Maria poderia ter dito não?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Maria poderia ter dito não?"

Transcrição

1 Prefácio Maria é exemplo de doação total à vontade do Pai, também é referência no seguimento de Jesus. Poderia Maria ter dito não ao projeto de Deus para sua vida? Esse é o questionamento que o autor deste livro, Valdeci Toledo, levanta a todos nós cristãos. Muito se diz do sim de Maria, mas qual foi o real envolvimento dessa mulher, ainda jovem, ao dizer: Faça-se em mim segundo a tua palavra? Existia consciência por parte de Maria de que a humanidade de ontem, hoje e sempre dependia desse seu sim para que a obra salvífica de Deus se realizasse? 11

2 12 Maria poderia ter dito não? São questões profundas, e ao mergulhar neste tema, ficamos ainda mais admirados com a espiritualidade da mãe de Deus. Maria era livre, para dizer sim ou não, mas Maria era Maria... E a vontade de Deus (era, é e será) o seu maior desejo, e foi justamente por esse comprometimento que ela foi escolhida. Ao ler as reflexões de Valdeci, é quase impossível não nos colocarmos no lugar de Maria. Qual seria a nossa resposta? Diante da nossa liberdade, quais são os sins e os nãos que diariamente damos ao querer de Deus? O livro nos leva a meditar sobre Maria, porém coloca um holofote sobre a nossa relação com Deus, capaz de desnudar a nossa alma diante dos nossos medos e inseguranças que nos são empecilhos no cumprimento da orientação que a Mãe de Jesus deu-nos nas bodas de Caná: Fazei o que Ele vos disser. Maria insiste para fazermos a vontade do seu Filho, pois ela livremente já havia experimentado a ação transformadora de Deus em sua vida, depois que ela havia dito sim. Ou seja, Maria deseja que o mesmo Deus que atuou em sua vida atuasse e (atue) também em nós.

3 Prefácio Com liberdade plena, digamos de forma pessoal, como um compromisso: Sim, seja feita em minha vida a tua vontade, Senhor. Pe. Luís Erlin 13

4

5 Introdução Haveria possibilidade de Maria ter dito não ao plano de Deus relativo à concepção de Jesus em seu ventre? Esta é a pergunta que motiva e norteia esta publicação. Sabemos dos dogmas relacionados a Maria: Virgindade; Mãe de Deus; Imaculada Conceição e Assunção. Destes, o que mais se aproxima de nossa linha de reflexão é o dogma da Imaculada Conceição, pois se refere à sua origem e é determinante para que nos questionemos se Maria foi livre ou condicionada ao dar sua resposta ao mensageiro de Deus. Tendo sido predestinada para gerar o Filho de Deus e, por isso, preservada de qualquer mancha do pecado original, será que Maria teria 15

6 16 Maria poderia ter dito não? sido condicionada a dizer sim? Será que sua liberdade teria sido prejudicada? Uma hipótese de resposta é a de que, justamente pelo fato de não ter tido nenhuma mancha do pecado original, tinha total livre-arbítrio para dizer sim à vontade de Deus. O não da humanidade a Deus é simplesmente por causa de sua concupiscência, sua inclinação a não atender à vontade de Deus. Maria, sendo o protótipo da nova criação, serve de modelo para a humanidade. Ela é mãe da obediência, pois tem um coração livre de toda inclinação de soberba e desobediência. Maria é a Nova Eva, que se contenta com a companhia de Deus. Não busca apenas a soberba do conhecimento; por isso, guarda em seu coração as palavras e os acontecimentos que o Senhor lhe vai revelando ao longo da vida até a espada de dor transpassar-lhe o coração como se fosse uma extensão do que acontecera a seu Filho. O coração do Filho é perfurado e de lá jorram sangue e água, uma forma de santificar e purificar todos os homens e mulheres, pois estes são chamados a fazer parte da nova criação, que tem no sacrifício de Cristo sua origem. Maria não precisa ser purificada, pois é imaculada, mas não deixa de participar desse momento tão

7 Introdução importante para a humanidade. Simplesmente presencia o próprio Filho sendo crucificado, o vê morto e acompanha seu sepultamento. Isto é retratado na obra de Michelangelo, a Pietà, na qual vislumbramos Maria com o corpo de seu Filho em seus braços. Ela acredita na ação de Deus e espera com confiança, mas seu coração imaculado também sente a dor da perda do filho amado. É uma dor que não tem nome: e as mães que já perderam algum filho sabem bem o que isso significa. De qualquer forma, Maria não se entrega a seu momento de dor. Ao contrário, ela segue em frente, pois sabe que depositou sua fé no Deus que jamais a decepcionará. Ela é a Mãe da esperança, ciente de que a morte não é o último acontecimento na vida do ser humano. Maria torna-se verdadeiramente livre, e seu desejo não é outro senão fazer a vontade de Deus. Ela não é invadida pela vontade de Deus, pois Ele respeita sua liberdade e espera a resposta de seu livre-arbítrio. Embora sejamos todos livres, pesa contra nós a concupiscência: os batizados foram lavados da mancha do pecado original, porém neles permanece a inclinação ao pecado. Maria, por sua vez, é a singela, doce e pura Filha de Sião. 17

8 Maria poderia ter dito não? Ela marca também a passagem do Antigo para o Novo Testamento, servindo de protótipo para a nova criação. É toda pura, plena do Espírito Santo, portanto, cheia de graça. 18

1ª Leitura - Ml 3,1-4

1ª Leitura - Ml 3,1-4 1ª Leitura - Ml 3,1-4 O Senhor a quem buscais, virá ao seu Templo. Leitura da Profecia de Malaquias 3,1-4 Assim diz o Senhor: 1Eis que envio meu anjo, e ele há de preparar o caminho para mim; logo chegará

Leia mais

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos NOVENA À NOSSA SENHORA DE CARAVAGGIO 1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos Vós que consolastes a pobre Joaneta em meio à sua aflição familiar, concedei a graça que tanto necessito, intercedendo junto a Jesus

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a vida e projeto de seu FILHO. A missão dela era nos dar Jesus e fez isso de maneira ímpar. Vamos refletir nos fatos na vida de Jesus onde ELA está

Leia mais

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida Solenidade de Nossa Senhora Aparecida A Aparecida das Águas está entre nós! 12 - outubro Leituras da Liturgia Eucarística: Est 5, 1b-2; 7, 2b-3 Sl 44 Ap 12, 1. 5. 13a. 15-16a Jo 2, 1-11 (Bodas de Caná)

Leia mais

Fotografia de eventos religiosos

Fotografia de eventos religiosos Curso Fotografia de eventos religiosos Objetivo desta Formação O objetivo desta formação é torná-lo apto a fazer o registro fotográfico de eventos dentro da sua igreja bem como instruí-lo a atuar como

Leia mais

Invocai o nome de Deus, nosso libertador

Invocai o nome de Deus, nosso libertador Invocai o nome de Deus, nosso libertador www.facebook.com/mensageiro sdeanguera Paz e Fogo, amados irmãos! Chegamos ao capítulo 12 do livro de Isaías, vemos aqui que o profeta louva a Deus pela libertação.

Leia mais

DOCE PRESENÇA VERDADEIRO AMOR

DOCE PRESENÇA VERDADEIRO AMOR DOCE PRESENÇA Ludmila Ferber ISRC BR MKP 0400412 O Espí rito Santo está aqui Sua doce presença Podemos sentir Como brisa suave Em nossos corações Como um rio de graça Amor e perdão Presença que nos cura

Leia mais

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O Evangelho de Deus A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O que é o Evangelho? Não se trata do ABC da vida cristã que nos introduz aos cursos mais avançados de D a Z. O que é o Evangelho? O Evangelho

Leia mais

Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA

Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA Maria na formação para a VIDA RELIGIOSA Irmão Tercílio Sevegnani, fms Maria na formação para a Vida Religiosa 1 REFLETINDO A formação à vida religiosa é um contínuo caminhar de um projeto que envolve toda

Leia mais

Os discursos de despedida de Jesus Estudo 1 Jesus lava os pés dos discípulos

Os discursos de despedida de Jesus Estudo 1 Jesus lava os pés dos discípulos Os discursos de despedida de Jesus Estudo 1 Jesus lava os pés dos discípulos Novos valores - Os valores do Reino 1. Desafiam nossa visão de liderança e a grandeza do servir. 2. Desafiam a surpreender como

Leia mais

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07 Is 42,1-4.6-7 Sl 28 At 10,34-38 Lc 3,15s.21-22 A Festa de hoje encerra o sagrado tempo do Natal: o Pai apresenta, manifesta a Israel o Salvador que ele nos deu, o Menino que nasceu para nós: Tu és o meu

Leia mais

Maria e seu SIM. Dercio Angelo Berti

Maria e seu SIM. Dercio Angelo Berti Maria e seu SIM Dercio Angelo Berti Maria e seu sim 1 REFLETINDO Maria nos revela a proximidade com Deus. Seu SIM, dado no momento certo, fez do seu cotidiano um ato contínuo de gratidão a Deus. Há uma

Leia mais

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "ELE te declarou, ó homem, o que é bom;

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. ELE te declarou, ó homem, o que é bom; O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "ELE te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR requer de ti, 1 / 6 senão que pratiques a justiça, e ames a

Leia mais

Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.

Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. O Sermão do Monte Mateus 5: 8 Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus. O que Jesus quis dizer com estas palavras? 1. Coração Sl 24. 3 Quem poderá subir o monte do Senhor? Quem poderá entrar

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

domingo, 26 de dezembro de 2010 A n é s i o R o d r i g u e s

domingo, 26 de dezembro de 2010 A n é s i o R o d r i g u e s A n é s i o R o d r i g u e s O Reino de Deus Mateus 3:1,2 Naqueles dias surgiu João Batista, pregando no deserto da Judéia. Ele dizia: Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo. Mateus 4:17 Daí

Leia mais

A Escolhida (509) D F#7 Bm7 F#7 Uma entre todas foi a escolhida: foste tu Maria, serva preferida. G Gm F#m Bm E7/9 A7 A5+

A Escolhida (509) D F#7 Bm7 F#7 Uma entre todas foi a escolhida: foste tu Maria, serva preferida. G Gm F#m Bm E7/9 A7 A5+ Page 8 of 229 Autoria: D. R. A Escolhida (509) D F#7 Bm7 F#7 Uma entre todas foi a escolhida: foste tu Maria, serva preferida. G Gm F#m Bm E7/9 A7 A5+ Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador. D Bm G A7

Leia mais

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer.

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. Você sabia que no Reino de Deus todos nós somos atletas de Cristo? Paulo usa essa

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

!"#$%&'#()*+,-,./0)1(').23/0)* *),4'+%+5/$%+'+%+&)4('6

!#$%&'#()*+,-,./0)1(').23/0)* *),4'+%+5/$%+'+%+&)4('6 !"#$%&'#()*+,-,./0)1(').23/0)*++++++++++++++++++++++++++++++++++ *),4'+%+5/$%+'+%+&)4('6!" #$%&'()*+%'!',*-!.'''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''''!'/+)0$'1'(+2&$3452(*!'-+'2+&&+'6$(!-+7

Leia mais

Seu caráter. Sua relação com a sociedade. Sua santidade. Sua defesa dos direitos humanos. Seu fundamento. Seu louvor.

Seu caráter. Sua relação com a sociedade. Sua santidade. Sua defesa dos direitos humanos. Seu fundamento. Seu louvor. Lição 13 para 24 de dezembro de 2016 Através da pequena biografia de Jó do capítulo 1, e de seu discurso apresentado nos capítulos 29 a 31, podemos fazer um esboço de como foi este grande homem de Deus.

Leia mais

Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria

Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria Dogmas marianos: conheça as verdades de fé sobre Maria A Igreja possui uma série de verdades de fé, conhecidas como dogmas, em que os católicos devem crer. No total, são 44 dogmas subdivididos em 8 categorias

Leia mais

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes!

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes! Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum-2.2.2014 Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Ó Deus todo-poderoso, ao redermos culto à Imaculada

Leia mais

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA. Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra.

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA. Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra. IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra. LEITURA DO LIVRO DE GÉNESIS Gen 3, 9-15.20 Depois de Adão ter comido da árvore, o Senhor Deus chamou-o

Leia mais

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988

Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Comentário da Mensagem nº 43, de 04/06/1988 Vamos meditar a Mensagem nº 43, de 04/06/1988, que Nossa Senhora transmitiu em Anguera/BA, a Pedro Regis. Para ver a mensagem, clique aqui. Nossa Boa Mãe vem

Leia mais

Rumo à Solenidade de Nossa Senhora do Carmo (4)

Rumo à Solenidade de Nossa Senhora do Carmo (4) (4) Maria na sua missão de mãe de família, na sua casa de Nazaré Contemplamos Maria como mãe de família, na sua casa em Nazaré, na vida simples de todos os dias, na intimidade do Seu lar de amor, onde

Leia mais

Por ocasião das eleições municipais, o Ministério Fé e Política da RCCBRASIL preparou uma carta pra te ajudar ainda mais nessa escolha, confira:

Por ocasião das eleições municipais, o Ministério Fé e Política da RCCBRASIL preparou uma carta pra te ajudar ainda mais nessa escolha, confira: Por ocasião das eleições municipais, o Ministério Fé e Política da RCCBRASIL preparou uma carta pra te ajudar ainda mais nessa escolha, confira: Amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus, A Paz de Jesus! A

Leia mais

A celebração da Eucaristia (São Justino) Sáb, 23 de Maio de :39 -

A celebração da Eucaristia (São Justino) Sáb, 23 de Maio de :39 - Caro(a) Amigo(a), apresento-lhe um pedacinho da Primeira Apologia em favor dos cristãos, de São Justino, mártir do início do século II Ele foi cristão da geração seguinte à geração apostólica Escreveu

Leia mais

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...»

DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA. LEITURA I Actos 6,1-7. «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» DOMINGO V 215 DOMINGO V DA PÁSCOA LEITURA I Actos 6,1-7 «Escolheram sete homens cheios do Espírito Santo...» Leitura dos Actos dos Apóstolos Naqueles dias, aumentando o número dos discípulos, os helenistas

Leia mais

Quem vive na graça é santo

Quem vive na graça é santo CAPA Quem vive na graça é santo A viagem apostólica do Papa Bento XVI à Alemanha 22-25 de setembro de 2011 30 30DIAS Nº 9-2011 PITADAS DE CATECISMO O Senhor ressuscitado: perdão e novo início Neste tempo,

Leia mais

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação. Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação. 5 Introdução A devoção ao Imaculado Coração de Maria é uma das mais belas manifestações

Leia mais

Maria após o Vaticano II. Contribuição da Teologia latino-americana

Maria após o Vaticano II. Contribuição da Teologia latino-americana Maria após o Vaticano II. Contribuição da Teologia latino-americana Afonso Murad www.maenossa.blogspot.com VII Congresso Mariológico (Aparecida 2013) Contribuição do Vaticano II (Lumen Gentium, capítulo

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

Maria, Virgem e MÃE. Ernesto Sienna

Maria, Virgem e MÃE. Ernesto Sienna Maria, Virgem e MÃE Ernesto Sienna Maria, Virgem e Mãe 1 REFLETINDO A devoção Mariana vem desde o cristianismo nascente, sendo presença viva e crescente na religiosidade popular. A Igreja proclama quatro

Leia mais

O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes

O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes Lição 5 para 4 de fevereiro de 2017 O Novo Testamento nos fala do batismo do Espírito Santo e de como este é derramado sobre os crentes. Quais são as condições para que ocorram estes acontecimentos em

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

FEVEREIRO. 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR. Festa

FEVEREIRO. 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR. Festa FEVEREIRO 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR Festa Quando esta festa não ocorre ao domingo, escolhe-se apenas uma das seguintes leituras antes do Evangelho. LEITURA I Mal 3, 1-4 «Entrará no seu templo

Leia mais

por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011

por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011 Dia 5 dos 100 Dias: Chaves para o Sucesso: Leia Mt 6:24-25, 32-34; Filip 4:12-13, Filip 1: 20-21, Filip 3 por Chuck Pierce - Sábado, 1 de Outubro, 2011 Alcançar o sucesso e prosperidade que Deus tem para

Leia mais

Como ser. Salvo TRIMESTRE LIÇÃO.

Como ser. Salvo TRIMESTRE LIÇÃO. Como ser TRIMESTRE Salvo LIÇÃO 05 www.classedaescolasabatina.com.br LIÇÃO4 relembrando SALVAÇÃO A BASE: UM DOM UMA INICIATIVA UM SACRIFÍCIO O RESULTADO: UMA LIBERTAÇÃO UMA VIDA ETERNA VERSO PARA MEMORIZAR!!

Leia mais

Título: AS VERDADES ABSOLUTAS DE DEUS Autor: J. K. Literaturas em formato digital:

Título: AS VERDADES ABSOLUTAS DE DEUS Autor: J. K. Literaturas em formato digital: Título: AS VERDADES ABSOLUTAS DE DEUS Autor: J. K. Literaturas em formato digital: www.acervodigitalcristao.com.br Literaturas em formato Impresso: www.verdadesvivas.com.br Evangelho em 03 Minutos: www.3minutos.net

Leia mais

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras

RELEMBRANDO : a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras RELEMBRANDO... 2.1-10: a restauração do indivíduo 2.10: fomos criados em Cristo Jesus para a prática de boas obras O ARGUMENTO SEGUINTE... 2.11-22: A humanidade como um todo. Judeus e gentios unidos em

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

domingo, 6 de janeiro de 13

domingo, 6 de janeiro de 13 A n é s i o R o d r i g u e s Livro de Tiago Uma mente treinada para lidar com os problemas Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu,

Leia mais

Maria e seu FIAT COTIDIANO

Maria e seu FIAT COTIDIANO Maria e seu FIAT COTIDIANO Angelo Alberto Diniz Ricordi Maria e seu fiat cotidiano 1 REFLETINDO O fiat cotidiano de Maria se insere como o fruto mais genuíno da oração. Rezamos a Deus não para que a nossa

Leia mais

SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios.

SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios. SENHOR, o meu coração não é arrogante, e os meus olhos não veem com soberba. Não há em meu ser a pretensão de explicar todos os mistérios. De fato, acalmei e aquietei os meus sentimentos. Como uma criança

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

MODELOS DE FIDELIDADE. Vlademir Hernandes 17/03/2013

MODELOS DE FIDELIDADE. Vlademir Hernandes 17/03/2013 MODELOS DE FIDELIDADE Vlademir Hernandes 17/03/2013 1 INTRODUÇÃO 2 Imitações Reprováveis 3 Imitações por Admiração 4 Modelos Reproduzidos com Exatidão 5 Imitações Louváveis...Porque vocês, irmãos, tornaram-se

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus, em oração Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira O Que é Oração? É pedir? É reclamar? É repetir as mesmas palavras em ocasiões específicas, todos os dias ou às vezes? É estar

Leia mais

CRONOGRAMA. Identidade Visão e Missão Valores Objetivos Metas e Ação Fechamento Diagnóstico Situacional...

CRONOGRAMA. Identidade Visão e Missão Valores Objetivos Metas e Ação Fechamento Diagnóstico Situacional... CRONOGRAMA Identidade Visão e Missão... 30 Valores... 20 Objetivos... 10 Metas e Ação... 45 Diagnóstico Situacional...10 Fechamento... 5 O QUE É PLANEJAR? Processo gerencial de formulação de objetivos

Leia mais

Paróquia S. Salvador do Burgo - Arouca Advento 2015

Paróquia S. Salvador do Burgo - Arouca Advento 2015 1ª Semana de Advento (29 de Novembro a 5 de Dezembro) Catequista responsável: Ana Maria (2º e 7º ano) Palavra da semana: CARIDADE Estás a preparar-te para um caminho que te leva ao Natal. O Natal é um

Leia mais

A mulher que matou os peixes 14/11/12 14:49 Página 9

A mulher que matou os peixes 14/11/12 14:49 Página 9 14/11/12 14:48 Página 8 14/11/12 14:49 Página 9 Essa mulher que matou os peixes infelizmente sou eu. Mas juro a vocês que foi sem querer. Logo eu! que não tenho coragem de matar uma coisa viva! Até deixo

Leia mais

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011 O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo Êxodo 12.1-2 e 23.15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 02/01/2011 Deus ordena que o seu povo reinicie a contagem dos anos a partir da saída

Leia mais

Época de vigor e alegria

Época de vigor e alegria Época de vigor e alegria Eclesiastes 11:9 Alegra-te, na tua mocidade, e anime-te o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém,

Leia mais

Capela Nª Sª Das Graças

Capela Nª Sª Das Graças Capela Nª Sª Das Graças Santa Missa Dominical 1-Saudação I PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. AS: Amém. PR: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia Meu louvor somente à Ti darei Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia

Leia mais

8800 DESDE O DIA EM QUE ACEITEI JESUS (E)-PARTITURA

8800 DESDE O DIA EM QUE ACEITEI JESUS (E)-PARTITURA 8800 DESDE O DIA EM QUE ACEITEI JESUS (E)-PARTITURA A Agora sou feliz, agora vivo bem, com Jesus e mais ninguém C# C# A A A A / C# B G# G# G# G# / F# E D# B C# D# E a minha vida se transformou G# G# A

Leia mais

CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA

CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA 11 de dezembro de 2014 Abertura: Irmã Regina. Animador: Deus se faz presente na vida de todo ser humano e de todas as formas deixa-nos sentir seu amor e desejo

Leia mais

Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum Deus renova todas as coisas

Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum Deus renova todas as coisas Nº 40 A Domingo XXXIII do Tempo Comum-17.11.13 Deus renova todas as coisas Eu tive um sonho. Sonhei que os rios já não estavam poluídos, e as suas águas eram puras e cristalinas. Sonhei que. em vez de

Leia mais

7 MERGULHOS. 7 mergulhos. Michel Silveira

7 MERGULHOS. 7 mergulhos. Michel Silveira 7 mergulhos. Michel Silveira 2014 1 2 Dedico a Você: 3 4 Sumário: Primeiro mergulho: pg. 17 Segundo mergulho: pg. 23 Terceiro mergulho: pg. 29 Quarto mergulho: pg. 35 Quinto mergulho: pg. 41 Sexto mergulho:

Leia mais

domingo, 10 de novembro de 13

domingo, 10 de novembro de 13 A n é s i o R o d r i g u e s João 14:26,27 Livres da religião do medo e das maldições João 14:26,27 Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas João

Leia mais

Festa da Vida - V Domingo Páscoa A

Festa da Vida - V Domingo Páscoa A Festa da Vida - V Domingo Páscoa A Admonição inicial Nós, os jovens do 8º ano, estamos hoje em festa. O nosso catecismo tem como titulo SOMOS + e serviu para crescermos na fé (o jovem deve mostrar o catecismo).

Leia mais

Maria, Mãe que educa no SILÊNCIO E NA DOR

Maria, Mãe que educa no SILÊNCIO E NA DOR Maria, Mãe que educa no SILÊNCIO E NA DOR Irmã Ivani Ravasoli, ascj Maria, Mãe que educa no silêncio e na dor 1 REFLETINDO Diante de vários episódios da vida e missão de Jesus, Maria, que guardava tudo

Leia mais

Palavra alimento. Nem só de pão vive o homem

Palavra alimento. Nem só de pão vive o homem Palavra alimento A tua palavra, Senhor Jesus, é o pão que me dá forças para escolher servir em vez de ser servido; para perdoar as ofensas em vez de guardar rancor. A tua Palavra, Senhor Jesus, é o alimento

Leia mais

Meu bem querer. Ao Único. 02 ME Bené Carlos Gomes

Meu bem querer. Ao Único. 02 ME Bené Carlos Gomes 01 Meu bem querer ME-7036219-8 - Marcos Góes Que bom é Ter você comigo Deitar no Teu colo e receber carinho Lá fora o mundo tenta me tragar Estando Contigo eu posso crer e descansar Tu És meu bem amado,

Leia mais

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses:

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses: O Conselho Nacional da RCCBRASIL, que está reunido em Brasília desde a última quarta-feira, dia 21, discerniu a temática que deverá acompanhar as missões, encontros e ser trabalhada nas reuniões de oração

Leia mais

Unidade da Humanidade

Unidade da Humanidade Mensagem ao público pelo Espírito Leocádio José Correia através do médium Maury Rodrigues da Cruz em 19 de agosto de 2015 na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas, Curitiba, Paraná, Brasil. Recomendamos

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 05 de dezembro de 2016 II Semana (4 de dezembro): PREPARAR Hoje, muitos de nós, iremos celebrar o sacramento da reconciliação, ou seja, iremos

Leia mais

Bem aventurado os misericordiosos...

Bem aventurado os misericordiosos... Bem aventurado os misericordiosos... Mateus 5.7 Mateus 5: 7 Bem aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. (NVI) Outras versões Mateus 5: 7 Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros,

Leia mais

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa - 1.5.2016 A paz de Cristo A paz de Cristo Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Tu nos dás a tua paz, Senhor Jesus, mas também nos convidas ao esforço de fazer a paz. Para

Leia mais

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e AMON: O GRANDE SERVO Capítulo 23 Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e foram ensinar o evangelho aos lamanitas. Cada um foi a uma cidade diferente. Alma 17:12 13 Amon foi à terra de Ismael. Assim

Leia mais

POSSO TODAS AS COISAS? 03 de Novembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Posso todas as coisas naquele que me fortalece." (Filipenses 4:13)

POSSO TODAS AS COISAS? 03 de Novembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Posso todas as coisas naquele que me fortalece. (Filipenses 4:13) POSSO TODAS AS COISAS? 03 de Novembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Posso todas as coisas naquele que me fortalece." (Filipenses 4:13) 1 / 5 Esse talvez seja um dos versículos mais conhecidos

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS TEMA: OS RITOS E OS RITUAIS : OS SETE SACRAMENTOS DA IGREJA. CAPÍTULOS 9 AO 12 DO LIVRO DIDÁTICO (RSE). Professor: Roberto

Leia mais

Reforma Protestante

Reforma Protestante Reforma Protestante Penitências são atos como: jejuns, vigílias, peregrinações que os fiéis ou a Igreja oferecem à Deus ao Pai Criador, como provas de que estão arrependidos dos seus pecados; praticados

Leia mais

Escrito por Presb. Taciano Cassimiro Seg, 02 de Fevereiro de :25 - Última atualização Ter, 03 de Fevereiro de :07

Escrito por Presb. Taciano Cassimiro Seg, 02 de Fevereiro de :25 - Última atualização Ter, 03 de Fevereiro de :07 Falar sobre oração é fácil, difícil é pratica-la, é torna-la real em nosso dia a dia. Contudo somos ensinados nas Escrituras a orar sem cessar, 1 Ts 5.17. Cristo Jesus é nosso exemplo maior, é nosso modelo

Leia mais

No velho testamento as realizações de Deus e do Espírito são usadas frequentemente de forma intercambiável.

No velho testamento as realizações de Deus e do Espírito são usadas frequentemente de forma intercambiável. A divindade do Espírito Santo vivendopelapalavra.com Por: Helio Clemente O Espírito Santo é representado na Escritura como possuindo a autoridade e os atributos divinos, os Pais da Igreja nunca apresentaram

Leia mais

Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4

Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4 Não tenho maior alegria que esta, a de ouvir que os filhos amam a verdade. 3 João 4 Ser motivado na vida de um dos discípulos de Jesus, que como nós, possuía defeitos, mas que, como é possível a nós, foi

Leia mais

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO

PARA A PRIMEIRA PROFISSÃO DE UM RELIGIOSO PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO 333 PARA A PRMERA PROFSSÃO DE UM RELGOSO rmãos e irmãs: A nossa família espiritual está hoje em festa por este(s) servo(s) de Deus, que se consagra(consagram) ao serviço de

Leia mais

A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5

A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5 A CAMINHO DE EMAÚS ROTEIRO 5 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos Objetivo Analisar os ensinamentos

Leia mais

VOCÊ ESTÁ PRONTO? Diego Fernandes

VOCÊ ESTÁ PRONTO? Diego Fernandes VOCÊ ESTÁ PRONTO? Diego Fernandes Lucas 21:9 Quando ouvirem falar de guerras e rebeliões, não tenham medo. É necessário que primeiro aconteçam essas coisas, mas o fim não virá imediatamente. Lucas 21 10

Leia mais

QUEBRANDO BARREIRAS. Alexandre Luiz Demarchi

QUEBRANDO BARREIRAS. Alexandre Luiz Demarchi QUEBRANDO BARREIRAS Alexandre Luiz Demarchi Prefácio A vida apresenta-se como uma sequência de escolhas e cada um decide seu caminho. Nosso desenvolvimento vem de juntar as peças no grande quebra-cabeça

Leia mais

21. Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo. 22. Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, 23. pois o marido é o cabeça da

21. Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo. 22. Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, 23. pois o marido é o cabeça da 21. Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo. 22. Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, 23. pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que

Leia mais

O FRUTO DO ESPÍRITO O PODER DE UMA VIDA ORIENTADA PELO ESPÍRITO SANTO

O FRUTO DO ESPÍRITO O PODER DE UMA VIDA ORIENTADA PELO ESPÍRITO SANTO O FRUTO DO ESPÍRITO O PODER DE UMA VIDA ORIENTADA PELO ESPÍRITO SANTO O Fruto do Espírito é a metáfora utilizada pelo apóstolo Paulo para descrever os efeitos da vinda do Espírito Santo de Deus a nós,

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

Pentecostes Atos

Pentecostes Atos Pentecostes Atos 2 1-47 Introdução: Jesus, durante a sua vida, foi seguido pelos apóstolos e por tantas outras pessoas. Maria, sua mãe, desde o início estava sempre com ele e nunca o abandonou. Quando

Leia mais

XI Domingo do Tempo Comum

XI Domingo do Tempo Comum XI Domingo do Tempo Comum Perdão Senhor «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» Leitura do Segundo Livro de Samuel 2 Sam 12, 7-10.13 Naqueles dias, disse Natã a David: «Assim fala o Senhor, Deus

Leia mais

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça

Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Como nos dias de Noé... E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Mateus 24:37 Reflexões sobre a vida do pregador da Justiça Introdução 1 Um história amada por todos. Um

Leia mais

O Espírito Santo A DINVIDADE DO E A ESPIRITUALIDADE LIÇÃO I TRIMESTRE 2017

O Espírito Santo A DINVIDADE DO E A ESPIRITUALIDADE LIÇÃO I TRIMESTRE 2017 O Espírito Santo E A ESPIRITUALIDADE I TRIMESTRE 2017 Espírito A DINVIDADE DO santo PARA MEMORIZAR: A graça do Senhor Jesus Cristo, e o INTRODUÇÃO amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com

Leia mais

O Rev. Ronaldo Lidório comentou esse texto e trabalhou a MISSÃO.

O Rev. Ronaldo Lidório comentou esse texto e trabalhou a MISSÃO. 1 O LIVRO E O CORDEIRO O Rev. Ronaldo Lidório comentou esse texto e trabalhou a MISSÃO. 1) A Missão do Pai é Reinar 2) A Missão do Filho é Pagar o Preço; 3) A Missão da Igreja é servir ao Cordeiro Jesus.

Leia mais

Material de Palestra Religiões e Preces Palestra 016

Material de Palestra Religiões e Preces Palestra 016 Material de Palestra Religiões e Preces Palestra 016 RELIGIÕES E PRECES 016 WILSON DA CUNHA 1 Todas as religiões recomendam o exercício e a prática em torno da prece. Mas os séculos passam e nós permanecemos

Leia mais

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO 1 Diagramação Henrique Turola 2 Guilherme Parada Pinheiro VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO São Paulo 2013 3 Copyright Guilherme Parada Pinheiro 6571/1 100 40 2013 O conteúdo desta obra é

Leia mais

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati Conto das Águas Um conto de sensações Enio Roncarati Dedicatória Dedico este pequeno conto aos autores anônimos que com esperança de lançar uma pequena Luz sobre aqueles que estão dispostos a trilhar

Leia mais

Nº 32 B-Domingo XXVII Tempo Comum

Nº 32 B-Domingo XXVII Tempo Comum Nº 32 B-Domingo XXVII Tempo Comum-7.10.2012 Deixai vir a mim as criancinhas Cá estamos nós, de volta depois das férias!!! A escola já começou, e agora recomeça a Missa das crianças em conjunto com a Missa

Leia mais

Pequenos Estudos Comunitários

Pequenos Estudos Comunitários Pequenos Estudos Comunitários O Perdão MCR Agosto de 2010 O perdão Perdão : remissão de pena ou de ofensa ou de dívida; desculpa; indulto. Forma de civilidade com que se pede desculpa. A sensação de liberdade

Leia mais

Jesus, Nome sobre todo nome! João Gilberto

Jesus, Nome sobre todo nome! João Gilberto Jesus, Nome sobre todo nome! João Gilberto Filipenses 2:9-11 Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, Filipenses 2:9-11 para que ao nome de Jesus se dobre

Leia mais

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões e Ilustração de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões e Ilustração de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões e Ilustração de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM Quarta-feira da 6ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

DOMINGO XI. «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás»

DOMINGO XI. «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» 308 TEMPO COMUM DOMINGO XI LEITURA I 2 Sam 12, 7-10.13 «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» Leitura do Segundo Livro de Samuel Naqueles dias, disse Natã a David: «Assim fala o Senhor, Deus de

Leia mais