TEXSA Brasileira Ltda. Av. Monte Castelo, Jardim Gramacho Duque de Caxias - RJ - CEP Tel.: (21) FAX: (21)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TEXSA Brasileira Ltda. Av. Monte Castelo, 1524 - Jardim Gramacho Duque de Caxias - RJ - CEP 25055-120 Tel.: (21) 2671-8327 - FAX: (21) 2771-4503"

Transcrição

1

2 TEXSA Brasileira Ltda. Av. Monte Castelo, Jardim Gramacho Duque de Caxias - RJ - CEP Tel.: (21) FAX: (21)

3 Desde 1951 a Texsa Brasileira atua no ramo de produtos para a construção civil. Com tecnologia própria, ela fabrica uma vasta linha de produtos direcionados ao mercado de impermeabilização, como a manta asfáltica MORTER-PLAS, lançada em 1972, que revolucionou o mercado com uma nova e garantida solução para os problemas de infiltração, e que hoje já foi aplicada em mais de 110 milhões de metros quadrados. Pioneira no desenvolvimento e utilização do asfalto polimérico no Brasil, desde a década de 80, maximizou o desempenho das mantas asfálticas. Aperfeiçoando continuamente o seu atendimento, a TEXSA mantém um centro de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, em constante ampliação, abrindo novas oportunidades e ampliando o mercado aos técnicos e firmas de Arquitetura e Engenharia para se estabelecerem em qualquer pequena, média e grande cidade do país, havendo sempre, à disposição, técnicos de larga experiência para assessoramento técnico de projetos especiais de impermeabilização, recuperação de concreto, isolamento térmico, revestimento, tratamento anticorrosivo, etc. Tudo isso vem certificar o seu compromisso em oferecer sempre os melhores produtos e a melhor qualidade para as construções e habitações,do N/País. TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

4 TEXSA - 64 ANOS MILHARES DE OBRAS URBANAS, METROS, USINA NUCLEAR ANGRA I E II ETC., Relembrando. A interação da impermeabilização e do isolamento térmico no campo da engenharia civil culminou com a norma ditada pela ABNT entre os anos de 1974 e Os primeiros estudos foram introduzidos pelos senhores Aimar G. da Cunha e Walter Neumann pelo conhecimento da norma Canadense que efetivamente oferece bom desempenho pelo simples fato de citar e registrar a análise de que os materiais de impermeabilização (mantas asfálticas) devem ser abalizados e validados por CARGA E DEFORMAÇÃO. Estes senhores, para suprir a falta de bibliografia técnica, escreveram alguns livros que lançaram e distribuíram de modo gracioso nos cursos teóricos e práticos oferecidos a algumas centenas de engenheiros e arquitetos. Queremos é render justa homenagem a todos Arquitetos, Engenheiros, Técnicos e Empresas de Serviços que, com sua dedicação profissional, vêem contribuindo na evolução da construção nacional, com foco no melhor desempenho e na qualidade dos matérias utilizados. Esta tem sido a maior preocupação dos diretores da indústria TEXSA BRASILEIRA, sempre concentrada na qualidade e durabilidade de todos seus produtos ofertados ao mercado da construção. Aimar Gonçalves da Cunha Diretor da Texsa Brasileira LTDA. 4

5 MODO LÍQUIDO DE IMPERMEABILIZAÇÃO Muitas pessoas consideram impermeabilização como um segredo, um mistério. Outras, no entanto, tratam o assunto displicentemente sem preocupações maiores, praticando improvisações em suas obras. Impermeabilização não é magia e, muito menos, despreocupação. É tecnologia aplicada à construção civil e como tal deve ser encarada. Requer atenção, conhecimento técnico e experiência. Após longos anos de experiências a TEXSA reúne um amplo conhecimento do comportamento físico dos elementos construtivos frente aos movimentos estruturais motivados por retração, dilatação térmica, recalques e instabilidade entre camadas aplicadas que se sobrepõem. Assim, a TEXSA BRASILEIRA desenvolveu uma ampla linha de produtos de forma a cobrir o vasto, espectros de exigências a que os elementos estruturais submeterão a impermeabilização. A comprovação da excelência técnica da TEXSA BRASILEIRA se consubstancia não só no sucesso de suas mantas asfálticas MORTER-PLAS como também em toda sua linha de produtos líquidos para impermeabilização, associados à família TEXSA BRASILEIRA de argamassas prontas impermeáveis, tornando qualquer superfície horizontal ou vertical 100% impermeável às águas de pressão, percolação e às projetadas por chuva de vento. AIMAR G. DA CUNHA RIO, 01/JANEIRO 2011 MARCA SÓ É QUALIDADE QUANDO GARANTE O DESEMPENHO DOS PRODUTOS QUE FABRICA EXEMPLO AS MANTAS TERMOPLASTICAS DA TEXSA BRASILEIRA A PIONEIRA 5

6 RESISTÊNCIA A TRAÇÃO E ALONGAMENTO Qualquer resistência à tração em mantas asfálticas ou manta termoplástica tanto no sentido longitudinal ou transversal, só serve para enganar o desempenho da impermeabilização sobre ou sob o concreto armado. A aplicação da impermeabilização não é feita para ou inibir a mobilidade das argamassas ou das estruturas que se encontram sobre as mantas termoplásticas, pois estando ela submissa à base de concreto armado e comprimida por uma carga estática de pisos, radier ou sapatas, somente terão fadiga se se oporem aos movimentos, e momentos por condutância térmica e ainda aos momentos estruturais. O desempenho das mantas termoplásticas permite inclusive a proteção dos quebra-molas (lombadas) feitos para reduzir a velocidade de veículos. Mesmo assim as mantas termoplásticas não apresentam fadiga. As impermeabilizações são feitas para oferecer a qualidade e 100% de desempenho frente aos esforços coativos das águas e do vapor d água sobre as mantas impermeáveis que ficam comprimidas entre os elementos da construção expostos às forças constantes perpendiculares às superfícies. Aimar Gonçalves da Cunha Diretor da Texsa Brasileira LTDA. 6

7 IMPERMEABILIZAÇÃO E DEFORMAÇÃO DA ESTRUTURA. As impermeabilizações são solicitadas por uma DEFORMAÇÃO DA ESTRUTURA e não por uma FORÇA LINEAR. Torna-se óbvio que é preferível uma alta capacidade de deformação do que um alto valor de resistência à tração, logo qualquer resistência à tração em mantas asfálticas, tanto no sentido longitudinal ou transversal, só serve para enganar o perfeito desempenho das impermeabilizações que se situam por cima do concreto ou por debaixo d ele. E mais, a impermeabilização não é feita para forçar ou inibir a mobilidade das argamassas ou das estruturas que se encontram sobre as mantas, pois estão elas submissas à base de concreto armado e comprimidas por uma carga estática de pisos, radier ou sapatas. CONCLUSÃO LÓGICA : A grande plasticidade do MORTERPLAS permite que as deformações significativas da estrutura introduzam esforços de tração reduzidos na manta impermeável devido à sua aceitação de se deformar sem oferecer resistência aos movimentos dos elementos estruturais. Assim, os ensaios de desempenho da impermeabilização devem explorar a DEFORMAÇÃO E NÃO A RESISTÊNCIA. Aimar Gonçalves da Cunha Diretor da Texsa Brasileira LTDA. 7

8 REVESTIMENTOS DAS FACHADAS OU PRUMADAS EXTERNAS Os revestimentos externos são responsáveis pelo tempo de vida útil, tanto do substrato, como dos acabamentos finais das paredes e empenas nas edificações etc. Isso nos indica a necessidade das camadas de argamassa serem de espessuras uniformemente aplicadas e que sejam isentas de componentes orgânicos e de materiais que não se reidratam. A composição delas deve ser somente de cimento e areia lavada e limpa, dosados com adição de água 27,50 litros mais 250 ml do aditivo MORTER CB, todos misturados e homogeneizados em 210 evoluções. Esta mistura deve ser aplicada de modo contínuo e espessura uniforme, para que a força (dilatação) dos tumores irregulares do chapisco, que atuam nas interfaces do emboço e do reboco, não venha causar trincas, fissuras e vesículas. Cuidado também com o processo lento de expansão da cal, que pode demorar vários meses para começar a ocorrer o empolamento da argamassa de revestimento. Esta expansão pode ocorrer porque a cal ainda não estava totalmente extinta, ou devido à presença de magnésio que às vezes permanece na cal. Também podem se tornar visíveis as bexigas nos revestimentos por causa de impurezas como: mica, pirita e matéria orgânica, principalmente quando as massas são envolvidas com o leite da cal, que em longo prazo trazem, como conseqüência, a desagregação da argamassa. Ainda a ligação da pasta de cimento com os agregados pode fragilizar e às vezes inibir a pega, porque a areia sem ser lavada e seca, contêm elementos orgânicos, podendo introduzir bacilos, carvão, húmus, etc. No entretanto, para evitar todos estes problemas nas argamassas preparadas nas obras, tais como desprendimento, flexão, fissuras e trincas, fenômenos estes que se estendem por todo o revestimento nos capeamentos finais das paredes, o chapisco deve ser substituído pela cola DIPLAS aplicada no formato estriado, no tamanho de 30x30 cm, quadrados afastados entre si de 1 cm, sobre a parede de alvenaria e ou do concreto. Desse modo evita-se e corrige-se a força da interface dos chapisco irregulares evitando-se assim os tumores e para que não trinquem ou caiam os revestimentos. O acabamento final da argamassa deve ter uma superfície perfeitamente desempenada, prumada ou nivelada, com face uniformemente alisada, feita com desempenadeira de chapa de aço. O técnico deve recorrer às argamassas industrializadas, que garantem bom desempenho e reduzem o custo do serviço em até 40%, pois chegam prontas para serem aplicadas imediatamente e são isentas de ferro (piritas) e componentes orgânicos, que podem provocar a desagregação do emboço, porque o ferro, na indução da água, aumenta seu volume em até oito vezes seu tamanho original, o que provoca a expulsão do concreto ou desprendimento das massas que revestem as paredes.. Aimar Gonçalves da Cunha Diretor da Texsa Brasileira 8

9 Ferramenta que recomendamos para serem usadas em nossos produtos. Mesclador para líquido NOTA: O uso indevido dos produtos será de responsabilidade do usuário. A fábrica se reserva o direito de alterar ou renovar as especificações e reformulações sem prévio aviso. Sempre que necessário consulte o nosso site. 9

10 ADESIVOS ÍNDICE PLASTIPEGANTE 14 PLASTIPEGANTE MASSA 15 ADITIVOS PÓ ADITIVO ESPESSANTE 17 ESPUMOGEN CBN S1 F 18 AIS-TEXSA 19 FIXTEXSA LQ 21 FLUITEXSA 22 INJEPLASTEX 23 MORTER CB 24 MORTER FIX 25 PLASTOFIX - ANTIFUNGO 26 PLASTOFIX FIXGLOUT 27 PLASTOFIX SOLGLOUT 28 PLASTOP - GRAUTE 29 STOP 1 30 STOP 1 PÓ 31 STOP 2 32 STOP SUPERPLASTEXSA RD1 34 SUPERPLASTEXSA SP2 35 SUPERPLASTEXSA RP3 36 TEXSA E 37 Família COTEXSA de Argamassas ARGAMASSA ÚNICA PARA CONSTRUÇÃO 40 ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa e 20 Mpa 43 DIPLAS - BRANCO 44 DIPLAS - EXTRA FORTE (VEJA PAG. 45 IMP/RIGIDA DE CAIXA D`AGUA) 45 DIPLAS ARGAMASSA TÉRMICA 47 R MORTER (micro concreto) 48 RP - MORTER (cimento impermeável) 49 STOP - MORTER L 107 (operação final impermeável) 50 STOP - MORTER L (tamponamento lento) 51 STOP - MORTER R (tamponamento rápido) 52 STOP PÓ ULTRA-RÁPIDO 53 STOP-OIL 54 TEXSLUMP L, R e R23 55 TEXSLUMP R GRAUTE 56 10

11 CONTROLADOR DE CURA FLEXCURESOL 58 DESMOLDANTES DESMOLTEXSA A 60 DESMOLTEXSA GEL/ SUPERGEL 61 FITA ANTICORROSIVA TEXTAPE 63 ISOLANTES TÉRMICOS ARGATEXSA TÉRMICA ARGATEXSA TÉRMICA ARGATEXSA TÉRMICA AIS-TEXSA 70 TEXTON 9000 IGNÍFUGO 71 MANTAS ASFÁLTICAS MORPLAVA 73 MORPLAVA ALUMÍNIO 74 MORTER - PLAS N 76 MORTER - PLAS ALUMÍNIO 78 MORTER - PLAS RR 79 MORTER - PLAS FELTRO POL 81 MASTIQUES JUNTER F 84 TEXSA SELARJUNT ACRÍLICO 86 PISOS ARGATEXSA AUTONIVELANTE 88 ARGAMASSA PARA PISO DRENANTE 90 BETUPISO N e AD 91 TRATAMENTO SUPERFICIAL SOBRE ESTRADA DE TERRA BATIDA 92 EMUGRAVA R1 93 TEXSA PISO 94 FIXTEXSA PÓ 95 REJUNTE REJUNTEXSA 97 11

12 REVESTIMENTOS DE ALTA DECORAÇÃO DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCA 99 MASSA FAISCATTO 100 REATIVO FAISCATTO 101 REVESTIMENTO FAISCATTO 102 SELADOR FAISCATTO 103 TINTAS ANTICORROSIVAS OXIPRIMER VERNIZ 105 TINTAS E TEXTURAS E LISAS PARA EDIFICAÇÕES ACRIL TEXSA 107 ACRIL - TEXSA CODEGRAN 108 ACRIL - TEXSA LAJE 109 ACRIL - TEXSA VEDA TUDO 110 ACRIL - TEXSA SELADOR PINTURA 111 TEXTON L ou L/AC 112 TEXTON R 113 TEXTON PISO PLAY 114 TEXTON IGNÍFUGO 115 TINTAS IMPERMEABILIZANTES (ASFALTOS LÍQUIDOS COMPOSTOS) EMUFAL-CADILIQ 117 EMULFALCÁDIO 119 EMUFALTEXSA 120 EMUPLÁSTICO FILMLATEX COBERTURA 121 EMUPLÁSTICO LÁTEX ASFALTO LÍQ. C/BORRACHA 122 EMUPLÁSTICO - LÁTEX MASSA 123 EMULPRIMER ASFALTOS LÍQUIDOS 124 FIXFILM 125 SUPERFICIAL GUARD 127 TEXFILM 128 TEXFILM-FERROSO 131 TEXFILMFERROSO EXTRATEXTURA 132 VEDANTES TEC-ROSCA 135 TEXSA

13 ADESIVOS PLASTIPEGANTE PLASTIPEGANTE MASSA 13

14 PLASTIPEGANTE DEFINIÇÃO: Adesivo asfáltico elastomérico, líquido e impermeável, para colagem de materiais de construção e colmatação de poros da superfície suporte. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Marrom escuro (fica preto depois de curado) Diluente no estado pastoso : Água. Diluente após a cura : Solventes derivados do petróleo. OBS: A resistência ao arrancamento da base, ou seja, à tração perpendicular, é de 0,500 kgf/cm 2 APLICAÇÕES: - Colagem de mantas asfálticas, placas e calhas de material isolante térmicos. Excelente para unir poliestireno expandido (Isopor) ou extrudado. - Como protetor e fixador do chapisco das areias espargidas sobre as capas de espuma, de (poliuretano aplicada por spray). - Colagem de pisos plásticos e outros revestimentos. MODO DE USAR: O produto funciona como um adesivo de contato. As partes a serem unidas precisam estar planas, limpas, secas, isentas de poeira e impurezas, para serem encostadas perfeitamente umas nas outras. Aplicar o PLASTIPEGANTE em ambas as faces, em camada fina, aguardar até a película ficar seca e adquirir a máxima pegajosidade ( 20 minutos). Unir as partes. Apertar bem. Cuidado para não deixar bolha de ar entre as partes a serem unidas. RENDIMENTO: O consumo é de 0,10 kg/m 2 a 0,30 kg/m 2, conforme as condições da superfície. ACONDICIONAMENTO: Galão: 3,6 L - 3,4 kg líquidos Balde: 18 L - 18 kg líquidos Tambor: 200L kg líquidos ESPECIFIQUE NOSSAS MANTAS MORTER-PLAS São as que se deformam e atendem aos momentos estruturais, não se rompem. 14

15 PLASTIPEGANTE MASSA DEFINIÇÃO: Adesivo de corpo pastoso, inodoro composto de asfalto e elastômero. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pastoso Cor: Marrom escura (fica preto depois de curado) Diluente no estado pastoso : Água. Diluente após a cura : Solventes derivados do petróleo. OBS: A resistência ao arrancamento da base, ou seja, à tração perpendicular, é de 0,500 kgf/cm 2 APLICAÇÕES: Colagem de mantas asfálticas, placas e tubos isolantes térmicos, especialmente poliestireno expandido ou extrudado, pisos plásticos, etc. É indicada para uso em superfícies rugosas e que não estejam perfeitamente regularizadas, onde se requer o uso de uma cola mais espessa para cobrir pequenos desníveis da base. MODO DE USAR: Aplicar o adesivo sobre uma das partes a serem unidas, em uma camada espessa, em seguida, com rodo de borracha dentada ou de uma desempenadeira de aço também dentada, penteá-lo, para retirar o excesso e formar estrias do PLASTIPEGANTE MASSA. Unir as partes (mantas ou placas), do centro para os lados, para expulsar o ar e espalhar a massa que foi previamente dentada. OBS: Na colagem de mantas asfálticas, não passar a PLASTIPEGANTE MASSA nas bordas de sobreposição. RENDIMENTO: 0,5 kg/m 2 a 0,8 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Galão: 3,6 L - 3,4 kg líquidos Balde: 18 L - 18 kg líquidos FAÇA ARGAMASSA COM O CIMENTO IMPERMEÁVEL RP MORTER. ESPECIFIQUE NOSSAS MANTAS MORTER-PLAS. 15

16 ADITIVOS PÓ ADIVO ESPESSANTE ESPUMOGEN CBN S1F AIS-TEXSA FIXTEXSA LQ FLUI TEXSA INJEPLASTEX MORTER CB MORTER FIX PLASTOFIX ANTIFUNGO PLASTOFIX FIXGLOUT PLASTOFIX SOLGLOUT PLASTOP - GRAUTE STOP 1 STOP 1 PÓ STOP 2 STOP 11 SUPERPLASTEXSA RD1 SUPERPLASTEXSA SP2 SUPERPLASTEXSA RP3 TEXSA E 16

17 PÓ ADITIVO ESPESSANTE Pó Aditivo Espessante - é um produto que espessa qualquer tipo de argamassa ou concreto, quando se adiciona na proporção de 2-4% sobre o peso total da massa. Introduz uma quantidade adicional de ar, da ordem de 6% do volume da argamassa, no formato de médias bolhas de diâmetro compreendido entre 0 a 01 mm, que se comporta como uma massa plástica e flexível, proporcionando um elevado grau de aderência na argamassa, que oferece um aumento da docilidade e maior coesão. Evita o desperdício com a queda das argamassas e a redução da segregação. Sua ação físicomecãnica não influi na reação química do cimento, que permanece inalterada. Oferece um notável efeito sobre a durabilidade do concreto, propiciando boa resistência ao calor. CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS Aspecto : Pó de cor esverdeada Densidade aparente : 1,285 g/cm 3 Solubilidade em água: total Índice de acidez: ph 7 PROPRIEDADES Recobrimento de lajes e paredes de alvenarias e similares Alto poder de aderência evitando quedas e desperdício Oferece superfície de acabamento de boa finura em condições de pintura MODO DE APLICAÇÃO Pode ser chapada com colher de estucador, desempenadeira de chapa lisa, etc. Nas aplicações em interiores, tenha em conta que é isenta de material tóxico. RENDIMENTO Pode variar segundo condições dos traços das argamassas ou do concreto. - Para as argamassas industrializadas, ARGATEXSA IMPERMEÁVEL Mpa 10, aplicada na espessura de 1.1/2 cm, pode-se estimar em uns 20 a 25 kg/m 2 - Para as argamassas no traço 1:5 (cimento e areia) empastada com 12% d`água e 2% do Pó Espessante, além de ter a coesão haverá aumento de 6% no volume da massa com índice de absorção d água 2,8% e resistência na compressão, em 24 horas, 35 kgf/cm 2 EMBALAGEM Balde 18 litros = 22,000 Kg Galões de 3,6 litros = 4,500 Kg FAÇA TESTE E VEJA OS RESULTDADOS NOTA: PARA SUA ORIENTAÇÃO INFORMAMOS QUE O CONSUMO PARA 1 M 3 DA ESPUMA É CIMENTO PORTLAND 10 SACOS DE 50 Kg CONSOME 2 GALÕES DO ESPUMOGEN CBN S1 F. FAÇA SUA COMPRA PELO O uso indevido dos produtos será de responsabilidade do usuário. A fábrica se reserva o direito de alterar ou renovar as especificações e reformulações sem prévio aviso. Sempre que necessário consulte o nosso site: e 17

18 ESPUMOGEN CBN S1 F ESPUMOGEN CBN S1F É um aditivo que misturado à água e ao cimento Portland e sob agitação produz concreto celular (espuma/cimento). Após a cura apresenta, internamente, micro células de ar ocluso que isola o calor e os raios solares. Com desnível (caimento) de até 0,5% é de pouca absorção (12%) às águas corredeiras de percolação precipitadas por chuva e vento, resistindo à pressão hidrostática acima de 1 kg/m2; tem excelente resistência ao fogo, suportando chama acima de 1200 oc; tem baixa resistência ao puncionamento e à abrasão; as micro células de ar tornam o concreto celular mais leve; é quimicamente estável e apresenta boa resistência. Estando pronta e curada a espuma pode ser usada para promover caimentos ou desníveis por sobre os panos planos da base. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Concreto composto de ar ocluso. Cor: Do cimento. Aplicabilidade: De fácil aplicação Aderência: Boa Densidade úmida: 600 g/cm³. Densidade: seca 470 g/cm³. Cura: 05:30 horas. Resistência: Boa resistência à compressão (12 a 22 kgf/cm 2 ) Incombustível: Suporta, sem alteração, temperaturas de 05 C até 900 C. Para resistir à punção aplicar na espessura de 10mm a argamassa 100% impermeável - ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10mpa. 18

19 AIS-TEXSA È um cimento enriquecido com aditivos especiais. Quando misturado à água, em condições determinadas, produz uma infinidade de diminutas bolhas que são incorporadas à mistura, produzindo um concreto leve espumado de excelentes propriedades térmicas, impermeáveis e mecânicas. É 100% IMPERMEÁVEL, É RESISTENTE AO FOGO E NÃO ALIMENTANDO AS CHAMAS. PREPARAÇÃO DO Adaptar o mesclador em uma furadeira de 1800 a 2400rpm e alocar sobre o centro de um tambor de 200 litros ou de um balde de 18 litros. Assim se cria a condição do ser fabricado, para se ter o material isolante impermeável e de boa leveza e boa resistência à compressão e ao fogo. PROPRIEDADES - ADQUIRIDAS Condutibilidade térmica: Coeficiente λ (lambda) de 0,08 a 0,09 kg/cal/m/h/ºc Densidade úmida: 0,580 kg/cm3 Densidade seca: 0,430 kg/cm3 Resistência à compressão: 7,0 kgf/cm2 Resistente ao fogo 900ºC, não tóxico. Dureza: de 1 a 5 dias, podendo receber diversos materiais: argamassa, contrapiso, piso cerâmico etc. APLICAÇÕES - O concreto impermeável pode ser lançado em fôrmas para diversos tipos de prémoldados como: painel de 1,00 x 0,50 x 0,10 m para substituir e levantar parede de alvenaria e em outros painéis isolantes rígidos contra o calor e ao fogo. Diminui a carga estática sobre as estruturas pela sua leveza. - Protetor de bueiros, caixas e tubulações enterradas, que oscilam em locais de emersão com o fluxo do tráfico. - Sobre lajes de coberturas impermeabilizando-as e isolando-as termicamente. - Também permite criar depressões ovalóides com riscos entre eles, assim reduzindo e absorvendo o Som, quando oposta à superfície dura e lisa. - Por ser impermeável, o concreto pode criar desnível para facilitar as águas corredeiras na direção dos ralos nas lajes de coberturas e preencher câmaras de ar, (vazios etc). - espuma curada, para ficar resistente à punção e à abrasão, deve receber uma proteção mecânica, feita com ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10mpa com 10mm de espessura e juntas plásticas periféricas próximas aos paramentos. - Nas coberturas das lajes expostas a espuma impermeabiliza, isola do calor e do frio, quando aplicada sobre as lajes ou telhados. - Isola câmara frigorífica, porta corta fogo etc, etc. EMBALAGEM BALDE DE 18L - 18kg líquido VEJA NA PAGINA Nº 142 DESENHO GENÉRICO ARGAMASSA DE MELHOR DESEMPENHO E QUALIDADE SE FAZ COM O MELHOR ADITIVO-MOR MORTER CB OU COM AS INDUSTRIALIZADAS DE FABRICAÇÃO DA TEXSA BRASILEIRA DE GARANTIA TOTAL PROTEJA E ISOLE TERMICAMENTE OS TELHADOS CONTRA FOGO, GRANIZO, CHUVA DE VENTOS FORTES E BALÕES. 19

20 Veja abaixo outro exemplo de impermeabilização e isolamento térmico sobre telhado. VEJA TAMBÉM NA ÚLTIMA FOLHA DESTE LIVRO DE FICHAS TÉCNICAS COMO VESTIR UMA ESTRUTURA E TER DESEMPENHO E QUALIDADE EM SUAS OBRAS OU PROJETOS 20

21 FIXTEXSA LQ DEFINIÇÃO Aditivo plastificante que se mistura à água de amassamento na confecção de argamassas e concretos ricos de cimento, para melhorar e plastificar a fixação à base, evitando exsudação e segregação das massas. CARACTERÍSTICA: - Aspecto: Líquido - Cor: Azul claro - Diluente: Água - Densidade 1,00 g/cm 3 APLICAÇÃO - Como aditivo em chapisco, para impedir o seu desprendimento, mesmo em superfícies vitrificadas, como bases para forros, paramentos, argamassas, etc. - Nas argamassas e massas finas para melhorar a fixação à base, reduzir a formação de trinca, melhorar a impermeabilidade e a resistência superficial. - Como aditivo plastificante e endurecedor no cimento impermeável FIXTEXSA PÓ. Após aplicado transforma-se em um piso monolítico de pouca espessura e pouco peso. - Na recuperação de pisos argamassados, concretos e outros, mesmos os feitos com cerâmicas vitrificadas. - Para promover aderência perfeita e bom desempenho, oferecendo um acabamento final uniformemente liso. - A camada aplicada deixa, em média, uma espessura de 1 a 1,5mm com boa dureza, flexibilidade e impermeabilidade às águas de percolação ou projetadas. - Na proteção impermeável dos concretos carbonatados ou não. SISTEMA COMPOSTO O aditivo FIXTEXSA/LQ, ao se compor com o FIXTEXSA PÓ, facilita o amassamento e a aplicabilidade, principalmente das massas de consistência pastosa ou plastificada, que formam pisos monocamada, sem as famigeradas juntas de articulação. As argamassas e concretos plastificados podem ser aplicados com colher ou derramados, usando desempenadeira ou enxadas para espalhar e adensá-los. As pastas podem ser aplicadas com trincha de 2 em uma só demão sobre qualquer área de qualquer tipo de material, deixando-o como piso final. Pode-se também usar desempenadeira de chapa de aço fina, tendo em um dos lados dentes do tipo serrote, que puxa a pasta em movimento de vai e vem, tendo-se assim, melhor controle do consumo. A mistura de FIXTEXSA /LQ com FIXTEXSA PÓ pode suportar base com fissuras de 500 a 1000 mícrons de abertura entre fendas. Como aditivo de concreto 1:3:4 aumenta a plasticidade e adensa a massa, oferecendo boa fluidez e melhor acabamento superficial das lajes. Especialmente recomendado como aditivo de argamassa de assentamento de blocos de concreto ou de blocos de espuma de cimento AIS-TEXSA, pois aumenta a plasticidade da massa, o que faz dispensar o uso de material orgânico que absorvam água, tais como: cal, terra de emboço ou saibro. MODO DE USAR Em recipiente plástico ou na própria embalagem, misturar o líquido com o pó, traço em volume: 2:1 = (2) de pó (1) de líquido, e usar uma hélice instalada em uma furadeira. A massa final apresenta consistência pastosa e macia para aplicação como pintura. Como aditivo plastificante de concreto (traço 1: 3: 4), adicioná-lo ao traço na proporção de 2% em relação ao peso do cimento, juntando 25 litros de água, necessários para o empastamento. Tem-se melhor fluidez e evita-se a fragilização superficial do concreto. EMBALAGEM Galões - 3,8 litros Baldes - 18 litros. Tambor 190 litros 21

22 FLUITEXSA DEFINIÇÃO: Aditivo adensante, fluidificante com poderes de plastificar e reduzir o fator água/cimento para argamassas e concretos. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Castanho avermelhado Diluente: Água APLICAÇÕES: Como aditivo adensante e super plastificante para concreto, reduzindo o fator água/cimento em 10% - Para obter um concreto mais fluido. - Para obter um concreto com maior resistência final. - Para obter um concreto que, com menor dosagem de cimento, mantém uma mesma resistência. - Para obter um acabamento perfeito, sem brocas e irregularidades, em obras de concreto aparente, principalmente quando as ferragens são muito densas. - Para encurtar o prazo de descimbramento para até 48 horas após a concretagem. MODO DE USAR: Os melhores resultados são obtidos adicionando-se o aditivo FLUITEXSA, na dosagem indicada, no final do empastamento do traço. São necessários 3 a 5 minutos de mistura em betoneiras eficientes. No caso de concretos preparados em moto-betoneiras, adicionar o aditivo 5 a 7 minutos antes do lançamento. DOSAGEM: A dosagem básica é de 1% de FLUITEXSA em relação ao peso do cimento (0,5 kg de aditivo para 50 kg de cimento Portland). ACONDICIONAMENTO: Galão : Balde : Tambor: 4 kg líquidos 20 kg líquidos 180 kg líquidos Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

23 INJEPLASTEX ADITIVO PLASTIFICANTE, EM FORMA DE PÓ, NA COR CINZA, COM DENSIDADE DE 1,12 g/cm 3, PARA INJEÇÕES DE CIMENTO. PRODUTO ECOLOGICAMENTE CORRETO - NÃO AGRIDE O MEIO AMBIENTE DEFINIÇÃO Aditivo em pó desenvolvido para permitir, na colmatagem com injeções de cimento, maior fluidez e grande facilidade de penetração; reduzindo ou eliminando a separação dos elementos áridos e obtendo; nos enchimentos de bainhas, fendas ou fissuras de rochas, perfeita compactação. PROPRIEDADES É plastificante para as misturas dos cimentos. Promove fluidez, mesmo com a redução da água, e dificulta a retração, no processo de cura hidráulica, Impede a coagulação, interferindo na resistência superficial do líquido, dispersando os pós de cimento em suspensão no meio aquoso (tixotropia). Equilibra a pasta de cimento dando maior poder nas atividades de penetração em fissuras, poros e fendas, exercendo forte atividade de aderência, coesão e expansão, ao iniciar o processo de cura (pega) com poder de desenvolver de 2 a 10 % do volume. Desenvolve perfeita fluidez na nata dos cimentos, oblitera as pequenas bolhas de ar incorporada no período de cura e dificulta a difusão do CO2, deixando o concreto impermeável. Impede a penetração dos gases e elementos nocivos, protegendo o concreto e a ferragem do processo da carbonatação. APLICAÇÕES Injeções de nata ou pasta de cimento em falhas naturais ou artificiais em concretos e rochas, que se apresentem com fissuras, fendas ou juntas de concretagem. Injeções nos estojos dos cabos de aço na protensão do concreto, vedando o estojo para evitar que os fios enferrujem, preenchendo com bom desempenho os embainhamentos. MODO DE USAR Adicionar 35 % de água ao produto como se encontra na embalagem e misturar. A pasta fica pronta para ser injetada em bainhas, fendas, etc. Como simples aditivo, introduzir 2,5% até 4% do pó em relação ao peso do cimento, equivalendo, mais ou menos, 1 ou 2 litros do pó para 50 kg de cimento Portland. No enchimento das grandes fendas ou orifícios de grande dimensão é necessário misturar a seco ao INJEPLASTEX um (1) saco de cimento Portland (50 kg) acrescido de 150 kg de areia lavada e 0,55% (± 28 litros) de água em relação ao peso (50 kg) do cimento. Desse modo se promove um graute de custo menor. NOTA: A mistura deve acontecer a seco, antecipadamente, antes da introdução da areia. Em betoneira com 43 rotações por minuto, a homogeneização se processará em 5 minutos. EMBALAGEM Baldes: 18 kg líquidos = 20kg. INDICAÇÃO PARA CONSEGUIR BOM DESEMPENHO NO PROCESSO DA NATA OU DA ARGAMASSA: 1.0 Os traços devem ser ricos de cimento de boa qualidade, na feitura de natas ou das argamassas. 2.0 As areias devem ser lavadas, isentas de coliformes, com granulometria correta, de tamanho entre 0 a 5 mm. É preferível utilizar areias arredondadas, tipo areia de rio. 3.0 Deve-se utilizar a menor quantidade de água possível, a menor relação A/C, compatível com a utilização desejada da nata ou da argamassa. - Site 23

24 MORTER CB DEFINIÇÃO: Aditivo plastificante, coesante, retardador da cura e introdutor de ar. Reduz o consumo de cimento e areia, substituindo a cal, o saibro e a terra de emboço, proporcionando economia de material e mão-de-obra. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Vinho Diluente: Água Cloretos: Isento Sulfatos: Isento ph: 10 APLICAÇÕES: Utilizado no preparo de argamassas de cimento e areia para emboço, assentamento de alvenaria etc., substituindo a cal, o saibro e a terra de emboço. Acrescentado à água do traço, sua ação é puramente físico-mecânica, não intervindo na hidratação do cimento. Confere grande plasticidade e coesão à massa, permitindo a execução de revestimentos com argamassa pobre, composta somente de cimento e areia. Reduz o consumo de cimento e areia nas obras, aumentando o volume do traço entre 12% a 20%, aproveitando melhor a capacidade aglomerante do cimento. Usar 1,2 % do aditivo em relação ao peso do cimento Portland (cpv Ari fácil). O uso do aditivo MORTER CB retarda a cura da argamassa, evitando, deste modo, retrações e fissuras decorrentes deste processo, proporcionando ainda uma argamassa mais impermeável e de maior resistência à compressão do que uma argamassa comum feita com terra de emboço ou saibro. MORTER CB, é um produto estável e não exposto ao calor, seu prazo de validade é de 12 meses. MODO DE USAR: Despeja-se a água na betoneira e, com esta em movimento, despeja-se o MORTER CB, seguido do cimento e da areia. NOTA: Para que haja perfeita homogeneidade de uma argamassa ou concreto, são necessárias 210 rotações (evoluções) da betoneira, e a participação da água deve ser de, no máximo, 54% em relação ao peso do cimento, variando conforme o traço. Processada a mistura a água não mais separa. RENDIMENTO: 250 ml (0,5%) por saco de cimento, para argamassas pobres. Traços 1:6, 1:8, 1:9, 1:10, etc. 50 ml (0,1%) por saco de cimento para concreto ou argamassas fortes. Traços 1:3, 1:4 e 1:5.6 Em concreto estrutural - no máximo entre 10/20 ml (0,04%) do MORTER CB por saco de cimento, Traço 1:3:4. ACONDICIONAMENTO: Galão: 3,5 kg líquidos Balde : 20 kg líquidos Tambor: 190 kg líquidos Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

