Técnica-Táctica e Treino

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Técnica-Táctica e Treino"

Transcrição

1 FUTSAL Técnica-Táctica e Treino

2 Legenda Atacante Defesa Deslocamento Deslocamento com bola Marcações Barra Pino / Meco Passe Barreira Remate Simulação Salto Guarda-Redes Bola Deitar Sentar

3 Pi Princípios íi do Jogo A3 D3 GR A2 D2 A4 D4 GR A1 D1 Ofensivos A1 Executa penetração A2 Executa cobertura ofensiva A3 Executa mobilidade A4 Executa mobilidade Defensivos D1 Executa contenção D2 Executa cobertura defensiva D3 Executa equilíbrio D4 Executa equilíbrio

4 Sistema de jogo 2:2 22

5 Sistema de jogo 3:1 31

6 Sistema de jogo 4:0 40

7 Bloqueio directo

8 Bloqueio indirecto

9 Bloqueio defensivo

10 Combinação directa 1-2

11 Combinação indirecta

12 Simulações

13 Permuta defensiva df

14 Paralela ll

15 Diagonal

16 Sb Sobreposição

17 21GR 2x1+GR 1xGR

18 31GR 3x1+GR B A

19 Jogada 1

20 Jogada 2 (Troca Ala /P Pivô)

21 Jogada 3(Dupla no Pivô)

22 Jogada 4(Dupla-paralela) ll

23 Jogada 4(Dupla-diagonal) l)

24 Jogada 5(Três na ala)

25 Jogada 6 (Sobreposição ala) B A

26 Jogada 7(Dois Pivôs)

27 Jogada 8 (Isolar na ala)

28 Jogada 9 (Cruzamento)

29 Jogada 10 (Ciego I)

30 Jogada 11 (Ciego II) A B C

31 Canto 1(Pisar a bola)

32 Canto 2(Al (Ala /P Pivô)-A

33 Canto 2(Al (Ala /P Pivô)-B

34 Canto 3(Sobreposição)

35 Canto 4(Pivô)

36 Canto 5(Jog 1) Executar a jog 1 no lado oposto ao canto

37 Canto 5(Jog 1 cont.) t)

38 Livre 4 em linha A B C

39 Livre Frontal l1

40 Reposição lateral l 1

41 Reposição lateral l 2

42 Síd Saída dp de Pressão 1

43 Saída de Pressão 2

44 Saída de Pressão 3

45 Bl Bola de saída 1

46 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola no meio)

47 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola no meio)

48 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola na ala dt) dt.)

49 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola na ala dt) dt.)

50 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola na ala dt) dt.)

51 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola na ala dt) dt.)

52 Df Defesa 31(bl 3:1 (bola no pivô)

53 Df Defesa 22(bl 2:2 (bola na ala esq)

54 Df Defesa 22(bl 2:2 (bola na ala esq)

55 Df Defesa 22(bl 2:2 (bola na ala dt) dt.)

56 Df Defesa 22(bl 2:2 (bola na ala dt) dt.)

57 Df Defesa 22(bl 2:2 (bola num pivô)

58 Df Defesa 40(bl 4:0 (bola no meio)

59 Df Defesa 40(bl 4:0 (bola no meio)

60 Df Defesa 40(bl 4:0 (bola na ala esq)

61 Df Defesa 40(bl 4:0 (bola na ala esq)

62 Df Defesa 40(bl 4:0 (bola na ala dt) dt.)

63 Df Defesa livre frontal

64 Df Defesa canto

65 Circuito 1(F (For/Res/Téc) /Té Tr

66 Circuito 2(F (For/Res/Téc) /Té 5abdm Tr Tr

67 Circuito 3( Ala /P Pivô) Tr Tr

68 Circuito 4(Vl/F (Vel/Fin) Tr Tr

69 Circuito 5(Vl/F (Vel/Fin) Tr Tr

70 Circuito 6 (Vel/For/Fin) Tr Tr

71 Exercício iniciação 4:0 40

72 Exercício 1(F (For/Vel/Fin) /Vl/F Tr Tr

73 Exercício 2(Vl/F (Vel/Fin) 1x1 11 1x1

74 Exercício 3(Jogo reduzido) d Jogo reduzido a 2 ou 3 toques

75 Exercício 4( (mete e apoia) Jogo 3x3 3 Para poder haver finalização tem de se colocar a bola num jog na linha de fundo e apoiar

76 Exercício 4( (simulação de sobreposição)

77 T Circuito it finalização 1

78 Circuito it finalização 2 T T

79 Circuito it finalização 3 T T

80 Circuito it finalização 4 T

81 Circuito it finalização 5 T T

82 Circuito it misto 1 T

83 Circuito it misto 2 T T

84 Circuito it misto 3 T T

85 Circuito it misto 4 T T

86 Circuito it tolerância láctica Material 9 pinos / 10 bolas / 3 Barreiras T 10 T Volume - < 30 / Duração - 45 a 55 / Repouso 25 / Séries - 3 a 5 / Repetições 3 a 12 / Velocidade 85% a 95%

87 Circuito it resistência i 1 Só de cabeça T Sem deixar cair a bola

88 Circuito it resistência i 2 T Sem deixar cair a bola T

89 Circuito it resistência i 3 T Sem deixar cair a bola T

90 Circuito it resistência i 4 T Sem deixar cair a bola T

91 Circuito it resistência i 5 T T

92 Circuito it técnico Material 14 pinos / 10 bolas / 6 Barras / 6 Bases / 5 arcos 7 8 T 3x Volume - < 20 / Duração a 2 / Repouso 5 / Séries - 1 / Repetições 10 a 15 / Velocidade 50% a 60%

93 Circuito it velocidade d 1 T T

94 Circuito it velocidade d 2 T T

95 Flexibilidade/Relaxamento d l

96 Desfesa 31 3:1

97 Desfesa 31 3:1

98 Desfesa 31 3:1

99 Desfesa 31 3:1

100 Desfesa 31 3:1

101 Desfesa 31 3:1

102 Desfesa 31 3:1

103 Desfesa 31 3:1

104 Desfesa 31 3:1

105 Desfesa 22 2:2

106 Desfesa 22 2:2

107 Desfesa 22 2:2

108 Desfesa 22 2:2

109 Desfesa 22 2:2

110 Desfesa 40 4:0

111 Desfesa 40 4:0

112 Desfesa 40 4:0

113 Desfesa 40 4:0

114 Desfesa 40 4:0

115 Desfesa 40 4:0

116 Permuta Defensiva Df

117 Permuta Defensiva Df

118 Permuta Defensiva Df

119 Df Defesa livre frontal

120 Df Defesa livre frontal

121 Df Defesa livre frontal

122

123

124

125 Df Defesa canto

126 2x1+GR

127 2x1+GR

128 2x1+GR

129 5x4+GR

130 5x4+GR

131 5x4+GR

132 5x4+GR

133 5x4+GR

134 5x4+GR

135 5x4+GR

136 4x3+GR

137 4x3+GR

138 4x3+GR

139 4x3+GR

140 4x3+GR

141 Df Defesa livre 10 m

142 Df Defesa livre 10 m

143 Df Defesa livre 10 m

144 Df Defesa livre 10 m

145 Df Defesa livre 10 m

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Complexas

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Elementares

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016-17 Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade

Leia mais

O TREINO DOS GUARDA- REDES

O TREINO DOS GUARDA- REDES O TREINO DOS GUARDA- REDES Antes de mais deve ter-se em conta que os guarda-redes (GR) têm uma influência decisiva no jogo. No entanto, a maioria dos treinadores acaba por dedicar uma pequena percentagem

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, os defesas centrais procuram abrir (largura) e receber

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA Carlos Sacadura Outubro de 2011 Possibilitar a todas as crianças do nosso distrito a oportunidade de praticar futebol como um desporto de recreação, tempo livre e formação;

Leia mais

Jogos Desportivos Coletivos

Jogos Desportivos Coletivos ... DEPARTAMENTO DE Educação Física DISCIPLINA: Educação Física 7ºAno COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS Competências a desenvolver Conteúdos Aulas previstas Jogos Desportivos Coletivos Andebol Cooperar com os companheiros

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA PLANIFICAÇÃO DO 10ºANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS ANO LETIVO

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA PLANIFICAÇÃO DO 10ºANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS ANO LETIVO COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS AULAS PREVISTAS Cooperar com os companheiros para o alcance do objetivo dos Jogos Desportivos Coletivos, realizando com oportunidade e correção as ações técnico-táticas elementares

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 5º ano Ano letivo: 201.201 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Anexo 1- Planeamento Iniciados C, Época

Anexo 1- Planeamento Iniciados C, Época Anexos 85 Exercícios Fundamentais Aquecimen to Compo rtament os Táticos Conteúdos Táti co Técn icos Físicos Competências a Desenvolver Anexo 1- Planeamento Iniciados C, Época 2015-2016 Macrociclo Nº.1

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO Ano/Turma 7º/8º/9º Período N.º aulas previstas

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 11º ANO PLANIFICAÇÃO

EDUCAÇÃO FÍSICA 11º ANO PLANIFICAÇÃO ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-402011 Objetivos gerais: Realizar atividades de forma autónoma, responsável e criativa Cooperar com outros em tarefas e projetos comuns Relacionar harmoniosamente

Leia mais

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014 ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº de Abrantes ESCOLA: Escola Básica, D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO:.º ANO LETIVO 0/0 METAS DE APRENDIZAGEM: Domínio da Aptidão Física (EDF00);

Leia mais

Modelo Sénior - Visionamento

Modelo Sénior - Visionamento Modelo Sénior - Visionamento Características para um bom distribuidor: Altura Velocidade/Agilidade Visão Periférica Inteligência Imprevisibilidade Responsabilidade Personalidade em jogo: liderança, independência

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO Grupo Disciplinar de Educação Física JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente e realiza

Leia mais

DgestE Direção-GeraL dos Estabelecimentos Escolares DSRAI Direção de Serviços da Região Algarve Agrupamento de Escolas Júlio Dantas

DgestE Direção-GeraL dos Estabelecimentos Escolares DSRAI Direção de Serviços da Região Algarve Agrupamento de Escolas Júlio Dantas ENSINO BÁSICO PLANIFICAÇÃO ANUAL - 205-206 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA 3º CICLO 7º e 8º anos ACTIVIDADES FÍSICAS DISTRIBUIÇÃO POR PERÍODOS º Período 2º Período 3º Período 3º Ciclo (7º e 8º anos) A - JDC:,

Leia mais

CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO

CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO CONTEÚDOS TÉCNICOS E TÁCTICOS DOS ESCALÕES DE FORMAÇÃO Técnico/táctica individual ofensiva com e sem bola (procedimentos gerais) a) Os aspectos da técnica e táctica ofensiva prevalecem sobre os defensivos

Leia mais

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES

APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES APOSTILA JOGADORES CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES O JOGADOR PADRÃO APOSTILA PÁGINA 6 As onze PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM BOM JOGADOR 1 - Sendo um jogo de conjunto, procurar sempre, e o mais rápido possível

Leia mais

Escola Secundária Dr. João Araújo Correia

Escola Secundária Dr. João Araújo Correia Escola Secundária Dr. João Araújo Correia CONTEÚDOS E CARGAS PARA O ESINO SECUNDÁRIO NO ANO LECTIVO 2015-2016 Considerando: - O Programa de Educação Física; - O documento de apoio elaborado por Docentes

Leia mais

TABLE FOOTBALL ACADEMIES

TABLE FOOTBALL ACADEMIES Conteúdo Programático : O conteúdo programático desenvolvido na Academia Green Zone- Table Football Academies objectiva a introdução ao Futebol de Mesa em ambiente Subbuteo. Formação de monitores e de

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 6º ano Ano letivo: 201.2014 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Sessão de Treino do Real Madrid 23 de Maio de 2014 CARLO ANCELOTTI REAL MADRID

Sessão de Treino do Real Madrid 23 de Maio de 2014 CARLO ANCELOTTI REAL MADRID CARLO ANCELOTTI REAL MADRID O Real Madrid treinado pelo Italiano Carlo Ancelotti fez na 6ª Feira (23/04/2014) a última sessão de treino antes da Final da Liga dos Campeões da UEFA (24/05/2014) contra o

Leia mais

Planificação Detalhada Anual : 9º Ano Educação Física. Ao longo do ano* Testes Fitnessgram (opcional)

Planificação Detalhada Anual : 9º Ano Educação Física. Ao longo do ano* Testes Fitnessgram (opcional) DOMÍNIO/TEMA: Atletismo DOMÍNIO/TEMA Aptidão físicas Direção de Serviços da Região Norte Planificação Detalhada Anual : 9º Ano Educação Física Resistência Força Velocidade Flexibilidade Coordenação Equilíbrio

Leia mais

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15)

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15) Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização Treinador do Sporting CP (14/15)! Modelo de Jogo baseado no! Relatório de Estágio de:! Pereira, G. (2013) - FMH! Estoril 2011/2012 Contextos de Exercitação!

Leia mais

Curso de Treinadores Grau 2 Federação de Andebol de Portugal CONTRA-ATAQUE CONTRA-ATAQUE. Departamento Técnico FAP

Curso de Treinadores Grau 2 Federação de Andebol de Portugal CONTRA-ATAQUE CONTRA-ATAQUE. Departamento Técnico FAP CONTRA-ATAQUE CICLO DE JOGO Jogo livre Jogo dirigido Jogo construído Sistema Ofensivo Organização/Ocupação Baliza 4,5, 6 jogadores Contra-Ataque Apoiado atacar conservar Bola 1, 2, 3 jogadores Contra-Ataque

Leia mais

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Faculdade de Motricidade Humana Escola Secundária Fernando Namora Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Orientadores: Professores Estagiários:

Leia mais

TER AS IDEIAS CLARAS!!!

TER AS IDEIAS CLARAS!!! TER AS IDEIAS CLARAS!!! O jogo de Andebol poderá resumir-se a uma atividade acíclica cujos principais movimentos são abertos e realizados com intervalos de pausas de recuperação incompleta (3 a7 ), a uma

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO e 12º ANO JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS (11.º ano e 12.º ano) ACÇÕES PSICO-MOTORAS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente

Leia mais

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas INTRODUÇÃO O futsal é uma modalidade em que ações apresentam grande imprevisibilidade e variabilidade, exigindo

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FISICA ANO: 5º, 6º TURMAS: A, B, C ANO LECTIVO: 2011/2012 P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L - 2º C I C L O DE AÇÃO No 5º e 6º ano o aluno deverá adquirir competências de nível "introdução"

Leia mais

Santa Cruz do Bispo, 13 de Junho 2009 I CONGRESSO DE FUTSAL DE FORMAÇÃO. Guarda-redes. Posturas de Prontidão Desportiva.

Santa Cruz do Bispo, 13 de Junho 2009 I CONGRESSO DE FUTSAL DE FORMAÇÃO. Guarda-redes. Posturas de Prontidão Desportiva. Santa Cruz do Bispo, 13 de Junho 2009 I CONGRESSO DE FUTSAL DE FORMAÇÃO Guarda-redes Posturas de Prontidão Desportiva Posturas de Prontidão Desportiva no Guarda-redes de Futsal Posturas de prontidão desportiva

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, a tendência neste jogo foi procurar jogar longo.

Leia mais

PEP GUARDIOLA. Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo

PEP GUARDIOLA. Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo PEP GUARDIOLA Construção no último terço do campo: criação de oportunidades de golo SubPrincípio: Equipa muito Subida : Equipa bem subida, para que os Extremos iniciem a jogada perto da baliza adversária

Leia mais

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 JORGE CASTELO! EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 Jorge Castelo Data de Nascimento: 26-01-1957; Nacionalidade: Portuguesa; Profissões:

Leia mais

Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09. Capacidades Motoras Caderno de Exercícios. Bruno Torres

Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09. Capacidades Motoras Caderno de Exercícios. Bruno Torres Curso de Treinadores de Futsal 1º Nível Dezembro/08 Janeiro/09 Capacidades Motoras Caderno de Exercícios Bruno Torres 1 Modelo de Activação Funcional 2 Operacionalização: Activação Funcional. Grupos de

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - 2º ano Ano letivo 2012 2013 1º PERIODO Testes de Condição Física Avaliação da velocidade, flexibilidade, força muscular, agilidade e medidas

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL 1 SITUAÇÕES ESPECIAIS 1.1 PONTAPÉ DE SAÍDA 1.2 GUARDA-REDES 1.3 REPOSIÇÃO DA BOLA EM JOGO

EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL 1 SITUAÇÕES ESPECIAIS 1.1 PONTAPÉ DE SAÍDA 1.2 GUARDA-REDES 1.3 REPOSIÇÃO DA BOLA EM JOGO EDUCAÇÃO FÍSICA FUTSAL O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas (cada equipa tem: 5 jogadores em campo e 7 suplentes), cujo objectivo é introduzir a bola na baliza adversária

Leia mais

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Futebol do Mundo em 2013 Carlo ANCELOTTI; Rafael BENITEZ; Antonio CONTE; Vicente DEL BOSQUE; Alex FERGUSON; Jupp HEYNCKES; Jürgen KLOPP; José MOURINHO;

Leia mais

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard

Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guard Processo Ofensivo Neste jogo, na 1ª fase de construção de jogo, procuram jogar de forma curta com os dois defesas centrais a receberem a bola do guarda-redes enquanto que os laterais lateralizam procuram

Leia mais

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido.

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. www.barcodetablefootball.com Como jogar Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. É o melhor e mais realista de todos os jogos

Leia mais

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes.

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes. FUTSAL 1. História do Futsal A prática do futebol de salão começou a dar aos primeiros passos na década de 30 no século XX, nos campos de basquetebol e em pequenos salões. As primeiras regras tiveram por

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o

P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o P L A N I F I C A Ç Ã 0 E n s i n o S e c u n d á r i o 2016-2017 DISCIPLINA / ANO: Educação Física / 11º Ano MANUAL ADOTADO: Em Movimento 10/11/12 Edições ASA II, S.A. GESTÃO DO TEMPO 1º PERÍODO Nº de

Leia mais

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto

HANDEBOL. Profesores: Daniel / Sheila. Colégio Adventista de Rio Preto HANDEBOL Profesores: Daniel / Sheila Colégio Adventista de Rio Preto Técnicas Defensivas Handebol 1. Posição básica defensiva: É a postura que deve adotar os jogadores, posicionando-se para intervir na

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA ZONA URBANA DA FIGUEIRA DA FOZ MATÉRIA TEMAS/CONTEÚDOS Nº DE AULAS PREVISTAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA ZONA URBANA DA FIGUEIRA DA FOZ MATÉRIA TEMAS/CONTEÚDOS Nº DE AULAS PREVISTAS 2º Período 1º Período ESCOLA DO ENSINO BÁSICO DO 2º E 3º CICLOS DR. JOÃO DE BARROS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA ZONA URBANA DA FIGUEIRA DA FOZ ANO LETIVO: 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DOS CONTEÚDOS DA DISCIPLINA:

Leia mais

DIOGO PEDOTTI RODRIGUES DOS SANTOS FUTEBOL 7 UM NOVO CAMINHO NA FORMAÇÃO DE ATLETAS DE FUTEBOL

DIOGO PEDOTTI RODRIGUES DOS SANTOS FUTEBOL 7 UM NOVO CAMINHO NA FORMAÇÃO DE ATLETAS DE FUTEBOL DIOGO PEDOTTI RODRIGUES DOS SANTOS FUTEBOL 7 UM NOVO CAMINHO NA FORMAÇÃO DE ATLETAS DE FUTEBOL Artigo apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso em Especialização em Ciência do Treinamento Desportivo

Leia mais

Existe a denominada área de saque, que é constituída por duas pequenas linhas nas laterais da quadra, o jogador não pode sacar de fora desse limite.

Existe a denominada área de saque, que é constituída por duas pequenas linhas nas laterais da quadra, o jogador não pode sacar de fora desse limite. Fundamentos Um time que deseja competir em nível internacional precisa dominar um conjunto de seis habilidades básicas, denominadas usualmente sob a rubrica "fundamentos". Elas são: saque, passe, levantamento,

Leia mais

Planificação Detalhada Anual : 8º Ano Educação Física

Planificação Detalhada Anual : 8º Ano Educação Física Planificação Detalhada Anual : 8º Ano Educação Física DOMÍNIO/TEMA Aptidão SUB TEMA (Conteúdos) Resistência Força Velocidade Flexibilidade Coordenação Equilíbrio OBJETIVOS GERAIS Elevar o nível funcional

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFI362 Basquetebol II

Programa Analítico de Disciplina EFI362 Basquetebol II 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Educação Física - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Futebol de Salão - Futsal Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída por doze

Leia mais

Disposição Tática. Processo Ofensivo

Disposição Tática. Processo Ofensivo Disposição Tática A equipa do Manchester United apresentou-se taticamente para este jogo num 1-4-2-3-1. Os jogadores estavam nas seguintes posições: GR: De Gea, DD: Young, DE: Darmian (Borthwick- Jackson),

Leia mais

MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO. Convenção da NSCAA 2014

MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO. Convenção da NSCAA 2014 MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO Convenção da NSCAA 2014 Miguel Cardoso Data de Nascimento: 28-05-1972; Nacionalidade: Portuguesa; Cargo Atual: Coordenador Técnico da

Leia mais

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL

CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL CONTEÚDO: REGRAS BÁSICAS DO BASQUETEBOL O jogo de basquetebol: O basquetebol é jogado por duas (2) equipes de cinco (5) jogadores cada. O objetivo de cada equipe é marcar pontos na cesta dos adversários

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LECTIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LECTIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS 2º PERÍODO Competências a desenvolver Conteúdos Aulas previstas Cooperar com os companheiros para o alcance do objectivo

Leia mais

5º ANO - CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2014/15. 1 P á g i n a

5º ANO - CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2014/15. 1 P á g i n a 5º ANO - CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2014/15 1 P á g i n a ANDEBOL nível elementar CONTEÚDOS: ANDEBOL espaço de jogo, regras, ações técnicas e ações técnico-táticas - atitude básica defensiva -

Leia mais

Análise ao Villarreal Club de Fútbol

Análise ao Villarreal Club de Fútbol Análise ao Villarreal Club de Fútbol João Pedro Colaço Araújo Atletico Vs. Villarreal CF Pontos Fortes 11 mais utilizado da época/ Rating Contra Ataque FORTE Bolas Paradas Defensivas Proteção da Baliza

Leia mais

ISP Gaya, 28 de Setembro

ISP Gaya, 28 de Setembro ISP Gaya, 28 de Setembro Seleções Regionais - Estrutura Diretor Dirigente Feminina & Masculina Treinadores Fisioterapeuta Seleções Regionais - Estrutura João Moreira Altino Moreira Feminina João Paulo

Leia mais

EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO. JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano

EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO. JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano 1. Se tem a bola, passar a um companheiro liberto 2.

Leia mais

O voleibol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cujo objectivo é

O voleibol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cujo objectivo é Caracterização do O voleibol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cujo objectivo é enviar a bola por cima da rede, fazendo-a cair no campo adversário e evitando que ela caia no nosso

Leia mais

ANDEBOL. Nível Introdutório

ANDEBOL. Nível Introdutório Nível ANDEBOL Nível Não Com posse de bola: Desmarca-se, oferecendo linha de passe. Opta por passe, ou por drible em progressão para finalizar. Finaliza em remate em salto. Perde a posse de bola, assume

Leia mais

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016 PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade de

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano Jogos Pré-Desportivos Educação Física 5.º ano Conhecer o objetivo do jogo, o funcionamento e as regras do jogo. Jogos sem bola: Em situação de ataque cria oportunidades com superioridade numérica para

Leia mais

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III UNIDADES DE FORMAÇÃO HORAS 1. CARACTERIZAÇÃO DO JOGO 6 2. REGRAS DO JOGO E REGULAMENTOS ESPECÍFICOS 4 3. MEIOS DE ENSINO DO JOGO 20 4. COMPONENTES

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL. ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 11º ANO LETIVO 2011/2012

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL. ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 11º ANO LETIVO 2011/2012 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 11º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

Leia mais

UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL

UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS MARQUÊS DE POMBAL EDUCAÇÃO FÍSICA UNIDADE DIDÁCTICA DE FUTSAL DOCUMENTO DE APOIO 7º ANO BREVE HISTÓRIA DA MODALIDADE O Futsal surge no final do século XX, na década de 90,

Leia mais

Jogos Desportivos Coletivos

Jogos Desportivos Coletivos DEPARTAMENTO DE Educação Física DISCIPLINA: Educação Física 8ºAno COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS... Competências a desenvolver Conteúdos Aulas previstas Jogos Desportivos Coletivos Cooperar com os companheiros

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO EDITAL Nº 003/2016, DE 14 DE JANEIRO DE 2016 Seleção para Alunos de Pós-Graduação Lato Sensu para

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física CURSO: Profissionais ANO: 10º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES

Leia mais

I - DISTRIBUIÇÃO DE ESPAÇOS E RESPECTIVA CARGA HORÁRIA PARA DESENVOLVIMENTO DOS 10 BLOCOS DE ACTIVIDADES 7.º ANO

I - DISTRIBUIÇÃO DE ESPAÇOS E RESPECTIVA CARGA HORÁRIA PARA DESENVOLVIMENTO DOS 10 BLOCOS DE ACTIVIDADES 7.º ANO I - DISTRIBUIÇÃO DE ESPAÇOS E RESPECTIVA CARGA HORÁRIA PARA DESENVOLVIMENTO DOS 10 BLOCOS DE ACTIVIDADES 7.º ANO DOCENTE 7.º ANO 1 Sequência de Espaços por Docentes/Turmas e Estimativa de Carga Horária

Leia mais

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação Planificação Anual Professor: Gonçalo Barradas Disciplina: Educação Física Ano: 5º Turma: A Ano letivo: 204-2015 Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação Cooperar com os companheiros

Leia mais

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO:

INICIAÇÃO AO FUTEBOL. Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: INICIAÇÃO AO FUTEBOL Concepções metodológicas do treinamento INTRODUÇÃO: O jogo de futebol não é feito apenas de fundamentos (movimentos técnicos), a relação com a bola é uma das competências essênciais

Leia mais

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE LEÇA DA PALMEIRA/STA. CRUZ DO BISPO Ano Letivo de 20012/2013 O que é o andebol? REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO O Andebol é um desporto coletivo inventado por um alemão, Karl

Leia mais

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta

REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O MATERIAL OS JOGADORES O SORTEIO. O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O volante e a raqueta REGRAS OFICIAIS (simplificadas) O CAMPO O campo deve ser traçado como mostra o diagrama. O MATERIAL O volante e a raqueta OS JOGADORES O jogo pode ser disputado por dois jogadores de cada lado (pares Homens,

Leia mais

Escola Secundária De São Pedro Da Cova. Voleibol Ano lectivo 2010/2011 1

Escola Secundária De São Pedro Da Cova. Voleibol Ano lectivo 2010/2011 1 Escola Secundária De São Pedro Da Cova Voleibol 25-01-2011 Ano lectivo 2010/2011 1 índice Serviço Recepção Passe de costas Remates Manchete Situação de jogo Vídeo Objectivo do jogo Terreno de jogo Toques

Leia mais

Regras do Jogo. Regras Subbuteo (PT) Posse de Bola. Pontapé de saída. Intercepção

