R E S U L T A D O da Sessão:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "R E S U L T A D O da Sessão:"

Transcrição

1 R E S U L T A D O da Sessão: Sessão do Congresso Nacional (Deliberativa) QUARTA-FEIRA - 18/11/2015 Iniciada 11h30min - Encerrada 22h44min. Aprovado quatro projetos de lei com créditos orçamentários. Entre eles destaca-se o PLN 2/15, que libera R$ 368,2 milhões para garantir o pagamento de benefícios aos cerca de 10 mil aposentados e pensionistas do Instituto Aerus de Seguridade Social, fundo de pensão dos ex-empregados das empresas Varig (e suas empresas filiadas) e Transbrasil. Aprovado o PLN 4/15, que permite o uso, para emendas individuais dos deputados, dos restos a pagar de anos anteriores a Em seguida, a Ordem do Dia foi encerrada. Nova sessão do Congresso está marcada para a próxima terça-feira (24), às 19 horas. Na pauta, outros três vetos, o projeto de lei de diretrizes orçamentárias (LDO) de 2016 e o PLN 5/15, que autoriza o governo a fechar o ano de 2015 com deficit primário de até R$ 119,9 bilhões.

2 Mantido veto à prorrogação da isenção fiscal para empresas do Nordeste. Mantido, por 185 votos a 94, o veto ao dispositivo da Medida Provisória 675/15 que prorrogava o prazo para as empresas instaladas no Nordeste e na Amazônia aproveitarem a isenção do Adicional ao Frete para a Renovação da Marinha Mercante (AFRMM), de dezembro de 2015 para dezembro de O líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE), pediu a manutenção do veto com o compromisso do governo de incluir a mesma prorrogação na MP 694/15. Com o fim da análise dos vetos, os parlamentares analisarão projetos de lei de créditos orçamentários. Senado confirma derrubada de veto ao voto impresso. O Senado derrubou o veto ao voto impresso para conferência, previsto no projeto de lei da minirreforma eleitoral (PL 5735/13). Foram 56 votos contra e a 5 a favor do veto. Na votação anterior, pela Câmara dos Deputados, 368 deputados foram contra e 50 a favor do veto. A matéria será reinserida na Lei /15. O texto determina o uso do voto impresso nas urnas eleitorais para conferência pelo eleitor, sem contato manual, assim como para posterior auditoria.

3 A regra entrará em vigor nas próximas eleições gerais, em O veto ao voto impresso foi recomendado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido aos custos de sua implementação, calculados em R$ 1,8 bilhão para a aquisição de equipamentos e as despesas de custeio das eleições. Câmara derruba veto a voto impresso. A Câmara derrubou o veto ao voto impresso para conferência, previsto no projeto de lei da minirreforma eleitoral (PL 5735/13). Foram 368 deputados contra e 50 a favor do veto. A matéria será votada ainda pelo Senado e precisará do voto contrário de 41 senadores para ser reinserida na Lei /15. O texto determina o uso do voto impresso nas urnas eleitorais para conferência pelo eleitor, sem contato manual, assim como para posterior auditoria. A regra entrará em vigor nas próximas eleições gerais, em O veto ao voto impresso foi recomendado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido aos custos de sua implementação, calculados em R$ 1,8 bilhão para a aquisição de equipamentos e as despesas de custeio das eleições. Mantido o veto ao financiamento empresarial de campanhas eleitorais. Por, por insuficiência de votos, o veto ao projeto de lei da minirreforma eleitoral (PL 5735/13) quanto ao financiamento empresarial de campanhas eleitorais.

4 Eram necessários 257 votos para derrubar o veto na Casa e houve somente 220 votos. Outros 190 deputados votaram a favor do veto. Dessa forma, não houve a votação no Senado. O veto parcial 42/15 seguiu decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF) que, em julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), decidiu pela inconstitucionalidade do financiamento privado de campanhas por empresas com base na legislação em vigor antes do projeto. Ao vetar a matéria, o Executivo assumiu argumentos do Supremo de que o texto confrontaria a igualdade política e os princípios republicano e democrático. Mantido o veto a benefício fiscal para setor têxtil Mantido, por 202 votos a 184, o veto 38/15 ao Projeto de Lei 863/15 que previa alíquota de 1,5% sobre a receita bruta para o setor têxtil, em substituição à contribuição sobre a folha de pagamentos. Na justificativa de veto, a presidente Dilma Rousseff argumentou que o tratamento especial ao setor resultaria em prejuízos sociais e contrariaria a lógica de economia do projeto. O projeto, transformado na Lei /15, diminuiu a desoneração da folha de pagamento concedida a 56 setores da economia. Criada em 2011, a desoneração trocava a contribuição patronal de 20% sobre a folha de pagamentos para a Previdência por alíquotas incidentes na receita bruta das empresas.

5 Com a nova lei, o governo aumentou as duas alíquotas de 1% e 2% vigentes para, respectivamente, 2,5% e 4,5%. As novas alíquotas entram em vigor em 1º de dezembro e resultarão em uma arrecadação de cerca de R$ 10 bilhões. O veto foi mantido graças ao compromisso do governo junto à base governista de que, no relatório da Medida Provisória 694/15, o relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR), incluirá emenda para fixar em 2% a alíquota para o setor. Congresso derruba veto e retoma regra sobre renegociação de dívidas públicas. Por, por 58 votos a 6, o senado derrubou o veto ao Projeto de Lei Complementar 37/15, que modificou a Lei Complementar 148/14, alterando regras de contratos de refinanciamento de dívidas entre União, estados, Distrito Federal e municípios. Assim, será reincluído na lei complementar o prazo para a criação de fundo de reserva de parte de depósitos judiciais antigos e o repasse do restante a conta para uso dos estados e municípios. A Lei Complementar 151/15, originária do projeto, prevê que 70% dos depósitos judiciais vinculados a processos contra estados, Distrito Federal e municípios devem ser depositados na conta única desses entes. Os outros 30% ficarão no banco em um fundo de reserva para garantir o pagamento de causas perdidas por esses governos. O prazo estipulado é de 15 dias após a apresentação de termo de compromisso pela administração pública para uso dos recursos repassados a sua conta para pagamento de precatórios, dívida, despesas de capital ou recomposição de fundos de previdência. A Câmara dos Deputados já rejeitou o veto por 368 votos a 26.

6 Rejeitado pela Câmara, veto a projeto sobre refinanciamento de dívidas entre União e estados. Falta ainda a votação dos senadores Rejeitado pela Câmara, por 368 votos a 26, o veto ao Projeto de Lei Complementar 37/15, que modificou a Lei Complementar 148/14, alterando regras de contratos de refinanciamento de dívidas entre União, estados, Distrito Federal e municípios. O veto está em votação agora no Senado e precisa do voto contrário de 41 senadores para ser derrubado também nessa Casa. Se derrubado o veto, será reincluído na lei complementar prazo para a criação de fundo de reserva de parte de depósitos judiciais antigos. A Lei Complementar 151/15, originária do projeto, prevê que 70% dos depósitos judiciais vinculados a processos contra estados, Distrito Federal e municípios devem ser depositados na conta única desses entes. Os outros 30% ficarão no banco em um fundo de reserva para garantir o pagamento de causas perdidas por esses governos. O prazo estipulado é de 15 dias após a apresentação de termo de compromisso pela administração pública de usar os recursos repassados a sua conta para pagamento de precatórios, dívida, despesas de capital ou recomposição de fundos de previdência. Para um veto ser derrubado, ele precisa do voto contrário da maioria absoluta de deputados (257) e de senadores (41).

7 Mantido o veto ao reajuste dos aposentados pelo percentual do mínimo. Mantido o veto ao reajuste dos benefícios de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Serviço Social (INSS) pelo mesmo percentual aplicado ao salário mínimo. Houve 211 votos contrários ao veto e 160 a favor. O mínimo para derrubar o veto é de 257 votos. Ao sancionar o projeto de lei de conversão da Medida Provisória 672/15, convertendo-a na Lei13.152/15, a presidente Dilma vetou a extensão da atual política de valorização do salário mínimo às aposentadorias e pensões maiores que um mínimo. Para o salário mínimo, a regra vigente foi prorrogada até Dessa forma, aposentados e pensionistas que recebem mais de um salário mínimo continuarão contando apenas com a reposição da inflação, sem nenhum ganho real. O salário mínimo é reajustado pela variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Atenciosamente, Clilson Jean de Souza Chefe de Gabinete Liderança do Partido Trabalhista Brasileiro PTB CD Brasília/DF /

Diminuição do financiamento das políticas públicas; Estado Mínimo; Congelamento, por 20 anos, do orçamento; Prejudica a sociedade, serviços públicos

Diminuição do financiamento das políticas públicas; Estado Mínimo; Congelamento, por 20 anos, do orçamento; Prejudica a sociedade, serviços públicos PEC 241/2016 Diminuição do financiamento das políticas públicas; Estado Mínimo; Congelamento, por 20 anos, do orçamento; Prejudica a sociedade, serviços públicos e os servidores; Modifica critérios para

Leia mais

Impacto do aumento do salário mínimo nas contas municipais

Impacto do aumento do salário mínimo nas contas municipais Estudos Técnicos/CNM agosto de 2017 Impacto do aumento do salário mínimo nas contas municipais O governo brasileiro apresenta, atualmente, uma política salarial ativa que aumenta o valor real do salário

Leia mais

As mudanças na PREVIDÊNCIA SOCIAL. Vilson Antonio Romero

As mudanças na PREVIDÊNCIA SOCIAL. Vilson Antonio Romero As mudanças na PREVIDÊNCIA SOCIAL Vilson Antonio Romero PROPOSTAS DE MUDANÇAS PREVIDÊNCIA SOCIAL - PEC 287/2016 - CARTILHA OFICIAL De onde vêm os recursos da Previdência Social? (1) As fontes de recursos

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2017 As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte emenda ao texto constitucional:

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Estudo Técnico n.º 09/10 O IMPACTO DO REAJUSTE DO SALÁRIOMÍNIMO NAS CONTAS PÚBLICAS Novembro/2010 Túlio Cambraia Núcleo Trabalho,

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016 CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-D, DE 2016 REDAÇÃO PARA O SEGUNDO TURNO DE DISCUSSÃO DA PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 241-C, DE 2016, que altera o Ato das Disposições

Leia mais

Texto altera LRF para reduzir despesas primárias em todas as esferas

Texto altera LRF para reduzir despesas primárias em todas as esferas Texto altera LRF para reduzir despesas primárias em todas as esferas 30/03/2016-17h58 O Projeto de Lei Complementar 257/16, do Executivo, em análise na Câmara dos Deputados, muda vários dispositivos da

Leia mais

Prof. Francisco Mariotti

Prof. Francisco Mariotti 1. Emenda Constitucional 95/2016 O novo Regime Fiscal da União A EC 95/2016 instituiu o chamado novo regime fiscal, segundo o qual as despesas públicas primárias poderão ter seu valor elevado no limite

Leia mais

Agosto/2016 Limeira-SP Subseção Sindsep-SP

Agosto/2016 Limeira-SP Subseção Sindsep-SP Alguns projetos em discussão no senado e na câmara que colocam em risco conquistas e direitos da sociedade e dos trabalhadores públicos Agosto/2016 Limeira-SP Subseção Sindsep-SP Onde está? Está na Câmara

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) Aspectos Gerais: características e tramitação no Poder Legislativo.

DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) Aspectos Gerais: características e tramitação no Poder Legislativo. DIREITO FINANCEIRO ORÇAMENTO PÚBLICO (continuação) II. LEIS ORÇAMENTÁRIAS Aspectos Gerais: características e tramitação no Poder Legislativo. 1. Três leis orçamentárias, todas de iniciativa do Poder Executivo

Leia mais

Tropa de Elite Delegado Federal Direito Previdenciário

Tropa de Elite Delegado Federal Direito Previdenciário Tropa de Elite Delegado Federal Direito Previdenciário Seguridade Social André Studart 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Conceito de Seguridade Social Art. 194.

Leia mais

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 Elaborado em 09 de julho de 2013 REFORMA POLÍTICA DEPUTADOS DESCARTAM REFORMA POLÍTICA VÁLIDA PARA 2014 O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou

Leia mais

Veja o que a PEC do teto significa para o Brasil

Veja o que a PEC do teto significa para o Brasil BRASIL Veja o que a PEC do teto significa para o Brasil O texto-base foi aprovado em primeiro turno de votação, mas para começar a valer precisará ser aprovada em segundo turno e depois ser submetida ao

Leia mais

Aumento real da aposentadoria coloca em risco salário mínimo O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira (24)

Aumento real da aposentadoria coloca em risco salário mínimo O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira (24) Aumento real da aposentadoria coloca em risco salário mínimo O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira (24) Matéria publicada em 26 de Junho de 2015 O ministro da Previdência Social,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL O presidente da República apresenta ao Congresso Nacional proposição legislativa que trata de criação, transformação em estado ou reintegração ao estado de origem

Leia mais

FanPage: Theodoro Agostinho Instagram: TheoAgostinho

FanPage: Theodoro Agostinho Instagram: TheoAgostinho Theodoro Vicente Agostinho Doutorando em Direito Previdenciário pela PUC-SP Presidente da Comissão de Regime Próprio da OAB-SP Conselheiro junto ao CARF Conselho Administrativo de Recursos Fiscais FanPage:

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua

POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11. Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua POLÍTICAS PÚBLICAS Aula 11 Prof. a Dr. a Maria das Graças Rua O Financiamento do SUS: CF-88 art. 198: O SUS é financiado por recursos do Orçamento da Seguridade Social da União, dos estados, do Distrito

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 003/2014

NOTA TÉCNICA Nº 003/2014 NOTA TÉCNICA Nº 003/2014 Brasília, 06 de janeiro de 2014. ÁREA: Área de Educação TÍTULO: Informações sobre a Lei do Piso Salarial do Magistério Público REFERÊNCIA(S): CF 1988 Lei nº 11.738/2008 EC 53/2007

Leia mais

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017.

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. A Sua Excelência o Senhor Deputado Giacobo Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Assunto: Projeto de Lei do Senado à revisão. Senhor Primeiro-Secretário,

Leia mais

Em defesa da manutenção do salário mínimo vinculado às aposentadorias

Em defesa da manutenção do salário mínimo vinculado às aposentadorias Boletim Econômico Edição nº 82 maio de 2016 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Em defesa da manutenção do salário mínimo vinculado às aposentadorias (aumento real do salário mínimo

Leia mais

PEC 241/2016. Fórum Catarinense em Defesa do Serviço Público Elaborado por Luciano W Véras em 28/06/16

PEC 241/2016. Fórum Catarinense em Defesa do Serviço Público Elaborado por Luciano W Véras em 28/06/16 Fórum Catarinense em Defesa do Serviço Público Elaborado por Luciano W Véras em 28/06/16 O que é? Proposta de Emenda a Constituição encaminhada por TEMER em 15/06/16 para a Câmara dos Deputados. Do que

Leia mais

020/2016 DOMINGUEIRA DE 10/07/2016

020/2016 DOMINGUEIRA DE 10/07/2016 MUITAS PEC s... QUAIS OS EFEITOS PARA O FINANCIAMENTO DO SUS? Francisco R. Funcia O objetivo desta curta nota é resumir para os leitores os aspectos principais tratados pela grande quantidade de Proposta

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira O IMPACTO DO REAJUSTE DO SALÁRIOMÍNIMO NO ORÇAMENTO DA UNIÃO PL 382/2011 E DEMAIS ALTERNATIVAS Fevereiro/2011 Nota Técnica n.º 01/2011

Leia mais

SUMÁRIO. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988

SUMÁRIO. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988 SUMÁRIO CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988 Preâmbulo...1 TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (Arts. 1º a 4º)...3 TÍTULO

Leia mais

SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 526, DE 2016

SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 526, DE 2016 SENADO FEDERAL COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº 526, DE 2016 Redação, para o segundo turno, da Proposta de Emenda à Constituição nº 159, de 2015 (nº 74, de 2015, na Câmara dos Deputados). A Comissão Diretora

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 95, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 95, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 95, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016 Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. As Mesas da Câmara dos Deputados

Leia mais

CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO

CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO CARLOS MENDONÇA DIREITO PREVIDENCIÁRIO Conteúdo Programático Direito Previdenciário: Seguridade social: origem e evolução legislativa no Brasil; conceito; organização e princípios constitucionais. Da assistência

Leia mais

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Reforma as instituições político-eleitorais, alterando os arts. 14, 17, 57 e 61 da Constituição Federal, e cria regras temporárias para vigorar no período de transição para o novo modelo, acrescentando

Leia mais

19/08/17. Atualidades. Projeto de Reforma Política. Prof. Grega

19/08/17. Atualidades. Projeto de Reforma Política. Prof. Grega Atualidades Projeto de Reforma Política A Comissão Especial da Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira (15/08/2017) a votação das emendas da parte da reforma política que necessita de alterações

Leia mais

TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL TRABALHADORES E A PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL ORIGENS Luta dos trabalhadores ferroviários e constituição de caixas de socorro mútuo Conquistas gradativas Lei Eloy Chaves obriga cada ferrovia a criar Caixas

Leia mais

Aprovada empresa individual como modalidade de pessoa jurídica (LTDA). As Novas Ltda's.

Aprovada empresa individual como modalidade de pessoa jurídica (LTDA). As Novas Ltda's. As Novas Ltda's. Projeto da Câmara que institui na legislação brasileira a modalidade de empresa individual de responsa Quando tramita terminativamente, o projeto não vai a Plenário: dependendo do tipo

Leia mais

SAÚDE PERDERIA 42,81% DO ORÇAMENTO EM 2016 EDUCAÇÃO 70,38% E PREVIDÊNCIA 49,97%

SAÚDE PERDERIA 42,81% DO ORÇAMENTO EM 2016 EDUCAÇÃO 70,38% E PREVIDÊNCIA 49,97% SE AS REGRAS DA PEC 241 FOSSEM APLICADAS DESDE 2001 1 SAÚDE PERDERIA 42,81% DO ORÇAMENTO EM 2016 EDUCAÇÃO 70,38% E PREVIDÊNCIA 49,97% A PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 241 foi enviada em junho

Leia mais

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Modelo foi aprovado após votação do texto-base da reforma. Distritão divide estados e municípios em distritos e põe

Leia mais

Estudo rebate questionamentos sobre constitucionalidade do prêmio

Estudo rebate questionamentos sobre constitucionalidade do prêmio Estudo rebate questionamentos sobre constitucionalidade do prêmio A instituição do bônus de desempenho dos auditores da Receita Federal é um importante passo para superar a crise orçamentária e moral instaurada

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS DO RS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS DO RS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ECONOMIA SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS DO RS Convênio FACE/PUCRS e SESCON-RS Relatório 19 O RPPS da União

Leia mais

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA Jane Lucia Wilhelm Berwanger HISTÓRICO PREVIDÊNCIA RURAL Estatuto do Trabalhador Rural Lei n. 4.214/63 Lei Complementar 11/71 Constituição Federal Leis

Leia mais

Fundação da Ordem Social - SHIS QL 26, CONJUNTO 1 CASA 17 CEP Brasília DF (61)

Fundação da Ordem Social - SHIS QL 26, CONJUNTO 1 CASA 17 CEP Brasília DF (61) Análise de Conjuntura Política Cenário Nacional - Semana 14.08 18.08 Poder Executivo: o Alteração da Meta Fiscal: Os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciaram

Leia mais

ABAD - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS

ABAD - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS ABAD - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS ATA DA REUNIÃO DO COMITÊ AGENDA POLÍTICA REALIZADA EM 27 DE ABRIL DE 2015 Coordenador: Alessandro Dessimoni Vicente

Leia mais

Liêda Amaral Coordenadora da Mulher Contabilista do RN. Reforma da Previdência: Contra ou a Favor?

Liêda Amaral Coordenadora da Mulher Contabilista do RN. Reforma da Previdência: Contra ou a Favor? Liêda Amaral Coordenadora da Mulher Contabilista do RN Reforma da Previdência: Contra ou a Favor? Será que a velhice mudou para todos? 58 anos 73 anos CARTILHA OFICIAL - De onde vem os recursos da Previdência?

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social... 1 1.1.2.

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL PEÇA PROFISSIONAL Um contingente de servidores públicos do município A, inconformado com a política salarial adotada pelo governo municipal, decidiu, após ter realizado paralisação

Leia mais

CastroDigital.com.br ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA

CastroDigital.com.br ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA INSTALADA EM 16 DE FEVEREIRO DE 1835 DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 10.555 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016 O GOVERNADOR DO, Estima a receita e fixa a despesa do Estado do Maranhão para o exercício financeiro de 2017. Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembleia

Leia mais

Processo Legislativo I. Prof. ª Bruna Vieira

Processo Legislativo I. Prof. ª Bruna Vieira Processo Legislativo I Prof. ª Bruna Vieira 1. Processo legislativo (art. 59 ao 69 da CF) É o procedimento formal que deve ser seguido pelos órgãos e pessoas que têm a função de elaborar as normas jurídicas,

Leia mais

Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram avanços importantes no per

Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram avanços importantes no per Qualidade e Financiamento da Educação Básica Carlos Eduardo Sanches 03/03/2016 Contexto A sistemática de financiamento da educação básica pública não tem acompanhado a evolução das demandas. Aconteceram

Leia mais

QUESTÕES DE PROVA FCC CICLO ORÇAMENTÁRIO

QUESTÕES DE PROVA FCC CICLO ORÇAMENTÁRIO QUESTÕES DE PROVA FCC CICLO ORÇAMENTÁRIO 1) (FCC Analista Judiciário - Contabilidade TRE/RN 2011) Definindo o orçamento como um ato de previsão da receita e fixação da despesa, a elaboração do Projeto

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

Emenda Constitucional nº 41 e o impacto nos Regimes Próprios de Previdência

Emenda Constitucional nº 41 e o impacto nos Regimes Próprios de Previdência MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social Emenda Constitucional nº 41 e o impacto nos Regimes Próprios de Previdência FORTALEZA/CE,, ABRIL DE 2004 MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 94, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 94, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016 EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 94, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2016 Altera o art. 100 da Constituição Federal, para dispor sobre o regime de pagamento de débitos públicos decorrentes de condenações judiciais; e acrescenta

Leia mais

ESTUDOS ATUARIAIS E OS DESAFIOS DA ATUALIDADE

ESTUDOS ATUARIAIS E OS DESAFIOS DA ATUALIDADE ESTUDOS ATUARIAIS E OS DESAFIOS DA ATUALIDADE Ivan Sant Ana Ernandes, MIBA 506 Maio de 2017 AGENDA 1. Visão fiscal x visão social 2. Expectativas de vida no mundo e no Brasil 3. Envelhecimento da população

Leia mais

QUESTÕES OAB SEGUNDA FASE CONSTITUCIONAL BLOCO I CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

QUESTÕES OAB SEGUNDA FASE CONSTITUCIONAL BLOCO I CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE QUESTÕES OAB SEGUNDA FASE CONSTITUCIONAL BLOCO I CONTROLE DE Professora: Carolinne Brasil CONSTITUCIONALIDADE 1. O Conselho Federal da OAB ajuizou, junto ao STF, Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI),

Leia mais

Impacto do aumento do salário-mínimo nas contas municipais

Impacto do aumento do salário-mínimo nas contas municipais 9 Impacto do aumento do salário-mínimo nas contas municipais O governo federal adotou nos últimos anos uma política de aumento de renda via aumentos reais do salário-mínimo. Esta política se mostrou bastante

Leia mais

Governo anuncia pacote de corte de gastos e propõe volta da CPMF

Governo anuncia pacote de corte de gastos e propõe volta da CPMF Após um final de semana de muitas reuniões entre a presidente Dilma Rousseff e vários de seus ministros, o governo federal anunciou nesta segunda-feira,14,um bloqueio adicional de gastos no orçamento de

Leia mais

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 SUMÁRIO LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS... 21 INTRODUÇÃO... 23 Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 1. Processo e procedimento... 25 1.1. Procedimentos legislativos... 26 2. Princípios

Leia mais

PEC 01/2015, 04/2015, 143/2015 e 241/2016 e seus efeitos sobre o financiamento do SUS

PEC 01/2015, 04/2015, 143/2015 e 241/2016 e seus efeitos sobre o financiamento do SUS ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL AUDIÊNCIA PÚBLICA FINANCIAMENTO DO SUS AVANÇOS E DESAFIOS 29 de junho de 2016 PEC 01/2015, 04/2015, 143/2015 e 241/2016 e seus efeitos sobre o financiamento

Leia mais

LEI N o , DE 18 DE JUNHO DE 2004

LEI N o , DE 18 DE JUNHO DE 2004 LEI N o 10.887, DE 18 DE JUNHO DE 2004 (Conversão da Medida Provisória n o 167/2004) Atualizada até 28/05/2009 Dispõe sobre a aplicação de disposições da Emenda Constitucional n o 41, de 19 de dezembro

Leia mais

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli)

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Estabelece as hipóteses de impedimento para nomeação, designação ou contratação, em comissão, de funções, cargos e empregos na Câmara dos Deputados.

Leia mais

Processo Legislativo Constitucional Aula 1 (parte final) IGEPP Prof. Leo van Holthe

Processo Legislativo Constitucional Aula 1 (parte final) IGEPP Prof. Leo van Holthe Processo Legislativo Constitucional Aula 1 (parte final) IGEPP Prof. Leo van Holthe Fase constitutiva A fase constitutiva abrange a deliberação parlamentar (exame, discussão e votação); e deliberação executiva

Leia mais

Incentivos fiscais são um dos principais pontos de divergências entre os estados

Incentivos fiscais são um dos principais pontos de divergências entre os estados Incentivos fiscais são um dos principais pontos de divergências entre os estados Na votação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 99/2013, que altera as regras de indexação das dívidas dos estados e municípios,

Leia mais

Seminário sobre a Previdência

Seminário sobre a Previdência Seminário sobre a Previdência Rodrigo Avila Curitiba, 4/3/2017 Orçamento Geral da União 2016 Executado (pago), por Função Total = R$ 2,572 TRILHÕES R$ 1,13 TRILHÃO Fonte: SIAFI Elaboração: AUDITORIA CIDADÃ

Leia mais

Crise Fiscal e Administração Pública no Brasil

Crise Fiscal e Administração Pública no Brasil IX Congresso Consad Crise Fiscal e Administração Pública no Brasil Pedro Jucá Maciel Senado Federal Brasília, 10 de junho de 2016 1 Sumário: as cinco perguntas que precisam ser respondidas I. Por que chegamos

Leia mais

Podem os Estados da Região Sul não contraírem dívidas por quatro anos?

Podem os Estados da Região Sul não contraírem dívidas por quatro anos? Podem os Estados da Região Sul não contraírem dívidas por quatro anos? Darcy Francisco Carvalho dos Santos Economista. 1. Considerações iniciais Este estudo analisa a situação financeira dos Estados da

Leia mais

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal PROGRAMA: 21 - Aprimoramento do Ministério Público Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social 82.71 268.863 Despesas Correntes 81.19 261.885 Despesas de Capital 1.511 6.977 Orçamento de Investimentos das

Leia mais

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de 2016 CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio 1 SUMÁRIO 1. O que é Previdência Social 2. Déficit do Regime Geral de Previdência Social

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL O DESMANCHE DO SUS

PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL O DESMANCHE DO SUS PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL 241 - O DESMANCHE DO SUS Proposta de Emenda Constitucional - PEC 241 A PROPOSTA OBJETIVO Alterar a Constituição Federal instituindo um novo Regime Fiscal para os Poderes

Leia mais

Diário Oficial. Ministro diz que mudança no fator previdenciário 'inviabiliza' Previdência

Diário Oficial. Ministro diz que mudança no fator previdenciário 'inviabiliza' Previdência Diário Oficial Ministro diz que mudança no fator previdenciário 'inviabiliza' Previdência A dois dias do fim do prazo para a sanção presidencial de texto do ajuste fiscal, o ministro da Previdência Social,

Leia mais

13º salário deve injetar R$ 196,7 bilhões na economia em 2016

13º salário deve injetar R$ 196,7 bilhões na economia em 2016 1 São Paulo, 27 de outubro de 2016 NOTA À IMPRENSA 13º salário deve injetar R$ 196,7 bilhões na economia em 2016 Até dezembro de 2016, estima-se que deverão ser injetados na economia brasileira aproximadamente

Leia mais

ATAQUES AOS DIREITOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO SINDICAL NO CONGRESSO NACIONAL

ATAQUES AOS DIREITOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO SINDICAL NO CONGRESSO NACIONAL ATAQUES AOS DIREITOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO SINDICAL NO CONGRESSO NACIONAL PLP 257/2016 AUTORIA: DILMA VANA ROUSSEF Trabalhamos na Câmara dos Deputados pela recrada do projeto

Leia mais

TEMA 16: PROCESSO LEGISLATIVO

TEMA 16: PROCESSO LEGISLATIVO TEMA 16: PROCESSO LEGISLATIVO EMENTÁRIO DE TEMAS: Processo Legislativo: fase constitutiva; fase integrativa; lei complementar; emendas constitucionais; LEITURA OBRIGATÓRIA MORAES, Alexandre de. Direito

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 120, DE 2005 (Nº

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 120, DE 2005 (Nº SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 120, DE 2005 (Nº 6.301/2005, na casa de origem) (De Iniciativa do Presidente da República) Fixa os valores dos soldos dos militares das Forças Armadas. O Congresso

Leia mais

REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS

REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS Análise Reforma Política Discute-se no Congresso Nacional a Reforma Política, com alterações no sistema eleitoral brasileiro em diversos pontos, como:

Leia mais

A situação da Seguridade Social no Brasil

A situação da Seguridade Social no Brasil A situação da Seguridade Social no Brasil Audiência Pública Comissão de Seguridade Social e Família CSSF Câmara dos Deputados, 16/08/2011 Álvaro Sólon de França Presidente do Conselho Executivo da ANFIP

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SELVÍRIA ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI N.º 968/2015, de 21 de dezembro de 2015. ESTIMA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE SELVÍRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2016. JAIME SOARES FERREIRA, Prefeito do Município de Selvíria, Estado

Leia mais

R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário

R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário Porto Alegre, 11 de novembro de 2015. NOTA À IMPRENSA R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário O pagamento do 13º salário deve injetar na economia brasileira aproximadamente

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA PEC 287/2016 SÍNTESE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

QUADRO COMPARATIVO DA PEC 287/2016 SÍNTESE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA QUADRO COMPARATIVO DA PEC 287/2016 SÍNTESE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL (RGPS-INSS) REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS (RPPS) TEMAS Proposta do Governo

Leia mais

Lei / 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade Necessidade de revisão dos Plano de Carreira

Lei / 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade Necessidade de revisão dos Plano de Carreira VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES E O PISO SALARIAL NACIONAL DO MAGISTÉRIO Dilemas Municipais Carlos Eduardo Sanches Roteiro Lei 11.738/ 2008 Acórdão STF Conquistas Polêmicas Impacto: valor e ampliação hora-atividade

Leia mais

Comissão do Senado aprova PEC da Eleição Direta para Presidente

Comissão do Senado aprova PEC da Eleição Direta para Presidente BOLETIM 362 Brasília, 1º de junho de 2017 Comissão do Senado aprova PEC da Eleição Direta para Presidente A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta quartafeira (31),

Leia mais

A AGENDA DE CRESCIMENTO DO BRASIL: A QUESTÃO FISCAL

A AGENDA DE CRESCIMENTO DO BRASIL: A QUESTÃO FISCAL SEMINÁRIO IBRE- EBAPE/FGV A AGENDA DE CRESCIMENTO DO BRASIL: A QUESTÃO FISCAL MANSUETO ALMEIDA Parte I O Que Aconteceu? Despesa Primária Governo Central - % do PIB 1991-2014 22,00% 20,00% 20,08% 18,00%

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 19 fevereiro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 19 fevereiro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 19 fevereiro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Uma contribuição ao debate sobre o Fator Previdenciário e as perdas salariais dos aposentados

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 70 COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL?

CONVÊNIO ICMS 70 COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL? COMEÇO DO FIM DA GUERRA FISCAL? Especialmente preparado para Copyright TozziniFreire Advogados, 2014. Reprodução permitida, desde que citada a fonte Jerry Levers de Abreu jabreu@tozzinifreire.com.br Agosto,

Leia mais

PJF TERIA DE REDUZIR ORÇAMENTO DE 2016 EM R$ 13,5 BILHÕES OU 35,65%

PJF TERIA DE REDUZIR ORÇAMENTO DE 2016 EM R$ 13,5 BILHÕES OU 35,65% SE AS REGRAS DA PEC 241 FOSSEM APLICADAS DESDE 2001 1 PJF TERIA DE REDUZIR ORÇAMENTO DE 2016 EM R$ 13,5 BILHÕES OU 35,65% Tribunais de SP, diminuição de até 47,02% Há outro texto de caráter mais geral

Leia mais

Brasil: Conjuntura política. Cristiano Noronha. 1 Arko Advice Abril 2016

Brasil: Conjuntura política. Cristiano Noronha. 1 Arko Advice Abril 2016 Brasil: Conjuntura política Cristiano Noronha 1 Arko Advice Abril 2016 Contexto Político Contexto Econômico Baixa popularidade (aprovação de 9%-11%) Dúvidas sobre conclusão do mandato Denúncias de corrupção

Leia mais

Processo Legislativo II. Prof. ª Bruna Vieira

Processo Legislativo II. Prof. ª Bruna Vieira Processo Legislativo II Prof. ª Bruna Vieira 1.4. Espécies normativas (art. 59 da CF) a) emendas à Constituição b) leis complementares c) leis ordinárias d) leis delegadas e) medidas provisórias f) decretos

Leia mais

STF nega aposentadoria especial de juízes

STF nega aposentadoria especial de juízes Boletim 497/14 Ano VI 02/04/2014 STF nega aposentadoria especial de juízes Agências / BRASÍLIA O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, indeferiu pedido de antecipação de tutela

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 129/2016.