25 MORTER FIX DEFINIÇÃO: Aditivo plastificante, estabilizadas, para argamassas especialmente médias e pobres em cimento, constituídas por cascalho de pedra britadas feitas por processo de moedura. É coesante e promove a pega entre 3 a 4 horas, por incluir uma pequena quantidade adicional de ar em formas de diminutas bolhas esféricas, independentes entre si e dotadas de grande tensão capilar superficialmente, influenciando da seguinte maneira nas argamassas: reduz as tensões internas, aumenta a docilidade, aumenta a adesividade e melhora a trabalhabilidade ou, alternativamente, permite conservar as mesmas com redução da relação A/C de 10 a 30% ou mais, em alguns casos. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido ph: 10 Cor: Vinho Viscosidade: 63 Uk Densidade: 1,00 g/cm³ Diluente: Água Sólidos: 8,50% Sulfatos: Isento Cloretos: Isento APLICAÇÕES: Confere grande adesividade, plasticidade e coesão à massa, permitindo a execução de revestimentos com argamassa pobre em cimento e composta somente de areia industrial. -Argamassa para cimentados. -Argamassa para bombeamento. -Argamassa para chapisco. -Fabricação de blocos. MODO DE USAR: Despeja-se água na betoneira e, com esta em movimento, despeja-se o MORTER FIX, seguido do cimento e da areia. NOTA: Para que aconteça perfeita homogeneidade de uma argamassa ou concreto, é necessário que seja misturada com 210 rotações em betoneira, e a participação da água deve ser de, no máximo, 65% em relação ao peso do cimento, variando conforme o traço. MORTER FIX, é um produto estável e não exposto ao calor, seu prazo de validade é de 06 meses. RENDIMENTO: 500 ml (1.0%) por saco de cimento, para argamassas. Traços: 1: 4 e 1: ml (0.1%) por saco de cimento, para concretos. Traços 1: 3: 4 e 1: 5: 5. EMBALAGEM: Galão: 3,6 L - 3,5 líquido. Baldes: 18 L 18 líquido. Tambores: 200 L líquido. Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

26 PLASTOFIX - ANTIFUNGO DEFINIÇÃO: Aditivo promotor de aderência e "vitrificante" de superfícies. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido leitoso Diluente: Água APLICAÇÕES: Em chapisco, seu efeito plastificante e aderente evita desprendimento e fissuras. Em argamassas, permite a sua aplicação em espessuras entre 5mm e 40mm, reduzindo as tenções internas, evitando o aparecimento de trincas e fissuras e garantindo sua perfeita aderência em paredes e tetos. Aplicado como pintura em superfícies poeirentas, tais como pinturas mortas, superfícies de revestimentos friáveis (gesso e cimento), aglutina e aglomera as partículas soltas, "vitrificando" a superfície, tornando-a firme e resistente. Aplicado como pintura de concretos, como impermeabilizante de superfície, não permite a evaporação acelerada da água, evitando o aparecimento de trincas e fissuras no processo de cura. MODO DE USAR: No preparo de argamassas, diluir o PLASTOFIX em água na proporção de 1 volume do produto para 20 de água, e acrescentar esta mistura ao cimento na proporção de 44% a 50% em relação ao seu peso. No preparo de chapisco, massa de rejunte de azulejos e fixador de caiação, diluir o PLASTOFIX em igual parte de água e acrescentar a mistura ao cimento na proporção 1:2 em volume, ou seja, 2 volumes de cimento para 1 volume da mistura de PLASTOFIX e água. Como aglutinante e impermeabilizante de superfícies, aplicar o produto puro, como um verniz. RENDIMENTO: Como pintura, prever um consumo de 150 ml/m 2. Como aditivo, prever um consumo de 1,25 L por saco de cimento. ACONDICIONAMENTO: Balde: 18 kg líquidos Tambor: 190 kg líquidos NÃO DEIXE MIGRAR OXIGÊNIO NEM HIDROGÊNIO PARA O INTERIOR DO CONCRETO: USE COMO REVESTIMENTO O BETUPISO E DECORE COM TEXTON R /PROCEDIMENTO PARA AUMENTAR A VIDA ÚTIL DOS CONCRETOS. USE MORTER PLAS- SUBSTITUI COM VANTAGENS QUAISQUER OUTRAS DUAS (2) MANTAS. ELA É GARANTIA DE QUALIDADE E DESEMPENHO HÁ MAIS DE 45 ANOS, QUEM USOU ELOGIA ATÉ HOJE. TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

27 PLASTOFIX FIXGLOUT 1 - DEFINIÇÃO É um vedante para obstruir poros ou pequenas aberturas, frestas, para impedir fluidos ou líquidos, de escapar de um lado para outro ou neles penetrar.comportamento adequado em temperatura ambiente. É um liquido neutro de cor branca, atóxico, aglutinante ativo nas superfícies friáveis sua aplicação difere dos demais seladores por criar tensão, conferindo resistência e facilitando a aderência das argamassas e das tintas. 2 - CARACTERÍSTICAS Líquido de cor branca ph : 9 Densidade: 1,00 g/cm 3 Teor de cloro : Isento 3. - PROPRIEDADES Tenso ativo, aglutinante de superfícies pulverulentas e esfaceladas. Consolidante de base para recepcionar pinturas asfálticas à base de água. Selante de superfície, de boa impermeabilidade, para recepcionar as mantas auto aderentes - MORTER PLAS ND 4mm -DESCARTAVEL SBS 4. APLICAÇÕES No preparo de argamassas ou de chapiscos, auxilia na aderência às pastas de cimento e areia, elevando a pegajosidade sobre as bases receptoras. no preparo da massa corrida impermeável, promove plasticidade e acelera a cura em duas (02 hs.), podendo lixar e pintar simultaneamente. Na imprimação de suporte empoeirado, caráter aglutinador, confere firmeza à superfície recuperando-a (sejam de cimento ou gesso) MODO DE USAR - pode ser usado como selador ou na imprimação de superfície de argamassa ou concreto que esteja se decompondo. Aplicá-lo no seu estado natural RENDIMENTO Sobre suporte deteriorado ou friável, para promover resistência superficial mililitros p/m 2 - deixar secar por ± 2 horas ACONDICIONAMENTO Tambores: 190 kg, líquido Baldes : 18 kg, líquido PILARES À BEIRA DO MAR -NÃO DEIXE MIGRAR OXIGÊNIO NEM HIDROGÊNIO PARA O INTERIOR DO CONCRETO: USE BETUPISO E DECORE COM TEXTON R USE MORTER PLAS, SUBSTITUI COM VANTAGENS QUAISQUER OUTRAS 2 MANTAS.ELA É GARANTIA DE QUALIDADE E DESEMPENHO HÁ MAIS DE 39 ANOS, QUEM USOU ELOGIA ATÉ HOJE. ATENÇÃO: ESPECIFICAR 2 MANTAS, E USÁ-LAS EM QUALQUER IMPERMEABILIZAÇÃO, SÓ SE ELAS TIVEREM MÁ QUALIDADE. TIRE SUAS DÚVIDAS - FALE COM FÁBRICA. TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

28 PLASTOFIX SOLGLOUT 1 - DEFINIÇÃO Selador e aglutinador atóxico, neutro, de cor branca, promove resistência às superfícies friáveis, facilitando a aderência das argamassas e das tintas. 2 - CARACTERÍSTICAS Líquido de cor branca Ph: 9 Densidade: 1,00 g/cm PROPRIEDADES - Tenso ativo - Aglutinante de superfícies pulverulentas - Consolidante de superfícies friáveis - Selante de superfície, de boa impermeabilidade Suscetibilidade térmica: Inalterável a qualquer temperatura ambiente Inocuidade: É atóxico, inodoro e não inflamável. Por manter seus componentes em homogenia aquosa, protege o operário que o manuseia dos riscos de intoxicação pela inalação de vapores tóxicos e das nefastas conseqüências quando o selador é à base de solvente aromático ou alifático SECAGEM: Depende da absorção da base, da temperatura e da umidade do meio ambiente. Sobre superfície seca, ao fim de 10 minutos, sobre área levemente umedecida, 40 minutos. 4 - APLICAÇÕES: Como primer (1º) na impermeabilização feita com o produto elastomérico EMUPLÁSTICO-LÁTEX. É um excelente selador aplicado sobre argamassa friável e tintas mortas á base de água, etc. - Como primer impermeabilizante, sobre parede de alvenaria, emboços, muros de arrimo, etc., ligante de argamassa em erosão, após remoções ou esfoliamento de emboço e reboco, etc. Como pintura selante e aglomerante de superfície friável ou em erosão, deixando-as firmes para receber pinturas acrílicas ou de PVA e Látex, 5 - MODO DE USAR: Em preparo firme ou impregnações: Como apagador de poeira nas superfícies friáveis ou na preparação das paredes, lajes e outras, fazer as primeiras imprimações como base das pinturas. Nota: Se usar como plastificante em argamassa ou massa corrida impermeável usar somente 20% sobre o volume da água do preparo da massa Aplicar com rolo, trincha ou broxa, nas condições em que é fornecido, diretamente sobre a superfície de concreto ou mesmo de argamassa, para torná-las firmes e coesas, hábeis a receber outros materiais de acabamento final. 5.3 PLASTOFIX-SOLGLOUT pode ser usado como selador ou na imprimação de superfície de argamassa ou concreto que esteja se decompondo. Aplicá-lo no seu estado natural. 6 - CONSUMO: g/m 2, dependendo da superfície ou do material a ser impregnado ou reaglomerado. 7 ARMAZENAGEM: Por doze (12) meses, devidamente protegido. 8 - RENDIMENTO Sobre suporte deteriorado ou friável, para promover resistência superficial, aplicando de baixo para cima ± 200 mililitros p/m 2, deixando secar p/40 minutos. 9 - ACONDICIONAMENTO Tambor : 190 kg, líquido Balde : 18 kg, líquido NÃO DEIXE MIGRAR OXIGÊNIO NEM HIDROGÊNIO PARA O INTERIOR DO CONCRETO: USE COMO REVESTIMENTO O BETUPISO E O DECORE COM TEXTON R /PROCEDIMENTO PARA AUMENTAR A VIDA ÚTIL DOS PILARES JUNTO AO MAR E OUTROS CONCRETOS. USE MORTER PLAS- SUBSTITUI COM VANTAGEM QUAISQUER OUTRAS DUAS (2) MANTAS MONOCAPAS COLADAS COM ASFALTO E ARMADAS COM BIDIM. MORTER PLAS É GARANTIA DE QUALIDADE E DESEMPENHO POR MAIS DE 40 ANOS, QUEM USOU ELOGIA ATÉ HOJE. 28

29 PLASTOP - GRAUTE DEFINIÇÃO: Aditivo plastificante, polimerizante e promotor de aderência. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido viscoso Cor: Verde claro Diluente: Água APLICAÇÕES: Como aditivo em chapisco, para impedir o seu desprendimento, mesmo em superfícies vitrificadas, como bases para forros, paramentos, argamassas, etc. Como aditivo em argamassas e massas finas, para melhorar a fixação à base, reduzindo a formação de trincas e fissuras, aumentando a impermeabilidade e a resistência à abrasão. Como aditivo plastificante no cimento impermeável STOP-MORTER L, para promover a aderência, mesmo em superfícies lisas, aumentando a plasticidade, a flexibilidade e a impermeabilidade da camada aplicada. Como aditivo de concreto 1:3:3 para aumentar a impermeabilidade e a plasticidade da massa, permitindo um melhor acabamento superficial. Especialmente recomendado como aditivo de argamassa de assentamento de blocos de concreto ou de espuma de cimento AIS-TEXSA, para aumentar a plasticidade da massa, dispensando o uso de cal, terra de emboço ou saibro. MODO DE USAR: Como aditivo do cimento impermeável STOP-MORTER L, adicionar uma mistura do aditivo PLASTOP-GRAUTE diluído em igual parte de água na proporção de 30% em relação ao peso do STOP-MORTER L (4,5kg da mistura para 30,0 kg de STOP-MORTER L). A massa final apresenta consistência macia para aplicação como pintura. Como aditivo de concreto (traço 1:3:3), adicioná-lo ao traço na proporção de 5% em relação à água necessária para o empastamento, melhorando a fluidez e a plasticidade da massa, permitindo um melhor acabamento superficial (usar trincha e não brocha). Como aditivo de argamassa e chapisco, adicionar PLASTOP-GRAUTE, durante o empastamento, na proporção de 4% em relação ao cimento do traço e completar com a água necessária para o ajuste da consistência ideal de aplicação. ACONDICIONAMENTO: Balde : 18 Kg Tambor: 190 Kg Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

30 STOP 1 DEFINIÇÃO: Aditivo impermeabilizante hidrofugante, para uso geral em argamassas impermeáveis. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido viscoso Cor: Amarelo claro Diluente: Água APLICAÇÕES: STOP - 1 é usado como impermeabilizante em argamassas para rebocar, emboçar ou chapiscar interiores e exteriores. Em argamassas para soleiras, muros, paramentos, caixas d'água independentes da estrutura, piscinas, etc. O aditivo misturado melhora a aderência, a pegajosidade e impermeabilidade das argamassas. Os traços de argamassa indicados são 1:2 e 1:3, em volume. Em lastros de concreto magro, lançado sobre a terra, para canais, açudes, pavimentações, etc. MODO DE USAR: O aditivo STOP-1 deverá ser adicionado, previamente, à água do traço, na proporção de 4% em relação ao peso do cimento. Nas misturas em betoneiras, aconselhamos adicioná-lo inicialmente à água (entre 23 e 26 litros por saco de cimento), antes da adição do cimento e dos agregados. Estando pronta a argamassa, lançá-la sobre o suporte. OBS.: Em subsolos, poços de elevador, etc., caso haja infiltrações de águas impetuosas no suporte, fazer antes o tamponamento rápido dessas áreas com o STOP-MORTER-R, de modo a vedar ou tamponar as infiltrações, antes de lançar a argamassa hidrofugante. RENDIMENTO: 4% do aditivo STOP-1 em relação ao peso do cimento do traço, ou seja : 1,65 litro para 36 litros de cimento ou 2 kg para 50 kg de cimento. ACONDICIONAMENTO: Balde : 14 kg líquidos Tambor: 184 kg líquidos Para recuperar o concreto use o microconcreto R-MORTER E DIPLAS EXTRAFORTE. 30

31 STOP 1 PÓ DEFINIÇÃO: PÓ Hidrofugante para ser adicionado nas argamassas ricas de cimento, oferecendo impermeabilidade inclusive à pressão elevada. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó branco Densidade aparente: 1,250 g/cm3 Umidificador : Água APLICAÇÕES: O STOP 1 PÓ aditivo para ser adicionado ao traço rico de cimento na proporção de 5%. - Em argamassas ricas, para rebocar, emboçar ou chapiscar interiores e exteriores. - Em argamassas, para soleiras, muros, paramentos, caixas d água independentes da estrutura, piscinas, etc. Os traços de argamassa indicados são 1:2 e 1:3, em volume. - Em lastros de concreto magro, lançado sobre a terra, para canais, açudes, pavimentações, etc. MODO DE USAR: O Hidrofugante STOP-1 PÓ deverá ser adicionado, previamente, ao cimento Portland do traço, na proporção de 5% em relação ao peso do cimento. Nas misturas em betoneiras, aconselhamos adicioná-lo inicialmente à água (entre 27 e 30 litros por saco de cimento), antes da adição do cimento e dos agregados. O traço não altera a resistência mecânica da argamassa. Estando pronta a argamassa, lançá-la sobre o suporte. OBS.: Em subsolos, poços de elevador, etc., caso haja infiltrações de águas impetuosas no suporte, fazer antes o tamponamento rápido dessas áreas com o produto STOP-MORTER-R, de modo a vedar ou tamponar as infiltrações, antes de lançar a argamassa hidrofugante. MODO DE USAR: 5% do aditivo Hidrófobo STOP-1 PÓ em relação ao peso do cimento do traço, ou seja : 2,5 kg para 50 kg de cimento. Obs: O TEMPO DE HOMOGENEIZAR ALTERA A RESISTÊNCIA DE COMPRESSÃO. FAÇA TESTES E VEJA OS RESULTADOS DENSIDADE APARENTE DO PÓ STOP 1 MISTURA EM BETONEIRA HOMOGENEIZAR TEMPO DENSIDADE - Tç.1:3 DA ARGAMASSA CURADA RESISTÊNCIA DE COMPRESSÃO 72 hs 1,250 g/cm 3 6 MINUTOS 2,100 kg/m 3 ACIMA DE 23 MPa. ABSORÇÃO QUANDO AFOGADO (SUBMERSO) = 2,5% DO VOLUME DO CORPO (ARGAMASSA) Hidrólogo ACONDICIONAMENTO: Balde Plástico: 22 kg Saco Plástico : 25 kg Para recuperar o concreto use o microconcreto R-MORTER E DIPLAS EXTRAFORTE 31

32 STOP 2 DEFINIÇÃO: Aditivo acelerador de endurecimento que se emprega na pasta seca confeccionada com cimento Portland (exclusivamente em traço 1:1, de cimento e areia, tornando-a impermeável), conseguindo um endurecimento muito rápido da pasta, algo em torno de 1/2 a 1 minuto. Obs.- Não recomendamos para confecção em concreto estrutural. CARACTERÍSTICAS Aspecto: Líquido de cor avermelhada. Densidade a 20 o C: 1.25 gcm 3 Viscosidade a 25 o C:10'' FC4 PH - 11,5-12,5 Solubilidade em água: Solúvel Cloretos: Isento MODO DE USAR: Mistura-se o STOP-2 com cimento sem água, em pequeno volume, isto é, a quantidade necessária para ser usado em única operação de tamponamento. Misturar rapidamente até conseguir uma massa trabalhável, suficientemente espessa, para se moldar em pequenas bolas com as mãos ou até que tome a forma mais conveniente, e aplicar imediatamente no orifício a tamponar, mantendo apertada com colher de aço ou com vigor usando a mão (a parte próxima da articulação do pulso), até que tenha endurecido totalmente. Aplicar STOP 2 sobre a base de concreto que se apresenta ''chorosamente'', impregnando-o fartamente com trincha de 3'', e friccionando simultânea e rapidamente o cimento Portland apertando-o de modo vigoroso. O tempo de que se dispõe, para preparar a massa e aplica-la, é só de alguns segundos. Para facilitar o processo de tamponar os pontos de águas mais impetuosas, limpar o entorno e aprofundar com um ponteiro, alargando de dentro para fora, deixando o buraco externo menor, para que o adentramento da mistura possa grautear e vedar com coesão. ADVERTÊNCIA: O cimento deve ser Portland, tipo CP II - 32, e não deve estar muito tempo em estoque, pois pode estar com petrificação e com umidade, o que causaria maior tempo de endurecimento da massa. Cuidado quando o tempo for frio. Pode ser necessário aquecer o STOP-2 em banho-maria à temperatura de 45/55 o C, para ativar sua rapidez de endurecimento. Quando o contato com o STOP-2 for prolongado, o trabalhador deverá proteger as mãos usando luvas de borracha, pois poderá haver irritação dérmica. APLICAÇÕES: Para tamponamento de infiltrações, fluências, veios d'águas, olhos-d água, etc. ARMAZENAMENTO: Tempo máximo de um ano, hermeticamente fechado e protegido das intempéries. EMBALAGENS: Galões - 3,6 L - 4,5 kg líquidos Baldes - 20 L - 23 kg líquidos. Use nos produtos prontos para tamponamento ou grautear espaços maiores são eles, STOP MORTER R E O TEXSLAMP R GRAUTE (R= RÁPIDO) TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL 32

33 STOP 11 DEFINIÇÃO: Cristalizante acelerador de pega e endurecimento. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Azulado - lilás Cloretos - Isento Diluente - Água APLICAÇÕES: Como acelerador de cura em argamassas e concretos, e como impermeabilizante cristalizante auxiliar nos processos de impermeabilização com os produtos STOP-MORTER - L e STOP-MORTER - R. Na imprimação do concreto ou argamassa no processo de cristalização com o pó do STOP- MORTER - R. MODO DE USAR: Na preparação do cimento impermeabilizante STOP-MORTER R, adicionar de 5% a 10% do STOP- 11 em relação ao peso do STOP-MORTER R a ser preparado, empastando, manualmente, num recipiente plástico. Na preparação de concreto contendo cimento Portland tipos CP I e CP II, adicionar 1,5 kg do aditivo STOP-11 por saco de cimento e água na proporção máxima de 53% do peso do cimento (50 Kg x 0.53 = 26,50 litros por saco). Quando houver risco de chuva, após ter sido lançada e nivelada a argamassa ou o concreto, a aplicação do STOP 11 sobre a superfície acelera a cura superficial protegendo contra a erosão das massas frescas. Técnica de preparação: Inicialmente colocar na betoneira a água, adicionando, em seguida, os componentes do concreto e, por último, o aditivo STOP-11. OBS: Não é recomendado o uso do aditivo STOP-11 em concretos e argamassas contendo cimento Portland CPV-ARI, devido ao excesso de calor de hidratação desenvolvido durante a pega, o que pode acarretar modificações nas características da massa. ACONDICIONAMENTO: Galão: 4,2 kg líquidos Balde : 22 kg líquidos 33

34 SUPERPLASTEXSA RD1 DEFINIÇÃO : Aditivo superplastificante retardador de cura para concreto CARACTERÍSTICAS: - Líquido de coloração castanho escuro - Isento de cloretos e sulfetos - Diluente: água - Massa especifica: 1,2 g/cm 3 - Ph: 12 - Incorporação de ar: menor do que 2% PROPRIEDADES: - Não altera a alcalinidade do concreto - Permite a obtenção de um concreto uniforme - Boa resistência mecânica. OBS: Por ser um aditivo integral que reúne um conjunto de propriedades, torna o concreto auto-adensante e auto-nivelante, facilitando assim seu lançamento e vibração. APLICAÇÕES: - Em todas as misturas de concretos. - Por ser retardador da cura, atua sobre a pega do cimento, reduzindo o fator água/cimento. - Para se obter um concreto com menor dosagem de cimento, mantendo a mesma resistência mecânica. MODO DE USAR: Considere ± 65% de água em relação ao peso do cimento. Os melhores resultados são obtidos adicionando-se o aditivo SUPERPLASTEXSA-RD1 em água, na dosagem indicada para uso, adicionando-se de preferência no inicio do empastamento dos traços. OBS: Não adicione o aditivo diretamente ao cimento. DOSAGEM: A dosagem básica é de 1% de SUPERPLASTEXSA RD1 em relação ao peso do cimento, podendo variar de 0,25% a 1% do aditivo para 50,0 kg de cimento Portland, em função da sua compatibilidade com o cimento utilizado, sendo recomendado a realização de ensaios laboratoriais. ARMAZENAMENTO: - De preferência em local seco e ventilado com temperatura média ao redor de 25 ºC. - Validade: 12 meses na embalagem original e lacrada. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 4 kg líquido Baldes - 18 L - 18 kg líquido Tambores L kg líquido 34

35 SUPERPLASTEXSA SP2 DEFINIÇÃO: Aditivo superplastificante para concreto CARACTERÍSTICAS: - Viscosidade: líquido de cor castanho escuro - Isento de cloretos e sulfetos, - Diluente: água - Massa especifica: 1,2 g/cm 3 - Ph: 12 - Incorporação de ar: menor do que 2% PROPRIEDADES: - Melhora a trabalhabilidade, sem aumentar o teor de água. - Confere maior impermeabilidade e adensamento. - Não altera a alcalinidade do concreto - Permite a obtenção de um concreto uniforme - Confere excelente resistência mecânica. OBS: Por ser um aditivo integral que reúne um conjunto de propriedades, torna o concreto autoadensante e auto-nivelante, facilitando assim seu lançamento e vibração. APLICAÇÕES: - Em todas as misturas de concretos. - Para se obter um concreto com menor dosagem de cimento, mantendo a mesma resistência mecânica. - Para aumentar a resistência de compressão e tração do concreto MODO DE USAR: Os melhores resultados são obtidos adicionando-se o aditivo SUPERPLASTEXSA SP2, na dose desejada e necessária para uso, à água de amassamento. É aconselhável que sejam feitos testes para determinar a quantidade exata da água, lembrando que a água tem a propriedade da resistência superficial. OBS: Não adicione ao cimento. DOSAGEM: A dosagem básica é de 1% de SUPERPLASTEXSA SP2 em relação ao peso do cimento, podendo variar de 0,25% a 1% do aditivo para 50,0 kg de cimento Portland, em função da sua compatibilidade com o cimento utilizado, sendo recomendado a realização de ensaios laboratoriais. ARMAZENAMENTO: - De preferência em local seco e ventilado com temperatura média ao redor de 25 ºC. - Validade: 12 meses na embalagem original e lacrada. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L 4 kg líquidos Baldes - 18 L - 18 kg líquidos. Tambores L kg líquidos. Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

36 SUPERPLASTEXSA RP3 DEFINIÇÃO: Aditivo superplastificante para argamassa e concreto CARACTERÍSTICAS: - Viscosidade: líquido de cor castanho claro - Isento de cloretos e sulfetos, - Diluente: água - Densidade: 1,080 g/cm 3 - Ph: 9 - Incorporação de ar: menor do que 2% - Resistência compressão 7 dias : 21 Mpa (traços comparativos 1:3 cimento/areia) - Resistência compressão 14 dias: 23 Mpa (traços comparativos 1:3 cimento/areia) PROPRIEDADES: - Melhora a trabalhabilidade, sem aumentar o teor de água. - Confere maior impermeabilidade e adensamento. - Não altera a alcalinidade do concreto - Permite a obtenção de um concreto uniforme - Confere boa plasticidade e excelente resistência mecânica. - Confere resistência maior do que 15% em relação ao traço 1:3 sem o aditivo. OBS: Por ser um aditivo integral que reúne um conjunto de propriedades, torna o concreto autoadensante e auto-nivelante, facilitando assim a cobertura dos ferros e do enchimento das formas durante a vibração. APLICAÇÕES: - Em todas as misturas de argamassa e concretos. - Para se obter um concreto com menor dosagem de cimento, mantendo a mesma resistência mecânica. - Para aumentar a resistência de compressão da argamassa e concreto MODO DE USAR: Os melhores resultados são obtidos adicionando o aditivo SUPERPLASTEXSA RP3, na dose desejada e necessária para uso, à água de amassamento. OBS: Não adicione ao cimento. DOSAGEM: A dosagem básica é de 1% de SUPERPLASTEXSA RP3 em relação ao peso do cimento, podendo variar de 0,5% a 1% do aditivo para 50,0 kg de cimento Portland, em função da sua compatibilidade com o cimento utilizado, sendo recomendado a realização de ensaios laboratoriais. ARMAZENAMENTO: - De preferência em local seco e ventilado com temperatura média ao redor de 25 ºC. - Validade: 12 meses na embalagem original e lacrada. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L 4 kg líquidos Baldes - 18 L - 18 kg líquidos. Tambores L kg líquidos. FALOU EM QUALIDADE E DESEMPENHO DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO, FALOU TEXSA UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

37 TEXSA E DEFINIÇÃO: Aditivo expansor para argamassa e concreto. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó fino Cor: Marrom lilás APLICAÇÕES: Em todas as situações que requeiram o enchimento de espaços vazios com argamassas de cimento e areia ou concreto, sem retração, ou com a necessidade de estroncar ou forçar a entrada nos espaços, tais como: - Preenchimento de fissuras de rochas em fundações, barragens e túneis. - Travamento de paredes de alvenaria. - Preenchimento de bainhas em concreto protendido. - Em argamassa para preparo de concreto coloidal, usado no enchimento de vazios entre pedras graúdas. MODO DE USAR: Acrescentar o TEXSA-E aos agregados, misturando-os. Feito isto, adicionar a quantidade de água necessária para obter a consistência desejada. NOTA: Para que haja perfeita homogeneidade de uma argamassa ou concreto, é necessário que se misture em 210 evoluções, e a participação da água deve ser de, no máximo, 60% do peso do cimento, variando conforme o traço. DOSAGEM: A dosagem do aditivo varia de 0,5% a 1,0% em relação ao peso do cimento. O tempo de atuação é de, no máximo, 50 minutos após a adição da água. Quando lançado imediatamente após a mistura com os agregados, seu poder de expansão e auto-nivelamento é maior. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,0 kg líquidos Balde : 14 kg líquidos Use e especifique o micro concreto R-MORTER para grautear os cortes na recuperação do concreto. Para tamponamento rápido use o produto STOP-MORTER R (7 segundos). 37

38 use e especifique o micro concreto R-MORTER para grautear os cortes na recuperação do concreto. 38

39 Família COTEXSA de Argamassas Argamassa Única para Construção Argatexsa Impermeável Mpa10 e Mpa20 Diplas - Branco Diplas - Extra forte Diplas Argamassa Térmica R Morter (micro concreto) RP Morter (cimento impermeável) Stop - Morter L107 (operação final impermeável) Stop Morter L (tamponamento lento) Stop Morter R (tamponamento rápido) Stop Pó Ultra-Rápido Stop - Oil Texslump L, R e R23 Texslump R Graute Muito mais do que facilitar a vida do usuário, a criação de novos produtos lançados pela Texsa Brasileira, Família COTEXSA de Argamassas, sempre visou dar maior produtividade, facilitando o crescimento econômico tanto do trabalhador como do construtor. Esta estratégia de produto tudo em um é utilizada mundo afora, para reduzir tempo e custos nas elevações de paredes de alvenarias e suas proteções, aumentando a produção da mão de obra. Obras feitas com produtos da TEXSA BRASILEIRA trazem como garantia maior produtividade, beleza, qualidade, desempenho e perenidade. 39

40 ARGAMASSA ÚNICA PARA CONSTRUÇÃO PRESTADOR DE SERVIÇO E O PRAZO DA EXECUÇÃO O CUSTO FICA REDUZIDO DEFINIÇÃO: Um só produto resolve todos os problemas de argamassa nas obras, inclusive eliminando e reduzindo perdas, e custos administrativos. Nova técnica para emboço, reboco, contra-piso, colagem e levante alvenarias etc. A obra terá melhor qualidade de acabamento final e perfeito desempenho. Pode ser facilmente colorida formando um acabamento muito decorativo. Além de reduzindo em muitos dias o trabalho dos estucadores. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Cor cinza cimento. Densidade aparente = 1,700 g/cm 3 Densidade empastada = 1,900 g/cm 3 Resist de compressão em 24 hs = 20 kgf/cm 2 Resist. arrancamento em 72 hs = 1,20 kgf/cm 2 Índice de absorção afogada em 24 hs = 3 % PROPRIEDADES: O suporte não precisa ser molhado Emboço e reboco podem ser feitos na espessura de 6 a 8 mm, não haverá retração. Reduz perdas das argamassas convencionais em 95%, e prazo da aplicação é significativo. Permite alinhar e aprumar a alvenaria. Boa resistência após 24 horas. Reduz em 35% a carga estática nas estruturas frente à argamassa feita nas obras. APLICAÇÕES: Colagem de blocos (concreto/cerâmico) e no levante da alvenaria. Se desejar colorir use pó xadrez embelezando o emboço e rebocos. Em contra-pisos, fachada e parede cega etc. Impermeabilização de caixas e cisternas. A parede de alvenaria pode ser feita na espessura de 6 / 8mm. Se modernize usando ARGAMASSA ÚNICA PARA CONSTRUÇÃO, espalhando e apertando-a com a colher sobre a base e, simultaneamente pentear com desempenadeira dentada para oferecer o controle da espessura. Em seguida alisar e decorar, tendo um revestimento impermeável contra água de chuva e vento. ARGAMASSA ÚNICA DE CONSTRUÇÃO Sua produtividade inova e evolui a construção civil reduzindo os custos. O revestimento pode ser desenhado (estampado) usando rolos de altos e baixos relevos, mesmo com a espessura de 6 mm. MODO DE USO: Lavar abundantemente e seguidamente imprimar toda a base com PLASTOFIX-SOLGLOUT. Misturar 3,5 litros de água (14%) por saco de 25 kg em betoneira ou masseira hermeticamente fechada até que argamassa fique reologicamente homogênea. Não cria junta de trabalho quando o encontro acontece em ângulo invertido. Não desprende e nem esfolheia. Seu estado reológico é trabalhável nos limites de 5 a 30 minutos no verão e 1 hora no inverno. Estender passando uma camada fina e ir elevando a espessura para 8mm a 1 cm em uma só camada. Se a característica da base exigir, pode-se elevar a espessura até 1,2 cm ou mais. Permite ter acabamento final perfeitamente liso quando o estucador trabalhar com desempenadeira de chapa de aço fina ou mesmo com colher grande de pedreiro, ficando pronta para receber pintura impermeável à molécula d água e permeável ao vapor e aos gases NOTA: Produto de alta tecnologia, que oferece perfeito desempenho para colar blocos e alvenarias cerâmicas e ao mesmo tempo emboçar e rebocar paredes já propiciando acabamento desenhado e colorido. Recomendamos que ao colorir a ARGAMASSA ÚNICA PARA CONSTRUÇÃO ela deve e pode ser pigmentada em 2% por saco de 25 kg. O teor do pigmento pode variar de acordo com as tonalidades desejadas. Esta é uma grande evolução na construção de casa e edifícios em fachadas e paredes cegas, que ficam impermeáveis. RENDIMENTO: Em função da retidão e prumo das paredes base e a espessura que desejar assentar ou revestir (emboço) sobre o bloco, o rendimento na espessura de 6/8mm fica entre 5 a 6 kg/m 2 APRESENTAÇÃO E ARMAZENAGEM: Embalado em saco plástico de 25 kg Armazenamento, local seco, devidamente coberto, ± seis (6) meses. Conheça nossos revestimentos e texturas ACRIL TEXSA - FAISCATO CODEGRAN TEXTON R Produtos TEXSA BRASILEIRA Qualidade, desempenho e perenidade. 40

41 ADVERTÊNCIA - É um erro cortar a alvenaria e é um erro não colar os primeiros tijolos na base do piso. Rufo se faz com DIPLAS EXTRA-FORTE. Fachada e parede cega dos edifícios passam água porque não foram revestidas e pintadas com a qualidade do TEXTON L OU TEXTON R. O desempenho dos produtos que fabricamos, termina com as deficiências nas impermeabilizações das obras 41

42 USE PRODUTOS DA TEXSA BRASILEIRA - QUALIDADE, DESEMPENHO E PERENIDADE. EMBOÇO E REBOCO FEITO COM AREIA DO RIO SÃO ORGÂNICOS PELA PRESENÇA DE COLIFORMES FECAIS VEJA NA ÚLTIMA FOLHA DESTE LIVRO DE FICHAS TÉCNICAS OUTROS DESENHOS 42

43 ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa e 20 Mpa DEFINIÇÃO: Argamassas fabricadas à base de cimento Portland, aditivos especiais e granulometria desenvolvida para proporcionar resistência de 10 Mpa ou de 20 Mpa, para cobrir, de modo impermeável, as alvenarias de lajotas de cerâmica, blocos de concreto pré-fabricados, lajes, marquises, e aplicações como piso plaqueado, contrapiso impermeável sob piso cerâmico, do tipo porcelanato e outros. Também sobre pintura impermeável, mantas asfálticas e etc. CARACTERÍSTICAS: ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa Aspecto: Granulado Cor: Cinza claro Empasta com 13% de água Pega: 3,30 hs a 25 ºC Resist. de Compressão em 7 dias: 10 Mpa Absorção: Afogada por 24 hs = 0,5 % Absorção: Afogada por 7 dias = 1,40% Densidade: 1,70 g/m 3 ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 20 Mpa Aspecto: Granulado Cor: Cinza claro Empasta com 18% de água Pega: 3,00 hs a 25 ºC Resist. de Compressão em 7 dias: 21 Mpa Absorção: Afogada por 24 hs = 0,4 % Absorção: Afogada por 7 dias = 1,0 % Densidade: 1,45 g/cm 3 APLICAÇÕES: De uso geral para emboço e reboco de fachadas, paramentos, empenas cegas, paredes, tetos em geral, pátios, banheiros, pisos plaqueados, cisternas, caixas d água, etc. Dispensa o chapisco fechado em superfícies verticais sobre suportes rígidos, podendo ser aplicada diretamente sobre a alvenaria numa única operação, como emboço e reboco, proporcionando uma excelente base para a aplicação de pinturas. MODO DE USAR: Confecção da argamassa: Deposita-se o conteúdo de um ou mais sacos de ARGATEXSA IMPERMEÁVEL na betoneira e a seguir a água necessária, à razão de 3 litros a 5 litros para cada saco de 25 kg do produto (13% a 18% em relação ao peso). O tempo de emassamento é o normal de uma argamassa de cimento. Pode também ser empastado à mão nas masseiras. Usa-se como uma argamassa normal, devendo-se manter o procedimento de molhar a base sobre a qual será aplicada. RENDIMENTO: Variável, segundo o prumo do paramento onde estiver sendo aplicada e a espessura do emboço/reboco desejado. Considerando-se um emboço/reboco de 0,5cm de espessura, pode-se estimar o consumo de 6,5 a 8 kg/m2. ARMAZENAMENTO: 6 (seis) meses na embalagem original fechada, resguardada da água e das intempéries. ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos:25 kg líquidos. MORPLAVA A MANTA QUE COLAFÁCIL impermeabilização com perenidade. 43

44 DIPLAS - BRANCO DEFINIÇÃO: Cola à base de cimento branco e polímero sintético para rejuntamento de azulejo, mármore, pedra São Tomé, etc. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: branco gelo. Módulo de elasticidade - flete num raio de 2 (plástica). Coeficiente de dilatação - l4 x 10-6 m/1 o C Resistência ao arrancamento - 1,00 kgf /cm 2 APLICAÇÕES: DIPLAS BRANCO é uma cola de cimento adequada para rejuntamento e assentamento de azulejos em paredes, pisos, piscinas, etc. Para assentamento, amarração e colagem de tijolos das alvenarias, etc. OBS.: Para assentamento em planos verticais de peças pesadas use DIPLAS EXTRA FORTE. MODO DE USAR: Acrescentar água ao pó DIPLAS BRANCO, com 10% de PLASTOFIX, até obter uma massa cremosa. Deixar repousar 2 minutos. Pode ser aplicado por ponto ou numa capa contínua penteada, para assentar azulejos ou semelhante trabalho. Aplicar com desempenadeira de aço dentado, espalhando o produto em panos pequenos, raspar com o lado dentado da desempenadeira e, simultaneamente, ir assentando os azulejos. Nota: Não é necessário molhar a base suporte, e nem mesmo as peças que serão coladas, tais como: azulejos, cerâmicas, blocos cerâmicos, etc. RENDIMENTO: 1,5 a 3,0 kg/m 2, conforme a espessura necessária para corrigir imperfeições do plano da base. ACONDICIONAMENTO: Saco plástico : 30 kg líquidos. Especifique nossos revestimentos TEXTON E ACRILTEXSA, as melhores tintas do mercado. PAREDE COM ESTRIAS SUBSTITUI OS TUMORES IRREGULARES DO CHAPISCO 44

45 DIPLAS - EXTRA FORTE (VEJA PAG. 45 IMP/RIGIDA DE CAIXA D`AGUA) DEFINIÇÃO: Cola forte de cimento para colagem de elementos pesados, mármores, porcelanatos, cerâmicas, azulejos e outros revestimentos. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinza Resistência à tração: 3,5 kgf/cm 2, no arrancamento perpendicular. APLICAÇÕES: DIPLAS é uma cola de cimento adequada para assentar azulejos, cerâmicas, pedras naturais, mármore, etc., sobre paredes, pisos, piscinas etc. Como adesivo usado na interface da junção de argamassa nova sobre concreto velho. Para formar estrias para a ancoragem de revestimentos de argamassa sobre pilares, cintas de concreto e mantas asfálticas. MODO DE USAR: Acrescentar água até obter uma firme massa cremosa. Deixar repousar 5 minutos. Pode ser aplicada por ponto ou numa capa estriada contínua. Para assentar azulejos ou semelhante trabalho, usar uma desempenadeira de aço dentada. Espalhar o produto em panos pequenos, raspar com a borda dentada e assentar os azulejos ou pisos. Caso o produto comece a secar superficialmente, quando aplicado em panos maiores, depois de espalhado, "salpicar" água sobre as estrias com uma broxa, para reativar a massa. Nota: A base suporte deve estar limpa, plana, seca e isenta de poeira, não sendo necessário molhá-la, e nem as peças que serão coladas, tais como: azulejos, mármores, porcelanatos, etc. RENDIMENTO: 1,5 a 3 kg/m 2, conforme a espessura necessária para corrigir imperfeições dos planos das bases. DIPLAS - EXTRA FORTE reduz os seus custos e o tempo de execução em vários dias, quando assentar azulejos, pisos e outros materiais. ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos de 30 kg líquidos. COMO VESTIR UMA ESTRUTURA E TER DESEMPENHO E QUALIDADE EM SUAS OBRAS OU PROJETOS. 45

46 COMO VESTIR A ALVENARIA EVITANDO OS TUMORES DO CHAPISCO, PARA QUE SEU EMBOÇO E REBOCO NÃO FISSURE E TENHA, BOM DESEMPENHO, E QUALIDADE AS SUAS PAREDES, EXTERNA OU INTERNA. 46

47 DIPLAS ARGAMASSA TÉRMICA ARGAMASSA CONTRA O FOGO E ICENDIOS 1 DEFINIÇÃO É uma argamassa isolante composta de Fibras Sólidas, com aditivos Especiais de Aglomerados Rígidos Homogêneos para isolar e proteger Contra o Fogo e chamas, as superfícies de argamassa, de concreto e as de ferro cuja e resistência as chamas são abaixo de 250 o C. 2 PROPRIEDADES Alta resistência a compressão Alta resistência ao fogo >><< Baixo percentual de absorção Boa resistência ao fogo a partir da espessura de 4, 5, 10, 20, 30 mm. 3 CARACTERÍSTICAS Densidade Aparente: 0,500 g/cm3 >><< Densidade Úmida : 1,300 g/cm3 Condutividade Térmica: (lambda) = 0,0450 Kcal/m3/h/oC. Logo, por uma espessura de 0,07m passa 1 kcal/m 2 /h/ oc Absorção d água: Depois de imerso 16% do volume por /24hs Resistência ao fogo: Total - (chama direta).>><< Resistência. compressão: 60 kgf/cm 2 4 APLICAÇÕES Isolamento Térmico contra o fogo nas: Cobertura de concreto >><< Cobertura Metálica >><< Cobertura de Paredes Cobertura de Pilares Terraço, etc. As superfícies recobertas com DIPLAS ARGAMASSA TERMICA, podem receber pintura decorativa na cor desejada, com tinta ignífuga TEXTON IGNIFUGA que mantem impermeável quanto as águas projetadas e contra o fogo (incêndios). 5 - RENDIMENTO Consumo, 11 kg, por metro quadrado (m2) com espessura de 1cm. Mistura mecânica. NOTA: Quando a mistura for feita manualmente usar 7,15 litros de água por saco da argamassa. 6 EMBALAGEM Sacos Valvulados 11 kg líquidos COSUMO, 11 kg, POR METRO QUADRADO (m 2 ) COM 1cm DE ESPESSURA ESPUMOGEN + CIMENTO PORTLAND PARA A FABRICAÇÃO DA ESPUMA DE CIMENTO CELULAR PARA ENCHIMENTO, FAZER ISOLAMENTO TÉRMICO E NIVELAMENTO DE PAVIMENTO COM BAIXO PESO POR M 3 47

48 R MORTER (micro concreto) DEFINIÇÃO: É micro concreto impermeável, com poder de graute, industrializado, para recuperação de concreto, para emboço e reboco de fachadas, lajes, paramentos, empenas, paredes, pilares e rampas em geral. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinza claro Módulo de elasticidade (E) kgf/cm 2 APLICAÇÕES: Reparo e reconstituição de concreto danificado, brocas, ninhos, arestas vivas em concretos e argamassas. Execução de rufos na junção de telhados com paredes, rejuntamento de cumeeiras em telhados de telhas de barro. Ondulações de rampas para facilitar e resistir à ação de freio de veículos. Rampa Revestimento complementar de impermeabilizações rígidas em subsolos, poços de elevador, caixas d água, empena cega, paredes etc. MODO DE USAR: Misturar o conteúdo de um saco com, aproximadamente, 2,7 litros de água, manualmente ou em betoneira. Encher os espaços vazios do concreto, ou aplicar como qualquer argamassa, diretamente sobre o suporte. Se necessário, aplique o DIPLAS EXTRA FORTE em forma de "papa", para melhorar a aderência, chapando, simultaneamente, o R-MORTER. RENDIMENTO: Variável, segundo as condições da base e da espessurado emboço/reboco, ou do enchimento desejado. Como base de cálculo, considerando-se um emboço/reboco de 0,5cm de espessura, pode-se estimar o consumo de 6,5 a 8 kg/m2. REPARANDO COLUNAS ESTRUTURAIS ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos: 25 kg líquidos. ESPECIFICAÇÕES PARA NÃO TER DISSABOR NAS RECUPERAÇÕES ESTRUTURAI COM GARANTIDA DE PERFEITO DESEMPENHO: 1 Fazer com Maquita corte do concreto carbonatado, com simetria 2 Veja o esquadro, o corte inclusive no ângulo com perfeita retidão 3 - Ferro exposto enferrujado pronto para receber o VERNIZ OXIPRIMER 4 Pintar o verniz sobre ferrugem ficando na posição fosforizada. 5 Para corrigir o ph do concreto aplicar no traço de 2 de água e 1 do DIPLAS EXTRA FORTE com uma trincha de 3 e de modo simultâneo ir preenchendo os espaços do concreto com o micro concreto R Morter 6 Com os cortes preenchidos o concreto volta à sua forma original; se desejar aumentar a vida útil do concreto por 20 anos mais, recomendamos, de modo simétrico 30 x 30 cm, fazer estrias do DIPLAS EXTRA FORTE por todo concreto. Recobrir com o micro concreto R MORTER com espessura de 1 cm; Pintura em uma demão impermeável aos gases com EMUPLÁSTICO LÁTEX. Pintura decorativa e permeável aos gases em uma demão com TEXTON L. 48

49 RP - MORTER (cimento impermeável) DEFINIÇÃO: Pioneiro cimento impermeável produzido no Brasil, resultado do acúmulo de conhecimento tecnológico na fabricação de argamassas aditivadas, de elevado desempenho, que oferece o dobro de qualidade e facilidade no preparo, pois é suficiente adicionar somente areia e água para estar pronta a melhor argamassa impermeável para emboçar e impermeabilizar, com segurança, piscinas, reservatórios, muros de arrimo, fachadas, paredes, entre as mais diversas aplicações. Os diversos traços de argamassa formam uma capa impermeável de excelente desempenho. O cimento RP MORTER é indicado também para evitar erosão de taludes, etc. Indicado também para compor na feitura do solo-cimento, para estabilização da terra. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinza claro Aderência : Muito boa, a todas as superfícies tradicionais da construção. Impermeabilidade : 100% impermeável às águas. Permeabilidade: Permeável ao vapor d'água, deixando a obra transpirar. Resistência à compressão: fck de 7,5 a 9 e 11 MPa, ou 75, 90 e 110 kg/cm2. APLICAÇÕES: Para emboço sem retração de empenas e fachadas de prédios, residências, indústrias,etc. Em impermeabilizações de subsolos, caixas d água, cisternas, piscinas, etc. No preparo de argamassas para piso e emboço, tornando-as totalmente impermeáveis, resistentes a altas pressões hidrostáticas, para fachadas e lajes batidas, cisternas, piscinas, subsolos, poços de elevador, reservatórios de água potável e estruturas com infiltração do lençol freático, positivo ou negativo, etc. Obs.: Nos planos horizontais deixar com desnível de 1 % direcionado para os pontos de escoamento. MODO DE USAR: Para um perfeito desempenho torna-se necessário dimensionar a força da interface por cada camada aplicada. Recomendamos a feitura de estrias de DIPLAS em forma de tabuleiro 30 x 30 cm, ou chapisco com espessura uniforme, com prévia aplicação da papa do DIPLAS, quando do lançamento do reboco impermeável que será aplicado em uma só operação, dando um acabamento liso, após a feitura do camurçado, com uma desempenadeira de aço. TRAÇO PARA REBOCO OU PISO - 1:3, 1:4, e 1:6 MATERIAIS kg kg kg Densidade aparente dos componentes RP - MORTER ,970 AREIA ,243 ÁGUA ,000 MORTER (L) ,000 TRAÇO PARA CONCRETO - 1:3:1 MATERIAIS kg RESIST. DE COMPRESSÃO RP - MORTER 15 EM CURA DE 24 Hs = 15 MPa AREIA 45 XXXX BRITA EM CURA DE 7 DIAS = 20 MPa ÁGUA 9,75 XXXX RENDIMENTO: Para um (1) m2 com espessura de 1 cm.tç.1:6: Materiais kg. Litro. RP - MORTER 3,17 2,53 AREIA 19,07 15,34 ÁGUA 2,75 2,75 MORTER (L) 0,02 0,02 ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos: 15 kg saco plástico 49

50 STOP - MORTER L 107 (operação final impermeável) DEFINIÇÃO: É um revestimento impermeabilizante semiflexível, bicomponente, indicado para impermeabilização de superfícies de concreto, argamassas e alvenarias. Não altera a potabilidade da água. MISTURA: STOP-MORTER L 107 está pré-dosado para a mistura, devendo-se primeiramente revolver o componente B (pó), para em seguida adicionar aos poucos o componente A (líquido), misturando-os de forma enérgica, manualmente ou mecanicamente (hélice + furadeira), até atingir uma perfeita homogeneidade sem grumos. APLICAÇÃO: Antes da aplicação, verificar as condições da superfície, caso esteja friável, é necessário raspar e escovar com escova de aço, eliminando os elementos soltos deixando a superfície áspera; em seguida aplicar o produto com trincha de 4", esperar secar por 24 horas e iniciar o tratamento impermeabilizante. TRATAMENTO IMPERMEABILIZANTE Umedecer a base e aplicar o produto, com trincha, em duas ou três demãos cruzadas, em intervalo de 45 minutos. Em reservatórios de água, submetidos previamente a teste de carga, o produto deve ser aplicado preferencialmente ao nível do concreto. CONSUMO: 1 kg/m2 por demão, dependendo da regularidade dos planos da base. ACONDICIONAMENTO: Baldes - 18 L Componente A = Líquido = 3,6 kg líquido Componente B = Pó = 17 kg, líquido Use e especifique revestimentos coloridos do tipo liso ou rugoso e acabe com paredes chapadas - CODEGRAN FINO OU GROSSO, MASSA FAISCATTO E VERNIZES FAISCATTO, TINTA VINIL ACRÍLICO, TEXTON L ou R, todos de qualidade, perfeito desempenho e alta perenidade. 50

51 STOP - MORTER L (tamponamento lento) DEFINIÇÃO: Cimento especial impermeável, para revestimento de concreto, argamassas, alvenarias, etc, em impermeabilizações pelo Sistema Semi-Rígido, Rígido ou Cristalizante. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinza APLICAÇÕES: Para impermeabilização e vedação contra pressão de água de ação negativa ou positiva, pelo sistema semi-flexível, rígido ou cristalizante, em cisternas, subsolos, muros de arrimo, caixas d água, etc. MODO DE USAR: Em lugares secos é usado puro com água ou com o aditivo PLASTOP GRAUT. Em lugares úmidos ou com água fluindo, é usado em conjunto com STOP-MORTER R e STOP-11, como componente do chamado sistema de cristalização. STOP-MORTER L é empastado com água ou com PLASTOP GRAUT até formar uma pasta cremosa. A aplicação é feita com uma trincha ou escova, em demãos cruzadas, sobre superfícies limpas, isentas de pó e impurezas. O PLASTOP GRAUT é um plastificante e deve ser usado quando se pretende obter um revestimento com certa capacidade de deformação, na proporção da metade da água de amassamento. A dosagem básica é de 3 kg de PLASTOP GRAUT mais 3 litros de água para 30 kg de STOP-MORTER L. O aditivo STOP-11 é um acelerador de cura usado junto com a água do empastamento quando se trabalha em lugares úmidos. A dosagem básica é 15% de STOP-11 e 85% de água. NOTA: Em nenhum dos casos, o volume do líquido de empastamento pode ser maior do que 20% do peso do STOP-MORTER L (6 litros por saco). RENDIMENTO: Para um revestimento de 1 mm a 1,5 mm de espessura considerar 2,5 kg/m2 a 3,0 kg/m2 do produto. ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos - 25 kg líquido 51

52 STOP - MORTER R (tamponamento rápido) DEFINIÇÃO: Cimento especial impermeável de endurecimento rápido, para vedação e tamponamento de infiltrações de águas impetuosas, ou de veios de água em constante fluência. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinza escuro Tempo de cura: Veda e tampona em 15 segundos. APLICAÇÕES: Para tamponamento de veios de água em constante fluência e para secar e vedar paredes e pisos úmidos em subsolos, cisternas, poços de elevador, muros de arrimo, ou onde há presença de águas "rebeldes" atuando com pressão nos elementos construtivos. MODO DE USAR: Para tamponar veios de água impetuosa: - Abre-se mais a fenda ou o buraco, a fim de sanear a área, chegando até a parte dura do concreto. - Limpa-se bem a área. - Utilizando-se uma pequena bacia plástica (20cm a 25cm de diâmetro), despeja-se nela uma pequena quantidade de STOP-MORTER R. Acrescentar um pouco d'água e com a mão enluvada, misturar o produto até se obter uma massa consistente em forma de "pêra". Seguidamente, antes que a massa endureça, introduzi-la na abertura, pressionando-a firmemente até que endureça. Quando a proporção de água em relação ao STOP-MORTER R é correta, sente-se um acentuado aquecimento da massa, quando de seu endurecimento. - Para tamponar furos e chapas ou tubos de ferro com forte pressão d água, etc. - Para secar superfícies úmidas: - Limpar, o mais perfeito possível, a área a ser tratada, que deve ser nitidamente maior que a área umedecida, devendo-se estudar cada caso separadamente. Molhar abundantemente com o aditivo STOP-11 toda a área de tratamento. Com a mão enluvada, tomar o pó de STOP-MORTER R e esfregálo, pressionando-o sobre a superfície, formando uma camada mais grossa possível. Em seguida, aplicar nova imprimação do aditivo STOP-11. Remover o pó que sobrar e que estiver solto. ACONDICIONAMENTO: Galões - 3,6 L - 4,2 kg líquido Baldes - 20 L - 18 kg, líquido 52

53 STOP PÓ ULTRA-RÁPIDO CIMENTO DE CURA RÁPIDA PARA TAMPONAMENTO DAS INFILTRAÇÕES COM FLUXO NEGATIVO EM MEIO AQUOSO. DEFINIÇÃO: Cimento especial impermeável de cura rápida para colmatação de infiltrações em meio aquoso com endurecimento entre 4 a 5 horas. Utiliza-se empastado com água na proporção de 70%. Especialmente indicado para preencher espaços vazios entre lajes e tamponamento de poços ou sublajes afogadas por manancial. CARACTERÍSTICAS: Cor: concreto Base: cimento impermeabilizante e copolímeros. Endurecimento: Afogado em água entre 4 a 5 horas.. Índice de acidez: ph = 10 Densidade aparente do pó: 0,850 kg/m³ Densidade: depois de misturado com água: 1,750 kg/m³ APLICAÇÕES: - Vedação e enchimento de espaços vazios em meio d água com pressão negativa ou não, pelo sistema rígido de solidificação afogado. - Aplica-se, preferencialmente, no enchimento de espaços vazios entre lajes, blocos de concreto ocos, etc. - Para tamponar fluxo abaixo do lençol d água, mina de água, nascente, olho d água com fluência, fonte abundante, manancial, etc. MODO DE USAR: Tratamento sob superfície afogada: Misturar o produto primeiramente com água de boa qualidade antes de lançá-lo através de um tubo de uma ou mais polegadas, no fundo ou no orifício do meio aquoso que desejar preencher ou tamponar, na proporção de 01 saco de 25 kg para 17,5 litros de água. APRESENTAÇÃO : Sacos de 25 Kg. CONSUMO: De acordo com a absorção e planicidade da base ou do diâmetro, estima-se um consumo de 1(um) kg para um diâmetro de (duas) 2 de por litro de 1,100 Kg. Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

54 STOP-OIL DEFINIÇÃO: Reboco impermeável à base de resinas sintéticas emulsionadas, com grande poder para inibir a migração de graxas, óleos e derivados do petróleo. CARACTERÍSTICAS: Cor: cinza claro STOP-OIL é um impermeabilizante bicomponente com uma fase em pó e outra líquida que, quando misturadas, oferece uma excelente aderência, inclusive sobre superfície semilisa. O componente pó, de densidade aparente em torno de 1,420 g/cm3, é composto de elementos áridos que foram selecionados com caracteres geométricos especiais para o fim proposto. As fases misturadas formam uma argamassa de alta viscosidade que, depois de curada, tem boa resistência à compressão. APLICAÇÕES: Tanques de retenção (defesa perimetral de estocagem de óleos combustíveis), caixas de gordura, pisos de casa de força, pisos de postos de gasolina, impermeabilização de paredes cegas, etc. É conveniente empregá-lo para união de argamassas em estado de erosão, pois o seu poder de grauteamento e de aderência oferece boa coesão ao ser incorporado à base. MODO DE USAR: Limpar a base receptora isentando-a de poeira ou outro material desmoldante. Aplicar, em forma de tabuleiro, estrias (2) de DIPLAS EXTRA/FORTE com altura de 6mm e tamanho 40X40 cm, que atuarão como elemento neutralizador das forças que acontecem nas interfaces das camadas sobrepostas. Estando curadas as estrias, aplicar em duas demãos o STOP - OIL líquido (3). A seguir, na própria embalagem, despejar sobre o pó 4,5 litros de água pura, misturando-a até que forme uma massa homogênea. Isto feito, adicionar 1,5 litro do líquido de STOP - OIL, re-misturar novamente, para então aplicá-la sobre as estrias (4), dando acabamento chanfrado nos ângulos (5). Para reparos de eventuais ninhos existentes nas bases, aplicar, pronto para uso, R - MORTER. RENDIMENTO: Para uma boa camada impermeabilizante, contra óleos e derivados do petróleo, deve-se aplicar uma espessura de, no mínimo, 1cm. O consumo estimado do STOP-OIL líquido é de 600 gr/m2 em duas demãos. BALDE = 2 m2 com espessura de 1cm. EMBALAGEM: Baldes - 20 L - Componente pó = 28 kg líquido - Componente líquido = 5 kg líquido. 54

55 TEXSLUMP L, R e R23 DEFINIÇÃO: Micro concreto pronto para uso, apresentado em três (3) versões: TEXSLUMP R, R 23 e o L. O TEXSLUMP R e o R 23 de endurecimento rápido e o L de endurecimento lento. Auto-nivelantes, à base de cimento especial e agregados de granulometria adequadas, que oferece resistência à compressão de 5 MPa em 30 minutos, ou 5 MPa em 7:50 horas. APLICAÇÕES: O TEXSLUMP R, de endurecimento rápido, é excelente para reparos urgentes em juntas, pisos em geral, etc. O TEXSLAMP R e R 23 para preenchimento de caixonetes de portas, portões, janelas, paramentos em grades, lamela de 7mm de espessura, fixação de tubulações e elementos hidráulicos, máquinas e equipamentos, recuperação e reparos em pisos de câmaras frigoríficas (liberação rápida), juntas de concreto em pontes e viadutos, pátios e pisos plaqueados ou modulados, etc. CARACTERÍSTICAS: Possui as seguintes vantagens: Maior aderência ao suporte. Menor retração, pelo baixo teor de água na sua preparação, obtendo, por conseguinte, maior resistência à compressão, 30 minutos para o tipo (R) e 7:50 h para o tipo (L), ambos com resistência final de 30 a 50 MPa. Tipo (R 23) com resistência final 23 Mpa. Melhor controle da cura, pela retenção da umidade que se promove na dispersão. Alta resistência mecânica, a curto como a longo prazo. Aumento da resistência à abrasão. Menor permeabilidade à água e ao anidrido carbônico, assim como uma maior resistência aos gases. DADOS TÉCNICOS: Pega inicial R 23 = 15 a 20 minutos R = 20 a 30 minutos L = 5h e 30 minutos Aderência sobre o concreto = Boa (depois de 3 dias a 25 O C). Resistência à compressão vide Gráfico. Densidade aparente: seco = kg/m³ - R kg/m³ úmido = Kg/m³ MODO DE USAR: Adicionar 16 % ou 4:1 de água em relação ao peso do tipo R e 12 % ou 5:1 de água em relação ao peso do tipo L e R 23. O suporte deve estar limpo, isento de poeira, partículas mal aderidas e outros materiais estranhos ao suporte, tais como graxa, óleo, gesso, etc. RENDIMENTO: L, R 23 e R - 20 a 22 kg/m² para 1 cm de espessura. EMBALAGEM Sacos plásticos - 25 kg, líquido OBSERVAÇÃO: Os produtos da linhagem TEXSLUMP podem ser aplicados nas recuperações ou reabilitações de aplicações de alta resistência: auto-estradas, pátio em aeroportos, pontes, injeções para preencher os vazios ao atirantar, concreto projetado, pisos industriais etc 55

56 TEXSLUMP R GRAUTE DEFINIÇÃO: É um concreto de fácil aplicação que permite enchimento e desforma rápida porque proporciona uma resistência à compressão em 120 minutos, da ordem de 56 kgf/cm 2, que ao ser aplicado se auto nivela com cura ultra-rápida. Em espessuras maiores pode ser misturado com brita 0 e brita 1, meio a meio de cada. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinzento Resistência à compressão em 24 horas: 35 Mpa. Endurecimento: Tipo R - em 30 minutos adquire resistência de10 kgf/cm 2. APLICAÇÕES: Como concreto estrutural em lajes, pilares, rampas, cintas, vigas, vergas e contra vergas; em fixação e chumbamento de peças, tais como: caixonete de porta, portões, janelas, máquinas e equipamentos, graute de tubulações, etc. Confecção e execução de pisos planos com espessuras de 150 mm, pátios, plaqueados, etc. Para execução de paramentos em grades, lamela de 120 mm de espessura, juntas de concreto em pontes e viadutos, etc. MODO DE USAR: Adicionar 18 % de água em relação ao peso do TEXSLUMP (1 : 5), homogeneizar e encher ou espalhar na área, que deverá estar limpa, isenta de poeiras, partículas soltas e outros materiais estranhos ao suporte, tais como: graxas, óleos, gesso, cal, etc. Obs: Após devidamente homogeneizado e preparado, seguidamente lançá-lo (aplicá-lo) no tempo máximo de 10 minutos, devido à sua cura rápida. Em rampas, ao ser lançada (derramada) a 1ª batelada do concreto fácil sobre o suporte (base), para que não se perca o estado viscoso em que se encontra o TEXSLUMP - R * graute, cada batelada deve ser sempre despejada uma sobre a outra, e sempre chacoalhando (agitando) com enxada ou rodo apropriado o graute derramado (o que está correndo), empurrando um para cima do outro. TESTES DE RESISTÊNCIA A COMPRESSÃO POR PERíODO DE HORAS: MONÔMERO ESCALA DE 0 A 350 KGF/CM 2 -- OU 0 A 5000 PSI HORAS KGF/CM2 h - 10 X Ø 7,8 cm VOLUME 2 56 h - 10 X Ø 7,8 cm 478 ML 6 82,5 h - 10 X Ø 7,8 cm 478 ML h - 10 X Ø 7,8 cm 478 ML h - 10 X Ø 7,8 cm 478 ML 48 >231 h - 10 X Ø 7,8 cm 478 ML RENDIMENTO: Variável de acordo com o tipo de aplicação que se dará ao produto. Levando em consideração uma área de 1 m2 com 10 cm de espessura, o consumo é de 220 quilos. ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos de 25 kg líquidos OBSERVAÇÃO: Os produtos da linhagem TEXSLUMP podem ser aplicados nas recuperações ou reabilitações de aplicações de alta resistência: auto-estradas, pátios em aeroportos, pontes, injeções para preencher os vazios ao atirantar, concreto projetado, pisos industriais etc. 56

57 CONTROLADOR DE CURA FLEXCURESOL 57

58 FLEXCURESOL DEFINIÇÃO: Produto que se aplica superficialmente, para evitar a secagem do concreto ou da argamassa. É um controlador da evaporação da água da argamassa e do concreto recém lançado. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Incolor Diluente: Água APLICAÇÕES: Para controlar a cura de argamassas e concretos nas regiões e épocas quentes e secas, especialmente em: - Pavimentos de concreto, ruas, estradas, pistas de aeroportos, pátios de indústrias e argamassas de alvenaria. - Represas, canais e valas onde o concreto for aplicado. - Peças pré-fabricadas, especialmente elementos delgados e com alto teor de cimento. - Quadras poli-esportivas. - Obras de concreto armado e na argamassa de piso plaqueado. MODO DE USAR: Uma vez cessada a exsudação, deve-se imediatamente aplicar o FLEXCURESOL. Nos concretos armados, depois de desformar ou desmoldar, deve-se umedecer as superfícies, deixando terminar o escorrimento da água, para, então, aplicar o FLEXCURESOL, utilizando-se uma broxa, rolo de pintura ou pulverizador. RENDIMENTO: De acordo com a textura da superfície, oscila ente 0,10 a 0,20 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Tambor: 170 kg, líquido Balde: 20 kg, líquido USE A ARGAMASSA MINERAL ISOLANTE, ARGATEXSA TÉRMICA - 1 NO ISOLAMENTO CONTRA FOGO E NA PAREDE ENSOLARADA, ETC. 58

59 DESMOLDANTES DESMOLTEXSA A DESMOLTEXSA GEL/SUPERGEL 59

60 DESMOLTEXSA A DEFINIÇÃO: Desmoldante à base d'água para descimbramento de formas de concreto, argamassa e gesso. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Branco leitoso Solvente: Água APLICAÇÕES: Para descimbrar e inibir a aderência nas formas ou moldes do concreto e de argamassa. DESMOLTEXSA A por ser um composto biodegradável é indicado para uso em qualquer classe de forma ou molde, inclusive os metálicos e plásticos, e especialmente indicado nas formas e moldes de madeira. MODO DE USAR: DESMOLTEXSA A aplica-se puro, em uma só demão, com broxa, pincel, trincha, rolo de pintor, etc. Cada vez que se desejar reutilizar a forma ou molde, este deve estar seco e limpo, sem restos de outros produtos como: graxas sobras de cimento, etc. As formas e os moldes podem ser usados imediatamente depois de receberem o DESMOLTEXS A. RENDIMENTO: O consumo dependerá das condições da superfície receptora, mas o normal será de 0,08 a 0,10 kg/m 2. DESMOLTEXSA A pode ser adicionado à água de lavagem dos moldes ou formas, sendo possível chegar a traços de até 1:20 para formas e moldes de alumínio, ferro e plástico, e 1:6 a 1:10 para formas e moldes de madeira, sem perda de suas propriedades. ACONDICIONAMENTO: Balde : 20 kg, líquido Tambor : 180 kg, líquido USE O ADITIVO ESPUMOGEN LFV NOS ENCHIMENTO DE VAZIOS OU EM LAJE PARA CRIAR ÁREAS MAIS ALTAS NO DIVERSO NÍVEL NECESSÁRIAS. É UM ISOLANTE PODEROSO CONTRA FOGO COM PESO POR M 3 DE 580 Kg. 60

61 DESMOLTEXSA GEL/ SUPERGEL DEFINIÇÃO: Apresentado em duas versões: GEL Para superfícies regulares SUPERGEL Para superfícies irregulares (amorfas) Pasta gelatinosa espessa, de cor bege clara, que se aplica sobre a superfície das formas e pode ser espargida com trincha, rolo de espuma, pistola, etc., para evitar que a argamassa, concreto, gesso, concreto AIS-TEXSA venham a aderir nos moldes. APLICAÇÕES: Pode ser aplicada em toda a classe de moldes ou formas de ferro, madeira, fiberglass, etc. É o único desmoldante que combate a força da tensão superficial do líquido, neutralizando a força de tração nas interfaces do molde e do material moldado. MODO DE APLICAR: As superfícies dos moldes e formas, onde se aplicará o DESMOLTEXSA GEL, devem estar secas e limpas de graxa ou de qualquer outro produto anteriormente usado. É conveniente eliminar os restos de argamassas, concreto e pó de cimento. Caso os moldes de ferro apresentem zonas oxidadas, deve-se eliminar o óxido por meio do decapante TX-2, que depois de aplicado elimina totalmente a ferrugem. Tratada a forma com DESMOLTEXSA - GEL, passados 05 minutos, elas podem ser cheias. Para limpar a forma após o descinbramento, escovar com escova de nylon. RENDIMENTO: Dependerá da absorção da superfície dos moldes ou formas: - Sobre ferro 30g/m2 - Sobre madeira 100g/m2 EMBALAGEM: Galões 3,6 litros com 3 kg baldes 18 litros com16 kg Tambores litros com 170 kg. PARA TER BOM DESEMPENHO E QUALIDADE EM SUAS OBRAS USE E APLIQUE OS PROTUDOS DE FABRICAÇÃO DA TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

62 FITA ANTICORROSIVA TEXTAPE 62

63 TEXTAPE DEFINIÇÃO: TEXTAPE é uma fita para proteção anticorrosiva composta de asfalto polimérico e polietileno para revestir tubulações de ferro enterradas ou aéreas. CARACTERÍSTICAS: - Dielétrica. - Impermeável à água e ao vapor d água. - Flexível e auto-adesiva. - Composição: Duas camadas de asfalto polimérico com um filme central de polietileno, revestida em uma das faces com um filme de polietileno antiaderente e a outra face com um filme descartável. - Apresentação: TEXTAPE: Rolos com 10 m de comprimento, 10 e 20 cm de largura, nas espessuras de 3,0mm e 4,0mm. TEXTAPE ALUMÍNIO: Rolos com 10 m de comprimento, 10 e 20 cm de largura, nas espessuras de 1,5mm, 2,0mm e 3,0mm. TEXTAPE DUPLA FACE: Rolos com 10 m de comprimento, 10 e 20 cm de largura, nas espessuras de 2,0mm e 3,0mm. TEXTAPE FELTRO/POL: Rolos com 10 m de comprimento, 10 e 20 cm de largura, na espessura de 2,0mm. APLICAÇÕES: - Uso geral em tratamentos anticorrosivos externos sobre tubos metálicos. - Proteção de tubulações metálicas a serem concretadas, tais como em tubulações de "SPRINKLERS", prumadas hidráulicas, tubulações de gás, etc. - Como barreira de vapor sobre materiais isolantes térmicos. - Como impermeabilizante nas vedações de juntas ou tampas de depósitos ou de "containers", vedação de escotilhas ou tampas de porões em navios ou embarcações. - Juntas de vedação de tanques ou depósitos, para armazenagem de água, salmoura, álcool, melaço, etc. MODO DE USAR: Sobre superfície enferrujada aplicar diretamente o OXIPRIMER VERNIZ, aguardar a ação da fosfatação que depois de seca protege o ferro por largo tempo. Com a ferrugem incorporada faz-se a aplicação da fita em forma de espiral, bem apertada, com a sobreposição e transpasse de 1 cm, adequadamente. A fita descartável é removida à medida que a fita TEXTAPE é firmemente aplicada sobre a base. O processo torna mais seguro quando a face da fita aderente for levemente aquecida com um maçarico de gás GLP, a fita se contrai ao esfriar ficando afixada ao tubo. RENDIMENTO: Precisa ser calculado conforme o diâmetro externo e o comprimento do tubo ou objeto e a sobreposição especificada. ACONDICIONAMENTO: Caixas de papelão com ± 4 rolos. PARA TER BOM DESEMPENHO E QUALIDADE EM SUAS OBRAS DE PROTEÇÃO CONTRA A CORROSÃO USE E FAÇA PRIMEIRAMENTE UMA CAPA FOSFATADA DE OXIPRIMER VERNIZ O PROTUDO DE EXCELÊNCIA DE FABRICAÇÃO DA TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

64 ISOLANTES TÉRMICOS ARGATEXSA TÉRMICA 1 ARGATEXSA TÉRMICA 2 ARGATEXSA TÉRMICA 3 AIS-TEXSA TEXTON 9000 IGNÍFUGO 64

65 ARGATEXSA TÉRMICA - 1 DEFINIÇÃO: Argamassa mineral leve, macia e flexível, de boa resistência à compressão. É um sistema de isolamento térmico para eliminar o aquecimento de paredes ensolaradas, porta corta-fogo, tubulações de água quente etc. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó de granulometria média Cor: Gelo Valor µ = 0,118 kcal. Resistência ao fogo : 1000 o C Resistência a punção sub de 1cm = 25 kg APLICAÇÕES: Para revestir paredes e tetos, quando se deseja separar a condutância térmica dos elementos construtivos, não permitindo a transmissão de calor, tais como: - Paredes ensolaradas, corta-fogo, saunas, estufas, etc. - Paredes de ambientes refrigerados por ar-condicionado - Tubulações de água quente ou fria - Outras aplicações onde se necessita de uma massa isolante que separe ambientes de temperaturas diferentes. MODO DE USAR: Despejar ARGATEXSA TÉRMICA - 1 num recipiente que não permita a fuga dos elementos finos e da água, tal como a Masseira Prática (de chapa) ou numa betoneira, adicionando a água, em seguida, na proporção de 50% em relação ao peso do ARGATEXSA TÉRMICA - 1 e misturar até a massa ficar homogênea ( 10 minutos em betoneira). Traço : 10 kg de ARGATEXSA TÉRMICA - 1 (1 saco) - 5 litros de água Caso se queira uma plastificação ou uma aeração da massa usar PLASTOFIX-SOLGLOUT ou então o aditivo MORTER CB. Depois de pronta a massa, aplicá-la sobre o suporte previamente estriado com DIPLAS EXTRA FORTE ou sobre o chapisco bem aberto com uniformidade fino, na espessura máxima de 2,5cm de cada vez, dando acabamento alisado. COMPARATIVOS DE RESISTÊNCIA AO CALOR/E AO FOGO Isopor >>>>>>>>>>70 ºC ESPUMOGENS AIS -TEXSA >> 800 ºC Poliuretano rígido> 120 ºC CONCRETO ESTRUTURAL >>>> 250 ºC TEXTON 9000 >>>> 300 ºC ARGATEXSA TÉRMICA-1 >>>> 1000 ºC RENDIMENTO: Variável, de acordo com a irregularidade ou retidão do suporte, podendo-se considerar um consumo de 6,5 kg/m 2 para 1 cm de espessura. ACONDICIONAMENTO: Saco: 10 kg, líquido ARGAMASSA DE MELHOR DESEMPENHO E QUALIDADE SE FAZ COM O MELHOR ADITIVO PARA ARGAMASSA E CONCRETO ADITIVO MORTER CB 65

