MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 15/05 Processo n.º

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 15/05 Processo n.º 08190."

Transcrição

1 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TOMADA DE PREÇOS N.º 15/05 Processo n.º /05-29 A Comissão Permanente de Licitação - CPL do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios - MPDFT, instituída pela Portaria n.º 712, de 09 de dezembro de 2004, comunica aos interessados que fará realizar, no local, dia e hora abaixo indicados, ou no primeiro dia útil subseqüente, no mesmo horário e local, na hipótese de não haver expediente na data prevista, TOMADA DE PREÇOS, do tipo MENOR PREÇO, objetivando a contratação de serviços para substituição de telhas e impermeabilização da cobertura do Ed. Sede, sob o regime de empreitada por preço global, com sujeição às disposições da Lei n.º 8.666, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores, na conformidade do estabelecido no presente Edital e seus Anexos. LOCAL: SAS Q. 05 BL. H SALA 706 Edifício Ibama DATA: 14/07/05 HORA: 14 (quatorze) horas 1. DO OBJETO 1.1 A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa de engenharia para a substituição de telhas e a impermeabilização da cobertura do Edifício Sede do MPDFT, conforme especificações constantes do Anexo I. 1.2 Os quantitativos fornecidos são orientativos e devem ser conferidos no local. 1.3 As dúvidas técnicas deverão ser esclarecidas pelos telefones e , no horário de 13 às 18 horas. 1.4 As dúvidas sobre o procedimento licitatório deverão ser esclarecidas pelos telefones , e , no horário de 13 às 18 horas. 2. DA PARTICIPAÇÃO 2.1 As empresas que desejarem participar desta licitação deverão comparecer no dia, hora e local indicados no preâmbulo deste Edital, para entregar à CPL a DOCUMENTAÇÃO e a PROPOSTA, 1

2 em envelopes distintos e fechados com cola, contendo em sua parte externa e frontal, respectivamente, os seguintes dizeres: a) TOMADA DE PREÇOS N.º 15/05 ENVELOPE A - DOCUMENTAÇÃO (nome do proponente) b) TOMADA DE PREÇOS N.º 15/05 ENVELOPE B - PROPOSTA (nome do proponente) 2.2 Os documentos e a proposta serão entregues à CPL, pelo representante legal da empresa, que, munido de credencial, será o único admitido a intervir nas fases da licitação. 2.3 Por credencial entende-se: a) procuração pública ou declaração dirigida à CPL, acompanhada de carteira de identidade e cópia do ato de investidura do outorgante, no qual declare, expressamente, ter poderes para a devida outorga; ou b) documento que comprove sua capacidade de representar a empresa, no caso de titular. 2.4 A não-apresentação ou incorreção do documento de credenciamento não inabilitará a licitante, mas impedirá o seu representante de se manifestar e responder por ela nas sessões públicas. 2.5 É vedada a participação de empresas em consórcio. 3. DA HABILITAÇÃO 3.1 Para habilitar-se à presente licitação, a empresa deverá estar cadastrada e habilitada parcialmente no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores SICAF, de que trata a IN MARE N.º 05/95, e apresentar: a) Declaração de inexistência de fato impeditivo à habilitação; b) Declaração de que não utiliza mão-de-obra direta ou indireta de menores de 18 (dezoito) anos para a realização de trabalhos noturnos, perigosos ou insalubres, bem como não utiliza, para qualquer trabalho, mão-de-obra direta ou indireta de menores de 16 (dezesseis) anos, exceto na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos (conforme inciso V do art. 27 da Lei n.º 8.666/93); c) Certidão Negativa de Falência ou Concordata expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica; d) Certidão de Registro ou Inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do domicílio da pessoa jurídica, contendo os nomes dos profissionais responsáveis; e) Atestados de Capacidade Técnica, fornecidos por pessoa jurídica de direito público ou privado, devidamente registros na entidade profissional competente, comprovando que a empresa realizou serviços pertinentes e compatíveis em características, quantidades e prazos com o objeto desta licitação (execução de impermeabilização de coberturas e telhados), nos quais deverão constar nome do contratante, local dos serviços e tipo de serviço executado; f) Atestados de Capacidade Técnica, fornecidos por pessoa jurídica de direito público 2

3 ou privado, comprovando que o profissional responsável técnico da empresa realizou serviços pertinentes e compatíveis com o objeto desta licitação; g) Declaração de que está ciente do grau de dificuldade do serviço, de que não serão admitidas quaisquer reclamações posteriores de desconhecimento de detalhes técnicos ou operacionais e de que vistoriou o local de realização do serviço. Para o agendamento da vistoria, os licitantes devem ligar para (61) , no horário de 13 às 18 horas. Não haverá vistoria no dia da licitação. h) Comprovante de que o profissional pertence ao quadro permanente através de contrato social, ata de eleição de diretoria ou ficha de registro de empregados acompanhada da guia do SEFIP (Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informação à Previdência Social) O cadastramento no SICAF dar-se-á com a apresentação da documentação discriminada na IN MARE N.º 05/95, em qualquer unidade de cadastramento dos órgãos/entidades que integram o Sistema de Serviços Gerais SIASG, localizadas nas Unidades da Federação O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios não é unidade cadastradora do SICAF, apenas consultora. 3.2 Fica facultado à licitante que não se enquadrar nas hipóteses previstas no subitem 3.1 a apresentação dos documentos a seguir relacionados: Certificado de Registro Cadastral em vigor, expedido por qualquer Órgão ou entidade pública, emitido em obediência à Lei n.º 8.666/ Declaração de inexistência de fato impeditivo à habilitação Declaração de que não utiliza mão-de-obra direta ou indireta de menores de 18 (dezoito) anos para a realização de trabalhos noturnos, perigosos ou insalubres, bem como não utiliza, para qualquer trabalho, mão-de-obra direta ou indireta de menores de 16 (dezesseis) anos, exceto na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos (conforme inciso V do art. 27 da Lei n.º 8.666/93) Certificado de Regularidade perante o FGTS, fornecido pela Caixa Econômica Federal, devidamente atualizado, nos termos da Lei n.º 8.036, de 11 de maio de Certificado de Regularidade perante o INSS, devidamente atualizado, nos termos da Lei n.º 8.212, de 24 de julho de 1991, alterada pela Lei n.º 8.870, de 15 de abril de Certidão Negativa de Falência ou Concordata expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica Prova de Regularidade para com a Fazenda Federal, mediante apresentação de: a) "Certidão quanto à Dívida Ativa da União", expedida pela Procuradoria Regional da Fazenda Nacional, e b) "Certidão de Quitação de Tributos e Contribuições Federais", fornecida pela 3

4 Delegacia da Receita Federal Prova de regularidade para com a Fazenda Estadual e Municipal do domicílio da licitante Certidão de Registro ou Inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do domicílio da pessoa jurídica, contendo os nomes dos profissionais responsáveis; Atestados de Capacidade Técnica, fornecidos por pessoa jurídica de direito público ou privado, devidamente registros na entidade profissional competente, comprovando que a empresa realizou serviços pertinentes e compatíveis em características, quantidades e prazos com o objeto desta licitação (execução de impermeabilização de coberturas e telhados), nos quais deverão constar nome do contratante, local dos serviços e tipo de serviço executado; Atestados de Capacidade Técnica, fornecidos por pessoa jurídica de direito público ou privado, comprovando que o profissional responsável técnico da empresa realizou serviços pertinentes e compatíveis com o objeto desta licitação; Declaração de que está ciente do grau de dificuldade do serviço, de que não serão admitidas quaisquer reclamações posteriores de desconhecimento de detalhes técnicos ou operacionais e de que vistoriou o local de realização do serviço. Para o agendamento da vistoria, os licitantes devem ligar para (61) , no horário de 13 às 18 horas. Não haverá vistoria no dia da licitação Comprovante de que o profissional pertence ao quadro permanente através de contrato social, ata de eleição de diretoria ou ficha de registro de empregados acompanhada da guia do SEFIP (Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informação à Previdência Social) Os documentos necessários à habilitação deverão ser apresentados em original, ou por qualquer processo de cópia autenticada por cartório ou por funcionários integrantes da CPL, ou por publicação em órgão de imprensa oficial Não será aceito nenhum protocolo de entrega em substituição aos documentos relacionados neste Edital. 3.4 Todos os documentos deverão se referir a um mesmo estabelecimento, seja ele matriz ou filial, exceto quando expressamente válido para ambos, e estar datados no período de até 185 (cento e oitenta e cinco) dias, quando não tiver prazo de validade fixado pelo órgão expedidor. 3.5 Quando todas as empresas forem inabilitadas, a CPL poderá fixar o prazo de 8 (oito) dias úteis, para que as licitantes apresentem nova documentação escoimada das causas da inabilitação. 4. DA PROPOSTA 4.1 A proposta deverá ser datilografada e apresentada no "ENVELOPE B", sem alternativas, emendas, rasuras ou entrelinhas, devidamente assinada e rubricadas todas as folhas pelo representante legal da licitante proponente, e conter: a) nome da proponente, endereço, números do CNPJ e da Inscrição Estadual ou 4

5 do Distrito Federal, banco, agência, conta corrente; b) dados do representante da empresa que irá assinar o contrato (nome completo, número da carteira de identidade, CPF, estado civil, nacionalidade, naturalidade, cargo que ocupa na empresa e se assinará por procuração ou contrato social); c) valores unitários e valor global, conforme planilha orçamentária constante do Anexo II; d) prazo de execução, que não deverá ser superior a 60 (sessenta) dias corridos, a contar da data de assinatura do contrato; e) prazo de garantia dos materiais, equipamentos e mão de obra de, no mínimo, 10 (dez) anos, contado da data do recebimento definitivo do serviço; f) cronograma físico-financeiro com etapas de execução quinzenais; g) marcas, modelos e/ou referências que identifiquem os produtos a serem utilizados, que deverão atender aos requisitos do Anexo I. 4.2 O prazo de validade da proposta é de 60 (sessenta) dias, contados da data de sua entrega. 4.3 Não serão consideradas propostas com alternativas, nem qualquer oferta de vantagem não prevista neste Edital, nem preços baseados nas ofertas das demais licitantes. 4.4 Em nenhuma hipótese poderá ser modificado o conteúdo da proposta apresentada, em relação a preço, pagamento, prazo, ou a qualquer outra condição ofertada. 4.5 No preço deverão estar incluídos todos os impostos, taxas, fretes e demais encargos incidentes sobre o fornecimento. 5. DO PROCEDIMENTO 5.1. No dia, hora e local citados no preâmbulo deste Edital serão abertos, inicialmente, os envelopes contendo a "DOCUMENTAÇÃO", sendo estes rubricados pelas licitantes presentes e pelos membros da CPL. 5.2 Caso a CPL considere necessário, poderá suspender a reunião para analisar os documentos e julgar a habilitação, marcando data e horário para nova sessão. 5.3 Ocorrendo a hipótese prevista no item anterior, os envelopes contendo as "PROPOSTAS", devidamente colados, serão rubricados pelos membros da Comissão, ficando em seu poder até que seja decidida a habilitação. 5.4 Não havendo licitante inabilitada ou se todas manifestarem desistência de interpor recurso, será procedida a imediata abertura das propostas, que serão rubricadas pela CPL e licitantes presentes. 5.5 Das reuniões para recebimento e abertura dos documentos de habilitação e das propostas, serão lavradas atas circunstanciadas, que mencionarão todas as ocorrências que interessarem ao julgamento desta licitação, devendo estas ser assinadas pelos membros da Comissão e por todas as licitantes presentes. 5.6 Depois da hora marcada para recebimento dos envelopes "DOCUMENTAÇÃO" e 5

6 "PROPOSTA", nenhum documento será recebido pela CPL. 6. DO JULGAMENTO 6.1 O julgamento da licitação será realizado em 02 (duas) fases: a) fase de habilitação, que compreenderá análise dos documentos apresentados no envelope "DOCUMENTAÇÃO" de todas as licitantes. Só as empresas habilitadas passarão à próxima fase, ou seja, a de julgamento das propostas; b) fase de julgamento das propostas, que compreenderá a análise dos elementos contidos no envelope "PROPOSTA" das licitantes habilitadas. Será considerada vencedora a proposta que estiver de acordo com as especificações do Edital e ofertar o menor preço global. 6.2 No caso de empate entre duas ou mais propostas, a classificação se fará, obrigatoriamente, por sorteio, em ato público, para o qual todas as licitantes serão convocadas. 6.3 A Comissão poderá relevar erros formais evidentes, desde que não comprometam a compreensão e a lisura da proposta A Comissão poderá efetuar diligências, em especial na fase de verificação da conformidade das propostas, objetivando certificar a compatibilidade dos materiais ofertados com os requisitos do edital. 6.5 Havendo divergência entre o valor unitário e o valor global, prevalecerá o primeiro. Havendo divergência entre o valor expresso por extenso e o valor expresso em algarismo, prevalecerá o por extenso. 6.6 Quando todas as propostas forem desclassificadas, a CPL poderá fixar o prazo de 8 (oito) dias úteis, para que as licitantes apresentem novas propostas escoimadas das causas da desclassificação. 7. DA ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO 7.1. Após verificação da conformidade das propostas com os requisitos do Edital e com os preços correntes no mercado, a adjudicação será feita pelo Chefe do Departamento de Apoio Administrativo e a homologação pelo Diretor-Geral do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Após o julgamento das propostas, com a classificação final das licitantes, será publicado no Diário Oficial da União o resultado desta licitação, conforme exigido pela Lei n.º 8.666/ DA CONTRATAÇÃO 8.1 A licitante vencedora será notificada para firmar contrato, no prazo de 5 (cinco) dias úteis a contar do recebimento da notificação. 8.2 O contrato a ser celebrado obedecerá à minuta constante do Anexo IV, no qual serão considerados todos os elementos apresentados na proposta pela licitante vencedora, que tenham 6

7 servido de base para o julgamento desta licitação, bem como as condições estabelecidas neste Edital. 8.3 A licitante vencedora entregará ao MPDFT garantia numa das modalidades previstas no art.56 da Lei n.º 8.666/93, no valor correspondente a 5% (cinco por cento) do valor global do Contrato, observadas as condições previstas na minuta constante do Anexo II. 9. DAS OBRIGAÇÕES DA VENCEDORA 9.1. Caberá à licitante vencedora: a) entregar o serviço de acordo com as especificações e demais condições estipuladas em sua proposta, estando o local em perfeitas condições de uso; b) assumir quaisquer danos causados diretamente aos bens de propriedade do MPDFT, quando estes tenham sido ocasionados por seus empregados ou prepostos credenciados para executarem o objeto desta licitação; c) retirar e transportar, por conta própria, qualquer material rejeitado pelo MPDFT, bem como providenciar sua substituição, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, contado da notificação que lhe será entregue; d) reparar qualquer dano que venha ocorrer nos locais de acesso aos serviços. A contratada deverá providenciar a recuperação, restaurando as condições originais de funcionamento e de aparência; e) antes do início da realização dos serviços, entregar no Departamento de Arquitetura e Engenharia/MPDFT, lista dos funcionários contratados, contendo nome completo, número de RG e horário de trabalho, inclusive do encarregado responsável que permanecerá no local da obra, e relação de todos os veículos que terão acesso aos locais dos serviços, contendo os tipos e as placas. A não apresentação das relações inviabilizará o acesso dos funcionários ao local de execução dos serviços; f) iniciar o trabalho somente após a emissão de Ordem de Serviço do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE/MPDFT). 10. DO PREÇO 10.1 O MPDFT pagará à licitante vencedora pelo cumprimento do objeto desta licitação o valor consignado em sua proposta, em 02 (duas) parcelas, conforme cronograma físico-financeiro apresentado e aprovado pelo MPDFT, mediante apresentação de Nota Fiscal devidamente atestada pelo setor competente O preço será fixo e irreajustável O prazo de pagamento será suspenso se os bens forem rejeitados, ou se houver pendência de liquidação financeira Do montante devido à Adjudicatária poderão ser deduzidos os valores correspondentes a multa ou indenizações impostas pela Administração. 11. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS A adjudicatária que se recusar, injustificadamente, a assinar o contrato ou retirar o 7

8 instrumento equivalente, a contar da notificação que lhe será entregue, caracterizará o descumprimento total da obrigação assumida, sujeitando-se às penalidades legalmente estabelecidas no art. 81 da Lei n.º 8.666/93, bem como à multa de 10% (dez por cento) sobre o valor global da proposta Pela inexecução total ou parcial do contrato a Administração poderá, garantida a prévia defesa, aplicar à contratada as seguintes sanções: I - advertência; II - multa de 0,5% (cinco décimos por cento) por dia de atraso, sobre o valor global atualizado da proposta, até o 15º (décimo quinto) dia de atraso; III - multa de 10% (dez por cento) sobre o valor global da proposta, por atraso superior a 15 (quinze) dias, ou no descumprimento de qualquer outra obrigação que possa ensejar a rescisão do contrato; IV - suspensão temporária de participar em licitação e/ou contratação promovida pelo MPDFT por prazo não superior a 2 (dois) anos; e V - declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Federal, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição, ou até que seja promovida a reabilitação perante a autoridade que aplicou a penalidade, que será concedida sempre que a contratada ressarcir a Administração pelos prejuízos resultantes, e após decorrido o prazo da sanção aplicada com base no inciso anterior (Lei n.º 8.666/93, art. 87). 12. DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS Dos atos da Administração caberá recurso por escrito, na forma do disposto na Lei n.º 8.666/93, art. 109, incisos I a III, 1º a 5º Os recursos das decisões da CPL serão dirigidos ao Chefe do Departamento de Apoio Administrativo do MPDFT, por intermédio do Presidente da Comissão, o qual poderá reconsiderar sua decisão, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, ou, nesse mesmo prazo, fazê-lo subir devidamente informado. Neste caso, a decisão deverá ser proferida dentro do prazo de 05 (cinco) dias úteis contados do recebimento do recurso Os recursos relacionados à execução do contrato decorrente desta licitação serão dirigidos ao Diretor-Geral, por intermédio do Chefe do Departamento de Apoio Administrativo, observado o procedimento previsto no item anterior. 13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios fica reservado o direito de revogar a licitação por razões de interesse público decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, pertinente e suficiente para justificar tal conduta, devendo anulá-la por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer escrito e devidamente fundamentado. 8

9 13.2. A participação da licitante implica aceitação plena de todos os termos do Edital, independentemente de menção diversa contida em sua proposta É facultada à Comissão ou autoridade superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documento ou informação que deveria constar obrigatoriamente da proposta (Lei n.º 8.666/93, art. 43, 3º) As despesas decorrentes desta licitação correrão à conta do Orçamento do MPDFT para o presente exercício É facultado ao MPDFT, quando a licitante vencedora não assinar o contrato ou não retirar a Nota de Empenho no prazo e condições estabelecidos, convocar as licitantes remanescentes, na ordem de classificação, para fazê-lo em igual prazo e nas mesmas condições propostas pela primeira classificada, inclusive quanto aos preços atualizados, ou revogar a licitação, independentemente da cominação prevista na Lei n.º 8.666/93 (art. 81) A contratada fica obrigada a aceitar, nas mesmas condições pactuadas, os acréscimos ou supressões que se fizerem nas compras, até 25% (vinte e cinco por cento) do valor da respectiva nota de empenho Quaisquer tributos ou encargos legais criados, alterados ou extintos, bem como a superveniência de disposições legais, quando ocorridas após a data da apresentação da proposta, de comprovada repercussão nos preços contratados, implicarão revisão destes para mais ou para menos, conforme a Lei n.º 8.666/93, art. 65, 5º Os casos omissos e as demais dúvidas suscitadas serão dirimidas pela CPL, das 13 às 18 horas, no endereço mencionado no preâmbulo, ou pelo telefax ou fone Fazem parte integrante deste Edital: Anexo I Projeto Básico Anexo II Planilha de Quantidades Anexo III - Plantas Anexo IV Minuta de Contrato O Anexo III está disponível apenas no site do MPDFT (www.mpdft.gov.br) Brasília, 28 de junho de Deusa Luzia de Freitas Lima Presidente da CPL 9

10 ANEXO I PROJETO BÁSICO SUBSTITUIÇÃO DE TELHAS E IMPERMEABILIZAÇÃO DA COBERTURA DO EDIFÍCIO-SEDE OBJETO Contratação de empresa de engenharia especializada para a substituição de telhas e a impermeabilização da cobertura do Edifício Sede do MPDFT. DESCRIÇÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS Retirar e remover telhas e componentes da estrutura; Demolir e remover a proteção mecânica e a impermeabilização das calhas; Demolir e remover a camada de regularização das calhas; Remover a impermeabilização dos rufos; Desobstruir e revisar os dutos de esgotamento de águas pluviais; Executar novas calhas em alvenaria; Executar novos rufos em concreto; Instalar escada de marinheiro; Executar impermeabilização de lajes, calhas e rufos; Fornecer e instalar telhas metálicas e estrutura correspondente; Limpeza geral. 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 REMOÇÕES E DEMOLIÇÕES NORMAS As demolições são reguladas, sob o aspecto de segurança e medicina do trabalho, pela Norma Regulamentadora NR - 18, item 18.6, aprovada pela Portaria 3.214, de 8/6/78, do Ministério do Trabalho, publicada no D.O.U., de 6/7/78 (Suplemento); Sob o aspecto técnico, as demolições são reguladas pela norma NB - 598/77, "Contratação, Execução e Supervisão de Demolições", da ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas (NBR 5688) PRESCRIÇÕES COMPLEMENTARES Demolições serão efetuadas dentro da mais perfeita técnica, tomados os devidos cuidados de forma a se evitarem danos a terceiros; A remoção e o transporte de todo o entulho e detritos provenientes das demolições serão executados pela CONTRATADA, de acordo com as exigências da municipalidade local; Os materiais remanescentes das demolições e que possam ser reaproveitados, posteriormente telhas e componentes da estrutura - serão transportados pela CONTRATADA, desde que não haja outras instruções a respeito, para depósitos indicados pela FISCALIZAÇÃO; Todo entulho deverá ser acondicionado em containeres, providenciados pela CONTRATADA e, 10

