Tecnologias de Inteligência Artificial nos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tecnologias de Inteligência Artificial nos"

Transcrição

1 CAPÍTULO 9.I Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencials VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O objetivo do capítulo é explicar como os sistemas de informação gerencial, os sistemas de apoio à decisão, os sistemas de informação executiva, os sistemas especialistas e as tecnologias de inteligência artificial foram desenvolvidos e aplicados às operações das empresas e situações de tomada de decisão enfrentadas pelos gerentes. O capítulo enfatiza as principais tendências e mudanças que estão ocorrendo no suporte às decisões de e-business, as quais estão dotando os profissionais de empresas e trabalhadores de conhecimento (e não apenas os gerentes e os executivos), com ferramentas de suporte às decisões disponibilizadas pela web. Seção I: Apoio às Decisões de e-business Seção II: Negócios Tecnologias de Inteligência Artificial nos OBJETIVOS DO CAPÍTULO Objetivo do Capítulo Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de descrição dos sistemas de informação gerencial.

2 Descrever como o processamento analítico online pode atender necessidades de informação dos gerentes. Explicar o conceito de sistema de apoio à decisão e como ele difere dos sistemas tradicionais de informação gerencial. Explicar como os sistemas de informação executiva podem apoiar as necessidades de informação dos executivos e gerentes: Sistemas de informação executiva Portais de informação de empresas Portais de conhecimento de empresas Identificar como as redes neurais, lógica difusa, algoritmos genéticos, realidade virtual e agentes inteligentes podem ser utilizados nos negócios Dar exemplos de diversas maneiras pelas quais os sistemas especialistas podem ser utilizados nas situações de tomada de decisões nos negócios. SUGESTÕES DE ENSINO Os professores podem utilizar a Figura 9.3 para discutir os diversos níveis de administração e a estrutura das situações de decisão existente em cada nível. Ela pode também ser utilizada para discutir os diferentes tipos de informação requeridos. O professor deve discutir as três alternativas de informação e relatório delineadas no livro (periódico, de exceção, e por solicitação). Ao utilizar essa figura lembre-se de destacar que as decisões não-estruturadas, semiestruturadas e estruturadas são produtos de informação produzidos pelos três níveis de administração (operacional, tática e estratégica). A Figura 9.6 ilustra o conceito de processamento analítico online. O OLAP pode envolver o uso de

3 servidores especializados e bancos de dados multidimensionais. Ele também oferece respostas rápidas a perguntas complexas colocadas por gerentes e analistas que utilizam sistemas de informação para a administração, de apoio à decisão e executivos. A Figura 9.10 mostra os quatro tipos principais de atividades de modelagem analítica: (1) análise do tipo what-if, (2) análise de sensibilidade, (3) análise de busca de metas, e (4) análise de otimização. A Figura 9.11 mostra os componente de um portal de informação empresarial. Ela pode ser usada para identificar como os sistemas de apoio às decisões de e- business podem ser personalizados para executivos, gerentes, funcionários, fornecedores, clientes e outros parceiros de negócios. A Figura 9.13 mostra os atributos do comportamento inteligente. A IA está tentando reproduzir essas faculdades nos projetos de sistemas computadorizados. As principais áreas de aplicação da inteligência artificial podem ser explicadas utilizando a Figura Esta, agrupa as aplicações de IA em quatro áreas principais ciência cognitiva, ciência computacional, robótica, e interfaces naturais. A Figura 9.15 resume alguns dos muitos tipos de agentes inteligentes que estão em uso ou em desenvolvimento atualmente. A Figura 9.18 detalha os componentes de um sistema especialista. Enfatiza que os módulos de software realizam inferências a partir de uma base de conhecimento montada por um especialista e/ou engenheiro do conhecimento. Num processo interativo, este modelo oferece respostas especializadas às perguntas do usuário final. A Figura 9.20 resume algumas das principais categorias e exemplos de sistemas especialistas típicos. A Figura 9.22 aponta critérios de adequação ao desenvolvimento de sistemas especialistas. NOTAS DE AULA SEÇÃO I: Apoio às Decisões de E-business E-business e Apoio à Decisão: Para obter sucesso em e-business e em e-commerce, as empresas precisam de sistemas de informação que possam apoiar as diversas necessidades de informação e de tomada de decisão de seus gerentes e profissionais. Este capítulo se volta para os principais tipos de sistemas de informação gerencial, suporte à