66 JUNTAS DE SEPARAÇÃO PARA EVITAR FORÇAS TANGENCIAIS NOS ÂNGULOS RETOS INTERNOS E TAMBÉM OS OPOSTOS (ÂNGULOS OBTUSOS) PAREDE ENSOLARADA SE ISOLA TÉRMICAMENTE COM ARGATEXSA TERMICA 3 66

67 ARGATEXSA TÉRMICA - 2 DEFINIÇÃO: Argamassa que possui características de isolante térmico, com maior resistência ao puncionamento e à abrasão quando comparada com a ARGATEXSA TÉRMICA 1. PROPRIEDADES É composta de minerais leves, apresentada em forma de pó e necessita somente da adição de água com aditivos especiais para ser empastada. É uma argamassa à base de hidrossilicato de cálcio, aplicada por sistema de moldagem in loco, podendo ser usada em temperaturas de até 600 C e caracterizando-se por não ser inflamável. Resistente e leve, é quimicamente estável e apresenta alta resistência à umidade. Não contém fibras de amianto, não provoca corrosão no ferro. Atende às normas ABNT - EB221/NBR 10662, PETROBRAS-N-1618A, ASTM C-533, MIL-I-24244, MIL - 278IE, E MIL -2819F. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó de granulometria média Cor: Cinza. Aderência: Boa Aplicabilidade: Boa, podendo ser aplicada com colher de pedreiro ou desempenadeira. Coesão: Boa, não apresenta segregação no estado pastoso e não fissura após a cura. Estabilidade à água: Total, não redispersa ao imergir na água, depois de curada. COMPARATIVOS DE RESISTÊNCIA AO CALOR/E AO FOGO Isopor >>>>>>>>> 70 ºC ESPUMOGENS AIS -TEXSA >> 800 ºC Poliuretano rígido> 120 ºC CONCRETO ESTRUTURAL >>> 250 ºC TEXTON 9000 >>> 300 ºC ARGATEXSA TÉRMICA >>>>> 1000 ºC Resistência: A resistência à compressão da argamassa ARGATEXSA TÉRMICA 2, após 72 horas de cura, é adequada para pisos de trânsito leve em terraços ou varandas, podendo ser aplicada diretamente em cima de mantas asfálticas (salvo casos especiais). Resistência à compressão no 28 dia: 55 a 58 kgf/cm². Resistência à punção sub de 1cm = 25 kg Incombustibilidade: Suporta, sem alteração, temperaturas de 600 C. Condutividade térmica: 0,125 kcal/mh C (certificado /86) APLICAÇÕES: Recomendada nos revestimentos adicionais sobre a ARGATEXSA TÉRMICA 1 ou aplicada em: Paredes ensolaradas Paredes e tetos de alvenaria (de barro ou blocos de concreto) Paredes de ambientes resfriados por ar-condicionado. Paredes divisoras de ambientes aquecidos (saunas, cozinhas, banheiros, etc) ou corta fogo. Tubulações de água quente ou fria. Outras aplicações onde se necessita de uma argamassa isolante de acabamento final. do I.N.T. - ASTM C-177 e C-680). MODO DE USAR: Pode ser preparada com os aditivos PLASTOFIX e MORTER. Coloca-se na betoneira a água necessária e despeja-se a ARGATEXSA TÉRMICA 2 despejando-o lentamente para não fazer poeira. Liga-se a betoneira deixando bater, durante 5 minutos, para se ter perfeita homogeneidade. Traço com água: 15,00 kg de ARGATEXSA TÉRMICA 2 (1 saco) com 9,00 litros de água. Depois de confeccionada a massa, aplicá-la sobre uma superfície previamente umedecida, na espessura máxima de 2,0 cm, de cada vez, dando acabamento liso ou camurçado. O tempo de trabalho da massa ARGATEXSA TÉRMICA 2 é de uma a duas horas, aproximadamente, com cura em 7 horas. RENDIMENTO: Variável, de acordo com a base em que estiver sendo aplicada. Como valor médio, podemos considerar 12 kg por m² com 1 cm de espessura. ACABAMENTO FINAL: Recomendamos os revestimentos TEXTON R ou ACRIL TEXSA CODEGRAN, por serem impermeáveis às águas projetadas e permeáveis ao vapor d água, propriedades necessárias para se obter uma perfeita circulação dos gases e bom desempenho do sistema. ARMAZENAMENTO: Seis (06) meses na embalagem original fechada, resguardada das intempéries. EMBALAGEM: Sacos plásticos - 10 kg líquidos 67

68 ARGATEXSA TÉRMICA - 3 DEFINIÇÃO: Micro argamassa que isola o calor dos raios solares. É impermeável às águas projetadas por chuva e vento, resistindo à pressão hidrostática acima de 2,319 g/cm 2 ; tem resistência ao fogo, suportando chamas acima de 1200 o C; tem alta resistência ao puncionamento e à abrasão; tem em sua composição partículas leves; é quimicamente estável e apresenta alta resistência à umidade. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Argamassa composta de granulometria média. Cor: Branco gelo. Aderência: Boa Aplicabilidade: Boa, com ferramentas convencionais. Coesão: Boa, não apresenta segregação e não fissura após a cura. Estabilidade à água: Total à água projetada, depois de curada. Resistência: Boa resistência à compressão. Resistência a punção sub de 1cm = 25 kg Densidade aparente : kg/m³. Cura: 03:30 horas. Incombustibilidade: Suporta, sem alteração, temperaturas de 5 C até 600 C. APLICAÇÕES: Fabricada industrialmente para substituir o emboço e reboco tradicionais sobre alvenarias e concretos, em paredes ensolaradas, paredes divisoras de ambientes aquecidos (saunas, cozinhas, banheiros, etc) ou corta fogo, em tetos, paredes que dividem ambientes refrigerados e os préaquecidos. É adequada para pisos de trânsito leve em terraços ou varandas, podendo ser aplicada diretamente em cima de mantas asfálticas (salvo casos especiais). MODO DE USAR: Pronta para ser usada, basta adicionar água e homogeneizar. Coloca-se na betoneira a água necessária, despeja-se a ARGATEXSA TÉRMICA 3 lentamente para não fazer poeira, liga-se a betoneira deixando bater durante 5 minutos para se ter perfeita homogeneidade. Empastamento : 1 saco = 25 kg com 4 litros de água (16%). RENDIMENTO: Variável, de acordo com a base em que estiver sendo aplicada. Como valor médio, podemos considerar 15 kg/m² para 1 cm de espessura. ACABAMENTO FINAL: É altamente estável em sua cor natural, que é o branco gelo, podendo ser pintada com TEXTON L ou ACRIL TEXSA CODEGRAN em diversas cores. É um revestimento de longa perenidade e de melhor desempenho do que pastilhas ou cerâmicas, porque não cai e é impermeável à molécula da água e permeável aos gases. Sua vida útil pode ser estimada em, no mínimo 25 anos. ARMAZENAMENTO: 6 (seis) meses na embalagem original fechada, resguardada das intempéries. EMBALAGEM: Sacos plásticos - 25 kg, líquido. 68

69 69

70 AIS-TEXSA È um cimento enriquecido com aditivos especiais. Quando misturado à água, em condições determinadas, produz uma infinidade de diminutas bolhas que são incorporadas à mistura, produzindo um concreto leve espumado de excelentes propriedades térmicas, impermeáveis e mecânicas. É 100% IMPERMEÁVEL, É RESISTENTE AO FOGO E NÃO ALIMENTANDO AS CHAMAS. PREPARAÇÃO DO Adaptar o mesclador em uma furadeira de 1800 a 2400rpm e alocar sobre o centro de um tambor de 200 litros ou de um balde de 18 litros. Assim se cria a condição do ser fabricado, para se ter o material isolante impermeável e de boa leveza e boa resistência à compressão e ao fogo. PROPRIEDADES - ADQUIRIDAS Condutibilidade térmica: Coeficiente λ (lambda) de 0,08 a 0,09 kg/cal/m/h/ºc Densidade úmida: 0,580 kg/cm3 Densidade seca: 0,430 kg/cm3 Resistência à compressão: 7,0 kgf/cm2 Resistente ao fogo 900ºC, não tóxico. Dureza: de 1 a 5 dias, podendo receber diversos materiais: argamassa, contrapiso, piso cerâmico etc. APLICAÇÕES - O concreto impermeável pode ser lançado em fôrmas para diversos tipos de prémoldados como: painel de 1,00 x 0,50 x 0,10 m para substituir e levantar parede de alvenaria e em outros painéis isolantes rígidos contra o calor e ao fogo. Diminui a carga estática sobre as estruturas pela sua leveza. - Protetor de bueiros, caixas e tubulações enterradas, que oscilam em locais de emersão com o fluxo do tráfico. - Sobre lajes de coberturas impermeabilizando-as e isolando-as termicamente. - Também permite criar depressões ovalóides com riscos entre eles, assim reduzindo e absorvendo o Som, quando oposta à superfície dura e lisa. - Por ser impermeável, o concreto pode criar desnível para facilitar as águas corredeiras na direção dos ralos nas lajes de coberturas e preencher câmaras de ar, (vazios etc). - espuma curada, para ficar resistente à punção e à abrasão, deve receber uma proteção mecânica, feita com ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10mpa com 10mm de espessura e juntas plásticas periféricas próximas aos paramentos. - Nas coberturas das lajes expostas a espuma impermeabiliza, isola do calor e do frio, quando aplicada sobre as lajes ou telhados. - Isola câmara frigorífica, porta corta fogo etc, etc. EMBALAGEM BALDE DE 18L - 18kg líquido VEJA NA PAGINA Nº 142 DESENHO GENÉRICO ARGAMASSA DE MELHOR DESEMPENHO E QUALIDADE SE FAZ COM O MELHOR ADITIVO-MORTER CB OU COM AS INDUSTRIALIZADAS DE FABRICAÇÃO DA TEXSA BRASILEIRA DE GARANTIA TOTAL PROTEJA E ISOLE TERMICAMENTE OS TELHADOS CONTRA FOGO, GRANIZO, CHUVA DE VENTOS FORTES E BALÕES. 70

71 TEXTON 9000 IGNÍFUGO DEFINIÇÃO: Revestimento isolante térmico refletor, formado por ligantes bicompostos hidráulicos modificados com aditivos melhorados e formulados com fibras minerais tratadas, gerando substância que dificulta ou impede a combustão, o calor radiante e a difusão dos raios ultravioletas. Aplica-se diretamente sobre suportes convencionais da construção (telhas, argamassas, concretos, etc.) e superfícies de amianto, isopor, poliestireno extrudado ou expandido, sistema de isolamento integral do tipo ARGATEXSA TÉRMICA 1, ARGATEXSA TÉRMICA 2, etc. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Densidade pastosa - 1,170 PH - 7,5 ± 0,1 ENSAIOS: Os ensaios de isolamento térmico foram realizados segundo norma de controle de qualidade TEXSA, com ciclos de: 12 horas a 40 o C e 24 horas a 60 o C (1:30 hora projetando água) Depois de 30 ciclos o produto mostrou-se estável sem nenhuma fissuração nem deformação.. PROPRIEDADES: Frente ao fogo: dificulta a combustão dos materiais de fácil combustão: isopor, papel, etc Totalmente impermeável às águas projetadas. Permeável ao vapor d'água, permitindo que o suporte respire. Aderência perfeita e contínua sobre os suportes. Resistente ao ar salino. Facilmente lavável. Produtividade - em uma só operação consegue-se um acabamento de cobertura ondulado. Acústica - aplicado sobre superfície dura, reduz a reverberação do som em 40%. APLICAÇÃO: A aplicação é manual e simples, bastando usar uma trincha de 4'' espichando o produto em uma só direção. Pode-se, igualmente, aplicá-lo mecanicamente, usando as máquinas clássicas idealizadas para tal. CONSUMO: Aproximadamente, 1,100 Kg/ m2. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L 5,6 kg, líquido Baldes - 18 L - 27 kg, líquido. T(º C) Gráfico comparativo de absorção de calor T( ) Teste realizado emequipamento apropriado - fonte de calor = Lâmpada infra-vermelha de 250w/120v Placa de amianto - Pintura de TEXTON L - cor verde Placa de amianto - Sem pintura Placa de amianto - Pintura de Isotexsa 71

72 MANTAS ASFÁLTICAS MORPLAVA MORPLAVA ALUMÍNIO MORTER - PLAS N MORTER - PLAS ALUMÍNIO MORTER - PLAS RR MORTER - PLAS FELTRO POL 72

73 MORPLAVA DEFINIÇÃO: Manta termoplástica impermeável para uso como barreira de vapor e impermeabilizante. CARACTERÍSTICAS: Componentes: Asfalto polimérico e filmes de polietileno. Obs.: A MORPLAVA 2,5 mm auto adesiva possui como estrutura central um filme de polietileno e faixas laterais descartáveis. APLICAÇÕES: Barreira de vapor em câmaras frigoríficas até < 0 o C. Lajes de cobertura antes da aplicação do isolamento térmico. Impermeabilização de áreas frias e de estruturas estáveis, tais como: banheiros, cozinhas, sótãos e áreas debaixo de telhados, etc. Revestimento anticorrosivo sobre superfícies metálicas enterradas. MODO DE USAR: MORPLAVA é colada sobre paredes e pisos previamente regularizados, com os adesivos PLASTIPEGANTE e PLASTIPEGANTE MASSA, seguindo a orientação contida nas respectivas fichas técnicas. RENDIMENTO: Deve-se prever um consumo de 10% a 15% maior do que a área a ser impermeabilizada, o que corresponde à perda e às sobreposições nas emendas. ACONDICIONAMENTO: As mantas são fornecidas em rolos de 10 m de comprimento por 1,10 de largura, nas espessuras de 1,5mm e 2mm. CONTEMPLAR SUAS OBRAS NÃO É USAR O MAIS BARATO E SIM O MAIS DURÁVEL. SISTEMA TEXSA PADRÃO DE DESEMPENHO E PERENIDADE DESDE

74 MORPLAVA ALUMÍNIO DEFINIÇÃO: Manta asfáltica auto-protegida com folha de alumínio puro, pré-fabricada industrialmente, para uso como impermeabilizante, barreira de vapor e proteção térmica de telhados e coberturas. CARACTERÍSTICAS Componentes: Duas camadas de asfalto polimérico auto adesivo, revestidas em uma das faces por uma lâmina de alumínio gofrado, e na outra face por um filme plástico descartável ou um filme de polietileno anti-aderente, com estrutura central composta de um filme delgado de polietileno. APLICAÇÕES Impermeabilização em telhados e calhas de fibrocimento, madeira, alumínio, etc., dispensando outros acabamentos. Impermeabilização de coberturas de trânsito ocasional. Como barreira de vapor em câmaras frigoríficas, etc. MODO DE USAR: MORPLAVA ALUMÍNIO é colada sobre paredes e pisos previamente regularizados, aderida com os adesivos PLASTIPEGANTE ou PLASTIPEGANTE MASSA, seguindo a orientação contida nas respectivas fichas técnicas. No momento da colagem o filme descartável é removido deixando o asfalto autoadesivo exposto, garantindo uma perfeita aderência. A aplicação do adesivo é feita somente sobre o suporte, quando a face inferior for revestida pelo filme descartável. Pode-se auxiliar a colagem com um leve aquecimento superficial do asfalto com um maçarico de gás GLP e assim obter-se a aderência máxima instantaneamente. RENDIMENTO: Deve-se prever um consumo de 10% a 15% maior do que a área a ser impermeabilizada, o que corresponde à perda e às sobreposições nas emendas. ACONDICIONAMENTO: As mantas são fornecidas em rolos de 10 m de comprimento por 1,10 de largura, nas espessuras de 2mm e 3mm. QUADROS DE CORTES E DE DETALHES DE MANTAS TERMOPLÁSTICAS EM JUNTAS ESTRUTURAIS, RALOS E TUBULAÇÕES. ECONOMIA NÃO É O MAIS BARATO E SIM O MAIS DURÁVEL SISTEMA O TEMPO PASSA A ÁGUA NÃO 74

75 QUADROS DE CORTES E DE DETALHES DE MANTAS TERMOPLÁSTICAS EM RALOS, SAIAS, TUBULAÇÕES ASCENDENTES E EXECUÇÃO CORRETA DE PÉS DE COLUNAS E ÂNGULOS EXTERNOS. CORTE DA MANTA P/ EXECUÇÃO DO ÂNGULO INTERNO SOBRE O TRIEDRO DETALHE DE ARREMATE ENCONTRO DE PARAMENTO VERTICAL C/A LAJE. Se quiser qualidade e desempenho com uma só manta, use a manta do sistema alto aderente, de 3 ou 4 mm de espessura. de vedações MORTER PLAS 75

76 MORTER - PLAS N Manta termoplástica, composta por lâminas plásticas contínuas intercaladas por asfaltos poliméricos recobertos superficialmente com filmes de polietileno. CARACTERÍSTICAS: Componentes: Duas camadas de asfalto polimérico com um filme central de polietileno, revestida em uma das faces com um filme de polietileno impresso e a outra face com um filme de polietileno incolor antiaderente ou um filme descartável. Ao longo das bordas da manta, onde se faz a sobreposição para a soldagem das emendas, leva fitas plásticas descartáveis. MORTER-PLAS N atende à norma NBR 9952 no tipo 1. Manta de alta qualidade, com capacidade de alongamento e deformação excepcional, atendendo, sem esforços, às solicitações de compressão e tração das estruturas, garantindo um desempenho superior. Não se rasga quando submetida ao ensaio de compressão e tração simultaneamente (ensaio adaptado do teste "Lobo Carneiro"). APLICAÇÕES: Industrialmente pré-fabricada para impermeabilização contra a água e os gases que atuem nos elemento construtivos de: - Lajes de coberturas, transitáveis ou não, marquises e telhados. - Depósitos, reservatórios, piscinas, caixas d'água e cisternas. - Subsolos ou galerias subterrâneas. - Estruturas, pontes, estradas, represas e obras públicas em geral. Juntas de dilatação estruturais, em lajes ou pré-moldados, canais de irrigação, lagos, piscinas, etc., aplicada diretamente sobre a terra. MODO DE USAR: Para orientar o trabalho, consultar o Guia de Aplicação de Mantas da TEXSA. Para mais informações adquira, também, o "Manual de Impermeabilização e Isolamento Térmico" de Aimar Cunha e Walter Neuman e consulte o nosso site RENDIMENTO: Deve-se prever um consumo de 10% a 15% maior do que a área a ser impermeabilizada, o que corresponde à perda e às sobreposições nas emendas. ACONDICIONAMENTO: As mantas são fornecidas em rolos de 7 m de comprimento por 1,10 de largura, nas espessuras de 3mm e 4mm. MARCA SÓ É QUALIDADE QUANDO GARANTE O DESEMPENHO MANTA MORTER-PLAS DE 3 OU 4 MM NA IMPERMEABILIZAÇÃO O DESEMPENHO FICA GARANTIDO EM SUAS OBRAS 76

77 1 Manta termoplástica MORTER-PLAS 4mm ADERIDA sobre a imprimação 2 Prumada com 2 de diâmetro (ralo) 2-a- Junta de articulação, no perímetro 2cm de largura, preencher com JUNTER F preto 3 Rufo em estrias feitas c/diplas EXTRA FORTE - colagem dos 1 os tijolos. idem rufo superior sobre o perímetro das mantas e a barreira após 1,20 metro além da soleira. 4 Imprimação feita c/texfilm-ferroso consumo 130 g/m 2 5 Desnível impermeável traço 1:6 cimento RP-MORTER e areia fina média e grossa 6 Paramento superior em desnível de 2% para o interior da laje, Fazer com micro concreto R - MORTER. 7 Emboço impermeável traço 1:6 cimento impermeável RP-MORTER e areia fina média e grossa, acabamento liso com desempenadeira de aço. 8 Piso plaqueado e articulado impermeável traço 1:4 cimento impermeável RP-MORTER e areia fina media e grossa, acabamento liso com desempenadeira de aço. 77

78 MORTER - PLAS ALUMÍNIO DEFINIÇÃO: Manta multilaminar contínua à base de betume polimérico com armadura central de polietileno e acabamento protetor decorativo em lâmina contínua de alumínio gofrado na cor natural. CARACTERÍSTICAS: Componentes: Duas camadas de asfalto polimérico, com um filme central de polietileno, revestida em uma das faces com uma lâmina de alumínio gofrado, e a outra face com um filme plástico descartável. Ao longo de uma das bordas da manta, onde se faz a sobreposição para a soldagem das emendas, leva fitas brancas descartáveis para serem removidas (puchadas) em ângulo de 90º. APLICAÇÕES: Impermeabilização em telhas de fibrocimento, de madeira, etc., dispensando outros acabamentos. Impermeabilização de lajes de cobertura que tenham necessidade de serem impermeabilizadas e que não suportem um acréscimo de carga estática, em lajes com declive superior a 3% e em coberturas com trânsito ocasional para limpeza e manutenção. Como impermeabilizante para vigas, marquises, paramentos, rufos, bordas e outros arremates. MODO DE USAR: Para orientar o trabalho, consultar o Guia de Aplicação de Mantas da TEXSA. Para mais informações adquira, também, o "Manual de Impermeabilização e Isolamento Térmico" de Aimar Cunha e Walter Neumann e consulte o nosso site RENDIMENTO: Com a perda devida à sobreposição para a soldagem das emendas, os rolos de manta MORTER-PLAS ALUMÍNIO oferecem 7,0m 2 de área útil. ACONDICIONAMENTO: Rolo com 7 m de comprimento, 1,10 de largura e 3 mm de espessura (7,7m 2 ). SOBREPOSIÇÃO DAS MANTAS REVESTIDAS COM FOLHA DE PURO ALUMÍNIO SUPERFÍCIE DE ALUMÍNIO FICA PROTEGIDA DE RAIOS QUANDO FICAM PINTADAS COM TEXTON-L ARGAMASSA DE MELHOR DESEMPENHO E QUALIDADE SE FAZ COM O MELHOR ADITIVO - MORTER CB 78

79 MORTER - PLAS RR DEFINIÇÃO: Manta asfáltica impermeável, fabricada industrialmente, com armadura central de filme de poliéster. CARACTERÍSTICAS: Componentes: Duas camadas de asfalto polimérico estruturadas com um filme central de poliéster (politereftalato de etilenoglicol), revestida em uma das faces com um filme de polietileno impresso e a outra face com um filme de polietileno incolor anti-aderente ou um filme descartável. Ao longo das bordas da manta, onde se faz a sobreposição para a soldagem das emendas, leva fitas descartáveis. As mantas MORTER-PLAS RR atendem à norma NBR 9952 "Mantas Asfálticas com Armadura, para Impermeabilização", no tipo 2. APLICAÇÕES: Floreiras e jardineiras, para pequenos arbustos (1,2 m). Bacias de coleta de líquidos e canais de irrigação, executados diretamente sobre o terreno. Impermeabilizações, de modo geral: lajes, subsolos, caixas d'água onde uma elevada resistência à perfuração é indispensável. Resistente a brotos de capim e raízes de pequenos arbustos, plantas, etc. MODO DE USAR: Para orientar o trabalho, consultar o Guia de Aplicação de Mantas da TEXSA. Para mais informações adquira, também, o "Manual de Impermeabilização e Isolamento Térmico" de Aimar Cunha e Walter Neumann e consulte o nosso site RENDIMENTO: Deve-se prever um consumo de 10% a 15% maior do que a área a ser impermeabilizada, o que corresponde à perda e às sobreposições nas emendas. ACONDICIONAMENTO: As mantas são fornecidas em rolos de 7 m de comprimento por 1,10 de largura, nas espessuras de 3mm e 4mm. 79

80 1 ) ESTRIAS DE DIPLAS EXTRA FORTE para colar e fixar os primeiros tijolos na laje 2 ) MORTER PLAS 3mm, impermeabilização e separação dos materiais similares para atender momentos estruturais e dificultar as reverberações do som 3 ) Espuma AIS-TEXSA suporta até 800 ºC e compressão 14 kgf/m 2 4 ) Impermeabilização com TEXFILMFERROSO em 130 gr/m 2 5 ) Piso 100% impermeável feito na espessura de 2,5 cm com ARGATEXSA Mpa 10 6 ) Proteção contra migração dos óleos de máquina e motores feita com STOP OIL na espessura de 1,5 mm 7 ) Piso EMUGRAVA R1 protegido com TEXFILMFERROSO em 130 gr/m2 8 ) Desnível, proteção com micro concreto R MORTER 9) Pintura do TEXFILMFERROSO com 130 g/m2 80

81 MORTER - PLAS FELTRO POL DEFINIÇÃO: Manta plástico-asfáltica impermeável e flexível, autoprotegida por uma manta de feltro de poliéster, produzida industrialmente por processo contínuo. É fornecida em rolos para ser aplicada numa só operação como monocapa capaz de absorver as deformações próprias das estruturas, sem se romper. Nos testes realizados com as mantas MORTER PLAS FELTRO/POL ficou demonstrado sua excelente resistência mecânica à tração, puncionamento e agressão mecânica. ESCLARECENDO VER A FIGURA CARACTERÍSTICAS: Componentes: Duas camadas de asfalto polimérico estruturadas com um filme central de polietileno. Uma de suas faces é revestida com um não tecido de poliéster de 0,20 kg/m 2 e a outra face com um fino filme de polietileno incolor. APLICAÇÕES: Aplicada onde normalmente se aplicam as mantas TEXSA, especialmente nos lugares onde a agressão à manta, durante a execução da obra, não pode ser evitada, com a vantagem de possuir uma proteção mecânica incorporada, o que dispensa a aplicação de argamassa de proteção primária. Obs. É importante verificar a granulometria da base em virtude da espessura de 2 mm da manta MORTER PLAS FELTRO/POL. Em bases com granulometria irregular, utilizar o produto PLASTIPEGANTE MASSA para a colagem da manta na base. MODO DE USAR: Para orientar o trabalho, consultar o Guia de Aplicação de Mantas da TEXSA. Para mais informações adquira, também, o "Manual de Impermeabilização e Isolamento Térmico" de Aimar Cunha e Walter Neumann e consulte o nosso site RENDIMENTO: São necessários 1,10 m² de manta para impermeabilizar 1m ² de superfície. A este valor devem ser acrescidas as áreas referentes ao contorno dos rodapés e das colunas, arremates de ralos, etc., ou qualquer outro detalhe que necessite ser recoberto pela manta. ARMAZENAMENTO: Recomenda-se que o material não permaneça estocado por um prazo excessivamente longo, principalmente nos canteiros de obras onde as condições de estocagem são geralmente precárias. Em nenhuma hipótese as pilhas deverão ser formadas com bobinas cruzadas. ACONDICIONAMENTO: As mantas são fornecidas em rolos de 10 m de comprimento por 1,10 de largura, na espessura de 2mm e 7 m de comprimento por 1,10 de largura, na espessura de 3 e 4mm. 81

82 Veja abaixo exemplo de impermeabilização sobre laje cota 0 NAS PAREDES, EVITAR O MAU CHAPISCO CAUSADOR DAS TRINCAS EFISSURAS NO EMBOÇO. DO MODO ABAIXO VOCE TERA DESEMPNHO E QUALIDADE. 82

83 MASTIQUES JUNTER F TEXSA 400 SELARJUNT ACRÍLICO 83

84 JUNTER F DEFINIÇÃO: Massa plástica/elástica, de aplicação a frio, para enchimento e vedação de juntas de articulações. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Mastique Resistência de compressão : incompressível Cores: Preto, creme, cinza ou branco Componentes: Borracha sintética, carbono molecular e cargas minerais. APLICAÇÕES: O campo de aplicação do mastique JUNTER F é muito grande, devido à sua versatilidade, tendo sido usado com resultado positivo na selagem e vedação de: - Depósitos, tanques e silos. - Canais de drenos, em contato permanente com a água. - Juntas de dilatação horizontal e vertical, de estruturas em concreto ou aço. - Selagem de tubos de concreto, tampa de bueiro, fibrocimento, cerâmica, etc. - Na fixação e selagem de telhados de fibrocimento, telhas de barro, chapas de zinco, ferro, folhas de flandres, etc. - Em Janelas, boxes, calhas, clarabóias, etc. - Vedação em montagens hidráulicas, de flanges, ralos, sifões, etc. - Fixação e vedação de tampas de ferro ou concreto em bueiros etc. MODO DE USAR: As juntas de articulação a serem vedadas com a massa JUNTER F deverão ter medidas adequadas, guardando uma proporção conveniente entre a largura e a profundidade. Em geral, a profundidade será pelo menos igual, e quase sempre maior que a largura, dependendo do movimento previsto. As laterais da junta devem ser bem preparadas, estar limpas e com arestas firmes. Imprimar as laterais com FIXFILM, ou JUNTER PRIMER. Os bastões do mastique JUNTER F podem ser modelados à mão ou transformados em fitas com largura e espessura convenientes. Para reduzir o diâmetro pode-se rolar um pedaço do bastão de mastique sobre uma superfície plana ou pressionar com rolo de massa de fazer pastel, transformando em fitas. Pressionar a massa JUNTER F preenchendo toda a junta até o fundo, sem deixar nenhum espaço vazio, garantindo seu contato total com as superfícies internas das juntas. No caso de juntas profundas, que não necessitem ser totalmente preenchidas com JUNTER F, criar um fundo artificial com um material de enchimento, tal como espuma de poliestireno, espuma de poliuretano, borracha, etc., até a altura necessária. RENDIMENTO: É calculado baseado nas dimensões da junta e na densidade da massa a ser aplicada, adotando-se a seguinte fórmula para o cálculo, M = d x V, onde: M = peso do produto a ser aplicado, em kg d = densidade da massa 1,60 g/cm 3 V = volume em litros da junta a ser preenchida pela massa. ACONDICIONAMENTO: Caixas de papelão: 16,0Kg líquido, contendo 40 bastões com 2,5cm de diâmetro e 50,0cm de comprimento. 84

85 TEXSA 400 DEFINIÇÃO: Mastigue emulsionado para vedação a frio de juntas de dilatação. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Mastigue emulsionado Cor: Preto Componentes: Borracha sintética, aditivos poliméricos e asfalto Densidade: 1,44 g/cm 3 Sensibilidade térmica: Resiste a temperaturas de 0 o C a 115 o C, sem ficar quebradiço ou fluido. APLICAÇÕES: Na selagem e vedação de: - Depósitos, tanques e silos - Canais de drenos, em contato permanente com a água - Juntas de dilatação verticais e horizontais de estruturas - Selagem de tubos de concreto, fibrocimento, cerâmica, etc. - Coberturas, telhas, chapas de zinco, tampas de bueiro, etc. - Montagens hidráulicas, em flanges, tubos, ralos, roscas, sifões, etc., como anel ou espiral de vedação. - Parafusos e elementos de fixação e sustentação que atravessarão uma base impermeabilizada. MODO DE USAR: Limpar a área que receberá o TEXSA 400, eliminando poeiras, impurezas, óleos, graxas e quaisquer outras substâncias antiaderentes. Preparada a área, aquecer água à temperatura de 35 o C a 45 o C, em uma lata, e imergir pedaços de TEXSA 400 na água aquecida. Em seguida, amassar o produto com as mãos para a eliminação da água contida no mesmo, moldando-o, simultaneamente, para sua aplicação. À medida que a água é eliminada, a pegajosidade do produto aumenta, quando, então, estará pronto para ser aplicado. RENDIMENTO: É calculado baseado nas dimensões da junta e na densidade do produto. ACONDICIONAMENTO: Baldes: 18 kg líquido (7 kg sólidos + 11 kg meio aquoso) Tambores: 170 kg líquido (70 kg sólidos kg meio aquoso) 85

86 SELARJUNT ACRÍLICO DEFINIÇÃO: Massa plástica/acrílica para selar, encher e vedar juntas, de aplicação a frio, de excelente resistência ao ozônio. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Massa Cor: Branca (outras cores sob consulta) Componentes: Resina acrílica, aditivos e cargas minerais APLICAÇÕES: Principais usos: - Juntas de dilatação, vertical e horizontal. - Juntas que necessitam de resistência a solventes. - Calafetação de esquadrias, portas, janelas, pisos, etc. - Juntas de articulação de piso plaqueamento. - Vedação de clarabóia, etc. - Acabamento sobre outros mastiques expostos ao intemperismo MODO DE USAR: Preparar as juntas deixando as laterais limpas e as arestas firmes. Retirar o produto da lata e colocar em um cartucho, ou aplicar com espátula. Espremer para dentro da junta em camadas de, no máximo, 3 mm a 4 mm de espessura de cada vez. Aguardar, no mínimo, 2 horas entre camadas sucessivas. RENDIMENTO: Em juntas de dilatação, o consumo é baseado nas dimensões da junta, considerando-se a densidade do produto e adotando-se a fórmula M = d x V, onde: M = quantidade de SELARJUNT em kg d = densidade = 1,45 g/cm 3 V = Volume em litros da junta a ser preenchida ACONDICIONAMENTO: Galão: 5,00 kg líquido 86

87 PISOS ARGAMASSA AUTONIVELANTE ARGAMASSA PARA PISO DRENANTE BETUPISO N e AD EMUGRAVA BRANCO EMUGRAVA R1 TEXSA PISO FIXTEXSA PÓ 87

88 ARGATEXSA AUTONIVELANTE DEFINIÇÃO ARGATEXSA AUTONIVELANTE é um composto cimentício para cobertura de qualquer piso, produzindo uma superfície lisa, de média absorção e com propriedade de semiflexão, nas espessuras desde 3 a 4mm e de 1 a 2cm. A aplicação proporciona, sobre as superfícies ásperas ou camurçadas, acabamento liso e nivelador nos planos do suporte (base), e oferece máxima área de aderência. Ideal para camuflar, colar ou assentar vários tipos de material: piso cerâmico, carpete, parquê, paviflex, pisos azulejados, pisos plásticos, assoalhos colados, etc, bem como ele próprio ser usado como piso decorativo com pintura. CARACTERÍSTICAS Aspecto: pó cinzento claro Acabamento: liso, dispensa brunimento. Agitação mecânica: 1000/1500 rpm. Densidade ÚMIDA: g/cm3 Endurecimento: início, 2 horas Fluidez no plano: boa Resistência de compressão em 5 dias: 231 kgf / cm2 = 23 Mpa. Resistência à punção: 25 kg / cm2 Intervalo entre lançamentos: 10 minutos. Nos lançamentos contínuos, o intervalo entre eles deve ser de 5/10 minutos. APLICAÇÕES Fácil de aplicar sobre lajes, argamassas, pavimentos velhos em decomposição ou em lâminas finas de erosão, chapas ou pisos de ferro, etc. A superfície suporte deve estar firme, limpa e umedecida, isenta de poeira, de ceras e gorduras, brocas, ninhos e razoavelmente regularizada. Chapas ou pisos de ferro enferrujado devem ser previamente tratados com OXIPRIMER VERNIZ que transforma a ferrugem em fosfato e deixa uma capa protetora de asfalto. Pode ser misturado com até três (3) partes de areia fina, média e grossa para execução de pisos com espessura de até 2,5 cm, com propriedade autonivelante e que, por isso, dispensa a mão de obra de brunimento, deixando as superfícies com acabamento monolítico em sua cor natural. O piso produzido forma um pavimento de superfície monolítica, lisa e delgada, de boa resistência à punção e de baixo coeficiente de atrito e absorção d água. MODO DE USAR Sobre bases firmes, limpar com esfregação enérgica feita com escovão de piaçaba. Em bases levemente empoeiradas recomenda-se imprimar com PLASTOFIX-SOLGLOUT. Mesmo aplicado na espessura de 1,5 ate 2,5 cm se auto nivela Pode também ser usada como argamassa reparadora para pisos decompostos. Quando misturado com areia para aplicar espessuras maiores, depois de misturado, lançar sobre o centro da base, auxiliar com leve trepidação e oscilando para que a massa fique autonivelada dispensando o serviço de brunimento. PREPARO Misturam-se 8,750 litros de água (35%) ao saco de 25 kg da ARGATEXSA AUTONIVELANTE em operação simultânea, em masseira industrializada ou, melhor, em betoneiras. Pode também ser homogeneizada com o disco dispersor adaptado em furadeira elétrica ou outro agitador apropriado. Homogeneizada a mistura, que ficará bem fluida e sem grumos, derramar sobre a superfície previamente umedecida, veja que ele se espalha de modo uniforme. Em grandes áreas você pode com uma colher lisa ou uma desempenadeira de chapa de aço fina em movimento de ir e vir de modo freqüente e oscilação vibratória comprimindo a tensão superficial da massa contra a base. Por ser um composto cimentício deve ser aplicado em espessuras de 3 mm ou 4 mm, na restauração dos pisos que apresentam erosão ou desgastes, e pequenos desprendimentos do corpo ou face das superfícies. ARGATEXSA AUTONIVELANTE aplicada como piso sobre laje na espessura de 2 cm oferece um consumo de 19,00 Kg por m 2 (1m2 x 1cm) de 1cm de espessura, logo 2cm = 38,00 Kg por m 2. Por exemplo um Box de banheiro com 1m 2 de piso é só misturar, lançar no centro e a massa se nivela sozinha. Para um processo de controlar a cura, é recomendado aplicar o produto FLEXCURESOL que uniformiza e controla a cura. 88

89 PISO OU CONTRA PISO : Quando aplicada como argamassa de piso ou de contra piso a ARGATEXSA AUTONIVELANTE pode ser misturada em traço 1:3 (25+75) de areia lavada fina, média e grossa. Misturados, lance sobre a base de modo contínuo e oscilante (tremendo) vibrando a enxada em posição vertical e comprimindo contra a base para que a argamassa caminhe entre meio as marcações dos pontos de níveis de 2,5 cm de altura, para que se auto nivele. Recomendamos que no caso de aparecer durante o processo da cura micro-trincas, seja aplicado sobre o piso ARGATEXSA AUTONIVELANTE, com trincha, o piso liso plastificado STOP-MORTER 107. ESTOCAGEM Pode ser estocado em local fresco e seco por 6 meses. RENDIMENTO Para um revestimento com espessura entre 3 mm a 4 mm, prever um consumo de 3,5 kg/m 2 a 4 kg/m EMBALAGEM Saco plástico de 25 kg. Hélice para a mistura mecânica Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou texsa. TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

90 ARGAMASSA PARA PISO DRENANTE DEFINIÇÃO: Argamassa composta com aditivos que, na formação de concreto permeável, desenvolve espaços vazios formando piso drenante, mantendo-o com resistência de compressão, ao ser traçada com brita 0 que tem formas hexagonais irregulares, sendo traçada na proporção de 1:4, e acrescida com 5% de água para causar uma coesão de tração sobre as britas, deixando-as ligadas, porém com vazio entre elas. Assim, se obtém o concreto para pisos drenantes perfeitamente permeáveis à água que se infiltra através dos vazios formados. A mistura deve ser lançada sobre um desnível de argamassa ou quaisquer outras superfícies levemente inclinadas; O piso, que depois de curado permitirá a migração das águas de percolação continuamente para o suporte inferior, não deixa causar erosão ou assoreamento da base. De cura rápida, a resistência à compressão 43,00 kgf/cm 2, na espessura de 10 cm, se obtém em 12 horas de. O composto granulométrico torna a pavimentação de alta resistência. Na espessura de 10 cm, o consumo por m 2 é de 190 kg VEJA COMO É FÁCIL FAZER O PISO DRENANTE. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Cinzento Endurecimento: 2 horas, depois de aplicado. Resistência inicial: 5 Mpa em 2 horas. Resistência pontual: Diâmetro 1 cm 2 = 18 kg/cm 2 Resistência pontual: Diâmetro 10 cm 2 = 21 kg/cm 2 APLICAÇÕES: - Em pavimentação de estradas, ou para fazer um grande piso permeável. - Como dreno ou sumidouro ao redor dos ralos das lajes impermeáveis nas coberturas, nos pilotis, calhas, passarelas, pisos decorativos, entre meio às pedras quadradas ou retangulares, fundos de poços artesianos, etc. - Na confecção de corredeiras ao longo de ruas e estradas asfaltadas, nos perímetros paralelos de vias públicas ou na execução de pisos drenantes. - Para se industrializar placas pré-moldadas, pisos articulados, no local da obra. Nestes casos recomendamos que as formas sejam feitas em chapas de aço ou madeirit plastificado. Não deixar de usar nas formas o DESMOLTEXSA A, S ou GEL para facilitar a desforma. - Como dreno para circulação e exsudação dos gases da base (plano inferior), em grandes pátios, áreas de estacionamento de veículos, etc. - Na execução de pavimentação nas áreas de afundamento (efeito côncavo) de ruas ou avenidas, em locais de grande distância dos esgotos viários, etc. - Como dreno na sub base (fundo) de quadras esportivas. Promove estabilidade do piso e diminui o consumo de água nas quadras de saibro etc. MODO DE USAR: Despeje o conteúdo do saco de vinte e cinco (25) quilos em uma betoneira ou masseira que deve ser totalmente estanque, acrescer 100 kg da brita 0 e adicionar 5 % de água (6,25 litros) em relação ao peso da mistura. Homogeneizar e espalhar na área, que deverá estar bem compacta, limpa e levemente umedecida, nivelando e compactando por igual o piso concreto drenante com desempenadeira de madeira. Obs: É recomendado que a quantidade preparada seja bem calculada, para ser aplicada no tempo máximo de 10 minutos, devido à cura rápida do concreto permeável. ACONDICIONAMENTO: Sacos Plásticos de 25kg 90

91 BETUPISO N e AD DEFINIÇÃO: Revestimento à base de asfalto líquido e cargas minerais para pisos, paredes e tetos. Dúctil, com boa resistência ao atrito, impermeável e dielétrico. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Massa Cor: Marrom escuro Diluente: Água APLICAÇÕES: Revestimento de pisos de concreto, para criar uma superfície resistente ao desgaste, que evite a deterioração do concreto, eliminando a poeira provocada pelo desgaste do mesmo, sendo de fácil limpeza e manutenção. Sua boa resistência ao meio alcalino tem bom desempenho nos revestimentos sobre as faces de pilares de concreto que esteja situado junto ao mar. Como revestimento anticorrosivo sobre as faces de pilares de concreto que estejam apresentando corrosão eletroquímica, podendo ser revestido após sua aplicação com TEXTON R, na cor desejada. Como piso em depósitos, quadras de esporte e indústrias. OBS.: Não suporta atritos, como: arraste de pés de "truck", rodas de ferro e objetos que causem corte por arraste ou punção. MODO DE USAR: Lavar bem o piso e deixar secar. Estender o BETUPISO, com desempenadeira de aço dentada ou rodo de borracha dentado, em camada penteada, alisando em seguida, na espessura entre 1,5 mm e 3mm. RENDIMENTO: 2 kg/m 2 a 3 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Balde : 22 kg líquido 91

92 TRATAMENTO SUPERFICIAL SOBRE ESTRADA DE TERRA BATIDA COMO FAZER UM TRATAMENTO SUPERFICIAL SOBRE ESTRADA DE TERRA BATIDA. O tratamento superficial é feito com EMULPRIMER asfalto líquido que cria o primeiro revestimento delgado que é o método de impregnação invertida. A aplicação do EMULPRIMER, derramado com um regador, e as eventuais poças que se formam devem ser espalhadas com uma vassoura de piaçava eliminando o empoçamento formado pelas pequenas depressões da base. Isto propiciará a interligação da primeira camada fina do pó de pedra, e posteriormente receber nova impregnação sobre o agregado de menor e maior dimensão, de acordo com o número de camadas do pó de pedra e brita 0 (traço 1:1), podendo estimar a espessura média de 6mm, ou da mesma espessura da brita 0 usada. Levando em consideração que a 1ª camada foi feita somente com o pó de pedra na espessura 100% fina, este tratamento superficial pode ser simples ou repetir mais duas ou três vezes. A dimensão da brita misturada com pó de pedra permitirá uma perfeita ligadura aos agregados entre si. Logo após efetua-se o espalhamento do pó de pedra com a brita. Praticar com um espalhador (rodo dentado de 2x2cm). Esta espalhação é uma operação bastante importante para regular as ondulações provocadas às vezes pelo excesso da irregularidade da brita, garantindo ao serviço boa qualidade. Caso seja necessário repetir o tratamento superficial, deve ser observada a mesma seqüência de operações com as seguintes quantidades, aproximadamente, de materiais: 1.ª camada Emulprimer 0,500 a 0,600 /m 2 PÓ de pedra 14,00 a 16,00 kg,m 2 (1cm) 2.ª camada Pó de pedra + Brita 0 (2cm) 34,00 a 38 Kg, m 2 HÁ 65 ANOS NA ELABORAÇÃO E NO DESENVOLVENDO DE PRODUTOS DE QUALIDADE E PERFEITO DESEMPENHO PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL. TEXSA BRASILEIRA, UM NOME IMPERMEÁVEL DESDE

93 EMUGRAVA R1 Micro-concreto asfáltico para aplicação a frio, composto de sílica selecionada, aditivos, e de interação molecular com coacrilatos pré-dosificados em solução de cura rápida, insolúvel em água e com flexibilidade permanente. CARACTERÍSTICAS: Cor: preta Aspecto: granulado. Densidade aparente: 1.700kg/m 3. Temperatura de aplicação e estocagem: entre 5 e 35 o C. Plasticidade: boa, em todas as temperaturas ambientes. Resistência química: ótima resistência química à água e a soluções diluídas de sais e ácidos. Tempo de cura: quatro (4) horas. APLICAÇÕES : EMUGRAVA R1 é um excelente micro-concreto asfáltico para pavimentação ou restauração de pisos e rodovias. Sua aplicabilidade, em recuperação de pavimento estrutural, flexibiliza a dinâmica dos movimentos. Pode ser usado em espessuras delgadas. - No preenchimento de juntas de dilatação semi-rígidas, entre os pisos plaqueados, etc. - Como piso antiderrapante e isolante, no tombadilho de navios. - Como piso final sobre espuma de cimento (concreto celular) AIS-TEXSA. MODO DE USAR: O produto é fornecido pronto para uso, bastando derramá-lo e estendê-lo na espessura desejada. Em pavimentações, a superfície suporte deve ser imprimada com TEXFILM, deixando curar por 15 minutos para em seguida espalhar o EMUGRAVA R1 na espessura de 1,5 cm. Compactar com um rolo pequeno, soquete manual ou vibrador, ou ainda, bater com desempenadeira de aço e em seguida alisar. O EMUGRAVA R1, depois de alisado, deve ser deixado curar pelo período de 4 horas, antes de liberar ao trânsito. Se desejar uma decoração final, pinte com o revestimento TEXTON L ou ACRIL-TEXSA SUPER, escolhendo a cor desejada. NOTA: Em pavimentações com N tipo de espessuras, deve ser misturado a cada saco de EMUGRAVA com um quilo e meio de cimento Portland (1,5 kg) previamente empastado com 60% d água para que fique totalmente curado em 24 horas. - Em lajes de cobertura, impermeabilizada e isolada termicamente, antifogo com o isolante térmico AIS-TEXSA - Em quadras esportivas de tênis e outras. - Sobre impermeabilizações feitas com manta termoplástica MORTER PLAS. - Como tapa-buraco de pavimentos de concreto asfáltico ou de concreto. - Em recapeamento de piso asfáltico, piso de concreto, ou reparação de qualquer piso. Em pavimentação de ruas e rampas de garagem e outros, para ter cura e boa resistência com mais rapidez, deve ser adicionado o cimento Portland devidamente empasto com 60% de água para então misturar ao EMUGRAVA R1 bem compactado com rolos manuais de peso superior a 100 kg ou máquina de pavimentação. Em pavimentações sobre áreas impermeabilizadas com emulsões ou asfalto oxidado, armado ou não, ou sobre mantas asfálticas das que rasgam facilmente, primeiramente imprimá-las com o TEXFILM e, vinte minutos depois, lançar o piso EMUGRAVA R1 na espessura de 2 cm. Assim, pode-se recuperar uma impermeabilização que se encontre fragilizada. RENDIMENTO: Para uma espessura de 2 cm o consumo será de,aproximadamente, 34kg por m2 EMBALAGEM: Sacos plásticos - 40 kg, líquido 93

94 TEXSA PISO DEFINIÇÃO: Piso de alta resistência, decorativo, composto de cimento, aditivos, sílicas de granulometria equilibrada e pigmentos inorgânicos. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Granulado Cor: Cinza, outras sob consulta. APLICAÇÕES: Sempre em que é necessário um piso com elevada resistência mecânica. - Pavimentos de passarelas, corredores, hall de elevadores, piso de hospitais, etc. - Indústrias pesadas, metalúrgicas e outras que requeiram uma pavimentação resistente a golpes, choques, rodagem de veículos com rodas metálicas, etc. - Cais de carga e descarga em fábricas e armazéns. MODO DE USAR: Empastar com água, manualmente ou em betoneira, até se obter uma argamassa de consistência plástica. Sobre o concreto, limpo, resistente e bem desempenado, aplicar uma camada de TEXSA PISO, com 1,0cm a 1,5cm de espessura. É conveniente usar espaçamento de plástico para formar placas e não fazer panos muito grandes sem juntas. O acabamento pode ser liso, usando-se uma desempenadeira de aço; ou antiderrapante, com desempenadeira de madeira. Depois de curado, o piso pode ser polido com máquina de polimento. RENDIMENTO: 26 kg/m 2 para 1 cm de espessura. ACONDICIONAMENTO: Sacos plásticos de 30 kg, líquido. 94

95 FIXTEXSA PÓ DEFINIÇÃO É um pó que, misturado ao FIXTEXSA líquido, produz uma pasta glutinosa que aplicada se transforma em uma capa (piso monolítico sem junta e de baixo coeficiente de atrito) impermeável e flexível e resistente à pressão positiva e com grande poder de aderência, que se aplica sobre substratos novos ou usados, sendo resistente ao desgaste, podendo receber qualquer tipo de revestimento, como tintas, contrapiso ou colagem de pisos plásticos, etc. CARACTERÍSTICAS Aspecto: cor cinza (cimento). Consistência: pó Densidade aparente: 0,950 g/cm 3 Densidade empastada: 1,37 g/cm 3. PH = 12. Propriedade química: resistente aos solventes aromáticos e alifáticos, depois de curado. Reologia: É de fácil nivelamento,. PROPRIEDADES DA PASTA PLÁSTICA Impermeável, perfeita estabilidade frente às águas de percolação e às projetadas (chuva e vento) e à umidade exterior. Protetor dos concretos aparentes e das fachadas de modo geral, lajes de coberturas, marquises, etc. Como piso final, é de baixo coeficiente de atrito, tem boa resistência ao desgaste, à abrasão, aos ataques químicos, mecânicos e aos choques térmicos. Resistente a óleos minerais de Carter: o suporte fica impermeabilizado, facilita a limpeza e a lavagem. Conserva sua flexibilidade, mesmo a baixas temperaturas. Elevado poder de aderência, o que a torna recomendada para coberturas de diversos tipos de pisos plaqueados de argamassas, concretos, cerâmicas, para quadras esportivas, etc. Permanece permeável ao vapor d água, permitindo, assim, a respiração da base. Aderência perfeita a concretos, emboços e rebocos de argamassas, concretos envelhecidos. Porém, deve ser evitado aplicá-la sobre restos de outras pinturas, devem ser eliminadas para evitar falhas. MODO DE USAR Pode ser aplicada sobre piso novo ou velho, de modo monolítico, e sobre coberturas de concreto ou sobre pisos trincados, nos concretos carbonatados ou não, pátios e áreas de estacionamento, etc. Como cobertura impermeabilizante sobre lajes que tenham desnível mínimo de 0,5%. Misturando FIXTEXSA (líquido) ao FIXTEXSA PÓ, obtém-se uma pasta plástica glutinosa de alta força de adesão das partes contíguas. A pasta de FIXTEXSA PÓ corrige a rede de micro-fissuras (exceto as dinâmicas) de qualquer tipo de material: cerâmico, azulejos, argamassa de pisos plaqueados, etc. Em revestimentos de fachadas, pisos industriais, postos de gasolina e toda classe de paramentos e lajes internas ou externas. APLICAÇÕES A superfície deve estar livre de óleo, graxa e poeira. Para consolidar e isentar a superfície de elementos soltos deve-se imprimá-la com o aditivo selador de superfície PLASTOFIX-SOLGLOUT. Pode ser aplicado com trincha de 2 ou rolo, neste caso de baixo para cima. Já a pasta plástica glutinosa FIXTEXSA PÓ aplicá-la somente com a trincha em uma só demão. Caso venha optar para espalhar a pasta com uma desempenadeira, derrame cerca de dois (2) kg e estenda a pasta por ±1.20 m de comprimento, movimentando-a de um lado para outro, deixando-a penteada em forma de ranhuras de 5 mm de altura. Seguidamente, no sentido cruzado, para deixar a superfície alisada, inclinar a desempenadeira ao máximo, fazendo pressão sobre a pasta, limpando a desempenadeira sobre a base, ao final de cada secção transversal, deixando toda a superfície com uma espessura de mais ou menos 2 mm. Importante: decorrido duas horas da aplicação passar um pano com cera líquida incolor à base de silicone. Logo após pode ser liberado ao trânsito de pedestres e veículos. CONSUMO ESTIMADO: 1,700 kg / m² para ± 2 mm de espessura. ARMAZENAMENTO: Seis (6) meses, bem fechado e protegido das intempéries. EMBALAGEM * Nota: Nas juntas dinâmicas use o mastique SELARJUNT Balde plástico 13,800 kg líquido. Hélice para a mistura mecânica FALOU EM QUALIDADE E DESEMPENHO DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO, FALOU TEXSA BRASILEIRA USE O CIMENTO IMPERMEÁVEL RP-MORTER + AREIA E ÁGUA. PARA TER MELHOR CONTRAPISO E MELHOR EMBOÇO TOTALMENTE IMPERMEÁVEL USE-O NO TRAÇO 1 : 6. MASSA CORRIDA DIPLAS BRANCO A ÚNICA IMPERMEÁVEL DO MERCADO 95

96 REJUNTE REJUNTEXSA 96

97 REJUNTEXSA DEFINIÇÃO: Massa de múltiplas cores, maleável nas temperaturas ambientes, para rejunte de azulejos, cerâmicas, etc. CARACTERÍSTICAS: Semi-flexível Impermeável Aderente, sem imprimação, à maioria dos materiais de construção. Perene, suportando perfeitamente as intempéries. Densidade aparente: 0,987 g/cm 3. MODO DE USAR: O empastamento se faz adicionando de 27% a 30 % de água por quilo do REJUNTEXSA. Aplica - se como massa corrida com auxílio de uma espátula, preenchendo o vazio entre as peças, devidamente aderidas e separadas entre si, levando a massa até o fundo da junta, de modo a eliminar todo o vazio. Na colagem de azulejo, aplicar no suporte, de modo estriado, e seguidamente colar o azulejo. NOTA: Para tornar o REJUNTEXSA mais flexível e elevar o poder de colagem, use 10% de aditivo PLASTOFIX na água de amassamento. RENDIMENTO: De acordo com o volume da junta e a densidade da massa REJUNTEXSA, o consumo médio é da ordem de 0,120 g/m 2, dependendo da profundidade e da largura das juntas. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,5 kg líquidos USE E ESPECIFIQUE A MELHOR PROTEÇÃO CONTRA CORROSÃO EM TUBULAÇÃO DE GÁS : OXIPRIMER VERNIZ E A FITA TEXTAPE 97

98 REVESTIMENTOS DE ALTA DECORAÇÃO DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCA MASSA FAISCATTO REATIVO FAISCATTO REVESTIMENTO FAISCATTO SELADOR FAISCATTO 98

99 DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCA DEFINIÇÃO: Pó que requer somente adição de 10% do aditivo PLASTOFIX-SOLGLOUT, para se converter em uma massa corrida impermeável, de endurecimento rápido, adequada para alisar superfícies deixando-as, totalmente impermeável a molécula da água. Esta moderna massa é em muito superior as massas acrilica e as de PVA, pois além de reduzir em muitos dias os trabalhos de emassar, lixar, pintar e eliminar o grande volume de poeira dos ambientes internos das habitações. O QUE SE FAZ EM 6 OU 8 DIAS FICA REDUZIDO PARA 6 OU 8 HORAS TRABALO NO MÁXIMO. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pó Cor: Branca Densidade aparente seco: 1.10 g/cm³ APLICAÇÕES: Para dar um acabamento liso, oferecendo uma adequada superfície impermeável para pinturas lisas ou texturizadas. Para eliminar vincos, pestanas e a poeira no lixamento da massa já curada ela deve ser umedecida com o PLASTOFIX SOLGLOUT usando a trincha de 2 e seguidamente lixar. Deixando-a pronta para ser imediatamente pintada com tinta de alta vida útil o ACRILTEXSA SEMIBRILHO, TEXTON L e outras de nossa fabricação, criando na cor desejada a decoração dos ambientes. Estas aplicações garantirão perfeito desempenho e perenidade. MODO DE USAR: Misturar o PLASTOFIX SOLGLOUT ao pó (10 litros:25 kg do pó) ou o suficiente, até atingir a consistência de uma massa cremosa com boa plasticidade. Nota: Este traço custa R$3,77 Se o suporte for muito absorvente e o tempo quente, ele deve ser levemente molhado antes de se aplicar já cremoso o DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCA. Usar desempenadeira de aço com dentes de serrote. RENDIMENTO: 1,5 kg/m² do pó branco produz um acabamento liso com, aproximadamente, 1 mm de espessura. OBS: Não é inflamável, nem tóxico não sendo perigoso para os trabalhadores. Use EPIs. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 4 kg, líquido Sacos plásticos - 25 kg, líquido NOTA: Para acabar com a poeirada ao lixar faça ao mesmo tempo a aplicação de uma demão do selador de superfície PLASTOFIX SOLGLOUT (fundo preparador das tintas TEXTON e das texturas FAISCATTO, CODEGRAN, ACRIL T SEMIBRILHO, ACRIL T QUARTZO e ACRIL-TEXSA SUPER). 2º NOTA: EMPASTAR E LIXAR AS MASSAS FINAS COM PLASTOFIX SOLGLOUT, UMEDEÇA E LIXE, REMOVE PESTANAS E APAGA O INCOMODO DA POEIRADA NOS AMBIENTES FECHADOS EM OBRAS PARA EVITAR PRESSÃO DA ÁGUA DA CHUVA COM VENTO, EMASSAR SUPERFÍCIES EXTERNAS > USANDO SOBRE EMBOÇO DIPLAS MASSA CORRIDA. 99

100 MASSA FAISCATTO DEFINIÇÃO: Material de acabamento que oferece perfeita cobertura e estanqueidade, sendo suficientemente plástico para resistir e cobrir fissuras estabilizadas com abertura de até 5 mm. Suas camadas podem se sobrepor para realçar e formar ilhas de imagens decorativas, criando volume de planos ou de texturas. A MASSA FAISCATTO desenvolve, na superfície, peça artística na configuração desejada pelo decorador, na cor branca, e sobre ela aplica-se, obrigatoriamente, o verniz REATIVO FAISCATTO fornecido em diversas cores translúcidas que cria imagens coloridas diversas. È o fim das superfícies chapadas pois a MASSA FAISCATTO permite formar debruns que ornamentam com altos e baixos relevos em diferentes tons. APLICAÇÃO: Pode ser aplicada, lisa ou texturizada, sobre argamassas, bloco de concreto, gesso, madeira, reboco e outras superfícies onde se deseja criar imagens de final decorativo, em alto e baixo relevo. MODO DE USAR: Com o uso de desempenadeira de acrílico ou de aço, espátula, escova, rolo, rodo ou outra ferramenta de acordo com a criatividade do profissional. Use a desempenadeira de chapa de aço ou de acrílico, espalhando finamente o produto e, em seguida, corra-a de um lado para outro, sobre a superfície a ser decorada, mantendo-a levemente pressionada, deslizando-a em forma de X, Z ou em qualquer direção, fazendo desenhos e sobreposições. Ao final retirar a desempenadeira de modo tangencial. Para realçar, aumentar a espessura dos relevos ou esconder emendas, o produto pode ser aplicado, aleatoriamente, em pequenas porçâo, sobre a superfície já decorada e seca, seguindo o procedimento descrito acima. RENDIMENTO: A MASSA FAISCATTO aplicada de forma texturizada, tem um consumo de 1,1 kg/m2, sobre uma base regular, o que corresponde a um rendimento 27 m² de acabamento por balde. EMBALAGEM: Baldes - 18 L 28 kg, líquido. USE E ESPECIFIQUE A MELHOR PROTEÇÃO IMPERMEÁVEL DAS FACHADAS DAS EDIFICAÇÕES, CONTRA CHUVA E VENTOS: SÃO AS TINTAS DA TEXSA BRASILEIRA. 100

101 REATIVO FAISCATTO DEFINIÇÃO: Reativo decorativo ativo, colorido, translúcido, que traz nuances luminosas que se fundem harmoniosamente, destacando os altos e baixos relevos, de diversos padrões, deixados sobre a base pela MASSA FAISCATTO ou pelo FAISCATTO. APLICAÇÃO: O uso do REATIVO FAISCATTO é obrigatório sobre a MASSA FAISCATTO e opcional em outros revestimentos da linha ACRIL-TEXSA ou TEXTON para modificar o aspecto final e dar contraste. MODO DE USAR: É aplicado após um período mínimo de 12 horas de cura do acabamento escolhido, com o uso de broxa, trincha, vassoura de cerdas de nylon, spray ou outra ferramenta, de acordo com a criatividade do profissional. RENDIMENTO: Aplicado sobre o acabamento texturizado, cobre aproximadamente 30 m² por galão, o que corresponde a um consumo estimado de 0,100 g/m2, baseado em texturas diversas. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 3,6 kg, líquido. NOTA: Toda família FAISCATTO foi idealizada para gerar soluções e versatilidade no sistema decoração. São revestimentos que embeleza parede lisa ou chapada nos escritórios, haul social e portarias das edificações, etc. 101

102 REVESTIMENTO FAISCATTO DEFINIÇÃO: Produto de acabamento impermeável e colorido, conforme carta de cores. Sua consistência permite a formação de padrões que sobrepõem e destacam as imagens em relevo deixadas sobre a base, de modo artístico, produzindo efeitos de ornamentação, quebrando a imagem dura dos chapados das tintas comuns. O REVESTIMENTO FAISCATTO pode receber, conforme conveniência, o REATIVO FAISCATTO, para realçar, dar contraste e modificar sua imagem final. APLICAÇÃO: Pode ser aplicado, liso ou texturizado, sobre tijolo, bloco de concreto, gesso, madeira, reboco e outras superfícies onde se deseja dar um acabamento final decorativo. MODO DE USAR: É aplicado, liso ou texturizado, com o uso de desempenadeira de acrílico ou de aço, espátula, escova, rolo, rodo ou outra ferramenta, de acordo com a criatividade do profissional. Use a desempenadeira de chapa de aço ou de acrílico, espalhando finamente o produto e, em seguida, corra-a de um lado para outro, sobre a superfície a ser decorada, mantendo-a levemente pressionada, deslizando-a em forma de X, Z ou em qualquer direção, fazendo desenhos e sobreposições; para ao final retirar a desempenadeira de modo tangencial. Para realçar, aumentar a espessura dos relevos ou esconder emendas, o produto pode ser aplicado, aleatoriamente, em pequenas porções, sobre a superfície já decorada e seca, seguindo o procedimento descrito acima. RENDIMENTO: Aplicado de forma texturizada, tem um consumo de 1,2 kg/m 2, sobre uma base regular, o que corresponde a um rendimento 28 m² de acabamento por balde. EMBALAGEM: Baldes - 18 L - 30 kg, líquido. 102

103 SELADOR FAISCATTO DEFINIÇÃO: Preparador e reparador impermeável de superfícies, para dar rigidez e coesão aos suportes desagregados e absorventes, e aos cordéis de microfissuras, deixando não friável a superfície receptora da MASSA ou do REVESTIMENTO FAISCATTO. APLICAÇÃO: É obrigatório sobre a base receptora da MASSA FAISCATTO e do REVESTIMENTO FAISCATTO. O uso do SELADOR FAISCATTO é extensivo a outros revestimentos da linha ACRIL-TEXSA ou TEXTON. MODO DE USAR: É aplicado diretamente sobre a base receptora do acabamento escolhido, com o uso de rolo de espuma ou trincha. RENDIMENTO: Aplicado puro, sobre superfície regular, com pouca porosidade e baixa absorção, apresenta um consumo, aproximado de 150 a 250 ml por m². A base receptora pode ser previamente umedecida antes da sua aplicação. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 3,6 kg líquido. Baldes 18 L 18 kg, líquido. 103

104 TINTAS ANTICORROSIVAS OXIPRIMER VERNIZ 104

105 OXIPRIMER VERNIZ DEFINIÇÃO: Emulsão que aplicada incorpora a ferrugem ao ferro. Sua ação produz uma fina capa fosfatada que depois de seca protege o ferro por largo tempo. Para que seja aumentada a proteção recomendamos que o tratamento seja complementado com TEXFILM FERROSO OU TEXFILM. Uma vez aplicado, seca e decapa em menos de 1 hora. Confere ao suporte ferruginoso total limpeza, deixando-o pronto para receber as pinturas de proteção e acabamento final. CARACTERÍSTICAS: Aspecto - Preto, 100% atuante sobre ferrugem. Densidade g/cm³. APLICAÇÕES: Proteção frente ao ataque da ferrugem sobre suportes metálicos, ladrilhos, louças, para evitar a degradação química causada por água e agentes atmosféricos como frio e calor. É um incorporador e inibidor da ferrugem antes das pinturas de acabamento. MODO DE USAR: Deve-se remover toda a carepa (bilha corrosiva), batendo com leveza um martelo de cabeça arredondada. A seguir aplicar o OXIPRIMER VERNIZ com trincha de 4''. Para grandes superfícies, preferencialmente com pistola; caso não seja possível, aplicar com rolo ou brocha de caiação. A tinta recomendada para acabamento colorido sobre a película seca de OXIPRIMER VERNIZ é a tinta decorativa ACRILTEXSA SEMIBRILHO. Não usar tintas sintéticas ou a óleo. RENDIMENTO: Consumo estimado de 0.36 quilos por metro quadrado. (360 g/m²) ARMAZENAMENTO: Tempo de estocagem 6 meses em recipientes fechados e resguardados das intempéries. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 3,7 kg líquido Baldes - 18 L - 18 kg, líquido 105

106 TINTAS E TEXTURAS E LISAS PARA EDIFICAÇÕES ACRIL TEXSA ACRIL TEXSA CODEGRAN ACRIL TEXSA LAJE ACRIL TEXSA LAJE VEDA TUDO ACRIL TEXSA SELADOR PINTURA TEXTON L TEXTON LAC TEXTON R TEXTON PISO PLAY TEXTON IGNIFUGO DIPLAS MASSA CORRIDA BRANCA 106

107 ACRIL TEXSA DEFINIÇÃO: Linha de produtos à base de resina acrílica, para proteção e revestimento impermeável às águas projetadas de interiores e exteriores, decorativa e de diversos acabamentos. CARACTERÍSTICAS: Em diversas cores, é atóxica, lavável, inodora e não inflamável. APLICAÇÕES: Indicada para decoração de interiores e exteriores em qualquer tipo de obra, sendo extremamente resistente à fotodegradação, além de impermeável às águas projetadas pelas chuvas. Devido aos seus diversos tipos de acabamento, é recomendada aos mais variados estilos arquitetônicos, em obras novas, e recuperação de obras antigas, tais como patrimônios históricos. ACRIL-TEXSA SUPER: Revestimento impermeável, liso e decorativo para exteriores e interiores. É recomendada uma pré-imprimação com selador pintura. ACRIL-TEXSA SETIN: Revestimento impermeável, acetinado e decorativo para interiores. É recomendada uma pré-imprimação com selador pintura. ACRIL-TEXSA SEMIBRILHO: Revestimento altamente lavável e impermeável, decorativo, para interiores e exteriores. Tem como característica formar uma película altamente lavável. Obs: Pode ser aplicado sobre madeira, chapas de ferro e outras superfícies para fins decorativos, além de paredes. ACRIL-TEXSA QUARTZO: Revestimento texturizado de elevada resistência ao intemperismo. Sua principal utilidade está na pintura externa de edificações, em qualquer circunstância. Pode ser aplicado sobre emboço sem reboco, pois calafeta e esconde fissuras e disfarça as imperfeições da base. Outras aplicações: Em interiores, como acabamento decorativo (altamente resistente ao atrito e lavável), em escadas, corredores e áreas internas de modo geral. Sua superfície resistente e áspera reduz os danos causados por vandalismo. ACRIL-TEXSA TEXTURA: Revestimento texturizado suave, de boa resistência ao intemperismo. Sua principal utilidade está na pintura externa de edificações, em qualquer circunstância. Pode ser aplicado sobre emboço sem reboco, pois calafeta e esconde fissuras e disfarça as imperfeições da base. ACRIL-TEXSA SELADOR PINTURA: Para uso normal como selador de áreas a serem pintadas, com a função de aglutinar as partículas soltas da superfície e uniformizar os diferentes matizes de cores da base. DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCA: - Para alisar as superfícies. Recomendamos o seu uso pelos seguintes motivos: - Ser impermeável as águas projetada e permeável aos gases. - Reduzir o tempo dos trabalhos de emassamento e pintura em mais de 5 dias. - Aceitar ser lixada e pintada após 3 horas de sua aplicação. - Se ao lixar você molha simultaneamente com selador PLASTOFIX SOL, fica sua obra sem sequer vestígio de poeira. Por tudo isso, é eficiente em regularizar e acetinar a base para receber pintura posterior. ACONDICIONAMENTO : Os produtos acima são embalados em: Galão, Balde e saco plástico. 107

108 ACRIL - TEXSA CODEGRAN DEFINIÇÃO: Revestimento acrílico nobre, apresentado em diversas cores, com acabamento tipo travertino (riscado). Quando aplicado forma um corpo plástico monolítico rígido mais resistente do que o concreto e por ser permeável aos gases é mais eficiente nos revestimentos externos e internos, pois jamais se desprenderá CARACTETERÍSCAS: - Forma um corpo plástico monolítico. - Impermeável às águas projetada e permeável ao vapor d água. - Aderência perfeita e contínua ao suporte. - Resistente ao intemperismo, à fotodegradação e à abrasão. - Protege bases inorgânicas (cimento/areia traço 1:8) sem fissurar. - Adapta-se a todas as formas geométricas das obras. - Atóxico, não contém fibras de amianto APLICAÇÕES: ACRIL-TEXSA CODEGRAN em duas versões (FINO ou GROSSO) são revestimentos impermeáveis para fachadas e paredes, em exteriores e interiores, de alta qualidade, fornecidos prontos para aplicação. Com um acabamento sofisticado e de grande beleza do tipo travertino, é decorativo, possuindo grande variedade de cores. De fácil aplicação, é resistente às intempéries, não desagregando e nem descascando, podendo ser aplicado diretamente sobre blocos e tijolos cerâmicos, etc. MODO DE USAR: A superfície suporte deve ser coesa, sem brocas e ninhos, com acabamento camurçado ou liso. O revestimento CODEGRAN é aplicado sobre o suporte umedecido ou selado, com desempenadeira de aço inox, numa espessura aproximada de 2mm. Em seguida dar o acabamento travertino com uma desempenadeira plástica, passando-a no sentido vertical, de cima para baixo. OBS. Quando a superfície for friável e apresentar várias matizes de cor, o uso do ACRIL-TEXSA "SELADOR PINTURA é indispensável. Quando o emboço ou reboco forem constituídos de material orgânico ou hidratável, o que poderá acarretar eflorescências, a aplicação do PLASTOFIX é necessária, o qre evitará florescências e dará uma sobrevida aos matérias que estavam em decomposição. RENDIMENTO: Seu consumo aproximado é de 2,50 a 3,00 kg/m², por demão, em superfícies emboçadas, ou em alvenarias de bloco de concreto. ACONDICIONAMENTO : Galão: 3,6 l - 7 kg líquido Balde: 18 l - 35 kg líquido. 108

