TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº /00 ACÓRDÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.043/00 ACÓRDÃO"

Transcrição

1 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº /00 ACÓRDÃO Veleiro NIGHT JAR. Encalhe em banco de areia, resultando em naufrágio com perda total da embarcação, sem vítimas. Tráfego da embarcação em região de bancos, com profundidades incompatíveis com o calado, em razão da falta da Tábua de Marés da área. Negligência e imprudência. Condenação do comandante. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. Consta dos autos que no dia 18/06/2000, cerca das 11:00h, o veleiro NIGHT JAR, de bandeira sul-africana, de propriedade de Charlie Christopher John Berry, sob o comando de Francis Edward John Doble, com três adultos e uma criança a bordo, encalhou em um banco de areia, na baía dos Lençóis, MA, na posição de LAT. 01º19,72S e LONG. 044º50,88W, sofrendo avaria no casco e ruptura do mastro, sendo os ocupantes resgatados pelo Navio Patrulha GUANABARA. O veleiro foi dado como perdido. No inquérito instaurado pela Capitania dos Portos do Maranhão foram ouvidas três testemunhas. Francis Edward James Doble, comandante do veleiro NIGHT JAR, declarou que, em 1997, já havia feito o mesmo percurso, ocasião em que registrou no livro de navegação do barco as coordenadas de entrada do canal, tendo seguido a mesma rota feita anteriormente. Acrescentou que o banco mudou de posição, tendo o barco encalhado, sendo que, quando a maré começou a encher, as ondas começaram a bater forte pelo través, provocando o emborcamento da embarcação. Declarou, ainda, que tinha a bordo uma carta inglesa similar à carta brasileira nº 400, mas não possuía tábua de maré e não conhecia a variação da maré na área.

2 Declarou, também, que sua intenção era fazer turismo e suprir a embarcação com água potável. Declarou, ainda, que a embarcação era dotada de dois aparelhos GPS, todas as cartas de navegação necessárias, um sextante, duas agulhas magnéticas, uma agulha giroscópica acoplada ao piloto automático, um ecobatímetro e um indicador de rotação. Burger Calvin Gareth e Clinton Clive Steenekamp, ambos ocupantes do veleiro, prestaram depoimentos uniformes com o do comandante. Consta dos autos que o veleiro, por ocasião do acidente, calava 1,65m. Laudo de exame pericial indireto, ilustrado com croqui, cópia de trecho de carta náutica DHN-400 e fotografias, atesta que, por ocasião da perícia, no dia 20/06/2000, não foi detectado qualquer sinal da embarcação. Aponta como causa determinante do acidente o total desconhecimento, por parte do comandante, da variação da maré no local. Juntados aos autos os documentos de praxe. O encarregado do inquérito, em seu relatório, apontou como possível responsável direto pelo acidente Francis Edward John Doble, comandante do veleiro, pois não estava bem navegado, não portava as cartas náuticas brasileiras do local, e desconhecia a tábua de marés. A Douta Procuradoria representou contra Francis Edward John Doble, comandante do veleiro NIGHT JAR, com fulcro no art. 14, alínea a (encalhe e posterior naufrágio), da Lei nº 2.180/54, fundamentando de acordo com as conclusões do inquérito. Citado por Edital, o Representado, que apresentava antecedentes no Tribunal Marítimo, permaneceu revel, sendo-lhe designado Defensor Público da União. A defesa de Francis Edward John Doble alega que o acusado possuía carta inglesa a bordo, similar à carta brasileira nº 400, e, segundo acordos internacionais 2

3 específicos, o Departamento de Hidrografia do Reino Unido pôde editar carta náutica da costa brasileira, a partir de informações prestadas pela Diretoria de Hidrografia e Navegação. Alega, ainda, que as infrações contidas na carta náutica brasileira nº 400 estavam desatualizadas, pois existe, conforme observado pelo Representado, um canal com produndidade de 3m na baixa-mar, cortando o barco, no sentido norte-sul, com largura próxima de 50 a 80 metros e distante da praia cerca de 10 a 20 metros. Alega, finalmente, que o acidente deve ser equiparado aos de fortuna do mar, pois, no local, a maré produz uma correntada forte e violenta, não deixando quaisquer vestígios do barco naufragado. Na fase de instrução, nenhuma prova foi produzida. Em alegações finais, manifestaram-se a Douta Procuradoria e a Douta Defensoria Pública da União. Analisando-se os autos, verifica-se que, na manhã de 18/06/2000, Francis Edward John Doble tentou entrar com o veleiro NIGHT JAR, que calava 1,65m, na Baía dos Lençois, MA, sem dispor da tábua de marés da área, desconhecendo a real variação de profundidade no local, levando sua embarcação para área de bancos de areia, com profundidades incompatíveis com seu calado, provocando o encalhe da mesma, que resultou no naufrágio com perda total, tendo os quatro tripulantes sido resgatados pelo Navio Patrulha GUANABARA. O Representado tenta debitar o sinistro à indicação errada contida na carta náutica inglesa similar à carta náutica DHN-400, quando, na verdade, não observou a situação da maré no momento em que decidiu adentrar a Baía dos Lençóis, baseando-se somente em anotações feitas em 1997, ocasião em que navegou na mesma área, sem 3

4 qualquer anormalidade, justamente por ter, ao acaso, encontrado maré com altura que possibilitava profundidade segura para o tráfego do veleiro. Conclui-se que procedem os termos da Representação da Douta Procuradoria, já que o acidente da navegação caracterizado pelo encalhe do veleiro NIGHT JAR em banco de areia, na Baía dos Lençóis, MA, resultando em naufrágio, com perda total da embarcação, sem vítimas, teve como causa determinante o tráfego da embarcação em região de bancos, com profundidades incompatíveis com o calado, em razão da falta da tábua de marés da área, ficando configurada a negligência do comandante, Francis Edward John Doble, que faltou com o dever de cuidado exigível de sua pessoa no tocante à segurança da navegação que realizava, por não ter dotado o veleiro com todas as publicações necessárias, assim como sua imprudência, ao tentar entrar na Baía dos Lençóis, baseado, unicamente, em anotações feitas três anos antes, razões pelas quais deve ser responsabilizado pelo evento em apreciação. Assim, A C O R D A M os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente: encalhe em banco de areia, resultando em naufrágio com perda total da embarcação, sem vítimas; b) quanto à causa determinante: tráfego da embarcação em região de bancos, com profundidades incompatíveis com o calado, em razão da falta da tábua de marés da área; c) decisão: julgar o acidente da navegação, capitulado no art. 14, letra a, da Lei nº 2.180/54, como decorrente de imprudência e negligência, condenando Francis Edward John Doble à pena de multa de R$ 1.000,00 (mil reais), de acordo com o art. 121, inciso III, c/c o art. 127, inciso II, 2º, ambos da Lei nº 2.180/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94. Custas na forma da Lei. Honorários de Defensor Público da União no mínimo legal. P. C. R. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de junho de

5 LUIZ CARLOS DE ARAÚJO SALVIANO Juiz-Relator WALDEMAR NICOLAU CANELLAS JÚNIOR Almirante-de-Esquadra (RRm) Juiz-Presidente 5

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.230/01 ACÓRDÃO Comboio integrado R/M ARENA III / Balsas NAVEZON 53, NAVEZON 25 e NBI X Canoa motorizada sem nome. Abalroação resultando em naufrágio da canoa, com posterior

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.116/99 ACÓRDÃO Moto-aquática não identificada X flutuante tipo BANANA BOAT, rebocado pela moto-aquática SPX-I. Abalroação resultando em lesões corporais de natureza grave

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.281/01 ACÓRDÃO B/P BRUCUTU. Naufrágio com perda total e vítimas fatais. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. Trata-se de analisar o naufrágio

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.884/98 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.884/98 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.884/98 ACÓRDÃO Moto-aquática VIPER. Colisão com altos fundos de corais, resultando em lesões corporais nos dois ocupantes, adolescentes inabilitados, e em avarias na embarcação.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.093/2000 ACÓRDÃO Comboio Integrado pelas Chatas TQ-61 / TQ-38 com o empurrador TQ-25 e o batelão areeiro ER-II. Abalroação provocando avarias e o naufrágio parcial do batelão,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.113/02 ACÓRDÃO Jangada "CARINA". Emborcamento quando navegava a 05 milhas da praia de Ponta Negra, Natal, RN. Sem vítimas. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 18.880/00 ACÓRDÃO B/M LUANA. Naufrágio de embarcação provocando vítimas fatais e desaparecimento de passageiros. Causa, manobra brusca de embarcação ocasionando o deslocamento

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.726/05 ACÓRDÃO Catamarã JUMBO CAT II. Colisão de catamarã com pedras, seguida de encalhe, provocando avarias na embarcação, sem ocorrência de vítimas. Avaria sofrida no

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 19.663/01 ACÓRDÃO Aerobarco FLECHA DE IPANEMA e Chata DIALCAR II. Abalroação entre aerobarco e comboio formado por rebocador e chata, provocando avarias na proa do aerobarco,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 20.561/03 ACÓRDÃO B/M VOVÔ ORLANDO CIDADE. Queda de tripulante na água, estando a embarcação atracada, da prancha de embarque/desembarque, colocada conforme os usos e costumes,

Leia mais

Número de inscrição: 443-004663-8; e Proprietário/armador: Alcione Catarina Bacheschi Sponton. Documentação de praxe anexada.

Número de inscrição: 443-004663-8; e Proprietário/armador: Alcione Catarina Bacheschi Sponton. Documentação de praxe anexada. TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.383/05 ACÓRDÃO B/P GLORIA I. Naufrágio de barco de pesca que fica sem governo. Quebra da haste do leme manual. Arquivamento. Vistos os presentes autos. Consta dos autos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.911/2000 ACÓRDÃO B/M JOSILANDE. Água aberta seguida de naufrágio com perda total da embarcação e sua carga. Não houve acidentes pessoais e/ou danos ao meio ambiente marinho.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N0 20.217/03 ACÓRDÃO N/M "RUBENS". Colisão com terminal de granéis sólidos. Falha do motor propulsor, devido a avaria do diafragma da válvula termo eletromagnética do motor propulsor.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO. N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO. N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação TRIBUNAL MARÍTIMO JP/MDG PROCESSO Nº 21.096/04 ACÓRDÃO N/M ICE FLAKE. Arribada para reparos, forçada e injustificada. Condenação Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No dia 03/06/04, cerca

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.821/2000 ACÓRDÃO Moto-aquática SP 2318-01 X flutuante tipo banana boat, rebocado pela L/M KATITA. Abalroação resultando em lesões corporais em dois ocupantes do flutuante.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.446/03 ACÓRDÃO B/P DOM ISAAC V. Abordagem de barco pesqueiro em plena viagem por pessoas desconhecidas que roubaram toda a carga. Delito cuja materialidade foi comprovada,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.994/98 ACÓRDÃO N/M BETELGEUSE. Não configurada a ocorrência de acidente e/ou fato da navegação elencados na Lei nº 2.180/54. Infração ao artigo 378 do RTM. Arquivamento.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.912/02 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.912/02 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.912/02 ACÓRDÃO L/M "O VIGILANTE III". Emborcamento quando em faina de demanda do canal de Marapendi, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, com danos materiais e vítima com

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.289/03 ACÓRDÃO N/M LORETA D. Queda de carga na água devido a não colocação de redes de proteção ao costado, com poluição ao meio ambiente marinho, sem vítima. Negligência.

Leia mais

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 20.643/03 ACÓRDÃO N/M SOTIRIA. Quedas de carga n água, sacaria de açúcar, com sua perda, durante operação de carregamento, junto ao armazém nº 11 do porto de Santos,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.897/2002 ACÓRDÃO L/M CAVITOS. Impropriedade da embarcação para o serviço em que era utilizada e empregada para prática de ato ilícito previsto em lei como crime (descaminho).

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.438/2003 ACÓRDÃO Lancha "FARUSCA". Explosão seguida de incêndio. Causa não apurada. Arquivamento. Vistos os presentes autos. Consta dos Autos que, no dia 13 outubro de

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 21.462/05 ACÓRDÃO B/P CANADÁ. Naufrágio, quando adentrava na barra do rio Mampituba, município de Torres, SC, com danos materiais, sem vítimas. Condenação. Vistos, relatados

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.689/04 ACÓRDÃO REM JEAN FILHO XXXIV e Balsa CONAVE XVII. Colisão de comboio com muro de marina. Possíveis influência de fortes ventos. Arquivamento. Vistos os presentes

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.419/05 ACÓRDÃO N/T MARTA. Acidente de Trabalho com trabalhador durante a montagem de andaime no tanque do navio que se encontrava docado no estaleiro. Não configurada a

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SCB PROCESSO Nº 23.020/07 ACÓRDÃO L/M ILSA-MAR. Queda na água de condutor de lancha, provocando-lhe lesões leves. Falha do condutor da lancha na operação do motor da embarcação. Imperícia.

Leia mais

ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO

ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 485 PROCESSO N 15.296/93 ACÓRDÃO N/M "CLIPPER SANTOS. Processo de fratura da solda no ponto de fixação de barra de ferro componente da guia do cabo de laborar do guindaste n 02,

Leia mais

PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO

PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO PROCESSO N 13.586 ACÓRDÃO N/T FO G Á S XV I - Explosão durante faina de transbordo de gás provocando ferimentos em dois tripulantes ccm a morte de um deles; uso indevido de equi* 408 TRIBUNAL MARÍTIMO

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 0 20.018/02 ACÓRDÃO N/M "ASTERI". Morte de trabalhador em operação de raspagem no casco de navio mercante quando em faina de mergulho no porto de Sepetiba, RJ. Condenação.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.697/00 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.697/00 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.697/00 ACÓRDÃO N/M ALIANÇA IPANEMA. Colisão com píer em construção, pertencente à Delegacia da Capitania dos Portos, em Itajaí, resultando em avarias de grande monta na

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.325/2005 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.325/2005 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.325/2005 ACÓRDÃO L/M MAKARI. Colisão de lancha contra seu próprio condutor e posteriormente contra trapiche, vindo a encalhar na margem do canal, colocando em risco a incolumidade

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.092/2002 ACÓRDÃO Jet-sky VADIO x veleiro BONS VENTOS I. Abalroação envolvendo veleiro e jet-sky não identificado. Causa indeterminada devido a falta de elementos de prova

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.366/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.366/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.366/05 ACÓRDÃO R/E ASSO VENTI. Ferimento em tripulante durante faina de reinstalação de rede de resfriamento do diesel-gerador, provocando-lhe a amputação traumática parcial

Leia mais

PROCESSO N 14.797/92

PROCESSO N 14.797/92 362 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 14.797/92 ACÓRDÃO Veleiro "ANGELUS". Encalhe. Erro de navegação do condutor do veleiro. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No dia 10 de dezembro

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.306/97 ACÓRDÃO B/P ITAPEVA. Avaria por ato de sabotagem. Ação dolosa de autoria indeterminada. Arquivamento, exculpando-se os representados. Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.684/11 ACÓRDÃO Canoa sem nome não inscrita. Naufrágio durante brincadeira dos passageiros. Embarcação desprovida de material de salvatagem. Condução por pessoa sem

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.065/04 ACÓRDÃO B/P TOCANTINS. Trumatismo sofrido por pescador que caiu no convés principal. Sendo a causa determinante provável descuido da própria vítima. Arquivamento.

Leia mais

PROCESSO Nº 10.913 ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No inquérito, foram ouvidas 11 (onze) testem unhas.

PROCESSO Nº 10.913 ACÓRDÃO. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No inquérito, foram ouvidas 11 (onze) testem unhas. 18 TRIBUNAL MARfTlMO PROCESSO Nº 10.913 ACÓRDÃO N/M SANTOS DUMONT x N/M HAPPY MED. Abalroação. Desobediência às regras do RIPE AM. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. Trata o

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.687/2004 ACÓRDÃO Comboio R/E SM e Balsa NB II. Colisão de comboio contra casas de palafitas, provocando danos materiais, sem ocorrência de vítimas. Falta de condições físicas

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº. 22.902/07 ACÓRDÃO Embarcação sem nome. Emborcamento quando navegava no rio Paraná do Manaquiri, AM, com danos materiais e uma vítima fatal. Condenação. Vistos, relatados

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.183/99 ACÓRDÃO Lancha de passageiros COMDUSA XII. Queda de passageira a bordo, provocando-lhe ferimentos graves, com fraturas múltiplas no ombro. Desequilíbrio sofrido

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SBM PROCESSO Nº 22.450/06 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SBM PROCESSO Nº 22.450/06 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO WM/SBM PROCESSO Nº 22.450/06 ACÓRDÃO Rebocador RIO BRANCO. Acidente da Navegação. Naufrágio de rebocador no terminal da PETROBRAS da ilha D água, Rio de Janeiro, RJ, sem danos pessoais

Leia mais

PROCESSO N 15.540/93 ACÓRDÃO. IVM "NORSUL PINDARé". Encalhe. Danos materiais. Sem vítimas. Causa não apurada acima de qualquer dúvida. Arquivamento.

PROCESSO N 15.540/93 ACÓRDÃO. IVM NORSUL PINDARé. Encalhe. Danos materiais. Sem vítimas. Causa não apurada acima de qualquer dúvida. Arquivamento. 848 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N 15.540/93 ACÓRDÃO IVM "NORSUL PINDARé". Encalhe. Danos materiais. Sem vítimas. Causa não apurada acima de qualquer dúvida. Arquivamento. Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.855/2000 ACÓRDÃO B/P DONA NORIS. Interceptação e apresamento de pesqueiro venezuelano por prática de pesca não autorizada na zona econômica exclusiva brasileira, aplicação

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.345/2001 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.345/2001 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.345/2001 ACÓRDÃO B/M INDEPENDÊNCIA. Naufrágio. alagamento, imprudência do representado. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No dia 11/08/00,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.032/10 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.032/10 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.032/10 ACÓRDÃO N/M TEAL ARROW. Acidente com estivador a bordo. Trabalhador que se colocou no caminho de ponte rolante denotando imprudência. Ferimentos no representado

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 22.077/06 A C Ó R D Ã O

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 22.077/06 A C Ó R D Ã O TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 22.077/06 A C Ó R D Ã O FPSO PETROBRAS 43. Acidente de trabalho com cinco vítimas não fatais, danos materiais, sem registro de poluição ao meio ambiente. Falha no sistema

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº. 20.784/2004 ACÓRDÃO L/M ARROZ. Colisão, seguida de encalhe, água aberta e naufrágio, de lancha de esporte e recreio, provocando avarias na embarcação, sem ocorrência

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 26.186/11 ACÓRDÃO Plataforma NOBLE THERALD MARTIN. Acidente de trabalho a bordo, vítima não fatal. Desequilíbrio da própria vítima, durante operação com chave flutuante

Leia mais

PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO

PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO 690 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 16.496/95 ACÓRDÃO B/M VIDA NOVA". Naufrágio com danos materiais c o desaparecimento de 05 passageiros. Condições meteorológicas adversas, excesso de confiança do condutor,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/ET PROCESSO Nº 23.325/08 ACÓRDÃO Embarcação sem nome. Colisão com banhista na praia Mar de Minas, represa de Três Marias, no município de Três Marias, MG, com vítima. Arquivamento.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP//MDG PROCESSO Nº. 22.804/07 ACORDÃO Catamarã TURISMANDO. Avaria deixando a embarcação à deriva. Deficiência de manutenção. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO CB/MCP PROCESSO Nº 25.503/10 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO CB/MCP PROCESSO Nº 25.503/10 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO CB/MCP PROCESSO Nº 25.503/10 ACÓRDÃO Balsa ENCONTRO DAS ÁGUAS. Colisão de embarcação contra duas casas palafitas, situadas às margens do rio Solimões, proximidades do porto Careiro da

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/SCB PROCESSO Nº 22.624/07 ACÓRDÃO R/E CAPITÃO JOSÉ ALECRIM VIII. Incêndio na praça de máquinas de rebocador / empurrador, provocando avarias no motor e nas suas partes elétricas e

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.874/06 ACÓRDÃO Canoa sem nome. Naufrágio de embarcação a remo com exposição a risco da referida embarcação e das vidas e fazendas de bordo, provocando a morte de uma passageira

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 21.616/05 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 21.616/05 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 21.616/05 ACÓRDÃO N/M FLAMENGO. Ferimentos corto-contuso na região occipto-frontal e fratura de dentes sofridos por estivador durante faina de embarque de contêineres. Não

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.795/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.795/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 25.795/11 ACÓRDÃO Lancha ARPEDI. Naufrágio no local de fundeio devido a admissão de água pelas obras vivas e pelas obras mortas. Defeito no calafeto do casco e do convés.

Leia mais

MINISTÉRIO DA MARINHA PROCESSO Nº 20.307/03 ACÓRDÃO

MINISTÉRIO DA MARINHA PROCESSO Nº 20.307/03 ACÓRDÃO MINISTÉRIO DA MARINHA PROCESSO Nº 20.307/03 ACÓRDÃO B/P "POLICARPO". Colisão com um curral de peixes, resultando em água aberta seguido de naufrágio, com danos materiais, sem vítimas e sem registro de

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.030/04 ÁCÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.030/04 ÁCÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.030/04 ÁCÓRDÃO Embarcação DA SILVA. Naufrágio de embarcação que navegava fora de sua área de classificação, conduzida por pessoas não habilitadas. Morte de um de seus tripulantes.

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.149/04 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.149/04 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 21.149/04 ACÓRDÃO Plataforma P-31. Incêndio no motor gerador da praça de máquinas a bordo de plataforma, tendo como causa determinante o rompimento de uma conexão da rede

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.822/2004 ACÓRDÃO L/M LAGOMAR II. Avaria no motor, deixando a embarcação á deriva, com assistência de reboque. Danos materiais, sem ocorrência de acidentes pessoais ou danos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.797/00 ACORDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.797/00 ACORDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.797/00 ACORDÃO Navio-Sonda PETROBRAS XXXI. Avaria em equipamento de carga de Navio-Sonda, resultando ferimentos em trabalhador durante operação de descarga de carga pesada.

Leia mais

PROCESSO N* 13.583 ACÓRDÃO

PROCESSO N* 13.583 ACÓRDÃO 12 TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N* 13.583 ACÓRDÃO L/M ETC-H. Água aberta, naufrágio, perda total; sem vitimas; ação do mar tendo em vista a utilização da embarcação em área para qual não estava classificada,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.103/99 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.103/99 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 18.103/99 ACÓRDÃO Balsa SANTA ALICE. Queda n água de bordo da balsa de veículo tipo carro forte. Morte do motorista. Descumprimento de normas de segurança que devem ser aplicadas

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.923/11 ACÓRDÃO Moto aquática FEIO II e L/M PAPA LÉGUAS II. Exposição a risco que se materializou em abalroamento e no óbito de duas pessoas. Moto aquática imprópria

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.331/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.331/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.331/01 ACÓRDÃO N/M HUASCO. Utilização de equipamento tipo guindaste móvel, com configuração imprópria para o içamento e manuseio de carga pesada durante embarque no navio,

Leia mais

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 26.310/11 ACÓRDÃO

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 26.310/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NCF PROCESSO Nº 26.310/11 ACÓRDÃO Embarcação a remo tipo Double Skiff sem nome e não inscrita. Naufrágio como resultado de navegação fora da raia destinada ao esporte por decisão dos

Leia mais

TRIBUNAL MARITIMO JP/MCP PROCESSO Nº. 22.304/06 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARITIMO JP/MCP PROCESSO Nº. 22.304/06 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARITIMO JP/MCP PROCESSO Nº. 22.304/06 ACÓRDÃO L/M THEMIS. Colisão de embarcação contra pedras existentes às margem de rio, quando navegava no canal de acesso, Santos, SP. Danos à embarcação,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.277/03 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.277/03 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.277/03 ACÓRDÃO Embarcação LEAL SANTOS 7. Avaria no motor principal deixando à deriva. Necessidade de assistência de reboque. Danos materiais sem ocorrência de acidentes

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 22.799/07 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 22.799/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 22.799/07 ACÓRDÃO B/P VALENTE. Emprego de barco pesqueiro em ação de pesca em área proibida de reserva ecológica, constituindo-se prática de ato ilícito, provocando

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.742/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.742/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FAL PROCESSO Nº 25.742/11 ACÓRDÃO B/P ALIANÇA e moto aquática ÁGUA AZUL. Abalroação. Danos materiais e lesões corporais graves nos ocupantes da moto aquática. Erro de navegação do

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 23.918/09 ACÓRDÃO R/E CLOTILDES BERNARDES e Balsa JOSÉ BERNARDO DA SILVA. Queda de caminhão do convés de balsa de travessia, operada por tripulação inabilitada, nas

Leia mais

CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 0301 - INTRODUÇÃO A Diretoria de Portos e Costas recomenda e incentiva que em cada Zona de Praticagem exista apenas

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº. 22.056/06 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº. 22.056/06 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº. 22.056/06 ACÓRDÃO N/M KAMARI. Colisão de navio estrangeiro com o píer III, do Terminal da Ponta da Madeira, São Luiz, MA, durante estadia atracado, com danos materiais

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 18.671/00 ACORDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 18.671/00 ACORDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO N.º 18.671/00 ACORDÃO R/M HAVILA SCOTIA x Plataforma SEDCO-710. Abalroação durante aproximação de rebocador à contrabordo de plataforma posicionada na Bacia de Campos, RJ. Danos

Leia mais

PROCESSO N 6.721 ACORDÃ O

PROCESSO N 6.721 ACORDÃ O 136 PROCESSO N 6.721 ACORDÃ O Lancha pertencente à Inspetoria da Receita Federal do Estado da Guanabara, sob o comando de um arrais, empreende navegação fora da barra. Ao tentar retomar a Baía de («uanabara

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : Apelação Criminal Nº Processo : 1999 04 1 000829-4 Apelante : JOÃO AMARO FERNANDES Apelada : A JUSTIÇA PÚBLICA Relator : Des or GETULIO PINHEIRO Delito de trânsito.

Leia mais

ANUARIO DE JURISPRUDÊNCIA 427 PROCESSO N 9.908

ANUARIO DE JURISPRUDÊNCIA 427 PROCESSO N 9.908 ANUARIO DE JURISPRUDÊNCIA 427 PROCESSO N 9.908 ACÓRDÃO Navio BRAZILIAN MARINA, de bandeira liberiana. volisão com pedras. Inexistência de influência das dimensões do navio com relação às do cana]. Não

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.649/01 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.649/01 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 19.649/01 ACÓRDÃO Saveiro NAHEMA. Queda do mastro de ré que teve seus elementos estruturais atacados por fungos e cupins, na altura da enora, de modo imprevisível, atingindo

Leia mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO FEDERAL Gabinete do Ministro INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 183, DE 08 DE SETEMBRO DE 1986

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO FEDERAL Gabinete do Ministro INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 183, DE 08 DE SETEMBRO DE 1986 SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO FEDERAL Gabinete do Ministro INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 183, DE 08 DE SETEMBRO DE 1986 O MINISTRO DE ESTADO EXTRAORDINÁRIO PARA ASSUNTOS DE ADMINISTRAÇÃO, tendo em vista a competência

Leia mais

PORTARIA N.º 715/89 de 23 de Agosto

PORTARIA N.º 715/89 de 23 de Agosto PORTARIA N.º 715/89 de 23 de Agosto Com a publicação do Decreto-Lei n.º 96/89, de 28 de Março, foi instituído, na Zona Franca da Região Autónoma da Madeira, o Registo Internacional de Navios da Madeira

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.603/97 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.603/97 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 17.603/97 ACÓRDÃO N/M CONDOR. Ferimento de tripulante por imprudência do mesmo. Condenar o 1º representado, exculpando os demais. Vistos, relatados e discutidos os presentes

Leia mais

6º Campeonato Brasileiro da Classe Velamar 22 30, 31de maio, 01 e 02 de junho de 2013 Praia Clube São Francisco Niterói RJ. Patrocínio: Apoio:

6º Campeonato Brasileiro da Classe Velamar 22 30, 31de maio, 01 e 02 de junho de 2013 Praia Clube São Francisco Niterói RJ. Patrocínio: Apoio: Patrocínio: Apoio: 01 Regras INSTRUÇÕES DE REGATA 01.1 O campeonato será regido como definidas nas Regras de Regata a Vela 2013-2016 01.2 Regras da Classe Velamar 22 01.3 A tripulação deverá ter no máximo

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.471/2003 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.471/2003 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.471/2003 ACÓRDÃO Lancha MAR DE ESPANHA. Colisão com mergulhador. Deficiência de sinalização de mergulho. Exculpar o 1º representado e condenar o 2º. Condenação. Vistos,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.558/03 ACÓRDÃO. Jet-ski DANGA X Jet-ski VALENTE. Abalroação. Morte de proprietário/condutor de um deles. Condenação.

TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.558/03 ACÓRDÃO. Jet-ski DANGA X Jet-ski VALENTE. Abalroação. Morte de proprietário/condutor de um deles. Condenação. TRIBUNAL MARÍTIMO PROCESSO Nº 20.558/03 ACÓRDÃO Jet-ski DANGA X Jet-ski VALENTE. Abalroação. Morte de proprietário/condutor de um deles. Condenação. Vistos, relatados e discutidos os presentes autos. No

Leia mais

Informações do Porto de Sepetiba

Informações do Porto de Sepetiba Sumário 1. Introdução... 03 2. História e Desenvolvimento do Porto... 03 3. Vista Paronâmica de Sepetiba... 04 4. Infra-Estrutura Portuária... 04 4.1. Localização... 04 4.2. Cartas de Navegação... 05 4.3.

Leia mais

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NC PROCESSO Nº 23.384/08 ACÓRDÃO

1/6 TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NC PROCESSO Nº 23.384/08 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/NC PROCESSO Nº 23.384/08 ACÓRDÃO B/P SANTA ROSA R x baleeira MARAJÁ II. Abalroamento com perda total da última. Embriaguez confessada do condutor. Imperícia e imprudência provadas.

Leia mais

9 e 10 de abril de 2011

9 e 10 de abril de 2011 CIRCUITO CARIOCA DE WINDSURF Classes: Raceboard, Formula Experience, Formula Windsurf, Open, Estreantes e Start 9 e 10 de abril de 2011 NITERÓI RJ - BRASIL APOIO ORGANIZAÇÃO 1 de 6 1. REGRAS 1.1. A Regata

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FA PROCESSO Nº 000-4477/13 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 96R/13 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FA PROCESSO Nº 000-4477/13 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 96R/13 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/FA PROCESSO Nº 000-4477/13 AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 96R/13 ACÓRDÃO N/M GUANABARA BAY. Recurso de Agravo. Agravante: Procuradoria Especial da Marinha. Agravada: Companhia de Navegação

Leia mais

CAPÍTULO 2 DOTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, SISTEMAS, E PUBLI- CAÇÕES DE NAVEGAÇÃO

CAPÍTULO 2 DOTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, SISTEMAS, E PUBLI- CAÇÕES DE NAVEGAÇÃO - 2-1 - CAPÍTULO 2 DOTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, SISTEMAS, E PUBLI- CAÇÕES DE NAVEGAÇÃO Seção I Dotação de equipamentos e sistemas de navegação O material relacionado nesta Norma se limita aos equipamentos

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 25.157/10 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 25.157/10 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/SCB PROCESSO Nº 25.157/10 ACÓRDÃO R/E A. H. GENOVA x Dique Flutuante PAULO FERRAZ. Abalroação de rebocador com dique flutuante, durante manobra de docagem, provocando avaria no costado

Leia mais

Informações do Porto de Ilha Guaíba

Informações do Porto de Ilha Guaíba Informações do Porto de Ilha Guaíba Sumário 1. Introdução... 3 2. História e Desenvovimento do Porto... 3 3. Vista Panorâmica de Ilha Guaíba... 4 4. Infra-Estrutura Portuária... 4 4.1. Localização... 4

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ABALROAMENTO COM VÍTIMA FATAL ENTRE AS EMBARCAÇÕES FAST TITAN E EVILÁZIO. 06 de Março de 2011

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ABALROAMENTO COM VÍTIMA FATAL ENTRE AS EMBARCAÇÕES FAST TITAN E EVILÁZIO. 06 de Março de 2011 MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS ABALROAMENTO COM VÍTIMA FATAL ENTRE AS EMBARCAÇÕES FAST TITAN E EVILÁZIO 06 de Março de 2011 RELATÓRIO DE INVESTIGAÇÃO DE SEGURANÇA MARÍTIMA Supply FAST TITAN

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/MDG PROCESSO Nº 25.676/11 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO FC/MDG PROCESSO Nº 25.676/11 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO FC/MDG PROCESSO Nº 25.676/11 ACÓRDÃO Plataforma PRIDE VENEZUELA. Exposição a risco das vidas e fazendas de bordo. Imprudência e negligência. Condenação. Vistos, relatados e discutidos

Leia mais

1/17 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 22.713/07 ACÓRDÃO

1/17 TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 22.713/07 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO JP/FAL PROCESSO Nº 22.713/07 ACÓRDÃO N/M MAERSK NAPLES. Colisão de navio estrangeiro com alto fundo cartografado, com leves danos materiais. Equiparado aos casos cujas determinantes não

Leia mais

REGATA DO 54 ANIVERSÁRIO PRAIA CLUBE SÃO FRANCISCO INSTRUÇÃO DE REGATA

REGATA DO 54 ANIVERSÁRIO PRAIA CLUBE SÃO FRANCISCO INSTRUÇÃO DE REGATA REGATA DO 54 ANIVERSÁRIO PRAIA CLUBE SÃO FRANCISCO SÁBADO, 07 DE JULHO DE 2012 (6ª ETAPA DA COPA INTERCLUBES) INSTRUÇÃO DE REGATA 01. REGRAS 1.1 A regata será regida pelas regras, tais como enumeradas

Leia mais

PROCESSO N 15.570/93

PROCESSO N 15.570/93 ANUÁRIO DE JURISPRUDÊNCIA 211 PROCESSO N 15.570/93 N/M "NOAH", de bandeira granadense. Avarias nas instalações da máquina. Arribada ao porto para reparos. Falta de manutenção adequada. Considerar a arribada

Leia mais

INSTRUÇÃO DE REGATAS. Apoio: ABVO

INSTRUÇÃO DE REGATAS. Apoio: ABVO INSTRUÇÃO DE REGATAS Apoio: ABVO MINICIRCUITO RIO 2013 VELEIROS DA CLASSE OCEANO ATÉ 32 Embarcações medidas na ORC ou RGS Classes Monotipo: J 24, Velamar 22, Ranger 22, Veleiros 23, Skipper 21, Angra 21,

Leia mais

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO

TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO TRIBUNAL MARÍTIMO WM/MCP PROCESSO Nº 24.137/09 ACÓRDÃO Moto aquática RAFAEL ELITE X Moto aquática D FORÇA. Abalroação entre motos aquáticas nas proximidades da ilha do Sol, canal de Marapendi, Barra da

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos, os autos

VISTOS, relatados e discutidos, os autos f ST. *!Yont',.> ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO 00 APELAÇÃO CÍVEL N 001.2002.015648 3/ 001 - Campina Grande RELATOR: João Benedito

Leia mais