PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas"

Transcrição

1 PROFECIAS NEWS Boletim Informativo de Religiões Proféticas Judaísmo, Cristianismo, Islamismo Qual a definição da palavra religião? Vem do latim religare, tem o siginificado de religação. Essa religação se refere entre uma nova ligação entre o homem e Deus. Informações gerais sobre a religião Judaísmo: O judaísmo é considerado a primeira religião monoteísta a aparecer na história. Tem como crença principal a existência de apenas um Deus, o criador de tudo. Para os judeus, Deus fez um acordo com os hebreus, fazendo com que eles se tornassem o povo escolhido e prometendo-lhes a terra prometida. Atualmente a fé judaica é praticada em várias regiões do mundo. Nesta edição Qual definição de Religião ; Informações gerais sobra as religiões

2 No estado de Israel que se concentra um grande número de praticantes. A Bíblia é a referência para entendermos a história deste povo. De acordo com as escrituras sagradas, por volta de 1800 a.c, Abraão recebeu uma sinal de Deus para abandonar o politeísmo e para viver em Canaã (atual Palestina). Os cultos judaicos são realizados num templo chamado de sinagoga e são comandados por um sacerdote conhecido por rabino. O símbolo sagrado do judaísmo é o memorá, candelabro com sete braços. Cristianismo: A religião cristã surgiu na região da atual Palestina no século I. Essa região estava sob domínio do Império Romano neste período. Depois da ressurreição de Jesus, ela se espalhou rapidamente pelos quatro cantos do mundo, se transformando atualmente na religião mais difundida. Com cerca de 2,1 bilhões de adeptos atualmente, o Cristianismo é a maior religião do mundo, sendo predominante na Europa, América e Oceania. A religião se iniciou através dos ensinamentos de Jesus de Nazaré, considerado o Salvador da humanidade. O cristianismo é uma religião abraâmica, da mesma forma que o Islamismo e o Judaísmo. Em que se fundamenta; Religiões que se compõe Como a fé se manifesta?; Rituais - Simbolos; Divindades Conclusão, Bibliografia. Islamismo: O islamismo é a religião fundada pelo profeta Maomé no início do século VII, na região da Arábia. O Islã é o conjunto dos povos de civilização islâmica, que professam o islamismo. Em árabe, Islã significa "rendição" ou "submissão" e se refere à obrigação do muçulmano de seguir a vontade de Deus. O termo está ligado a outra palavra árabe, salam, que significa "paz" - o que reforça o caráter pacífico e tolerante da fé islâmica. O termo surgiu por obra do fundador do islamismo, o profeta Maomé, que dedicou a vida à tentativa de promover a paz em sua natal.

3 Livros com seus representantes. Como a fé se manifesta? Cristianismo: As obras dos cristãos não podem ser incompatíveis com sua fé, na verdade, diante dos homens, a fé somente pode ser demonstrada por meio das obras. Judaísmo: Os judeus são monoteístas, isto é, acreditam na existência de um só Deus. A afirmação da crença no monoteísmo manifesta-se Personagens sagrados Cristianismo: Deus Pai, Fi-

4 na profissão de fé, que se chama Shema. Islamismo: O Islã é uma religião que dá importância tanto à fé interior quanto às obras. Ser um muçulmano não significa meramente executar atos rituais de adoração, nem que apenas se mantenha certa crença no coração sem que ela seja aparente nas ações lho e Espírito Santo Judaísmo: Abraão, Jacó e seus 12 filhos, Moisés. Islamismo: Alá. E m que se fundamenta: O Cristianismo, Judaísmo e o Islamismo se fundamentam em um LI- VRO SAGRADO

5 Lua crescente com estrela Estrela de Davi Cruz Cristianismo Cruz: Rituais - Símbolos O principal símbolo da religião cristã. Os romanos a utilizavam para executar criminosos. Por conta disso, ela nos remete ao sacrifício que Jesus Cristo ofereceu pelos pecados das pessoas. Judaísmo Estrela de Davi:

6 Duas pirâmides - uma apontando para cima e outra invertida - representam a união ou equilíbrio entre o céu e a terra. Com o tempo, este símbolo tornou-se símbolo da nação de Israel e do povo judeu, estando presente na própria bandeira de Israel. Islamismo Lua crescente com estrela: Este símbolo admite várias interpretações: para uns, é o casamento da lua com a Estrela D Alva, fenômeno que ocorre em outubro com a aproximação aparente dos dois astros. A lua crescente com uma estrela também é o símbolo do Islã. Estudiosos supõem que, mesmo antes do islamismo, árabes nômades cultuavam a Lua por viajarem à noite.

7 Conclusão: Concluímos que cada religião tem seus costumes, sua doutrina e características diferentes, apesar de tudo cada uma se respeita e tem alguns aspectos em comum, por serem uma religiões monoteísta, adoram um único ser, Deus. Bibliografia:.http://super.abril.com.br/historia/islamismo-ala-infinito-e-eterno https://islamidades.wordpress.com/2014/07/18/islamismo-e-cristianismo-diferencas-teologicas/

8 Beatriz Palos Karen Larissa Luísa Saito 9 B Rachel Ritchie

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano OS POVOS DA ANTIGUIDADE ORIENTAL: ORIENTE PRÓXIMO E EXTREMO ORIENTE QUAIS A PRINCIPAL HERANÇA DEIXADA PELOS HEBREUS A maior contribuição dos hebreus foi religiosa.

Leia mais

PANORAMA GERAL DA BÍBLIA

PANORAMA GERAL DA BÍBLIA PANORAMA GERAL DA BÍBLIA ETERNIDADE FINAL DO NT CRIAÇÃO GÊNESIS 1-2 REDENÇÃO GÊNESIS 3 ATÉ APOCALIPSE 22 VT = O SALVADOR VIRÁ NT = O SALVADOR JÁ VEIO E VOLTARÁ DEUS REVELOU SEU PLANO E SUA VERDADE AO LONGO

Leia mais

BUDISMO O budismo não é só uma religião, mas também um sistema ético e filosófico, originário da região da Índia. Foi criado por Sidarta Gautama (563?

BUDISMO O budismo não é só uma religião, mas também um sistema ético e filosófico, originário da região da Índia. Foi criado por Sidarta Gautama (563? ÁSIA - RELIGIÕES BUDISMO O budismo não é só uma religião, mas também um sistema ético e filosófico, originário da região da Índia. Foi criado por Sidarta Gautama (563? - 483 a.c.?), também conhecido como

Leia mais

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 (Início) Objeto de estudo: Reconhecer o fato de que a unidade da Bíblia é uma das provas de sua autenticidade! 1 Versículo-chave: Cl 1.26-27 O ministério que

Leia mais

ARTE CRISTÂ PRIMITIVA ARTE BIZANTINA

ARTE CRISTÂ PRIMITIVA ARTE BIZANTINA 3º ano - ENSINO MÉDIO Aula dia 13/03/15 ARTE CRISTÂ PRIMITIVA ARTE BIZANTINA Professora Alba ARTE CRISTÂ PRIMITIVA Após a morte de Jesus Cristo, seus discípulos divulgaram seus ensinamentos, e a comunidade

Leia mais

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos

Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano. Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Curso Aprendizes do Evangelho 1º Ano Aula 1 Evolução da Religiosidade através dos tempos Texto para reflexão Pão Nosso Item 41 No Futuro Quem aqui gosta de manga? Prefere comprida ou curta? Evolução da

Leia mais

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS 2A aula 05 Os Hebreus HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS Os hebreus eram pastores nômades da Mesopotâmia. No séc. XIX a. C., guiados por Abraão, deslocaram-se para a Palestina,

Leia mais

ORIGEM DO CRISTIANISMO. Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica.

ORIGEM DO CRISTIANISMO. Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica. ORIGEM DO CRISTIANISMO Igreja é uma realidade histórica e, portanto passível de ser estudada sob o ponto de vista da objetividade científica. ORIGEM DO CRISTIANISMO O que começa com cristo não é a salvação,

Leia mais

Nascimento e expansão do islã HISTÓRIA 7º EF

Nascimento e expansão do islã HISTÓRIA 7º EF Nascimento e expansão do islã HISTÓRIA 7º EF Nascimento e expansão do islã Imagem: Léon Belly (1827-1877) / Pelerins allant à la Mecque, 1861, Pintura Orientalista / Domínio Público. Imagem: Carl Haag

Leia mais

1º tema: Modos de viver o natal; 2º tema: Os símbolos e tradições de natal; 3º tema: O nascimento de Jesus; 4º tema: O Natal é tempo de amor;

1º tema: Modos de viver o natal; 2º tema: Os símbolos e tradições de natal; 3º tema: O nascimento de Jesus; 4º tema: O Natal é tempo de amor; Disciplina de: E.M.R.C. Ano escolaridade: Professor: Carlos Durães U.L. 1: Ter um coração bom tema: Significado da expressão «ser bondoso»; tema: Ser bom para todos; tema: Jesus fala de bondade; 4º tema:

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico REGULAMENTO OFICIAL Alfabeto Bíblico Tem como objetivo levar o competidor a encontrar na Bíblia versículos que comecem com cada letra do alfabeto da língua portuguesa e contenham em seu texto, uma palavra-chave,

Leia mais

DATA: / / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 1.º ANO/EM

DATA: / / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 1.º ANO/EM SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: / / 015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 1.º ANO/EM ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS TEMA: OS RITOS E OS RITUAIS : OS SETE SACRAMENTOS DA IGREJA. CAPÍTULOS 9 AO 12 DO LIVRO DIDÁTICO (RSE). Professor: Roberto

Leia mais

TRINITARIANISMO (parte I)

TRINITARIANISMO (parte I) TRINITARIANISMO (parte I) A Palavra de Deus diz: Não terás outros deuses diante de mim. (Êx 20:3) Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição

Leia mais

FEVEREIRO. 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR. Festa

FEVEREIRO. 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR. Festa FEVEREIRO 2 de Fevereiro APRESENTAÇÃO DO SENHOR Festa Quando esta festa não ocorre ao domingo, escolhe-se apenas uma das seguintes leituras antes do Evangelho. LEITURA I Mal 3, 1-4 «Entrará no seu templo

Leia mais

1ª Leitura - Ml 3,1-4

1ª Leitura - Ml 3,1-4 1ª Leitura - Ml 3,1-4 O Senhor a quem buscais, virá ao seu Templo. Leitura da Profecia de Malaquias 3,1-4 Assim diz o Senhor: 1Eis que envio meu anjo, e ele há de preparar o caminho para mim; logo chegará

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Dados coletados na internet, ordenados e revisados por Helio Clemente

Dados coletados na internet, ordenados e revisados por Helio Clemente Dados coletados na internet, ordenados e revisados por Helio Clemente Existem cinco grandes religiões em todo o mundo: Cristianismo, islamismo, hinduísmo, budismo e judaísmo. Não pretendemos apresentar

Leia mais

OS TRÊS OFÍCIOS DE CRISTO

OS TRÊS OFÍCIOS DE CRISTO VASOS DE OURO Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pe. 3:18 CRISTOLOGIA OS TRÊS OFÍCIOS

Leia mais

DEUTERONÔMIO Devarim = םירבד

DEUTERONÔMIO Devarim = םירבד DEUTERONÔMIO דברים = Devarim Autor e Data Autor Deuteronômio identifica o conteúdo do livro com Moisés: Estas são as palavras que Moisés falou a todo o Israel (1.1). Moisés escreveu esta Lei, e a deu aos

Leia mais

FEB - EADE - Livro III - Módulo I - Roteiro 3 - A pedra angular

FEB - EADE - Livro III - Módulo I - Roteiro 3 - A pedra angular Esclarecer, à luz do Espiritismo, por que o Cristianismo é considerado pedra angular. Realizar análise espírita destas palavras do Cristo: O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar

Leia mais

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo

Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo Preparação para a Ficha de Avaliação B2 O mundo romano no apogeu do Império Origem e difusão do cristianismo QUANDO ACONTECEU? 753 a. C. 509 a. C. 27 a. C. 0 218 d. C. 313 476 381 Nascimento República

Leia mais

Classe Adultos. Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura

Classe Adultos. Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura Classe Adultos Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Saber que Deus exige de cada crente uma atitude evangelística responsável e amorosa.

Leia mais

b) Qual a melhor condição para que o egípcio comece a semear a terra? R.:

b) Qual a melhor condição para que o egípcio comece a semear a terra? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Heródoto, o principal

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 02 /06 /2012 Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número

Leia mais

A Declaração de Jerusalém

A Declaração de Jerusalém A Declaração de Jerusalém Introdução Preocupados em estabelecer fundamentos sobre os quais a igreja deve buscar a expansão do cristianismo, representantes anglicanos de todo o mundo firmaram princípios

Leia mais

BAHÁ ÍS: MAIS QUE UMA QUESTÃO RELIGIOSA, UMA QUESTÃO DE DIREITOS HUMANOS

BAHÁ ÍS: MAIS QUE UMA QUESTÃO RELIGIOSA, UMA QUESTÃO DE DIREITOS HUMANOS 1 Discurso proferido pelo Deputado Geraldo Resende (PMDB/MS) em Sessão no dia 16/10/2008. BAHÁ ÍS: MAIS QUE UMA QUESTÃO RELIGIOSA, UMA QUESTÃO DE DIREITOS HUMANOS Senhor Presidente, Senhoras e Senhores

Leia mais

Preparado por: Pr. Wellington Almeida. LIÇÃO O Filho de Davi. O Evangelho. Mateus

Preparado por: Pr. Wellington Almeida. LIÇÃO O Filho de Davi. O Evangelho. Mateus Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO O Filho de Davi 01 O Evangelho Mateus de esboço INTRODUÇÃO Embora Mateus fosse um desprezado, o Senhor olhou para o coração dele e o escolheu para ser discípulo.

Leia mais

Guia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (2)

Guia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (2) Pág. 1 Pessoal, ainda lembram o meu nome? Sou o Rômulo, membro da igreja em Roma e estou contando sobre uma carta que recebemos de um Sr. Paulo. Já mencionei que a recepção desta carta gerou o maior alvoroço

Leia mais

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução a literatura e a pesquisa da Tora e dos profetas anteriores III Jörg Garbers Ms. de Teologia Conteúdo

Leia mais

Roteiro de Estudo - 1º Trimestre Disciplina: Geografia 9º Ano

Roteiro de Estudo - 1º Trimestre Disciplina: Geografia 9º Ano Roteiro de Estudo - 1º Trimestre - 2016 Disciplina: Geografia 9º Ano Professor: Eduardo O que devo saber: MUNDO: PRINCIPAIS RELIGIÕES Judaísmo e Cristianismo. Islamismo. Hinduísmo e Budismo. Religiões

Leia mais

O QUE ACONTECERIA SE TIRÁSSEMOS O TEMPLO DA NOSSA IGREJA? Igreja Menonita na Etiópia

O QUE ACONTECERIA SE TIRÁSSEMOS O TEMPLO DA NOSSA IGREJA? Igreja Menonita na Etiópia O QUE ACONTECERIA SE TIRÁSSEMOS O TEMPLO DA NOSSA IGREJA? Igreja Menonita na Etiópia A IGREJA ALÉM DO TEMPLO João 2:13-22 Quando já estava chegando a Páscoa judaica, Jesus subiu a Jerusalém. No pátio do

Leia mais

Como falar de Jesus aos muçulmanos

Como falar de Jesus aos muçulmanos Como falar de Jesus aos muçulmanos Plano de Aula Principais pontos dos ensinos do Alcorão. Como evangelizar o mundo árabe. Intercessão pelos campos missionários no mundo árabe A Visão do Alcorão Sobre

Leia mais

*Sobre o exercício da ética que, nas entrelinhas do ser, é um exercício do diálogo na busca do buscar do bem comum.

*Sobre o exercício da ética que, nas entrelinhas do ser, é um exercício do diálogo na busca do buscar do bem comum. Revisão 2º Ano - Ética e moral *A ética nas relações e a moral da convivência estão constantemente presentes nestes desafios que, em tudo tem a ver com o ser humano, pois o existir se dá numa relação com

Leia mais

"Am levad ishkon, ve bagoyim ló yitchashav" (o povo judeu é solitário e não conta entre os povos)".

Am levad ishkon, ve bagoyim ló yitchashav (o povo judeu é solitário e não conta entre os povos). Breve história do Conflito Árabe (Palestino)/ Israelense A Torah nos ensina: "Am levad ishkon, ve bagoyim ló yitchashav" (o povo judeu é solitário e não conta entre os povos)". "Na verdade, os palestinos

Leia mais

A Aliança do povo hebreu com o Senhor

A Aliança do povo hebreu com o Senhor A Aliança do povo hebreu com o Senhor Não é fácil orientar-se numa floresta quando não se têm caminhos, nem trilhas. A Bíblia é como uma floresta e, se não conhecermos o caminho, facilmente poderemos nos

Leia mais

Sumário. Revisão 7. Apêndices 261 Provas das lições 269

Sumário. Revisão 7. Apêndices 261 Provas das lições 269 Sumário Revisão 7 101. Jerusalém e o Templo 9 102. A Páscoa em Jerusalém 23 103. A entrada triunfal 37 104. A figueira estéril: a nação judaica 47 105. As parábolas do Reino 57 106. A personalidade humana

Leia mais

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri Adaptado de Alex Federle do Nascimento Império Bizantino O Império Bizantino foi o Império Romano do Oriente durante a Antiguidade Tardia e

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Um Presente para Jesus Mateus

Um Presente para Jesus Mateus Um Presente para Jesus Mateus 2.1-12 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 23/12/2012 A origem da tradição de se dar presentes no Natal surgiu em razão dos presentes que os reis magos, na verdade astrônomos,

Leia mais

Evangelhos e atos. Observações

Evangelhos e atos. Observações NOVO TESTAMENTO Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho (Hebreus 1,1-2) EVANGELHOS E ATOS Evangelhos e atos Os melhores recursos

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra. Casas Abertas Estudos Diversos Batismo O batismo cristão é uma de duas ordenanças que Jesus instituiu para a igreja: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado todo o poder no céu e na terra.

Leia mais

LIÇÃO 9 AS BESTAS DO DRAGÃO. Texto bíblico: Apocalipse 13. Motivação

LIÇÃO 9 AS BESTAS DO DRAGÃO. Texto bíblico: Apocalipse 13. Motivação LIÇÃO 9 AS BESTAS DO DRAGÃO Texto bíblico: Apocalipse 13 Motivação No séc. XIII, um monge italiano foi chamado para interpretar uma carta estranha encontrada entre os documentos de um cardeal. Ele leu

Leia mais

Analisando Daniel 9:25, 26 e 27. Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: "Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo...

Analisando Daniel 9:25, 26 e 27. Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo... Analisando Daniel 9:25, 26 e 27 Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: "Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo..." As semanas são semanas de anos: 1 semana = 7 anos e de acordo com

Leia mais

O Cristo consolador. Roteiro 1

O Cristo consolador. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, O Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Roteiro 1 O Cristo consolador Objetivo Explicar

Leia mais

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO Levítico ( a respeito dos levitas ): Para quem foi escrito este livro? Para os israelitas. Por quem foi escrito (autor)? Moisés. Em qual momento histórico?

Leia mais

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas Série: Um Natal de Esperança (02/04). JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas 1.26-38 Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele

Leia mais

A Bíblia Inteira num Ano

A Bíblia Inteira num Ano A Bíblia Inteira num Ano Lição 4 O Livro de Levítico Onde há espaços para preencher, por favor escreva a Escritura mencionada nas suas próprias palavras. 1. O Livro Este livro foi nomeado para os Levitas

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 7º ANO

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 7º ANO 1º PERÍODO UL1 - As origens ÉTICA E MORAL Calendarização - 26 aulas A. Construir uma chave de leitura religiosa Os dados da ciência sobre a origem do Diálogo com os alunos, relacionado da pessoa, da vida

Leia mais

autoridade sobre as nações, porque me foram dados e posso dá-los a quem eu quiser (Lc 4.6). Embora Deus seja soberano e Satanás não possa fazer nada

autoridade sobre as nações, porque me foram dados e posso dá-los a quem eu quiser (Lc 4.6). Embora Deus seja soberano e Satanás não possa fazer nada Introdução No cerne da verdade redentora bíblica está a esperança abençoada do glorioso segundo advento pessoal de Jesus Cristo. A salvação tem que ver com a redenção dos homens como indivíduos e como

Leia mais

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica

Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral. Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica Conferência Doutrinária, Pastoral e Teológica 20º Concílio Geral Palavra do Bispo Roberto Alves de Souza Bispo da 4ª Região Eclesiástica julho de 2016 Teresópolis RJ Bispo Roberto: Bom dia Bispo Adonias

Leia mais

Gênesis 1:1 É a MAÇANETA, o TRINCO que abrirá a porta para descobrir toda a beleza, de toda a história da humanidade e do universo.

Gênesis 1:1 É a MAÇANETA, o TRINCO que abrirá a porta para descobrir toda a beleza, de toda a história da humanidade e do universo. Gênesis 1:1 É a MAÇANETA, o TRINCO que abrirá a porta para descobrir toda a beleza, de toda a história da humanidade e do universo. * Por toda a Bíblia vemos referências e afirmações sobre a CRIAÇÃO, sempre

Leia mais

3. Panorama das Crenças Religiosas e Cosmovisões

3. Panorama das Crenças Religiosas e Cosmovisões Em defesa da fé 3. Panorama das Crenças Religiosas e Cosmovisões Quadro de Religiões e Filosofias Mundiais Reclaiming the Mind Ministries 2009 Judaísmo 14.000.000 Siquismo 24.000.000 Novas Religiões 105.000.000

Leia mais

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15 Sumário Prefácio, 13 Primeira parte - Fundamentação, 15 I. A teologia fundamental como ciência teológica básica, 17 1 Teologia como "fala de Deus", 17 1.1 Tipos básicos de teologia, 17 a) A teologia como

Leia mais

Andar com o Anjo de Deus que cuida de você

Andar com o Anjo de Deus que cuida de você Andar com o Anjo de Deus que cuida de você UM ANJO PARA ZELAR PELA SUA VIDA Uma poderosa oração e consagração que abre portas, livra dos males, protege a casa, a saúde, as pessoas amadas. Participe por

Leia mais

Título: O FALSO MESSIAS Autor: W. SCOTT. Literaturas em formato digital:

Título: O FALSO MESSIAS Autor: W. SCOTT. Literaturas em formato digital: Título: O FALSO MESSIAS Autor: W. SCOTT Literaturas em formato digital: www.acervodigitalcristao.com.br Literaturas em formato Impresso: www.verdadesvivas.com.br Evangelho em 03 Minutos: www.3minutos.net

Leia mais

Paracletologia SEFO 2013

Paracletologia SEFO 2013 Paracletologia SEFO 2013 1 ª Aula Fabio Codo Fábio Codo - http://teologiaaservicoevangelho.wordpress.com Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Conteúdo Programático

Leia mais

Oriente Médio. Do surgimento as tensões atuais

Oriente Médio. Do surgimento as tensões atuais Oriente Médio Do surgimento as tensões atuais A Região A região do Oriente Médio é uma das áreas mais conflituosas do mundo. Diversos fatores contribuem para isso, entre eles: a sua própria história; origem

Leia mais

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Introdução Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Série de 5 mensagens sobre a Armadura de Deus no livro de Efésios. Efésios 1.1

Leia mais

Quem somos e no que cremos?

Quem somos e no que cremos? Vivendo e compartindo o caminho de Jesús Quem somos e no que cremos? Igreja Evangélica Paseo de Extremadura 179 Tel: 91 813 67 05; 626 468 629 http://www.comuniondelagracia.es E-mail: iduespana@yahoo.es

Leia mais

Grupos no judaísmo na. época de Jesus

Grupos no judaísmo na. época de Jesus Grupos no judaísmo na época de Jesus Nome Origem Conceitos Jörg Garbers Ms. de Teologia Os Fariseus Nome: os que se separam, os separados. Origem: Eles têm a sua origem teológico junto com os Essênios

Leia mais

1 Coríntios 15,4: E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé.

1 Coríntios 15,4: E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé. BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 30 PERGUNTA 30: Como nos aplica o Espírito a redenção adquirida por Cristo? Resposta: O Espírito aplica-nos a redenção adquirida por Cristo pelo chamado eficaz,

Leia mais

01.De acordo com o que você estudou, qual o significado da coroação de Carlos Magno pelo papa e da auto coroação de Napoleão Bonaparte?

01.De acordo com o que você estudou, qual o significado da coroação de Carlos Magno pelo papa e da auto coroação de Napoleão Bonaparte? Aluno(a): Nº Disciplina: História Professor (a): Barros Dutra Lista de História. Avaliação dia 30 de setembro de 2016 P2, 3º. Bimestre 1ª. Série 01.De acordo com o que você estudou, qual o significado

Leia mais

Grandes Ideias RESUMO DOS CONTEÚDOS DE º ANO DA DISCIPLINA

Grandes Ideias RESUMO DOS CONTEÚDOS DE º ANO DA DISCIPLINA PÁG: 1 / Egito: Condições naturais: O Egito situa-se no nordeste de África. Fica a norte do deserto da Núbia, a este do deserto da Líbia e a oeste do deserto Arábico. Tem ainda como limites o Mar Mediterrâneo

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 24 de Agosto - São Bartolomeu - Apóstolo 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação.

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação. Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. Coração Imaculado de Maria, sede a nossa salvação. 5 Introdução A devoção ao Imaculado Coração de Maria é uma das mais belas manifestações

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SÁBADO, DIA 25 DE JUNHO 1) Oração Cheguem à vossa presença,

Leia mais

Teorias apontam arrebatamento em setembro de 2015 Especialistas apontam ameaça de asteroide, luas de sangue e outros sinais do céu

Teorias apontam arrebatamento em setembro de 2015 Especialistas apontam ameaça de asteroide, luas de sangue e outros sinais do céu Teorias apontam arrebatamento em setembro de 2015 Especialistas apontam ameaça de asteroide, luas de sangue e outros sinais do céu Matéria publicada em 04 de Agosto de 2015 Os Estados Unidos são pródigos

Leia mais

A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL

A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL A profecia das 70 SEMANAS DE DANIEL AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL Profetizadas há 2600 anos (v. 1) Daniel sabia que o fim do cativeiro estava próximo (v.2 cf. Jr 25.11, 12; 29.10) Daniel entenderia que

Leia mais

Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. No princípio Deus criou os céus e a terra. No princípio Deus criou os céus e a terra.

Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. No princípio Deus criou os céus e a terra. No princípio Deus criou os céus e a terra. Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a Gênesis 1:1-2:7

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular

Currículo Cultura Cristã. Matriz curricular Currículo Cultura Cristã Matriz curricular SÉRIE PASSOS (para crianças não alfabetizadas) PRIMEIROS PASSOS (2 e 3 anos) 1. O cuidado de Deus 2. Sou do Papai do céu 3. Tudo era bom 4. Tudo era muito bom

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

TEOLOGIA CRISTÃ: UMA INTRODUÇÃO À SISTEMATIZAÇÃO DAS DOUTRINAS

TEOLOGIA CRISTÃ: UMA INTRODUÇÃO À SISTEMATIZAÇÃO DAS DOUTRINAS TEOLOGIA CRISTÃ: UMA INTRODUÇÃO À SISTEMATIZAÇÃO DAS DOUTRINAS FERREIRA, Franklin. Teologia cristã: uma introdução à sistematização das doutrinas. São Paulo: Edições Vida Nova, 2011. Natan da Costa Fernandes

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração 05 de Janeiro Deus eterno e todo-poderoso,pela

Leia mais

Aula 15 5A - Os Árabes - Semitas acreditam descender de Ismael, filho de Abraão.

Aula 15 5A - Os Árabes - Semitas acreditam descender de Ismael, filho de Abraão. Aula 15 5A - Os Árabes - Semitas acreditam descender de Ismael, filho de Abraão. Arábia: localizada no Oriente Médio. A parte norte formada por desertos e também existem diversos oásis que abrigavam grupos

Leia mais

Principais países: Federação Russa China Japão. Índia Irã Arábia Saudita Israel

Principais países: Federação Russa China Japão. Índia Irã Arábia Saudita Israel Principais países: Federação Russa China Japão Índia Irã Arábia Saudita Israel *Rússia (comumente apenas A Sibéria) Estepes, Montanhas e desertos Cazaquistão Tadjiquistão Quirguistão Turcomenistão Uzbequistão

Leia mais

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07

Festa do Batismo do Senhor Ano C Dom, 17 de Maio de :24 - Última atualização Dom, 10 de Janeiro de :07 Is 42,1-4.6-7 Sl 28 At 10,34-38 Lc 3,15s.21-22 A Festa de hoje encerra o sagrado tempo do Natal: o Pai apresenta, manifesta a Israel o Salvador que ele nos deu, o Menino que nasceu para nós: Tu és o meu

Leia mais

DEUS. Único Deus. Ser que não foi criado. Sem princípio ou fim O Eterno. Sua existência é um fato estabelecido

DEUS. Único Deus. Ser que não foi criado. Sem princípio ou fim O Eterno. Sua existência é um fato estabelecido Único Deus DEUS Ser que não foi criado Sem princípio ou fim O Eterno Sua existência é um fato estabelecido A Bíblia não tem a necessidade de provar a existência de Deus O fato dele ser o Criador, já define

Leia mais

Jesus Prepara sua Morte

Jesus Prepara sua Morte Jesus Prepara sua Morte Texto base Marcos 14. 15-20 Introdução Jesus é ungido em Betânia Marcos 14. 3.9 Quais as características do gesto (Obra) dessa mulher: - Amor... v3 - Sacrifício... - Fé - Oportuna...

Leia mais

Como surgiu a tatuagem?

Como surgiu a tatuagem? TATUAGEM Como surgiu a tatuagem? A prática de marcar o corpo é tão antiga quanto a humanidade. Então, como não é impossível encontrar corpos de eras tão remotas com a pele preservada, temos de nos basear

Leia mais

Daniel 9 A PROFECIA DAS 70 SEMANAS DE DANIEL

Daniel 9 A PROFECIA DAS 70 SEMANAS DE DANIEL Daniel 9 A PROFECIA DAS 70 SEMANAS DE DANIEL AS SETENTA SEMANAS DE DANIEL Profetizadas há 2600 anos (v. 1) Daniel sabia que o fim do cativeiro estava próximo (v.2 cf. Jr 25.11, 12; 29.10) Daniel orava

Leia mais

BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse. Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã

BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse. Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã BIBLIOLOGIA IV Epístolas e Apocalipse Prof. Eloi Pereira dos Santos Faesp Extensão Mairiporã Objetivos da Disciplina Facilitar o estudo, compreensão e o uso adequado da Bíblia. Familiarizar o aluno com

Leia mais

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS 1. O CONHECIMENTO é uma relação que se estabelece entre o sujeito que conhece e o objeto conhecido. O sujeito que conhece se apropria, de certo modo, do objeto conhecido. Através

Leia mais

Ano Litúrgico Ano C

Ano Litúrgico Ano C Ano Litúrgico 2009-2010 Ano C TEMPO DO ADVENTO 29/11 1º Domingo do Advento A redenção está próxima. Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2; Lucas 21,25-28. 34-36 6/12 2º Domingo do

Leia mais

Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu

Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu para salvar só o povo de Israel, mas para todos os povos,

Leia mais

Pr. Jaziel Rodrigues,

Pr. Jaziel Rodrigues, www.ierueti.ch Pr. Jaziel Rodrigues, 13.03.2016 Introdução 1: A palavra «Apocalipse» quer dizer Revelação. Por isso este livro é conhecido também como: «A Revelação de Deus ao apóstolo João» (1.1) Foi

Leia mais

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo?

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? O que os apocalípticos dizem a respeito dos últimos dias? Sinônimo da época em que se aproxima a 2ª vinda de Jesus Cristo e o consequente fim do mundo. Período marcado

Leia mais

Doutrina da Trindade. Aula 16/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Doutrina da Trindade. Aula 16/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Doutrina da Trindade Aula 16/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Conceitos sobre a Trindade S Monarquianismo Deus é um único ser S S Adocionismo Um só Deus, Jesus é adotado (revestido de Deus)

Leia mais

Os monoteístas foram atraídos para o Egito, onde havia deuses em grande abundância, que tinham a figura de quase todas as formas humanas e animais. Os

Os monoteístas foram atraídos para o Egito, onde havia deuses em grande abundância, que tinham a figura de quase todas as formas humanas e animais. Os Pelo que lemos nos registros históricos de seus devotos, o deus que criou o universo mostrou algum interesse inicial, em geral benevolente, por aquilo a que deu origem. Depois, num dado momento no tempo

Leia mais

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA

A 2 3:18 PNEUMATOLOGIA VASOS DE OURO Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pe. 3:18 PNEUMATOLOGIA OS DONS DO

Leia mais

MESTRADO EM TEOLOGIA

MESTRADO EM TEOLOGIA MESTRADO EM TEOLOGIA Edital 2015 Este edital se destina especificamente à seleção de candidatos estrangeiros de países lusófonos para o Mestrado em Teologia, com início em março de 2015. 1. Objetivo O

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo V Aprendendo com Fatos Cotidianos 1 2 E o servo de um certo centurião, a quem este muito

Leia mais

A celebração da Eucaristia (São Justino) Sáb, 23 de Maio de :39 -

A celebração da Eucaristia (São Justino) Sáb, 23 de Maio de :39 - Caro(a) Amigo(a), apresento-lhe um pedacinho da Primeira Apologia em favor dos cristãos, de São Justino, mártir do início do século II Ele foi cristão da geração seguinte à geração apostólica Escreveu

Leia mais

Hebraico: Para o Antigo Testamento e Grego: Para o Novo Testamento.

Hebraico: Para o Antigo Testamento e Grego: Para o Novo Testamento. Aluno: Jeorge Sávio CAPÍTULO 1 A Bíblia 1 Atualmente a Bíblia está traduzida em quantas línguas? Hebraico: Para o Antigo Testamento e Grego: Para o Novo Testamento. 2 De onde deriva o termo Bíblia? A palavra

Leia mais

A VERDADE SOBRE JESUS CRISTO

A VERDADE SOBRE JESUS CRISTO A VERDADE SOBRE JESUS CRISTO INTRODUÇÃO QUEM É JESUS CRISTO? Muitas pessoas, sistemas religiosos e filósofos sugeriram as mais variadas respostas à pergunta: Quem é Jesus Cristo? Para alguns, Jesus é um

Leia mais

A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS. Augustus Nicodemus Lopes

A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS. Augustus Nicodemus Lopes A CONFIABILIDADE E A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS Augustus Nicodemus Lopes O ATAQUE LIBERAL Ataques feitos à Bíblia em nossos dias. O ataque do liberalismo teológico. Johan Solomo Semler (séc. XVIII) distinção

Leia mais

Inspiração e Inerrância das Escrituras.

Inspiração e Inerrância das Escrituras. Inspiração e Inerrância das Escrituras. JOÃO DELFINO DE ALMEIDA VIEIRA Inspiração e Inerrância das Escrituras. Águas de São Pedro, 2013 Editor responsável Zeca Martins Projeto gráfico e diagramação Claudio

Leia mais

LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 - O DIA DO SENHOR Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O DIA DO SENHOR EM TODAS AS ÉPOCAS O dia do Senhor representou para Judá e Israel um severo julgamento devido a altivez humana que

Leia mais