Regras do Jogo. Regras Subbuteo (PT) Posse de Bola. Pontapé de saída. Intercepção Regras Subbuteo (PT) Regras do Jogo Posse de Bola A acontecer esta situação, a equipa defensora pode reclamar BACK e a bola mudará 1.1. A equipa que possui a bola será denominada equipa atacante e a outra

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física

Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física Agrupamento de Escolas da Sé - Guarda Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo Grupo Disciplinar de Educação Física 9º ANO - 1º PERÍODO UNIDADE DIDÁTICA TESTES DE C.F. ATLETISMO GINÁSTICA SOLO Conteúdos -

Leia mais

CAPÍTULO 7.3. Handebol. Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco. cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21

CAPÍTULO 7.3. Handebol. Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco. cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21 7 CAPÍTULO Handebol 7.3 Pablo Juan Greco Juliana Pacheco Magalhães Fernando Lucas Geco cap7.3.indd 1 27/05/13 18:21 cap7.3.indd 2 27/05/13 18:21 PRINCIPIANTE 1 X 0 PRINCIPIANTE 01 1 X 0 PRINCIPIANTE 02

Leia mais

CAPÍTULO 7.1. Basquetebol. Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis. cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20

CAPÍTULO 7.1. Basquetebol. Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis. cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20 7 CAPÍTULO Basquetebol 7.1 Juan Carlos P. Moraes Alexandre Santos Anselmo Cleiton Pereira Reis cap7.1.indd 1 27/05/13 18:20 cap7.1.indd 2 27/05/13 18:20 PRINCIPIANTE 1 X 1 + 1 PRINCIPIANTE 01 PRINCIPIANTE

Leia mais

ANDEBOL I Situações de aprendizagem

ANDEBOL I Situações de aprendizagem EDUCAÇÃO FÍSICA 7. o, 8. o e 9. o ANOS TRANSARÊNCIA 1 ANDEBOL I DRIBLE Jogo do espelho Grupos de 2, delimitados por uma linha, saem em drible e um dos elementos tem de realizar os deslocamentos que o colega

Leia mais

Badminton. Badminton

Badminton. Badminton Badminton Badminton Badmínton História da Modalidade Atualmente, acredita-se que o jogo da poona, de origem indiana e trazido para a Europa pelos oficiais ingleses, esteja na origem do badmínton. Em 1873,

Leia mais

Torneio das Habilidades

Torneio das Habilidades Torneio das Habilidades de maio de 2016 10:45 h Regulamento Torneio das Habilidades O torneio das habilidades decorrerá no Complexo Desportivo de Amarante, no dia a partir das 10:15h. Este torneio é destinado

Leia mais

CAPÍTULO III METODOLOGIA

CAPÍTULO III METODOLOGIA CAPÍTULO III METODOLOGIA 1. Amostra Para a realização deste trabalho foram recolhidos dados de 4 jogos completos de Hóquei em Patins, relativos ao Campeonato Europeu de Juvenis, nos quais havia necessariamente

Leia mais

BADMINTON. no Desporto Escolar - Iniciação ao Treino

BADMINTON. no Desporto Escolar - Iniciação ao Treino BADMINTON no Desporto Escolar - Iniciação ao Treino B DMINTON REGULAMENTOS CAMPO SINGULARES 1 Linha de serviço longo de singulares ou linha de fundo 2 Linha lateral de singulares 4 Linha de serviço curto

Leia mais

Bateria de Exercícios

Bateria de Exercícios Bateria de Exercícios 2010/2011 Índice 1. RELAÇÃO CORPOR/VOLANTE... 4 1.1 O volante pingo de chuva I :... 4 1.2 O volante pingo de chuva II... 4 2. RELAÇÃO COM O OUTRO/PERCEPÇÃO DAS TRAJECTÓRIAS... 4 2.1

Leia mais

Plano Anual da Turma 12º A1 e A2

Plano Anual da Turma 12º A1 e A2 grupamento de Escolas de Manteigas Plano nual da Turma 12º 1 e 2 Período Data Unidades Didáticas Nº total de aulas 1º Período 21 Setembro 17 Dezembro. adminton. Futebol. Ginástica: Solo, crobática e parelhos.

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO 2016/2017

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO 2016/2017 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LETIVO 2016/2017 CÓDIGO DA PROVA: 311 MODALIDADE DA PROVA: PRÁTICA E ESCRITA DURAÇÃO DA PROVA: 90 minutos + 90 minutos 1. OBJETO DE

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL. ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 10º ANO LETIVO 2011/2012

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL. ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 10º ANO LETIVO 2011/2012 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ENSINO SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Educação Física ANO: 10º ANO LETIVO 2011/2012 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: TGEQ 10º ano (2012 / 2015) DISCIPLINA: Educação Física N.º TOTAL DE MÓDULOS: 5 1 20 JCD I Andebol e Futsal e respeito pelos companheiros,

Leia mais

Plano de Estudos da Disciplina de Educação Física

Plano de Estudos da Disciplina de Educação Física Plano de Estudos da Disciplina de Educação Física 2º Ciclo - 2015/2016 Conteúdos Gerais a Privilegiar Conteúdos Transversais a Privilegiar Conteúdos Específicas a Privilegiar Usar adequadamente linguagens

Leia mais

ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DO FUTSAL 2011/2012

ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DO FUTSAL 2011/2012 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DO FUTSAL 2011/2012 Para conhecimento geral, informa-se que a FIFA, através da sua Circular Nº 1265, de 09.06.2011, divulgou as alterações às Leis do Jogo do Futsal 2011/2012,

Leia mais

1ª Unidade de Ensino 2ªEtapa

1ª Unidade de Ensino 2ªEtapa Universidade Técnica de Lisboa - Faculdade de Motricidade Humana Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Núcleo de Estágio de Educação Física Agrupamento de Escolas de Alfornelos

Leia mais

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Para começar a jogar Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Por Marcela Evangelista HÁ MAIS DE 30 ANOS, quando o Beach Tennis surgiu nas areias da Itália, tratava-se de uma atividade

Leia mais

04. PPT Princiṕios do Jogo PPT Caracterizac aõ Ni veis Desempenho 26 Caderno Exercićios 45 Documento Apoio Formac aõ Futsal FPF -DE FINAL 102

04. PPT Princiṕios do Jogo PPT Caracterizac aõ Ni veis Desempenho 26 Caderno Exercićios 45 Documento Apoio Formac aõ Futsal FPF -DE FINAL 102 04. PPT Princiṕios do Jogo 1 05. PPT Caracterizac aõ Ni veis Desempenho 26 Caderno Exercićios 45 Documento Apoio Formac aõ Futsal FPF -DE FINAL 102 Etapas_Formacao_Jogador_Futsal 144 00. Apresentação 220

Leia mais

Futebol. Origem. Caraterização

Futebol. Origem. Caraterização Origem Foi na Grã-Bretanha, durante o Séc. XIX que as suas regras começaram a ser definidas e a aproximar-se das que hoje são praticadas. O primeiro regulamento data de 1823 e a primeira associação de

Leia mais

Ação de Formação para Treinadores organizada pela Associação de Basquetebol do Porto. Guifões 21/05/2012. Conceitos defensivos a desenvolver nos S14

Ação de Formação para Treinadores organizada pela Associação de Basquetebol do Porto. Guifões 21/05/2012. Conceitos defensivos a desenvolver nos S14 Ação de Formação para Treinadores organizada pela Associação de Basquetebol do Porto Guifões 21/05/2012 Introdução: Os jogadores Conceitos defensivos a desenvolver nos S14 Os nossos jogadores sabem cada

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DA MAIA

ESCOLA SECUNDÁRIA DA MAIA : 90 MINUTOS PROVA TEÓRICA GRUPO I Conhecer os princípios sobre alimentação e saúde Identificar os efeitos e lesões mais frequentes do exercício físico na vida atual Aptidão Física Desporto e Saúde - Condição

Leia mais

REPORT MANCHESTER UNITED

REPORT MANCHESTER UNITED REPORT MANCHESTER UNITED Newcastle Vs. Man. UTD 3-3 Premier League Equipa Inicial Manchester United Nomes Nº Posição David De Gea 1 GR Ashley Young 18 DD 1-4-2-3-1 Chris Smalling 12 DC Daley Blind 17 DC

Leia mais

CAPÍTULO. Capacidades coordenativas. dade

CAPÍTULO. Capacidades coordenativas. dade 6 CAPÍTULO Capacidades coordenativas Pablo Juan Greco Juan Carlos P. Moraes Camila de Sousa Teixeira Carolina Drumond P. Carreiro Fabíola de Araújo Cabral Juliana C. de Abreu Teixeira Karina Costa Alcântara

Leia mais

352)(6625 5(1$72 2/,9(,5$ Documento da Modalidade BADMINTON ',6&,3/,1$ '( EDUCAÇÃO FÍSICA

352)(6625 5(1$72 2/,9(,5$ Documento da Modalidade BADMINTON ',6&,3/,1$ '( EDUCAÇÃO FÍSICA Documento da Modalidade BADMINTON EDUCAÇÃO FÍSICA COMPONENTE TÉCNICA 1. POSIÇÃO FUNDAMENTAL Esta posição, também denominada de posição básica, coloca o jogador numa posição de espera dinâmica que lhe permite

Leia mais