4 decisão, e sistemas de informação executiva. O capítulo se concentra na forma como a Internet, as intranets e outras tecnologias de informação disponibilizadas pela web vêm fortalecendo significativamente o papel que os sistemas de informação desempenham no apoio das atividades de tomada de decisões de cada gerente e técnico de informação num empreendimento de e-business. Analisando o caso da International Rectifier, Blair, e Pillsbury Podemos aprender bastante com esse caso sobre a forma como as muitas tecnologias de e-business se tornaram componentes cruciais nos sistemas bemsucedidos de apoio às decisões. Dedique alguns minutos à sua leitura e, em seguida, o discutiremos (Veja, na seção IX: International Rectifier, Blair, e Pillsbury). Tendências do Apoio à Decisão de e-business: Os sistemas de Informação estão cada vez mais sendo utilizados no suporte à tomada de decisões empresariais. Nessa área vêm ocorrendo diversas tendências: O e-commerce está ampliando os usos e expectativas de apoio à decisão e à informação de funcionários, gerentes, clientes, fornecedores, e outros parceiros de negócios de uma empresa. O ritmo rápido das novas tecnologias de informação, como os pacotes de software e de hardware de computadores pessoais, redes cliente/servidor e versões de PCs interconectados com software SAD/EIS tornaram o apoio à decisão disponível aos níveis inferiores da administração, assim como a indivíduos de qualquer nível e a equipes autodirigidas de profissionais de empresas. A Internet e a WWW também contribuíram enormemente para o conceito de e-commerce. O drástico crescimento de intranets e extranets que interconectam empresas de e-business e seus parceiros de negócios. As aplicações de e-business para apoio à decisão estão sendo individualizadas, personalizadas e adaptadas à rede para utilização em e- business e e-commerce. Informação, Decisões e Administração: [Figura 9.3]

5 O tipo de informações requeridas pelos gerentes está diretamente relacionado com o nível de gerenciamento e o grau de estrutura nas situações de decisão que eles enfrentam. A estrutura da pirâmide gerencial clássica aplica-se ainda às organizações atuais que passaram por downsizing e às estruturas organizacionais achatadas ou não hierárquicas. Os níveis de tomada de decisão gerencial ainda existem, mas seu tamanho, forma e participantes continuam a mudar à medida que evoluem as estruturas organizacionais de hoje. Dessa forma, os níveis de tomada de decisão gerencial que devem ser apoiados pela tecnologia da informação em uma organização bem-sucedida são: Administração Estratégica: - Normalmente, um conselho de diretores e um comitê executivo do presidente e principais executivos desenvolvem as metas globais, estratégias, políticas e objetivos da organização como parte de um processo de planejamento estratégico. Eles monitoram o desempenho estratégico da organização e sua direção geral no ambiente político, econômico e competitivo dos negócios. Decisões Não Estruturadas - Envolvem situações de decisão onde não é possível especificar de antemão a maioria dos procedimentos de decisão a serem seguidos.

6 Tomadores de Decisão Estratégica - Exigem relatórios mais resumidos, especiais (ad hoc) e não-programados, previsões e inteligência externa para apoiar suas responsabilidades de planejamento não estruturado e de tomada de políticas. Administração Tática: - Cada vez mais, as equipes autocomandadas, bem como os gerentes intermediários, desenvolvem planos de curto e médio prazo, programações e orçamentos e especificam as políticas, procedimentos e objetivos para as subunidades da organização. Eles também distribuem recursos e monitoram o desempenho de suas sub-unidades organizacionais, como departamentos, divisões, equipes de processo e outros grupos de trabalho. Decisões Semi-estruturadas - Alguns procedimentos de decisões podem ser pré-especificados, mas não o suficiente para levar a uma decisão definitiva recomendada. Tomadores de Decisão Tática Exigem informações tanto em nível operacional como em nível estratégico para apoiar suas responsabilidades de tomada de decisões semi-estruturadas.

7 Administração Operacional: - Os membros das equipes autogerenciadas ou os gerentes de supervisões desenvolvem planos de curto prazo como os programas de produção semanal. Eles dirigem o uso dos recursos e o desempenho das tarefas de acordo com procedimentos e dentro dos orçamentos e programações que eles definem para as equipes e outros grupos de trabalho da organização. Decisões Estruturadas Envolvem situações em que os procedimentos a serem seguidos quando é necessária uma decisão podem ser especificados de antemão. Tomadores de Decisão Operacional Exigem relatórios internos mais pré-especificados enfatizando comparações detalhadas de dados históricos e atuais que apoiem suas responsabilidades mais estruturadas em operações diárias. Estrutura da Decisão: Fornecer informação e suporte para todos os níveis de tomada de decisões da administração não é uma tarefa fácil. Por isso, os sistemas de informação devem ser projetados para produzir muitos produtos de informação para atender às necessidades dos administradores de toda a organização. Sistemas de Informação Gerencial:

8 Os sistemas de informação gerencial foram os primeiros tipos de sistemas de informação desenvolvidos para apoiar a tomada de decisão gerencial à tomada de decisões. Um sistema de informação gerencial gera produtos de informação que apóiam muitas das necessidades cotidianas de tomada de decisão de gerentes e de profissionais de empresas. Relatórios, telas e respostas produzidas por esses sistemas de informação fornecem informações que os gerentes especificaram de antemão para o adequado atendimento de suas necessidades de informação. Esses produtos de informação predefinidos satisfazem as necessidades de informação dos administradores dos níveis operacional e tático, que encontram tipos mais estruturados de situações de decisão. Alternativas de Relatórios Gerenciais Os SIG fornecem uma diversidade de produtos de informação para os gerentes. Três importantes alternativas de relatórios são fornecidas por esses sistemas: Relatórios Periódicos Programados - esta forma tradicional de fornecimento de informações para os gerentes utiliza um formato préespecificado projetado para fornecer aos gerentes informações em uma base regular. Relatórios de Exceção - os relatórios são produzidos apenas quando ocorrem condições excepcionais.

9 Informes e Respostas por Demanda - as informações encontram-se disponíveis sempre que um gerente as requisita. Relatórios em Pilha as informações são empilhadas na estação de trabalho em rede do gerente. Processamento Analítico Online: [Figura 9.4] O processamento analítico online é a capacidade dos sistemas de informação gerencial, de apoio à decisão e de informação executiva que permite aos gerentes e analistas examinarem e manipularem interativamente enormes quantidades de dados detalhados e consolidados, a partir de múltiplas perspectivas. (bancos de dados analíticos, data marts, data warehouses, técnicas de data mining, e estruturas de bancos de dados multidimensionais, servidores especializados e produtos de software que operam na web). O processamento analítico online envolve diversas operações analíticas básicas, incluindo: Consolidação envolve a agregação de dados. Isto pode envolver simples anexações ou agrupamentos complexos envolvendo dados inter-relacionados.

10 Drill-Down o OLAP pode seguir na direção inversa e automaticamente exibir os dados detalhados que compõem os dados consolidados. Slicing and Dicing ( fatiar em cubos ) referem à possibilidade de considerar os bancos de dados a partir de diferentes pontos de vista. O slicing and dicing geralmente é executado ao longo de um eixo de tempo a fim de analisar tendências e descobrir padrões. Aplicações do OLAP: Acessam quantidades muito grandes de dados. Analisam as técnicas entre muitos tipos de elementos dos negócios. Envolvem dados agregados. Comparam dados agregados por períodos de tempo hierárquicos. Apresentam dados em diferentes perspectivas. Envolvem cálculos complexos entre elementos de dados. São capazes de responder rapidamente aos pedidos do usuário para que os gerentes ou analistas possam adotar um processo analítico ou de tomada de decisão sem que sejam impedidos pelo sistema. Sistemas de Apoio à Decisão Os sistemas de apoio à decisão são uma das principais categorias de sistemas de informação gerencial. São sistemas de informação

11 computadorizados que fornecem aos gerentes apoio interativo de informações durante o processo de tomada de decisão. Os sistemas de apoio à decisão utilizam: Modelos analíticos Bancos de dados especializados Os próprios insights e apreciações do tomador da decisão Processos interativos de modelagem baseados em computador para apoiar a tomada de decisões semi-estruturadas e não estruturadas por parte de cada gerente. São exemplos: Modelos de planilha eletrônica Modelos de programação linear Modelos de previsão por regressão múltipla Modelos de valor atual para orçamento de capital Sistemas de Informação Geográfica e de Visualização de Dados Sistemas de informação geográfica (GIS) e sistemas de visualização de dados (DVS) são categorias especiais de Sistemas de Apoio à Decisão que, em conjunto a outras funcionalidades de SAD compõem a computação gráfica. Sistema de Informação Geográfica é um sistema de apoio à decisão que utiliza bancos de dados geográficos para construir e exibir mapas e outras telas gráficas que apóiam decisões concernentes à distribuição geográfica de pessoas e de outros recursos. Sistemas de Visualização de Dados representam dados complexos utilizando formas gráficas tridimensionais interativas como quadros, gráficos e mapas. Ferramentas de DVS ajudam os usuários a ordenar, subdividir, juntar e organizar dados interativamente ainda em sua forma gráfica.

12 Modelos e Software de SAD Ao contrário dos sistemas de informação gerencial, os sistemas de apoio à decisão recorrem a bases de modelos e também a bancos de dados como recursos essenciais. Uma base de modelo SAD é um componente de software que consiste em modelos utilizados em rotinas computacionais e analíticas que expressam matematicamente relações entre variáveis. Utilizando Sistemas de Apoio à Decisão O uso de um sistema de apoio à decisão envolve um processo interativo de modelagem analítica. Normalmente, um gerente utiliza um pacote de software SAD em sua estação de trabalho para fazer consultas, dar respostas e emitir comandos. Isto é diferente das respostas por demanda de sistemas de relatórios de informações, já que os gerentes não estão solicitando informações pré-especificadas. Pelo contrário, eles estão explorando alternativas possíveis. Eles não precisam especificar antecipadamente suas necessidades de informações. Em vez disso, utilizam o SAD para encontrar as informações que precisam para ajudá-los a tomar uma decisão.

13 Usar um SAD envolve quatro tipos básicos de atividades de modelagem analítica: Análise do tipo What If: - nessa caso, o usuário final introduz mudanças nas variáveis ou relações entre variáveis e observa as mudanças resultantes nos valores de outras variáveis. Análise de Sensibilidade: - é um caso especial de análise supositiva. Normalmente, o valor de uma única variável é alterado repetidas vezes e as mudanças resultantes sobre as outras variáveis são observadas. Por isso, a análise de sensibilidade é, na verdade, um caso de análise supositiva envolvendo mudanças repetidas em apenas uma variável de cada vez. Normalmente, a análise de sensibilidade é utilizada quando os tomadores de decisão estão em dúvida quanto às premissas assumidas na estimativa do valor de certas variáveischaves. Análise de Busca de Metas: - inverte a direção da análise realizada na análise supositiva e na análise de sensibilidade. Em lugar de observar como as mudanças em uma variável afetam outras variáveis, a análise de busca de metas fixa um valor-alvo para uma variável e, em seguida, altera repetidas vezes as outras variáveis até que o valoralvo seja alcançado.

14 Análise de Otimização: - é uma extensão mais complexa da análise de busca de metas. Em lugar de fixar para uma variável um valor específico, a meta é encontrar o valor ótimo para uma ou mais variáveis-alvo, dadas certas limitações. Em seguida, muda-se uma ou várias outras variáveis repetidas vezes, sujeitas às limitações especificadas, até que sejam descobertos os melhores valores para as variáveis-alvo. Data Mining para Apoio à Decisão: A principal finalidade do data mining é a descoberta de conhecimento que leve ao apoio à decisão. São características do data mining: O software de data mining analisa grandes conjuntos de dados históricos da empresa, preparados para análise em data warehouses. O data mining procura descobrir padrões, tendências e correlações ocultas nos dados, o que pode propiciar uma vantagem estratégica a uma empresa. O software de data mining pode realizar regressão, árvores de decisões, cadeias neurais, descoberta de grupamentos, ou análise de cesta de mercado para uma empresa. O data mining pode destacar padrões de compra, revelar tendências de clientes, cortar custos supérfluos, ou descobrir relações e oportunidades lucrativas não percebidas. Sistemas de Informação Executiva

15 Os sistemas de informação executiva (EIS) são sistemas de informação que combinam muitas características dos sistemas de informação gerencial e dos sistemas de apoio à decisão. Os EIS se concentram em atender as necessidades de informações estratégicas da alta administração. A meta dos EIS é fornecer aos altos executivos acesso fácil e imediato a informações sobre os fatores críticos ao sucesso (CSFs) de uma empresa, ou seja, os fatores chaves decisivos para a realização dos objetivos estratégicos de uma organização. São características dos EIS: Estão sendo acrescentadas mais funcionalidades, como a navegação na web, o correio eletrônico, as ferramentas de groupware, e as de SAD e as de sistemas especialistas. A informação é apresentada segundo as preferências dos executivos que utilizam o sistema. Uso intenso da interface gráfica do usuário e de demonstrativos gráficos. Os métodos de apresentação da informação utilizados por um sistema de informação de empresas incluem relatórios de exceção e análise de tendências. A capacidade de desagregar permite que os executivos recuperem rapidamente demonstrativos de informações afins com menos detalhes. As tecnologias de Internet e intranet acrescentaram capacidades aos sistemas de informação de executiva. Os EIS espalharam-se no escalão médio de gerência e no dos profissionais de empresas quando sua viabilidade e vantagens foram reconhecidas, e quando se tornaram disponíveis sistemas de menor custo para redes cliente/servidor e intranets corporativas. Portais Corporativos e Apoio à Decisão: As tradicionais ferramentas SIG, SAD e EIS estão se expandindo e passando por importantes mudanças para fornecer informação e modelagem que os gerentes precisam para apoiar suas decisões. Algumas dessas mudanças incluem:

16 O apoio à decisão na empresa está mudando, levado pelo rápido desenvolvimento na computação do usuário final e das redes; a Internet, o navegador da web, e tecnologias afins, e a explosão da atividade de e- commerce. O crescimento de intranets e extranets corporativas, assim como da web, aceleraram o desenvolvimento e a utilização de entrega de informação de classe executiva e de ferramentas de software de apoio às decisões nos níveis inferiores da administração e por indivíduos e equipes de profissionais de negócios. A drástica expansão do e-commerce abriu a porta para a utilização de tais ferramentas de apoio à decisão em e-business pelos fornecedores, clientes, e outros parceiros comerciais de uma companhia para a administração do relacionamento com o cliente, gerenciamento da cadeia de suprimentos e outras aplicações de e-business. Portais Corporativos de Informação: [Figura 9.11] Portais corporativos de informação (EIP) estão sendo desenvolvidos pelas empresas como uma forma de fornecer pela rede, informação, conhecimento, e apoio às decisões para executivos, gerentes, funcionários, fornecedores, clientes, e outros parceiros de negócios. Portais corporativos de informação são descritos como uma interface individualizada e personalizada, com tecnologia de rede para intranets corporativas, que facilitam para os usuários, o acesso a diversas aplicações, bancos de dados e serviços empresariais. Portais de Conhecimento da Empresa: O portal corporativo de informação é o acesso a intranets corporativas que funcionam como sistemas de gerenciamento do conhecimento básicos para muitas empresas. Freqüentemente são chamados por alguns fornecedores de portais corporativos de conhecimento. Sistemas de gestão do conhecimento são definidos como o uso da tecnologia de informação para ajudar a coletar, organizar e compartilhar conhecimento empresarial dentro de uma organização. Os portais de informação empresarial podem desempenhar um importante papel ajudando uma empresa a utilizar suas intranets como sistemas de

17 gerenciamento de conhecimento para compartilhar e disseminar o conhecimento em apoio ao processo de tomada de decisão na empresa. SEÇÃO II: Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios Empresas e outras organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas e técnicas de inteligência artificial. A Inteligência Artificial inclui: Linguagens naturais Robôs industriais Sistemas especialistas Agentes inteligentes Analisando o caso da Grove Madsen e Cutler-Hammer Podemos aprender bastante sobre o valor para os negócios da utilização da Internet e das tecnologias de inteligência artificial com este caso. Dedique alguns minutos para lê-lo e, em seguida, vamos discuti-lo (Veja, na Seção IX: Grove Madsen e Cutler-Hammer). Uma Visão Geral da Inteligência Artificial Inteligência artificial (IA) é uma ciência e tecnologia baseada em disciplinas como informática, biologia, psicologia, lingüística, matemática e engenharia. O objetivo da IA é desenvolver

18 computadores que consigam pensar, bem como ver, ouvir, andar, falar e sentir. Um dos ímpetos principais da IA é o desenvolvimento de funções computacionais normalmente associadas à inteligência humana, tais como raciocinar, aprender e solucionar problemas. Os Domínios da Inteligência Artificial: [Figura 9.10] As aplicações da IA podem ser agrupadas em três áreas principais: Ciência Cognitiva Esta área da inteligência artificial é baseada em pesquisas em biologia, neurologia, psicologia, matemática e muitas disciplinas afins. Ela se concentra em pesquisar como o cérebro humano funciona e como os seres humanos pensam e aprendem. Os resultados dessas pesquisas em processamento humano de informações são a base para o desenvolvimento de uma diversidade de aplicações de inteligência artificial computadorizadas. As aplicações da IA na área da ciência cognitiva incluem: Sistemas Especialistas Um sistema de informação computadorizado que utiliza seu conhecimento sobre uma área de aplicação específica e complexa para atuar como um consultor especializado para os usuários. O sistema consiste em uma base de conhecimento e módulos

19 de software que executam inferências no conhecimento e transmitem respostas para as perguntas de um usuário. Sistemas Baseados no Conhecimento Um sistema de informação que adiciona uma base de conhecimento e algumas faculdades de raciocínio ao banco de dados e a outros componentes encontrados em outros tipos de sistemas de informação computadorizados. Sistemas de Aprendizagem Adaptativa Um sistema de informação que pode modificar seu comportamento com base em informações adquiridas enquanto opera. Sistemas de Lógica Difusa Sistemas computadorizados que podem processar dados incompletos ou apenas parcialmente corretos. Esses sistemas podem resolver problemas não estruturados com conhecimento incompleto mediante o desenvolvimento de inferências e respostas aproximadas. Rede Neural o software pode aprender processando exemplos de problemas e suas soluções. À medida que as redes neurais começam a reconhecer padrões, elas podem começar a se programar para resolver esses problemas por si mesmas.

20 Algoritmo Genético o software utiliza a randomização darwiniana (sobrevivência do mais apto) e outras funções matemáticas para simular processos evolutivos que podem gerar soluções cada vez melhores para os problemas. Agentes Inteligentes Utilizam sistema especialista e outras tecnologias de IA para atuarem como substitutos de software para uma diversidade de aplicações dos usuários finais. Robótica: - IA, engenharia e fisiologia são as disciplinas básicas da robótica. Esta tecnologia produz máquinas-robôs com faculdades físicas semelhantes às humanas, inteligência de computador e controle por computador. As aplicações da robótica incluem: 1. Percepção visual (visão) 2. Faculdades táteis (tato) 3. Destreza (habilidade no manuseio e manipulação) 4. Locomoção (capacidade para se mover sobre qualquer terreno) 5. Condução (encontrar adequadamente seu caminho até um ponto de destino)

21 Interface Natural - O desenvolvimento de interfaces naturais é considerado uma das principais áreas de aplicação da IA e é essencial ao uso natural de computadores por seres humanos. O desenvolvimento de linguagens naturais e reconhecimento do discurso, por exemplo, são importantes objetivos desta área. Ser capaz de conversar com computadores e robôs em linguagens humanas de conversação e conseguir que eles nos compreendam é uma meta da pesquisa da IA. Esta área de aplicação envolve pesquisa e desenvolvimento em lingüística, psicologia, informática e outras disciplinas. Esforços nesta área incluem: Linguagem Natural uma linguagem de programação que é muito próxima da linguagem humana. Além disso, é chamada de linguagem de alto nível. Interfaces Multi-sensoriais A capacidade que os sistemas de computadores possuem para reconhecer uma diversidade de movimentos do corpo humano que lhes permite operar. Reconhecimento de voz A capacidade que um sistema de computador possui para reconhecer modelos de voz e para operar utilizando esses modelos.

22 Realidade Virtual A utilização de interfaces multi-sensoriais homem-computador que permitem aos usuários humanos experimentarem objetos, entidades, espaços e mundos simulador por computador como se estes realmente existissem. Redes Neurais As redes neurais são sistemas de computação modelados segundo a rede em forma de malha do cérebro de elementos de processamento interconectados chamados neurônios. É claro que as redes neurais são muito mais simples do que o cérebro humano (calcula-se que o cérebro humano tenha mais de 100 bilhões de neurônios). Entretanto, como o cérebro, essas redes podem processar muitos fragmentos de informações simultaneamente e podem aprender a reconhecer modelos e se programar para resolver problemas por iniciativa própria. As redes neurais podem ser implementadas em microcomputadores e outros sistemas de computação mediante o uso de pacotes de software que simulam as atividades de uma rede neural de muitos elementos de processamento. Dispõem-se também de placas de circuitos coprocessadores de redes neurais especializadas. Chips de microprocessador de rede neural com finalidades especiais são utilizados em algumas áreas de aplicação.

23 Os usos incluem: Sistemas de armamentos militares Reconhecimento de voz Verificação de assinaturas em cheques Controle de qualidade na fabricação Processamento de imagens Avaliação de riscos no crédito Previsão de investimentos Data mining Sistemas de Lógica Difusa Lógica difusa é um método de raciocínio que se assemelha ao raciocínio humano já que ele dá margem para valores e inferências aproximados (lógica difusa) e dados incompletos ou ambíguos (dados difusos) em lugar de recorrer apenas a dados claros, tais como os das escolhas binárias (sim/não). Lógica Difusa nos Negócios São muitos os exemplos de lógica difusa no Japão, mas raros em alguns países. Os Estados Unidos, por exemplo, preferem utilizar soluções de inteligência artificial como sistemas especialistas ou redes neurais. O Japão implementou muitas aplicações de lógica difusa com finalidades especiais, especialmente o uso de chips microprocessadores de lógica difusa para finalidades especiais, chamados de controladores de processos difusos.

24 Exemplos de aplicações de lógica difusa no Japão incluem: Movimentação de trens de metrô e de elevadores Movimentação de carros que são guiados ou apoiados por controladores de processos difusos Comércio de ações na Bolsa de Valores de Tóquio utilizando um programa de comércio de ações baseado em lógica difusa Exemplos de produtos de fabricação japonesa que utilizam microprocessadores de lógica difusa são: câmeras com foco automático, camcorders auto-estabilizantes, aparelhos de ar condicionado com uso eficiente de energia, máquinas de lavar com ajustes automáticos e transmissões automáticas para autos. Algoritmos Genéticos O uso de algoritmos genéticos é uma aplicação crescente da inteligência artificial. O software de algoritmo genético utiliza a randomização darwiniana (sobrevivência do mais apto) e outras funções matemáticas para simular um processo evolutivo que pode proporcionar soluções progressivamente melhores para um problema. Os algoritmos genéticos foram utilizados inicialmente para simular milhões de anos na evolução biológica, geológica e de ecossistemas em apenas alguns minutos em um computador. Agora, o software de algoritmo genético está sendo utilizado para construir modelos de uma multiplicidade de processos científicos, técnicos e empresariais. Os algoritmos genéticos são particularmente úteis para situações nas quais milhares de soluções são possíveis e precisam ser avaliadas para

Módulo 6: Inteligência Artificial

Módulo 6: Inteligência Artificial Módulo 6: Inteligência Artificial Assuntos: 6.1. Aplicações da IA 6.2. Sistemas Especialistas 6.1. Aplicações da Inteligência Artificial As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas

Leia mais

SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO

SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas e técnicas

Leia mais

Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios

Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios Assunto 9 : Tecnologias de Inteligência Artificial nos Negócios Empresas e outras organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus

Leia mais

Capítulo 4 Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial

Capítulo 4 Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Capítulo 4 Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial SEÇÃO I: Sistemas de Informação Gerencial e de Apoio à Decisão 4.1 Introdução Este capítulo enfoca os principais tipos de sistemas de informação

Leia mais

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de 1 Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Descrever

Leia mais

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD)

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) 1 CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada vez maior entre as

Leia mais

4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO

4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO 1 4. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO A necessidade dos Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) ou Sistemas de Suporte à Decisão (SSD) surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 06 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 278 à 285 1 AULA 06 APOIO ÀS DECISÕES DE E BUSINESS 2 E business e Apoio

Leia mais

Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Simulado Verdadeiro ou Falso

Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Simulado Verdadeiro ou Falso Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Simulado Verdadeiro ou Falso 1. As decisões estruturadas envolvem situações em que os procedimentos a serem seguidos, quando é necessária uma decisão,

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD)

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) AULA 07 MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 286 à 294 1 AULA 07 SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES 2 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD)

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD Conceitos introdutórios Decisão Escolha feita entre duas ou mais alternativas. Tomada de decisão típica em organizações: Solução de problemas Exploração de oportunidades

Leia mais

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT)

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Estudar a Colaboração Empresarial. Objetivos do Capítulo Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Estudar

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA

AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA AULA 5 O E-BUSINESS E OS SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES E DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA APOIO ÀS DECISÕES DE E-BUSINESS E SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES Conceito O conceito básico de e-business é simples: negócios

Leia mais

Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial

Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Informação para Apoio à Decisão Gerencial Sistemas de Apoio à decisão (DSS) Os sistemas de apoio à decisão (Decision Support System, ou DSS) são uma das principais categorias de sistemas de

Leia mais

4. SISTEMAS DE NEGÓCIOS

4. SISTEMAS DE NEGÓCIOS 4. SISTEMAS DE NEGÓCIOS 4.1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando recursos, e coordenando

Leia mais

5. SISTEMAS DE NEGÓCIOS

5. SISTEMAS DE NEGÓCIOS 1 5. SISTEMAS DE NEGÓCIOS 5.1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando recursos, e coordenando

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Capítulo. Sistemas de apoio à decisão

Capítulo. Sistemas de apoio à decisão Capítulo 10 1 Sistemas de apoio à decisão 2 Objectivos de aprendizagem Identificar as alterações que estão a ter lugar na forma e função do apoio à decisão nas empresas de e-business. Identificar os papéis

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1 Os sistemas de informação (SI) utilizam hardware, software, redes de telecomunicações, técnicas de administração de dados computadorizadas e outras formas de

Leia mais

GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL

GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL Capítulo 10 GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL 10.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que hoje as empresas necessitam de programas de gestão do conhecimento e sistemas para gestão do conhecimento?

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL

GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL GERENCIAMENTO DO CONHECIMENTO NA EMPRESA DIGITAL 1 OBJETIVOS 1. Por que hoje as empresas necessitam de programas de gestão do conhecimento e sistemas para gestão do conhecimento? 2. Quais são as aplicações

Leia mais

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Sobre esta aula Sistema de informação nos negócios Sistemas de informação no apoio ao processo de tomada de decisão Sistemas colaborativos

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Como Melhorar a Tomada de Decisão e a Gestão do Conhecimento Capítulo

Leia mais

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA NOTAS DE AULA 1. TENDÊNCIAS EM SISTEMAS DE MICROCOMPUTADORES Existem várias categorias principais de sistemas de computadores com uma diversidade de características e capacidades. Consequentemente, os

Leia mais

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas VISÃO GERAL DO CAPÍTULO Este capítulo apresenta um resumo das cinco áreas básicas de conhecimento dos sistemas de informação, necessárias

Leia mais

Sistemas de Apoio a Decisão

Sistemas de Apoio a Decisão Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry Sistemas de Apoio a Decisão DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão O QUE É UM SISTEMA DE APOIO À DECISÃO?

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 6 Gerenciamento dos processos de decisão Professora: Cintia Caetano Tomada de Decisão A tomada de decisão consiste na escolha de uma opção ou mais dentre diversas

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware 1. A nova infra-estrutura de tecnologia de informação Conectividade Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos Sistemas abertos Sistemas de software Operam em diferentes plataformas

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 02 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 continuação Páginas 03 à 25 1 COMPONENTES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Especialistas

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Observe quantas aplicações de e-business estão integradas em conjuntos de aplicações interfuncionais como:

Observe quantas aplicações de e-business estão integradas em conjuntos de aplicações interfuncionais como: Capítulo 7 Esta figura dá uma boa visão geral da inter-relação, interdependência e integração das aplicações de e-business, que são componentes vitais para que as operações e a administração de um empreendimento

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

3. SISTEMAS DE APOIO GERENCIAIS

3. SISTEMAS DE APOIO GERENCIAIS 1 3. SISTEMAS DE APOIO GERENCIAIS 3.1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando recursos,

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados.

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O objetivo do capítulo é enfatizar o gerenciamento dos recursos de dados de organizações que utilizam computadores. O

Leia mais

Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas

Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas 1.1 Por que as empresas precisam da TI 1.1.1 Por que os Sistemas de Informação São Importantes Entender a administração e o uso responsável

Leia mais

Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Inteligência Artificial

Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Inteligência Artificial Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Inteligência Artificial João Marques Salomão Rodrigo Varejão Andreão Inteligência Artificial Definição (Fonte: AAAI ): "the scientific understanding of the mechanisms

Leia mais

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções.

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções. Revisão 1 Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento Coletar informação; e Identificar as direções. Precisa; Clara; Econômica; Flexível; Confiável; Dirigida; Simples; Rápida;

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP UNIDADE ENTRONCAMENTO, BELÉM/PA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP UNIDADE ENTRONCAMENTO, BELÉM/PA UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP UNIDADE ENTRONCAMENTO, BELÉM/PA Prof. Adm. Jedson Ferreira Cardoso (CRA-08227) Email: professor@jedsoncardoso.eti.br MSN: jedsoncardoso@hotmail.com Cel.: (0xx91) 8123-2805 Material

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS 1. Sabe-se que o conceito de Sistema de Informação envolve uma série de sistemas informatizados com diferentes características e aplicações, os quais, porém, têm em comum

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 10 Fato Real A batalha pelos dados Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative

Leia mais

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar as cinco áreas dos sistemas de informação que esses profissionais

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI Noções de sistemas de informação Turma: 01º semestre Prof. Esp. Marcos Morais

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão. Profa. Jiani Cardoso Disciplina: Sistemas de Informação Aula de 13/set/2005

Sistemas de Apoio à Decisão. Profa. Jiani Cardoso Disciplina: Sistemas de Informação Aula de 13/set/2005 Sistemas de Apoio à Decisão Profa. Jiani Cardoso Disciplina: Sistemas de Informação Aula de 13/set/2005 Sistemas de Suporte Gerencial SIG (sistema de Informação Gerencial) SAD (Sistema de Apoio à Decisão)

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

Gestão do Conhecimento. Capitulo 11

Gestão do Conhecimento. Capitulo 11 Gestão do Conhecimento Capitulo 11 Gestão do Conhecimento Objetivos da aula Gestão de Conhecimento Sistemas de Gestão de Conhecimento Por que hoje as empresas necessitam de programas de gestão do conhecimento

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

CAPÍTULO 6. SISTEMAS EMPRESARIAIS Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Sistemas Colaborativos Sistemas de Informações Gerenciais (SIG)

CAPÍTULO 6. SISTEMAS EMPRESARIAIS Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Sistemas Colaborativos Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) CAPÍTULO 6. SISTEMAS EMPRESARIAIS Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Sistemas Colaborativos Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) 1 O objetivo do capítulo é explicar como os sistemas de processamento

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso 1. Muitas organizações estão utilizando tecnologia da informação para desenvolver sistemas

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

Sistemas Colaborativos Simulado

Sistemas Colaborativos Simulado Verdadeiro ou Falso Sistemas Colaborativos Simulado 1. Todos os tipos de organizações estão se unindo a empresas de tecnologia na implementação de uma ampla classe de usos de redes intranet. Algumas das

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão - SAD (Sistema de Suporte à Decisão-SSD)

Sistemas de Apoio à Decisão - SAD (Sistema de Suporte à Decisão-SSD) Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas FACITEC Bacharelado em Sistemas de Informação BSI 2B Disciplina: Fundamentos de Sistemas de Informação Professor: Paulo de Tarso Sistemas de Apoio à Decisão

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Inscrições Abertas: Início das aulas: 28/03/2016 Término das aulas: 10/12/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às 22h30 Semanal Quarta-Feira

Leia mais

Capítulo 2 E-Business global e colaboração

Capítulo 2 E-Business global e colaboração Objetivos de estudo Capítulo 2 E-Business global e colaboração Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? Como os sistemas

Leia mais

Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica

Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica Capítulo 5 Sistemas de Informação para Vantagem Estratégica SEÇÃO I: Fundamentos da Vantagem Estratégica Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que

Leia mais

Como melhorar a tomada de decisão. slide 1

Como melhorar a tomada de decisão. slide 1 Como melhorar a tomada de decisão slide 1 P&G vai do papel ao pixel em busca da gestão do conhecimento Problema: grande volume de documentos em papel atrasavam a pesquisa e o desenvolvimento. Solução:

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão & Inteligência Artificial

Sistemas de Apoio à Decisão & Inteligência Artificial INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de Apoio à Decisão & Inteligência Artificial Prof. Paulo Roberto Schroeder de Souza. Sumário 1. Inteligência Artificial: a) Conceito, b) Áreas

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Internet promoveu: Transformação Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é o E- Business

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE Capítulo 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 9 Telecomunicações e Rede Interconectando a Empresa Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG)

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Faculdade de Engenharia - Campus de Guaratinguetá Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Prof. José Roberto Dale Luche Unesp Um SISTEMA DE INFORMAÇÃO é um conjunto de componentes inter-relacionados, desenvolvidos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE IV: Fundamentos da Inteligência de Negócios: Gestão da Informação e de Banco de Dados Um banco de dados é um conjunto de arquivos relacionados

Leia mais

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife - PE Visão Geral Desafios Empresariais Administração * Monitora

Leia mais

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade I Principais tecnologias da rede digital Computação cliente/servidor Comutação de pacotes TCP/IP Sistemas de informação

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE III: Infraestrutura de Tecnologia da Informação Atualmente, a infraestrutura de TI é composta por cinco elementos principais: hardware, software,

Leia mais

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Análise e Projeto de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Aula 01 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Análise e Projeto de Sistemas I Horário das Aulas: 2as feiras das 10h10 às 11h40 e 5as feiras das 08h25

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios-

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, HUMANAS E SOCIAIS BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- Curso: Administração Hab. Sistemas de Informações Disciplina: Gestão de Tecnologia

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 SISTEMA DE APOIO À DECISÃO Grupo: Denilson Neves Diego Antônio Nelson Santiago Sabrina Dantas CONCEITO É UM SISTEMA QUE AUXILIA O PROCESSO DE DECISÃO

Leia mais

MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques

MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques MAPA DE PROBLEMAS Administração de Sistemas de Informações Profa.MS.c. Cláudia Brazil Marques Nr. DESCRIÇÃO DO PROBLEMA CONHECIMENTOS COMPE TÊNCIAS PERFIS AULA 1 Qual o comportamento da organização como

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Características do Software

Características do Software Questionamentos Por que tanta demora para entregar? Por que os prazos se atrasam? Por que os custos são altos? Por que não achar todos os erros antes de entregar? Por que dificuldade em medir o progresso

Leia mais

CAPÍTULO 2. Competindo com tecnologia da Informação

CAPÍTULO 2. Competindo com tecnologia da Informação CAPÍTULO 2. Competindo com tecnologia da Informação VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O objetivo do capítulo é lhe apresentar os conceitos fundamentais da vantagem estratégica por meio da tecnologia da informação

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL

APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL APERFEIÇOAMENTO DO PROCESSO DE DECISÃO PARA A EMPRESA DIGITAL 1 OBJETIVOS 1. Como os sistemas de informação podem ajudar cada gerente a tomar as melhores decisões em caso de problemas não-rotineiros e

Leia mais