Norma Técnica SABESP NTS 209

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Norma Técnica SABESP NTS 209"

Transcrição

1 Norma Técnica SABESP NTS 209 Máquina de varetas giratórias para coletores Sewer Roder Especificação / Procedimento São Paulo Abril

2 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP S U M Á R I O INTRODUÇÃO UTILIDADE DO EQUIPAMENTO APRESENTAÇÃO DA MÁQUINA Sewer Roder - hidráulica Máquina SEWER RODER mecânica Instruções sobre as marchas da máquina IMPLEMENTOS Vara flexível com engates Ponteira simples Ponteira seta Cortador de raízes Sacarrolha de barra quadrada Sacarrolha de barra chata Sacarrolha de barra redonda Sacarrolha de barra redonda com duas espirais simples Pescador espiralado (para varas e/ou implementos) Cortador com lâminas substituíveis para gordura Boca de sino Tubo guia Mangote Chaves Quantidade de Implementos e chaves por máquina OPERAÇÃO DA MÁQUINA SEWER RODER Preparo do equipamento Preparo do local de trabalho Operação da máquina SEWER RODER hidráulica Troca de implementos Recolhimento do implemento utilizado Substituição de varas Saída do local de trabalho Encerramento do trabalho EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL ( EPIS ) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA ( EPCS ) BIBLIOGRAFIA /04/2005

3 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 Máquina de varetas giratórias para coletores Sewer Roder INTRODUÇÃO Esta norma técnica tem por finalidade fornecer as indicações necessárias para a adequada utilização, operação, conservação e principais características do equipamento de limpeza de condutos de sistemas de esgotos SEWER RODER. Este equipamento somente pode ser operado por profissional devidamente habilitado, com certificado de treinamento interno e/ou externo emitido por entidade reconhecida pela Sabesp. 1 UTILIDADE DO EQUIPAMENTO A máquina de varetas SEWER RODER é utilizado para desobstrução de coletores de esgoto de diâmetro entre 150 mm ( 6 ) a 300 mm ( 12 ). O equipamento poderá romper e eliminar obstruções causadas por panos, raízes, graxas e outros materiais que penetram nos condutos de sistemas de esgotos. OBS: a) para os serviços de desobstrução de condutos de sistemas de esgotos, preferencialmente deve ser utilizado este equipamento; b) para cada tipo de obstrução o equipamento tem um implemento adequado. 2 APRESENTAÇÃO DA MÁQUINA Existem atualmente 2 tipos de máquina SEWER RODER em utilização na Sabesp, uma hidráulica outra mecânica. São diferentes quanto à apresentação e quanto à forma de operação, mas possuem a mesma finalidade: 29/04/2005 1

4 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 2.1 Sewer Roder - hidráulica. Figura 1 Sewer Roder montado em carreta (1) - Janela (2) - Travas da tampa do motor (3) - Painel e válvulas (4) - Trava da porta deslizante (5) - Puxador da porta deslizante (6) - Roletes da porta deslizante (7) - Trava da caixa de ferramentas (8) - Porta de serviço (9) - Macaco de suspensão ( ver detalhe Figura 2 ) (10) - Suporte do mangote (11) - Pino de travamento do suporte do mangote Tendo em vista o peso excessivo desta unidade, tornar-se-ia praticamente impossível suspendê-la, usando apenas esforço muscular. Por isso, na sua parte traseira, aderido ao chassi, próximo ao local onde se encontra o engate, está localizado um macaco de suspensão. Sua finalidade é suspender esta parte da máquina, no momento de sua instalação, até à altura desejada. 2 29/04/2005

5 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 (1) - Gancho de fixação do macaco ao chassi da unidade (2) - Manivela (3) - Parte extensora Figura 3 Sewer Roder montado em caminhão (1) - Janela (2) - Travas da tampa do motor (3) - Painel e válvulas (4) - Trava da porta deslizante (5) - Puxador da porta deslizante (6) - Roletes da porta deslizante (7) - Trava da caixa de ferramentas 29/04/2005 3

6 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP (8) - Porta de serviço (9) - Portinhola com tranca (10) - Suporte do mangote (11) - Pino de travamento do suporte do mangote Foto do visor do contador, que deve ser zerado quando o implemento é posicionado no interior do conduto. Figura 4 Detalhe do engate do mangote com o contador (1) - Luva de passagem, suporte da haste do carretel (2) - Contador (3) - Junção do contador (4) - Eixo transmissor do cilindro para o contador (5) - Junta de lubrificação (6) - Eixo transmissor do cilindro para o contador (7) - Cilindro do contador por atrito (8) - Parafuso em T para ancoragem do mangote (9) - Luva de ancoragem do mangote 4 29/04/2005

7 Norma Técnica SABESP NTS 209 : Máquina SEWER RODER mecânica Carretel Ele está situado atrás da coberta, na parte traseira da máquina. Por razões mecânicas, o carretel gira no sentido horário e o giro no sentido anti-horário, deverá ser feito através da manivela auxiliar. Em situações pouco comuns, o implemento poderá travar-se em algumas obstruções e não podendo ser retirado por meios normais, usa-se então a manivela auxiliar para rodar a porca à mão, umas dez vezes em sentido anti-horário e o implemento se livrará gradualmente do obstáculo. Figura 5 Carretel (1) - Ancoragem em U do tubo guia (2) - Tubo guia das varas flexíveis do carretel (3) - Rolamento do eixo do carretel (4) - Engrenagem roda dentada (5) - Corrente (6) - Engrenagem da corrente transmissora do motor (7) - Motor, (8) - Rolamento 29/04/2005 5

8 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP Foto 1 - carretel das varetas (gaiola) Foto 2 - sistema de transmissão do motor para o carretel 6 29/04/2005

9 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 Foto 3 - detalhe do sistema de transmissão do motor para o carretel Foto 4 - corrente guia de arraste de varetas Foto 5 - detalhe do dispositivo de encaixe do engate para arraste de varetas 29/04/2005 7

10 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 2.3 Instruções sobre as marchas da máquina. O acionamento das marchas devem ser de acordo com o manual do fabricante. 3 IMPLEMENTOS 3.1 Vara flexível com engates As varas feitas de aço redondo, possuindo em uma das extremidades um parafuso e na outra uma união (castanha), o que facilita o engate e o desengate. Existem dois comprimentos de varas: 5/16 x 39 Para SEWER RODER mecânica e hidráulica, conforme especificação da maquina. 5/16 x36 Somente para SEWERODER mecânica Não podem ser utilizadas varetas de tipos e dimensões diferentes na mesma máquina sob risco de quebra Sempre que houver utilização de varetas de dimensões diferentes, o dispositivo de encaixe do engate para arraste de varetas deve ser novamente regulado. 3.2 Ponteira simples Esse implemento tem a função de puxar o cabo noturno para instalação da POWER BUCKET MACHINE: 3.3 Ponteira seta É o primeiro implemento que deve ser usado para perfurar e verificar a causa da obstrução, permitindo que a água depositada se escoe e que se descubra o tipo de 8 29/04/2005

11 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 material que causou a obstrução, fornecendo subsídios à escolha do melhor implemento a ser utilizado. Este implemento poderá também indicar a que distância se encontra a obstrução no coletor, através da quantidade de varetas introduzidas. 3.4 Cortador de raízes Este implemento possui uma lâmina circular de aço, com a parte da frente e a de trás dentadas, semelhante à uma serra, corta e retira materiais sólidos, como madeiras e raízes que se depositam no interior do coletor. ESTE IMPLEMENTO DEVE SEMPRE SER UTILIZADO COM SENTIDO DE ROTAÇÃO DA ESQUERDA PARA A DIREITA SENTIDO HORÁRIO. 3.5 Sacarrolha de barra quadrada É o implemento que deve ser usado quando a obstrução for causada por madeira ou borracha. USE LUVAS DE PVC SEMPRE QUE FOR TROCAR O IMPLEMENTO 29/04/2005 9

12 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 3.6 Sacarrolha de barra chata Este implemento deve ser usado para remover gordura solidificada do coletor. 3.7 Sacarrolha de barra redonda É o implemento que deve ser usado quando a obstrução for causada por areia ou terra. 3.8 Sacarrolha de barra redonda com duas espirais simples É o implemento que deve ser usado quando a obstrução oferecer resistência e for constatada a presença de areia ou terra. USE LUVAS DE PVC SEMPRE QUE FOR TROCAR O IMPLEMENTO 3.9 Pescador espiralado (para varas e/ou implementos) 10 29/04/2005

13 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 É o implemento usado para recolher varas quebradas ou implementos perdidos dentro do coletor durante a execução do serviço. Nunca deixe um implemento ou varas quebradas no coletor, use sempre o pescador, pois a não retirada dos mesmos, pode resultar numa maior obstrução Cortador com lâminas substituíveis para gordura É constituído de: A 3 lâminas, que variam de acordo com o diâmetro da tubulação. B - Mandril, com parafuso de aperto que permite a troca das lâminas. Sua função é remover o material depositado nas paredes do coletor. Este implemento deve ser usado ao final de cada serviço, para que se tenha certeza de que o coletor ficou totalmente desobstruído. USE LUVAS DE PVC SEMPRE QUE FOR TROCAR O IMPLEMENTO 3.11 Boca de sino É utilizada para auxiliar a introdução das varas, na rede coletora Tubo guia É utilizado para prolongamento da boca de sino, Conforme a profundidade do poço de visita. 29/04/

14 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 3.13 Mangote É utilizado para guiar as varas e evitar deslocamentos e quebra da mesma. É um acessório de uso obrigatório quando da utilização deste equipamento Chaves a) Chave da porca de sobrecarga (SEWER RODER MECÂNICA) É utilizada para regular a porca de sobrecarga afim de evitar quebra de vareta e excesso de força da máquina. b) Chave para montar varas É utilizada para trocar varas, ou implementos e trabalha sempre em conjunto com a chave para prender varas. c) Chave para prender varas 12 29/04/2005

15 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 É utilizada para segurar varas, na união, para não girar na hora da troca de implementos ou outras varas. Trabalha junto com a chave para montar varas Quantidade de Implementos e chaves por máquina NOME QUANTIDADE Varas 01 Ponteira simples 01 Ponteira seta 01 Cortador com lâminas substituíveis para gordura 01 Cortador de raízes 01 Sacarrolha de barra quadrada 01 Sacarrolha de barra chata (selecionável) 01 Sacarrolha de barra redonda 01 Sacarrolha de barra redonda com duas espirais simples 01 Pescador espiralado (para vara e/ou implementos) 01 Boca de sino 01 Tubo guia 01 Mangote 01 Chave para montar varas 01 Chave para segurar varas 01 A PONTEIRA SETA E O PESCADOR ESPIRALADO (PARA VARAS E/OU IMPLEMENTOS), ACOMPANHAM AS MÁQUINAS EM TODAS AS DESOBSTRUÇÕES. 4 OPERAÇÃO DA MÁQUINA SEWER RODER Para a operação da máquina SEWER RODER são necessárias as seguintes tarefas: - PREPARO DO EQUIPAMENTO - PREPARO DO LOCAL DE TRABALHO - OPERAÇÃO DA SEWER RODER HIDRÁULICA - OPERAÇÃO DA SEWER RODER MECÂNICA - TROCA DE IMPLEMENTOS - RECOLHIMENTO DO IMPLEMENTO UTILIZADO - SUBSTITUIÇÃO DE VARAS - SAÍDA DO LOCAL DE TRABALHO - ENCERRAMENTO DO TRABALHO 29/04/

16 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 4.1 Preparo do equipamento O QUE FAZER COMO FAZER a) Verificar a máquina SEWER RODER. - Observando se há combustível. - Observando o nível de óleo. - Observando a água da bateria. - Testando o funcionamento do motor e das alavancas das máquinas. b) Preparar implementos, ferramentas, acessórios e material de segurança. c) Levantar as sapatas dianteiras da máquina (quando o equipamento for de reboque). d) Engatar a máquina ao veículo (quando o equipamento for de reboque). e) Levantar os pés traseiros da máquina (quando o equipamento for de reboque) - Observando as condições dos implementos. - Examinando o estado e número de ferramentas e utensílios necessários ao serviço a ser executado. - Observando as condições dos acessórios e o tipo adequado para o serviço. - Examinando as condições dos equipamentos de proteção individual ( EPIs ). - Separando o número de cavaletes, placas e cones a serem utilizados para sinalizar os serviços do dia. É sempre conveniente levar os acessórios para sinalização noturna, pois o dia de trabalho pode se prolongar. - Colocando todo o material na carroceria do veículo a ser utilizado. - Soltando as porcas e retirando os parafusos - Auxiliando o motorista a encostar a traseira do veículo ao engate da máquina - Encaixando o engate da máquina ao engate do veículo. - Colocando o pino de segurança no orifício de engate. - Instalando a trava ou porca de segurança no pino. -Soltando as porcas e retirando os parafusos f) Colocar corrente de segurança (quando o equipamento for de reboque) - Passando o chassis da máquina ao engate do caminhão. - Prendendo as 2 extremidades da corrente com um parafuso 14 29/04/2005

17 Norma Técnica SABESP NTS 209 : Preparo do local de trabalho O QUE FAZER a) Determinar o local de trabalho. b) Complementar a sinalização do local. c) Posicionar a máquina. d) Fixar a máquina. Atenção: Fixar a máquina somente quando não tiver o auxilio da viatura. e) Colocar o tubo guia com boca de sino no Poço de Visita. f) Emendar a ponteira seta à vara. g) Colocar mangote. Atenção: A vara deverá permanecer dentro do mangote. COMO FAZER - Sinalizando o local. - Abrindo os dois poços de visita (limites da obstrução com a picareta) - Localizando o poço de visita à jusante (vazio) da obstrução. - Considerando a direção do tráfego, velocidade, topografia do terreno, condições do tempo, horário etc. - Colocando a máquina manualmente ou com o auxilio de viatura. - Alinhando a máquina na direção da rede (coletor). - Colocando a máquina à 3 metros de distância do Poço de Visita. - Retirando os parafusos trava situados nos pés traseiros da máquina. - Abaixar os pés traseiros até tocar o solo. - Colocando os parafusos de forma a varar os orifícios de lado a lado, prendendo-os com suas respectivas porcas. - Observando a profundidade do Poço de Visita. - Utilizando a chave de prender vara e chave para montar varas. - Encaixando uma das extremidades do mangote na boca de sino e a outra no encaixe da mangueira. h) Colocar o cavalete do mangote - Abrindo a parte móvel do cavalete e encaixando no mangote. - Fechando a parte móvel travando-a com a porca-borboleta. - Girando a borboleta para a direita, para aperta-la. 29/04/

18 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 4.3 Operação da máquina SEWER RODER hidráulica Equipamento instalado 16 29/04/2005

19 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 O QUE FAZER a) Ajustar o medidor de distância em zero, para estabelecer a qualquer momento a posição do implemento do coletor. b) Acionar o sistema de avanço e rotação das varetas. COMO FAZER - De acordo com o manual do fabricante do equipamento. - De acordo com o manual do fabricante do equipamento. c) Introduzir as varas. - Acelerar mais a máquina. - Iniciando a introdução. Atenção: Caso a primeira tentativa de introdução, as varas não forem para frente, deve-se acionar a alavanca levemente para trás, reiniciando em seguida a introdução. Observações: Ao encontrar a obstrução haverá: - Uma diminuição na velocidade do avanço das varas. - Um deslocamento do mangote. d) Efetuar a tentativa de desobstrução - Acionando a alavanca para a frente e para baixo, para introduzir as varas girando. - Acionando a alavanca para frente e para trás, fazendo um movimento de vai e vem até perfurar a obstrução, escoando a água reservada. Observações: se a obstrução apresentar muita resistência, recolher a ponteira seta, observando se a mesma está suja de terra, porque se estiver, significará que houve arriamento. Não de continuidade à desobstrução e comunique a sua chefia. 29/04/

20 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP j) Verificar o tipo de obstrução. l) Colocar o implemento de acordo com a obstrução verificada. - Observando a ponta de ponteira seta. - Procedendo conforme item Troca de implementos m) Executar a desobstrução Observação: A operação da máquina SEWER RODER mecânica é semelhante à hidráulica, o que define é o tipo de acionamento que movimenta o sistema de giro e avanço das varetas que é feito por motor e polias. Deve ser utilizado o manual do fabricante nas operações que forem diferentes desta norma técnica. 4.4 Troca de implementos O QUE FAZER COMO FAZER a) Recolher as varas, depois de utilizar o implemento inicial. - Girando as varas, sempre que necessário. b) Desligar totalmente a máquina c) Retirar o mangote do tubo guia com boca de sino. d) Soltar o mangote do tubo guia com boca de sino e) Soltar o mangote da máquina. - Girando a borboleta para a esquerda, desencaixando e abrindo a parte móvel. - Desapertando a borboleta situada na máquina. - Desapertando a borboleta situada na máquina. f) Retirar o tubo guia com boca de sino do Poço de Visita. g) Ligar a máquina. h) Retirar o implemento inicial. i) Colocar o novo implemento a ser usado. - Acionamento a vara um pouco para a frente para a troca de implementos. - Desencaixando a haste do implemento, do orifício da união, utilizando chave para prender varas e chave para montar varas. - Encaixando a haste de novo implemento, no orifício da união, utilizando chave para prender varas e chave para montar varas /04/2005

21 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 j) Retirar um trecho de varas que exceda em 2 metros ao comprimento do tubo guia com boca de sino, incluindo o mangote. l) Desligar totalmente a máquina. m) Desatarraxar o trecho de varas retirado. n) Introduzir as varas no tubo guia com boca de sino no Poço de Visita. - Utilizando chave para prender varas e chave para montar varas. - Fazendo com que o implemento atinja a extremidade oposta. o) Colocar o tubo guia com boca de sino. p) Colocar as varas no mangote. q) Encaixar o mangote na extremidade do tubo guia com boca de sino. r) Introduzir manualmente a sobra de vara. - Apertando o parafuso da parte lateral do mangote. - Deixando mais ou menos 20 cm de vara fora do tubo Atenção : No caso de travar, girar a vara com chave de prender varas. s) Emendar a vara da máquina com a vara encaixada no mangote. t) Encaixar a extremidade do mangote à máquina. u) Colocar o cavalete do mangote. - Utilizando a chave para prender varas e chave de montar varas. - Apertando a borboleta situada na máquina. - Procedendo como a tarefa h do item Preparo do local de trabalho. v) Ajustar o medidor de distância em zero. x) Introduzir a vara até o ponto da obstrução. - Acionando a máquina. z) Executar a desobstrução. - Fazendo movimentos de vai e vem. 29/04/

22 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 4.5 Recolhimento do implemento utilizado O QUE FAZER a) Recolher as varas até que o medidor de distância retorne a zero. COMO FAZER - Acionando a máquina b) Desligar totalmente a máquina. c) Soltar o mangote do cavalete. d) Soltar a extremidade do mangote que liga a máquina. - Procedendo conforme tarefa h do item 4.2 Preparo do Local de Trabalho. - Desapertando a borboleta situada na máquina. e) Desatarraxar as varas. f) Soltar o mangote do tubo guia com boca de sino. - Utilizando a chave de prender varas e chave para montar varas. - Desapertando a borboleta situada na máquina. g) Retirar o mangote. h) Retirar o tubo guia com boca de sino do Poço de Visita. i) Emendar as varas retiradas com as varas da máquina. - Utilizando chave para prender varas e chave para montar varas. j) Ligar a máquina. l) Recolher as varas. m) Retirar o implemento. - Utilizando chave para prender varas e chave para montar varas. n) Desligar totalmente a máquina /04/2005