11 após o término da obra, removidos para local autorizado pelo GDF; Os containeres deverão ser instalados no local indicado pela fiscalização. 1.2 REMOÇÃO DE TELHAS Retirar todas as telhas metálicas existentes e todos os componentes de sua estrutura. 1.3 DEMOLIÇÃO DE IMPERMEABILIZAÇÃO Remover a proteção mecânica e a impermeabilização das calhas existentes; Remover a regularização de calhas existentes; Desobstruir e revisar os dutos de escoamento de águas pluviais; Toda a superfície a ser impermeabilizada deverá ser rigorosamente limpa para eliminação de pó, areia e detritos; Remover todo o entulho. 2 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO 2.1 ESCADA DE MARINHEIRO Fornecer e instalar, nos locais indicados em projeto e conforme detalhe, escada de marinheiro, construídas em barra de ferro, com tratamento antiferruginoso e pintada com tinta esmalte na cor preta; A escada deverá ser removível e seus apoios na alvenaria deverão ser protegidos por borracha, conforme projeto. 3 EXECUÇÃO DE CALHAS E RUFOS 3.1 CALHAS EM ALVENARIA Executar novas calhas em alvenaria de blocos cerâmicos, de ½ vez, nos locais indicados em projeto e conforme detalhe; A execução da alvenaria de blocos cerâmicos obedecerá às normas da ABNT atinentes ao assunto, particularmente à NB-788/83 - execução de alvenaria sem função estrutural de tijolos e blocos cerâmicos (NBR-8545); As espessuras indicadas no projeto referem-se às paredes depois de revestidas. Admite-se, no máximo, uma variação de 2 cm, para mais ou para menos, em relação à espessura projetada; Para a perfeita aderência das alvenarias com as superfícies de concreto, essas últimas deverão ser chapiscadas com argamassa 1:3 (traço 1:3 de cimento e areia grossa); As juntas de argamassa terão 10 mm e serão alegradas ou rebaixadas, à ponta de colher, para que o emboço adira fortemente. 3.2 RUFOS EM CONCRETO Os rufos deverão ser pré-moldados, em peças de 1.20m de comprimento, fixados sobre as alvenarias a serem construídas, por meio de argamassa traço 1:3; As dimensões estão indicadas em projeto; Os rufos deverão ser executados em concreto fck 20 Mpa e instalados nos locais indicados em projeto, conforme detalhe; Os rufos receberão impermeabilização conforme item

12 4 IMPERMEABILIZAÇÃO LAJES E CALHAS 4.1 PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES Verificar se as guias, pára-raios, etc., estão rigidamente fixados; Detectar falhas de concretagem, ninhos, etc., retirando-se o agregado solto, até a obtenção de concreto firme e homogêneo. 4.2 EXECUÇÃO DE ARGAMASSA DE REGULARIZAÇÃO Marcar as cotas de níveis de escoamento de água, locação de coletores de águas pluviais e todos os pontos necessários para elaborar o diagrama de escoamento, observando os caimentos de, no mínimo, 1% ou conforme projeto; Após a elaboração de diagrama de escoamento de água, confeccionar taliscas de argamassa, com o objetivo de gabaritar a execução das mestras; Executar mestras com espaçamento máximo de 2,00 m e sobre a superfície úmida regularizar com argamassa de cimento e areia traço 1:3, com espessura mínima de 2 cm; Sarrafear e desempenar a argamassa com auxílio de desempenadeira de madeira, promovendo um acabamento aveludado sem queimar; Executar meias-canas acabamento arredondado em todas as quinas vivas e encontros, com diâmetro mínimo de 8 cm, a fim de se evitar que a impermeabilização seja cortada; Especial atenção deverá ser dada aos encontros de paredes, cantos vivos e pontos de captação de águas pluviais; Nas alvenarias, no sentido horizontal e ao longo de toda a extensão, deverá ser executado corte de 03 cm de profundidade no reboco, para que o sistema impermeabilizante possa ficar embutido sob ele e acima da linha d'água em, pelo menos, 30 cm; Nas platibandas e nas laterais das calhas a impermeabilização deverá subir até o fundo dos rufos; Nas calhas a manta deverá recobrir a espessura da parede, conforme detalhe; Deverá ser mantido o caimento existente, em direção aos coletores de águas pluviais; Fazer testes de escoamento, identificando e corrigindo possíveis empossamentos, com supervisão da FISCALIZAÇÃO. 4.3 APLICAÇÃO DO SISTEMA DE IMPERMEABILIZAÇÃO A superfície a receber a impermeabilização deverá estar limpa e isenta de poeira, elementos soltos, óleos, graxas, desmoldantes ou de quaisquer elementos impregnantes que possam prejudicar a aderência do sistema; Aplicar a solução asfáltica à base de asfalto oxidado diluído em solventes apropriados primer. O produto deve ser homogeneizado antes do uso, conforme determinação do fabricante; O primer de ligação deverá ser aplicado com rolo, trincha ou vassoura de pêlo sobre a regularização e aguardar a secagem mínimo 6 horas; Nas descidas de águas pluviais executar reforço com manta asfáltica elastomérica modificada com polímeros e estruturada com não tecido de poliéster, com espessura mínima de 4 mm, devendo a impermeabilização ser levada até o interior dos tubos em, no mínimo, 15 cm; Alinhar as mantas em função do requadramento da área, procurando iniciar a colagem no sentido das descidas de águas pluviais para as cotas mais elevadas; Com auxílio de maçarico GLP sobre as mantas, proceder a aderência total; Nos locais de emenda, as mantas deverão ser sobrepostas longitudinalmente e lateralmente em, no mínimo, 10 cm; e entre as mantas será aplicada camada de primer para que seja realizada a união das mesmas, por fusão; 12

13 4.3.8 A manta deverá ter a superfície inferior totalmente fundida à camada de primer. Para tanto, após desenrolada, deverá ser pressionada contra a superfície de regularização, no sentido do centro às bordas; Nas emendas é recomendável a passagem de um rolete após a sobreposição, ou biselamento com a ponta arredondada de uma espátula; A impermeabilização deve ser iniciada pelos pontos críticos, tais como, ralos, juntas, etc. 4.4 PROTEÇÃO MECÂNICA Efetuar o teste de estanqueidade antes da proteção mecânica, enchendo o local impermeabilizado com água, mantendo o nível da mesma por 72 horas. Executar reforço em pontos críticos, tais como ralos, tubos emergentes, juntas de dilatação, etc.; Sobre a manta asfáltica, aplicar uma camada separadora de filme de polietileno de 24 micra de espessura. Essa camada tem o objetivo de evitar que os esforços existentes da utilização da laje e os esforços de dilatação e contração da argamassa de proteção mecânica, atuem diretamente sobre a impermeabilização; Em seguida, executar a proteção mecânica, com argamassa de cimento e areia, no traço 1:4 e espessura mínima de 03 cm; Em superfícies verticais ou de grandes inclinações, a argamassa deverá estar armada com tela galvanizada tipo fio 22 com espaçamento entre fios de 12.5mm. Não serão aceitas tela tipo deploye ou de estuque, pois oxidam facilmente; Efetuar a aplicação do sistema impermeabilizante sem descontinuidade e sem emendas sinuosas na película, com espessura uniforme, amoldando-se o produto a todos os tipos de recortes, reentrâncias e pontos críticos, tais como, ralos, grelhas e juntas de dilatação; Deverão ser adotadas medidas preventivas visando impedir o tráfego, o depósito de materiais e entulho, ou a instalação de andaimes sobre as áreas impermeabilizadas, até que seja atingida a resistência adequada da proteção mecânica. 5 IMPERMEABILIZAÇÃO RUFOS 5.1 A superfície a receber a impermeabilização deverá estar limpa e isenta de poeira, elementos soltos, óleos, graxas, desmoldantes ou de quaisquer elementos impregnantes que possam prejudicar a aderência do sistema; 5.2 Aplicar a solução asfáltica à base de asfalto oxidado diluído em solventes apropriados primer. O produto deve ser homogeneizado antes do uso, conforme determinação do fabricante; 5.3 O primer de ligação deverá ser aplicado com rolo, trincha ou vassoura de pêlo sobre a regularização e aguardar a secagem mínimo 6 horas; 5.4 A superfície a receber a impermeabilização deverá estar limpa e isenta de poeira, elementos soltos, óleos, graxas, desmoldantes ou de quaisquer elementos impregnantes que possam prejudicar a aderência do sistema; 5.5 Aplicar manta asfáltica, de 3 mm de espessura, produzida a partir da modificação física do asfalto com polímeros especiais e estruturantes, tendo sua face exposta ao intemperismo uma lâmina de alumínio natural e, na face de aderência, filme de polietileno microperfurado extingüível a chama de maçarico; 5.6 Aplicar a manta alinhando de acordo com o requadramento da área; 5.7 Com auxílio do maçarico de gás GLP, proceder a aderência total da manta asfáltica. Nas emendas deverá haver a sobreposição de 10 cm que receberão biselamento para proporcionar perfeita vedação; 5.8 Sobre a linha de biselamento, recomenda-se aplicar duas demãos de tinta aluminizada. 13

14 6 TESTES 6.1 Além do teste de estanqueidade, antes do recebimento dos serviços será feito teste na impermeabilização, com vedação das coletas de água. As superfícies ficarão cheias de água por um período de um dia para que seja verificada a ocorrência de vazamentos; 6.2 Verificando-se a negligência em relação a qualquer das observações constantes deste PROJETO BÁSICO, a FISCALIZAÇÃO poderá determinar a realização de testes excepcionais de estanqueidade, com ônus para a CONTRATADA, ou mesmo rejeitar os serviços, que deverão ser refeitos. 7 COBERTURA 7.1 TELHAS, ESTRUTURA E COMPONENTES Elaborar projeto executivo para o telhado, que será submetido à aprovação da FISCALIZAÇÃO antes de sua execução, baseado na planta de cobertura fornecida; Fornecer e instalar telhas galvanizadas trapezoidais, GR 40, chapa 0,50, tipo Gravia ou similar; Fornecer e instalar estrutura correspondente - pilaretes, terças, travamentos - em ferro galvanizado, com fundo antiferruginoso e pintura esmalte na cor preta; A instalação da cobertura deverá seguir a orientação do fabricante, sendo que as condições mínimas para instalação são as seguintes: Dimensões das peças: largura 1030 mm; Espaçamento máximo entre pilaretes e terças: deverá obedecer os vãos a serem cobertos; Inclinação: 9%; Recobrimento longitudinal mínimo: 250 mm; Recobrimento transversal mínimo: 25 mm; Fornecer e instalar cumeeiras galvanizadas trapezoidais GR 40, chapa 0.50, marca Gravia ou similar; As telhas deverão possuir, ao longo das calhas e para o interior destas, beiral de 20cm. 8 PINTURA CALHAS E PLATIBANDAS 8.1 PREPARAÇÃO DAS SUPERFÍCIES Toda superfície das faces internas das platibandas a serem pintadas será chapiscada depois de convenientemente limpa. Os chapiscos serão executados com argamassa de cimento e areia grossa no traço volumétrico 1:4 e deverão ter espessura máxima de 5 mm; Após a aplicação do chapisco as superfícies deverão ser rebocadas com argamassa de cimento e areia lavada no traço volumétrico de 1:3; O reboco de cada pano de parede somente será iniciado após a completa pega das argamassas de alvenaria e chapisco; De início, serão misturados a seco os agregados, (areia, quartzo e outros), com os aglomerantes ou plastificantes (cimento, cal, gesso e outros), revolvendo-se os materiais a pá, até que a mescla adquira coloração uniforme; Em seguida, a mistura será disposta em forma de coroa, adicionando-se, paulatinamente, a água necessária no centro da coroa assim formada; O amassamento prosseguirá com os devidos cuidados, de modo a evitar perda de água ou segregação dos materiais, até formar uma massa homogênea, de aspecto uniforme e consistência plástica adequada; As quantidades de argamassa serão preparadas na medida das necessidades dos serviços a 14

15 executar em cada etapa, a fim de evitar o início de endurecimento antes de seu emprego; As argamassas contendo cimento serão usadas dentro de 2 horas a contar do primeiro contato do cimento com a água; A argamassa retirada ou caída das alvenarias e revestimentos em execução não poderá ser novamente empregada; Os traços recomendados para as argamassas de revestimento poderão ser alterados mediante consulta à fiscalização; As superfícies a revestir serão limpas e molhadas antes de qualquer revestimento. A limpeza eliminará gorduras, vestígios orgânicos e outras impurezas que possam acarretar futuros desprendimentos. 8.2 APLICAÇÃO DE TINTAS As platibandas e calhas receberão revestimento em pintura com tinta látex: faces aparentes das calhas e faces internas das platibandas sem massa corrida cor branco; Preparar a superfície, tornando-a limpa, seca, lisa, isenta de graxas, óleos, poeiras, ceras, resinas, sais solúveis e ferrugem, corrigindo a porosidade, quando exagerada; Antes da 1ª demão de tinta as superfícies deverão estar perfeitamente secas e lisas; Para cobrir totalmente a superfície a pintar, será suficiente a quantidade de demãos orientada pelo fabricante. Nunca, porém, menos que duas; A superfície deverá ter acabamento perfeito, apresentando, depois de pronta, uniformidade quanto à textura, tonalidade e brilho; Cada demão de tinta só poderá ser aplicada quando a precedente estiver perfeitamente seca, convindo observar o intervalo de 24 horas entre demãos sucessivas, salvo especificação em contrário; Igual cuidado haverá entre demãos de tinta e massa, observando-se o intervalo mínimo de 48 horas após cada demão de massa, salvo especificação em contrário; Os trabalhos de pintura em locais não convenientemente abrigados requerem procedimentos de proteção contra poeira até que as tintas sequem inteiramente, e serão suspensos em tempo de umidade relativa; Os salpicos que não puderem ser evitados, deverão ser removidos enquanto a tinta estiver fresca, empregando-se removedor adequado; Salvo autorização expressa da FISCALIZAÇÃO, serão empregadas, exclusivamente, tintas já preparadas em fábrica, entregues na obra com a embalagem original intacta. 8.3 MÉTODOS DE APLICAÇÃO APLICAÇÃO A PINCEL E ROLO MANUAL É essencial que a película não endureça antes que a operação esteja completada. A tinta deverá permanecer úmida o tempo suficiente para permitir a ligação das áreas separadas, sem deixar marcas (manchas que evidenciem a descontinuidade ou interrupção de operação de aplicação); A tinta será considerada boa para ser aplicada a pincel quando obedecer aos seguintes requisitos: Espalhamento com pequeno esforço (não excessivamente viscosa ou espessa); Permanência da fluidez o tempo suficiente para que as marcas do pincel desapareçam e para evitar o escorrimento pelas superfícies verticais. 15

