INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil"

Transcrição

1

2 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil

3 Habilidades: Analisar o contexto da década de 1960 no Brasil e o golpe civil-militar

4 Governo Jânio Quadros (1961) Ascensão muito rápida na política Estilo próprio e polêmico Eleito com apoio dos conservadores Partido UDN Vice João Goulart - populista

5 Música campanha Jânio Quadros

6 O Mandato de Jânio Quadros

7 O Governo João Goulart - ( ) João Goulart ou Jango Assume com renúncia de Jânio Quadros Herdeiro Político de Getúlio Vargas Contexto da Guerra Fria

8 João Goulart ( )

9 Parlamentarismo Impasse entre Legalistas e Golpistas Solução adotando Parlamentarismo Tancredo Neves como Primeiro Ministro

10 Presidencialismo- 1963: Plebiscito aprova retorno do Presidencialismo.

11 Reformas de Base Presidencialismo torna João Goulart mais poderoso Reforma Agrária Reforma Urbana Reforma Educacional Reforma Eleitoral e Tributária

12 Reações contra às reformas Agitação política e social Comício Central do Brasil - apoio Maioria contrária à esquerda - Marcha da Família com Deus pela Liberdade Revoltas militares.

13 Marcha da família com Deus pela Liberdade

14 Comício na Central do Brasil

15 Golpe Civil - Militar de 31 de Março

16 Golpe de 1964 Generais de São Paulo e Minas Gerais iniciam revolta Jango foge para Rio Grande do Sul Renúncia de Jango Sem resistências, nenhuma morte ocorrida Políticos que apoiavam Jango saem do país: Brizola, Miguel Arraes. No Amazonas: Artur Virgílio Filho

17 1. Jânio Quadros apresenta-se na vida brasileira como um líder carismático e sua política provoca inquietações nos meios empresariais, entre outros motivos por: a) revogar medidas que favoreciam a acumulação de capitais estrangeiros. b) valorizar constantemente o cruzeiro, graças a artifícios contábeis.

18 c) conceder subsídios federais para vários produtos, como o trigo. d) adotar uma política populista de descongelamento dos salários. e) determinar medidas que geraram uma grande restrição de crédito.

19 2. A renúncia do presidente Jânio Quadros, em 1961, pode ser associada a um conjunto de problemas, dentre os quais se destaca a (o): a) resistência do presidente em adotar uma forma autoritária de governo, defendida pela oposição e pelos militares.

20 b) reação dos setores conservadores contra a política externa independente, principalmente após a condecoração do líder revolucionário cubano Che Guevara. c) crescente oposição popular, liderada pelo PTB, contrária ao controle da UDN e, em especial, à ascendência de Carlos Lacerda no governo.

21 d) rompimento com o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o lançamento de uma política de integração americana, a OPA (Operação Pan- Americana), em contraponto à Aliança para o Progresso. e) apoio de Jânio Quadros ao projeto do vicepresidente João Goulart de conferir aos sindicatos crescente papel no governo.

Modulo 11 - Brasil. Prof. Alan Carlos Ghedini

Modulo 11 - Brasil. Prof. Alan Carlos Ghedini Modulo 11 - Brasil Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com O populismo pode ser compreendido como: Uma forma de exercício político garantida pelo apoio da grande massa Um sistema no qual o

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA POPULISTA ( )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA POPULISTA ( ) 1 - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros e latifundiários associados ao regime de Getúlio Vargas. Políticos

Leia mais

Populismo no Brasil ( )

Populismo no Brasil ( ) Populismo no Brasil (1945-1964) O Populismo foi um fenômeno da América Latina, característico de um mundo pós Segunda Guerra Mundial, momento que exigiase democratização. Fortalecimento das relações entre

Leia mais

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( )

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( ) A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL (1945--1964) CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO ENTRE 1945-1964 -Principais partidos políticos: *PSD:Partido Social Democrático.(JK) *UDN:União Democrática Nacional;(Jânio) *PTB:Partido

Leia mais

Período Democrático e o Golpe de 64

Período Democrático e o Golpe de 64 Período Democrático e o Golpe de 64 GUERRA FRIA (1945 1990) Estados Unidos X União Soviética Capitalismo X Socialismo Governo de Eurico Gaspar Dutra (1946 1950) Período do início da Guerra Fria Rompimento

Leia mais

De Juscelino ao Golpe de 64 Prof. Márcio

De Juscelino ao Golpe de 64 Prof. Márcio De Juscelino ao Golpe de 64 Prof. Márcio O que vamos ver no capítulo O Governo de JK - o nacional-desenvolvimentismo - o plano de metas (pontos positivos e negativos) O Governo de Jânio Quadros - Política

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II 7.1 Conteúdo: Era Vargas II Habilidades: Contextualizar governo Vargas durante seu segundo mandato como Presidente A Volta da Democracia: Constituição de 1946; Influências da Guerra Fria; Marechal Dutra

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS)

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Governos Entregar? Populistas Brasileiros (1946-1964) OU Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Nacionalizar? PRINCIPAIS PARTIDOS PSD (Par(do Social Democrá(co): Principal par*do. Criado

Leia mais

Prof. Thiago Oliveira

Prof. Thiago Oliveira Prof. Thiago Oliveira Depois da 2ª Guerra Mundial o Brasil passou por um período de grandes transformações no campo da política, economia e sociedade, superando o Estado Novo de Getúlio e experimentando

Leia mais

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964):

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): 1. - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros e latifundiários

Leia mais

República Populista ( ) Profª Ms. Ariane Pereira

República Populista ( ) Profª Ms. Ariane Pereira República Populista (1945-1964) Profª Ms. Ariane Pereira O populismo na América Latina Brasil: Getúlio Vargas; Argentina: Perón; México: Cárdenas; Semelhança: política de conciliação de classes sociais

Leia mais

Janio Quadros foi eleito em 1961 e seu vice era João Goulart Herdou do governo JK o profundo antagonismo de forças internas e problema da inflação

Janio Quadros foi eleito em 1961 e seu vice era João Goulart Herdou do governo JK o profundo antagonismo de forças internas e problema da inflação Janio Quadros foi eleito em 1961 e seu vice era João Goulart Herdou do governo JK o profundo antagonismo de forças internas e problema da inflação Sete meses depois renuncia, assume Jango que estava em

Leia mais

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã

Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Disciplina: História Profa Andrea Oitava 1-Manhã BRASIL: ELEIÇÕES DE 1945 Com a deposição de Vargas foram marcadas eleições para

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR Caderno 10» Capítulo 4 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A experiência democrática no Brasil (1945-1964)

Leia mais

A República Populista ( ) A longa Marcha para o golpe

A República Populista ( ) A longa Marcha para o golpe A República Populista (1930-1964) A longa Marcha para o golpe Lacerda escreveu muitos anos mais tarde: Nos da UDN preparávamos o banquete para comemorarmos a queda de Vargas (...). Com seu suicídio, Vargas

Leia mais

Eleições presidenciais de 1955

Eleições presidenciais de 1955 Candidatos: - Juarez Távora(UDN)-30% Eleições presidenciais de 1955 -Juscelino Kubitscheck (PSD-PTB)-36% - Adhemar de Barros (PSP)-26% - Plínio Salgado (PRP)-8% O sr.getúlio Vargas não deve ser candidato

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500 - A chegada

Leia mais

História 5 o ano Unidade 7

História 5 o ano Unidade 7 História 5 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. A Revolução de 1930 ocorreu: ( ) durante a construção de Brasília. ( ) durante as eleições para a presidência do Brasil naquele ano. ( ) logo após a

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964)

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) O principal êxito do período foi ampliar a cidadania sobretudo o direito de votar e, muito teoricamente, o direito de ser eleito - às classes médias e à classe trabalhadora.

Leia mais

Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco

Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco Exercícios de Ditadura Militar: do golpe a Castelo Branco Material de apoio do Extensivo 1. Com a renúncia de Jânio Quadros, setores militares resolveram impedir a posse do Vice- Presidente João Goulart.

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Deputado Pompeo de Mattos PDT/RS

CÂMARA DOS DEPUTADOS Deputado Pompeo de Mattos PDT/RS PROJETO DE LEI Nº DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos e outros) Inscreve o nome de João Belchior Marques Goulart no Livro dos Heróis da Pátria e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art.

Leia mais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais Resistência à Ditadura Militar Política, Cultura e Movimentos Sociais Visão Panorâmica Introdução à ditadura Antecedentes do Golpe A Ditadura A Resistência A Reabertura Duração: 1964 à 1985 Introdução

Leia mais

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos QUESTÃO 01 Descreva as principais características do populismo no Brasil: (valor 1,0) QUESTÃO 02 Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica

Leia mais

Fonte: VAINFAS, Ronaldo et al. História: o mundo por um fio: do século XX ao XXI. Vol. 3. São Paulo: Saraiva, 2010.

Fonte: VAINFAS, Ronaldo et al. História: o mundo por um fio: do século XX ao XXI. Vol. 3. São Paulo: Saraiva, 2010. LISTA DE RECUPERAÇÃO 2º ANO HISTÓRIA DO BRASIL MATÉRIA: REPÚBLICA TRABALHISTA (1946-1964) 1. O Segundo Governo Vargas (1951-1954) foi marcado pela reorientação do eixo central da política econômica brasileira.

Leia mais

Veja como a história de Eduardo Campos se funde com a história do PSB

Veja como a história de Eduardo Campos se funde com a história do PSB Biografia de Eduardo Henrique Accioly Campos (Eduardo Campos) Veja como a história de Eduardo Campos se funde com a história do PSB 2014 UNIDOS PELO BRASIL Em 28 de junho, a Coligação Unidos pelo Brasil

Leia mais

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas O PODER DE VARGAS ERA : PROVISÓRIO, CONSTITUCIONAL e ESTADO

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA: PERÍODO DEMOCRÁTICO ( )

BRASIL REPÚBLICA: PERÍODO DEMOCRÁTICO ( ) BRASIL REPÚBLICA: PERÍODO DEMOCRÁTICO (1946-1964) VÍDEOAULAS 1 - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros

Leia mais

Professores indicam dez livros para entender o golpe de 1964 e a ditadura

Professores indicam dez livros para entender o golpe de 1964 e a ditadura G1 - Portal de Notícias da Globo - SP 30/03/2014-13:02 Professores indicam dez livros para entender o golpe de 1964 e a ditadura A pedido do G1, pesquisadores listaram obras essenciais sobre o período.

Leia mais

A Era Vargas ( ): Governo Provisório ( ). Governo Constitucional ( ). Estado Novo ( ).

A Era Vargas ( ): Governo Provisório ( ). Governo Constitucional ( ). Estado Novo ( ). A Era Vargas (1930 1945): Governo Provisório (1930 1934). Governo Constitucional (1934 1937). Estado Novo (1937 1945). Publicação do Código Eleitoral (instituindo o voto secreto e o voto feminino). Criação

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Questão tratou sobre movimentos que emergiram nos EUA dos anos 1960 e suas consequências na Europa e até mesmo no Brasil. I. Verdadeira. 1 II. Falsa. Os movimentos LGBT ocorreram a partir dos

Leia mais

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes. Ditadura: É uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político

Leia mais

De JK à Constituição de 88 Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira

De JK à Constituição de 88 Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira De JK à Constituição de 88 Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Formato ABNT, para citação desta apostila em trabalhos acadêmicos: PEREIRA, L. M. A. De JK à

Leia mais

PROC. Nº 1850/09 PLL Nº 075/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 1850/09 PLL Nº 075/09 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Filho de Sebastião Joaquim Borges e Juvelina Ortiz Borges, Ney Ortiz Borges nasceu no antigo 8º Distrito de Soledade, hoje Barros Cassal, em 25 de junho de 1924. Aos 16 anos, por decisão

Leia mais

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010)

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010) Trabalho de História Recuperação _3ºAno Professor: Nara Núbia de Morais Data / /2014 Aluno: nº Ens. Médio Valor: 40 Nota: Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985)

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo Era Vargas Do Governo Provisório ao Estado Novo Períodos Governo provisório (1930-1934) Tomada de poder contra as oligarquias tradicionais Governo Constitucional (1934-1937) Período legalista entre dois

Leia mais

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985?

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao

Leia mais

50 ANOS DO GOLPE MILITAR

50 ANOS DO GOLPE MILITAR 50 ANOS DO GOLPE MILITAR (1964-1985) Prof. Dr. Rogério de Souza CAUSAS Guerra Fria Contexto Internacional: Construção do Muro de Berlim (1961) Cuba torna-se Socialista (1961) Crise dos Mísseis (1962) CAUSAS

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 21 O GOVERNO JOÃO GOULART ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 21 O GOVERNO JOÃO GOULART ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 21 O GOVERNO JOÃO GOULART (1961-64) Como pode cair no enem (UFF) A partir de 1961, as Ligas Camponesas - formas de organização dos trabalhadores rurais entraram em crise interna,

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo

BRASIL IMPÉRIO. Primeiro e Segundo Reinados. Prof. Rodrigo Toledo BRASIL IMPÉRIO Primeiro e Segundo Reinados Prof. Rodrigo Toledo PRIMEIRO REINADO Definição O primeiro Reinado do Brasil é o nome dado ao período em que D. Pedro I governou o Brasil como Imperador, entre

Leia mais

BRASIL. 50 anos do Golpe de 1964. Profº Enrique Serra Padrós

BRASIL. 50 anos do Golpe de 1964. Profº Enrique Serra Padrós BRASIL 50 anos do Golpe de 1964 Profº Enrique Serra Padrós O contexto anterior ao Golpe GETÚLIO VARGAS - Projeto nacionalista - Suicídio em 1954 (24/08) JUSCELINO KUBITSCHEK GOVERNO JK Desenvolvimento

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação)

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação) Paulo Victorino 1930-1945 - SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA 005 - A República Armada (1889-1930) (Recapitulação) A Proclamação da Independência (1822) - A Proclamação da República

Leia mais

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto Tribunal de Contas do Município de São Paulo Escola Superior de Gestão e Contas Públicas Conselheiro Eurípedes Sales Curso: Direito Constitucional I Aula 1 História das Constituições Brasileiras Professor:

Leia mais

Do Governo Goulart ao Golpe civil-militar: desdobramentos no Paraná

Do Governo Goulart ao Golpe civil-militar: desdobramentos no Paraná Do Governo Goulart ao Golpe civil-militar: desdobramentos no Paraná Rodrigo Sant Anna Contessotto Entre 1945 e 1964, o Brasil viveu um clima de resgate democrático após o Estado Novo, com um pluripartidarismo

Leia mais

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização Aula 39 e 40 A República Oligárquica (1889-1930): A Era Vargas (1930-1945): O Processo de Industrialização Setor 1601 1 A Presidência de Artur Bernardes (1922-1926) 2 A Presidência Washington Luís (1926-1930)

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO Conteúdo Programático de História Conteúdo Competências e Habilidades I. Antiguidade clássica: Grécia e Roma. 1. Conhecer as instituições políticas gregas e romanas,

Leia mais

Seixas Dória e o Golpe Militar de 1964

Seixas Dória e o Golpe Militar de 1964 Seixas Dória e o Golpe Militar de 1964 Charles Pires Neves Márcia Alves de Carvalho Machado Graduados em História/UVA/Pólo Aracaju charles_neves@uol.com.br mac_machado@hotmail.com Resumo: O Golpe Militar

Leia mais

POPULISMO NO BRASIL MARCOS ROBERTO

POPULISMO NO BRASIL MARCOS ROBERTO POPULISMO NO BRASIL MARCOS ROBERTO Entendendo conceitos: Democracia Populismo No governo democrático, há participação do povo por meio do voto secreto e universal. Existem vários partidos políticos disputando

Leia mais

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar 1 A Era Vargas (1930-1945) Assumiu após a vitória sobre as oligarquias em 1930. 2ª Guerra Mundial: Início dúbio com posterior alinhamento aos

Leia mais

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016 EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016 Disciplina: História Professor: Rodrigo Bento Turma: 9º ano Ensino Fundamental II Data Conteúdo 29/agosto CAPITULO XI O SOCIALISMO REAL: CHINA, VIETNA E CUBA 02/setembro

Leia mais

Anderson da Silva Almeida 1

Anderson da Silva Almeida 1 Anderson da Silva Almeida 155 FICO, Carlos. O golpe de 1964: momentos decisivos. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 2014. 148 p....e O GOLPE VIROU DITADURA. MAS QUAL DITADURA? Anderson da Silva Almeida 1

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 3ª Série Data: / / 2016 Professor: Gabriel, Marcelo e Marcos Final Nota: (Valor 2,0) A Introdução: Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

O PRELÚDIO DO GOLPE CIVIL E MILITAR NO BRASIL

O PRELÚDIO DO GOLPE CIVIL E MILITAR NO BRASIL O PRELÚDIO DO GOLPE CIVIL E MILITAR NO BRASIL Dayane Cristina Guarnieri Prof. Hernan Ramiro Ramirez (Orientador) RESUMO O trabalho desenvolve-se, principalmente, em torno da análise do estágio final do

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA OBJETIVOS. Geral

PLANO DE ENSINO EMENTA OBJETIVOS. Geral PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do Componente Curricular: História III Curso: Técnico de Nível Médio Integrado em Mineração Série/Período: 3º ano Carga Horária: 2 a/s - 80 h/a - 67

Leia mais

Revisão República Brasileira

Revisão República Brasileira Revisão 2009 República Brasileira 09 Terminada a Segunda Guerra Mundial, o mundo descobriu horrorizado o assassinato de 6 milhões de judeus em campos de extermínio nazistas. O fato comoveu a opinião pública

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação ª PROVA DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação ª PROVA DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 3ª PROVA DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

Brasil Republica parte 1 ( )

Brasil Republica parte 1 ( ) Brasil Republica parte 1 (1889-1945) O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras,

Leia mais

1964. A CONSTRUÇÃO INTERROMPIDA.

1964. A CONSTRUÇÃO INTERROMPIDA. cad_08.qxd:layout 1 5/13/11 10:02 AM Page 69 69 1964. A CONSTRUÇÃO INTERROMPIDA. SUDENE, CELSO FURTADO E O GOLPE DE 1964 CONSIDERAÇÕES COM BASE EM O ESTADO DE S. PAULO ANTONIO HENRIQUE LUCENA SILVA* No

Leia mais

João Goulart organizou a reforma agrária, direito ao voto, intervenção estatal e economia de regulamentação de remessas de lucro ao exterior.

João Goulart organizou a reforma agrária, direito ao voto, intervenção estatal e economia de regulamentação de remessas de lucro ao exterior. Resenha Crítica CARA MILINE Soares é arquiteta e doutora em Design pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na Universidade de São Paulo (FAU-USP). É autora do ensaio já publicado: Móveis Brasileiros

Leia mais

SUMÁRIO. Prefácio 19 Apresentação 22 Introdução 25 O que é Conscienciologia 31 JK HOMO SAPIENS AGENS A família Kubitschek de Oliveira 36

SUMÁRIO. Prefácio 19 Apresentação 22 Introdução 25 O que é Conscienciologia 31 JK HOMO SAPIENS AGENS A família Kubitschek de Oliveira 36 SUMÁRIO Prefácio 19 Apresentação 22 Introdução 25 O que é Conscienciologia 31 JK HOMO SAPIENS AGENS 35 01. A família Kubitschek de Oliveira 36 02. Na infância: maturidade precoce 40 03. Na juventude: senso

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

ECONOMIA E POLÍTICA: REFLEXÕES SOBRE OS GOVERNOS VARGAS, JK E JOÃO GOULART 1

ECONOMIA E POLÍTICA: REFLEXÕES SOBRE OS GOVERNOS VARGAS, JK E JOÃO GOULART 1 ECONOMIA E POLÍTICA: REFLEXÕES SOBRE OS GOVERNOS VARGAS, JK E JOÃO GOULART 1 Introdução Fernanda Melchionna e Silva Marcus Vinicius Martins Vianna 2 O artigo pretende discutir as características gerais

Leia mais

Reformas de Base: Goulart e a Estrutura Agrária

Reformas de Base: Goulart e a Estrutura Agrária Reformas de Base: Goulart e a Estrutura Agrária Manuela de Souza Diamico Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina. manuela_diamico@hotmail.com Resumo Este artigo discute

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais

HISTORIADA POIÍI1CA EXKRIOR DO BRASIL

HISTORIADA POIÍI1CA EXKRIOR DO BRASIL A WA SÉRIE 81 AMADO LUIZ CERVO Professor da Universidade de Brasília CLODOALDO BUENO Professor da Universidade Estadual Paulista Campus de Marília HISTORIADA POIÍI1CA EXKRIOR DO BRASIL Sumário Introdução

Leia mais

Banco Pan S.A. Proposta da Administração

Banco Pan S.A. Proposta da Administração Banco Pan S.A. Proposta da Administração AGE - 13 de julho de 2016 BANCO PAN S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF: 59.285.411/0001-13 NIRE: 35.300.012.879 Prezados Senhores Acionistas, Apresentamos a seguir,

Leia mais

Os diferentes modelos de Estados (principais características)

Os diferentes modelos de Estados (principais características) Capítulo 6 Poder, política e Estado 7 Os diferentes modelos de Estados (principais características) Absolutista: - Unidade territorial. - Concentração do poder na figura do rei, que controla economia,

Leia mais

Questionário Moodle de História 3ª série 3º bimestre

Questionário Moodle de História 3ª série 3º bimestre Questionário Moodle de História 3ª série 3º bimestre 1. (Ufu 2016) [Populismo] Foi uma construção dos liberais derrotados e, depois, das esquerdas revolucionárias. Para os liberais, eles só poderiam ter

Leia mais

50 anos depois, ainda vivemos o horror

50 anos depois, ainda vivemos o horror Especial 50 anos do golpe 50 anos depois, ainda vivemos o horror Tratar o passado de violações é constatar que o presente está marcado pela continuidade das violências por João Ricardo W. Dornelles publicado

Leia mais

Capitalismo x Socialismo. Introdução para o entendimento do mundo bipolar.

Capitalismo x Socialismo. Introdução para o entendimento do mundo bipolar. Capitalismo x Socialismo Introdução para o entendimento do mundo bipolar. Capitalismo Sistema econômico, político e social no qual os agentes econômicos (empresários, burgueses, capitalistas), proprietários

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário Resposta: 02 + 04 + 16 = 22 Resposta: 01. Incorreta. Na região dos Rios Tigre e Eufrates tivemos o desenvolvimento da Civilização Mesopotâmica, que, mesmo enfrentando guerras, desenvolveu atividades artísticas

Leia mais

29 A ordem liberal-democrática

29 A ordem liberal-democrática A U A UL LA A ordem liberal-democrática Abertura Na aula passada vimos que, em 1945, Vargas convocou eleições para a presidência da República. Mas o regime do Estado Novo chegou ao fim antes que elas se

Leia mais

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Século XVIII Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Marco inicial: tomada da Bastilha Assembleia Nacional Consituinte 1789-1792 Nova Constituição (liberal) para a França; Alta burguesia assume o comando

Leia mais

Estado da Paraíba Assembleia Legislativa Casa de Epitácio Pessoa. Sala das Sessões, O ( Wimarçode / j/ - \ J ''_' JUSTIFICATIVA

Estado da Paraíba Assembleia Legislativa Casa de Epitácio Pessoa. Sala das Sessões, O ( Wimarçode / j/ - \ J ''_' JUSTIFICATIVA Estado da Paraíba Assembleia Legislativa Casa de Epitácio Pessoa 18a Legislatura la Sessão Legislativa Projeto de Lei n j 9 /2015 Art. 10 Fica denominado de Presidente João Goulart (Canal das Vertentes

Leia mais

O regime republicano no Brasil Populismo Democracia

O regime republicano no Brasil Populismo Democracia O regime republicano no Brasil Populismo Democracia Governo Vargas 1930 1934 governo provisório 1934 1937 presidente eleito pelo voto indireto 1937 1945 ditadura Governo Getúlio Vargas Revolução ou golpe

Leia mais

ASSAS. 50 anos da ditadura militar 1964-2014. A revolução proletária acabará com a ditadura de classe da burguesia

ASSAS. 50 anos da ditadura militar 1964-2014. A revolução proletária acabará com a ditadura de classe da burguesia EM DEFESA DA REVOLUÇÃO E DITADURA PROLETÁRIAS ASSAS ÓRGÃO BISSEMANAL DO PARTIDO OPERÁRIO REVOLUCIONÁRIO MEMBRO DO COMITÊ DE ENLACE PELA RECONSTRUÇÃO DA IV INTERNACIONAL ANO 24 - EDIÇÃO ESPECIAL - 31 DE

Leia mais

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil

A América Latina na Guerra Fria A ditadura militar no Brasil ID/ES Tão perto e ainda tão distante A 90 milhas de Key West. Visite Cuba. Cartão postal de 1941, incentivando o turismo em Cuba. 1 Desde a Revolução de 1959, Cuba sofre sanções econômicas dos Estados

Leia mais

Ditadura Militar histórico

Ditadura Militar histórico Ditadura Militar histórico Ditadura Militar o Golpe No Brasil do início da década de 1960, a radicalização da luta política de classes e o avanço das demandas sociais por reformas de base fizeram com que

Leia mais

Clóvis Salgado da Gama nasceu em Leopoldina (MG) no dia 20 de janeiro de 1906, filho de Luís Salgado Lima e de Virgínia da Gama Salgado.

Clóvis Salgado da Gama nasceu em Leopoldina (MG) no dia 20 de janeiro de 1906, filho de Luís Salgado Lima e de Virgínia da Gama Salgado. SALGADO, Clóvis *rev. 1930; gov. MG 1955-1956; min. Educ. 1956-1961. Clóvis Salgado da Gama nasceu em Leopoldina (MG) no dia 20 de janeiro de 1906, filho de Luís Salgado Lima e de Virgínia da Gama Salgado.

Leia mais

Por uma. democracia. eficiente. Michel Temer

Por uma. democracia. eficiente. Michel Temer Por uma democracia eficiente Michel Temer Por uma democracia eficiente Michel Temer 2013 Por uma democracia eficiente Michel Temer Vice-Presidente da República Desde a Constituição republicana de 1891,

Leia mais

ERA VARGAS ( )

ERA VARGAS ( ) Antecedentes: ERA VARGAS (1930-1945) - República Oligárquica Crise política no Brasil - alternância entre São Paulo (maior economia) e Minas Gerais (maior colégio eleitoral) - (República do café com Leite)

Leia mais

As quarenta horas de Angicos*

As quarenta horas de Angicos* As quarenta horas de Angicos* José Willington Germano** Angicos tornou-se uma palavra emblemática para todos aqueles que se interessam pela educação popular. A cidadezinha localizada no sertão do Rio Grande

Leia mais

História 5 o ano Unidade 8

História 5 o ano Unidade 8 História 5 o ano Unidade 8 Nome: Unidade 8 Data: 1. Marque com um X as frases incorretas sobre a ditadura militar no Brasil. Em seguida, reescreva-as corretamente. ( ) durante a ditadura muitos partidos

Leia mais

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na

2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na Atividade de Estudo Geo/História 5º ano Nome: 1- LIGUE os itens abaixo corretamente. 2- POR QUE a família real portuguesa se mudou, em 1808, para sua colônia na América? 3- ASSINALE as afirmativas erradas

Leia mais

EMENTA ESCOLAR II Trimestre Ano 2016

EMENTA ESCOLAR II Trimestre Ano 2016 EMENTA ESCOLAR II Trimestre Ano 2016 Disciplina: História Professor: Rodrigo Bento Turma: 9º ano Ensino Fundamental II Data Conteúdo 16/maio CAPITULO VI A GRANDE DEPRESSÃO, O FASCISMO E O NAZISMO O fascismo

Leia mais

Revisão Específicas. História Monitores: Leonardo Machado e Ruth Borges 01, 02, 03 e 04/12/2015. Material de apoio para Monitoria

Revisão Específicas. História Monitores: Leonardo Machado e Ruth Borges 01, 02, 03 e 04/12/2015. Material de apoio para Monitoria Revisão Específicas 1. (UECE) Analise as afirmações abaixo acerca do chamado CORONELISMO enquanto mecanismo de poder e prática política bastante utilizada até pouco tempo no Brasil. I. O Coronelismo constituiu-se

Leia mais

TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES. Professor Davidson Abdulah

TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES. Professor Davidson Abdulah TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES Professor Davidson Abdulah REINADO DE D. PEDRO I (1822-1831) POLÍTICA Reconhecimento da independência Guerras de consolidação territorial

Leia mais

O novo Trabalhismo João Goulart e a greve dos marítimos de 1953. A greve dos marítimos ocorrida em junho de 1953 é analisada pela historiografia

O novo Trabalhismo João Goulart e a greve dos marítimos de 1953. A greve dos marítimos ocorrida em junho de 1953 é analisada pela historiografia O novo Trabalhismo João Goulart e a greve dos marítimos de 1953. Márcio André Sukman A greve dos marítimos ocorrida em junho de 1953 é analisada pela historiografia como um episódio de extrema importância

Leia mais

Resistentes à ditadura militar são homenageados no Cidade Macapaba

Resistentes à ditadura militar são homenageados no Cidade Macapaba Resistentes à ditadura militar são homenageados no Cidade Macapaba Carlos Mariguela (1911-1969) O baiano Carlos Mariguela foi um dos maiores símbolos da luta política contra a ditadura. Cursou Engenharia

Leia mais

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira 1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p. 404 Roberson de Oliveira 1. As transformações econômicas, sociais e políticas na ordem feudal-czarista Fatores e alguns efeitos: 1. Fatores

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

CARLOS LACERDA E A PROPOSTA UDENISTA DE POLÍTICA ECONÔMICA INTERNACIONAL DO BRASIL COM OS ESTADOS UNIDOS 1

CARLOS LACERDA E A PROPOSTA UDENISTA DE POLÍTICA ECONÔMICA INTERNACIONAL DO BRASIL COM OS ESTADOS UNIDOS 1 Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2012, v. 15, edição especial, p. 25 30 CARLOS LACERDA E A PROPOSTA UDENISTA DE POLÍTICA ECONÔMICA INTERNACIONAL DO BRASIL COM OS ESTADOS UNIDOS 1 PÊGAS, Karen Garcia

Leia mais