Vírus Professor: Pedro R3 Junior. Vírus

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vírus Professor: Pedro R3 Junior. Vírus"

Transcrição

1

2 Conceitos

3 Conceitos Pequenos segmentos de código com capacidade de se agregar ao código de outros programas. Além do mecanismo de reprodução disparado a cada vez que o programa infectado é executado, eles normalmente possuem uma outra função mais danosa ao sistema que é disparada por um gatilho, isto é, uma situação ou data específica. Worm Similares aos virus, diferenciam-se apenas pelo método de infecção: para se propagarem eles utilizam-se de vulnerabilidade de sistemas para enviar cópias de si mesmos através da rede. ex: LoveLetter, Navidad, Nimda, Blaster 3

4 Conceitos Trojan (Cavalo de Tróia) Programa que promete fazer algo útil ou interessante mas, na realidade, possui um código malicioso capaz de causar danos. Difere de e Worms por depender dos usuários para o processo de reprodução. Keylogger trojan para captura de senhas de acesso. Hoax (Boato) São exatamente o que o nome diz: boatos. A intenção é transmitir e causar pânico entre as pessoas novatas, ou que não conhecem detalhes verídicos dos métodos de funcionamento e ataque dos verdadeiros vírus de computador Em algum casos, a intenção é fazer a vítima apagar arquivos importantes de seu sistema. 4

5 Danos que Causam Corromper programas Intencionalmente Durante o processo de reprodução Apagar dados Apagar arquivos Reformatar discos Consumir recursos CPU Memória Banda de rede Espaço em disco Quebra da Confidencialidade 5

6 Não Podem Fazer São programas de computador Só podem agir a nível de software Perda de dados Lentidão no sistema Nunca poderão causar estragos ao hardware o micro o winchester os drives o mouse o vídeo o teclado etc. 6

7 Prevenção Sempre use um programa antivirus Mantenha ele atualizado constantemente Não abrir de procedência desconhecida No outlook visualisar um é similar a abrir Na dúvida, nunca execute arquivos desconhecidos Recebidos por Baixados da INTERNET Nunca clicar em links em s estranhos Evitar sites suspeitos Ter sempre um backup do sistema em local seguro Política de conscientização de usuários 7

8 Tipos de Virus Segundo o ponto de infecção de Boot de Programas Multipartite de Macro Outras Propriedades Stealth Polimórficos 8

9 Tipos de de BOOT Infectam o registro de inicialização (área de boot) de disquetes e discos rígidos em arquitetura PC e são ativados durante o processo de boot da máquina Independe de sistema operacional, pois a carga do mesmo é feita após isto. São os mais fáceis de detectar, e eliminar. Infecção Esquecer um disquete contaminado dentro do drive A:. Esse disquete não precisa ser do tipo que dá boot, na verdade quando você receber a mensagem que o disco está sem sistema já é tarde demais, seu micro já está contaminado. ex: Michelangelo, Stoned, Disk Killer 9

10 Tipos de de Programas que infecta arquivos executáveis. Normalmente arquivos.exe ou.com, mas existem vírus para.dll,.ovl,.dvr,.sys,.bin... Os de Programa bem escritos contaminam outros arquivos de maneira silenciosa, sem interferirem com a execução dos mesmos. Assim os usuários não vêm nenhum sinal exterior do que está acontecendo em seu micro. Infecção Executar um arquivo contaminado ex: Jerusalem, Cascade,... 10

11 Tipos de Virus Multipartite Misturam características de Virus de Boot e de Programas, podendo se reproduzir das duas formas. São muito mais eficazes nas tarefas de: Infecção se espalhar serem detectados e removidos. Todos os processos já citados nos de Boot e de Programas. ex: Dead.Boot.488, Pieck.4444.A,... 11

12 Tipos de de Macro Desenvolvidos na linguagem de programação e customização dos produtos do MS-Office (macros), eles se utilizam da macro AutoOpen para serem executados no momento da abertura do arquivo infectado. São fáceis de serem desenvolvidos e podem ser muito danosos ao usuário, causando perda de dados e de imagem. Infecção Abertura de um arquivo infectado. ex: Concept, Laroux,... 12

13 Tipos de Stealth Utiliza artifícios de programação de forma a se auto remover, temporariamente, da memória, evitando que os anti-vírus os detectem. Não é um tipo separado, mas uma característica de construção que pode ser usada em quaisquer outros vírus. ex: AntiCNTE Boot, Natas.4988, Bleah,... 13

14 Tipos de Polimórficos O vírus é desenvolvido de forma a poder alterar seu formato a cada nova reprodução, tornando extremamente difícil sua detecção. Assim como o Stealth, é uma característica de programação do vírus que pode ser usada na construção de quaisquer tipos de vírus. Existem duas formas de polimorfismo: Criptografia do código principal Modificação do código executável Uso de comandos sem função lógica no programa ex: SatanBug, Spanska.4250, W95/HPS,... 14

15 Anti-vírus 22/09/08 Pedro R3 Junior 15

16 Conceitos Definição Programas cujo objetivo é localizar vírus em máquinas ou na passagem de arquivos por pontos chave da rede. Ao achar um vírus, ele pode tentar apagar este vírus, mover o arquivo infectado para uma área de quarentena ou apagar de vez o arquivo Tipos de Busca Por Assinatura Busca Algorítmica Heurístico Checagem de Integridade 16

17 Tipos de Busca Por Assinatura É o método mais antigo e mais usado até hoje. Procura por pedaços de código que, sabidamente, fazem parte do código de vírus conhecidos. Precisa ter seu arquivo de assinaturas conhecidas atualizado freqüentemente. Busca Algorítmica É uma evolução do processo por assinatura, incluindo elementos algorítmicos para reduzir o número de falsos positivos. Também depende de um arquivo de assinaturas e é mais lento, pois precisa verificar critérios mais complexos para cada tipo de vírus conhecido. 17

18 Tipos de Busca Heurístico Utiliza mecanismos de inteligência artificial para avaliar o comportamento de cada programa sendo executado de forma a localizar padrões considerados suspeitos. Como o processo é complexo e a diversidade de programas válidos é muito grande, é muito sujeito a falsos positivos. Apresenta uma excelente performance em tempo real. Checagem de Integridade É um método complementar ao processo de busca de vírus executado pelos métodos anteriores. Procura garantir a integridade dos arquivos, através de um registro hash da situação original dos mesmos. ex: Tripwire (unix) 18

19 Alguns Anti- AVG AVP etrust InoculateIT F-Secure Antivirus McAfee VirusScan NAI VirusScan Norton Antivirus Panda Antivirus PC-Cillin Sophos Antivirus - AVG - Kaspersky Lab - Computer Associates - F-Secure - McAfee Security - Network Associates - Symantec - Panda Software - Trend Micro - Sophos AntiVirus 19

20 Fim Pedro R3 Junior

MALWARE`S. Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho

MALWARE`S. Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho MALWARE`S Disciplina : Informática ll - Válquer Coêlho MALWARE O termo software; é proveniente do inglês malicious É destinado a se infiltrar em um sistema de computador alheio de forma ilícita, com o

Leia mais

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião

CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Me. Hélio Esperidião CONCEITOS GERAIS SOBRE SEGURANÇA NA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO O conceito de segurança envolve formas de proteção e

Leia mais

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA POLÍTICA DE SEGURANÇA DIGITAL Wagner de Oliveira OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA Hoje em dia a informação é um item dos mais valiosos das grandes Empresas. Banco do Brasil Conscientizar da necessidade

Leia mais

13/3/2012. Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012

13/3/2012. Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012 Prof. Flávio Ferry DIE UFPI - 2012 Pequeno programa criado com a intenção de provocar danos a dados ou lentidão de processamento. Razão do nome = Estes programas são feitos para serem auto instaláveis

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PARTE 2 Segurança da Informação A segurança da informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido, sabotagens, paralisações, roubo de informações ou

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho

Prof. Demétrios Coutinho Prof. Demétrios Coutinho Hoje em dia a informação é o bem mais valioso de uma empresa/cliente. A segurança da informação é um conjunto de medidas que se constituem basicamente de controles e política de

Leia mais

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma

Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma Evitar cliques em emails desconhecidos; Evitar cliques em links desconhecidos; Manter um Firewall atualizado e ativado; Adquirir um Antivírus de uma loja específica Manter um Antivírus atualizado; Evitar

Leia mais

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta

Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Aguinaldo Fernandes Rosa SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DICAS Aguinaldo Fernandes Rosa Especialista em Segurança da Informação Segurança da Informação Um computador (ou sistema computacional) é dito seguro se este atende a três requisitos

Leia mais

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos.

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos. INTRODUÇÃO Essa apostila foi idealizada como suporte as aulas de Informática Educativa do professor Haroldo do Carmo. O conteúdo tem como objetivo a inclusão digital as ferramentas de pesquisas on-line

Leia mais

Antivírus. Trabalho elaborado por. Ana Ferreira. Patricia Ferreira

Antivírus. Trabalho elaborado por. Ana Ferreira. Patricia Ferreira Antivírus Trabalho elaborado por Ana Ferreira Patricia Ferreira Índice O que são... 3 Para que servem?... 3 Dicas De Segurança: Antivírus Pagos Ou Gratuitos?... 4 Como se faz a instalação do antivírus?

Leia mais

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente.

Vírus é um programa. Sendo que este programa de computadores é criado para prejudicar o equipamento ou sabotar os dados nele existente. Segurança da Informação Prof. Jefferson Costa www.jeffersoncosta.com.br Engenharia Social Chama-se Engenharia Social as práticas utilizadas para obter acesso a informações importantes ou sigilosas em organizações

Leia mais

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador

PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador ESCOLA TÉCNICA DE PALMARES PROFESSOR: Flávio Antônio Benardo E-mail: flavioufrpe@yahoo.com.br Vírus de computador DEFINIÇÃO É um pequeno programa que se autocópia e/ou faz alterações em outros arquivos

Leia mais

GENERALIDADES SOBRE ANTI-VÍRUS

GENERALIDADES SOBRE ANTI-VÍRUS Índice GENERALIDADES SOBRE ANTI-VÍRUS... 2 Contaminação... 3 Detecção de vírus... 4 Algumas formas de evitar Vírus... 4 Worms... 5 Variantes... 5 Trojan Horse (Cavalo de Tróia)... 6 Spywares... 7 GENERALIDADES

Leia mais

Como funciona um Antivírus

Como funciona um Antivírus Como funciona um Antivírus Diretor comercial da Winco, empresa que representa o AVG no Brasil, relata como funcionam os métodos de detecção dos antivírus. Como o software antivírus sabe que determinado

Leia mais

Jamille Silva Madureira

Jamille Silva Madureira Jamille Silva Madureira Malware Vírus Cavalo de Tróia Worm Spyware Keylogger Hijacker Rootkit Ransomware É comum pessoas chamarem de vírus todo e qualquer programa com fins maliciosos. Porém, há vários

Leia mais

COLÉGIO DEGRAUS. Vírus e antivírus. Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática

COLÉGIO DEGRAUS. Vírus e antivírus. Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática COLÉGIO DEGRAUS CARNEVALLI, Lucas V. VILARES, Laura P. Nº 07 2º EM Informática Vírus e antivírus Notas: Corretor: Orientadora: Banca: Média: Jundiaí - 2009 Justificativa O tema que eu escolhi foi Vírus

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição.

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. CONFIDENCIALIDADE É a garantia do resguardo das informações dadas pessoalmente em confiança e a proteção

Leia mais

http://cartilha.cert.br/

http://cartilha.cert.br/ http://cartilha.cert.br/ Códigos maliciosos são usados como intermediários e possibilitam a prática de golpes, a realização de ataques e o envio de spam Códigos maliciosos, também conhecidos como pragas

Leia mais

Antes, o que é um malware? É comum pessoas chamarem de vírus todo e qualquer programa com fins maliciosos. Mas, tal como indica o primeiro parágrafo

Antes, o que é um malware? É comum pessoas chamarem de vírus todo e qualquer programa com fins maliciosos. Mas, tal como indica o primeiro parágrafo VÍRUS Antes, o que é um malware? É comum pessoas chamarem de vírus todo e qualquer programa com fins maliciosos. Mas, tal como indica o primeiro parágrafo do texto, há vários tipos de "pragas digitais",

Leia mais

Códigos Maliciosos.

Códigos Maliciosos. <Nome> <Instituição> <e-mail> Códigos Maliciosos Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente desenvolvidos para executar

Leia mais

Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos

Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos Miriam von Zuben miriam@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto br

Leia mais

Combater e prevenir vírus em seu computador

Combater e prevenir vírus em seu computador Combater e prevenir vírus em seu computador Definição de vírus, worms, hoaxes, Tróias e vulnerabilidades de segurança Instruções para remover e evitar vírus Vulnerabilidades do sistema e ameaças de segurança

Leia mais

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

Códigos Maliciosos. Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Códigos Maliciosos Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Agenda Códigos maliciosos Tipos principais Cuidados a serem tomados Créditos Códigos maliciosos (1/3) Programas especificamente

Leia mais

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação.

3. ( ) Para evitar a contaminação de um arquivo por vírus, é suficiente salvá-lo com a opção de compactação. 1. Com relação a segurança da informação, assinale a opção correta. a) O princípio da privacidade diz respeito à garantia de que um agente não consiga negar falsamente um ato ou documento de sua autoria.

Leia mais

Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos

Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos Malwares Segurança da Informação. S.O.S. Concursos Prof: Tiago Furlan Lemos Malware O termo malware é proveniente do inglês malicious software; é um software destinado a se infiltrar em um sistema de computador

Leia mais

Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos

Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos Spywares, Worms, Bots, Zumbis e outros bichos Miriam von Zuben miriam@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto br

Leia mais

Programas Maliciosos. 2001 / 1 Segurança de Redes/Márcio d Ávila 182. Vírus de Computador

Programas Maliciosos. 2001 / 1 Segurança de Redes/Márcio d Ávila 182. Vírus de Computador Programas Maliciosos 2001 / 1 Segurança de Redes/Márcio d Ávila 182 Vírus de Computador Vírus de computador Código intruso que se anexa a outro programa Ações básicas: propagação e atividade A solução

Leia mais

Cartilha dos Trojan Horses

Cartilha dos Trojan Horses C00 Março de 1999 Cartilha dos Trojan Horses O que são os Trojan Horses? A lenda do "Cavalo de Tróia" diz que um grande cavalo de madeira foi presenteado pelos gregos aos troianos, como sinal de que estavam

Leia mais

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança.

Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda ManagedOfficeProtection Mais que antivírus, solução em segurança. Net View & Panda Managed Office Protection É fato, tanto pequenas e médias e grandes empresas enfrentam os mesmos riscos

Leia mais

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com

Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Prof. Jeferson Cordini jmcordini@hotmail.com Segurança da Informação Segurança da Informação está relacionada com proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição.

POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. POLÍTICA DE SEGURANÇA A Política de Segurança deve seguir alguns paradigmas básicos em sua composição. CONFIDENCIALIDADE É a garantia do resguardo das informações dadas pessoalmente em confiança e a proteção

Leia mais

Conceitos relativos à proteção e segurança

Conceitos relativos à proteção e segurança Conceitos de proteção e segurança 1 Conceitos relativos à proteção e segurança Códigos Maliciosos (Malware) Código malicioso ou Malware (Malicious Software) é um termo genérico que abrange todos os tipos

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8

ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 ESET NOD32 ANTIVIRUS 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

Antivírus. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Antivírus. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Antivírus Prof. Marciano dos Santos Dionizio O que é Vírus Em informática, um vírus de computador é um software malicioso que vem sendo desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico,

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6

ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 ESET NOD32 ANTIVIRUS 6 Microsoft Windows 8 / 7 / Vista / XP / Home Server Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 10.7

Manual do Produto TIM Protect Família MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Família Versão 10.7 MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Família Versão 10.7 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM Protect Família... 4 2.1 Instalação do TIM Protect Família... 5 2.1.1 TIM Protect Família instalado... 7 2.2 Ativação do

Leia mais

Ameaças a computadores. Prof. César Couto

Ameaças a computadores. Prof. César Couto Ameaças a computadores Prof. César Couto Conceitos Malware: termo aplicado a qualquer software desenvolvido para causar danos em computadores. Estão nele incluídos vírus, vermes e cavalos de tróia. Vírus:

Leia mais

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9

ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 ESET NOD32 ANTIVIRUS 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento O ESET NOD32 Antivirus fornece

Leia mais

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso:

MALWARE. Spyware. Seguem algumas funcionalidades implementadas em spywares, que podem ter relação com o uso legítimo ou malicioso: MALWARE Spyware É o termo utilizado para se referir a uma grande categoria de software que tem o objetivo de monitorar atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros. Seguem

Leia mais

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) BOAS PRÁTICAS DE SEGURANÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) André Gustavo Assessor Técnico de Informática MARÇO/2012 Sumário Contextualização Definições Princípios Básicos de Segurança da Informação Ameaças

Leia mais

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br

Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA. CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Proteção no Ciberespaço da Rede UFBA CPD - Divisão de Suporte Yuri Alexandro yuri.alexandro@ufba.br Agenda Segurança o que é? Informação o que é? E Segurança da Informação? Segurança da Informação na UFBA

Leia mais

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são:

Malwares. Algumas das diversas formas como os códigos maliciosos podem infectar ou comprometer um computador são: Malwares Códigos Maliciosos - Malware Códigos maliciosos (malware) são programas especificamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador. Algumas das diversas

Leia mais

Softwares: Básicos e Aplicativos

Softwares: Básicos e Aplicativos Fundamentos da Computação Softwares: Básicos e Aplicativos Profa. Jiani Cardoso jiani@pucrs.br Introdução Hardware = computador propriamente dito com todos os seus componentes e periféricos. Software=

Leia mais

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais.

A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. A segurança na utilização da Internet é um tema muito debatido nos dias atuais devido à grande quantidade de ladrões virtuais. Sobre as práticas recomendadas para que a utilização da internet seja realizada

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Periférico de entrada/saída, memória, vírus, Windows, barra tarefas. Prof: Lucas Aureo Guidastre Memória A memória RAM é um componente essencial

Leia mais

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral Prof. Paulo A. Neukamp Mallware (Parte 01) Objetivo: Descrever de maneira introdutória o funcionamento de códigos maliciosos e os seus respectivos impactos. Agenda

Leia mais

Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança

Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança Spywares, Worms, Bots e Boas Práticas de Segurança Miriam von Zuben miriam@cert.br! Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasill Núcleo de Informação e Coordenação do

Leia mais

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

PARA MAC. Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento PARA MAC Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security fornece proteção de última geração para seu computador contra código mal-intencionado.

Leia mais

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel

Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas Virtuais; Como funciona os antivírus; Principais golpes virtuais; Profº Michel Tipos de pragas virtuais 1 Vírus A mais simples e conhecida das ameaças. Esse programa malicioso pode ligar-se

Leia mais

ESET SMART SECURITY 7

ESET SMART SECURITY 7 ESET SMART SECURITY 7 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações. Módulo 5 Segurança da Informação 2.1 Segurança da Informação A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

Leia mais

Internet, pragas e segurança

Internet, pragas e segurança Internet, pragas e segurança Miriam von Zuben miriam@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto br Comitê Gestor da

Leia mais

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda

Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Auditoria e Segurança de Sistemas Segurança de Redes de Computadores Adriano J. Holanda Segurança na rede Segurança na rede refere-se a qualquer atividade planejada para proteger sua rede. Especificamente

Leia mais

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente.

Programa que, além de incluir funcionalidades de worms, dispõe de mecanismos de comunicação com o invasor, permitindo que seja controlado remotamente. TIPOS DE VÍRUS Principais Tipos de Códigos Maliciosos 1. Virus Programa que se propaga infectando, isto é, inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos de um computador.

Leia mais

CONCEITOS DE PROTEÇÃO E SEGURANCA, BACKUP DISPOSITIVOS E MÉTODOS.

CONCEITOS DE PROTEÇÃO E SEGURANCA, BACKUP DISPOSITIVOS E MÉTODOS. GSI I: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SEGURANÇA TURMA/CURSO: 2º A Administração Geral PROFA.: MSc. ROSA HOFFMANN DATA: 01/06/2010 CONCEITOS DE PROTEÇÃO E SEGURANCA, BACKUP DISPOSITIVOS E MÉTODOS. A conexão

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada

Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada Administração de Empresas Ciências Contábeis Informática Aplicada Prof. Renato M. renato5150@hotmail.com Aula 2 São pequenos programas feitos geralmente em linguagem de máquina, e que possuem a característica

Leia mais

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis. gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Segurança da Informação para dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br Ameaças e Vulnerabilidades em Dispositivos Móveis gilberto@sudre.com.br http://gilberto.sudre.com.br

Leia mais

ESET SMART SECURITY 8

ESET SMART SECURITY 8 ESET SMART SECURITY 8 Microsoft Windows 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP / Home Server 2003 / Home Server 2011 Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento

Leia mais

EAD. Controles de Acesso Lógico. Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque.

EAD. Controles de Acesso Lógico. Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque. Controles de Acesso Lógico 3 EAD 1. Objetivos Identificar os controles de acesso lógico a serem implementados em cada uma das situações possíveis de ataque. Usar criptografia, assinatura e certificados

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Proteção Online. Manual do Usuário. Nextel Proteção Online Versão 13.0

Manual do Usuário Nextel Proteção Online. Manual do Usuário. Nextel Proteção Online Versão 13.0 Manual do Usuário Nextel Proteção Online Versão 13.0 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Nextel Proteção Online... 4 2.1 Instalação da Central de Serviços... 6 2.2 Instalação automática do Nextel Proteção Online...

Leia mais

ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SENAC PELOTAS CENTRO HISTORICO. Panda. Antivirus TÉCNICO EM INFORMATICA PRONATEC. Professor Nataniel Vieira

ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SENAC PELOTAS CENTRO HISTORICO. Panda. Antivirus TÉCNICO EM INFORMATICA PRONATEC. Professor Nataniel Vieira ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SENAC PELOTAS CENTRO HISTORICO Panda Antivirus TÉCNICO EM INFORMATICA PRONATEC Professor Nataniel Vieira Jonathan Da Cruz Da Silveira Pelotas-RS 2013 Introdução Por meio

Leia mais

Symantec Endpoint Protection 12.1 Segurança inigualável. Performance superior. Projetado para ambientes virtuais.

Symantec Endpoint Protection 12.1 Segurança inigualável. Performance superior. Projetado para ambientes virtuais. Segurança inigualável. Performance superior. Projetado para ambientes virtuais. Visão Geral Com o poder do Symantec Insight, o Symantec Endpoint Protection é a segurança rápida e poderosa para endpoints.

Leia mais

Manual do Produto TIM Protect MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Versão 13

Manual do Produto TIM Protect MANUAL DO PRODUTO. TIM Protect Versão 13 MANUAL DO PRODUTO TIM Protect Versão 13 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM Protect... 5 2.1 Instalação da Central de Serviços... 7 2.2 Instalação automática do TIM Protect... 10 3 INTERFACE DO TIM PROTECT...

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 3 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais aspectos de segurança tanto no lado cliente quanto no servidor. Compreender as implicações de segurança individual

Leia mais

Pragas de computador: verdades, mitos e mentiras

Pragas de computador: verdades, mitos e mentiras Motivação Pragas de computador: verdades, mitos e mentiras Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian Pragas de computador são um problema já bem conhecido, porém cada vez mais atuantes e sofisticados. É estimado

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Preparatório INSS. C. Certo. E. Errado QUESTÃO 4. C. Certo. E. Errado QUESTÃO 5. E. Errado QUESTÃO 6

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Preparatório INSS. C. Certo. E. Errado QUESTÃO 4. C. Certo. E. Errado QUESTÃO 5. E. Errado QUESTÃO 6 Questões sobre Vírus e Anti-Vírus aula 20/04/16 gabarito: www.miqueiasfernandes.com.br identificar as falhas de segurança existentes nos sistemas operacionais para contaminar computadores de empresas e

Leia mais

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan

Índice. Ameaças à Segurança da Informação. Introdução. Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa. E-Mail. Como Identificar um Phishing Scan www.bradesco.com.br Índice Versão 01-2007 Introdução 2 Ameaças à Segurança da Informação 12 Dispositivos de Segurança no Bradesco Net Empresa 3 E-Mail 14 Procuradores e Níveis de Acesso 6 Como Identificar

Leia mais

ESET SMART SECURITY 9

ESET SMART SECURITY 9 ESET SMART SECURITY 9 Microsoft Windows 10 / 8.1 / 8 / 7 / Vista / XP Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer download da versão mais recente deste documento o ESET Smart Security é um software

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM AMBIENTES CORPORATIVOS

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM AMBIENTES CORPORATIVOS Universidade Católica de Brasília - UCB Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa - PRPGP MBA - Gestão de Sistemas de Informação - GSI Segurança da Informação Prof. Ly Freitas SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Dezembro de 2003 ISBN: 972-8426-82-8 Depósito legal: /03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Dezembro de 2003 ISBN: 972-8426-82-8 Depósito legal: /03 MANTENHA-SE INFORMADO Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para ser informado sempre que existirem actualizações a esta colecção ou outras notícias importantes sobre o McAfee VirusScan 8.

Leia mais

Prevenção. Como reduzir o volume de spam

Prevenção. Como reduzir o volume de spam Prevenção Como reduzir o volume de spam A resposta simples é navegar consciente na rede. Este conselho é o mesmo que recebemos para zelar pela nossa segurança no trânsito ou ao entrar e sair de nossas

Leia mais

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris

Prof. Marcelo Moreira Curso Juris Segurança/Exercícios 12/ABR/11 CNPQ - Analista em Ciência e Tec. Jr - CESPE 12/ABR/11 CNPQ - Assistente CESPE 22/MAR/2011 SESA/ES PARTE COMUM TODOS OS CARGOS (MÉDICOS, GESTÃO, VIGILÂNCIA) CESPE 1 2 MAR/2011

Leia mais

Aranda 360 ENDPOINT SECURITY

Aranda 360 ENDPOINT SECURITY 1. Pontos Gerais FAQs Que tipo de ameaças põem em perigo a infra-estrutura de meu PC? Como Aranda 360 protege a infra-estrutura da minha PC? Posso usar Aranda 360 sem um antivírus? Posso usar Aranda 360

Leia mais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais

Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores. Pragas Virtuais Fundamentos em Segurança de Redes de Computadores Pragas Virtuais 1 Pragas Virtuais São programas desenvolvidos com fins maliciosos. Pode-se encontrar algumas semelhanças de um vírus de computador com

Leia mais

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções.

Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Acesse a página inicial do NET Antivírus + Backup : www.netcombo.com.br/antivirus. Teremos 3 opções. Esse box destina-se ao cliente que já efetuou o seu primeiro acesso e cadastrou um login e senha. Após

Leia mais

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 -

DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO BB 2015 - DOMÍNIO PRODUTIVO DA INFORMÁTICA - CONCURSO - Professor Esp. Wellington de Oliveira Graduação em Ciência da Computação Pós-Graduação em Docência do Ensino Superior Pós-Graduação MBA em Gerenciamento de

Leia mais

Aula Segurança. André Aziz e Francielle Santos DEINFO UFRPE {andreaziz, francielle}@deinfo.ufrpe.br. Política de Segurança da Informação - POSIC

Aula Segurança. André Aziz e Francielle Santos DEINFO UFRPE {andreaziz, francielle}@deinfo.ufrpe.br. Política de Segurança da Informação - POSIC Aula Segurança André Aziz e Francielle Santos DEINFO UFRPE {andreaziz, francielle}@deinfo.ufrpe.br Política de Segurança da Informação - POSIC http://www.nti.ufrpe.br/content/pol%c3%adtica-de-seguran%c3%a7a-da-informa%c3%a7%c3%a3o-e-comunica%c3%a7%c3%b5es-posic

Leia mais

Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação

Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação Apostila de Informática Básica Professor: Darliton Carvalho Assunto: Exercícios Correio Eletrônico e Segurança da Informação 1 - (CONSULPLAN - 2010 - Prefeitura de Resende - RJ - Administrador / Noções

Leia mais

Análise de Malwares com Software Livre

Análise de Malwares com Software Livre Análise de Malwares com Software Livre Por Luiz Vieira luizwt@gmail.com Objetivos Entender como funcionam malwares Conhecer as ferramentas utilizadas em análise de malware Entender como realizar a análise

Leia mais

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops

Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Universidade Federal de Goiás Dicas de Segurança no uso de Computadores Desktops Jánison Calixto CERCOMP UFG Cronograma Introdução Conceitos Senhas Leitores de E-Mail Navegadores Anti-Vírus Firewall Backup

Leia mais

Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton

Informática para o concurso Professor Alisson Cleiton CADERNO DE QUESTÕES CESPE / 2013 1. ( ) Nos navegadores Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome, o uso de bookmarks permite definir a atualização automática, pelo navegador, de novas

Leia mais

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida.

Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Guia do Usuário Consulte a parte de trás para obter informações sobre instalação rápida. Protegemos mais usuários contra ameaças on-line do que qualquer outra empresa no mundo. Cuidar de nosso meio ambiente,

Leia mais

Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança.

Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança. 28/09/09-09h43 - Atualizado em 28/09/09-12h34 Colunista explica bankers, da infecção até roubo de dados bancários. Seção de comentários está aberta para dúvidas sobre segurança. Altieres Rohr* Especial

Leia mais

Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos

Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos Ameaças Exploradores de uma vulnerabilidade para atacar ativos Demonstração de poder Motivos Busca por prestígio Motivações financeiras Motivações ideológicas Motivações comerciais Processo de Ataque Exploram

Leia mais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Segurança na Internet. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Segurança na Internet Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Segurança de Computadores Senhas Engenharia Social Vulnerabilidade Códigos Maliciosos Negação de Serviço 2 Segurança de Computadores

Leia mais

Aula A 3 ula 11 Windows-Internet

Aula A 3 ula 11 Windows-Internet Aula 3 11 Aula 1 SEGURANÇA NA INTERNET Vírus 2 Vírus Código escrito com a intenção expressa de replicar a si mesmo. Ele pode causar estragos no seu computador, nos programas ou dados. 3 Diferenças entre

Leia mais

Checklist COOKIES KEYLOGGER PATCHES R. INCIDENTE TECNOLOGIA SPAM INTERNET MA Cartilha de Segurança para Internet

Checklist COOKIES KEYLOGGER PATCHES R. INCIDENTE TECNOLOGIA SPAM INTERNET MA Cartilha de Segurança para Internet SEGURANÇA FRAUDE TECNOLOGIA SPAM INT MALWARE PREVENÇÃO VÍRUS BANDA LARGA TROJAN PRIVACIDADE PHISHING WIRELESS SPYWARE ANTIVÍRUS WORM BLUETOOTH SC CRIPTOGRAFIA BOT SENHA ATAQUE FIREWAL BACKDOOR COOKIES

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet Parte I: Conceitos de Segurança

Cartilha de Segurança para Internet Parte I: Conceitos de Segurança Cartilha de Segurança para Internet Parte I: Conceitos de Segurança NIC BR Security Office nbso@nic.br Versão 2.0 11 de março de 2003 Resumo Esta parte da Cartilha apresenta conceitos de segurança de computadores,

Leia mais

0 0 0 1 0 1 1 0 A 0 0 0 1 0 1 1 1 B 0 0 0 1 1 0 0 0 C

0 0 0 1 0 1 1 0 A 0 0 0 1 0 1 1 1 B 0 0 0 1 1 0 0 0 C Hardware & Software Com o Opera Internam ente o Com putador Bit - Binary DigiT (0 ou 1) Menor unidade de memória BYTE Unidade capaz de arm azenar 1 caracter 0 0 0 1 0 1 1 0 A 0 0 0 1 0 1 1 1 B 0 0 0 1

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS A RESPEITO DE VÍRUS DE COMPUTADOR

NOÇÕES BÁSICAS A RESPEITO DE VÍRUS DE COMPUTADOR NOÇÕES BÁSICAS A RESPEITO DE VÍRUS DE COMPUTADOR DEFINIÇÃO E PROGRAMAS ANTIVÍRUS O que são vírus de computador? Os vírus representam um dos maiores problemas para usuários de computador. Consistem em pequenos

Leia mais

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida

ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop. Guia de Inicialização Rápida ESET NOD32 Antivirus 4 para Linux Desktop Guia de Inicialização Rápida O ESET NOD32 Antivirus 4 fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no mecanismo de

Leia mais

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente.

O Firewall do Windows vem incorporado ao Windows e é ativado automaticamente. Noções básicas sobre segurança e computação segura Se você se conecta à Internet, permite que outras pessoas usem seu computador ou compartilha arquivos com outros, deve tomar algumas medidas para proteger

Leia mais

LIÇÃO: Segurança Informática Reconhecimento de Vírus e Acção

LIÇÃO: Segurança Informática Reconhecimento de Vírus e Acção LIÇÃO: Segurança Informática Reconhecimento de Vírus e Acção Idade-alvo recomendada: 11 anos Guia da lição Os alunos irão desenvolver uma compreensão básica de problemas de segurança online e prevenção

Leia mais

Asser Rio Claro. Descubra como funciona um antivírus. Como o antivírus protege o seu computador. A importância de um antivírus atualizado

Asser Rio Claro. Descubra como funciona um antivírus. Como o antivírus protege o seu computador. A importância de um antivírus atualizado Administração Informática Asser Rio Claro Descubra como funciona um antivírus Responsável por garantir a segurança do seu computador, o antivírus é um programa de proteção que bloqueia a entrada de invasores

Leia mais