Arruda Burani. EstilhACos. de Mim EstilhACos de Mim Gabriel Arruda Burani EstilhACos de Mim Copyright 2013 by Gabriel Arruda Burani Todos os direitos reservados. 1ª Edição A reprodução não autorizada desta publicação em sua totalidade

Leia mais

Discurso in verso. Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros*

Discurso in verso. Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros* Discurso in verso Jeanne Barros Leal de Pontes Medeiros* Boa noite minha gente Permitam que me apresente Sou Jeanne concludente Escolhida para falar Venho da Educação Doutora em primeira mão De uma turma

Leia mais

RELATÓRIO VERSUS

RELATÓRIO VERSUS RELATÓRIO VERSUS 2015.1 Natália Luiza Matos de Sousa Discente em Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba Vivente e facilitadora do VERSUS João Pessoa-2015.1 João Pessoa 2015 Portfolio como

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SITEMA ÚNICO DE SAÚDE DE ALAGOAS AL.

RELATÓRIO DE VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SITEMA ÚNICO DE SAÚDE DE ALAGOAS AL. RELATÓRIO DE VIVÊNCIA E ESTÁGIO NA REALIDADE DO SITEMA ÚNICO DE SAÚDE DE ALAGOAS AL. O Projeto ocorreu entre os dias 10 e 22 de dezembro. Neste período ficamos alojados na Universidade Federal de Alagoas.

Leia mais

RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS DO VER-SUS SERTÃO DO PAJEÚ, SERRA TALHADA PE

RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS DO VER-SUS SERTÃO DO PAJEÚ, SERRA TALHADA PE RELATÓRIO DE VIVÊNCIAS DO VER-SUS 2015.1 SERTÃO DO PAJEÚ, SERRA TALHADA PE A versão do VER-SUS 2015.1 iniciou na XI GERES (Gerência Regional de Saúde) no município de Serra Talhada PE com as boas vindas

Leia mais

II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO.

II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO. II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFG, CAMPUS JATAÍ: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO DE INTEGRAÇÃO E FORMAÇÃO. PACHECO 1, Jade Alves de Souza; SOARES 2, Nayana Carvalho; SILVA 3, Bianca Fernandes

Leia mais

SÓ QUEM PODE DIZER O QUE É A LOUCURA É O PRÓPRIO LOUCO 1 : O IMPACTO DO PROJETO DE EXTENSÃO LOUCURA E CIDADANIA NUMA INSTITUIÇÃO MANICOMIAL

SÓ QUEM PODE DIZER O QUE É A LOUCURA É O PRÓPRIO LOUCO 1 : O IMPACTO DO PROJETO DE EXTENSÃO LOUCURA E CIDADANIA NUMA INSTITUIÇÃO MANICOMIAL SÓ QUEM PODE DIZER O QUE É A LOUCURA É O PRÓPRIO LOUCO 1 : O IMPACTO DO PROJETO DE EXTENSÃO LOUCURA E CIDADANIA NUMA INSTITUIÇÃO MANICOMIAL RAMALHO ROSAS [1], Ana Katarina 2 Centro de Ciências Humanas,

Leia mais

ANO 17 N O 36 2002 NOVOS RUMOS

ANO 17 N O 36 2002 NOVOS RUMOS NOVOS RUMOS ANO 17 N O 36 2002 ANO 17 N O 36 2002 NOVOS RUMOS NOVOS RUMOS ANO 17 N O 36 2002 ANO 17 N O 36 2002 NOVOS RUMOS NOVOS RUMOS ANO 17 N O 36 2002 ANO 17 N O 36 2002 NOVOS RUMOS NOVOS RUMOS ANO

Leia mais

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO.

TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. TUDO COMEÇA POR UM COMEÇO. Michel Silveira 1 2 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Dedico a você: 3 4 TUDO COMEÇA PELO COMEÇO Sumário. Primeira fase Namoro pg. 29 Segunda fase Noivado pg.39 Terceira fase Casamento

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

O ENSINO DO CUIDADO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO DISTRITO FEDERAL

O ENSINO DO CUIDADO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO DISTRITO FEDERAL O ENSINO DO CUIDADO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NO DISTRITO FEDERAL Acadêmica :Amanda da Silva Alves Orientador: Alexsandro Barreto Almeida Águas Claras - DF 2016 Alexsandro Barreto

Leia mais

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele.

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. O IRMÃO WALDEN CAMILO DE CARVALHO meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. o frio está ficando meio bravo. assim é capaz do pessoal

Leia mais

Versusiano que luta valorize o saber popular

Versusiano que luta valorize o saber popular Lapa, 07 de fevereiro de 2015. Versusiano que luta valorize o saber popular Conhecimento, experiência e amadurecimento pessoal e consequentemente profissional, me tornando um ser humano mais humano foi

Leia mais

Relatório de vivência no sertão do Pajeú

Relatório de vivência no sertão do Pajeú Relatório de vivência no sertão do Pajeú Do dia 08 a 21 de janeiro de 2015, houve o primeiro estágio de vivência do ano o qual tive o privilegio de participar. Este estágio ocorreu no sertão do Pajeú na

Leia mais

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati Conto das Águas Um conto de sensações Enio Roncarati Dedicatória Dedico este pequeno conto aos autores anônimos que com esperança de lançar uma pequena Luz sobre aqueles que estão dispostos a trilhar

Leia mais

E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professor Gerenciador: Luzia Bento Soares. Turmas: Alunos do Ensino Fundamental.

E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professor Gerenciador: Luzia Bento Soares. Turmas: Alunos do Ensino Fundamental. E.E Zumbi dos Palmares. Jaraguari MS/2012. Professor Gerenciador: Luzia Bento Soares. Turmas: Alunos do Ensino Fundamental. Inserir: Numero de alunos envolvidos (aproximado) Professores envolvidos Projeto:

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 6 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

Saúde Mental e ECOSOL. Leonardo Pinho

Saúde Mental e ECOSOL. Leonardo Pinho Saúde Mental e ECOSOL Leonardo Pinho leo_pinho79@yahoo.com.br Reforma Psiquiátrica Antimanicomial A lei 10.216 dá início no Brasil de um processo ampliado de desinstitucionalização; Começa a se operar

Leia mais

estão ligados aos seus objetivos, à sua necessidade ou à sua história pessoal.

estão ligados aos seus objetivos, à sua necessidade ou à sua história pessoal. Quem é uma obra incomparável. É o relato do aprendizado de Bianca sobre a realidade do mundo espiritual. Não se trata, entretanto, de uma obra mística. Desde os primeiros capítulos se vê que a Técnica

Leia mais

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto:

1 Computação (2.º Semestre): Documentos para consulta no exame N.º. Nome completo: Curso: Foto: 1 N.º Nome completo: Curso: Foto: 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

Leia mais

UM DICIONÁRIO CRÍTICO DE EDUCAÇÃO 1

UM DICIONÁRIO CRÍTICO DE EDUCAÇÃO 1 176 UM DICIONÁRIO CRÍTICO DE EDUCAÇÃO 1 Evandro de Carvalho Lobão 2 Temos recentemente disponível a segunda edição (a primeira foi publicada em 2012) do Dicionário da Educação do Campo, elaborado por autores

Leia mais

Relatório de Intercâmbio

Relatório de Intercâmbio Relatório de Intercâmbio Nome: Daniel Baylão 1311811 Curso: Graduação Design Produto PUC-RIO Período: 9o Cidade de Intercâmbio: Porto Portugal Ano: 2016 Universidade de Intercâmbio: ESAD Escola Superior

Leia mais

EDUCAÇÃO NO CAMPO: EXPERIÊNCIAS A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO A GEOGRAFIA VAI AO ACAMPAMENTO 1

EDUCAÇÃO NO CAMPO: EXPERIÊNCIAS A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO A GEOGRAFIA VAI AO ACAMPAMENTO 1 EDUCAÇÃO NO CAMPO: EXPERIÊNCIAS A PARTIR DO PROJETO DE EXTENSÃO A GEOGRAFIA VAI AO ACAMPAMENTO 1 2 2 Marcelo Cervo Chelotti 3 RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: ABSTRACT: the improvement of geography teaching to

Leia mais

O PAPEL DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE NA DESCENTRALIZAÇÃO DA SAÚDE MENTAL

O PAPEL DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE NA DESCENTRALIZAÇÃO DA SAÚDE MENTAL O PAPEL DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE NA DESCENTRALIZAÇÃO DA SAÚDE MENTAL SZABO, M. J.I.; MOTA, E. R.; RECZKOWSKI, R. P.; CAMPOS, M.P.; PIMENTA, M. Z.; ARRUDA, F. G. (ORIENTADOR) RESUMO Com a descentralização

Leia mais

Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros.

Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros. Reflexões para 2010 Post (0186) Não destrua teus valores comparando-os com os dos outros. É por sermos diferentes uns dos outros que cada um de nós é especial. Não estabeleça teus objetivos por aquilo

Leia mais

C OM U N I D A D E F I L H O S D O C É U. https://ministerioformacao.wordpress.com/

C OM U N I D A D E F I L H O S D O C É U. https://ministerioformacao.wordpress.com/ C OM U N I D A D E F I L H O S D O C É U comunidadefilhosdoceu@hotmail.com O tempo de formação constitui um tempo privilegiado para aprofundar nossa experiência de Deus, purificar nossa vida de tudo aquilo

Leia mais

Tem que contar a sua história pro outro pra ele te conhecer melhor! Manuela

Tem que contar a sua história pro outro pra ele te conhecer melhor! Manuela Album de figurinhas - Projeto Autorretrato Grupo 5 - Ana Rosa A.A. Da Costa e Isabel Queiroz Orientação: Paula Ditt Lutti 2011 Introdução Ao longo desse segundo semestre de 2011, desenvolvemos o Projeto

Leia mais

PORTFÓLIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO SUS

PORTFÓLIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO SUS PORTFÓLIO DO ESTÁGIO DE VIVÊNCIA DO SUS VIVENTE: DINORAH DE FRANÇA LIMA NATAL/ RN Primeiro dia de vivência (08/01) A partir do momento da concentração do grupo percebi a diversidade dos viventes, de como

Leia mais

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade São Gonçalo Rio de Janeiro Agosto de 2013 2 AGRADECIMENTOS A DEUS,

Leia mais

1. ACREDITAR EM DEUS, EM VOCÊ E NA EMPRESA! 2. ESTUDAR O MATERIAL PARA NOVAS CONSULTORAS. 3. ENTENDER O QUE EU GANHO SENDO DIRETORA. AUMENTO DE 300% Clientes; Anfitriãs; Mulheres a procura de renda extra;

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Estágio de Vivência, Movimentos Sociais, Universidade.

PALAVRAS-CHAVE: Estágio de Vivência, Movimentos Sociais, Universidade. 8CCADSEROUT01 ESTÁGIO INTERDISCIPLINAR DE VIVÊNCIA EM COMUNIDADES RURAIS E ASSENTAMENTOS DA REFORMA AGRÁRIA NO ESTADO DA PARAÍBA Antonio Cardoso (1) ; Josivaldo da Silva (2); Djail Santos (3) Centro de

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira Na Palma da Mão Por: Alexandre d Oliveira Sinopse: A personagem busca entender as nuances da amizade, e aparentemente vemos estar desolada, devido o termino de algum relacionamento. E por isto busca a

Leia mais

BUSCAR

BUSCAR www.openpoint.tur.br A Open Point A Open Point está sediada no Estado do Ceará, atuando com uma ampla rede de serviços turísticos, transporte, hotelaria e eventos especializados para o mercado corporativo,

Leia mais

VER-SUS IMPERATRIZ RELATO DE VIVÊNCIA

VER-SUS IMPERATRIZ RELATO DE VIVÊNCIA VER-SUS IMPERATRIZ RELATO DE VIVÊNCIA Edith Monielyck Mendonça Batista Período: 01 a 10/08/2015 1 VISÃO SOBRE A VIVÊNCIA O VER-SUS foi uma experiência que permitiu o contato com realidade que talvez não

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais 1º VESTIBULAR DE 2014 DATA: 08/12/2013 HORÁRIO: MANHÃ PROVA DE REDAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO INSCRIÇÃO Nº.: SALA: NOME:

Leia mais

Quando Deus nos levantou como igreja não foi para sermos uma novidade, uma invenção, mas para sermos uma resposta de Deus na cidade.

Quando Deus nos levantou como igreja não foi para sermos uma novidade, uma invenção, mas para sermos uma resposta de Deus na cidade. 1 Quando Deus nos levantou como igreja não foi para sermos uma novidade, uma invenção, mas para sermos uma resposta de Deus na cidade. No que vejo paramos em quase tudo! Temos que reconhecer que aplicamos

Leia mais

A Formação de Educadoras(es) dos Movimentos. Sociais de Luta pela Terra: uma análise da Primeira. Turma de Pedagogia da Terra do Estado de SP

A Formação de Educadoras(es) dos Movimentos. Sociais de Luta pela Terra: uma análise da Primeira. Turma de Pedagogia da Terra do Estado de SP A Formação de Educadoras(es) dos Movimentos Sociais de Luta pela Terra: uma análise da Primeira Turma de Pedagogia da Terra do Estado de SP Resumo Nome: Paula da Silva Orientador Prof. Dr: Manoel Nelito

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO Rosimeire Cristina da silva rosicristinadasilva@gmail.com Linha

Leia mais

WY XP. WyExperience Vivenciando o conhecimento. 2 meses longe de casa. Imersão em Ciência & Tech. Capacitação em empreendedorismo & inovação

WY XP. WyExperience Vivenciando o conhecimento. 2 meses longe de casa. Imersão em Ciência & Tech. Capacitação em empreendedorismo & inovação WY XP WyExperience Vivenciando o conhecimento Imersão em Ciência & Tech 2 meses longe de casa Capacitação em empreendedorismo & inovação Procura-se! Estudante apaixonado por conhecimento, que sonhe com

Leia mais

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo:

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo: Foto Calabor@tiva Carga Horária: 15h presenciais Facilitador: Sandro Barros Objetivo: O objetivo é estimular crianças e jovens a utilizar a linguagem fotográfica como elemento alternativo e visual, despertando

Leia mais

Profª : ANA BRAZ EVOLUÇÃO DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL. NOÇÕES de POLÍTICA de SAÚDE MENTAL no BRASIL. NÚCLEOS de APOIO à SAÚDE da FAMÍLIA e MENTAL

Profª : ANA BRAZ EVOLUÇÃO DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL. NOÇÕES de POLÍTICA de SAÚDE MENTAL no BRASIL. NÚCLEOS de APOIO à SAÚDE da FAMÍLIA e MENTAL Profª : ANA BRAZ EVOLUÇÃO DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL NOÇÕES de POLÍTICA de SAÚDE MENTAL no BRASIL NÚCLEOS de APOIO à SAÚDE da FAMÍLIA e MENTAL REFORMA PSIQUIÁTRICA Reforma Psiquiátrica Brasileira Em 1978,

Leia mais

VII Simpósio do Núcleo Agrário Terra e Raiz ( NATRA)

VII Simpósio do Núcleo Agrário Terra e Raiz ( NATRA) VII Simpósio do Núcleo Agrário Envio de trabalhos: eventosnatra@gmail.com. Prazo: 20/08 PROGRAMAÇÃO "Terra pra quê? A destrutividade do capital e a resistência dos movimentos sociais". 1ª mesa (17/09):

Leia mais

Portfólio. Convidamos você a conhecer um pouco mais a nossa história.

Portfólio. Convidamos você a conhecer um pouco mais a nossa história. Portfólio Convidamos você a conhecer um pouco mais a nossa história. Muito prazer! Nós somos a Corrente do Bem. Fundada em 16 de janeiro de 2012 Muito prazer! Nós somos a Corrente do Bem. Fundada em 16

Leia mais

6ª PLENÁRIA NACIONAL DE MULHERES TRABALHADORAS RURAIS

6ª PLENÁRIA NACIONAL DE MULHERES TRABALHADORAS RURAIS 6ª PLENÁRIA NACIONAL DE MULHERES TRABALHADORAS RURAIS PROGRAMAÇÃO LEMA: Margaridas trabalhadoras rurais por paridade rumo à igualdade a luta é todo dia! Data: 8 a 11 de novembro de 2016 Local: CESIR/CONTAG

Leia mais

Ponto de Apoio. Edição nº 162

Ponto de Apoio. Edição nº 162 Ponto de Apoio Edição nº 162 1 Tema do Mês União Histórias Quanto mais amigos eu tenho... Mais feliz eu sou!; Desabrochar... Lindas flores e belos gestos; Boas sementes; Lili em Eu participo!; Boas ações

Leia mais

Aumenta o número de focos de incêndio em Novo Progresso devido ao clima seco e falta de chuva

Aumenta o número de focos de incêndio em Novo Progresso devido ao clima seco e falta de chuva Aumenta o número de focos de incêndio em Novo Progresso devido ao clima seco e falta de chuva Com o período de seca se prolongando, os focos de incêndio aumentam cada vez mais na região de Novo Progresso.

Leia mais

VER-SUS: A REALIDADE DO SUS SOBRE DIFERENTES OLHARES¹. BARRETO, Camila Nunes²; RESSEL, Lúcia Beatriz³

VER-SUS: A REALIDADE DO SUS SOBRE DIFERENTES OLHARES¹. BARRETO, Camila Nunes²; RESSEL, Lúcia Beatriz³ VER-SUS: A REALIDADE DO SUS SOBRE DIFERENTES OLHARES¹ BARRETO, Camila Nunes²; RESSEL, Lúcia Beatriz³ RESUMO: O presente trabalho apresenta um relato de experiência a partir da vivência do VER-SUS: Estágio

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Grupo de Estudo sobre Trabalho, Espaço e Campesinato Departamento de Geociências/UFPB Programa de Pós-graduação em Geografia/UFPB

Grupo de Estudo sobre Trabalho, Espaço e Campesinato Departamento de Geociências/UFPB Programa de Pós-graduação em Geografia/UFPB Dataluta - PB Banco de Dados da Luta pela Terra UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA Grupo de Estudo sobre Trabalho, Espaço e Campesinato Departamento de Geociências/UFPB Programa de Pós-graduação em Geografia/UFPB

Leia mais

TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA

TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA Tem o sentido e a verdade, é para tudo refletir. Entender a Sociedade, e pensar caminho a seguir. Romance do pré-modernismo, pura transformação.

Leia mais

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013)

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013) 1 2 Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor 1ª edição (2013) Todas as imagens e fotos contidas nesse livro são do arquivo pessoal do autor, não podendo ser utilizadas ou reproduzidas sem

Leia mais

Adorar em Espírito e Verdade

Adorar em Espírito e Verdade Adorar em Espírito e Verdade Adorar em Espírito e Verdade João 4.1-24 Quando chegamos aos cultos, ou em especial nos cultos de domingo, ouvimos sempre das pessoas que estão dirigindo o culto, vamos ouvir

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT

PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT PROJETO VER-SUS BRASIL VER-SUS BARRA DO GARÇAS MT Amanda Souza da Silva Araujo Vivência: 23/10/2016 à 29/10/16 Versus é mais do que viver a realidade SUS, é renascer em cada dificuldade, é chorar em cada

Leia mais

Felicidade. Heinrich Heine

Felicidade. Heinrich Heine Felicidade Heinrich Heine Oh, que dama fácil, a felicidade! Mal se acostuma num lugar, ela já sai... Afaga teu cabelo, cheia de vaidade, beija-te às pressas, bate as asas e se vai. Dona infelicidade, ao

Leia mais

Escrito por Sônia Oliveira Dom, 18 de Abril de :57 - Última atualização Seg, 08 de Fevereiro de :28

Escrito por Sônia Oliveira Dom, 18 de Abril de :57 - Última atualização Seg, 08 de Fevereiro de :28 Se você gosta ou admira nem que seja um pouquinho o Samba, então não deixe de conhecer os ensaios de uma escola, escolha a que quer ir e prepare-se para admirar a dança dos passistas é muito bonito. Eu

Leia mais

Educação e Autonomia Processos Educativos no Assentamento Elizabeth Teixeira

Educação e Autonomia Processos Educativos no Assentamento Elizabeth Teixeira Educação e Autonomia Processos Educativos no Assentamento Elizabeth Teixeira RESUMO DO PROJETO O presente projeto tem por finalidade viabilizar financeiramente a continuidade das atividades pedagógicas

Leia mais

Textos sobre o Advento

Textos sobre o Advento Textos sobre o Advento Evangelho de Mateus: 19 versos Evangelho de Marcos: nenhum Evangelho de Lucas: 44 versos Evangelho de João: nenhum Total: 63 versos 10 anos 3 sermões 30 sermões 63 versos 30 sermões

Leia mais

Inês Carolina Rilho SINTONIA

Inês Carolina Rilho SINTONIA Inês Carolina Rilho Nasceu no Recife-PE. Formou-se em Letras e Direito. Escreve desde os 15 anos. Possui poemas, conto e um romance em fase de conclusão. Tem participado de várias antologias. SINTONIA

Leia mais

Músicas para missa TSL

Músicas para missa TSL Músicas para missa TSL Músicas antes da entrada Anjos Se acontecer um barulho perto de você é um anjo chegando para receber suas orações e levá-las à Deus. Então abra o coração e comece a louvar, sinta

Leia mais

TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA O REGISTRO DAS EXPERIÊNCIAS DE VIVÊNCIAS NOS PORTFÓLIOS

TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA O REGISTRO DAS EXPERIÊNCIAS DE VIVÊNCIAS NOS PORTFÓLIOS TUTORIAL DE ORIENTAÇÃO PARA O REGISTRO DAS EXPERIÊNCIAS DE VIVÊNCIAS NOS PORTFÓLIOS O primeiro passo importante para que o estudante possa ter acesso em sua comunidade de prática é ter realizado o cadastro

Leia mais

DEMOCRACIA CORINTHIANA

DEMOCRACIA CORINTHIANA DEMOCRACIA CORINTHIANA DEMOCRACIA CORINTHIANA Movimento anos 80, Sócrates, Zenon e Wladimir. Casagrande incrementa, e fazem o Futebol insurgir. Biro Biro na turma bacana, ideal, amor e imensidão. Experiência

Leia mais

APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA APRENDENDO E ENSINANDO NO ESTAGIO SUPERVISIONADO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Antonia Rayara Pereira Lemos;¹* Neidimar Lopes Matias de Paula¹ 1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará-IFCE.

Leia mais

A linguagem é uma força que produz e sustenta os imaginários. Tem força para definir rumos e incidir sobre o tecido da cultura, com o conjunto de

A linguagem é uma força que produz e sustenta os imaginários. Tem força para definir rumos e incidir sobre o tecido da cultura, com o conjunto de A linguagem é uma força que produz e sustenta os imaginários. Tem força para definir rumos e incidir sobre o tecido da cultura, com o conjunto de hábitos cotidianos, os ritmos de vida, as prioridades e

Leia mais

PARECER DO CRP SP SOBRE O ENCARCERAMENTO DE PESSOAS EM MEDIDA DE SEGURANÇA

PARECER DO CRP SP SOBRE O ENCARCERAMENTO DE PESSOAS EM MEDIDA DE SEGURANÇA 1 PARECER DO CRP SP SOBRE O ENCARCERAMENTO DE PESSOAS EM MEDIDA DE SEGURANÇA O Conselho Regional de Psicologia 6ª Região, em resposta ao Ofício NESC nº 3658-220/2014 do Núcleo Especializado de Situação

Leia mais

Nas asas da poesia. A poesia nasce no coração e floresce na cabeça.

Nas asas da poesia. A poesia nasce no coração e floresce na cabeça. Nas asas da poesia A poesia nasce no coração e floresce na cabeça. Bem, um dos meus grandes sonhos sempre foi escrever um livro de poemas. Ainda muito pequena já começava a rabiscar algumas coisas como

Leia mais

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia Minha inspiração A Poesia harmoniza o seu dia Meu jeito de amar Meu jeito de amar é alegre e autêntico É sincero puro e verdadeiro Meu jeito de amar é romântico Me doo me dedico por inteiro Meu jeito de

Leia mais

Sumário. Objetivo deste E-book passos garantidos para atingir o Sucesso Objetivo deste E-book

Sumário. Objetivo deste E-book passos garantidos para atingir o Sucesso Objetivo deste E-book Guia Sucesso Agora! Aviso Legal Todo o conteúdo deste livro, incluindo texto, gráficos, logotipos, ícones e imagens são propriedades exclusivas da Vencedor Agora sistemas Ltda. e estão protegidos pela

Leia mais