NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NORMAS PARA REDAÇÃO E FORMATAÇÃO DISSERTAÇÃO Anápolis-GO 2015

2 1. INTRODUÇÃO Segundo o regimento do programa, será considerado o trabalho final do mestrado a elaboração de uma dissertação que deverá resultar de uma pesquisa profissional aplicada, descrevendo o desenvolvimento ou a avaliação de processos ou produtos de natureza educacional em situações reais de ensino em formato artesanal ou protótipo. O trabalho final deve incluir, necessariamente, o relato fundamentado da experiência no qual a proposição educacional (produto ou processo educacional) é parte integrante. É necessário, também, anexar a proposição educacional desenvolvido durante o mestrado, de modo que possa ser replicado e distribuído para outros professores da educação básica. Tendo em vista promover uma unidade técnica de redação dos trabalhos finais do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Nível Mestrado Profissional em Ensino de Ciências a presente normalização foi elaborada pela coordenação do programa. 2

3 2. APRESENTAÇÃO Estimado pós-graduando e docente, apresentamos a primeira edição das normas para apresentação de dissertações e teses do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Ensino de Ciências (PPEC). As normas apresentadas respeitam os dispositivos vigentes da Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT) e acrescenta a possibilidade de incluir normas de periódicos científicos. Essa edição foi aprovada na Coordenadoria do PPEC no dia 11 de Setembro de As normas apresentadas objetivam padronizar os documentos científicos elaborados pelos discentes do PPEC e nortear a comunicação científica. Nesse documento, os discentes e professores encontrarão com detalhes todas as regras necessárias para a confecção da dissertação/tese. 3

4 3. REGRAS GERAIS As dissertações ou teses apresentadas ao PPEC podem ter três estruturas possíveis: monográfica, capítulo(s) ou artigo(s). A escolha da estrutura do documento final é do aluno e do orientador. Para as estruturas possíveis as normas estão detalhadas nesse documento. Entretanto, independente do estilo adotado pelo aluno (monográfico, capítulos ou artigos), existem normas gerais que devem ser atendidas e estão detalhadas no parágrafo seguinte. O trabalho deve ser apresentado em papel branco, formato A-4 (21 cm x 29,7 cm), digitado somente em uma face da folha. Recomenda-se a utilização de fonte Times New Roman com corpo tamanho 12 para o texto e tamanho 10 para notas de rodapé e citações longas (com mais de três linhas). O texto deve ser digitado com espaço 1,5 nas entrelinhas, porém para resumos, notas de rodapé, citações longas e referências, usa-se o espaço simples. As seções primárias ou capítulos devem ser iniciados em uma nova folha. Os títulos devem ser separados do texto por espaço duplo nas entrelinhas. As folhas devem ser numeradas sequencialmente, a partir da folha de rosto, porém a numeração somente será colocada a partir da Introdução. As folhas devem ser numeradas com algarismos arábicos, no canto superior direito. Devem-se adotar as seguintes margens no texto: margens superior e esquerda com 3 cm; margens direita e inferior com 2 cm. 3 Cm 3 Cm 2 Cm 2 Cm 4

5 4. ESTRUTURA DO MODELO MONOGRÁFICO O modelo monográfico deve ser escrito em Português. A estrutura do modelo monográfico é formada pelos seguintes elementos. Pré-Textuais Capa Lombada Ficha Catalográfica Folha de Rosto Folha de Aprovação Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Sumário Resumo e Palavras-Chaves Abstract e Keywords Listas (Figuras, tabelas, abreviaturas, siglas, símbolos) Textuais Introdução Objetivos Desenvolvimento/Metodologia/Materiais e Métodos Resultados Discussão Conclusão Pós-Textuais Referências bibliográficas Apêndices Anexos Cada um dos elementos está detalhado abaixo: 5

6 4.1 Pré- textuais Os elementos pré-textuais também chamados de parte preliminar, compõe-se das informações iniciais necessárias para uma melhor caracterização e reconhecimento da origem e autoria do trabalho Capa e lombada A lombada será utilizada somente para a versão final em capa dura, na cor azul Royal e letras douradas, que será depositada na Biblioteca Central da UEG. O formato da lombada deve ser letra Times New Roman14 negrito maiúsculo. 1 cm 1 cm cm 3 cm C a r lo s E d u a r d o M a tia s L e m e s TÍTULO UEG UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS CAMPUS ANÁPOLIS DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS - HENRIQUE SANTILLO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS AUTOR TÍTULO FRENTE DA DISSERTAÇÃO DA TESE 2 cm 2 cm TCC UnCET UEG Bacharel 2003 ANÁPOLIS GO MÊS E ANO 1 cm

7 Folha de rosto Folha de rosto é aquela que apresenta os elementos essenciais à identificação da dissertação como: - título da dissertação, - nome completo do autor, - nome completo do orientador, - informações sobre o grau pretendido, - local e ano de conclusão do trabalho, em fonte tamanho 12, centralizado. Todas essas informações devem seguir as normas da Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT). TITULO DA DISSERTAÇÃO AUTOR DO TRABALHO Orientador: PROF. DR. <NOME DO ORIENTADOR> Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação Stricto Sensu Nível Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, da Universidade Estadual de Goiás para obtenção do título de Mestre em Ensino de Ciências Orientador(a): Prof(a) Dr(a).... Anápolis Ano 7

8 Ficha catalográfica A ficha catalográfica será incluída na versão final da dissertação/tese. A ficha catalográfica deve ficar no verso da folha de rosto ao fim da página conforme exemplo a seguir. A ficha catalográfica deverá ter como dimensão 12,5 cm de largura e 7,5 cm de comprimento, formatada em moldura simples, fechada dos quatro lados. O tipo da fonte deverá ser Times New Roman com corpo tamanho 10 e espaçamento simples. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Ferreira, Juliana Simião Título da dissertação Anápolis, f.: figs, tabs. Orientador: Prof. Dr. Nome Dissertação (Mestrado) Universidade Estadual de Goiás, Câmpus de Ciências Exatas e Tecnológicas, Palavras chaves I. Título Página de Aprovação A folha de aprovação será elaborada pela secretaria do PPEC com base nos documentos entregues antes da defesa. Seis vias dessa folha de aprovação serão assinadas pela banca após a defesa do candidato. 8

9 NOME DO AUTOR TÍTULO DA DISSERTAÇÃO Dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Universidade Estadual de Goiás, Para a obtenção do grau de Mestre, aprovada em... de... de, pela Banca Examinadora constituída pelos seguintes professores: Prof. Dr. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Presidente da Banca Universidade Estadual de Goiás Prof. Dr. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Membro Externo Instituição Prof. Dr. Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Membro Interno Universidade Estadual de Goiás Dedicatória Página optativa, em que o mestrando pode dedicar seu trabalho a pessoas que lhe deram suporte e/ou lhe são queridas Agradecimentos Os agradecimentos são opcionais e, quando presentes, devem aparecer na página seguinte à da dedicatória. 9

10 Desde que a autoria da dissertação pertence ao mestrando, a página destinada a agradecimentos cria oportunidade para o reconhecimento das pessoas ou Instituições que tenham fornecido qualquer tipo de auxílio. No caso de recebimento de bolsa de estudos ou pesquisa com suporte financeiro de instituição pública ou privada, a consignação de reconhecimento de ser feita em comum acordo com o orientador Epígrafe Parte opcional, onde o autor faz a citação de uma obra literária, musical, etc. A formatação fica a critério do autor Sumário Linhas que, no início de uma publicação, indicam o assunto nela tratado. O sumário indica a subordinação das seções com os elementos pré e pós textuais, e contem a página inicial de cada seção (Anexos). A(s) página(s) do sumário não deve(m) ser numerada(s) e todos os itens deverão estar na mesma margem Resumo Trata-se de uma apresentação resumida do conteúdo da dissertação que destaca os aspectos de maior importância. Único parágrafo entre 400 a 500 palavras. Deve conter no mínimo três e no máximo seis palavras chaves Abstract É tradução do resumo para a língua inglesa, com a finalidade de facilitar a divulgação do trabalho internacionalmente. Deve-se, obrigatoriamente, incluir resumo em português se o texto encontra redigido em língua estrangeira. Usar o termo Key words na tradução de palavras-chave. Traduzir os termos citadas nas palavras-chave Listas (figuras, tabelas, abreviaturas, siglas e símbolos) Parte opcional. As listas de figuras e tabelas devem conter o título e a página. Já as listas de abreviaturas, siglas e símbolos devem conter os caracteres utilizados seguida da forma completa. 10

11 4.2. ELEMENTOS TEXTUAIS São considerados elementos textuais os conteúdos de trabalho em que apresenta o assunto. Nessa parte o trabalho é apresentado e desenvolvido. Pode ser dividido em seções e subseções. A estrutura da parte textual consiste em: Introdução, Objetivos, Desenvolvimento/ Metodologia/ Materiais e Métodos, Resultados, Discussão e Conclusão. Os resultados e discussão podem ser unidos em um único tópico (Resultados e Discussão) Citações As citações devem seguir as normas da Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT). Essa versão está disponível no endereço eletrônico da ABNT (http://www.abntcatalogo.com.br/) ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS Os elementos pós-textuais dividem-se: Referências Bibliográficas São as fontes de literatura citadas no texto pelo autor. Todo material consultado deve ser referenciado, com detalhamento e clareza, de maneira, que um leitor interessado em resgatar quaisquer das obras citadas, não encontre dificuldade nesse sentido. Todas as obras citadas devem obrigatoriamente ser listadas na seção das Referencias Bibliográficas, cujo preparo deve atender a NBR6023/2002 da ABNT disponível para consulta no endereço eletrônico da ABNT (http://www.abntcatalogo.com.br/) Glossários, apêndices e anexos São itens opcionais que complementam o trabalho: -Glossários: elementos elaborados em ordem alfabética. -Apêndices: Constituem-se num conjunto de textos que serve de complemento à dissertação. (Ex. questionário utilizado na pesquisa de campo). Tais textos devem ficar separados do corpo do trabalho com o intuito de evitar a quebra de leitura que é mais importante. O que diferencia o apêndice do anexo é que o primeiro é de autoria do próprio 11

12 pesquisador. A identificação dos apêndices no texto se dá pela série das letras do alfabeto, a partir da letra A. -Anexos: texto ou documento não elaborado pelo autor, que serve de fundamentação, comprovação e ilustração. Trata-se do conjunto de textos que servem como esclarecimento ou documentação interessante para consulta. (Ex. Decretos ou normas especificas para um setor especifico) e que são extraídos de outras fontes (anexo não a de autoria do pesquisador). Assim como os apêndices, a identificação dos anexos se dá pela série das letras do alfabeto, a partir da letra A. 5. DISSERTAÇÃO NA FORMA DE CAPÍTULOS A dissertação/tese no formato de capítulo(s) difere do modelo monográfico somente nos elementos textuais e pós-textuais (ver detalhes abaixo). A estrutura na forma de capítulo(s) é constituída pelos seguintes elementos. Pré-Textuais Capa Lombada Folha de Rosto Folha de Aprovação Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Sumário Resumo e Palavras-Chaves Abstract e Keywords Listas (Figuras, tabelas, abreviaturas, siglas, símbolos) Textuais Introdução Objetivos Capítulo(s) Considerações finais Pós-Textuais Referências bibliográficas Apêndices Anexos 12

13 5.1. Pré-Textuais Segue a mesma seqüência e estrutura apresentada no item Textuais A parte textual consiste: introdução geral, objetivos, capítulo(s) e considerações finais. A composição e estrutura do(s) capítulo(s) fica a critério do pós-graduando e do orientador Citações As citações devem seguir as normas da Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT). Essa versão está disponível para aquisição no endereço eletrônico da ABNT (http://www.abntcatalogo.com.br/) Pós-Textuais As referências bibliográficas, apêndices, anexos e/ou material suplementar podem estar no final de cada capítulo ou no final do documento. Os elementos pós-textuais dividem-se: Referências Bibliográficas Os formatos de referências das teses/dissertações do PPEC devem seguir o modelo da ABNT Essa versão está disponível para consulta dos discentes ou para aquisição no endereço eletrônico da ABNT (http://www.abntcatalogo.com.br/) Apêndices Documentos elaborados pelo próprio autor Anexos Documentos elaborados por outros autores. 6. ESTRUTURA EM FORMA DE ARTIGO CIENTÍFICO A dissertação/tese no formato de artigo difere do modelo monográfico somente nos elementos textuais e pós-textuais (ver detalhes abaixo). No modelo de artigos a Introdução geral, Objetivos e as Considerações finais devem ser escritas em Português. O artigo (ou mais de um) pode ser escrito em inglês. Artigos publicados em 13

14 periódicos poderão compor o conjunto de artigos da dissertação/tese, desde que o discente seja o primeiro autor e esteja relacionado com o tema da dissertação/tese. A estrutura na forma de artigos científicos é constituída pelos seguintes elementos. Pré-Textuais Capa Lombada Folha de Rosto Folha de Aprovação Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Sumário Resumo e Palavras-Chaves Abstract e Keywords Listas (Figuras, tabelas, abreviaturas, siglas, símbolos) Textuais Introdução Objetivos Artigos Considerações finais Pós-Textuais De acordo com as normas do artigo 6.1. Pré-Textuais Segue a mesma sequência e estrutura apresentada no item Textuais A parte textual consiste: introdução, objetivos, artigos e considerações finais. A estrutura e formatação de cada artigo deve seguir as normas da revista. É importante que o discente apresente em cada artigo o nome do periódico que foi ou será submetido o artigo. Os demais itens textuais (introdução, objetivos e considerações finais) também podem seguir as normas de um dos periódicos o qual será submetido o artigo. 14

15 6.3. Pós-textuais As referências bibliográficas, apêndices, anexos e/ou material suplementar devem estar no final de cada artigo e seguindo as normas da revista. 7. CONSIDERAÇÕES FINAIS O presente documento disponibiliza todas as informações necessárias para os discentes e docentes na formatação da dissertação/tese. Entretanto, considerando a heterogeneidade dos programas de pós-graduação interdisciplinares, novas abordagens de formatação poderão ser aceitas. Para esses casos é importante um consenso entre discentedocente orientador além de uma avaliação da Coordenadoria do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências (PPEC). 15

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA

NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CÂMPUS JATAÍ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL NORMAS PARA REDAÇÃO DA MONOGRAFIA 1. Formatação geral Os textos devem ser digitados em cor preta, podendo utilizar

Leia mais

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm;

1 Apresentação gráfica Formato do papel: A4 (210 x 297mm); Margens: esquerda e superior: 3cm, direita e inferior: 2cm; Breve orientação para formatação das 6 (seis) primeiras páginas de teses e dissertações, condição obrigatória para que os textos sejam divulgados pela Biblioteca Digital. Em caso de dúvida, consulte o

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM)

GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM) UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA Campus DE VITÓRIA DA CONQUISTA PROGRAMA MULTICÊNTRICO EM BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR GUIA PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS (COM BASE NA ABNT-NBR 14724

Leia mais

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho.

REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS. A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho. REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS A ABNT NBR 14724:2011 estabelece algumas regras para a apresentação gráfica de um trabalho. PAPEL MARGENS FONTE TEXTO TÍTULO DAS SEÇÕES TÍTULO DAS

Leia mais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais

Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Seção Técnica de Referência e Atendimento ao Usuário e Documentação STRAUD bibl-refere@marilia.unesp.br Normalização de Trabalhos Acadêmicos (ABNT): orientações gerais Maria Elisa V. Pickler Nicolino,

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CULTURA E SOCIEDADE - PGCULT MESTRADO INTERDISCIPLINAR NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS QUALIFICAÇÃO E DISSERTAÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO Normas de elaboração de dissertação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia da Universidade do Estado do Pará.

Leia mais

MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO

MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO MODELO DE TESE OU DISSERTAÇÃO ESTRUTURA 1. Capa 2. Contracapa 3. Dedicatória 4. Epígrafe (opcional) 5. Agradecimentos 6. Sumário 7. Resumo 8. Abstract 9. Introdução geral 10. Revisão de Literatura 11.

Leia mais

Formatação de trabalhos acadêmicos. Segundo as normas da ABNT

Formatação de trabalhos acadêmicos. Segundo as normas da ABNT Formatação de trabalhos acadêmicos Segundo as normas da ABNT ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT/CB-001 - Comitê Brasileiro de Mineração e Metalurgia ABNT/CB-005 - Comitê Brasileiro Automotivo

Leia mais

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E ENGENHARIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS NORMAS PARA A ELABORAÇÃO E REDAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NORMAS ABNT PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Gláucia Maria Saia Cristianini Biblioteca Prof. Achille Bassi Fontes: Diretrizes para apresentação de dissertações e teses da USP: documento eletrônico

Leia mais

MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Faculdade de Odontologia Biblioteca Malvina Vianna Rosa MATERIAL DE APOIO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO (TCC) PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Este documento

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO - TCC A estrutura de trabalhos acadêmicos (TCC) compreende: parte externa e parte interna. Com a finalidade de orientar os acadêmicos, a disposição de elementos é dada no

Leia mais

MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG)

MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG) MANUAL PARA CONFECÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO (TG) APRESENTAÇÃO O presente manual tem por objetivo orientar os alunos dos Cursos de Graduação de Tecnólogo em Logística, Informática e Aeronáutica quanto

Leia mais

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL

NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL NORMA PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DE PROJETO UEM/UEL 1. INTRODUÇÃO Este documento apresenta os requisitos obrigatórios para a apresentação

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA RESOLUÇÃO Nº 006/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS - GRADUAÇÃO STRICTU

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 1 ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 1 Estrutura de apresentação 1.1 Pré-textuais Capa (obrigatório) Lombada (obrigatório) Folha de rosto (obrigatório) Folha de aprovação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM GEOGRAFIA RESOLUÇÃO Nº 005/2015 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU

Leia mais

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão

Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão Normas técnicas de redação de dissertação e tese do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da Universidade Federal do Maranhão A Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado deverá ser obrigatoriamente,

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES. Gabriel Soares de Vasconcelos

INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES. Gabriel Soares de Vasconcelos INFORMÁTICA APLICADA ÀS ORGANIZAÇÕES Roteiro Redação de textos ABNT Editores de textos MS Word Configuração ABNT no MS Word Redação de textos Definição É todo ato normativo e toda comunicação através da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS ESCOLA DE ARQUIVOLOGIA MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 2 TCC2 Direção da Escola de Arquivologia Coordenação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA BIBLIOTECA PROF. ANTÔNIO TAVARES QUINTAS MANUAL DE NORMAS PARA TRABALHOS ACADÊMICOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA BIBLIOTECA PROF. ANTÔNIO TAVARES QUINTAS MANUAL DE NORMAS PARA TRABALHOS ACADÊMICOS 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA BIBLIOTECA PROF. ANTÔNIO TAVARES QUINTAS MANUAL DE NORMAS PARA TRABALHOS ACADÊMICOS Porto Alegre 2013 1 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA... 2 2 ELEMENTOS

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL. FORMATAÇÃO GERAL Papel A; Fonte Arial; Espaçamento entre linha de,5 cm; Margens: a) margem esquerda:,0 cm b) margem direita:,5

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES Porto Alegre 2012 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 INTRODUÇÃO... 4 3 ESTRUTURA... 5 3.1 Elementos Pré-Textuais... 6 3.2 Elementos Textuais... 13 3.3 Elementos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL BIBLIOTECA CENTRAL Treinamento Sobre Uso da NBR 14724 da ABNT : apresentação de trabalhos acadêmicos Maria Amazilia Penna de Moraes Ferlini Bibliotecária-Documentalista

Leia mais

NORMAS DE ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO DO PPGZ-UFPI

NORMAS DE ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÃO DO PPGZ-UFPI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO CAMPUS PROF. a CINOBELINA ELVAS COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015

Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015 Instrução Normativa do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Animal nº 11, de 23 de julho de 2015 Estabelece normas para elaboração de dissertações e teses no programa de Pós-graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, PROPESP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, PPGE NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Este roteiro contém os requisitos obrigatórios, estabelecidos pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Centro-Oeste,

Leia mais

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO A5 BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de teses e dissertações, visando apresentação

Leia mais

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito

CURSO DE... Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito. NOME DO AUTOR Letra maiúscula, fonte Times ou Arial, tamanho 12, negrito CURSO DE... NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO MARINGÁ ANO NOME DO AUTOR TÍTULO: SUBTÍTULO Recuo de 7 cm, fonte 12, espaço simples Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade Metropolitana de Maringá

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NUCI/CCSA/UFS CURSO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I e II EM BIBLIOTECONOMIA

Leia mais

Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações.

Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações. Norma 103 Submissão de Teses e Dissertações. A Comissão de Pós-Graduação em Geociências PPGGEO/IG/UFRGS, reunida em 01 de março de 2012, aprovou normas para a submissão de Teses e Dissertações exclusivamente

Leia mais

MANUAL DE APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I e II EM BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇA O/DCI/UFS

MANUAL DE APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I e II EM BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇA O/DCI/UFS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CURSO BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO MANUAL DE APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Câmpus de Botucatu PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES B O T U C A T U 2008

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO A estrutura de trabalhos de conclusão de curso, monografias, dissertações ou teses, de acordo com a NBR 14724, compreende: parte externa e parte interna. (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Rua Vinte, 1600. Bairro Tupã. CEP 38304-402, Ituiutaba / MG Em acordo com a ABNT NBR 14724:2011

Leia mais

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano).

CAPA (elemento obrigatório) Deve conter dados que identifiquem a obra (nome da instituição, autor, título, local, ano). ESTRUTURA DO PROJETO DE TCC O trabalho científico deverá ser organizado de acordo com a estrutura abaixo, NBR 14724/2006: capa; folha de rosto; verso da folha de rosto (ficha catalográfica) folha de aprovação

Leia mais

INTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO DE DISSERTAÇÃO/TESE (NORMATIVAS ABNT NBRs)

INTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO DE DISSERTAÇÃO/TESE (NORMATIVAS ABNT NBRs) INTRUÇÕES PARA CONFECÇÃO DE DISSERTAÇÃO/TESE (NORMATIVAS ABNT NBRs) MARGENS E FONTE Todo o trabalho deve ser escrito em fonte Arial tamanho 12, com espaçamento de 1,5 entre linhas, exceto onde haja instrução

Leia mais

DOUTORADO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA / PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

DOUTORADO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA / PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES REITORIA DOUTORADO EM ENGENHARIA BIOMÉDICA / PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU NORMA-REGULAMENTO: TESE Para agendar a Banca de Defesa, o aluno

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 08/2016-PPGAGRI

INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 08/2016-PPGAGRI INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 08/2016-PPGAGRI Aprova novas normas para redação e procedimentos de Dissertações e Teses do PPGAGRI. O COLEGIADO EXECUTIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA E BIODIVERSIDADE

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DEFESAS DE TESES. As normas apresentadas a seguir são referentes à versão final da tese após a.

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DEFESAS DE TESES. As normas apresentadas a seguir são referentes à versão final da tese após a. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte. Brasília-DF. CEP: 70910-900. Fone: (61) 3107-1976 e 3107-1760. E-mail: ppgenf@unb.br NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DEFESAS

Leia mais

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Faculdades Milton Campos (FMC) NORMAS PARA FORMATAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Texto organizado a partir das normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) AUTORAS: Emilce Maria

Leia mais

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA

Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Guia de Estilo para as teses e dissertações do PPGMUS UFBA Elementos que constituem uma dissertação ou tese com a ordem de aparição: 1. Capa 2. Folha de rosto 3. Ficha Catalográfica [no verso da Folha

Leia mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT

CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT CONSIDERAÇÕES GERAIS NORMAS DA ABNT Aglaé de Lima Fierli Biblioteca Profª. Marcia Cristina dos Reis Núcleo de Apoio à Pesquisa e à Produção Acadêmica 2. ed. CONTEÚDO DESTE MATERIAL CONFIGURAÇÃO BÁSICA

Leia mais

A estrutura básica para a elaboração de um Artigo Científico corresponde aos:

A estrutura básica para a elaboração de um Artigo Científico corresponde aos: O ARTIGO CIENTÍFICO Um artigo científico corresponde ao relato sobre as análises realizadas a respeito de um determinado tema e deve trazer dados e informações atuais. Apresenta-se como resultado de pesquisa,

Leia mais

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO

BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO Faculdade de Tecnologia Dep. Júlio Julinho Marcondes de Moura BIBLIOTECA DA FATEC GARÇA NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO CIENTÍFICO GARÇA 2015 Sumário 1 ARTIGO CIENTÍFICO...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISONADO AGRONOMIA ESAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO

Leia mais

ILMA APARECIDA FLORIANO SERRANTE BIBLIOTECÁRIA - CRB /04

ILMA APARECIDA FLORIANO SERRANTE BIBLIOTECÁRIA - CRB /04 ILMA APARECIDA FLORIANO SERRANTE BIBLIOTECÁRIA - CRB-9 1451/04 GUIA DE NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS E CAPA INSTITUCIONALIZADA - FAP APUCARANA 2006 1 APRESENTAÇÃO FORMAL 1.1

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA DE MESTRADO EM BIOTECNOLOGIA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Mestrado Acadêmico, de uso

Leia mais

NORMAS PARA FORMATAR TEXTOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA FORMATAR TEXTOS ACADÊMICOS NORMAS PARA FORMATAR TEXTOS ACADÊMICOS Texto organizado a partir das normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) AUTORAS: Emilce Maria Diniz e Luciana Cristina de Souza REVISÃO:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA. Trabalhos Acadêmicos. Segundo a ABNT/NBR 14724:2005

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA. Trabalhos Acadêmicos. Segundo a ABNT/NBR 14724:2005 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE RIO CLARO BIBLIOTECA Trabalhos Acadêmicos Segundo a ABNT/NBR 14724:2005 Rio Claro- SP 2010 A estrutura de uma tese, dissertação ou trabalho acadêmico compreende:

Leia mais

ALTERNATIVO (DE ARTIGOS):

ALTERNATIVO (DE ARTIGOS): Padronização dos Volumes Físico e Eletrônico das Dissertações e Teses do Programa de Pós-Graduação em Patologia da UFMG 1. Formatos da Tese (DOUTORADO) A tese poderá ser apresentada sob dois formatos:

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2

21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2 21 ANEXO III: DAS DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO FINAL DE CURSO 2 O Trabalho Final de Curso (TFC) caracteriza-se pela unicidade e delimitação do tema e pela profundidade do tratamento, e não por

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002

RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002 RESOLUÇÃO CEPG N.º 02/2002 Dispõe sobre a formatação e demais procedimentos para a preparação de dissertações de Mestrado e teses de Doutorado na UFRJ. Considerando a necessidade de um trabalho de dissertação

Leia mais

Elaboração de Monografia. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais

Elaboração de Monografia. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais Os trabalhos de conclusão de curso de graduação e pós-graduação (especialização) conhecidos como (TCC) constituem uma etapa fundamental para a formação do estudante. O aluno apresenta um trabalho abordando

Leia mais

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 15 CONSEPE, DE 21 DE MAIO DE 2010. NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Trabalhos acadêmicos: trabalho de conclusão de curso (TCC), trabalho de graduação interdisciplinar

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO?

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO? Título do artigo, centralizado. Maria da Silva Pereira* Maria Alves de Arruda** Nome(s) do(s) autor(es). RESUMO

Leia mais

INSTRUÇÃO GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE TESES / DISSERTAÇÕES E DO PRODUTO EDUCACIONAL A. INFORMAÇÕES GERAIS

INSTRUÇÃO GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE TESES / DISSERTAÇÕES E DO PRODUTO EDUCACIONAL A. INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÃO GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE TESES / DISSERTAÇÕES E DO PRODUTO EDUCACIONAL A. INFORMAÇÕES GERAIS Segundo a NBR 14724:2005 da ABNT, uma dissertação é um documento que representa o resultado de um

Leia mais

TÍTULO DO TRABALHO. Palavras-chave: Primeira palavra, Segunda palavra, Terceira palavra (máximo de 5)

TÍTULO DO TRABALHO. Palavras-chave: Primeira palavra, Segunda palavra, Terceira palavra (máximo de 5) TÍTULO DO TRABALHO SOBRENOME, nome do Autor; SOBRENOME, nome do Orientador e-mail do autor para correspondência Faculdades Oswaldo Cruz ou Centro de Pós-Graduação Oswaldo Cruz Resumo: Este documento apresenta

Leia mais

Estrutura de Trabalho Acadêmico, Citações e Referências e Demais Normas Aceitas pela USP para Dissertações e Teses

Estrutura de Trabalho Acadêmico, Citações e Referências e Demais Normas Aceitas pela USP para Dissertações e Teses Estrutura de Trabalho Acadêmico, Citações e Referências e Demais Normas Aceitas pela USP para Dissertações e Teses Elena Luzia Palloni Gonçalves Bibliotecária EESC/USP Diretrizes para Apresentação de Dissertações

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS Versão 2 Ivoti 2008 SUMÁRIO 1 ESTRUTURA... 02 1.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS...02 1.1.1 Capa...02 1.1.2 Lombada...03 1.1.3 Folha de rosto...03 1.1.4

Leia mais

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK

NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK NBR 14724:2011 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO - TRABALHOS ACADÊMICOS - APRESENTAÇÃO BIBLIOTECA CENTRAL PROF. EURICO BACK ESCOPO Especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos (teses,

Leia mais

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in

Bibliográfica: Levantamento de informações impressas e eletrônicas de obras publicadas sobre um tema; De campo: A partir da coleta de dados in A pesquisa científica faz parte da vida acadêmica do aluno exigindo que o pesquisador, através de seu trabalho, proponha formas de superar o conhecimento existente até o momento sobre determinado assunto.

Leia mais

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia

Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Normas para apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso, na forma de Monografia Os trabalhos de conclusão dos cursos de especialização do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA), da Universidade Federal do Pará

Leia mais

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P

Orientação para apresentação de Dissertações e. Teses aos Programas de Pós-Graduação da F C F R P U S P UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Via do Café, s/n - 14040-903 - Ribeirão Preto - SP - Brasil Telefone: +55 16 3602-4154 - Fax: +55 16 3602-4881 e-mail: spg@fcfrp.usp.br

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Biblioteca Paulo Freire ABNT NBR 15287:2011 Informação e documentação Projeto de pesquisa Apresentação Jaguariúna SUMÁRIO 1. Introdução 1 2. Objetivo 2 3.

Leia mais

ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE

ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE NORMAS PARA O ARTIGO CIENTÍFICO NA FACULDADE CEARENSE FORTALEZA 2011 1 FACULDADE CEARENSE ARTIGO CIENTÍFICO 2 ARTIGO CIENTÍFICO FACULDADE CEARENSE Apresentação 4 Introdução

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) 1 Modelo de capa FACULDADE ZACARIAS DE GÓES (Espaço duplo, fonte 14) CLAUDIA REGINA ARAUJO RIOS COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (fonte 14, espaço entre linhas de 1,5) Valença BA 2010 (espaço simples,

Leia mais

Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos

Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos João Pessoa 2014 Universidade Federal da Paraíba Centro de Tecnologia Departamento

Leia mais

Elementos pré-textuais Antecedem o texto, trazendo informações que identificam o trabalho, na seqüência a seguir:

Elementos pré-textuais Antecedem o texto, trazendo informações que identificam o trabalho, na seqüência a seguir: Regras para Exame de Qualificação - Mestrado e Doutorado Estrutura do trabalho acadêmico O trabalho acadêmico está estruturado em elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos pós-textuais. Alguns

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - UFS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA POSGRAP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS HÍDRICOS - PRORH INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2013 PRORH/UFS Assunto: Normas de

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM)

GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO ABNT-NBR e REGIMENTO GERAL DO PMBqBM) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA MULTICÊNTRICO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR GUIA PARA ELABORAÇÃO TESEE DE DOUTORADO (SEGUNDO

Leia mais

Elaboração de Trabalhos Acadêmicos

Elaboração de Trabalhos Acadêmicos Universidade Estadual Paulista Campus de Rio Claro Biblioteca Elaboração de Trabalhos Acadêmicos Segundo ABNT/NBR 14724:2011 2012 Estrutura dos trabalhos acadêmicos Pré-textuais Textuais Pós-textuais Capa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE MATEMÁTICA CURSO XXXXXXXX DISCIPLINA XXXXXX JOSÉ DA SILVA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS Regras gerais de apresentação: Formato: papel branco, no formato

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Guaratinguetá Biblioteca Prof. Carlos Alberto de Buarque Borges" ORIENTAÇÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS Guaratinguetá 2016 centralizado

Leia mais

Manual TCC Curso de Direito

Manual TCC Curso de Direito 1 Manual TCC Curso de Direito 2 Diretor Geral Prof.º Weldon Bispo Silva Vice Direção Acadêmica Prof.º Fabiano Ferraz Vice Direção Administrativo Sra. Rafaella Nóbrega Coordenador do Curso de Administração

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Instituto de Tecnologia Departamento de Tecnologia de Alimentos Curso de Engenharia de Alimentos IT 226 Estágio Supervisionado NORMAS PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO A SER APRESENTADO COMO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PONTA GROSSA 2016 LUCIO MAURO BRAGA

Leia mais

Manual TCC Curso de Direito

Manual TCC Curso de Direito Faculdade Católica Recife TCC Direito 1 Manual TCC Curso de Direito Faculdade Católica Recife TCC Direito 2 Diretor Geral Prof.º Weldon Bispo Silva Vice Direção Acadêmica Prof.º Fabiano Ferraz Vice Direção

Leia mais

NORMA 01/ INSTRUÇÕES E PROCEDIMENTOS NORMATIVOS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

NORMA 01/ INSTRUÇÕES E PROCEDIMENTOS NORMATIVOS PARA ELABORAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano (PPGCMH) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no uso de suas atribuições, estabelece: NORMA 01/2014 - INSTRUÇÕES

Leia mais

RESUMO EXPANDIDO FATEC Araçatuba - SP

RESUMO EXPANDIDO FATEC Araçatuba - SP RESUMO EXPANDIDO FATEC Araçatuba - SP Introdução O objetivo deste documento é auxiliar os autores sobre o formato a ser atendido nos resumos expandidos que forem submetidos à Fatec Araçatuba SP em seu

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA NORMAS PARA O EXAME DE QUALIFICAÇÃO E DEFESA DA DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

Manual para elaboração de artigos

Manual para elaboração de artigos 1 Manual para elaboração de artigos ESTRELA 2016 2 APRESENTAÇÃO Este documento visa auxiliar os estudantes da Faculdade La Salle Estrela na elaboração de artigos, apresentando as regras dispostas nas normas

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA

NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE OCEANOGRAFIA E LIMNOLOGIA CURSO DE OCEANOGRAFIA NORMAS ESPECÍFICAS PARA ELABORAÇÂO DE MONOGRAFIA 1. MONOGRAFIA

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO PROGRAMA STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS E SUSTENTABILIDADE AGROPECUÁRIA NORMAS PARA MESTRADO - VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO Esta Circular apresenta os requisitos estabelecidos pela coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Sustentabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: CARDIOLOGIA E CIÊNCIAS CARDIOVASCULARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: CARDIOLOGIA E CIÊNCIAS CARDIOVASCULARES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE: CARDIOLOGIA E CIÊNCIAS CARDIOVASCULARES MANUAL PARA APRESENTAÇÃO GRÁFICA DE TESES E DISSERTAÇÕES - 2014 Porto Alegre

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BEBEDOURO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Comitê de Avaliação de Trabalhos de Conclusão de Curso

Leia mais

REGULAMENTO PARA NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO

REGULAMENTO PARA NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM OLERICULTURA - PPGOL REGULAMENTO PARA NORMAS

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA RAINHA DA PAZ

FACULDADE CATÓLICA RAINHA DA PAZ FACULDADE CATÓLICA RAINHA DA PAZ ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DE CAPA, FOLHA DE ROSTO, SUMÁRIO E FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROFª Ma. CLEUSA BERNADETE LARRANHAGAS MAMEDES Araputanga, MT 2017 2

Leia mais

Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Trabalhos Acadêmicos ABNT-NBR 14724:2002 Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Normalização Documentária Referências. Citações em documentos. Trabalhos Acadêmicos. Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

Apresentação de citações em documentos. Numeração progressiva das seções de documento. Apresentação de trabalhos acadêmicos

Apresentação de citações em documentos. Numeração progressiva das seções de documento. Apresentação de trabalhos acadêmicos ESTRUTURAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES DO MESTRADO EM SAÚDE E MEIO AMBIENTE Fevereiro/2013 O presente guia tem como objetivo fornecer orientações para a estruturação das dissertações e teses do Mestrado em Saúde

Leia mais

Modelo de formatação ENPEX 2017 (Resumo Expandido e Artigo Completo)

Modelo de formatação ENPEX 2017 (Resumo Expandido e Artigo Completo) Modelo de formatação ENPEX 2017 (Resumo Expandido e Artigo Completo) 1. Introdução O objetivo deste documento, fundamentado na norma de referência: ABNT NBR 14724:2011, é auxiliar os autores sobre o formato

Leia mais

Aula 08. de Curso (TCC)

Aula 08. de Curso (TCC) Metodologia Científica - Lícia Mara Pinheiro Rodrigues- UNIGRAN Aula 08 O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Caro(a) Acadêmico(a), Chegamos à nossa última aula e nela trataremos de um trabalho que faz

Leia mais

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS

REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS PROJETOS DE BIOLOGIA I E II DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CPAQ/UFMS I - DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente Regulamento tem por objetivo definir as normas das disciplinas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE TESE ORIENTAÇÕES GERAIS RECOMENDAÇÕES PARA DIGITAÇÃO DE TEXTO Espaçamento de 1,5 (exceto notas de rodapé, referências, legendas das Figuras e Tabelas, natureza (tipo do trabalho,

Leia mais

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS Faculdades Milton Campos (FMC) NORMAS PARA FORMATAR TRABALHOS ACADÊMICOS Texto organizado a partir das normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Emilce Maria Diniz Bibliotecária

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Centro Tecnológico de Mecânica de Precisão SENAI Plínio Gilberto Kröeff ROTEIRO PARA NORMATIZAÇÃO DOS TRABALHOS DE PROJETO IV MÓDULO TÉCNICO MECÂNICA DE PRECISÃO

Leia mais