5Norte é aposta. Aposta. Grupo Iberotel investe 80 milhões no lançamento da Yellow Hotels. Quarta-feira 15 Outubro 2008

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "5Norte é aposta. Aposta. Grupo Iberotel investe 80 milhões no lançamento da Yellow Hotels. Quarta-feira 15 Outubro 2008"

Transcrição

1 Quarta-feira 15 Outubro 2008 Paradigma de actuação tem de mudar na mediação imobiliária Lisboa recebeu principais líderes internacionais da Century 21 para debater a crise financeira e analisar oportunidade de futuro no mercado pág 10 Aposta Grupo Iberotel investe 80 milhões no lançamento da Yellow Hotels 14 Open House na Sexta-feira 5Norte é aposta do Troiaresort 20 Home Energy apresenta-se ao mercado 19 Organização faz balanço positivo PUBLICIDADE A construção é uma das actividades industriais que envolve maior risco. Se é dono de obra, empreiteiro ou técnico necessita da assessoria de especialistas, assim como de um serviço ágil e coberturas adaptadas a cada caso. Estes requisitos são fundamentais para tratar adequadamente os riscos de qualquer interveniente no processo construtivo. A ASEFA, única companhia seguradora especializada somente no sector da construção e do imobiliário, com mais de 30 anos de experiência, oferece-lhe a resposta integral às suas necessidades. Colocamos ao seu dispor um serviço personalizado prestado pela melhor equipa de profissionais. Praça D. Pedro IV, 74, 2.º D LISBOA escritórios ao seu dispor em Espanha

2 2 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Abertura Mercado de escritórios poderá registar nível recorde de área transaccionada Bons resultados do primeiro semestre deixam antever um ano positivo neste segmento Rui Pedro Lopes O mercado de escritórios deverá apresentar-se como o segmento imobiliário de melhor performance durante este ano. No seguimento de um primeiro semestre forte, é expectável que a segunda metade do ano possa conduzir, de novo, a um nível recorde de área transaccionada. Quem o diz é Manuel Puig, director-geral da Jones Lang LaSalle, cuja consultora revelou recentemente que a o mercado de escritórios de Lisboa registou uma ocupação de metros quadrados, durante o segundo trimestre de Os números avançados recentemente pela Cushman & Wakefield já apontavam para que este pudesse ser um ano atípico no segmento de escritórios e essa tendência parece ter sido agora confirmada pela Jones Lang LaSalle. Apesar da crise financeira que está a devastar as principais economias do mundo e a empurrar os índices do mercado imobiliário para níveis negativos, os escritórios parecem estar a passar ao lado de tudo isto. Se na Europa, a cautela dos investidores não tem chegado para estragar o bom ambiente que se vive no mercado de escritórios, em Portugal passase exactamente o mesmo. Segundo o Lisbon Office Overview, da Jones Lang LaSalle, a taxa de ocupação cresceu 8,2 por cento, no segundo trimestre, face a idêntico período de 2007, e 10,4 por cento, relativamente ao trimestre anterior, no qual foram tomados cerca de 35 mil metros quadrados. Neste momento e em termos semestrais, podemos concluir que nos primeiros seis meses do ano foram já ocupados cerca de m² na capital portuguesa. Para Mariana Seabra, directora de Office Angency da Jones Lang LaSalle, a absorção registada no mercado de escritórios no total do primeiro semestre é bastante positiva e demonstra que, apesar das projecções económicas em baixa, o mercado permanece com um ritmo equilibrado em relação Mercado de escritórios registou uma ocupação de m2, durante o segundo trimestre ao ano anterior e que a confiança dos ocupantes se encontra estável. O Lisbon Office Overview revela que, durante o período entre Abril e Junho, as zonas 3 (Nova Zona de Escritórios), 4 (Zona Secundária) e 6 (Corredor Oeste) foram as mais dinâmicas, confirmando que a procura se direccionou para as áreas de maior dimensão. Na zona 3 foram ocupados m² de escritórios, seguindo-se as zonas 6 ( m²) e 4 ( m²), sendo que nesta última se observou, pela primeira vez, uma ocupação trimestral tão elevada. O momento positivo que se vive neste mercado foi também confirma- Número 105 mil metros quadrados foi a área de escritórios ocupada no primeiro semestre em Lisboa do pela taxa de disponibilidade de espaços, onde se verificou uma descida de 7,3 por cento, no segundo trimestre de 2008 (a área disponível em Lisboa é agora de m²). Para esta descida, além da elevada ocupação, terá também contribuído o reduzido volume de nova oferta disponibilizada no mercado nos seis primeiros meses do ano, tendo apenas atingido os m² distribuídos entre as zonas 2 (Central Business District) e 6, pode ler-se naquele relatório. É na oferta nova que parece reduzir o grande calcanhar de Aquiles do segmento de escritórios, em termos futuros. Vários analistas têm chamado a atenção para o problema da reduzida oferta futura nas principais zonas da capital, mas há quem não partilhe deste pessimismo. A Jones Lang LaSalle estima, por exemplo, que, entre 2008 e 2009, sejam colocados no mercado metros quadrados de novas áreas de escritórios, embora em algumas zonas de mercado, como é o caso da zona 1 (Prime CBD), não tenham previsto o desenvolvimento de nenhum novo projecto neste período. A oferta prevista inclui uma forte componente de pré-arrendamentos (cerca de 50 por cento), de que são exemplo o Office Park Expo (65 mil m² no Parque das Nações) e a nova sede da Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA na versão inglesa), no Cais do Sodré. Quanto às rendas praticadas no segundo trimestre de 2008, os valores prime mantiveram-se estáveis na generalidade das zonas, revelando apenas um ligeiro acréscimo nas zonas 1 e 6, fixando-se, respectivamente, nos 21,5 euros/m²/mês, o valor mais alto do mercado, e nos 15,90 euros/m²/mês, indica o Lisbon Office Overview. PUBLICIDADE

3 Mercado Algarve com valorização de 6,7% Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro O Índice Confidencial Imobiliário registou momentos de maior volatilidade na região do Algarve. No caso do mercado de novos, vive-se uma fase de recuperação, depois de um ano 2007 com taxas de variação negativas, atingindo, em Julho uma taxa de valorização média anual de 3,2%. O segmento de usados, por sua vez, atinge uma valorização de 9,4%, a mais alta de todas as regiões do Continente. Desde 2006 que este mercado valoriza acima do segmento de novos. No total, o Algarve atinge uma valorização de 6,7%. Albufeira acima de /m2 A informação estatística obtida pela CI/LardoceLar.com revela que no 2º trimestre de 2008 o valor médio de oferta dos fogos na região do Algarve situava-se nos /m2. Entre os dois primeiros trimestres do ano a evolução dos valores em oferta foi de 1,2%. O valor/m2 mais elevado encontra-se no concelho de Albufeira, tendo crescido 4,5% no período respeitante aos dois trimestres em análise, atingindo os /m2. Lagos e Loulé apresentam valores acima dos / m2, sendo os concelhos com a segunda maior valorização. Lagoa e Vila Real de S.to António viram os seus valores crescerem mais de 2% entre o primeiro e o segundo trimestre de Tavira e Olhão foram os concelhos da região algarvia onde os valores/m2 sofreram uma ligeira depreciação, que não ultrapassou os 0,2%. A análise por freguesias coloca Santa Bárbara de Nexe, em Faro, como sendo a freguesia onde os valores médios por m2 atingem o seu máximo, aproximando-se dos /m2. As freguesias de Vila do Bispo e Bensafrim, em Lagos, apesar do número de imóveis em oferta ser reduzido, são das freguesias com valores m2 mais elevados, acima dos /m2. Monte Gordo, Carvoeiro e Almancil, oferecem, no seu conjunto, mais de 1,3 mil imóveis para venda, com valores acima dos /m2. Albufeira centro, Quarteira e a Guia são freguesias com grande volume de oferta e valores médios de /m2. O ranking de freguesias mais caras encerra-se com Boliqueime, em Loulé, com o valor médio de /m2. PUBLICIDADE

4 Publicidade Notícias - Localização Empresarial Vantagens de uma boa localização empresarial Instalação em Parque Empresarial contribui para o aumento da produtividade e competitividade das empresas. A problemática da localização empresarial tem vindo a merecer ao longo dos tempos, de forma inter disciplinar, um tratamento cada vez mais cuidadoso. Do ponto de vista conceptual a Zona industrial deve ser entendida como um espaço geográfico destinado à indústria, num determinado plano de ordenamento, sendo que por sua vez o Parque Industrial é um espaço ordenado e infra-estruturado para acolher indústrias, assentando a distinção no facto do espaço estar ou não ordenado, existindo ou não infra-estruturas diversas. Assim, considera-se zona industrial o espaço reservado para actividade empresarial ainda não infra-estruturado. Parque Empresarial Modelo mais avançado. Na mesma lógica e considerando um estado mais avançado de desenvolvimento, por Parque Empresarial devemos entender um espaço territorial devidamente delimitado, vocacionado e preparado numa lógica de eficiente ordenamento do território para agrupar (não numa perspectiva de ghetto industrial) uma série de actividades industriais ou empresariais que podem ou não estar obrigatoriamente relacionadas entre si, associado à prestação de serviços de apoio às empresas numa lógica de gestão condominial. Numa perspectiva histórica, os primeiros parques industriais apareceram nos anos 30 (como resposta à crise de 1929) em Inglaterra, com forte proliferação no pósguerra por toda a Europa. Em Portugal a promoção de solo industrial torna-se possível pela via administrativo-legal, pela Lei 3/72 de 27 de Maio, regulamentado pelo DL 133/73 de 28 de Março que considera no seu artigo 1.º o parque industrial como uma aglomeração planeada de unidades industriais cujo estabelecimento visa objectivos de fomento industrial. O desenvolvimento da oferta de espaços para localização de empresas em Portugal caracterizou-se por um processo de evolução no qual se pode distinguir diversos graus de qualificação e diferentes benefícios quer para as empresas, quer para o desenvolvimento económico e social da região. De uma forma sintética, a diferenciação dos seus elementos e dos seus benefícios permite-nos distinguir duas grandes fases nesse processo de evolução: Uma primeira fase, com a criação de zonas industriais, na qual a preocupação se centrava na promoção da construção de infra-estruturas para a localização de instalações industriais. Numa segunda fase, surgiram novos modelos para a instalação de empresas com o nascimento dos parques empresariais, que acrescentam ao anterior modelo a criação de uma oferta de diversos equipamentos e serviços que permitem qualificar o espaço, potenciam a criação de economias externas e promovem a criação de contextos dinâmicos. Nos novos modelos de instalação de empresas, nascidos com a criação dos parques empresariais, os empresários não se preocupam apenas com as vantagens de curto prazo e conseguem percepcionar as vantagens da gestão integrada e efectiva do espaço e das economias de aglomeração decorrentes da sua localização em parques empresariais. Nos parques empresariais é oferecido um conjunto de equipamentos e serviços às empresas aí instaladas, permitindo uma efectiva gestão corrente dos parques (vigilância, limpeza, etc.). Parques empresariais competitividade e produtividade Podemos associar a produtividade à competitividade, entendendo esta última como a capacidade das empresas produzirem bens e serviços, de forma mais eficiente que os seus concorrentes, no fundo transformando ideias em produtos de uma forma mais eficiente, estando ainda orientadas para o cliente. Daí aferir, como é comummente aceite, que a competitividade resulta da conjugação da produtividade com a qualidade e tipo de serviços prestados, sendo que por sua vez a produtividade relaciona-se com as boas práticas a nível (interno) da gestão e modelo organizacional e ainda a combinação de ferramentas e tecnologia avançada com aspectos comportamentais mormente motivacionais. Contributos dos parques Empresariais Em síntese a localização de empresa em áreas de acolhimento empresarial, parques empresariais bem localizados e com infra-estruturas modernas contribuem para as empresas decidirem com mais rapidez e qualidade, afectando e canalizando recursos para outras actividades de desenvolvimento da actividade e de maior valor acrescentado. A localização e facilidade de acessos devem ser vistas ainda como fonte de liderança pelos custos, sendo que na perspectiva da cadeia de valor é uma fonte de vantagem competitiva, na qual a logística, marketing, vendas e as actividades de apoio têm um papel fulcral. Disponibilização de um conjunto diversificado e qualificado de serviços. Por outro lado, os serviços prestados permitem à empresa concentrar-se plenamente no seu core business não dispersando recursos e focando a sua actividade, melhorando as prestações internas, a produtividade da empresa, sendo ainda um instrumento de diferenciação colocados ao dispor da empresa. SEMINÁRIO A Parque Invest realizou em parceria com a Câmara de Comércio e Industria Luso - Francesa, no passado dia 3 de Outubro na delegação da AEP em Lisboa, um seminário sobre Localização Empresarial em Portugal - Vantagens, constrangimentos e perspectivas, tendo como objectivo geral apresentar de forma transversal as principais questões inerentes ao processo de localização empresarial.

5 Resort Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro Áreas de cada apartamento rondam os 350 metros quadrados Troiaresort comercializado a Norte Marc Barros Com cerca de 50 por cento já colocado, a Sonae Capital continua a promover o Troiaresort, emprestando uma forte divulgação do projecto no Norte e na Galiza A Sonae Turismo levou a apresentação do Troiaresort ao Porto, com o objectivo de promover o empreendimento junto do público-alvo seleccionado no Grande Porto e Norte. O Troiaresort tem como público-alvo as famílias portuguesas com poder de compra elevado, bem como turistas do Norte da Europa habituados a frequentar o Sul de Espanha e o Algarve. Segundo André Pinto Rocha, responsável do departamento de comunicação da Sonae Capital, o mercado do Norte do país afigura-se como uma aposta relevante e as expectativas são interessantes porque Tróia é uma muito boa alternativa ao Algarve para quem vem do Norte. Por essa razão, no decurso do mês de Outubro serão realizadas outras apresentações do projecto no Porto, Braga, Guimarães e também pretendemos ir à Galiza. Actualmente, cerca de 70 por cento das vendas do projecto foram realizadas no mercado interno, correspondendo a 50 por cento do total da oferta do Troiaresort, num volume de negócios que ascende a 100 milhões de euros. Por outro lado, segundo aquele responsável, será dado um maior enfoque à comercialização do empreendimento nos mercados externos. Temos feito muitas sessões de apresentação em Inglaterra, Espanha, Alemanha, Dinamarca, China e vamos à Rússia em Novembro. Temos muitos clientes desses países. Conclusão em 2011 O projecto de Tróia foi desenhado e pensado como um empreendimento com uma forte vertente de aproveitamento ambiental. Possuindo uma vasta oferta de carácter residencial, hoteleiro e de lazer, o Troiaresort tem como grande objectivo abranger um leque alargado de público. Nesse sentido, as várias soluções arquitectónicas e urbanísticas visam conformar o projecto às exigências do público nacional e internacional. Esta realidade está a confirmar-se pelo interesse que tem vindo a ser demonstrado por clientes desses mercados e pelos operadores de referência que aí actuam. De todo o conjunto do projecto, que deverá estar concluído até 2011, serão lançadas novas fases de comercialização que totalizam os 727 apartamentos turísticos e moradias que tem disponível. Destes, 225 estão concluídos e prontos a habitar e 365 estão em conclusão. Destinado a ocupar uma área de cerca de 440 hectares da baía de Tróia, este empreendimento resulta de um investimento de 350 milhões de euros e foi classificado como Projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN). O valor médio de venda/m² do projecto ronda os euros.

6 6 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Opinião As casas não são de papel José Eduardo Macedo Nos novos e modernos mentideiros que se debruçam sobre economias e finanças, locais que contemplam jornais, estações de rádio, canais televisivos e internet, correm os mais variadas boatos à mistura com algumas verdades, numa mescla pouco transparente que apenas semeia incertezas e distribui angústias. A palavra mentideiro significa, em português, o lugar onde se inventam e propagam boatos e mentiras ou um conjunto de pessoas que falam da vida alheia, sendo este segundo sentido muito mais próximo do sentido clássico do vocábulo castelhano mentideros, lugares de más línguas como os que existiam em Madrid. Um deles -. reza a história, o mais famoso e concorrido da maledicência madrilena, seria o da Puerta del Sol, ao Convento de San Felipe el Real, frequentado por homens de negócios e prestamistas, mentidero especializado em notícias e boatos relacionados com o mundo do dinheiro, as euribores de outros séculos. Em Madrid havia pelo menos três mentideros famosos o já citado, o do Palacio, na praça frente a Alcázar e o Mentidero de Representantes, no coração do bairro dos escritores e dos artistas, sendo curioso registar que, em certos dias, era possível encontrar os mesmos profissionais do rumor nos três mentideros, a horas diferentes é claro. Hoje tudo é mais fácil. Com as novas tecnologias, é possível estar em três e mais mentideiros ao mesmo tempo e a opinião, naturalmente subjectiva, dos mentideiros tem efeitos objectivos no real. A cotação bolsista pode variar brutalmente em função deste ou daquele rumor ou desta ou daquela notícia confirmada, gerando movimentos descontrolados do pânico à euforia. Dizem os especialistas em bolsas dos melhores mentideros (utilizo a palavra em castelhano por ser menos pejorativa), de mentideros famosos como os da Puerta del Sol, dizem os especialistas que num clima de euforia bolsista a regra da prudência manda vender, enquanto que num clima de pânico a solução, ousada mas potencialmente inteligente, será a de comprar. O que acontece, neste contexto, é que muitas das receitas para o melhor investimento, procuram um retorno fácil, rápido e elevado, solução (especulativa) que é sempre muito arriscada e pouco ética, embora nos tempos que correm este valor da ética seja olhado, infeliz e erradamente, como um valor em risco de extinção. E no entanto, é na transparência e na ética dos negócios que a Economia pode sobreviver e servir as comunidades onde actua. A descida da taxa da Euribor, apesar de todos os sacrifícios dos Estados, visíveis nas opções dos Bancos Centrais, demorou a descer... Mas desceu... Seria inqualificável que os bancos, grandes responsáveis pelas vicissitudes do presente, continuassem a remar contra a maré. Mas pior do que remar contra a maré, seria (ou é) a tentação de fazer recair sobre o sector imobiliário as culpas destes momentos de incerteza, causados por engenharias financeiras a que o sector imobiliário é alheio. As casas ao contrário de certos produtos financeiros que gente com muita responsabilidade já chamou de envenenados as casas não são de papel. Presidente da Direcção Nacional da APEMIP

7 Empreendimento Quarta-feira 15 Outubro 2008 Público Imobiliário 7 Palácio das Janelas Verdes quase colocado Rui Pedro Lopes Projecto resulta da transformação de um palácio do século XVIII e está localizado em Lisboa A CB Richard Ellis anunciou que o empreendimento Palácio das Janelas Verdes já tem 93 por cento das suas habitações colocadas. Promovido pela Santamaro, através da Prestige Property Plus, este projecto está situado em Lisboa, junto ao Museu das Janelas Verdes. Este palácio do século XVIII foi transformado para receber 15 resi- dências distribuídas por três núcleos diferenciados ao longo dos cinco pisos do edifício. O imóvel manteve as fachadas originais, tendo sido totalmente reorganizada a sua estrutura inicial e as características tipológicas pré-existentes, revela um comunicado da CB Richard Ellis, que está a comercializar o empreendimento. O Palácio das Janelas Verdes integra um amplo espaço de estacionamento resultante da diferença de cotas entre as frentes das três ruas que circundam o imóvel. Além disso, possui um Empreendimento com 15 residências cuidadoso jardim interior, no pátio central, projectado pelo paisagista Francisco Caldeira Cabral. Entretanto, a CB Richard Ellis está também a comercializar outro projecto da Santamaro, na cidade de Lisboa. Trata-se do Prestige Mártires da Pátria, que resulta da reabilitação de um antigo palácio e que compreende seis apartamentos, com amplas áreas. Para o Estoril, está previsto, este mês, o lançamento do Prestige Monte de Estoril Residence, um empreendimento composto por 17 apartamentos de estilo arrojado e moderno, com tipologias entre o T1 e o T5. A promoção é da Santamaro e a comercialização da CB Richard Ellis. Quinta da Galharda - Village em comercialização PUBLICIDADE Pedro Farinha Empreendimento no concelho de Torres Vedras disponibiliza moradias em banda e individuais A Veigas Imobiliária, através da sua agência de Torres Vedras, iniciou a comercialização da Quinta da Galharda - Village. O empreendimento de luxo foi concebido segundo padrões de alta qualidade, de forma a proporcionar um estilo de vida tranquilo e com comodidade, fora do stress dos grandes centros urbanos, revelam os responsáveis desta agência, em comunicado. Situado numa região de vinhedos, mais precisamente na aldeia de Ribaldeira, no concelho de Torres Vedras, este projecto compreende moradias em banda e individuais, com tipologias entre o T3 e o T5. As moradias, com acabamentos e interiores de luxo, dispõem de uma área que varia entre os 150 e os 250m2 e possuem jardins, terraços, interiores amplos e uma vista privilegiada devido às características do terreno em que estão inseridas. A diversidade de formas e a utilização de cores tradicionais são alguns dos traços arquitectónicos que caracterizam este empreendimento, concebido para satisfazer os padrões de qualidade mais exigentes, pode ler-se no mesmo comunicado. A Quinta da Galharda - Village incluirá também um conjunto de serviços, designadamente, ginásio, Spa, piscinas, campo de ténis, Padel, restaurante e loja gourmet. Segundo Paulo Veigas, director-geral da Veigas Imobiliária, a comercialização exclusiva de empreendimentos de luxo é uma aposta da marca Veigas. Com angariações em outras zonas do país, nomeadamente na área da Grande Lisboa, na Costa da Caparica e no Algarve, a rede conta com profissionais qualificados e devidamente formados para uma resposta eficaz a este segmento de mercado.

8 8 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Empreendimento Fontana Living é um empreendimento diferente de quase tudo o que o mercado tem oferecido Projecto na cidade de Lisboa compreende sete apartamentos e estará concluído no primeiro trimestre de 2009 Rui Pedro Lopes Tem toda a oferta de um resort, mas não é um resort. quem o diz é Frederico Mondril, do Departamento Residencial da Abacus Savills, referindo-se ao empreendimento Fontana Living, que esta consultora está a comercializar junto à Praça José Fontana, em Lisboa. A oferta habitacional consiste em sete apartamentos T4+1 (um por piso) e a promoção está a cargo da Turismadeira, do empresário Joaquim Justino. Frederico Mondril, em entrevista ao PÚBLICO Imobiliário, desvendou um pouco mais deste projecto, onde se procurou uma individualidade nos usos, mas de forma muito integrada. Além de estarmos perante um empreendimento que é diferente de quase tudo o que o mercado tem oferecido, o Fontana Living distingue-se pelo facto de que, quase garantidamente, irá manter a mesma linha arquitectónica daqui a cinco ou dez anos. E isso é uma garantia muito importante para quem compra, assegura aquele responsável. Para o arquitecto Francisco Aires Mateus, que assinou o Fontana Living, este é um projecto muito transparente, resultado da sua frente envidraçada e da própria capacidade reflectante do vidro, principalmente em vista rasante, para promover o reforço da presença dos jacarandás nesta área da cidade. Além da fachada envidraçada, o complexo tem orientação para Sul, com vistas desafogadas a partir do meio do edifício, nota Frederico Mondril, que destaca ainda as excelentes áreas de cada apartamento, a rondar os 350 metros quadrados. Mas contar a história deste projecto é também falar do Fontana Park Hotel, o primeiro capítulo deste investimento imobiliário, que a Turismadeira levou a cabo. Inaugurado no passado mês de Dezembro, este design hotel disponibiliza 140 quartos, dois restaurantes, bar e sushi-bar, jardim ao ar livre com árvores e fonte, terraço panorâmico, B.I. Fontana Living Promotor: Turismadeira Localização: Junto à Praça José Fontana, em Lisboa Componente residencial: Sete apartamentos T4+1 Projecto de arquitectura: Francisco Aires Mateus Estacionamento: Cada fracção dispõe de cinco lugares de estacionamento Comercialização: Abacus Savills Conclusão: Primeiro trimestre de 2009 salas de conferências e está localizado mesmo ao lado do empreendimento habitacional. O Fontana Living que, segundo Frederico Mondril, funciona como uma transparência em relação ao hotel, estará pronto a habitar no primeiro trimestre de A qualidade dos acabamentos é uma das principais imagens de marca deste empreendimento. Desde logo, os promotores destacam, no hall de entrada, os pavimentos de soalho em réguas de pinho de Riga, as paredes de lambril em chapa MDF lacado e os tectos estucados e pintados. Nos quartos e na sala, os pavimentos são de soalho em réguas de madeira e as paredes e os tectos apresentam-se estucados e pintados. Já nas casas de banho, o pavimento e as paredes são de pedra cristalino lagoa, os tectos suspensos em placas de gesso cartonado e os armários em estrutura de madeira e chapas de MDF. Referência ainda, nesta divisão, para as torneiras Water Evolution e loiças Duravit e Roca. Neste âmbito, destaque também para o vidro duplo térmico da Cristalglass, caixilharias Technal com rotura térmica, sistemas de ensombramento Screen matt antracite e Blackout B5 da Represtor, roupeiros lacados à cor branca no exterior e folheados a tola no interior, e ar condicionado Sanyo. Frederico Mondril chama ainda a atenção para o facto de cada fracção possuir cinco lugares de estacionamento. A comercialização do Fontana Living teve início recentemente e, neste momento, estão já colocados dois apartamentos. Estamos muito satisfeitos com a forma como a comercialização está a decorrer, sublinhou este responsável. Com a conclusão deste projecto habitacional, ficará apenas a faltar a construção de um condo hotel, com Spa, que deverá estar terminado no final de A proximidade do hotel e do condo hotel ao empreendimento é uma mais-valia para todos os moradores, uma vez que serão criadas sinergias em redor destes três projectos, assinala Frederico Mondril, que dá conta de que existirão serviços a disponibilizar pelo hotel aos proprietários das fracções habitacionais, nomeadamente serviços de catering ou babysitter.

9

10 10 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Actualidade Profissionais defendem que paradigma de actuação na mediação tem de mudar Rui Pedro Lopes Principais líderes da Century 21 estiveram reunidos em Lisboa para debater a crise financeira e abrir novas janelas de oportunidade para o futuro Há uma lição que a maioria dos profissionais ligados ao sector imobiliário parece estar a retirar da actual crise financeira: o paradigma de actuação terá de mudar. E os mediadores imobiliários estão a querer assumir essa mudança. Se antes, o pressuposto era de que o mediador servia para mostrar casas, hoje a sua função é mais alargada, uma vez que é ele que tem de perceber que imóvel se adequa às necessidades, financeiras e não só, do cliente, sublinhou, ao PÚBLICO Imobiliário, Ricardo Sousa, administrador da Century 21 Portugal. A mudança de paradigma na mediação foi, aliás, um dos temas em destaque durante a reunião anual dos presidentes desta rede imobiliária internacional, que juntou, na última semana, em Lisboa, 42 líderes internacionais. Mas para que esta mudança seja efectiva é necessário, antes de mais, educar os consumidores. Penso que é necessário reflectir sobre tudo o que se está a passar nesta crise financeira e ensinar os consumidores a fazer as melhores opções, na altura de comprar uma casa, afirmou, ao PÚBLICO Imobiliário, Thomas Kuntz, presidente da Century 21 Internacional, que não tem dúvidas de que um dos erros que conduziu a esta crise foi o facto de se terem vendido casas a pessoas que não tinham quaisquer condições de as pagar. Hoje, é preciso dizer às pessoas que é necessário optar e tomar as decisões mais sensatas, até porque, se o meu sonho é ter uma casa grande, mas eu não tenho dinheiro para isso, então talvez seja melhor optar por uma mais pequena, a um preço acessível, de modo a não me endividar muito, defende Thomas Kuntz. Ricardo Sousa concorda com a análise e diz que é necessário também que as pessoas tenham mais cultura financeira, isto porque muitos dos que contraíram um crédito à habitação não percebem as implicações dessa decisão e o que está em jogo. Pelo que, é preciso trabalhar de forma mais consultiva com o cliente. Deste modo, e antes de escolher a casa, o passo mais natural começa a ser o de tentar perceber qual o orçamento que o cliente tem disponível para a compra da casa. Posto isto, e em função daquilo que ele poderá gastar, partimos para a segunda etapa que é a de apresentar as casas que se encaixam nesse orçamento, sustenta o administrador da Century 21 Portugal, que é da opinião de que o mediador tem de aprender a dizer que não ao cliente. Reflexão é palavra de ordem no mercado imobiliário E esta completa inversão de papéis sobre o modo como se processava a mediação parece estar a agradar aos consumidores. Os clientes valorizam esta mudança de paradigma na mediação imobiliária, sendo de registar que o mercado está a querer trabalhar, cada vez mais, com o mediador imobiliário, ao contrário do que sucedia até aqui. Ainda assim, Ricardo Sousa considera que a mediação imobiliária tem um poder muito subestimado no contexto do mercado, apesar de uma das grandes lições que estamos a retirar desta crise ser a consciencialização do poder e da responsabilidade que a mediação tem nos dias de hoje. Mas as alterações chegam também a outros níveis. A Century 21 está hoje mais selectiva quanto ao produto que coloca no mercado, garante o administrador desta rede em Portugal, que, apesar da crise, cresceu 12,5 por cento até Setembro último. Investimento expectante Se os mediadores estão a mudar de paradigma, os investidores imobiliários aguardam expectantes por melhores dias. Continua a haver dinheiro no mercado para investir, mas o momento é de contenção, afirmou, ao PÚBLICO Imobiliário, Philip J. Yeager, administrador da Century 21 México, que se mostra muito optimista quanto ao futuro, sublinhando que esta crise tem os dias contados. Questionado sobre os melhores destinos para investir, este responsável garantiu que o Brasil, China, Índia e Rússia são mercados que apresentam um retorno muito bom e onde as oportunidades de investimento estão um pouco por toda a parte. Thomas Kuntz afina pelo mesmo diapasão do colega quanto aos destinos preferenciais, mas chama a atenção para o facto de ser necessária muita cautela quando se escolhe a localização do projecto. Uma má opção pode deitar tudo a perder, e em momentos de crise a precipitação pode ter custos muito caros. Reino Unido Mercado à espera de melhores dias É um mercado que olha para Portugal com muita atenção, mas que, mais do que nenhum outro, está a sentir os efeitos desencadeados pela crise financeira. O mercado britânico está a atravessar um período negro e as perspectivas de futuro, no curto prazo, não são muitos optimistas. Stuart White, da Century 21 Reino Unido, assinalou que os bancos ingleses estão muito reticentes em emprestar dinheiro, o que tem condicionado muito o investimento em imobiliário. O problema é sobretudo de confiança. Sobre as oportunidades de investimento que se abrem no país, Stuart White destacou as propriedades residenciais e comerciais que, em sua opinião, estão subavaliadas. Porta da Frente apresenta Departamento de Arrendamentos A empresa de consultoria e mediação imobiliária Porta da Frente criou um Departamento de Arrendamentos, que será constituído por uma equipa de especialistas em negócios imobiliários e que se dedicará sobretudo à comercialização de propriedades de alto nível. O crescimento da Porta da Frente e a sua consolidação no mercado de Cascais traz-nos uma responsabilidade acrescida, nomeadamente ao nível de qualidade e atenção aos clientes, afirmou Rafael Ascenso, director-geral da Porta da Frente. O novo departamento, que terá as suas instalações num espaço situado no antigo Hotel Atlântico, inclui uma equipa de três elementos altamente especializados nesta vertente de negócio, revela a empresa em comunicado. A palavra-chave que define a actividade desta nova área de actuação é profissionalismo, com a missão de proporcionar um leque de serviços específicos, acrescenta este documento. Quanto aos serviços a prestar, Rafael Ascenso explica que, no caso do proprietário, será dada atenção à promoção do seu imóvel junto da vasta carteira de clientes da Porta da Frente, através de uma criteriosa divulgação publicitária; avaliação e selecção dos potenciais inquilinos; elaboração do contrato de arrendamento; apoio jurídico; apoio total no check in e chek out e serviço de cobrança de rendas mediante o pagamento de um fee mensal. No que diz respeito aos inquilinos, serão disponibilizados produtos de qualidade seleccionados de acordo com os requisitos do cliente, que será apoiado na celebração dos contratos. P.F.

11

12 High Life - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7150 CENTURY 21 Vantagem Dupla PARA VENDA CENTURY 21 P. M. Paiva (gratuito) PARA VENDA CENTURY 21 High Life PARA VENDA CENTURY 21 Helderlar PARA VENDA CENTURY 21 Postura Certa VENDA SINTRA ALBARRAQUE Exc. Moradia V5. Zona calma, junto Beloura Parque. Salão (54m 2), 4 WC s. Piscina, jardim, BBQ. C/ escritório p/ Prof. Liberal. Garagem 2 viaturas. SANTO ANTÓNIO DA CAPARICA Apt. Duplex 4 ass. Sala 17m2 c/ varanda 3m2. Cozinha 10m2 c/ desp. 3m2. Quartos 8, 12 e 13m2. Wc s 2 e 4m2. Arrecadação 20m Euros. CAMPO DE OURIQUE T2 em Campo de Ourique, em zona central, com garagem. Prédio com elevador e porteira Euros. SANTA MARTA DO PINHAL Trespasse de loja c/ 70m2+ armazém c/ 70m2.Representante várias marcas lingerie.representante oficial da Hello Kitty.Fotocopiadora e máq.encadern. Grades.A/C.Bem localiz Euros.www.century21.pt/1683-HL0358ST LISBOA AMOREIRAS Fantástico T3 totalmente renovado em condomínio fechado perto das Amoreiras.Vista de rio. Obras há um mês. Dois lugares de Garagem. Não perca esta oportunidade. Vantagem Dupla - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6684 P. M. Paiva - Sociedade Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 6451 Helderlar - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 2424 Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000 CENTURY 21 Focusmed PARA VENDA CENTURY 21 P. M. Paiva (gratuito) PARA VENDA CENTURY 21 High Life PARA VENDA CENTURY 21 Helderlar PARA VENDA CENTURY 21 Postura Certa VENDA TELHEIRAS CENTRAL T3+1 boa orientação solar nasc./poente.excel.localização, junto do metro, autocarros, comércio tradicional, hipermercados e escolas. Fácil acesso 2.ª circular e Eixo N/S Euros. SOBREDA Moradia Banda 4+1 ass. Sala 27.5m2 c/ lar. Quartos 10.5, 11,5 e Suite 25m2. Cozinha 23.3m2. Sótão 57m2. Garagem 49m2. Arrecadação. Jardim Euros. CAMPO DE OURIQUE Fantástico T1 totalmente remodelado no centro de Campo de Ourique. Em prédio de placa, com elevador e possibilidade de garagem através de avença mensal Euros. CORROIOS Apart. 4 ass. semi-novo c/ excelentes áreas. Bons acabamentos. Arrecadação. Bem localizado, próximo do metro Euros. LISBOA PENHA DE FRANÇA Excelente T1 c/ 1 lugar de Garagem. Perto da Av. General Roçadas. 3 Elevadores.Prédio c/ bons acabamentos.viva numa zona calma com excelentes acessos Euros. Focusmed - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 3113 P. M. Paiva - Sociedade Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 6451 High Life - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7150 Helderlar - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 2424 Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000 CENTURY 21 Focusmed PARA VENDA Vá à Agência mais próxima e peça a sua revista. SETE RIOS T5. Excelente qualidade de acabamentos. Boas áreas, sala c/ 50m 2, 2 entradas, ar condicionado em todas as divisões, 4 wc s.perto do metro.2 lugares de garagem e arrecadação. Focusmed - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 3113 CENTURY 21 AlisMédia PARA VENDA LISBOA LUMIAR T1 Recente Com jardim privativo do condomínio. Sala 26m2, cozinha 11m2, 2 roupeiros. A 600m do metropolitano. Parqueamento e arrecadação Euros. Alismédia - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 5538 CENTURY 21 P. M. Paiva (gratuito) PARA VENDA CHARNECA CAPARICA HERDADE DA AROEIRA Moradia Isolada 7 ass.sala 120m2.Cozinha 15m2.Quarto 13m2 e Suites 13, 14, 16 e 18m2. Wc s 3 e 6m2. Arrecadação. Piscina. Jardim Euros. P. M. Paiva - Sociedade Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 6451 CENTURY 21 P. M. Paiva (gratuito) PARA VENDA CHARNECA DA CAPARICA BOTEQUIM Moradia Isolada Bi-familiar 6 ass.lote 525m2.Sala 26m2.Cozinha 12m2. Quartos 10 e 11m2.Sala 14m2.Cozinha 12m2. Quartos 10, 11 e 12m Euros. P. M. Paiva - Sociedade Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 6451 CENTURY 21 P. M. Paiva (gratuito) PARA VENDA CENTURY 21 West Life PARA VENDA CENTURY 21 West Life PARA VENDA CENTURY 21 Postura Certa VENDA CENTURY 21 Postura Certa VENDA ALMADA Apt. 4 ass. Sala 22.3m2, varanda 3m2 c/ magnífica vista rio. Cozinha 12.5m2. Quartos 10.5, 12.5 e 12.5m2. 2 Wc s. Arrecadação 8m2. Remodelada Euros. P. M. Paiva - Sociedade Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 6451 VENDA PINHEIRO-MAFRA TORRES VEDRAS Moradia T4 c/ acab.modernos, exc.áreas, a 4 min praias e 10 de T.Vedras. Cozinha total/ equip., piso radiante, sist.alarme comple.óptimo espaço exterior. LISBOA CAMPOLIDE LISBOA AMOREIRAS T3 c/ boas áreas c/óptimos acabamentos perto do C.C. Amoreiras no Condomínio Fechado 7.ª Avenida. Sala c/ lareira e cozinha equipada. fonte, piscina, lago, aq.central, garagem.120m Quinta luxo 7.600m2.Coz/ equip.móveis casquinha nórdica, garrafeira.salão Novo Apart.2 Assoalhadas em Campolide.Excelentes acabamentos. e suite c/ lareira, sauna + Anexo T0, churrasq.e lareira.canil, box cavalos, picad., Sala c/ 18.5m2 c/ varanda. Excelente oportunidade Euros. Possibilidade de permuta Euros. 2 lug. estac e arrec Euros. West Life - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6463 Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000 West Life - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6463 Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000

13 CENTURY 21 Postura Certa VENDA CENTURY 21 Cobertura Plena PARA VENDA CENTURY 21 Gikasa PARA VENDA CENTURY 21 H2Ouse PARA VENDA CENTURY 21 Crismonte PARA VENDA LISBOA EL CORTE INGLÊS Magnífico T3 no empreendimento do El Corte Inglês Alto do Parque.Acab. luxo e pormen.acrescent.p/ arquitectos de interiores altamente reputados. 2 lug.estac., A/C, aquec.central, seg.24h.www.century21.pt/1183-pc157 JARDINS DA PAREDE Apart.º T1, em condomínio fechado, com piscina, court de ténis, jardim, sala para festas, um lugar de garagem, arrecadação, vista de mar, a 3 min a pé da praia Euros. ALBARRAQUE Condomínio constituído por 2 moradias de arquitectura moderna, c/ 4 ass. e 320m 2 de área ajardinada. Zona calma de Sintra. Venda ou arrendamento Euros / Euros.www.century21.pt/ VISEU CORAÇÃO DE JESUS Loja na zona nobre da cidade de Viseu com cerca de 170m2 com 2 WC's e garagem.licença para comércio e serviços.perto do Hotel Montebelo. FALÉSIA ALBUFEIRA Apt.T1, mobilado.sala c/ varanda e BBQ, cozinha equip.lug. estac.na garagem.nova urb.c/ piscina e jardim.junto centro desportivo Htl Alfamar e Golf Pine Cliffs, 100m Praia da Falésia.www.century21.pt/0650-AP-197 Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000 Cobertura Plena - Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 7838 Gikasa - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7578 H2Ouse - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7399 Crismonte - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 4263 CENTURY 21 Postura Certa VENDA CENTURY 21 Cobertura Plena PARA VENDA CENTURY 21 Gikasa PARA VENDA CENTURY 21 H2Ouse PARA VENDA CENTURY 21 Crismonte PARA VENDA LISBOA MARQUÊS DE POMBAL Excelente oportunidade de negócio. Apartamentos do tipo T1 e Loft novos e totalmente modernos, no coração de Lisboa.Junto á Rotunda do Marquês de Pombal c/ óptimos acessos. Desde Euros. PAREDE Apart.º T4 transformado em T3 com garagem Box, situado junto ao colégio Maristas em prédio de 3 andares. Óptimo para investimento! Euros. QUINTA DA BELOURA Apartamento de óptima qualidade, c/ 3 ass., em condomínio privado c/ muita área ajardinada e piscina.orientação solar nasc./poente, porporcionando muita luz natural Euros. COIMBRA CERNACHE Moradia com aquitectura exclusiva, construção e concepção geral onde impera a preocupação c/ a eficácia do desempenho energético e aproveit. da luz natural. A 10 min. de Coimbra. ARMAÇÃO DE PÊRA Apt.T1, condomínio fechado. Cozinha equip., pré-inst. A/C, lug. garagem, terraço c/ BBQ no telhado.piscina p/ adultos e crianças,pq.infantil, mini-golfe. Central, a 100m da praia. Exc. invest. Postura Certa - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7000 Cobertura Plena - Mediação Imobiliária Unip., Lda. - AMI 7838 Gikasa - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7578 H2Ouse - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 7399 Crismonte - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 4263 CENTURY 21 Pirâmide das Kasas PARA VENDA VILA NOGUEIRA DE AZEITÃO Isolada NOVA 5 ass.lote de 500m2.Sala 37m2c/ recup.calor.asp.central, som int. e exterior, A/C purific. ar. Garag., Portão auto, Piscina, Churrasq, quintal e jardim Euros.www.century21.pt/1684-PKA2601 Pirâmide das Kasas - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6977 CENTURY 21 Pirâmide das Kasas PARA VENDA CASAS DE AZEITÃO ISOLADA 7 ass.lote 932m2.Sala 52m2c/ recup.alpendre.suite c/ Solário. Lavand. Asp. central, A/C, Alarme, Domótica GSM. Garag., Portão auto, Alpend., Quintal e Jardim Euros.www.century21.pt/1684-PKA2611 Pirâmide das Kasas - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6977 CENTURY 21 Quatrima PARA VENDA SOBREDA Apart. 3+1 ass.vista panorâmica.óptimo oportunidade investimento. Quartos com 15 e 14m2. Escritório 7m2. Cozinha com 16m2. Zona agradável Euros Quatrima - Sociedade Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 1630 CENTURY 21 Ocatarineta PARA VENDA URBANIZAÇÃO DO FOJO Bom apartamento T3 com 107m2, 2 WC s, bem conservado, vista desafogada, em zona calma, a 5 minutos do centro da cidade. Bom investimento. Ocatarineta & Associates - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI 6730 CENTURY 21 Ocatarineta PARA VENDA HORTA DE S. PEDRO Excelente apartamento T3, semi-novo com 118m 2. Suite, divisões amplas, bons acabamentos. Perto de escolas e serviços. Ocatarineta & Associates - Mediação Imobiliária, Lda. - AMI Cada Agência é Jurídica e Financeiramente independente

14 14 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Actualidade Feira de oportunidades de imobiliário com grande adesão do sector Luís Parafita, director-executivo da Thing Pink Publicidade, apresentou ao PÚBLICO Imobiliário o Open House, que decorre na Alfândega do Porto Marc Barros É já na próxima Sexta-feira que arranca o Open House, um evento que pretende proporcionar aos consumidores boas oportunidades imobiliárias, permitindo a aquisição de imóveis a preços inferiores aos de mercado, garante Luís Parafita. A feira, que resulta de uma organização conjunta entre a publicação Casas em Revista e a agência de publicidade e comunicação Thing Pink, decorre até ao próximo Domingo e espera receber cerca de 25 mil visitantes. Estarão presentes 54 expositores. PÚBLICO Imobiliário Como surgiu esta oportunidade e quais as razões que motivaram a organização de uma feira com estas características? Luís Parafita O Open House surge de uma parceria entre a publicação Casas em Revista e a agência de publicidade e comunicação Thing Pink, as quais trabalham muito de perto com os agentes do sector imobiliário. Antevendo a crise imobiliária e consequente estagnação do mercado, pensouse em algo que satisfizesse tanto os promotores e imobiliárias como os consumidores, algo que mexesse realmente com o mercado, simplificando o processo de escolha e garantindo ainda um acesso directo e privilegiado ao crédito e sobretudo valores de oportunidade. Esta primeira edição deste salão imobiliário esteve limitada aos clientes em carteira por parte dos organizadores. Contudo, face ao sucesso de inscrições, consideramos para a edição de 2009 convidar todas as empresas do sector que actuam na zona Norte do país. Qual o conceito que está subjacente ao Open House? O conceito passa por proporcionar aos consumidores boas oportunidades imobiliárias, permitindo a aquisição de imóveis a preços inferiores aos de mercado. Por outro lado, queremos potenciar a concretização de negócios por parte dos promotores e imobiliárias, ajudando a que estes possam enfrentar a crise do sector com os argumentos que lhes propomos com este evento. Pretendemos centralizar num espaço único uma grande panóplia de ofertas para que a análise e comparação seja mais directa, beneficiando assim o consumidor. Quais os moldes em que o evento será levado a cabo? Luís Parafita diz que, em termos de valor e volume de negócios, as expectativas são altas A principal exigência é que os expositores exponham imóveis que, única e exclusivamente durante o evento, se encontrem com um PVP reduzido face ao praticado normalmente. Outro dos princípios da realização do evento envolve a igualdade dos pequenos com os grandes. Ainda fixamos um limite até cinco imóveis por expositor a preço de oportunidade, garantindo assim que os seus sejam realmente de oportunidade. De referir ainda que um dos principais focos de atracção deste evento será o leilão a cargo da Euro Estates, que vai apresentar uma variadíssima carteira de imóveis, com valores base muito atractivos. Os imóveis em leilão podem ser consultados na página da Euro Estates (www.euroestates.pt). Quais os tipos de produto imobiliário que estarão presentes? Existe algum segmento ou segmentos em que predomine a oferta? Apresentamos produtos para todos os segmentos. Estarão expostos espaços comerciais, lotes e imóveis residenciais, sendo este o segmento com maior predominância. As tipologias com maior oferta são T2 e T3. Em termos de valores, existem imóveis que vão desde os até aos euros. Além destas tipologias, vão ser apresentados desde armazéns a terrenos, espaços comerciais a moradias T6. Julgo que não vão faltar opções para possíveis interessados na aquisição de imóveis. Quantos expositores estarão no certame? Estarão presentes 54 expositores, na sua maioria da região do Grande Porto, apresentando, no entanto, alguns imóveis que se encontram noutras regiões. Uma vez que se trata da primeira edição do evento, quais as expectativas que os organizadores têm para o Open House quanto ao número de visitantes e montante global de negócios gerados? Esperamos cerca de 25 mil visitas potenciadas não só pelas excelentes oportunidades imobiliárias como também pelas várias ofertas, incluindo um automóvel a quem escrever a melhor frase alusiva ao evento. Em termos de valor e volume de negócios as expectativas são altas, não podendo no entanto quantificar, visto ser o primeiro evento deste género realizado no nosso país. Qual a leitura, perante o actual cenário que o sector enfrenta, que pode ser dado ao Open House? Poderemos dizer que existe uma correlação entre a organização do certame e a actual conjuntura do sector imobiliário? Através de alguns sinais dados pelo mercado, antevimos este cenário, tendo começado logo a preparar o evento antes da crise imobiliária ter atingido as proporções que actualmente apresenta. Acreditamos que esta seria a altura ideal para lançar o evento dada a conjuntura que se vive. E de facto, mesmo antes da realização do evento, já vemos o mercado a mexer, ajustandose à nova realidade económica, assistindo a várias descidas de valores por parte de mediadores imobiliários.

15

16 16 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Actualidade Ordem dos Arquitectos é palco para apresentação de novo material Projecto dispõe de dez lojas Santarém Retail Park gerido pela Jones Lang LaSalle Pedro Farinha Consultora foi também mandatada para comercializar cinco retail parks da British Land em Portugal A Jones Lang LaSalle vai proceder à gestão do Santarém Retail Park, o mais recente activo adquirido em Portugal pela PREF, fundo luxemburguês gerido pela British Land. Esta consultora foi ainda instruída pela British Land para comercializar a totalidade do seu portfólio de imobiliário de retalho em Portugal, composto por cinco retail parks, num total de m² de Área Bruta Locável (ABL). Com a incorporação dos imóveis da British Land no nosso portfólio de gestão, atingimos o nosso objectivo de gerir carteiras de activos de Fundos de Investimento Imobiliário. A nossa equipa multidisciplinar, formada por oito elementos, oferece aos nossos clientes um leque alargado de serviços que contempla consultadoria de gestão, gestão operativa e gestão patrimonial, garante Maria José Vaquero, directora do departamento de gestão da Jones Lang LaSalle. Inaugurado já este ano, o Santarém Retail Park conta com uma ABL de m², distribuída por dez lojas. Dispõe ainda de um parque de estacionamento com capacidade para viaturas. Além da gestão deste empreendimento, a Jones Lang LaSalle irá comercializar o portfólio de imobiliário de retalho da British Land, em Portugal. O portfólio inclui o Sintra Retail Park (em funcionamento deste 2000 e com 14 lojas), Aveiro Retail Park (inaugurado em 2002 e com uma ABL de m²), Portimão Retail Park (aberto desde 2006 e dispondo de 21 lojas), Lima Retail Park (localizado em Viana do Castelo e de portas abertas desde 2007) e o Santarém Retail Park. Para Manuel Puig, director-geral da Jones Lang LaSalle, estas instruções são demonstrativas da confiança da British Land no nosso trabalho e do posicionamento da Jones Lang LaSalle como empresa de serviços especializados em imobiliário que cobrem de forma integrada todas as áreas do sector, de modo a responder às diversas necessidades dos nossos clientes. Já Santiago Neira, Asset Manager da Bristish Land, mostrou-se muito satisfeito com o funcionamento do portfólio português, sublinhando que a Jones Lang LaSalle cumpre com as nossas expectativas de gestão integral dos activos, dado o seu amplo conhecimento do mercado e a sua clara vocação de serviço ao cliente. Com sede em Londres, a British Land é actualmente um dos maiores investidores imobiliários europeus, detendo um portfólio avaliado em mais de 13,5 biliões de libras (aproximadamente 17,1 mil milhões de euros). Os activos integrados neste portfólio são, na sua maioria, detidos e geridos directamente pela empresa, que tem ainda participações em parcerias, joint-ventures e fundos de investimento que ascendem a três biliões de libras (aproximadamente 3,8 mil milhões de euros), pode ler-se num comunicado enviado à imprensa. Chama-se betão orgânico e é um novo tipo de material desenvolvido para conciliar o vegetal e o inorgânico num só elemento. Este material estará em destaque hoje, pelas 19 horas, na abertura do ciclo Investigações, que pretende apresentar um conjunto de trabalhos de pesquisa na sede da Ordem dos Arquitectos. O atelier e-studio: extrastudio arquitectura, urbanismo e design foi o responsável pela criação deste material que, aproveitando a capacidade de retenção de humidade do betão, funciona como uma pilha, em que água é libertada durante os períodos secos. Aplicado como superfície, o betão orgânico permite obter superfícies vivas permeáveis, devolvendo uma componente natural aos espaços públicos urbanos, revela um comunicado da Ordem dos Arquitectos. Segundo o mesmo documento, esta ideia é um trabalho conjunto de João Ferrão, João Costa Ribeiro A Sociedade Gestora da Alta de Lisboa (SGAL) vai participar na instalação de sistemas de produção de electricidade, através de energia solar (painéis fotovoltaicos), no condomínio dos Jardins de São Bartolomeu. Esta é uma iniciativa das administrações de condomínio deste projecto integrado na Alta de Lisboa Com este programa, que prevê a colocação de um total de 16 painéis solares, o condomínio irá transformar-se num produtor de energia contribuindo, dessa forma, para o cumprimento dos objectivos nacionais de utilização de energias renováveis e de redução do efeito de estufa a produção de cerca de 80 MWh/ano, evita a emissão de 38 toneladas de CO2, indica um comunicado da SGAL. em colaboração com Sónia Oliveira, apresentado em 2005 e realizado para a ExperimentaDesign. Este trabalho, dizem os autores, surge na sequência de uma série de projectos em que a diferenciação entre materiais naturais e artificiais se tornou cada vez mais questionável. Projecto na Alta de Lisboa produz electricidade através de painéis fotovoltaicos. O projecto está a ser desenvolvido de acordo com os critérios do sistema LiderA, do Instituto Superior Técnico, e vai ao encontro de um dos objectivos da SGAL: transformar a Alta de Lisboa no primeiro bairro em Portugal com certificação ambiental e certificação de qualidade, acrescenta o mesmo documento. P.F. Finanfácil em parceira portuguesa com a ERA Imobiliária A ERA Imobiliária apresentou recentemente, em Portugal, a Finanfácil, uma consultora financeira espanhola, criada em 2002, que promete ajudar os consumidores portugueses a melhorar a sua relação com os bancos e outras instituições financeiras, revela um comunicado desta empresa. O objectivo da Finanfácil é oferecer a cada pessoa a possibilidade de fazer escolhas esclarecidas na gestão das suas responsabilidades financeiras pessoais, obtendo para os seus clientes as melhores condições de mercado para empréstimos e os melhores produtos financeiros para cada situação, assinala o mesmo documento, que acrescenta: As pessoas com necessidades de financiamento, que necessitam de baixar as prestações mensais dos seus empréstimos, renegociar as condições de crédito, ou que procuram as melhores condições do mercado vão poder recorrer a assessores financeiros com disponibilidade, conhecimento e capacidade negocial à escala ibérica. A parceria da ERA com este grupo financeiro promete gerar para a marca, para a sua rede de lojas franchisadas e para os seus clientes, os recursos necessários para o desenvolvimento de um projecto de liderança para a Península Ibérica, pode ler-se no comunicado. João Pedro Pereira, director-geral da Finanfácil, sublinha que a consultoria financeira é hoje uma necessidade crescente das famílias e micro-empresas. A Finanfácil vem dar resposta a esta necessidade, disponibilizando para isso consultores financeiros disponíveis para oferecer a cada pessoa a possibilidade de fazer escolhas esclarecidas na gestão das suas responsabilidades financeiras pessoais. A primeira loja da Finanfácil deve abrir portas em Novembro deste ano. Até final de 2009, o objectivo é chegar às 40 lojas em todo o país. P.F. Jardins de São Bartolomeu

17

18 18 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Actualidade Grupo Iberotel lança Yellow Hotels Pedro Farinha Objectivo é possuir, até 2012, sete unidades em Portugal e duas no estrangeiro O Grupo Iberotel vai investir 80 milhões de euros no lançamento da cadeia Yellow Hotels. Além da criação de novas unidades hoteleiras nacionais e da entrada no mercado internacional, o grupo pretende remodelar as unidades actuais e lançar novos produtos, sob esta designação. Queríamos uma marca forte para identificar a nossa nova oferta, que fosse ao mesmo tempo ao encontro da nossa expansão em Portugal e no estrangeiro, assinalou José Carneiro, administrador do Grupo Iberotel, que, até 2012, espera ter uma rede Yellow Hotels de cerca de sete unidades em Portugal e duas a nível internacional. Segundo este responsável, a Yellow Hotels vai arrancar com as unidades remodeladas Yellow Monte Gordo Beach Hotel e Yellow Alvor Hotel. O investimento ascende a 40 milhões de euros e incidiu na revisão da decoração e de um conjunto de outros elementos, rumo a uma oferta premium. Unidade em Lagos com abertura prevista para 2010 Neste âmbito, iniciou-se também a construção da unidade em Lagos e foi definida a remodelação do hotel na Praia da Rocha, ambos com abertura prevista para No mercado nacional, a Yellow Hotels encontra-se ainda a fazer prospecção em Lisboa e Porto. Tiago Monteiro, administrador do Grupo Iberotel e piloto de automóveis, sublinhou que, além fronteiras, temos o plano de lançar, até 2012, a unidade hoteleira no Brasil e entrar no mercado espanhol, num investimento global que rondará os 20 milhões de euros. Entretanto, a Yellow Hotels vai apresentar o cartão Clube Leisure, que funcionará como um cartão de crédito que vai dar direito a: tratamento VIP à chegada, prioridade na reserva, checkout até às 16h, descontos nas variadas facilidades das unidades hoteleiras e ainda junto de parceiros nacionais e internacionais de áreas como bem-estar, infantil ou vestuário. Edifício Sousa Martins 21 com novo inquilino As consultoras imobiliárias Worx e Aguirre Newman Cosmopolita anunciaram o arrendamento de mais um espaço de serviços e apoio da PT Comunicações no Edifício Sousa Martins 21, em Lisboa. A Worx actuou, nesta transacção, em nome da empresa do grupo PT, enquanto a Aguirre Newman Cosmopolita, que comercializa em exclusivo o edifício, representou o proprietário. A PT Comunicações arrendou a maioria do imóvel em questão, ocupando uma área de aproximadamente m². Excelente localização, áreas em open space com luminosidade natural, pavimento alcatifado com calha técnica e tectos falsos com iluminação embutida, ar condicionado e vidros duplos, detectores de incêndio, sanitários, segurança 24 horas, estacionamento coberto e privativo são algumas das principais características do Edifício Sousa Martins 21, que é composto por cinco pisos de escritórios, revela um comunicado da Worx.

19 Decoração Quarta-feira 15 Outubro 2008 Público Imobiliário 19 Intercasa superou as expectativas em 2008 Marina Calheiros, gestora da Intercasa, fez um balanço positivo, ao PÚBLICO Imobiliário, da edição deste ano Rui Pedro Lopes O canto do cisne da edição de 2008 da Intercasa foi dado no último Domingo. Contudo, o momento não foi de tristeza, mas de alegria, a julgar pelas palavras de Marina Calheiros que não escondeu a satisfação pelos resultados alcançados: 80 mil visitantes e 367 expositores. A actual crise não passou ao lado da feira, mas a gestora não tem dúvidas de que a Intercasa atingiu os seus objectivos. Para 2009, o caminho está traçado: Esperamos ter uma oferta ainda melhor, nomeadamente nos sectores menos representados, e continuar a desenvolver acções paralelas que dinamizem a feira no sentido de atrair mais e melhores clientes. PÚBLICO Imobiliário Qual é o balanço que se pode fazer da edição deste ano da Intercasa? Marina Calheiros Tendo em conta a conjuntura actual e os últimos desenvolvimentos da crise económica que, naturalmente afectou psicologicamente os consumidores provocando uma natural retracção na decisão de compra, podemos afirmar que a Intercasa superou as expectativas. Aumentámos o número de visitantes em 25 por cento o que significa que atingimos os , número inicialmente previsto. Daí resultou um número interessante de contactos e negócios realizados e perspectivados por parte dos expositores. O que mais destacaria de positivo na edição que terminou este fim-de-semana? Uma das nossas apostas foi não só aumentar o número de visitantes como melhorar a sua qualidade, atraindo à feira os principais prescritores. Para isso, decorreram uma série de iniciativas paralelas à exposição, nomeadamente com a Ordem dos Arquitectos e a Associação Portuguesa de Designers, que envolveu mais de meio milhar de pessoas deste target. A crise que se vive actualmente prejudicou a Intercasa? A crise afectou a Intercasa não tanto ao nível da procura mas principalmente na oferta. Os problemas do mercado imobiliário perturbam, naturalmente, os sectores a montante pelo que as empresas que desenvolvem a sua actividade na área da decoração, que têm visto os seus resultados a decrescerem no mercado interno, tendem a apostar menos perspectivando o retorno do seu investimento. Apesar disto, podemos afirmar que a Intercasa atingiu os seus objectivos. Uma das linhas de força da Intercasa é o facto da feira funcionar como a primeira grande mostra das últimas novidades de decoração. Como é que isso se consubstanciou ao Marina Calheiros anunciou que número de visitantes aumentou 25 por cento longo de todos os dias em que decorreu a feira? Consubstanciou-se no número de pessoas que acorreram aos stands, principalmente aqueles que se destacavam pela novidade. O certame está a apostar na internacionalização? A AIP/FIL está a desenvolver um conjunto de iniciativas para a internacionalização de empresas integrado num projecto denominado Selection, destinado a empresas fabricantes nacionais. Neste sentido, a Intercasa deste ano apostou na presença da indústria nacional, inclusive com a inclusão de produtos portugueses na decoração da casa. Porquê esta opção da feira se estender por nove dias, ao contrário do que é habitual em eventos do género que decorrem sob a égide da AIP? A opção dos nove dias tem a ver com o facto de permitir às empresas que participam na feira, numa óptica de realização de notas de encomenda, terem maior rentabilização, tendo em atenção que o consumidor final não toma a decisão de compra no primeiro dia em que visita a feira. Como decorreu a iniciativa Intercasa Selection? A iniciativa Intercasa Selection fundamentava-se em duas acções concretas. Primeiro, a participação das empresas na feira e consequentemente a decoração da casa com produtos das mesmas. Assim sendo, podemos dizer que este projecto correu bem. As empresas cumpriram os seus objectivos e a casa foi aplaudida por todos os que a visitaram, quer pelo tipo de produto quer pelo trabalho de decoração desenvolvido pelos decoradores. Quantos expositores marcaram presença na edição deste ano? Tivemos a presença de 367 expositores, dos quais 54 são empresas originárias de 12 países. O que podemos esperar da Intercasa 2009? Em 2009, esperamos ter uma oferta ainda melhor, nomeadamente nos sectores menos representados, e continuar a desenvolver acções paralelas que dinamizem a feira, no sentido de atrair mais e melhores clientes.

20 20 Público Imobiliário Quarta-feira 15 Outubro 2008 Ambiente Home Energy quer conquistar 30 por cento do mercado Pedro Farinha Empresa do grupo Martifer actua na área da certificação energética para edifícios residenciais. Belas Clube de Campo já foi certificado Emitir, pelo menos, 50 mil certificações e conquistar 30 por cento do mercado. Estes são os objectivos traçados pelos responsáveis da Home Energy, uma empresa do Grupo Martifer, que pretende conquistar a liderança na área da certificação energética para edifícios residenciais. O primeiro acto da história da Home Energy teve lugar no passado dia 8 de Outubro, no Belas Clube de Campo, altura em que foi apresentado o projecto, desenvolvido nos últimos meses, de certificação energética daquela comunidade residencial, a primeira certificada energeticamente em toda a Europa, de acordo com a Directiva nº 2002/91/CE. A entrega do certificado decorreu no Club House do Belas Clube de Campo e contou com a presença de Miguel Barreto, administrador delegado da Home Energy, Gilberto Jordan e André Jordan, da PlanBelas, e Carlos Martins, presidente do conselho executivo da Martifer. Miguel Barreto aproveitou a oportunidade e deu a conhecer os propósitos da empresa que lidera. A Home Energy é uma empresa especializada em certificação energética e energias renováveis para o segmento doméstico, actuando sobretudo na área da certificação energética para edifícios residenciais existentes. Para 2009, ano de lançamento, o objectivo da Home Energy é emitir, pelo menos, 50 mil certificações e conquistar 30 por cento do mercado, assumindo a liderança. A partir de Janeiro, a empresa contará com uma equipa de mais 100 técnicos altamente qualificados e actuará em todo o país. Cinco pontos de presença foram já definidos: Lisboa, Porto, Leiria, Faro e Oliveira de Frades, revela um comunicado desta empresa. Além da certificação energética de edifícios, a Home Energy oferece, também, soluções integradas de microprodução de energia através de instalação de painéis solares fotovoltaicos, que permitem transformar a radiação do sol em electricidade. Até ao final do ano, a Home Energy prevê instalar 100 sistemas de painéis fotovoltaicos, acrescenta o mesmo documento. Home Energy certificou Belas Clube de Campo

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve Dossier Promocional Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI

Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI Gestão Integral de Recuperação de Créditos Imobiliários - GIRCI A atual conjuntura do mercado imobiliário é uma janela de oportunidade para criar novas soluções. Soluções que tragam eficiência e optimização.

Leia mais

Gimob.Net. Exportação para portais imobiliários. Documento de suporte. Versão: 2.0. Actualizado em: 18.01.20133

Gimob.Net. Exportação para portais imobiliários. Documento de suporte. Versão: 2.0. Actualizado em: 18.01.20133 Gimob.Net Exportação para portais imobiliários Versão: 2.0 Actualizado em: 18.01.20133 Copyright by Improxy 2013 Geral Telefone: 223 749 100 Fax: 223 749 109 Email: geral@improxy.pt Departamento Comercial

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda Coimbra

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo

Dossier Promocional. Moradia em Caminha Viana do Castelo Dossier Promocional Moradia em Caminha Viana do Castelo 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

T4 Duplex Jardins do Palacete

T4 Duplex Jardins do Palacete T4 Duplex Jardins do Palacete Boavista/ Porto Nª/Refª 3818 Índice 1 Localização 3 2 Informação Geral 5 3 Disponibilidades 8 4 Acabamentos 10 5 Plantas 13 Implantação 14 T4 Duplex 15 6 Contactos 17 T4 Duplex

Leia mais

www.remax.pt/barcovez - Mediação Imobiliária, Lda. AMI 7189 ARCOS DE VALDEVEZ Rua Dr. Joaquim Carlos da Cunha Cerqueira, 29 4970-457 - Vila Fonche / Arcos de Valdevez Tel. 258 523 101 - Fax. 258 518 390

Leia mais

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 APR Associação Portuguesa de Resorts A Associação Portuguesa de Resorts (APR) tem por missão promover a imagem, empresas e

Leia mais

CASAS DO CASTELO. LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012

CASAS DO CASTELO. LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012 CASAS DO CASTELO LEÇA DA PALMEIRA 18 Dezembro 2012 Índice 1 Localização 3 2 Descrição 5 3 Fotografias 7 4 Acabamentos e Equipamentos 10 5 Áreas e Preços 13 6 Plantas 15 Fracção C 16 Fracção D 17 Fracção

Leia mais

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS 2013 AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS Índice 03 Apresentação 03 Clientes Sociedades Gestoras de Fundos de Investimento Imobiliário; Promotores Imobiliários; Mediadoras Imobiliárias; Empresas; Advogados; Particulares.

Leia mais

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys APRESENTAÇÃO da ImoEconometrics Setembro de 2012 Agenda Quem Somos Clientes Serviços IMOE Market Intelligence Metodologia de Trabalho Track Record 2 Quem Somos A ImoEconometrics presta serviços especializados

Leia mais

Se procura casa, esta é a porta certa.

Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Se procura casa, esta é a porta certa. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Abrantes Santarém

Dossier Promocional. Moradia em Abrantes Santarém Dossier Promocional Moradia em Abrantes Santarém 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização 6. Contactos

Leia mais

algarve lisboa madeira marbella gibraltar

algarve lisboa madeira marbella gibraltar algarve lisboa madeira marbella gibraltar JardimVista is a registered trademark, all rights reserved. Na Jardim Vista acreditamos que o jardim é um espaço para se viver socializar, jogar, fazer exercício

Leia mais

Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962

Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962 Moradia semi-nova T3 grande em zona calma - 962 Preço 500,00 Tipologia T3 Área útil 200 m² 1 Tipo de anúncio: Arrendamento Condição: Usado Características: Acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada.

Leia mais

25 anos a realizar o sonho de casa própria

25 anos a realizar o sonho de casa própria 25 anos a realizar o sonho de casa própria ÍNDICE 1 CABO VERDE 2 IFH 3 SECTOR IMOBILIÁRIO 4 POSICAO DA IFH NO SECTOR IMOBILIÁRIO 5 PROJECTOS 8 9 PROJECTOS CABO VERDE Arquipélago da África subsaariana,

Leia mais

ACGD vai aproveitar a 14a edição

ACGD vai aproveitar a 14a edição CGD vai leiloar casas no SIL com descontos de 25 % A 14 a edição do Salão Imobiliário de Lisboa (11 a 16 de Outubro) é marcada pelos leilões de 237 imóveis da CGD. A Century 21 venderá 230 imóveis da banca.

Leia mais

JARDIM DAS JAPONEIRAS. RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H

JARDIM DAS JAPONEIRAS. RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H JARDIM DAS JAPONEIRAS RUA CIDADE DA BEIRA Aldoar Porto N/Refª 2786-H Índice 1 Apresentação 3 2 Localização 5 3 Imagens 7 4 Plantas 12 Implantação 13 Alçados 14 Casa H2 16 5 Acabamentos 18 6 Quadro de Áreas

Leia mais

Destaque ARQUITECTURA

Destaque ARQUITECTURA ARQUITECTURA ARQUITECTURA Edificio Bloom Space for Business Localização Este edifício situa-se na Rua de Campolide em Lisboa. Com sua localização privilegiada sobre o Parque do Monsanto, coração verde

Leia mais

ComprarCasa Braga inaugura; Massamá e Pontinha rotulam lojas

ComprarCasa Braga inaugura; Massamá e Pontinha rotulam lojas Quinta com 6700 m 2, com 300 m 2 de construção para recuperar. Faceis Acessos a Auto-Estrada e Transportes Publicos. 157.000 - Refª 160/Q/01172 Apartamento T2 - Remodelado - Arrecadação no sotão - Vista

Leia mais

Torre Vasco da Gama recebe hotel

Torre Vasco da Gama recebe hotel Torre Vasco da Gama recebe hotel O EDIFÍCIO mais alto do país, construído como ícone da Expo' 98, vai acolher um hotel de luxo a partir de Setembro. A antiga Torre Vasco da Gama vai ser transformada no

Leia mais

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA

1. ANALISAR O MERCADO E A PROCURA Investimento ito regras para investir no Brasil Vários especialistas explicam, em oito passos, o que tem de fazer para financiar e avançar com um projecto imobiliário no Brasil. Brasil tornou-se numa das

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA.

A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA. Exchange A EXCHANGE Quem somos A Exchange é uma marca da empresa Changebiz Rede de Consultores Financeiros, SA. Resulta de uma Parceria de Sucesso entre o Grupo Onebiz, referência no desenvolvimento de

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu

Leia mais

Localizado junto à estrada de Eiras, na zona natural de expansão da cidade, o Coimbra Retail Park começou a

Localizado junto à estrada de Eiras, na zona natural de expansão da cidade, o Coimbra Retail Park começou a Informação à Imprensa - 10 de Novembro de 2003 Parceria entre a Sonae Imobiliária e a Miller Developments Coimbra Retail Park abre ao público com oferta de 15 novas lojas - Investimento de 13 milhões -

Leia mais

NOSSA GENTE EurOpA CONTiNENTAl

NOSSA GENTE EurOpA CONTiNENTAl NOSSA GENTE Europa Continental NOSSA GENTE 02 A NOSSA EQUIPA A nossa equipa europeia de gestores de retail parks em França, Itália, Portugal e Espanha, com escritórios em Londres, Paris e Madrid. Charles

Leia mais

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL CB RICHARD ELLIS PORTUGAL Apresentação da Empresa 2011 Índice Página 1. CB Richard Ellis 3 2. CB Richard Ellis no Mundo 4 3. CB Richard Ellis na Região EMEA 7 4. O Grupo CBRE Portugal 8 5. Prémios Internacionais

Leia mais

Dossier Promocional. Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto

Dossier Promocional. Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto Dossier Promocional Empreendimento Varandas da Venezuela 2 - Porto 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Características Detalhadas do Imóvel 2 1.

Leia mais

Press Release. Worx divulga WMarket Report 1ºS 2008

Press Release. Worx divulga WMarket Report 1ºS 2008 Press Release No: 77 / DZ Data: 15 de Setembro de 2008 Edifício Taurus, Campo Edifício Pequeno, Taurus, 48 4º 1000-081 Campo Pequeno, Lisboa 48 4º 1000-081 Lisboa + 351 217 999 960 tel. + 351 217 999 965

Leia mais

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA

INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA O crescimento começa nas cidades 12 de Novembro de 2015 1 Instrumento de financiamento Proposta Inicial Montante global - 158,6M 40,5M 36,5M FDU (Património autónomo de 77M)

Leia mais

Energia: Sustentabilidade e redução de custos.

Energia: Sustentabilidade e redução de custos. . dossier / Energia Pág: 36 Área: 15,00 x 20,27 cm² Corte: 1 de 6 Energia: Sustentabilidade e redução de custos. 2015 marca o ano Internacional da Luz. No que diz respeito ao consumo de energia, os hotéis

Leia mais

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães

A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães A atratividade dos territórios e a dinâmica imobiliária: Evolução e perspetivas para o Alto Minho Ricardo Guimarães Ricardo Guimarães, rguimaraes@confidencialimobiliario.com www.confidencialimobiliario.com

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO/INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

Deixe-se envolver por um ambiente. saudável. Premium

Deixe-se envolver por um ambiente. saudável. Premium Deixe-se envolver por um ambiente saudável. O LOCAL Deslumbre-se com a soberba vista para a Serra de Sintra, um excepcional local de contemplação do qual poderá desfrutar todos os dias. Uma vista única

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra Dossier Promocional Hotel Apartamento Villas de Sesimbra 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Edifício 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Look back to move forward. Marco Teixeira CEO

Look back to move forward. Marco Teixeira CEO Marco Teixeira, arquitecto qualificado com vasta experiência na área, desenvolveu as suas competências em algumas das mais conceituadas empresas, estabelecendo contactos com uma vasta lista de clientes,

Leia mais

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Consórcio CGD/IHRU TEKTÓNICA 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Consórcio IHRU/GCGD 18 de Abril de 2012 1 Portugal Evolução de

Leia mais

Novo portal quer assumir-se como referência da mediação imobiliária portuguesa

Novo portal quer assumir-se como referência da mediação imobiliária portuguesa Quarta-feira 23 Julho 2008 Novo portal quer assumir-se como referência da mediação imobiliária portuguesa APEMIP Serviços lança Casayes.pt. O responsável Luís Lima diz que o novo portal já integra mais

Leia mais

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009

A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 OJE 3 de Dezembro 2008 (1/5) A COLOCAÇÃO DE ESCRITÓRIOS PODE VOLTAR AOS 150 MIL/170 MIL M2 EM 2009 O take-up de ESCRITÓRIOS vai regredir em 2009 para o nível dos anos de 2004 e 2005, embora o preço das

Leia mais

Apartamento Janelas Verdes 74

Apartamento Janelas Verdes 74 JANELAS VERDES 74 Apartamento Janelas Verdes 74 Maio 2015 localização área bruta tipologia Rua das Janelas Verdes, 74-1ºD - Lisboa Portugal 38.70567,-9.16014 150 m 2 + 20 m 2 [pátio + varandas] T3 Bairro

Leia mais

Imobiliário nacional continua a registar descida no investimento

Imobiliário nacional continua a registar descida no investimento Quarta-feira 3 Setembro 2008 Imobiliário nacional continua a registar descida no investimento Previsões negativas do início do ano confirmam-se. Investimento caiu em Portugal 17,6 por cento no segundo

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas) é um instrumento financeiro promovido pela Comissão Europeia e desenvolvido

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA: Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas)

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve Dossier Promocional Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1

CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS. www.edimetal.pt 1 CRIAMOS SOLUÇÕES E MATERIALIZAMOS IDEIAS A Edimetal é uma unidade empresarial especializada na concepção, engenharia, produção, instalação e

Leia mais

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio Tendo como base o programa fornecido, o presente estudo tem como objectivo dar a conhecer as intenções da nossa proposta para a elaboração do projecto para um Hotel 4 estrelas, mais moradias em Malanje

Leia mais

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros!

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! Consórcio Imobiliário na prática Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! 1 Sobre a empresa A A+ Consórcios iniciou suas atividades com o objetivo de gerir

Leia mais

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração 16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração Luís Correia da Silva Lisboa, 9 de Março de 2013 Faculdade de Direito Universidade de Lisboa A) Definição de Resorts Integrados Espaços de lazer

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Portuguese Prime Property Box. Relatório de Gestão Exercício de 2011. Calmaria / Dead Calm

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Portuguese Prime Property Box. Relatório de Gestão Exercício de 2011. Calmaria / Dead Calm Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Portuguese Prime Property Box Relatório de Gestão Exercício de 2011 Calmaria / Dead Calm Comité de Investimentos João Paulo Batista Safara Sir Thomas d Eyncourt

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners. Relatório de Gestão Exercício de 2011

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners. Relatório de Gestão Exercício de 2011 Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Galleon Capital Partners Relatório de Gestão Exercício de 2011 Navegando Pacientemente no Mar Salgado / Sailing Paciently in the Salty Sea Comité de Investimentos

Leia mais

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA. CIP FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA UM NOVO PASSO Seminário 16 de abril de 2012 Intervenção do Presidente da CIP Bem vindos a este novo passo do projeto CIP - FAZER ACONTECER A REGENERAÇÃO URBANA.

Leia mais

Comprar: Deixe-se guiar!

Comprar: Deixe-se guiar! Está prestes a comprar um imóvel e tem numerosas perguntas bem legítimas. Quais as diferentes etapas e as formalidades a efetuar, antes, durante e após a compra? Siga o guia! Antes da compra Se está a

Leia mais

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323 Portugal tem futuro! Liderar com responsabilidade Introdução: A ACEGE em parceria com a CIP e o IAPMEI está a desenvolver o programa Liderar com Responsabilidade, que quer potenciar a acção dos líderes

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

5% aa garantidos por 2 anos (antes de IR) Financiamento disponível Ina. 8 Building Lisboa

5% aa garantidos por 2 anos (antes de IR) Financiamento disponível Ina. 8 Building Lisboa 166.097-857.400 5% aa garantidos por 2 anos (antes de IR) Financiamento disponível Ina 8 Building Lisboa Ina Análise do investimento Esta análise considera aspectos exclusivamente técnicos sobre informações

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE)

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Seminário : Inovação na Construção, Técnicas e Materiais de Construção sustentável Auditório da Associação

Leia mais

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO?

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO? O QUE É UM CERTIFICADO ENERGÉTICO? Um Certificado Energético (CE) de um edifício ou fracção autónoma é o documento emitido no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Energética e Qualidade do Ar Interior

Leia mais

Câmara Municipal. Habitação Social. no Município de LAGOS. Programa Global de Realojamento de 56 Famílias. 27 de Janeiro de 2006

Câmara Municipal. Habitação Social. no Município de LAGOS. Programa Global de Realojamento de 56 Famílias. 27 de Janeiro de 2006 Câmara Municipal Habitação Social no Município de LAGOS Programa Global de Realojamento de 56 Famílias 27 de Janeiro de 2006 I. Programa Global de Realojamento de 56 Famílias Breve Enquadramento Metodológico

Leia mais

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL.

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL. QUEM SOMOS A FACTORIAL Desenvolvimento Integrado de Projectos e Construções, Lda. foi fundada em 2006 com o objectivo de prestar serviços na área da engenharia. Actualmente, a FACTORIAL está predominantemente

Leia mais

Dossier Promocional. Moradia em Travassô Águeda - Aveiro

Dossier Promocional. Moradia em Travassô Águeda - Aveiro Dossier Promocional Moradia em Travassô Águeda - Aveiro 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL

INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL INTERVENÇÕES DE REGENERAÇÃO URBANA EM PORTUGAL JESSICA KICK-OFF MEETING FÁTIMA FERREIRA mrferreira@ihru.pt POLÍTICA DE CIDADES NO ÂMBITO DO QREN - PORTUGAL PO Regional Programas integrados de regeneração

Leia mais

Baixada Santista: imóveis de 2 e 3 dormitórios lideram lançamentos

Baixada Santista: imóveis de 2 e 3 dormitórios lideram lançamentos Baixada Santista: imóveis de 2 e 3 dormitórios lideram lançamentos A Região Metropolitana da Baixada Santista tem uma extensão territorial de 2.422 km² e é a terceira maior do Estado em termos populacionais,

Leia mais

Cumprimento particular à nova Direção da AHRESP

Cumprimento particular à nova Direção da AHRESP Cumprimento particular à nova Direção da AHRESP Comendador Mário Pereira Gonçalves Minhas Senhoras e meus senhores, O Turismo é um setor estratégico para a economia nacional. Representa cerca de 9,5% do

Leia mais

IISEMANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA

IISEMANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA INSTITUTO DA CONSTRUÇÃO E DO IMOBILIÁRIO IISEMANA DARE- ABILITAÇÃO ASSIMFOI URBANA 13 DE ABRIL / 15H00 SESSÃO DE ABERTURA DA SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA DE LISBOA C o n f e r ê n c i a s E x p o s i

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) Neste orçamento, o Município ajustou, as dotações para despesas de investimento, ao momento de austeridade que o país

Leia mais

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2014 IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo Amorim,

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

Entrevista com GVA-Consultimo. Maria Inácia Reynolds Oliveira. Diretora Geral. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso

Entrevista com GVA-Consultimo. Maria Inácia Reynolds Oliveira. Diretora Geral. Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso Entrevista com GVA-Consultimo Maria Inácia Reynolds Oliveira Diretora Geral Com quality media press para LA VANGUARDIA & Expresso O sector imobiliário em Portugal: análise evolução recente O sector Imobiliário

Leia mais

Lisboa Crucifixo 75. Rentabilidade estimada de aluguel : 3,1 % aa

Lisboa Crucifixo 75. Rentabilidade estimada de aluguel : 3,1 % aa Lisboa Crucifixo 75 Edifico tradicional na Baixa-Chiado Na entrada da maior estação de metro de Lisboa. 15 apartamentos para aluguel e uso próprio Grande potencial de rendimento Investimento : 262.599,00-491.265,00

Leia mais

Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis.

Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis. Agora você pode morar perto da praia com o conforto e tranquilidade que sempre quis. Posto de gasolina Av. Santos Dummont Restaurante Fagulha Hotel Vila Galé Os bons tempos voltaram. Padaria Foto aérea

Leia mais

Nos 9 primeiros meses de 2004. Sonae Imobiliária SGPS, SA Lugar do Espido Via Norte Apartado 1197 4471-909 Maia Portugal

Nos 9 primeiros meses de 2004. Sonae Imobiliária SGPS, SA Lugar do Espido Via Norte Apartado 1197 4471-909 Maia Portugal Sonae Imobiliária SGPS, SA Lugar do Espido Via Norte Apartado 1197 4471-909 Maia Portugal Telefone Administração (+351) 22 010 44 34 (+351) 22 010 44 36 Geral (+351) 22 010 44 63 FAX (+351) 22 010 46 98

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Príncipe da Beira Fundão

Dossier Promocional. Hotel Príncipe da Beira Fundão Dossier Promocional Hotel Príncipe da Beira Fundão 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização 6. Contactos

Leia mais

Bem-vindo ao Praças 47. Ana Caldas Rita Cláudio acaldas@remax.pt riclaudio@remax.pt 925 957 986 927 990 496 RE/MAX Telheiras

Bem-vindo ao Praças 47. Ana Caldas Rita Cláudio acaldas@remax.pt riclaudio@remax.pt 925 957 986 927 990 496 RE/MAX Telheiras Bem-vindo ao Praças 47 Ana Caldas Rita Cláudio acaldas@remax.pt riclaudio@remax.pt 925 957 986 927 990 496 RE/MAX Telheiras Localização Lapa, cruzamento da Rua das Praças e a Rua dos Remédios à Lapa Conceito

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral

Lic. Marketing e Publicidade. Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Lic. Marketing e Publicidade Marketing 1º Ano/2º Semestre Pós laboral Trabalho realizado por: Maria Marques, 7005 Docente: Dr. Fernando Gaspar SANTARÉM Licenciatura em Marketing & Publicidade 1 de 10 2007/2008

Leia mais

Actively Investing and Managing Property in Iberia

Actively Investing and Managing Property in Iberia Actively Investing and Managing Property in Iberia 1 PT Management Fund Management Investment Equity Providers & Placement Agents Property Management IMORENDIMENTO Actively Investing and Managing Property

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

REAL ESTATE SOLUTIONS. Cascais Lisboa Portugal

REAL ESTATE SOLUTIONS. Cascais Lisboa Portugal REAL ESTATE SOLUTIONS Cascais Lisboa Portugal ÍNDICE Masterplan 5 Edition Villa T2 Sales Pack Condomínio Resort & Localização Prime 3 16 20 21 MASTERPLAN Quinta da Marinha Resort Cascais, Lisboa, Portugal

Leia mais

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 14 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 15 FOTOS: Miguel Serradas Duarte FOTOS: Miguel Serradas Duarte Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO

Leia mais

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal, Curriculum Vitae Dados Pessoais Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira Nacionalidade Portuguesa Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique Estado Civil Casado Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Leia mais

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra O Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra estabelece a concepção do espaço urbano, para a área de intervenção do Plano, dispondo, designadamente,

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013 INDICE Nota Prévia 3 Portfolio de Negócios 4 Operações Turísticas - Resorts 6 Operações Turísticas - Hotelaria 9 Operações Turísticas Fitness 10 Refrigeração, AVAC

Leia mais

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo

Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Enercoutim investe 18 milhões na plataforma de demonstração de energia solar em Martim Longo Por Elisabete Rodrigues 17 de Maio de 2013 09:05 Comentar A plataforma de demonstração de energia solar que

Leia mais

praia do vau praia da rocha

praia do vau praia da rocha praia do vau praia da rocha Victor s Plaza praia do vau O Victor s Plaza fica situado numa zona privilegiada do Barlavento Algarvio, a cerca de 800 metros da Praia do Alemão e a 1500 m da Praia do Vau.

Leia mais

2. A OFERTA E A PROCURA TURÍSTICA NO NORTE DE PORTUGAL

2. A OFERTA E A PROCURA TURÍSTICA NO NORTE DE PORTUGAL 2. A OFERTA E A PROCURA TURÍSTICA NO NORTE DE PORTUGAL A análise realizada tem como base principal as estatísticas oficiais e alguns dados quantitativos de elaboração própria. Focamos a atenção nas mudanças

Leia mais

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas?

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas? Que Private Label na Era das Marcas? Vila Nova de Famalicão, 26 de Novembro de 2008 Manuel Sousa Lopes Teixeira 1 2 INTELIGÊNCIA TÊXTIL O Sector Têxtil e Vestuário Português e o seu enquadramento na Economia

Leia mais

Esta radiação que atinge o solo é constituída por três componentes:

Esta radiação que atinge o solo é constituída por três componentes: Energia Solar O Sol é a nossa principal fonte de energia, responsável pela manutenção das várias formas de vida existentes na Terra. Trata-se de um recurso praticamente inesgotável e constante, quando

Leia mais

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades.

adaptados às características e expectativas dos nossos Clientes, de modo a oferecer soluções adequadas às suas necessidades. A Protteja Seguros surge da vontade de contribuir para o crescimento do mercado segurador nacional, através da inovação, da melhoria da qualidade de serviço e de uma política de crescimento sustentável.

Leia mais

VALOR EM TEMPOS DE CRISE

VALOR EM TEMPOS DE CRISE IPD PORTUGAL 2008 AGOSTO 2009 1 Introdução 2 IPD 2008 - Retorno Total - Retorno das Rendas - Valorização do Capital 7 Análise A evolução do Índice Imobiliário Anual Português Imométrica/IPD (Investment

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa?

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa? Porque é que o Turismo é essencial para a Economia Portuguesa? 14 milhões de hóspedes Vindos do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Brasil, EUA Num leque de países que alarga ano após ano. 9,2 % do

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL

TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL TURISMO NO ESPAÇO RURAL LEGISLAÇÃO MANUAL Índice 1. Turismo no espaço rural: tipologias.2 2. Exploração e funcionamento.... 5 3. Legislação aplicável.17 Bibliografia. 18 1 1.Turismo no espaço rural: tipologias

Leia mais

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA Imagine um lugar onde a terra vai ao encontro da água, uma península que rasga o azul do oceano e o verde do rio. Praias de areia branca e dunas selvagens com trilhos

Leia mais

CONSTRUTORA LIX DA CUNHA S.A.

CONSTRUTORA LIX DA CUNHA S.A. Campinas/SP, 16 de Agosto de 2011 Prezados Senhores, Apesar dos problemas que se lançam sobre algumas construtoras da região, com embargos, projetos irregulares aprovados indevidamente, atrasos na entrega

Leia mais

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO BUSINESS BRIEFING Análise IPD 2011 MAIO 2012 INTRODUÇÃO O Investment Property Databank (IPD) é um índice que analisa o retorno do investimento institucional direto em ativos imobiliários, assumindo-se

Leia mais