fonte Unisuam investe em pesquisa Ação social no Alemão Leopoldina tem Ponto de Cultura Pesquisadores se reúnem na UERJ em setembro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "fonte Unisuam investe em pesquisa Ação social no Alemão Leopoldina tem Ponto de Cultura Pesquisadores se reúnem na UERJ em setembro"

Transcrição

1 3 fonte Jornal Laboratório do Curso de Comunicação Social Jornalismo e Publicidade NÚMERO 1, AGOSTO DE 2005 Unisuam investe em pesquisa O Centro de Pesquisa divulga os nomes dos 25 selecionados para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic). Lançado no primeiro semestre, o programa vai incentivar alunos e professores vinculados a projetos de pesquisa científica financiados pela instituição. As bolsas oferecidas para os estudantes são de R$ 254,00, distribuídas em 24 pesquisas distintas, entre as diversas áreas de conhecimento e cursos da Unisuam. Algumas já em andamento, como a pesquisa para desenvolvimento de técnicas de fertilização artificial da rã touro criada em cativeiro. pág. 4 e 5 José de Seixas Thiago Vinícius 3 Ação social no Alemão O Centro de Extensão da Unisuam levou alunos, professores e funcionários para a Vila Olímpica do Complexo do Alemão em um dia de cidadania, no mês de junho. A programação mobilizou a comunidade e foram prestados diversos serviços, como emissão de documentos, orientação sobre o diabetes, dicas para o cuidado com pele e cabelo, apresentações de capoeira e teatro, e atendimentos em fisioterapia, enfermagem, farmácia e nutrição. pág. 3 Leopoldina tem Ponto de Cultura A Zona da Leopoldina ganha um Ponto de Cultura no prédio histórico da Estação da Leopoldina. O projeto do Serviço Social das Estradas de Ferro (Sesef), financiado pelo Ministério da Cultura, começou a funcionar em abril, com uma grande comemoração dos 150 anos da ferrovia no Brasil, e atende estudantes e comunidade com exposições, filmes e oficinas gratuitas de arte, animação e brinquedo, preenchendo a lacuna cultural da região. pág. 3 3 Arquivo Ponto de Cultura Entrevista Jornalista Jakobskind lembra os anos de chumbo na imprensa Prata da Casa pág. 8 Alunos e professores se destacam em concurso da Unesco pág. 7 Congresso de Comunicação Pesquisadores se reúnem na UERJ em setembro Avaliação do MEC Turismo e Enfermagem já são reconhecidos pág. 5 pág. 7

2 2 JORNAL LABORATÓRIO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO DA UNISUAM EXPEDIENTE Jornal Laboratório n o 1 Curso de Comunicação Social Centro Universitário Augusto Motta - Unisuam Chanceler Prof a. Ana Cristina Monteiro da Motta Cruz Reitor Prof. José Remizio Moreira Garrido Pró-Reitor Acadêmico Prof. Benny de Almeida Pró-Reitor Administrativo Arapuan Medeiros da Motta Neto Diretor de Assuntos Acadêmicos Prof. Pedro Pascoal Sava Diretor de Ensino Prof. Eluísio Antônio Gonçalo Diretor de Pesquisa e Pós-Graduação Prof. Carlos Alberto Figueiredo Diretora de Extensão e Assuntos Comunitários Prof a. Rosangela Maria Vieira Moreira Jornal produzido por alunos do curso de Comunicação Social Editor Chefe/Orientação Prof. Ovídio Mota Peixoto Sub-editoria, Coordenação de Redação/Orientação Prof a. Ana Carina Santos (MTb 22510/RJ) Projeto Gráfico, Coordenação de Diagramação/ Orientação Prof a. Marina Boechat Participam dessa edição os alunos: TEXTO Alexsandra Silva (7 o período - noite) Angélica Gomes (6 o período - manhã) Bárbara Evangelista (7 o período - noite) Catia Nasseh (5 o período - manhã) Cristina Lameira (4 o período - manhã) Helio Euclides (5 o período - manhã) Isabel Cristina (7 o período - noite) Joana Darc (6 o período - manhã) Luiz Carlos do Bomfim (6 o período - manhã) Ubirajara Oliveira (7 o período - noite) FOTOGRAFIA Camila Guerreiro (5 o período - manhã) Cátia Nasseh (5 o período - manhã) Denilson Novaes (4 o período - noite) Helio Euclides (5 o período - manhã) Luís Carlos do Bomfim (6 o perído - manhã) Thiago Vinícius (5 o período - noite) William Silva (5 o período - noite) ILUSTRAÇÃO Camila Guerreiro (5 o período - manhã) DIAGRAMAÇÃO Angélica Gomes (6 o período - manhã) - pág. 4 e 5 Cátia Nasseh (4 o período - manhã) - pág. 3 e 6 Joana D arc (6 o período - manhã) - pág. 1, 7 e 8 João Gouvêa (3 o período - noite) - pág. 3 Colaboraram também os professores: Alcyr Cavalcanti Orientação de foto para Dia da Cidadania no Complexo do Alemão e de texto para a Entrevista Victa Carvalho Orientação de foto para a Varal Distribuição gratuita Tiragem: 03 mil exemplares Escreva-nos: Temos um nome. O jornal laboratório do curso de Comunicação Social, que você, leitor, conheceu no mês de junho agora tem um nome. Os alunos sugeriram, discutiram conosco em reuniões e, por fim, um deles Luiz Carlos do Bomfim, 6 o período da manhã lançou a idéia: Fonte. Simples, cristalino e objetivo. Como pretendemos que seja nosso jornal. Fica registrado aqui o nosso muito obrigado ao Bomfim e a todos os alunos que de alguma forma participaram e sugeriram nomes, tornando possível que estabelecessemos uma identidade logo neste primeiro número. O nome traz vários significados que devem nortear esse aprendizado jornalístico. Que seja: fonte como nascedouro, de onde vai brotar boa água, bons profissionais; fonte de conhecimento, para quem faz e para quem lê. Que nos lembre sempre do quão preciosas Opinião É só o começo ou já estamos no fim? Por João B. da Silva* Carta ao leitor Fonte, muito prazer. são nossas fontes jornalísticas, de onde saem as informações, nossa matéria prima. Também fonte, termo da tipografia que designa um estilo de desenho de letra, para lembrarmos que o jornal está no texto e na forma, que conteúdo e arte caminham juntos para apresentar ao leitor a melhor informação. Por ter vários significados possíveis relacionados com nosso fazer comunicativo, por ser tão simples e direto, Fonte é o nome que casa com nossos objetivos, que traduz nosso jeito de pensar comunicação. Esta primeira edição do jornal Fonte traz cidadania e cultura como temas principais, em matérias como a do Ponto de Cultura Barão de Mauá e a do Dia da Cidadania no Complexo do Alemão, que reafirmam o elo entre a Unisuam e a comunidade, e também a da participação de alunos e professores no Somente o deboche, o caótico, a desordem organizada, e assumir-se como ruim para transformar o pior no que há de melhor na programação dominical da TV brasileira. Durante muito tempo convivemos com formatados programas de intuito popularesco e assim, por falta de opção e uma incrível incompetência para criar uma terceira via aos domingos, condicionamos nossos controles remotos apenas ao sistema brasileiro de televisão enfadonho ou a um globo terrestre movido à mesmice. Contudo, aos poucos e de boca-emboca, tornou-se crescente um fantasma nascido de onde jamais se imaginou. Foi dado início ao terror dos dois pilares televisivos dos finais de semana, a ponto de gerar um verdadeiro pânico nas emissoras que, até então, eram absolutas, mandatárias, senhoras feudais em suas respectivas sintonias. E mais, sem atrações de grandes atratividades, com bizarrices desmedidas, matérias de nenhum teor jornalístico (informativo), repórteres inconvenientes, anárquicos, estética às avessas, entrevistas sem nexo, entrevistados sem o direito de serem ouvidos, saia-justa a quem quer que seja, super exposição dos desafetos e, ao mesmo tempo, amados por tantos e odiados por pouquíssimos. É desta maneira, desordenadamente com tudo em seu lugar, falando no popular, vingando os telespectadores nas entrevistas, rindo (e muito) de si mesmo e dos outros, fazendo conquistas diárias, descelebrizando pseudo-celebridades, satirizando a deus e ao mundo, rompendo padrões, desestruturando conceitos, fugindo à regra e nadando contra a maré de tudo o que era tido como certo na produção da TV brasileira até hoje, que o programa Pânico na TV pode ser considerado o melhor do domingo para ser visto na TV. É a plebe sorrindo desdentadamente de si, mesmo sem saber o motivo do (so)riso. Porém, esse espetáculo do crescimento em forma de bagunção nos meios de comunicação traz em si, no mínimo, duas reflexões. Uma diz que, se quanto pior melhor, imaginemos a televisão nossa de cada dia daqui a vinte, quarenta anos. Pois se copiar o que há de ruim é o melhor que temos a fazer, questiono eu: onde irá chegar essa TV? Por outro lado, diante de tanta mazela televisiva, será que não cabe um levante sobre todas as coisas, começarmos a nos preocupar com qualidade, estéticas agradáveis (sem padronizar), concurso de redações sobre solidariedade da Unesco (Órgão das Nações Unidas para Educação e Cultura), que ficaram entre os 100 melhores e tiveram seus trabalhos publicados em um livro. A implantação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) marca a escolha da instituição em investir nos seus alunos e em projetos que atendam às necessidades da comunidade onde ela está inserida. Para quem é de comunicação, duas novidades: inauguramos nossa página Varal, dedicada aos olhares fotográficos dos alunos do curso e nossa seção de opinião, dedicada a crônicas ou artigos dos alunos. E ainda temos entrevista com Mário Augusto Jakobskind e uma prévia do Intercom, que vem por aí. Aproveite a leitura e até a próxima edição. Ana Carina Santos coordenadora da redação. Colaborou Joana D arc, jornalismo - 6 o período. programação educativa sem ser chata? Ou seja: produzir televisão com os cuidados necessários para que todos façam da TV uma aliada na formação, no entretenimento, na informação. Sem que ninguém saia ferido, em emissora alguma. *Aluno de publicidade, manhã 6º período - Texto orientado na disciplina Produção do Discurso IV, pela Prof a. Ana Carina Santos. Participe Este espaço de opinião está aberto a artigos e crônicas produzidos pelos alunos de Comunicação Social em sala de aula ou orientados pela equipe editorial do jornal Fonte. Escreva-nos: Carta do leitor Senhor Editor Responsável, Acuso o recebimento e agradeço a gentileza da remessa do exemplar (...) do periódico Jornal Laboratório, e felicito esta instituição pela qualidade da publicação. Com as expressões de nosso apreço, firmo-me Cordialmente, Maurício Azêdo Presidente ABI

3 Cátia Nasseh* Cultura na Estação NÚMERO 1 AGOSTO DE Ponto de Cultura Barão de Mauá movimenta a Leopoldina Dia da cidadania no Complexo do Alemão Da redação* Camila Esteves A Zona da Leopoldina tem, desde abril, um ponto de cultura: no aniversário de 150 anos da ferrovia brasileira foi inaugurado no prédio histórico da estação da Leopoldina o projeto Ponto de Cultura Estação Barão de Mauá. O Ponto de Cultura é um projeto financiado pelo Ministério da Cultura e desenvolvido pelo Serviço Social das Estradas de Ferro (Sesef), que vai oferecer aos moradores da periferia do Rio de Janeiro oficinas de teatro, animação, música e brinquedo, de duas formas: uma para os professores, que poderão reproduzir as técnicas aprendidas nas salas de aula, e outra para a população. Todas as oficinas utilizarão material reciclado. Trabalhamos o adulto de hoje e a geração futura, pois a partir do momento que investirmos em arte e educação, formaremos a platéia do amanhã, diz Cristiane Marques, coordenadora de arte, educação e teatro. Inicialmente as oficinas acontecerão dentro da Estação, onde os resultados finais também serão expostos, mas a idéia é fazer com que essas atividades aconteçam ao longo dos trilhos da ferrovia no Rio de Janeiro e, no futuro, estendê-las ao traçado ferroviário de todo o Brasil. Além disso, estão sendo construídos, dentro da Leopoldina, um auditório para Arquivo do Ponto de Cultura Antonio Carlos: imagens sairam da gaveta para o hall da Estação apresentações de música, teatro, cinema e dança; e um centro de memória com sala de exposição e recepção. O projeto do Ponto de Cultura Estação Barão de Mauá nasceu de um desejo antigo dentro do Sesef de atender às necessidades culturais das comunidades da periferia, e foi selecionado pelo Ministério da Cultura através do Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania - Cultura Viva. Segundo o coordenador Edison Junior, o projeto visa democratizar o acesso e a fruição cultural do nosso país. O projeto tenta desmistificar a idéia de que os centros de produção cultural cariocas estão somente na Zona Sul, distantes da população da periferia. Por se localizar na zona portuária, dentro de uma estação de trem, o Ponto de Cultura Barão de Mauá é um local estratégico e de fácil acesso para os moradores de todas as regiões do Rio de Janeiro. Memória Pereira Nunes, Agente de Estação; apaixonado pela ferrovia e por fotografia, captou várias imagens que contam um pouco da história da ferrovia por volta dos anos 40. Os negativos dessas fotos foram esquecidos e encontrados recentemente por Antônio Carlos Nunes, filho do ferroviário, no fundo da gaveta de uma escrivaninha herdada do pai. O acervo tem mais de 200 fotos, que estão expostas desde a inauguração, no Ponto de Cultura. Doei estas fotos para serem publicadas no livro A formação das estradas de ferro no Rio de Janeiro O resgate de sua memória, de Hélio Suêvo Rodriguez. Sinto-me envaidecido em vê-las neste evento, em memória de meu pai, diz Antônio Carlos. Alunos visitam a Estação Acompanhados pelos professores de Transporte e Agenciamento Elzário Junior e Aranda Barros, as turmas de 1º período do Curso de Turismo da Unisuam, visitaram o Ponto de Cultura Estação Barão de Mauá em uma aula externa e assistiram à exibição do filme O Trem no Brasil, Ontem, Hoje, Imagine Amanhã, de Noilton Nunes. Estas aulas externas nos trazem o conhecimento na prática, foi minha primeira aula técnica e conhecer o Ponto de Cultura foi muito bom, diz a aluna Jaqueline Silveira. Serviço A Estação da Leopoldina, logo após sua construção em 1926 (acima) e em 2005 (esquerda), na inauguração do Ponto de Cultura. Ponto de Cultura Estação Barão de Mauá funciona de segunda a sexta, de 12h às 17h, na Estação da Leopoldina (av. Francisco Bicalho, s/n Santo Cristo) * Aluna de Jornalismo - 5ºperíodo William Silva Alunos, professores e funcionários de várias áreas da Unisuam estiveram no dia quatro de junho na Vila Olímpica do Alemão prestando serviços à comunidade. O Dia da Cidadania foi promovido pelo Centro de Extensão da Unisuam, que retoma os trabalhos comunitários em Durante um dia foram prestados serviços de atendimento jurídico, como orientação e emissão de documentos de identidade e carteiras de trabalho, informações nutricionais e dicas de saúde estética, como cuidados capilares e de pele, que interferem diretamente na saúde das pessoas. Ainda na saúde, foram montados estandes de atendimento fisioterápico, onde estudantes, estagiários e fisioterapeutas ofereciam massagens relaxantes; e de enfermagem, onde os voluntários prestavam esclarecimentos sobre o diabetes e ofereciam serviços de verificação da taxa de glicose e pressão arterial. Um posto odontológico móvel também funcionou durante todo o dia. A programação cultural teve apresentações de capoeira, maculelê, teatro com bonecos, aula de jongo e atividades de animação. Todos os serviços foram coordenados pelos voluntários, alunos e professores, dos cursos de Nutrição, Estética e Cosmetologia, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Direito, Educação Física. A diretora do Centro de Extensão Rosângela Moreira acredita que o evento atingiu seus objetivos. Trazemos num só dia várias ações sociais para que o maior número de pessoas possa participar. E os nossos alunos têm a oportunidade de exercer na prática tudo o que aprendem em sala de aula, comemora. *Cristina Lameira, Jornalismo, 3 o perîodo Alunas de Cosmetologia dão dicas de como cuidar da saúde da pele.

4 4 JORNAL LABORATÓRIO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO DA UNISUAM Alunos da Unisuam têm bolsas 25 alunos foram selecionados para trabalhar nos 24 projetos de p Lançamento oficial do Pibic. A partir da esquerda: o diretor de pesquisa Carlos Alberto Figueiredo, o pró-reitor administrativo Arapuã Neto e o diretor de ensino Eluísio Gonçalo por Angélica Gomes* Durante um mês a coordenadoria de pesquisa aceitou as inscrições de alunos candidatos ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic), lançado em abril pela Unisuam. Os alunos passaram por um processo seletivo rígido, que incluiu avaliação de coeficientes de rendimento, prova escrita e por entrevistas, que aconteceram nos meses de maio e junho. Agora, foi divulgada a listas dos 25 primeiros colocados, contemplados com bolsas de R$ 254,00 mensais, Luiz Carlos do Bomfim durante um ano. Cada bolsista deverá dedicar 20 horas semanais ao projeto de pesquisa para o qual foi aceito. Os estudantes que não ficaram entre os primeiros colocados, mas foram aprovados no processo seletivo poderão participar das pesquisas desenvolvidas como colaboradores. Mesmo sem ter direito à bolsa, esses alunos farão parte de todo o processo da pesquisa, com os mesmos direitos dos bolsistas. Várias pesquisas já estão em andamento, com temas variados que vão desde os estudos dos indicadores sócioeconômicos na região da Leopoldina até a relação entre esporte e mídia. Ao todo, hoje são 44 pesquisadores atuando em 24 projetos distintos, divididos em seis grupos de disciplinas afins (Farmácia, Fisioterapia, Educação Física, Nutrição, Ciências Biológicas, Estudos Interdisciplinares e Educação a Distância), nas seguintes áreas: Saúde e Qualidade de Vida; Linguagem e Comunicação; Direitos Humanos, Ética e Cidadania; Sociedade, Cultura e Educação; Homem, Espaço e Meio Ambiente; e Comportamento e Estratégia Organizacional. A proposta do Pibic/Unisuam é oferecer aos estudantes formação em pesquisa científica, desenvolvimento e inovação, por meio do aprendizado de técnicas, métodos científicos e tecnológicos. Desse modo, o programa pretende contribuir com diversas áreas de conhecimento, e dar a oportunidade aos professores pesquisadores e aos alunos de desenvolverem e ampliarem os seus conhecimentos e áreas de investigação. Estão ligados ao programa professores/orientadores dos projetos já existentes e cadastrados no banco de projetos institucionais do Centro de Pesquisa. Esses orientadores receberam o direito de requisitar os alunos aprovados através do edital de seleção do Pibic e orientálos durante um ano. O edital também fez uma convocatória a novos professores pesquisadores interessados em cadastrar e aprovar projetos junto ao Pibic/Unisuam. O Centro Universitário Augusto Motta pretende, até 2007, se transformar em universidade. E a pesquisa, assim como a extensão e o ensino, são pré-requisitos para que isso aconteça. * Aluna do curso de Jornalismo - 6 o período A Unisuam investe na criação de rãs em cativeiro José de Seixas O módulo de pesquisa que vai reproduzir as instalações de um ranário em pequena escala está em fase de montagem no pátio externo do Campus de Bonsucesso do Centro Universitário Augusto Motta. Serão 12 baias (tanques) para comportar as rãs Touro, criadas em cativeiro e cuja carne, além de saborosa, apresenta baixo teor de gordura e propriedades antibióticas em estudo. Serão desenvolvidos experimentos para melhorar a nutrição e a qualidade das rãs Touro. A pesquisa é coordenada pelo doutor em ciências biológicas José Teixeira de Seixas Filho, e a equipe é composta Acima, ovas de pelas também doutoras Luciana Helena Maia, Ana Cláudia Alva Mariano, Ana Cristina Borges, o mestre em Ciências Antônio Carlos Palermo e o pós-doutor em educação, José Abrantes. Seixas explica que o objetivo do grupo de pesquisa é resgatar o conhecimento sobre a morfofisiologia animal. A ranicultura foi escolhida devido a vocação do Estado do Rio de Janeiro para a modalidade e pela presença de, no mínimo, 200 ranários comerciais na região metropolitana, justifica o coordenador, mas a cidade não possui mão-de-obra qualificada para atuar nos estudos. É aí que entra a Unisuam. Vamos formar biólogos que irão adquirir conhecimento para atuar nessa área. A girinagem (fertilização artificial) é feita no interior do laboratório de biologia da Unisuam. Lá também são aplicados os hormônios para a fertilização e a reprodução dos animais, que recebem cuidados especiais a cada passo do seu desenvolvimento. Segundo Seixas, a rã touro possui propriedades terapêuticas que podem

5 3 de iniciação científica esquisa científica mantidos pela instituição NÚMERO 1 AGOSTO DE Intercom debate Educacão e Pesquisa no Rio Por Angélica Gomes* Áreas de pesquisa e pesquisadores > Saúde e qualidade de vida Professores: Zenildo B. de Oliveira, Daniela B. de Oliveira, Saulo Roni Moraes, Gilberto M. S. da Silva, Agnaldo José Lopes, José Aírton Alves, Louise Calil Deterling, Januário G. M. e Lima, Márcio R. Baptista, Sérgio Bastos Moreira, Maria F. L. de Almeida, Anna Cristina Borges, Ana Cláudia Mariano, Luciana Helena Porte e Ieda Maria Vargas Dias. > Linguagem e Comunicação Professores: Carlos A. Figueiredo e Carlos H. Vasconcellos. > Direitos Humanos, Ética e Cidadania Monique Assis, Fabiano Pries Devide e José Jorge Siqueira. > Sociedade Cultura e Educação Professores: Ana Lúcia Guimarães, Manuel José G. Tubino, Adriana Martins, José Abrantes, Augusto César Dias Lucy da Fonseca, Maria Aparecida Thiengo e José Antônio Salles. > Homem Espaço e Meio Ambiente Professores: José T. de Seixas e Luís Alexandre L. Mees. > Comportamento e Estratégia Organizacional Professores: Benny de Almeida, José Remízio Garrido e Rita Borges Amaral O Pibic, para os pesquisadores: Eu sou até suspeita, porque eu sempre incentivei a pesquisa. Sou professora de metodologia da pesquisa do trabalho científico, e trabalhar hoje com um programa que basicamente é fruto de uma pesquisa que nasceu da minha tese de doutorado faz com que eu me sinta muito feliz. Hoje, a pesquisa na educação a distância é desenvolvida através das universidades federais e da Puc. A Unisuam vai ser a pioneira no Rio de Janeiro, vai ter uma linha de pesquisa voltada para a educação a distância. Rita Borges, pesquisadora Ensino a distância Eu quero que os alunos entendam esse momento como de suma importância para suas vidas profissionais, uma vez que podem a partir dele traçar uma experiência profissional extremamente profícua. A pesquisa é um processo em construção. Em qualquer nível e em qualquer situação em que estiver o andamento delas, os alunos são sempre bem vindos. Profa. Ieda Maria Vargas Dias, pesquisadora Saúde e qualidade de vida Luiz Carlos do Bomfim O Pibic, que a gente nomeia do mesmo jeito que o CNPQ, é um marco aqui na instituição. É a primeira vez que o programa está sendo implementado no sentido de estimular a pesquisa e a atitude científica dos nossos alunos, com futuros projetos para a área de pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-graduação lato sensu que já estão acontecendo aqui na Unisuam. Nós vamos tentar efetivamente usar todos os recursos para aliar a pesquisa ao ensino e à extensão, oportunizando ao aluno essa experiência única que é a de participar de pesquisas científicas ainda na graduação, com a presença de pesquisadores experientes. Estamos com uma equipe muito boa, de doutores e pós-doutores em diversas áreas. Carlos Alberto Figueiredo, diretor de pesquisa De 7 a 9 de setembro, especialistas, pesquisadores e estudantes de Comunicação Social de todo o Brasil estarão reunidos na UERJ para discutir temas relacionados ao ensino e às pesquisas em comunicação, no 28 o Congresso da Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. Paralelamente, acontecerá a 12 a Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação), a maior exposição competitiva da produção dos cursos de graduação em Comunicação Social no país, e o III Simpósio Intercom de Ciências da Comunicação, cujo tema será A Evolução da Pesquisa em Comunicação: , que pretende mapear as principais vertentes de pesquisa brasileiras. Os primeiros colocados ganharão troféus Expocom e todos os trabalhos classificados em 1, 2 e 3 lugares certificados nominais. São oito temas apresentados na exposição: cinema e vídeo, fotografia, humor gráfico, jornalismo, publicidade e propaganda, rádio e tv, relações públicas, co- José de Seixas municação e cidadania. Cada uma das categorias da exposição será avaliada por um júri composto por professores, profissionais e instituições brasileiras. A Intercom é uma associação científica sem fins lucrativos, nascida em São Paulo em 1977, formada por pesquisadores dedicados aos estudos avançados da comunicação. Para ser aceito como sócio é necessário que o interessado seja apresentado por um coligado da entidade. Desde outubro de 2000, a Intercom mantém núcleos de pesquisa regulares. Cada grupo investiga uma área específi- salvar vidas e ajudar no pronto restabelecimento de crianças doentes. Mas para popularizar o consumo da carne da rã são necessários muitos anos de pesquisa, como aconteceu com o frango, que antes era cardápio de domingo e hoje, após 50 anos de pesquisa, pode ser encontrado a pouco mais de um real o quilo. A nutrição dos animais, que será desenvolvida no módulo externo, também é objeto de pesquisa. Serão realizados experimentos para testar o nível ideal de proteína e energia na ração. O fígado do animal também entra na linha de pesquisa, pois o órgão é o que mais sofre com rações inadequadas que podem causar até tumores. Isso faz com que o tempo de engorda da rã se alongue. A nossa intenção é reduzir este tempo de engorda conhecendo melhor a fisiologia digestiva do animal, conclui. Para Seixas, o PIBIC já é uma realidade e os bolsistas do projeto irão gerar diversos trabalhos de iniciação científica. É um grande avanço para a Unisuam, que está oferecendo todo o suporte e investimento necessários para o sucesso das pesquisas científicas, opina o pesquisador. (A. G.) ca da comunicação e os trabalhos desenvolvidos por eles são disponibilizados no site da sociedade. Informações Site: *Aluna do 5o período de Comunicação Social/Jornalismo Manhã.

6 6 Varal A importância do trabalho realizado pelas alunas Cátia Nasseh e Camila Guerreiro* ultrapassa o compromisso com a disciplina Introdução à Fotografia. A coragem e o empenho em documentar o abandono da ferrovia Japeri-Miguel Pereira, umas das mais antigas e importantes ligações entre a capital e o interior do Rio de Janeiro, explicita não apenas o talento fotográfico das alunas, mas também seu enorme potencial jornalístico. Arcádia, última estação antes da subida da Serra de Miguel Pereira. Tornou-se um Posto de Saúde. Um olhar sobre a Japeri-Miguel Pereira O ensaio reúne uma forte preocupação com a verdade e um belíssimo olhar fotográfico. O trabalho Um Olhar sobre a Japeri-Miguel Pereira abre a Varal, página dedicada à divulgação da produção fotográfica dos alunos de Comunicação Social que se destaquem a cada Semestre. Victa de Carvalho, professora de Introdução à Fotografia *Alunas de Jornalismo e Publicidade, respectivamente - 5 o período JORNAL LABORATÓRIO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO DA UNISUAM Ponte Santa Branca, trilhos cobertos por tábuas para passagem de carros. A ferrovia Japeri-Miguel Pereira encontra-se desativada. As estações ferroviárias, hoje, ou estão abandonadas ou tornaram-se casas comerciais, posto de saúde, museu e ponto de encontro dos jovens interioranos. Construída em 1897, com 82 metros de comprimento, a Ponte Paulo de Frontin, é a única em ferro e curva no mundo. Marco da engenharia nacional. A locomotiva faz parte do acervo do Museu Ferroviário de Governador Portela.

7 NÚMERO 1 AGOSTO DE Turismo e Enfermagem reconhecidos Por Joana D arc e Luiz Carlos Bomfim* Os cursos de Turismo e Enfermagem da Unisuam receberam o aval do Ministério da Educação no primeiro semestre de Os projetos implantados foram considerados acima da média, o que garante aos alunos formados o reconhecimento dos diplomas no mercado de trabalho. Para o curso de Turismo, o reconhecimento veio antes mesmo de formar a primeira turma. Uma conquista, segundo a coordenadora Tânia Omena. É muito difícil um curso ser reconhecido antes da primeira turma ser formada. O curso tem duração de três anos e os formandos do primeiro semestre já obtiveram o diploma com status reconhecido de bacharel. O motivo do sucesso está no total Prata da Casa Por Hélio Euclides* Os cursos foram aprovados pelo Ministério da Educação no início de 2005 Muitas vezes, escrever se torna uma viagem. Odirley da Silva Soares e Vânia Motta dos Santos embarcaram nela, logo após tomarem conhecimento do edital de um concurso de redação promovido pela Unesco e pelo jornal Folha Dirigida em Eles e alguns alunos da Unisuam se debruçaram sobre o tema Solidariedade e colocaram suas idéias, expectativas, análises críticas e sentimentos no papel. Essa foi a segunda edição do concurso de redação para universitários. A seleção dos textos foi realizada por uma comissão julgadora da Fundação Cesgranrio, levando em consideração criatividade, organização frasal, argumentação, clareza, coerência, desenvolvimento e seleção vocabular. O concurso teve duas etapas. Na primeira, foram selecionados 300 redações entre as enviadas de todo o Estado do Rio para o jornal. Destes, 13 eram alunos da UNISU- AM. No dia 4 de dezembro de 2004, os semifinalistas foram convocados para mais uma vez mostrar suas habilidades na escrita, no auditório da Academia Brasileira de Letras, onde escreveram sobre o tema O que posso fazer Concurso de redação da Unesco Solidariedade e poesia Livro da Unesco com as 100 melhores poesias. apoio da Instituição ao projeto pedagógico: Tivemos carta branca para trabalhar, diz Tania Omena, que também preside a Associação Brasileira de Bacharéis de Turismo no Rio de Janeiro (ABBTU/RJ). O turismólogo, bacharel em turismo, tem um mercado de trabalho amplo: pode atuar nos ramos de hotelaria, gastronomia, agenciamento, transporte aéreo e de superfície, eventos, recreação e lazer; trabalhando em órgãos públicos, ONGs, empresas de assessoria e consultoria, projetos de registro e pesquisa sobre o tema, e parques nacionais. Quando se fala em turismo, as pessoas pensam logo em viagem. Para o turismólogo, porém, a idéia é de receber bem, a qualquer momento. A casa tem que estar sempre arrumada. pela justiça social. Em 21 de dezembro foram divulgados os 100 textos vencedores, entre eles os escritos por Odirley da Silva Soares e Vânia Motta dos Santos. Participei pela primeira vez e me surpreendi pelo resultado. Fiquei emocionado, conta Odirley, 24 anos, 8º período de Letras. Eles terão seus textos, produzidos na primeira etapa do concurso, publicados num livro em português, inglês e francês, com lançamento previsto pela ABL e que será entregue à direção-geral da Unesco, em Paris. Sei que isso não vai mudar o mundo, mas vai mudar a cabeça das pessoas, ajudando na vida prática, diz Odirley. Professora entre as 100 melhores Antes do concurso de redação para alunos universitários, a Folha Dirigida promoveu um concurso de poesia para professores. Treze mil mestres inscreveram textos e uma dessas escritoras era a professora Viviane Almeida de Siqueira, do Curso de Letras da Unisuam. Fiquei assustada com a quantidade de gente inscrita. Lutei para ficar entre os 100, mas não esperava ficar em trigésimo. Isso prova que minha escrita tem valor. Me surpreendi com minha colocação, conta a professora. No dia 08 de dezembro, ela participou do evento na Academia Brasileira de Letras para o lançamento da coletânea Por que poesia em tempos de indigência, com os 100 trabalhos premiados. Fiquei feliz em conseguir uma pontinha na academia. A ABL não é espaço para todos. Meu nome está lá, completa. * Aluno do 4 o Período de Jornalismo/Manhã Helio Euclides Enfermagem Criado em fevereiro de 2001, o curso de Enfermagem foi reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) em março e teve sua primeira turma de formandos em janeiro deste ano. Com conceito final B, atendeu a todas as adequações exigidas, que incluem as titulações dos professores e a qualidade das instalações. Segundo a coordenadora do curso, a professora Maria Lelita Xavier, a partir deste semestre os alunos estarão atuando na Clínica Escola Amarina Motta (Clesam), onde está sendo implantado o projeto de extensão Educando para a Saúde, que vai prestar atendimento à comunidade, melhorando sua qualidade de vida com atividades, orientação e informação. Na pesquisa, o curso tem dois projetos: A representação social da dependência química, e O resgate da história da saúde na Leopoldina. A expectativa, segundo a coordenadora, é que esses projetos obtenham resultados abrangentes: Esperamos que estas pesquisas contribuam para a comunidade acadêmica e a região da Leopoldina. Além disso, é muito importante que os alunos participem de pesquisas, monitorias e cursos de extensão. Isto fará diferença para competirem no mercado. Para participar dos projetos de pesquisa, o aluno deve se dirigir à Pós- Graduação e verificar datas e editais. Para as atividades de extensão, deve se inscrever junto à DAR. *Alunos de Jornalismo - 6 o período Solidariedade Havia em seus olhos a dor da angústia, o vazio desolado de uma tristeza qualquer. Quando a abracei senti um choro lacrimoso no fundo de seu peito e somente no ardor daquele abraço eu percebi que a minha dor era pequena e que, enfim, eu precisava ser solidário. Odirley da Silva Procura Poética ( ) Criar pela luz poética é recriar o primeiro desejo de vida presente na história dos homens. É gozar do poder divino de criador utilizando a linguagem como utensílio, o desejo como impulso e a obra como propagadora da palavra. Existir é ser homem, criar poeticamente é ser Deus. Viviane Siqueira

8 Entre vista Mário Augusto Jakobskind Ele estava lá Por Alexandra Silva, Bárbara Evangelista, Isabel Cristina e Ubirajara Oliveira* A ditadura que por vinte anos governou o Brasil foi implacável no veto ao direito à informação. A resistência na imprensa era exercida principalmente por pequenos jornais, conhecidos como nanicos ou alternativos, que teimavam em denunciar a verdadeira face do regime. O jornalista Mário Augusto Jakobskind fez parte dessa história. Nascido no Rio de Janeiro em 16 de outubro de 1943, formado em História pela Universidade Federal Fluminense, Jakobskind vivenciou essa fase dentro dos nanicos. Com passagens pela Folha de S. Paulo e outros jornalões, sempre circulou na chamada imprensa alternativa. Colaborou com O Pasquim nos tempos de Jaguar, Ivan Lessa, Ziraldo e dona Neuma. Passou longa temporada no Versus, a primeira publicação de caráter afro-latino-americano no Brasil, e ainda nos jornais Opinião e Repórter. Uma história de luta pelo ideal Democrático e a liberdade de informação, com visão crítica sobre o papel da imprensa de ontem e hoje. O espírito de combatividade da imprensa alternativa da época da ditadura persiste. Cada tempo tem o seu tempo. Jornal Fonte: Como surgiu a idéia de resistir à ditadura militar através de jornais? Mário Augusto Jakobskind: Os jornalistas que tinham um mínimo de consciência entendiam que era preciso fazer alguma coisa. Foram tempos difíceis, mas nem por isso impossíveis de se tentar fazer alguma coisa. A maioria do jornalistas era jovem e tinha o ideal de viver em liberdade. Com vontade política, conseguimos fazer alguma coisa. JF: Quais eram os principais jornais alternativos da época? MAJ: Podemos citar alguns, nem todos, sob pena de cometer injustiça ao não lembrar de algum. Folha da Semana, uma espécie de decano da imprensa alternativa daquele período, acabou fechado pelos Fuzileiros Navais. Lá trabalhavam, entre outros, Arthur José Poerner, Maurício Azedo (atual presidente da ABI), Anderson Campos, Milton Temer, e outros. Depois vieram O Pasquim, Versus, Coojornal, Opinião,Movimento, Em Tempo. JF: Como se decidiam as pautas e a estruturação dos jornais alternativos? MAJ: As pautas eram discutidas coletivamente, mas muitas vezes surgiam de acordo com a evolução dos fatos, inesperadamente. Muitos de nós, jornalistas que combatiam a ditadura, trabalhavam em jornais grandes para sobreviver, e passávamos matérias eventualmente não aproveitadas nos jornalões. O jornalista tem que estar atento aos fatos, se não vão querer impor goela a dentro gato por lebre JF: Como era resolvida essa questão financeira? MAJ: Sempre foi um grande problema. A luta pela sobrevivência às vezes fazia com que muito de nós enfrentássemos dificuldades. Alguns nomes chegaram até a entrar nas chamadas listas negras, fato sempre negado pelo patronato, mas que na prática existiu. Os nossos habeas-datas, só conhecidos muito mais tarde, comprovam as dificuldades para conseguir emprego depois de carreiras interrompidas. Tínhamos um objetivo maior. Montávamos estratégias que, quando davam certo, faziam aparecer notícias em jornais, rádios e TVs do exterior. Aí, muitas vezes, acabavam retornando para o Brasil, via agências de notícias. Uma luta diária de alto risco. JF: Como a resistência do jornalismo alternativo influencia o jornalismo moderno? MAJ: A imprensa alternativa, entendendo-se que ela é alternativa à grande mídia, ainda está presente nos dias de hoje. Citaria o semanário Brasil de Fato, que publica matérias que a mídia conservadora silencia ou publica de forma preconceituosa. A imprensa alternativa, hoje, é o espaço dos que não têm vez e voz na mídia tradicional. Eu diria que o espírito de combatividade da imprensa alternativa da época da ditadura persiste. Cada tempo tem o seu tempo. JF: Como você descreveria imprensa brasileira hoje? MAJ: Não raramente a imprensa hoje peca pelo vício do pensamento único. Como assim? Nas mais diversas editorias, muitas vezes prevalecem uma única verdade, mesmo sendo esta verdade entre aspas. O caso da Venezuela, por exemplo. Analistas conceituados têm escrito sobre este país sul-americano onde se desenvolve uma revolução, a revolução bolivariana. Com base no chutômetro, ou ainda pegando a carona de agências internacionais, repetem lugares comuns que têm o objetivo de indispor o Presidente da República Bolivariana da Venezuela com a opinião pública. Isso é deformação do Jornalismo. Jornalista que é jornalista deve estar atento aos fatos, se não vão querer impor goela a dentro gato por lebre. *Alunos de Jornalismo - 6 o período. Produzida na disciplina Política e Comunicação, sob orientação do prof. Alcyr Cavalcanti

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional EDITAIS DE MONITORIA E ESTÁGIO Até o dia 16 de agosto de 2013, estão abertas as inscrições para o preenchimento

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR Edital de Convocação para a Seleção de Projetos de Pesquisa Programa Institucional

Leia mais

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ

FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ FAZENDO RÁDIO NA ESCOLA: A IMPLANTAÇÃO DA RÁDIO BEATRIZ Giselle Gomes Tiscoski, Marcos Franzoni Acadêmicos do Curso de Jornalismo da UFSC Maria José Baldessar, Ms. Professora do Departamento de Jornalismo

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº31 07-13/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº31 07-13/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional DIFERENÇAS E INCLUSÃO PROJETO DA PEDAGOGIA REALIZA AULAS DE CAMPO EM COMUNIDADES QUILOMBOLA E INDÍGENA

Leia mais

EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1

EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1 EDITAL 34/2013 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇAO PARA INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE GRADUAÇÃO PARA 2014/1 O Reitor da Universidade Vila Velha ES faz saber a todos os alunos regularmente matriculados em cursos

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR Já pensou um bairro inteirinho se transformando em escola a

Leia mais

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional ESTÁGIO CURRICULAR E MONITORIA DE ENSINO Estão abertas inscrições para alunos regularmente matriculados

Leia mais

Clipping IFRJ Setembro de 2012

Clipping IFRJ Setembro de 2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Assessoria de Comunicação Clipping IFRJ Setembro de 2012 11/09

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº19 24-30/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº19 24-30/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST ENTRA DE FÉRIAS Mais um semestre chega ao m e o UVV Post entra de férias junto com quem ele

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº40 09-15/12 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº40 09-15/12 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA 2014/1 Con ra os prazos de renovação de matrícula e de outros procedimentos

Leia mais

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1 Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE RESUMO O presente trabalho apresenta a experiência de produção laboratorial

Leia mais

Vídeo Institucional Casa da Esperança

Vídeo Institucional Casa da Esperança Vídeo Institucional Casa da Esperança JOSGRILBERG, Clarissa 1 CARDINAL, Milena de Jesus 2 CARBONARI, Will 3 OTRE, Maria Alice Campagnoli 4 MEDEIROS, Cristine 5 Centro Universitário da Grande Dourados UNIGRAN

Leia mais

PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1. Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4

PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1. Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4 PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1 Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG RESUMO Como forma de estimular a criatividade

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Número total de vagas 40

Número total de vagas 40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 07/ 28/10/2015 O Instituto Federal de Educação,

Leia mais

PROJETO INTEGRANDO: A MATEMÁTICA NA REALIDADE

PROJETO INTEGRANDO: A MATEMÁTICA NA REALIDADE PROJETO INTEGRANDO: A MATEMÁTICA NA REALIDADE Manuella Heloisa de Souza Carrijo- UFG - bolsista-manuella_heloisa@hotmail.com Humberto Chaves Ribeiro-UFG -bolsista- humbertoribeiro87@gmail.com José Pedro

Leia mais

Parceria faculdade-empresa na área de jornalismo

Parceria faculdade-empresa na área de jornalismo Parceria faculdade-empresa na área de jornalismo ANA EUGÊNIA NUNES DE ANDRADE Jornalista, professora do Curso de Comunicação Social habilitação em Jornalismo, da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás)

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL As Faculdades Integradas Barros Melo vêm tornar público aos alunos regularmente matriculados nos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

Jornal Marco Zero 1. Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5

Jornal Marco Zero 1. Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5 1 Jornal Marco Zero 1 Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5 Faculdade internacional de Curitiba (Facinter) RESUMO O jornal-laboratório Marco Zero 6 é

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ (UFOPA) PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA (PROPPIT)

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ (UFOPA) PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA (PROPPIT) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ (UFOPA) PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA (PROPPIT) A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) através da

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 15/2015 - PPG/UEMA

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 15/2015 - PPG/UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 15/2015 - PPG/UEMA A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Maranhão (PPG/UEMA) torna

Leia mais

Política de Comunicação da ONG Em Ação¹. Josiane dos Santos Paula e OLIVEIRA² Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná.

Política de Comunicação da ONG Em Ação¹. Josiane dos Santos Paula e OLIVEIRA² Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná. Política de Comunicação da ONG Em Ação¹ Josiane dos Santos Paula e OLIVEIRA² Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná. PR Resumo As ONGs são importantes pois atuam como referência na organização

Leia mais

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Prova acontece no dia 23/11, às 13h No dia 23/11, às 13h deste ano, será aplicada mais uma prova do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL PROPEG Nº 003/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC. Edital de seleção - 2014

Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC. Edital de seleção - 2014 Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC Edital de seleção - 2014 A Faculdade Ibmec-RJ - por meio da Coordenação de Pesquisa e da Coordenação de Iniciação Científica, abre inscrições aos

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA INSTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA Função no Projeto: Contratação de consultoria especializada para desenvolver e implementar estratégias de impacto e sustentabilidade da Campanha Coração Azul no

Leia mais

Seguem abaixo o regulamento completo do Concurso e a ficha de inscrição, que deverá ser entregue preenchida juntamente com o trabalho.

Seguem abaixo o regulamento completo do Concurso e a ficha de inscrição, que deverá ser entregue preenchida juntamente com o trabalho. Caro Estudante de Comunicação Social As inscrições para o 6º. Concurso Interno do FOCO 2009 Pratique Bom Humor estarão abertas no período de 27 de abril a 8 de maio, na Diretoria da Área de Comunicação

Leia mais

Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1

Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1 Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1 Aryel Silva SIQUEIRA 2 Bryan José Ferreira de SOUZA 3 Adryan Kaike Fortaleza Alves MOREIRA 4 Laércio Cruz ESTEVES 5 Faculdade Estácio do Pará, Belém, PA RESUMO

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL Nº 64, de 04 de maio de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JUNIOR DO INSTITUTO FEDERAL

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

UVV POST Nº92 27/07 a 09/08 de 2015 UVV. Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº92 27/07 a 09/08 de 2015 UVV. Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação quinzenal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Nº92 27/07 a 09/08 de 2015 II CONGRESSO ESTADUAL DE SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA Saiba como

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015

EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015 EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação PROPPI torna públicas as normas para apresentação de propostas

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

EDITAL (COMPLEMENTAR) DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET N. 01/2014

EDITAL (COMPLEMENTAR) DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET N. 01/2014 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 EDITAL (COMPLEMENTAR) DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET N. 01/2014 O Programa

Leia mais

EDITAL N o 01/2012 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÕES EM FISICA MÉDICA 2º SEMESTRE DE 2012

EDITAL N o 01/2012 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÕES EM FISICA MÉDICA 2º SEMESTRE DE 2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS Transformada em Universidade pela Lei n 6.660 de 28 de dezembro de 2005 Campus Governador Lamenha Filho Rua Jorge de Lima, 113, Trapiche da Barra,

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor.

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor. OSVALDO Bom dia! Meu nome é Osvaldo, tenho 15 anos, sou de Santa Isabel SP (uma cidadezinha próxima à Guarulhos) e, com muito orgulho, sou bolsista ISMART! Ingressei no ISMART este ano e atualmente estou

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº24 19 a 25/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº24 19 a 25/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional DESAFIO, SUPERAÇÃO E SOLIDARIEDADE A Universidade Vila Velha - ES convida todos os seus alunos a participarem

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

A Rede Pública Municipal de Ensino de Maceió atende cerca de 55 mil alunos, de acordo com o censo escolar de 2014. Dessa clientela, cerca de 40%

A Rede Pública Municipal de Ensino de Maceió atende cerca de 55 mil alunos, de acordo com o censo escolar de 2014. Dessa clientela, cerca de 40% OFICINA MAIS COMUNICAÇÃO ENSINA TÉCNICAS DE TEXTO, FOTO E AUDIOVISUAL EM MACEIÓ Adriana Thiara de Oliveira SILVA 1 Delane Barros dos SANTOS 2 Maria Janaina de Farias SOARES 3 Resumo Euforia, barulho, trabalho

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 18/2015

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 18/2015 EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA BOLSA DE EXTENSÃO N.º 18/25 A Faculdade da Serra Gaúcha FSG, no uso de suas atribuições e de acordo com a Resolução Institucional n.º /25 realizará o Concurso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DO ENSINO DE GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DO ENSINO DE GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DO ENSINO DE GRADUAÇÃO Aprovado no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e Conselho de Administração Superior (CAS) em 18 de junho de 2015, Processo 016/2015

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

2. Objetivos do Projeto:

2. Objetivos do Projeto: 1. Apresentação: O Projeto Cia de Dança Negra Contemporânea Kina Mutembua consiste numa iniciativa da ONG Ação Comunitária do Brasil do Rio de Janeiro selecionada por um edital da Secretaria de Políticas

Leia mais

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172 Mercado exige velocidade na atualização profissional Trabalhadores precisam estar capacitados para solucionar problemas, ser criativos e flexíveis e gostar da sua atividade A competição pela colocação

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

Projeto -IV Concurso de Fotografias

Projeto -IV Concurso de Fotografias SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PARATY COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL CEA Projeto -IV Concurso de Fotografias Eu Sou Caiçara Equipe da CEA: Supervisor - Valdemir da C. Ferreira Coordenadora - Leila

Leia mais

UVV POST Nº73 03 a 09/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº73 03 a 09/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional ENGENHARIA DE PETRÓLEO Ex-aluno, formado na primeira turma do curso, conversa com estudantes da UVV-ES

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 25/2013 - PPG/UEMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 25/2013 - PPG/UEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 25/2013 - PPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL A Pró-Reitoria

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

Categoria Franqueado

Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Razão Social: Natureza Comércio e Representações Ltda Nome Fantasia: O Boticário Data de fundação:

Leia mais

Oficina de Educomunicação: Construção de um Fotodocumentário Histórico da Escola Augusto Ruschi

Oficina de Educomunicação: Construção de um Fotodocumentário Histórico da Escola Augusto Ruschi Oficina de Educomunicação: Construção de um Fotodocumentário Histórico da Escola Augusto Ruschi EJE: Comunicacion y Extensión AUTORES: Garcia, Gabriela Viero 1 Tumelero, Samira Valduga 2 Rosa, Rosane 3

Leia mais

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação RESOLUÇÃO DO DECANATO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO N. 4/2006 Regulamenta o Programa de Iniciação Científica da Universidade de Brasília. O Decano de Pesquisa e Pós-Graduação, no uso das atribuições que

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº25 26/08 a 01/09 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº25 26/08 a 01/09 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional A TURMA DE MEDICINA É CAMPEÃ NO TURNO MATUTINO No turno matutino, mais uma vez, a turma de Medicina

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES MARCELA NEIVA SOUSA 1 SAMARA MARIA VIANA DA SILVA 2 RESUMO O presente artigo tem como objetivo investigar

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº18 17-23/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº18 17-23/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV-ES É PREMIADA EM FEIRA DE AVES E SUÍNOS A UVV-ES foi a grande vencedora da 2ª Feira de Avicultura

Leia mais

FACULDADE CASTANHAL-FCAT COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FCAT

FACULDADE CASTANHAL-FCAT COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FCAT 1 FACULDADE CASTANHAL-FCAT COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FCAT Dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Programa de Iniciação Científica

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011 Ministério da Educação Secretaria de Educação Média e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense

Serviço Público Federal. Ministério da Educação. Universidade Federal Fluminense A parte de imagem com identificação de relação rid6 não foi encontrada no arquivo. Serviço Público Federal Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Edital para submissão de projetos da AGENDA

Leia mais

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA 1- DO CURSO O Curso de Especialização em Gestão em Análise Sanitária destina-se a profissionais com curso superior em áreas correlatas

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA CURTAS METRAGENS DOCUMENTÁRIOS REPORTAGENS JORNALÍSTICAS PARA VEÍCULOS IMPRESSOS (CDC) e TIRAS DE DESENHO EM QUADRINHOS (QCiência) - INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR O MAGNÍFICO REITOR DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO DA

Leia mais

NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (NAC) REGULAMENTO

NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (NAC) REGULAMENTO SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA REALENGO SEARA NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (NAC) REGULAMENTO E-1/12 FACULDADES SÃO JOSÉ NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO I - DA NATUREZA DAS ATIVIDADES

Leia mais

1º Lugar: Leia e Passe Adiante.

1º Lugar: Leia e Passe Adiante. Programas Vencedores: três 7º Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil / Programa Nacional de Incentivo à Leitura - PROLER 2002 1º Lugar: Leia

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

UVV POST Nº53 12-18/05 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº53 12-18/05 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional 2ª BEAUTY FASHION FAIR Alunos e professores do curso de Estética e Cosmética participam da Feira com

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Arujá - SP 2011 2 SUMÁRIO Dados da Instituição... 3 Considerações iniciais... 4 Desenvolvimento da Avaliação... 4 Dimensões da Autoavaliação...

Leia mais

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu será

E D I T A L. 2º A taxa de inscrição para o Processo Seletivo dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu será EDITAL NPL 1/2014 ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU DOS CAMPI BRAGANÇA PAULISTA, ITATIBA E CAMPINAS DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF NO 1º SEMESTRE

Leia mais

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses.

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses. RESOLUÇÃO N O 01/201 PPgCO Regulamenta a distribuição de bolsas de estudo no Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica, quanto à concessão, manutenção, duração e cancelamento da bolsa. O Colegiado

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014

Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 Quer trilhar uma carreira de sucesso? Então esta é a oportunidade para dar o primeiro passo! PROGRAMA ALI AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO 2012-2014 O Programa O SEBRAE, em parceria com o CNPq, desenvolveu o

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS A Fundace Fundação para Pesquisa do Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia, fundação de apoio formada pelos professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade FEA/

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 101/2008

RESOLUÇÃO N.º 101/2008 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 101/2008 EMENTA: Aprovação do Regimento Interno do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, em SMS em Obras de Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 27/2013 - PPG/UEMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 27/2013 - PPG/UEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL N 27/2013 - PPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte CALENDÁRIOS Vestibular Tradicional INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA Diariamente Taxa de inscrição: R$ 30,00 Prova de Redação Consulte http://www.estacio.br/ Processo Seletivo Enem INSCRIÇÕES MATRÍCULA

Leia mais

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA

MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA MOVIMENTO LONDRINA CRIATIVA Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: "Profissional Autonoma Abril 2009

Leia mais

GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR

GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR O QUE É INTERCÂMBIO ACADÊMICO? É a ida de estudantes de um país para o outro por um determinado período do ano letivo. O objetivo é estender os estudos da Graduação para outra

Leia mais

UVV POST Nº72 28/10 a 02/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº72 28/10 a 02/11 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Entre os dias 20 e 22 de outubro, foi realizado o I Congresso Estadual de Saúde e Qualidade de Vida

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO FAL/FATERN/FCC

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO FAL/FATERN/FCC EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA ESTÁCIO FAL//FCC A Estácio divulga processo seletivo para Professor Auxiliar I do(s) curso(s)

Leia mais

As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL

As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL Profa. Dra. Ana Barbara A. Pederiva Professora da Universidade Cruzeiro

Leia mais

Palavras-chave: Projeto de ensino; reprovação em Matemática; monitoria.

Palavras-chave: Projeto de ensino; reprovação em Matemática; monitoria. REPROVAÇÃO EM MATEMÁTICA NO ENSINO SUPERIOR: UMA TENTATIVA DE REDUZIR OS ALTOS ÍNDICES Profa. Dra. Camila Pinto da Costa Universidade Federal de Pelotas camila.ufpel@gmail.com Profa. Dra. Rejane Pergher

Leia mais

6 Metodologia. 6.1 Situando a pesquisa

6 Metodologia. 6.1 Situando a pesquisa 6 Metodologia Apresento neste capítulo a metodologia utilizada nesta pesquisa, o contexto em que ocorreu a coleta de dados, os participantes, os instrumentos usados e os procedimentos metodológicos para

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais