Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 30 de ianeiro de 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 30 de ianeiro de 2007"

Transcrição

1 ANEXO I Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 30 de ianeiro de 2007 Empresa: TAM NO. do pedido : SAODA02-269/06 DE 18 DEZ Entrada na COMCLAR: 19 DEZ Vigencia : 20 JAN HOTRAN TAM : CURITIBA - GUARULHOS - CURITIBA Inclusao de HOTRAN com os voos TAM 3530 e 3531, com 02 freguencias cada. 1) QUADRO DE OFERTA: INCLUSAO EMP VOO EQPT FREQU NCIA ASS ARPT CHEG PART EMP VOO EQPT FREQUENCIA ASS ARPT CHEG PART 2) OFERTA EXISTENTE NO TRECHO ; CURITIBA - GUARULHOS - CURITIBA EMP VOOS EQ PT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO GLO 1846 B S D 144 SBCT SBGR EMP VOOS EQPT FRE U ENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO TAM 3170 A320 D 162 SBCT SBGR TAM 3330 A S D 174 SBCT SBGR TAM 3334 A S D 174 SBCT SBGR TAM 3510 F S D 108 SBCT SBGR TAM 3535 A S D 174 SBCT SBGR EMP VOOS EQPT FREQ NCIAS PREVISTAS ASS ARPT HO RIO TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DE Z 06.

2 ONE 6383 F D 100 SBCT SBGR ONE 6389 F100 S 100 SBCT SBGR EMP VOOS EQPT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO VRN 2171 B S D 144 SBCT SBGR EMP VOOS EQ PT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO GLO S D 144 SBGR SBCT EMP VOOS EQPT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO TAM 3171 A320 S 162 SBGR SBCT TAM 3331 A S D 174 SBGR SBCT TAM 3534 A S D 174 SBGR SBCT TAM 3811 A S D 174 SBGR SBCT TAM 3813 F S D 108 SBGR SBCT EMP VOOS EQPT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO ONE 6382 F S 100 SBGR SBCT ONE 6388 F100 D 100 SBGR SBCT EMP VOOS EQPT FRE UENCIAS PREVISTAS ASS ARPT HORARIO VRN 2170 B S D 144 SBGR SBCT Indice de aproveitamento da industria = 74,50% 3) Interesse do usuariio : Beneficiado com aurnento de oferta nos trechos CURITIBA - GUARULHOS - CURMBA. 4) Interesse publico: Idem. 5) Infra-estrutura : Disponivel. 6) Parecer: Considerando que o trecho solicitado CURITIBA - GUARULHOS - CURITIBA, atualmente operado pelas empresas GOL, TAM, ONE e VRG, apresentou no periodo de SET a NOV / 2006 Indice de aproveitamento da industria de TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DE7 % 2

3 Esta Comissao a de parecer FAVORAVEL ao pleito, sendo que, a data de vigencia sera alterada para 02 de fevereiro de CONSIDERACOES PARA DELIBERACA4 Inclusao do HOTRAN para atendimento de demanda do mercado do trecho CURITIBA - GUARULHOS. PARECER FINAL Aprovado na sua totalidade, sendo que, 02 de fevereiro de a data de vigencia sera alterada pra ASSUNTO : PAUTA PARR DELIBERACAO DE DIRETORIA Empresa : GOL LINHAS AEREAS NO. do pedido : CA-3609/06-SAOQP DE 14 DEZ 2006 Entrada na COMCLAR: Em 29 DEZ 2006 Vigencia : Em 12 Fev 2007 Aditamento: CA SAOQP DE 04 JAN 2007 Entrada na COMCLAR : Em 05 JAN 2007 Vigencia : Em 12 Fev 2007 HOTRAN GLO : BELEM-MARABA-BRASILIA (e volta) Inclusao dos v8os GLO-1800/1801 com sete (07) frequencias cada. 1) QUADRO DE OFERTA: PROPOSTO: EMP V O EQPT FREQUENCIA ASS ARPT CHEG PART GLO 1800 B737 2 T3-T-4-F-5] 6 S D 144 SBBE 0600 SBMA SBBR 0850 PROPOSTO: EMP VOO EQ PT FREQ UENCIA ASS ARPT CHEG PART GLO 1801 B S D 144 SBBR 2140 SBMA SBBE 0040 TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DEZ 06.

4 2) OFERTA EXISTENTE: 2.1) Trecho: BELEM - MARABA - BELEM OFERTA PREVISTO EM HOTRAN EMP VOOS EQPTO FREQUENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS SLX 6402 C SBBE SBMA SLX 6404 C SBBE SBMA SLX 6405 C SBMA SBBE SLX 6403 C SBMA SBBE EMP v6os E PTO FRE ENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS TAM 38711A S I D SBBE SBMA TAM 3870 A S I D SBMA SBBE EMP V60S E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS TTL 5576 AT D 45 SBBE SBMA TTL 55771AT43 61 I D 45 I SBMA I SBBE ) Trecho: MARABA - BRASILIA - MARABA EMP VOOS EQPTO FREQUENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS TAM 3871 A S- D SBMA SBBR TAM 38701A S I D 1174 SBBR SBMA ) Interesse do usubrio: Ampliado com o incremento da oferta. 4) Interesse pu blico: Idem TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DEZ 06.

5 5) Infra-estrutura : Disponivel. 6) Parecer: Esta Comissao a de parecer FAVORAVEL ao pleito. CONSIDERAcOES PARA DELIBERA Inclusao do HOTRAN para atendimento de demanda para a regiao norte, no trecho Brasilia - Maraba - Brasilia. PARECER FINAL Aprovado na sua totalidade. Resumo de Analise/Parecer HOTRAN GLO : BRASILIA-FORTALEZA-NATAL- RECIFE (e volta) Inclusao dos vios GLO-1998/1999 com sete (07) frequencias semanais cada. 1) OUADRO DE OFERTA: ATUAL: EMP VOO E PT FRE UENCIA ASS ARPT CHEG PART GLO 1998 B S D 141 SBBR 0935 SBFZ SBNT SBRF 1430 PROPOSTO: EMP VOO EQPT FRE UENCIA ASS ARPT CHEG PART GLO 1999 B S D 141 SBRF 1530 SBNT SBFZ SBBR ) OFERTA EXISTENTE: 2.1) Trecho: BRASILIA - FORTALEZA - BRASILIA TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DE 06.

6 EMP VOOS EQPTO FREQUENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS GLO 1898 B S F] 141 SBBR SBFZ GLO 1814 B S D 177 SBBR SBFZ EMP IV60S EQPTO FREQUENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS TAM 3470 A S D 162 SBBR SBFZ TAM 3314 A320 D 174 SBBR SBFZ TAM 3854 A D 162 SBBR SBFZ GLO 1815 B S D 177 SBFZ SBBR GLO 1899 B S D 141 SBFZ SBBR EMP VOOS E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORA RIOS TAM 3849 A S 162 SBFZ SBBR TAM 3315 A320 D 174 SBFZ SBBR TAM 3471 A S D 162 SBFZ SBBR EMP IV60S E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS VRN B IS ID 136 SBFZ SBBR ) Trecho: FORTALEZA - NATAL - FORTALEZA EMP IV60S E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS GLO 1903 B I S ID 141 SBFZ SBNT EMP V60S E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS GLO 1902 B S ID 141 SBNT SBFZ TAM 256/ANAC - GOPD1/AKN/11 DEZ 06.

7 EMP VOOS E PTO FREQUENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS TAM 3300 A SBFZ SBNT TAM 3302 A320 ID 174 SBNT SBFZ VRN 2379 B S I D SBFZ SBNT EMP VOOS E PTO FRE UJNCIAS ASS TRECHOS HORARIOS VRN B S ID SBNT SBFZ ) Trecho : NATAL - RECIPE - NATAL GLO 1717 B S ID 1141 SBNT SBRF GLO B IS ID 1141 SBRF SBNT TAM 3575 A S D 162 SBNT SBRF TAM 3497 A S D 174 SBNT SBRF TAM 3081 A S D 174 SBNT SBRF EMP VOOS E PTO FRE UENCIAS TAM 256/ANAC - GOVDI/AKN/11 DEZ 06 ASS TRECHOS HORARIOS To-f D EST PART CHEG

8 TAM IA IS I D I SBRF I SBNT TAM 3496 A D 174 SBRF SBNT TAM 3574 A320 2 S 162 SBRF SBNT EMP V60S E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS VRN 2349 B IS ID 156 SBNT SBRF EMP VGOS E PTO FRE UENCIAS ASS TRECHOS HORARIOS VRN B S D SBRF SBNT ) Interesse do usubrio: Ampliado com o incremento da oferta. 4) Interesse publico: Idem. 5) Infra -estrutura : Disponivel. 6) Parecer: Esta Comissao a de parecer FAVORAVEL ao pleito. CONSIDERACOES PARA DELIBERACAO Inclusao do HOTRAN para atendimento de demanda para a regiao nordeste, no trecho Brasilia - Fortaleza - Natal - Recife (e volta). PARECER FINAL Aprovado na sua totalidade. TAM 256/ANAC - GOPDI/AKN/11 DEZ 06.