PROJETO DE LEI Nº 129/2016. PROJETO DE LEI Nº 129/2016. AUTORIZA O EXECUTIVO A CELEBRAR TERMO DE CONFISSÃO DE DÉBITOS PREVIDENCIÁRIOS E ACORDO DE PARCELAMENTO COM O FUNDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS FPSM, E DÁ

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO,

LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, LEI MUNICIPAL Nº. 284/2008 Nova Iguaçu de Goiás-GO, 09.12.2008 Estima a Receita e fixa a Despesa do município de NOVA IGUAÇU DE GOIÁS, para o exercício Financeiro de 2009 e dá outras providências. A CÂMARA

Leia mais

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Estima a Receita e fixa a Despesa do Município de Belém, para o exercício de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE BELÉM, Faço saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE BELÉM estatui e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

Principais Vedações Constitucionais (Art. 167, CF/88) São Vedados: A transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos de uma categoria de programação para outra ou de um órgão para outro, sem

Leia mais

NÃO. Art.41, 1º,III(avaliação desempenho) Art.169, 4º(excesso despesa pessoal) NÃO Idem anterior NÃO. NÃO Idem anterior SIM SIM.

NÃO. Art.41, 1º,III(avaliação desempenho) Art.169, 4º(excesso despesa pessoal) NÃO Idem anterior NÃO. NÃO Idem anterior SIM SIM. João Dado Deputado Federal PDT/SP Até Junho/98 Reforma Administrativa EC-19/98 - Jun Reforma Previdenciária EC-20/98 - Dez Reforma Previdenciária EC-41/03 Reforma Previdenciária EC-47/05 NÃO Estabilidade

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

NOTA TÉCNICA O AUMENTO DOS ELEITORES VINCULADOS AO SALÁRIO MÍNIMO

NOTA TÉCNICA O AUMENTO DOS ELEITORES VINCULADOS AO SALÁRIO MÍNIMO NOTA TÉCNICA O AUMENTO DOS ELEITORES VINCULADOS AO SALÁRIO MÍNIMO Rodrigo Leandro de Moura 1 MAIO DE 2014 1940.07 1943.01 1945.07 1948.01 1950.07 1953.01 1955.07 1958.01 1960.07 1963.01 1965.07 1968.01

Leia mais

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de Maceió decreta e eu sanciono e a seguinte Lei: LEI Nº 4846 DE 02 DE JULHO DE 1999. DISPÕE SOBRE A TRANSFORMAÇÃO DO IPAM - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA MUNICIPAL DE MACEIÓ EM ÓRGÃO EXCLUSIVAMENTE PREVIDENCIÁRIO DO SERVIDOR PÚBLICO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR. Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa

Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR. Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa Finanças Públicas Resultado Primário DÍVIDA PÚBLICA ENTENDER PARA AGIR Prof. Moisés Ferreira da Cunha Colaboração: Prof. Everton Sotto Tibiriçá Rosa Os números que traduzem as finanças públicas decorrem

Leia mais

R$ 131 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário

R$ 131 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário 1 São Paulo, 22 de outubro de 2012 NOTA À IMPRENSA R$ 131 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário Até dezembro de 2012 devem ser injetados na economia brasileira cerca de R$ 131

Leia mais

Reforma da Previdência e o Impacto nos Municípios

Reforma da Previdência e o Impacto nos Municípios Secretaria de Previdência Ministério da Fazenda Subsecretaria dos Regimes Próprios de Previdência Social FORMAÇÃO EM FINANÇAS PÚBLICAS E EDUCAÇÃO FISCAL PARA PREFEITURAS Reforma da Previdência e o Impacto

Leia mais

LEI Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015

LEI Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Orçamento do Estado 2016 Governo do Estado de São Paulo LEI Nº 16.083, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 Orça a Receita e fixa a Despesa do Estado para o exercício de 2016. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

Leia mais

13 o salário deve injetar R$ 84,8 bilhões na economia

13 o salário deve injetar R$ 84,8 bilhões na economia 1 São Paulo, 10 de novembro de 2009 NOTA À IMPRENSA 13 o salário deve injetar R$ 84,8 bilhões na economia Até dezembro de 2009 devem ser injetados na economia brasileira cerca de R$ 85 bilhões em decorrência

Leia mais

R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário

R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário 1 São Paulo, 11 de novembro de 2015. NOTA À IMPRENSA R$ 173 bilhões devem ser injetados na economia a título de 13º salário O pagamento do 13º salário deve injetar na economia brasileira aproximadamente

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Mariana MG 18.295.303/0001-44 / - 2014 27/10/2014 11:01:02 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 4.696.251,36

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Artur Nogueira SP 45.735.552/0001-86 / - 2014 22/08/2014 11:17:41 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 3.174.240,11

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais