JORNAL DE NEGÓCIOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "10 2012 JORNAL DE NEGÓCIOS"

Transcrição

1 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 10 de Setembro de 2012 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Privados perdem mesmo mais do que um salário. O Governo vai moderar o impacto do agravamento da Taxa Social Única na redução dos rendimentos. Simulações que estão na mão do Executivo revelam que há quem vá perder mais do que um salário mesmo com estas correcções. Governo tenta moderar aumento de IRS para os funcionários públicos. Empresas temem que descida no consumo não compense baixa da TSU. Consenso político e social está ameaçado com novas medidas. Plano do BCE baixa juros de Portugal também no longo prazo. ( ) FMI ganha batalha da desvalorização fiscal. O Governo usou o chumbo do Constitucional para aplicar a desvalorização fiscal que o FMI sempre quis. ( ) Sem flexibilização do défice é preciso mais austeridade. Faltam 4,5 mil milhões de euros, mantendo-se as metas. (manchete, págs. 4 a 8 e editorial) 2. Grupo Mello e Ilídio Pinho reduzem posições na EDP. Com a privatização, houve mudanças na eléctrica. Estrangeiros aproveitaram boleia chinesa para reforçar na EDP. A estrutura accionista da EDP é sólida e a nossa participação é e continuará a ser estratégica José de Mello, fonte oficial. ( ) Na EDP, todos os administradores têm acções da empresa. Vários, CEO incluído, congelaram no 1.º semestre as suas carteiras. Nuno Alves, o administrador financeiro, tem vindo a reforçar a sua posição. Mas foi um jovem gestor de 36 anos quem revelou mais apetite pelas acções da EDP. (págs. 1, 12 e 13) 1

2 3. Autoeuropa vai pôr o Seat Alhambra a rolar nas estradas chinesas. Os auditores chineses já estiveram em Palmela. A unidade nacional da VW passará a exportar o quarto modelo para aquele mercado até ao fim deste ano. ( ) As exportações para a China aumentaram 240% nos primeiros seis meses do ano, em relação ao período homólogo. ( ) Trabalhadores falam de uma grande notícia para a Autoeuropa. (págs. 1 e 10) 4. Custos de financiamento das cotadas disparam 26% em dois anos. Os lucros das empresas não financeiras caíram 20% no primeiro semestre, penalizados pelo aumento dos encargos com a dívida. ( ) Travagem da economia global pode comprometer crescimento das vendas. ( ) As empresas com forte exposição ao mercado nacional vão enfrentar dificuldades nos próximos trimestres. (págs. 1, 20 e 21) 5. Ser estudante vai ser mais difícil e pode sair mais caro aos pais. Saiba como ajudar o seu filho a ter sucesso escolar. Fazer mais, com menos. É este o mote do novo ano escolar. Mais tempo de aulas e critérios de avaliação mais rigorosos são apenas algumas das mudanças. (págs. 1 e 28 a 31) Os mais poderosos da economia portuguesa. 1.º, o mais poderoso Angela Merkel põe e dispõe na Europa. Chanceler alemã, nasceu em Hamburgo, 58 anos, doutorada em Química Quântica pela Universidade de Berlim. É ela que põe e dispõe numa Europa sem rumo definido e debilitada por uma crise enorme. Todos esperam dela um sinal ou uma decisão. Portugal sempre procurou ser o seu bom aluno. Fosse com Sócrates, seja com Passos Coelho. Ela é a mais poderosa da economia portuguesa. ( ) Seria um enorme erro permitir à Grécia sair. É por isso que devemos ser claros com a Grécia e dizer: Se querem ser parte de uma moeda comum têm de fazer o vosso trabalho de casa, as ao mesmo tempo, sempre vos suportaremos Angela Merkel, Março de (págs. 1 e 40 a 43) 2

3 7. O que fazer no aumento de capital do BCP. Vem aí o aumento de capital do BCP. Accionistas e potenciais investidores têm que tomar a decisão sobre se valerá a pena subscrever as novas acções. Para ajudar a pesar os prós e os contras, o Investidor Privado fornecelhe um guia para esclarecer as dúvidas. (1.ª pág. e suplemento Investidor Privado, págs. I, IV e V) 8. QREN. PT, Bial e Douro Azul ocupam o pódio na captação de incentivos estatais em Os apoios financeiros aprovados pelo Compete às três empresas ultrapassam os 50 milhões de euros. ( ) O Estado aprovou a atribuição de 50,6 milhões de euros a estes três projectos, para um investimento elegível agregado de 168,6 milhões de euros. ( ) Este ano vamos investir perto de 400 milhões de euros tudo em I&D, portanto, naquilo que é core para o desenvolvimento da empresa António Portela, CEO da Bial. Os dois projectos de I&D da Bial, para desenvolver novos medicamentos, valeram um apoio de 16,7 milhões de euros. ( ) Vamos facturar 40 milhões de euros em 2014 Mário Ferreira, presidente da Douro Azul. A Douro Azul vai receber 16,6 milhões de euros de apoios estatais para construir mais três navios-hotel. ( ) O CEO da PT, Zeinal Bava, promete criar postos de trabalho no novo projecto na Beira Interior. O apoio do Estado ao novo data Center da PT, que está a ser construído na Covilhã, é de 17,3 milhões de euros. (págs. 14) 9. Aviação. TAP chega perto dos 7 milhões de passageiros até Agosto. Tráfego sobe 3,8%. Companhia tem o melhor Agosto da sua história. Efromovich confirma interesse na companhia. (pág. 16) 10. Construção. Ex-accionista do BPN negoceia com credores para salvar Irmãos Cavaco. Com um passivo de 64 milhões de euros, a construtora de António Cavaco está agora nas mãos de um gestor judicial. A empresa encontra-se numa situação económica difícil. 3

4 As expectativas são a da aprovação de um plano de recuperação Irmãos Cavaco. (pág. 17) 11. Calçado. Beppi vai abrir uma filial nos Estados Unidos até ao final do ano. Empresa de Canta Maria da Feira fecha negociações para investimento que precisa de um parceiro com uma forte capacidade financeira. Precisamos de uma estrutura que possibilite ter o produto para entrega imediata, o stock tem de estar lá Paulo Maia, administrador da Planitoi. (pág. 18) 12. BPI duplicou cotação desde mínimos de Maio. Bancos portugueses sobem 65,5%, em média, desde os valores mais baixos fixados este ano. Aumentos de capital e alívio nas taxas de juro exigidas na dívida pública portuguesa impulsionaram o sector financeiro nacional. BPI lidera com valorização de 22%. (pág. 19) 13. Aeroportos. Grupo de trabalho para Beja sugere um cluster aeronáutico. O relatório do grupo de trabalho para o aeroporto de Beja sugere à tutela que numa estratégia de médio/longo prazo, se desenvolva no Alentejo um cluster aeronáutico nacional. Segundo o documento, a que o Negócios teve acesso, para desenvolver esta competência específica, propomos a constituição de um Grupo de Missão, de modo a poder articular as várias valências. (pág. 27) 14. Contas nacionais. Quebra histórica na procura interna agrava recessão no 2.º trimestre. INE confirma que o PIB recuou 3,3%. As exportações estão a desacelerar. ( ) A quebra mais pronunciada da procura interna e a desaceleração das exportações agravaram a recessão no segundo trimestre, divulgou na sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística, que confirmou que o PIB recuou 3, 3% face a período homólogo. Os dados oficiais revelam que a procura interna recuou 7,6% em volume, na segunda quebra mais acentuada em pelo menos dez anos. Apenas a contracção registada no final de 2011 (de 9,5%) foi mais acentuada, revela a série que começa em ( ) As exportações crescem agora ao ritmo mais 4

5 baixo desde o final de O recuo do PIB também é o maior desde essa altura. ( ) PIB na Grécia cai 6,3% no segundo trimestre de (pág. 32) DIÁRIO ECONÓMICO 15. Orçamento de 2013 vai ter ainda mais austeridade. As medidas anunciadas por Passos Coelho na última sexta-feira valem 2,5 mil milhões de euros, mas são insuficientes para cobrir o desvio das contas públicas. Conheça as simulações da Ernst & Young para os salários em Empresas desvalorizam impacto no emprego e temem queda no consumo. PS ameaça chumbar Orçamento e CDS assume desconforto. ( ) Pedro Passos Coelho nada disse sobre como irá resolver a derrapagem do défice este ano que deverá chegar aos 5,3%. ( ) Reacções. ( ) Não é por aqui que o desemprego vai diminuir. Os portugueses vão ficar com menos dinheiro e por isso o consumo vai diminuir Jorge Armindo, presidente da Amorim Turismo. ( ) Retirar 7% dos salários aos trabalhadores por conta de outrem vai reduzir o consumo interno. Vamos ver o que dirá o Tribunal Constitucional sobre as decisões agora anunciadas Henrique Neto, empresário. ( ) A redução da TSU faz sentido em termos do sinal dado para mitigar a penalização fiscal a que as empresas estão sujeitas. Não me sinto confortável é que não se tenha feito ajustes na despesa pública Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa Portugal. ( ) Consumo das famílias já caiu 5,9% desde que a troika chegou. O Governo espera uma quebra de apenas 0,7% no consumo das famílias, depois de um recuo de 6,3% este ano. ( ) Queda do investimento agrava recessão. (manchete, págs. 6 a 17 e opinião) 16. Energia. Partex negoceia com Repsol entrada na exploração de gás no Algarve. A Repsol é actualmente o único accionista dos blocos 13 e 14, depois da saída dos alemães da RWE. A petrolífera já concluiu a fase de estudos sísmicos. ( ) ( ) As concessões e os consórcios 5

6 em território nacional. ( ) Portugal ainda sem estratégica definida para o gás de xisto. Estudos geológicos apontam para quatro regiões potenciais. O gás de xisto (shale gás) está a mudar o paradigma energético mundial e Portugal deve analisar o seu potencial de negócios nesta área. Quem o defende é o presidente da Partex, António Costa e Silva. (págs. 1 e 26) 17. PSD e CDS recuam na entrega de casa para pagar crédito à banca. Proposta final do PSD e CDS para o crédito à habitação já foi entregue. ( ) António Leitão Amaro, do PSD, referiu que este projecto final é mais focado na necessidade de criar mecanismos de reestruturação de créditos para ajudar as famílias a não perderem a sua casa e não tanto na questão da dação dos imóveis em pagamento. (págs. 1 e 48) 18. Crise do euro. Semana decisiva ameaça optimismo gerado por medidas do BCE. Eleições na Holanda e decisão do Tribunal Constitucional alemão podem travar onda de optimismo gerada pelo BCE. (págs. 1 e 18) 19. Laboratório Nacional de Energia (LNEG) ganha contrato de 30 milhões em Angola. Laboratório português vai fazer levantamento do potencial geológico do Sul de Angola. ( ) O consórcio liderado pelo LNEG ( ) envolve também a participação do Instituto Geológico Mineiro Espanhol e da Impulso, empresa espanhola de engenharia, arquitectura e consultoria. (pág. 28) 20. Barraqueiro quer plano urgente de privatizações dos transportes públicos. O presidente do maior grupo privado de transportes critica a política do Governo para o sector. (Grupo Barraqueiro está pessimista para ( ) Tem de se criar um novo sistema de financiamento Humberto Pedrosa, presidente do Grupo Barraqueiro. (págs. 30 e 31) 6

7 21. Grupo Tivoli inaugura primeiro resort residencial no Brasil. As primeiras casas começam a ser entregues este mês. Esta é a estreia do grupo português neste segmento. (pág. 32) 22. Metade do dinheiro aplicado em Certificados de Aforro são juros que o Estado tem de pagar. Juros devidos pelo Estado nos certificados atingem os 4,3 mil milhões e estão prestes a ultrapassar o montante investido pelos portugueses neste produto. (págs. 34 e 35) 23. Recuperação da dívida nacional faz BPI disparar 60% em Valorização das obrigações soberanas detidas pelo banco são uma das explicações para as subidas. Desde o início da crise financeira que as acções dos bancos têm estado sob fogo cerrado do mercado. Mas desde o início do ano é um banco que mais ganhos está a proporcionar aos investidores na bolsa nacional. As acções do BPI ganham 60% em 2012, disparando 25,25% apenas nas duas sessões. (pág. 37) PÚBLICO 24. PS quer separar as águas e abre a porta a voto contra o próximo Orçamento. Líder do PS anunciou ter chegado a hora de separar as águas de forma clara e, sem o dizer explicitamente, construiu um discurso que aponta para o chumbo do OE de Um pretexto para fugir às suas responsabilidades, acusa o PSD. (págs. 2 e 3) 25. Para o Governo, aumento dos descontos é um acto de gestão económica que escapa ao TC. Para o Governo, as medidas anunciadas por Passos Coelho na passada sexta-feira são um acto de gestão de política económica que, por isso, escapa ao crivo da análise do Tribunal Constitucional. Não é esse o entendimento de constitucionalistas: Jorge Bacelar Gouveia refere que o aumento das contribuições sociais viola o acórdão do TC de Julho passado, 7

8 que chumbou os cortes nos subsídios de férias e de Natal da função pública para A possibilidade de ser apresentado um novo recurso é, para já, considerada prematura por Alberto Costa, deputado socialista e primeiro subscritor do anterior pedido de fiscalização de inconstitucionalidade. (pág. 3) 26. Com este Governo, nem o fim da crise, nem do regabofe, avisa Jerónimo de Sousa. O ministro dos Negócios Estrangeiros recebeu o epíteto de caixeiro-viajante da venda do país ao estrangeiro. (pág. 4) 27. Justiça. Nome de Henriques Gaspar para procurador-geral agrada a Belém. Escolha do sucessor de Pinto Monteiro já entrou na recta final e parece haver um favorito, por ser o nome mais consensual entre os políticos directamente relacionados na escolha do procurador-geral. (págs. 6 e 7) 28. Habitação. PSD e CDS recuam na entrega da casa como pagamento integral da dívida. Novas propostas dos dois partidos também são mais restritivas em relação ao rendimento das famílias que podem recorrer ao regime especial de renegociações de empréstimos acordados com os bancos. (pág. 10) 29. Estado. Concursos para 800 dirigentes do Estado arrancam hoje. Presidência do Conselho de Ministros, DGAE e Agência para a Modernização Administrativa iniciam processo de nomeações. A dança de cadeiras na administração pública começa hoje, com o lançamento dos primeiros concursos que vão eleger um total de 800 dirigentes do Estado. (pág. 12) 30. Entrevista a Pedro Gonçalves, presidente do fundo Vallis, do qual quatro bancos são accionistas, diz que após a compra da Edifer, Monte Adriano e Hagen, o objectivo é ter 90% das receitas no exterior. Não podemos escamotear que teremos de reduzir pessoal. Pedro Gonçalves, ex-presidente da Soares da Costa, é o 8

9 rosto de um projecto que nasce da crise que se instalou na construção. O fundo Vallis, cuja gestão lidera e que tem como accionistas o BES, BCP, CGD e Banif, comprou três empresas este ano: Edifer, Monte Adriano e Hagen. A aquisição destas duas últimas construtoras, conhecida no inicio da semana passada, faz com que se torne no equivalente ao quarto grupo do sector a nível nacional, com um volume de negócios, a valores de 2011, de 600 e 700 milhões de euros. E está a analisar mais aquisições. (págs. 14 a 16) 31. Já existe um guia prático para sair do euro. Preparar a saída em segredo, anunciá-la a uma sexta-feira, introduzir a nova moeda ao mesmo valor que o euro e deixá-la desvalorizar fortemente. Já há um manual para um país sair da moeda única. E valeu 300 mil euros ao seu criador britânico. (págs. 18 e 19) 32. Comércio. Candidatura de Coimbra a Património da Humanidade já chegou às montras. Projecto de dinamização da Baixa da cidade pretende dar nova vida às vitrinas de estabelecimentos comerciais encerrados no centro histórico que recebe em breve a visita de uma comissão da UNESCO. (págs. 28 e 29) DIÁRIO DE NOTÍCIAS 33. Seguro rejeita Orçamento. Líder socialista recusa medidas de mais austeridade e aguarda por explicações sobre os cortes permanentes. Avisos. O líder do PS assumiu pela primeira vez que não irá pactuar com as políticas do Governo, recusando ser cúmplice das propostas anunciadas pelo primeiro-ministro que farão parte o Orçamento do Estado para A confirmação da ruptura obrigou o PSD uma conferência de imprensa para acusar Seguro de ser co-autor das opções dos Governos de Sócrates. O cerco a Passos Coelho aumentou. Já não é apenas criticado pela 9

10 esquerda. Também Bagão Félix, Marcelo e Jardim contestam mais austeridade. (págs. 2 a 5) 34. Descida da taxa social única das empresas não vai criar novos postos de trabalho. Efeito. Empresários dividem-se nas críticas à medida, mas avisam que não gera emprego e estão preocupados com quebra do consumo. (pág. 5) 35. Juízes acusam Governo de ignorar decisões do Tribunal Constitucional. Avisos. Associação sindical diz que novas medidas de austeridade anunciadas por Passos Coelho vão provocar conflito constitucional. (pág. 5) 36. E começa um ano lectivo de muitas mudanças na escola e nos orçamentos das famílias. Educação. Bancos de livros, menos material obrigatório exigidos pelas escolas: a crise pode ter aspectos positivos. Mas o corte nos passes de estudante e nos rendimentos faz tremer as famílias num ano em que os exames voltam em força e muito mais muda. (págs. 6 a 9) 37. Crises no Norte de África e na Grécia ajudam Algarve. Balanço. Primavera Árabe e a desvalorização do euro face à libra contribuíram para desviar muitos turistas ingleses para esta região durante o Verão. Mas o volume de negócios caiu 5%. A instabilidade em países do Norte de África, nomeadamente no Egipto e na Tunísia, e a crise económica e social na Grécia, contribuíram para muitos ingleses terem trocado esses destinos turísticos pelo Algarve, que beneficiou ainda da desvalorização do euro face à libra e ao dólar em 10%e 15%. Respectivamente. Foi esta a ideia expressa pelo presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, num primeiro balanço do Verão. (DN bolsa, pág. 31) 10

11 38. Taxa de esforço limita valor da prestação. Crédito. Bancos obrigados a apresentar plano de pagamento da prestação da casa com mensalidade mais baixa. (DN bolsa, pág. 32) 39. Inflação sobe e produção industrial desce na China. Preços. A inflação na China subiu 2% em Agosto face ao mês homólogo do ano passado, na sequência do aumento de 3,4% nos preços dos bens alimentares, revelam dados oficiais ontem divulgados. O índice de preços no consumidor, já tinha aumentado 1,8% em Julho face ao mês homólogo do ano passado. (DN bolsa, pág. 33) i 40. Bancos não vão ser obrigados a aceitar casas para pagar dívidas. PSD e CDS obrigam bancos a garantir que os encargos mensais com o crédito baixem até ao máximo de uma taxa de esforço de 50%. (pág. 4) 41. Zona euro. FMI colabora com o BCE na compra de dívidas. Christine Lagarde fala num papel de supervisor e consultor do FMI no programa de compra de fundos. (pág. 11) 42. EUA. Dados económicos vão dominar a semana. Reserva Federal americana divulga previsões quinta-feira e deve manter taxas de juro entre 0 e 0,25%. (pág. 11) 43. Agora é que Passos vai sozinho. PS vota contra o orçamento para Seguro diz que é tempo de separar as águas de um modo ainda mais claro. PSD acusa socialistas de deriva radical. (págs. 18 e 19) 44. Estudo do governo avisa que baixa da TSU pode engordar lucros das empresas. O relatório de Julho de 2011 previa mecanismos que 11

12 assegurassem a eliminação indevida de rendas económicas em sectores com pouca concorrência. (pág. 19) 45. Apertem os cintos, vem aí mis austeridade. Vítor Gaspar vai ao parlamento quarta-feira para debater a quinta avaliação do Memorando da troika. Anúncio deverá ser feito antes. (págs. 20 e 21) 46. Emprego. Trabalhadores podem ser escolhidos como uma equipa de futebol. Estudo mostra que personalidades dos trabalhadores podem ser divididas em categorias e devem ser tidas em conta. (págs. 24 e 25) 47. Marcas brancas abrem guerra entre produtores e distribuidores. Governo prepara alterações legislativas na área da concorrência numa altura em que as marcas brancas ganham terreno. Produtores esperam que novas regras tragam mais equilíbrio nas relações comerciais com os grandes retalhistas. (págs. 26 e 27) 12

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Queda nos lucros da banca retira 80 milhões ao Fisco. Resultados dos quatro maiores bancos privados caíram mais de 40% no primeiro

Leia mais

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Diário de noticias, por Hugo Filipe Coelho 17-10-11 Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Dinheiro público. PSD e CDS

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 PÚBLICO (domingo, 19) 1. Bastaram 20 minutos de chuva intensa para criar o caos em Lisboa (pág. 1 e 25) 2. Contestação ao Governo. Manifestação

Leia mais

O PROBLEMA DO ENDIVIDAMENTO DE PORTUGAL PERANTE O EXTERIOR E O AUXÍLIO EXTERNO NECESSÁRIO. J. Silva Lopes

O PROBLEMA DO ENDIVIDAMENTO DE PORTUGAL PERANTE O EXTERIOR E O AUXÍLIO EXTERNO NECESSÁRIO. J. Silva Lopes O PROBLEMA DO ENDIVIDAMENTO DE PORTUGAL PERANTE O EXTERIOR E O AUXÍLIO EXTERNO NECESSÁRIO J. Silva Lopes IDEFF, 31 de Janeiro de 2011 1 O ENDIVIDAMENTO PERANTE O EXTERIOR Posições financeiras perante o

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 22

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 22 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 22 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Novos reformados do Estado recebem em média 1.428 euros por mês. Este ano já se reformaram 16.200 funcionários públicos. As pensões médias estão

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que:

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Declaração ao país António José Seguro 19 de Julho de 2013 Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Não houvesse mais cortes nas reformas e nas pensões Não houvesse mais despedimentos na função

Leia mais

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14)

4. Síria. Repressão aumenta e EUA agravam sanções (págs. 1 e 14) RESUMO DE IMPRENSA Domingo, 01 de Maio de 2011 PÚBLICO (DOMINGO, 01) 1. Uma multidão em nome de João Paulo II. A beatificação de um papa obscurantista, ou do obreiro de um renascimento católico? (manchete,

Leia mais

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O

tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O tem Soares dos Santos mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos - P3O Soares dos Santos tem mais dinheiro na bolsa que China e Angola juntos A subida das acções da Jerónimo Martins levou a família

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Crise custa 860 milhões aos bancos portugueses (págs. 1, 4 a 6) Quase mil milhões. É este o custo da crise internacional para os

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, dia 9 de Maio de 2008 1. Sonangol avalia entrada na Portucel (pág. 1, 14 e 15) O braço financeiro de Luanda quer ajuda da papeleira de Queiroz Pereira para

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

01 _ Enquadramento macroeconómico

01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico O agravamento da crise do crédito hipotecário subprime transformou-se numa crise generalizada de confiança com repercursões nos mercados

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16%

2 1,2 1,3 2,5 2 3,2 3 0,5-4,2 1,8 1,3% 1,9 0,9 0,8 2,2 1,7 3,1 2,9 0,4-4,1 1,8 1,16% A SITUAÇÃO ACTUAL É MAIS GRAVE DO QUE EM 1977/78 E EM 1983/84 POR PORTUGAL PERTENCER À ZONA EURO E NESTA DOMINAR UMA POLITICA NEOLIBERAL DE SUBMISSÃO AOS MERCADOS. Um erro grave é confundir a situação

Leia mais

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

RESUMO IMPRENSA. Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 RESUMO IMPRENSA Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Gabinete de Sócrates acusado de ameaçar gestor do PSD. Houve abordagens do gabinete de Sócrates para que Alexandre Relvas medisse

Leia mais

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Dezembro de 2013 Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Relatório Gestão Sumário Executivo 2 Síntese Financeira O Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA apresenta em 31 de Dezembro de 2013, o valor de 402

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Constâncio tem saída para salvar BPP (págs. 1, 6 a 11) Banco de Portugal indica administradores para o banco de João Rendeiro

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Agosto de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: PIB e Juros... Pág.3 Europa: Recuperação e Grécia... Pág.4

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, dia 30 de Janeiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Exportações para Angola atingem valores recorde (págs.1, 12 e 13) As empresas portuguesas já vendem quase tanto para aquele

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Não espero mais surpresas no BCP (págs. 1, 4 a 9) A nova administração pede 1,3 mil milhões de euros aos accionistas e cancela

Leia mais

1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25/06/2014, Discurso de António José Seguro: Direto 1

1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25/06/2014, Discurso de António José Seguro: Direto 1 Tv's_25_Junho_2014 Revista de Imprensa 26-06-2014 1. (PT) - TVI 24 - Política Mesmo, 25062014, Discurso de António José Seguro: Direto 1 2. (PT) - RTP Informação - Grande Jornal, 25062014, Consultas no

Leia mais

Situação Económico-Financeira Balanço e Contas

Situação Económico-Financeira Balanço e Contas II Situação Económico-Financeira Balanço e Contas Esta parte do Relatório respeita à situação económico-financeira da Instituição, através da publicação dos respectivos Balanço e Contas e do Relatório

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Terça-feira, 25 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Terça-feira, 25 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fusões disparam entre fundos de investimento (págs. 1, 18 e 19). BBVA e BES são os bancos que mais fundos juntaram. 2. Eleições

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 16 de Julho de 2009 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 16 de Julho de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Portugal vai ter em 2010 mais um ano de recessão (pág. 4) No próximo ano, a contracção será menor, mas a economia está longe de

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Sábado e domingo, dias 18 e 19 de Abril de 2009 PÚBLICO (SÁBADO, 18) 1. Crise. Cavaco alerta Governo para perigos da ocultação da realidade. Cavaco duro como nunca para Governo e empresários.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 12 e 13 de Julho de 2008 DIÁRIO DE NOTÍCIAS (domingo, 13) 1. Código do Trabalho. Empresas vão poder impor período de férias a trabalhadores (pág. 1 e 40) Patrões livres

Leia mais

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29)

1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 14 de Junho de 2010 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco cobra mais IMI do que devia a senhorios. IMI depende da subida das rendas (manchete, págs. 28 e 29) 2. Certificados do

Leia mais

07/01/2009 OJE Economia contrai 0,8% este ano e terá entrado em recessão em 2008 A crise financeira e a recessão mundial vão provocar este ano uma contracção de 0,8% na economia nacional, penalizada pela

Leia mais

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 9 SETEMBRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES O Novo Regime Jurídico do Sector Empresarial Local O novo regime jurídico do sector empresarial

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Governo reforça poderes do Banco de Portugal (págs. 1, 4 a 10) O Ministério das Finanças e o PS estão a alterar as leis para

Leia mais

Governo quer mais. taxas ambientais, mas receitas caem

Governo quer mais. taxas ambientais, mas receitas caem Governo quer mais taxas ambientais, mas receitas caem Proposta do OE 2014 prevê menos receita de impostos sobre os combustíveis e os automóveis Pl2/13 FISCALIDADE Governo quer mais taxas ambientais, mas

Leia mais

Choques Desequilibram a Economia Global

Choques Desequilibram a Economia Global Choques Desequilibram a Economia Global Uma série de choques reduziu o ritmo da recuperação econômica global em 2011. As economias emergentes como um todo se saíram bem melhor do que as economias avançadas,

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Terça-feira, 28 de Outubro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Euribor deve cair para 3,5% em Janeiro (págs. 1, 4 a 10) Mercados apostam que a taxa de referência dos empréstimos da casa vai

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS I. INTRODUÇÃO O Governo apresentou ao Conselho Económico e Social o Projecto de Grandes Opções do Plano 2008 (GOP 2008) para que este Órgão, de acordo com

Leia mais

Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA

Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA O turismo de Portugal não precisa de uma cidade aeroportuária nem de um mega aeroporto; O desenvolvimento do turismo de Portugal, num quadro de coesão territorial

Leia mais

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA RESUMO DESTE ESTUDO Os principais jornais diários portugueses divulgaram

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Julho de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Julho de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Julho de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: Inflação e Salários...Pág.3 Europa: Grexit foi Evitado,

Leia mais

Quadro 1 Dimensão do controlo da EDP e da GALP por capital estrangeiro

Quadro 1 Dimensão do controlo da EDP e da GALP por capital estrangeiro RESUMO DESTE ESTUDO O sector da energia é estratégico em qualquer país, em termos de desenvolvimento e de independência nacional. Os governos, desde que tenham um mínimo de dignidade nacional e se preocupem

Leia mais

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses

Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses Aumento do Custo de Vida Degradação das condições económicas e sociais para a generalidade dos portugueses O ano de 2011 é marcado por um acentuado aumento do custo de vida, concretizado pela subida da

Leia mais

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Terça-feira, 1 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO Resumo de Imprensa Terça-feira, 1 de Abril de 2008 1. Prestação da casa atinge máximos (págs. 1, 24 e 25) A prestação mensal do crédito à habitação voltou a subir: Em Março, a Euribor

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 23 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO Resumo de Imprensa Quarta-feira, 23 de Abril de 2008 1. BCE ameaça subir juros para controlar preços (págs. 1 e 16) Com a subida dos preços, há uma viragem nas expectativas: em vez de

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Fisco intima advogados e consultores a revelarem planeamento fiscal. Até Novembro, só 20 empresas comunicaram esquemas adoptados

Leia mais

UM ANO DEPOIS: PRESTAR CONTAS

UM ANO DEPOIS: PRESTAR CONTAS UM ANO DEPOIS: PRESTAR CONTAS Há um ano, o XIX Governo constitucional iniciou funções com o País submetido a um Programa de Ajustamento Financeiro e Económico (PAEF) tornado inevitável perante a iminência

Leia mais

Seminário. Orçamento do Estado 2016. 3 de Dezembro de 2015. Auditório da AESE. Discurso de abertura

Seminário. Orçamento do Estado 2016. 3 de Dezembro de 2015. Auditório da AESE. Discurso de abertura Seminário Orçamento do Estado 2016 3 de Dezembro de 2015 Auditório da AESE Discurso de abertura 1. Gostaria de dar as boas vindas a todos os presentes e de agradecer à AESE, na pessoa do seu Presidente,

Leia mais

Reestruturar o Sector Empresarial do Estado

Reestruturar o Sector Empresarial do Estado PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 458/XI/2.ª Reestruturar o Sector Empresarial do Estado A descrição de carácter económico-financeiro apresentada na próxima secção não deixa dúvidas sobre a absoluta necessidade

Leia mais

IMPRENSA Resumo Diário 6 AGO 2015

IMPRENSA Resumo Diário 6 AGO 2015 1. Governo aumenta apoios às PME para investirem em novos equipamentos. Revisão em alta dos apoios comunitários subiu mais no Norte, mas sem perda de exigência, diz o Executivo. O Governo decidiu aumentar

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Tópicos Economia Americana: Confiança em baixa Pág.3 EUA X Japão Pág. 4 Mercados Emergentes: China segue apertando as condições monetárias Pág.5 Economia Brasileira:

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, dia 29 de Abril de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Moody s em Lisboa para avaliar o risco da economia portuguesa. Fernando Ulrich diz que Portugal tem argumentos para evitar uma

Leia mais

ECONOMIA. Esquema financeiro provoca buraco de 3 mil milhões em empresas públicas. Gostava muito que as gentes não se resignassem

ECONOMIA. Esquema financeiro provoca buraco de 3 mil milhões em empresas públicas. Gostava muito que as gentes não se resignassem JOÃO DUQUE Fundos de arrendamento podem ajudar as famílias E14 LUÍS MARQUES Estamos a caminho de um caos, de um caos político E12 JOÃO VIEIRA PEREIRA Constituição: mais que mudar é preciso incluir limites

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Bancos voltam a dar mais crédito às empresas (manchete, pág. 17). Malparado em alta nos empréstimos a famílias e sociedades.

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 1 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Privatização do BPN estará pronta até final de 2010. Francisco Bandeira, presidente do banco, disse ao Diário Económico esperar

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Escolher os melhores depósitos vai ser mais fácil (págs. 1, 20 e 21). Saiba o que muda com as novas regras do Banco de Portugal.

Leia mais

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda.

Relatório de Gestão & Contas - Ano 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO. Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. RELATÓRIO DE GESTÃO Resende e Fernandes, Construção Civil, Lda. 2012 ÍNDICE DESTAQUES... 3 MENSAGEM DO GERENTE... 4 ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO... 5 Economia internacional... 5 Economia Nacional... 5

Leia mais

Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida

Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida Famílias falidas esquecem-se do perdão do resto da dívida ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS Tem meio ano para pedir insolvência Nem sempre é fácil perceber quando se entra em insolvência. Raul Gonzalez dá um

Leia mais

NOS@EUROPE. Anexo I. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Gestoras Escola Secundária com 3º CEB do Fundão

NOS@EUROPE. Anexo I. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Gestoras Escola Secundária com 3º CEB do Fundão Anexo I NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Gestoras Escola Secundária com 3º CEB do Fundão Ana Maria Ribeiro da Cruz Diana Patrícia Henriques Fernandes Joana Catarina

Leia mais

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL Ineficiência energética agrava a crise económica e social em Portugal Pág. 1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL RESUMO DESTE ESTUDO A baixa eficiência como é utilizada

Leia mais

TRANSFORMANDO OPORTUNIDADES EM RESULTADOS:

TRANSFORMANDO OPORTUNIDADES EM RESULTADOS: TRANSFORMANDO OPORTUNIDADES EM RESULTADOS: O Médio Vale do Itajaí é uma das regiões mais desenvolvidas de SC. Um fator primordial para esse potencial econômico é a sua tradição industrial, que faz com

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Banca está a subir spreads a quem renegoceia crédito à habitação. Quer prorrogar o prazo do contrato? Pode custar-lhe mais.

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, dia 2 de Abril

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, dia 2 de Abril DIÁRIO ECONÓMICO RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, dia 2 de Abril 1. Governo obriga senhorios a vender casas degradadas. A proposta preliminar do regime jurídico da reabilitação urbana vai hoje a Conselho

Leia mais

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates 11.02.2009 1. A execução da Iniciativa para o Investimento e o Emprego A resposta do Governo à crise económica segue uma linha de

Leia mais

1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1

1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1 Tema de Pesquisa: Internacional 07 de Dezembro de 2012 Revista de Imprensa 07-12-2012 1. (PT) - Diário Económico, 07/12/2012, Portuguesa Gesto Energy ganha planeamento energético de Angola 1 2. (PT) -

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Indústria automóvel ganha novos apoios financeiros (págs. 1, 4 a 7) José Sócrates e Manuel Pinho avançam hoje com um plano para

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

RESUMO DE IMPRENSA. Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009 RESUMO DE IMPRENSA Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Especial rumo às eleições. Promessas fiscais do PSD são mais generosas para as empresas. Mudanças nos impostos propostas pelos

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management

Relatório Econômico Mensal Março de 2015. Turim Family Office & Investment Management Relatório Econômico Mensal Março de 2015 Turim Family Office & Investment Management ESTADOS UNIDOS TÓPICOS ECONOMIA GLOBAL Economia Global: EUA: Fed e Curva de Juros...Pág.3 Europa: Melhora dos Indicadores...Pág.4

Leia mais

Glossário da crise financeira

Glossário da crise financeira Glossário da crise financeira Focus A crise financeira que teve início em 2008 com a falência do banco de investimento norte-americano Lehman Brothers alastrou-se a todo o mundo e transformou-se na pior

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012

RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 NATURTEJO EMPRESA DE TURISMO - EIM MARÇO, CASTELO BRANCO 2013 Nos termos legais e estatutários, vimos submeter a apreciação da assembleia Geral o Relatório de Gestão, as contas,

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

Assembleia Nacional. Lei 17/92

Assembleia Nacional. Lei 17/92 REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Assembleia Nacional Lei 17/92 A Assembleia Nacional, no uso das faculdades que lhe são conferidas pela alínea g) do artigo 86.º da Constituição Política, para

Leia mais

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES Resultado da cimeira "particularmente positivo para Portugal" A cimeira europeia de quinta-feira

Leia mais

1. 14,8 2009 18,7 2010 26,6 2011. E,

1. 14,8 2009 18,7 2010 26,6 2011. E, RESUMO DE IMPRENSA Sexta-feira, 06 de Abril de 2012 PÚBLICO 1. Reformas antecipadas suspensas enquanto durar a ajuda da troika. Os pensionistas voluntários passaram de 14,8 mil em 2009 para 18,7 mil em

Leia mais

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 Radios_2_Setembro_2015 Revista de Imprensa 1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 1 2. António Costa acusa o Governo de não ter sabido

Leia mais

China e África: Será que a lua-de-mel vai continuar?

China e África: Será que a lua-de-mel vai continuar? China e África: Será que a lua-de-mel vai continuar? Wenjie Chen e Roger Nord 21 de dezembro de 2015 A promessa recente de apoio financeiro no valor de USD 60 mil milhões ao longo dos próximos três anos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º./XII/1.ª

PROJETO DE LEI N.º./XII/1.ª Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º./XII/1.ª INTRODUZ UM MECANISMO DE SALVAGUARDA DA EQUIDADE FISCAL PARA TODOS OS CONTRIBUINTES E ELIMINA AS ISENÇÕES DE TRIBUTAÇÃO SOBRE MAIS-VALIAS OBTIDAS POR SGPS

Leia mais

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016

Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 COMUNICADO No: 58 Empresas aéreas continuam a melhorar a rentabilidade Margem de lucro líquida de 5,1% para 2016 10 de dezembro de 2015 (Genebra) - A International Air Transport Association (IATA) anunciou

Leia mais

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª Revoga os benefícios fiscais concedidos a PPR s planos de poupança reforma - e ao regime público de capitalização Procede a

Leia mais

O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses

O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt O pacote de austeridade que Paulo Portas e Maria Luísa Albuquerque esconderam aos portugueses A conferência de imprensa realizada por Paulo Portas e pela

Leia mais

Promover emprego e trabalho com qualidade: dinamizar a contratação colectiva, valorizar e proteger

Promover emprego e trabalho com qualidade: dinamizar a contratação colectiva, valorizar e proteger Promover emprego e trabalho com qualidade: dinamizar a contratação colectiva, valorizar e proteger SEM MAIS EMPREGO NÃO É POSSÍVEL A RECUPERAÇÃO ECONÓMICA DO PAÍS Slides utilizados na intervenção que fiz

Leia mais

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 Radios_8_Abril_2015 Revista de Imprensa 1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 2. Sindicatos da PSP enviam proposta conjunta ao ministério, TSF - Notícias, 07-04-2015

Leia mais

O Financiamento Bancário no Contexto Atual

O Financiamento Bancário no Contexto Atual Seminário: Modelos de Financiamento de Operações Urbanísticas: desafios e oportunidades O Financiamento Bancário no Contexto Atual José Herculano Gonçalves IST Lisboa, 28 Janeiro 2014 Direção de Financiamento

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Funcionários públicos antecipam reforma usando a mobilidade. Redução de trabalhadores à espera de decisão do ministro (págs.

Leia mais

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 OJE 3 de Dezembro 2008 (1/5) A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 O take-up de ESCRITÓRIOS vai regredir em 2009 para o nível dos anos de 2004 e 2005, embora o preço das

Leia mais

Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas: ABERTURA DE CONCURSOS

Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas: ABERTURA DE CONCURSOS Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas: ABERTURA DE CONCURSOS O SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Microempresas é a principal bandeira do Programa VALORIZAR. Com esta medida as

Leia mais

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015

www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 54 CAPA www.economiaemercado.sapo.ao Agosto 2015 CAPA 55 ENTREVISTA COM PAULO VARELA, PRESDIDENTE DA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA PORTUGAL ANGOLA O ANGOLA DEVE APOSTAR NO CAPITAL HUMANO PARA DIVERSIFICAR

Leia mais

DECLARAÇÃO INICIAL DO GOVERNADOR DO BANCO DE PORTUGAL NA APRESENTAÇÃO DO BOLETIM ECONÓMICO DA PRIMAVERA (2009)

DECLARAÇÃO INICIAL DO GOVERNADOR DO BANCO DE PORTUGAL NA APRESENTAÇÃO DO BOLETIM ECONÓMICO DA PRIMAVERA (2009) Conferência de Imprensa em 14 de Abril de 2009 DECLARAÇÃO INICIAL DO GOVERNADOR DO BANCO DE PORTUGAL NA APRESENTAÇÃO DO BOLETIM ECONÓMICO DA PRIMAVERA (2009) No contexto da maior crise económica mundial

Leia mais

Boletim digital do FMI: Quais são os objectivos principais do pacote de políticas acordado com Portugal?

Boletim digital do FMI: Quais são os objectivos principais do pacote de políticas acordado com Portugal? Boletim do FMI ENTREVISTA SOBRE PORTUGAL FMI delineia plano conjunto de apoio com UE para Portugal Boletim digital do FMI 6 de Maio de 2011 Café no Bairro Alto, em Lisboa. A criação de novos empregos,

Leia mais

Os fundos de pensão precisam de mais...fundos

Os fundos de pensão precisam de mais...fundos Página 1 de 3 Aposentadoria 20/08/2012 05:55 Os fundos de pensão precisam de mais...fundos Os planos de previdência de empresas e bancos não têm conseguido cumprir suas metas, incompatíveis com um cenário

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012

INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 INFORME MINERAL DNPM JULHO DE 2012 A mineração nacional sentiu de forma mais contundente no primeiro semestre de 2012 os efeitos danosos da crise mundial. Diminuição do consumo chinês, estagnação do consumo

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 I. BALANÇA DE PAGAMENTOS A estatística da Balança de Pagamentos regista as transacções económicas ocorridas, durante

Leia mais

PME INVESTE V - 750 milhões de euros - ENCERRADA. PME IINVESTE II / QREN - 1.010 milhões de euros ABERTA

PME INVESTE V - 750 milhões de euros - ENCERRADA. PME IINVESTE II / QREN - 1.010 milhões de euros ABERTA PME INVESTE As Linhas de Crédito PME INVESTE têm como objectivo facilitar o acesso das PME ao crédito bancário, nomeadamente através da bonificação de taxas de juro e da redução do risco das operações

Leia mais

1. (PT) - Diário de Notícias, 14/08/2013, Células estaminais travam doença 1

1. (PT) - Diário de Notícias, 14/08/2013, Células estaminais travam doença 1 14-08-2013 Revista de Imprensa 14-08-2013 1. (PT) - Diário de Notícias, 14/08/2013, Células estaminais travam doença 1 2. (PT) - Diário de Notícias, 14/08/2013, Identificar Alzheimer antes dos sintomas

Leia mais

Conjuntura da Construção n.º 77 O SETOR CONTINUA EM CRISE MAS EMPRESÁRIOS ACREDITAM NA RECUPERAÇÃO

Conjuntura da Construção n.º 77 O SETOR CONTINUA EM CRISE MAS EMPRESÁRIOS ACREDITAM NA RECUPERAÇÃO FEPICOP - FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E OBRAS PÚBLICAS Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais

Leia mais

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional Carta ao Cotista Abril 2015 Ambiente Macroeconômico Internacional O fraco resultado dos indicadores econômicos chineses mostrou que a segunda maior economia mundial continua em desaceleração. Os dados

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Resumo de Imprensa. Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 Resumo de Imprensa Quinta-feira, 19 de Junho de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Setenta respostas sobre as mudanças na função pública. Últimas medidas arrancam em Janeiro (págs. 1, 14 a 21) Aumentos, reformas,

Leia mais

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 AS DIVIDAS DAS EMPRESAS À SEGURANÇA SOCIAL DISPARAM COM O GOVERNO DE SÓCRATES: - só em 2006 a Segurança Social perdeu

Leia mais