SISTEMA HIPERMÍDIA ADAPTATIVO BASEADO EM ESTILOS COGNITIVOS. VIII Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA HIPERMÍDIA ADAPTATIVO BASEADO EM ESTILOS COGNITIVOS. VIII Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação"

Transcrição

1 SISTEMA HIPERMÍDIA ADAPTATIVO BASEADO EM ESTILOS COGNITIVOS VIII Ciclo de Palestras sobre Novas Tecnologias na Educação MARLISE GELLER* CLARISSA TARRAGÔ CANDOTTI** SIDNEI RENATO SILVEIRA** ELTON MONTEIRO MARQUES*** MÁRCIO BARRETO SANTANA**** * Professora da ULBRA - Canoas ** Professores do Curso de Sistemas de Informação do UniRitter *Acadêmicos do Curso de Sistemas de Informação do UniRitter (Bolsistas)

2 Este trabalho apresenta o estudo e implementação de um protótipo de Sistema Hipermídia Adaptativo (SHA) baseado em estilos cognitivos, para utilização em ambientes de EaD via web.

3 QUESTÃO NORTEADORA Como realizar a adaptação de materiais utilizados como recursos didáticos em aulas de graduação, segundo o estilo de aprendizagem dos alunos, em um ambiente de Educação a Distância via web?

4 HIPÓTESE Através da utilização de métodos e técnicas de hipermídia adaptativa, é possível adaptar os conteúdos e a avaliação de atividades a distância de acordo com os estilos de aprendizagem dos alunos.

5 SOLUÇÃO PROPOSTA Construção de uma ferramenta que permita a elaboração de materiais didáticos pelos professores e a disponibilização dos mesmos para os alunos via web. Esta ferramenta se baseia em uma metodologia para elaboração de conteúdos, privilegiando o estilo cognitivo dos alunos. Esta ferramenta possui dois módulos: Módulo de Autoria (ou módulo do professor) e Módulo de Visualização (ou módulo do aluno). O Módulo de Visualização está subdividido em duas partes: adaptação do conteúdo e adaptação da interface.

6 METODOLOGIA PROPOSTA PARA A ELABORAÇÃO DE CONTEÚDOS - Definição do mapa conceitual dos conteúdos que serão abordados - Divisão de cada um dos conteúdos em tópicos: Breve contextualização do conteúdo no âmbito do curso Apresentação dos objetivos a serem alcançados Apresentação dos conceitos, exemplos e exercícios, seguindo a forma que seja adequada ao estilo cognitivo de cada aluno (adaptação) Fechamento do tema, fazendo ligações com outros conteúdos - Criação de variações na forma de explanar cada conceito: Forma de esquemas; tutorial; texto descritivo; texto com Links para pesquisa Exemplos - Criação de vários tipos de atividades, para cada conceito apresentado: Questionário; desafio; questão para discussão no fórum ou ; questão para pesquisa usando os links indicados e sites de busca

7 SISTEMA HIPERMÍDIA ADAPTATIVO Conforme o estilo cognitivo identificado para cada aluno, o sistema hipermídia adaptativo exibe a forma de explanação dos conteúdos e o tipo de atividade que será apresentado.

8 ADAPTAÇÃO DO CONTEÚDO A adaptação do conteúdo baseia- se em estereótipos, compreendendo os alunos de acordo com os estilos cognitivos, levantados com base na aplicação de um instrumento elaborado e validado por Bariani (1998) e implementado computacionalmente por Geller (2004). De acordo com este modelo, um aluno pode estar compreendido em 6 estilos cognitivos: 1) Convergente 2) Divergente 3) Holista 4) Serialista 5) Reflexivo 6) Impulsivo Para cada um destes estilos foram definidas as formas mais adequadas para a apresentação dos conteúdos elaborados pelos professores.

9 ADAPTAÇÃO DA INTERFACE A adaptação da interface será realizada através da aplicação de técnicas de hipermídia adaptativa: 1) apresentação adaptativa e 2) navegação adaptativa. A apresentação adaptativa permitirá a reorganização do conteúdo para o aluno, segundo as informações sobre os estilos cognitivos preferenciais, armazenados no modelo de aluno. A navegação adaptativa permitirá a modificação da interface do ambiente, sugerindo links e estabelecendo o espaço de busca do aluno, através de técnicas adaptativas.

10 ARQUITETURA PROPOSTA PARA A FERRAMENTA

11 Tela Principal

12 Instrumento para Avaliação do Estilo Cognitivo

13 Estilos Cognitivos: Alteração

14 Adaptação do Conteúdo: Estilo Holista

15 Adaptação do Conteúdo: Estilo Serialista (Tutorial)

16 Adaptação do Conteúdo: Estilo Impulsivo

17 Adaptação do Conteúdo: Estilo Divergente

18 Adaptação da Interface

19 Adaptação da Interface

20 RESULTADOS OBTIDOS A implementação foi realizada na plataforma Microsoft.NET, através da programação ASP.NET. As informações são armazenadas em um banco de dados SQL Server. O protótipo foi validado com uma turma do Curso de Sistemas de Informação. A validação indicou resultados positivos para todos os itens avaliados com relação ao protótipo implementado.

21 REFERÊNCIAS BARIANI, Isabel Cristina Dib. Estilos cognitivos de universitários e iniciação científica. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade de Campinas - Unicamp, Campinas, GELLER, Marlise. Educação a distância e estilos cognitivos: construindo um novo olhar sobre os ambientes virtuais f. Tese (Doutorado em Informática na Educação) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM LABORATÓRIO DIDÁTICO PARA ELETRÔNICA USANDO PLATAFORMA DE INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COM ACESSO VIA WEB

DESENVOLVIMENTO DE UM LABORATÓRIO DIDÁTICO PARA ELETRÔNICA USANDO PLATAFORMA DE INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COM ACESSO VIA WEB DESENVOLVIMENTO DE UM LABORATÓRIO DIDÁTICO PARA ELETRÔNICA USANDO PLATAFORMA DE INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL COM ACESSO VIA WEB OBJETIVOS Jéssica Mariella de Carvalho Oliveira (Bolsista) Ricardo Brandão Sampaio/IFAM

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM TUTORIAL DE ACESSO E NAVEGAÇÃO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Tutorial de Acesso e Navegação Alunos 2009.2 Prezado (a) aluno (a), Esse é um documento informativo para orientá-lo no seu primeiro acesso

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PLANO DE ENSINO Semestre 2015.1 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS EXA 471 Metodologia e didática do ensino --------------------------------------------- de química CURSO DEPARTAMENTO ÁREA

Leia mais

Ambientação à Plataforma Moodle

Ambientação à Plataforma Moodle Ambientação à Plataforma Moodle 1 Introdução Bem Vindo ao Material de Ambientação da Plataforma Para o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da Pró-Reitoria de Extensão do IFSULDEMINAS () utilizaremos

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO OPERAÇÕES BÁSICAS DISCIPLINAS ONLINE BARBACENA 2014 2º Semestre 1 Sumário Acessando o Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA... 4 Utilizando o Portal Acadêmico... 6 Avaliação de Desempenho...

Leia mais

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Processo de Rematrículas para 2017/01 Informativo para os cursos de graduação: Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Com base na Portaria 1134/2016 (DOU nº 196, terça-feira, 11 de outubro de

Leia mais

GUIA DO CURSISTA. Apresentação

GUIA DO CURSISTA. Apresentação GUIA DO CURSISTA Apresentação Cara (o) Cursista, Seja bem-vinda (o) a mais um curso de extensão Novas Tecnologias e Metodologias na Educação (NTME), elaborado pela equipe Núcleo de Tecnologias Educacionais

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES COORDENADORA Susana Elena Delgado ELABORAÇÃO Conselho do Curso 20 2 INTRODUÇÃO A Lei de Diretrizes e Bases

Leia mais

LISTAGEM DOS COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ELETIVOS)

LISTAGEM DOS COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ELETIVOS) LISTAGEM DOS COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES (ELETIVOS) Componente Curricular Complementar Total Teórica Prática EAD 1 Pré-requisitos 1. Alfabetização e Letramento BA000492 2. Análise de Livros

Leia mais

ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2

ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2 ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2 RESUMO Os AVEAs têm sido cada vez mais utilizados como uma ferramenta de aplicação de

Leia mais

Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO

Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO 5.3.3.4 Diagrama de Classes Módulo de Treinamento FIGURA 19: DIAGRAMA DE CLASSES DO MÓDULO DE TREINAMENTO 101 5.3.4 Definição das Classes - Módulo Pedagógico 5.3.4.1 Classe GrupoCurso A classe GrupoCurso

Leia mais

PLANO DE ENSINO. ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo

PLANO DE ENSINO. ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo PLANO DE ENSINO ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia 2. Campus: IFSUL Bagé 3. Endereço: Av. Leonel

Leia mais

Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos

Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos Tutorial de utilização do EAD-IBRAV Treinamentos Amarildo Roberto Ribeiro CASCAVEL- 2016 SUMÁRIO 1. ACESSO AO CURSO... 3 2. LOGIN DO SISTEMA... 4 3. TELA PRINCIPAL DO ALUNO... 5 4. TELA PRINCIPAL DO CURSO...

Leia mais

Ensino de Linguagem de Programação no Ensino Fundamental e Médio: Ampliando o Acesso através da EAD

Ensino de Linguagem de Programação no Ensino Fundamental e Médio: Ampliando o Acesso através da EAD Ensino de Linguagem de Programação no Ensino Fundamental e Médio: Ampliando o Acesso através da EAD OLIVEIRA 1, Breno Alaff de Azevedo MORAIS 2, Izabelly Soares de ANJOS 3, Eudisley Gomes dos SOARES 4,

Leia mais

Regulamento do Curso. Português Jurídico. Regulamento do Curso

Regulamento do Curso. Português Jurídico. Regulamento do Curso Regulamento do Curso Português Jurídico Regulamento do Curso 1 2 Português Jurídico Sumário 1 APRESENTAÇÃO E OBJETIVOS DO CURSO... 5 1.1 APRESENTAÇÃO DO CURSO... 5 1.2 OBJETIVOS... 5 1.3 MODALIDADE...

Leia mais

Rede de blogs pedagógicos

Rede de blogs pedagógicos UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO OFICINAS VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM II OFICINA DE BLOGS PEDAGÓGICOS ANÁLISE DOS BLOGS PEDAGÓGICOS ELABORADOS

Leia mais

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC

Faculdade de Educação Superior do Paraná Centro de Extensão Iniciação Científica - CEIC DIRETRIZES DA Iª MOSTRA FESP para FESP - 2015 O Centro de Extensão e Iniciação Científica CEIC têm como um de seus eixos de atuação promover o desenvolvimento de atividades tecnocientíficas e é nesse contexto

Leia mais

Uma ontologia para modelagem de conteúdo para Ensino a Distância. An ontology for modeling distance learning contents

Uma ontologia para modelagem de conteúdo para Ensino a Distância. An ontology for modeling distance learning contents SEMINÁRIO DE PESQUISA EM ONTOLOGIA NO BRASIL 11 E 12 de Agosto Universidade Federal Fluminense Departamento de Ciência da Informação Niterói Rio de Janeiro Brasil Esta comunicação está sendo submetida

Leia mais

Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet. Distância na UFRJ. Curso eisexpert. Maria Teresa Gouvêa. 27 de outubro de 2009

Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet. Distância na UFRJ. Curso eisexpert. Maria Teresa Gouvêa. 27 de outubro de 2009 Especialização em Sistemas de Informação com ênfase em Internet III Seminário de Educação a Distância na UFRJ Curso eisexpert Maria Teresa Gouvêa 27 de outubro de 2009 Curso eisexpert Capacitar profissionais

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2014. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2014. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2014 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Informação e Comunicação Componente Curricular: Aplicativos de

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia Prof. Daniel Hasse Multimídia e Hipermídia AULA 01 O que é multimídia? Prof. Daniel Hasse Livro - Multimídia: conceitos e aplicações Os principais conceitos da tecnologia da multimídia serão abordados

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE MATERIAL DIDÁTICO EAD/DEAAD/UNILAB

ORIENTAÇÕES SOBRE MATERIAL DIDÁTICO EAD/DEAAD/UNILAB ORIENTAÇÕES SOBRE MATERIAL DIDÁTICO EAD/DEAAD/UNILAB Considerações iniciais O Núcleo de Acompanhamento Pedagógico (NAP) da DEAAD/UNILAB tem a satisfação de apresentar neste documento o padrão mínimo de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Engenharia da Informação 1640066 1.2

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

1. INTRODUÇÃO Motivação

1. INTRODUÇÃO Motivação 1. INTRODUÇÃO Neste capítulo serão apresentados os problemas que motivaram a escolha da pesquisa da tese, os objetivos a serem atingidos durante o seu desenvolvimento, as contribuições relevantes à área

Leia mais

HISTORIA DO DESIGN III

HISTORIA DO DESIGN III Blucher Design Proceedings Agosto de 2014, Número 3, Volume 1 HISTORIA DO DESIGN III Nelson Rodrigues da Silva - nelson.rodrigues@belasartes.br Centro Universitário Belas Artes de São Paulo - Bacharelado

Leia mais

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil Universidade Federal de Santa Catarina Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Área de desmoronamento

Leia mais

AULA INAUGURAL EAD 2015

AULA INAUGURAL EAD 2015 AULA INAUGURAL EAD 2015 Universalização do Conhecimento EaD Educação a Distância Conforto; Comodidade; Disciplina; Comprometimento. Tecnologia PREFEITURAS Convênio entre o Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Contabilidade

Leia mais

F1.51.C4: uma experiência a partir do Ensino Híbrido EE Comendador Emílio Romi

F1.51.C4: uma experiência a partir do Ensino Híbrido EE Comendador Emílio Romi e-du.c@ç@o F1.51.C4: uma experiência a partir do Ensino Híbrido EE Comendador Emílio Romi Professor(es) Apresentador(es): Rodrigo Fukugauti Realização: Foco do Projeto Este projeto é uma iniciativa pessoal

Leia mais

Mapas Conceituais como Árvore Navegacional de Conteúdos Web: Um Estudo de Caso Sobre Cognitor

Mapas Conceituais como Árvore Navegacional de Conteúdos Web: Um Estudo de Caso Sobre Cognitor Mapas Conceituais como Árvore Navegacional de Conteúdos Web: Um Estudo de Caso Sobre Cognitor Junia Coutinho Anacleto Alessandro José Francisco Carlos Ana Luiza Dias Aparecido Fabiano Pinatti de Carvalho

Leia mais

PCU PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE USUÁRIOS

PCU PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE USUÁRIOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE FÍSICA DE SÃO CARLOS SERVIÇO DE BIBLIOTECA E INFORMAÇÃO PCU PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE USUÁRIOS Equipe Responsável pela Elaboração: Ana Mara Marques da Cunha Prado

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA Carla de Araújo Universidade Estadual da Paraíba tapcarla@gmail.com Profª. Dra. Abigail Fregni Lins Universidade Estadual

Leia mais

ANEXO II. Fichas de Avaliação das Provas Didática e de Títulos FICHA DE AVALIAÇÃO INDIVIDUAL DA PROVA DIDÁTICA EDITAL N / /2016

ANEXO II. Fichas de Avaliação das Provas Didática e de Títulos FICHA DE AVALIAÇÃO INDIVIDUAL DA PROVA DIDÁTICA EDITAL N / /2016 Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Rondônia Pró-Reitoria de Graduação Campus Professor Francisco Gonçalves Quiles - Cacoal ANEXO II Fichas de Avaliação das Provas Didática e de Títulos

Leia mais

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições,

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições, INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS RIO DO SUL Nº 01/2012 Dispõe sobre as normas para elaboração, trâmite, análise e aprovação dos Planos de Ensino dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS NA EDUCAÇÃO: PROPONDO UMA NOVA INTERFACE PARA AMBIENTES DE APRENDIZAGEM BASEADOS NA PLATAFORMA MOODLE

MAPAS CONCEITUAIS NA EDUCAÇÃO: PROPONDO UMA NOVA INTERFACE PARA AMBIENTES DE APRENDIZAGEM BASEADOS NA PLATAFORMA MOODLE 1 MAPAS CONCEITUAIS NA EDUCAÇÃO: PROPONDO UMA NOVA INTERFACE PARA AMBIENTES DE APRENDIZAGEM BASEADOS NA PLATAFORMA MOODLE Rio de Janeiro - RJ - 05/2012 Categoria: C Setor Educacional: 5 Classificação das

Leia mais

O futuro é você quem faz! ENADE 2016

O futuro é você quem faz! ENADE 2016 O futuro é você quem faz! Mai Palestra: Conscientização sobre o Imbuir o aluno de responsabilidade para prestar a prova do, explicando as consequências do bom resultado para ele e para a Instituição. Apresentação

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/ IFAP

RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/ IFAP SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP COMISSÃO DO PROCESSO SELETIVO 2015.2 RETIFICAÇÃO Nº 01 DO EDITAL Nº 04/2015 - IFAP A PRESIDENTE DA COMISSÃO DO

Leia mais

Manual do Aluno EaD. Esclareça suas dúvidas e conheça a EaD da UMC Universidade.

Manual do Aluno EaD. Esclareça suas dúvidas e conheça a EaD da UMC Universidade. Manual do Aluno EaD Esclareça suas dúvidas e conheça a EaD da UMC Universidade. Sumário 1. O que é educação a distância?... 4 2. Requisitos... 4 3. Dicas para seu estudo... 5 4. O que é Ambiente EaD?...

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE DADOS ACADÊMICOS COM O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE 1

INTEGRAÇÃO DE DADOS ACADÊMICOS COM O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE 1 INTEGRAÇÃO DE DADOS ACADÊMICOS COM O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE 1 MALCOM FELIPE BASSI DA SILVA 2, CRISTIANE AKEMI YAGUINUMA 3 1 Projeto de pesquisa (Iniciação Científica) PIBIFSP Edital 313/2015

Leia mais

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química

Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química Experiências na formação de professores sobre o uso de TIC no Ensino de Química 13º Simpósio Brasileiro de Educação Química - SIMPEQUI 05 a 07/08 - Fortaleza-CE Prof. Dr. Airton Marques da Silva UECE /

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESIGN EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE DOCENTE

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESIGN EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE DOCENTE CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESIGN EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DE DOCENTE A Pró-Reitoria Acadêmica do UniRitter e o Programa de Pós-Graduação Stricto

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: ENSINO DE CIÊNCIAS INTERDISCIPLINAR NA PERSPECTIVA HISTÓRICO- CRÍTICA

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: ENSINO DE CIÊNCIAS INTERDISCIPLINAR NA PERSPECTIVA HISTÓRICO- CRÍTICA 4 5 GISELLE PALERMO SCHURCH FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: ENSINO DE CIÊNCIAS INTERDISCIPLINAR NA PERSPECTIVA HISTÓRICO- CRÍTICA Produto educacional apresentado como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é um requisito obrigatório para a conclusão do curso, realizada no final do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade

Leia mais

Processo Seletivo para o PPGE/UFSC 2016 Doutorado Tutorial para Acesso ao Moodle do PPGE 2016 Candidatos Fase 2

Processo Seletivo para o PPGE/UFSC 2016 Doutorado Tutorial para Acesso ao Moodle do PPGE 2016 Candidatos Fase 2 Processo Seletivo para o PPGE/UFSC 2016 Doutorado Tutorial para Acesso ao Moodle do PPGE 2016 Candidatos Fase 2 O Moodle é um sistema para gerenciamento de cursos ou, também, um ambiente virtual de ensino

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA 048 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: Projeto OEI/BRA/10/002 - Atualização dos Processos

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Acessando a Área do Aluno Pós http://portal.damasio.com.br/login.aspx USUÁRIO: Nº do seu CPF SENHA: Nº do seu RA,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012.

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. PLANO DE AÇÃO E MELHORIAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL MODALIDADE A DISTÂNCIA CURITIBA 2015 1 Plano de de Melhorias

Leia mais

Resumo parcial da Tese de Doutorado. Um modelo de Sistema de Gestão do Conhecimento para grupos de pesquisa e desenvolvimento.

Resumo parcial da Tese de Doutorado. Um modelo de Sistema de Gestão do Conhecimento para grupos de pesquisa e desenvolvimento. Universidade Federal de Santa Catarina Centro Tecnológico Disciplina: PROJETOS I Aluno: Cleosvaldo G. Vieira Jr cgvjr@inf.ufsc.br Resumo parcial da Tese de Doutorado Um modelo de Sistema de Gestão do Conhecimento

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA

A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA A UTILIZAÇÃO DO JOGO BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS COMO RECURSO DIDÁTICO NO ENSINO DE QUÍMICA Givanildo Freire da Costa (1); Renato do Nascimento (1); Christiane Marques Rodrigues (2); Maria Betania Hermenegildo

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS UNIVERSIDADE CEUMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2016.1 MATRIZ CURRICULAR 2011.0 Turma

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS UNIFEB. Pró-Reitoria de Graduação - Núcleo de Apoio Pedagógico NAPe

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS UNIFEB. Pró-Reitoria de Graduação - Núcleo de Apoio Pedagógico NAPe CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS UNIFEB Pró-Reitoria de Graduação - Núcleo de Apoio Pedagógico NAPe Prof.as Dr.a Caren E. Studer e Me. Silvia E. Bortolo Protocolo de Aula UNIFEB

Leia mais

Psiquiatria Normas Específicas

Psiquiatria Normas Específicas Psiquiatria Normas Específicas I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa de Pós-Graduação em PSIQUIATRIA será constituída pelo Coordenador do Programa e seu Suplente,

Leia mais

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009)

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051) 3308-6189/3308-6225 FAX: (051) 3308-7301 e-mail:

Leia mais

ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ASSOCIADAS AO USO DE JOGOS EDUCACIONAIS

ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ASSOCIADAS AO USO DE JOGOS EDUCACIONAIS ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS NO ENSINO DE ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO ASSOCIADAS AO USO DE JOGOS EDUCACIONAIS Clevi Elena Rapkiewicz¹ Gilse Falkembach² Louise Seixas² Núbia dos Santos Rosa¹ Vanildes Vieira da

Leia mais

CURSO DE NUTRIÇÃO BACHARELADO

CURSO DE NUTRIÇÃO BACHARELADO CURSO DE BACHARELADO ATIVIDADES DO CURSO As Atividades Complementares visam complementar a formação realizada através das atividades realizadas em sala de aula, devendo se pautar, na sua oferta: Pela finalidade

Leia mais

FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: UMA ALTERNATIVA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: UMA ALTERNATIVA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA FÓRUM DE DISCUSSÃO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: UMA ALTERNATIVA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Prof. Lisandro Bitencourt Machado[1] Profª. Dra. Marlise Gelle[2] [1] Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MARECHAL RONDON REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA São Manuel 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA DA FMR As Atividades Complementares,

Leia mais

MODELO DA AVALIAÇÃO CURRÍCULAR

MODELO DA AVALIAÇÃO CURRÍCULAR MODELO DA AVALIAÇÃO CURRÍCULAR 1. Todos os itens especificados na avaliação curricular devem ser comprovados com documentos autenticados em cartório, excetuando-se certificados com assinatura digital e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS DEPARTAMENTO DE DESPORTOS PROGRAMA DE ENSINO 2016/1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS DEPARTAMENTO DE DESPORTOS PROGRAMA DE ENSINO 2016/1 CAMPUS: Goiabeiras - CEFD CURSO: Educação Física PROGRAMA DE ENSINO 2016/1 HABILITAÇÃO: Licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL:

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES RESOLUÇÃO Nº117, DE 8 DE DEZEMBRO DE 2015. O COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO E GEOGRAFIA da Fundação Universidade Federal de

Leia mais

INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA

INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA INDICADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO DOS ALUNOS NO ESNINO FUNDAMENTAL (5º. AO 9º. ANO) DE UMA ESCOLA PÚBLICA MINEIRA Priscila Moreira Corrêa; Lavine Rocha Cardoso Ferreira; Maria Isabel de Araújo

Leia mais

I&DT na área das Tecnologias da Informação e Comunicação

I&DT na área das Tecnologias da Informação e Comunicação SUMÁRIO A MediaPrimer Estratégia e posicionamento Exemplos de projectos, por áreas de actuação I&DT na área das Tecnologias da Informação e Comunicação Enquadramento da Gestão de IDI na MediaPrimer José

Leia mais

Inovação no ensino do Design: Práticas colaborativas e sustentabilidade Ana Margarida Ferreira, UNIDCOM/IADE

Inovação no ensino do Design: Práticas colaborativas e sustentabilidade Ana Margarida Ferreira, UNIDCOM/IADE Inovação no ensino do Design: Práticas colaborativas e sustentabilidade Ana Margarida Ferreira, UNIDCOM/IADE Ana.margarida.ferreira@iade.pt Estudantes Universitário 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo BIP/ZIP

Leia mais

Sumário. Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) AVA 2014/2

Sumário. Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) AVA 2014/2 Manual do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Sumário 1. Objetivos 2 2. Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA 2 3. Navegue pelo AVA e conheça suas funcionalidades 2 4. Conheça os elementos que

Leia mais

Manual de Acesso ao Ambiente Usuário: Aluno

Manual de Acesso ao Ambiente Usuário: Aluno Manual de Acesso ao Ambiente Usuário: Aluno Índice 1. Objetivo. 2. Sobre o Ambiente Virtual de Aprendizagem. 3. Como acessar o Ambiente Virtual de Aprendizagem. 4. Como visualizar as disciplinas disponíveis

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Modelo neural hierárquico para obtenção de comportamento adaptativo em um agente robótico

Modelo neural hierárquico para obtenção de comportamento adaptativo em um agente robótico Modelo neural hierárquico para obtenção de comportamento adaptativo em um agente robótico Eduardo W. Basso ewbasso@inf.ufrgs.br Semana Acadêmica 2005 PPGC UFRGS Motivação Desenvolvendo sistemas inteligentes

Leia mais

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso:

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso Educação Musical com Ênfase em Música popular é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE DIREÇÃO GERAL

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE DIREÇÃO GERAL RESOLUÇÃO Nº 01/2011/CEFID Regulamenta as Atividades Complementares nos Cursos de Graduação do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da Universidade do Estado de Santa Catarina. O Presidente do Conselho

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA. CAPÍTULO I Definição

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA. CAPÍTULO I Definição REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA CAPÍTULO I Definição Art. 1º A flexibilização curricular envolve atividades acadêmicas previstas no projeto pedagógico do Curso de Medicina

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO Bolsista: Marcelo Fonseca Vivian DADOS DE IDENTIFICAÇÃO BOLSISTA: Marcelo Fonseca

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Universidade Aberta do Brasil

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Universidade Aberta do Brasil SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Universidade Aberta do Brasil Edital nº 01/2012 CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ACESSÍVEL

Leia mais

Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA

Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA Para realizar o acesso ao ambiente virtual do aluno digite no seu navegador a url abaixo: Como mostra a figura abaixo: eadgraduacao.unifeob.edu.br 1 Realizar

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: PTCC - Contabilidade Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Módulo:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: ETEC PROF MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Internet. Neoplasias. Educação em Saúde. Doenças.

PALAVRAS-CHAVE Internet. Neoplasias. Educação em Saúde. Doenças. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

Características Educação SESI

Características Educação SESI EDUCAÇÃO SESI Características Educação SESI Atendimento prioritário ao Trabalhador da indústria e seus dependentes Gratuidade nos cursos EJA Atuação nas 27 Unidades Federativas 32% de evasão na EJA Cenário

Leia mais

EnsinoTécnicoIntegrado ao Médio.

EnsinoTécnicoIntegrado ao Médio. PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 EnsinoTécnicoIntegrado ao Médio. Código: 262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: APLICATIVOS DE DESIGN Série: 1 Ano Eixo Tecnológico:

Leia mais

MATERIAL DE FORMAÇÃO COM BASE NOS RESULTADOS DA APRENDIZAGEM

MATERIAL DE FORMAÇÃO COM BASE NOS RESULTADOS DA APRENDIZAGEM MATERIAL DE FORMAÇÃO COM BASE NOS RESULTADOS DA APRENDIZAGEM Organizar o Programa Educativo SFA-Fomentar novas qualificações e novos métodos de ensino para favorecer o desenvolvimento do SISTEMA DE FORMAÇÃO

Leia mais

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 2008/1

Leia mais

Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA /01

Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA /01 Orientações sobre Avaliação e Frequência AVA - 2014/01 ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA ANHANGUERA VIRTUAL - AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES SOBRE AVALIAÇÃO E FREQUÊNCIA 2014/01 Vice-Presidente

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 3ª Série Programação Estruturada II A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

PORTAL DE ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: AVALIAÇÃO DO DOCENTE

PORTAL DE ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: AVALIAÇÃO DO DOCENTE PORTAL DE ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: AVALIAÇÃO DO DOCENTE Maio/2005 166-TC-F3 Silvia Sidnéia da Silva Universidade de Ribeirão Preto UNAERP sssilva@unaerp.br Edilson Carlos Caritá Universidade

Leia mais

Objetivo do Curso. Introdução à Interação Humano-Computador. Professora: Raquel Oliveira Prates

Objetivo do Curso. Introdução à Interação Humano-Computador. Professora: Raquel Oliveira Prates Introdução à Interação Humano-Computador Professora: Raquel Oliveira Prates http://www.dcc.ufmg.br/~rprates/ihc \ Aula 1: 14/05 1 Objetivo do Curso Apresentação dos conceitos básicos da área de Interação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran / PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran OBJETIVO GERAL: Estabelecer a discussão crítica sobre os princípios e os pressupostos históricos, filosóficos,

Leia mais

Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS

Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS Manual do Tutor PIRELLI TYRE CAMPUS Sumário 1 Apresentação... 4 1.1 Características e Funcionalidades... 4 1.2 Grupos de Usuários... 5 1.3 Portabilidade... 5 2 Usuários... 6 2.1 Alunos... 6 2.1.1 Pesquisa...

Leia mais

Acadêmico: Rafael Wilson Santiago Prof. Orientador: Dr. Oscar Dalfovo

Acadêmico: Rafael Wilson Santiago Prof. Orientador: Dr. Oscar Dalfovo Universidade Regional de Blumenau Centro de Ciências Exatas e Naturais Departamento de Sistemas e Computação DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE WEB PARA APOIO DO EMPREENDEDOR UTILIZANDO AJAX Acadêmico: Rafael

Leia mais

De Olho na Pista. Documento de Arquitetura. De Olho na Pista Documento de Arquitetura Data: 23/03/2013. AJA Software

De Olho na Pista. Documento de Arquitetura. De Olho na Pista Documento de Arquitetura Data: 23/03/2013. AJA Software AJA Software www.ajasoftware.wordpress.com De Olho na Pista Documento de Arquitetura Confidencial De Olho na Pista, 2013 1 Sumário 1. Introdução 3 2. Metas e Restrições da Arquitetura 3 3. Padrão da Arquitetura

Leia mais

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa 2014. 1 Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa FACULDADE POLIS DAS ARTES Professor: Tiago Silva de Oliveira E-mail: psicotigl@yahoo.com.br Noturno/2014.1 Carga Horária 80h 1 Dia da Semana

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura OEI/TOR/MEC/DTI TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática

Leia mais

VI PERÍODO (MANHÃ/TARDE) 1º dia (manhã) 17/01. VII RECURSOS DIDÁTICOS _ Quadro histórico teórico-conceitual. _ Projetor multimídia. _ Pincel atômico.

VI PERÍODO (MANHÃ/TARDE) 1º dia (manhã) 17/01. VII RECURSOS DIDÁTICOS _ Quadro histórico teórico-conceitual. _ Projetor multimídia. _ Pincel atômico. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA PARFOR DISCIPLINA: PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM I - IDENTIFICAÇÃO PROFESSORES

Leia mais

Programação Estruturada Orientada a Objetos

Programação Estruturada Orientada a Objetos INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Programação Estruturada Orientada a Objetos Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@gmail.com

Leia mais

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos 1 AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos Ernesto F. L. Amaral 19 de março de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Severino, Antônio Joaquim. 2007. Metodologia do trabalho científico.

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS

Leia mais