Gestão e Operacionalização do SINE RJ. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão e Operacionalização do SINE RJ. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho"

Transcrição

1 Gestão e Operacionalização do SINE RJ Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho Relatório Consolidado de Gestão 07 Novembro de 2013

2 SUMÁRIO RESUMO EXECUTIVO... 3 APRESENTAÇÃO... 4 INTRODUÇÃO... 5 DESEMPENHO POR ÁREAS DE ATIVIDADE... 6 Intermediação de Mão de Obra... 6 Emissão de Carteira de Trabalho Habilitação ao Seguro Desemprego CECOPE NEAD ANEXO I: DIFICULDADES OPERACIONAIS Intermediação de Mão de Obra Emissão de Carteira de Trabalho Habilitação ao Seguro Desemprego ANEXO II: PRÓXIMOS PASSOS Intermediação de Mão de Obra Emissão de Carteira de Trabalho Habilitação ao Seguro Desemprego ANEXO III: REDE DE ATENDIMENTO ANEXO IV: AÇÕES DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

3 RESUMO EXECUTIVO RELATÓRIO GERENCIAL O Relatório descreve as ações realizadas para a gestão e operacionalização dos serviços e ações dos CPETRs, no período de 01/11 a 30/11/2013. Os fatos mais relevantes deste período foram: a) Em termos da avaliação global dos serviços, novo conceito apreciado pelo MTE para as ações do SINE, ultrapassou em aproximadamente 14% a meta proposta: serviços prestados contra previstos; b) Evolução significativa do desempenho, em relação ao mês de novembro/2012, em todas as ações: Os melhores resultados de IMO ficaram na execução das variáveis: captação de vagas - 145% de superação; encaminhamento - aproximadamente 10% a mais do que os objetivos propostos; Outro resultado bastante positivo está na ação de Emissão de Carteira de Trabalho: emitidas de 1ª via e de 2ª via, quando a meta mensal era CTPS, um saldo a maior de serviços; Nova superação, da ordem de 8%, na ação de Seguro Desemprego, se comparados os resultados alcançados com o objetivo proposto: requerimentos, quando a meta mensal era de requerimentos; c) Persistência de problemas já mencionados nos Relatórios anteriores, os quais fogem ao escopo de intervenção do IBAP-RJ, e que têm relação direta com desempenho operacional e a gestão: intermitência, falhas operacionais e ausência de relatórios Gerenciais do Sistema Mais Emprego; limitação de suprimento físico de carteiras de trabalho pelo Ministério do Trabalho; falta de importantes recursos de infraestrutura nas Unidades de Atendimento, entre outros listados no item dificuldades. Os dados considerados neste Relatório compreendem apenas 75% da produção de atividades da Rede Estadual de Atendimento, pois não puderam ser contabilizados os resultados de 15 unidades, por razões que também fogem ao campo de ação do IBAP-RJ: 03 (três) unidades estão sem funcionamento, 07 (sete) não vêm, por diferentes razões, registrando produtividade no Sistema e 05 (cinco) fazem parte de um Programa diferenciado de adesão da SETRAB - Rio Poupa Tempo, que não contempla ações de IMO na íntegra. Tais restrições devem ser ponderadas na avaliação de produtividade. 3

4 APRESENTAÇÃO RELATÓRIO GERENCIAL Este documento tem como objetivo apresentar prestação de contas parcial da execução física do Contrato de Gestão nº 02/2013 celebrado entre a SETRAB e o IBAP-RJ, referentes ao mês de novembro de 2013, com abordagem quantitativa e qualitativa das atividades realizadas, destacando avanços e entraves para melhor desempenho. O Relatório está dividido em cinco partes, conforme descrito em seguida: a) Introdução: considerações sobre os aspectos mais relevantes para a gestão e operacionalização das atividades, no período; b) Desempenho por Áreas de Atividades: análise gerencial e operacional, de forma mais detalhada e por área de atuação, em especial aquelas a que se atribuíram metas de execução; c) Dificuldades Operacionais: descrição das principais dificuldades encontradas, no período, nas áreas de gestão e operacionalização; d) Anexos: Dificuldades Operacionais, Próximos Passos, Rede de Atendimento e Ações de Educação Continuada. 4

5 INTRODUÇÃO RELATÓRIO GERENCIAL As ações de Seguro- Desemprego - requerimentos, CTPS, emissões e Captação de vagas e Encaminhamentos - IMO, vemos, ao observarmos os últimos meses, superações e avanços importantes, com destaque para a captação de vagas, cujo resultado foi maior que o dobro da meta, conforme pode ser verificado no Quadro de Resultado Global de Produtividade apresentado abaixo: Quadro I - Resultado Global de Produtividade SERVIÇOS PESO META GLOBAL META MÊS EXECUTADO % NOTA INSCRITOS ,71 0,9 VAGAS ,20 1 ENCAMINHADOS ,77 1 COLOCADOS ,24 0,6 SD ,17 1 CTPS ,56 1 TOTAL ,51 MÉDIA/DIA PONDERADA (índice de performance global) 0,90 Registre-se que os saldos positivos conquistados nesses serviços ainda não são levados em consideração para efeito de pontuação NOTA (a qual se restringe a 1, independentemente da superação registrada) nem, consequentemente, para avaliação final dos serviços - IPG, pelo que se volta a solicitar uma necessária mudança nos critérios de avaliação. Trata-se de compatibilizar esses critérios com aqueles preconizados pela gestão por resultados, superando a visão padronizada dos procedimentos de gestão meramente burocráticos. Considerando-se o resultado de todas as atividades somadas em comparação com a meta geral, esta não só foi alcançada, mas superada, em 14%. Podemos destacar no setor de IMO uma superação considerável nas ações de captação de vagas mais 145,20% e encaminhados mais 8,77% em relação às metas propostas. Outro caso de superação da meta está na ação de Emissão de Carteira de Trabalho: emitidas (meta ). Esse resultado poderia ter sido ainda maior caso o suprimento dos documentos não estivesse limitado aos números atuais. No que se refere à ação HSD podemos observar que com o término da greve dos bancários, o desempenho voltou a crescer, superando em 11% o resultado do mês anterior e em 111%, comparado ao mesmo período do ano anterior. 5

6 As ações CECOPE e NEAD ainda estão em fase de reestruturação, visando à melhoria de métodos e rotinas de trabalho em todas as unidades de atendimento. Cabe destacar que vem sendo constatada a necessidade de adequações e ajustes para viabilizar uma melhor operacionalização e desempenho do Contrato, o que irá se materializar nos próximos dias através da apresentação de uma proposta de revisão dos termos do Contrato de Gestão, condição prevista no art. 43 da Lei 6339 de 06 de novembro de 2012 e no Decreto n de 15 de abril de 2013, que a regulamenta, a partir da experiência adquirida nos primeiros meses de execução. DESEMPENHO POR ÁREAS DE ATIVIDADE Intermediação de Mão de Obra Antes de apresentarmos a produção global, cabe observar que a medição deveria tomar por base uma rede de atendimento composta, inicialmente, por 66 unidades. Na realidade, não podem ser contabilizados os resultados de 16 (dezesseis) unidades de atendimento, por diferentes razões: 03 (três) unidades estão sem funcionamento, 08 (oito) não vêm registrando produtividade no Sistema e 05 (cinco), por serem unidades Rio Poupa Tempo. Em síntese, em torno de 25% ou 1/4 da rede de atendimento inicialmente prevista como força de produção dos resultados, hoje, por diferentes razões, não estão disponíveis integralmente para compor os resultados finais apresentados neste relatório. Trabalha-se com 75% do universo previsto, fato que precisa ser levado em consideração para se analisar a produtividade. Abaixo apresentamos tabela com a produtividade individual das unidades nas quais opera o IBAP-RJ: 6

7 7

8 No mês de novembro, os melhores resultados foram obtidos na execução das variáveis captação de vagas e encaminhamento. Com relação à variável colocação, a mais importante oportunidade de melhoria, constata-se que persistem diversas dificuldades já relatadas para um melhor resultado, dentre elas, a resistência dos empregadores na devolução da carta de encaminhamento, bem como as observações destes no tocante aos quesitos apresentação e comportamento dos candidatos nas entrevistas. Quadro Comparativo Execução/Meta Variável IMO Execução Meta Execução/Meta Inscritos % Vagas % Encaminhados % Colocados % Registrou-se em novembro um crescimento, em média, de 7, 5% em relação ao executado no mês anterior, em todas as variáveis, conforme tabela e gráfico abaixo: Quadro Comparativo Execução novembro/outubro 2013 Variáveis IMO Novembro de 2013 Outubro de 2013 Novembro/Outubro Inscritos % Vagas % Encaminhados % Colocados % 8

9 Cabe analisar, por último, os resultados em relação ao mesmo período do ano anterior, quando a execução ainda não estava na competência IBAP-RJ. Neste caso, houve superação das metas em todas as variáveis, em média de 80%. No serviço captação de vagas, foi alcançado o patamar de 111 pontos percentuais acima dos números de novembro de Na variável inscritos, houve um acréscimo de 53%, em encaminhados de 89% e, mesmo no item para o qual mais se observam dificuldades operacionais - colocação, verificouse um crescimento de quase 70%, se comparado com o mesmo mês do ano anterior, como evidencia a tabela a seguir: Quadro Comparativo Execução novembro 2013/ novembro 2012 Evolução Variáveis IMO Novembro de 2013 Novembro de /2012 Inscritos % Vagas % Encaminhados % Colocados % 9

10 Com relação aos processos e rotinas do mês em referência, destacam-se práticas da gestão voltada para obtenção de melhores resultados: Participação da Coordenação Técnica e da Coordenação da IMO da Organização Social no Primeiro Encontro de Normatização Técnica de Administração de Vagas, realizado no Ministério do Trabalho, em Brasília. Capacitação Técnica dos supervisores Multiplicadores - do Sistema Mais Emprego, realizado no Ministério do Trabalho, em Brasília. Negociação com as empresas como: Prosub, Porto 2016, Parque Olímpico, em torno do Maracanã, Estação Multi Modal Maracanã, Arco Metropolitano, Trio de Ouro, Imbuaçu, Metrô linha 4 Sul, Porto Rio(Porto Novo), Engenhão Intramuros, Estaleiro Eisa, Estaleiro Mauá, Telefonia Vivo, entre outros grandes e novos parceiros. Agendas Eventos Participação na Feira de Talentos SENAC, além de todas as agendas da Unidade Móvel, visando expandir o potencial restrito às unidades fisicamente instaladas. Emissão de Carteira de Trabalho No mês em análise, foram emitidas Carteiras de Trabalho, sendo de 1ª via e de 2ª via, conforme tabela abaixo: Quadro Resultado Global CTPS EMISSÃO 1ª via ª via Total A meta mensal de CTPS foi superada em 10,5%, conforme dados apresentados abaixo: Quadro Evolução do Atendimento Emissão Nov/13 Execução Meta Execução/Meta 110,5% 10

11 Mesmo tendo sido superada a meta, comparando-se os números com o mês anterior houve um decréscimo de 7%, o qual, a princípio, pode ser atribuído à característica queda de busca por empregos no fim de ano. A pequena redução se percebe na tabela e gráfico abaixo: Quadro Comparativo outubro X novembro 2013 Mês OUT/13 NOV/13 OUT/NOV Emissões % Mesmo estando um pouco abaixo do registrado em outubro, a produção atual, se comparada ao mesmo período do ano anterior, mostra superação de 10,5%, conforme demonstrado na tabela e gráfico abaixo: Quadro Comparativo novembro 2012 X novembro 2013 Mês NOV/12 NOV/ /2013 CTPS - Emissões ,44% 11

12 Abaixo, apresenta-se a produtividade por unidade de atendimento, onde se constata que embora tenha sido ultrapassada a meta, os resultados poderiam ser ainda melhores se todas as unidades disponibilizassem o serviço de emissão de carteiras: 12

13 13

14 Neste período, foram realizadas a capacitação dos novos funcionários das unidades da região metropolitana e interior e as visitas técnica de supervisores nas unidades: Cidade de Deus e Rocinha. Habilitação ao Seguro Desemprego Apresentamos, a seguir, a produtividade por unidade de atendimento, onde se verifica superação na execução em relação à meta proposta, após término da greve que impactou nos resultados recentes. Cabe ressaltar que das 66 unidades de atendimento, 12 ainda não contabilizam para ação de HSD pelos seguintes motivos: Unidades sem Treinamento (equipe técnica reduzida/prefeitura): Cambuci; Carmo; Cardoso Moreira; Laje do Muriaé; Natividade e Três Rios. Unidades Fechadas: Angra dos Reis; Itaboraí e São João da Barra. Unidades sem Produtividade no Sistema Operacional: Barra do Piraí, Posto Móvel e Santo Antônio de Pádua. 14

15 15

16 Verifica-se uma superação na ordem de 8% da meta proposta, conforme dados apresentados abaixo: Comparativo Execução/Meta Requerimento out/13 Execução Meta % 108% Se a relação for com o mês anterior, registra-se um acréscimo na ordem de 11%, ou seja, requerimentos recepcionados a mais, conforme tabela e gráfico abaixo: Quadro Comparativo de Execução novembro 2013 / outubro 2013 Mês Requerimentos novembro outubro % 11% 16

17 Ao se comparar variáveis executadas neste mês em relação o mesmo período do ano anterior os resultados são muito positivos: dobrou-se a produção. Em números absolutos significou requerimentos recepcionados a mais do que em outubro de Quadro Comparativo Execução novembro 2013 / novembro % Requerimentos ,69% Consultas ,22% Com relação ao desempenho e rotinas do mês em referência, podemos citar algumas iniciativas: Continuação do trabalho de organização no arquivo geral, realizando força-tarefa para contagens e conferências técnicas. Participação da Coordenação do Seguro Desemprego na Oficina de Trabalho 2013 em Goiânia-GO no período de 20 a 22 de novembro. 17

18 A Oficina de Trabalho reuniu gestores que atuam com a Política de Seguro-Desemprego a fim de discutir questões relacionadas com o benefício, os avanços e melhorias recentes. Além disso, buscou fortalecer a gestão local das unidades conveniadas e das Superintendências Regionais do MTE nos processos de monitoramento e acompanhamento do Programa do Seguro-Desemprego, em especial a integração com as políticas de intermediação ao emprego e à qualificação profissional PRONATEC tais como: procedimentos e alterações no sistema do Portal Mais Emprego (Base de Gestão SD), implementação do SDWEB Empregador, alterações na recepção dos reincidentes do PRONATEC/Portal Mais Emprego, mecanismos de segurança implementados, credenciamentoorientação para configuração de novos perfis, registros de autenticações de computadores e outras medidas que deverão ser implantadas em Além disso, foram contabilizadas neste período 227 recepções do Seguro Desemprego do Pescador Artesanal Defeso do Mexilhão/Piracema/Caranguejo Uça e Guaiamum, o qual teve início em setembro e se estenderá até dezembro do corrente ano. CECOPE O CECOPE vem realizando um trabalho de resgate da credibilidade junto ao empresariado e instituições de ensino, abrindo novos convênios, renovando outros com o objetivo final de apuração de resultados positivos. No mês em referência, houve certa retração na busca de estagiários em virtude da proximidade do final do ano. A expectativa é de que essa procura só deva voltar a crescer após as festas. A busca de novas parcerias tem sido mantida, gerando com isso uma expectativa mais positiva para o próximo ano, principalmente no aumento de vagas. Tem sido realizada, paralelamente, a manutenção e renovação das parcerias já firmadas, priorizando o ensino médio técnico que apresentava um baixo número de convênios. Pretende-se alcançar, nos próximos meses, um crescimento sustentável, buscando parceiros já clientes das ações IMO e do balcão de emprego, de modo a permitir que uma média mensal de vagas maior. Outro aspecto que irá merecer atenção é a maior divulgação das vagas, mediante ampliação das parcerias na Internet. Analisando e comparando o primeiro com o segundo semestre, este último, ainda em andamento, podese perceber um aumento percentual bastante significativo em todos as atividades. Abaixo, são apresentadas tabelas com resultados consolidados de todas as atividades desenvolvidas: 18

19 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO E RENDA SUBSECRETARIA DE ATENDIMENTO AO TRABALHADOR E RELAÇÕES TRABALHISTAS CENTRO DE CADASTRAMENTO E ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL PARA ESTAGIÁRIOS - CECOPE RELATÓRIO GERENCIAL Relatório de Novembro CECOPE 2013 Convênios Instituição de Ensino (Novos) Universidade de Volta Redonda - Fundação Oswaldo Aranha - UNIVRE Despacho Cecope 05 e 21/11/ Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Ativo até 08/11/ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ Despacho Cecope 06 e 21/11/ Realengo Educacional Ltda - Colégio Realengo e Aplicação São José Despacho Cecope 06 e 21/11/ Totais 7 Renovação de Convênios Instituição de Ensino 0 0 Totais 0 Convênios Empresas (Novos) 0 0 Totais 0 Renovação de Convênios Empresas 0 0 Totais 0 Ativos ( Novos ) Prorrogação de Estágio Término Cancelamentos Totais Inscrições Encaminhamentos Convocações Vagas Captadas Vagas Acumuladas (AGO) Aproveitameto Convênios de Instituições Ativos Convênios de Instituições em Tramitação Convênios de Empresas Ativos Convênios de Empresas em Tramitação Termos de Compromisso de Estágios Atendimentos

20 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO E RENDA SUBSECRETARIA DE ATENDIMENTO AO TRABALHADOR E RELAÇÕES TRABALHISTAS CENTRO DE CADASTRAMENTO E ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL PARA ESTAGIÁRIOS - CECOPE Vagas de Estágio com Aproveitamentos Característica da Vaga Empresa Quantidade Nutrição Othon Hotéis 1 Totais 1 Vagas de Estágio em Aberto Característica da Vaga Empresa Quantidade Auxiliar Técnico Informática Grancard 1 Sistemas de Informação Nuclep 1 Reservas de Hotelaria Othon Hotéis 1 Controladoria de Hotelaria Othon Hotéis 1 Totais 4 Eventos e Participações Local Data NEAD O Programa NEAD acolheu três funcionários novos em 11 de novembro e deu início ao treinamento, com proposta de acessibilidade atitudinal e atualização técnica na área de PCD: nova legislação constitucional, novos conceitos, diretrizes nacionais e estágio prático no setor para formação das equipes para o atendimento às Pessoas com Deficiência PCD, nos CPETRs com razoável acessibilidade. 20

21 O desempenho em novembro de 2013 encontra-se acima do contexto histórico de 2012, registrando índices próximos aos de 2011: NOVOS INSCRITOS VAGAS CAPTADAS ENCAMINHADOS COLOCADOS Comparativo da Produtividade média de 2011, 2012 e parcial 2013 Anos Inscritos Vagas Encaminhamentos Colocados ,08 37,75 51,25 21, ,91 12,00 10,66 9, (jan. a nov.) ,72 44,09 20,81 21

22 ANEXO I: DIFICULDADES OPERACIONAIS 22

23 Intermediação de Mão de Obra Erros frequentes na funcionalidade convocação: o sistema não está gerando a relação de trabalhadores para contatar, diminuindo assim o número de encaminhamentos e, por consequência, o de colocações. Ressaltem-se além das dificuldades operacionais aquelas relacionadas à infraestrutura, as quais dificultam o bom desempenho geral. Contribuem para esse quadro não favorável: Unidades não devidamente localizadas; Unidades sem visibilidade e sem identificação, Estruturas físicas necessitando reformas, adaptação, e avaliação de condições de trabalho; Falta de alguns recursos, na avaliação das chefias de postos, ou de equipamento (computadores, aparelho de telefone) e linhas telefônicas. Remanescente dificuldade no desenvolvimento da variável colocação, pela restrição na obtenção dos resultados dos encaminhamentos, ou seja, demora ou não retorno dos empregadores, ACEITOS ou NÃO ACEITOS, após o nosso encaminhamento. Há, especialmente, no que se refere à geração de relatórios, monitoramento e consultas gerenciais, uma limitação no nível de acesso - Base de Produção, que não possibilita gerar dados importantes para gestão de todo o processo, no tempo necessário, dificultando o acompanhamento de resultados. Há dificuldade na obtenção frequente das informações gerenciais, só obtidas pela da Base de Gestão, de domínio do MTE, segundo informado, pelo excesso de demandas, dificultando assim o acompanhamento da produção, em tempo real. Percebe-se, também, que para atrair maior demanda de candidatos e de empregadores, é necessária uma campanha mais efetiva de divulgação dos serviços e postos de atendimento nas diversas mídias, bem como a disponibilização de material adequado para essa veiculação folders, cartões para visitas; banners, cartazes, por exemplo, para ações externas. Ocorrências informadas ao Setor: Nilópolis em 01/11/13: Linha (21) apresentou defeito, dificultando contato com trabalhadores para convocação. Vassouras: Posto sem internet, com previsão de normalização em 05/11, impossibilitando o atendimento ao público, envio de relatórios diários do IBAP, Seguro Desemprego e folhas de ponto. 23

24 Madureira: Solicitação de retirada de material entulhado, e instalação de conexão do sistema no banheiro de deficientes, que se encontra desativado, para utilizá-lo como sala de captação. 05/11/2013 Madureira: Nova solicitação de liberação do espaço interno do antigo banheiro dos deficientes, tendo em vista que o (a) captador (a) do posto necessita de ambiente adequado para executar suas tarefas e providências sobre barulhos existentes no posto, devido à circulação constante de trens, que impossibilitam o contato com o empregador. 08/11/2013 Cidade de Deus: falta d água constante; banheiro de funcionários utilizado por todos; salas com mofo, causando alergia nos funcionários; janela da sala solta; devido ao assalto no prédio; parte elétrica do prédio em risco, o que ocasionou a perda de vários aparelhos; caixa d água sem manutenção; infiltração, entre outras condições críticas do ponto de vista da instalação física, Nova Iguaçu: Pedido de equipamentos de trabalho que possibilitem o bom funcionamento do posto (25 longarinas, 12 cadeiras fixas, 12 cadeiras com rodas, 2 computadores completos, 1 ar condicionado, 4 aparelhos de telefone e 1 arquivo de 4 gavetas). 11/11/2013 Volta Redonda: O posto ficou sem sistema, o que impossibilitou o atendimento ao público e demais serviços. Foi solicitada a visita de um técnico. Madureira: Solicitada a manutenção urgente do ar condicionado, pois o posto é muito quente, e o atendimento se torna impraticável. 12/11/2013 Volta Redonda: A Responsável pelo posto comunicou que não consegue cadastrar vagas, pois o sistema informa que as mesmas não são válidas Cidade de Deus: O posto ficou sem internet, e o ar condicionado pane (conforme informação em CI). 12/11/2013, vários postos apresentaram problemas no sistema Mais Emprego, além de problemas no PRODERJ, confirmados pelo setor de informática. 13/11/2013 Cidade de Deus: Problemas com o sistema PRONATEC. Foi feito contato com a DATAPREV (Protocolo: 12323). 18/11/2013 Araruama: Sistema gerando erro no ato da convocação de candidatos (informado à DATAPREV). 19/11/2013 Volta Redonda: A responsável pelo posto informou que o sistema está oscilando, e impossibilitando o bom funcionamento dos serviços prestados. Disse ainda que necessita de equipamentos (já solicitados), para um melhor atendimento. 24

25 Resende: Erro no sistema, impossibilitando o cadastro de novas empresas e vagas. RELATÓRIO GERENCIAL 20/11/2013 Valença: Foi solicitada a visita de um técnico de informática, pois um dos computadores não estava funcionando. 21/11/2013 Bom Jesus do Itabapoana: Expediente encerrado às 14h30min. Motivo: Dedetização. 26/11/2013 Madureira: Falhas no sistema de impressão de cartas e conexão com o sistema de Carteiras de Trabalho. As partes (Carteira de Trabalho e ASINF) foram comunicadas, porém não há previsão para visita técnica. Foi solicitada a presença de um técnico de informática para a manutenção das máquinas do posto. Ocorrências registradas pela Coordenação de Apoio Técnico: CPETR Vassouras informou através da CI nº 015 de 01/11/13 que estava sem internet desde 31/10/13 às 15h 40min, com previsão de conserto até 05/11/13; CPETR Cachoeiras de Macacu informou através da CI nº 008 de 04/11/13 que o posto foi fechado por ordem da Secretaria Municipal de Trabalho e Renda; CPETR Santo Antônio de Pádua informou através da CI nº 100 de 07/11/13 que estava sem acesso a internet desde 01/11/13 estando impossibilitado de fazer atendimento e que já informara a ASINF; CPETR Bom Jesus do Itabapoana informou através da CI 007 de 14/11/13 que encerrou o expediente as 14h30min por conta da dedetização do posto realizada pela Prefeitura; CPETR Belford Roxo informou através da CI nº 031 de 26/11/13 que estava com a linha telefônica muda e a 5992 com ruídos, prejudicando o funcionamento do posto; CPETR CODERTE informou através da CI nº 118 de 25/11/13 que os computadores estavam com problemas, prejudicando o atendimento e solicitou a visita da ASINF; CPETR Madureira informou através da CI nº de 084 de 26/11/13 que os computadores estavam com problemas, prejudicando o atendimento e solicitou a manutenção dos mesmos; CPETR Araruama informou através da CI nº 011 de 18/11/13 que estava com problemas de manutenção elétrica falta de iluminação, prejudicando o atendimento; Ocorrências registradas pelo Núcleo de Supervisão das Unidades de Atendimento: ACARI 19/12/2013 Das 08h30 às 14h30 Sem acesso a internet impossibilitando o acesso aos serviços do Portal Mais Emprego; 28/12/2013 Das 10h30 às 14h10 Impressora com defeito, dificultando o atendimento na IMO e entrada em requerimento de SD (encaminhamentos/pronatec); 25

26 RELATÓRIO GERENCIAL 29/12/2013 Das 12h30 às 17h O CCDC onde o CPETR Acari está instalado encerrou suas atividades às 12h30 por motivo de evento interno (CI 12/2013); De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h O único aparelho de telefone do CPETR está em péssimo estado de conservação, apresentando defeitos constantemente. (Solicitação de 2 novos aparelhos e da instalação de uma nova linha telefônica para captação feita através da CI 008 e 011/2013); De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h O número atual de computadores inferior ao número de funcionários e insuficiente para atender a demanda. (Solicitação de 2 computadores completos feita através das CI 007 e 010/2013). ARARUAMA De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h CPETR encontra-se com iluminação precária (2 lâmpadas que iluminam o salão de atendimento estão queimadas), está faltando um computador completo no atendimento e há uma funcionária de licença médica com retorno previsto somente para janeiro. (CI 011/2013 e Relatório de ocorrências). BANGU De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h CPETR está com os aparelhos de ar condicionado danificados, os mesmos não estão refrigerando o ambiente de forma satisfatória, gerando reclamações dos candidatos, funcionários e causando superaquecimento nos equipamentos de informática. (Solicitação de manutenção feita através da CI 029 e 045/2013). BELFORD ROXO 01/11/2013 Das 08h às 17h - Ponto Facultativo no Município - (CI 026/2013); De 18 a 29/11/2013 Das 08h às 17h duas, das três linhas telefônicas instaladas no CPETR se encontravam com defeito (Solicitação de conserto e protocolo da Oi nas CI 030 e 031/2013); Dias 05 e 06/11/2013 Das 08h às 17h Portal Mais Emprego não finaliza o atendimento prioritário de Seguro Desemprego (Foi aberto protocolo na DATAPREV n 12301); 12/11/2013 Das 12h00 às 13h00 Sem acesso a internet, impossibilitando o acesso aos serviços do Portal Mais Emprego e sistema oscilando ao longo do dia; De 19 a 29/11/2013 Das 08h às 17h duas das três linhas telefônicas ficaram mudas (CI 030 e 031/2013). BOM JESUS DE ITABAPOANA 14/11/2013 Das 14h30 às 17h CPETR encerrou suas atividades às 14h30 por conta de uma dedetização realizada em todo prédio da Prefeitura, onde o CPETR está instalado. (CI 007/2013); De 22 a 29/11/2013 Das 08h às 17h O único aparelho de telefone do CPETR está danificado, dificultando o contato com os candidatos e com as coordenações. (Solicitação de um novo aparelho feita através da CI 008/2013). CABO FRIO De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h Os quatro aparelhos de ar condicionado estão com defeito, necessitando de manutenção, pois o mau funcionamento dos mesmos está causando um intenso calor dentro do CPETR, gerando altas temperaturas, reclamações dos candidatos e funcionários e superaquecimento nos equipamentos de informática; 13/11/2013 Das 08h às 17h CPETR não funcionou devido ao feriado municipal na cidade de Cabo Frio (CI 020/13); 26

27 RELATÓRIO GERENCIAL De 05 a 29/11/2013 Das 08h às 17h Quantidade insuficiente de computadores para suprir a demanda de atendimento. (Solicitação de quatro computadores completos feita através da CI 017/13). CACHOEIRAS DE MACACU De 04 a 27/11/2013 Das 08h às 17h O CPETR Cachoeiras foi temporariamente fechado, por ordem da Secretaria Municipal de Promoção Social, devido ao fim do contrato do convênio assinado entre a Prefeitura e a SETRAB. CAMPOS DOS GOYTACAZES Dias 01, 04 e 29/11/2013 Das 08h às 17h CPETR sem CTPS 1ª e 2ª via para emissão, em função da pouca quantidade de CTPS enviada pelo M.T.E. e por estar próximo ao período de entrega de remessa mensal, compreendido entre o dia 25 e o dia 5 do mês subsequente. CASIMIRO DE ABREU 11/11/2013 Das 12h às 17h Sem internet (CI 020/2013); 13/11/2013 Das 09h às 13h Sem internet e com quedas de energia ao longo do dia, devido a uma manutenção na rede elétrica da região. (CI 021/2013); 14/11/2013 Das 14h às 17h CPETR esteve sem internet e sem linha telefônica (CI 027/2013); 18/11/2013 Das 08h às 17h CPETR não funcionou por conta do decreto do Prefeito que adiantou o feriado da consciência negra. (CI 022/2013). CIDADE DE DEUS De 05 a 13/11/2013 Das 08h às 17h Sistema PRONATEC esteve inacessível, dificultando o encaminhamento constante dos requerentes para os cursos Protocolo DATAPREV: (CI 076/2013); De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h Imóvel está em condições precárias de conservação (falta de água e de energia elétrica constante, instalações elétricas condenadas, salas com muito mofo). (CI 075/2013). CODERTE De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h Os aparelhos de ar condicionado não estão refrigerando de forma satisfatória este CPETR e quatro das sete portas de ferro da entrada principal não abrem, impossibilitando a ventilação natural, o que está gerando um calor excessivo no CPETR, inclusive causando superaquecimento nos equipamentos de informática. (CI 115 e 117/2013); De 01 a 29/11/2013 Das 08h às 17h Os computadores deste CPETR estão apresentando diversos problemas de programação, gerando atrasos no atendimento IMO, SD e CTPS Informatizada. (CI 118/2013). DUQUE DE CAXIAS 06/11/2013 Das 08h às 17h Sistema PRONATEC esteve fora do ar e internet funcionou com oscilações; Dia 11 e entre os dias 19 e 30/11/2013 Das 08h às 17h Internet instável, caindo por diversas vezes a conexão. ILHA DO GOVERNADOR 11/11/2013 Das 12h às 13h30 Sem acesso a internet, impossibilitando o acesso aos serviços do Portal Mais Emprego. 27

Organização Social de Geração de Trabalho e Renda RELATÓRIO GERENCIAL

Organização Social de Geração de Trabalho e Renda RELATÓRIO GERENCIAL Organização Social de Geração de Trabalho e Renda JUNHO/2013 ÍNDICE 1. HISTÓRICO E POSIÇÃO ATUAL... 3 2. AÇÃO INTERMEDIAÇÃO DE MÃO DE OBRA... 5 2.1 INTERMEDIAÇÃO DE MÃO DE OBRA... 5 2.2 EMISSÃO DE CARTEIRA

Leia mais

Relatório Consolidado de Gestão 16 Agosto de 2014

Relatório Consolidado de Gestão 16 Agosto de 2014 Relatório Consolidado de Gestão 16 Agosto de 2014 SUMÁRIO RESUMO EXECUTIVO... 3 APRESENTAÇÃO... 5 INTRODUÇÃO... 6 Quadro 01 Produtividade IBAP-RJ/Agosto 2014... 6 DESEMPENHO POR ÁREAS DE ATIVIDADE... 8

Leia mais

Gestão e Operacionalização do SINE RJ. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho

Gestão e Operacionalização do SINE RJ. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho Gestão e Operacionalização do SINE RJ Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho Relatório Consolidado de Gestão 11 Março de 2014 SUMÁRIO RESUMO EXECUTIVO... 3 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Gestão e Operacionalização do SINE RJ Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho

Gestão e Operacionalização do SINE RJ Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho Gestão e Operacionalização do SINE RJ Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Estadual de Trabalho Relatório Consolidado de Gestão 14 Junho de 2014 1 SUMÁRIO RESUMO EXECUTIVO... 3 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Organização Social de Geração de Trabalho e Renda RELATÓRIO GERENCIAL

Organização Social de Geração de Trabalho e Renda RELATÓRIO GERENCIAL JULHO/2013 ÍNDICE 1. HISTÓRICO DO PROGRAMA... 03 2. DESEMPENHO POR ÁREAS DE ATIVIDADE... 05 2.1 - INTERMEDIAÇÃO DE MÃO DE OBRA... 05 2.2 - EMISSÃO DE CATEIRA DE TRABALHO...12 2.3 - HABILITAÇÃO AO SEGURO

Leia mais

Situação de estados e municípios em relação à meta nacional

Situação de estados e municípios em relação à meta nacional Construindo as Metas Situação de estados e municípios em relação à meta nacional Região: Sudeste; UF: Mesorregião: Município: Angra dos Reis; Aperibé; Araruama; Areal; Armação dos Búzios; Arraial do Cabo;

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup.

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup. INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16 Telemarketing Ativo Origem: Diretoria Superintendência Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Mato Grosso Instrução Normativa: 14.16/08-01 Revisão nº 0102

Leia mais

CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS. Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis

CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS. Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis Teresópolis a) R$ 500,00 (quinhentos reais): Porteiro,

Leia mais

1/14. Polícia Civil Principais Ocorrências Vítimas Estado RJ por DPs 2010 Números Absolutos

1/14. Polícia Civil Principais Ocorrências Vítimas Estado RJ por DPs 2010 Números Absolutos 1/14 1a. DP 4a. DP 5a. DP 6a. DP 7a. DP 9a. DP 10a. DP 12a. DP 13a. DP Totais Praça Mauá Praça da República Mem de Sá Cidade Nova Santa Teresa Catete Botafogo Copacabana Ipanema Homicídio doloso (total)

Leia mais

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro.

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro. Circular 16/2015 Rio de Janeiro, 16 de abril de 2015. Ref: Orientações para o Recolhimento da Contribuição Sindical Ilmo Provedor / Presidente / Diretor A contribuição sindical está prevista nos artigos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO POR MEIO DO SiSU NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 O Reitor da Universidade

Leia mais

TERMO DE DOAÇÃO COM ENCARGOS

TERMO DE DOAÇÃO COM ENCARGOS TERMO DE DOAÇÃO COM ENCARGOS TERMO DE DOAÇÃO COM ENCARGOS, QUE CELEBRAM ENTRE SI A UNIÃO FEDERAL, POR INTERMÉDIO DO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES E O MUNICÍPIO DE BURI, NO ESTADO DE SÃO PAULO. A união, por

Leia mais

II O Concurso destina-se ao preenchimento de 200 vagas, bem como daquelas que surgirem no decorrer do prazo de validade do Concurso.

II O Concurso destina-se ao preenchimento de 200 vagas, bem como daquelas que surgirem no decorrer do prazo de validade do Concurso. DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO COORDENAÇÃO GERAL DO ESTÁGIO FORENSE XXXIX CONCURSO PARA ADMISSÃO AO ESTÁGIO FORENSE DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EDITAL *A Coordenadora

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

Bolsa de Qualificação Profissional para Trabalhador com Contrato de Trabalho Suspenso

Bolsa de Qualificação Profissional para Trabalhador com Contrato de Trabalho Suspenso Programa 0099 Novo Emprego e Seguro-desemprego Objetivo Elevar o número de trabalhadores colocados pelo Sistema Nacional de Emprego - SINE, reduzir o tempo de espera do trabalhador por um posto de trabalho

Leia mais

EAD na Graduação-UFRJ

EAD na Graduação-UFRJ Universidade Federal do Rio de Janeiro EAD na Graduação-UFRJ Belkis Valdman Pró Reitora de Graduação Caetano Moraes Coordenador UFRJ - UAB Dalva Kato Técnica de Assuntos Educacionais EAD 1 Cursos de Graduação

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS TIPO DE AUDITORIA : AUDITORIA DE GESTÃO EXERCÍCIO : 2009 PROCESSO Nº

Leia mais

Resolução Normativa RN 259

Resolução Normativa RN 259 Resolução Normativa RN 259 (Publicada em 17/06/11, alterada pela RN 268 de 20/10/11 e complementada pela IN/DIPRO nº n 37 de 07/12/11) Gerência de Regulação 27 de janeiro de 2012 Apresentação da Norma

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO

MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO PROGRAMA PETROBRAS DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (PFRH) MANUAL DO USUÁRIO NÍVEL TÉCNICO PARTE I INFORMAÇÕES PARA BOLSISTA ALUNO Versão 04/02/2011 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 MODALIDADES DE

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

SERVIÇOS OFERECIDOS PELA AGÊNCIA DO SINE-UERJ

SERVIÇOS OFERECIDOS PELA AGÊNCIA DO SINE-UERJ SERVIÇOS OFERECIDOS PELA AGÊNCIA DO SINE-UERJ Cadastramento de trabalhadores em geral, inclusive para primeiro emprego e deficientes. Cadastramento de empregadores e vagas. Emissão de carteira de trabalho

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

Secretaria Municipal de Integração Social e Defesa do Consumidor SUPERINTENDÊNCIA DE JUVENTUDE

Secretaria Municipal de Integração Social e Defesa do Consumidor SUPERINTENDÊNCIA DE JUVENTUDE EDITAL 001/2016 DE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS NO PROJETO DE INSERÇÃO SOCIAL PALMAS QUE TE ACOLHE, A Prefeitura Municipal de Palmas, por meio da Secretaria Municipal de Integração

Leia mais

Regulamento de Estágio

Regulamento de Estágio Regulamento de Estágio Capitulo I - Do Estágio e suas Finalidades Capitulo II - Da Forma de Realização Capitulo III - Da Inscrição, Duração e Encerramento do Estágio Capitulo IV - Do Acompanhamento e Avaliação

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTÂNCIA VELHA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTÂNCIA VELHA DECRETO MUNICIPAL N.º 102/2014, de 11 de dezembro de 2014. REGULAMENTA PROCEDIMENTOS, RELATIVOS A AIDOF, NOTAS FISCAIS DE SERVIÇO, ESCRITURAÇÃO FISCAL E REQUERIMENTOS E APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS

Leia mais

PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC ParticiPação e controle social 2014 1

PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC ParticiPação e controle social 2014 1 PLANO DE METAS PARA A OUVIDORIA DO MINC Participação e controle social 2014 1 Apresentação Apresentamos a seguir nosso plano de metas para 2014, resultado de debates, reflexões de toda a equipe da Ouvidoria,

Leia mais

INTERNADOS INVOLUNTARIAMENTE

INTERNADOS INVOLUNTARIAMENTE 2012 RELATÓRIO do MÓDULO DE SAÚDE MENTAL - 2012 O Módulo de Saúde Mental - MSM é um sistema informatizado desenvolvido para o envio das notificações de internações psiquiátricas involuntárias, bem como

Leia mais

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado.

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado. O QUE É O IDT O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho IDT, é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, qualificada pelo Governo do Estado do Ceará como Organização Social apta a executar políticas públicas

Leia mais

SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013

SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013 1 SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA N.º 08/2013 FINALIDADE Selecionar profissional para o Cargo de Agente de Recrutamento e Seleção NATUREZA DA INSTITUIÇÃO O

Leia mais

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2008-06 a 10 de outubro. Olinda - Pernambuco - Brasil

XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2008-06 a 10 de outubro. Olinda - Pernambuco - Brasil XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Pagamento da Conta de Energia com Cartão de débito Visa Rosimeri Xavier de Oliveira

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO JOÃO DE MERITI PROCESSO: 0007733-93.2015.4.02.5110 (2015.51.10.007733-0) AUTOR: MINISTERIO PUBLICO FEDERAL REU: MUNICIPIO DE BELFORD ROXO Fls

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelas entidades fechadas de previdência complementar na divulgação de informações aos participantes e assistidos

Leia mais

Roberto Craveiro Rodrigues

Roberto Craveiro Rodrigues Roberto Craveiro Rodrigues Analista de Tecnologia da Informação da DATAPREV (empresa de TI da Previdência Social), cedido ao Ministério das Cidades para atuar como Coordenador-Geral de Informatização e

Leia mais

NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013

NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013 E-Mail: pronatec@mec.gov.br http://pronatec.mec.gov.br Brasília, 26 de Fevereiro de 2013 NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013 No dia 18 de fevereiro de 2013, aconteceu uma reunião com representações

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva

PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva PROCESSO SELETIVO Edital 01/2015 Serviço de Inclusão Produtiva A Casa de Acolhimento e Orientação à Crianças e Adolescentes (CAOCA), em parceria com a Secretaria de Assistência Social de Vitória (Semas),

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Curricular, baseado na lei nº 6.494,

Leia mais

Processo Inmetro N.º 5681/02 EDITAL N.º 002/03

Processo Inmetro N.º 5681/02 EDITAL N.º 002/03 Processo Inmetro N.º 5681/02 EDITAL N.º 002/03 O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Inmetro, através do Comitê do, instituído pela Portaria Inmetro n.º 092, de 25 de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CADASTRO DE RESERVA Edital nº 03/2013

PROCESSO SELETIVO PARA CADASTRO DE RESERVA Edital nº 03/2013 PROCESSO SELETIVO PARA CADASTRO DE RESERVA Edital nº 03/2013 O Instituto Brasileiro de Administração Pública e Apoio Universitário IBAP-RJ torna público a realização do Processo Seletivo para Cadastro

Leia mais

Questionário de Governança de TI 2016

Questionário de Governança de TI 2016 Questionário de Governança de TI 2016 De acordo com o Referencial Básico de Governança do Tribunal de Contas da União, a governança no setor público compreende essencialmente os mecanismos de liderança,

Leia mais

OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015

OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015 OFÍCIO-CIRCULAR/CVM/SMI/Nº 1/2015 São Paulo, 8 de janeiro de 2015 Aos Custodiantes de Valores Mobiliários ( custodiantes ) Assunto: Adaptação à Instrução CVM Nº 542/2013 Prezados Senhores, 1. Nos termos

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões:

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões: SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: o Pronto Socorro Adulto de Taubaté teve seu funcionamento aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual. O documento

Leia mais

CONTRAPARTIDAS DOS MUNICÍPIOS

CONTRAPARTIDAS DOS MUNICÍPIOS CONTRAPARTIDAS DOS MUNICÍPIOS O Ciência Móvel: Vida e Saúde para Todos é oferecido gratuitamente pelo Museu da Vida/COC/Fundação Oswaldo Cruz Fiocruz, Fundação Cecierj e seus patrocinadores à população.

Leia mais

ANEXO: OUTROS FATOS RELEVANTES

ANEXO: OUTROS FATOS RELEVANTES ANEXO: OUTROS FATOS RELEVANTES Em atendimento à Decisão Normativa TCU no. 96 de 04/03/2009, especificamente quanto ao conteúdo expresso em seu Anexo II, letra A, item 16, cabe registrar as seguintes atividades:

Leia mais

Edição Número 214 de 06/11/2012. Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012

Edição Número 214 de 06/11/2012. Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012 Edição Número 214 de 06/11/2012 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 21, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre o Sistema de Seleção Unificada - Sisu. O MINISTRO DE ESTADO DA

Leia mais

LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. CAPÍTULO XIV

LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. CAPÍTULO XIV LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. 1 CAPÍTULO XIV Dos Juízes de Direito nas Comarcas de Angra dos Reis, Araruama, Armação dos Búzios, Barra do Piraí, Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Cabo Frio,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA D E C R E T O Nº 10.629, de 25 de setembro de 2013 EMENTA:Cria no âmbito do Município de Itabuna, o Programa VIV-À-RTE, vinculado administrativamente à Fundação Marimbeta- Sítios de Integração da Criança

Leia mais

Autovistoria: prevenção agora é Lei. Agosto/2013

Autovistoria: prevenção agora é Lei. Agosto/2013 Autovistoria: prevenção agora é Lei Agosto/2013 1 2 Autovistoria: prevenção agora é Lei Um importante instrumento de defesa da sociedade passou a vigorar, em março de 2013, com a publicação de duas novas

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO

Leia mais

Proposta de Reestruturação da Rede de Atendimento do Programa do Seguro-Desemprego

Proposta de Reestruturação da Rede de Atendimento do Programa do Seguro-Desemprego MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Proposta de Reestruturação da Rede de Atendimento do Programa do Seguro-Desemprego Aprovada

Leia mais

Relatório de Informações Gerenciais (RIGER) Anual - 2014

Relatório de Informações Gerenciais (RIGER) Anual - 2014 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Relatório de Informações Gerenciais (RIGER) Anual - 2014 DIRETORIA-GERAL DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL (DGSEI) RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS (RIGER) MENSAL

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 10.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 10.15 sob contratação em regime

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMAP 2010 Paulo Cesar Roza da Luz Porto Alegre, dezembro de 2010 ÍNDICE - Introdução... 03 - Atividades realizadas... 04 1) Manutenção... 04 2) Almoxarifado... 06 3) Patrimônio...

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL

PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL PROCESSO DE SELEÇÃO DA DEMANDA HABITACIONAL NOVO CADASTRO DA HABITAÇÃO MARÇO/2012 Origem: Essa ação corporativa teve origem na necessidade de adequação da gestão dos processos habitacionais da CODHAB aos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO FLUXO CONTÍNUO

EDITAL DE SELEÇÃO FLUXO CONTÍNUO EDITAL DE SELEÇÃO FLUXO CONTÍNUO PROPOSTAS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UNICAMP - INCAMP REALIZAÇÃO Fone (19)3521-5012 E-mail INCAMP@unicamp.br - Site: http://www.incamp.unicamp.br

Leia mais

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Assessoria de Imprensa e Comunicação PORTARIA 74/06 - SMG Assessoria de Imprensa e Comunicação Dispõe sobre os critérios e procedimentos para valoração e apuração dos pontos relativos à capacitação e participação em atividades realizadas

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS AO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Dra Gisele Gois - Procurado do Ministério Público do Trabalho

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS AO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Dra Gisele Gois - Procurado do Ministério Público do Trabalho Seção de Políticas Trabalho Emprego e Renda - SEPTER Seção do Seguro Desemprego e do Abono Salarial - SEGAB Seção de Carteira de Trabalho e Registro Profissional - SEPROF Serviço de Atendimento ao Trabalhador

Leia mais

Texto 2. Conhecendo o Índice de Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família (IGD-PBF) e o seu gerenciamento

Texto 2. Conhecendo o Índice de Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família (IGD-PBF) e o seu gerenciamento Texto 2 Conhecendo o Índice de Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família (IGD-PBF) e o seu gerenciamento Após estudarmos sobre o contexto histórico em torno do repasse de recurso financeiro por

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015 Página 1 de 5 EDITAL DE CHAMAMENTO A COMPANHIA POTIGUAR DE GÁS (POTIGÁS), por intermédio da sua Diretoria Executiva, na forma das disposições contidas no artigo 24, inciso X, da Lei 8.666/93 e alterações

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI na Administração Pública Federal - Ciclo 2016 (322491)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI na Administração Pública Federal - Ciclo 2016 (322491) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI na Administração Pública Federal - Ciclo 2016 (322491) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 18/05/2016 16:38:00 Endereço IP: 200.198.193.162

Leia mais

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS Av. Dr. João Beraldo, 1075 Centro Pouso Alegre MG Fone: (35) 3449-8100 Fax: (35) 3499-8102 Rev.: 00 / / Form.: Aprov.: Pág 1 de 1 Ata de Reunião Crítica do Sistema

Leia mais

Número: 00224.000897/2010-27 Unidade Examinada: Município de Belo Horizonte/MG e Associação para Organização e Administração de Eventos, Educação e

Número: 00224.000897/2010-27 Unidade Examinada: Município de Belo Horizonte/MG e Associação para Organização e Administração de Eventos, Educação e Número: 00224.000897/2010-27 Unidade Examinada: Município de Belo Horizonte/MG e Associação para Organização e Administração de Eventos, Educação e Capacitação CAPACITAR. Relatório de Demandas Externas

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL Cacoal RO REGULAMENTO DE ESTÁGIOS

Leia mais

Manual de Operações Bolsa- Formação

Manual de Operações Bolsa- Formação Manual de Operações Bolsa- Formação Este manual destina-se aos usuários do Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica SISTEC, no que tange à gestão e operacionalização da Bolsa-Formação,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC Rua Almirante Teffé, 637 2º andar Centro CEP 24.030-085 Telefone: (21) 2629-2478 / 2629-2479 e-mail: nuecproex.uff@gmail.com

Leia mais

CARGOS E FUNÇÕES APEAM

CARGOS E FUNÇÕES APEAM CARGOS E FUNÇÕES APEAM 1. PRESIDÊNCIA A Presidência possui por finalidades a representação oficial e legal da associação, coordenação e integração da Diretoria Executiva, e o acompanhamento, avaliação,

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011.

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. Sumário: 1 - Introdução 2 - Requisitos 3 - Comprovação 4 - Parcelas 4.1 - Parcelas Adicionais

Leia mais

SISTEMA DE EMISSÃO DE CERTIFICADO ONLINE

SISTEMA DE EMISSÃO DE CERTIFICADO ONLINE SISTEMA DE EMISSÃO DE CERTIFICADO ONLINE AUTOR: CLÁUDIA VAZ CRECCI Especialista em Engenharia de Software com ênfase em Arquitetura Orientada a Serviço (SOA), Analista B, Embrapa Meio Ambiente, claudia@cnpma.embrapa.br

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0483-2012-01 ASSISTENTE DE APOIO TÉCNICO COURO E CALÇADOS 40 HORAS SEMANAIS

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0483-2012-01 ASSISTENTE DE APOIO TÉCNICO COURO E CALÇADOS 40 HORAS SEMANAIS COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0483-2012-01 ASSISTENTE DE APOIO TÉCNICO COURO E CALÇADOS 40 HORAS SEMANAIS A Diretoria de Recursos Humanos do SENAI-SP abre inscrições para candidatos interessados em

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO RELATÓRIO DE AUDITORIA ANUAL DE CONTAS TIPO DE AUDITORIA: Auditoria de Gestão EXERCÍCIO: 2010 PROCESSO: 00190-015344/2011-94

Leia mais

Relatório de Avaliação de Infraestrutura

Relatório de Avaliação de Infraestrutura Câmara dos Deputados Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Cefor Coordenação de Pós-Graduação Relatório de Avaliação de Infraestrutura 1º Semestre Agosto/ APRESENTAÇÃO A Avaliação de Infraestrutura

Leia mais

Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. DA FINALIDADE E OBJETIVOS

Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. DA FINALIDADE E OBJETIVOS Resolução do CS nº 11/2013 Aparecida de Goiânia, 29 de janeiro de 2013. Homologa adequações no Regulamento do Programa de pós-graduação lato sensu. O Presidente Conselho Superior, no uso de suas atribuições,

Leia mais

REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO

REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO REQUERIMENTO DE SEGURO-DESEMPREGO Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Departamento de Emprego e Salário Coordenação-Geral do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e Identificação Profissional Brasília/DF,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SDH/PR n. 11/2014

CHAMADA PÚBLICA SDH/PR n. 11/2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS Setor Comercial Sul B, Quadra 09, Lote C, Torre A, 8ª andar, Edifício Parque Cidade Corporate CEP: 70308-200 Fone: (61) 2025-3684 - FAX: (61) 2025-9747

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS Procedimentos 1. Introdução Este documento visa regulamentar o controle de acesso e permanência de pessoas e veículos nas dependências dos Órgãos da SECRETARIA

Leia mais

RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS 1º SEMESTRE/2009

RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS 1º SEMESTRE/2009 RELATÓRIO DE CONTROLES INTERNOS 1º SEMESTRE/2009 I. INTRODUÇÃO O mundo corporativo tem demonstrado muito interesse nos aspectos que se relacionam à adoção de metodologias de controles internos, motivado

Leia mais

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE GERÊNCIA DE CONTROLE DE TESOURARIA ANÁLISE DE RISCO OPERACIONAL RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Belo Horizonte

Leia mais

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1

Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 Faculdade AGES AGENDA INSTITUCIONAL 2014-2 E 2015-1 ANO MÊS DIA EVENTO OUTUBRO Publicação da programação do semestre (disciplinas e horários) online no site da Faculdade. 30 Comunicar por e-mail e publicar

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EDIÇÃO 2016 A Fundação CECIERJ, vinculada à SECT, em parceria com a Secretaria de Estado da Casa Civil e o Rio Solidário, faz saber das inscrições

Leia mais

Regulamento Interno. de Estágios

Regulamento Interno. de Estágios Regulamento Interno de Estágios Índice Apresentação... 3 Capítulo 1 Caracterização e objetivo do estágio... 3 Capítulo 2 - Oferta de vagas de estágio... 4 Capítulo 3 - Duração do estágio... 5 Capítulo

Leia mais

Consignação Manual do Correspondente Consignação

Consignação Manual do Correspondente Consignação Manual do Correspondente Consignação Banestes S.A. - Banco do Estado do Espírito Santo GCONS - Gerência de Consignação SUMÁRIO 1. Conceito...3 2. Apresentação...3 3. Informações Gerais...3 3.1. Condições

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 Regulamenta a Lei Complementar n 975/2013 que dispõe sobre a criação do Programa ISS Tecnológico, que institui benefícios

Leia mais

O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010

O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010 O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010 Documento preliminar Coordenação: Luiz Cesar Ribeiro Responsável: Érica Tavares da Silva Colaboração: Juciano Rodrigues e Arthur Molina 1 P á g i n a Introdução

Leia mais

SMART EXPRESS TRANSPORTES SERVIÇOS DE MOTOBOY E ENTREGAS COM CARROS UTILITÁRIOS E EXECUTIVOS AGILIDADE PARA QUEM MANDA E PARA QUEM RECEBE

SMART EXPRESS TRANSPORTES SERVIÇOS DE MOTOBOY E ENTREGAS COM CARROS UTILITÁRIOS E EXECUTIVOS AGILIDADE PARA QUEM MANDA E PARA QUEM RECEBE 1. OBJETIVO Este procedimento tem por objetivo estabelecer uma sistemática organizada de controle e combate a situações de vazamentos e derrames com risco ambiental e este procedimento se aplica a todas

Leia mais

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST. Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST. Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Módulo 4 Procedimentos Operativos do Sistema de Distribuição Revisão 0

Leia mais

Ouvidoria Pública e Gestão

Ouvidoria Pública e Gestão Ouvidoria Pública e Gestão Brasília, agosto de 03 OUVIR É SER SENSÍVEL AOS OUTROS Sotiguy Kouyaté Ator africano SER OUVIDOR É SER SENSÍVEL AOS OUTROS. Jones Carvalho Compromissos da Ouvidoria Pública Atendimento/

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PROPOSTAS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UNICAMP - INCAMP

EDITAL DE SELEÇÃO PROPOSTAS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UNICAMP - INCAMP EDITAL DE SELEÇÃO PROPOSTAS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UNICAMP - INCAMP REALIZAÇÃO Fone (19)3521-5012 E-mail INCAMP@unicamp.br - Site: http://www.incamp.unicamp.br 1.

Leia mais

Experiência: SISTEMA DE GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS GESCON

Experiência: SISTEMA DE GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS GESCON Experiência: SISTEMA DE GESTÃO FINANCEIRA E DE CONVÊNIOS GESCON Fundo Nacional de Saúde Ministério da Saúde Responsável: Hernandes Pires dos Reis - Consultor da Divisão de Manutenção e Suporte a Sistemas

Leia mais

APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM

APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM PROEX N º 05/2015/PROEX APOIO AO PROGRAMA MULHERES SIM EXECUÇÃO: 10 JULHO DE 2015 A 10 DE DEZEMBRO DE 2015. 1 PROEX Nº 05/2015 EDITAL PROGRAMA MULHERES SIM A Reitora do Instituto Federal de Santa Catarina,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO APRESENTAÇÃO Dispõe sobre as normas para realização de Estágio Supervisionado pelos acadêmicos da Faculdade de Belém FABEL. O presente regulamento normatiza o Estágio

Leia mais

1 de 5 03/12/2012 14:32

1 de 5 03/12/2012 14:32 1 de 5 03/12/2012 14:32 Este documento foi gerado em 29/11/2012 às 18h:32min. DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. Institui o Programa de Gestão do Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul - Otimizar,

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

M I N I S T É R I O DO TRABALHO E E M P R E G O Secretaria de Políticas Públicas de Emprego

M I N I S T É R I O DO TRABALHO E E M P R E G O Secretaria de Políticas Públicas de Emprego M I N I S T É R I O DO TRABALHO E E M P R E G O Secretaria de Políticas Públicas de Emprego Termo de Referência para a elaboração do Plano Plurianual do Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda Brasília

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014 A Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Desembargadora LEILA MARIA CARRILO CAVALCANTE RIBEIRO MARIANO, no uso das atribuições

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS EDITAL ICHS/PUVR 001/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS EDITAL ICHS/PUVR 001/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS EDITAL ICHS/PUVR 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTOR PRESENCIAL PARA OS CURSOS

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005

RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 RESOLUÇÃO CONJUNTA CGM/SMAS/SMA Nº 019 DE 29 ABRIL DE 2005 Dispõe sobre os procedimentos para cadastramento de Fundações Privadas ou Associações pela Comissão de Cadastramento de ONGs e Associações, de

Leia mais

profissional, de ensino médio, da educação especial e nos anos finais do ensino

profissional, de ensino médio, da educação especial e nos anos finais do ensino Edital de abertura de inscrições para estágios na Prefeitura do Município de Carlos Barbosa/RS, nas áreas de Direito, Arquitetura, Serviço Social, Psicologia Administração, Secretário Executivo e Computação/Informática,

Leia mais