MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana O Brasil vai continuar crescendo

2 O Brasil vai continuar crescendo PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

3 O Brasil vai continuar crescendo PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU DISTRITO DE BRAZ CUBAS MOGI DAS CRUZES / SP CARTA CONSULTA / MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

4 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU César de Souza Mogi das Cruzes Braz Cubas Jundiapeba Av. Fco. Ribeiro Nogueira Av. Japão Av. Kaoru Hiramatsu

5 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU

6 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU OBRAS A SEREM IMPLANTADAS: - MOVIMENTAÇÃO DE TERRA / TERRAPLENAGEM - DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS - REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - REDES DE COLETA E AFASTAMENTO DE ESGOTOS DOMICILIARES - IMPLANTAÇÃO DE PASSEIOS - CICLOVIA - PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA - ARBORIZAÇÃO - ILUMINAÇÃO PÚBLICA - SINALIZAÇÃO EXTENSÃO DA AVENIDA = metros

7 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU COMUNIDADES BENEFICIADAS DISTRITO DE BRAZ CUBAS, COMPREENDENDO OS SEGUINTES BAIRROS: - JARDIM PLANALTO - JARDIM ESPERANÇA - VILA MUNICIPAL - PARQUE OLÍMPICO - JARDIM DOS AMARAIS - VILA BELA VISTA - VILA OROPÓ - LOTEAMENTO MOSAICO DA SERRA - JARDIM SANTOS DUMONT I - JARDIM SANTOS DUMONT II - JARDIM SANTOS DUMONT III - JARDIM AEROPORTO I - JARDIM AEROPORTO II - JARDIM AEROPORTO III - JARDIM LAYR - JARDIM LAYR II - CONJUNTO SANTO ÂNGELO - PARQUE DAS VARINHAS - PARQUE SÃO MARTINHO - JARDIM NOVE DE JULHO - PINDORAMA - JARDIM RUBI - VILA DA PRATA - VILA MORAES

8 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU

9 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU INVESTIMENTO: R$ ,00

10 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU

11 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU SEÇÃO TIPO

12 PAC 2 PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS Municipio de Mogi das Cruzes / SP CARTA CONSULTA / IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA URBANA NA AVENIDA KAORU HIRAMATSU VALOR DO FINANCIAMENTO: R$ ,41 VALOR DE CONTRAPARTIDA: R$ ,60 VALOR TOTAL DO INVESTIMENTO: R$ ,01

13 MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana O Brasil vai continuar crescendo

14 O Brasil vai continuar crescendo MOBILIDADE URBANA MÉDIAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

15 O Brasil vai continuar crescendo MOBILIDADE URBANA MÉDIAS CIDADES DUPLICAÇÃO AVENIDA GUILHERME GEORGE: / TRECHO REGIÃO OESTE (DISTRITO DE JUNDIAPEBA E BRAZ CUBAS) E TRECHO REGIÃO CENTRAL MUNICÍPIO DE MOGI DAS CRUZES - SP CARTA CONSULTA / MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

16

17 Sistema Viário Plano Diretor

18

19 Produção e Atração de Viagens Modo Coletivo Na Hora Pico Manhã, viagens têm como destino a Área Central por modo coletivo (34,9% do total de viagens)

20 Produção e Atração de Viagens Modo Individual Na Hora Pico Manhã, viagens têm como destino a Área Central por modo individual (28% do total de viagens)

21 Fluxo de Viagens para o Centro Modo Coletivo 58% das viagens de transporte coletivo passam pela Região Central, sendo 38% com características radiais e 20% com características diametrais 16% de viagens setoriais 15% de viagens para fora do município 11% de viagens internas a região

22 Fluxo de Viagens para o Centro Modo Individual

23 PROPOSTA GERAL O Corredor de Transporte Coletivo Leste-Oeste Extensão: 15,8 km 3 Novos Terminais: Jundiapeba, Braz Cubas e Central Norte 1 Nova Estação de Conexão: César de Souza

24 PROPOSTA APROVADA

25

26

27

28

29 INVESTIMENTO: R$ ,00

30 SEÇÃO TIPO GUILHERME GEORGE JUNDIAPEBA SEÇÃO TIPO AV. ÁUREA MARTINS DOS ANJOS

31 SEÇÃO TIPO VIADUTO JUNDIAPEBA VIADUTO CAV. NAMI JAFET SEÇÃO TIPO CORREDOR EXCLUSIVO

32 SEÇÃO TIPO RUA DAVID BOBROW SEÇÃO TIPO AV. TENENTE ONOFRE RODRIGUES DE AGUIAR

33 SEÇÃO TIPO RUA BARÃO DE JACEGUAI SEÇÃO TIPO RUA DR. RICARDO VILELA

34 Linhas do Terminal Jundiapeba Terminal Jundiapeba: 7 linhas, 15 ônibus/hora

35 Linhas do Terminal Braz Cubas Terminal Braz Cubas: 4 linhas, 15 ônibus/hora

36 Soluções Propostas Trata-se de um corredor de Transporte Coletivo com soluções de: a. Faixa exclusiva à esquerda junto ao canteiro central; b. Faixa exclusiva à direita (dependendo do trecho); c. Vias para ônibus na área central com tratamento de circulação de pedestres. Ônibus Padron, com portas no lado direito e no lado esquerdo, com baixa emissão de poluentes. Extensão: 15,8 km, 6,6 km de faixa exclusiva e 9,2 km de faixas preferenciais 2 Novos Terminais: Jundiapeba e Braz Cubas

37 Objetivos Melhoria da velocidade média dos ônibus Redução dos tempos gastos nos veículos Melhoria urbanística na Área Central, favorecendo o pedestre, a circulação dos ônibus e criação de áreas vivenciais Valorizar a integração com o Trem Metropolitano (CPTM) Articular os deslocamentos dos extremos do município ao centro, criando um Eixo Leste-Oeste

38 Benefícios Redução do tempo de deslocamento para a Área Central (Cerca de 13 minutos para as linhas de Jundiapeba e Braz Cubas) Reurbanização e valorização do centro histórico Redução do número de ônibus e de emissão de poluentes na Área Central Articulação do sistema ferroviário com o sistema municipal de transporte Manutenção da política de integração tarifária existente (integração entre as linhas alimentadoras e o Corredor Leste-Oeste sem custo adicional)

39

40

41 VALOR DO FINANCIAMENTO: R$ ,00 VALOR DE CONTRAPARTIDA: R$ ,47 VALOR TOTAL DO INVESTIMENTO: R$ ,47

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS CONTRATADOS COM RECURSOS DO FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL FMHIS

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS CONTRATADOS COM RECURSOS DO FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL FMHIS RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS CONTRATADOS COM RECURSOS DO FUNDO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL FMHIS INVESTIMENTOS 2009 R$ 841.363,96 2.181 FAMÍLIAS BENEFICIADAS Execução de terraplenagem Moradias

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Rio Metropolitano. Jorge Arraes. 09 de julho 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Rio Metropolitano Jorge Arraes 09 de julho 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP SETEMBRO 2014 ANTECEDENTES CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 182/183 > CONDICIONAM O DIREITO DE PROPRIEDADE A SUA FUNÇÃO SOCIAL INSTRUMENTOS PARA CUMPRIR FUNÇÃO SOCIAL DA

Leia mais

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE MOBILIDADE Cidade de São Paulo POLITICA DE MOBILIDADE -

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO setembro 2014 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Documentos de referência referências Plano Municipal de Circulação Viária e de Transporte - 2003 Consolidou

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

MUNICÍPIO DE SÃO PAULO REGIÃO METROPOLITANA DE SP 39 municípios 8.051 km 2 de área 0,1% do Brasil 20,0 milhões de habitantes 11% do Brasil U$ 261,6 bilhões / ano de PIB 19,1% do Brasil 8,8 milhões de empregos 5,2 milhões de

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO Ilhéus, 01 de Abril de 2009. OF GAB 013/2009 Senhor Presidente, Em atendimento ao disposto no Art. 73, da Lei Orgânica do Município de Ilhéus, estamos encaminhando à esta Casa Legislativa o Programa de

Leia mais

Nova Rede de Ônibus de São Paulo

Nova Rede de Ônibus de São Paulo Nova Rede de Ônibus de São Paulo Tipologia de linhas Versão 28/05/15 Hierarquia viária do transporte coletivo NÍVEL DE CONTROLE (TRATAMENTO DE PREFERÊNCIA PARA OS ÔNIBUS) Estrutural Vias com maior gabarito

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 108/09

PROJETO DE LEI Nº 108/09 PROJETO DE LEI Nº 108/09 "Dispõe sobre a criação do sistema cicloviário no Município de Santa Bárbara d Oeste e dá outras providências. Art. 1º - Fica criado o Sistema Cicloviário do Município de Santa

Leia mais

LOTEAMENTO GRAN FLORATTA RESIDENCIAL BAURU

LOTEAMENTO GRAN FLORATTA RESIDENCIAL BAURU LOTEAMENTO GRAN FLORATTA RESIDENCIAL BAURU ESTUDO DE IMPACTO NO TRÁFEGO Loteamento Fazenda Flores SPE Ltda ABRIL / 2015 1 INDICE INTRODUÇÃO...2 1. EMPREENDIMENTO...3 1.1 ATIVIDADES E DIMENSÕES...3 1.2

Leia mais

Calçada Para Todos Mobilidade Urbana LONDRINA, PR

Calçada Para Todos Mobilidade Urbana LONDRINA, PR Calçada Para Todos Mobilidade Urbana LONDRINA, PR MUNICÍPIO DE LONDRINA CARACTERIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE LONDRINA Situado ao norte do estado do Paraná Município foi criado em dezembro de 1934 e acaba de

Leia mais

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A.

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. Transporte Público: Origens, Evolução e Benefícios Sociais do Bilhete Único 05/04/2005 Antecedentes Bilhetagem Automática 1974: Metrô de São Paulo bilhete magnético Edmonson Seguem-se:

Leia mais

FICHA TÉCNICA DEPARTAMENTO DE OBRAS E GESTÃO DE INFRA-ESTRUTURAS MUNICIPAIS

FICHA TÉCNICA DEPARTAMENTO DE OBRAS E GESTÃO DE INFRA-ESTRUTURAS MUNICIPAIS PARTAMENTO OBRAS E GESTÃO FICHA TÉCNICA 1. INTIFICAÇÃO Loteamento industrial de Eiras- Ligação ao Bairro de S. Miguel 2. LOCALIZAÇÃO Loteamento industrial de Eiras Freguesia de Eiras 3. SCRIÇÃO GERAL ADMINISTRATIVA

Leia mais

São Paulo, setembro de 2010

São Paulo, setembro de 2010 16ª SEMANA DE TECNOLOGIA METRO-FERROVIÁRIA ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE METRÔ AEAMESP. SOLUÇÕES DE TRANSPORTE MAIS ADEQUADAS PARA AS CIDADES O BNDES E OS INVESTIMENTOS NO SETOR DE TRANSPORTES

Leia mais

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016

ENCONTRO COM O METRÔ. Obras em andamento, Concessões e PPP. Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 ENCONTRO COM O METRÔ Obras em andamento, Concessões e PPP Paulo Menezes Figueiredo Diretor Presidente do Metrô São Paulo 26/07/2016 Antecedentes do Serviço Metroferroviário na RMSP Anterior à Constituição

Leia mais

ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias)

ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias) UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE URBANISMO - ENGENHARIA CIVIL ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias)

Leia mais

LINHA ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente

LINHA ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente LINHA 13 Paulo de Magalhães Bento Gonçalves Diretor Presidente PAINEL 03 Crescimento e melhoria da rede metroferroviária no Brasil 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária 2 Visão Geral 2,9 milhões pass./dia

Leia mais

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO Promover a sustentabilidade com a melhoria da qualidade de vida e do ar, reduzir os congestionamentos, democratizar o uso do espaço viário, a acessibilidade aos bens e serviços e ampliar a inserção social

Leia mais

Urbanismo e Mobilidade

Urbanismo e Mobilidade Urbanismo e Mobilidade Área de Abrangência: 3,8 milhões de m² Inclui 5 bairros completos (Centro, São Domingos, Gragoatá, Boa Viagem e Morro do Estado) e parte de 2 bairros (Ponta D Areia e São Lourenço).

Leia mais

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária OBRAS DA LINHA 2 DO SISTEMA METROVIÁRIO SALVADOR E LAURO DE FREITAS Planejamento, concepção e impactos na capital baiana e na Região Metropolitana de Salvador Luís Valença Diretor-presidente da CCR Metrô

Leia mais

ATUALIDADE S. Prof. Roberto. Um desafio ATUAL.

ATUALIDADE S. Prof. Roberto. Um desafio ATUAL. ATUALIDADE S Prof. Roberto Um desafio ATUAL. MOBILIDADE URBANA Todas as atividades dependem de um bom deslocamento na cidade! Ir a escola; Ir ao Trabalho; Frequentar uma academia; Usar um posto de saúde;

Leia mais

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO CARTA COMPROMISSO O SINDIURBANO-PR (Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná), o Sindicato mantém histórico de atuação em prol dos interesses, direitos e melhores condições de trabalho

Leia mais

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Aspectos Gerais LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012, Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

Job Setembro / 2015

Job Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / 205 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais

Leia mais

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE Land use and densification along mass transit corridors in Belo Horizonte Daniel Freitas Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

IV SIMT Pensando as cidades do futuro. Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016

IV SIMT Pensando as cidades do futuro. Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016 IV SIMT Pensando as cidades do futuro Cidades inteligentes e inovação tecnológica 25 de Outubro de 2016 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas AGENDA

Leia mais

Complexo Cantinho do Céu

Complexo Cantinho do Céu Complexo Cantinho do Céu Diretrizes Para Urbanização e Recuperação Ambiental Características Gerais Complexo Cantinho do Céu Características Gerais Localização Represa Billings; Subprefeitura: Capela do

Leia mais

Painel: COPA2014 Financiamento de Investimentos em Infraestrutura

Painel: COPA2014 Financiamento de Investimentos em Infraestrutura FENASAN 2010 Painel: COPA2014 Financiamento de Investimentos em Infraestrutura Rogério de Paula Tavares Superintendente Nacional de Saneamento e Infra-estrutura São Paulo, 12 de agosto de 2010 Programas

Leia mais

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO DOSSIER DE APRESENTAÇÃO 19 JANEIRO 2017 ENQUADRAMENTO Reconhecendo a importância social e patrimonial dos bairros residenciais da coroa urbana de Viseu e elegendo como prioridade a qualidade de vida das

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA DE 2016 Recomenda os conteúdos mínimos dos Planos de Mobilidade Urbana previstos na Lei nº 12.587/2012. O CONSELHO DAS CIDADES, no uso

Leia mais

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 A ANTP convida a todos os integrantes das entidades associadas, seus membros individuais e

Leia mais

Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico

Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico São Paulo, Setembro de 2013 Alberto Silva CDURP Quebra de Paradigmas Modelagem financeira inovadora, sem aplicação de recurso

Leia mais

Dia Mundial sem Carro. Job Setembro / 2016

Dia Mundial sem Carro. Job Setembro / 2016 Dia Mundial sem Carro Job 60940 Setembro / 06 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL BOA VISTA MARÇO 2014 CURITIBA MARÇO/2014 Propostas do dia

Leia mais

Companhia de Engenharia de Tráfego CET

Companhia de Engenharia de Tráfego CET Secretaria Municipal de Transporte SMT Sec e a a u cpa de a spo e S Companhia de Engenharia de Tráfego CET Anhanguera Bandeirantes Fernão Dias Presidente Dutra Ayrton Senna MAIRIPORÃ Castello Branco CAIEIRAS

Leia mais

ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE

ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE BRT MONOTRILHOS VLT ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE Objetivo: ALTERNATIVAS DE MELHORAR A MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Meios: 1.Priorizar o transporte público de qualidade

Leia mais

Atuação da CAIXA em Saneamento Ambiental, Infra-estrutura e Mercado de Carbono

Atuação da CAIXA em Saneamento Ambiental, Infra-estrutura e Mercado de Carbono Seminário: Soluções Técnicas e Financeiras para Cidades Sustentáveis Atuação da CAIXA em Saneamento Ambiental, Infra-estrutura e Mercado de Carbono Rogério de Paula Tavares Superintendente Nacional de

Leia mais

Apresentação PLOA 2011

Apresentação PLOA 2011 Apresentação Outubro de 2010 Agenda 1 Finanças Municipais 2 Principais Investimentos por Área 1 Receita Total Histórico Recente Discriminação 2008 Realizado 2009 Realizado 2010 LOA 2010 Projeção Var.%

Leia mais

Desenvolvimento do Modal Ferroviário FIESP

Desenvolvimento do Modal Ferroviário FIESP Desenvolvimento do Modal Ferroviário FIESP Julho/2015 Principais Investimentos da MRS em São Paulo Julho/2015 Para suportar o crescimento futuro a MRS vem realizando investimentos significativos como forma

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL COPA BANDEIRANTE - 2013 ESTÁDIOS A.A. ANHANGUERA Campo do CDC Anhanguera Rua dos Italianos Nº 1.261 Bairro Bom Retiro Cidade São Paulo Referência Próximo a quadra da Gaviões da Fiel ATLETA CIDADÃO - S.J.CAMPOS

Leia mais

COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA

COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA VLT Carioca COMO TUDO COMEÇOU...PORTO MARAVILHA Área de intervenção de 489 hectares, área comparável aos bairros de Copacabana (410 ha), Botafogo (480 ha) e ao Centro (572 ha) Concessão Administrativa

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARTUR NOGUEIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARTUR NOGUEIRA DECRETO N.º 199/2012 Aprova o projeto do Loteamento RESIDENCIAL DA TORRE e dá outras providências. MARCELO CAPELINI, Prefeito do Município de Artur Nogueira, comarca de Moji-Mirim, estado de São Paulo,

Leia mais

Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador

Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador Seminário Mobilidade Urbana IBRE- FGV 9 de novembro de 2014 Região Metropolitana de Salvador Sandro Cabral Professor da Escola de Administração Universidade Federal da Bahia (UFBA) Francisco Ulisses Rocha

Leia mais

São Paulo, 06 de Novembro de Ao: Departamento de Planejamento Cicloviário - CET/SMT-SP Ref: Projeto Cicloviário de Moema

São Paulo, 06 de Novembro de Ao: Departamento de Planejamento Cicloviário - CET/SMT-SP Ref: Projeto Cicloviário de Moema São Paulo, 06 de Novembro de 2011 Ao: Departamento de Planejamento Cicloviário - CET/SMT-SP Ref: Projeto Cicloviário de Moema A Ciclocidade - Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo, entidade fundada

Leia mais

Plano de mobilidade urbana de carga: proposta e desafios para as cidades brasileiras. Leise Kelli de Oliveira UFMG

Plano de mobilidade urbana de carga: proposta e desafios para as cidades brasileiras. Leise Kelli de Oliveira UFMG Plano de mobilidade urbana de carga: proposta e desafios para as cidades brasileiras Leise Kelli de Oliveira UFMG Distribuição Urbana de Mercadorias n Entrega ou Coleta de mercadorias no ambiente urbano

Leia mais

ANO Área de Concessão

ANO Área de Concessão 1 ANO 1850 Área de Concessão ANOS 1902/1906 Área de Concessão ANO 2015 Área de Concessão Área da Concessão Reestruturação Local Ampliação, articulação e requalificação de espaços públicos da região Melhoria

Leia mais

SECRETARIA DOS TRANSPORTES CENÁRIOS DA INFRAESTRUTURA DO RS

SECRETARIA DOS TRANSPORTES CENÁRIOS DA INFRAESTRUTURA DO RS SECRETARIA DOS TRANSPORTES ST CENÁRIOS DA INFRAESTRUTURA DO RS CENÁRIOS INFRAESTRUTURA DO RIO GRANDE DO SUL Cenário encontrado e dificuldades Estradas em más condições 76 municípios sem acesso asfáltico

Leia mais

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos METROFOR TREM DO CARIRI SOLUÇÃO PARA O TRANSPORTE REGIONAL Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Transporte público como

Leia mais

EIXO TRANSPORTES. garantindo maior integração da malha brasileira de Transportes.

EIXO TRANSPORTES. garantindo maior integração da malha brasileira de Transportes. EIXO TRANSPORTES Para integrar as diferentes regiões do Brasil, eliminar gargalos logísticos e garantir que a produção nacional tenha custos mais baixos para os mercados interno e externo, o PAC 2 realiza

Leia mais

PARALÍMPICOS RIO 2016

PARALÍMPICOS RIO 2016 BALANÇO DOS JOGOS PARALÍMPICOS RIO 2016 Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro NÚMEROS GERAIS DOS JOGOS PARALÍMPICOS 160 RKPMM= àçêå~äáëí~ë OP= ãçç~äáç~çéë países QKPPP= ~íäéí~ë NR=ãáä= îçäìåí

Leia mais

Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico

Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico Operação Urbana Porto Maravilha Reurbanização e Desenvolvimento Socioeconômico São Paulo, Setembro de 2013 Alberto Silva CDURP Quebra de Paradigmas Modelagem financeira inovadora, sem aplicação de recurso

Leia mais

PLANO DIRETOR DE DRENAGEM E MANEJO DE ÁGUAS PLUVIAIS DA CIDADE DO NATAL MEDIDAS ESTRUTURAIS ÍTEM 3.1 (SOLUÇÃO DE MICRO DRENAGEM)

PLANO DIRETOR DE DRENAGEM E MANEJO DE ÁGUAS PLUVIAIS DA CIDADE DO NATAL MEDIDAS ESTRUTURAIS ÍTEM 3.1 (SOLUÇÃO DE MICRO DRENAGEM) PLANO DIRETOR DE DRENAGEM E MANEJO DE ÁGUAS PLUVIAIS DA CIDADE DO NATAL MEDIDAS ESTRUTURAIS ÍTEM 3.1 (SOLUÇÃO DE MICRO DRENAGEM) ZONA NORTE - PONTO CRÍTICO 12 (RUA DOS IMIGRANTES) ZONA NORTE - PONTO CRÍTICO

Leia mais

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios -Transporte integrado ao desenvolvimento urbano. - Redução das deseconomias urbanas da circulação.

Leia mais

6.2 ANEXO II MEMORIAL FOTOGRÁFICO

6.2 ANEXO II MEMORIAL FOTOGRÁFICO 6.2 ANEXO II MEMORIAL FOTOGRÁFICO I. BAIRRO AMÂNCIO PIMENTA Foto 1 Declividade acentuada acesso bairro Foto 2 Via em blocos sextavados em conjunto habitacional II. BAIRRO CAMPO VINTE Foto 3 Principal via

Leia mais

Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana

Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana Fomento ao Transporte de Passageiros sobre Trilhos Desafio a enfrentar na Mobilidade Urbana Renato de S. Meirell es, Presidente CAF Brasil m e i r e l l e s. r e n a t o @ c a f b r a s i l. c o m. b r

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos XVII Assembleia Geral da CIT 27 e 28/06/2012 - Manaus/AM Sávio Neves Diretor Institucional ANPTrilhos Presidente ABOTTc

Leia mais

DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 ACESSO

DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 ACESSO DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 Documentos de Referência: DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS E PROJETOS RODOVIÁRIOS ESCOPOS BÁSICOS/INSTRUÇÕES DE SERVIÇO - IPR 726 MANUAL DE DE PROPRIEDADES

Leia mais

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA.

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Brasilia, Novembro/2013 Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Alterações do padrão de mobilidade urbana no Brasil Milhões de viagens/ano

Leia mais

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte Prefeitura de Belo Horizonte Belo Horizonte, fevereiro/2011 ASPECTOS GERAIS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE Área superficial : 330 km 2 População : 2,5 milhões

Leia mais

Transportes na cidade contemporânea

Transportes na cidade contemporânea Transportes na cidade contemporânea Luis Antonio Lindau, PhD Diretor presidente Motorização impõe um grande desafio urbano! Autos/1000 hab Situação das metrópoles brasileiras (2013) Padrão de urbanização

Leia mais

Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves.

Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves. Propostas defendidas pelo candidato do PSDB a prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves. A vocação de Porto Velho é abrir-se para explorer de forma sustentável sua grandiosidade territorial e sua

Leia mais

ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2. Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico

ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2. Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2 Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico Consórcio JNS-HagaPlan Contrato SEHAB 002/2001 Nº do Documento: Elaborado: JNSHPP Verificado:

Leia mais

APRESENTAÇÃO PLANICON ENGENHARIA LTDA.

APRESENTAÇÃO PLANICON ENGENHARIA LTDA. APRESENTAÇÃO PLANICON ENGENHARIA LTDA. PROJETO E OBRA INTEGRADOS 1 Principais Projetos Infraestrutura Rodoviária e Ferroviária 1.1 Projetos básico e executivo de viadutos de acesso da BR040/RJ km 114

Leia mais

FAZENDO CIDADES FUNCIONAREM PARA AS PESSOAS.

FAZENDO CIDADES FUNCIONAREM PARA AS PESSOAS. FAZENDO CIDADES FUNCIONAREM PARA AS PESSOAS simule a vida real Legion Spaceworks Reconhecido mundialmente como o software líder de mercado em sua categoria, SpaceWorks simula o movimento de pedestres com

Leia mais

Questões estruturais e conjunturais dos loteamentos em São Paulo: o caso do Village Campinas

Questões estruturais e conjunturais dos loteamentos em São Paulo: o caso do Village Campinas Questões estruturais e conjunturais dos loteamentos em São Paulo: o caso do Village Campinas Viviane Candoletta Arquitetura e Urbanismo CEATEC vivi_candoletta@ puc-campinas.edu.br Manoel Lemes da Silva

Leia mais

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO. superintendente da anptrilhos

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO. superintendente da anptrilhos BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2 0 1 4 / 2 0 1 5 Roberta marchesi superintendente da anptrilhos 2 Quem Somos ANPTrilhos é uma Associação Civil, sem fins lucrativos, de âmbito nacional, com sede em Brasília/DF

Leia mais

mobilidade sustentável

mobilidade sustentável GALARDÃO eco XXI Cantanhede, 19 de Setembro de 2014 mobilidade sustentável requalificação urbana/mobilidade/ambiente/trânsito/sustentabilidade Micael Sousa PRINCÍPIOS E OBJECTIVOS PRINCÍPIOS GERAIS Redução

Leia mais

O TRANSPORTE COLETIVO URBANO NA MOBILIDADE URBANA DE PASSO FUNDO/RS. B. Gallina, A. Romanini e L. S. da S. Gattermann

O TRANSPORTE COLETIVO URBANO NA MOBILIDADE URBANA DE PASSO FUNDO/RS. B. Gallina, A. Romanini e L. S. da S. Gattermann O TRANSPORTE COLETIVO URBANO NA MOBILIDADE URBANA DE PASSO FUNDO/RS B. Gallina, A. Romanini e L. S. da S. Gattermann RESUMO A mobilidade é tema recorrente nos debates sobre questões urbanas, visto que

Leia mais

Oficina 5 Mobilidade. Diretrizes e Propostas. 17 março 2016

Oficina 5 Mobilidade. Diretrizes e Propostas. 17 março 2016 Oficina 5 Mobilidade Diretrizes e Propostas 17 março 2016 Leitura Regional Panorama da situação atual da Ilha Matriz O/D: 24.077 (27,5%) viagens internas a Itaparica 15.388 (17,6%) viagens da Ilha para

Leia mais

MOBILIDADE CORPORATIVA

MOBILIDADE CORPORATIVA MOBILIDADE CORPORATIVA Relatório final de diagnóstico da CAMG Um produto do WRI Ross Centro para Cidades Sustentáveis Guillermo Petzhold Cenário de toda manhã...... e toda tarde Quando chegamos ao trabalho

Leia mais

ANEXO III PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DOS LAGOS ARTIFICIAIS E DAS OBRAS DE INFRAESTRUTURA DA FASE 01 DO SAPIENS PARQUE

ANEXO III PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DOS LAGOS ARTIFICIAIS E DAS OBRAS DE INFRAESTRUTURA DA FASE 01 DO SAPIENS PARQUE ANEXO III PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DOS LAGOS ARTIFICIAIS E DAS OBRAS DE INFRAESTRUTURA DA FASE 01 DO SAPIENS PARQUE Sumário 1 Objetivo... 4 2 Características Principais... 4 2.1 Área de Intervenção...

Leia mais

MINUTA DE PROPOSTA PARA PAC MOBILIDADE ATIVA Proposta a ser apresentada ao Ministério das Cidade s

MINUTA DE PROPOSTA PARA PAC MOBILIDADE ATIVA Proposta a ser apresentada ao Ministério das Cidade s MINUTA DE PROPOSTA PARA PAC MOBILIDADE ATIVA Proposta a ser apresentada ao Ministério das Cidade s PORTARIA Nº, DE DE DE 2015 Institui processo de seleção e diretrizes gerais para o PAC Mobilidade Ativa

Leia mais

VOYAGE D ETUDES AU BRESIL. FORTALEZA: Discours et images de la ville

VOYAGE D ETUDES AU BRESIL. FORTALEZA: Discours et images de la ville UFC PPG em Geografia UFR de Géografie Université de Paris-Sorbonne VOYAGE D ETUDES AU BRESIL FORTALEZA: Discours et images de la ville Prof. José Borzacchiello da Silva Fortaleza, março de 2011 FORTALEZA

Leia mais

Semana Nacional do Trânsito

Semana Nacional do Trânsito Semana Nacional do Trânsito Trecho Sul do Rodoanel evita mais de 10 milhões de viagens de veículos pesados na região metropolitana de São Paulo nos últimos 12 meses. De setembro de 2012 a agosto de 2013

Leia mais

1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística. 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes. 3. Impacto Rodoanel. 4. Situação Atual no SAI

1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística. 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes. 3. Impacto Rodoanel. 4. Situação Atual no SAI Seminário: Acessibilidade ao Porto de Santos Agosto de 2010 Agenda 1. Ecorodovias Infraestrutura e Logística 2. Concessionária Ecovias dos Imigrantes 3. Impacto Rodoanel 4. Situação Atual no SAI 5. Projetos

Leia mais

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO Prof. Luis Antonio Lindau LASTRAN Laboratório Sistemas de Transportes DEPROT - Departamento de Engenharia de Produção e Transportes UFRGS Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

15º. Encontro da Empresas de Fretamento e Turismo Eduardo A. Vasconcellos. Transporte por fretamento e mobilidade

15º. Encontro da Empresas de Fretamento e Turismo Eduardo A. Vasconcellos. Transporte por fretamento e mobilidade O fretamento hoje nas grandes cidades Participação do fretamento nas viagens, cidades selecionadas do Brasil 25,0 Participação do fretamento nas viagens 20,0 15,0 10,0 5,0 0,0 1,0 2,3 0,2 0,5 5,8 2,2 2,0

Leia mais

Conceito Trem especial ligando São Paulo aos principais pólos de atração turísticos no entorno da malha ferroviária existente

Conceito Trem especial ligando São Paulo aos principais pólos de atração turísticos no entorno da malha ferroviária existente Ayrton Camargo e Silva Conceito Trem especial ligando São Paulo aos principais pólos de atração turísticos no entorno da malha ferroviária existente Estação da Luz Balcão da operadora turística e bilheteria

Leia mais

Foto: Por gelinh. Flickr Creative Commons. Programa Cidades Sustentáveis

Foto: Por gelinh. Flickr Creative Commons. Programa Cidades Sustentáveis Foto: Por gelinh. Flickr Creative Commons Programa Cidades Sustentáveis Realização O Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social é uma organização sem fins lucrativos, caracterizada como Oscip

Leia mais

ESPAÇO URBANO MOBILIDADE PRIORIDADE PARA O TRANSPORTE COLETIVO

ESPAÇO URBANO MOBILIDADE PRIORIDADE PARA O TRANSPORTE COLETIVO ESPAÇO URBANO MOBILIDADE PRIORIDADE PARA O TRANSPORTE COLETIVO Um breve diagnóstico As condições de Mobilidade Urbana são precárias em nosso país: recebem insuficiente atenção do poder público, com mínima

Leia mais

13ª edição VOLTA DO LAGO CAIXA

13ª edição VOLTA DO LAGO CAIXA Trecho 1 8.41 km Largada da Ultramaratona Individual e Revezamento de 100 KM. Largada: Eixão Sul altura do Cine Centro são Francisco entre quadras 102/103 sul Chegada: Concha Acústica Características:

Leia mais

CLIPPING DE NOTÍCIAS

CLIPPING DE NOTÍCIAS Data: 15.12.2014 Veículo: SEP Caderno: Pág.: 1- Matérias referente diretamente à Companhia ( ) 3- Matérias de interesses da Companhia ( X ) PAC 2 conclui 99,7% e supera em execução financeira em 72% do

Leia mais

TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA

TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA 16 TÍTULO: MELHORIAS DAS CONDIÇÕES SOCIOAMBIENTAIS COM A IMPLANTAÇÃO DO VEICULO LEVE SOBRE TRILHOS NO SISTEMA INTEGRADO METROPOLITANO NA BAIXADA SANTISTA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS VIAGENS COM UTILIZAÇÃO DE METRÔ E TREM METROPOLITANO RESULTADOS DA PESQUISA DE MOBILIDADE 2012

EVOLUÇÃO DAS VIAGENS COM UTILIZAÇÃO DE METRÔ E TREM METROPOLITANO RESULTADOS DA PESQUISA DE MOBILIDADE 2012 EVOLUÇÃO DAS VIAGENS COM UTILIZAÇÃO DE METRÔ E TREM METROPOLITANO RESULTADOS DA PESQUISA DE MOBILIDADE 2012 Maria Cecilia Masagão Andreoli de Oliveira 20ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA CATEGORIA

Leia mais

DIRCE REIS. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00

DIRCE REIS. OBRAS E AÇÕES - Gestão R$ ,00 DIRCE REIS OBRAS E AÇÕES - Gestão 2007-2010 2010 R$ 3.500.000,00 AGRICULTURA: Distribuição de Leite: distribuídos 31.615 litros de leite, no período Jan/2007 a Ago/2009 - Custo: R$ 40 mil, beneficiando

Leia mais

Plan Mob. Bombinhas. Plano de Mobilidade Urbana Relatório Final das Consultas Públicas. AMFRI Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí

Plan Mob. Bombinhas. Plano de Mobilidade Urbana Relatório Final das Consultas Públicas. AMFRI Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí Plan Mob Plano de Mobilidade Urbana Relatório Final das Consultas Públicas Bombinhas AMFRI Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí Direção e coordenação: LePadron Planejamento e Consultoria

Leia mais

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo)

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo) CUSTOS COMPARATIVOS ENTRE SISTEMAS DE TRANSPORTE Nestor S. Tupinambá set/2004 1 COMPARAÇÃO DOS DIFERENTES MODOS Vamos usar dados dos seguintes Metrôs - Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP

Leia mais

BRT: Uma visão sistêmica

BRT: Uma visão sistêmica BRT: Uma visão sistêmica Gustavo Nogueira Marketing do Produto Sistemas de Transporte BRT Campinas, 20 de janeiro de 2016 Presença global da Daimler Ônibus América do Norte Espanha Alemanha México Turquia

Leia mais

INFRA-ESTRUTURA RODO-FERROVI FERROVIÁRIA RIA DE ACESSO AO PORTO DE SANTOS. São Paulo, 09 de Novembro de 2006

INFRA-ESTRUTURA RODO-FERROVI FERROVIÁRIA RIA DE ACESSO AO PORTO DE SANTOS. São Paulo, 09 de Novembro de 2006 INFRA-ESTRUTURA RODO-FERROVI FERROVIÁRIA RIA DE ACESSO AO PORTO DE SANTOS São Paulo, 09 de Novembro de 2006 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS HINTERLÂNDIA (ÁREA DE INFLUÊNCIA) DO PORTO DE SANTOS A PRODUÇÃO PRODUÇÃO

Leia mais

Seminário da Mobilidade. Murtosa, 23 de Setembro Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes

Seminário da Mobilidade. Murtosa, 23 de Setembro Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes Seminário da Mobilidade Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes Paredes Breve apresentação Paredes Situado no Norte de Portugal, bem no coração do Douro Litoral, o concelho de

Leia mais

Avaliação dos efeitos da implantação de faixas exclusivas em SP: tempo de viagem, consumo de combustível e emissões de poluentes - 1ª etapa -

Avaliação dos efeitos da implantação de faixas exclusivas em SP: tempo de viagem, consumo de combustível e emissões de poluentes - 1ª etapa - Avaliação dos efeitos da implantação de faixas exclusivas em SP: tempo de viagem, consumo de combustível e emissões de poluentes - 1ª etapa - São Paulo, Agosto de 2014 Organização Não Governamental fundada

Leia mais

PESQUISA RESULTADOS ALCANÇADOS PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE COLATINA SEGUNDO OS EMPRESÁRIOS

PESQUISA RESULTADOS ALCANÇADOS PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE COLATINA SEGUNDO OS EMPRESÁRIOS PESQUISA RESULTADOS ALCANÇADOS PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE COLATINA SEGUNDO OS EMPRESÁRIOS EDIÇÃO 1/2014 Observação ¹: Como os dados em percentual aparecem de forma arredondada pode ocorrer que a soma

Leia mais

TÍTULO: Campus da UFMG - Reflexões para uma política de estacionamento. AUTOR: Tomás Alexandre Ahouagi

TÍTULO: Campus da UFMG - Reflexões para uma política de estacionamento. AUTOR: Tomás Alexandre Ahouagi TÍTULO: Campus da UFMG - Reflexões para uma política de estacionamento. AUTOR: Tomás Alexandre Ahouagi ENDEREÇO: BHTRANS, Rua Engenheiro Carlos Goulart, 900 Buritis, Belo Horizonte/MG, CEP 30.455-902,

Leia mais

Programa Cicloviário do Município de São Paulo: um investimento em sustentabilidade.

Programa Cicloviário do Município de São Paulo: um investimento em sustentabilidade. NT 249 2016 Programa Cicloviário do Município de São Paulo: um investimento em sustentabilidade. BREVE RELATO DA CONCEPÇÃO DA META 97 DO PLANO DE METAS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO PARA A GESTÃO

Leia mais

CORUMBATAÍ OBRAS E AÇÕES GESTÃO

CORUMBATAÍ OBRAS E AÇÕES GESTÃO CORUMBATAÍ OBRAS E AÇÕES GESTÃO 2011-2014 AGRICULTURA: Programa Melhor Caminho: estão sendo recuperados 4,60 km de estradas rurais CBT-342 e CBT-10 Bairro Palmares Bacia Hidrográfica Piracicaba/Capivari/Jundiaí

Leia mais

Foto 27 - Mausa e Terminais - Foto Aérea (sem escala) Fonte: Foto aérea do município de Piracicaba Prefeitura Municipal de Piracicaba

Foto 27 - Mausa e Terminais - Foto Aérea (sem escala) Fonte: Foto aérea do município de Piracicaba Prefeitura Municipal de Piracicaba E S T R A T É G I A S E I N S T R U M E N T O S O N Ú C L E O C O M E R C I A L Foto 27 - Mausa e Terminais - Foto Aérea (sem escala) Fonte: Foto aérea do município de Piracicaba 2000 - Prefeitura Municipal

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO 1º DE MAIO GERAL AGENDA ENTREGA DE CUPONS Dia 26 de março de 2012 (segunda-feira)

DISTRIBUIÇÃO 1º DE MAIO GERAL AGENDA ENTREGA DE CUPONS Dia 26 de março de 2012 (segunda-feira) AGENDA ENTREGA DE CUPONS Dia 26 de março de 2012 (segunda-feira) Praça Silvio Romero Largo do Campo Limpo da Penha Supermercado Bergamini Estação Barra Funda Cruzes Praça do Relógio de Poá Dia 27 de março

Leia mais

Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito

Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito Fabio Doria Scatolin Secretario do Planejamento e Gestão CURITIBA 28 mar 2014 METRÔ DE CURITIBA GESTÃO GUSTAVO FRUET

Leia mais

Segunda linha de monotrilho em implantação na cidade de São Paulo.

Segunda linha de monotrilho em implantação na cidade de São Paulo. Linha 17-Ouro Jabaquara Congonhas São Paulo-Morumbi Segunda linha de monotrilho em implantação na cidade de São Paulo. Com 18 km de extensão, ligando o bairro do Morumbi ao Jabaquara e ao Aeroporto de

Leia mais

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014

SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 SIM Sistema Integrado Metropolitano da Baixada Santista maio/2014 1 Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS 9 Municípios População fixa: 1,8 milhão de habitantes 1 População nas férias: cerca de

Leia mais