16 9 GARANTIAS 9.1 As licitantes deverão fornecer atestado de garantia dos serviços pelo prazo mínimo de 10 anos, a contar do Recebimento Definitivo dos serviços; 9.2 Cada tipo específico de material deve ser fornecido por um único fabricante, evitando, assim, possíveis incompatibilidades. 10 CRITÉRIO DE SIMILARIDADE 10.1 Os materiais e equipamentos especificados poderão ser substituídos por outros similares, desde que a comprovação da similaridade seja apresentada à FISCALIZAÇÃO; 10.2 Para a pintura admitem-se os produtos das marcas CORAL, SUVINIL, YPIRANGA ou SHERWIN WILLIAMS; 10.3 Para a impermeabilização admitem-se os seguintes produtos: VIABIT e TORODIN do fabricante VIAPOL e DENVER MANTA PRIMER e DENVER MANTA ELASTIC TIPO III do fabricante DENVER GLOBAL ou similar equivalente Somente serão aceitos produtos fabricados segundo a NBR 9952/ RECOMENDAÇÕES 11.1 A mobilização e a movimentação de material, equipamentos e pessoal da CONTRATADA, bem como o acesso à cobertura, durante a execução dos serviços, deverão ser realizados estritamente pela garagem e elevador de serviço. 12 LOCAL DE REALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS 12.1 Os serviços serão realizados na cobertura do Edifício Sede do MPDFT, sito na Praça Municipal, Lote 2, Bloco A, Eixo Monumental - Brasília DF. 13 OBSERVAÇÕES GERAIS 13.1 A CONTRATADA só poderá iniciar a obra após ORDEM DE SERVIÇO emitida por este Departamento de Arquitetura e Engenharia; 13.2 A CONTRATADA deverá executar o serviço nos finais de semana, feriados e horário noturno, sempre que requerido pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia, por necessidade do MPDFT; 13.3 O MPDFT anotará em registro próprio todas as ocorrências relacionadas com a execução do contrato, determinando o que for necessário à regularização das faltas ou defeitos observados; 13.4 O MPDFT deverá notificar, por escrito, à CONTRATADA a ocorrência de eventuais imperfeições no curso de execução dos serviços, fixando prazo para a sua correção; 13.5 O MPDFT manterá na obra engenheiros, arquitetos e prepostos seus com autoridade para exercer em nome do MPDFT, toda e qualquer ação de orientação geral, controle e fiscalização da obra e dos serviços contratados; 13.6 Em caso de dúvidas quanto à interpretação do PROJETO BÁSICO e dos desenhos, será sempre consultada a FISCALIZAÇÃO, sendo desta o parecer definitivo; 13.7 Em caso de divergência entre as dimensões medidas no local e as cotas assinaladas nos desenhos, prevalecerão, sempre, as primeiras; 13.8 Os quantitativos constantes desta especificação são aproximados, devendo a firma licitante promover sua própria medição para fins de orçamento; 13.9 Todas as marcas dos produtos constantes destas especificações, poderão ser cotadas por outras 16

17 similares e equivalentes ou superiores; A CONTRATADA deverá entregar à FISCALIZAÇÃO, antes do início dos serviços, amostras e/ou catálogos com especificações técnicas dos materiais a serem empregados; Todos os lotes ou partidas de materiais serão aprovados pela FISCALIZAÇÃO, por comparação às amostras previamente escolhidas e autenticadas. Nenhuma peça, material ou equipamento será aceito sem que tenham sido efetuados satisfatoriamente as inspeções, testes ou ensaios especificados pela FISCALIZAÇÃO; Todos os materiais a serem empregados na execução dos serviços serão de 1ª qualidade, obedecendo ao PROJETO BÁSICO, sob pena de impugnação dos mesmos pela FISCALIZAÇÃO; A aplicação dos materiais industrializados e os de emprego especial obedecerá sempre às recomendações dos fabricantes, cabendo à CONTRATADA, em qualquer caso, a responsabilidade técnica e o ônus decorrente da má aplicação dos mesmos; Qualquer material defeituoso será substituído, isento de despesas; A FISCALIZAÇÃO poderá determinar a substituição dos equipamentos e ferramentas julgados deficientes, cabendo à CONTRATADA providenciar a troca dos mesmos no prazo máximo de 24 horas À CONTRATADA caberá: Manter um encarregado à frente dos serviços, o qual deverá permanecer no local durante todas as horas do trabalho; Corrigir e/ou reexecutar os serviços e substituir os materiais não aprovados pela FISCALIZAÇÃO, caso os mesmos não atendam às especificações constantes do Edital; Fornecer, além dos materiais especificados e mão-de-obra especializada, todas as ferramentas necessárias, ficando responsável por sua guarda e transporte; Cumprir as medidas de segurança, conforme legislação em vigor; Usar uniformes e EPIs adequados à execução dos serviços incluindo óculos de segurança, proteção respiratória e luvas impermeáveis. É recomendado o uso de cremes específicos para proteção adicional da pele; Executar, diariamente, limpeza dos locais sob influência dos serviços e adjacências, de modo que fiquem desobstruídas de entulhos e/ou resíduos provenientes da obra; Executar limpeza geral, ao final do serviço, devendo o espaço ser entregue em perfeitas condições de ocupação e uso; Substituir qualquer funcionário seu, por solicitação da FISCALIZAÇÃO, com presteza e eficiência; A CONTRATADA será responsável pela eventual montagem e desmontagem de andaimes, elevadores ou balancins, caso necessário, assim como por todo o Equipamento de Proteção Individual (EPI) de seus funcionários ou contratados; A obra será entregue sem instalações provisórias e livre de entulhos ou quaisquer outros elementos, devendo a CONTRATADA comunicar, por escrito, à FISCALIZAÇÃO, a conclusão dos serviços, para que possa proceder à vistoria da obra com vistas à sua aceitação provisória. Todas as superfícies deverão estar impecavelmente limpas. 17

18 ANEXO II PLANILHA DE QUANTIDADES ITEM DISCRIMINAÇÃO UN QUANT P. UNIT. P. TOTAL 1 REMOÇÃO 1.1 Remoção de telha e cumieira m2 939, Remoção de impermeabilização do rufo m2 214,00 existente 1.3 Remoção de impermeabilização da calha m2 300, Remoção de entulho vb 1,00 2 CALHAS E RUFOS 2.1 Calha em alvenaria m 291, Rufo de concreto m 202, Escada de marinheiro h=1,28 un 1,00 3 REVESTIMENTO 3.1 Emboço m2 240,00 4 IMPERMEABILIZAÇÃO 4.1 Impermeabilização de laje m2 198, Impermeabilização de calha m2 580, Impermeabilização de rufo (novo e existente) m 416, Regularização m2 448, Proteção mecânica m2 778,00 5 TELHADO 5.1 Telha metálica, incluindo estrutura para fixação, parafusos e todo material necessário para seu assentamento 5.2 Cumieira metálica, incluindo todo material necessário para seu assentamento m2 600,00 M 39,00 6 PINTURA 6.1 Latex sem massa m2 351,00 7 LIMPEZA 7.1 Limpeza final para entrega da obra vb 1,00 TOTAL Subtotal Subtotal Subtotal Subtotal Subtotal Subtotal Subtotal 18

19 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS ANEXO IV (MINUTA DE CONTRATO) CONTRATO Nº... /DG/MPDFT/... PROCESSO Nº... CONTRATO DE SERVIÇO DE ENGENHARIA PARA SUBSTITUIÇÃO DE TELHAS E IMPERMEABILIZAÇÃO DA COBERTURA DO EDIFÍCIO SEDE DO MPDFT, QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIÃO, POR INTERMÉDIO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS, E... CONTRATANTE CONTRATADA MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS, pessoa jurídica de direito público, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda sob o número / , instalado no Eixo Monumental, Praça do Buriti, Lote 2, em Brasília DF, neste ato representado por seu...,..., nos termos da Portaria nº..., daqui por diante designado simplesmente MPDFT...., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda sob o número..., estabelecida na...,..., que apresentou os documentos exigidos por lei, neste ato representada por seu(sua)...,...,...,..., portador(a) da CI- RG nº..., inscrito(a) no CPF/MF sob o nº..., conforme..., que confere ao(à) qualificado(a) poderes para representar a empresa na assinatura do contrato, daqui por diante designada simplesmente CONTRATADA. Por este instrumento, as partes acima qualificadas ajustaram e celebraram em conformidade com o disposto na Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e suas alterações posteriores, e no processo nº... um CONTRATO DE SERVIÇO DE ENGENHARIA PARA 19

20 SUBSTITUIÇÃO DE TELHAS E IMPERMEABILIZAÇÃO DA COBERTURA DO EDIFÍCIO SEDE DO MPDFT, cujo regime de execução é o de empreitada por preço global, mediante as seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO Este contrato tem por objeto a prestação de serviços de engenharia para substituição de telhas e impermeabilização da cobertura do Edifício-Sede do MPDFT, de acordo com as condições e as especificações desse instrumento e do anexo I do edital da tomada de preços nº..., doravante denominado meramente edital e tabela abaixo: ITEM DESCRIÇÃO UN QUANT 1 REMOÇÃO 1.1 Remoção de telha e cumieira m 2 939, Remoção de impermeabilização do rufo m 2 214,00 existente 1.3 Remoção de impermeabilização da calha m 2 300, Remoção de entulho vb 1,00 2 CALHAS E RUFOS 2.1 Calha em alvenaria m 291, Rufo de concreto m 202, Escada de marinheiro h=1,28 un 1,00 3 REVESTIMENTO 3.1 Emboço m 2 240,00 4 IMPERMEABILIZAÇÃO 4.1 Impermeabilização de laje m 2 198, Impermeabilização de calha m 2 580, Impermeabilização de rufo (novo e m 416,00 existente) 4.4 Regularização m 2 448, Proteção mecânica m 2 778,00 5 TELHADO 5.1 Telha metálica, incluindo estrutura para fixação, parafusos e todo material necessário para seu assentamento 5.2 Cumieira metálica, incluindo todo material necessário para seu assentamento m 2 600,00 m 39,00 6 PINTURA 6.1 Latex sem massa m 2 351,00 7 LIMPEZA 7.1 Limpeza final para entrega da obra vb 1,00 20

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 12/04 Processo n.º 08190.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 12/04 Processo n.º 08190. MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TOMADA DE PREÇOS N.º 12/04 Pcesso n.º 08190.129353/04-82 A Comissão Permanente de Licitação - CPL do Ministério Público

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 04/06 Processo n.º 08190.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 04/06 Processo n.º 08190. MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TOMADA DE PREÇOS N.º 04/06 Processo n.º 08190.005398/06-61 A Comissão Permanente de Licitação - CPL do Ministério Público

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 53/05 Processo n.º 08190.058861/05-41

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 53/05 Processo n.º 08190.058861/05-41 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 53/05 Processo n.º 08190.058861/05-41 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 23/05 Processo n.º 08190.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. TOMADA DE PREÇOS N.º 23/05 Processo n.º 08190. MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TOMADA DE PREÇOS N.º 23/05 Processo n.º 08190.061136/05-50 A Comissão Permanente de Licitação - CPL do Ministério Público

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CONVITE Nº 060E/2015

CONVITE Nº 060E/2015 Processo nº 0405.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 060E/2015 DATA DA ABERTURA: 16/10/2015 HORA DA ABERTURA: 10:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011 1 CONVITE N.º 5030005-01/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA -, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, realizará licitação por CONVITE, do tipo menor preço global, para a AQUISIÇÃO DE CERCA/MANGUEIRA

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

Processo nº 0438.1511/15-7 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 005A/2016

Processo nº 0438.1511/15-7 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 005A/2016 Processo nº 0438.1511/15-7 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 005A/2016 DATA DA ABERTURA: 16/02/2016 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES

IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES IMPERMEABILIZAÇÕES REVESTIMENTO DE CALHAS E LAJES Prof. Marco Pádua A cobertura é uma fase importante da edificação. Não só a questão estética deve ser considerada, como a escolha dos elementos, a posição

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO INSTITUTO UNI-FAMEMA / OSCIP Marília/SP ÍNDICE 1. PRELIMINARES. 2. DEMOLIÇÕES E RETIRADAS.

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 12/06 Processo n.º 08190.006162/06-60

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 12/06 Processo n.º 08190.006162/06-60 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 12/06 Processo n.º 08190.006162/06-60 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios - MPDFT, por meio

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação

AV. BRASÍLIA, 1057 FONE: 054-3356 1244. Edital de Licitação Edital de Licitação Modalidade.:Tomada de Preço Numero...:0006/15 DATA DA ABERTURA DA LICITAÇÃO: 11/02/2015 DATA ABERTURA DAS PROPOSTAS..: 04/03/2015 HORARIO...: 14:00 Fornecedor.: Endereço...: CGCMF...:

Leia mais

CONVITE n.º 6010004-01/2012

CONVITE n.º 6010004-01/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE n.º 6010004-01/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2014

CONVITE Nº. 001/2014 CONVITE Nº. 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014, da

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

Comissão de Licitação

Comissão de Licitação CARTA CONVITE: 2014.0010 19ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação A da EEEP RAIMUNDO SARAIVA COELHO JUAZEIRO DO NORTE CE comunica a V.Sª. que às 16h do dia 28 DE NOVEMBRO DE 2014, na Sede

Leia mais

PROPOSTA TÉCNICA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA E MATERIAL PARA REFORMA DO TELHADO

PROPOSTA TÉCNICA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA E MATERIAL PARA REFORMA DO TELHADO PROPOSTA TÉCNICA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA E MATERIAL PARA REFORMA DO TELHADO ANO 2015 São Paulo, 15 de Outubro de 2015. Carta Convite nº 005/2015 Ref: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 04/07 MODALIDADE: CONVITE FORMA DE EXECUÇÃO: INDIRETA ENTREGA DO ENVELOPE ATÉ AS 17:00 HORAS DO DIA: 13/03/2007 DATA DA ABERTURA: 14/03/2007 OBJETO DA LICITAÇÃO: Plantio e fornecimento

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2013 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 19/03/2013 HORÁRIO: 10:00 Horas LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM

L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras e outros serviços, N.º 4/2014 Menor preço POR ITEM Serviço Autônomo Municipal de Saneamento Básico SAMAE Travessa Theodoro Junctum, 124 - Bairro Centro RIO NEGRINHO - SC - Santa Catarina 85.908.309/0001-37 89.295-000 L I C I T A Ç Ã O: Convite: Compras

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93

COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93 COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO (Portaria nº 002/2013) Edital de Licitação Pública Lei nº 8.666/93 Processo: N.º 001/2013 Carta Convite: N.º001/2013 A Câmara Municipal e Uruaçu, Estado e Goiás, em Cumprimento

Leia mais

COMISSÃO DE LICITAÇÃO

COMISSÃO DE LICITAÇÃO COMISSÃO DE LICITAÇÃO A Fundação Hospital Maternidade São Camilo Cotação Prévia de Preço N 001/2015. Convênio SICONV Nº 810303-2014 OBJETO: Aquisição de Poltronas Hospitalares IMPORTANTE: RECEBIMENTO DAS

Leia mais

Manual do impermeabilizador

Manual do impermeabilizador 1 Manual do impermeabilizador Preparação e aplicação em superfícies cimenticia Índice INTRODUÇÃO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO ESTATÍSTICAS NORMAS TÉCNICAS ELABORAÇÃO DO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO NBR

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO (PROCESSO N 2014/11/267) O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Paranaguá, por sua Comissão Permanente de Licitação, designada

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. O objeto da presente licitação consiste na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE IMPERMEABILIZAÇÃO DA LAJE DE COBERTURA DO ANFITEATRO

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 17 de Outubro

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã Comissão Permanente de Licitação

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã Comissão Permanente de Licitação EDITAL CARTA CONVITE 025/2010 1.0. DA LICITAÇÃO: 1.1. Licitação Carta Convite nº. 025/2010 1.2. Abertura às 08 horas do dia 21/09/2010 Local:PREFEITURA MUNICIPAL DE ARIPUANA. 1.3. A, através da Comissão

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

SAAE Serviço Municipal de Saneamento Básico

SAAE Serviço Municipal de Saneamento Básico 1/14 COMISSÃO PERMAMENTE DE LICITAÇÃO (Portaria nº. 16, de 10 de fevereiro de 2012) CONVITE Nº. 001/2012 PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 47/2012 DATA DA ABERTURA: 19/03/2012 HORÁRIO: 09:00 HORAS ENDEREÇO: AV.

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2012

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2012 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2012 Concorrência Pública para fins de concessão para pessoa jurídica destinada à implantação e execução de serviços de operacionalização e destinação final dos resíduos

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

GOVERNO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FRANCISCA ROCHA SILVA JAGUARUANA CE

GOVERNO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL FRANCISCA ROCHA SILVA JAGUARUANA CE 1 CARTA CONVITE N o 2015.009 Natureza da Despesa: SERVIÇO DE IMPRESSÃO DE APOSTILAS Data da Emissão : 10/07/2015 Data da Licitação : 20/07/2015 Hora da Licitação : 9h. Tipo de Licitação : MENOR PREÇO.

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON OBRA: ENDEREÇO: REFORMA E ADEQUAÇÃO DE SALAS NO PRÉDIO DA UNIDADE DE NEGÓCIOS NORTE UNN, VISANDO A INSTALAÇÃO DO POSTO DE ENSAIO

Leia mais

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO CARTA CONVITE Nº 001/2015 A Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial CETEFE, situada em SAIS Área 2ª ED. ENAP Ginásio de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009

MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009 MEMORIAL DESCRITIVO 025/2009 PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON. OBRA: ENDEREÇO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REALIZAR REFORMA E ADEQUAÇÃO NA

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

CÂMARA DE VEREADORES ATILIO VIVÁCQUA - ES

CÂMARA DE VEREADORES ATILIO VIVÁCQUA - ES CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVACQUA - ES COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONVITE Nº. 001/07 A CÂMARA MUNICIPAL DE ATÍLIO VIVACQUA - ES - CMAV, com sede na Praça José Valentim Lopes, nº 05 Centro, Atílio

Leia mais

CONVITE N.º 97032-05/2010

CONVITE N.º 97032-05/2010 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97.015-970 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE N.º 97032-05/2010 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

Manual do Impermabilizador

Manual do Impermabilizador Rev.05 Manual do Impermabilizador Esta especificação técnica tem por objetivo fornecer subsídios na metodologia adequada de impermeabilização com mantas asfálticas. Em cada caso, deverão ser analisadas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE PORTO VERA CRUZ Av. Humaitá nº 672 Fone:0xx55 3613 9200/9150 CEP 98985 000 Porto Vera Cruz - RS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE PORTO VERA CRUZ Av. Humaitá nº 672 Fone:0xx55 3613 9200/9150 CEP 98985 000 Porto Vera Cruz - RS EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2015 Tomada de Preços visando à construção de uma ponte em concreto armado prémoldado sobre o Lajeado Tateto - PORTO VERA CRUZ A Prefeita de Porto Vera Cruz, Estado do

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Características Densidade: 1,02 g/cm 3 Aparência: Cor preta Composição básica: emulsão asfáltica modificada com elastômeros

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE

TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE Para: Fone: Fax: De: Luciana Ribeiro Suffi TEL: (61) 2192-8888 FAX: (61) 2192-8882 Número de páginas incluindo esta: 02 Data: 29/06/2006 Se não receber bem esta transmissão,

Leia mais

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51

CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO Câmpus Rio Verde GO CONVITE DE ALIENAÇÃO Nº. 03 / 2012 Processo nº. 23219.000/2011-51 O Instituto Federal

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 TIPO: DATA DE ABERTURA HORÁRIO LOCAL MENOR PREÇO 04/12/2006 10 HORAS SALA DE REUNIÃO 1 - DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A COMISSÃO PERMANNTE DE LICITAÇÃO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO E JULGAMENTO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE PASSO FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO E JULGAMENTO TIPO DA LICITAÇÃO: MENOR PREÇO. CONVITE 074/06 ÓRGÃO INTERESSADO: SMOV. O PREFEITO MUNICIPAL DE PASSO FUNDO, nos termos da Lei 8.666/93 e suas alterações, e demais disposições legais aplicáveis à espécie,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 30/05 Processo n.º 08190.007293/05-92

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 30/05 Processo n.º 08190.007293/05-92 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 30/05 Processo n.º 08190.007293/05-92 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min

EDITAL DE LICITAÇÃO. DATA DE ABERTURA E CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS DE PREÇOS E HABILITAÇÃO. a)- DIA 25/03/2013 às 14h15min EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO Nº. 046/2013 MODALIDADE: CONVITE N.º.08/2013 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO PREAMBULO A Prefeitura Municipal de Suzanápolis (SP), com sede na Avenida Primeiro de Maio, nº.

Leia mais

E D I T A L Nº 2362/2014

E D I T A L Nº 2362/2014 E D I T A L Nº 2362/2014 MODALIDADE: Tomada de Preços TIPO: Menor preço global por item ABERTURA: Dia 22 de Dezembro de 2014, às 10 horas LOCAL DE ABERTURA: Sala do Setor de Licitações, localizada na Rua

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS N 2015/6010003-02 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR O MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA/RJ, por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE da SECRETARIA MUNCIPAL DE SAÚDE/PMVR, atendendo requisitos

Leia mais

Carta Convite Nº 012/2015

Carta Convite Nº 012/2015 Carta Convite Nº 012/2015 A PREFEITURA MUNICIPAL DE AGUA BRANCA - PI torna público que realizará licitação na modalidade de CARTA CONVITE, do tipo MENOR PREÇO GLOBAL, às 08h30min do dia 19/06/2015, na

Leia mais

CONVITE Nº. 007/2014

CONVITE Nº. 007/2014 CONVITE Nº. 007/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, Autarquia Pública Federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014,

Leia mais

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº -2011, DE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA *********, QUE CELEBRAM ENTRE SI, O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ E A EMPRESA. O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Recuperação das Casas destinadas ao atendimento de residências estudantis, no Campus da Fazenda Experimental.

Recuperação das Casas destinadas ao atendimento de residências estudantis, no Campus da Fazenda Experimental. PROJETO BÁSICO Recuperação das Casas destinadas ao atendimento de residências estudantis, no Campus da Fazenda Experimental. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1 Título do Projeto Recuperação das Casas destinadas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC.

CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 CARTA CONVITE Nº 017/2014 UnC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E AFINS CAMPUS CONCÓRDIA SC. 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012

EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012 EDITAL N.º TOMADA DE PREÇOS Nº PROCESSO N.º 001/2012-CPL 001/2012 001/2012 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 01 de Março de 2012 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 01 de Março

Leia mais

CONVITE N.º 95971-01/2011

CONVITE N.º 95971-01/2011 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97.015-970 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE N.º 95971-01/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CADERNO DE ENCARGOS

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CADERNO DE ENCARGOS Processo...: 08153-000393/2007-02 Objeto... :Tomada de Preços nº 01/2007 Contratação de empresa para a execução de Serviços de Pintura do prédio Sede da PRT 23ª Região Local...: Rua Presidente Castelo

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011

TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS TOMADA DE PREÇOS n.º 3110005-04/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º

Leia mais