ANEXO II. Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20

ANEXO II. Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20 ANEXO II Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20 Empresa : OCEANAIR NO. do pedido: Entrada na COMCLAR: Vigencia: Aditamento: Entrada na COMCLAR: Vigencia: HOTRAN ONE-248-00: ONE-022/07

Leia mais

30 DE DEZEMBRO DE 2006 A 28 DE FEVEREIRO DE 2007 E 15 DE JANEIRO DE 2006 A 28 DE FEVEREIRO DE EtEG RLE. S5,5, I B7 3.

30 DE DEZEMBRO DE 2006 A 28 DE FEVEREIRO DE 2007 E 15 DE JANEIRO DE 2006 A 28 DE FEVEREIRO DE EtEG RLE. S5,5, I B7 3. (- l,y,zot 13/iz ANAC AGENCIA NACIONAL DE AVIAQAO CIVIL SUPERINTENDENCIA DE SERVICOS AEREOS GERENCIA-GERAL DE OPERAcOES DE SERVIQOS AEREOS ANEXO Assunto: PAUTA DELIBERAC,AO COM A DIRETORIA Empresa: RICO

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil

SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil Rio de Janeiro, 08/05/2012 Diretor Presidente José Márcio Monsão Mollo presidência@snea.com.br SNEA FROTA (ASSOCIADAS)

Leia mais

Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço

Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço 26ª Reunião Conjunta Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle Comissão de Serviços de Infraestrutura

Leia mais

O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA PARA A COPA DO MUNDO DE 2014

O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA PARA A COPA DO MUNDO DE 2014 Anais do 15 O Encontro de Iniciação Científica e Pós-Graduação do ITA XV ENCITA / 2009 Instituto Tecnológico de Aeronáutica São José dos Campos SP Brasil Outubro 19 a 22 2009. O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

Civil - Aeronáutica INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA. Trabalho de Graduação 2007

Civil - Aeronáutica INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA. Trabalho de Graduação 2007 INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Pedro Siqueira Macharoto Análise Operacional de Configurações Aeroportuárias: Estudo de casos. Trabalho de Graduação 2007 Civil - Aeronáutica 656.7 Pedro Siqueira

Leia mais

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS Sumário 1 - Panorama Mundial da Aviação Civil 2- Situação Atual dos Aeroportos Brasileiros 3 - O Futuros dos Aeroportos

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS. Ordem decrescente. Taxa de crescimento. acumulado. Aeroportos (Cód. ICAO) 2º Trimestre.

SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS. Ordem decrescente. Taxa de crescimento. acumulado. Aeroportos (Cód. ICAO) 2º Trimestre. Contato: Cmte Ronaldo Jenkins Diretor Técnico Office: Fone: (55 21)3578 1171 Fax: (55 21) 22201194 Rua Marechal Câmara, 160, sala 1734 Ed. Le Bourget Centro 20.020-080 RJ Brasil www.snea.com.br SINDICATO

Leia mais

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária I Simpósio Infra-Estrutura e Logística no Brasil: DESAFIOS PARA UM PAÍS EMERGENTE 5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária Novembro 2008 Constituição Federal Aeródromos Públicos - Responsabilidades

Leia mais

Movimento Aeroportuário Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Jenifer Barbosa

Movimento Aeroportuário Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Jenifer Barbosa Esta edição especial do boletim CEPER-FUNDACE tem como objetivo apresentar um panorama da movimentação aeroportuária de nosso país, pois este indicador representa, ainda que indiretamente, o nível geral

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho 2014 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

TOUR VFR NORDESTE 2015

TOUR VFR NORDESTE 2015 Chegou mais um tour em nossa divisão, agora é a vez do nordeste! O trabalho de pesquisa e desenvolvimento foi intenso durante o planejamento. A administração da IVAO Brasil lhe deseja bons voos e aproveite

Leia mais

Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6. Movimento nas Regionais...17

Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6. Movimento nas Regionais...17 Sumário Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6 INFRAERO...7 Companhias Aéreas...8 Ranking por Movimento de Aeroves...9 Ranking por Movimento de Passageiros...11

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro 1. 2015 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013

RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013 RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013 ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro 1. 2014 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO CLIMATOLOGIA AERONÁUTICA INSTITUTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO DADOS CLIMATOLÓGICOS DOS AERÓDROMOS: SBFN, SBFZ, SBTE,

Leia mais

Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014

Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014 Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014 Aviação Comercial e GA/BA - 16 aeroportos de cidade sede + 8 de até 200Km terrestre; Exclusivo GA/BA 13 Bases Militares e 5 Aeroportos; Monitorados 53 Aeroportos; Coordenação

Leia mais

MÍDIA KIT 2013. Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS MÍDIA AEROPORTUÁRIA

MÍDIA KIT 2013. Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS MÍDIA AEROPORTUÁRIA MÍDIA KIT 2013 Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS Com o crescente número de passageiros, a Mídia Aeroportuária passou a ser um dos veículos de comunicação

Leia mais

RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO

RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO 2013 RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 3 de maio de 2007

Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 3 de maio de 2007 ANEXO III Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 3 de maio de 2007 Processos n s: 60800.013886/2007-42; 60800.013888/2007-3 1; 60800.013885/2007-06; 60800.013891/2007-55; 60800.013884/2007-53; 60800.013890/2007-19

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - DIRETORIA RESOLUÇÃO Nº 57, DE 10 DE OUTUBRO DE 2008: Regulamenta o processo de alocação de freqüências internacionais e de designação de empresas aéreas regulares brasileiras.

Leia mais

The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future

The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future Brasil O Brasil representa 5% do mercado mundial de aviação executiva e representando a 2ª maior frota

Leia mais

DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE

DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE Márcia Helena Veleda Moita Coordenadora do Núcleo de Transporte e Construção Naval - NTC mhvmoita@yahoo.com.br REGIÃO

Leia mais

Ass-Km e Pax-Km - Tráfego Doméstico. jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez

Ass-Km e Pax-Km - Tráfego Doméstico. jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez INTRODUÇÃO Como um meio de transporte sensível, a Aviação Civil responde rapidamente ao dinamismo com que vem sendo administrada, propiciando, assim, resultados que confirmam o correto direcionamento das

Leia mais

ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO

ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO ECONÔMICA E ACOMPANHAMENTO DE MERCADO ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO 2009 2ª. Edição Volume Único Dados Estatísticos e Econômicos ANAC AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL DIRETORES

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO Brasília, 19 de maio de 2010 1 3 SEGURANÇA OPERACIONAL SAFETY Continua sendo a prioridade na aviação comercial Brasil 0.00 0.00 Hull losses

Leia mais

PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO PLCO ROTINAS DE TRABALHO DO PLCO

PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO PLCO ROTINAS DE TRABALHO DO PLCO CGNA PLCO PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO PLCO ROTINAS DE TRABALHO DO PLCO OBJETIVO Conhecer a rotina de trabalho da Subseção de Planejamento e Coordenação Estratégico - PLCO. ROTEIRO 1. Finalidade do PLCO

Leia mais

Boletim Logístico. B-Logis. Dezembro 2011. Superintendência de Logística de Carga DCLC. Terminal de Logística de Curitiba - PR

Boletim Logístico. B-Logis. Dezembro 2011. Superintendência de Logística de Carga DCLC. Terminal de Logística de Curitiba - PR Dezembro Boletim Logístico B-Logis Superintendência de Logística de Carga DCLC Terminal de Logística de Curitiba - PR O Boletim Logístico demonstra os resultados operacionais dos Complexos Logísticos da

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas 8 de dezembro de 2011 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA AVIAÇÃO CIVIL PANORAMA INVESTIMENTOS CONCESSÕES INFRAERO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DO TURISMO DIVISÃO DE INFORMAÇÕES E ESTUDOS ESTRATÉGICOS DO TURISMO RELATÓRIO DA OFERTA DE VOOS PARA O RIO GRANDE DO SUL

SECRETARIA DE ESTADO DO TURISMO DIVISÃO DE INFORMAÇÕES E ESTUDOS ESTRATÉGICOS DO TURISMO RELATÓRIO DA OFERTA DE VOOS PARA O RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DO TURISMO DIVISÃO DE INFORMAÇÕES E ESTUDOS ESTRATÉGICOS DO TURISMO RELATÓRIO DA OFERTA DE VOOS PARA O RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre Março de 2013 RESUMO: O Boletim de Horário Previsto

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2013/2014. 1º Semestre

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2013/2014. 1º Semestre Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2013/2014 1º Semestre Novembro Dia 05 Dia 07 Dia 12 Dia 14 ------- Dia 19 Dia 21 Dia 26 Dia 28 Dezembro Dia 03 Dia 05 Dia 10 Dia 12 Dia 17 15 de dezembro de 2013 a

Leia mais

Press Release 28 de Março de 2008

Press Release 28 de Março de 2008 GOL Atualiza Projeções para Investidores São Paulo, 28 de março de 2008 A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (Bovespa: GOLL4 e NYSE: GOL), controladora das companhias aéreas brasileiras GOL Transportes

Leia mais

Press Release 9 de dezembro de 2007

Press Release 9 de dezembro de 2007 GOL Atualiza Projeções para Investidores São Paulo, - A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (Bovespa: GOLL4 e NYSE: GOL), controladora das companhias aéreas brasileiras de baixo custo GOL Transportes Aéreos

Leia mais

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294 BRASIL AIC DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO N SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES 08/14 DIVISÃO DE COORDENAÇÃO E CONTROLE AV. GENERAL JUSTO, 160-2 ANDAR 20021-130 RIO DE JANEIRO-RJ 01 MAIO 2014 Email:

Leia mais

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013. 1º Semestre

Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013. 1º Semestre Pós-Graduação em Mercados Financeiros 2012/2013 1º Semestre Outubro Dia 23 Dia 25 Dr. Luis Máximo dos Santos Novembro Dia 06 Dia 08 Dia 13 Dia 15 Dia 20 Dia 22 Dia 27 Dia 29 Dezembro Dia 04 Dia 06 Dia

Leia mais

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012

3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Code-P0 3º Balanço das ações do Governo Brasileiro para a Copa- Abril 2012 Brasília, Maio de 2012 Code-P1 Conteúdo do documento Visão geral das ações Visão por tema 1 Code-P2 Ciclos dos preparativos do

Leia mais

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 Dispõe sobre o Regime Especial da Copa do Mundo FIFA 2014 e dá outras providências. A DIRETORIA DA

Leia mais

MAIORES INFORMAÇÕES NOS SITES: www.decea.gov.br www.cgna.gov.br www.anac.gov.br

MAIORES INFORMAÇÕES NOS SITES: www.decea.gov.br www.cgna.gov.br www.anac.gov.br Guiia prráttiico de consulltta sobrre as alltterrações do espaço aérreo parra a Riio+20.. Deparrttamentto de Conttrrolle do Espaço Aérreo ESTE GUIA TEM APENAS A FUNÇÃO DE ILUSTRAR E APRESENTAR, RESUMIDAMENTE,

Leia mais

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE-

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE- PORTARIA ANAC N o 280/SIA, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. Cria projeto piloto para monitoramento de Indicadores de Desempenho da Segurança Operacional em aeródromos. O SUPERINTENDENTE DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

Leia mais

110590.32012.7852.4341.187205407096.314

110590.32012.7852.4341.187205407096.314 110590.32012.7852.4341.187205407096.314 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIACAO CIVIL DA PRESIDENCIA DA REPUBLICA Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00003/2012 Às 10:01 horas do dia 05 de

Leia mais

ANAIS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS

ANAIS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS ANTONIO CARLOS RODRIGUES ( tonimacr@gmail.com, tonimufv@gmail.com ) CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO (CEPEAD/UFMG) MARIANA RIBEIRO

Leia mais

Resp: Ofício SAOFB-001/09 - Solicitação temporária para realização de vôos extras Anexos: COMCLAR. Inspetor : Romeiro Credencial : A- 1232

Resp: Ofício SAOFB-001/09 - Solicitação temporária para realização de vôos extras Anexos: COMCLAR. Inspetor : Romeiro Credencial : A- 1232 Vinicius da Silva Manoel De: João Carlos Romeiro Filho Enviado em: segunda-feira, 12 de janeiro de 2009 16:44 Para: Gerência de Operações Domésticas - Comclar; Charter Assunto: Resp: Ofício SAOFB-001/09

Leia mais

Anuário do Transporte Aéreo Vol. I Dados Estatísticos 2004

Anuário do Transporte Aéreo Vol. I Dados Estatísticos 2004 1 - EMPRESAS BRASILEIRAS DE TRANSPORTE AÉREO REGULAR - 1. 1 - TRÁFEGO AÉREO DOMÉSTICO E INTERNACIONAL INDÚSTRIA... 3 (ABJ) ABAETÉ... 4 (GLO) GOL... 5 (MSQ) META MESQUITA... 6 (NES) NORDESTE... 7 (ONE)

Leia mais

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar AIC N 27/13 20021-130 RIO DE JANEIRO RJ 12 DEZ 2013 http://ais.decea.gov.br/ dpln1@decea.gov.br

Leia mais

Melhores e Piores no Transporte Aéreo Brasileiro

Melhores e Piores no Transporte Aéreo Brasileiro Melhores e Piores no Transporte Aéreo Brasileiro Sumário executivo Janeiro de 2008 PREFÁCIO Atrasos e cancelamentos nos vôos são problemas constantes na vida de milhões de brasileiros. A antiga excelência

Leia mais

Eficiência Funcionários Check-In

Eficiência Funcionários Check-In Eficiência Funcionários Check-In Sinalização dos fluxos, através de divisores, displays e sinalização horizontal; Alteração de layout áreas de formação de fila; Triagem dos passageiros na entrada da área

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS AEROPORTOS DAS CIDADES- SEDES DA COPA DE 2014 ATRAVÉS DO MÉTODO AHP

AVALIAÇÃO DOS AEROPORTOS DAS CIDADES- SEDES DA COPA DE 2014 ATRAVÉS DO MÉTODO AHP AVALIAÇÃO DOS AEROPORTOS DAS CIDADES- SEDES DA COPA DE 2014 ATRAVÉS DO MÉTODO AHP Helen Feuser Fernandes Hadassa Pereira de Carvalho Cláudio Jorge Pinto Alves Anderson Ribeiro Correia AVALIAÇÃO DOS AEROPORTOS

Leia mais

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos 1ª OPERACIONAL/2015 Diretoria de Aeroportos AGOSTO 2015 ROTEIRO Planejamento Estratégico da Empresa Mudança na Metodologia de Gestão Relação entre Investimentos e Resultados Projeto Eficiência Operacional

Leia mais

DEFINIÇÃO DE INDICADORES PARA MEDIÇÃO DA EFICIÊNCIA EM TERMINAIS DE CARGAS EM AEROPORTOS BRASILEIROS

DEFINIÇÃO DE INDICADORES PARA MEDIÇÃO DA EFICIÊNCIA EM TERMINAIS DE CARGAS EM AEROPORTOS BRASILEIROS Anais do 12 O Encontro de Iniciação Científica e Pós-Graduação do ITA XII ENCITA / 2006 Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José dos Campos, SP, Brasil, Outubro, 16 a 19, 2006 DEFINIÇÃO DE INDICADORES

Leia mais

- Voos: Pontos de encontro. Procurar as lideranças no local. embarque doméstico. 6:0 5 AD-5018 6:0 5 G3-2199. 6:1 Salvador, Recife, Petrolina O6-6312

- Voos: Pontos de encontro. Procurar as lideranças no local. embarque doméstico. 6:0 5 AD-5018 6:0 5 G3-2199. 6:1 Salvador, Recife, Petrolina O6-6312 Procurar as lideranças no local. Pontos de encontro - Guarulhos: Terminal, piso de embarque, em frente à entrada do portão de embarque doméstico. - AD- : Brasília G-99 : Salvador O- Salvador, Recife, Petrolina

Leia mais

Azul Linhas Aéreas 1

Azul Linhas Aéreas 1 Azul Linhas Aéreas 1 A Maior Malha Aérea do Brasil Mais de 100 destinos 230 rotas 837 voos diários Presença em aeroportos restritos: - Guarulhos - Santos Dumont - Pampulha - Fernando de Noronha - Macaé

Leia mais

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO

MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014. Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO MANUAL DE PLANEJAMENTO DO SETOR DE AVIAÇÃO CIVIL COPA DO MUNDO 2014 Comitê Técnico de Operações Especiais CONAERO ORGANIZAÇÃO DO SETOR CONAERO Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias -Decisões

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL !" """ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N o 034/DGAC, DE 19 DE JANEIRO DE 2000 Aprova a Instrução de Aviação Civil que dispõe sobre alterações em vôos regulares e realização

Leia mais

Tabela 11 - Capacidade total de hóspedes, por tipos de estabelecimentos, segundo os Municípios das Capitais - 2011

Tabela 11 - Capacidade total de hóspedes, por tipos de estabelecimentos, segundo os Municípios das Capitais - 2011 segundo os - 2011 Total Suítes Apartamentos Quartos (continua) Chalés Total 554 227 92 908 442 600 15 526 3 193 Porto Velho 5 028 293 4 569 104 62 Rio Branco 2 832 30 2 779 23 - Manaus 14 212 1 349 12

Leia mais

Plano de Aviação Regional. Janeiro I 2013

Plano de Aviação Regional. Janeiro I 2013 Plano de Aviação Regional 1 Janeiro I 2013 A Azul A maior malha aérea do Brasil servindo 98 destinos, 218 rotas e 798 decolagens por dia #1 em 76% das rotas servidas e 32% de participação no mercado brasileiro

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980

Leia mais

VALORES ABAIXO EM US$ POR PESSOA

VALORES ABAIXO EM US$ POR PESSOA OCEAN TWO O Ocean Two possui 88 elegantes suítes para você aproveitar e relaxar tudo o que esse hotel pode oferecer: 2 piscinas externas, academia, serviço de bar e massagem na praia, SPA, WI-FI gratuito,

Leia mais

Indústria do Turismo. Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos

Indústria do Turismo. Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos Indústria do Turismo Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos Abril 2011 Aumento da renda do brasileiro alavancou mercado de passagens aéreas nos últimos anos

Leia mais

ANEXO I 1. REGIME DE NOTIFICAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE SERVIÇOS AÉREOS INTERNACIONAIS NÃO REGULARES

ANEXO I 1. REGIME DE NOTIFICAÇÃO/AUTORIZAÇÃO DE SERVIÇOS AÉREOS INTERNACIONAIS NÃO REGULARES ANEXO I O Instituto Nacional de Aviação Civil, adiante designado abreviadamente por INAC, representado pelo Presidente do Conselho de Administração, Dr. Luís António Fonseca de Almeida, e pelo Vogal do

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS I ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM GESTÃO PÚBLICA Pública Gestão Curitiba 2011 em I Encontro Internacional de Curitiba Gestão Pública para Resultados 44

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 355, DE 17 DE MARÇO DE 2015. Dispõe sobre os procedimentos e as taxas de desconto dos fluxos de caixa marginais a serem adotados nos processos de Revisão Extraordinária nos Contratos de Concessão

Leia mais

Temporada de Verão IATA 2012. Malha de S12. Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011

Temporada de Verão IATA 2012. Malha de S12. Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011 Temporada de Verão IATA 2012 Malha de S12 Reunião de orientação com as empresas Aeroporto Internacional de Guarulhos 13 de setembro de 2011 ROTEIRO Introdução Calendário de atividades Orientações gerais

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Delmo Pinho - março, 2009 Cenário Atual da Aviação Mundial 1.167 aeronaves imobilizadas; Número total de jatos

Leia mais

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília.

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília. Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres: 16.145 km com a Argentina

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, julho de 2015

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão. Brasília, julho de 2015 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Brasília, julho de 2015 ESTRATÉGIA CREDENCIAMENTO CPGF PASSAGEM AÉREA AGENCIAMENTO DE VIAGENS CREDENCIAMENTO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTE E LAZER

GOVERNO DO ESTADO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTE E LAZER 1 Governo do Estado do Rio Grande do Sul Governador José Ivo Sartori Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul Secretário Juvir Costella Diretoria de Turismo Diretor Abdon Barretto Filho

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL CAPÍTULO I DO PRÊMIO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL CAPÍTULO I DO PRÊMIO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2016 CAPÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1 o O Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2016 é uma iniciativa da Secretaria de Aviação

Leia mais

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294 BRASIL AIC DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO N SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES 12/14 DIVISÃO DE COORDENAÇÃO E CONTROLE AV. GENERAL JUSTO, 160-2 ANDAR 20021-130 RIO DE JANEIRO-RJ 01 MAIO 2014 Email:

Leia mais

Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária. ria. Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil

Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária. ria. Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil Modelo de Concessão da Infra- Estrutura Aeroportuária ria Ministério da Defesa Secretaria de Aviação Civil 1. Contexto institucional 2. Determinação legal 3. Política Nacional de Aviação Civil e a concessão

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇÃO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO INSTRUÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL IAC 202-1001 NORMAS PARA A SOLICITAÇÃO, AUTORIZAÇÃO E OPERAÇÃO

Leia mais

Regras gerais para alocação de slots em aeroportos coordenados durante a Copa do Mundo da FIFA de 2014. Comitê de Facilitação de Voos

Regras gerais para alocação de slots em aeroportos coordenados durante a Copa do Mundo da FIFA de 2014. Comitê de Facilitação de Voos Regras gerais para alocação de slots em aeroportos coordenados durante a Copa do Mundo da FIFA de 2014 Comitê de Facilitação de Voos Regras gerais para alocação de slots em aeroportos coordenados durante

Leia mais

Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL. Plano de Pesquisa

Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL. Plano de Pesquisa Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL Plano de Pesquisa SÃO PAULO 2009 EQUIPE TÉCNICA FIPE Coordenador Técnico Wilson Abrahão Rabahy Coordenador

Leia mais

REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013

REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013 REUNIÃO CCT N.º 274 13.08.2013 Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Movimentação de Cargas TECA-GRU Demandas Edifício

Leia mais

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 1 INFRAERO Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 Demanda Histórica 1997 : 0,3 pax/habitantes (163,8

Leia mais

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística

1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014. Logística 1ª Avaliação Parlamentar Copa do Mundo 2014 Logística Economia Brasileira Gráfico 1 Crescimento Econômico Brasileiro e Mundial PIB 2002 a 2016 (em %) 8,0 6,0 4,0 2,0 0,0-2,0 7,5 61 6,1 5,7 4,6 5,3 5,2

Leia mais

Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM

Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM Resumo do Estudo da Oxford Economics sobre o Impacto Econômico do projeto Hub Nordeste Brasil, encomendado pelo Grupo LATAM Data da divulgação do estudo 17/09/2015 CONTEXTO A consultoria Oxford Economics,

Leia mais

Cancelamentos e Atrasos de Voos

Cancelamentos e Atrasos de Voos Cancelamentos e Atrasos de Voos A ANAC - Agência Nacional de Regulação Civil publicou em 06 de março de 2012 a Resolução nº 218 que estabelece procedimentos para a divulgação de percentuais de atrasos

Leia mais

3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro

3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro 45 3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro As novas tecnologias transformaram o modo de viver das pessoas e também, conseqüentemente, os novos espaços físicos. Os meios de transporte, no último

Leia mais

Avanços e encaminhamentos sobre a Pesquisa de Turismo Internacional:

Avanços e encaminhamentos sobre a Pesquisa de Turismo Internacional: Avanços e encaminhamentos sobre a Pesquisa de Turismo Internacional: Avaliações para o desenho amostral em rodovias segundo a metodologia proposta para a PTI Palestrante: Alfredo García Ramos (Consultor

Leia mais

AEROPORTOS CAPITAIS DO NORDESTE

AEROPORTOS CAPITAIS DO NORDESTE AEROPORTOS CAPITAIS DO NORDESTE Perfil da Amostra Especificações Técnicas Objetivo Levantar o perfil sócio demográfico, origem-destino e atitudinal em relação a turismo de negócios e de lazer. Buscou também

Leia mais

Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro

Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro 2 dias para a copa O estudo Principais mercados emissores Chegadas internacionais nas cidades sede Pernoites no Brasil durante o último jogo O estudo

Leia mais

DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES. Senhor Presidente, comemoramos o Dia Internacional da Aviação Civil. A

DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES. Senhor Presidente, comemoramos o Dia Internacional da Aviação Civil. A Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 14/12/2011. DIA DA AVIAÇÃO CIVIL: INVESTIMENTOS URGENTES Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No dia sete de dezembro,

Leia mais

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011

Code-P0 COPA 2014. Atualizado em 27/09/2011 CodeP0 AEROPORTOS COPA 2014 Atualizado em 27/09/2011 0 CodeP1 ÍNDICE 2 GUARULHOS 4 Construção do TPS 3 (1ª Fase) Desapropriação, Ampliação e Revitalização do Sistema de Pista e Pátio Ampliação e Revitalização

Leia mais

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 1 INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 2 Organização 9 Superintendências Regionais Superintendência Regional do Noroeste; Superintendência Regional

Leia mais

Mudanças no Setor Aéreo: Novas Concessões e Resoluções

Mudanças no Setor Aéreo: Novas Concessões e Resoluções Mudanças no Setor Aéreo: Novas Concessões e Resoluções Infraero: Reestruturação Societária Workshop de Logística e Transportes da Fiesp 24 de Maio de 2016 Agenda 1. Institucional 2. Efeitos das concessões

Leia mais

CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES

CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES CRESCE BRASIL COPA 2014 Aeroportos: Desafios, preparativos, legados DARIO RAIS LOPES Roteiro Visão oficial Preparativos e pontos de atenção Impacto do tráfego nos aeroportos Gerenciamento da demanda Antes

Leia mais

GUIA INTERNACIONAL AMÉRICA DO NORTE - 2008 Nº. 16 Versão 8 - Efetivo: 25/10/2008 ÍNDICE

GUIA INTERNACIONAL AMÉRICA DO NORTE - 2008 Nº. 16 Versão 8 - Efetivo: 25/10/2008 ÍNDICE ANEXO DO ACORDO COMERCIAL PARA CONDIÇÃO DE OPERADORA Este anexo é parte integrante do Acordo Comercial para Condição de Operadora e não pode ser dissociado desse. O presente anexo tem início em 20 de Janeiro

Leia mais

Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro

Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro Como a Copa do Mundo vai movimentar o turismo brasileiro 10 dias para a copa O estudo Destaques Principais mercados emissores Chegadas internacionais nas cidades sede Saídas do Brasil Junho-Julho 2014

Leia mais

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Objetivo Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Fim das barreiras à entrada Estímulo à expansão dos investimentos do setor privado Modernização da infraestrutura e da gestão

Leia mais

ipea PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA INTRODUÇÃO

ipea PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA INTRODUÇÃO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Sachiko Araki Lira* Paulo Roberto Delgado** INTRODUÇÃO O objetivo desta nota é fazer uma breve apresentação do comportamento do mercado de

Leia mais

GEN 0.4 - LISTA DE VERIFICAÇÃO DE PÁGINAS EM VIGOR

GEN 0.4 - LISTA DE VERIFICAÇÃO DE PÁGINAS EM VIGOR AIP GEN 0.4-1 15 SEP 16 GEN 0.4 - LISTA DE VERIFICAÇÃO DE PÁGINAS EM VIGOR 16/1615 Sep 16 PÁGINA DATA GEN 0 0.1-1 25 JUN 15 0.1-2 25 JUN 15 0.1-3 25 JUN 15 0.2-1 25 JUN 15 0.2-2 25 JUN 15 0.3-1 25 JUN

Leia mais

Azul+Trip Juntas pelo Brasil

Azul+Trip Juntas pelo Brasil Azul+Trip Juntas pelo Brasil 1 Azul Trip S.A. Composição Acionária 2 Azul+Trip: Números Azul+Trip: Malha completa 100 destinos + de 800 voos diários Opera nas maiores regiões metropolitanas no Brasil,

Leia mais

Rio de Janeiro - BH / MG Gol Tarifa W Adulto R$ 226,00 Sab, 30 Ago 08 Vôo 1746 18:30 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) 19:30 Chegada BHZ-Confins-MG (CNF

Rio de Janeiro - BH / MG Gol Tarifa W Adulto R$ 226,00 Sab, 30 Ago 08 Vôo 1746 18:30 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) 19:30 Chegada BHZ-Confins-MG (CNF LEVANENTO PASSAGENS AÉREAS DO RIO DE JANEIRO PARA AS DEMAIS CAPITAIS (EM 2 DE JUNHO DE 2008) Rio de Janeiro - Aracaju / Sergipe Tarifa M Adulto R$ 620, Vôo 1714 19:00 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) Escala

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Setembro de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Seminário Internacional sobre Tributação Imobiliária FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Maria Cristina Mac Dowell maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais