- total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "http://www.uol.com.br - total enlaces (dup. incl.) 125022 - unicos 31826 - dominios 5056 - paginas 26770 http://www.clicrbs.com."

Transcrição

1 - total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 46 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 96 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 13 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 65 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 44 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 32 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 21 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 23 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 23 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 25 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 19 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 76 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 20 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 43 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 82 - paginas 751

2 - total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 30 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 35 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 27 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 53 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 19 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 6 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 6 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 18 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 80 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 22 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 80 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 9 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 27 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 21 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 84 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 45 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 12 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas 267

3 - total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 48 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 27 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 20 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 7 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 9 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 4 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 7 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 3 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 38 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 10 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 12 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 4 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos dominios 2 - paginas 99

4 - total enlaces (dup. incl.) unicos 99 - dominios 6 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 99 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 96 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 95 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 95 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 88 - dominios 25 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 88 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 81 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 80 - dominios 31 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 79 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 76 - dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 76 - dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 75 - dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 75 - dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 72 - dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 70 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 68 - dominios 7 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 66 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 64 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 62 - dominios 26 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 60 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 60 - dominios 14 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 55 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 54 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 50 - dominios 11 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 48 - dominios 7 - paginas total enlaces (dup. incl.) 66 - unicos 47 - dominios 14 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 47 - dominios 6 - paginas total enlaces (dup. incl.) 45 - unicos 45 - dominios 12 - paginas total enlaces (dup. incl.) 49 - unicos 45 - dominios 6 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 45 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 44 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) 44 - unicos 42 - dominios 12 - paginas 30

5 - total enlaces (dup. incl.) unicos 42 - dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) 41 - unicos 41 - dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 40 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 39 - dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 38 - dominios 2 - paginas total enlaces (dup. incl.) 53 - unicos 36 - dominios 7 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 34 - dominios 13 - paginas total enlaces (dup. incl.) 95 - unicos 27 - dominios 5 - paginas total enlaces (dup. incl.) 78 - unicos 26 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) 49 - unicos 25 - dominios 8 - paginas total enlaces (dup. incl.) 30 - unicos 23 - dominios 10 - paginas total enlaces (dup. incl.) 52 - unicos 20 - dominios 1 - paginas total enlaces (dup. incl.) 63 - unicos 20 - dominios 4 - paginas total enlaces (dup. incl.) unicos 19 - dominios 4 - paginas total enlaces (dup. incl.) 54 - unicos 18 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) 40 - unicos 16 - dominios 4 - paginas total enlaces (dup. incl.) 39 - unicos 13 - dominios 0 - paginas total enlaces (dup. incl.) 31 - unicos 10 - dominios 2 - paginas 8 - total enlaces (dup. incl.) 24 - unicos 8 - dominios 2 - paginas 6 - total enlaces (dup. incl.) 12 - unicos 7 - dominios 5 - paginas 2 - total enlaces (dup. incl.) 21 - unicos 7 - dominios 0 - paginas 7 - total enlaces (dup. incl.) 21 - unicos 7 - dominios 0 - paginas 7 - total enlaces (dup. incl.) 10 - unicos 5 - dominios 3 - paginas 2 - total enlaces (dup. incl.) 10 - unicos 5 - dominios 5 - paginas 0 - total enlaces (dup. incl.) 12 - unicos 5 - dominios 0 - paginas 5 - total enlaces (dup. incl.) 20 - unicos 5 - dominios 2 - paginas 3 - total enlaces (dup. incl.) 10 - unicos 4 - dominios 1 - paginas 3 - total enlaces (dup. incl.) 12 - unicos 4 - dominios 0 - paginas 4 - total enlaces (dup. incl.) 12 - unicos 4 - dominios 1 - paginas 3 - total enlaces (dup. incl.) 4 - unicos 3 - dominios 0 - paginas 3 - total enlaces (dup. incl.) 6 - unicos 3 - dominios 1 - paginas 2 - total enlaces (dup. incl.) 9 - unicos 3 - dominios 2 - paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) 6 - unicos 2 - dominios 0 - paginas 2

6 - total enlaces (dup. incl.) 1 - unicos 1 - dominios 1 - paginas 0 - total enlaces (dup. incl.) 2 - unicos 1 - dominios 1 - paginas 0 - total enlaces (dup. incl.) 2 - unicos 1 - dominios 1 - paginas 0 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 0 - paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 0 - paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 0 - paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 1 - paginas 0 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 0 - paginas 1 - total enlaces (dup. incl.) 3 - unicos 1 - dominios 1 - paginas 0 Suma duplicados: Suma unicos:

Comunicação de Dados

Comunicação de Dados Comunicação de Dados Arquitetura de Redes Prof. André Bessa Faculade Lourenço Filho 5 de Agosto de 2012 Prof. André Bessa (FLF) Comunicação de Dados 5 de Agosto de 2012 1 / 21 1 Modelo de Camadas 2 Camada

Leia mais

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade Projeto de Redes Requisitos Funcionalidade -- A rede precisa funcionar. A rede precisa permitir que os usuários desempenhem os seus deveres profissionais. A rede precisa oferecer conectividade de usuário-para-usuário

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES. Detecção e Correção de Erros

REDES DE COMPUTADORES. Detecção e Correção de Erros REDES DE COMPUTADORES Detecção e Correção de Erros A Camada de Enlace Serviços prestados Serviços da camada de Enlace Encapsulamento Endereçamento Controle de erros Controle de fluxo Controle de acesso

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

QUAR. Quadro de Avaliação e Responsabilização SIADAP 1

QUAR. Quadro de Avaliação e Responsabilização SIADAP 1 QUAR Quadro de Avaliação e Responsabilização SIADAP 1 Hierarquia dos QUAR Avaliação Final do Serviço DIMENSÕES Agrupamentos de 1 a n objectivos OBJECTIVOS Agrupamentos de 1 a n indicadores INDICADORES

Leia mais

Instruções para fazer o cadastro para acessar o SEstatNet

Instruções para fazer o cadastro para acessar o SEstatNet Instruções para fazer o cadastro para acessar o SEstatNet O SEstatNet é uma ferramenta de apoio às disciplinas ministradas nesta Universidade que facilita o aprendizado dos estudantes e ao mesmo tempo

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BRIDGE

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BRIDGE FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BRIDGE REGULAMENTO DE GERAÇÃO E DUPLICAÇÃO DE MÃOS Em vigor a partir de 15 de Janeiro de 2013-1 - PARTE 0 PREÂMBULO 0.1 Introdução Tradicionalmente, as mãos jogadas no Bridge de

Leia mais

Tudo começou com a falta de padrão nas ferramentas para Agricultura de Precisão

Tudo começou com a falta de padrão nas ferramentas para Agricultura de Precisão ISOBUS ISO 11783 Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão ConBAP 2010 Ribeirão Preto, SP 28 de setembro de 2010 Painel 3 - Novas tecnologias a serviço da AP: produtos ISOBUS e telemetria Ricardo

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Redes Convergentes II Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro. Contabilidade. História. Contabilidade e Balanço Patrimonial

Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro. Contabilidade. História. Contabilidade e Balanço Patrimonial Logística Prof. Kleber dos Santos Ribeiro Contabilidade e Balanço Patrimonial Contabilidade É a ciência teórica e prática que estuda os métodos de cálculo e registro da movimentação financeira e patrimônio

Leia mais

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 1.1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES DE COMPUTADORES...16 1.2 O PAPEL DO GERENTE DE REDES...18 1.3 VOCÊ: O MÉDICO DA REDE...20 1.4 REFERÊNCIAS...23 1.4.1 Livros...23

Leia mais

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas:

Álgebra Relacional. Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída. Operações básicas: Álgebra Relacional Conjunto de operações que usa uma ou duas relações como entrada e gera uma relação de saída operação (REL 1 ) REL 2 operação (REL 1,REL 2 ) REL 3 Operações básicas: seleção projeção

Leia mais

Instalando e configurando DFS (Distributed File System) no Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox)

Instalando e configurando DFS (Distributed File System) no Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox) Instalando e configurando DFS (Distributed File System) no Windows Server 2008 R2 em ambiente virtual (VirtualBox) Objetivo: Implantar um sistema de redundância e replicação de arquivos em dois servidores

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC Configurador Automático e Coletor de Informações Computacionais GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO software livre desenvolvido pela Dataprev Sistema de Administração

Leia mais

SISTEMA CACIC IMPLANTAÇÃO AMBIENTE CENTRALIZADO RESUMO. Novembro de 2007 Dataprev URES

SISTEMA CACIC IMPLANTAÇÃO AMBIENTE CENTRALIZADO RESUMO. Novembro de 2007 Dataprev URES SISTEMA CACIC IMPLANTAÇÃO AMBIENTE CENTRALIZADO RESUMO Novembro de 2007 Dataprev URES ÍNDICE 1. Funcionamento Geral Do Sistema CACIC... 03 1.1.Módulo Agente... 03 1.2.Módulo Gerente Centralizado... 03

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS Vinculada ao Ministério das Comunicações

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S.A. TELEBRÁS Vinculada ao Ministério das Comunicações ANEXO II FORMAÇÃO DA PLANILHA DE PREÇOS PREGÃO Nº XX/2011 PROVIMENTO DE ENLACE E TRANSITO INTERNET 1 Instruções de Preenchimento 1.1 Este Anexo tem por objetivo servir de instrumento por meio do qual a

Leia mais

11/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

11/08/2008. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade IED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional Prof.: Fernando Hadad Zaidan Unidade Álgebra Relacional 2 Leitura Obrigatória ELMASRI, R.;

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento. Sessão Pública ABERTURA

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento. Sessão Pública ABERTURA MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Coerência das Políticas: O Desafio do Desenvolvimento Sessão Pública 19.01.2011 Assembleia da República ABERTURA Senhor Presidente da Comissão dos Negócios Estrangeiros

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA Objetivo da Contratação Nosso número Antecedentes (breve histórico justificando a contratação) TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA - Projeto BRA/11/008 EDITAL 04/2015 DADOS DA CONSULTORIA Contratação

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Programa Salão de Beleza

Programa Salão de Beleza Polyvan Informática e Computação Gráfica Ltda. Email : polyvan@polyvanet.com.br MSN : polyvan@polyvanet.com.br Programa Salão de Beleza Objetivo : Controla serviços, comissões dos funcionários, débitos

Leia mais

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic. Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais

Leia mais

Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC

Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC Felipe Gallois Universidade do Estado de Santa Catarina 23 de novembro de 2010 Felipe Gallois (UDESC) TCC - II 23 de novembro de 2010 1 / 44 1 Introdução 2 Deficiências

Leia mais

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 03 MODELO OSI/ISO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 PROTOCOLOS Protocolo é a regra de comunicação usada pelos dispositivos de uma

Leia mais

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Manipulação de Dados Banco de Dados SQL DML SELECT... FROM... WHERE... lista atributos de uma ou mais tabelas de acordo com alguma condição INSERT INTO... insere dados em uma tabela DELETE

Leia mais

Disciplina de Sistemas Distribuídos. Sincronização em SD. Prof. M.Sc. Alessandro Kraemer kraemer@utfpr.edu.br. Kraemer

Disciplina de Sistemas Distribuídos. Sincronização em SD. Prof. M.Sc. Alessandro Kraemer kraemer@utfpr.edu.br. Kraemer Disciplina de Sistemas Distribuídos Sincronização em SD Prof. M.Sc. Alessandro kraemer@utfpr.edu.br Cronograma Contextualização Tipos de sincronização Mecanismos para sincronização da região crítica Exclusão

Leia mais

Redes de Computadores I. Gabarito da Lista de Exercícios

Redes de Computadores I. Gabarito da Lista de Exercícios Redes de Computadores I Gabarito da Lista de Exercícios 1) Uma rede comutada por circuitos cobra R$ 0,50 por minuto de utilização, comporta até 1000 circuitos simultâneos com capacidade de 64 kbps (cada)

Leia mais

Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

Verificador de direitos de autor REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL Verificador de REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 2014 VERIFICADOR DE DIREITOS DE AUTOR 1 2 3 4 OBRAS DE AUTORES PESSOA FÍSICA OU AUTOR NÃO IDENTIFICADO É possível identificar

Leia mais

ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0

ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0 ORIENTAÇÕES CENSO ESCOLAR 2010 VERSÃO 1.0 SUMÁRIO 1. O QUE É O CENSO?... 3 2. QUANDO OCORRE?... 3 3. COMO É COLETADO COM AS ESCOLAS QUE UTILIZAM O SIGEAM ONLINE?. 4 4. O QUE É NECESSÁRIO SER FEITO ATÉ

Leia mais

Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus

Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus Edson Rodrigues da Silva Júnior. Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Fevereiro

Leia mais

Empregabilidade, Mercado de Trabalho e Políticas Ativas de Emprego

Empregabilidade, Mercado de Trabalho e Políticas Ativas de Emprego Empregabilidade, Mercado de Trabalho e Políticas Ativas de Emprego G(LOCAL) RETURN Políticas de Emprego e Antecipação de Competências Ana Cláudia Valente, Maria Cândida Soares e José Sousa Fialho CEPCEP,

Leia mais

Roteamento Estático (2)

Roteamento Estático (2) Roteamento Estático (2) Rotas Alternativas Alternative Routes Rotas Alternativas (cont.) Suponha que: Um novo novo link seja adicionado entre Pooh e Eeyore; Por uma decisão administrativa, todos os pacotes

Leia mais

Brasília, 27 de abril de 2011

Brasília, 27 de abril de 2011 Rede Nacional do Governo Federal para o PNBL Brasília, 27 de abril de 2011 1 Programa Nacional de Banda Larga 2 Rede Nacional - 2014 Abrangência 27 capitais 4.283 municípios Quantidade de Estações 322

Leia mais

Introdução. 128.10 Ligação direta 128.15 Ligação direta 129.7 128.15.1.3 Default 128.15.1.1

Introdução. 128.10 Ligação direta 128.15 Ligação direta 129.7 128.15.1.3 Default 128.15.1.1 Introdução Roteamento é a movimentação de informações da origem até o seu destino, sendo que essa informação deve passar por pelo menos um modo intermediário, ou seja, a origem e o destino não estão ligadas

Leia mais

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal IP e DNS O protocolo IP Definir um endereço de rede e um formato de pacote Transferir dados entre a camada de rede e a camada de enlace Identificar a rota entre hosts remotos Não garante entrega confiável

Leia mais

DOSSIER INFORMATIVO DITGESTION PORTUGAL

DOSSIER INFORMATIVO DITGESTION PORTUGAL DOSSIER INFORMATIVO DITGESTION PORTUGAL Criação e Consultoria de Agências de Viagem ÍNDICE DO DOSSIER: Páginas 1.- Empresa: 1.1. Missão da Empresa... 4 1.2. Visão da Empresa... 4 1.3. Valores... 5/6 2.

Leia mais

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1

Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 Porquê preservar? que se deve preservar, durante quanto tempo e como preservar? SOS Digital: Tópico 1 O que é preservar? 1. Conjunto de atividades desenvolvidas com o fim de aumentar a vida útil da informação

Leia mais

Sistemas Distribuídos Comunicação entre Processos em Sistemas Distribuídos: Middleware de comunicação Aula II Prof. Rosemary Silveira F. Melo Comunicação em sistemas distribuídos é um ponto fundamental

Leia mais

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: Investimento: Disciplinas: Fundado em 1965, o Instituto Nacional de Telecomunicações - Inatel - é um centro de excelência em ensino e pesquisa na área de Engenharia, e tem se consolidado cada vez mais, no Brasil e no exterior, como

Leia mais

AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL IDADE E SEXO ÁREA TA AFRFB

AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL IDADE E SEXO ÁREA TA AFRFB Perfil dos candidatos classificados no último Concurso Público para os cargos de Auditor- Fiscal da Receita Federal do Brasil e de Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil (2005/2006): AUDITOR-FISCAL

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 09. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 09. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 09 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 FEEDBACK Prova Continuada 2 EFEITO CHICOTE AO LONGO CADEIA DE SUPRIMENTOS Ampliação da variação da demanda ao longo da

Leia mais

Contando os Pontos Números Binários

Contando os Pontos Números Binários Atividade 1 Contando os Pontos Números Binários Sumário Os dados são armazenados em computadores e transmitidos como uma série de zeros e uns. Como podemos representar palavras e números usando apenas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI UFPI Colégio Técnico de Teresina CTT. Professor: José Valdemir dos Reis Junior. Disciplina: Redes de Computadores II

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI UFPI Colégio Técnico de Teresina CTT. Professor: José Valdemir dos Reis Junior. Disciplina: Redes de Computadores II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI UFPI Colégio Técnico de Teresina CTT Professor: José Valdemir dos Reis Junior Disciplina: Redes de Computadores II 2 3 Dispositivo que opera apenas na camada física recebendo

Leia mais

e P= 60,65% de P o . informa a largura do pulso. Balanço do tempo de subida Balanço de dispersão Considerações iniciais

e P= 60,65% de P o . informa a largura do pulso. Balanço do tempo de subida Balanço de dispersão Considerações iniciais Balanço do tempo de subida Balanço de dispersão Considerações iniciais A resposta da fibra a uma entrada impulsiva é um pulso gaussiano. Na qual é o desvio padrão correspondente a largura do pulso no domínio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

Comunicação de Dados IV. Gabarito da Lista de Exercícios 2

Comunicação de Dados IV. Gabarito da Lista de Exercícios 2 omunicação de Dados IV Gabarito da Lista de Exercícios ) Na topologia abaixo, considerando que as redes estão interligadas através de pontes transparentes, indique as informações armazenadas em cache nas

Leia mais

BACKBONE e LANS VIRTUAIS. Bruna Luyse Soares Joel Jacy Inácio

BACKBONE e LANS VIRTUAIS. Bruna Luyse Soares Joel Jacy Inácio BACKBONE e LANS VIRTUAIS Bruna Luyse Soares Joel Jacy Inácio Redes Backbone Um backbone permite que diversas LANs possam se conectar. Em uma backbone de rede, não há estações diretamente conectadas ao

Leia mais

Nível de Enlace. Nível de Enlace. Serviços. Serviços. Serviços. Serviços. Serviços oferecidos os nível de rede

Nível de Enlace. Nível de Enlace. Serviços. Serviços. Serviços. Serviços. Serviços oferecidos os nível de rede Nível de Enlace Enlace: caminho lógico entre estações. Permite comunicação eficiente e confiável entre dois computadores. Funções: fornecer uma interface de serviço à camada de rede; determinar como os

Leia mais

ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Modelo de referência OSI

ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Modelo de referência OSI ENGG55 REDES INDUSTRIAIS Modelo de referência OSI Material elaborado pelo Prof. Bernardo Ordoñez Adaptado por: Eduardo Simas (eduardo.simas@uia.br) DEE Departamento de Engenharia Elétrica Escola Politécnica

Leia mais

Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC

Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC Uma Avaliação de Desempenho do DNSSEC Felipe Gallois Rafael Obelheiro Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes - 31 a Reunião 13 de maio de 2011 Felipe Gallois, Rafael Obelheiro (GTER) DNSSEC

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO I PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 011/2015 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO A presente licitação tem por objetivo a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços, de forma contínua, ao da 2ª Região,

Leia mais

Curso: Tec. Em Sistemas Para Internet 1 semestre Redes de Computadores Memória de Aula 07. Prof. Moises P. Renjiffo

Curso: Tec. Em Sistemas Para Internet 1 semestre Redes de Computadores Memória de Aula 07. Prof. Moises P. Renjiffo Curso: Tec. Em Sistemas Para Internet 1 semestre Redes de Computadores Memória de Aula 07 DETALHAMENTO DA CAMADA DE REDE: 1- Endereçamento Físico. MAC Da camada de Enlace. 2- Endereçamento Logico. IP Endereço

Leia mais

ATO DE PUBLICAÇÃO DO TERMO DE CONTRATO (RESUMO)

ATO DE PUBLICAÇÃO DO TERMO DE CONTRATO (RESUMO) termo de contrato, tendo Contratação de para prestação de serviço mensal no Municipal de Planejamento, deste Município, conforme especificação contida no pregão presencial nº 004/2014 e seus anexos. VALOR:

Leia mais

CONTROLE DE REDE. Prof. José Augusto Suruagy Monteiro

CONTROLE DE REDE. Prof. José Augusto Suruagy Monteiro CONTROLE DE REDE Prof. José Augusto Suruagy Monteiro 2 Capítulo 3 de William Stallings. SNMP, SNMPv2, SNMPv3, and RMON 1 and 2, 3rd. Edition. Addison-Wesley, 1999. Baseado em slides do Prof. Chu-Sing Yang

Leia mais

Siemens S.A. Healthcare Sector. Como posso contribuir para melhorar a saúde em Portugal? Copyright Siemens AG 2008. All rights reserved.

Siemens S.A. Healthcare Sector. Como posso contribuir para melhorar a saúde em Portugal? Copyright Siemens AG 2008. All rights reserved. Siemens S.A. Healthcare Sector Como posso contribuir para melhorar a saúde em Portugal? Page 1 Copyright Siemens AG 2008. All rights reserved. Siemens Sector Saúde Sector Healthcare Imaging & IT Mundial

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES REDE DE COMPUTADORES Tipos de classificação das redes de acordo com sua topologia Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Ao longo da historia das redes, varias topologias foram

Leia mais

Concorrência no Mercado Nacional de Abastecimento de Águas e de Saneamento de Águas Residuais

Concorrência no Mercado Nacional de Abastecimento de Águas e de Saneamento de Águas Residuais Concorrência no Mercado Nacional de Abastecimento de Águas e de Saneamento de Águas Residuais Audição Parlamentar - CPLAOT - 20 de Junho de 2006 Abel M. Mateus Esta Apresentação inclui: I. A Autoridade

Leia mais

WORKSHOP de SARC e RpTV. ACORDO DE UTILIZAÇÃO DAS FAIXAS DO SARC e RpTV EM SÃO PAULO AUTOGERENCIAMENTO

WORKSHOP de SARC e RpTV. ACORDO DE UTILIZAÇÃO DAS FAIXAS DO SARC e RpTV EM SÃO PAULO AUTOGERENCIAMENTO WORKSHOP de SARC e RpTV ACORDO DE UTILIZAÇÃO DAS FAIXAS DO SARC e RpTV EM SÃO PAULO AUTOGERENCIAMENTO Em 1990, quando a faixa destinada ao SARC era 2300 MHz a 2690 MHz, e era exclusiva, já havia escassez

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza ajdsouza@cefetrn.br 1 Rational Unified Process RUP Fase Elaboração 2 VISÃO GERAL Fase Elaboração. Visão Geral 3

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

SQL Comandos para Relatórios e Formulários. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Comandos para Relatórios e Formulários. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Comandos para Relatórios e Formulários Laboratório de Bases de Dados SELECT SELECT FROM [ WHERE predicado ] [ GROUP BY ]

Leia mais

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais as relações possíveis

Leia mais

Subcamada de Controle de Acesso ao Meio. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Subcamada de Controle de Acesso ao Meio. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Subcamada de Controle de Acesso ao Meio Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Protocolos de Acesso Múltiplo: ALOHA puro Slotted ALOHA CSMA persistente CSMA não-persistente CSMA p-persistente

Leia mais

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 5-1. A CAMADA DE TRANSPORTE Parte 1 Responsável pela movimentação de dados, de forma eficiente e confiável, entre processos em execução nos equipamentos conectados a uma rede de computadores, independentemente

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SISTEMA DE ARQUIVOS DISTRIBUÍDOS (DFS) Visão geral sobre o Sistema de Arquivos Distribuídos O Sistema de Arquivos Distribuídos(DFS) permite que administradores do

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZONIA - FAMAZ REITORIA

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZONIA - FAMAZ REITORIA Página: 1 de 16 1) O (A) professor (a) apresentou o plano de ensino da disciplina em sala de aula? Sim 92% Não 8% Página: 2 de 16 2) O plano de ensino apresentado pelo professor (a) contém os seguintes

Leia mais

Pós-graduação 4. MODELAGEM DA CARGA. Modelagem da Carga. Análise de Redes Elétricas no Domínio da Freqüência LRC / UFMG

Pós-graduação 4. MODELAGEM DA CARGA. Modelagem da Carga. Análise de Redes Elétricas no Domínio da Freqüência LRC / UFMG Pós-graduação LRC / UFMG 4. MODELAGEM DA CARGA Modelagem da Carga 4.1. Considerações 4.2. Modelagens Modelo ZIP - Polinomial Análise de Redes Elétricas no Domínio da Freqüência Maria Helena Murta Vale

Leia mais

Contabilidade Empresarial

Contabilidade Empresarial Contabilidade Empresarial PROGRAMA DO CURSO Conceitos básicos de contabilidade Balanço patrimonial Demonstrativo de resultado de exercício Demonstrativo de fluxo de caixa Demonstrativo das Origens e Aplicações

Leia mais

HL7 HL7 BRASIL. Dr. Marivan Santiago Abrahão CHAIR HL7 BRASIL. Painel 4 Padrões para sistemas de Registro Eletrônico de Saúde. 18 - Setembro - 2005 1

HL7 HL7 BRASIL. Dr. Marivan Santiago Abrahão CHAIR HL7 BRASIL. Painel 4 Padrões para sistemas de Registro Eletrônico de Saúde. 18 - Setembro - 2005 1 Painel 4 Padrões para sistemas de Registro Eletrônico de Saúde BRASIL Dr. Marivan Santiago Abrahão CHAIR BRASIL 18 - Setembro - 2005 1 O que é É uma organização voluntária, sem fins lucrativos, voltada

Leia mais

Leis do Trabalho Tudo o que precisa de saber, 2.ª edição

Leis do Trabalho Tudo o que precisa de saber, 2.ª edição Leis do Trabalho Tudo o que precisa de saber, 2.ª edição Atualização online II A entrada em vigor da Lei n. 76/2013, de 7 de novembro (que estabelece um novo regime de renovação extraordinária dos contratos

Leia mais

Consideram-se os seguintes tipos de PABX s em que a forma de conexão de PABX com a central é exclusivamente mediante linhas analógicas:

Consideram-se os seguintes tipos de PABX s em que a forma de conexão de PABX com a central é exclusivamente mediante linhas analógicas: A Tarefa Um PABX (Central automática privada) é uma rede de comutação localizada em dependências de propriedade do cliente, que provê serviço a um número de ramais pertencentes a um grupo de assinantes

Leia mais

Processo n.º 753/2014

Processo n.º 753/2014 Processo n.º 753/2014 (Recurso Laboral) Data : 5/Março/2015 ASSUNTOS: - Acidente de trabalho - Duplicação de indemnização SUMÁ RIO : Se a entidade patronal pagou uma indemnização pela morte de um seu trabalhador,

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Redes I Fundamentos - 1º Período Professor: José Maurício S. Pinheiro Material de Apoio VI PROTOCOLOS

Leia mais

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados Arquitetura e Terminologia Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Modelo de Dados e Esquemas O modelo de Banco de Dados é como um detalhamento

Leia mais

Projeto hierárquico de uma rede. Projeto Lógico da Rede. Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores

Projeto hierárquico de uma rede. Projeto Lógico da Rede. Projeto de Redes de Computadores. Projeto de Redes de Computadores Projeto Lógico da Rede Projeto da Topologia da Rede Uma topologia é um mapa de uma rede que indica: segmentos de rede (redes de camada 2) pontos de interconexão comunidades de usuários Queremos projetar

Leia mais

Projeto Lógico da Rede

Projeto Lógico da Rede Projeto Lógico da Rede Projeto da Topologia da Rede Uma topologia é um mapa de uma rede que indica: segmentos de rede (redes de camada 2) pontos de interconexão comunidades de usuários Queremos projetar

Leia mais

Avaliação Institucional. Programa de Avaliação Continuada - PAC. 1º Semestre de 2009

Avaliação Institucional. Programa de Avaliação Continuada - PAC. 1º Semestre de 2009 Programa de Avaliação Continuada - PAC 1º Semestre de 2009 Mediante as exigências do Ministério da Educação (MEC), bem como, na busca da excelências em suas operações educacionais, a Faculdade de Agudos

Leia mais

Básico da Linguagem SQL. Definição de Esquemas em SQL. SQL(Structured Query Language)

Básico da Linguagem SQL. Definição de Esquemas em SQL. SQL(Structured Query Language) Básico da Linguagem SQL Definição de Esquemas em SQL SQL(Structured Query Language) Desenvolvida como a linguagem de consulta do protótipo de SGBD Sistema R (IBM, 1976). Adotada como linguagem padrão de

Leia mais

BANCO DE DADOS aula 6 álgebra relacional -

BANCO DE DADOS aula 6 álgebra relacional - INSTITUTO DE EXATAS E TECNOLÓGICAS Curso de Ciência da Computação BANCO DE DADOS aula 6 álgebra relacional - professor: Juliano Varella de Carvalho 5.1. Álgebra Relacional relações de exemplo conta agencia

Leia mais

Curso Preparatório de Redes de Computadores

Curso Preparatório de Redes de Computadores 2014 Curso Preparatório de Redes de Computadores Capítulo 2 - Conectividade Objetivo do curso: abordar conceitos básicos das principais tecnologias de rede e seus princípios de funcionamento. Instrutor:

Leia mais

1 Tipo de Produto X(05) 1 5 LCA/CDCA/CRA Tipo do Produto 2 Tipo de Registro X(01) 6 6 0 Registro Header 3 Ação X(04) 7 10 INCL Registro de STA

1 Tipo de Produto X(05) 1 5 LCA/CDCA/CRA Tipo do Produto 2 Tipo de Registro X(01) 6 6 0 Registro Header 3 Ação X(04) 7 10 INCL Registro de STA Versão: 25/10/2010 TÍTULOS DO AGRONEGÓCIO Nome do Arquivo Registro de LCA / CDCA Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição 1 Tipo de Produto X(05) 1 5 LCA/CDCA/CRA Tipo do Produto 2 Tipo de Registro

Leia mais

Soluções em TI para Web

Soluções em TI para Web Integração do Moodle com SIGA-EUC Lino Vaz Moniz lino@badiu.net linovazmoniz@gmail.com Outubro de 2010 1 Sumário 1- Objetivo...3 3- Justificativa...3 4 Funcionalidades do Modulo...4 5- Cronograma...6 6-

Leia mais

O PROJETO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA DE TURVO-SC

O PROJETO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA DE TURVO-SC O PROJETO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA DE TURVO-SC DAIANA MOSER Monitora do Laboratório de informática C.E.I. Profª Maria das Dores Cordeiro Angeloni daianamoser_4@hotmail.com VALDETE CORDEIRO Supervisora

Leia mais

Tabela de roteamento

Tabela de roteamento Existem duas atividades que são básicas a um roteador. São elas: A determinação das melhores rotas Determinar a melhor rota é definir por qual enlace uma determinada mensagem deve ser enviada para chegar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 1

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 1 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 1 Índice 1. Redes de Computadores e Telecomunicações...3 2. Topologias de Redes...4 2.1 Barramento... 4 2.2 Anel... 4 2.3 Estrela... 5 2.4 Árvore... 5 2.5

Leia mais

Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber

Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber Trilha Agile TDD e 20 coisas que você precisa saber Camilo Lopes Quem sou eu?! Trabalha com desenvolvimento de software desde 2003. Atualmente Desenvolvedor de Software na ADP Labs, escritor do livro "Guia

Leia mais

ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS

ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS REDES PARA TODOS ENDEREÇO CLASSFULL E CLASSLESS rffelix70@yahoo.com.br Endereço IP classful Quando a ARPANET foi autorizada em 1969, ninguém pensou que a Internet nasceria desse humilde projeto inicial

Leia mais

SIPREV Gestão - Cadastros Requisitos Regras de Validação Versão 1.14

SIPREV Gestão - Cadastros Requisitos Regras de Validação Versão 1.14 SIPREV Gestão - Cadastros Requisitos Regras de Validação Versão 1.14 Elaboração Valdyr de Sousa Queiroz Júnior Aprovação Nancy Abadia de Andrade Ramos Gestor do Projeto (Dataprev) Cliente / Líder de Projeto

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

Escola Secundária José Saramago Mafra. Cursos Profissionais. Guião para os Professores

Escola Secundária José Saramago Mafra. Cursos Profissionais. Guião para os Professores Escola Secundária José Saramago Mafra Cursos Profissionais Guião para os Professores Ano letivo 2015-2016 1 2 Cursos profissionais e matriz curricular Coordenadora dos cursos profissionais e coordenadora

Leia mais

Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 3 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 3 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Machado Cunha Parte 3 www.marcelomachado.com Protocolo é a linguagem usada pelos dispositivos de uma rede de modo que eles consigam se comunicar Objetivo Transmitir dados em uma rede A transmissão

Leia mais

Passando pelas Camadas TCP/IP Transmissão de Dados

Passando pelas Camadas TCP/IP Transmissão de Dados Passando pelas s TCP/IP Transmissão de Dados Professor Othon M. N. Batista Mestre em Informática s de Computadores e Sistemas Distribuídos http://www.othonbatista.com.br othonb@yahoo.com Roteiro Introdução

Leia mais

Comunicação. Parte II

Comunicação. Parte II Comunicação Parte II Carlos Ferraz 2002 Tópicos Comunicação Cliente-Servidor RPC Comunicação de objetos distribuídos Comunicação em Grupo Transações Atômicas Comunicação Stream 2 Comunicação cliente-servidor

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede Guia Internet de Conectividade - Cyclades - Endereçamento IP - página 1 9.5. Identificação dos Hosts em uma rede Todo sistema ou host que você quiser conectar em sua rede deve ter uma única identificação

Leia mais

Sysprep. O utilitário Sysprep pode ser usado em três contextos diferentes:

Sysprep. O utilitário Sysprep pode ser usado em três contextos diferentes: Disciplina: Montagem e manutenção Sysprep O Sysprep é uma ferramenta criada para administradores de sistema corporativo, OEMs e outras pessoas que precisam implantar o sistema operacional Windows XP em

Leia mais

Território e Coesão Social

Território e Coesão Social Território e Coesão Social Implementação da Rede Social em Portugal continental 2007 a 2008 (4) 2003 a 2006 (161) 2000 a 2002 (113) Fonte: ISS, I.P./DDSP/UIS Setor da Rede Social Desafios relevantes no

Leia mais

ROTA DAS GRUTAS PETER LUND GRUTA DE MAQUINÉ

ROTA DAS GRUTAS PETER LUND GRUTA DE MAQUINÉ ROTA DAS RUTAS PETER UND RUTA DE MAQUINÉ PACAS MUSEU RUTA DE MAQUINÉ 1/13 ESTAS PACAS SERÃO FIXADAS ATRAVÉS DE SIICONE ESTRUTURA NOTAS: TODAS AS MEDIDAS DEVEM SER CONFERIDAS NO OCA PACAS DE VIDRO TEMPERADO

Leia mais

Página 765 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES

Página 765 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS Despacho Normativo n.º 22/2008: Estabelece as regras da cooperação, no âmbito da toxicodependência, luta contra o HIV-Sida, comportamentos de risco e igualdade

Leia mais

IPv6. César Loureiro. V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê

IPv6. César Loureiro. V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê IPv6 César Loureiro V Workshop do PoP-RS/RNP e Reunião da Rede Tchê Outubro de 2014 Agenda Esgotamento IPv4 Endereçamento e Funcionalidades do IPv6 Implantação IPv6 IPv6 na Rede Tchê Dicas de Implantação

Leia mais