Hotel Flórida, Flamengo/RJ RJ, 28/07/2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hotel Flórida, Flamengo/RJ RJ, 28/07/2004"

Transcrição

1 Hotel Flórida, Flamengo/RJ RJ, 28/07/2004 O 1 o Café e Marketing, realizado pela ABMN no Rio de Janeiro, patrocinado pela agência DPZ e com apoio da ESPN/Brasil, foi um sucesso absoluto e dá continuidade à série aberta em São Paulo e que terá escala, ainda em Belo Horizonte. Uma iniciativa pioneira marcada pela participação de Thomaz Newton Naves, diretor comercial da Cemusa do Brasil e vice-presidente da ABMN como moderador do evento e das apresentações de Paulo Fraga, diretor comercial do Jornal O Dia, de Daruiz Paranhos, diretor executivo da Rede Bandeirantes e Fred Müller, diretor comercial da Globosat. MÍDIA PARTIDA: A FRAGMENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO Segundo Paulo Fraga, a tecnologia acirrou a competição entre as mídias. Hoje, a notícia é transmitida em tempo real, para qualquer parte do planeta, é a busca incessante de informações 24h/dia. A queda das fronteiras entre a indústria de telecomunicação e a mídia, ou seja, no passado eram dois negócios, atualmente passou a ser único negócio, geraram novas oportunidades de negócios, novos players no mercado. A palavra-chave da nova sociedade multimídia é a mobilidade, onde o telefone celular, antes um luxo de poucos e agora um elemento básico do dia-a-dia das pessoas. Hoje, temos 50 milhões de celulares contra 37 milhões de aparelhos fixos e a taxa de penetração no Brasil, atualmente, é de 28 habitantes para cada 100, cerca de 78% à 80% desse mercado são de aparelhos pré-pagos. O telefone servirá até para falar, pois transforma-se no principal elo de comunicação com o novo mundo, conjugando voz, imagem e dados. Quanto aos negócios, mais do que os fortes, seguindo Darwin, apenas os que conseguirem se adaptar mais rápidos as mudanças sobreviverão a este novo mercado, mais competitivo e exigente. Vive-se hoje o estado da arte, a 3 a geração, é o para todos ou o qualquer coisa, o pear to pear é o imediatismo imperando. No caso do jornal, ele poderá ser impresso em milésimos de segundos em qualquer lugar. É a convergência de todas as mídias, da rádio, do cinema e da TV digital. Quanto ao consumidor, a tiragem/circulação do jornal impresso cai, entretanto, crescem a Internet, os games e o WAP wireless application protocol. Mas uma mídia, não elimina a outra, pois há a variação na utilização das mesmas durante o dia. O consumidor utiliza todas ou quase todas ao mesmo tempo.

2 Segundo pesquisa da Ad Watch Outlook de 2004, a publicidade nos EUA cresce e os anunciantes estão investindo em novas tecnologias, como a TV a cabo, o game e a web. Agora, os anunciantes buscam novos conceitos e querem por parte dos veículos, idéias criativas para maior exposição dos seus produtos. Para o chefe global de marketing do McDonald s, Larry Light, responsável pela campanha que modificou o conceito da marca I m lovin it e pela formulação das lojas e dos menus da rede de fast food,: chegou a hora de admitir que o marketing de mídia de massa está acabado. Nossa marca significa coisas diferentes para pessoas diferentes. E mais, o resultado do estudo apresenta que os hábitos de audiência de mídia estão mudando e migrando para o rádio, para a TV a cabo e a para a web. As agências mudaram, se tornaram mais ágeis e enxutas. Durante a conferência em Nova York, o presidente da Leo Burnett, Tom Bernardin disse que o executivo ideal, além do conhecimento do atual cenário de propaganda, mídia e consumo, é fundamental ter uma real compreensão do accountability resultado. De acordo com a pesquisa, mais de 70% dos consumidores conectam-se a várias mídias concomitantemente, por exemplo, dos que vêem TV, 74% também lêem o jornal e 66% navegam na web; dos que ouvem rádio, 57% navegam na web, 47% lêem jornal e 18% vêem TV; dos que lêem jornal, 52% vêem TV e 50% ouvem rádio e assim vai. O futuro já chegou, a tecnologia, a telecomunicação e as novas mídias, a digitalização, o wap, a convergência, proliferação de canais, wireless, a interatividade, entre outros, já fazem parte do nosso dia-a-dia. De acordo com Daruiz Paranhos, o grande desafio é aglutinar tudo o que está acontecendo. Recentemente, a Bandeirantes fechou acordo com uma operadora de celular que irá disponibilizar a programação da rede no celular, onde o usuário poderá inclusive, ativar um alarme que o avisará quando o programa for começar. Ou seja, o usuário do celular assistirá em tempo real os programas de TV s, inclusive os comerciais. Estamos no meio de uma grande revolução, antes as agências e anunciantes focavam na mídia e na promoção; hoje, é o resultado, o valor de marca. Nos EUA, a marca faz parte do ativo da empresa, no Brasil, estamos com propostas para que o valor marca faça, também, parte do ativo. Segundo pesquisas, num percurso médio de 8Km numa metrópole, o consumidor recebe cerca de 400 impactos publicitários. Portanto, não só as agências, mas os veículos terão que ser também criativos para levar a mensagem certa ao consumidor. Há um supermercado em SP que disponibiliza para seus clientes um cartão de vantagens e quando ele vai fazer compra, ele abre o cadastro e vai armazenando todas as compras do cliente. Com isto, o supermercado constrói um fabuloso banco de dados, onde ele sabe quem compra o quê e quando. Chega até ser uma invasão de privacidade,

3 se não fosse uma coisa realmente genial, pois pode-se fazer campanhas direcionadas e personalizadas, de acordo com o consumo real de cada um. Para tentar proteger o consumidor, este banco de dados do supermercado não poder comercializado para os veículos. Como foi dito, a concorrência é grande e tende a piorar, pois até o varejo está se transformando num veículo de comunicação, é a no-media ; isto é, o supermercado começa a comercializar seus espaços publicitários para as empresas. E com isso, quem perde são os veículos tradicionais que têm que fazer mágica para deixar o anunciante satisfeito, tem que trabalhar novos formatos e novos produtos. Para melhorar a relação entre anunciante e veículo, o formato tem que ser inusitado; o velho comercial ao vivo de décadas passadas está retornando em novo formato. As coisas já estão acontecendo, a digitalização é uma coisa real. A TV interativa/digital vai sair, a rádio AM será igual à FM. Haverá a programação da TV ou seja, a pessoa poderá ver o que quiser e quando quiser. Provavelmente, o padrão japonês deva ser adotado, devido a sua melhor qualidade e versatilidade. Aquele velho conceito de mix de mídia, o mídia break-down, com 70% de TV, 18% de jornal, 10% de rádio e 2% de outras mídias, acabou. Agora, com a fragmentação das mídias, os fatores relevantes são as diferentes características dos veículos e a adequação. Um cenário que concentra mais players, mas devido às fusões, o número de anunciantes cai, pois a empresa que funde à outra não tem a verba publicitária repassada, quer dizer, com a fusão, são dois por um. As agências agora vão ter que descobrir ou inventar novas mídias e, conseqüentemente, novos formatos. As mudanças existem e vão continuar, os veículos vão coexistir e vão ter que se adaptar; estamos às vésperas da digitalização. Thomaz Newton ratificando as apresentações anteriores citou que as mídias partidas e que as fragmentações crescem e que a Cemusa, com o mobiliário urbano, é um exemplo típico. Com 3 anos de existência, o mobiliário urbano já detém 2,7% do bolo publicitário, tirando fatia dos veículos tradicionais. O anunciante e a agência têm que trabalhar em parceria, pois o negócio do anunciante acaba sendo o negócio da agência. Um exemplo, foi o do castelo de natal de anos atrás, com 70m de altura no BarraShopping que gerou uma repercussão extremamente positiva, justamente pela inovação, que além do recall, gerou muita mídia espontânea. Ainda, o anunciante que não tem verba ou que tem uma verba muito pequena, não deve investir em veículos caros como a TV, pois como a verba é curta, a campanha acaba ficando prejudicada, ele deve procurar ajustar a sua verba aos veículos mais acessíveis, visando o melhor retorno possível.

4 Fred Muller, por sua vez, afirmou que a TV por assinatura nasceu segmentada no Brasil, que o tempo das pessoas é restrito enquanto que o volume das informações cresce absurdamente. E em especial, graças a Internet que enfrenta um dilema, é a web um meio ou um provedor de informação? Atualmente, o governo promove a inclusão digital como uma forma de popularização e democratização da informação. Enquanto isso, a TV por assinatura no Brasil é, basicamente, restrita às classes A e B. Como foi dito, o tempo é restrito e único, portanto o consumidor tem que fazer opções, pois o número de veículos no Brasil ultrapassa os 8mil. Deve-se trabalhar o consumidor, pelo seu perfil, pelos grupos de interesses. Um exemplo, são os jovens que têm um comportamento tribal, são os skatistas, os surfistas, os mauricinhos e patricinhas, os nerds, os funkeiros, entre outros; porém, muitas vezes estes comportamentos s misturam, são os híbridos que tem um pouco ou muito de cada um deles. As mudanças são muito rápidas, tem que se avaliar as premissas constantemente. Nos EUA, a audiência da TV por assinatura superou a da TV aberta e também, há operadoras oferecendo mais de 700 canais, sendo que há planos básicos oferecendo mais de 200 canais, é a fragmentação da fragmentação. No Brasil, atualmente, são cerca de veículos de comunicação entre emissoras de TV aberta e por assinatura, rádios, entre outras. O TIVO, gravador de programas de TV que grava sem comerciais, caiu de preço, de US$1,5mil para US$350,0 e detém 3% de share, no Brasil custa R$1,5mil e a participação ainda é incipiente. Hoje no Brasil, com o crescimento da economia e com a geração de empregos a tendência é o crescimento do mercado de TV por assinatura. As compras e as fusões de 2003 remetem a um futuro promissor, estima-se que em 2004, o sinal da TV por assinatura esteja digitalizado, será a hora do assinante digital pelo menos nas praças do Rio e de São Paulo. A conquista de novos clientes como os do varejo, abre um novo leque de opções e quem ganha? Aquele que souber se adaptar, souber olhar o mercado e estiver atento ao consumidor. Considerações durante o Debate Segundo Mauro/McDonald s, hoje, com a inclusão de mais veículos há mais audiência e a qualidade acaba aumentando, é algo inevitável. O mobiliário urbano tem crescido por estar justamente na rua, acompanhando o consumidor que por diversas razões, está mais na rua. No Rio seu crescimento deve-se ao esvaziamento do outdoor.

5 O mobiliário urbano não altera a estética do formato, assim como a TV por assinatura; já a Internet altera. A web não é a TV filmada, é um outro formato, assim como a TV não é o rádio filmado, tem um formato próprio. A web hoje tem cara de TV, mas só que fala de 1 pra 1 e a mensagem tem que ser levada, independente do número de clicks. Ela é um novo meio. Devido à diversidade de veículos, o problema continua basicamente o mesmo que é o encontrar o consumidor no meio de tudo isso, descobrir o que ele está vendo na web, se é sexo ou procurando informações. Para o McDonald s o jornalismo da marca consiste em falar com todo mundo, assim como o jornal, mas ser relevante em alguma coisa para alguém. No Brasil, a empresa trabalha com 2 públicos distintos que são os jovens, entre 18 e 35 anos, que forma a grande massa consumidora, consumindo o produto no seu dia-a-dia; não como programa mas como hábito, por isso o ambiente tem que ser agradável, familiar e o público família, a mãe, o pai e os filhos. Tem que se trabalhar com a comunicação adequada a cada público, agrupando as tendências e a o invés de falar com as grandes massas, falar com os pequenos grupos que acabam gerando a massa. Para Luiz Novaes da DPZ, é antiga a discussão de qual mídia vai acabar com qual. Nisso tudo, o que se vê é que a propaganda é uma ferramenta de sedução; pois o público leigo não quer saber de propaganda, então ele tem que ser seduzido. O comercial tem que chamar a atenção do consumidor e ser convincente, tem que seduzilo, incutir nele o desejo de comprar. Mas para isso, tem que se conhecer profundamente o consumidor, seus hábitos de vida e de consumo, falar com ele no momento e na hora apropriada, adotando o linguajar correto. Entender se a comunicação é para a night, para a praia ou para o barzinho. É uma relação análoga com a mídia, é usar a abordagem, o papo, o conteúdo para a pessoa certa, no lugar certo e na hora certa. Cláudio Petraglia da Band/Rio, por sua vez, falou que o século XX promoveu grandes mudanças na humanidade com o surgimento de novas tecnologias e de novas mídias. Hoje, o grande problema não é a nova mídia, mas sim o preconceito dos anunciantes e dos publicitários quanto à mídia partida. Só que hoje, os consumidores possuem vidas multifacetadas, eles são filhos, pais, netos, cidadãos do mundo e assim por diante. E a mídia, independente de fragmentação, vai ter que compor tudo isso. Na Inglaterra existe um canal exclusivo de comerciais, tem audiência e mostra até os comerciais antigos, onde se vê a evolução da sociedade através dos comerciais.

6 Especialistas acreditam que a publicidade da web em 2007, será maior que a publicidade impressa. E o dilema da mídia será descobrir que caminho seguir, conviver com toda essa fragmentação e fazer escolhas. Geraldo Leite da Singular comentou que o a informação é um fluxo contínuo e renovável e que as agências terão que rever os seus conceitos. As perguntas são as mesmas de antigamente, só que há novos meios, novos canis. A disponibilidade e popularidade da tecnologia trouxeram novas mídias e mais fragmentação. Sendo que, às vezes, há muitas alternativas mas nenhuma deles satisfaz. É a procura por algo novo, é um mercado muito dinâmico. E, às vezes, há alternativas, só que o mercado não está preparado. Hoje, tem que se entender o mercado e andar nele, ir atrás das pequenas multidões. Jomar Pereira/consultor relatou que há pessoas interessadas em programas de propaganda e em seções de jornal que falam no tema; que a propaganda desperta um interesse e uma curiosidade não só de especialistas, ms do público leigo também. Durante os anos, viu o desaparecimento de veículos, mas que para sobreviver no mercado tem que ter qualidade e competência. Hoje, vê-se os veículos aceitando novos formatos de anúncios, vê-se campanhas políticas via celular, entre outros. O susto provocado pela web não se concretizou; nunca se vendeu tanto livro ou se produziu tanto filme. Vale ressaltar a campanha realizada pela ABA que visa a valorização do brasileiro, um resgate da nossa auto-estima. Thomaz Newton/Cemusa ponderou que falta ao mercado mais cuidado e atenção com o seu próprio produto que são os comerciais e os anúncios, o mercado não os trata como deveria. Os veículos esquecem de fazer propaganda do seu próprio negócio. Às, vezes, é uma fogueira das vaidades onde um veículo não anuncia em outros para que este não cresça, não ganhe share, só que fazendo isso, ele está condenando o seu próprio negócio. O mercado tem que se unir anunciantes, agências e veículos e promover a auto-regulamentação. Paulo Fraga/O Dia interveio e colocou que os paradigmas só mudam porque o ambiente competitivo muda e que os monopólios não permitem que as coisas mudem na mesma velocidade. O que estimula o crescimento do mercado é a competição no meio e entre o meio. E ainda, que as fusões entre as empresas tira verba do mercado publicitário.

7 Mário Divo/consultor trouxe o exemplo do Governo Federal que utiliza o altofalante das praças das pequenas cidades para fazer propaganda, o que exige um grande conhecimento de mercado e de uma logística muito bem estruturada. A Petrobras investiu na 1 a edição do Barra Shopping Fashion e pra isso, encontrou um racional lógico que ligava a Petrobras à moda. As necessidades emocionais das pessoas continuam as mesmas, se antes havia programas infantis ou programas de entrevista, isso não mudo hoje. Tem que se usar uma linguagem coerente, que provoque emoções nas pessoas. Às vezes, falta aos profissionais de marketing das empresas a competência técnica para fazer as ações e isso acaba sendo transferido para as agências. Antônio Jorge Pinheiro da Mídia 1 Comunicação, ressaltou que antes, para se colocar verba nas mídias alternativas tinha que se negociar muito, pois o tradicional era rádio x TV e jornal. Hoje, a discussão é outra, pois tem que se acompanhar o consumidor do momento que ele acorda até a hora que ele vai dormir. O grande problema é que quem decide a verba é o anunciante. As agências e os veículos têm que entender muito de marketing para atender o cliente e que a as agências têm que compreender que o alternativo acabou e fazer o cliente entender isso. Paulo Fraga/O Dia alertou que há tanto clientes como agências competentes; mas que o briefing no seu aspecto básico é algo simplório, superficial. A agência tem que entender o negócio do cliente e o grande desafio é conciliar a tríade: agência x anunciante x cliente. O veículo tem que oferecer um produto diferenciado, tem que das sugestões e às agências e aos clientes faltam buscar coisas novas. Esta postura deve-se ao fato se algo der errado, não lhe recai a culpa, o tradicional, a receita de bolo isenta da responsabilidade pelo fiasco. Outra questão é o BV, um grande problema do mercado e que tem as receitas tradicionais e outros interesses. Mauro/McDonald s colocou que a Souza Cruz era a maior anunciante do Brasil, mas que as agências que trabalhavam com ela tinham uma visão deturpada, que o elenco de prioridades do cliente era diferente da agência; assim como se vê hoje em dia na relação de muitas agências e clientes. Caíque/Staff ressaltou que o evento era um exercício de previsão, que hoje as agências de propaganda não podem simplesmente ser agências de propaganda, elas têm que ser inovadoras e enxergam outros meios.

8 Se necessário, elas têm que fazer pesquisa por conta própria para descobrir os hábitos de vida das pessoas. Não importando de onde vem a verba para a pesquisa; mas entender o consumidor. Sim é fato que as agências estruturas risíveis assim como os clientes, assim como os clientes, mas só resta parar de reclamar do cliente e procurar novas ferramentas para levar o produto ao consumidor. Luiz Novaes/DPZ completando o anterior, salientou a importância da pesquisa e mais, que tem que se tentar entender o que há por trás dos números, o consumidor como um todo. Ver e entender os grandes números e os pequenos. Tem que se observar e entender as pequenas audiências, analisar o se retorno e o que elas representam no negócio do cliente. Hoje, cerca de 90% da população brasileira não tem TV por assinatura e é isso que se tem para trabalhar. Há espaço para todos, desde que bem trabalhado. Eduardo Domingues da Telemar, a Xerox desenvolveu um laboratório de alta tecnologia e segundo as suas previsões iniciais, era de que o papel iria acabar. Só que a despeito disso, o que se viu foi o aumento do consumo e isso se deve ao comportamento humano. As pessoas quando têm uma comunicação muito longa pra ler, preferem o impresso; eles preferem baixar a informação e imprimi-la. Das empresas que estão na web, uma das que tem uma excelente forma de se comunica com cliente é a Amazon.com, você compra o livro ou outro produto e um tempo depois ela te recomenda a compra de um novo produto, dentro do perfil desenhado pelo consumidor, uma comunicação direta e objetiva. Em suma, a Fragmentação da Mídia é uma tendência cada vez mais crescente (Paulo Fraga).

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL

PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO DE MÍDIA DIGITAL Prof. a Fabiana Baraldi - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido

Leia mais

Rádio Digital. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Senado Federal

Rádio Digital. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Senado Federal Rádio Digital Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal Roberto Pinto Martins Secretário rio de Telecomunicações Ministério das Comunicações Sumário 1. Cenário

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

A Indústria da Propaganda

A Indústria da Propaganda A Indústria da Propaganda Aprendendo com o Passado Transformando o Presente Vivendo o Futuro Junho 2004 Um Pouco de História As Relações Macro-Econômicas e o Desenvolvimento da Propaganda no Brasil Anos

Leia mais

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com John Heine 2011 Acesse para obter mais informações! 1 Distribua livremente Você tem agora permissão para distribuir livremente este e-book, ou seja, você pode estar vendendo, ou distribuindo livremente,

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação As mudanças DebatePapo Mídia Dalton Pastore - ABAP Caio Barsotti - SECOM José Alves - IVC Orlando Lopes - ABA Impacto da Tecnologia Individualização Acesso

Leia mais

Quem Somos. Nossa meta é o resultado do cliente!

Quem Somos. Nossa meta é o resultado do cliente! 2 0 1 5 Quem Somos Somos a equipe que você deseja para resolver um pequeno impasse, ou um grande dilema, quando o assunto e a MÍDIA certa, no lugar certo e no momento adequado. Regional, personalizada

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

Anuncie na Play! PROPOSTA COMERCIAL. Prezados,

Anuncie na Play! PROPOSTA COMERCIAL. Prezados, PROPOSTA COMERCIAL Prezados, Apresentamos a V.Sas. proposta de prestação de serviços de veiculação de anúncios publicitários na rádio Play FM, sintonizada na frequência 107,5 do dial FM dos rádios e acessada

Leia mais

Apresent Sobr Apr esent ão e a Mídia e a Mídia

Apresent Sobr Apr esent ão e a Mídia e a Mídia Sobre a Mídia A Midia Moving é uma empresa líder no segmento DMOOH (digital midia out of home) com mais de 10 anos de atuação no mercado, atendendo a grandes empresas. Somos líderes de mercado também no

Leia mais

multi media soluções em comunicação

multi media soluções em comunicação multi media soluções em comunicação PARANÁ multi media multi media 1 MI DE HABITANTES NA REGIÃO R$18 BI POTENCIAL DE CONSUMO R$ 12 BI EM INVESTIMENTOS NA REGIÃO 1º NO RANKING INDUSTRIAS R$ 18 BI PIB DA

Leia mais

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito Banda Larga TV por Assinatura Telefonia Fixa Respeito APIMEC RIO Rio de Janeiro, 22 de Novembro de 2013 A GVT é uma empresa autorizada pela Anatel a prestar serviços em todo o país A GVT tem licença STFC

Leia mais

OBJETIVOS DE MARKETING

OBJETIVOS DE MARKETING CASE Banco do Brasil Todo Seu O Banco do Brasil é a mais antiga instituição bancária brasileira. Reconhecido como fundamental para o desenvolvimento econômico e social do país, é também o maior banco da

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO MULTIPLATAFORMA

Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO MULTIPLATAFORMA 29. 09. 2014 Geral Nome da pesquisa Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO Autor 2 Apêndice: Pesquisa Painel 2 O BUSINESS JORNAL E O POSICIONAMENTO A reunião na agência foi muito positiva. Márcio

Leia mais

PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB

PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB PLANEJAMENTO E GESTÃO DE MÍDIA ONLINE Módulos 5 e 6: Dinâmica de planejamento, negociação e compra de Mídia Online Data / Horário: 20 de julho 2013 - das 08:30h as 12:30h PROGRAMA

Leia mais

Custom Publishing Por que minha organização deve ter uma publicação própria?

Custom Publishing Por que minha organização deve ter uma publicação própria? Custom Publishing O mercado das publicações próprias e suas (excelentes) oportunidades de negócios para as empresas antenadas de qualquer setor, com qualquer público Um guia de consulta rápida sobre a

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação

Leia mais

Web. Professor André Martins

Web. Professor André Martins Web Professor André Martins Internet é agora A internet é a promessa de sermos todos um. Aldeia Global*, não com a Tv, mas com a internet. Teoria do caos (Edward Lorenz)- o bater de asas de uma simples

Leia mais

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda PUBLICIDADE X PROPAGANDA PUBLICIDADE Deriva de público (latim: publicus) Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda

Leia mais

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa.

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa. Planejamento de Campanha de Propaganda Aula 5 Contextualização Profa. Karin Villatore Esta aula tem como objetivo mostrar quais são as principais mídias que podem ser usadas em campanhas de publicidade

Leia mais

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer

ESTRATÉGIA DIGITAL. Prof. Luli Radfahrer ESTRATÉGIA DIGITAL Prof. Luli Radfahrer - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

médicos sem fonteira PORTAL MSF

médicos sem fonteira PORTAL MSF LP luís paschoalini 01 médicos sem fonteira PORTAL MSF A reformulação total do portal do Médicos Sem Fronteira Brasil. O desenvolvimento deste projeto só foi possível através da parceria entre as agências

Leia mais

Módulo 5. Composto de Marketing (Marketing Mix)

Módulo 5. Composto de Marketing (Marketing Mix) Módulo 5. Composto de Marketing (Marketing Mix) Dentro do processo de administração de marketing foi enfatizado como os profissionais dessa área identificam e definem os mercados alvo e planejam as estratégias

Leia mais

manual básico de mídia

manual básico de mídia manual básico de mídia Manual Básico de Mídia 1 2 Manual Básico de Mídia 2015 Índice_ 01. Amostra...4 02. Público-alvo...6 03. Audiência de TV...8 04. GRP...12 05. Alcance e frequência...14 06. Custo por

Leia mais

MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota

MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01 Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota MÍDIA Definição Mídia. Sf (ing. mass media) Propag. 1 Veículo ou meio de divulgação

Leia mais

Os tempos mudaram. Campanha de valorização

Os tempos mudaram. Campanha de valorização Campanha de valorização Os tempos mudaram Terceira fase da Campanha de Valorização do Marketing Direto enfatiza a revolução nas formas de conquistar o público e a proximidade da disciplina com as novas

Leia mais

A Talktelecom. Líder na América Latina. soluções em telecomunicações. pequenas, médias e grandes empresas. em telefonia computadorizada

A Talktelecom. Líder na América Latina. soluções em telecomunicações. pequenas, médias e grandes empresas. em telefonia computadorizada A Talktelecom Líder na América Latina em telefonia computadorizada Compete no mercado desde 1992 com soluções em telecomunicações Em plena sintonia com as novas tendências, continuamente desenvolve soluções

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Apresentação @JoaoKepler O Vendedor Na Era Digital Todos nós vendemos alguma coisa. Principalmente Imagem. Processo de Vendas O processo de vendas,

Leia mais

Comércio eletrônico: uma reflexão da Publicidade on line

Comércio eletrônico: uma reflexão da Publicidade on line UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC EGC DISCIPLINA: COMÉRCIO ELETRÔNICO Comércio eletrônico: uma reflexão da Publicidade on line Elaisa Ana Stocco COMÉRCIO ELETRÔNICO A chave da estratégia de

Leia mais

PROPAGANDA. Propaganda. Considerações iniciais. Propaganda. Propaganda. Papel da propaganda. Propaganda. Propaganda. Missão.

PROPAGANDA. Propaganda. Considerações iniciais. Propaganda. Propaganda. Papel da propaganda. Propaganda. Propaganda. Missão. PROPAGANDA Considerações iniciais É a parte mais glamourosa do Marketing Mix (exposição); Exige talento e planejamento Representa mais de 1% do PIB Todos (acham que) entendem; Papel da propaganda A compra

Leia mais

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia:

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: INTRODUÇÃO Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: 1450 Imprensa de Gutemberg 1940 Primeiras transmissões na TV 1960 Internet começa a ser desenvolvida 1973 Primeira ligação

Leia mais

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global O CONSUMIDOR MOBILE Uma visão global A PRÓXIMA POTÊNCIA EM MÍDIA Quando a primeira chamada foi realizada por um telefone móvel em 1973, o protótipo utilizado tinha bateria com duração de 30 minutos e levava

Leia mais

Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa.

Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa. Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa. A Fran Press está de cara nova, mantendo a sua reconhecida identidade estratégica. Nos tempos atuais

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET Autores: OROMAR CÓRDOVA GILBERTO ALVES LOBATO COPEL Companhia Paranaense

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

Marketing de Causas Sociais

Marketing de Causas Sociais Marketing de Causas Sociais Denilson Motta denilson.motta@yahoo.com.br AEDB Lúcia Maria Aparecido Vieira lucivie3@hotmail.com UBM Vanderléia Duarte potter_van@yahoo.com.br AEDB Rayanna Mattos Viana rayannamviana@gmail.com

Leia mais

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013 Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora São Paulo-SP Setembro/2013 Introdução O Objetivo deste trabalho é criar uma estratégia de comunicação digital vencedora através do marketing por

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

O futuro do YouTube - VEJA.com

O futuro do YouTube - VEJA.com Entrevista O futuro do YouTube 29/08/2009 10:49 Por Leo Branco Nesta semana, Chad Hurley, de 32 anos, um dos criadores do YouTube, esteve no Brasil e falou a VEJA sobre o futuro do maior site de vídeos

Leia mais

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL?

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO A evolução dos Meios de Comunicação 1990 2000 telex e-mail internet notebook e hoje?? celular MMS TV aberta TV a cabo DVD

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

MÍDIA KIT ELEMIDIA 2015 A ELEMIDIA AUDIÊNCIA 03 CONTEÚDO SOLUÇÕES CREDIBILIDADE RESULTADOS REDE TABELA DE PREÇOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MÍDIA KIT ELEMIDIA 2015 A ELEMIDIA AUDIÊNCIA 03 CONTEÚDO SOLUÇÕES CREDIBILIDADE RESULTADOS REDE TABELA DE PREÇOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MÍDIA KIT 2015 A ELEMIDIA AUDIÊNCIA 03 CONTEÚDO SOLUÇÕES CREDIBILIDADE RESULTADOS REDE TABELA DE PREÇOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 07 08 09 10 12 13 14 AUDIÊNCIA PERFIL 20 a 44 ANOS MÉDIA POPULAÇÃO: 56% TRABALHAM

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação está

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo BRIEFING DE PRODUTO Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo Modelo Extraído dos livros: Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

Pesquisa Risqué Clássicos. Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG

Pesquisa Risqué Clássicos. Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG Pesquisa Risqué Clássicos Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG Grupos focais são comumente utilizados em pesquisas de marketing para determinar

Leia mais

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO

5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO 5 dicas incríveis de Facebook Ads para iniciantes. 1 INTRODUÇÃO Este e book foi criado após ter percebido uma série de dúvidas de iniciantes em Facebook Ads. O seu conteúdo é baseado na utilização da plataforma

Leia mais

Aprenda a Tirar Vantagem da 2º Maior Ferramenta de Buscas do Mundo!

Aprenda a Tirar Vantagem da 2º Maior Ferramenta de Buscas do Mundo! Aprenda a Tirar Vantagem da 2º Maior Ferramenta de Buscas do Mundo! Usar o Youtube profissionalmente é o upgrade que o seu negócio precisa para alavancar e obter muito mais vendas, contatos e visitas!

Leia mais

Marketing Infantil. Professor André Martins

Marketing Infantil. Professor André Martins Marketing Infantil Professor André Martins Século 20 Crianças vistas como seres inocentes e cheio de desejos; Natal única época de conseguir presentes; No século IV, as igrejas ocidentais passaram a adotar

Leia mais

INDE X AÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS EM 2015 PEL A SIZMEK. Análises de formatos, adoção e desperdício em dispositivos móveis.

INDE X AÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS EM 2015 PEL A SIZMEK. Análises de formatos, adoção e desperdício em dispositivos móveis. INDE X AÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS EM 2015 PEL A SIZMEK Análises de formatos, adoção e desperdício em dispositivos móveis. CO N T EÚ D O S O RESUMO GERAL DO MARKETING PARA MÓVEIS Inventário Móvel CH A

Leia mais

BREVE APRESENTACAO, ~

BREVE APRESENTACAO, ~ BREVE APRESENTACAO, ~ Jornal era considerado mídia obrigatória O principal diferencial costumava ser o volume de circulação, principalmente se o jornal era auditado pelo IVC. Os jornais eram procurados

Leia mais

Mónica Montenegro António Jorge Costa

Mónica Montenegro António Jorge Costa Mónica Montenegro António Jorge Costa INTRODUÇÃO... 4 REFERÊNCIAS... 5 1. ENQUADRAMENTO... 8 1.1 O sector do comércio em Portugal... 8 2. QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E MELHORES PRÁTICAS NO COMÉRCIO... 15

Leia mais

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade Sobre 4YouSee Conhecendo os recursos de mídia, bem como as necessidades do mercado publicitário, a F6 Sistemas desenvolveu 4YouSee, um software capaz de reunir rentabilidade, eficiência e rapidez no gerenciamento

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

Reinventando a gestão de vendas

Reinventando a gestão de vendas Reinventando a gestão de vendas Um bom vendedor é mais importante para a empresa do que o produto. Vender não é mais persuasão, mas compreensão. Esta é a proposta de Neil Rackham, expressa durante o Fórum

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

AGRONEGÓCIOS Nov/2012

AGRONEGÓCIOS Nov/2012 AGRONEGÓCIOS Nov/2012 Internet Acesso Brasil O total de brasileiros com acesso à internet chegou a 83,4 milhões de internautas no segundo trimestre de 2012, um crescimento de 13,1% sobre o segundo trimestre

Leia mais

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br Cenário de Trânsito no Brasil e o Portal do Trânsito O cenário do trânsito atual não é nada animador. Segundo especialistas

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Impactos da nova regulação de meios de pagamento para o setor supermercadista Em 3 aspectos principais: aceitação, emissor e empregador

Impactos da nova regulação de meios de pagamento para o setor supermercadista Em 3 aspectos principais: aceitação, emissor e empregador Impactos da nova regulação de meios de pagamento para o setor supermercadista Em 3 aspectos principais: aceitação, emissor e empregador 25 de Abril de 2014 1 Somos uma consultoria especializada em Varejo

Leia mais

MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL. meio & mídia

MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL. meio & mídia MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL 2015 O QUE É A CULT A revista Cult trouxe um novo conceito e quando chegou ao mercado, em 2005, agitou a mídia impressa com sua proposta inovadora. Já nasceu corajosa e trazendo

Leia mais

Gerações Y e Z: Juventude Digital. Geração Y (20 a 29 anos) Geração Z (12 a 19 anos) Target Group Index BrY11w1+w2 (Ago09-Jul10)

Gerações Y e Z: Juventude Digital. Geração Y (20 a 29 anos) Geração Z (12 a 19 anos) Target Group Index BrY11w1+w2 (Ago09-Jul10) Gerações Y e Z: Juventude Digital Quais são as gerações do Brasil? Geração Z 12 a 19 anos 11,6 milhões 18% 27% Baby Boomers acima de 46 anos 17,6 milhões 23% Geração Y 20 a 29 anos 15,3 milhões 32% Geração

Leia mais

As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação. Compartilhe este guia:

As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação. Compartilhe este guia: As 5 grandes tendências em tecnologia para Educação 1 Introdução: A educação iniciou o século XXI de maneira bastante disruptiva. Uma série de inovações por parte de educadores e alunos fez com que os

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA

MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA MARKETINGCRIATIVOPUBLICIDADEESTRATÉGICA Dizem por aí que o camaleão é sinônimo de pessoa que vive trocando de opinião. A gente aposta que não. Resultado de milhares de anos de evolução, sua capacidade

Leia mais

Tendências de comunicação para 2014. 89% dos brasileiros pesquisam preços na web. E-mail é 40 vezes mais eficiente que FB nas vendas

Tendências de comunicação para 2014. 89% dos brasileiros pesquisam preços na web. E-mail é 40 vezes mais eficiente que FB nas vendas Tendências de comunicação para 2014 Veja alguns temas que devem influenciar o setor 89% dos brasileiros pesquisam preços na web 78% acredita que na internet os produtos são mais baratos 63% utiliza smartphones

Leia mais

- Somos uma empresa de desenvolvimento de software de criação de ambientes interativos.

- Somos uma empresa de desenvolvimento de software de criação de ambientes interativos. Quem Somos Quem Somos SBMD - Somos uma empresa de desenvolvimento de software de criação de ambientes interativos. - Atuamos na distribuição de conteúdo e ferramentas de comunicação através de telas de

Leia mais

está aqui! A solução para a sua marca Projeto gráfico Jornais Publicações customizadas Revistas www.editoranovagestao.com.br

está aqui! A solução para a sua marca Projeto gráfico Jornais Publicações customizadas Revistas www.editoranovagestao.com.br A solução para a sua marca está aqui! Editora www.editoranovagestao.com.br Publicações customizadas Revistas Edição de textos Jornais Diagramação Projeto gráfico revisão Criação de layouts Criação de textos

Leia mais

Como lutar em uma guerra de preços

Como lutar em uma guerra de preços Como lutar em uma guerra de preços Juliana Kircher Macroplan Prospectiva, Estratégia e Gestão Julho de 2006 Guerras de preços já são fatos concretos que ocorrem frequentemente em todos os mercados, seja

Leia mais

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas.

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas. COMERCIAIS MARCANTES Açucena Vieira de Morais, Daniella Zarro Teixeira Silva Pinto, James da Silva Costa, Ariane Fernanda da Silva Costa, Silene Fernandes Bicudo Univap Universidade do Vale do Paraíba/FCSAC

Leia mais

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos;

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Missão do IAB Brasil Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Criar normas e padrões para o planejamento, criação, compra, venda, veiculação e mensuração de mensagens

Leia mais

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno

Planejamento Multimídia. Prof. Bruno Moreno Planejamento Multimídia Prof. Bruno Moreno Sumário 03/03/2011 Ainda Novo Consumidor Vídeo da Não é uma Brastemp Público-alvo Concorrência Apresento-lhes Maria Luiza Vídeo sobre Novo Consumidor http://www.youtube.com/watch?v=riovee0wquq

Leia mais

CARACTERÍSTICAS OBJETIVOS PRODUTOS

CARACTERÍSTICAS OBJETIVOS PRODUTOS INTRODUÇÃO Niterói - cidade considerada digital já em 1999 é uma das mais conectadas em banda larga do país. Na cidade conhecida por seus belos casarões, museus e centros culturais, foi criada em agosto

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

Mobile Marketing. E a utilização de múltiplas plataformas

Mobile Marketing. E a utilização de múltiplas plataformas Mobile Marketing E a utilização de múltiplas plataformas Case: Coca-Cola Happiness Factory Case: Coca-Cola Happiness Factory Visão Geral Happiness Factory foi uma campanha global desenvolvida para a Coca-Cola.

Leia mais

Professor: Tiago Tripodi

Professor: Tiago Tripodi Professor: Tiago Tripodi Quando temos uma situação em que acontece o processo de troca, envolvendo desejo e necessidade de se obter um bem ou serviço, neste momento se realiza uma ação de marketing As

Leia mais

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online Apresentação institucional Valor Online Outubro/2010 Valor Online: o melhor da economia e dos negócios a apenas um clique Valor Online é a mais completa cobertura de economia, negócios e finanças da internet.

Leia mais

Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo

Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo Importância da Comunicação Digital para o mercado corporativo Cláudio Coelho Café da Manhã 22.05.2012 Agenda Evolução da Comunicação Serviços de Comunicação Digital Importância do Planejamento Estratégico

Leia mais