23 Norma Técnica SABESP NTS 209 : Substituição de varas O QUE FAZER COMO FAZER a) Quando quebrar no carretel, A1 Desligar totalmente a máquina e retirar o pedaço quebrado deixando a união. - Utilizando chave de prender varas e chave de segurar varas. A2 - Colocar as varas no condutor. - Introduzindo-as com o auxilio da chave de carretel ou com o funcionamento normal da própria máquina em marcha lenta e devagar. A3 - Conduzir as varas até o local de saída. A4 - Colocar novas varas ou implementos. - Utilizando chave de prender varas e chave de segurar varas. b) Quando quebrar dentro do coletor. B1 Recolher as varas. B2 Desligar totalmente a máquina e retirar o pedaço quebrado, deixando a união. - Utilizando chave de prender varas e chave de segurar varas. B3 Colocar o pescador espiralado. B4 - Introduzir as varas. - procedendo conforme TROCA DE IMPLEMENTO. - Girando as no sentido horário, até sentir que as varas perdidas foram pescadas. B5 Recolher varas.. Atenção: Para recolher as varas, deve ser utilizada uma marcha forte e lenta. 29/04/

24 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP 4.7 Saída do local de trabalho O QUE FAZER COMO FAZER a) Recolher os materiais de trabalho. Retirando todos os implementos, acessórios, ferramentas e utensílios, colocando-os na viatura. 4.8 Encerramento do trabalho O QUE FAZER a) Lavar os equipamentos, ferramentas e acessórios. COMO FAZER Utilizando querosene, xampu etc. b) Encaminhar para reparo os materiais que não estiverem perfeitos. c) Guardar o material em lugar certo para a próxima saída. e) Lubrificar a máquina. Utilizando o plano de lubrificação. f) Cobrir o motor com uma lona, estando ou não em local abrigado. 5 EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL ( EPIs ) DENOMINAÇÃO a) Bota de PVC cano médio b) Caixa de Primeiros Socorros c) Calçado de Segurança d) Capacete de Segurança e) Capa Plastificada f) Luvas de PVC punho longo g) Luvas de PVC punho super longo h) Colete de PVC refletivo i) Protetor auricular j) E outros conforme a atividade exigir 6 EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA ( EPCs ) DENOMINAÇÃO a) Cones b) Cavaletes c) Fitas zebradas d) Placas de sinalização vertical e horizontal e) Sinalização noturna 22 29/04/2005

25 Norma Técnica SABESP NTS 209 : 2005 f) Tapume g) Outros conforme legislação vigente NOTA: É OBRIGATÓRIO a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual e Coletivos em conformidade com as Normas Regulamentadoras n.º 6, 10, 12, 18, 23 e 26 da Portaria n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 e suas alterações, da Lei n.º 6.514, de 22 de dezembro de1977, que regulamenta o Capítulo V do Título II da CLT; mencionadas no procedimento de 01/10/2003 da Sabesp 7 BIBLIOGRAFIA Operação de Máquina SEWER RODER, SABESP, Máquina de varetas giratórias para coletores SEWER RODER Considerações finais: 1) Esta norma técnica, como qualquer outra, é um documento dinâmico, podendo ser alterada ou ampliada sempre que for necessário. Sugestões e comentários devem ser enviados à Assessoria para Desenvolvimento Tecnológico T V V; 2) Tomaram parte na elaboração desta Norma: ÁREA UNIDADE DE NOME TRABALHO M MCC Luiz Henrique Pereira M MCCA Hilário Hideo Kawaguti M MLEE Hiroshi Ietsugu M MTIL Silvana Martins dos Santos M MTOI Álvaro José de Souza Carneiro M MTOI Regina Célia Suzue Oka R RS Paul Wagner Simons T TEV Antônio Carlos Fevereiro T TVV Luiz Carlos Rodello T TVV Marco Aurélio Lima Barbosa 29/04/

26 NTS 209 : 2005 Norma Técnica SABESP Sabesp - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Diretoria de Planejamento e Tecnologia - T Assessoria para Desenvolvimento Tecnológico T V V Rua Costa Carvalho, CEP São Paulo - SP - Brasil Telefone: (0xx11) / FAX: (0xx11) Palavras-chave: limpeza de tubulação, desobstrução, esgoto - _23_ páginas 29/04/2005

www.cpsol.com.br (11) 4106-3883

www.cpsol.com.br (11) 4106-3883 REGULAGEM DA CORRENTE A tensão da corrente estará correta, quando em temperatura ambiente, a corrente encostar na parte inferior do sabre e ainda puder ser puxada com a mão sobre o mesmo. CORTE DE TORAS

Leia mais

Componentes do Ponto de Distribuição

Componentes do Ponto de Distribuição Componentes do Ponto de Distribuição Ferramenta(s) Especial(ais) Placa de Alinhamento, Árvore de Comando de Válvulas 303-D039 ou similar Remoção CUIDADO: durante os procedimentos de reparo, a limpeza é

Leia mais

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Montagem Da Transmissão Transmissão

Leia mais

Manual de instruções. Rampa de alinhamento

Manual de instruções. Rampa de alinhamento Manual de instruções Rampa de alinhamento Apresentação Primeiramente queremos lhe dar os parabéns pela escolha de um equipamento com nossa marca. Somos uma empresa instalada no ramo de máquinas para auto

Leia mais

Manual Operacional Série Reta - couro ZJ2628

Manual Operacional Série Reta - couro ZJ2628 Manual Operacional Série Reta - couro ZJ2628 ÍNIE 1. Especificações importantes...2 2. Instalação do motor...2 3. onectando a alavanca com o pedal...2 4. Preparação e Lubrificação...2 5. Substituição da

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

Eggy. Ref. IXCI6044. MAX 22Kg. Em conformidade com a norma Européia EN 14344

Eggy. Ref. IXCI6044. MAX 22Kg. Em conformidade com a norma Européia EN 14344 Eggy Ref. IXCI6044 Em conformidade com a norma Européia EN 14344 MAX 22Kg Assento traseiro de bicicleta Eggy 2 1 B 2 3D E 4 5 3 6 7G 8 9 I M 10 N 11 12 NN 4 O O P P Q 13 14 Q 15 16 5 PT Assento traseiro

Leia mais

Kollmann SR. USUÁRIO: ATENÇÃO

Kollmann SR. USUÁRIO: ATENÇÃO SR USUÁRIO: ATENÇÃO Este equipamento foi projetado para executar desentupimentos em tubulações e esgotos Propõe-se a manutenção preventiva ou corretiva nos tubos, porém ao operá-lo é necessário saber que

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças

Manual de Instruções e Lista de Peças Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Reta Eletrônica Direct Drive de Alta Velocidade 9K 0 / 0F 30 / 30F Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO PLANO DE MANUTENÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução rotinas + procedimentos FROTA OPERAÇÃO URBANA 1) Principais objetivos : Avaliação anual (aproxim.) do estado mecânico do veículo Acertos mecânicos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE COSTURA INDUSTRIAL RETA ELETRÔNICA DIRECT-DRIVE SSTC7810M-D3. www.sunspecial.net.br