109 ACRIL - TEXSA LAJE DEFINIÇÃO: Emulsão acrílica elastomérica, impermeável, para aplicação a frio. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido pastoso Cor: Branca (outras cores somente sob encomenda) Componentes: Resina, com pigmentos inorgânicos, aditivos e cargas minerais. Diluente: Água. APLICAÇÕES: Como pintura de proteção de modo geral, em edificações, abóbadas, marquises, etc, onde se deseja um elevado desempenho contra intemperismo e proteção reflexiva de telhas e coberturas não transitáveis, onde a água escoa e a pintura é o acabamento final. Sobre impermeabilização com produtos asfálticos e mantas asfálticas, para proporcionar proteção e refletir os raios solares, diminuindo o calor. MODO DE USAR: Preparar a superfície de acordo com as exigências normais para uma pintura, com um desnível mínimo de 2% em direção aos ralos. Imprimar a superfície com PLASTOFIX. Aplicar o produto no estado em que é fornecido, com trincha ou rolo, em demãos cruzadas. Nos lugares onde a impermeabilização será sujeita a maior solicitação ou desgaste, recomenda-se o uso de um reforço com véu de vidro simples ou uma tela de poliéster. Não aplicar o produto quando ameaçar chover. RENDIMENTO: Como pintura de proteção em paredes: - 0,30Kg/m 2 a 0,50Kg/m 2 Como impermeabilização de coberturas: - 0,50Kg/m 2 a 1,00Kg/m 2 ACONDICIONAMENTO: Galão: 3,6 l - 3,9 kg líquido Balde: 18 l - 20 kg líquido. 109

110 ACRIL - TEXSA VEDA TUDO DEFINIÇÃO: Emulsão elastomérica de base acrílica, impermeável, de fácil aplicação a frio. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido pastoso Cor: Branca (outras cores somente sob encomenda) Diluente: Água Componentes: Resina, com pigmentos inorgânicos, aditivos e cargas minerais. APLICAÇÕES: Como pintura de proteção de modo geral, em edificações, abóbadas, marquises, etc., onde se deseja um elevado desempenho contra intemperismo e proteção reflexiva de telhas e coberturas não transitáveis, onde a água escoa e a pintura é o acabamento final. Sobre impermeabilização com produtos asfálticos e mantas asfálticas, para proporcionar proteção e refletir os raios solares, diminuindo o calor. MODO DE USAR: Preparar a superfície de acordo com as exigências normais para uma pintura, com um desnível mínimo de 2% em direção aos ralos. Imprimar a superfície com TEXSA-LAJE. Aplicar o produto no estado em que é fornecido, com trincha ou rolo, em demãos cruzadas. Nos lugares onde a impermeabilização será sujeita a maior solicitação ou desgaste, recomenda-se o uso de uma manta com acabamento na face superior com o não tecido de poliéster (bidim). Não aplicar a pintura quando ameaçar chover. RENDIMENTO: Como pintura de proteção em paredes: - 0,30Kg/m 2 a 0,50Kg/m 2 Como impermeabilização de coberturas: - 0,50Kg/m 2 a 1,00Kg/m 2 ACONDICIONAMENTO: Galão: 3,9 kg, líquido Balde: 18 kg, líquido 110

111 ACRIL - TEXSA SELADOR PINTURA DEFINIÇÃO: Produto à base de resina acrílica, pigmentos inorgânicos e aditivos especiais. Indicado para tapar capilares, eliminar a absorção, selar e aumentar a resistência superficial, dando melhor coesão às superfícies porosas de reboco fraco, paredes caiadas, gesso e cimento-amianto. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Branco Cuidado: Não deve ser diluído. Seca ao toque, em 40 minutos. APLICAÇÃO: Deve ser devidamente escovada e isenta de poeira. Deve-se lavar e escovar simultaneamente, antes de aplicar o selador, para se obter uma base devidamente limpa e isenta de poeira e material solto. Com rolo de espuma ou de lã, escova, trincha ou pistola, neste caso regular a pressão entre 20 a 30 lbs/pol. RENDIMENTO: Sobre gesso e parede caiada, 165 gramas/m2. Secar durante 24 horas. Sobre reboco fraco e pintura morta, 175 gramas/m2. Secar durante 1 hora. Sobre emboço rústico, até 294 gramas/m2. Secar durante 1 hora. Consumo médio estimado: 250 gramas/m². Obs.: O consumo pode variar de acordo com a absorção, rugosidade e regularidade da base. EMBALAGEM: Galões - 3,6 L - 5 kg, líquido Baldes - 18 L - 24 kg, líquido. 111

112 TEXTON L ou L/AC DEFINIÇÃO: Tintas para revestimento impermeáveis e decorativas à base de copolímero especial vinil/acrílico emulsionado, para revestimento de diversos tipos de suportes. Excelente para fachadas por ser impermeável às águas projetadas e permeável ao vapor d água. Decorativo e lavável, embeleza os exteriores e interiores das edificações. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido ligeiramente espesso. Impermeabilidade: Às águas projetadas Permeabilidade: Ao vapor d água Resistência: Alta resistência ao intemperismo, à abrasão e à fotodegradação. Excelente resistência ao ozônio, à névoa salina, à chuva ácida e a derivados de petróleo. Acabamento: Tipo L - Liso com leve aspereza. Tipo L/AC - Liso acetinado APLICAÇÕES: - Em exteriores: Fachadas, empenas e outros paramentos de edificações, especialmente à beira mar. Constitui um acabamento decorativo e impermeável, protegendo as partes internas da umidade e da infiltração de água pelas paredes. Devido ao seu excelente desempenho e durabilidade, é especialmente recomendada para obras de restauração patrimonial. Pisos em geral, especialmente de quadras poli-esportivas. Como proteção e acabamento de mantas asfálticas aluminizadas. Cobertura de veículos tipo bonde elétrico, baú, bagageiro, lonas, superfícies convexas, toldos e etc.. - Em interiores: Caixas de escadas, cômodos, paredes, passagens ou corredores em colégios, clínicas, etc. TEXTON L é recomendado pela sua facilidade de limpeza e durabilidade. MODO DE USAR: A base suporte deve estar firme, seca e isenta de óleos, graxas, poeiras e impurezas. Preferencialmente deve ser composta de cimento e areia (inorgânica), sem a presença de materiais orgânicos, tais como o saibro, a terra de emboço e a cal, que poderão causar eflorescências e outros efeitos indesejados. A imprimação da base com ACRIL TEXSA SELADOR PINTURA é recomendada. Aplica-se TEXTON L como qualquer tinta, com rolo de espuma ou pistola, devendo-se utilizar uma escova para controlar o consumo, evitando o desperdício com a saturação das irregularidades da superfície. O produto vem pronto para uso e não se deve adicionar água, bastando agitá-lo bem para usar. Obs. No caso de sua utilização como pintura de pisos, após seca a película, passar cera líquida incolor, antes de liberar ao trânsito, para diminuir a aderência inicial. RENDIMENTO: Pintura sobre base lisa - 0,350 kg/m2 Pintura sobre base rugosa - 0,450 kg/m2 Para se conseguir o rendimento acima, deve-se aplicar o TEXTON com o uso de um rolo de espuma e uma escova (Tigre tipo 1188 no.3) em uma demão. ACONDICIONAMENTO: Galões: de 3,6 litros com 5,6 kg, liquido Baldes: de 18 litros com 31 kg, liquido 112

113 TEXTON R DEFINIÇÃO: Revestimento impermeável, decorativo com distintos acabamentos ao passar a desempenadeira de aço, texturizando em cores, e de alta resistência à abrasão. Protege decorando as fachadas e interiores de casas, prédios e outras obras. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pastoso. Impermeabilidade: Às águas projetadas Permeabilidade: Ao vapor d água Resistência: Excelente ao intemperismo, à fotodegradação e à abrasão. Excelente resistência ao ozônio, à névoa salina, à chuva ácida e a derivados de petróleo. APLICAÇÕES: Aplica-se sobre todo o tipo de suporte, argamassa, pastilhas e ladrilho. TEXTON R produz um revestimento texturizado de elevada resistência ao intemperismo e à abrasão. Sua principal utilidade está na pintura externa de edificações em qualquer circunstância. Pode ser aplicado diretamente sobre emboço sem reboco, pois calafeta e esconde fissuras disfarçando as imperfeições da base. Outras aplicações: Em interiores, como acabamento decorativo, altamente resistente ao atrito e lavável. Torna-se antiderrapante em beirais de escadas de mármores e outras, corredores e áreas internas de modo geral. Sua superfície resistente protege as superfícies suportes das forças eólicas que causam erosão no concreto e nas argamassas. MODO DE USAR: Recomenda-se a imprimação da superfície com ACRIL TEXSA SELADOR PINTURA. Aplica-se o TEXTON R com uma escova de cerdas curtas (tipo Tigre 1188 No.3) e/ou rolo de espuma de células abertas. Os acabamentos texturizados devem ser executados por um profissional experiente, para não aparecerem as emendas entre panos e irregularidades na rugosidade. A última passagem do rolo sobre o TEXTON R já aplicado deve ser no sentido de cima para baixo. OBS.: Por dificuldade de arremate na emenda da textura é recomendado que os panos iguais ou maiores do que 6 metros devem ser divididos de acordo com a largura de cada andaime. RENDIMENTO: Dependendo da aspereza do suporte e da espessura do acabamento a ser aplicado (entre 0,5 e 1,0mm), o rendimento previsto de TEXTON R oscila entre 0,90 a 1,20 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Galões: de 3,6 litros com 6,2 kg, liquido Baldes: de 18 litros com 34 kg, liquido COM TEXTON L AS FACHADAS E AS PAREDES CEGAS FICAM DECORADAS E IMPERMEABILIZADAS COM PERENIDADE 113

114 TEXTON PISO PLAY DEFINIÇÃO: Massa plástica viscosa, que não se desprende das superfícies onde for aplicada e que no contacto com o ambiente se vulcaniza, formando um piso ou revestimento plástico de grande elasticidade e aderência. CARACTERISTICAS: Cor: Areia Elasticidade: Semelhante à de uma borracha branda de poliuretano. Estanqueidade: Absoluta, ao nível da superfície. Aderência: Excelente a todos os materiais rígidos da construção, inclusive ao ferro, com prévia imprimação. Acústica: Aplicado sobre chapa reduz a reverberação do som. Abrasão: Boa resistência, permite o trânsito de pessoas e veículos leves. Densidade: kg/cm 3. APLICAÇÕES: TEXTON PISO PLAY resolve o complicado problema de fissuras em pisos rígidos; sendo que sua flexibilidade o indica para reparo em fissuras de paredes, lajes e marquises. Sua plasticidade e poder de aderência permitem sua aplicação em uma só demão, dando desempenho de modo monolítico por toda a superfície, eliminando também, sobre assoalho, a propagação do som aéreo. O poder plástico e a resistência à abrasão torna-o um excelente revestimento de planos horizontais, verticais ou de geometria abobadada, atendendo aos mais exigentes decoradores, pois sua imagem de cor areia aceita vernizes translúcidos do tipo dos REATIVO FAISCATTO. Sua impermeabilidade o recomenda para revestir paredes dry wall. TEXTON PISO PLAY é uma massa de qualidade, que permite ser aplicada em juntas de pavimento, especialmente as de muros, cortinas, pisos, etc. Recompõe pisos, partes de complexos arquitetônicos e edificações deterioradas pela ação do tempo, restaurando sua estética e garantindo a continuidade de seu uso. MODO DE APLICAÇÃO: As superfícies devem estar limpas e secas para receberem uma prévia imprimação com PLASTOFIX. Em feitura de piso, aplique-a entre duas réguas de chapa plana com espessura de 1,5 mm, estendendo-a com desempenadeira de chapa de acrílico ou aço, comprimindo-a energicamente em uma só passada, deixando-a uniformemente lisa. Em juntas, preencha-a com colher de pedreiro, zerando com o nível da superfície. Em paredes, aplica-se semelhante a uma massa corrida, evitando porém deixar pestanas ou ondas provocadas pela desempenadeira. RENDIMENTO: Na espessura de 1,5mm, o consumo por m 2 é de, aproximadamente, 1,8 kg/m2, dependendo da imagem que apresenta o suporte. ACONDICIONAMENTO: Galões: de 3,6 litros com 5,6 kg, liquido Baldes: de 18 litros com 28 kg, liquido 114

115 TEXTON IGNÍFUGO Revestimento termoplástico rico em elementos que agregados criam uma barreira térmica de boa resistência às chamas, propiciando maior segurança nas superfícies por ele protegidas e principalmente em ambientes fechados. DEFINIÇÃO: Composto termoplástico cerâmico em dispersão heterogênea para formar a melhor barreira contra a evolução da chama (fogo) além de ter boa eficiência como isolante térmico, com perfeita aderência a todos os materiais. De baixo peso, para um revestimento final de fina espessura com (±3 mm) CARACTERÍSTICAS: COMPARATIVOS DE RESIST AO CALOR/E AO FOGO Aspecto: Pastoso Isopor >>>>>>>>>>>>>>> 70 ºC Cor: Branco neve Espuma rígida de Poliuretano > 120 ºC Densidade: 1.0 kg/cm 3 TEXTON 9000 >>> >>>>>>> 300 ºC ESPUMOGENS AIS -TEXSA >>> 800 ºC CONCRETO ESTRUTURAL >>>> 250 ºC ARGATEXSA TÉRMICA >>>>> 1000 ºC APLICAÇÃO: É aplicado como revestimento protetor contra o calor dos raios solares sobre coberturas, sejam elas de argamassas, concretadas, telhadas por amianto, por telhas de alumínio, por chapas de ferro ou outras coberturas como vagões, capôs (furgão) de veículos lonados, paredes de túneis urbanos de grande fluxo de veículos etc, deixando as superfícies protegidas por um bom período contra o fogo, assim como também, absorve e reduz os sons aéreos acusticamente. É UM PRODUTO DIFERENTE DAS TINTAS COMUNS QUE QUANDO PEGAM FOGO EXALAM GASES TÓXICOS. MODO DE USAR: As superfícies devem estar bem limpas, secas, isentas de ferrugem,gorduras, poeiras e outras impurezas. Deve ser aplicado com espessura de 3mm, no mínimo, para que se consiga sua melhor eficácia como isolante térmico/acústico. Pode ser aplicado com pistola de alta pressão ou airless, escovas de cerdas, trinchas ou desempenadeiras lisas/dentadas, rolo células abertas ou rodo de borracha dentada e em segundo passo o rolo liso. Na existência de corrosão filiforme, puntiforme ou em placas, deve-se, após uma boa limpeza superficial, aplicar sobre a ferrugem restante uma demão de OXIPRIMER VERNIZ para converter e inibir os núcleos corrosivos. RENDIMENTO: Aproximadamente 1,5 kg/m 2 para obter um filme seco de 3mm de espessura. ACONDICIONAMENTO: Galão de 3,600 litros com 5,600 kg Balde : de 18 litros com 27 kg. Aumente a vida útil de sua impermeabilização pintando ao nível do concreto da laje com TEXFILM-FERROSO e revestir com ARTEXSA IMPERMEÁVEL Mpa

116 TINTAS IMPERMEABILIZANTES (ASFALTOS LÍQUIDOS COMPOSTOS) PARA LAJES, MURO DE ARRIMO, PAREDES E UMIDADE P/CAPILARIDADE EMUFAL-CADILIQ EMULFALCÁDIO EMUFALTEXSA EMUPLÁSTICO FILMLATEX COBERTURA EMUPLÁSTICO LÁTEX LÍQUIDO C/BORRACHA EMUPLÁSTICO - LÁTEX MASSA EMULPRIMER - ASFALTOS LÍQUIDOS FIXFILM SUPERFICIAL GUARD TEXFILM TEXFILM FERROSO TEXFILM FERROSO EXTRATEXTURA 116

117 EMUFAL-CADILIQ DEFINIÇÃO: EMUFAL-CADILIQ Pintura asfáltica impermeabilizante protetora capa forjada do ferro e lajes de concreto que ofereceu pouca cobertura das armaduras, sendo aderente inclusive em superfície levemente umedecida. É um produto que não deixa a ferrugem atacar o ferro. De cor negra, aplicada com trincha ou pistola uma vez aplicada seca em menos de 1 hora, para evaporação da água que contem. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Cor: Preta Toxidade: Atóxico. APLICAÇÕES: Como pintura impermeabilizante em: Aplicabilidade: De fácil aplicação Aderência: Boa Pintura de Bueiros Pintura de fossas externa e interna. Pintura de pisos industriais, etc. Aplicar com trincha de 4. USO: - Como uma pintura normal, com trincha, pincel, rolo de lã de carneiro. - Como camadas de separação para concreto contínuo, quando se deseja que as juntas de concretagem atuem como juntas de contração. - Pinte chapa de ferro ou superfície do concreto impermeabilizando em uma só demão o EMUFAL-CADILIQ, que após a cura pode receber argamassa, espuma de cimento AIS-TEXSA, pisos diversos, como cerâmicos, etc. - Protege a carbonatação do concreto o que é importante para evitar a oxidação das armaduras metálicas no concreto armado. - Na proteção da superfície contra os dejetos das redes de esgotos, etc. - Cura: 8 horas - após 24 horas a absorção é de 1,90 % RENDIMENTO: Segundo a finura da superfície a pintar, o consumo pode ser estimado aproximadamente, em 350 g/m 2. É, conveniente dar pelo menos 2 a 3 demãos. EMBALAGEM: Galão: 3,6 kg líquido Balde: 18 kg líquido Tambores: 186 kg líquido 117

118 118

119 EMULFALCÁDIO DEFINIÇAO Emulsão coloidal dispersa em outra que ao ser misturada na argamassa industrializada R MORTER se transformam em revestimento de boa resistência química para proteger e impermeabilizar as partes internas das fossas contra a corrosão. Impermeabilizante protetor dos ferros e chapas lados internos e externos em bueiros e fossas, etc. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Ligeiramente espesso Cor: Preta Toxidade: Atóxico. APLICAÇÕES: Como pintura impermeabilizante em : - Bueiros - Parede externa e interna das fossas. - Pisos de cozinha e banheiro, etc. - Camadas de separação para concreto contínuo, quando se deseja que as juntas de concretagem atuem como juntas de contração. MODO DE PREPARAR: CONPONENTES DO PISO ANTIÁCIDO (ORDEM DE MISTURA, EMPASTAMENTO) R MORTER...Um saco de 25 Kg. Água litros (12%) EMULFAL-CÁDIO...3,750 litros (15%) 1º- Empastar a argamassa industrializada R MORTER com 12% de água e em seguida adicionar 15% EMUFAL-CADIO, misturando até que fique 100% homogênea todos os componentes, em betoneira, com 21 rotações p/minuto, no tempo de mistura de 10 minutos, sendo que as duas primeiras partes devem ser previamente misturadas (empastadas). 2º- Pinte a chapa ou a superfície do concreto impermeabilizando em uma demão com o EMULFAL-CÁDIO. que após a cura pode aplicar o composto empastado com 2cm de espessura sobre a superfície que desejar ser protegida contra os dejetos das redes de esgotos. O composto se deve aplicar com desempenadeira dentada e colher de pedreiro. Nas aplicações no interior é seguro por não ter solvente. Cura: 8 horas - após 24 horas a absorção é de 1,90 % Obs: Preparado o composto antiácido e aplicado, a cura se dará no mínimo 4 horas após o acabamento. Quando o piso for aplicado em áreas expostas aos raios solares faça uma pintura sobre ele com o TEXFILM - FERROSO RENDIMENTO: O consumo em uma demão é de, aproximadamente, 0,400 kg/m 2. O consumo do composto empastado e com 2 cm de espessura p/m 2 é de 4,600 quilos. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,6 kg líquido Balde : 18 kg líquido Tambores: 186 kg líquido NOTA: R MORTER é um micro concreto impermeável, com poder de graute, com características seguintes, pó de cor cinza claro e módulo de elasticidade de kgf/cm 2. LEIA - A P Ê N D I C E N A P A G A G I N A AÇÃO DA CORROSAO SOBRE O FERRO. 119

120 EMUFALTEXSA DEFINIÇAO Impermeabilizante à base de asfalto emulsionado com cargas minerais inertes. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pastoso Cor: Marrom-escuro (fica preto depois de curado) Diluente : Água. Após curado, solvente derivado do petróleo. Toxidade : Atóxico. APLICAÇÕES: Como pintura impermeabilizante em : - Lajes frias e estáveis - Muros de arrimo - Empenas entre edificações - Sótãos - Pisos de cozinha e banheiro, etc. - Proteção contra umidade em subsolos, aplicado pelo lado externo. - Camadas de separação para concreto contínuo, quando se deseja que as juntas de concretagem atuem como juntas de contração. - Fundações e obras enterradas em geral. MODO DE USAR: As superfícies a serem impermeabilizadas devem estar limpas, secas, isentas de pó e impurezas. Aplicar com rolo ou trincha. Não aplicar quando ameaçar chuva. RENDIMENTO: 0,80 kg/m 2 para 0,5mm de espessura de filme seco. O consumo por demão é de, aproximadamente, 0,20 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,7 kg líquido Balde : 18 kg líquido Tambores: 186 kg líquidos 120

121 EMUPLÁSTICO FILMLATEX COBERTURA DEFINIÇÃO: Gel viscoso, composto com acrilatos poli-condensados em asfalto, na temperatura de 120 ºC, propiciando, sem retração, ação de elasticidade entre os corpos sólidos para reparação de pisos fissurados, pavimentação de concreto asfáltico craqueado. Consistência macia, fácil aplicação e perfeita aderência a diversos materiais. O composto químico foi desenvolvido para impermeabilizar e solucionar problemas dos pisos com alto nível de craqueamento, mesmo aqueles altamente fissurados com largura média de 5 mm. Entre outras vantagens, é poder ser aplicado sobre uma variedade de materiais e ser, depois de curado, altamente impermeável à molécula da água e a do vapor d água. Apresenta boa resistência ao ozônio. É de fácil aplicação, oferecendo um bom desempenho aos ataques abrasivos por lixiviação e corrosão no tratamento de argamassas e concretos em bueiros, fossas e ETE S. CARACTERÍSTICAS: Boa resistência abrasiva por lixiviação. Cor preta, aspecto espelhado. Densidade: 0,930 g/cm 3. Fácil aplicação, alta extensibilidade. Inalterado à água, a agentes ácidos, detergentes etc. Bom acabamento, que atenua defeitos das superfícies trincadas. Boa aderência sobre superfícies secas, sem levantar as capas de pinturas anteriores. Cura em 2 horas a 22 0 C. Capacidade de aglutinar poeira relativamente grossa. APLICAÇÕES: Sobre pavimentação de concreto asfalto, de argamassas, de lajes de concreto; sobre áreas pavimentadas com impermeabilização envelhecida apresentando vazamento, mesmo com trincas de 3 a 5 mm de abertura, e sobre outros materiais porosos. Sobre elementos expostos às intempéries. Devido à sua característica plástica e à propriedade de resistência química, recomendamos como última capa sobre os revestimentos esmaltados do tipo epóxi, poliuretano, etc., melhorando a resistência contra a corrosão e o atrito por ação lixiviadora. Após o primeiro tratamento, reveste contra corrosão elementos metálicos e protege pisos, paredes, etc. que recebam respingos de ácidos clorídrico, nítrico e sulfúrico. MODO DE USAR: Primeiramente eliminar as sujeiras da superfície. Seguidamente, derramar o EMUPLÁSTICO FILMLATEX COBERTURA sobre a base, puxando com rodo ou desempenadeira serrilhados, para melhor controle da espessura a ser aplicada, e com rodo liso ou desempenadeira lisa, para se ter o acabamento perfeitamente alisado, devendo evitar a formação de ondas ou pestanas. O consumo em média, por metro quadrado (m2), é entre 0,650 gm e 0,850 gm. ARMAZENAGEM: Em ambiente fechado na temperatura e atmosfera natural da região. EMBALAGEM: Balde de 18 litros com 16,74 kg/líquido. Galões de 3.6 litros com 3,350 kg/líquido. Use, na proteção mecânica das mantas asfálticas, a argamassa impermeável de qualidade TEXSA, ARGATEXSA IMPERMEÁVEL MPa

122 EMUPLÁSTICO LÁTEX ASFALTO LÍQ. C/BORRACHA DEFINIÇÃO Impermeabilizante à base de asfalto emulsionado, látex de borracha e cargas minerais inertes, impermeável à água e ao vapor d água até 0,1 bar de pressão. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido espesso Cor: Marrom escuro (fica preto depois de curado) Diluente: Água. Após a cura: solvente derivado do petróleo Toxidade: Atóxico APLICAÇÕES: Impermeabilização de lajes de concreto, telhados, calhas, etc. Recuperação de impermeabilizações deterioradas. Proteção contra umidade em subsolos, aplicado pelo lado externo. Vedação de fissuras em pavimentação. Barreira de vapor, em câmaras frigoríficas, paredes divisórias de banheiros, cozinhas e empenas cegas. MODO DE USAR: Aplicar com trincha, escova ou rodo de borracha em uma só direção, de forma contínua, com espessura de, aproximadamente, 1,5mm. As demãos subseqüentes só deverão ser dadas após a secagem total da demão anterior, o que poderá ser verificado esfregando o dedo úmido sobre a película seca, e observando se há formação de uma mancha marrom. Em lajes, fazer primeiro uma imprimação com EMUPLÁSTICO-LÁTEX ASFALTO LIQ.C/BORRACHA diluído em água 1:3 ou imprimar com EMULPRIMER. É aconselhável nas impermeabilizações feitas ïn locu, o uso de véu de fibra de vidro ou véu de polipropileno, como reforço e demarcador da espessura do cobrimento dos véus. Aplicar com trincha ou escovão de cerda em parede de câmaras frigoríficas, pois seu desenho é excelente como barreira de vapor nas faixas de < 03 0 C. RENDIMENTO: A associação de asfalto e borracha forma uma película elástica, de alta qualidade, apresentando superior rendimento e eficiência quando comparado a produtos de igual categoria. Para uma boa impermeabilização deve-se usar 2,0 kg/m 2. O consumo por demão é de, aproximadamente, 200 g/m 2. Para produzir um filme com 5mm de espessura gasta-se 900 g/m 2. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,6 kg, líquido Balde : 18 kg, líquido Tambores: 185 kg, líquido 122

123 EMUPLÁSTICO - LÁTEX MASSA DEFINIÇAO: Impermeabilizante pastoso, à base de asfalto emulsionado e cargas minerais inertes e látex de borracha. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Massa pastosa Cor: Marrom escuro (fica preta depois de curada) Diluente: Água. Após a cura: solvente derivado do petróleo Toxidade : Atóxico APLICAÇÕES: É um impermeabilizante contra água de percolação para uso em terraços e áreas internas de edificações, assim como, banheiros, áreas de serviço, etc. Como barreira de vapor e capa impermeabilizante sobre materiais de isolamentos térmicos de tubulações de água gelada, especialmente poliestireno expandido (Isopor), poliestireno extrudado e poliuretano. MODO DE USAR: As superfícies a serem impermeabilizadas devem estar limpas, secas e isentas de impurezas. Não aplicar quando ameaçar chuva. Aplicar com desempenadeira de aço ou rodo de borracha dentado, em camadas de 1mm a 2mm de espessura. Deixar curar antes de aplicar a camada seguinte. RENDIMENTO: Para uma boa impermeabilização deve-se usar de 3 kg/m 2 a 6 kg/m 2. O consumo por demão é de, aproximadamente, 800 g/m 2 a 1 kg/m 2. ACONDICIONAMENTO: Galão : 3,6 kg, líquido Balde : 18 kg, líquido Tambor : 190 kg, líquido 123

124 EMULPRIMER ASFALTOS LÍQUIDOS DEFINIÇÃO: Asfalto líquido emulsionado de característica aniônica. É perfeito para operações tapa buraco em ruas, estradas e, etc. CARACTERÍSTICAS: Cor: castanho escuro Aspecto: líquido Concentração: 50-58% de betume Viscosidade: 16 seg. CF 4 Suscetibilidade térmica: Inalterável a qualquer temperatura ambiente. Inocuidade: É atóxico, inodoro e não inflamável. Secagem: Depende da absorção da base, da temperatura e da umidade do ambiente em superfície seca, ao fim de 20 minutos, sobre área levemente umedecida, duas (2) horas. Impermeabilidade: Total à água, depois de seco. APLICAÇÕES: Aplicar com rolo, trincha ou broxa, nas condições em que é fornecido, diretamente sobre a superfície de concreto ou mesmo de argamassa, para torná-las impermeabilizadas e aptas a receber outros materiais de acabamento final. Como agente aglomerante, coesante em superfície friável. Na fabricação do concreto asfáltico:para pavimento de rodovias, etc. No preparo de estrada de terra batida fazendo a irrigação com EMULPRIMER, traço 1: 8 de água e intercalando com pó de pedra no mínimo por duas ou 4 vezes. Se traçar o pó de pedra com brita 0 o consumo gira em torno de 7 a 12% (em relação ao pó de pedra e brita 0). Como primer impermeabilizante sobre concreto, parede de alvenaria, emboços, muros de arrimo, etc..., vedando a porosidade dos capilares. Como aglomerante de areia seca e selecionada na proporção de 1:4 em volume, produzindo um piso de alta plasticidade que dispensa juntas de dilatação. Em impermeabilizações ou impregnações: - Como imprimação impermeável sobre concretos, paredes de alvenaria, emboços, muros de arrimo, etc., vedando a porosidade dos capilares. - Como apagador de poeira sobre terra compactada selando-a estabilizando com certa impermeabilidade para receber as pavimentações de concreto asfalto. EM OPERAÇÕES TAPA BURACO: O traço com areia e brita 0 para pavimento nas operações de tapa buracos em ruas, estradas e rodovias. MODO DE USAR, OUTRAS APLICAÇÕES: Em impermeabilizações ou impregnações: Como apagador de poeira nas superfícies friáveis ou nas pavimentações de estradas, de pátios e outros, fazer as primeiras imprimações traçando o EMULPRIMER com água potável nas seguintes proporções:1:10 1:8 1:4 e por fim, se necessário, traçá-lo em 1:2. Nota: Se em cada imprimação for intercalando um espargimento de pó de pedra, vai tornando e consolidando as superfícies feitas desta maneira em um bom piso com boa impermeabilidade. TRAÇO PARA FABRICAR O CONCRETO ASFALTO - MEDIDOR BALDE DE OBRA (8 LITROS) BRITA 0 (DENSIDADE = 1,400 gm/cm 3 ) SEIS (06) VOLUMES AREIA Lavada (DENSIDADE = 1,300 gm/cm 3 ) TRÊS (03) VOLUMES EMULPRIMER 5 % (1/2 BALDE) OBS.: PARA HOMOGENEIZAR, MISTURAR ATE QUE TODOS AGREGADOS ESTEJAM NA COR DO LIQUIDO ASFALTO EMULPRIMER. EM SEGUIDA APLICA-LO NOS BURACOS E SOCAR PARA DAR COESÃO E RESISTÊNCIA E NÍVEL COM O ENCONTRO DO PISO VELHO; OU COM ROLOS COMPRESSORES E ÁREAS CONFINADAS g/m², dependendo da superfície base, ou do material a ser impregnado ou aglomerado. ARMAZENAMENTO: Por seis (06) meses, devidamente protegido. EMBALAGEM: Galão: 3,6 L - 3,4 kg líquido Balde: 18 L - 18 kg líquido Tambor: 200 L 190 kg líquido. VOCÊ AGORA PODE TAPAR OS BURACOS DAS RUAS OU ESTRADAS COM CONCRETO FRIO 124

125 FIXFILM DEFINIÇÃO: Impermeabilizante de alto desempenho, de grande poder de aderência, aglutinação e coesão, para proteção de superfície horizontal e vertical em concreto, argamassa, estuque, gesso, mármore, asfalto etc. FIXFILM imprime e impermeabiliza superfícies lisas ou brunidas. Por ser um asfalto composto, possui ruptura rápida (RR), que o torna um excelente aglomerante para a fabricação a frio do concreto asfáltico, para pavimentações de ruas ou para pisos sobre lajes, pilotis, e pavimentos térreos, dispensando juntas de articulação no piso de espessura igual ou maior que 2,5 cm. CARACTERÍSTICAS: Cor Preta Aspecto Líquido Aderência Adere à maioria dos materiais da construção civil Alto módulo de elasticidade Resistência à tração (arrancamento da base) 0,500 kgf/cm² Densidade aparente 1,0 g/cm³ Impermeável ao vapor e à molécula da água Cura aproximada 20 minutos APLICAÇÕES: Impermeabilizações de muros de arrimo, pisos de banheiros, cozinhas etc. Imprimação e impermeabilização de qualquer tipo de superfície, inclusive a terra. Reparação de pavimentos de concreto asfáltico. Confecção de concreto asfáltico a frio, termo-acústico, para aplicação sobre pavimentações de estradas, operação tapa buraco e pisos de cobertura ou lajes. Traço para concreto asfáltico: Especificação para impermeabilização: Brita 0 58,56% Brita 1 12,00% FIXFILM 7,00% Pó de pedra 13,81% Areia média 8,63% TOTAL 100,00% Produtos em seqüência e aplicação Consumo kg / m² SUPERFICIAL GUARD 0,350 FIXFILM 0,250 TEXFILM 0,250 RP MORTER (e = 1 cm) 3,17 Obs. Importante: Não indicamos este processo de impermeabilização para lajes pré-moldadas. Consulte o nosso Deptº Técnico para a solução técnica apropriada. MODO DE USAR: Não é conveniente aplicar o FIXFILM em superfícies com presença de água constante ou encharcada, devido à dificuldade de sua cura. Na impermeabilização: aplicar com rodo de borracha, trincha, broxa, rolo de espuma ou spray, sobre a superfície até que a mesma se apresente com cobertura uniforme e homogênea. Na fabricação e aplicação do piso asfáltico: 1º - Mistura-se, a frio, o FIXFILM com brita, areia e pó de pedra, no traço informado, em betoneira ou em local confinado tipo masseira de chapa. 2º - Sobre a superfície limpa e seca (é aceitável uma ligeira umidade) imprima-se o FIXFILM (puro) com broxa ou rodo de borracha, como promotor de íntima ligação da interface do piso asfáltico com a base receptora, para em seguida despejar o concreto asfáltico preparado. RENDIMENTO: Como mínimo, recomendamos 250 gramas p/m 2. De acordo com a situação da base, é necessário um mínimo de 500 gramas p/m2. EMBALAGEM: Baldes - 20 L - 20 kg líquido Tambores L kg líquido. 125

126 IMPERMEABILIZAÇÃO PELO PROCESSO DE PINTURA, SOBRE LAJE NÍVEL 0 EM PLANO INTERNO OU EXTERNO, MESMO EM COBERTURAS SOBRE PISOS DECOMPOSTOS, SEM REMOVÊ-LOS. FAÇA VOCÊ MESMO: 1 - Varrer de modo enérgico o piso decomposto 2 Iniciando pelos ângulos retos, fazer uma pintura 100 % regular com o FIXFILM. 3 Pintar de modo 100 % regular com ACRIL TEXSA LAJE VEDA TUDO, iniciando-se pelos ângulos retos (cantos), 4 No paramento vertical, sobre o emboço envelhecido, fazer uma aplicação de DIPLAS EXTRA FORTE aplicado em estrias regulares em 25 x 25 cm, semelhante ao tabuleiro de dama. 5 - Recompor o revestimento com o micro concreto R MORTER, aplicado sobre as estrias na espessura mínima de 8 mm. Acabamento liso feito com desempenadeira de chapa de aço. 6 Fazer uma pintura decorativa e impermeável com TEXTON L, 0,350 kg/m 2, com rolo. 7 Chapin em desnível para o lado interno da área, feito com o micro concreto R MORTER. NOTA: O FIXFILM E TEXFILM têm condições técnicas para serem aplicados inclusive sobre superfície desagregada de argamassa ou concreto em erosão, sendo somente necessário fazer imprimação com o FIXFILM.. R MORTER, micro concreto que não fissura e nem retrai, mesmo feito com espessura delgada, pode ser aplicado em paredes ou pisos. OBSERVAÇÃO: Com uma pintura bem feita com FIXFILM E TEXFILM você terá uma impermeabilidade perfeita para sua laje. A qualidade e as propriedades dos seus componentes, como, por exemplo, terem a molécula bem reduzida facilita a perfeita migração nos poros e capilares que ficam totalmente vedados. 126

127 SUPERFICIAL GUARD DEFINIÇÃO: Produto líquido, penetrante, incolor, impermeável, à base de micro moléculas dispersas em meio ativo que atuam de modo livre para proteger as superfícies contra as infiltrações das águas projetadas e de percolação, produzindo uma ação refletora, semibrilhante, na superfície. Econômico e de longa duração, SUPERFICIAL GUARD age na superfície dos materiais, penetrando facilmente em superfícies porosas e absorventes, como a das pedras decorativas, telhas em geral, pisos em argamassa, barro, lajotas, porcelanas não vitrificadas, mármores, concreto e alvenarias, tendo como característica principal: reduzir a absorção da água sobre as superfícies e repelir a migração d'água, inclusive no gesso e na espuma de cimento AIS-TEXSA. SUPERFICIAL GUARD funciona como rejuvenescedor de superfícies pintadas (tinta morta ). CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Líquido Odor: Não exala odores Cor: Incolor, translúcido ao secar Profundidade de penetração: 1 a 5 mm Tipo de ação: Impermeabilizante de superfície Densidade: kg/m³ Endurecimento: 1 hora Aparência: Lisa, semi-brilhante Resistência: Boa resistência às intempéries. APLICAÇÕES: Em uma só demão, deixando uma película protetora transparente sobre os materiais de acabamento. Para interiores e exteriores, em paredes, lajes batidas e pisos de modo geral. É de fácil aplicação, sobre superfícies úmidas ou secas, porosas e absorventes, como a das pedras decorativas, pisos e estruturas à base de concreto e argamassas. Estabiliza e aumenta a resistência dos revestimentos, impede a erosão dos materiais, sendo excelente sua ação sobre superfícies pintadas com qualquer tipo de tinta, nova ou velha, proporcionando impermeabilidade e aumentando a vida útil das tintas. MODO DE USAR: As superfícies devem estar firmes, secas, limpas, isentas de ceras e gorduras. Pode ser aplicado com rolo de espuma, trincha ou pistola. A aplicação com pistola é mais eficiente devido à pressão obtida, ou seja, o produto penetra na interface em maior profundidade. PRECAUÇÕES: Caso ocorra um contato com superfície que não se deseja impermeabilizar ou selar, lave imediatamente com água em abundância. SEGURANÇA: Olhos e pele devem ser protegidos do contato direto. Caso aconteça o contato, lavar imediatamente com água em abundância. A qualquer sinal de irritação, procure um médico. RENDIMENTO: 250 ml por m², ou seja, 15 m² por galão ou 80 m² por balde. EMBALAGEM: Galões 3,6 L 3,6 kg líquido. Baldes 20 L - 18 kg líquido. Tambores 200 L kg líquido. 127

128 TEXFILM DEFINIÇÃO: Recobrimento asfáltico tenso ativo com interação de moléculas e co-acriláticos pré-dosificados, isento de solventes, de alcatrão epóxi e, outros passíveis de poluição ambiental. TEXFILM é um produto ecologicamente equilibrado, com alta eficiência tecnológica. É um líquido preto, à base de hidrocarboneto resinado, composto e disperso em moinhos coloidais, redutores da molécula em micro células, o que o torna um produto de perfeita fluidez e grande capacidade de vencer o capilar de 0.05mm. Uma vez seco, oferece um acabamento impermeável e de elevado brilho, dureza superficial excelente, resistente a alguns ácidos, resistente aos atritos pneumáticos, o que garante uma perfeita proteção aos pisos de concretos e argamassas, e principalmente aos de concreto/asfáltico de vias, ruas e estradas, aumentando a aderência e segurança nas rodovias, protegendo também contra os raios ultravioletas. TEXFILM é um excelente restaurador de superfícies, mesmo que estas se apresentem com trincas ou fissuras. Não deixa a base ficar tufada. CARACTERÍSTICAS: Suporta jato d'água com pressão acima de 8 bares após a cura. Ponto de fulgor após ebulição o C Teor de sólidos 54% Ph 9 a 9,5 Não é tóxico Seca em 20 minutos. - Ótima resistência química à água e a soluções diluídas de sais, ácidos e também aos álcalis. - Excelente impermeabilidade à água e boa resistência à penetração de gazes como o CO 2, - Boa flexibilidade, permite ser utilizado sobre portas articuladas de chapas de ferro ou alumínio, e em vários tipos de materiais, além de pavimentação com superfície modulada em pequeno bloquete, etc. - Fácil de aplicar com brocha, rolo de pintura ou spray - Flexibilidade, permite cobrir micro fissuras e furos. - Ótimo alongamento na tração, não se desprende pintado sobre um fino filme fino de polietileno, alongando acima de 300%, sem fissurar. - Não abrasivo; protege os materiais do desgaste realizado pelas águas correntes e pelo vento. APLICAÇÕES: Como revestimento impermeabilizante e protetor de pisos velhos, tais como asfaltos de ruas e estradas, pisos de argamassas e concretos; em muros de arrimo, paredes junto a encostas que recebem pouco aquecimento solar; em pavimentação de vias, rodovias e aeroportos, etc. MODO DE USAR: O suporte deve estar limpo, não se apresentar friável (estar isento de poeira) e se apresentar absolutamente firme e isento de óleo, graxa, gesso ou cal. A pintura de TEXFILM pode ser armada com uma única camada de não tecido de poliéster, véu de vidro resinado etc. RENDIMENTO: Varia de acordo com as condições do suporte. Como mínimo, recomendamos 500 gramas p/m 2 ; podendo ser necessário até um mínimo de 1,00 kg/m 2 para determinadas condições da base, CUIDADOS NO MANUSEIO: Embora não apresente risco durante a manipulação, recomenda-se fazer uso de EPIs como: luva, capacete e botas (exigências das normas de segurança do trabalho). EMBALAGEM: Baldes - 20 L - 20 kg líquido Tambores L kg líquido. 128

129 FAMÍLIA DE IMPERMEABILIZANTES DE ALTA CONFIABILIDADE GARANTIA TEXSA SUPERFICIAL GUARD FIXFILM TEXFILM 1ª Opção: 1. Laje de concreto armado 2. Estrias duplas de DIPLAS EXTRA FORTE colagem dos 1 os tijolos da alvenaria 3. SUPERFICIAL GUARD aplicação por processo de pintura - consumo 350 g/m² Obs.: Após 20 minutos da aplicação, executar a pintura do item seguinte FIXFILM 4. FIXFILM aplicação por processo de pintura = consumo mínimo 400 g/m² - Obs.: Após 60 minutos da aplicação, executar a pintura do item seguinte TEXFILM 5. TEXFILM aplicação por processo de pintura = consumo mínimo 500 g/m² - Obs.: Após 60 minutos da aplicação, é recomendado pintar o SUPERFICIAL GUARD sobre toda a superfície horizontal consumo 150 g/m Proteção final RP=MORTER + AREIA + ÁGUA - TRAÇO 1:6 acabamento liso 7. TEXTON L = impermeabilização 100% de fachadas 8. PLASTOFIX SOLGLOUT UMA DEMÃO CONSUMO 100 g/m 2 9. ACRIL TEXSA CODEGRAN 10 -R-MORTER - Micro concreto que não fissura. Consumo 16 kg/m 2 : 1,5 cm de espessura. 129

130 IMPERMEABILIZAÇÃO DE LAJES POR PINTURA SISTEMA TEXSA - GARANTIA DE DESEMPENHO SUPERFICIAL GUARD FIXFILM TEXFILM 2ª Opção: 1 - Laje maciça (batida) 2 - Estrias de DIPLAS EXTRA FORTE 3 - Uma demão de SUPERFICIAL GUARD 4 - Uma demão de FIXFILM e uma demão de TEXFILM 5 - Desnível impermeável com 1,5 cm de espessura feito no TRAÇO 1:6 com cimento impermeável RP-MORTER + areia + água - acabamento liso 6 - Piso EMUGRAVA R-1 com espessura de 2 cm 7 - SELADOR E REVESTIMENTO FAISCATTO 8 - Reboco Traço 1:7 com 250 ml aditivo MORTER CB e 27 litros de água para cada saco de cimento 9 - ACRIL-TEXSA SEMIBRILHO 10 -Peitoril com pingadeira feita com o micro concreto R-MORTER 130

131 TEXFILM-FERROSO DEFINIÇÃO: Tinta impermeabilizante de cor cerâmica para paredes e pisos de argamassas, concreto, chapa de ferro, materiais isolantes, e superfícies similares. Excelente para impermeabilizar pisos de concreto asfáltico que estejam trincados, pisos velhos sobre lajes. Dispensa juntas de articulação. CARACTERISTICAS: Cor: cerâmica Altamente impermeável 100% Secagem: rápida, não se desprega das superfícies Poder de aderência: excelente a todos materiais Poder de cobertura: uma só demão. Não se decapa e nem esfolheia. PROPRIEDADES: Impermeabiliza e protege contra corrosão superfícies de concretos novos e velhos entre si, chapas de ferro, tubulações, inclusive sobre superfícies lisas ou brunidas. Perfeito para demarcação e pintura de pisos. Pós-pintado a secagem é de aproximadamente 10 minutos. Tinta altamente impermeável de grande poder de aderência e cobertura em uma demão. O TEXFILM-FERROSO É UM PRODUTO QUE NÃO AGRIDE O MEIO AMBIENTE. APLICAÇÕES: Impermeabilizações de muro de arrimo, piso de banheiros, cozinha, laje de cobertura, etc. Impermeabilização ou imprimação de argamassas em pisos e paredes de subsolo, etc. Pintura ou reparação de pavimentos de concreto asfáltico. Em tubulações contra corrosão. Pintura sobre o piso asfáltico EMUGRAVA R1 de aplicação a frio, termo-acústico, nos costados de navios, coberturas prediais, pisos de garagem, etc... Nota.: Sobre chapa de ferro ou ferro com ferrugem 1º pintar com OXIPRIMER VERNIZ para transformar a ferrugem em fosfato protegido por carbono. MODO DE USAR: Agite e pinte as superfícies com trincha ou rolo de carneiro. TEXFILM-FERROSO, por ter como solvente a água, recomenda-se manter ferramentas em pequeno balde com água potável. Sobre superfície limpa e seca (é aceitável uma ligeira umidade) pinte com brocha, rolo de carneiro ou borracha. A pintura feita com TEXFILM-FERROSO tem alto poder de resistência à tração, razão de também poder ser usada como pintura impermeável de ligação, para em seguida se despejar a argamassa impermeável MPa 10, desnivelando-a como piso final. TEXFILM-FERROSO PINTOU IMPERMEABILIZOU CONSUMO EM ARGAMASSA E CONCRETO EMBALAGEM 1ª demão 100 gramas por m 2 18 kg Balde plástico 2 as demãos 100 gramas por m 2 Galões de 3,6 kg Em chapa de ferro ou tubulações, 100 gramas /m 2. impermeabiliza e proteção contra a corrosão. Densidade 1,00 gm/cm 3 e Viscosidade = 57 UK PINTOU ESTEJA CERTO IMPERMEABILIZOU E PROTEGEU CONTRA A CORROSÃO. TEXFILMFERROSO EXTRA RUGOSO COR CERÂMICA TEXFILM FERROSO ESPECIFICAÇÃO PARA ESCADAS LAJES PISOS E RAMPAS ANTIDERAPANTE FERRAMENTAS TIPO CONSUMO E ACABAMENTO QUILO ESPÁTULA DENTE FINO - UMA SÓ APLICAÇÃO 1,200 DESEMPENADEIRA DE AÇO FINO ROLO DE PINTOR ESPUMA VOCÊ OBTERÁ UMA SUPERFÍCIE ANTIDERRAPANTE DE ACABAMENTO TEXTURADO. Densidade= 1,66 gm3 Viscosidade = 127 Uk Consumo = 1,5 kg/ m2 TEXFILM-FERROSO EXTRA RUGOSO, INOVAÇÃO DA IMPERMEABILIZAÇÃO, GARANTIA NO FUTURO. MARKETING. Quando se precisa impermeabilizar com resistência total à molécula da água, feita por cima de pisos ou mesmo sobre várias camadas de materiais sobrepostos, utilize o TEXFILM-FERROSO. Melhor impermeabilizante aplicado em nível do concreto. Use também o TEXFILM-FERROSO EXTRA RUGOSO antiderrapante em escadas, lajes inclinadas, pisos, rampas e nos costados ou fundo de embarcações. Obs.: primeiro pinte os ângulos retos e as trincas e depois pinte geral. APRESENTAÇÃO E ARMAZENAGEM: Baldes plásticos de 18 kg e Galões de 3,6 kg Tempo de armazenamento, devidamente coberto, seis (6) meses. FAÇA REBOCO E CONTRAPISO COM ARGATEXSA IMPERMEÁVEL MPa 10: DESEMPENHO GARANTIDO. 131

132 TEXFILMFERROSO EXTRATEXTURA DEFINIÇÃO: Revestimento impermeabilizante de cor cerâmica, constituído por um aglomerado de quartzo disperso em hidrocarbono, mesclado com co-acrilatos. É um impermeabilizante de secagem rápida, de grande poder de aderência que permite obter cobrimento de espessura entre 2 e 4 mm, além de ser antiderrapante e decorativo. CARACTERÍSTICAS: Aspecto: Pastoso Densidade: 1,60 g/cm3 Viscosidade: 116 u.k. PROPRIEDADES: Impermeabiliza e protege, contra carbonatação e corrosão, as superfícies do concreto novo ou velho, degraus de escadas, chapas de ferro, tubulações, sobre superfícies lisas ou brunidas. A secagem é de aproximadamente 30 minutos. As versões líquidas são o TEXFILM E O TEXFILM-FERROSO, para servir de base. APLICAÇÕES: Impermeabilização antiderrapante de pisos, paredes, etc... Reparação de pavimentos de concreto asfáltico. Aplicação sobre piso asfáltico EMUGRAVA R1. Indicado para paredes secas, por ser impermeável e decorativo. Sobre materiais isolantes térmicos, costados de navios, etc. Quando se precisa criar superfície antiderrapante e impermeável com resistência total à molécula da água, feito por cima de pisos, rampas, etc. Aplica-se também sobre várias camadas de materiais sobrepostos. OBS.: Utilize uma imprimação do TEXFILM-FERROSO para posterior fazer a aplicação do antiderrapante TEXFILM-FERROSO EXTRATEXTURA. MODO DE USAR: Para texturar aplique o produto com desempenadeira dentada e lisa, escova de cerda, trincha, rolo de espuma de células abertas. Para que as ferramentas tenham maior duração, é recomendável mantêlas afogadas em um pequeno balde cheio d água. CONSUMO: Em argamassas, concretos, chapas de ferro ou tubulações, em uma demão, 1,5 kg/m2. É o melhor conjunto antiderrapante impermeável sempre aplicado ao nível do concreto (laje cota 0 ). APRESENTAÇÃO E ARMAZENAGEM: Balde plástico de 29 kg Galões de 5,9 kg Tempo de armazenamento, devidamente coberto, doze (06) meses. TEXFILMFERROSO EXTRATEXTURA NOS BEIRAIS DAS ESCADAS DE MARMORE NÃO DEIXA VOCE CAIR E ALERTA A SUA VISÃO. A TEXTURA QUE ELE PROMOVE NAS SUPERFÍCIES É DE UM PISO ANTIDERRAPANTE 132

133 IMPERMEABILIZAÇÃO DE SUBSOLO POR PINTURA SISTEMA TEXSA - GARANTIA DE DESEMPENHO 133

134 VEDANTES TEC ROSCA M-2 TEXSA

135 TEC-ROSCA DEFINIÇÃO: Pasta que veda roscas e protege contra a corrosão, por inibir as reações que se passam entre dois corpos metálicos quando em contato, evitando as pilhas de corrosão. INSTRUÇÕES PARA APLICAÇÃO : Para tubos de ferro enferrujado não é necessário remover a ferrugem. Para as demais roscas dos tubos, limpar e secar as roscas antes de aplicar o produto. Para tubos até 7/8 de diâmetro, aplicar o produto em volta do início da rosca macho. Para tubos de maior diâmetro, aplicar o produto também no início da rosca fêmea. TEC-ROSCA é o único veda roscas que transforma a ferrugem em fosfato, além de vedar roscas e juntas sem colar. TEC-ROSCA proporciona uma vedação instantânea, não resseca e não endurece. Combina três desempenhos: vedação, lubrificação e proteção anti-corrosiva. Dificulta que as roscas se grimpem, por ter boa característica de anti-vibração, aceitando reabertura da conexão a qualquer momento. TEC-ROSCA pode ser utilizado em tubulações de água, ar comprimido, gás, óleo, vapor d'água e roscas de tubulações de condensados, etc. Uma pequena camada de TEC-ROSCA, aplicada entre roscas, resiste pressões de até 2 atmosferas. TEC-ROSCA é uma pasta vedante que não é compressível, razão de compensar as tensões provocadas pelo vai e vem da água do interior das tubulações, pois ao acontecerem as tensões, pelo desequilíbrio de seus gases e do próprio vapor do líquido, não permite que joelhos, tês, e luvas fissurem. TEC-ROSCA ocupa os espaços vazios das roscas neutralizando tensões (golpe de aríete). EMBALAGEM Galão : 3,3 kg líquido ESPECIFIQUE NOSSO OXIPRIMER VERNIZ APAGADOR DA FERRUGEM É O MELHOR PROTETOR DO FERRO. 135

136 A SISTEMA DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA (MODELO) PARA: ATENDER PROJETOS DE ARQUITETURA DUQUE DE CAXIAS, 27 DE AGOSTO DE ESPECIFICAÇÃO DE MATERIAIS PARA EXECUÇÃO DE EDIFICAÇÃO, CONSIDERANDO OS ELEMENTOS: SUBSOLO, PRISMAS, EMPENAS CEGAS, JANELAS E DEMAIS ESQUADRIAS, INCLUINDO PINTURA DE FACHADAS DETALHAR E UNIFORMIZAR OS CADERNOS DE ENCARGOS POR CADA ESPECIALIDADE REUNIDAS E PRESAS (SUBJUGA) ENTRE SI: ESPECIFICAÇÕES DE IMPERMEABILIZAÇÃO E REVESTIMENTO. EDIFICAÇÃO RESIDENCIAL A SER ERGUIDA NO ANO DE... - Pavimentos, do subsolo e do térreo à cobertura - Prisma de ventilação com X faces cada - Empena cega de cerca de X metros de largura e X de altura - Pequenas marquises ao longo das fachadas, à altura dos andares: Xº, e Xº - Janelas ou Venezianas externas : de enrolar, em madeira ou pvc. - Janelas, esquadrias em madeira, alumínio ou pvc nas fachadas frontal e lateral - Janelas pequenas, do tipo basculante, na fachada frontal - Janelas e esquadrias em madeira, alumínio ou pvc nos prismas de ventilação - Basculantes e esquadrias em madeira, alumínio ou pvc, em poliedros laterais Sistemas e materiais, levando em consideração o Sistema TEXSA de produtos : 1 - Paredes e piso de subsolo, utilizado como garagem. Acabamento: cimentado áspero NOTA : O melhor sistema de impermeabilização para subsolos, poços de elevadores etc., é o de invólucro externo, no qual a edificação é construída dentro ou por sobre a impermeabilização, ou seja, a capa de chuva fica por sobre o paletó. No sistema invólucro externo, a impermeabilização se acomoda sobre o próprio terreno, inclusive sobre o talude, (em parede diafragma ou pranchão) e na base, ao nível do concreto magro nivelado e isento de materiais pontiagudos. MATERIAIS: Quando ao nível da terra, fazer irrigação com EMULPRIMER, misturando-o com a água potável na proporção de 1:2 Aplicar a manta MORTER PLAS N/D 4 mm plástico descartável ((auto-adesiva)). 1ª Opção Aplicar a manta MORTER PLAS N/D 4 mm 2ª Opção Aplicar a manta MORTER PLAS feltro/pol 4 mm (auto-adesiva). 3ª Opção Quando ao nível do concreto (laje), Imprimação com adesivo PLASTIPEGANTE Argamassa industrializada impermeável Mpa10com 1,5 cm de espessura, proteção primária melhor opção de desempenho que favorece o piso final - OU, a seguir, Argamassa de proteção primária - traço 1:6 - aditivada com 250 ml de MORTER CB OBS.: MATERIAIS PARA SISTEMA CONSTRUTIVO DA EDIFICAÇÃO NÃO SENDO EXECUTADO PELO SISTEMA ACIMA, A OUTRA OPÇÃO SERÁ : Paredes - Sistema semi-rígido + rígido: Aplicado ao nível do concreto MATERIAIS: STOP MORTER L 107 STOP MORTER R Argamassa industrializada ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa 100% inorgânica - OU Argamassa preparada com o cimento 100% impermeável RP-MORTER traços: 1:6 e 1:4 p/piso Piso com influência de água de sub-pressão Sistema Termoplástico OBS.: Análise criteriosa da altura do lençol freático para composição da especificação, de proteção final, em função do : Peso por m 2 x supressão ou fazer fixação incorporando o piso final à base. 136

137 MATERIAIS: Manta MORTER PLAS N/D 4 mm Argamassa impermeável, proteção primária - traço 1:6 - sendo 1 do cimento impermeável, RP MORTER + 6 AREIA lavada fina, média e grossa. Carbonatação acontece quando à argamassa assentada sobre a manta não é impermeável Piso final concreto armado - traço 1:4 Argamassa impermeável de proteção sendo 1 de cimento impermeável RP MORTER + 1 BRITA AREIA não prevendo juntas de articulação do piso. = RESISTÊNCIA DE COMPRESSÃO EM 24 hs.= 14,8 MPa 2- CISTERNA EM SUBSOLO Opção A : Sistema termoplástico impermeável à molécula d água e à difusão dos gases para aplicação do lado interno, sobre o concreto. Evita a corrosão das armaduras de aço e veda a água com pressão até 3 atmosferas. MATERIAIS: Imprimação das bases com adesivo PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 4 mm C / plástico descartável (auto-adesiva). Rufo e estrias no topo da parede e sub-tampo com a cola à base de microssílica marca DIPLAS EXTRA FORTE - (NOTA - jamais cortar a alvenaria). Argamassa 100% impermeável e inorgânica ARGATEXSA impermeável 10 Mpa ou 20 Mpa, por serem isentas de materiais orgânicos e de coliformes fecais. Opção B : Sistema Rígido impermeável à molécula d`água. Obs.: Não evita a difusão dos gases para o interior do concreto. MATERIAIS: Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE penteada em forma de dama 30 x 30 cm (não faça chapisco, ele é o tumor da interface). STOP MORTER L 107 é uma impermeabilização semi-plástica de superfície. RP-MORTER é um cimento 100% IMPERMEÁVEL- TÇ; 1:5 c/acabamento liso. 3 PISO DE PAVIMENTO DE USO COMUM (PUC), SOBRE PAVIMENTO DA GARAGEM. ACABAMENTO, POR EXEMPLO, EM PEDRA SÃO TOMÉ SISTEMA TERMOPLÁSTICO MATERIAIS: IMPRIMAÇÃO AO NIVEL DO CONCRETO (laje) COM PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 3 mm com plástico descartável (auto-adesiva) Reaproveitar o plástico descartável, como camada separadora, colocando-o por sobre a manta e assim, substitui a 1ª argamassa de proteção primária pelo plástico descartável. Argamassa impermeável c/proteção primária- traço 1:6-1 de RP MORTER + 6 AREIA Argamassa impermeável de proteção final (ITEM) traço 1:4 para recebimento da pedra São Tomé. Nota: Sendo impermeável, o piso final não mancha. Pedra São Tomé colada individualmente com cola à base de microssílica marca DIPLAS EXTRA FORTE devidamente estriado (penteado) 4 PISO SOBRE LAJE DE ESTACIONAMENTO DESCOBERTO, sobre pavimento GARAGEM, pintura com FIXFILM DIRETO SOBRE O CONCRETO, EM DUAS DEMÃOS: + Argamassa impermeável 20 mpa de proteção final (item) e Acabamento liso (não prevê uso de junta de articulação do piso) SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: IMPRIMAÇÃO AO NIVEL DO CONCRETO COM PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 4 mm com plástico descartável (a nível do concreto) Argamassa de proteção e desnível mínimo de 0,5% - traço 1:6 - sendo 1 do cimento 100% impermeável marca RP MORTER + 6 de AREIA lavada fina, média e grosa. Acabamento final em plaqueado de (60x60cm) feito com argamassa impermeável traço 1:4 sendo 1 com o cimento 100 % impermeável marca, RP MORTER + 4 AREIA fina, média e grossa. Dessa forma se evita a carbonatação dos pisos Para o controle da cura do piso plaqueado aplicar o produto FLEXCURESOL 10 cm acima do nível das soleiras criar o rufo, fazendo duas estrias de DIPLAS EXTRA- FORTE. (É um erro cortar as alvenarias nos paramentos verticais). 137

138 EMUGRAVA R1 Para o enchimento das juntas de articulação do piso plaqueado As juntas de articulação devem ser preenchidas com JUNTER-F junto ao perímetro. TEXTON L Pintura final impermeável e resistente aos derivados de petróleo. 5 Fundo e paredes de jardineira em área descoberta do pavimento de uso comum. SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: Imprimar ao nível do concreto com o adesivo PLASTIPEGANTE MORTER PLAS RR 3 mm auto-adesiva, resistente a pequenas raízes/arbustos. Obs.: Manta MORPLAVA 2,5mm auto-adesiva aplicada em sentido transversal - proteção adicional p/ jardineiras de dimensões elevadas e espécimes botânicos diversos. Proteção final- argamassa inorgânica ARGAMASSA IMPERMEÁVEL 10 mpa OU ARGAMASSA IMPERMEÁVEL 20 mpa. Ou ainda -Traço 1:3 aditivada com 20 ml do aditivo MORTER CB. A água adicionada é 0,55% em relação ao peso do cimento Portland. (saco de 40 kg = 22 litros de água) Para não abrir as argamassas no topo da parede da jardineira fazer primeiramente as estrias da cola DIPLAS EXTRA FORTE 6 PISO DE BANHEIROS DE PAVIMENTO COM ACABAMENTO TIPO CERÂMICO SISTEMA MISTO Materiais: Impermeabilizar ao nível do concreto da laje, começando pelos ângulos retos com TEXFILM, subindo 30 cm nas paredes, pintando-as ao nível da alvenaria Revestir com ARGATEXSA IMPERMEAVEL 10 Mpa, deixando o desnível mínimo de 0,5% na direção do ralo. Caso o acabamento final for de piso cerâmico ou porcelanato, usar de modo penteado a cola de micro sílica DIPLAS MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL BRANCO Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE ATENÇÃO - Em buchas e parafusos de fixação de vasos, divisória e outros, vedar aplicando em forma espiral o produto emborrachado TEXSA 400, fabricação da Texsa Brasileira; OBS. IMPORTANTE : As paredes que separam atmosferas (devem ser especificadas em projeto) com pintura impermeável ao vapor d água e dos gases (banheiros e outros compartimentos). Material: EMUPLÁSTICO LÁTEX asfalto líquido - Aplicado ao nível do tijolo nas paredes internas do compartimento, em duas demãos e, na segunda, espargir sobre ela, de imediato, areia grosa e seca. 7 PISO DE COZINHAS E ÁREAS DE SERVIÇO com acabamento tipo cerâmico ou porcelanato Sistema termoplástico, desempenho 100 % impermeável Materiais: Imprimar ao nível do concreto da laje com adesivo impermeável PLASTIPEGANTE Aderir sobre a base MORTER PLAS 3 mm DESCARTAVEL SBS removendo o plástico descartável e fazer a fixação da manta. Guarde o plástico, para substituir a argamassa fraca (1:6) de proteção primaria. Com ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa e já deixando o desnível mínimo de 0,5% na direção do ralo. Caso o acabamento final for de piso cerâmico, colar usando a cola de micro sílica DIPLAS estriado. Use TEXSA 400 Para buchas e parafusos de fixação de tanques, divisórias, bancadas e outros. 8 Piso de varandas abertas com acabamento tipo cerâmica ou porcelanato SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: REPETIR AS ESPECIFICAÇÕES DO ITEM 7 impermeabilização e pavimento 9 Calhas de telhado, com muretas de alvenaria Calhas pequenas : largura de até 40 cm Sistema rígido Materiais: (regularização) Cola de microssílica DIPLAS EXTRA-FORTE em estrias p/ receber à argamassa da mordedura Com ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa, deixando o desnível de 0,5% na direção do ralo. Imprimar com adesivo PLASTIPEGANTE, 100% impermeável para em seguida colar o 138

139 MORPLAVA alumínio 2 mm (calhas de 25 cm de largura) Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA-FORTE em estrias, para receber argamassa da mordedura. R-MORTER - É a Argamassa de mordente sobre o topo da impermeabilização. TEXTON L pintura impermeável protetora reflexiva do raio solar e do raio Calhas armada maiores: largura superior a 40 cm Sistema termoplástico Materiais: Imprimar ao nível do concreto da laje com adesivo PLASTIPEGANTE Manta auto adesiva MORTER PLAS N/S 3 mm Desc./SBS (plástico descartável) Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE em estrias mordentes ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 Mpa veio para evitar a carbonatação que enfeia os acabamentos finais. Além do bom desempenho, reduz o tempo de execução baixando os custos de sua obra TEXTON L 9000, Pintura impermeável, protetora e reflexiva do raio solar e raios 10 TETOS, SUB LAJE (por baixo) da CASA DE MÁQUINAS, COBERTURA SEM TRÂNSITO, etc. Sistema Plástico/elástico Materiais: Aplicar primeiramente, no formato de estrias em quadros de 30X30 cm (horizontal x vertical) para controlar a força ( ) da interface, a cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE, para receber o isolamento térmico ARGATEXSA TÉRMICA-2, que também resiste ao fogo em 800ºC abaixo ou sobre todas as lajes, tetos, inclusive nas paredes cegas ensolaradas. CASA DE MÁQUINAS, COBERTURA SEM TRÂNSITO Materiais: Impermeabilizar pintando com TEXFILM-FERROSO cor cerâmico Aplicar o piso semiplástico com EMUGRAVA R1, sobre a pintura Para que a força da interface do chapisco irregular não provoque fissuras ou trinque o emboço, faça sempre as estrias no formato de tabuleiro de dama, aplicado sobre a base em 30 x 30 cm horizontal x vertical 10 A ASSENTAR ALVENARIA EM FACHADAS E PAREDES CEGAS REVESTIR, ETC Sistema argamassa única para construção. Para assentamento da alvenaria, emboço/ reboco, (com o acabamento alisado feito com desempenadeira de aço com espessura mínima de 7mm) carga estática de 9 kg por m 2, e o dobro da espessura na parte interna Materiais: Cola Diplas Extra Forte para substituir o chapisco que é irregular e só cria tumores na interface do emboço e reboco. É também necessário criar o macho junto às cintas, pilares e laje de piso, deve ter 1,5 cm de altura. ARGAMASSA ÚNICA PARA A CONSTRUÇÃO Usar massa corrida impermeável Diplas - pode lixar e pintar em 2hs melhor do que massas acrílicas e a pva porque se reidratam por pressão atmosférica. Também reduz em muitos dias o tempo de execução Acabamento final por pintura de revestimentos coloridos de larga vida útil. Do lado de fora TEXTON - L, se rugoso, TEXTON - R. Se do lado interno da habitação, de alta lavabilidade, use A TINTA ACRIL T SEMIBRILHO é um acabamento do tipo de tinta a oleo. Nota:Texsa fabrica muitos outros revestimentos de paredes, inclusive para hall social. Alguns tipos de texturas: Acril Texsa textura, Codegran, Faiscatto, Texton R, etc. 139

140 ESPECIFICAÇÕES DE IMPERMEABILIZAÇÃO E REVESTIMENTO. PROJETOS 1 - OBJETO: Especificação de materiais para execução de edificação considerando os elementos: subsolo, prismas, empenas cegas, janelas e demais esquadrias, incluindo pintura de fachadas. Edificação residencial a ser erguida no ano de... Pavimentos, do subsolo e do térreo à cobertura Prisma de ventilação com X faces cada Empena cega de cerca de X metros de largura Pequenas marquises ao longo das fachadas, à altura dos andares: Xº, e Xº Janelas ou Venezianas : externas de enrolar, em madeira ou pvc. Janelas, esquadrias em madeira, alumínio ou pvc nas fachadas frontal e lateral Janelas pequenas, do tipo basculante, na fachada frontal Janelas e esquadrias em madeira, alumínio ou pvc nos prismas de ventilação Basculantes, esquadrias, madeira, alumínio ou pvc, em poliedros laterais Sistemas e materiais, levando em consideração o sistema texsa de produtos e execuções: 2 - Paredes e piso de subsolo, utilizado como garagem. Acabamento: cimentado áspero NOTA : - O melhor sistema de impermeabilização para subsolos, poços de elevadores etc., é o de invólucro externo, no qual a edificação é construída dentro ou por sobre a impermeabilização, ou seja, a capa de chuva fica por sobre o paletó. No sistema invólucro externo, a impermeabilização se acomoda sobre o próprio terreno, inclusive sobre o talude, (parede diafragma ou pranchão) e na base, ao nível do concreto magro nivelado e isento de materiais pontiagudos. Materiais: Quando ao nível da terra, fazer irrigação, misturando - 1 de EMULPRIMER e 1 de água Manta MORTER PLAS N/D 4 mm plástico descartável Manta MORTER PLAS N/D 4 mm Manta MORTER PLAS feltro/pol 2 mm Imprimação com adesivo PLASTIPEGANTE Argamassa de proteção primária - traço 1:6 - aditivada c/ 250 ml de MORTER CB OBS.: MATERIAIS PARA SISTEMA CONSTRUTIVO DA EDIFICAÇÃO NÃO SENDO EXECUTADO PELO SISTEMA ACIMA, A OPÇÃO SERÁ Paredes - Sistema semi-rígido + rígido: Materiais: STOP MORTER L 107 STOP MORTER R RP-MORTER cimento 100% impermeável Piso com influência de água de sub-pressão Sistema termoplástico Obs.: Análise criteriosa da altura do lençol freático para composição da especificação, de proteção final, em função de : Peso por m2 e ou fixação e incorporação do piso final à base. Materiais: Manta MORTER PLAS N/D 4 mm Argamassa impermeável, proteção primária - traço 1:6 sendo: cimento impermeável, (1) do RP MORTER + 6 AREIA lavada fina, média e grossa. Piso final concreto armado - traço 1:4 Sobre a argamassa impermeável de proteção sendo: 1 de RP MORTER + 1 BRITA AREIA não prevendo juntas de articulação do piso. Resistência de compressão em 24 hs.= 14,8 MPa 3 CISTERNA EM SUBSOLO Opção A : Sistema termoplástico impermeável à molécula d água e à difusão dos gases para aplicação do lado interno, sobre o concreto. Evita a corrosão das armaduras de aço e veda a água com pressão até 3 atmosferas. Materiais: Imprimação das bases com adesivo PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 4 mm C / plástico descartável Rufo e estrias no topo parede e tampo com a cola à base de microssílica marca DIPLAS EXTRA FORTE - (NOTA - jamais cortar a alvenaria). Argamassa 100% impermeável e inorgânica ARGATEXSA impermeável Mpa 20 (isenta de materiais orgânicos e coliformes fecais) Opção B : Sistema Rígido impermeável à molécula d`água. Obs.: não evita a difusão dos gases para o interior do concreto. Materiais: 140

141 Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE penteada em forma de dama 30 x 30 cm STOP MORTER L 107 RP-MORTER é um cimento 100% IMPERMEÁVEL - TÇ; 1:5 c/acabamento liso. 4 PISO DE PAVIMENTO DE USO COMUM (PUC), SOBRE PAVIMENTO DA GARAGEM. Acabamento: por exemplo, em Pedra São Tomé SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: IMPRIMAÇÃO AO NIVEL DO CONCRETO (laje) COM PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 3 mm COM PLASTICO DESCARTÁVEL O PLÁSTICO DESCARTAVEL É REAPROVEITADO COMO CAMADA SEPARADORA Argamassa impermeável c/proteção primária- traço 1:6-1 de RP MORTER + 6 AREIA Argamassa impermeável de proteção final (ITEM) traço 1:4 para recebimento da pedra São Tomé Pedra São Tomé colada individualmente com cola à base de microssílica marca DIPLAS EXTRA FORTE 5 PISO DE ESTACIONAMENTO DE COBERTO, sobre pavimento GARAGEM, pintura com FIXFILM: + Argamassa impermeável de proteção final (item) traço 1:5 e Acabamento liso (não prevê uso de junta de articulação do piso) SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: IMPRIMAÇÃO AO NIVEL DO CONCRETO COM PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/D 4 mm com plástico descartável Argamassa de proteção e desnível mínimo de 0,5% - traço 1:6 - sendo 1 do cimento RP MORTER + 6 AREIA fina,media e grosso. Acabamento em plaqueado de (60x60cm) feito com argamassa impermeável traço 1:4 sendo 1 com o cimento 100 % impermeável marca, RP MORTER + 4 AREIA fina media e grosso. Controle da cura do piso plaqueado aplicar o produto FLEXCURESOL Cola a base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE. EMUGRAVA R1 para o enchimento das juntas de articulação do piso plaqueado JUNTER-F para o enchimento das juntas de articulação do piso junto ao PERÍMETRO. TEXTON L pintura final de homogeneização da área; resistente aos derivados de petróleo. 6 Fundo e paredes de jardineira em área descoberta do pavimento de uso comum. SISTEMA TERMOPLÁSTICO Materiais: Imprimar ao nível do concreto com o adesivo PLASTIPEGANTE. Manta MORTER PLAS RR 3 mm plástico descartável (resistente a raízes de pequeno arbusto de até 1,20 m de altura) Obs.: Manta MORPLAVA 2mm aplicada em sentido transversal - proteção adicional p/ jardineiras de dimensões elevadas e espécimes botânicos diversos. Proteção final- argamassa inorgânica traço 1:3 aditivada com 50 ml de MORTER CB. Para colagem da argamassa no topo da parede da jardineira usar a cola DIPLAS EXTRA FORTE. 7 PISO DE BANHEIRO DO PAVIMENTO TIPO. ACABAMENTO: CERÂMICA SISTEMA MISTO Materiais: Impermeabilizar ao nível do concreto da laje começando pelos ângulos retos com TEXFILM subindo 30 cm nas paredes pintando-as ao nível da alvenaria Com ARGATEXSA IMPERMEAVEL Mpa 10 e já deixando o desnível mínimo de 0,5% na direção do ralo. Caso o acabamento final for de piso cerâmico usar a cola de micro sílica DIPLAS. Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE ATENÇÃO - Em buchas e parafusos de fixação de vasos, divisórias e outros vedar aplicando em forma aspirai o produto emborrachado TEXSA 400, fabricação da Texsa Brasileira; OBS. IMPORTANTE : As paredes que separam atmosferas, devem ser especificadas em projeto pintura impermeável ao vapor d água e dos gases; banheiro e outros compartimentos. Material: EMUPLÁSTICO LÁTEX - aplicado ao nível do tijolo nas paredes internas do compartimento, em duas demãos e, na segunda espargir sobre ela de imediato areia grosa e seca. 8 PISO DE COZINHAS E ÁREAS DE SERVIÇO DO PAVIMENTO TIPO. Acabamento: cerâmica Sistema termoplástico desempenho 100 % Materiais: Imprimar ao nível do concreto da laje com adesivo PLASTIPEGANTE. Aderir a manta MORTER PLAS com plástico descartável de 3 mm. 141

142 Com ARGATEXSA IMPERMEAVEL Mpa 10 e já deixando o desnível mínimo de 0,5% na direção do ralo. Caso o acabamento final for de piso cerâmico colar usando a cola de micro sílica DIPLAS. Lembre TEXSA 400 p/buchas e parafusos de fixação de tanques, divisórias, bancadas e outros. 9 Piso de varandas abertas do pavimento tipo. Acabamento: cerâmica Sistema termoplástico Materiais: REPETIR AS ESPECIFICAÇÕES DO ITEM 7 impermeabilização e pavimento 10 Calhas de telhado, com muretas de alvenaria Calhas pequenas : largura de até 40 cm Sistema termoplástico Materiais: Com ARGATEXSA IMPERMEAVEL Mpa 10, deixando o desnível de 0,5% na direção do ralo. Imprimar com adesivo PLASTIPEGANTE MORPLAVA alumínio 2 mm (calhas de 25 cm de largura) Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE em estrias para receber argamassa mordente R-MORTER Argamassa mordente da impermeabilização TEXTON L 9000 pintura final protetora e reflexiva dos raios solares Calhas maiores: largura superior a 40 cm Sistema termoplástico Materiais: Imprimar ao nível do concreto da laje com adesivo PLASTIPEGANTE Manta MORTER PLAS N/S 3 mm plástico descartável Cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE em estrias mordente ARGAMASSA ÚNICA veio para dar desempenho, reduzir o tempo da execução e baixar todos os custos de sua obra TEXTON L 9000 pintura final protetora e reflexiva dos raios solares 11 TETOS SUB LAJE (por baixo) E CASA DE MÁQUINAS, COBERTURA SEM TRÂNSITO. Sistema Plástico/elástico Materiais: Aplicar primeiramente no formato de estrias em quadros de 30X30 cm (horizontal x vertical) para controlar a força da ( ) interface com a cola à base de microssílica DIPLAS EXTRA FORTE para receber o isolamento térmico a ARGATEXSA TÉRMICA-2 que também resisti ao fogo em 800ºC abaixo de todas as laje tetos, inclusive nas paredes segas ensolaradas. CASA DE MÁQUINAS, COBERTURA SEM TRÂNSITO Materiais: Impermeabilizar pintando com TEXFILM-FERROSO cor cerâmico. Aplicar o piso semiplástico com EMUGRAVA R1 sobre lajes, sobre a pintura. Lembrem-se para que a força da interface do chapisco irregular provoca fissura ou trinque no seu emboço faça sempre as estrias no formado de tabuleiro de dama aplicado sobre a base em 30 x 30 cm horizontal x vertical. 11 A ASSENTAR ALVENARIA, FACHADAS, E PAREDE CEGA REVESTIR, ETC Sistema argamassa única para construção. para assentamento da alvenaria, emboço/ reboco. com de acabamento alisado feito com desempenadeira de aço e baixa espessura (mínimo 7mm) = a carga estática de 14 kg por m2. e o dobro p/ externo e interno. MATERIAIS: COLA DIPLAS EXTRA FORTE para substituir o chapisco que é irregular (cria tumores na interface do revestimento da alvenaria). é também necessário para criar o macho junto as cintas, pilares e laje de piso, devendo ter 1,5 cm de altura. ARGAMASSA ÚNICA PARA A CONSTRUÇÃO. MASSA CORRIDA IMPERMEÁVEL DIPLAS - pode lixar e pintar em 2hs melhor do que massas pva e acrílicas que se reidratam por pressão atmosférica. reduz em muitos dias o tempo de execução. Acabamento final por pintura de revestimentos coloridos de larga vida útil do lado de fora TEXTON - L, se rugoso TEXTON R. Do lado interno da habitação se for de alta lavabilidade use ACRL TEXSA SEMIBRILHO. Nota: A Texsa Brasileira fabrica muitos outros revestimentos de paredes inclusive para hall social 142

143 LAJE VAZANDO com pisos trincados não faça quebradeira é só pintar com a tinta 100% impermeável -> TEXFILM FERROSO em 2 demãos. Ao iniciar o processo de pintura, primeiro mande pintar os ângulos retos para depois pintar geral Falou em qualidade e desempenho de materiais para construção, falou Texsa Brasileira. Pensou em Impermeabilizar ou Revestir o prédio pense no melhor, pense em produtos da Texsa Brasileira, Um Nome Impermeável desde

144 1 Lajes armadas de Cobertura, Pátio, Playground, Varanda e etc. 2 Prumada hidráulica com tubos de ponta e bolsa de 2 ou 3. 2A- Junta separadora da condutância térmica para evitar que o aquecimento se irradie por toda a superfície do piso. 3 A 1ª fiada da alvenaria colada com DIPLAS EXTRA FORTE, para não ceder ao choque da compressão do piso. 4 PintURA 100% impermeável feita com TEXFILM FERROSO usando uma trincha nos ângulos retos e subindo 30 cm no rodapé, para depois pintar geral toda a Laje. 5 Usando a ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 MPa fazer o desnível de 0,5% na direção das prumadas (ralos), iniciando a 1,50 metro após a soleira para o ponto mais baixo que deverá ficar com espessura mínima de 1 cm. Se a distância for 10 metros o ponto mais elevado terá 11 cm de altura. Assim sua obra ficará 100% impermeabilizada. 6 ARGATEXSA IMPERMEÁVEL 10 MPa garantirá o bom desempenho de sua obra. No assentamento da alvenaria o emboço e o reboco devem ser feitos em uma só camada na espessura mínima de 0,6 cm, para ficar 100% impermeável às águas projetadas com vento de até 80 km/h, exercendo uma pressão horizontal de 3,5 g/cm2. 7 Pintura de revestimento impermeável com TEXTON L que deve ser feita com 350gm/m2 para vida útil de 10 anos. 8 O desnível deve ser iniciado de um metro e meio (1,5) após a soleira, criando deste ponto a barreira do perímetro como separadora da condutância térmica. Encher c/ ARGATEXSA TÉRMICA 1. A IMPRIMAÇÃO RECOMENDADA PARA MANTA DE 2 E 2,5 mm DEVE SER FEITA COM EMUPLÁSTICO FILMLATEX - (PENTEAR, ALISAR, SECAR E LANÇAR AS MANTAS) É UM ERRO FAZER CHAPISCO SOBRE A ALVENARIA, POIS VIRA TUMORES NAS INTERFACES DOS EMBOÇOS. - SÓ QUEM TEM MUITO CONHECIMENTO TÉCNICO PODE OFERECER UM SO PRODUTO PARA IMPERMEABILIZAR FAZER ISOLAMENTO TERMICO E CRIAR DESNIVEIS PARA AS ÁGUAS CORREDEIRAS. 144

145 VOCE SO FAZ ERRADO SE DESEJAR, NÃO DEIXE DE USAR SISTEM TEXSA DE REVESTIMENTOS E OUTROS EXEMPLO DE UM SUBSOLO ABAIXO DO LENÇOL FREÁTICO 145

146 Areia SEM ser lavada e seca,introduz nos emboços de caixas d água e piscinas BACILOS vindo do excremento humano causador de doenças. PROTEJA O MEIO AMBIENTE SOBRE A IMPERMEABILIZAÇÃO aplique sempre como camada separadora o removível plástico branco (descartável) das mantas MORTER-PLAS e MORPLAVA AUTO ADERENTES. VEJA COMO É FÁCIL RECONHECER A QUALIDADE. OBTENHA PRODUTOS TEXSA. NOVO SISTEMA TEXSA, QUALIDADE NO QUE FAZ DESDE SUA FUNDAÇÃO-1951 COMO VESTIR UMA ESTRUTURA E TER DESEMPENHO E QUALIDADE EM SUAS OBRAS OU PROJETOS. 146

147 A DEFORMAÇÃO É QUALIDADE SOMENTE QUANDO SE LANÇA O CONCRETO POR SOBRE AS MANTAS TERMOPLÁSTICAS MORTERPLAS N DE 3 OU 4mm, FOI O QUE FOI FEITO EM 18 QUILÔMETROS DO METRÔ DO RIO DE JANEIRO JÁ COM MAIS DE 30 ANOS DE DESEMPENHO. 147

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens.

Construção. Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos. Características / Vantagens. Ficha do Produto Edição 22/04/2011 Sikacim Impermeabilizante Construção Sikacim Impermeabilizante Impermeabilizante liquido para preparo de concreto e argamassa. Descrição do Produto Usos Características

Leia mais

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos.

BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Descrição BIANCO é uma resina sintética de alto desempenho que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. BIANCO confere maior elasticidade e, assim, maior resistência

Leia mais

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro;

Resistente à altas pressões hidrostáticas, tanto positivas quanto negativas; Não altera a potabilidade da água, sendo atóxico e inodoro; VIAPLUS BRANCO 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, semiflexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.

Leia mais

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade.

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Descrição VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. VEDATOP não é tinta de acabamento,

Leia mais

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens

Construção. Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado. Descrição do Produto. Usos. Características/ Vantagens Ficha do Produto Edição 18/5/2010 Sika 1 Construção Sika 1 Aditivo impermeabilizante de pega normal para argamassa e concreto não armado Descrição do Produto Usos Características/ Vantagens Dados do Produto

Leia mais

cerâmica externa ficha técnica do produto

cerâmica externa ficha técnica do produto 01 Descrição: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos em áreas internas e s. 02 Classificação técnica: ANTES Colante

Leia mais

BIANCO. Preparo do substrato As superfícies devem estar limpas, porosas, isentas de pó ou oleosidade e serem umedecidas antes da aplicação.

BIANCO. Preparo do substrato As superfícies devem estar limpas, porosas, isentas de pó ou oleosidade e serem umedecidas antes da aplicação. Produto é uma resina sintética, de alto desempenho, que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Confere maior plasticidade e, assim, maior resistência ao desgaste e

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Características Densidade: 1,02 g/cm 3 Aparência: Cor preta Composição básica: emulsão asfáltica modificada com elastômeros

Leia mais

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO

ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE COMPONENTES DO REVESTIMENTO TECNOLOGIA DE REVESTIMENTO Componentes do sistema BASE CHAPISCO Base Características importantes: Avidez por água - inicial e continuada Rugosidade EMBOÇO ARG. COLANTE REVESTIMENTO REJUNTE Chapisco Função:

Leia mais

Excelente para o assentamento e rejuntamento simultâneo de pastilhas de porcelana e vidro;

Excelente para o assentamento e rejuntamento simultâneo de pastilhas de porcelana e vidro; 01 Descrição: NOVO PRODUTO votomassa é uma argamassa que proporciona alta aderência e trabalhabilidade no assentamento de de porcelana e vidro 02 Classificação: votomassa combina cimento Portland, agregados

Leia mais

MASSA LISA PROTEC. Embalagem: Saco de 20 kg Consumo: 1,0 a 1,3 kg/m² por milímetro de espessura

MASSA LISA PROTEC. Embalagem: Saco de 20 kg Consumo: 1,0 a 1,3 kg/m² por milímetro de espessura MASSA LISA Massa extra-lisa para revestimento de paredes e tetos. Substitui a massa corrida e o gesso, reduzindo o uso de lixas. Sem desperdício e de rápida aplicação; Reduz o uso de lixas; Aplicação sobre

Leia mais

porcelanato interno ficha técnica do produto

porcelanato interno ficha técnica do produto 01 DESCRIÇÃO: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos e s em áreas internas. 02 CLASSIFICAÇÃO TÉCNICA:

Leia mais

Viaplus 7000 Revestimento Impermeabilizante Cimentício Flexível com Fibras Sintéticas

Viaplus 7000 Revestimento Impermeabilizante Cimentício Flexível com Fibras Sintéticas Ficha Técnica de Produto Versão 20-08-2015 Viaplus 7000 1 /5 Viaplus 7000 Revestimento Impermeabilizante Cimentício Flexível com Fibras Sintéticas 1. Descrição Revestimento impermeabilizante, flexível,

Leia mais

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa;

Excelente aderência quando aplicado sobre superfícies de concreto ou argamassa; VIAPLUS 7000-FIBRAS 1. Descrição Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO:

MAXIJUNTA - 3 EM 1 PRODUTO: INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível de alta adesividade para áreas internas e externas. Assenta e rejunta pastilhas de porcelana e cerâmica até 7,5 x 7,5 cm,

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Assunto: Tecnologia de Concreto e Argamassas Prof. Ederaldo Azevedo Aula 8 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br 8. Tecnologia do Concreto e Argamassas 8.1. Concreto: 8.1. Concreto: Concreto é a mistura

Leia mais

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L.

Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil. Construção Civil II. Impermeabilização. Prof. André L. Unisalesiano Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Construção Civil II Impermeabilização Prof. André L. Gamino Normalização ABNT: Termos Gerais NBR 9575 (2010): Impermeabilização

Leia mais

ADITIVOS. Reforçar ou introduzir certas características. Em pequenas quantidades (< 5%). Pode ou não ser lançado diretamente na betoneira

ADITIVOS. Reforçar ou introduzir certas características. Em pequenas quantidades (< 5%). Pode ou não ser lançado diretamente na betoneira ADITIVOS 1. OBJETIVO Reforçar ou introduzir certas características 2. UTILIZAÇÃO Em pequenas quantidades (< 5%). Pode ou não ser lançado diretamente na betoneira 3. FUNÇÕES BÁSICAS DOS ADITIVOS CONCRETO

Leia mais

Jefferson Villela Ferreira Arquiteto e Urbanista, MSc. Departamento técnico tel.: (21) 2671-8327 Fax: (21) 2771-4503 texsa@

Jefferson Villela Ferreira Arquiteto e Urbanista, MSc. Departamento técnico tel.: (21) 2671-8327 Fax: (21) 2771-4503 texsa@ As piscinas sem concreto de base foram desenvolvidas, pioneiramente, pelo departamento técnico da TEXSA, desde 1981, e são exemplos de vanguarda tecnológica; para terem durabilidade e segurança com o menor

Leia mais

ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA

ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA ADESIVO ACRÍLICO PARA CHAPISCO E ARGAMASSA Adesivo acrílico em emulsão aquosa PROPRIEDADES DA ARGAMASSA Excelente plasticidade Boa impermeabilidade Minimiza retração após secagem A mistura permanece homogênea,

Leia mais

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO

MACTRACOL. Adesivo para chapiscos, argamassas e gesso. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRACOL é um adesivo especial à base de resina sintética compatível com cimento, cal, gesso e isopor (EPS). MACTRACOL proporciona às argamassas alto poder de

Leia mais

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação.

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Descrição VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, alvenaria e argamassa. VEDAJÁ proporciona impermeabilidade, mesmo com a ocorrência

Leia mais

membrana impermeabilizante

membrana impermeabilizante 01 Descrição: votomassa é uma impermeável flexível e antifissura resistente a cargas, que dispensa o uso de telas, para aplicação em diversos substratos. 02 Classificação técnica: ANTES Hydro Ban votomassa

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES Prof. Marco Pádua A cobertura é uma fase importante da edificação. Não só a questão estética deve ser considerada, como a escolha dos elementos, a posição

Leia mais

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade.

MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. Data da última revisão: 03/2011 DEFINIÇÃO MANTA POLIMÉRICA é um impermeabilizante flexível a base de cimentos especiais modificados com polímeros acrílicos de excelente qualidade. MANTA POLIMÉRICA é fácil

Leia mais

TECNOLOGIA DAS EDIFICAÇÕES III Prof. Antônio Neves de Carvalho Júnior I) REVESTIMENTOS DE PAREDES E TETOS

TECNOLOGIA DAS EDIFICAÇÕES III Prof. Antônio Neves de Carvalho Júnior I) REVESTIMENTOS DE PAREDES E TETOS TECNOLOGIA DAS EDIFICAÇÕES III Prof. Antônio Neves de Carvalho Júnior I) REVESTIMENTOS DE PAREDES E TETOS 1) INTRODUÇÃO ARGAMASSAS. Aglomerantes + agregados minerais + água (eventualmente aditivos). Intervalo

Leia mais

PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3

PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3 PROPRIEDADES DO CONCRETO FRESCO E ENDURECIDO MCC2001 AULA 2 e 3 Disciplina: Materiais de Construção II Professora: Dr. a Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento

Leia mais

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS

Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS Soluções de Alto Desempenho para Construção PRODUTO MULTIUSO PARA OBRAS ECONÔMICAS + + desempenho por m² AMP ARGAMASSA MODIFICADA COM POLÍMERO ( + ) MEMBRANA POLIMÉRICA O BAUCRYL ECOVEDA é um polímero

Leia mais

Execução de projetos com vista à impermeabilização

Execução de projetos com vista à impermeabilização Execução de projetos com vista à impermeabilização O arquiteto e o engenheiro, ao realizar um projeto para qualquer tipo de construção, devem preocupar-se com os problemas de impermeabilização já durante

Leia mais

MACO II PUC GO Professora Mayara Moraes

MACO II PUC GO Professora Mayara Moraes MACO II PUC GO Professora Mayara Moraes Argamassas NBR13281 Histórico 1º. registro de emprego na construção: Pré-História Piso polido de 180 m² feito com pedras e argamassa cal e areia: ~ 7000 a 9000

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA

ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA ELASTEQ 7000 ARGAMASSA POLIMÉRICA Impermeabilizante à base de resinas termoplásticas e cimentos com aditivos e incorporação de fibras sintéticas (polipropileno). Essa composição resulta em uma membrana

Leia mais

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas

2202 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO FACHADA Argamassa para uso em revestimento de áreas externas É composta por uma mistura homogênea de cimento Portland, cal hidratada e agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. O produto é oferecido na cor cinza. 3. Indicação: A argamassa

Leia mais

Concreto Convencional

Concreto Convencional TIPOS DE CONCRETO Concreto Convencional Pode-se dizer que o Concreto Convencional é aquele sem qualquer característica especial e que é utilizado no dia a dia da construção civil. Seu abatimento (Slump)

Leia mais

Propriedades do Concreto

Propriedades do Concreto Universidade Federal de Itajubá Instituto de Recursos Naturais Propriedades do Concreto EHD 804 MÉTODOS DE CONSTRUÇÃO Profa. Nívea Pons PROPRIEDADES DO CONCRETO O concreto fresco é assim considerado até

Leia mais

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS

MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS MOGIBASE IMPERMEABILIZANTE DE CONCRETO E ARGAMASSAS COMPOSIÇÃO: Sais inorgânicos e estabilizantes. PROPRIEDADES: Impermeabilizante de concreto e argamassas. MOGIBASE é de fácil aplicação e não altera os

Leia mais

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria

2101 ARGAMASSA MATRIX REVESTIMENTO INTERNO Argamassa para Revestimento Interno de alvenaria FICHA TÉCNICA DE PRODUTO 1. Descrição: A argamassa 2101 MATRIX Revestimento Interno, é uma argamassa indicada para o revestimento de paredes em áreas internas, possui tempo de manuseio de até 2 horas,

Leia mais

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória

GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS. Comunidade da Construção de Vitória GESTÃO DO CONTROLE TECNOLÓGICO DE REVESTIMENTOS 1 Objetivo Utilizar o controle tecnológico como ferramenta imprescindível para execução do revestimento de argamassa e cerâmica em fachadas, aumentando a

Leia mais

5. Limitações: A argamassa Matrix Assentamento Estrutural não deve ser utilizada para assentamento de blocos silicocalcário;

5. Limitações: A argamassa Matrix Assentamento Estrutural não deve ser utilizada para assentamento de blocos silicocalcário; A argamassa Matrix Assentamento Estrutural é uma mistura homogênea de cimento Portland, agregados minerais com granulometria controlada e aditivos químicos. 3. Indicação: Excelente para assentamento de

Leia mais

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica.

MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. MASTERTOP 1119 Sistema de Pintura Epóxi, sem adição de solventes, de alta resistência química e mecânica. Descrição do Produto MASTERTOP 1119 é um sistema para pintura epoxídica, bicomponente, isento de

Leia mais

PROPRIEDADES DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO

PROPRIEDADES DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO DO CONCRETO NO ESTADO FRESCO COMPORTAMENTO FÍSICO No estado fresco inicial Suspensão de partículas diversas pasta de cimento agregados aditivos ou adições Endurecimento progressivo na fôrma produtos da

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis.

MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. Data da última revisão: 01/2010 DEFINIÇÃO MACTRASET foi desenvolvido para evitar e eliminar definitivamente umidade e infiltrações, sendo de preparo e aplicação muito fáceis. MACTRASET resiste às pressões

Leia mais

Ficha Técnica de Produto

Ficha Técnica de Produto Ficha Técnica de Produto GLENIUM 3400 NV Aditivo hiperplastificante. GLENIUM 3400 NV é um aditivo com alto índice de redução de água, pronto para o uso. O GLENIUM 3400 NV é uma nova geração de aditivos

Leia mais

SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA

SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA Soluções para Construção Fortaleza Março - 2015 SOLUÇÕES PRÁTICAS E INOVADORAS PARA A SUA OBRA Assentar e rejuntar Sobrepor Revestir Renovar QUALIDADE, CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO sempre foram as forças que

Leia mais

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST.

Concreto Definições. Concreto Durabilidade. Concreto Definições. Concreto Definições. Produção do concreto ANGELO JUST. UNICAP Curso de Arquitetura e Urbanismo EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO: Mistura, transporte, lançamento, adensamento e cura. MATERIAIS E TECNOLOGIA CONSTRUTIVA 1 Prof. Angelo Just da Costa e Silva

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção

Construção Civil. Impermeabilização e Injeção Construção Civil Impermeabilização e Injeção Membranas moldadas in loco Vantagens da aplicação moldada in loco Agilidade na aplicação Requer cota mínima Aplicado a frio Molda-se perfeitamente ao substrato

Leia mais

Soluções Técnicas em Construção

Soluções Técnicas em Construção Betumanta E Composto de asfalto elastomerico (S.B.S.), reforçado por um filme de polietileno de alta densidade com 50 micra de espessura. Esse produto foi desenvolvido para ser aplicado à maçarico. O produto

Leia mais

Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE

Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE Propriedades do concreto JAQUELINE PÉRTILE Concreto O preparo do concreto é uma série de operações executadas de modo a obter, á partir de um determinado número de componentes previamente conhecidos, um

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE

REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE REVESTIMENTO CIMENTÍCIO AUTONIVELANTE DESCRIÇÃO: O Penetron Industrial Self-Leveling Topping é um revestimento cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído, bombeável e de rápida liberação ao tráfego

Leia mais

assentamento e revestimento ficha técnica do produto

assentamento e revestimento ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa e revestimento é uma argamassa de uso geral que pode ser utilizada para o de elementos de alvenaria de vedação como blocos de concreto, blocos cerâmicos, e tijolos comuns. Também

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

CONCRETO E ARGAMASSAS JAQUELINE PÉRTILE

CONCRETO E ARGAMASSAS JAQUELINE PÉRTILE CONCRETO E ARGAMASSAS JAQUELINE PÉRTILE Concreto O concreto é um dos produtos mais consumidos no mundo, perdendo apenas para a água, o que o torna muito importante para a construção civil. Ele não é tão

Leia mais

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética

Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética REVESTIMENTO DE FACHADA Principais funções de um revestimento de fachada: Estanqueidade Estética Documentos de referência para a execução do serviço: Projeto arquitetônico Projeto de esquadrias NR 18 20

Leia mais

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto

Construção. Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto. Descrição do produto Ficha do Produto Edição 22/05/13 Sikadur 43 Adesivo epóxi de baixa viscosidade para reparos e injeção em trincas e fissuras estruturais no concreto Construção Descrição do produto é um adesivo estrutural

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

Quanto aos esforços: compressão, tração e flexão; Flexibilidade de formas; Durabilidade; Transmissão de calor

Quanto aos esforços: compressão, tração e flexão; Flexibilidade de formas; Durabilidade; Transmissão de calor 1. CONCEITO: Produto resultante da associação íntima entre um aglomerante mais um agregado miúdo, mais um agregado graúdo e água (+ ferragens). 2. CARACTERÍSTICAS Quanto aos esforços: compressão, tração

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ADITIVOS PARA O CONCRETO 1) Definição : NBR 11768 (EB-1763/92) - Aditivos para concreto de Cimento Portland. Produtos que adicionados em pequena quantidade a concreto de Cimento Portland modificam algumas

Leia mais

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL

TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL TÉCNICAS DE REPARO TRADICIONAL Profa. Eliana Barreto Monteiro Você sabia? Que na maioria das vezes a aplicação da argamassa de reparo deve ser manual? A diferença entre reparo superficial e profundo? Procedimentos

Leia mais

Edificações - revestimento de paredes

Edificações - revestimento de paredes MT - DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO - IPR DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA Rodovia Presidente Dutra km 163 - Centro Rodoviário, Parada de Lucas

Leia mais

Em toda construção o natural é ter técnica.

Em toda construção o natural é ter técnica. Em toda construção o natural é ter técnica. A TECNIKA iniciou suas atividades em meados de 2003, impulsionada pela demanda do mercado, sempre preocupada em buscar e oferecer soluções técnicas inovadoras,

Leia mais

lwarflex Manta asfáltica

lwarflex Manta asfáltica 8 lwarflex Manta asfáltica Manta impermeabilizante pré-fabricada à base de asfalto modificado com polímeros estruturada com poliéster pré-estabilizado. É necessário fazer proteção mecânica para proteção

Leia mais

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial

Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Parabond 700 Adesivo estrutural elástico de elevada aderência e resistência inicial Produto: Parabond 700 é um adesivo de alta qualidade, cura rápida, permanentemente elástico, à base de MS polímero, com

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável, elástica e de grande durabilidade. Aplicação Campos de Aplicação - Impermeabilização de:. lajes de cobertura;. terraços;. calhas de concreto;.

Leia mais

MANUAL DO FABRICANTE:

MANUAL DO FABRICANTE: MANUAL DO FABRICANTE: ALVENARIA ESTRUTURAL Características e especificações, instruções de transporte, estocagem e utilização. GESTOR: Engenheiro civil EVERTON ROBSON DOS SANTOS LISTA DE TABELAS Tabela

Leia mais

Manual do Impermabilizador

Manual do Impermabilizador Rev.05 Manual do Impermabilizador Esta especificação técnica tem por objetivo fornecer subsídios na metodologia adequada de impermeabilização com mantas asfálticas. Em cada caso, deverão ser analisadas

Leia mais

Manual do impermeabilizador

Manual do impermeabilizador 1 Manual do impermeabilizador Preparação e aplicação em superfícies cimenticia Índice INTRODUÇÃO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO ESTATÍSTICAS NORMAS TÉCNICAS ELABORAÇÃO DO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO NBR

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes O SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO DA VIERO O sistema de isolamento térmico da VIERO

Leia mais

Resinas e. impermeabilizantes

Resinas e. impermeabilizantes Resinas e impermeabilizantes 02923 Flexível 360GR Cinza UNIT. É um adesivo selante, de alta flexibilidade e alongamento, formulado a partir de resinas elastoméricas de poliuretano, que sela a penetração

Leia mais

CONSTRUÇÕES RURAIS: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO. Vandoir Holtz 1

CONSTRUÇÕES RURAIS: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO. Vandoir Holtz 1 Vandoir Holtz 1 ARGAMASSA Classificação das argamassas: Segundo o emprego: Argamassas para assentamento de alvenarias. Argamassas para revestimentos; Argamassas para pisos; Argamassas para injeções. DOSAGEM

Leia mais

Ensacado - A Argila Expandida pode ser comprada em sacos de 50l, sendo transportada da mesma maneira. Cada 20 sacos equivalem a 1m 3.

Ensacado - A Argila Expandida pode ser comprada em sacos de 50l, sendo transportada da mesma maneira. Cada 20 sacos equivalem a 1m 3. Argila Expandida A argila expandida é um agregado leve que se apresenta em forma de bolinhas de cerâmica leves e arredondadas, com uma estrutura interna formada por um a espuma cerâmica com micro poros

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Materiais de Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Materiais de Construção Civil CONCRETOS TIPOS DE CONCRETOS 1) CONCRETO SIMPLES Define-se concreto como sendo um compósito originado da mistura de pelo menos um aglomerante (cimento), agregados (areias e britas) e água, que tem por

Leia mais

MÉTODO EXECUTIVO ME 09

MÉTODO EXECUTIVO ME 09 Objetivo: FOLHA 1 de 7 O método tem como objetivo detalhar o processo de proteção estanque para piscina, utilizando membrana polimérica, de modo a propiciar o treinamento da mão de obra e por conseqüência

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Biomassa Piso e Azulejo Rápido Código: APR001

Ficha Técnica de Produto Biomassa Piso e Azulejo Rápido Código: APR001 1. Descrição: A é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento e sobreposição de pisos, azulejos e pastilhas. O principal

Leia mais

CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO. Prof. Ruy Alexandre Generoso

CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO. Prof. Ruy Alexandre Generoso CORROSÃO EM ESTRUTURAS DE CONCRETO Prof. Ruy Alexandre Generoso É um dos materiais mais importantes de engenharia usado em construções. É usado nos mais variados tipos de construções tais como: barragens,

Leia mais

Ficha Técnica. Krystol Internal Membrane (KIM ) Código de Produto: K-300 (KIM), K-301 (KIM-HS), K-302 (KIM-AE)

Ficha Técnica. Krystol Internal Membrane (KIM ) Código de Produto: K-300 (KIM), K-301 (KIM-HS), K-302 (KIM-AE) Ficha Técnica Krystol Internal Membrane (KIM ) Código de Produto: K-300 (KIM), K-301 (KIM-HS), K-302 (KIM-AE) DESCRIÇÃO O Krystol Internal Membrane (KIM ) é uma mistura química na forma de pó seco, eficiente

Leia mais

Utilize os produtos Ciplak e garanta uma impermeabilização durável e segura.

Utilize os produtos Ciplak e garanta uma impermeabilização durável e segura. A Ciplak Impermeabilizantes é uma divisão da LWART Química, empresa do Grupo Lwart, especializada na fabricação de produtos impermeabilizantes, isolantes termo acústicos e outros produtos para proteção

Leia mais

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA

PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA PLASTEEL MASSA 4:1 PLASTEEL MASSA 4:1 é um composto epóxi bi-componente com carga metálica, característica de massa na cor preta, pode ser aplicado com espátula, cura a frio, substituindo de maneira muito

Leia mais

Materiais e Processos Construtivos. Materiais e Processos Construtivos. Concreto. Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º.

Materiais e Processos Construtivos. Materiais e Processos Construtivos. Concreto. Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º. Concreto Frank Cabral de Freitas Amaral 1º º Ten.-Eng.º Instrutor Março/2005 1 Programação SEMANA DATA TÓPICOS 1 2 3 4 5 6 7 8 06/mar 09/mar 13/mar 16/mar 20/mar 23/mar 27/mar 30/mar 3/abr 6/abr 10/abr

Leia mais

OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL

OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL OFÍCIO DE PEDREIRO AUTOR: JOSÉ VIEIRA CABRAL 3. ASSENTAMENTOS DE BLOCOS COMUNS. 4. COMO CALCULAR VOLUMES DE PEDRA E AREIA EM UM CAMINHÃO. 5. NORMAS REGULAMENTADORAS. 6. VOCABULÁRIO DE CONSTRUÇÃO CIVIL.

Leia mais

Tecnologia da Construção I CRÉDITOS: 4 (T2-P2)

Tecnologia da Construção I CRÉDITOS: 4 (T2-P2) UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA CÓDIGO: IT836

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas. Prof. Guilherme Brigolini

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas. Prof. Guilherme Brigolini UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV Técnicas Construtivas Prof. Guilherme Brigolini Impermeabilidade das construções Impedir a passagem indesejável água, fluído e vapores Pode conter

Leia mais

Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Para a Colagem completa da superfície de: Para o Sistema Sika AcouBond :

Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Para a Colagem completa da superfície de: Para o Sistema Sika AcouBond : Ficha Técnica Edição 1, 2005. Versão no. 01 Fevereiro/2006 SikaBond T52 FC Adesivo elástico, para pisos de madeira, isento de solvente. Descrição Usos SikaBond T52 FC é um adesivo elástico, mono componente,

Leia mais

BLOCOS, ARGAMASSAS E IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco 1

BLOCOS, ARGAMASSAS E IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco 1 Escola Politécnica da USP PCC 2515 Alvenaria Estrutural BLOCOS, ARGAMASSAS E GRAUTES Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS! DETERMINA CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES DA PRODUÇÃO! peso e dimensões

Leia mais

Dois estados principais: Estado Fresco (maleável): Trabalhabilidade; Coesão. Estado endurecido (resistente): Resistência mecânica; Durabilidade.

Dois estados principais: Estado Fresco (maleável): Trabalhabilidade; Coesão. Estado endurecido (resistente): Resistência mecânica; Durabilidade. Dois estados principais: Estado Fresco (maleável): Trabalhabilidade; Coesão. Estado endurecido (resistente): Resistência mecânica; Durabilidade. Proporção da quantidade de agregados e água para uma certa

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 07) WILLIAN ABREU

FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 07) WILLIAN ABREU FACULDADE BARÃO DE RIO BRANCO UNINORTE CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA - TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 1 (AULA 07) ESTRUTURAS EM CONCRETO ARMADO VANTAGENS E DESVANTAGENS DO CONCRETO ARMADO: Apenas

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto.

Construção. Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação. Características / Vantagens. Testes. Dados do Produto. Ficha de Produto Edição 02/09/2010 Identificação n 02 04 01 04 001 0 000001 Sikadur 30 Adesivo para colagem estrutural. Descrição do produto Campos de aplicação Características / Vantagens Testes Sikadur

Leia mais

Adesivo Stop Pregos. Adesivo MS Ultra Express. Excelente aderência em diversos tipos de material base.

Adesivo Stop Pregos. Adesivo MS Ultra Express. Excelente aderência em diversos tipos de material base. Produtos Químicos Líder de mercado na maioria dos países europeus; O mais alto nível de atendimento ao cliente do segmento industrial; Excelente imagem da marca: 92% dos engenheiros de estruturas e arquitetos

Leia mais

Assentar pisos e azulejos em áreas internas.

Assentar pisos e azulejos em áreas internas. CAMPO DE APLICAÇÃO Direto sobre alvenaria de blocos bem acabados, contrapiso ou emboço desempenado e seco, isento de graxa, poeira e areia solta, para não comprometer a aderência do produto. Indicado apenas

Leia mais

CONCRETO DO PREPARO À CURA CONTROLE TECNOLÓGICO

CONCRETO DO PREPARO À CURA CONTROLE TECNOLÓGICO CONCRETO DO PREPARO À CURA CONTROLE TECNOLÓGICO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I PREPARO, RECEBIMENTO, LANÇAMENTO E CURA DO CONCRETO

Leia mais

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC.

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. DESCRIÇÃO O Premium Self-Leveling é um contrapiso cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído,

Leia mais