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE COSTURA INDUSTRIAL RETA ELETRÔNICA DIRECT-DRIVE SSTC7810M-D3. www.sunspecial.net.br MNUL DE INSTRUÇÕES MÁQUIN DE COSTUR INDUSTRIL RET ELETRÔNIC DIRECT-DRIVE SSTC780M-D www.sunspecial.net.br Índice Informe de segurança Operações de Segurança Descrição do Produto e Especificações da Máquina

Leia mais

EQ 7881. Manual de montagem, instalação e operação

EQ 7881. Manual de montagem, instalação e operação EQ 7881 Manual de montagem, instalação e operação 0 A Rampa para elevação e alinhamento de veículos EQ 7881 foi desenvolvida e fabricada para facilitar e auxiliar os trabalhos de alinhamento de direção,

Leia mais

Galoneira Industrial série ZJ-W562

Galoneira Industrial série ZJ-W562 Galoneira Industrial série ZJ-W562 Instruções de Segurança IMPORTANTE Antes de utilizar sua máquina, leia atentamente todas as instruções desse manual. Ao utilizar a máquina, todos os procedimentos de

Leia mais

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva:

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva: Manutenção Preventiva e Corretiva de Rosqueadeiras Manual de Manutenção: Preventivo / Corretivo Preventivo: Toda máquina exige cuidados e manutenção preventiva. Sugerimos aos nossos clientes que treinem

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB ÍNDICE DETALHES TÉCNICOS, INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA... 01 MONTAGEM MOTOR E ROTAÇÃO DA MÁQUINA... 02 LUBRIFICAÇÃO...

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

Características Técnicas Identificação dos componentes do elevador modelo PF 2.5 S

Características Técnicas Identificação dos componentes do elevador modelo PF 2.5 S Índice 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 Características Técnicas 02 Recomendações Importantes 06 Localização e Instalação 07 Montagem e Instalação 11 Lubrificação 28 Posicionamento do Veículo 29 Funcionamento

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para técnicos

CSR/Instruções de inspeção para técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Escavadeiras CSR/Instruções de inspeção para técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre às instruções

Leia mais

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto A U A UL LA Uso de ferramentas Um aprendiz de mecânico de manutenção verificou que uma máquina havia parado porque um parafuso com sextavado interno estava solto. Era preciso fixá-lo novamente para pôr

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total ANEXO III 1 ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013 Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total 1 CAMINHÃO TOCO COM CAPACIDADE DE CARGA ÚTIL VARIANDO DE 10.000 A 12.000KG. DEVERÁ COMPOR

Leia mais

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600 Manual de Montagem ÍNDICE . Instalação do Reservatório de Óleo Primeiramente fixe as duas borrachas diretamente na mesa usando os pregos, conforme a figura. Em

Leia mais

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200

Manual de Montagem, Operação e Manutenção. Aparelho de Levantamento. Série B200 Manual de Montagem, Operação e Manutenção Aparelho de Levantamento Série B200 Português Índice Página 1 Aplicação e características gerais 1 Aplicação e características gerais 3 1.1 Aplicação 3 1.2 Características

Leia mais

Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador

Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador R Plantadeira de Micro-Trator 1 Linha - Plantio Direto e Convencional Instruções do Operador INDÚSTRIA MECÂNICA KNAPIK LTDA. Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - CEP 89400-000 - Porto União - SC Site: www.knapik.com.br

Leia mais

Manual Carreta Agrícola de Madeira

Manual Carreta Agrícola de Madeira Manual Carreta Agrícola de Madeira Prezado cliente, você acaba de adquirir mais um produto de qualidade TRITON, que há mais de 52 anos disponibiliza no mercado equipamentos versáteis, robustos e que acompanham

Leia mais

www.freeagentbmx.com.br

www.freeagentbmx.com.br www.freeagentbmx.com.br Caro Revendedor: As garantias das bicicletas KHS, FREEAGENT e MANHATTAN só serão validadas após o recebimento do REGISTRO DE DISTRIBUIDOR pela FEPASE, com todos os dados do cliente

Leia mais

Metro-light. toldos de fachada manual de instalação

Metro-light. toldos de fachada manual de instalação Metro-light toldos de fachada manual de instalação Metro-light toldos de fachada manual de instalação Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de

Leia mais

Manual de Uso Equipamentos

Manual de Uso Equipamentos COMPACTADOR DE SOLOS Preservar o equipamento e tomar os devidos cuidados na hora de carregar e descarregar o equipamento do veículo. Se feito de forma incorreta ou imprudente podem ocorrer diversas avarias

Leia mais

Rosqueadeiras. Manual de Instruções

Rosqueadeiras. Manual de Instruções Manual de Instruções 2 NOMAQ Roscar/Cortar/Escarear Modelos para tubos de ½ a 6 Modelo NQ-R2 NQ-R2A NQ-R4 NQ-R6 Roscas Tubos 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2, 2.1/2, 4 2.1/2, 4, 5, 6 Roscas

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção

Manual de Operação e Manutenção CORTADORA DE PISO WCP20 Manual de Operação e Manutenção - WCP 20 GASOLINA DIESEL ELÉTRICO TRIFÁSICO ELÉTRICO MONOFÁSICO 3 UTILIZAÇÃO - As cortadoras de piso WCP20,são utilizadas para fazer corte em asfalto

Leia mais

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Additional Manual do Information Produto be certain. 100-238-343 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada Informação

Leia mais

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Manual PORTA PLACAS Rev 00-12/07/2012 pág - 2 de 21 Índice CERTIFICADO ISO 9001:2008 DESENHO DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO DESENHO DE CONJUNTO TABELAS DIMENSIONAIS Histórico

Leia mais

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

Martelete Rotativo. Makita do Brasil Ferramentas Elétricas Ltda. MANUAL DE INSTRUÇÕES HR2445- HR2455

Martelete Rotativo. Makita do Brasil Ferramentas Elétricas Ltda. MANUAL DE INSTRUÇÕES HR2445- HR2455 Martelete Rotativo HR445- HR455 MANUAL DE INSTRUÇÕES Makita do Brasil Ferramentas Elétricas Ltda. Fábrica Rua Makita Brasil, 00 Bairro Alvarengas - S. B. do Campo - SP - CEP: 0985-080 PABX: (0xx) 439-4

Leia mais

Figura 1 Elementos Gerais do Dispenser 15 1. Chave: Tem a função de abrir a tampa e armazenar o imã que retira os pinos de segurança.

Figura 1 Elementos Gerais do Dispenser 15 1. Chave: Tem a função de abrir a tampa e armazenar o imã que retira os pinos de segurança. IMPORTANTE Este guia contém importantes informações de uso, instalação, manutenção e segurança, devendo estar sempre disponível. Antes de utilizar o aparelho, proceda a leitura deste manual entendendo

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina Caseadeira de Ponto Fixo 635D

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina Caseadeira de Ponto Fixo 635D Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina Caseadeira de Ponto Fixo 635D Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas. 2009 Copyright The Singer Company Limited Índice

Leia mais

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO

COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO Página 1 de 6 COMO MEDIR A PRESSÃO DO ÓLEO MOTOR WILLYS 6 CILINDROS BF-161 Com uma simples medição da pressão do óleo você pode avaliar o estado geral do seu motor Willys seja ele novo ou usado e evitar

Leia mais

MÁQUINAS DE PREPARO PERIÓDICO DO SOLO: DISTRIBUIDOR DE CALCÁRIO E ADUBO

MÁQUINAS DE PREPARO PERIÓDICO DO SOLO: DISTRIBUIDOR DE CALCÁRIO E ADUBO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS DEPARTAMENTO DE AGROECOLOGIA E AGROPECUÁRIA 1 MÁQUINAS DE PREPARO PERIÓDICO DO SOLO: DISTRIBUIDOR DE CALCÁRIO E ADUBO 1. DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Características Construtivas Tomada de Força VM Contents Generalidades, página 2 Tomada de força montada na caixa de mudanças, página 2 Tomada de

Leia mais

SISTEMA I MOTION. FOX - I Motion

SISTEMA I MOTION. FOX - I Motion SISTEMA I MOTION FOX - I Motion Professor SCOPINO Técnico e Administrador da Auto Mecânica Scopino Professor do Umec Universo do Mecânico Ex-Professor do Senai Diretor do Sindirepa-SP Consultor do Jornal

Leia mais

Instruções de Instalação do Rack

Instruções de Instalação do Rack Instruções de Instalação do Rack Revise a documentação fornecida com o gabinete do rack para obter informações de segurança e cabeamento. Antes de instalar o servidor em um gabinete do rack, revise as

Leia mais

Brocas, buchas e mandris

Brocas, buchas e mandris Brocas, buchas e mandris Para fixação de elementos, cada material exige broca e bucha específicos. Saiba quais são os tipos corretos para cada necessidade Fixações em parede de alvenaria, concreto ou drywall

Leia mais

www.zoje.com.br Manual ZJ8700 Montagem e Operacional

www.zoje.com.br Manual ZJ8700 Montagem e Operacional Manual ZJ8700 Montagem e Operacional MANUAL DE INSTRUÇÕES Para obter o máximo das muitas funções desta máquina e operá-la com segurança, é necessário usá-la corretamente. Leia este Manual de Instruções

Leia mais

Séries: 86ZNL-8 86ZNL-16 86ZNL-32 86ZNL-54. Séries: 86ZNL-8 86ZNL-16 86ZNL-32. Manual de Operação e Manutenção dos Guinchos Manuais de Alavanca

Séries: 86ZNL-8 86ZNL-16 86ZNL-32 86ZNL-54. Séries: 86ZNL-8 86ZNL-16 86ZNL-32. Manual de Operação e Manutenção dos Guinchos Manuais de Alavanca 86ZNL-54 Parabéns, Você adquiriu um produto com a qualidade reconhecida internacionalmente da marca CM. Para utilizá-lo com maior segurança e tirar o maior proveito deste produto siga as orientações contidas

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS

MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS MANUAL DE MONTAGEM PLATAFORMAS ALTOSUL INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS LTDA Fone /Fax (47) 3533-5330 Rua Presidente Nereu, 1300 Ituporanga-sc - Cep 88400-000 Sumario Sumario... 1 A Empresa... 2 Contatos... 2

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T

MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T MANUAL DE INSTRUÇÕES MACACO PORTATIL HIDRAULICO COM MALETA- 2TON TMHP2T www.tanderequipamentos.com.br assistencia@tanderequipamentos.com.br Conteúdo I. INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO... 3 III. INSTRUÇÕES DE USO...

Leia mais

1 ÍNDICE L-35 PRO / L-45 PRO 2 CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS 2 EIXO DE TRANSMISSÃO 3 GUIDÃO E ACELERADOR 4 SISTEMA DA EMBREAGEM 5 CINTO / ÓCULOS 6

1 ÍNDICE L-35 PRO / L-45 PRO 2 CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS 2 EIXO DE TRANSMISSÃO 3 GUIDÃO E ACELERADOR 4 SISTEMA DA EMBREAGEM 5 CINTO / ÓCULOS 6 ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA L- PRO / L- PRO CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS EIXO DE TRANSMISSÃO GUIDÃO E ACELERADOR SISTEMA DA EMBREAGEM CINTO / ÓCULOS L- PRO SISTEMA CABEÇOTE E CILINDRO VÁLVULAS E COMANDO PISTÃO

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Engate de Container Março / 2005 O Engate de Container tem como função principal, promover o acoplamento de implementos rodoviários com containers para

Leia mais

Manual de Instruções RP - RPCO 1300/1500/1700 ROÇADEIRA PICCIN

Manual de Instruções RP - RPCO 1300/1500/1700 ROÇADEIRA PICCIN Manual de Instruções RP - RPCO 1300/1500/1700 ROÇADEIRA PICCIN ÍNDICE Apresentação...02 Normas de Segurança... 03 Componentes... 06 Especificações Técnicas... 06 Engate...08 Regulagens... 09 Manutenção...

Leia mais

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Página CILINDROS... 150 Inspeção e medição... 150 Retificação de cilindros... 150 Acabamento... 151 Limpeza... 151 MANCAIS DE MOTOR... 152 Mancal

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções TRR 3110S NM +55 (16) 33833818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com.

bambozzi Manual de Instruções TRR 3110S NM +55 (16) 33833818 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com. A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 33833818 bambozzi Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) -

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) - APOSTILA DE MANUTENÇÃO 1- OBJETIVO. Apresentar os passos necessários para a manutenção do compactador RAM70 com motor Honda GX120. 2- PASSOS DE DESMONTAGEM / MONTAGEM. Retirar filtro de ar. Retirar mangueira

Leia mais

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima?

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima? Eixos e correntes A UU L AL A Uma máquina em processo de manutenção preventiva apresentava vários eixos e algumas correntes, além de mancais que necessitavam de reparos. Entre os eixos, um cônico e um

Leia mais

HELI. MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100

HELI. MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100 HELI MOTOR COM POTÊNCIA PARA 5-10t Painel de Instrumentos Digital Limpo e fácil de ler Leitura instantânea ao ligar Layout ergonômico CPCD50 CPCD60 CPCD70 CPCD80 CPCD100 Torre de ampla visão As empilhadeiras

Leia mais

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO

QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO QUALIDADE E TECNOLOGIA A SERVIÇO DO FUTURO Extrusoras de Perfis de Concreto MANUAL TÉCNICO IMB 900-G ECONOMIC 1 2 MANUAL DO PROPRIETÁRIO IMB 900-G ECONOMIC Índice Instruções...04 Catálogo de peças...06

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES.

MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. MANUAL DO USUÁRIO MOTOBOMBA A GASOLINA VULCAN VMB552 / VMB552H / VMB653 ATENÇÃO ANTES DE UTILIZAR O EQUIPAMENTO LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES. ÍNDICE 1. Aplicações...3 2. Instalações hidráulicas...4

Leia mais

Seção 12 Conjunto do motor

Seção 12 Conjunto do motor Seção 12 Conjunto do motor Página CONJUNTO DO MOTOR... 164 Instalação do virabrequim... 164 Instale o pistão e a biela... 164 Instalação do eixo de cames... 164 Instalação da bomba de óleo... 165 Instalação

Leia mais

www.sunspecial.com.br

www.sunspecial.com.br Manual de Instruções Máquina de costura RETA TRANSPORTE DUPLO (Dente e Agulha) SSTC-6160 www.sunspecial.com.br INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES Qualidade e Tecnologia Colocar os sistemas de costura

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS

MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO TALHAS E TROLES MANUAIS TALHAS ELÉTRICAS GUINCHOS DE ALAVANCA TALHAS COM ACIONAMENTO MANUAL 1) NORMAS UTILIZADAS: NBR 10401 e 10402 Especificação: Fixa as condições exigíveis

Leia mais

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros 01 (Instalado sobre reboque agrícola). 1 1 TANQUE RESERVATÓRIO: Tanque

Leia mais

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW

Carolina Vilanova. 26/12/13 www.omecanico.com.br/modules/revista.php?action=printout&recid=423. Desmontagem e dicas da caixa VW Desmontagem e dicas da caixa VW Vamos apresentar nessa reportagem as características, dicas de manutenção, desmontagem e montagem da caixa de câmbio MQ200, que em suas várias aplicações, equipa a maioria

Leia mais

MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-250

MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-250 *Imagens meramente ilustrativas MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-250 Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-250 Modelo Tensão nominal Frequência Corrente nominal Tensão

Leia mais

Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher

Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher Manual de Instruções Actuador 657 (30-70 e 87) Actuador de Diafragma 657 de Tamanhos 30-70 e 87 da Fisher Conteúdo Introdução................................... 1 Âmbito do Manual...........................

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO

MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO MANUAL TÉCNICO ELÉTRICO MUNDI ÔNIBUS RODOVIÁRIO APLICAÇÕES INSTALAÇÃO MANUTENÇÃO 2 IMPORTANTE A BRAPAX e seus Distribuidores Autorizados advertem que a seleção imprópria, falha ou uso incorreto dos produtos

Leia mais

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 Conj. 1 Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 Porto Alegre

Leia mais

Bomba injetora: todo cuidado é pouco

Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Bomba injetora: todo cuidado é pouco Veja como identificar os problemas da bomba injetora e retirá-la corretamente em casos de manutenção Carolina Vilanova A bomba

Leia mais

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO Pág.:1 MÁQUINA: MODELO: NÚMERO DE SÉRIE: ANO DE FABRICAÇÃO: O presente manual contém instruções para instalação e operação. Todas as instruções nele contidas devem ser rigorosamente seguidas do que dependem

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS ADUBADOR DE DISCOS 2300A 1.04.01.02.01.001

CATÁLOGO DE PEÇAS ADUBADOR DE DISCOS 2300A 1.04.01.02.01.001 CATÁLOGO DE PEÇAS ADUBADOR DE DISCOS 00A.0.0.0.0.00 Av. Marginal Francisco Vieira Caleiro, 00 - Distr. Industrial Caixa Postal - CEP -00 - Sertãozinho - SP Fone: ().00 - Fax: ().0 ÍNDICE CHASSI DO DISTRIBUIDOR

Leia mais

Manual de Instruções. Bicicleta Profissional - 359-359E - 360

Manual de Instruções. Bicicleta Profissional - 359-359E - 360 Manual de Instruções Bicicleta Profissional - 359-359E - 360 PREZADO CLIENTE Parabéns pela escolha! Você acaba de adquirir um equipamento EMBREEX, produzido dentro do mais rigoroso padrão de qualidade!

Leia mais

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa CX75SR MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Cilindros Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado Intercooler 4 cilindros em linha Deslocamento 2,2 L (2.189 m 3 ) Diâmetro/Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível

Leia mais

Instruções para uso do peso de bater automático

Instruções para uso do peso de bater automático Este equipamento foi desenvolvido com as finalidades de: 1) Agilizar e otimizar o tempo necessário para os testes de penetração de solo; 2) Melhorar a ergonomia do procedimento, evitando esforços físicos

Leia mais

MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-400

MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-400 *Imagens meramente ilustrativas MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-400 Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS MÁQUINA DE SOLDA MIG/MAG-400 Modelo Tensão nominal Frequência Corrente nominal Diâmetro

Leia mais

Empilhadeira Tracionária Elétrica LET15

Empilhadeira Tracionária Elétrica LET15 Empilhadeira Tracionária Elétrica LET15 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 Sistema do Comando Conjunto da Tração Sistema da Suspensão - Barra Estabilizadora

Leia mais

sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm

sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm Válvula de controle combinados a Válvula de Alívio Lança/Braço/ Freio hidrostático, Redução planetária. 12.9rpm. Grande diâmetro Acionado

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro, 155 - Centro - CEP 15990-630 - Matão (SP) - Brasil Fone (16) 3383-3800 - Fax (16) 3382-4228 bambozzi@bambozzi.com.br

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.01.02.02.02.002

CATÁLOGO DE PEÇAS 1.01.02.02.02.002 CATÁLOGO DE PEÇAS Carreta distribuidora de torta de filtro.0.0.0.0.00 Av. Marginal Francisco Vieira Caleiro, 00 - Distr. Industrial Caixa Postal - CEP -00 - Sertãozinho - SP Fone: ().00 - Fax: ().0 Fone:

Leia mais

ANEXO. carcaça externa da embreagem 8483.60.90. carcaça inferior do acelerador (para veículos de 8714.19.00

ANEXO. carcaça externa da embreagem 8483.60.90. carcaça inferior do acelerador (para veículos de 8714.19.00 ANEXO I- PARTES E PEÇAS FUNDIDAS NCM alavanca da embreagem do guidão, de alumínio 8714.19.00 alavanca do freio dianteiro do guidão, de alumínio 8714.19.00 alça lateral direita 8714.19.00 alça lateral esquerda

Leia mais

Manual de instruções. Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600

Manual de instruções. Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600 Manual de instruções Máquina de desmontar e montar pneus MDE-600 Apresentação Primeiramente queremos lhe dar os parabéns pela escolha de um equipamento com nossa marca. Somos uma empresa instalada no ramo

Leia mais

Para garantir sua segurança, por favor, leia as instruções cuidadosamente e aprenda as peculiaridades da empilhadeira antes do uso.

Para garantir sua segurança, por favor, leia as instruções cuidadosamente e aprenda as peculiaridades da empilhadeira antes do uso. Manual do usuário 1. Aplicação: Seja bem vindo ao grupo dos proprietários de empilhadeiras TANDER. NEMP é um equipamento usado para levantar e carregar cargas por curtas distâncias. É composto de estrutura

Leia mais

Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 08940-000

Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 08940-000 Minami Industria de Aparelhos para a Lavoura Ltda. Estrada do Minami, Km 01 Bairro Hiroi Caixa Postal 75 Biritiba Mirim SP CEP 940-000 E-mail: minami@minami.ind.br Site: www.minami.ind.br Tel./Fax.: (11)

Leia mais

Manual Batedeira de Cereais

Manual Batedeira de Cereais Manual Batedeira de Cereais Prezado cliente, você acaba de adquirir mais um produto de qualidade TRITON, que há mais de 52 anos disponibiliza no mercado equipamentos versáteis, robustos e que acompanham

Leia mais

PF-17/PF-17C/PF-22. Manual de Utilização e Instalação. www.dancor.com.br. Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290. www.dancor.com.

PF-17/PF-17C/PF-22. Manual de Utilização e Instalação. www.dancor.com.br. Atendimento ao Consumidor Tel.: 0800 021 9290. www.dancor.com. www.dancor.com.br Bombas AUTO-ESCORVANTES COM PRÉ-FILTRO PARA PISCINAS PF-17/PF-17C/PF-22 Manual de Utilização e Instalação - Consumidores - Representantes - Revendedores Atendimento ao Consumidor Tel.:

Leia mais

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

Manual de Instruções e Catálogo de Peças

Manual de Instruções e Catálogo de Peças 1 Manual de Instruções e Catálogo de Peças Mk-GT 800 2 ÍNDICE Apresentação... 03 Normas de Segurança... 04 Componentes... 07 Engate / Montagem... 08 Preparação p/trabalho... 09 Cuidados... 10 Manutenção...11

Leia mais

Manual de Operação. Lixadeira pneumática de alta velocidade 5"- TESM5P

Manual de Operação. Lixadeira pneumática de alta velocidade 5- TESM5P Manual de Operação Lixadeira pneumática de alta velocidade 5"- TESM5P . DADOS TÉCNICOS LIXADEIRA ORBITAL Modelo: Velocidade sem carga: Pressão de ar: Entrada de ar: Disco de lixa: Consumo de ar: TESM5P

Leia mais

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO

2. CARACTERÍSTICAS 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO O estabilizador portátil de câmera Tedi Cam é um equipamento de avançada tecnologia utilizado para filmagens de cenas onde há a necessidade de se obter imagens perfeitas em situações de movimento

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

Sumário QUINTA RODA 3 ½...2 KIT PLACAS DE DESGASTE DA QUINTA RODA...3 PINO REI...4 PLATAFORMA REFORÇADA, CHAPA ½...4

Sumário QUINTA RODA 3 ½...2 KIT PLACAS DE DESGASTE DA QUINTA RODA...3 PINO REI...4 PLATAFORMA REFORÇADA, CHAPA ½...4 Sumário QUINTA RODA 3 ½...2 KIT PLACAS DE DESGASTE DA QUINTA RODA...3 PINO REI...4 PLATAFORMA REFORÇADA, CHAPA ½...4 MONTAGEM PLATAFORMA REFORÇADA...4 DESCRITIVO DA QUINTA RODA CT 1000...5 MESA GIRATÓRIA

Leia mais

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO PATRIMÔNIAL GERÊNCIA DE BENS MÓVEIS GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE G E 2007 1 2 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA

Leia mais

6 Manutenção de Tratores Agrícolas

6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6.1 Introdução Desenvolvimento tecnológico do país Modernização da agricultura Abertura de novas fronteiras agrícolas Aumento no uso de MIA Aumento da produtividade Maiores

Leia mais

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Nº Descrição Código Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 (Completo) PR2007 1 Disco dianteiro PR2007 2 Disco traseiro PR2007 3 Anel traseiro

Leia mais

Instruções para Implementadores

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Curitiba, Brazil Instruções para Implementadores Data Grupo Edição Pág. 8.2011 95 02 1( 5 ) Generalidades Inspeção Final VM BRA49905 89028788 Portuguese/Brazil Printed in Brazil

Leia mais

CONHEÇA SUA BIKE FISCHER

CONHEÇA SUA BIKE FISCHER CONHEÇA SUA NOTA ESTE MANUAL É VÁLIDO PARA TODA LINHA DE BIKES FISCHER, OU SEJA, LINHA MTB, LINHA ESPORTE E LINHA INFANTIL. ATENTE PARA OS DETALHES DA SUA. PRINCIPAIS COMPONENTES - SELIM - CANOTE DO SELIM

Leia mais

-MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T

-MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T -MANUAL DE INSTRUÇÕES; -LISTA DE PEÇAS. PALETEIRA MÜLLER 3T NOTA: O operador deve LER o Manual de Instruções antes de utilizar a Paleteira Müller 3T. Obrigado por ter escolhido e utilizar a Paleteira Müller

Leia mais

Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM0200 fevereiro 2010

Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM0200 fevereiro 2010 Manual de serviço Eaton Embreagens para serviço pesado CLSM000 fevereiro 00 Embreagem de 95 mm para serviço pesado Easy-Pedal Value Clutch UltraShift DM para serviço pesado Embreagem USP com atuador eletrônico

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS

MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS linha GUINDASTES RODOVIÁRIOS MK 00 T MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS www.motocana.com MANUAL DE OPERAÇÃO E CATÁLOGO DE PEÇAS MK00T abril/0 ÍNDICE INTRODUÇÃO... CERTIFICADO DE GARANTIA... DADOS TÉCNICOS

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES PTI / PSI PLAINA TRASEIRA PERFURADOR DE SOLO 01 - Apresentação - Certificado de garantia 02 - Componentes: - Plaina Traseira Inroda - Perfurador de Solo Inroda 03 - Normas de Segurança

Leia mais